Issuu on Google+

Uma Aventura Literária 2013 Modalidade Teatro

Turma de 6º ano, Secção Portuguesa, Lycée international de Saint-Germain-en-Laye (França)

1


«Cantagalo» – uma história de São Tomé e Príncipe -, in Rãs, Príncipes e Feiticeiros, Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

PERSONAGENS GALO 1 GALO 2 GALO 3 OS GALOS OS HABITANTES DA ILHA HABITANTE 1 (gosta da cantoria) HABITANTE 2 (gosta da cantoria) HABITANTE 3 (não gosta da cantoria) HABITANTE 4 (não gosta da cantoria) HABITANTE 5 (não gosta da cantoria) HOMEM SENSATO GALO PRETO

2


ATO I (Há muitos anos, todos os galos do mundo viviam na ilha de São Tomé. Num dia de verão, ao nascer o sol reina certa animação um pouco por toda a ilha)

Cena 1 GALO 1, GALO 2, GALO 3, OS GALOS, OS HABITANTES DA ILHA, HABITANTES 1 e 2 (gostam da cantoria), HABITANTES 3, 4 e 5 (não gostam da cantoria)

GALO 1 Cócórócócó, levantem-se, seus preguiçosos! GALO 2 Cócórócócó, que bela manhã! GALO 3 Cócórócócó, vamos cantar todos Passarinhos a bailar Mal acabam de nascer Com o rabinho a dar a dar Piu, piu, piu, piu! (os galos cantaram toda a manhã esta cantilena sem se cansarem até que entre os habitantes se instala uma forte discussão) HABITANTE 1 (emocionado) Que bela cantoria! HABITANTE 3 (irritado) Que horror, não os encorajes!

3


HABITANTE 4 (furioso) Ó galos, calem-se de uma vez por todas! HABITANTE 2 (imitando os galos) Passarinhos a bailar.... HABITANTE 5 (cansado) Deixem-me em paz, quero dormir! HABITANTE 1 Por que é que não gostam desta cantoria? Eu adoro! Isto dá alegria à vida! Esta música dá-me vontade de dançar e cantar! HABITANTE 2 (dançando e cantando mais alto) ...Mal acabam de nascer / Com o rabinho a dar a dar / Piu, piu, piu, piu! HABITANTE 3 (gritando) Se vocês não se calam, vamos ter GALO assado pró jantar! HABITANTE 4 Isto não pode ser! HABITANTE 5 Precisamos de sossego! HABITANTE 3 Ninguém aguenta esta barulheira... HABITANTE 1 Se não estão felizes com esta cantoria, vão-se vocês embora! Quem está mal, muda-se! HABITANTE 4 Somos mais do que vocês....

4


HABITANTE 2 (levantando a voz) E os GALOS não contam? HABITANTE 5 Não! São animais! HABITANTE 1 E tu, não és um animal? HABITANTE 5 Tu não me fales assim, ainda apanhas uma pera! HABITANTE 3 Ele é menos animal do que tu, ó meu!

Cena 2 (um homem sensato chega junto dos habitantes) HOMEM SENSATO (pausadamente) Por favor, parem de gritar. Isso não serve de nada. HABITANTE 1 Pois não! HABITANTE 3 Às vezes sim... HOMEM SENSATO (citando Tatuzin) “Os gritos não educam! / Eles ensurdecem o coração, / bloqueiam o pensamento, / destroem o respeito / e tornam você / violento!”1

1

In http://www.omelhordasredes.net/2012/08/gritos-nao-educam.html#.URtlylFrh0U consultado a 13-2-2013.

5


(o homem sensato pega numa caneta e escreve algo numa folha. Todos os habitantes olham para ele, intrigados)

HOMEM SENSATO (quando termina de escrever) Acabei! HABITANTES (em coro) Acabaste o quê? HOMEM SENSATO Tentei tratar do assunto da melhor maneira. Não vos parece que está na hora de resolver esta situação? HABITANTES (em coro, curiosos e todos apinhados em torno do homem sensato) Afinal o que é que escreveste nesse papel? HOMEM SENSATO Vocês verão em breve... Vou entregar esta mensagem aos galos.

6


ATO II (Em Neves, os galos recebem a visita do homem sensato e leem o conteúdo da mensagem)

Cena 1 HOMEM SENSATO, GALOS, GALO PRETO HOMEM SENSATO Olá, boa tarde! Como estão? Tenho uma mensagem para vos entregar! GALO PRETO Deixa-me ver o que é? Quem escreveu? HOMEM SENSATO Fui eu que a escrevi. Temos de resolver um problema que já se arrasta há algum tempo. GALOS (em coro) Qual é o problema? HOMEM SENSATO Não deram conta? GALOS (em coro e todos vaidosos) Do quê? Nós cantamos tão bem, somos os melhores cantores do mundo, nós damos alegria a esta ilha, enriquecê-mo-la com os sons melodiosos da nossa voz... HOMEM SENSATO (interrompendo os galos) Cuidado porque nem toda a gente gosta da vossa cantoria! GALOS (espantados) A sério? Verdade? Mentira... HOMEM SENSATO Infelizmente é verdade. Leiam o que vos escrevi. 7


GALO PRETO (lendo em voz alta a mensagem) “Aconselho-vos a emigrarem e a fixarem-se num local afastado onde possam cantar quando lhes apetecer sem se tornarem aborrecidos. Se não aceitarem a sugestão, haverá guerra.” (aparte) Mas isto é um ultimato! Que horror! Nunca pensei ter de ler isto na minha vida de galo! HOMEM SENSATO (monólogo) Espero que aceitem esta proposta! Se não aceitarem, os habitantes da ilha vão ficar furiosos e vão declarar guerra. Não quero que haja guerra nesta ilha tão bela, com uma vegetação tão luxuriante. A guerra não ajuda. Também não quero que os galos morram… são tão simpáticos… Tenho de impedir que isso aconteça, custe o que custar! (dirigindo-se ao galo preto) Então, o que é que acham? O que é que dizem? Concordam? GALO PRETO Antes de te responder, vou ver com os outros galos, não posso decidir sozinho!

Cena 2 GALOS, GALO PRETO (os galos estão reunidos em torno do galo preto para decidirem que resposta dar ao ultimato dos habitantes) GALO PRETO (depois de ter lido em voz alta a todos os galos a mensagem do homem sensato) O que acham disto? Para mim, devíamos emigrar para não voltarmos a ser incomodados... GALO 1 (determinado) Eu também acho! GALO 2 (sem hesitar)

Estou contigo! GALO 3 Primeiro temos de eleger um chefe para chefiar a nossa expedição.

8


GALOS (em uníssono) O galo preto será o melhor chefe, o melhor líder! Tem imensas qualidades e é justo! GALO PRETO Será um prazer guiar-vos. Vou anunciar aos habitantes a nossa decisão e depois partimos.

9


ATO III (Os galos estão todos em Cantagalo e comentam a longa viagem que acabaram de fazer; estão cansados, mas a alegria de terem encontrado um novo local de residência está-lhes estampada no rosto)

Cena 1 GALO PRETO, GALO 1, GALO 2, GALO 3, GALOS

GALO PRETO (satisfeito) Isto aqui é uma maravilha! GALO 3 (dançando de um lado para o outro) Podemos cantar à vontade. Passarinhos a bailar… GALO 2 Mas chegar até aqui foi muito complicado... GALO 1 Pois foi, demos voltas e mais voltas pelas ilhas e pelos ilhéus do arquipélago, até encontrar este paraíso. GALOS (em coro) Quem procura, sempre alcança! Vamos ficar aqui para sempre e isto vai chamar-se Cantagalo! Passarinhos a bailar Mal acabam de nascer Com o rabinho a dar a dar Piu, piu, piu, piu!

FIM

10


6º modalidade teatro cantagalo