Issuu on Google+

Blog de Inaldo Sampaio – PE 12/03/2013 - 15:03 Política

Odacy cada vez pernambucano

mais

incomodado

com

a

divisão

do

PT

“Somos governo, estamos à frente dos destinos do País e não podemos deixar que desavenças internas tirem o brilho de nossas conquistas", disse o deputado Inaldo Sampaio

Divulgação

O deputado estadual Odacy Amorim (PT-PE) declarou ontem no Recife que está cada vez mais incomodado com a divisão no PT pernambucano e chamou seus principais líderes à responsabilidade. “Somos governo, estamos à frente dos destinos do País e não podemos deixar que desavenças internas tirem o brilho de nossas conquistas. Unidos continuaremos fazendo parte de um projeto que mudou pra melhor o Brasil”, disse o deputado pernambucano. As declarações foram feitas durante reunião da tendência CNB (Construindo um Novo Brasil) da qual o parlamentar faz parte. Ele fez a cobrança aos líderes petistas porque em reunião realizada sábado, para comemorar os 33 anos de fundação do partido, houve bate-boca entre partidários do deputado João Paulo e do ex-prefeito do Recife João da Costa.

Blog de Jamildo – PE 12/03/2013 - 10:52 Política

Governador sanciona lei Desenvolvimento Municipal

que

cria

Fundo

de

Apoio

ao

Projeto, de iniciativa do Poder Executivo estadual, foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) na última semana Vinícius Sobreira O governador Eduardo Campos sancionou, nesta segunda-feira (11), a Lei 14.921/2013, que institui o Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), que prevê pagamento de uma espécie de 13º salário dos municípios pernambucanos , como forma de amenizar os efeitos da redução dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), do Governo Federal. O projeto, de iniciativa do Poder Executivo estadual, foi aprovado pela Assembleia Legislativa


de Pernambuco (Alepe) na última semana. A lei entra em vigor nesta terça-feira (12), com a publicação no Diário Oficial do Estado. O Executivo ainda terá o prazo de 30 dias para definir, através de decreto, a regras para execução da lei, especialmente em relação aos procedimentos a serem observados para a transferência de recursos e a prestação de contas. Os municípios deverão criar fundos de investimentos nas respectivas áreas, que serão constituídos pelos recursos oriundos do FEM e de outras fontes. Os que não realizarem efetivamente o seu plano de trabalho ficarão sujeitos às sanções cabíveis. Em caso de irregularidade, o município ficará impedido de receber os recursos, até a devida regularização. De acordo o texto da lei, serão consideradas receitas do FEM as doações orçamentárias do Estado; as contribuições de pessoas físicas e jurídicas, bem como de entidades e organizações públicas ou privadas; os rendimentos de aplicações financeiras de seus recursos, realizados na forma da lei; os valores provenientes da devolução de recursos relati vos a planos que apresentem saldos remanescentes, mesmo que oriundos de aplicações financeiras; os saldos de exercícios anteriores e outras receitas que venham a ser legalmente destinadas. Ao final de cada exercício financeiro, os recursos depositados do FEM que não forem utilizados deverão ser transferidos para o exercício financeiro subsequente. A lei ainda institui o Comitê Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal, responsável pela aprovação dos planos de trabalho de cada município, que será presidido pela Secretaria de Planejamento e Gestão, também responsável pela gerência do FEM. O comitê ainda será composto pelas secretarias de Saúde, Educação, Cidades, Transportes, Recursos Hídricos e Energéticos, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Agricultura e Reforma Agrária, e Defesa Social.

Blog de Jamildo – PE 12/03/2013 - 10:05 Política

Ranilson Ramos perto do TCE Vaga pertence à Assembleia, porém, nos bastidores, nem oposicionistas crêem que algum governista „tope‟ enfrentar o candidato do governador Ayrton Maciel - Jornal do Commercio JC Imagem

Com o endosso da força política do governador Eduardo Campos (PSB), patrono da indicação, está praticamente sacramentada - na Assembleia Legislativa - a aprovação do ex-deputado e atual secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos (PSB), como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), na vaga que será aberta em abril, com a aposentadoria compulsória (70 anos) do ex -deputado Romário Dias. Ranilson tem ido à Casa pedir voto. A vaga pertence à Assembleia, porém, nos bastidores, nem oposicionistas crêem que algum governista „tope‟ enfrentar o candidato do governador. E o maior fator de desestímulo é a forma do escrutínio: o voto será aberto. Deputados da base do governo, André Campos (PT) e Sebastião Oliveira (PR) chegaram a trabalhar os nomes, mas, apenas o petista ainda alimentaria esperança. "Tô avaliando", admitiu ontem. "Não vai ter quem queira peitar o Palácio", duvidou uma fonte. Há, todavia, quem aposte no improvável. "Se André for candidato, vai ter muito voto. A vaga é da Casa. Vez passada, foi eleito um de fora (Marcos Loreto, indicado por Eduardo)", argumentou um parlamentar em reserva.


Diário Oficial de Pernambuco – PE 12/03/2013 - 14:13 Política

Governo e Oposição se unem contra Medida Provisória 595 Texto retira a autonomia do gerenciamento de portos e prejudica Pernambuco Da Redação Jarbas Araujo

O Parlamento deve elaborar um manifesto em defesa de mudanças na Medida Provisória (MP) 595/2012 que tramita no Congresso Nacional e regulamenta a exploração de portos e de instalações portuárias no Brasil. A decisão foi anunciada, ontem, durante audiência promovida pelas Comissões de Administração Pública; de Desenvolvimento Econômico e Turismo; e de Ciênc ia, Tecnologia e AUDIÊNCIA - Encontro Informática. A proposta foi apresentada pelo deputado Betinho coordenado por três Gomes (PSDB) e será encaminhada à bancada pernambucana no Comissões Permanentes Congresso Nacional. O evento reuniu autoridades do Executivo, da Casa Joaquim Nabuco reuniu políticos, parlamentares estaduais e federais e entidades relacionadas ao representantes dos portos setor. e gestores A aprovação da MP pode prejudicar os Portos de Recife e de Suape, pois prevê a perda de autonomia nas licitações que concedem à iniciativa privada a exploração de determinadas áreas. De acordo com a proposta, os processos licitatórios serão realizados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e ganhará a concorrência a empresa que apresentar a menor tarifa para a maior movimentação de cargas. Atualmente, as negociações buscam gerar receitas, mas também investimentos diretos em infraestrutura. O vice-presidente de Suape, Caio Ramos, exibiu números do empreendimento. “O complexo portuário gera 35 mil empregos diretos; movimentou, em 2011, mais de 11 milhões de toneladas de cargas; e recebeu, de 2011 a 2014, R$ 3 bilhões de investimentos públicos. A diretoria de Suape acredita na necessidade de aperfeiçoamento da MP. Como está, o modelo centraliza o planejamento na esfera federal e torna o processo lento e ineficiente”, observou. O secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar, que representou o governador Eduardo Campos (PSB), ressaltou que a MP foi elaborada sem debate político. “A medida tem mais de 600 emendas, sinal de que necessita de aperfeiçoamento. Reconheço que traz benefícios, já que estimula a modernização da infraestrutura portuária. Mas mexe com atribuições próprias dos Estados e deveria trazer o Porto de Suape como exemplo, visto que é considerado por muitas certificações como o melhor do País. A ação une a Assembleia Legislativa, o Executivo, os senadores e a bancada federal”. Para o presidente da Comissão de Administração Pública, deputado Raimundo Pimentel (PSB), a proposta foi elaborada com a boa intenção de ampliar a competitividade dos portos brasileiros no cenário internacional. “O problema é que o Governo Federal nivelou portos estruturados, como Suape, aos que atualmente são ineficientes. É preciso preservar a autonomia de Suape”, registrou. A presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Informática, Terezinha Nunes (PSDB), apontou que a centralização da administração do complexo interferirá na economia do Estado. “O tema está unindo Governo e Oposição na manutenção do controle de Suape”, frisou. O presidente da Comissão de Desenvolvimento e Turismo, Leonardo Dias (PSB), presidiu a reunião e destacou que a Alepe não poderia se ausentar do debate. “O apoio da bancada federal é fundamental. Nosso objetivo é modificar a MP, que é injusta para Pernambuco”, completou.


Diário Oficial de Pernambuco – PE 12/03/2013 - 14:31 Cidades

Gomes apoia protesto na PE-28 Tucano ressaltou a importância da via e cobrou uma solução definitiva. “Em meados do ano passado, o Governo do Estado anunciou a recuperação e a duplicação da estrada, mas, até agora, a situação é caótica”, detalhou, acrescentando que, desde 2009, a população pede providências Da Redação Roberto

Soares

O protesto na PE-28, próximo à entrada da Curva do Bambu, recebeu, ontem à tarde, o apoio do deputado Betinho Gomes (PSDB). Moradores e trabalhadores da área atearam fogo em pneus e pedaços de madeira em protesto contra a situação da rodovia, que está esburacada. PROBLEMA – Rodovia O tucano ressaltou a importância da via e cobrou uma solução esburacada dificulta tráfego definitiva. “Em meados do ano passado, o Governo do Estado anunciou a recuperação e a duplicação da estrada, mas, até agora, a situação é caótica”, detalhou, acrescentando que, desde 2009, a população pede providências. “O Departamento de Estradas e Rodagem (DER/ PE) faz apenas a operação tapa-buraco, o que não atende à demanda”, observou.

Diário Oficial de Pernambuco – PE 12/03/2013 - 14:20 Política

Reunião solene prestigia trajetória de Fernando Lyra Reunião solene prestigia trajetória de Fernando Lyra Da Redação Divulgação

Lembrado como defensor incansável da consolidação da democracia no País, o ex-ministro da Justiça Fernando Lyra recebeu, ontem, mais uma homenagem póstuma na Assembleia Legislativa. A reunião solene em memória de Lyra foi proposta pelo deputado Sílvio Costa Filho (PTB). O político faleceu aos 74 anos de idade, no último dia 14 PLACA - Guilherme de fevereiro, vítima de complicações do trato urinário, agravadas por Uchoa, João Lyra, Márcia Lyra, Sílvio Costa problemas cardíacos. Filho e Daniel Coelho. A reunião foi coordenada pelo presidente da Casa Joaquim Nabuco, Abaixo, geral da deputado Guilherme Uchoa (PDT), que, na ocasião, destacou Lyra solenidade como um grande articulador político. “Fernando foi uma peça fundamental no movimento que lançou a candidatura de Tancredo Neves à presidência do País. Foi incansável na luta pela democracia do Brasil. Portanto, a Assembleia Legislativa externa, por meio dessa reunião solene, a honra em homenagear esse grande brasileiro”, disse o pedetista. Em seguida, a trajetória pessoal e política de Fernando Lyra foi comentada pelo deputado Daniel Coelho (PSDB). “Fernando foi um grande líder político que marcou gerações. Teve participação expressiva no processo de redemocratização do País”, lembrou o tucano. Costa Filho, por sua vez, fez questão de ressaltar que a reunião solene é uma homenagem dos 49


deputados que integram o Parlamento Estadual ao ex-ministro. “Fernando Lyra foi um grande brasileiro, caruaruense que lutou por dias melhores. Sempre corajoso, combativo e defensor das causas democráticas”, sintetizou o petebista. O deputado federal João Paulo declarou que “sua história política e de vida merece ser lembrada sempre”. Divulgação Irmão de Fernando Lyra, o vice-governador do Estado, João Lyra Neto, agradeceu a homenagem. “Meu irmão foi meu grande conselheiro. Sempre exerceu com dignidade todos os cargos que ocupou. Agradeço ao povo brasileiro pelas homenagens feitas a Fernando. Todos os veículos registraram a trajetória do meu irmão”, destacou Lyra Neto. O vice-governador também agradeceu à viúva de Fernando, Márcia Lyra, pelo companheirismo que demonstrou em todos os anos ao lado do irmão. A viúva recebeu das mãos de Sílvio Costa Filho uma placa em homenagem a Fernando Lyra pelos importantes serviços prestados ao País. Também participaram do encontro a secretária de Desenvolvimento Social, Laura Gomes; o vereador do Recife André Régis (PSDB) e o desembargador Eduardo Sartori, além de familiares, políticos e autoridades. Natural do Recife, Fernando Lyra era bacharel em Direito e ocupou importantes cargos. Foi deputado estadual pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), atuando de 1967 a 1971; e deputado federal por sete mandatos seguidos (1971/1999). Entre outras funções, ainda atuou como ministro da Justiça no Governo Sarney (1985/1986), e como presidente da Fundação Joaquim Nabuco (2003/2011).

Diário Oficial de Pernambuco – PE 12/03/2013 - 14:28 Política

Segurança pública gera novo debate Bancadas divergem quanto a investimentos Da Redação Divulgação

A superlotação do sistema penitenciário e a criminalidade em Pernambuco levaram os deputados Daniel Coelho (PSDB) e Sílvio Costa Filho (PTB) à tribuna. O primeiro cobrou a contratação de agentes e mais investimentos no sistema prisional. O segundo, por TRIBUNA Daniel Coelho e Sílvio Costa sua vez, rebateu enumerando as ações do Governo do Estado nesses Filho trataram o assunto. setores. O 10 questionou o “A população carcerária vem dobrando a cada gestão, mas a Governo, e o 20 quantidade de agentes não segue o mesmo ritmo. Pernambuco tem defendeu 350 agentes para controlar 27 mil detentos, o que gera uma proporção de 20 presos para cada servidor”, denunciou, acrescentando ser fundamental garantir um mínimo de condições para a recuperação dos presos. Daniel Coelho ainda cobrou que o Executivo reivindique ao Judiciário mais celeridade no julgamento de processos. Em apartes ao líder da Oposição na Casa Joaquim Nabuco, pronunciaram -se os deputados Betinho Gomes (PSDB); Terezinha Nunes (PSDB); o presidente da Alepe, Guilherme Uchoa (PDT); Maviael Cavalcanti (DEM); Ângelo Ferreira (PSB); Odacy Amorim (PT) e Ramos (PMN). Gomes frisou a superlotação do presídio de Caruaru e defendeu “investimentos para desafogar o sistema estadual”. Terezinha comentou o relatório da Pastoral Carcerária que denuncia casos de tortura, no Presídio Aníbal Bruno. “A prática propicia o aumento da criminalidade”, alertou. Uchoa rebateu, informando que a quantidade de policiais, delegados e agentes nomeados na gestão de Eduardo Campos supera a de outras administrações. “Pernambuco foi o primeiro Estado brasileiro a formar uma Parceria Público-Privada (PPP) para construir uma penitenciária em Itaquitinga”, lembrou. Maviael Cavalcanti defendeu “ações em educação profissional”. Ângelo Ferreira argumentou “que a superlotação dos presídios é um problema nacional”. Odacy Amorim cobrou “mais


atenção à segurança pública” e Ramos sugeriu “a união entre deputados estaduais e a bancada federal”. Na tribuna, o deputado Sílvio Costa Filho apresentou dados que comprovam a redução do índice de criminalidade no Estado em 27,5%. “Os investimentos do Executivo Estadual em segurança pública cresceram mais de 300%”, observou, citando iniciativas como a reedição do Programa Patrulha dos Bairros. Em apartes, a deputada Terezinha Nunes disse que São Paulo é o Estado brasileiro que mais reduziu a violência no País e lembrou o aumento das explosões em agências bancárias, em Pernambuco. “A cada dois dias, um banco passa por essa situação”, enfatizou. Raimundo Pimentel (PSB) apontou “Pernambuco como exemplo nacional no enfrentamento à violência”. A deputada Raquel Lyra (PSB) “defendeu a criação de um sistema nacional, em que União, Estados e municípios possam dialogar de forma mais direta”. Daniel Coelho “reforçou a necessidade de novas unidades prisionais e a redução do déficit de agentes penitenciários”. Betinho Gomes questionou o baixo número de unidades prisionais. “O Governo anterior criou quatro mil vagas para presos. A gestão atual, em sete anos, ofereceu apenas oitocentas”, comparou.

JC Online – PE 12/03/2013 - 14:42 Política

Votação aberta ajuda Ranilson na disputa do TCE Com o nome apoiado pelo governador Eduardo Campos, secretário deve ser indicado sem dificuldades Ayrton Maciel Divulgação

Com o endosso da força política do governador Eduardo Campos (PSB), patrono da indicação, está praticamente sacramentada – na Assembleia Legislativa – a aprovação do ex-deputado e atual secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos (PSB), O secretário Ranilson como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), na vaga Ramos, tido como certo que será aberta em abril, com a aposentadoria compulsória (70 anos) para vaga que será do ex-deputado Romário Dias. Ranilson tem ido à Casa pedir voto. aberta no TCE A vaga pertence à Assembleia Legislativa, porém, nos bastidores, nem oposicionistas crêem que algum governista „tope‟ enfrentar o candidato do governador. E o maior fator de desestímulo é a forma do escrutínio: o voto será aberto. Deputados da base do governo, André Campos (PT) e Sebastião Oliveira (PR) chegaram a trabalhar os nomes, mas, apenas o petista ainda alimentaria esperança. “Tô avaliando”, admitiu ontem. “Não vai ter quem queira peitar o Palácio”, duvidou uma fonte governista. Há, todavia, quem aposte no improvável. “Se André for candidato, vai ter muito voto. A vaga é da Casa. Vez passada, foi eleito um de fora (Marcos Loreto, indicado por Eduardo)”, argumentou um parlamentar em reserva.


JC Online – PE 12/03/2013 - 14:53 Gente

Centenário de João Lyra Filho é lembrado com homenagens em Caruaru Se fosse vivo, o ex-deputado estadual e ex-prefeito, pai de Fernando Lyra e João Lyra Neto, completaria cem anos nesta terça Pedro Romero Divulgação

Homenagens marcam nesta terça-feira (12), em Caruaru, o centenário de nascimento do ex-deputado estadual e ex-prefeito da cidade João Lyra Filho, pai do vice-governador João Lyra Neto (PDT), do exministro da Justiça Fernando Lyra, falecido em fevereiro, e avô da O então prefeito João deputada estadual Raquel Lyra (PSB). Missa e sessão solene na Lyra Filho, nos anos 60, Câmara de Vereadores são algumas das ações que lembrarão o inaugurando um centro patriarca dos Lyras, que também lançou o prefeito José Queiroz de artesenato em (PDT) na política. João Lyra Filho nasceu no dia 12 de março de Caruaru 1913. A cerimônia religiosa está marcada para as 19h, na Igreja da Conceição, no Centro de Caruaru. Em seguida, amigos e parentes seguem para a Câmara de Vereadores, onde haverá entrega de medalhas aos familiares. João Lyra Filho teve papel importante na vida pública de Caruaru e rivalizou durante muitos anos com Drayton Nejaim a hegemonia na política local. A trajetória dele começou em 1959, quando assumiu a prefeitura do município pela primeira vez, através de coligação liderada pela antiga UDN, permanecendo no cargo até 1963. Foi deputado federal de 1966 a 1970. A segunda gestão à frente da Prefeitura de Caruaru foi de 1973 a 1976, após ter sido eleito pelo MDB, em plena época da ditadura militar. Também foi deputado estadual por dois mandatos consecutivos, de 1982 a 1990. João Lyra Filho nasceu no município de Lagoa dos Gatos e morreu em 1999, aos 86 anos, vítima de insuficiência respiratória. “Meu pai foi um homem sensível, ativo, empreendedor. Construiu amigos, negócios e patrimônio. Abraçou a vida pública voltado para promover condições melhores para todos. Sua conduta e seus valores foram o seu maior legado”, destacou o vice-governador João Lyra Neto.

Portal NE10 – PE 12/03/2013 - 14:47 Cidades

Assembleia Legislativa vai elaborar manifesto para modificações da MP dos Portos MP estabelece novas regras para a exploração e concessão de novos portos no país. A decisão do manifesto partiu do deputado Betinho Gomes e foi anunciada em uma audiência pública por diversas comissões da casa Da Redação A Assembleia Legislativa deve elaborar nos próximos dias um manifesto em defesa de modificações na Medida Provisória dos Portos do Brasil envolvendo o de Suape e do Recife. A MP estabelece novas regras para a exploração e concessão de novos portos no país. A decisão do manifesto partiu do deputado Betinho Gomes e foi anunciada em uma audiência


pública por diversas comissões da casa, na segunda-feira (11). Mário Neto conversa com o deputado.

Diario de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 07:37 Política

Detalhamento dos repasses federais Ideia de Betinho é saber se houve, de fato, redução nos repasses Da Redação O deputado estadual de oposição Betinho Gomes (PSDB) deu entrada, ontem, em um pedido de informação sobre os repasses federais recebidos por Pernambuco durante a gestão Eduardo Campos (PSB). “Foi solicitado pelo governo do estado à Presidência um detalhamento dos repasses nesse período e nós queremos uma cópia disso. A Assembleia precisa ficar informada também”, comentou o tucano. A ideia de Betinho é saber se houve, de fato, redução nos repasses. “A Assembleia deve se posicionar se o corte de repasses ocorreu por motivos políticos”, disse. A iniciativa dele, no entanto, pode acabar ajudando a bancada governista a dar visibilidade ao assunto, que é federal, dentro da Assembleia Legislativa.

Diario de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 07:21 Colunas

João Alberto Movimento O empresário Silvio Muniz ofereceu almoço em sua casa de Serrambi para o presidente do TCU, o ministro Augusto Nardes. Entre as presenças, o deputado Antônio Moraes.

Diario de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 07:42 Colunas

Diario Urbano Luce Pereira Difícil não falar nos “calos” E a comissão de Mobilidade da Alepe vai subir o 9º andar da PCR para uma conversa com GJ, a partir das 12h30. A agenda do prefeito, repassada diariamente à imprensa, não diz o teor da


pauta do encontro, mas a natureza do trabalho do grupo já indica que os maiores “calos” do município, nessa área, devem ditar o tom da reunião.

Diario de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 07:24 Política

Sucessão estadual em marcha lenta Potenciais candidatos estão à espera do voo nacional de Eduardo para cair em campo Da Redação A possibilidade de Pernambuco ter um candidato à Presidência da República “abafou” o debate sobre a eleição estadual. Nos bastidores, em vez de fervilhar as conversas em torno de possíveis nomes para a disputar local, o que alimenta as rodas de conversas são articulações do governador Eduardo Campos (PSB). O socialista trabalha para consolidar o projeto de concorrer à sucessão da presidente Dilma Rousseff (PT). Os partidos, principalmente os da base aliada, estão em compasso de espera. “A sucessão estadual depende do desdobramento da eleição nacional”, justificou o presidente estadual do PSD, André de Paula. Na avaliação dele, o governador se transformou em um “ator relevante” no estado e protagonista importante no cenário nacional. “Acredito que ninguém vai mexer em nada no estado enquanto o Eduardo não anunciar sua decisão de disputar ou não a Presidência da República”, argumentou André. O debate sobre a campanha presidencial esfriou, inclusive, os ânimos na Assembleia Legislativa, palco natural das discussões em torno da disputa estadual. Mas ajudou a aguçar a curiosidade dos deputados sobre o caminho que o governador irá seguir em 2014. Até porque, caso Eduardo decida disputar a campanha presidencial, o nome apoiado por ele em Pernambuco partirá com larga vantagem. Instigado a comentar sobre a disputa estadual, um deputado disse, em reserva, que alguns nomes são lembrados quando o assunto é abordado nos bastidores da Casa. Entre eles, o senador Armando Monteiro Neto (PTB), que não esconde de ninguém, e tem trabalhado para isso, o desejo de ser candidato ao governo de Pernambuco em 2014. O petebista é apontado como um aliado importante para concretizar o voo nacional de Eduardo pelo bom trânsito que tem com o empresariado brasileiro. Também circula nas bolsas de apostas o nome do secretário estadual da Casa Civil, Tadeu Alencar. O nome dele, inclusive, era um dos cotados entre os auxiliares do governador, mas hoje também são lembrados os secretários da Fazenda, Paulo Câmara, e da Saúde, Antônio Figueira. O ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB) é outro possível concorrente. Para o presidente estadual do PSDB, Evandro Avelar, é natural que o debate gire em torno da eleição presidencial. “É inegável que uma candidatura do estado (a presidente da República) se sobrepõe à disputa local”. Mesmo tendo outros nomes do partido, a exemplo do deputado estadual Daniel Coelho (PSDB), Avelar disse que defende o nome de Sérgio Guerra para concorrer ao governo de Pernambuco e fortalecer no estado um palanque presidencial para Aécio Neves. Já no PT, Humberto Costa é citado como um nome que, para ajudar Dilma, possa repensar a decisão de não concorrer ao governo estadual no próximo ano. (Rosália Rangel) Saiba mais O que pesa favor e contra dos eventuais candidatos Armando Monteiro Neto (PTB) (+)Trabalha para se consolidar como candidato ao governo do estado


(-)Tem posições fortes e não costuma ficar à sombra das decisões do Palácio do Campo das Princesas Humberto Costa (PT) (+) Em dezembro de 2012, o petista afirmou que não disputaria o governo do es tado em 2014. Mas pode aceitar o desafio para ajudar a presidente Dilma (-) O senador amarga no currículo o fato de nunca ter vencido uma eleição para o governo do estadual Tadeu Alencar (PSB) (+) É lembrado, principalmente pelos deputados estaduais, pela forma como vem conduzido o trabalho à frente da Casa Civil (-) É novo na política e, por isso, ainda não teria condições de comandar a Frente Popular na disputa Daniel Coelho (PSDB) (+) É uma opção dentro do partido para fortalecer o palanque do pres idencial Aécio Neves (PSDB) em Pernambuco (-) Se perder a disputa, Daniel, que saiu fortalecido na eleição de 2010, ficará sem mandato João Lyra Neto (PDT) (+) Será escalado para substituir Eduardo no comando do estado. Terá, portanto, legitimidade para disputar a reeleição (-) Não deve ser o candidato da Frente Popular por ser um nome novo no ninho socialista Fernando Bezerra Coelho (PSB) (+) Leva vantagem com a experiência em cargos executivos, como prefeito de Petrolina e atualmente ministro da Integração Nacional (-) Não teria a confiança dos aliados pelo histórico de mudar com frequência de partido e de corrente política

Diario de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 07:36 Política

Articulação em favor de Ranilson Ramos é ex-deputado estadual e entraria no órgão na vaga pertencente à Assembleia, aberta com a saída de Romário Dias. É uma indicação do governador Eduardo Campos (PSB), mas alguns deputados prefeririam alguém da Casa Da Redação Tem chamado atenção as andanças do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o deputado Guilherme Uchoa (PDT), no plenário durante as sessões. Em vez de permanecer na mesa da presidência, como de costume, ele tem circulado bastante e procurado falar demoradamente com quantos possa. Ele estaria articulando a ida do secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos (PSB), para o Tribunal de Contas do Estado. Ramos é ex-deputado estadual e entraria no órgão na vaga pertencente à Assembleia, aberta com a saída de Romário Dias. É uma indicação do governador Eduardo Campos (PSB), mas alguns deputados prefeririam alguém da Casa.


Diário de Pernambuco Online – PE 12/03/2013 - 18:43 Política

Deputados estaduais solicitam ações para combater a seca Da Redação Durante a reunião plenária desta terça-feira (12) na Assembleia Legislativa, os deputados Raimundo Pimentel (PSB), Rodrigo Novaes (PSD) e Manoel Santos (PT) foram à tribuna cobrar ações para reduzir os efeitos da falta de chuva no interior do estado. Raimundo Pimentel informou que vai solicitar a prorrogação dos trabalhos da Comissão Especial de Acompanhamento às Medidas de Enfrentamento à Seca. Segundo o deputado, o período de chuvas está quase no fim, mas não há água suficiente para o armazenamento e a agricultura. Pimentel também ressaltou o empenho dos governos federal e estadual para solucionar o problema, e salientou a necessidade de planejar as próximas ações devido ao agravamento da estiagem. Rodrigo Novaes destacou as dificuldades do projeto Icó-mandantes, em Petrolândia. O deputado apontou que o programa de produção de alimentos é um exemplo de sucesso no Sertão, mas é preciso oferecer assistência técnica aos agricultores, modernizar os equipamentos de irrigação, entre outras ações. O deputado ressaltou a importância de preservar a área, e solicitou à Comissão de Agricultura a realização de uma audiência pública em Petrolândia, com participação da Codevasf, Chesf e outros órgãos. Durante o Grande Expediente, o agravamento da seca foi comentado na tribuna por Manoel Santos. O petista salientou o desespero da população, com casos de suicídios por conta da falta de água. Manoel também sugeriu que a Comissão Especial de Acompanhamento da Seca atue em conjunto com o Executivo. Na opinião do deputado, os Governos de Lula e Dilma foram corajosos ao iniciar e continuar a Transposição do Rio São Francisco, uma vez que a obra pode aumentar a oferta de água no Nordeste. Vários parlamentares apartearam Manoel Santos. Segundo os deputados Odacy Amorim e Isabel Cristina, ambos do PT, é importante acompanhar o andamento das obras da Transposição, para que as comunidades sejam atendidas. Henrique Queiroz (PR) sugeriu uma Comissão permanente na Alepe, para tratar da seca de maneira mais constante com o secretário estadual de Agricultura. Os deputados Betinho Gomes e Terezinha Nunes, ambos do PSDB, criticaram o governo federal no planejamento da Transposição do Rio São Francisco e no processo de irrigação no Interior do Estado, respectivamente. Rodrigo Novaes elogiou as ações da União para socorrer as vítimas da seca, e cobrou maior agilidade na execução das obras. Para Maviael Cavalcanti (DEM) e Adalberto Cavalcanti (PHS), é preciso resolver definitivamente o problema da falta de água. Da Assembleia Legislativa do estado

Diário de Pernambuco Online – PE 13/03/2013 - 07:46 Cidades

Prefeito recebe representantes da Comissão de Mobilidade Urbana da Assembleia Da Redação O prefeito do Recife, Geraldo Julio, recebe, nesta quarta-feira, deputados representantes da Comissão de Mobilidade Urbana da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A


audiência está marcada para as 12h30, no gabinete do prefeito, 9º andar do edifício-sede da prefeitura, no Cais do Apolo. A comissão tem como presidente o deputado Sílvio Costa Filho e vice João Fernando Coutinho. O relator é Daniel Coelho. Os demais titulares são os parlamentares Sebastião Oliveira, Betinho Gomes e os suplentes: Zé Maurício, Odacy Amorim, Ricardo Costa, Julio Cavalcanti e Aluísio Lessa.

Folha de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 06:13 Política

Deputados tentam evitar perda de vagas Poder Legislativo do Amazonas reivindica o aumento do número de deputados estaduais, passando de 24 representantes para 30 e na Câmara Federal o número passaria de oito para dez Mirella Araújo O deputado estadual João Fernando Coutinho (PSB) esteve reunido, ontem, com a ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Nancy Andrigui para dialogarem sobre o processo originado pela Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), que solicita a revisão das vagas parlamentares para o Estado. A visita feita em conjunto com deputados da bancada federal de Pernambuco, Paraíba, Rio de Janeiro e Paraná, foi uma tentativa dos parlamentares argumentarem com a relatora do processo sobre a perda da representatividade política em seus estados com a redução das vagas. O poder Legislativo do Amazonas reivindica o aumento do número de deputados estaduais, passando de 24 representantes para 30 e na Câmara Federal o número passaria de oito para dez. Acontece que o aumento da bancada amazonense irá interferir na diminuição de representação em 15 estados da Federação. No caso de Pernambuco, ainda não há uma definição precisa sobre a diminuição das cadeiras, mas avalia-se que o Estado perderia um representante na Câmara Federal e dois na Assembleia Legislativa (Alepe). João Fernando Coutinho explicou que o projeto já está na mesa da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmen Lúcia, e poderá ser colocado na pauta para votação a qualquer momento. “A ministra Nancy, naturalmente, não adiantou o mérito do seu voto, mas afirmou que tem sua decisão. Após a conversa, os deputados federais presentes decidiram que irão procurar alguma medida legislativa que garanta a manutenção da atual composição. Não queremos dizer que é para ter mais ou menos vagas, mas a atual composição não pode ser reduzida”, disse o socialista. Também ficou decidido que os parlamentares irão levar essa representação aos outros membros da corte do TSE. “Pernambuco está crescendo acima da média do Nordeste. O Complexo Portuário de Suape tem atraído imigrantes para trabalhar aqui. Diante desse crescimento econômico, achamos legítimo, não queremos perder a representação política”, disse João Fernando. Participaram da audiência os parlamentares pernambucanos Augusto Coutinho (DEM), Pedro Eugênio (PT), Gonzaga Patriota (PSB), Fernando Bezerra Filho (PSB), Bruno Araújo (PSDB) e Carlos Eduardo Cadoca (PSC).


Folha de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 06:44 Política

Homenagem “Pernambuco é uma terra que sabe agradecer. Hoje, estamos nos curvando para homenagear o senhor Thomas Wülfing em nome de todos os pernambucanos”, disse o deputado Guilherme Uchoa Da Redação A Assembleia Legislativa do Estado concedeu ao cônsul geral da Alemanha no Recife, Thomas Wülfing, o título de Cidadão Pernambucano. “Pernambuco é uma terra que sabe agradecer. Hoje, estamos nos curvando para homenagear o senhor Thomas Wülfing em nome de todos os pernambucanos”, disse o deputado Guilherme Uchoa. Com a promessa de voltar ao Estado, o cônsul, que vai assumir novas funções em Atlanta, nos EUA, agradeceu o título. “Eu dizia que sou quase pernambucano. Hoje posso dizer que sou daqui e isso é uma grande honra para mim”, afirmou.

Folha de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 06:25 Colunas

Folha Política Renata Bezerra de Melo Sem pressa Na semana passada, o presidente da Alepe, Guilherme Uchoa, informou que já havia encaminhado o projeto que trata da extinção do auxílio-paletó. Só que, na reunião de ontem, da Comissão de Constituição e Justiça, vários projetos foram distribuidos aos relatores, enquanto o do fim do subsídio ficou de fora. Curtas PT x PT - A despeito das boas previsões do senador Humberto Costa, empenhado em vistorias da Transposição do São Francisco, sua correligionária, a deputada Isabel Cristina, não acredita no prazo de 2015 dado por Dilma.


Folha de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 06:05 Política

Betinho quer saber se houve queda Apesar de o governador Eduardo Campos (PSB) negar que haja qualquer tipo de discriminação por parte do Governo Federal com Pernambuco, Betinho acredita que esta é mais uma ação de retaliação ao governador e seus planos de se candidatar à Presidência da República em 2014 Mirella Araújo O deputado Betinho Gomes (PSDB) encaminhou à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa um requerimento solicitando um pedido de informação ao secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar, sobre a queda no repasse dos recursos voluntários do Governo Federal ao Estado, referente aos anos de 2007 a 2012. Apesar de o governador Eduardo Campos (PSB) negar que haja qualquer tipo de discriminação por parte do Governo Federal com Pernambuco, Betinho acredita que esta é mais uma ação de retaliação ao governador e seus planos de se candidatar à Presidência da República em 2014. Eduardo, no entanto, reconheceu, em nota oficial, o desconforto entre o Estado e o Governo Federal é com relação à MP nº 595, conhecida como MP dos Portos, que, se aprovada pelo Congresso Nacional, irá tirar a autonomia administrativa e o poder licitatório do Porto de Suape - o modelo portuário é reconhecido como o mais eficiente do País e poderá servir de vitrine para Eduardo no seu projeto presidencial. O impacto da MP, inclusive, foi objeto de debate na audiência pública realizada pelas comissões permanentes da Alepe. “Diante da polêmica dos Portos que não foi discutido com o Estado; da fragilidade em que se encontra a Chesf; e agora, da queda drástica dos repasses voluntários, a impressão que dá é que o PT esta tentando retaliar o PSB”, disparou Gomes. BLITZ A blitz organizada pela bancada da oposição, liderada pelo deputado Daniel Coelho (PSDB), realizará amanhã mais uma vistoria. Desta vez, o roteiro será dentro da Capital, às 10h30, após a sessão ordinária. O local da visita surpresa e a área em atenção continuam sendo mantidos em sigilo, para evitar atencipação por parte do Governo do Estado.

Folha de Pernambuco – PE 13/03/2013 - 06:26 Colunas

Folha Sertão Carlos Britto O último suspiro A cidade de Dormentes está em polvorosa. Com a segunda derrota do recurso interpos to pelo prefeito Roniere Reis (PSB) a situação começou a ficar grave demais para o grupo da situação. O pior da segunda derrota, mais uma vez foi a tal da unanimidade nos votos. Roniere vai tentar agora apelar para Brasília. Ele sabe que, com duas derrotas unânimes no Estado, parte para uma tentativa desesperada onde as chances de sucesso são remotíssimas. Por outro lado já


começou uma movimentação dentro do grupo do prefeito sobre quem vai ser o candidato. Com a provável cassação de Roniere o presidente da Câmara de Vereadores, José Macêdo, deve virar prefeito por, ao menos, 60 dias e vai se cacifar para concorrer. Correm por fora, a vereadora Rosarinho e o atual vice-prefeito, Avelar, sem contar que Roniere pode apontar alguém de sua família (repetindo a cantilena atrasada de que bom é o pessoal lá de casa), para ter um candidato para chamar de seu. Do outro lado está a oposição, ainda juntando os cacos depois da derrota, que aposta no carisma de Josimara Cavalcanti (PTB). Resta saber como vai se colocar o deputado Adalberto Cavalcanti (PHS). ASSEMBLEIA - Diferente do que foi divulgado por esta coluna, na última segunda-feira, a Assembleia Legislativa é um poder independente e tem como principais funções fiscalizar a responsabilidade do Executivo representando os anseios da sociedade, garantir o cumprimento das constituições federal e estadual, além de colocar em votação projetos de leis vindos do governador, bem como de qualquer parlamentar em exercício na Casa.

Jornal do Commercio – PE 13/03/2013 - 06:18 Política

Betinho pede dados sobre repasses Pedido de Informação ao executivo é uma prerrogativa do Legislativo, que constitucionalmente tem de ser atendido Ayrton Maciel Em Meio AO distanciamento Político CADA Vez Maior Entre PSB e PT, a notícia de Que OS Recursos Federais Voluntários - de convênios e Acordos - N º s parágrafos Pernambuco caíram Anos Dois do Governo da Presidente Dilma Rousseff (PT), EM comparação com um Lula Gestão ( PT), levou, Ontem, o Deputado da Oposição, Na Assembleia Legislativa, Betinho Gomes (PSDB), a requerer à Mesa Diretora da Casa Que encaminhe Pedido de Informação AO Governo Estadual, não SENTIDO de Que apresente OS Dados dos repasses da União AO Estado não PERÍODO de 2007 a 2012. Caso se confirme a notícia divulgada Pelo Jornal O Estado de S. Paulo, o tucano sabre Quer se uma Probabilidade, Cada Vez Mais latente, de o Governador Eduardo Campos (PSB) Sair Candidato à Presidência da República, EM 2014, o Que o tornaria adversário de Dilma, ESTA POR Trás da Queda nn repassa. O Pedido de Informação ESTA AO endereçado secretario da Casa Civil de Pernambuco, Tadeu Alencar (PSB), Homens hum DOS não Núcleo de decisão do Governo socialista, e requer Que sejam fornecidos OS Dados das transferências voluntárias da União de Recursos . O Pedido de Informação AO Executivo E UMA prerrogativa fazer Legislativo, Que constitucionalmente TEM de Ser atendidio. A justificativa do Deputado fazer PSDB - partido Que E AOS Oposição governos Dilma e Eduardo, sem Congresso e Assembleia Legislativa nd, e Que TEM Como pré-Candidato a Presidente o senador mineiro Aécio Neves - E Que o Poder Legislativo "Tem o Dever de fiscalizar o Executivo". O Governo do Estado EO Ministério do Planejamento negaram de Imediato Que tenha havido nenhum dos REDUÇÃO Montante repassa. O Governador, porem, determinou à Secretaria de Planejamento hum levantamento Completo das Verbas liberadas voluntárias DESDE 2007. União e Estado ressaltaram Que uma notícia NAO OS considerou Recursos incluídos nenhum Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Num total de R$ 1,01 bilhão EM 2012. "Se a Verdade (a Queda), merecerá UMA POSIÇÃO da Assembleia. Pernambuco NAO PODE sofrer retaliação los Razão de Disputa Nacional. Ó PT (Dilma) Ja retirou a Autonomia da Chesf e fez um MP dos Portos Que PODE retirar um Suape de. E Preciso clareza ", cobrou Betinho. Segundo O Jornal paulista, OS Recursos Voluntários parágrafo Pernambuco teriam caído de R $ 994 Milhões, EM 2010, parágrafo R $ R $ 318 Milhões, EM 2011, e Chegado a R $ 219 Milhões EM 2012.


Alepe Notícias - CLIPPING 13 03 2013