Issuu on Google+

R$ 1,00 Ano X - nº 648 - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

28 MIL EXEMPLARES - SOROCABA E REGIÃO

Sexualidade e deficiência:

um tabu que precisa ser quebrado Os governos – federal, estadual e municipal – têm trabalhado para incluir a pessoa com deficiência. As propostas buscam garantir acesso à educação, visam atenção à saúde, abordam inclusão social e a acessibilidade. No entanto, os projetos pecam quando o assunto é um direito básico e inerente a qualquer ser humano: a sexualidade. Ainda visto como secundário no tratamento ao deficiente, o aspecto sexual pode ser determinante para que a inclusão seja aproveitada em sua plenitude. Desenvolver ações que estimulem e orientem a vivência sexual desse grupo social é um desafio que precisa ser colocado em debate. Páginas A-23 e A-24

Juliana Moraes/cenário: cadeira de rodas Conforpés e lingeries Premissa

Educação

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

Marisa Cauduro/Folhapress

Saiba como economizar na compra do material escolar Página A-20

Comportamento

Cresce a oferta de “armas” contra celulite Página A-21

www.jornalipanema.com.br

A1


A2

www.jornalipanema.com.br

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


On Line O Projeto Verão, da Oficina Cultural Paulo Betti, de Araçoiaba da Serra, traz o show do cantor Michael Sullivan, neste sábado (21). O show é de graça e acontece na praça do Coronel Almeida, no Centro, a partir das 22 horas.

Em Votorantim, o Projeto Sesc Verão traz atrações como esporte virtual, jogos de mesa, esportes olímpicos, paraolímpicos e de rua. Domingo (22), das 15 às 20h30. Local: Praça Zeca Padeiro. Estas e outras atrações de Sorocaba e região estão no Iprograme-se, no www.jornalipanema.com.br.

Para quem curte histórias intrigantes “As aventuras de Tin Tin em 3D – O Segredo de Licorne” e “Sherlock Holmes – O Jogo das Sombras” são as atrações do cinema para esta semana. Veja a programação completa no Portal Ipanema. Completo e eficiente, o Classificados de Imóveis do Portal do Jornal Ipanema tem a opção certa para quem quer comprar, vender ou alugar imóveis. Confira. Em seu blog, o coaching organizacional Sergio Holtz fala da Teoria das Relações Humanas e das experiências realizadas entre 1927 e 1932 e alfineta: “Tem gente querendo inventar a roda na administração de recursos humanos”. Não perca. A psicóloga clínica e terapeuta sexual Osmeire Tobias Mendes traz em seu blog uma lição em favor da felicidade e da qualidade de vida, ao analisar que “é preciso ter coragem para ter coragem”.

Editorial

Artigo

Uma conquista pessoal Manter o organismo ativo, corpo resistente e mente em equilíbrio é desafio constante para homens e mulheres nos dias de hoje. Os avanços tecnológicos encurtam o tempo, proporcionam conforto, mas constituem um atalho sutil e perigoso para o caminho do sedentarismo. Correr é um dos exercícios aeróbicos mais simples de praticar, dispensa equipamentos e pode ser feito em qualquer lugar, desde que a pessoa faça uma prévia avaliação de seu estado de saúde. Pesquisas revelam, por exemplo, que correr mais de uma hora por semana reduz em 42% os riscos de infarto. Em Sorocaba, a 4ª Corrida da Polícia Militar, realizada domingo passado, reuniu mais de 700 participantes e mostrou que cada vez mais as pessoas estão atentas

para o fato de que cuidar do corpo e da mente é uma questão de escolha. Além do mais, eventos como esse representam para o adepto uma conquista pessoal. A cada passo durante o percurso, que totalizou 7,7 quilômetros ao longo das avenidas General Carneiro e Armando Pannunzio, mais do que fôlego e determinação, os participantes levaram para a linha de chegada momentos incríveis de superação e de realização. Melhorar a performance, o tempo, ou vencer seus próprios limites são conquistas comemoradas intimamente por atletas anônimos, heróis de si mesmos. Mais que uma questão de escolha, esta opção é um convite a um novo estilo de vida, um pedido de reflexão: afinal, nesta jornada, que atalho você quer pegar?

Espaço do Rui

Vamos filosofar um pouco? Bons tempos aqueles em que a filosofia fazia parte do currículo escolar básico. Os estudantes aprendiam a se conhecer, a se respeitar e, assim, a respeitar e amar o próximo. Aprendiam a pensar e amar a Pátria. Cultuavam pais e professores. Adquiriam a consciência sobre o próprio papel que lhes caberia diante da sociedade: aprimorá-la, desenvolvê-la e deixar como herança aos seus descendentes um mundo melhor. Diante do escândalo do BBB (Big Brother Brasil), com suposto caso de estupro, ouvi o Fernando Dini dizer: “todo mundo está reclamando, mas o programa existe porque há telespectador; ele dá Ibope e gera muito dinheiro. Bastaria desligar a TV e pronto. BBB é como droga. Só tem resultado porque tem consumidor”. A nossa mente é atraída principalmente pela curiosidade. E até grandes personalidades são surpreendidas. Tony Blair, por exemplo, estava sendo convencido por George W. Bush a continuar com os ataques no Iraque: “Blair, não tem erro, vai por mim...”. Então, ele questionou: “E a opinião pública internacional Bush?” Com sorriso, o presidente dos Estados Unidos comentou: “Não esquenta. Ouça meu plano: vamos matar só 3 milhões de iraquianos e um vendedor de bicicletas”. O inglês, de pronto, perguntou: “Um vendedor de bicicletas, por quê?” Bush deu uma gargalhada e arrematou: “Está vendo, ninguém se preocupa com os 3 milhões de iraquianos”. Piada ou não, olhamos sempre ao próprio umbigo e fazemos pouca coisa em benefício coletivo. Gostamos de observar. Apreciamos fofocas. Acompanhamos o noticiário para saber quem e como vai agir: Vão tirar o programa do ar? A TV Globo vai ser processada? Foi ato de racismo tirar um negro do BBB? Na verdade, continuamos com o televisor ligado. Abraham Lincoln disse: “Deus deve amar os homens medíocres. Fez muitos deles”. Mas, também disse: “E no fim, não são os anos em sua vida que importam. É a vida em seus anos”.

De fato é importante que façamos o melhor em nossa vida, para nos afastarmos da mediocridade e sermos úteis à humanidade. Antes, precisamos ser úteis a nós mesmos. No governo da ditadura perdemos as aulas de filosofia. Como vivemos em democracia, podemos até filosofar através da imprensa. E como disse o político americano Alfredo Emanuel Smith, no começo do século passado: “Todos os males da democracia podem-se curar com mais democracia”. Para isso, precisamos parar para refletir sobre as próprias ações e avaliar as informações que recebemos com maior atenção, a fim de não sermos massificados. Outro dia o Edgard Moura recordou a famosa frase de Nelson Rodrigues: “O brasileiro tem complexo de vira-lata”, ou seja, nos julgamos inferiores e não ousamos. Movimentos denominados Sem Teto e Sem Terra geram na mente dos participantes uma “verdade” triste. Eles passam a viver o pertencimento ao grupo e, assim, ficam aprisionados nessa condição inferior. Limitamse. Penso: eles deveriam ser estimulados a conquistarem teto e terra; a ganharem o pão com o suor do rosto e a sociedade, por sua vez, deveria se comprometer em criar oportunidades para eles vencerem. Poderiam s e r c h a m a d o s d e Te t o é V i d a , Te r ra & Produção, Plantar é Gerar Vida etc. Caetano Ve l o s o c o m p ô s “ É p r o i b i d o p r o i b i r ”. Detestamos ouvir um não. Quando vejo cartazes dizendo não, fico horrorizado. Na França, por exemplo, não há cartaz proibindo “Não fume”, mas alerta: “Proteja-se do fumo”. Ou seja, há a valorização da vida. Para concluir, vamos lembrar mais uma frase do indiano Mahatma Ghandi, um dos homens mais brilhantes que já conhecemos: “Há dois tipos de pessoas: as que fazem as coisas e as que dizem que fizeram as coisas. Tente ficar no primeiro. Há menos competição”. Rui Batista de Albuquerque Martins é jornalista e publicitário

Ano de escolhas Todos os dias somos levados a tomar decisões, sejam as mais comuns, como escolhermos a roupa que vamos vestir, até aquelas, mais profundas, que impactam as nossas vidas e a dos nossos semelhantes. Como a decisão, por exemplo, do líder de um lar - em mudar a residência da família por um determinado motivo -, assim como uma lei, proposta pelo legislativo em qualquer de suas esferas que, igualmente, muda a vida dos cidadãos. Aliás, hoje gostaria de lembrar que neste ano teremos, com certeza, uma das escolhas mais impactantes em nosso cotidiano. Em outubro vamos escolher o nosso novo prefeito ou prefeita, bem como os representantes da Casa Legislativa. Sugiro que tenhamos um ano de observação apurada e que sejamos filtro de tudo que se publica em todos os meios de comunicação. Além disso, que cada cidadão construa com liberdade seu voto, seu desejo de cidade, sem deixar que o marketing venha nos envolver em emoções baratas, palavras ou sorrisos falsos. Que nesse ano que se inicia, possamos fazer uma analise consciente do candidato de suas propostas, do grupo a que pertence e quem lhe apoia. Fato é que a nossa democracia ainda carece de partidos fortes, com decisões democráticas e uma vida partidária plena, mas é o tempo que fará com que nossas instituições se fortaleçam. Neste ano, com as definições dos nomes dos pré-candidatos, é de fundamental importância que acompanhemos as propostas e nos comuniquemos com seus partidos e façamos parte de encontros com os candidatos para que possamos, diretamente, enviar propostas e solicitar compromissos diante das questões coletivas e relevantes. Afinal, só se é cidadão quando se exerce plenamente a cidadania. Que em 2012, não olhemos apenas para questões individuais, e, sim, consigamos fazer da cidade onde vivemos um lugar sempre melhor. E você me diria: Eu sei, eu sei! Se sabe, seja um cidadão na acepção da palavra, participe desse momento, pois a nossa cidade e nossa gente agradecem. Pense nisso e, principalmente, participe da política. Boa semana.

Francisco Pagliato Neto é empresário e educador

PARA ANUNCIAR: Gerente Geral - Jornal Ipanema Wilson Rossi comercial@jornalipanema.com.br Gerente de Produção 2102-0306 / 2102-0320 / 2102-0323 / 2102-0325 / 2102-0327 / 2102-0330 Roberval Fernandes de Almeida Gerente de artes Editor Filiação Ipanema Sistema Gráfico e Editora Ltda Manoel D. Magueta Benedito Urbano Martins CNPJ - 01.142.640/0001-07 Tiragem - 28.000 exemplares Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 199 MTB 36504 Distribuição Sorocaba e Região Lageado - CEP 18.110-008 - Votorantim - SP Fone (15) 2102-0300 - Fax (15) 2102-0302 Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo da inteira responsabilidade dos seus autores. PORTAL DO JORNAL IPANEMA: www.jornalipanema.com.br diretoria@jornalipanema.com.br _____ 2102-0300 redacao@jornalipanema.com.br ______ 2102-0389 comercial@jornalipanema.com.br ____ 2102-0330 financeiro@jornalipanema.com.br ____ 2102-0308 circulacao@jornalipanema.com.br ____ 2102-0335 wilsonrossi@jornalipanema.com.br ___ 2102-0333 arte@jornalipanema.com.br - 2102-0340/ 2102-0342

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

Diretoria Francisco Pagliato Neto Juliana Camargo Pagliato Consani

www.jornalipanema.com.br

A3


Arquivo Aberto

Fotomontagem: Magueta

Ser prefeito... O atual diretor-presidente do Memorial da América Latina, Antônio Carlos Pannunzio (PSDB), não negou sua possível candidatura à Prefeitura de Sorocaba nas eleições deste ano. “Há uma perspectiva que a gente possa vir a ser, mas ainda não sou candidato”, afirmou ao Jornal da Manhã da Jovem Pan na quarta-feira (18).

... É fantástico Pannunzio, entretanto, desconversou quando foi questionado se quer ser prefeito. “Já fui prefeito e achei fantástico. Estou disponível para ser candidato se essa for a decisão do partido”. Ele comentou os encontros com o governador Geraldo Alckmin para discutir o assunto. “Falta de conversa não há”.

E o vice?

Preferido Mais tarde, também em entrevista ao Jornal da Manhã, o prefeito Vitor Lippi (PSDB) fez uma sequência de elogios a Pannunzio, mas novamente evitou mostrar preferência pela candidatura do diretor-presidente do Memorial – o que todos sabem ser o nome preferido do prefeito. Na mesma entrevista, Lippi afirmou que o nome do atual viceprefeito José Ailton Ribeiro (PSDB) sequer foi cogitado para ser vice na chapa para concorrer à Prefeitura de Sorocaba pelo partido tucano.

Cotado O secretário de Relações do Trabalho, Luís Alberto Firmino, que é filiado ao PSC, é um dos nomes também cotado pelo ninho tucano para ser o candidato a viceprefeito. Entretanto, há quem afirme que Firmino, que também é pastor da Assembleia de Deus, já está se preparando para se candidatar a deputado estadual, em 2014. É esperar para ver.

Central de boatos “É tudo boataria”, enfatizou Lippi após negar qualquer definição de Ailton ser candidato a vice-prefeito. “Lógico que tem todas as qualidades para isso, mas sequer foi cogitado”. O assunto ganhou destaque quando o prefeito falava sobre as especulações de exonerações de secretários. “Não tenho uma lista de pessoas para serem demitidas e nem uma reforma administrativa para acontecer agora”, afirmou o prefeito de

A4

www.jornalipanema.com.br

Sorocaba Vitor Lippi (PSDB) ao se defender das especulações de que as secretárias da Cidadania, Maria José de Almeida Lima, e da Educação, Maria Teresinha Del Cistia, seriam exoneradas. Outro que também estaria nessa lista é o secretário de Administração Mário Pustiglione. Se isso realmente se efetivar (a demissão), Pustiglione deve assumir a chefia de gabinete do deputado estadual Carlos Cezar (PSB).

Depois da folia... Ao que tudo indica o nome do précandidato do PSDB deve ser conhecido apenas depois do Carnaval. Na Jovem Pan, tanto Pannunzio quanto Lippi disseram que não existe uma data certa para anunciar o nome dos candidatos pelo PSDB. Segundo o prefeito, “Isso não é uma questão de data, mas oportunidade. Nós não temos calendário para isso”, e acrescentou: “Se isso acontecer no final desse mês ou em fevereiro está muito bom”.

Confiança extrema Indagado durante entrevista ao Jornal da Manhã da Jovem Pan na terça-feira (17) sobre o clima político local em ano de eleições, o vereador Caldini Crespo (DEM) disse que não acredita que Antônio Carlos Pannunzio (PSDB) seja o nome escolhido pelos tucanos para disputar a Prefeitura de Sorocaba. “Há muita especulação, mas agora ele acabou de assumir a presidência do Memorial da América Latina, é um cargo de confiança do governador, por que o Pannunzio seria candidato, com a certeza de derrota? As pesquisas mostram claramente que o exprefeito Renato Amary (PMDB) está disparado na frente”.

Passado Questionado sobre o fato de já ter

concorrido às eleições municipais e ter, inclusive, seu nome à frente das pesquisas no início da campanha, mas perdendo depois, Crespo – que já anunciou apoio oficial ao pré-candidato Renato Amary em 2012 - analisa que a história política demonstrou que nem sempre as pesquisas feitas com antecedência se confirmam no dia da eleição, “mas é necessário que aconteça um incidente inesperado, grave, como foi, por exemplo, a cassação do Luiz Leite, em 2004”.

do sério, sejam as boatarias em torno da demissão de secretários, seja o não anúncio do pré-candidato tucano à sua sucessão. A um amigo confidenciou que o único que faz “a sua pressão subir” é o vereador Caldini Crespo (DEM) que, de antigo aliado e amigo, se tornou um ferrenho opositor. Sorrindo, Lippi disse ao amigo: “Quando isso acontece, sou obrigado a tomar um anti-crespite”.

Surpresa no PSDB Pior. Não é só Crespo que acredita que Pannunzio seja o escolhido pelo ninho tucano. Não são poucas as pessoas (inclusive filiados ao PSDB) que apostam que o nome do pré-candidato não será nenhum dos anunciados até agora (Antônio Carlos Pannunzio, Maria Lúcia Amary e José Francisco Martinez). Tudo não passaria de uma estratégia para despistar o verdadeiro nome definido pelo partido que estaria entre o diretor do Saae, Geraldo Caiuby e o empresário Antônio Beldi, presidente do Grupo Splice e diretor regional do Ciesp.

Fotomontagem: Magueta

O tucano evitou cogitar nomes para ocupar o cargo de vice-prefeito. “Não se falou nisso ainda. Vamos esperar as definições do partido”. O vereador e atual presidente da Câmara, José Francisco Martinez, e o atual vice-prefeito, José Ailton Ribeiro, são os principais nomes cotados para saírem na possível chapa pura.

12% é impossível O prefeito de Sorocaba, Vitor Lippi (PSDB), afirmou ser “impossível” dar aos servidores públicos o reajuste salarial de 12% para 2012 e classificou o valor como “elevado”. A declaração foi dada durante entrevista ao Jornal da Manhã da Jovem Pan na quarta-feira (18). “Bem que eu gostaria, mas precisamos equacionar isso dentro do nosso orçamento”, declarou.

Anti-Crespite O prefeito Vitor Lippi (PSDB) continua respondendo a todas as perguntas da maneira que lhe é peculiar: calmo e tranquilo. Nada tira o Chefe do Executivo

Impaciência Dias desses, um grupo ligado aos tucanos sorocabanos, em conversa na Padaria Real, comentava que a demora em anunciar o nome do pré-canditado a prefeito pelo PSDB tinha uma razão: irritar o pré-candidato pelo PMDB e adversário político, Renato Amary. É que o ex-prefeito é super ansioso e fica evidentemente impaciente à espera para conhecer o nome de seu adversário. Será mesmo?

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Arquivo Aberto Boleiros

Futuros craques

O técnico do Santos Futebol Clube, Muricy Ramalho, participou, na quarta-feira (18) de um simpósio de pré-abertura da Copa Brasil de Futebol Infantil em Votorantim. Muricy abordou o tema “Categorias de Base: Formação de Atletas e Cidadãos” ao lado dos jornalistas Flávio Prado (TV Gazeta e Jovem Pan), Mauro Naves (Rede Globo), Wanderley Nogueira e Nilson César (ambos da Jovem Pan). O prefeito de Votorantim, Carlos Augusto Pivetta (PT), também compôs a mesa ao lado dos especialistas da bola.

A Copa Brasil de Futebol Infantil foi criada em 1991 pela Prefeitura de Votorantim e já contou com a presença de equipes de 18 estados brasileiros. Referência na categoria sub-15, a copa já recebeu jogadores como Neymar, Robinho, Alexandre Pato, Denílson, Bernardo e Leo, se tornando referência nacional na formação de esportistas de sucesso.

Pellini homenageado O prédio da sede administrativa do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba, localizado na avenida Pereira da Silva, em Santa Rosália, recebeu o nome do jornalista Rubens Pellini Filho. A Lei nº 9.926, que prestou a homenagem ao jornalista falecido no ano passado, nasceu de um projeto do vereador Caldini Crespo (DEM) e foi promulgada pelo presidente do Legislativo, José Francisco Martinez (PSDB). Ao apresentar o projeto, Crespo lembrou que Pellini, formado em Jornalismo e Cinema, era um apaixonado pelo trabalho, que exerceu com seriedade e profissionalismo em órgãos públicos e de comunicação da cidade. Pellini trabalhou na Jovem Pan e no Portal do Jornal Ipanema.

Artigos

Alana Damasceno

O brilho das estrelas faz a beleza do céu

Aqui decide

brincando de esconde-esconde... não é nenhuma tática, como no futebol”. Em analogia aos bastidores esportivos, o tucano disse que o partido tem três atacantes, Antonio Carlos Pannunzio, Maria Lúcia Amary e José Francisco Martinez e uma vaga de centroavante, mas admitiu que a escolha deve ser feita por esta ordem, tendo Pannunzio à frente.

Oráculo

O presidente do diretório do PSDB em Sorocaba, Benedito Carlos Pereira Paschoal, em entrevista à Jovem Pan, analisou o cenário político local em relação às eleições municipais e à definição do nome do candidato tucano à Prefeitura de Sorocaba. Para Bê Carlos, como é mais conhecido, a condução do processo político é sempre feita pelos partidos e quem decide o nome do candidato é a convenção do diretório local. “A do PSDB será em maio, em data a ser definida”, frisou, negando que a escolha do candidato necessite do “aval” do governador Geraldo Alckmin.

Sem frescura Sobre a indefinição do nome do précandidato tucano, Bê Carlos disse que isso “não é frescura, não estamos

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

Para Bê Carlos, tanto Pannunzio quanto Maria Lúcia ainda precisam administrar questões pessoais. Segundo ele, Pannunzio tem o dilema de que já havia prometido para a família não sair mais candidato. Maria Lúcia, por sua vez, sente-se constrangida em relação ao compromisso com seus eleitores, porque, na condição de deputada estadual, há diversas cidades da região onde foi muito bem votada. Apesar da indefinição, em tom de brincadeira, o presidente do diretório local do PSDB já acredita que haverá segundo turno nas eleições municipais deste ano.

Férias Que está em férias em Ilha Bela é Rodrigo Moreno, ex-secretário do governo Lippi e coordenador da campanha que garantiu, com folga, a reeleição do prefeito tucano. Recente aliado de Amary, Moreno agora se prepara para arregaçar as mangas para a campanha do peemedebista. O próprio Amary estará em uma longa viagem à Europa durante o Carnaval, acompanhado de Margarete Christofani. Já a secretária de Educação (que estaria entre os nomes a deixar a Prefeitura segundo boatos – e desmentido por Lippi), retorna das férias na segunda-feira (23), com a esperança de encontrar sua cadeira garantida.

Esta semana ouvi uma frase que marcou bastante meu interior. Passo ela para você, leitor. “Tudo que existe é bom”. Vamos juntos neste artigo pensar nisso. Para começar se você está lendo o jornal é porque enxerga, então seus olhos são bons. O entendimento do que está escrito nas páginas é sinal de sua sabedoria e alfabetização. Mais um ponto bom. Suas mãos seguram o jornal. Olhe para suas mãos, pois elas são mais uma bondade em sua vida a agradecer. O ar que você respira neste momento, o som que seus ouvidos escutam, a família e os amigos. Sua lista é interminável, pode acreditar, assim como a minha também é. Todos os domingos de visita ao presídio Mineirão em Sorocaba, você pode presenciar na entrada dezenas de mães que estão na fila aguardando para verem seus filhos condenados. Pergunte a elas sobre o amor que sentem por eles. Cem por cento das respostas é que eles são seus filhos e independente de seus crimes elas o amam porque o coração de mãe é bom. Estou lendo um livro com o título “Nada me faltará” que conta a história real de um pastor de ovelhas. Interessante que na vida real há sempre uma ovelha perdida no rebanho. Ela se desgarra do grupo e procura seguir seu caminho sem rumo certo. Conta o autor que é o próprio responsável do rebanho, que depois de ter ido muitas vezes atrás da ovelha perdida, se vê por amor a tomar uma atitude. Quebra a perninha da ovelhinha, enfaixa e a carrega no

ombro por todos os locais aonde vai. Depois de certo tempo, a ovelha ferida já sentiu o “cheiro” do seu corpo, o carinho e o amor em carregá-la todos os dias e vê que o seu pastor é bom. Curada, a ovelhinha vai para o chão e sempre ficará ao lado de seu condutor, sem nunca mais fugir. Ela aprendeu a amar e a confiar. Afinal, qual a ligação disso tudo com nossa mensagem desta semana? É que mesmo nas decisões mais drásticas que tomamos ou que somos atingidos, há o lado bom a ser vislumbrado. Aprendemos sempre, basta apenas ver o lado bom da história. Encerro o artigo, homenageando dois amigos que partiram neste início de 2012 para o paraíso. Antonio Vendramini e Carlos Alberto Pinho. Aprendi muito com eles em verdadeiros testemunhos de bondade, desapego e de vida pautada no amor. Foram exemplos de pais, amigos, profissionais, cidadãos e cristãos que acolheram o próximo como o bom samaritano. São mais duas estrelas que fazem o brilho do céu aumentar. Vanderlei Testa é jornalista e publicitário Leia mais de Vanderlei Testa no Portal www.jornalipanema.com.br

Saudade do Brasil Os geniais quando morrem, viram mitos. Deles, como de nós, o que fica é o legado da obra, a marca da história. Elis morreu aos 36 anos e é dona de uma obra imensa e intensa, como ela mesma: a briguenta, a pimenta. A baixinha de 1,53 m, que balançava os braços de uma forma única e sabia, com isso, distrair a atenção de seus passos, pois não sabia dançar. A primeira a aparecer na delegacia para pagar a fiança de Rita Lee, presa por porte de entorpecentes. Teria hoje, a idade da minha mãe aquela mulher que em fins da década de 60 dentre muitos amores, casou duas vezes e fez três filhos. Alguém à frente do seu tempo, por certo. Do Beco das Garrafas – o reduto aonde nasceu a Bossa Nova – ao Fino da Bossa, organizado pelos estudantes de Odontologia da USP; passando pelos Festivais durante os anos de chumbo da ditadura, Elis dizia o que pensava. Em 1969, quando muito se pensava e nada se dizia por medo da repressão, declarou que o Brasil era governado por gorilas. Foi ela que nos fez cantar a volta do irmão do Henfil e de todos os presos políticos. Na canção de João Bosco, Elis era retratada. Nela havia mesmo “uma dor assim pungente”.

Padeceu de tristeza e embarcou há 30 anos no tal “Trem Azul” com o “Sol na cabeça”. Por ela se anteciparam as “Águas de Março” e choraram “Marias e Clarices no solo do Brasil”. “Azar”! Ainda bem que “a esperança equilibrista, sabe que o show de todo artista tem que continuar”. Por generosidade divina, a Elis-mãe teve dos “sonhos mais lindos”, uma filha mais que semelhante. Assim é a vida, como “a rosa do amor”. “Pra quem cuida bem da rosa, pra quem sabe cultivar, o amor não tem que se acabar.” Com a “Saudade do Brasil”, obtenha remissão o espírito dessa linda mulher, porque ela foi “a dose mais forte e lenta, de uma gente que ri quando deve chorar e não vive, apenas aguenta”. Salve, salve Maria Rita, sucessão bendita. E traga mesmo “na pele, essa marca” coisa de quem, como o povo brasileiro, “possui, a estranha mania de ter fé na vida”.

Lilian Rose Lemos é advogada.

www.jornalipanema.com.br

A5


Mercado de Trabalho

Ampliação Mesmo entidades do terceiro setor sem ligações com classes profissionais começaram a enviar mais gente para fora do país - caso da Viva Rio, que atua no Haiti. Ubiratan Angelo, coordenador de Segurança Humana da ONG naquele país, diz buscar mão de obra local, mas muitos são brasileiros. É o caso da educadora Aíla Machado, 30, que coordena um programa de dança em Porto Príncipe desde 2010. Por causa da falta de profissionais no Haiti, Machado desenvolveu habilidades. “Aprendi a fazer edição de vídeo e de música”, conta. A educadora continua na ONG. Ela e boa parte de quem participa de programas como esse - nos Médicos Sem Fronteiras, por exemplo, a retenção de profissionais é alta, diz Fainstat. “Precisamos de gente com compromisso de longo prazo.” Ajuda de custo Durante os quatro meses em que a bióloga Leandra Gonçalves morou em um navio da ONG Greenpeace, que navegava perto da Antártida, ela recebeu o salário da instituição como se estivesse no Brasil - R$ 3.500,00 -, além de passagens e alimentação. É praxe de mercado: quem embarca em missões para ONGs costuma receber pelo menos ajuda de custo. Nos Médicos sem Fronteiras ela é de R$ 2.263,00. Apesar de não ser o que motiva boa parte dos “sem fronteiras”, o salário ou o auxílio financeiro deve ser pago, opina o conselheiro da

A6

www.jornalipanema.com.br

Liliana Andrade é médica anestesista, e já participou de cinco missões nos Médicos Sem Fronteiras: atendeu pacientes no Haiti, no Sudão, no Paquistão e na República Central Africana

Abong (Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais) Valdir Mafra. Mas há casos em que a participação em projetos no exterior não é remunerada. O estudante de gestão ambiental Moreno Nunes, 28, foi duas vezes à Argentina para construir casas pela ONG Um Teto para Meu País - em nenhuma teve remuneração. Na última delas, neste mês, gastou R$ 2.100,00 com passagens de ida e volta para Bariloche e hospedou-se na casa de integrantes da organização. O investimento retornou em aprendizado, explica o estudante. “Nos locais de moradia precária, observo como a população interage com rios e mananciais, como lida com resquícios de mata, onde joga o lixo e quais são os conflitos com o poder público”, enumera Nunes.

Experiência A advogada Débora Pinter Moreira, 38, que participa dos Advogados sem Fronteiras, também julga a remuneração algo secundário. Ao convidar um colega para participar da organização, ela afirma ficar “meio decepcionada” quando ele pergunta se a remuneração é boa. “Se (o profissional) procura dinheiro, não é a coisa a ser feita”, pondera. Gonçalves, por exemplo, buscou conhecimento no trabalho feito em 2008 a bordo do barco do Greenpeace. A partir dele, pôde formar uma rede de pesquisadores que estudam baleias jubarte pelos diferentes oceanos. “Ter participado da expedição me trouxe experiência. Hoje sou coordenadora de campanha do Greenpeace.” (Felipe Gutierrez/ Folhapress).

Anestesista entende limite da dor após vivência no exterior Foi na cidade de Hangu, no Paquistão, a 227 quilômetros da capital Islamabad, que a anestesista Liliana Andrade, 36, atendeu seu paciente mais idoso, de cem anos. O homem, que nunca havia passado por uma operação na vida, tinha uma hérnia encarcerada (alça do intestino que “salta” e forma uma protuberância). Consciente durante o procedimento, o paquistanês levava as mãos de Andrade aos olhos, à testa e ao coração e não parava de chorar. “Chorei também. Não entendia a língua, mas sabia que era agradecimento.” Andrade fez cinco missões em quatro países com os Médicos sem Fronteiras. O que mais a marcou foi o Paquistão, onde esteve duas vezes. Lá, impedida de usar anestésicos modernos pela legislação (severa em relação a opióides), ela aprendeu a usar outras substâncias.

Após guerra civil, profissional ajuda a reconstruir país

Isadora Brant/Folhapress

Gente sem fronteira

Sérgio Lima/Folhapress

Aumenta número de brasileiros que trabalham em ONGs e programas de assistência a populações de outros países. A professora Aíla Machado, 30, foi a Porto Príncipe, no Haiti, ensinar dança. A anestesista Liliana Andrade, 36, rumou para o Paquistão para atender doentes. As duas fazem parte de um número crescente de profissionais que se engajam em organizações “sem fronteiras”. Na ONG MSF (Médicos sem Fronteiras), por exemplo, 122 pessoas embarcaram para missões estrangeiras no ano passado. Em 2009, foram 48 aumento de 154%. “O maior interesse da sociedade e do governo em assuntos internacionais é uma das hipóteses para justificar o crescimento”, sugere o canadense Tyler Fainstat, diretorexecutivo dos MSF no Brasil. “Ampliaram-se as oportunidades pelo momento que o Brasil vive. [O país] está exercendo papel de levar e não de receber auxílio”, diz Jean Carbonera, presidente da ONG Advogados sem Fronteiras. A organização mandou sete advogados brasileiros para o exterior no ano passado, dois a mais do que em 2010. Os números, esclarece, são pequenos porque a instituição está no país desde 2009.

Ana Paula Lepori fez parte dos trabalhos realizados pelos Arquitetos Sem Fronteiras Quando chegou à Costa do Marfim, país no oeste da África, em 2004, a arquiteta Ana Paula Lepori, 39, encontrou um cenário devastado. O país vivia resquícios de uma guerra civil, que teria fim oficialmente em 2007. “O comércio era muito saqueado e bandos tiravam pessoas das casas”, lembra ela, que foi para lá após ter integrado a seção espanhola dos Arquitetos sem Fronteiras, quando fazia doutorado em Barcelona, na Espanha. Em um terreno de carências, a arquiteta mapeou deficiências e ergueu bases para reduzi-las. Construiu escola de educação básica, jardim da infância, biblioteca e granja-escola - que ensina práticas de avicultura - para cegos. A falta de recursos era tanta, conta ela, que o primeiro edifício, uma escola, foi erguido com apenas uma ferramenta: um serrote, que pertencia ao mestre de obras. O que era considerado “um luxo” na Europa - elaborar desenhos de tijolos, peças e encaixes - era a alternativa marfinense a componentes prontos e muito caros para os padrões locais. Foi dessa forma que a arquiteta aprendeu com a população do país a fazer um trabalho mais manual e artesanal e a obter “qualidade na obra”.

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

A7


Ale Scapol

alescapol@jornalipanema.com.br

Choquei Balada

O estupro mental a que somos submetidos pelas ondas da TV aberta também deveria ser objeto de investigação policial.

Ego quente!

Will convocou e seus súditos compareceram. O lançamento da revista Ego foi um sucesso! O clima de verão e férias tomou conta de todos, que aproveitaram a festa até amanhecer. Definitivamente mais um sucesso by Will.

Fotos: Teylor Soares

O Baobá apresenta nas quartas-feiras a sua nova noite, com muito sertanejo para a galera delirar. O ápice da festa fica por conta do novo talento André Pupe, que já atua no Café de La Musique e promete conquistar também o público da nossa cidade.

Vand Rodriguez

Will Mello

Gabriela Pormucena

Bolo e Guaraná Neste domingo (22) minha grande parceira da vida Paulinha Lopes comemora mais um ano de brilho. Trata-se de uma das pessoas mais companheiras e verdadeiras que já conheci. À ela nem preciso desejar felicidades, pois a vida já se encarregou disso, ela merece!

Novos rumos

Andréia Fiamma

A publicitária Doris Sandrin se dedica a novas atividades. A partir de agora ela atua como “personal organizer”, uma das profissões que tendem a crescer muito. Eu diria que ela é um “anjo da guarda”, pois já utilizei o trabalho dela e garanto que é espetacular!

Parabólica Novidades na avenida Caribe (a Oscar Freire sorocabana). Jorginho’s Hair Style se instala por lá em meados de abril. Alguém ainda duvida que o local virou “hit” na cidade?

A8

www.jornalipanema.com.br

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

A9


A10

www.jornalipanema.com.br

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Guyma Baddini

4ª Corrida da PM reúne atletas de 15 cidades

Policiais militares e civís, além de convidados, participaram do evento

Leandro Mazzei, Vítor Gusmão e o delegado seccional André Moron

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

O tempo fechado e a chuva fina que caiu logo na manhã do domingo (15) deram uma forcinha extra para os mais de 700 atletas que participaram da 4ª Corrida de Pedestres Coronel Pedro Dias de Campos, realizada pelo 7º

Batalhão da Polícia Militar do Interior (7º BPM/I) de Sorocaba. Após a largada, às 8 horas, na sede do batalhão, localizado na rua Bento Manoel Ribeiro, no Cerrado, os participantes percorreram 7,7 quilômetros ao longo das avenidas General Carneiro, Armando Pannunzio até o viaduto da rodovia

Raposo Tavares, retornando o percurso ao batalhão da PM. Esta foi a primeira corrida de rua de 2012 em Sorocaba, que também é válida para última etapa do circuito 2011 da Associação de Atletismo Santi Pegoretti (AASP). De acordo com os organizadores, a prova reuniu participantes de 15 cidades. Os cinco primeiros vencedores na categoria masculina foram, pela ordem: Vanderlei Alves Tibúrcio, Fábio do Nascimento, Fredison Carneiro Costa, Francisco Carlos da Silva e Juliano Aparecido do Nascimento. Na categoria feminina, as cinco primeiras colocadas foram Maria Lúcia Alves Vieira Moraes, seguida de Beatriz Nascimento, Edneusa J.S.Brota, Sofia Vieira Teles e Cristina Barroso Macedo Leme. Todos os participantes receberam medalha de participação da 4ª Corrida da PM. (Ipanema Online). Veja mais no site www.jornalipanema.com.br

www.jornalipanema.com.br

A11


Teylor Soares

teylor@jornalipanema.com.br

Fabrício e Thiago Tomasi

Bom de papo O pessoal do La Martina juntou alguns amigos para passarem uma tarde comendo, bebendo e dando muita risada. Quem aceitou o convite não se arrependeu.

Paella Também no próximo dia 4, o Botequim do Bozó realiza a tradicional Paella. Como eles pensam em quem não gosta de frutos do mar, além da tradicional paella tem também a Paella Caipira e a animação fica por conta da Tereza Baddini.

Fabrício Machado e Patrícia Flosi

Parmegiana e pagode

Dani

A12

Francine Gomes

A fórmula é simples, mas sempre imbatível. Junto a boa comida, bebida e música, acrescente pessoas legais e está feita a festa. Foi isso que o Sampa Gourmet fez na 1ª Parmegiana deles. Quem foi teve um dia divertido e saboroso. Que venham os próximos!

Bruno Silvestre e André Bizunga

Laura Maciel

Paulinha Santana

Para relembrar Júlio Moreno

Ivy Martinez

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

Quem frequentou as grandes festas da Desti Club, não esquece e, no próximo dia 4, o Baobá fará uma festa que promete agradar a todos os gostos. É o Baobá Summer Lands, que terá dois palcos com os estilos de música que tocam no Baobá: black, eletrônico, funk e sertanejo e com atrações especiais em todos os estilos.

A13


Corpo em Forma

Coragem de ter coragem

Osmeire Tobias Mendes é psicóloga clínica e terapeuta sexual

Precisamos aprender a ter “coragem de ter coragem”, de lutar verdadeiramente por nossa felicidade e, em especial, por nossa qualidade de vida. Deixamos de viver o hoje, o agora, nos preocupando com os julgamentos e, no entanto, esses mesmos julgamentos aconteceriam e/ou acontecem de uma forma ou de outra. É preciso ter “coragem para ter coragem” de sermos quem realmente somos, de sermos “o que acreditamos” ser realmente o melhor para nós, que pode, segundo o que acreditamos, nos trazer qualidade de vida, felicidade. Para isso precisamos aprender a ter coragem de romper com formas “cristalizadas” de pensar o que é certo, isso considerando que princípio é princípio, disso nem que queiramos conseguimos facilmente nos desfazer e acredito nem seja o ideal mesmo, pois é o que pode nos dar um norte para fazermos o que precisamos de forma mais “responsável” o possível. É preciso ter coragem de rever conceitos, reavaliá-los, desconstruir alguns, recriar outros e criar alguns de forma muito única, própria e, em especial autêntica, no sentido de legitimidade, veracidade, ou seja, o mais verdadeiro possível consigo mesmo. Para isso penso que é importante rever nossas vivências e confrontá-las com nossos conceitos aprendidos em nossa cultura, que mais que de país de origem, nossa cultura “regional” e familiar. É preciso que aprendamos a ter coragem de arcar com as consequências que nossa “coragem” trará, porque, infelizmente, a humanidade como um todo tem dificuldade de lidar com tudo que se apresente fora do “padrão” preconizado, estabelecido como o melhor! Assim a probabilidade de “acertarmos” com o que as pessoas “julgarão” que é mais certo, melhor é, na maioria das vezes, pequena. Então voltamos a colocar: é “preciso ter coragem de ter coragem” de acreditar que temos discernimento, capacidade suficiente de entender o que é melhor para nós, precisamos é “potencializar” essa capacidade. As diferentes formas de agir são importantes até para que cresçamos e tenhamos parâmetros para nos referenciar do que realmente sentimos, pensamos, desejamos e podemos realizar. Ter coragem de ver “cara feia”, ouvir “burburinhos”, faz parte de nosso amadurecimento emocional de lutar pelo que realmente pode nos fazer bem, trazer qualidade de vida. Compreensível que na teoria seja mais fácil, porém “quem disse” que viver era fácil? Não que seja “difícil”, mas com certeza dá trabalho e isso, por vezes, faz com quem fiquemos numa “área de conforto” e só nos incomodando quando a mesma vida nos prega uma “peça”, uma doença, uma perda que nos machuca muito. Enfim, que possamos aprender a aprender ter coragem de olhar para o que precisamos antes que sejamos obrigados a olhar por estarmos de certa forma impedidos de fazê-lo ou então impedidos de mudar o rumo de nossas vidas. O tema será melhor discutido em palestra que será divulgada oportunamente.

A14

www.jornalipanema.com.br

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Saúde

Os riscos dos agrotóxicos na alimentação De acordo com a Campanha Permanente Contra o Uso de Agrotóxicos, os brasileiros ingerem 5,2 litros de agrotóxicos por ano na ingestão diária de verduras, legumes e frutas. Tais produtos provocam câncer, problemas hormonais e neurológicos, má formação do feto etc. Segundo a Coordenação Nacional da Associação Brasileira dos Estudantes de Engenharia Florestal (Abeef), “o Brasil é o país que mais consome agrotóxico no mundo”. Segundo eles, “o que deveria ser vergonhoso é propagado pelo agronegócio como vitória”. Tudo começou nos anos 60 com a utilização de algumas tecnologias que foram desenvolvidas para a guerra e se tornaram ociosas. Como, por exemplo, o “agente laranja”, usado na guerra do Vietnã, que virou um herbicida fortíssimo por uma das maiores multinacionais do setor. Por isso, tal campanha visa denunciar os males causados por essas substâncias e desenvolver propostas e mudanças. O cartel do agrotóxico pertence somente a seis empresas transnacionais, que controlam 70% do mercado de produção e comercialização no mundo. Existem dois tipos de malefícios com os agrotóxicos: um

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

pelo contato direto do trabalhador do campo durante a aplicação e, outro, pelos consumidores. Os agrotóxicos ocupam o quarto lugar como responsáveis por intoxicações no país, ficando atrás somente dos animais peçonhentos, remédios e produtos de limpeza. Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a lavagem dos alimentos com água corrente só remove parte dos resíduos presentes na superfície. E entre os principais alimentos contaminados estão a alface, morango e tomate. Assim, o tomate tem 44,7% de uso indevido de agrotóxicos não autorizados, o morango 43,6% e a alface - 40%. Por isso, a Anvisa recomenda o uso de produtos orgânicos ou que necessitam de menor quantidade de veneno para ser cultivados. Sugere, ainda, produtos de origem identificada ou fazer a lavagem corretamente. A pressão popular é fundamental

mais “badalados” no momento, tendo em vista seu baixo valor calórico nas dietas de emagrecimento e a grande quantidade de vitaminas, proteínas e sais minerais na sua constituição. Atualmente, raríssimas pessoas não incluem tais alimentos na refeição diária e, outras, fazem o uso exclusivo. A orientação atual na tentativa de reduzir o agrotóxico nesses alimentos é fazer a lavagem prolongada dos vegetais, deixando-os imersos por longo tempo numa vasilha, com substituição regular da água potável. Infelizmente, a ingestão diária de verduras, legumes e frutas não garantem aos brasileiros uma alimentação adequada e saudável. para a elaboração de leis que proíbam o uso indiscriminado dos produtos químicos, assim como para a construção de outro modelo de agricultura, privilegiando a agroecologia. Infelizmente, as frutas, legumes e verduras são os alimentos

Professor Doutor Mário Cândido de Oliveira Gomes, infectologista e clínico geral

www.jornalipanema.com.br

A15


Gaby Camargo Pustiglione gaby@jornalipanema.com.br

TÔ LIGADA! Carnaval 2012 Escola de Samba Estrela da Vila Os preparativos para o Carnaval 2012 da Escola de Samba Estrela da Vila estão a todo vapor. Com o tema “Zeus lara o Raio e pega a Estrela” a escola promete um belíssimo Carnaval. Várias personalidades já confirmaram presença na passarela do samba e o carnavalesco Sidney Fernandes está a mil com a confecção das luxuosas fantasias. Mayara Souza também já está preparadíssima para estrelar na avenida como a nova Rainha da Bateria. Os ensaios acontecem de terça, quinta e domingo das 19 às 21h45 na rua Silva Barros na Vila Fiore. Informações (15) 9722-8708. Domingo (22) – Paula Lopes Domingo (22) – Marisa Flamino Domingo (22) – Francine Bormann Segunda-feira (23) – Edgar Stefan Segunda-feira (23) – Estela Festa Segunda-feira (23) – Edileine Guimarães Terça-feira (24) – Paulo Sérgio de Souza Quarta-feira (25) – Paulo Francisco Mendes Sexta-feira (27) – Fernando Dini Sexta-feira (27) – Luiz Francisco da Silva Sexta-feira (27) – Vanderlei Testa Sexta-feira (27) – Edson Bolinha

A16

www.jornalipanema.com.br

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


F

Renata Moeckel

azendo uso de imagens animais em impressão digital de alta definição nos biquínis e maiôs a Blue Beach chega com a nova coleção de Alto Verão com produtos inéditos de modelagem especial que promete valorizar o corpo e o visual... Os acessórios especiais desenhados exclusivamente para marca dizem com seu estilo dinâmico e arrojado o que pode ser o uso da marca em um estilo único. Bolsas com tramas estritamente finas de Nylon com acabamentos em produto inoxidável que permite desde seu uso na praia até um jantar noturno. Chapéu estilo Panamá para renovar as tendências da moda. Entre os materiais, o destaque vai para o tecido Gel, usado nos drapeados de biquínis e maiôs. Aparece ainda o devorê, com desenhos feitos com corrosão de ácido. A lycra utilizada é a Extra Life, que resiste dez vezes mais ao cloro que tecidos comuns. Além de moda praia feminina, a Blue Beach traz sungas, que vêm estampadas, com recortes, silks e detalhes de zíper. Há ainda peças infantis com laços, babados, flores aplicadas e estampas exclusivas.

Moda Praia >>

Tecnologia e inovação

Zi Cossermelli, além de formada em Direito e de talentosa artista plástica, revelou-se também uma verdadeira lider e conduz com maestria a revista Habitare, da editora SBC. Por conhecê-la desde a adolescência e ter por ela um grande carinho, fico orgulhosa de vê-la prosperando e conquistando um espaço cada vez mais especial...

Uma das partes da nossa coluna pelas quais nossos leitores tem um carinho especial é o “Café com ela”, encontros para um bom bate-papo e para sabermos um pouco mais sobre elas... A novidade é que agora os “meninos” estão incluídos no convite. Assim, teremos aqui convidados contando um pouco sobre sua vida e seu dia-a-dia. Aguardem pelos próximos cafés... com elas e com eles!

Com a Inventolândia

Depilação artística...

Além do pré, do pós-depilatório e do hidratante, há também (onda do momento) os kits depilação, com moldes de figuras que andam mexendo com o imaginário masculino. Algumas pessoas acham a ideia engraçada, outras a acham ótima. A depilação deve ser feita por profissional com a utilização de cera quente e deve ser mantida de acordo com o crescimento dos pelos. O molde é adesivado, para ajudar na fixação e no processo de depilação, sendo removido ao final. É importante esfoliar e hidratar a região uma semana antes da depilação, a fim de evitar a foliculite.

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

Ao passar aos ouvintes do Pan News Cultura a dica de visitar o Museu das Invenções, mais conhecido como “Inventolândia” me impressionei com a criatividade dos inventores e já tenho agendada uma visita para ver as “engenhocas” de perto. Imaginem um piano dobrável, uma máquina de gelar garrafas em sete segundos, uma churrasqueira descartável, um chuveiro a cartão entre muitas outras invenções que totalizam mais de quinhentas... O Museu das Invenções fica no bairro Perdizes em São Paulo, na rua Homem de Mello, 1.109 e funciona de segunda a sexta-feira das 10 às 17 horas.

Maxi acessórios também no Verão 2012

Tu , am ig o M ac ed o , o eira linha Pa ra A rt u r im pr úsico de nt querido e m ju am en te ra sa nd o – qu e ve m ar – Salada Samba Rock! a com sua band

Maxi colares, maxi braceletes, maxi brincos, prometem fazer a diferença na hora de compor o visual. As franjas que remetem o estilo melindrosa dos anos 20, ganharam formatos inusitados principalmente nos colares, valorizam o colo feminino... Pedrarias também aparecem em voga. Os colares em camadas ficam lindos quando usados em sobreposição, finalizando o look com muito estilo. Uma profusão de cores vibrantes que alegra e proporciona um ar “cool��� a sua produção. As imagens são da coleção Lolla Casual. www.jornalipanema.com.br

A17


Gastronomia e Lazer -

Renata Moeckel

renatamoeckel@jornalipanema.com.br

Prato: Arroz Biro Biro Chef: Zezinho

A18

www.jornalipanema.com.br

Ingredientes 2 xícaras de arroz cozido 2 ovos 1/2 cebola picada em tiras 1 dente de alho amassado 100g de bacon fatiado fino 1 xícara de salsinha picada 1 xícaras de fritas palha 1 colher (sopa) de manteiga

Juliana Moraes

José Urbano Albiero Jr., o Chef Zezinho, está no ramo da gastronomia há muitos anos. Ele nos contou que desde garoto acompanhava as delícias feitas pela família na fazenda, tomou gosto e tornou-se um precursor de boas casas gastronômicas em Sorocaba. Zezinho foi o responsável pela criação de várias delas (desde 1985) como o Chicken in, o Country Style, a Prainha, o Deck, o Camaleão e atualmente está para comemorar quatro anos do belo restaurante Tradição Urbana. Com relação à profissão, Zezinho explica que é preciso gostar realmente do que se faz, pois um Chef não tem horário, deve cuidar de tudo quanto diz respeito à cozinha desde as compras, armazenamento, higiene, pré-preparo e tudo o mais. Aos que pretendem seguir a carreira, Zezinho aconselha um bom estágio para se certificar de estar seguindo o que realmente se deseja e complementa: “Como em qualquer profissão, é preciso se fazer com prazer, sentir alegria naquilo que se faz”. Para os leitores do Jornal Ipanema, o Chef Zezinho ensina a fazer seu famoso Arroz Biro Biro. Vamos lá!

e as fritas (palha), incorporar tudo, ajustar sal se necessário e servir. Observação: Acompanha qualquer tipo de carne assada ou bifes. Minha sugestão é um belo bife de tira (parte nobre da picanha). Bom apetite!

Modo de preparo Em uma frigideira antiaderente, colocar 1/2 colher de manteiga e assim que derreter acrescentar os ovos. Mexer bem e reservar em uma vasilha. Na mesma frigideira colocar a 1/2 colher de manteiga restante, fritas e bacon e reservar junto com os ovos. Em seguida refogar a cebola e o alho na mesma frigideira. Assim que estiver no ponto acrescentar o arroz, o bacon, os ovos e misturar bem. Por último acrescentar a salsa picada

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Iprograme-se BOCA A BOCA - A diretoria do Bloco Boca a Boca está nos preparativos para a tradicional Feijoada PréCarnaval. A festa acontece em 12 de fevereiro das 13 às 18 horas, no Monteiro Lobato com o melhor samba no pé, participação da escola de Samba Estrela da Vila e a saborosa feijoada com renda revertida ao Lar Escola Monteiro Lobato. Convites à venda a partir de 23 de janeiro a R$ 75,00 com tudo incluso e com direito ao abadá. Pontos de venda: Posto Abastece Brasil (15) 3221-1448 e Clínica Futura (15) 3232-2821, com Cris. DEPOIS A GENTE SE VIRA - No ano das suas bodas de prata - 25 anos de existência - o Bloco “Depois a Gente se Vira” promove a sua tradicional feijoada com roda de samba no dia 11 de fevereiro (sábado) no Boteco do Joaquim. A feijoada, que será preparada pelo “cheff” Wellington, será servida das 12h30 às 15h30. Já a roda de samba segue até 18 horas, com o grupo Unidade, sob o comando de mestre Rogério Porcelli. No ano de comemorações pelos 25 anos de vida, o Bloco “Depois a Gente se Vira” não terá camiseta. A ideia é que cada folião apareça na feijoada e no desfile com a camiseta do Bloco que tiver em casa. Mas o uso de camiseta do Bloco não é obrigatório. Como parte das comemorações, a homenagem do “Depois a Gente se Vira” deste carnaval será prestada aos fundadores do Bloco, professor Nilo Seiffert e engenheiro Orivaldo Simonetti, que há 26 carnavais desfilam no bloco criado por eles. Os convites para a feijoada do Bloco “Depois a Gente se Vira” são limitados e estão sendo vendidos na rua Virgílio de Mello Franco, 842, Trujillo, das 14h30 às 19 horas, de segunda a sexta-feira. Os convites para a feijoada custam R$ 30,00 (bebida à parte). Informações pelos telefones 3233-0469 e 9143-1550, com Ieda. O Boteco do Joaquim fica na rua da Penha, 1025. MANDALA - Fernanda e Pedro Adami da Mandala Choperia avisam que o grito de Carnaval da Mandala Choperia está agendado para 5 de fevereiro (domingo), das 12 às 18 horas. Animação de Teresa Badinni e sua banda. Quem quiser desfilar no sábado de carnaval na Show Brasil de Sorocaba é só contatar a diretoria da escola para escolher a fantasia que preferir. “Neste Carnaval a Show Brasil contará na avenida a história das mandalas que estão presentes nos círculos celestes de nosso planeta, como também de uma forma conceitual em nossos círculos de amigos”, diz Fernanda.

CINEMA FILMES COMENTADOS - Cleiner Micceno coordena na Oficina Cultural Regional Grande Otelo (Praça Frei Baraúna – Centro) de terça-feira (24) até 13 de março, das 18h30 às 21h30, um clico de filmes comentados. Convite aberto aos interessados em cinema, fotografia, estudantes, jornalistas, professores e comunicadores. Informações: 3224-3377.

CURSOS INFORMÁTICA E CIDADANIA - Estão abertas até 3 de fevereiro as inscrições para os cursos gratuitos de informática e cidadania, nas unidades do Projeto Pérola. As inscrições acontecem nas cidades de Iperó (Pólo Cultural e Telecentro), Itapetininga, Mairinque, Salto, Sorocaba (unidades Sabe Tudo) e Piracicaba. Os alunos aprendem noções básicas de informática, além das aulas de cidadania que abordam temas como mercado de trabalho, saúde, meio ambiente, direitos e deveres dos cidadãos e responsabilidade social. O curso tem a duração de cinco meses. TEATRO PARA A 3ª IDADE - A Secretaria da Cidadania já abriu inscrições aos interessados em participar do Curso de Teatro para a Terceira Idade. São oferecidas trinta vagas para pessoas acima de 55 anos. A inscrição encerra no próximo dia 31. O curso será JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

ministrado por Hamilton Sbrana, ator e diretor teatral. “Vamos dar sequência ao projeto desenvolvido no ano passado, em conjunto com a Secid, que resultou na montagem da peça ‘Velório Sorocabano’. Ela foi apresentada, com sucesso, durante o mês de dezembro e pretendemos dar continuidade às apresentações, provavelmente a partir de março”, conta. As aulas serão realizadas sempre às segundas-feiras, das 14 às 17 horas, na própria Secretaria da Cidadania, que fica na rua Santa Cruz, 116 - Centro, onde também devem ser feitas as inscrições.

EXPOSIÇÕES ARTES PLÁSTICAS - Até o dia 31 deste mês os artistas Conceição Matos, Edivaldo Silva, Ligia Desá e Nancy Marcony marcam presença no novo Espaço Cultural do Frans Café Villagio. Com grande reconhecimento nas artes plásticas brasileiras esta coletiva apresenta trabalhos diferenciados e refinados para um público que gosta de abstratos, figurativos e impressionistas. Formas geométricas, murais, rosas entre outros elementos estão presentes na exposição. A realização é da Abart (Associação Brasileira de Arte). A exposição poderá ser visitada das 10 às 22 horas. Mais informações: (15) 3211-0098. FOTOS EM PRETO E BRANCO – Prossegue até 19 de fevereiro na Biblioteca Municipal Jorge Guilherme Senger (rua Ministro Coqueijo Costa, 180 - Alto da Boa Vista) a exposição “Sob um Novo Olhar” (fotos em preto e branco) produzidas pelo Grupo Olho Vivo Núcleo de Fotografia e Vídeo. A exposição fica aberta ao público de segunda a sexta, das 8 às 17 horas e sábados e domingos, das 13 às 17 horas. Assinam os trabalhos os fotógrafos Alcides Ferreira Gomes, Cecília Bignardi, Eleusa Grassi, Ênio Branco, Fábio Henrique

de Paula S. Camargo, Jèssica S.C. Cândido, João Luis Batistela, Leilane Clara Turini, Luciano Lupi, Magali P. Garcia Dall’Ava, Maria Lúcia Ribeiro Savallete, Maurício Felippe, Rosecler Cândido e Vinicius Ferreira

FEIRAS ARTESANATO – De segunda-feira (23) até sexta-feira (27) será realizada uma Feira de Artesanato na Praça da Maçonaria – Mangal, das 10 às 18 horas. Já nos dias 28 e 29 a Feira estará concentrada na Praça da Amizade – Santa Rosália, das 10 às 18 horas. Encerrando as atividades, a Associação Sorocabana de Artesanato realiza a Feira nos dias 30 e 31de janeiro na Praça Alberto Sarti, em Brigadeiro Tobias, das 10 às 18 horas.

INFANTIL SEMEANDO ENCANTO – Na segunda-feira (23) o Grupo Semeando Encanto promove uma Contação de Histórias, na Praça Vila Formosa. Na terça-feira (24), o Grupo se apresenta no Parque das Águas. Já na quarta-feira (25) a apresentação será na Praça Parque São Bento. A programação do Grupo Semeando Encanto se encerra na quinta-feira (26), no Território Jovem Nova Esperança. O horário em todos esses locais é a partir de 14 horas.

PALESTRA NOVA ACRÓPOLE – A Associação Cultural Nova Acrópole promove a partir das 19h30 a palestra “O Valor da Vida e como vencer o temor da morte”, proferida pelo professor Paulo R. Ravagnani.

SHOWS INGRID LUZ & LUCIANO - Neste domingo (22), a dupla Ingrid Luz & Luciano canta em Sorocaba no Anastácia Bar, a partir das 22 horas. Depois eles vão dar uma pausa na correria e gravar o segundo álbum. Em meados de março, se tudo correr conforme o programado, saem em turnê para divulgar o novo disco. A dupla sertaneja Ingrid Luz & Luciano entra em estúdio para a produção do segundo trabalho, intitulado “Ingrid Luz & Luciano - versão ao vivo”. A obra tem como proposta levar um “sertanejo diferenciado” ao público, com 15 faixas que prometem agradar a todos os gostos. A dupla, que fora dos palcos forma o casal Ingrid e Luciano, aposta na cumplicidade do relacionamento para atrair os fãs, que, segundo eles, identificam-se com suas músicas. O primeiro disco, que leva o mesmo nome da banda, tem como carro-chefe a faixa de abertura “A dama e o vagabundo”, seguida pela animada “É nóis que tá!”, que tem um ritmo mais dançante. Para saber mais sobre a dupla ou consultar a agenda de shows, basta acessar o site www.ingridluzeluciano.com.br, o Facebook: Ingrid Luz E Luciano ou o endereço no YouTube: http://www.youtube.com/user/Ingridluzeluciano .

Alana Damasceno

CARNAVAL

A dupla com Neto Duarte e Tati Poli em visita ao Jornal Ipanema e Jovem Pan KISS GIRLS TRIBUTE E DEEP PURPLE COVER - Neste sábado (21), a Festa Cover Rock está de volta ao Espaço Tunel, em Itu, a partir das 22 horas. As atrações da noite são os shows da banda Kiss Girls Tribute, de Campinas, a única banda cover do Brasil formada por mulheres, interpretando os grandes sucessos da banda Kiss. Já o Deep Purple Cover (Fractius), da Capital, Resgata os grandes clássicos de uma das maiores e mais influentes bandas do mundo do rock. O objetivo da banda Fractius, formada em 2006 na capital de São Paulo, é conquistar cada vez mais fãs pela fidelidade ao som do Deep Purple. Em Sorocaba os ingressos antecipados podem ser encontrados na Radical Vest do Sorocaba Shopping e Esplanada. O Espaço Tunel fica na Praça Dom Pedro I, 136 – Centro, em Itu. Mais informações: www.espacotunel.com.br ou pelos telefones: (11) 4022-2786 ou (11)7415-7351.

www.jornalipanema.com.br

A19


Educação

Pesquisar preços e fugir de personagens famosos é dica para economizar na compra do material escolar Preços dos produtos chegam a ter mais de 100% de diferença em Sorocaba Jonatas Rosa Todo pai já sabe: começo de ano é período de gasto. Além das despesas típicas de janeiro, quem tem filhos precisa incluir no orçamento a compra do material escolar. Entre lápis, cadernos e borrachas o desembolso pode ser considerável. Ainda mais para quem não costuma pesquisar preços. Este ano, o preço de lista de material escolar teve aumento de 2%, em média, segundo dados da Papelaria do Parque. Em Sorocaba, os produtos que constam nas listas de material escolar podem ter mais de 110% de variação. É que apontou uma pesquisa da Fundação Procon, realizada em oito estabelecimento no início do ano. Ao todo, 88 itens foram avaliados por técnicos da entidade. Na comparação de preços, entre menor e maior valor, a pesquisa aponta que 62 itens tiveram diferença de preço abaixo de 50%,

Indo às compras

- Evite materiais com personagens, logotipos e acessórios licenciados, porque geralmente os preços são mais elevados; - Antes de sair às compras, verifique quais os itens que restaram do período letivo anterior e avalie a possibilidade de reaproveitá-los. Em seguida, faça uma pesquisa de preços em diferentes estabelecimentos; - Fique de olho nas embalagens de materiais como colas, tintas, pincéis atômicos, fitas adesivas, entre outros, que devem conter informações claras, precisas e em língua portuguesa a respeito do fabricante, importador, composição, condições de armazenagem, prazo de validade e se apresentam algum risco ao consumidor.

A20

www.jornalipanema.com.br

enquanto 25 ítens apresentaram variação entre 50 e 100%; (28,41% do total). Apenas um dos produtos teve diferença maior que 110%. O produto com maior diferença, segundo a pesquisa, é o tubo de cola branca lavável. No local que é encontrado mais em conta, custa R$ 1,18. Já na loja que é mais caro, sai por R$ 2,48. Ou seja, uma diferença de 110,7%. Já um caderno universitário de capa dura, com 200 folhas, chega a mais de 90% de variação. Num lugar o produto custa R$ 13,39, enquanto no outro vale R$ 25,90. A diferença em dinheiro é de R$ 12,51. Equilíbrio no orçamento O economista e professor universitário Geraldo Almeida aconselha: o pagamento à vista é sempre mais vantajoso. “Mas tudo vai depender da questão financeira do consumidor, que precisa exercitar a fórmula ‘quanto ganha’ versus ‘quanto vai gastar’”, acrescenta. “Então, se não vai dar, parcela, mas tem que usar esse instrumento a seu favor”, alerta o professor, que chama a atenção para o cuidado de não entrar no cartão de crédito para pagar uma conta à vista, por exemplo, tendo em vista que os juros dos cartões são bem maiores que o desconto geralmente de 5% dado para os pagamentos de uma só vez. Comprar parte da lista agora no começo do ano e deixar a outra parte para depois nem sempre é vantajoso. De acordo com Vanilto Chagas, da Papelaria do Parque, no decorrer do ano, os preços dos produtos podem sofrer alterações e, com isso, ficar mais caros. Ele

acrescenta que cerca de 1% dos pais costumam ter essa prática. Cuidados na hora da compra Na hora de comprar, é sempre bom ter alguns cuidados em mente. A Fundação Procon aconselha que comprar o material mais sofisticado é garantia de qualidade. O mesmo vale para os produtos com personagens, logotipos e acessórios licenciados, que são geralmente mais caros. De acordo com Chagas, produtos de marcas famosas ou com personagens são, em média, 150% mais caros. Um caderno universitário de capa dura com 96 folhas, sem personagem famoso, custa, em média, R$ 5,18.

Já quando leva a estampa do desenho animado Ben 10, chega a sair por R$ 17,73. A diferença aparece, também, em produtos como no estojo com seis unidades de massa para modelar. A marca menos conhecida, a Maripel, avalia a mercadoria em R$ 1,24. Já quando o mesmo produto é de uma marca mais famosa, no caso a Faber Castell, R$ 3,78. Chagas comenta que, em geral, as crianças gostam de mercadorias com personagem. Na Papelaria do Parque, segundo ele, produtos da Barbie e da Jolie são os mais procurados por meninas. Já os meninos preferem mercadorias do Ben 10 e da Hot Wells.

É importante esclarecer que a escola não pode: - Solicitar a compra de materiais de uso coletivo, tais como material de higiene e limpeza ou taxas para suprir despesas com água, luz e telefone. - Exigir a aquisição de produtos de marca específica; determinar a loja ou livraria onde o material deve ser comprado. - Saiba que algumas escolas exigem que o material escolar seja comprado no próprio estabelecimento. Esta é uma prática abusiva, pois é obrigação da escola fornecer as listas de material escolar aos alunos, a fim de que os pais ou responsáveis possam pesquisar preços e escolher o local em que irão adquirir os produtos. Veja mais no site www.jornalipanema.com.br

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Comportamento

No verão, sobem as apostas no investimento mais incerto: os tratamentos anticelulite Sem Photoshop, quase ninguém escapa

Alguns até podem dar algum resultado, mas não eliminam essa característica feminina

Marisa Cauduro/Folhapress

Drenagem linfática no Buddha Spa

Cresce a oferta de armas contra celulite nos sites de compras coletivas. E a frustração da mulherada aumenta na mesma proporção. Se nem os tratamentos médicos mais sofisticados alcançam grandes resultados nessa área, o que esperar de um pacote com cinco sessões de drenagem linfática, cinco de massagem modeladora e outras cinco de ultrassom pela bagatela de R$ 83,00? A pechincha, encontrada no site Peixe Urbano, é só uma entre centenas de promoções tentadoras na rede. A variedade de terapias anticelulite já revela a ineficácia da maioria. Se houvesse uma 100% garantida, seria a única. “Medicina estética é uma das áreas que mais crescem, o que atrai grupos vendendo tratamentos sem comprovação científica”, diz o clínico geral Pedro Pinheiro. “Não há, até o momento, tecnologia que corrija alterações estruturais do tecido adiposo feminino e da derme profunda”, afirma Pinheiro. A dermatologista Adriana Vilarinho é mais otimista. “Não há técnicas definitivas, mas elas estão mais eficientes e podem melhorar a celulite em até 60%”. Para Pinheiro, a melhora é parcial, temporária e consome muito dinheiro e tempo. O sucesso dos tratamentos não é a única divergência entre os profissionais da área. Outra questão é se celulite é ou não doença. “Considero a celulite uma característica feminina, presente em praticamente todas as mulheres que passaram da puberdade. Não tem qualquer implicação para a saúde”, diz a dermatologista Lucia Mandel. “Celulite não é doença, mas uma JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

alteração normal do tecido subcutâneo feminino que, por imposição da sociedade, tornou-se um incômodo estético”, diz Pinheiro. Já a nutricionista Flávia Moraes afirma que é, sim, uma doença multifatorial. Consenso A publicitária Carolina Mercadante, 24, tem 64 quilos distribuídos por 1,74 m. Mesmo assim, fez dez sessões de drenagem, dez de carboxiterapia e dez de lipocavitação (tipo de ultrassom) arrematadas em uma promoção do site Cesta Cheia. O preço foi bom (R$ 90,00), os resultados, nem tanto. “A pele fica mais lisa, mas a celulite continua lá”, entrega. E o namorado, reparou? “Para me agradar, ele dizia que tinha melhorado, mas acho que não via diferença”. A exemplo do namorado de Carolina, muitos homens não compartilham dessa preocupação feminina. Para o preparador físico Bruce Bastos, 47, celulite faz parte do pacote mulher. “A busca opressiva pela perfeição é chata, egocêntrica”. “Quem quer mulher sem celulite deve procurar nas revistas masculinas, o Photoshop é o único remédio”, brinca o artista gráfico Gian Di Sarno, 37. Para a dermatologista Soraya Rossetti, a abordagem é multidisciplinar. “O tratamento deve envolver áreas como endocrinologia, nutrição, dermatologia e até intervenções plásticas”, avisa. A necessidade de combinar qualquer tratamento meia-boca com uma rotina de exercícios e um programa alimentar é um dos poucos consensos. Como já sabemos, dieta e atividade física são receita para tudo, até para a indestrutível celulite. (Annette Schwartsman /Folhapress).

>>>Depois de mostrar celulites na praia em novembro do ano passado, a atriz Maria Fernanda Cândido procurou tratamento em uma clínica em São Paulo.

>>>Fernanda Souza já participou de campanha para mostrar que celulite não é motivo de vergonha - afinal, se mesmo cuidando elas persistem, não há o que fazer.

>>>Juliana Paes, muitas vezes fotografada de biquini, já afirmou que celulite é normal e que as maiores preocupadas com isso são as próprias mulheres.

>>>Carolina Dieckmann já afirmou que não liga para suas celulites. Declarou, inclusive, que não troca seu refrigerante por uma pele com menos furinhos. Leia a reportagem completa no site

www.jornalipanema.com.br

Bumbum, pernas e abdômen: os preferidos das celulites Crônica e benigna, a afecção é também democrática: segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, acomete 62% das brasileiras, sem distinção de raça, credo, classe social ou fama. É, a celulite coloca no mesmo saco você e Juliana Paes, Grazi Massafera, Maria Fernanda Cândido, Marcelle Bittar, Ellen Rocche e Fernanda Souza, entre outras celebridades que já assumiram padecer desse mal. Uma das causas do fenômeno está relacionada ao estrogênio, hormônio responsável pelo comportamento feminino e pela anatomia, o que inclui lábios carnudos, pele macia e curvas. Quer dizer: mulheres com alto nível de estrogênio são mais desejadas pelos homens e, ironicamente, mais propensas a desenvolver esse “efeito colateral”. Enquanto a medicina não descobre a cura definitiva dessa suposta doença, as mulheres continuam sucumbindo às falsas promessas.

www.jornalipanema.com.br

A21


Cidade

Gaby Camargo Pustiglione gaby@jornalipanema.com.br

Sorocaba é destaque em site da Revista “National Geographic Brasil”

Jornal Ipanema é homenageado

Emerson Ferraz /Secom

A colunista e o cônsul honorário da Itália Stenano Ghisio Erba

O município de Sorocaba é destaque do blog do fotógrafo Izan Petterle, colaborador da Revista “National Geographic Brasil”. Com o título “Sorocaba, cidade onde passado e futuro se encontram”, o profissional destacou, principalmente, a questão da mobilidade urbana com o Plano Cicloviário, a inclusão digital e as unidades do Sabe Tudo e a questão da reciclagem, com o Núcleo de Gerenciamento de Resíduos Eletroeletrônicos. O objetivo deste trabalho foi de fotografar cidades do interior de São Paulo que são modelos de desenvolvimento para o restante do país. Ao todo, oito cidades foram escolhidas para o projeto. Para isso, Petterle esteve na semana passada percorrendo vários pontos de Sorocaba. “A minha ideia é de mostrar cidades que são exemplos em desenvolvimento integrado em vários aspectos, como tecnologia, polos industriais, mobilidade urbana e erradicação de favelas”, explica

A22

www.jornalipanema.com.br

Petterle. “Fiquei surpreso positivamente com o que encontrei aqui, o projeto das ciclovias é realmente revolucionário e vai ampliar mais ainda. Essa é uma das grandes saídas para a questão do transporte urbano”, destacou. Atualmente, o Plano Cicloviário de Sorocaba possui 80 km de ciclovia e a meta é de chegar a 100 km até o final de 2012. O Rio Sorocaba também foi registrado pelas lentes de Izan Petterle. “Fotografei pessoas pescando e aves aquáticas silvestres no rio Sorocaba ao lado das inúmeras ciclovias que atravessam a cidade, um dos aspectos que mais me impressionaram quando cheguei aqui”, destacou em seu blog.

O link para acessar a matéria e as fotos registradas é http:// viajeaqui.abril.com.br/nationalgeographic/blog/izan-petterle.

Hamilton Vieira, curador da Semana Internacional do Turismo Cultural

A Biblioteca Municipal de Sorocaba Jorge Guilherme Senger foi palco para a tarde de encerramento da Semana Internacional do Turismo Cultural 2011/ 2012 em homenagem ao Momento Itália no Brasil, promovida pela MegaVias Turismo e Hamilton Vieira. Na oportunidade os organizadores do evento fizeram uma homenagem aos profissionais da mídia e empresas parceiras na Semana Cultural. O Jornal Ipanema foi homenageado e recebeu das mãos do cônsul da Itália Stenano Ghisio Erba um certificado de apoio cultural.

Exposição a mostra “Barbie

com cionador hopping está O Villàggio S asal Perfeito”, do cole des de C da ri O ra – ibilizou & Ken plares da r, que dispon Carlos Keffe m os primeiros exem ocaba. A co or S vo er em os seu ac nunca expost o, segue Barbie e Kenuita e aberta ao públic surgiu o Mostra, grat reiro e conta como e ci n co ve d até 5 de fe ca sa l, q u e h á m a is . Para o o ro m a n ce d ira e encanta gerações edoteca, décadas inspil há também uma brinqu segunda público infant das 14 às 20 horas de ras. ho que funciona sábado das 10 às 20 e go in m a do

Pablo Allan Carneiro, da MegaVias Turismo

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Direitos

Propostas para inclusão da pessoa com deficiência não priorizam a questão da sexualidade Jônatas Rosa

Por aqui, iniciativas públicas também buscam dar atenção a essas pessoas. O prefeito Vitor Lippi (PSDB) vai criar, ainda este ano, uma secretaria voltada às pessoas com deficiência. Ele estima que 10% da população sorocabana façam parte desse grupo. No entanto, parece escapar um ponto importante quando se fala em inclusão: a questão da sexualidade. Não que as políticas públicas não abordem o tema. Um documento de 2009 do Ministério da Saúde fala dos direitos sexuais e reprodutivos das pessoas com deficiência. O texto aponta para ações que garantam o pleno desenvolvimento da vida sexual dessa parcela da sociedade. Mas, na prática, a situação não é bem assim. Tanto que o professor Paulo Rennes Marçal Ribeiro, do Núcleo de Estudos da Sexualidade (NUSEX) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), afirma: “quando se fala em inclusão social, as questões sexuais ficam de fora”. A declaração de Ribeiro foi feita no livro “Inclusão e Sexualidade: na voz de pessoas com deficiência física”, de autoria de Ana Cláudia Bortolozzi Maia. Não se pode, evidentemente, generalizar. O debate sobre o tema não é inexistente. Ele está ai, mas é, por vezes, velado. Ou tratado de maneira superficial. Até por que falar de sexualidade, ainda hoje, é um tabu. E o entendimento do assunto é, de certo modo, bastante limitado para boa parte da sociedade. Muito além do “papai e mamãe” Muito além dos aspectos biológicos, a maneira como se encara a sexualidade é, sobretudo, uma construção cultural. “Ainda existe muita dificuldade de ver a sexualidade como algo além das genitálias”, esclarece a terapeuta sexual Osmeire Tobias Mendes. “Na sexualidade, a gente precisa usar os cinco sentidos. E muitas vezes, uma cultura traz que [sexo] seria uma

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

questão de tato, por exemplo. Quando, na verdade, nós temos o olhar, a audição. Nós temos o próprio olfato, o sentir o cheiro de outra pessoa”. Professora da Unesp, Ana Cláudia, em seu livro, afirma: “Há no conceito de sexualidade a dimensão social”, escreve ela, “e, portanto, questões como afetividade, o prazer, o erotismo etc, vão além do instinto sexual e que sofrem as influências do contexto; em decorrência, as diferentes concepções e atitudes em relação à sexualidade são manifestações sociais e históricas”. Em outras culturas, a penetração, por exemplo, não é o ponto máximo do sexo. “Há outras formas de se fazer a troca afetiva, existem outras culturas que conseguem ampliar um pouco mais a questão da sexualidade tirando da questão específica de genitália, de relação completa com penetração”, enfatiza Osmeire. Para ser ter uma noção, é preciso entender o seguinte: a sexualidade acontece no cérebro. O que o resto do corpo tem são respostas para os comandos enviados por ele. Ana Maria aponta o seguinte: “embora o fenômeno da resposta sexual possa ser descrito em sua fisiologia, as

Juliana Moraes/cenário: cadeira de rodas Conforpés e lingeries Premissa

Acesso à educação. Atenção à saúde. Inclusão social. Acessibilidade. São esses os eixos do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o Plano Viver sem Limite. Lançado pela presidente Dilma Rousseff no ano passado, a proposta terá investimentos, até 2014, de mais ou menos R$ 7 bilhões. A quantia é considerável. As diretrizes são importantes. Afinal, a parcela da população com algum tipo de deficiência é alta: 45,6 milhões, de acordo com o Censo 2010.

percepções do desejo, excitação e orgasmo, tem a ver com o modo como essas experiências prazerosas e corporais foram apreendidas ao longo da vida”. “Existe uma sequência de resposta sexual”, explica Osmeire, “onde acontece o instinto, a atração e ai ela tem uma subida, onde se dá uma plenitude, onde muitas vezes se dá o orgasmo, e, depois, dá uma caída. Então, ela acontece justamente na nossa mente, no nosso cérebro”. Ela vai além: “veja, se o comando vem da nossa cabeça, quanta coisa a nossa mente pode produzir para que a gente possa explorar a sexualidade”. Desejo sexual As deficiências podem ser classificadas em três tipos – física, intelectual e sensorial. Independente de restrições que possam acarretar, nenhuma deficiência tira do ser humano o desejo sexual. O professor Paulo Rennes lembra bem que “[...] as pessoas que devem ser incluídas são despidas de sua sexualidade e consideradas como seres assexuados”. Ele acrescenta, ainda,

que a sociedade costuma distorcer e atribuir “limitações ou exacerbações para a sexualidade daqueles que têm deficiências”. Não por acaso, o maior entrave, na maioria das vezes, para o pleno desenvolvimento da vida sexual dos deficientes é, como afirma a pesquisadora Ana Maria, no aspecto psicossocial, que decorre ou do preconceito ou da ignorância sobre o tema. Isso porque, qualquer coisa que fuja de um padrão de “normalidade” causa estranheza e, por consequência, afastamento. Numa sociedade de imagens, de culto ao corpo e a beleza, estar “fora da moda” pode representar, para qualquer pessoa, uma dificuldade em vivenciar a sexualidade. “Está fora do peso, de uma altura, fora até da moda, muitas vezes, é como se não causasse uma atração. [...] E a nossa sociedade preconiza muito essa imagem corporal. Então, mesmo que não tem uma deficiência “comprovada”, se estiver fora de um padrão de beleza, já será tratado como tal”. Continua na página A-24

www.jornalipanema.com.br

A23


Direitos

A sexualidade, na perspectiva dos cadeirantes Continuação da página A-23

Para se ter uma ideia, o único impedimento para o relacionamento dos deficientes visuais é o social. Fisicamente, nada atrapalha a vida sexual. No entanto, a diferença está no antes de chegar “aos finalmente”. A psicóloga Lucimara Pereira Felício, coordenadora técnica da Associação Sorocabana de Atividades para Deficientes Visuais (ASAC), explica: “ele não flerta pelo olhar. Então, ele vai ter acesso aos relacionamentos, às pessoas que se apresentarem ou forem apresentadas verbalmente e se dispuserem a levar uma interação à frente. Precisa ser uma interação mais direta para que eles possam conhecer pessoas e demonstrar seus interesses, desejos e, com isso, desenvolver os relacionamentos e chegar a vivência sexual”. Superproteção Outro ponto que a psicóloga aborda é algo que envolve boa parte das pessoas com deficiência: a superproteção. “A gente observa”, conta ela, “um desabrochar da sexualidade mais tardio, às vezes, devido a proteção familiar, do meio ambiente”. Isso faz com que a independência dos deficientes e, consequentemente, a maturidade demore mais para acontecer. Quem concorda é o psicólogo Rodolfo Sanches Miguel, da Associação Amigos dos Autistas de Sorocaba (Amas). “Os pais não sabem como lidar, os profissionais, muitas vezes, também não, porque não tem muita pesquisa em relação a isso [sexualidade e autismo] e, então, volta aquela velha estigmatização de infantilizar o vínculo, tratar como se o autista fosse assexuado, como se ele não tivesse desejo”. De acordo com o profissional, o que acontece, em muitos casos, é que o autista não sabe falar sobre as manifestações biológicas que ocorrem no seu corpo. “Ele não sabe como lidar com esse tipo de sentimento e falta de orientação para os pais e para o próprio autista, em relação ao conhecimento do próprio corpo, de como lidar com isso, causam alguns comportamentos que a gente chama de disfuncionais. Por exemplo, são comportamentos que podem ser auto lesivos, às vezes. Alguns autistas têm essa característica. Não sabe muito como se masturbar, por exemplo, e acaba se machucando”. Osmeire esclarece que, quando há patologia psíquica-mental, geralmente se propõe um tratamento com medicação. “Então, existe uma química através da medicação que vai ajudar a exercer o controle [sexual], em alguns casos mais, em alguns casos menos. Então, em alguns casos, sem a medicação, o paciente pode ficar inconveniente porque ele não tem esse

A24

www.jornalipanema.com.br

gerenciamento mental, cognitivo preservado. Bem medicado e bem acompanhado, em alguns casos, o paciente tem um razoável controle”. Educação sexual O comportamento considerado inadequado decorre, na sua maior parte, por falta de educação. É o que afirmam Tomás André dos Santos e Célia Regina dos Santos, fundadores da Comunidade Felicidade Down. “O grande problema”, acredita Tomás, “é que os pais não educam. Você tem “down” de 18 anos que não sabe amarrar um tênis. Então, veja o nível de educação que essa pessoa tem

e, se ela chegar e começar a se masturbar em público, é decorrente dessa falta de educação”. Para ele, isso acontece porque, na maioria dos casos, os pais tentam evitar sofrimento ou constrangimento para os filhos. “E ai você acaba prejudicando, deixando de lado a educação dele e é o que vai acontecer na parte sexual”, pontua Tomás. “Sem educação, vai parecer que ele, porque tem Síndrome de Down, é exacerbado [sexualmente]”, completa Célia. A educação sexual no Brasil, independente de deficiência, é falha tanto em casa quanto em

instituições. Assim como o casal Santos, a terapeuta sexual Osmeire e o psicólogo Rodolfo também enfatizam a necessidade de se falar mais sobre o assunto, de pesquisar e trazer novas e mais aprofundadas abordagens sobre o tema. Ana Cláudia sugere em sua pesquisa que e educação sexual, quando abordada livre de regras repressivas, “pode influenciar de forma saudável a saúde psíquica e sexual e o modo como pessoas com deficiência exercem o direito à sexualidade e são reconhecidas por isso pelos familiares e pela comunidade em geral”.

Redescobrindo o prazer Encontrar quem fale sobre o tema não é uma tarefa fácil. Os dois personagens desta reportagem são cadeirantes: Leandro Portella e Magno Donizete de Oliveira. O primeiro é tetraplégico. Ficou nessa condição aos 17 anos, quando um mergulho no mar deu errado. O segundo é paraplégico. Foi vítima de um acidente de trabalho em 2001. Ambos são bem resolvidos. Falam da deficiência e, especialmente, da sexualidade sem constrangimentos. Leandro, à época do acidente, tinha namorada. Magno já era casado. Tanto um quanto outro afirmam: o fato de terem parceira fixa facilitou a retomada da vida sexual. Foi preciso, então, (re)descobrir a sexualidade. “No começo, eu não entendia como poderia estar com a parceira sem ereção”, conta Magno. Foi preciso recorrer a ajuda de um profissional para compreender que havia inúmeras possibilidade no assunto. “Ele apresentou umas maneiras de ter uma vida [sexual] normal, fiz um curso, mas, para mim, a aceitação foi boa. Não tive tanto problema nem fiquei depressivo”. Leandro, no auge da adolescência, não chegou a cogitar que a lesão impossibilitaria o desenvolvimento da atividade sexual. “Eu não tinha noção que poderia afetar essa parte. Então, como eu já namorava, já tinha uma intimidade com ela, a gente foi aprendendo juntos, foi tentando junto. Descobrimos tudo de novo, foi uma ‘segunda’ primeira vez”. Ele e a namorada começaram a redescobrir o sexo sem orientação especializada. Buscaram conhecimento através da internet. “No meu caso, a primeira vez que eu ejaculei”, lembra, “eu quase morri. Quase morri de verdade, não de prazer. Eu tenho um reflexão da lesão que, tudo que causaria dor, ao invés, causa essa desreflexia. Então, sobe a pressão, dá espasmos. Eu achei que estava morrendo e, não, estava gozando só. E eu não sabia nada disso, ninguém tinha me falado, fui descobrindo tudo sozinho”. Foi preciso que Leandro perguntasse para o médico sobre o assunto. Só tempos depois que seu urologista começou abordar o assunto com mais frequência. Mas não costuma ser um tema sempre falado pelos médicos quando atendem cadeirantes. “Em 10 anos, fiz muitas consultas com médicos e poucas vezes ele perguntou como vai a parte sexual”, enfatiza Magno. Ele completa: “fui eu quem tive que buscar essa parte. Recentemente, eu tive no Ônibus do Homem e eu falei do assunto para o médico”. Magno reclama que as propostas de inclusão não contemplam a questão sexual. “O sistema de saúde, em si, não trata disso como assunto principal. Ele quer saber se a pessoa está trabalhando, se está com saúde, mas acha que a gente não tem vontade, não tem desejo”. E estar bem resolvido com a sexualidade é fundamental para que o processo de inclusão seja aproveitado em sua plenitude. É assim que pensam Leandro e Magno. “O sexo faz parte da vida do ser humano e as pessoas não discutem isso. Se a pessoa não está bem sexualmente, ela acaba ficando triste, depressiva. Eu não conheço, pelo menos aqui na região, um trabalho que trate desse assunto. Sempre que a gente se reúne para falar de alguma coisa é sobre calçada, sobre vaga para estacionar o carro, sobre problema de saúde geral, mas nunca fomos chamados discutir a sexualidade”. Leandro completa que falar de sexo para pessoa com deficiência parece ser um pecado mortal. “A gente conversa sobre tudo, sobre drogas, políticas. Porque não falar de sexo? Não tem a preocupação. O sexo ajuda bastante a autoestima”. Para tentar suprir a falta de diálogo sobre o assunto e para demonstrar que as possibilidades são ilimitadas para todos, o jovem trabalha na tradução de um “kama Leia reportagem completa sutra” para cadeirantes. O livro “Silla Sutra” (Cadeira Sutra, em tradução livre) é um livro www.jornalipanema.com.br de Arturo Valdez que traz um infinidades de posições inspiradas no famoso manual sexual.

JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Parte integrante da edição 648 - 21 de janeiro de 2012 - www.jornalipanema.com.br

Empresa cria serviço de entrega de cervejas em casa

Espaço Empresarial

O Brahma Express atua há mais de dois anos no mercado de chope de Sorocaba, atendendo ainda inúmeras cidades da região. O Empório Express, que tem a franquia do Brahma Express, fica na rua Professor Arthur Fonseca, 801 – Jardim Emília (ao lado do colégio Uirapuru). O Brahma Express surgiu em 2004 na cidade de São Paulo com o intuito de oferecer o chope consumido em bares do Brasil para apreciação nas residências. Hoje, a operação Brahma Express conta com mais de 60 lojas espalhadas pelo Brasil, sendo em 21 capitais e o restante no interior das regiões Sudeste e Sul do país. Em dezembro foi inaugurado um projeto piloto da AmBev dentro da Brahma Express chamado Empório Express, onde o mix de produtos foi acrescido de toda linha de cervejas nacionais e importadas da AmBev, tanto para eventos de pequeno a grande porte, como no serviço de delivery de cervejas geladas com total exclusividade na área de atuação. Sorocaba foi escolhida como sede do projeto piloto por estar em grande expansão econômica e tecnológica, além disso a cidade conta com uma população muito exigente em qualidade de serviço, o que possibilita mensurar a aceitação do cliente em relação ao novo formato da franquia. Esses serviços incluem a venda de chope, com a opção de retirada no local, ou recebimento em casa pelo serviço de entrega (delivery). A entrega é feita com van logomarcada com locais apropriados para produtos resfriados, congelados, barris e equipamentos.

Férias no shopping

Carnês do IPTU

A marca Transformers, que se tornou uma das franquias de entretenimento de maior sucesso do século 21, atingiu um novo patamar em 2011, quando os heróicos Autobots e os vilões Decepticons continuaram sua batalha épica. Depois de dominar salas de cinema e as locadoras, os Transformers invadem também a Praça de Eventos do Esplanada Shopping até 5 de fevereiro. O evento denominado Aliança Autobot/Transformers 3 traz uma série de atrações como a Exposição Transformers, com réplicas das personagens do desenho Transformers; a Oficina de Dublagem, um momento em que as crianças poderão conhecer e experimentar a técnica de dublagem; a Oficina de Stop Motion, onde as crianças aprendem a técnica e colocam em prática, fazendo uma animação com as personagens do Transformers; e a Oficina de Desenho, alternando com a Oficina de Paper Kraft.

Os 241.487 carnês de Imposto Territorial Predial Urbano (IPTU) de Sorocaba do exercício 2012 começam a ser distribuídos no próximo dia 24, via correio. A ordem de entrega, como em anos anteriores, segue o endereçamento postal (CEP) o que estabelece, também, a data de vencimento da primeira parcela ou da parcela única. O prazo será entre 15 e 23 de março. Do total de carnês, 61.174 são territoriais, o restante refere-se às áreas edificadas. O IPTU foi reajustado em 6,69%, pelo IPCA/E (Índice de Preço ao Consumidor Amplo Especial), divulgado pelo IBGE. De modo geral, ele é parcelado em 10 vezes, mas o contribuinte que optar pelo pagamento a vista terá um desconto de 5% no valor do tributo.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

B1


B2

www.jornalipanema.com.br

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Rotary em Comunicação

Paz através do servir O presidente eleito do Rotary International, Sakuji Tanaka, na abertura da Assembleia Internacional de San Diego, evento de treinamento para governadores de distrito, revelou o lema do Rotary International para 2012-13: Paz Através do Servir. “Paz, independente de sua definição, é uma meta verdadeira e realista para o Rotary. A paz não é algo que pode ser alcançado apenas por tratados, governos ou atos heróicos. É algo que podemos encontrar e alcançar a cada dia e de maneiras muito simples.” Embora entenda que a paz tem diferentes significados para diferentes pessoas, Tanaka esclarece: “Não há uma definição certa ou errada, dependendo de como usamos a palavra, aquele é o significado de paz para cada um de nós. E independente de como a usamos e de como a entendemos, o Rotary pode nos ajudar a alcançar a paz”. Tanaka contou como se tornar rotariano ampliou sua compreensão do mundo. Após se associar ao Rotary Club de Yashio, em 1975, disse que começou a perceber que seu propósito na vida não era ganhar mais dinheiro e, sim, ser mais útil para outras pessoas: ”Percebi que ajudando o próximo, mesmo de maneiras muito simples, eu poderia promover a paz”. Lembrando que a tradição japonesa de colocar as necessidades da sociedade acima das individuais ajudou a reconstruir seu país após o tsunami e terremoto de março do ano passado, disse Tanaka: “Esta é uma lição com a qual o mundo inteiro pode aprender de forma positiva. Quando enxergamos as necessidades dos outros como mais importantes do que as nossas, e quando concentramos nossas energias em um objetivo que beneficiará todos, tudo muda. Desde as nossas percepções, até a maneira de nos relacionarmos com o mundo e as nossas prioridades”. Tanaka pede para que em 2012-13, rotarianos concentrem a energia de seus clubes nas três prioridades do Plano Estratégico do Rotary International, bem como que promovam os três Fóruns Rotary pela Paz Global que serão realizados em Hiroshima, Berlim e Honolulu. “No Rotary, nosso negócio não é obter lucro. Nosso negócio é alcançar a paz. Nossa recompensa não é dinheiro, e sim a felicidade e satisfação de ver um mundo melhor e mais pacífico, construído através de nossos próprios esforços.” (www.rotary.org).

Gilberto Carvalho de Oliveira Governador 2005-06 Distrito 4.620 do Rotary International gilbertocarvalhodeoliveira@gmail.com

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

B3


Renata Moeckel / Juliana Moraes

Arquiteto Marco Zukauskas

O arquiteto Marco Zukauskas é formado pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Aplicado e determinado começou sua vida profissional ainda na faculdade como estagiário em grandes escritórios de arquitetura e também na prefeitura de São Paulo. Essas experiências, aliadas à sua formação acadêmica, foram fundamentais para que ele se lançasse ao mercado competitivo da capital e no interior. Hoje reside em Sorocaba e considera a cidade acolhedora e próspera. Para ele: “a valorização e a liquidez de um imóvel, iniciam-se com um elaborado e criativo projeto arquitetônico. Deverá atender as necessidades do cliente, respeitando sua disponibilidade financeira”, afirma.

B4

www.jornalipanema.com.br

Este é o projeto de uma residência com arquitetura contemporânea, com linhas arrojadas, feito para um jovem casal no condomínio Fazenda Imperial, onde possam receber amigos e também desfrutar bastante dos ambientes integrados, que permeiam toda a natureza existente ao redor.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

B5


Renata Moeckel / Juliana Moraes

Designer de interiores projeta o Camarim Soufflé da Ilha de Caras Ambiente está repleto de referências a este prato tão tradicional da culinária francesa

Pelo sexto ano, a designer de interiores Claudia Brassaroto foi convidada a projetar um dos ambientes da Ilha de Caras, localidade mantida pela publicação de mesmo nome. Tendo como tema a França, ela buscou referências na culinária daquele país durante a idealização do Camarim Soufflé, um espaço que combina, harmonicamente, luxo e leveza.

B6

www.jornalipanema.com.br

Ao mesmo tempo em que Claudia buscou aplicar na decoração detalhes da cultura e da culinária francesa, percebese o empenho da profissional em garantir o bem-estar e o conforto para os convidados. “A ideia era transpor um pedacinho da França e fazer com que os artistas se sentissem instigados a provar esse prato tão tradicional”, revela. Para atingir esse objetivo, a designer de

interiores colocou fotos dessa iguaria sobre uma parede vermelha, destacando-as por meio da iluminação. “É algo dos deuses. Impossível não ficar com água na boca”, confessa, bemhumorada. Outras cores da bandeira, como o branco e o azul, estão presentes em tetos, cortinas e almofadas. No local, há três espaços para maquiagem, sem que isso prejudique a circulação de pessoas. Numa outra frente, os móveis de pátina provençal também chamam a atenção, além de conferir ao ambiente um charme todo especial, uma vez que as mesas e cadeiras no estilo Inglês remetem à realeza. As referências ao país europeu não param por aí: os cabideiros são franceses e para a confecção dos abajures, Claudia optou por utilizar o tafetá. Os buxinhos, planta típica, também fazem parte da decoração. Para conferir leveza e aconchego ao

ambiente, a designer utilizou piso claro do tipo flutuante. “Esse convite é sempre motivo de grande alegria. Fiquei encantada com o tema desta edição, tanto pelas pesquisas que fiz sobre a culinária, quanto pela oportunidade de transpor para a decoração. Projetei esse espaço com muito carinho, pois a França é um país que gosto muito”, finaliza Claudia.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Renata Moeckel / Juliana Moraes

Poltronas modernas e sofisticadas Essas lindas e modernas poltronas foram desenvolvidas em Londres pelo estúdio de design industrial Doshi Levien. Os responsáveis por elas são os designers Nipi Doshi e Jonathan Levien, que combinaram uma série de cores, culturas, tecnologias, formas e conceitos para resultar nesse trabalho moderno e sofisticado. Vai dizer que você não gostaria de ter uma poltrona com um design desses em casa?

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

B7


Renata Moeckel / Juliana Moraes

Vamos cuidar do jardim? Essa época do ano é o paraíso para os jardineiros. Período de cuidar do jardim, quando as chuvas aumentam e o gramado perde rapidamente o corte. Mas é visível como um belo jardim, com uma grama bem cuidada, com lindas plantas e flores ao redor são capazes de tornar o lado externo de uma casa mais bonito e, principalmente, mais valorizado. Se você pretende ter um jardim em casa ou voltar a cuidar do seu, veja a seguir algumas imagens de jardins bem cuidados e inspire-se. Vale a pena contratar uma empresa especializada e deixar o espaço do seu jardim de tirar o fôlego.

B8

www.jornalipanema.com.br

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Em Foco - Vida Saudável

Prática de atividade física melhora a autoestima Cida Haddad A busca pela melhora na qualidade de vida tem feito com que muitas pessoas busquem a prática de exercícios físicos. De acordo com a personal trainer Paula Lopes, a cada dia as evidências aumentam em relação à prática de atividade física regularmente, sendo visível a melhora de qualidade de vida, diminuindo o risco de doenças cardíacas, diabetes, pressão alta, estresse e outras patologias, além de cooperar também com o ânimo para o trabalho, bom humor e, consequentemente, a melhora da autoestima. Paula alerta que saber como está a saúde antes do início das atividades é essencial. “Primeiro a pessoa passa por uma consulta com o seu médico, faz uma bateria de exames, os quais indicam suas condições à prática de atividade, posteriormente ela se matricula em uma academia e passa novamente por uma avaliação física feita por um profissional da área que indicará a melhor atividade a ser feita”, explica. Ela complementa dizendo que vários fatores são verificados nas avaliações como: idade, sedentarismo, patologias etc. Paula lembra que os cuidados também devem existir antes da prática em si dos exercícios. “O alongamento e aquecimento em geral são benéficos à atividade, pois evitam e previnem lesões graves, atuando também contra as dores no corpo; ou seja, de extrema importância para a realização da atividade corporal”, garante Paula.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

B9


Em Foco - Vida Saudável

Orientação deve ser feita por profissional registrado no Conselho Regional A personal trainer Paula Lopes afirma que quando o assunto é atividade física é muito importante que a pessoa tenha um profissional de educação física, registrado no Conselho Regional de Educação Física, para orientar com eficiência os movimentos a serem executados durante a prática, pois o índice de lesão corporal durante o exercício sem orientação é alto, causando assim a interrupção do mesmo. De acordo com ela os erros mais comuns dentro de uma academia são treinar sem segurança e eficiência, sem acompanhamento de um profissional, treinar com pesos de maneira inadequada, treino excessivo, inconstância, aumentando assim o risco de lesão, ignorar os sinais do corpo. No Verão Durante o Verão, Paula diz que as pessoas devem usar roupas leves, tomar muito cuidado com a hidratação, com a ingestão de muito líquido. “Quem tem problema de hipoglicemia deve procurar frequentar a academia no período da manhã ou no final da tarde, ou seja, em horários nos quais a temperatura se encontra mais baixa. Novamente ela destaca a importância do trabalho ser feito com profissionais registrados no Conselho Regional para que a prática de exercícios possa ser feita com excelência em qualquer estação do ano.

Esportes de verão aumentam em até 30% casos de lesão no ombro O Hospital das Clínicas da FMUSP, na capital paulista, faz um alerta: especialistas do Instituto de Ortopedia (IOT) apontam que os esportes de verão, praticados pelas pessoas na praia durante o período mais quente do ano, são responsáveis por um aumento de 20% a 30% no fluxo dos consultórios, devido à falta de preparo físico e de instruções para a prática de esportes. “As lesões nos ombros são mais frequentes nesta época do ano”, diz Arnaldo Amado Ferreira Neto , chefe do Grupo de Ombro e Cotovelo do IOT-HC-FMUSP. Segundo ele, esportes como natação, surf, voleibol e frescobol são os

B10

www.jornalipanema.com.br

esportes mais escolhidos pelos turistas que vão à praia e, por sua vez, são as causas mais comuns de lesões nos ombros. Sem falar na musculação, para ter o corpo “sarado” a todo custo, que é realizada, muitas vezes, de forma exagerada e sem orientação. Aparentemente inofensivas, as recreações de verão podem comprometer as estruturas do ombro compostas de tendões e ligamentos que estabilizam e movimentam esta região. “A falta de preparo e o exagero das atividades podem criar processos inflamatórios, degenerativos e também lesões mais graves como fraturas e luxações”, alerta o ortopedista.

A prática regular é a melhor maneira de prevenir lesões causadas por esses esportes. Entretanto, como nem só atletas frequentam as praias, o mínimo a fazer é respeitar

o limite do corpo. “Começar de maneira moderada as atividades pode ajudar a preservar as estruturas do ombro e prevenir lesões”, conclui o especialista do HC.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

B11


Em Foco - Pet

Acupuntura traz série de benefícios em tratamentos de animais A acupuntura também é um tratamento muito utilizado para os animais. A médica veterinária Paula Sader, que possui especialização em Medicina Tradicional Chinesa - acupuntura veterinária pela Unesp-Botucatu e Mestrado em Microbiologia pela USP, explica que a acupuntura gera a liberação de uma substância em nosso organismo: a endorfina, que é liberada normalmente em casos onde ocorrem a sensação de prazer (como após os exercícios e risadas). Segundo a veterinária, a endorfina é liberada também quando sofremos um trauma, como queda, fraturas, escoriações, ou processos inflamatórios, isso para amenizar a dor. “Sendo assim a acupuntura causa um extremo benefício para os animais, principalmente aqueles com dores agudas e crônicas, como os ‘pacientes’ idosos e todos aqueles que sofrem de algum tipo de injúria”, garante. “A acupuntura pode ser aplicada em todas as espécies animais: mamíferos, aves e répteis”, diz.

B12

www.jornalipanema.com.br

Imagens ilustrativas

Cida Haddad

Enfermidades A acupuntura, diz a veterinária, pode ser empregada em diversas enfermidades, como: artrites, artroses, displasias coxofemural e escápulo-umeral, diversas dermatopatias (atopia, piodermite, demodicose, otites e seborreias), muito usada nas desordens neurológicas (discopatias: hérnias de disco, calcifição de disco, diminuição de espaço intervertebral, síndromes neurológias, como a Síndrome de Wobbler, sequelas de cinomose, incontinências urinária e fecal, convulsões e epilepsia, miastenia gravis, paralisia de nervo facial, polirradiculoneurite, encefalites e paresias e paralisias em geral), usada também nas patologias gastrointestinais (gastrites, fecalomas, diarreias e vômitos recorrentes, anorexias), nas patologias imunomediadas (poliartrite, anemia hemolítica autoimune), nas patologias endócri-

nas (hiperadrenocortissismo e diabetes) e também nas desordens urológicas, como: insuficiência renal, cálculos e cistites. Além disso a acupuntura é utilizada como um tratamento complementar ao convencional, levando a uma eficácia maior do tratamento e portanto, a uma melhora mais rápida do animal.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Em Foco - Pet

Agulhas e laser estão entre as opções de aplicações As aplicações são feitas, geralmente, explica a médica veterinária Paula Sader, uma vez por semana, com duração em média de 20 minutos cada sessão. Ela afirma a aplicação normalmente é feita com agulhas especiais para acupuntura, mas pode-se também usar outros “instrumentos”, como a moxa (bastão da erva Artemísia vulgaris, que estimula os pontos com calor, geralmente usada nas patologias de frio), laser (usado principalmente quando o animal é muito agitado ou intolerante a agulhas, como os gatos, por exemplo), eletroestimulador (estimula os pontos por corrente elétrica e pode causar extrema analgesia), implantes de ouro (usado para analgesia por tempo prolongado, geralmente usados em animais com muitas recidivas de dor, mesmo com a acupuntura, animais muito agressivos e animais selvagens), a hemopuntura (injeção do próprio sangue do animal em pontos de acupuntura, usada nas dermatopatias e patologias imunomediadas) e farmacopuntura, onde se injeta fármacos nos pontos de acupuntura o que amplia sua eficácia de ação e/ou prolonga a estimulação dos pontos. O tempo de tratamento vai depender da enfermidade do animal e suas características, como idade, tempo da instalação da patologia etc. “Não há como determinar um tempo, mas costumo dizer que em até dez sessões são os suficientes para dar um prognóstico mais preciso”, afirma Paula.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

B13


Espaço Empresarial

Sorocaba ganhou mais de 5 mil novas empresas Os números da Secretaria Municipal de Finanças comprovam o forte desenvolvimento econômico que Sorocaba vem registrando nos últimos anos. Em 2011, foram 5.228 novas empresas abertas no município, incluindo os Micro Empreendedores Individuais, médias e grandes empresas, como as sistemistas da montadora Toyota. No ano anterior Sorocaba registrou um número expressivo de novas empresas abertas – 4.331. Outro dado é extremamente positivo; a queda no número de empresas que encerram as atividades: foram 724 em 2011, contra 796 em 2010. A chefe da Divisão de Tributos Mobiliários e Atendimento da Secretaria de Finanças (SEF), Simone Aparecida de Moura, explica que o número de empresas fechadas correspondem àquelas que formalizaram o pedido junto a Secretaria de Finanças, pois há casos em que a empresa paralisa as atividades, mas não comunica formalmente ao setor de registro da prefeitura. No caso das novas empresas, foram vinte as de médio e grande portes que assinaram protocolo de intenções com a prefeitura para instalação de planta industrial em Sorocaba. Nomes como ABB; Leroy Merlin; Pirelli Pneus; Toyota Boshoku do Brasil; Inergy do Brasil; Scorpios; Manes, Dana e Bioverde, entre outras. Simone destaca que um dos fatores contribuintes para o grande volume de empresas abertas é a facilidade que os empreendedores sorocabanos encontram na formalização do processo. Enquanto em algumas cidades do país gasta-se até 152 dias para abrir uma empresa, em Sorocaba o programa empres@fácil permite a abertura em até dois dias.

Projeto social no bairro Novo Mundo

Consórcio bate recorde

O projeto “Promus-Promovendo Mudanças” - desenvolvido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFSCar, que visa proporcionar soluções e tratamentos dos problemas das comunidades urbanas e melhorar a qualidade de vida dessas regiões realiza até este sábado (21), atividades no bairro Novo Mundo, em Votorantim (SP). A atividade conta com parceria da Universidade de São Paulo (USP) e o Massachusetts Institute of Technology (MIT), além do apoio especial da ONG Luar. No total, são cerca de 30 partici-pantes, entre aluno brasileiros e estrangeiros e integrantes da comunidade. O projeto é coordenado pelos professores Yeda Regina Venturini e Fábio Verdi, do Departamento de Computação do câmpus Sorocaba da UFSCar. Mais informações sobre o Promus na cidade de Votorantim podem ser obtidas pelo e-mail yeda@ufscar.br.

O Consórcio Nacional Honda fechou 2011 com o recorde de mais de um milhão de cotas de motocicletas comercializadas, um crescimento de 12,4% em relação às vendas do ano de 2010. De acordo com o balanço, foram entregues 388.301 motos zero quilômetro que, em comparação com 2010, representam um crescimento de 12%. Em Sorocaba, os resultados não foram diferentes. Segundo o gerente de Consórcio da Honda Caiuás, José Derli Cleto Júnior, as lojas da cidade tiveram um crescimento de mais de 50% nas vendas. Em consequência da grande demanda, mais de 200 pessoas foram contempladas durante todo o ano, apenas em Sorocaba. “O crescimento foi realmente muito significativo. É um sistema que independe de restrições, criando oportunidades para que o cliente tenha uma moto zero km na garagem”, destaca. De acordo com Júnior, entre os modelos mais vendidos pelo consórcio estão as motos nacionais CG Fan 150 e 125.

Vistorias em imóveis pela Zoonoses A Seção de Controle de Zoonoses de Sorocaba realizou 184.614 vistorias em imóveis da cidade ao longo do ano passado. Esta atividade integra a lista das mais de 20 ações permanentes de controle da dengue, realizadas pela Área de Vigilância em Saúde da Secretaria da Saúde de Sorocaba e que visam a prevenção da doença e combate ao mosquito transmissor. Ainda de acordo com o balanço da Zoonoses, no ano passado foram removidos 124.877 criadouros durante as ações de rotina, isso, além dos 77.958 kg retirados nas operações especiais realizadas aos sábados, entre fevereiro e dezembro de 2011. Foram registradas 35.118 ações de nebulização e 53.356 visitas casa a casa. Também foram vistoriados 423 imóveis especiais como escolas, shoppings e terminais de ônibus, 1.340 pontos estratégicos - oficinas e ferros-velhos, e 137 prédios em construção.

Orientação vocacional Processo seletivo A ETEC Fernando Prestes está com inscrições abertas para o processo seletivo de docentes para os cursos de Administração, Contabilidade, Design de Interiores, Logística e Projetos/Mecânica. As inscrições custam R$ 10,00 e podem ser feitas até este sábado (21), das 9 às 11 horas e das 14h30 às 17 horas na rua Natal, 340 - Jardim Paulistano. Mais informações pelo telefone (15) 3221-9677 ou pelo endereço eletrônico: e.fprestes.adm@centropaulasouza.sp.gov.br.

B14

www.jornalipanema.com.br

A advocacia é uma das profissões mais tradicionais do Brasil e uma das carreiras mais procuradas pelos jovens. A razão está nas oportunidades de trabalho existentes na área. Porém, tantas possibilidades podem confundir a cabeça dos universitários. Pensando nisso, a Faditu (Faculdade de Direito de Itu) criou o Serviço de Orientação Vocacional e Atendimento Psicológico Clínico, cujo objetivo é ajudar os jovens a identificarem seus potenciais, suas dificuldades e, num segundo momento, com qual área do Direito têm maior identidade e, consequentemente, maior chance de sucesso e felicidade profissional.

Calouros e pais A Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da PUC- SP definiu a agenda de recepção dos novos alunos de Medicina, Enfermagem e Biologia. Dando início à programação, a faculdade abrirá o campus no sábado (28) para que os calouros e seus pais possam conhecer as instalações. Além desta, outras atividades estão programadas, como o café da manhã que será servido aos usuários do Conjunto Hospitalar de Sorocaba, doações de sangue e plantação de mudas de árvores.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

B15


B16

www.jornalipanema.com.br

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


Cinema AS AVENTURAS DE TINTIN 3D – O SEGREDO DE LICORNE Salas: Cinespaço Villàggio 4 (Dublado, livre) – diariamente às 14h20 e 16h40. Cinespaço Villàggio 4 (Legendado, livre) – diariamente às 19 horas e 21h20. Esplanada 2 (Dublado, 10 anos) – segunda, quarta, sexta-feira, sábado e domingo, às 14, 16, 18, 20 e 22 horas; terça e quinta-feira, às 15h30, 17h30, 19h30 e 21h30. Sorocaba 2 3D (Dublado, 10 anos) – diariamente às 14, 16, 18 e 20 horas. Sorocaba 4 (Dublado, 10 anos) – diariamente às 14, 16, 18 e 20 horas.

MISSÃO IMPOSSÍVEL – PROTOCOLO FANTASMA Salas: Cinespaço Villággio 2 (Legendado, 14 anos) – diariamente às 15h30 e 18h30.

CAVALO DE GUERRA Salas: Cinespaço Villàggio 2 (Legendado, 12 anos) – diariamente às 21 horas. Sorocaba 8 (Legendado, 12 anos) – diariamente às 15, 19 e 21h30.

SHERLOCK HOLMES – O JOGO DAS SOMBRAS Salas: Cinespaço Villàggio 3 (Dublado, 14 anos) – diariamente às 13h50, 16h20, 18h50 e 21h20. Esplanada 3 (Legendado, 14 anos) – segunda, quarta, sexta-feira, sábado e domingo, às 14h30, 17 horas, 19h30 e 22 horas; terça e quinta-feira, às 16h30, 19 horas e 21h30. Esplanada 5 (Legendado, 14 anos) – segunda, quarta, sexta-feira, sábado e domingo, às 18h15 e 20h45; terça e quinta-feira, às 19h15 e 21h30. Sorocaba 3 (Dublado, 14 anos) – diariamente às 14h30, 17 horas, 19h30 e 22 horas. ALVIM E OS ESQUILOS 3 Salas: Cinespaço Villàggio 1 (Dublado, livre) – diariamente às 14h20, 16h10, 18 horas e 19h50. Esplanada 1 Digital (Dublado, livre) – segunda, quarta, sexta-feira, sábado e domingo, às 14 horas, 15h45, 17h30, 19h15 e 21 horas; terça e quinta-feira, às 15h45, 17h30, 19h15 e 21 horas. Esplanada 5 (Dublado, livre) – segunda, quarta,

AS AVENTURAS DE AGAMENON, O REPÓRTER Salas: Cinespaço Villàggio 1 (Nacional, 14 anos) – diariamente às 21h50. Panorâmico 2 (Dublado, livre) – diariamente às 14 horas, 15h45 e 17h30.

O GATO DE BOTAS Salas: Sorocaba 1 3D (Dublado, livre) – diariamente às 14, 16 e 18 horas. Panorâmico 2 (Dublado, livre) – diariamente às 14 horas, 15h45 e 17h30.

sexta-feira, sábado e domingo, às 14h45 e 16h30; terça e quinta-feira, às 15h45 e 17h30. Sorocaba 5 Digital (Dublado, livre) – diariamente às 14 horas, 15h45, 17h45 e 19h30. Sorocaba 7 (Dublado, livre) – diariamente às 14h30, 16h30 e 18 horas. Panorâmico 1 (Dublado, livre) – diariamente às 14h30, 16h15, 18 horas e 20 horas.

DOIS COELHOS Salas: Esplanada 4 (Nacional) – segunda, quarta, sexta-feira, sábado e domingo, às 14, 16, 18, 20 e 22 horas; terça e quinta-feira, às 15h30, 17h30, 19h30 e 21h30. Sorocaba 6 (Nacional, 16 anos) – diariamente às 15, 17, 19h30 e 21h30.

A HORA DA ESCURIDÃO Salas: Sorocaba 1 3D (Dublado, 14 anos) – diariamente às 20 e 22 horas. IMORTAIS 3D Salas: Sorocaba 5 (Dublado, 16 anos) – diariamente às 21h30. AMANHECER PARTE 1 Salas: Sorocaba 7 (Dublado, 14 anos) – diariamente às 19h45 e 22 horas.

Parte integrante da edição 648 - 21 de janeiro de 2012 - www.jornalipanema.com.br

VEÍCUL OS DO JORNAL IP ANEMA - 21 de janeiro de 2012 VEÍCULOS IPANEMA

www.jornalipanema.com.br

C1


Espaço Empresarial Ginástica laboral Poucos anos atrás, muitas empresas que pretendiam implantar programas de ginástica laboral encontravam resistência entre os funcionários. Hoje, porém, a realidade mudou completamente. Os funcionários não só estão abertos a esse tipo de ação, como também se organizam – com o apoio das empresas – para praticarem atividades físicas fora do local e horário de trabalho. Alguns exemplos em Sorocaba: Dental Morelli – O número de funcionários é tanto que a empresa montou uma grande academia dentro de uma de suas unidades, e que também pode ser frequentada por filhos e pais dos colaboradores. Também existem grupos de caminhada e corrida. Nesse embalo, vários funcionários participam da São Silvestre há anos. Na Unimed, além da ginástica laboral, existe o programa Doutor Saudável – Mexa-se!, que estimula os médicos cooperados a participarem de programas de caminhada e corrida, sob a orientação de profissionais da educação física.

Emprego Em dezembro, a pesquisa de emprego realizada pelo Ciesp apontou que, das 35 diretorias pesquisadas, apenas Santos obteve um desempenho positivo (1,84%), ao lado de São Caetano do Sul (0,02%). Acompanhando uma tendência registrada no restante do estado, os 48 municípios que compõem a regional Sorocaba observaram uma queda no

C2

www.jornalipanema.com.br

número de contratações: no último mês de 2011, foram fechadas 1.700 vagas (-1,54%). O nível de emprego industrial foi influenciado pelos setores de Produtos Alimentícios (-2,09%), Veículos Automotores e Autopeças (-1,98%), Produtos de Metal e Máquinas e Equipamentos (-0,03%), que são aqueles que mais influenciam no cálculo do índice. Este é o segundo mês consecutivo em que houve uma variação negativa. A queda também é maior do que a registrada no mesmo período de 2010: -0,22%. No ano, por sua vez, a região de Sorocaba registra um acumulado de -0,05%, representando um leve declínio de aproximadamente 50 postos de trabalho.

VEÍCUL OS DO JORNAL IP ANEMA - 21 de janeiro de 2012 VEÍCULOS IPANEMA


VEÍCUL OS DO JORNAL IP ANEMA - 21 de janeiro de 2012 VEÍCULOS IPANEMA

www.jornalipanema.com.br

C3


C4

www.jornalipanema.com.br

VEÍCUL OS DO JORNAL IP ANEMA - 21 de janeiro de 2012 VEÍCULOS IPANEMA


VEÍCUL OS DO JORNAL IP ANEMA - 21 de janeiro de 2012 VEÍCULOS IPANEMA

www.jornalipanema.com.br

C5


Ipanema Motor

rubensmaximiano@gmail.com

Vendas do Fluence supreendem

Fluence confirma as expectativas da Renault e fecha dezembro em quarto lugar no ranking dos sedans médios. Pode parecer pouco, mas ultrapassar modelos consolidados, como o Honda Civic, Nissan Sentra e Fiat Línea, entre outros, é para poucos. A liderança do segmento ficou com o “inabalável” Toyota Corolla, seguido por Chevrolet Cruze e Volkswagen Jetta em terceiro lugar. O segmento de sedãs médios é um dos mais importantes do mercado brasileiro, não só pelo volume de vendas, mas também por servir como vetor de imagem para as marcas. O Fluence parte de R$60.290 até R$76.390 na versão topo de linha. O Fluence é fabricado na Argentina, mas é um projeto global de engenharia presente em 80 países. E para agradar diferentes consumidores, a Renault apostou no conforto. O carrão frances mede 4,62 m de comprimento e tem entre-eixos de 2,70 m. O porta-malas de 530 litros acomoda com folga as bagagens de uma família. Motor bicombustível 2.0 16V HiFlex e câmbio CVT X-Tronic O Renault Fluence conta com um conjunto mecânico da Aliança Renault-Nissan: o motor 2.0 16V HiFlex e o câmbio CVT X-Tronic é o mesmo que equipa o Nissan Sentra. O propulsor do Fluence conta com

duplo comando de válvula (DOHC) e comando de válvula variável na admissão (CVVT). Este motor 2.0 16V Hi-Flex pode funcionar em conjunto com uma caixa câmbio manual de seis velocidades ou automática CVT X-Tronic, com opção de troca sequencial de seis marchas com leves e sucessivos toques na alavanca. Com esta motorização 2.0 16V HiFlex, o Renault Fluence rende 143 cv (álcool) e 140 cv (gasolina) de potência máxima a 6.000 rpm, gerando 20,3 mkgf (álcool) e 19,9 mkgf (gasolina) de torque máximo. A velocidade máxima é de 200 km/h (câmbio manual de seis marchas) e 195 km/h (câmbio CVT X-Tronic).

Duas versões de acabamento O Fluence oferece duas versões de acabamento: Dynamique e Privilège. Todas as versões já saem de fábrica, por exemplo, com chave-cartão “hands free” – uma exclusividade do Fluence no seu segmento -, ar-condicionado digital “dual-zone”, direção elétrica com assistência variável, seis air bags, sistema de freios ABS com auxílio de frenagem de urgência (AFU) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD), volante com regulagem de altura e profundidade, alarme e retrovisores externos com regulagem elétrica, computador de bordo, faróis de neblina, rodas de liga-leve e conexões Bluetooth e USB / iPod. Opcionalmente, o consumidor tem à disposição teto sola elétrico com anti-esmagamento e bancos em couro A versão Privilège conta ainda com um sistema de navegação desenvolvido especialmente para a Renault pela empresa TomTom (uma das líderes mundiais em sistemas de navegação por satélite), que possui uma tela de 5’’ integrada ao painel. Além disso, a versão Privilège conta com sensor de estacionamento, bancos em couro, controle de estabilidade (ESP) e controle de tração (ASR), rodas de 17 polegadas, sistema se som premium (“3D sound by Arkamys”). Como opcionais, a Renault oferece faróis de xénon e teto solar elétrico com sistema anti-esmagamento. Dynamique 2.0 16V Hi-Flex câmbio manual (6 marchas)

R$ 60.290,00

Dynamique 2.0 16V Hi-Flex com câmbio CVT X-Tronic

R$ 65.690,00

Privilège 2.0 16V Hi-Flex com câmbio CVT X-Tronic

R$ 76.390,00

O Renault Fluence estará disponível em sete opções de cores: Branco Glacier, Prata Étoile, Bege Poivre, Preto Nacré, Azul Crepúsculo, Cinza Quartz e Vermelho Fogo.

C6

www.jornalipanema.com.br

VEÍCUL OS DO JORNAL IP ANEMA - 21 de janeiro de 2012 VEÍCULOS IPANEMA


VEÍCUL OS DO JORNAL IP ANEMA - 21 de janeiro de 2012 VEÍCULOS IPANEMA

www.jornalipanema.com.br

C7


C8

www.jornalipanema.com.br

VEÍCUL OS DO JORNAL IP ANEMA - 21 de janeiro de 2012 VEÍCULOS IPANEMA


Parte integrante da ediテァテ」o 648 - 21 de janeiro de 2012 - www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D1


D2

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D3


D4

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D5


D6

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D7


D8

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D9


D10

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D11


D12

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D13


D14

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

D15


D16

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D17


D18

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D19


D20

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D21


D22

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D23


D24

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D25


APARTAMENTOS ALUGAM-SE

TEMPORADA

APARTAMENTOS VENDEM-SE TERRENOS

CASAS VENDEM-SE

COMERCIAIS VENDEM-SE

D26

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012

www.jornalipanema.com.br

D27


D28

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 21 de janeiro de 2012



Ipa_648_2101