Page 1

VOL. GALERIA DE ARTE URBANA

| 09

2018

ESPECIAL FESTIVAL MURO LX_2017 OBEY X VHILS BORDALO II

facebook.com/galeriadearteurbana • Insta - @galeria_de_arte_urbana • issuu.com/galeriadearteurbana • youtube.com/user/galeriadearteurbana • Google Art Project - goo.gl/UU8qf4


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

NAS PAREDES ... LISBONWEEK Na 4ª edição do LisbonWeek, que decorreu em março de 2017, a Arte Urbana foi um dos grandes destaques através de intervenções artísticas contemporâneas realizadas na freguesia do Lumiar, onde os visitantes foram convidados a assistir ao processo criativo de um “museu ao ar livre”.

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

Com o patrocínio da Câmara Municipal de Lisboa e com o apoio da Galeria de Arte Urbana para a intervenção nas paredes e fachadas, o LisbonWeek convidou o argentino Felipe Pantone a exprimir a sua criatividade em 45 metros de altura na fachada de um prédio na Praça Bernardino Machado; o português RAF (Rui Alexandre Ferreira) a regressar à Rotunda do Eixo Central e o criador nacional Francisco Vidal a modelar uma fachada de um prédio na Alameda da Música. O evento contou ainda com duas esculturas, da autoria do nacional Robert Panda, e com a contribuição do artista luso Diogo Machado aka Add Fuel, responsável pela decoração do autocarro LisbonWeek utilizado para as visitas guiadas que integraram a programação. ©Pedro Sadio

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

09|

VOL.

2018


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

HOMENAGEM A NUNO TEOTÓNIO PEREIRA

© CML | SG | DMC | Américo Simas 2017

No âmbito das iniciativas de homenagem ao arquiteto Nuno Teotónio Pereira, destacamos a vertente de arte urbana, promovida pela Câmara Municipal de Lisboa e pela Junta de Freguesia de Alvalade, que contemplou a inauguração, em janeiro de 2017, de um novo mural evoca-

tivo desta grande figura da história da arquitetura portuguesa, localizado na Av. Rio de Janeiro, junto ao Mercado de Alvalade, da autoria do criador nacional João Samina.

ARMOSPHERE A dupla artística portuguesa ARMcollective, constituída pelos criadores Gonçalo MAR e Miguel RAM, ofereceu uma nova peça de arte urbana a Lisboa. Contou com o apoio da GAU e está localizada na Rua do Meio ao Arco do Carvalhão, nº 32, perto das Amoreiras, numa das entradas mais movimentadas da cidade. A realização desta obra marcou também a inauguração da exposição ARMOSPHERE que integrava diversas telas produzidas pelos dois artistas e que esteve patente durante o mês de março de 2017, na loja MONA, na Rua das Janelas Verdes.

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

3| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

NAS PAREDES ... UNDERDOGS 2017

Fotografias © CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

Dando continuidade às atividades iniciadas em 2012, a plataforma UNDERDOGS continua a desenvolver o seu Programa de Arte Pública que traz a Lisboa reconhecidos artistas do universo da arte urbana e que conta com a parceria da GAU. Desta forma, 2017 foi um ano pontuado pelas intervenções artísticas nas paredes e muros da capital por parte do criador australiano Anthony Lister, nos balneários de apoio ao Poli-

09|

VOL.

2018

desportivo da Quinta da Cabrinha, na Av. da Ceuta, durante o mês de junho, e em julho pela mão do norte-americano Shepard Fairey aka Obey, na fachada de edifício na Rua Natália Correia, no muro da Rua José Gomes Ferreira (às Amoreiras) e na Rua Nossa Senhora da Glória, numa empena feita a quatro mãos, em dupla com Alexandre Farto aka Vhils.


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

5| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

NAS PAREDES ... ROCK ON

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

“Rock on” é o tÍtulo da peça de arte urbana nascida das mãos do artista Youth One, um dos pioneiros do graffiti português e que desde julho de 2017 ocupa a fachada de um edifício na Av. Marechal Gomes da Cos-

ta, onde foi trabalhado o tema da Música. Este projeto resulta de uma parceria com a Super Bock, no contexto da edição de 2017 do festival SuperBockSuperRock, decorrido no Parque das Nações em Lisboa.

FESTIVAL TODOS 2017

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

A 9ª edição do TODOS contou novamente com a colaboração da GAU na vertente de arte urbana deste festival dedicado à celebração da multiculturalidade e que em 2017 decorreu de 8 a 10 de setembro, na Colina de Santana, nos Campo Mártires da Pátria em Lisboa. Desta feita, convidámos o criador nacional Regg a trabalhar no muro do Hospital dos Capuchos localizado na Calçada de Santo António,

09|

VOL.

2018

onde criou uma peça de homenagem a Thomaz de Mello Breyner, uma das mais influentes figuras da medicina do início do século XX. Nesta obra, estreitamente relacionada com a memória histórica do local, o artista destaca simbolicamente os vários momentos da atividade do médico, tanto no trabalho nos Hospitais Centrais de Lisboa, como a bondade e apoio solidário que prestava aos doentes das classes mais desfavorecidas.


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

DIAS DO DESASSOSSEGO

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

A programação dos Dias do Desassossego, iniciativa promovida pela Casa Fernando Pessoa e Fundação José Saramago, voltou a contar com a parceria da Galeria de Arte Urbana, na edição de 2017. A artista convidada foi Tamara Alves, que desenvolveu uma peça na Travessa do Carvalho, junto às traseiras do Mercado da Ribeira. “Se tens um coração de

ferro, bom proveito. O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo o dia”, foram as palavras de Saramago que inspiraram a criadora e estiveram na base desta peça de arte urbana, que desde novembro de 2017, pode ser vista no coração de Lisboa.

VHILS

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

Novembro foi o mês escolhido por um dos mais conceituados criadores nacionais do universo de arte urbana, Alexandre Farto aka Vhils, para realizar em Lisboa mais uma das suas habituais peças, marcadas

pela técnica de baixo-relevo onde é imediatamente reconhecível a sua autoria. Desta vez, a localização escolhida, foi um edifício na Rua dos Lagares, localizada num dos bairros históricos da cidade, a Mouraria.

7| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

NAS PAREDES ... BORDALO II

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

O criador nacional Bordalo II marcou a paisagem de Lisboa durante o mês de novembro passado, através da realização de um conjunto de peças de arte urbana a par da inauguração da sua primeira exposição a solo em Portugal, intitulada ATTERO, que contou com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa. A exposição foi o culminar de um conjunto de intervenções que o criador realizou na cidade, pontuando a beira-rio com a sua linguagem plástica singular e que apela à consciência ambiental. Podemos agora ver três novas intervenções da sua série de

trabalhos “Plastic Trash Animals” feitos na rua: “Half Chimp”, na entrada do edifício que acolheu a exposição, localizado na Rua de Xabregas; “Half Fox”, na fachada de um edifício devoluto sito na Av. 24 de Julho, e “Plastic Frog“, na Rua da Manutenção. O artista concebeu ainda a escultura “Lisboa”, instalada no Cais do Sodré. Segundo o autor, esta obra pretende “refletir a cidade na sua visão amplamente divulgada e elogiada, de ecossistema empreendedor e criativo”.

© CML | SG | DMC | Américo Simas 2017

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

09|

VOL.

2018


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

MUROS DE GESTÃO PARTILHADA Telheiras Graffiti

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

O projeto Sweet N’Eight nasceu em 2014 e contempla intervenções de graffiti num dos muros de gestão partilhada da cidade, com o artista ParizOne, localizado na Estrada do Calhariz de Benfica. Por sua vez em Telheiras, e desde 2011, seis muros integram o projeto Telheiras Graffiti, também sob gestão partilhada da GAU, com o artista nacional Edis One e em articulação com as restantes entidades locais. Aqui mostramos algumas das peças de arte urbana realizadas nessas paredes ao longo de 2017. Saibam como submeter as vossas propostas para pintar nestes muros em: sweetneight.blogspot.pt e telheirasgraffiti.blogspot.pt

BION, EdisOne e Observ

DeLara e EdisOne

ParizOne

Mr. Never Satisfied

EdisOne

Sweet N’Eight

EdisOne, MrDheo e ParizOne

9| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

NAS PAREDES ... POSTER

CASA AMORA

© Alexandre Murtinheira para Departamento®

© CML| DMC | Bruno Cunha 2017

Entre 14 de outubro e 14 de novembro passado, realizou-se a segunda edição do POSTER MOSTRA PÚBLICA, uma iniciativa da Departamento que contou com o apoio da GAU. A mostra contemplou a colagem e exposição de posters, segundo a organização “um dos mais poderosos meios de comunicação de sempre” que se pretende homenagear. O POSTER, regressou à zona de Marvila, com a participação de mais de 20 artistas de diversas áreas, desde a música, ao design, passando pela street art, criando um circuito expositivo a céu aberto, tanto para visitantes como para moradores.

Durante o mês de outubro, Diogo Machado aka Add Fuel, realizou uma intervenção na entrada da Casa da Amora, sita na Rua João Penha, perto do Jardim das Amoreiras. Utilizando a linguagem visual que nos tem habituado, também nesta peça podemos observar padrões azulejares tradicionais, com elementos provenientes do mundo ilustrativo muito próprio do artista, interligando o mundo contemporâneo e a história portuguesa.

FAÍSCA GERADOR

EPHEMERAL FLOWERS

© CML| DMC | Bruno Cunha 2017

© CML| DMC | Bruno Cunha 2017

O Faísca Gerador é um projeto promovido pela GERADOR Associação Cultural apoiado pelo Programa BIP/ZIP da Câmara Municipal de Lisboa e que visa dar oportunidade de formação a jovens em cinco áreas artísticas, designadamente: arte urbana, ilustração, teatro, fotografia e escrita criativa, para que se tornem eles os artistas do futuro. A edição de 2017 contou com o apoio na GAU na vertente de arte urbana e consubstanciou-se no mural realizado pelo Coletivo Versas na Rua de O Século, em Lisboa, no mês de novembro 2017.

O artista português MAR, realizou durante o mês de novembro passado, a peça “EphemeralFlowers”, no muro de suporte do Posto de Abastecimento de Combustível da BP, localizado na Av. Marechal António Spínola. Nas palavras do artista, a obra representa “uma paisagem idílica, cromaticamente intensa, plena de natureza e luz, onde a diversidade de formas cria um ritmo intensamente visual.”

09|

VOL.

2018


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

MURO | FESTIVAL DE ARTE URBANA LX_2017

A 2ª edição do MURO | Festival de Arte Urbana Lx_2017 decorreu entre os dias 25 e 28 de maio, em Marvila, e foi organizado pela GAU, em parceria com a Junta de Freguesia de Marvila, a GEBALIS, as Bibliotecas Municipais de Lisboa e a GERADOR Associação Cultural, no contexto de Passado e Presente - Lisboa Capital Ibero-Americana de Cultura 2017, uma iniciativa da União de Cidades Capitais Ibero-americanas (UCCI) e da Câmara Municipal de Lisboa. A programação do festival integrou intervenções artísticas, visitas guiadas e workshops de arte urbana, concertos e espetáculos, conversas e debates, exposições de artes gráficas e de fotografia, cinema, dança e outras atividades de animação de rua. Foram quatro dias de festa e celebração entre a comunidade da arte urbana, a população de Marvila, a cidade e os seus visitantes. Na área da produção artística contemplou-se a realização de 15 obras de grande escala em empenas cegas, às que se juntam outras superfícies, como muros, instalações sanitárias públicas e outros edifícios, que no total do festival envolveram mais de 40 artistas, provenientes de oito nacionalidades distintas e perfizeram uma área de intervenção de 4.000m2. O festival contou ainda com um “Hall of Fame”, um muro dedicado à vertente caligráfica do graffiti, e com um projeto específico no Bairro da Quinta das Salgadas, no edificado e no pavimento. A curadoria assentou em três vertentes: por um lado, os criadores nacionais; por outro, e tendo em conta a temática do festival, os artistas provenientes de outros países Ibero-americanos; e, por fim, os artistas vencedores dos concursos lançados para a conceção e realização de inter-

venções artísticas em empenas. Para o trabalho com a comunidade local, campo no qual a arte urbana pretende desempenhar um papel importante ao nível da inclusão cultural e social, bem como no diálogo intergeracional, a GAU convidou um criador a realizar uma residência artística de dois meses, onde desenvolveu um projeto site-specific, que envolveu a população juvenil destes bairros. O evento contemplou um trabalho preparatório no terreno, iniciado oito meses antes do festival, através de diversas ações, como visitas guiadas pela cidade, workshops de arte urbana e conversas para a sensibilização sobre património cultural, entre outras, que visava o envolvimento dos elementos-chave da comunidade, grupos e associações locais mais significativas deste território. A edição do MURO | Festival de Arte Urbana Lx_2017 dá continuidade à missão que nos propusemos cumprir o ano passado, com a concretização de um evento que reúne, concentrando no tempo e no espaço, o conjunto de atividades relacionadas com as diversas áreas de atuação da Galeria de Arte Urbana com enfoque especial no trabalho em colaboração com a comunidade local, por forma forma a deixar uma marca na paisagem e na população de uma zona específica da cidade. A opção territorial por Marvila visou possibilitar a criação de um novo núcleo de obras de arte urbana numa zona que respondesse positivamente à preocupação de descentralização da oferta cultural que norteia a estratégia de atuação da GAU e do Pelouro da Cultura da CML.

11| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

EMPENAS

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

“Double Double Bass” Zesar Bahamonte e Victor Hugo Alvaréz (Espanha)

“The meeting between the past and the present” Colectivo Licuado (Uruguai)

“Capítulo MMXVII” Nuno Alecrim (Portugal)

“Família” Godmess (Portugal)

09|

VOL.

2018


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

“Filosofia ignorante” Miguel Brum (Portugal)

“Etnias” Kobra (Brasil)

“Oferenda” Kruella D’Enfer (Portugal)

“Consejo del Água” Steep (Equador)

13| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

EMPENAS

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

“Amizade Autêntica” The Caver (Portugal)

“Mi Madre” Cix Mugre e Alejandre Tadlock (México)

“Multicultural” Medianeras (Colômbia)

“Golden Soul” Gleo (Colômbia)

09|

VOL.

2018


|GALERIA |GALERIA DE ARTE DE ARTE URBANA URBANA GAUGAU

“Festa do Conhecimento” John Douglas (Brasil)

“O respeito entre povos” LS (Portugal)

“Lugar” Hazul (Portugal)

“Electro-Cidade” Guilherme Krammer (Brasil)

15| 


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

EMPENAS

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

“Entrenchments” MAR (Portugal)

“Melting Point” ARM COLLECTIVE (RAM+MAR)

“Quetzalcóatl” Klit (Portugal)

09|

VOL.

2018

“Entrenchments” RAM (Portugal)


|GALERIA GALERIA DE ARTE DE ARTE URBANA URBANA GAU

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA | FLIX (VENUZUELA)

© Flix | Karla Coelho

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

© Flix | Karla Coelho

© Flix | Karla Coelho

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

© Flix | Karla Coelho

© Flix | Karla Coelho

17| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

INTERVENÇÕES ESPONTÂNEAS

“Departure” Caio Beltrão (Brasil)

“Diversidade” Oya Collective (Portugal)

Dan Space Sapunar (Croácia)

Shay (Brasil)

San Spiga (Argentina)

09|

VOL.

2018

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

WORKSHOPS

Arte Urbana com a Comunidade, orientado por Mariana Dias Coutinho

Lata 65, projeto da autoria de Lara Seixo Rodrigues

© CML | DMC | DPC | Hugo Cardoso 2017

© CML | DMC | DPC | Hugo Cardoso 2017

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017 Projeto “Incursões pela Arte” na Escola Básica de Marvila, orientado por José Carvalho e Filipe Gusmão

“Aventuras do João sem Medo”, orientado pelo artista Miguel Brum

Programas Escolas e Público geral Festival Muro Lx_2017, orientado pelo artista YouthOne

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

19| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

HALL OF FAME

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

CURADORIA DE MONTANA SHOP LISBOA: BRAY | CHURE | DANSE127 | EKO | GUL | KAYRO | KOES | LS | MOA | MONK | MOSAIK | MULOG | NOE | QUÊ? | RAK | REST | SEYR | SNEK | TRASI

09|

VOL.

2018


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

EXPOSIÇÃO AGÊNCIA CALIPO

Exposição no bairro Quinta do Bairro das Salgadas com imagens de Alice WR, Manuel Malzebender, Mário

© Rui Cartaxo Rodrigues | Agência Calipo 2017

Tavares, Rui Cartaxo Rodrigues e a colaboração da designer Ana Bacherel.

© Mário Tavares | Agência Calipo 2017

© Rui Cartaxo Rodrigues | Agência Calipo 2017

© Alice WR | Agência Calipo 2017

© Manuel Falcão Malzbender | Agência Calipo 2017

21| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

PROGRAMAÇÃO PARALELA

Showcases e conversas de Arte Urbana

Original Bandalheira

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

Concertos nas Empenas | NOISERV

Concertos nas Empenas | DJ Riot

© Andreia Mayer | GERADOR 2017

© Andreia Mayer | GERADOR 2017

Concerto na Escola | PAUS e o Baterista João Carvalho

Lisboa a Sorrir’17 - Um passeio de música e humor com Herman José e Amigos

© António Azevedo | GEBALIS 2017

© CML | DMC | DAC | Ernesto Matos 2017

09|

VOL.

2018


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

ALÉM PAREDES... MONSTRA 2017 - FESTIVAL DE ANIMAÇÃO DE LISBOA

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

Arte urbana e animação voltam a estar juntas, numa parceria entre a 16ª edição da MONSTRA - Festival de Animação de Lisboa e a Galeria de Arte Urbana. Aliando a liberdade criativa da street art à ideia de movimento e de animação, o resultado traduziu-se nas intervenções realizadas em vidrões espalhados em diversas zonas de Lisboa, durante o mês de março de 2017, que apresentam o trabalho dos animadores argentinos Juan Pablo Zaramella e Can Can Club, bem como dos artistas nacionais Bruno Casanova, Dois Vês e Teresa Robalo aka URSA.

Juan Pablo Zaramella | Bruno Casanova | Can Can Club | Tania de Leon | Can Can Club

CELEBRAÇÃO DOS 30 ANOS DA ASSOCIAÇÃO JOSÉ AFONSO

© CML | DMC | DPC | José Vicente 2017

A Associação José Afonso, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, promoveu durante o ano de 2017 um conjunto de iniciativas que visaram assinalar o seu 30º aniversário. Nesse âmbito, a Galeria de Arte Urbana promoveu a realização de uma exposição de arte urbana de homenagem a José Afonso, com a participação dos artistas Dalaiama Street Art , Telmo Alcobia e Youthone, à qual se juntou espontânea e generosamente o criador brasileiro Utopia graffiti, com intervenções artísticas inspiradas no universo de José Afonso. Executadas nos painéis da Calçada da Glória, durante o mês de abril 2017, as pinturas foram concluídas no dia 25 de abril, talvez um dos melhores dias para celebrar a memória de José Afonso, a criatividade e a liberdade. YouthOne

Telmo Alcobia

Dalaiama

23| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

...ALÉM PAREDES CALÇADA DA GLÓRIA E LARGO DA OLIVERINHA

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

Os painéis da GAU localizados no coração da cidade pulsam criatividade. Artistas, estudantes, aprendizes ou criadores old school, interessados em experimentar ou apaixonados da arte urbana, especialistas na matéria ou curiosos, nacionais ou estrangeiros passam diariamente pela Calçada da Glória e pelo Largo da Oliveirinha e deixam a sua marca na parede ou fotografam essas marcas para a memória futura, desta arte marcada pela efemeridade. Aqui partilhamos algumas das peças realizadas ao longo do ano passado.

Traffic (Portugal)

Kärlek Och Äventyr (Suécia)

Filipa Jacinto, projeto “Já Sinto” (Portugal)

Berol377 (Espanha)

Utopia (Brasil)

09|

VOL.

2018

Reis


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

Skran e L7m (Brasil)

L7m (Brasil)

Urku (Equador)

KST (Equador)

Soaz (Bélgica)

Moami (Angola)

25| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

ANIMAÇÃO E PEDAGOGIA VISITAS GUIADAS De janeiro a dezembro, faça chuva ou faça sol, as visitas guiadas de arte urbana são um sucesso junto de um diversificado público. Miúdos, graúdos, lisboetas, visitantes de outras cidades nacionais ou do estrangeiro, representantes internacionais, jornalistas, estudantes, profissionais de turismo, especialistas e apaixonados de arte urbana ou curiosos, é com muito gosto que assistimos ao interesse crescente em visitar e descobrir a arte urbana da nossa cidade. Em 2017, pela primeira vez na sua história, a GAU disponibilizou, durante o segundo semestre, o serviço de Visitas Guiadas regular para Escolas, Universidades, Instituições/Grupos/Associações Recreativas, Socioculturais, Seniores ou Juvenis, sem fins lucrativos, às obras arte urbana realizadas nos festivais MURO Lx_2016, no Bairro Padre Cruz, e MURO Lx_2017, em Marvila.

© CML | DMC | DPC | GAU 2017

RECEÇÃO DE ESTUDANTES Nos últimos anos a GAU tem recebido especial atenção dos estudantes provenientes das mais diversas áreas e cursos, desde o Turismo, passando pelo Jornalismo, História de Arte, Urbanismo, Comunicação, entre outras. A compreensão da estratégia municipal para a arte urbana em Lisboa, a par do conhecimento do trabalho desenvolvido pela GAU na cidade, bem como a especificidade dos projetos e das diversas áreas de atuação são os principais temas abordados, nas visitas, entrevistas, trabalhos de grupo ou teses sobre arte urbana. É com satisfação que verificamos que este universo artístico se transformou num objeto de análise e estudo por parte de toda uma nova geração.

© CML | DMC | DPC | GAU 2017

09|

VOL.

2018


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

WORKSHOPS

© CML | DMC | DPC | GAU 2017

HÁ FESTA NO PARQUE | A GAU voltou a ser parceira da iniciativa Há Festa no Parque promovida pelo Pelouro dos Direitos Sociais no Parque Eduardo VII no dia 25 de abril. Na edição de 2017, realizamos um workshop de arte urbana, orientado pelo artista Smile, onde estivemos rodeados de crianças e jovens a celebrar a criatividade e a liberdade.

PROJETO BIP/ZIP “AS CORES DA INCLUSÃO” | O Projeto Bip/Zip “As cores da inclusão e cooperação”, desenvolvido pela Comunidade das Irmãs Teresianas do Bairro Fonseca e Calçada, integrou uma componente de arte urbana que contou com o apoio da GAU. Durante o mês de junho, os participantes contactaram diretamente com este universo artístico, através da uma visita guiada às obras realizadas no âmbito do MURO | Festival de Arte Urbana Lx_2016, no Bairro Padre Cruz, e de um workshop de arte urbana orientado pelo artista Youth One, que veio animar as paredes do Bairro Fonseca e Calçada.

FORMAÇÃO A GAU promoveu em novembro passado, nas instalações da Biblioteca de Marvila, o curso “Formação de Pares: Arte Urbana em Marvila”, que integrou sessões teóricas e práticas, incluindo visitas guiadas de arte urbana. O objetivo foi dotar elementos-chave da comunidade de Marvila - onde decorreu o MURO Lx_2017 – Festival de Arte Urbana de Lisboa de conhecimentos e competências para a realização de visitas guiadas ao núcleo de obras de arte urbana recentemente criadas neste território, à semelhança do sucedido no Bairro Padre Cruz, com a edição de 2016 do festival.

© CML | DMC | DPC | GAU 2017

27| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

MEGAFONE MENÇÕES O projeto da Galeria de Arte Urbana foi considerado e integrado no catálogo de boas práticas da Cultura para as Cidades e Regiões, uma iniciativa da Comissão Europeia financiada pelo programa Creative Europe destinada apoiar as cidades e as regiões na realização de investimentos sólidos em matéria de cultura. O catálogo em apreço, conta com 71 boas práticas de cidades e regiões em matéria de investimento inteligente para a cultura, nos campos da herança cultural, indústrias culturais e criativas e a cultura para a inclusão social e está disponível para consulta online no site desta plataforma: http://www.cultureforcitiesandregions.eu

O MURO | Festival de Arte Urbana Lx_2017 , organizado pela GAU em parceria com a Junta de Freguesia de Marvila, a GEBALIS, as Bibliotecas Municipais de Lisboa e a Associação Cultural GERADOR, foi nomeado para a categoria “Melhores Eventos de 2017”, selecionados pela revista Time Out Lisboa, a par de outros reconhecidos projetos que aconteceram em 2017 na cidade de Lisboa.

CONFERÊNCIAS Participação na sessão “Territórios: Cidades e Urbanismo” do Programa Ciência e Cultura – C2 Diálogos Cruzados, organizada pela Secretaria de Estado da Cultura e pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, no dia 18 de abril de 2017, na Universidade de Coimbra. O programa Diálogos Cruzados iniciou-se este ano e é composto por um conjunto de sessões de trabalho que ocorrem em diversas cidades de todo o país, visando aproximar e fomentar o diálogo e a criatividade entre agentes e instituições culturais e científicas e de ensino superior, envolvendo associações, empresas e a administração central e local, por forma a explorar possibilidades e estratégias de colaboração, nomeadamente através da construção conjunta de agendas académicas, científicas e culturais.

JÚRIS Apoio e participação da GAU no júri do “Olivais Urban’Art”, concurso de graffiti, edição 2017, promovido pela Junta de Freguesia dos Olivais, com pinturas ao vivo que decorreram no mês de maio 2017, sob o tema “Olivais 620 anos de cultura e desporto”.

PLATAFORMAS DIGITAIS O site da GAU ficou disponível em inglês no passado mês de setembro, para todos os seguidores de arte urbana internacionais, através do link: gau.cm-lisboa.pt/en/gallery.html

09|

VOL.

2018


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

PUBLICAÇÕES COLEÇÃO STREET ART A coleção “Street Art”, uma iniciativa do jornal Público e da editora Levoir que contou com o apoio da GAU, foi lançada em março de 2017 numa edição inédita em Portugal. O evento de lançamento do primeiro volume desta coleção de cinco livros dedicados à história da arte urbana, contou com diversas atividades: a realização ao vivo de uma peça por parte dos criadores AKACORLEONE e Kruella d’Enfer; uma exposição de fotografia intitulada 25 anos do Jornal Público; uma visita à peça “Olhar” de Vhils e ainda uma conversa informal sobre arte urbana, entre elementos do jornal Público, da editora LeVoir, da Galeria de Arte Urbana e da plataforma Underdogs. É com satisfação que a Galeria de Arte Urbana se associa à edição desta coleção, a primeira em português sobre a história do graffiti e da street art, as suas técnicas e discursos, e que esperamos chegar ao grande público, propiciando a reflexão e o debate sobre arte urbana.

CATÁLOGO DO MURO LX_2016 O catálogo da 1ª edição do MURO | Festival de Arte Urbana Lx_2016 foi lançado no mês de abril de 2017, no auditório da Biblioteca de Marvila. Com o objetivo de documentar as intervenções realizadas no âmbito do festival, esta publicação reúne imagens das mais de 90 peças concretizadas no contexto do festival e informação sobre os respetivos autores, tanto no Bairro Padre Cruz, o epicentro do festival, como noutras zonas da cidade por onde as iniciativas se desenrolaram, nomeadamente no Aeroporto Humberto Delgado, na nova Praça de Entrecampos no âmbito do projeto vencedor do Orçamento Participativo, na Calçada da Glória e Largo da Oliveirinha com a exposição Muros da Glória e num conjunto de vidrões dispersos pela cidade. O catálogo encontra-se disponível para venda na loja BLX da Biblioteca Central, localizada no Palácio Galveias.

29| 


GAU| GALERIA DE ARTE URBANA

OBSERVATÓRIO © CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

DISH 2795 | Lx Factory

RAM | Av. Conselheiro Fernando de Sousa | MURO DAS AMOREIRAS

AUTOR DESCONHECIDO | Rua da Boavista

Tinta Crua | Cais do Sodré

09|

VOL.

2018

WÉKUP | Lx Factory

OBEY | Estação CP Alcântara

AUTOR DESCONHECIDO | Alcântara


GAU|GALERIA DE ARTE URBANA

ARM COLLECTIVE | Rua Carlos Botelho

PANG LONDON e FLOAT ART | Panorâmico de Monsanto

NARK | Av. Conselheiro Fernando de Sousa | MURO DAS AMOREIRAS

TELMO ALCOBIA | Rua Almirante Sarmento Rodrigues

SPÄM & DRADRA | Largo da Oliveirinha

MOSAIK | Av. Conselheiro Fernando de Sousa | MURO DAS AMOREIRAS

31| 


09|

VOL.

2018

EDITORIAL 2017 foi o ano da segunda edição do MURO | Festival de Arte Urbana Lx, concentrando no tempo e no espaço e em formato “festival”, um conjunto de atividades relacionadas com as diversas áreas de atuação da Galeria de Arte Urbana, com um enfoque no trabalho em colaboração com a comunidade local, por forma a deixar uma marca na paisagem e na população de uma zona específica da cidade. Sob o tema Lisboa Capital Ibero-Americana de Cultura, dedicamos ao MURO um caderno especial com imagens das peças realizadas por mais de 40 artistas de oito nacionalidades distintas, ocupando uma área de cerca de 4.000m2 de arte urbana no território de Marvila. Muitas outras intervenções artísticas tiveram lugar em Lisboa durante o último ano, entre as quais podemos dar como exemplo as peças realizadas por um dos criadores internacionais mais reconhecidos mundialmente na street art - Shepard Fairey aka Obey – a solo ou em coautoria com outro dos grandes nomes da arte urbana internacional, Alexandre Farto aka Vhils. Outro exemplo foi a produção artística de Bordalo II, em destaque nesta edição, onde ilustramos a produção de peças de rua e a sua primeira exposição a solo, intitulada ATERRO, uma das exposições mais visitadas em 2017, e que contou com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa. Neste momento, em que se aproxima a conclusão da primeira década de trabalho contínuo da Galeria de Arte Urbana, é justo prestar um agradecimento público a três colegas que deixaram a Galeria de Arte Urbana para abraçar novos desafios nas suas carreiras – Sílvia Câmara e Inês Machado que desde o primeiro dia, no ano de 2008, estiveram na criação e na construção do projeto da GAU, às quais logo se juntou Miguel Carrelo. Estiveram sempre na linha da frente para a criação de pontes com a comunidade artística; na promoção da reflexão; na sensibilização para a preservação do património; na procura constante de proporcionar mais oportunidades de intervenção a quem nos procurava, na divulgação, na comunicação e na conquista de novos públicos para a arte urbana. Chegámos ao fim de um ciclo, é altura de escrever uma nova página abraçando com o mesmo entusiasmo os novos desafios e

FICHA TÉCNICA

GAU VOL 09 – MAIO DE 2018 PUBLICAÇÃO DA GALERIA DE ARTE URBANA EDIÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA PELOURO DA CULTURA | DIREÇÃO MUNICIPAL DA CULTURA | DEPARTAMENTO DE PATRIMÓNIO CULTURAL Diretor | Jorge Ramos de Carvalho Coordenadora | Inês Machado Redação | Inês Machado Projeto Gráfico | GAU Design | Ana Filipa Leite

oportunidades que estão aí ao virar da esquina, e estou convicto que a equipa da GAU o irá fazer. A arte urbana em Lisboa, não poderá ser caracterizada apenas pelos grandes nomes e talentos que aqui intervêm. A cidade tem e deve incrementar cada vez mais oportunidades para que artistas iniciados, criadores de outras áreas, crianças, jovens, adultos, seniores, quaisquer cidadãos nacionais ou estrangeiros, interessados em experimentar arte urbana, possam exercer a sua cidadania artística, expressar a sua criatividade na cidade, respeitando e promovendo o património artístico e cultural da cidade de Lisboa. Esta deve ser uma das prioridades da atuação do trabalho da Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa, e será com esse olhar, atento às diversas escalas e suportes, aos diversos artistas e públicos, mas acima de tudo atento à melhoria da fruição do espaço público da nossa Lisboa, com que continuaremos a encarar o futuro e a ilustrá-lo nestas páginas. Jorge Ramos de Carvalho Diretor do Departamento de Património Cultural

© CML | DMC | DPC | Bruno Cunha 2017

CONTINUA ... A atratividade da arte urbana lisboeta está mais que confirmada e 2018 vai continuar a dar que falar neste universo artístico pela capital do país. Tanto a nível de peças de criadores nacionais e internacionais como ao nível de grandes eventos, em formato de festival, a Galeria de Arte Urbana do Departamento de Património Cultural da Câmara Municipal de Lisboa vai continuar a apoiar e a realizar projetos que promovam o reconhecimento do graffiti e da street art enquanto expressão artística que tem lugar no espaço urbano.

Revisão | Sara Simões/Divisão de Promoção e Comunicação Cultural Secretariado | Gracinda Ribeiro Fotografia da capa | © CML | DPC | José Vicente 2018 Impressão | Aos Papéis Tiragem | 1300 exemplares Fontes | Helvética Neue | Avenir ISSN | 2182 – 777X Depósito Legal | 351671/12 Distribuição | Gratuita Contactos | Rua do Machadinho, nº 20, 1249-150 Lisboa | telef. 218 171 945 gau@cm.lisboa.pt

GAU Vol 09  

Publicação da Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa - Especial Festival MURO 2017

GAU Vol 09  

Publicação da Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa - Especial Festival MURO 2017

Advertisement