Issuu on Google+

As obras nas Portas de Mértola revelaram mais uma descoberta arqueológica ao nível da cidade perdida de Atlântida: o amor dos bejenses pela sua cidade. Apurámos que esse amor estava em mau estado e algo combalido, tendo sido enviado para o Badoca Park onde será alimentado com pezinhos de coentrada e pão de rala por via intravenosa. “Tinha um olhar tão triste, como se tivesse descoberto que o castelo tinha sido coberto com azulejos de cozinha”, confidenciou um tratador.

31 Diário do Alentejo 7 outubro 2011

enses amor dos bejde da pela sua ci adofoi reencontr es nas escavaÇÕÉrtola das portas de m

Inquérito Às vezes sente mau cheiro em Beja? ADALBERTO FUSS FRISCH, 14 ANOS Pessoa viciada em croquetes de bacalhau e que, no fundo, sente saudades do Noddy Ya, às vezes a cidade manda cá um smell. A minha mãe diz que pior só o meu chulé. Ela diz que podiam usar o meu cheiro para gasear animais de porte médio.

JAIME AMBIPUR, 75 ANOS Stripper geriátrico e pessoa com um olfato ao nível de uma Lassie ou de um inspetor Rex Dizem que o mau cheiro vem de uma fábrica de Alvito. Uma vergonha, estamos tão mal que já temos de importar o pivete de outros concelhos. Antigamente o matadouro empestava a cidade. Sentíamo-nos importantes, pá! Parecia que Deus despejava maionese estragada junto à variante…

LARA SABÃO DE MARSELHA, 33 ANOS Maníaca da limpeza extrema e instrutora credenciada de FarmVille Estou desconfiada que o cheiro vem do Monumento a Al-Mutamid no Parque da Cidade. Tresanda a chichi e a perfume da loja dos chineses, o Famel n.º 5, da Coco Famel – Paris (não a de França, aquela ao pé de Sichuan). Eu própria já lavei aquilo com lixívia, ácido muriático e lágrimas de unicórnio com cheiro a aloe vera. E nada.

Caloiros da Agrária é que irão praxar veteranos, pois estarão em superioridade numérica Num total de 100 vagas apenas nove foram preenchidas na Escola Superior Agrária de Beja. Este facto não desmoralizou os responsáveis da escola que, estimulados pela visita de Cavaco Silva aos Açores, já criaram novas cadeiras no sentido de despertar o interesse pela instituição: Introdução à Poda das Anonas e a Metafísica do Sorriso das Vacas. Além disso, a qualidade no ensino só poderá melhorar já que o rácio de professores para alunos é dos melhores da história da humanidade – cerca de seis professores para cada aluno. Quem não está nada satisfeita é a Associação de Estudantes, pois vê os planos das praxes académicas defraudados. “Não vamos ter hipóteses, somos cinco veteranos para nove caloiros. Nem que os ameacemos com barrotes de madeira com pregos e besuntados com adubo. Com nove é impossível metê-los a jogar futebol com uma bola de arame farpado. Tinha que ser um número par. A única vantagem é que na viagem de finalistas em 2014 não teremos de alugar um autocarro mas sim um monovolume para irmos a Benidorm”, revelou-nos um membro da tuna que já disse que a mesma terá de passar a ser um trio de harmónicas por culpa da falta de alunos.

É UMA PENA OS ABBA SEREM SUECOS . . .

Merkel quer que Portugal cumpra obrigações financeiras e ameaça com a reocupação do antigo Bairro dos Alemães Angela Merkel, chanceler alemã, a mulher a quem Berlusconi num acesso de cavalheirismo chamou de “gorda”, lançou a ideia de os países incumpridores perderem soberania caso não cumpram as suas obrigações financeiras. O nosso correspondente em Colónia conhece uma senhora que conhece uma prima de uma mulher a dias da líder alemã e descobriu que Merkel já ameaçou Portugal com a reocupação do antigo Bairro dos Alemães, atual Bairro da Força Aérea Portuguesa. E, no caso de Portugal não cumprir, os germânicos admitem enviar os Scorpions para uma digressão em todos os concelhos do País, sinal evidente de que estão a falar a sério. “Estamos completamente contra mais essa investida imperialista”, afirmou Raúl Bisca, membro da associação Deixa-te estar Sossegado. “A última passagem por cá foi muito má: tirando um campo de futebol, um bairro com excelentes condições, uma ciclovia, uma piscina, cerveja alemã, uma base aérea, o aparecimento de novas culturas e mentalidades, o estímulo à economia regional e as revistas com mulheres nuas, que raio é que os alemães fizeram por Beja?”.

DESAPARECEU “Fugiu de casa dos seus pais, junto ao Jardim do Bacalhau, o Monumento ao Prisioneiro Político. Da última vez que foi visto estava envolto em tapumes e acompanhado de uma grua com ar suspeito. Vestia umas calças de ganga e umas botas caneleiras. Aparentemente estava de boa saúde, se bem que se sentia debilitado psicologicamente por estar sempre a ser enxotado de um lado para o outro. Pede-se aos cidadãos que saibam do seu paradeiro que contactem a Câmara Municipal de Beja ou a FAMA (Fundação dos Amigos dos Monumentos Anti-Fascistas).”


humor 1537