Page 1

Filosofia da Educação A Filosofia Educacional surge na Europa no seculo XVI, com o a revolução industrial com o surgimento da maquina a vapor que veio a impulsionar a produtividade isto nos séculos XVII E XVIII na Europa, além de revolucionar a economia fazendo que a burguesia se torna-se cada vez mais forte aumentando atraves disto o seu poderio e econômico bem com a participação nas tomadas de decisões que antes era privilégio tão somente das classe mais abastada a nobreza, tal mudança acabaria gerando receio por parte da nobreza classe até então dominante e que não estavam dispostos a abrir mão dos seus privilégios. Ocorreram varia revoluções no continente Europeu devido a estes fatores, como por exemplo a revolução denominada: "Gloriosa" na Inglaterra, houve também a revolução Francesa que culminou na queda da Bastilha em 1789 (fator decisivo) para destronar de vez a nobreza de sua posição privilegiada. Assumindo a burguesia o poder politico e essa revolução economica causaram uma grande transformação em rumo a era moderna social. Neste periodo eles foram influenciados por ideias iluministas e esse periodo fico conhecido como "século das luzes". Nesta forma filosofica de pensar se dizia: "O poder da razão deve predominar e constituir-se o guia para a interpretação de episodios" e isto ja vinha ocorrendo desde o Renascimento artistico e cultural e isto mudou a cara do cenario europeu. A visão antropocêntrica, ou seja, uma visão do homem para o homem já superava a visão Teocentrica e dai surge o pensamento Racionalista juntamente com a revolução cientifica que começava a desmistificar varia idéias erroneas e assim estas novas descobertas acabaram por acentuar cada vez mais as tendencias. O homem daquela epoca principia despir-se de seus mitos e deixa de ver a natureza como dominadora do homem e apavorante e passam a acreditar mais em si mesmos tornando-a objeto de pesquisa adquirindo assim o conhecimento cientifico que desmitifica os fenomenos e produz explicações e informações que até então eram desconhecidas e sutilmente começaram a encontrar explicações que não provinha do conhecimento empirico, mas sim racional a luz da ciencia. Diz-se que a partir deste período a natureza passou para o dominio do homem. A partir do seculo XIX outro pensamento denominado positivismo desenvolvido por Augusto Conte que acreditava que a melhor forma de o ser humano se desenvolver seria abandonando qualquer forma de religiosidade ou emoção no âmbito do metodo cientifico. Para Conte a observação deveria ser pautada em metodos e não de forma empirica ou seja naõ pautado somente no achismo ou nas experiências pessoais, mas observações baseadas em metodos. Conte foi um dos precursores da Sociologia, a quel ele denominava Fisica Social. Logo em seguida sua ideias foram desenvolvidas e aprimoradas por Emile Durkhein, o objetivo de Durkhein era descobrir as leis de funcionamento da sociedade. Na sua obra educação e sociologia, coloca a educação no papel de superação das necessidades sociais propondo assim que através da educação pode ser capaz de criar um ser social, defendendo que no processo educativo responsáveis e mestres seriam apenas mediadores,

Sociologia da Educação  

estudo sobre a Filosofia da Educação