Issuu on Google+

SMAS recebem prémio nacional

Qualidade exemplar da água para consumo humano

Nº200 EDIÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA | DISTRIBUIÇÃO GRATUITA | ISNN 1645-9903 www.m-almada.pt

DEZ 2013

Especial ‘Tempo de Natal em Almada’ ARU prosseguem em várias freguesias Imposto Municipal sobre Imóveis baixa 2,5%

BOLETIM


2

Almada boletim dezembRO 2013

editorial

Natal Com muito frio no corpo e menos calor que o desejado na alma, por razões que não se prendem com o estado do tempo mas com o estado a que “isto” chegou devido a políticas que ferem a dignidade dos portugueses, chegámos a dezembro, mês de Natal e, por ele, de um tempo amigo e fraterno que todos os anos se renova em práticas mais presentes de solidariedade e de ternura. Apesar da crise, apesar da luta desigual que travamos por uma vida digna, fazemos a festa e, ao fazê-la, provamos que nos restam, ainda e sempre, forças para procurar o caminho e seguir por ele rumo a um futuro melhor, a um Natal sonhado que havemos de ter porque por ele lutamos e, por isso, merecemos tê-lo. E aí o vemos, nas iluminações de rua, no Fórum Romeu Correia, nos Zagallos, nas escolas, no Mercado de Natal Amigo da Terra, nos cantos corais com um toque de Janeiras, no fogo de artifício que irmana Lisboa e Almada e, mais que tudo, nos nossos corações e nas nossas vontades. Porém, nem só de Natal vive dezembro.

Num boletim que fazemos para lhe dar conta do nosso trabalho falamos-lhe dos SMAS e do prémio de qualidade de água para consumo humano, fazemos o ponto da situação das obras em curso em Almada, Caparica e Trafaria, saudamos o aniversário da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e publicamos reportagens com fotos da Mostra de Teatro, da Quinzena da Dança, do Mês do Idoso e dos prémios Almada Inteligente. Uma importante entrevista com o vice-presidente da CMA enriquece este boletim, feito a pensar em si e em todos os almadenses ou gente de fora que, através dele, saberá de nós. O desporto, a literatura, um documentário sobre Joaquim Benite e um seminário sobre educação, são focados neste “Almada Boletim”, completando a informação que sabemos necessária e útil para todos. Por fim, resta-me desejar-lhe Boas Festas. Porventura com a mesa menos composta, mas decerto com o coração caloroso e a vontade firme de construir um ano novo melhor. António Matos Vereador dos Serviços Municipais de Desenvolvimento Social, Informação e Relações Públicas

Direção Municipal de Administração Geral (com exceção dos Departamentos de Organização e Informática e Recursos Humanos e da Divisão de Atividades Económicas e Serviços Urbanos)

Departamento de Estratégia e Gestão Ambiental Sustentável Joaquim Estêvão Miguel Judas Recursos Humanos e Saúde Ocupacional Departamento de Recurso Humanos Direção de Projeto de Saúde, Segurança e Bem-Estar no Trabalho Serviços Municipalizados de Água e Saneamento José Manuel Raposo Gonçalves Direção Municipal de Planeamento e Administração do Território Fiscalização Municipal Centro de Arte Contemporânea Maria Amélia Pardal Direção Municipal de Desenvolvimento Social (com exceção da Divisão de Ação Sociocultural)

Departamento de Comunicação Centro de Informação Autárquica ao Consumidor António José de Sousa Matos Direção Municipal de Mobilidade e Valorização Urbana Proteção Civil ECALMA Rui Jorge Palma de Sousa Martins Divisão de Ação Sociocultural Divisão de Atividades Económicas e Serviços Urbanos Departamento de Organização e Informática Mara Andreia Gonçalves Figueiredo Vitorino Vereadores não executivos Joaquim António da Silva Gomes Barbosa Francisca Luís Baptista Parreira Vitor Manuel dos Santos Castanheira António José Pinho Gaspar Neves Francisco Miguel Pereira Cardina

12. Entrevista O vice-presidente da Câmara revela quais as apostas dos SMAS para 2014

16. Homenagem Maria Emília de Sousa foi distinguida pela Universidade Nova de Lisboa

17. Contentores A petição contra o terminal de contentores na Trafaria está na Assembleia da República

26. Juventude O Município distingue jovens alunos através do Prémio Almada Inteligente

31. Museu Há uma nova exposição central para visitar no Museu da Cidade, na Cova da Piedade

32. Solidariedade Saiba como pode ajudar o seu semelhante, através das IPSS do concelho


Almada boletim dezembRO 2013

em direto

Justiça Social e Solidariedade para um Futuro Melhor No momento em que este Boletim chega às mãos do Almadenses, os Órgãos Autárquicos do Concelho preparam-se para apreciar e votar as Grandes Opções do Plano e o Orçamento da Câmara Municipal e Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Almada para o exercício de 2014. Estes documentos, essenciais à gestão e à vida do nosso Município, serão uma vez mais fortemente condicionados pelas políticas resultantes da aplicação ao País do memorando de entendimento assinado pelo Governo Português com o Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional. Delas decorrem uma fortíssima contração da atividade económica, com redução acentuada das receitas próprias dos Municípios, a que acresce uma diminuição das transferências da Administração Central para as Autarquias Locais. Almada não está imune aos fortes constrangimentos impostos por este contexto. Contudo, insistimos em encarar o futuro com determinação, fruto da opção estratégica de gestão há muito definida e prosseguida com rigor. Dispomos de uma situação financeira estável, um quadro de trabalhadores e dirigentes preparados e empenhados na integral prossecução dos objetivos e obrigações de serviços público a que estão vinculados, de uma ampla parceria estratégica que visa o desenvolvimento e o bem-estar de todos os Almadenses e, essencialmente, de uma população que se caracteriza por elevados níveis de exigência suportados por uma ampla participação na vida comunitária, que nos permitem encarar os grandes desafios que os próximos tempos nos colocam.

De forma responsável, sem colocar em causa a capacidade de investimento e os compromissos assumidos, aprovámos uma redução em 2,5% das taxas do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) a aplicar aos prédios avaliados ao abrigo da lei em todo o território do Município, e a manutenção da taxa da Derrama em 1,45% – abaixo do limite máximo de 1,5% – incluindo de novo a isenção do seu pagamento a mais de 70% do tecido empresarial do Concelho que não atinge os 150.000 euros de faturação anual. Em 2014 vamos comemorar o 40º Aniversário da Revolução de Abril. Perante o quadro de dificuldades que se nos depara, impõe-se-nos igualmente, celebrando a Liberdade e a Democracia conquistadas há quatro décadas e protegendo a capacidade de intervenção na solução dos problemas e na melhoria da qualidade de vida de todos os Almadenses, agir com determinação na defesa do Poder Local Democrático e dos seus princípios fundadores, uma das mais importantes conquistas do Povo Português na Revolução de 25 de Abril de 1974. Porque vivemos igualmente uma época em que as Famílias celebram a Quadra Natalícia, desejo a todos os Cidadãos e Cidadãs de Almada um Bom Natal e um Ano Novo feliz, na convicção plena de que o futuro poderá ser melhor se formos capazes de o construir assente na justiça social e na solidariedade.

Em 2014 prosseguiremos a estratégia de desenvolvimento sólida e robusta, ancorada nos objetivos da sustentabilidade, da solidariedade e da ecoeficiência, que caracteriza o nosso Concelho desde há longos anos.

Joaquim Estêvão Miguel Judas Presidente da Câmara Municipal de Almada

3


4

Almada boletim DEZembRO 2013

ambiente

edição municipal

Um livro para comemorar 25 anos de grandes fotografias

Veja o vídeo: www.youtube.com/cmalmada

F

oi recentemente lançado um novo livro que reúne algumas das melhores fotografias de Luís Quinta, um prestigiado fotógrafo de natureza almadense que celebra 25 anos de carreira. Uma viagem visual pelo património natural de Almada e de Portugal. Luís Quinta é um reputado fotógrafo de natureza distinguido com inúmeros prémios a nível nacional e internacional. Ao longo da sua carreira, a sua objetiva tem captado

paisagens e instantes do património natural de todo o país. O fotógrafo, que cresceu e sempre viveu no concelho de Almada, conhece como ninguém os valores naturais deste território e, ao longo dos anos, tem captado fotograficamente muitos desses momentos especiais. A preservação dos valores naturais de Almada é também uma prioridade para a Câmara Municipal de Almada que, com esse propósito, tem desenvolvido um amplo e abrangente

Documentário

foi apresentado um documentário que revelou esse património natural e cultural de Almada, por vezes desconhecido, que se pretende promover e salvaguardar. A emissão foi um verdadeiro êxito tendo tido uma enorme audiência e share televisivo que superou todas as expetativas. O filme nasceu de uma parceria da Câmara Municipal de Almada (CMA) com a Produtora Traduvarius, e contou com a realização de Pedro Carvalho e a narração de Eduardo Rêgo. Contou ainda com o envolvimento de uma vasta equipa técnica do Município especializada em várias áreas, como a biologia marinha, a geologia e a botânica. O espólio fotográfico do Museu da Cidade enriqueceu também este

Almada, banhada por um mar de histórias

A

frente Atlântica de Almada, para além do seu enquadramento cénico e praias de elevada qualidade procuradas por milhares de pessoas durante o ano, é também um oásis de vida selvagem e o berço de uma cultura ligada ao mar e ao rio. No passado mês de novembro, na SIC,

trabalho na sua caracterização e divulgação, procurando desta forma contribuir para o dar a conhecer e salvaguardar. Fruto desta visão comum, nasceu o livro “Luís Quinta, 25 anos de fotografia | Natureza em Portugal; Almada, entre o Mar e o Rio”, editado pela Câmara Municipal de Almada. A obra de mais de 200 páginas é organizada em duas partes, “Natureza em Portugal”, onde é exibida uma seleção de fotografias tiradas por todo o território nacional, e “Almada, entre o Mar e o Rio”, que reúne uma coleção de fantásticas imagens do património natural do concelho de Almada. O livro encontra-se à venda na Ecoteca de Almada e também no Mercado de Natal Amigo da Terra, de 11 a 15 de dezembro, na Oficina de Cultura, em Almada, onde decorrerá uma sessão de autógrafos do autor. Mais informações: Câmara Municipal de Almada Departamento de Estratégia e Gestão Ambiental Sustentável almada21@cma.m-almada.pt | tel. 21 272 25 18 www.m-almada.pt/ambiente

registo videográfico do concelho que ficará para a posteridade. O documentário foi desenvolvido no âmbito da Estratégia Local de Educação para a Sustentabilidade da CMA e do Plano de Ação Local para a Biodiversidade em curso, um instrumento de planeamento inovador que pretende compilar toda a informação existente sobre o património natural do concelho, caracterizar as ameaças ao mesmo e definir medidas concretas a adotar para preservar os valores naturais do território. O filme está disponível para visualização no canal de Youtube da CMA e será brevemente lançado na versão DVD, que constituirá mais um recurso educativo do concelho.


Almada boletim DEZembRO 2013

ambiente

Projeto Internacional

partilha de experiência e boas práticas locais na África do Sul

estratégias de desenvolvimento ecoeficientes. A partilha de experiências e conhecimentos poderá ser uma mais valia para cidades que estão agora a dar os primeiros passos nestas matérias. Almada foi uma das cidades europeias convidadas a ministrar este curso, juntamente com Zagreb, Friburgo e Copenhaga. Cada uma das cidades selecionadas representou uma região europeia, tendo cabido a Almada representar

toda a Europa do Sul e mostrar as suas boas práticas. Almada dinamizou várias sessões técnicas, tendo partilhado alguns dos projetos em curso nesta área, como a Estratégia Local para as Alterações Climáticas, nas suas componentes de mitigação e adaptação, a Estratégia Local para a Mobilidade Sustentável, o Plano de Ação Local para a Biodiversidade e a Gestão Ambiental no desempenho das atividades municipais.

A

lmada foi uma das quatro cidades europeias convidadas a participar como “Cidade Modelo” num curso sobre estratégias de desenvolvimento local em baixo carbono, dando a conhecer a experiência de trabalho do Município nesta matéria, que poderá ser inspiradora para cidades de países em desenvolvimento. Este curso decorreu na cidade Nelson Mandela Bay, África do Sul, no passado mês de novembro. A ação, organizada pelo Programa da ONU “UN Habitat” e pela Associação Internacional ICLEI (Governos Locais para a Sustentabilidade), reuniu dezenas de delegados representantes de cidades de quatro países de economias emergentes (Brasil, Índia, Indonésia, e África do Sul), que pretendem concretizar

Recolhas de Monos e aparas de jardins

Telefone para a sua União/Junta de Freguesia

O

serviço gratuito de recolha de monos e aparas de jardins, promovido até aqui pelas 11 Juntas de Freguesia do Concelho, mantem-se em funcionamento, com os mesmos contactos telefónicos, apesar da reorganização administrativa que impôs quatro

Almada foi uma das cidades europeias convidadas a ministrar este curso, na África do Sul

Uniões de Freguesia e uma Junta de Freguesia (Costa da Caparica). Lembramos que este serviço é gratuito, bastando ligar para a Linha Verde (ver quadro) da sua União / Junta de Freguesia e combinar todos os pormenores para ser feita a recolha. A chamada telefónica é gratuita. Se já não dá utilização ao sofá que tem lá em casa, ao móvel e ao colchão ou o frigorífico que avariou, não os deixe na rua ou junto aos contentores do lixo. O mesmo se aplica com as aparas do jardim. Todos nós agradecemos. Almada agradece.

Ligue à sua União / Junta de Freguesia e marque a recolha União das Freguesias de Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas Almada

800 204 819

Cova da Piedade

800 204 771

Pragal

800 204 800

Cacilhas

800 204 825

União das Freguesias de Caparica e Trafaria Caparica

800 205 061

Trafaria

800 204 803

União das Freguesias de Charneca de Caparica e Sobreda Charneca de Caparica 800 205 093 Sobreda

800 204 802

União das Freguesias de Laranjeiro e Feijó Laranjeiro

800 205 031

Feijó

800 204 801

Junta de Freguesia da Costa da Caparica Costa da Caparica

800 204 853

5


6

Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal

Almada e Feijó

Mercados Municipais com obras de manutenção

Mercado Municipal de Almada

O

s mercados municipais, sob gestão da Câmara Municipal de Almada (Almada, Cova da Piedade, Feijó e Torcatas), continuaram, ao longo deste ano, a ser alvo de várias intervenções. No mercado de Almada, a autarquia adquiriu duas arcas frigoríficas para peixe, frutas e hortaliças. Foi também adquirido um termoacumulador para o balneário dos funcionários do mercado. Os trabalhos desenvolvidos envolveram ainda revestimentos, grelhas, escoamento e extração de ar. No mercado do Feijó foram realizados trabalhos de renovação das canalizações e alteração das tomadas elétricas das bancas de venda. Estas intervenções ascenderam a quase 53 mil euros. Além disso, os serviços camarários têm em curso um processo de aquisição de equipamentos

As novas arcas frigoríficas permitem aos comerciantes do mercado de Almada ter melhores condições de armazenamento para peixe, frutas e hortaliças.

insetocaptores para os vários mercados municipais. As constantes obras de manutenção pretendem melhorar as condições de trabalho a comerciantes e funcionários. Ao mesmo tempo pretendem reforçar a atratividade destes locais junto

de potenciais clientes. A requalificação e a dinamização de todos os mercados municipais continuam a ser uma prioridade do Município, perspetivando-se para os próximos anos novas intervenções nestes espaços.

Devido ao temporal ocorrido no final de outubro

Rua Foz do Rego intransitável Em consequência da intempérie que se fez sentir na noite de 23 de outubro passado, parte da Rua Foz do Rego (estrada florestal), que permite a ligação entre a Costa da Caparica e a Charneca de Caparica, encontra-se intransitável e encerrada a todo o tráfego rodoviário. Esta interdição não afeta, no entanto,

o acesso dos moradores às respetivas habitações. A Câmara Municipal de Almada está a desenvolver todas as diligências junto das entidades da Administração Central, no sentido de assegurar a resolução dos problemas que estiveram na origem do deslizamento de terras ocorrido naquela

zona e da consequente reposição das condições normais de circulação. Este troço da Rua Foz do Rego (estrada florestal), afetado pelo mau tempo, será reaberto ao trânsito automóvel logo que estejam reunidas todas as condições técnicas e de segurança.


Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal

Repavimentações

Intervenções melhoram estradas

O

s serviços municipais realizaram, nas últimas semanas, várias empreitadas de conservação em três ruas do Laranjeiro e Cova da Piedade. Os trabalhos de repavimentação ocorreram na Rua Sebastião Lopes (ver foto) e Rua Ivone Silva, no Laranjeiro. Na Cova da Piedade, a Rua Maria Lamas foi igualmente alvo de uma ação de requalificação ao nível do pavimento. Rua Sebastião Lopes, no Laranjeiro

Cemitério de Vale Flores, no Feijó

EM Almada e Vale Flores

cemitérios alvo de melhorias

A

o longo do ano de 2013, os cemitérios de Almada e Vale Flores (Feijó) foram alvo de várias obras de requalificação e manutenção, num investimento municipal superior a 250 mil euros. No cemitério de Vale Flores os trabalhos realizados incluíram, entre outros, a construção de 300 novos ossários, a recuperação de 500 campas abatidas e a conservação de zonas verdes. Para utilização dos serviços deste cemitério foi também adquirido

um conjunto de equipamentos e máquinas de trabalho. Ainda no cemitério de Vale Flores está prevista a ampliação da secção islâmica, obra acordada entre o Município e a Comunidade Islâmica do Sul. No cemitério de Almada, os serviços municipais procederam também à renovação do talhão destinado aos bombeiros que cumpriram serviço nas três corporações do concelho.

7


8

Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal

Qualidade de água para consumo humano

Prémio nacional distingue água de Almada A excelência da qualidade da água para consumo do concelho de Almada foi reconhecida com o galardão maior do setor, a 27 de novembro, pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos

O

s Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Almada receberam o Prémio de Qualidade de Água para Consumo, a 27 de novembro, na 8.ª Expo Conferência da Água. Promovido pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), em parceria com o Jornal Água&Ambiente, este galardão nacional tem como objetivo premiar e divulgar a entidade gestora de referência no domínio da qualidade

Francisco Navarro e José Gonçalves, em representação do Conselho de Administração do SMAS de Almada, receberam o Prémio de Qualidade de Água para Consumo, a 27 de novembro, durante a 8.ª Expo Conferência da Água

do abastecimento público de água. Nas palavras do júri, o prémio atribuído aos SMAS de Almada “justifica-se pelo elevado cumprimento dos exigentes requisitos legais estabelecidos pela legislação nacional e comunitária, pela forma consistente como tem desenvolvido um conjunto de iniciativas conducentes a uma melhor informação sobre a excelente qualidade da água destinada ao consumo humano que chega às torneiras de todos os almadenses, e pelo esforço desenvolvido no aumento da aceitação da água da torneira pelo cidadão”. “É uma honra e uma responsabilidade. Teremos de fazer mais e melhor no futuro”, realçou José Gonçalves, presidente do Conselho de Administração dos SMAS e vice-presidente da Câmara Municipal de Almada. O autarca dedicou ainda o prémio “aos trabalhadores dos SMAS de Almada, às sucessivas administrações, ao município e às populações”. Nesta cerimónia foi ainda atribuído

o selo de qualidade exemplar aos SMAS de Almada e a mais 60 entidades, num universo de 400 entidades gestoras de abastecimento de água avaliadas pela ERSAR. Água de excelência A água que abastece os 170 mil habitantes do concelho de Almada é captada no aquífero Tejo-Sado, o maior reservatório subterrâneo de água doce da Península Ibérica. Todos os anos, os SMAS investem na renovação da rede das infraestruturas de captação, armazenamento, distribuição e tratamento da água, garantindo que neste percurso não perde qualidade, assegurando a gestão integral do ciclo urbano da água. Os SMAS têm apostado também na monitorização do abastecimento através de um Plano de Controlo da Qualidade da Água, assim como do Plano de Segurança da Água. Garantir o acesso de todos a este bem essencial à vida continua a ser uma das prioridades dos SMAS, que em janeiro de 2014 celebram 63 anos de existência.


Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal

Em 2014

Rede de água e saneamento beneficiada Para garantir a melhoria contínua da qualidade dos serviços prestados, durante o próximo ano os SMAS vão proceder a várias intervenções de renovação da rede de abastecimento e saneamento

Estão em curso as obras de reabilitação da ETAR da Quinta da Bomba, a primeira a ser construída no concelho. O objetivo é tornar este complexo industrial mais eficiente

E

m 2014, os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Almada (SMAS) prosseguem com obras nas redes de abastecimento de água e no saneamento, drenagem e tratamento de águas residuais Além da beneficiação da ETAR da Quinta da Bomba, que se encontra em execução, durante o próximo ano vai avançar a remodelação e beneficiação da ETAR do Valdeão, a construção do emissário da Foz do Rego, a beneficiação do emissário submarino da ETAR do Portinho da Costa e a remodelação das estações elevatórias de águas residuais da Costa da Caparica e do Torrão. Todas estas intervenções são cofinanciadas pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional, POVTPrograma Operacional Temático de Valorização do Território. Melhorar a rede de distribuição Em perspetiva está também a concretização de obras no sistema municipal de adução e distribuição de água, entre as quais se destacam a reabilitação dos reservatórios do Feijó e do Monte de Caparica, a remodelação do centro de comando de Vale de Milhaços e o lançamento da empreitada para construção do novo reservatório da Quinta da Bomba.

No domínio do sistema municipal de drenagem doméstica e pluvial, estão previstas a execução da estação de vácuo da Aroeira, a reabilitação da rede de abastecimento de água em diversos locais do concelho,

a execução de rede drenagem doméstica e rede pluvial em diversos locais do concelho e a elaboração de projetos para a reabilitação de valas pluviais a céu aberto e bacias de retenção.

ERSAR aprova programa de controlo da água O Programa de Controlo da Qualidade da Água para Consumo Humano para 2014, elaborado pelos SMAS de Almada, foi aprovado pela Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR), responsável por verificar o cumprimento dos requisitos da legislação e a fiabilidade dos resultados laboratoriais, em coordenação com o Instituto Português da Acreditação (IPAC). O programa contempla a realização de 3352 análises à água distribuída, incluíndo 55 parâmetros, em vários locais, nas cinco zonas de abastecimento do concelho. As 432 colheitas de água são efetuadas em torneiras de consumidores e analisadas em laboratórios acreditados pelo IPAC.

Em 2014, os SMAS vão realizar mais de 3300 análises à qualidade da água no concelho

9


10

Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal

Assembleia Municipal deliberou redução de taxa

IMI baixa em 2014 O IMI dos prédios urbanos vai baixar 2,5%

Para o ano, o Município vai reduzir a taxa de IMI aplicada à generalidade dos prédios urbanos. Uma medida que pretende aliviar a carga fiscal das famílias, sem comprometer a estabilidade das contas municipais

O

Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) vai baixar 2,5% em 2014. A taxa de IMI a aplicar aos prédios urbanos avaliados nos termos do CIMI (Código do IMI), que constituem a maioria dos imóveis existentes no concelho, passa de 0,4% para 0,39%. Esta decisão foi tomada pela Assembleia Municipal de Almada (AMA), numa sessão realizada a 15 de novembro, na sequência de proposta e aprovação pela Câmara Municipal. A medida, que pretende aliviar o esforço das famílias numa altura de crise financeira e de grandes

dificuldades económicas, vai traduzir-se em 2014 numa perda expectável de receitas municipais na ordem dos 530 mil euros em relação ao montante que previsivelmente se conseguiria arrecadar com uma taxa de 0,4%. Recorde-se que a autarquia, ao não aplicar a taxa máxima de IMI prevista na Lei (que se situa nos 0,5%), abdica de receitas que ultrapassam, em 2014, os 2,8 milhões de euros. Para 2014, a AMA deliberou ainda que o IMI dos prédios rústicos se mantenha nos 0,8% e o dos prédios urbanos em 0,7%. Prédios em ruína penalizados Tal como já tem acontecido em anos anteriores, o IMI será agravado para os prédios urbanos que se encontrem devolutos há mais de um ano ou que se encontrem em ruínas. Por outro lado, os prédios que se encontrem arrendados terão uma redução de 20% na taxa de IMI. Benefícios para quem faça obras Em 11 zonas delimitadas do concelho, que de forma geral correspondem a áreas históricas, os proprietários

vão usufruir de uma redução de 30% no IMI a pagar em 2014, desde que tenham realizado obras de conservação durante 2013. Além disso, a Assembleia Municipal previu já que igual bonificação seja aplicada em 2015 a quem faça obras durante o próximo ano. Derrama isenta mais de 70% das empresas Na Derrama para 2014 - imposto que incide sobre o lucro das empresas – o Município vai manter a isenção para as empresas que apresentem um volume de faturação inferior a 150 mil euros anuais, o que corresponde a mais de 70% do tecido empresarial do concelho. Tal como aconteceu em 2013, também para 2014, Almada não irá aplicar a taxa máxima – 1,5%, ficando-se pelos 1,45% sobre o lucro tributável sujeito e não isento de imposto sobre o rendimento das pessoas coletivas - IRC.


Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal dos últimos meses de forma cada vez mais intensa e que prosseguirão nos próximos dias e meses, como expressões vivas do descontentamento e repúdio da política que tem vindo a ser prosseguida. - Denúncia da intenção de enfraquecer por via legislativa e financeira o Poder Local e liberalizar os serviços públicos por este prestados, nomeadamente o abastecimento de água e a drenagem e tratamento de águas residuais. A Assembleia Municipal continua a defender a execução total do programa Polis, na Costa da Caparica

A Assembleia Municipal aprovou ainda as seguintes moções/ deliberações: - Votos de pesar pelo falecimento de Manuel José Cardoso, Manuel Pereira, António Joaquim da Silva e Carlos Saraiva. - Congratulação com a decisão do Governo de Cabo Verde candidatar a Morna a Património Imaterial da Humanidade. - Exigência ao Governo da revogação do diploma que institui as 40 horas semanais de trabalho na Função Pública e recomendação à Câmara Municipal de Almada que manifeste o seu apoio às lutas desenvolvidas pelos trabalhadores das autarquias locais do concelho de Almada. - Renovação do apelo dirigido pelo presidente da Câmara Municipal de Almada à ministra das Finanças no sentido de ser decidida a isenção de pagamento de quaisquer custos resultantes da emissão das novas cadernetas prediais. - Reafirmação de que o Programa Polis da Costa da Caparica é um Projeto-Chave para o desenvolvimento da Costa da Caparica, da Região de Setúbal e da Área Metropolitana de Lisboa, sublinhando que é por essa razão essencial assegurar o cumprimento integral do Plano Estratégico e de todos os seus Projetos Estruturantes considerados, aprovados e contratualizados no âmbito do Programa entre o Município de Almada e o Estado.

- Repúdio pelas orientações apontadas no documento intitulado “Guião para a Reforma do Estado”, publicamente apresentado pelo Governo; - Defesa do Serviço Nacional de Saúde, exigindo ao Governo a imediata revogação da decisão em concentrar as urgências no período noturno na Área Metropolitana de Lisboa e exigindo a reposição de todas as especialidades no serviço de urgências do Hospital Garcia de Orta, de acordo com a atual classificação de urgência polivalente. - Subscrição da carta aberta da Federação de Professores - Fenprof “Em Defesa da Escola Pública”. - Rejeição da construção de um Terminal Portuário de Contentores, por penalizar gravemente o desenvolvimento que se deseja para a Trafaria; e solicitação à Câmara da realização de um levantamento exaustivo dos agregados residentes e suas necessidades no 1º e 2º Torrão, Pica Galo, Poço do Torno e Azinhaga dos Formosinhos, no sentido da apresentação de um relatório com propostas de soluções tão breve quanto possível. - Não aceitação da privatização da Empresa Geral de Fomento - EGF e, por esta via, de 51% do capital público da AMARSUL – Empresa de Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos; - Saudação a todas as lutas, greves e manifestações organizadas ao longo

- Eleição do presidente da União das Freguesias de Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas como representante efetivo do Município aos Congressos da Associação Nacional de Municípios Portugueses – ANMP. - Eleição do Presidente da União das Freguesias do Laranjeiro e Feijó, como representante efetivo do Município na Assembleia Distrital de Setúbal. - Designação para a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens os seguintes cidadãos: Fernanda Maria Amaro Tavares, Silvina Madalena Veiga Santos, Maria José Batista e Luís Filipe da Cruz Pereira. - Constituição de um Grupo de Trabalho para a Revisão do Regimento da Assembleia Municipal. - Autorização à Câmara Municipal de Almada para realizar obras e reparações por administração direta até ao valor de 340 mil euros. - Autorização da celebração de contratos de delegação de competências e de acordos de execução entre a câmara municipal e as Uniões / Junta de freguesia. - Autorizações prévias de assunção de compromissos plurianuais no âmbito da “Lei dos Compromissos”. - Autorização da reprogramação da obra de construção da passagem superior entre o Pragal (Quinta dos Crastos) e o Parque da Paz. - Autorização de abertura de procedimento concursal para três postos de trabalho de auxiliar de Ação Educativa (por tempo determinado) e de um posto de trabalho de Educador de Infância (por tempo indeterminado).

11


12

Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal

Entrevista ao vice-presidente da câmara municipal

SMAS pretendem investir 50 milhões até 2018 José Gonçalves, presidente do Conselho de Administração dos SMAS de Almada e vereador responsável pelos Recursos Humanos e Saúde Ocupacional, revela as principais apostas do município na área da água e saneamento, mas também as dificuldades originadas pelas limitações impostas ao poder local

“A margem de decisão do poder local é cada vez menor. Estamos obrigados a reduzir o número de trabalhadores. Isto, a médio prazo, é dramático”, denuncia José Gonçalves

Almada Boletim (A) - Que desafios se colocam aos SMAS durante este mandato? José Gonçalves (JG) - Somos uma

das poucas entidades nacionais com gestão integral do ciclo urbano da água. Temos 100% em todas as áreas de intervenção no que concerne à cobertura. O desafio dos próximos anos é garantir a normalidade da nossa intervenção com a maior eficiência. A - Que investimentos estão previstos no domínio do abastecimento de água nos próximos anos?

JG - Até 2018 temos previsto um

investimento na ordem dos 50 milhões de euros na modernização e na renovação da nossa infraestrutura. A - No domínio do saneamento qual será a aposta dos serviços municipalizados? JG - Desde 2012 somos os gestores

integrais do saneamento. Estamos a renovar a ETAR da Quinta da Bomba e é provável que, ainda este mandato, tenhamos de fazer uma intervenção de qualificação das ETAR da Mutela e do Portinho da Costa, que estão a comemorar 10 anos. Vamos também

renovar a ETAR de Valdeão, um investimento previsto de 1 milhão de euros. A - Em perspetiva está a concretização de um novo laboratório de controlo da qualidade da água, dotado das mais recentes tecnologias. Em que fase está esse projeto? JG - O projeto está concluído. Este

novo laboratório vai substituir o que existe, que tem servido para a verificação da qualidade da água há 25 anos. É um equipamento moderno que construiremos no nosso grande complexo da Quinta da Bomba.


Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal Avançaremos com a obra durante este mandato. Teremos condições para certificar o novo laboratório e podermos usá-lo como ferramenta para apoio também às outras entidades da Península de Setúbal. A - Tendo em conta a atual situação económica das famílias, que medidas sociais estão previstas? JG -Temos um plano social de apoio

às famílias, uma prática de há muitos anos, que reforçámos em 2012 com a aprovação do Regulamento Municipal de Água e Drenagem de Águas Residuais. Entendemos que a água é um bem essencial à vida e que deve ser garantida a universalidade do acesso à mesma. Aos agregados com carência económica são-lhes isentadas por inteiro as taxas e tarifas relativas à água e ao saneamento até 5 m3. A outra medida é manter planos de pagamento para todos os utentes que demonstrem dificuldade no cumprimento das suas dívidas com os SMAS. A - Qual a posição dos SMAS em relação à intenção de privatização da gestão do setor da água manifestada pelo Governo, no âmbito da reforma da Administração Local? JG - Somos fortemente contrários

ao processo de privatização. Defendemos a gestão pública e municipal de bens essenciais como a água, e opomo-nos a todas aquelas iniciativas em curso que visam a concentração dos serviços em quatro entidades nacionais. É um absurdo. Vai afastar as entidades gestoras da relação com as populações. A - No que diz respeito à modernização e simplificação administrativa foi implementado o serviço SMAS Online e disponibilizada a fatura eletrónica. O futuro passa por tornar os SMAS mais próximos dos munícipes? JG - É um desafio permanente.

Demos um passo significativo no ano em curso, ao implementarmos um novo sistema de gestão de clientes que visa otimizar e aproximar os utentes dos nossos serviços. Os SMAS têm 13 balcões de atendimento, mas chegou o momento de apostar em novas soluções que garantam que cada cliente pode, a qualquer momento, aceder ao seu

histórico e interagir com os serviços municipalizados em permanência, através do site. A - A qualidade da água exige também uma estratégia sustentável no domínio da exploração e conservação deste recurso. Que ações estão previstas em defesa da água que abastece o concelho? JG - Não gerimos só a água a pensar

no momento em que estamos, mas também o acesso das futuras gerações a este bem tão essencial. Os SMAS de Almada integram a Associação Intermunicipal da Água, a qual tem como principal objetivo fazer uma gestão integrada do aquífero da Península de Setúbal, no sentido de preservar a qualidade da água e reduzir ao mínimo os riscos de contaminação. Há uma preocupação não só no abastecimento imediato, na qualidade da água que está na torneira e na casa de cada um, mas também em relação ao aquífero. A - Como vereador dos recursos humanos, de que forma as limitações que estão a ser impostas a esta e a outras autarquias, podem afetar a capacidade de intervenção do Município? JG - A ofensiva é imensa: a não

possibilidade de recrutamento, o congelamento das progressões, a imposição de horários de trabalho que não estão ajustados à realidade do nosso funcionamento. São tudo exemplos de imposições externas, por via legislativa, contrárias à autonomia do poder local e muito constrangedoras do ponto de vista da gestão dos recursos humanos. A margem de decisão do poder local é cada vez menor. Estamos obrigados a reduzir o número de trabalhadores, a não podermos recrutar trabalhadores. Isto, a médio prazo, é dramático. Significa que não há transferência de conhecimento. Há também o risco de incapacidade de resposta em todas as áreas de competência municipal. A - A longo prazo esta impossibilidade de reforçar os recursos humanos pode alterar o papel que atualmente os Municípios desempenham na vida local? JG - Nos próximos tempos vamos

ter, previsivelmente, menos trabalhadores no município. Há uma

redução das equipas e da estrutura municipal imposta pela legislação e é evidente que isso terá implicações na resposta que damos à população. É grave que assim seja e esperemos que não seja levado até ao limite, criando alguma inoperacionalidade do Poder Local. A Câmara de Almada não tem trabalhadores a mais, não tem desequilíbrio financeiro. A - É igualmente responsável pelo Serviço de Saúde Ocupacional. Este é um serviço a manter nos próximos anos? JG - Sim. A nossa prioridade neste

mandato, no que diz respeito a estas áreas, é levar mais longe ainda o nosso trabalho relativamente às condições de trabalho dos funcionários municipais. Temos mais de 20 anos de trabalho na comissão e subcomissões de saúde e bem-estar no trabalho da Câmara Municipal e Serviços Municipalizados. Temos uma prática de sentar à mesa representantes dos trabalhadores, dos dirigentes e da administração municipal. A - Nos próximos quatro anos de que forma a autarquia vai continuar a modernizar e valorizar os serviços públicos prestados aos munícipes? JG - Esse é o nosso principal

desafio. Defender o Poder Local, a sua autonomia e a proximidade das populações. Alargar a participação e trazer todos para a intervenção do dia-a-dia do nosso município. Há da parte do governo uma política contra os serviços públicos. É necessário que todos compreendamos a situação e nos unamos para sermos mais fortes na defesa e na resistência a esse ataque. Se tivermos serviços públicos que a população reconhece como qualificados, que respondam às suas necessidades básicas, teremos a população como aliada e seremos mais fortes. O nosso lema para este mandato é fazer bem, fazer melhor e, em conjunto, vamos conseguir.

13


14

Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal

Áreas de Reabilitação Urbana

Requalificação de edifícios prossegue a bom ritmo Os centros históricos de Almada, Cacilhas, Caparica, Cova da Piedade, Pragal e Trafaria estão a beneficiar do programa municipal de incentivo à reabilitação urbana. Os resultados são visíveis todos os dias

Rua Capitão Leitão, nº 54 - Almada (antes)

Rua Capitão Leitão, nº 54 - Almada (depois)

E

m 2011, a Câmara Municipal de Almada, beneficiando da nova legislação, avançou em Cacilhas para a constituição da primeira Área de Reabilitação Urbana (ARU) do país. No início de 2012, entraram em vigor as ARU de Almada e da Trafaria, a que se seguiram, após as experiências positivas anteriores, as ARU da Cova da Piedade, Caparica e Pragal. Balanço positivo Três anos após a criação da primeira ARU, com seis áreas atualmente em vigor, o número de adesões tem

Rua Capitão Leitão, nº 56 - Almada (antes)

Rua Capitão Leitão, nº 56 - Almada (obra a decorrer)

Objetivos das ARU Com as Áreas de Reabilitação Urbana (ARU) é possível assegurar a reabilitação dos edifícios degradados, bem como melhorar as suas condições de habitabilidade e de funcionalidade. Outro objetivo é promover a valorização do património cultural, fomentar a revitalização urbana e também atrair a população jovem às zonas históricas. As ARU procuram também

estimular as atividades económicas, nomeadamente ao nível do ressurgimento e rejuvenescimento do comércio tradicional.

Benefícios Os proprietários que avancem com a reabilitação de edifícios garantem vários apoios: - Comparticipação financeira nas

obras realizadas; - Benefícios fiscais (IMI, taxas municipais, IMT, mais valias, rendimentos prediais, entre outros); - Processo administrativo é facilitado, o que permite maior rapidez na apreciação dos processos e nas decisões dos serviços municipais envolvidos.


Almada boletim DEZembRO 2013

atividade municipal sido muito positivo, com diversos proprietários a avançarem com a requalificação de edifícios, apesar da atual situação de crise económica no país. São números que mostram o sucesso deste programa municipal de incentivo à reabilitação urbana: - 280 proprietários contactados; - 164 atendimentos personalizados para obtenção de mais informações; - 110 vistorias efetuadas; - 24 candidaturas aprovadas; - 14 edifícios em fase de obra; - 7 edifícios com os trabalhos concluídos. Apesar das ARU da Cova da Piedade, Caparica e Pragal terem entrado em vigor apenas a 12 de setembro de 2013, está já a decorrer uma obra na Caparica, embora numa fase inicial.

Rua Cândido dos Reis, nº 102 a 110 - Cacilhas (antes)

Rua Cândido dos Reis, nº 102 a 110 - Cacilhas (depois). Neste prédio, os trabalhos de requalificação permitiram por a descoberto a fachada original, sem as varandas em cimento

Investimento superior a 4 milhões de euros O investimento privado na reabilitação, no âmbito das seis ARU existentes no concelho de Almada, ascende já a mais de quatro milhões de euros, enquanto a comparticipação a fundo perdido do Município ultrapassa os 250 mil euros. Assim, este programa traduz-se também num estímulo à economia local.

Rua Cândido dos Reis, nº 81 a 85 - Cacilhas (antes)

Rua Cândido dos Reis, nº 81 a 85 Cacilhas (obra concluída)

Rua D. José de Mascarenhas, nº 33 - Almada (antes)

Rua D. José de Mascarenhas, nº 33 - Almada (obra a decorrer)

15


16

Almada boletim DEZembRO 2013

NOTÍCIAS DO CONCELHO

Reconhecimento

UNL e FCT homenageiam Maria Emília de Sousa O percurso autárquico da antiga presidente da Câmara Municipal de Almada foi distinguido pela Universidade Nova de Lisboa e pela Faculdade de Ciências e Tecnologia

Maria Emília de Sousa recebeu do reitor da UNL a medalha da Universidade Nova

M

aria Emília de Sousa, ex-presidente da Câmara Municipal de Almada, foi distinguida com a Medalha da Universidade Nova de Lisboa (UNL), pelo papel que desempenhou no desenvolvimento do Campus Universitário da Caparica – Faculdade de Ciências e Tecnologia. A cerimónia de entrega desta condecoração decorreu no passado dia 31 de outubro, na Reitoria da Universidade Nova de Lisboa, a propósito da celebração dos 40 anos deste estabelecimento de ensino superior. A medalha foi entregue pelo reitor da Universidade Nova de Lisboa, António Rendas, perante uma plateia com cerca de 500 pessoas, entre alunos, familiares, professores universitários e outros convidados. FCT distingue autarca Também no dia 21 de novembro, durante a sessão comemorativa do

Campus da Caparica Criada em 1977, a FCT assume-se hoje como um dos estabelecimentos de ensino mais prestigiados nas áreas da engenharia e das ciências. Possui cerca

No seu 36.º aniversário a FCT homenageou a ex-autarca de Almada

seu 36.º aniversário, a Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) prestou homenagem a Maria Emília de Sousa. “Um reconhecimento pela excelência da obra que realizou em Almada e pela relevância que sempre atribuiu à parceria entre a Câmara Municipal de

Almada e a FCT para a potenciação do valor do conhecimento, assinalando ainda a generosidade da sua dedicação à causa pública”, sublinhou Fernando Santana, diretor da FCT.

de 7500 estudantes, dos quais 1400 são de pós-graduação. A FCT tem cerca de 500 docentes e 220 funcionários. O Campus da Caparica possui 20 edifícios, onde funcionam, 14 departamentos e 18 centros de investigação.

A FCT localiza-se numa área definida pela autarquia como de Investigação & Desenvolvimento. É igualmente nesta área que se encontra o Madan Parque de Ciência, em terrenos cedidos pelo Município.


Almada boletim DEZembRO 2013

NOTÍCIAS DO CONCELHO

Na Assembleia da República estiveram presentes diversos autarcas e ex-autarcas do concelho de Almada

Peticionários ouvidos em Comissão Parlamentar

Contestação ao terminal de contentores na Assembleia da República A petição assinada por milhares de pessoas contra a construção de um terminal de contentores na Trafaria já deu frutos. Os primeiros peticionários foram ouvidos na Assembleia da República

O

s primeiros signatários da petição “Não ao mega terminal de contentores na Trafaria” foram ouvidos, a 14 de novembro, na Comissão de Economia e Obras Públicas da Assembleia da República. A audição resultou da entrega, no passado dia 9 de abril, de uma petição com mais de seis mil assinaturas, exigindo o «abandono da intenção de construção de um terminal de contentores na vila da Trafaria», e defendendo os «dois projetos estratégicos para o concelho de Almada – um na Costa da Caparica e o outro no Arco Ribeirinho Sul – geradores de dezenas de milhar de novos postos de trabalho». Na Assembleia da República estiveram presentes o atual presidente da Câmara Municipal de Almada (CMA), Joaquim Judas, o presidente da Assembleia Municipal de Almada, José Manuel Maia, e a ex-presidente da CMA, Maria Emília de Sousa. Participaram igualmente vários vereadores da Câmara Municipal, ex-presidentes de junta (em funções à data da entrega da petição) e presidentes das uniões de freguesias do concelho.

Crime ambiental de “lesa pátria” Nos esclarecimentos que prestou aos deputados, Maria Emília de Sousa, primeira signatária da petição, alertou para o grave crime ambiental de “lesa pátria”, que poderá acontecer se este projeto for avante, já que se trata de uma zona de grande riqueza ambiental. «A natureza não se deslocaliza», referiu a ex-presidente da CMA. Além disso, destacou o facto de estas intenções do Governo contrariarem a estratégia de desenvolvimento definida para o concelho e, nomeadamente, para a zona da Costa da Caparica - Trafaria, que aposta essencialmente no turismo. Por sua vez, o presidente da CMA referiu não ser aceitável que esta ameaça paire sobre a vida dos almadenses, exigindo que seja dada a oportunidade ao Município de prosseguir com o desenvolvimento sustentado do território. A petição será agora debatida em plenário da Assembleia da República.

17


18 18

Almada Almada boletim boletim dezembro dezembro 2013 2013

especial especial

TEMPO de NATAL em ALMADA É tempo de celebrar. Por isso, condensamos nas próximas páginas os principais eventos previstos para esta quadra natalícia, para que viva estes últimos dias do ano da melhor forma. Leve os seus filhos às “Hora do Conto” nas bibliotecas municipais e deixe que eles vivam intensamente a magia das histórias. Traga-os ao Solar dos Zagallos, para que sujem as mãos de barro e de farinha nas oficinas de marionetas e de doces de Natal. Inscreva-os nos ateliês do Museu da Cidade, para construir enfeites de Natal, ou nos da Casa da Cerca para criarem os lápis solidários… são muitas as propostas para os mais pequeninos! Incontornável é uma ida ao Mercado de Natal Amigo da Terra para encontrar prendas muito especiais, ajudando artesãos criativos que inventam formas de dar a volta à crise, ou feitas pelos utentes das instituições de solidariedade social do concelho. Mas não se esqueça dos espetáculos no Teatro Municipal Joaquim Benite, que por exemplo nos traz o som encantado das crianças num concerto de Natal ou a oportunidade de (re)ver o bailado clássico Cinderela. Nas ruas, já brilham as luzes de Natal, com lâmpadas mais eficientes, mas com o mesmo brilho que caracteriza esta época. Nos centros de dia, lares, equipamentos culturais e em muitos lugares de encontro, já se ouvem os cânticos, que vão até às “Janeiras”. Consulte este guia de sugestões que com certeza o ajudará a celebrar o Natal, partilhando em família momentos especiais, colaborando com projetos que merecem o nosso apoio, dando e recebendo numa quadra que nos faz viver mais calorosamente. Saboreie este Natal!


Almada boletim boletim Almada DEZembRO 2013 2013 DEZembRO

especial especial

O Mercado de Natal Amigo da Terra está na Oficina de Cultura, de 11 a 15 de dezembro. Aproveite e passeie pelo centro da cidade, já iluminado pelas luzes de Natal

De 11 a 15 de dezembro visite o Mercado de Natal Amigo da Terra, que decorre na Oficina de Cultura, bem no centro da cidade. Aqui encontra ótimas sugestões de presentes de Natal, originais, amigos das pessoas e do ambiente. Pode também participar nas várias oficinas abertas aos visitantes, onde vai poder construir as próprias prendas, reutilizando materiais e poupando na economia familiar. O evento conta com empresas, artesãos, designers e criadores de todo o país e de instituições de solidariedade do concelho. Objetos criados a partir de materiais

a que normalmente não damos valor, produtos biológicos para a ceia de Natal, brinquedos artesanais, plantas naturais, produtos regionais, soluções para construir hortas em pequenos espaços na cidade, artigos “Comércio Justo” e até velharias e discos de vinil, são algumas das sugestões. Conte também diariamente com espetáculos de teatro e momentos musicais e com as iguarias das tasquinhas instaladas na Praça S. João Baptista. Mais informações e programa detalhado em www.m-almada.pt/ ambiente. Horário Dia 11 (quarta-feira) – 16h30-21h00 Dia 12 (quinta-feira) – 12h00-21h00 Dias 13 a 15 (sexta-feira, sábado e domingo) 12h-22h

Local Oficina de Cultura e Praça S. João Baptista, Almada

Desde o dia 29 de novembro que as luzes de Natal iluminam o concelho. As ruas estão agora mais convidativas para passearmos em família e para descobrirmos os presentes certos para os mais queridos, nas lojas do comércio tradicional. A rotunda do Centro Sul, as praças e avenidas do centro da cidade e algumas igrejas são alguns dos lugares onde já brilham anjos, estrelas, presépios e outros elementos natalícios. Até ao Dia de Reis.

19 19


20 20

Almada boletim dezembro 2013 Almada boletim dezembro 2013 especial

especial

13 dezembro - 16h30 Grupo Coral Alentejano Recordar a Mocidade - CIRL 13 dezembro - 21h00 Grupo Musical Infantil Os Reguilas da SFIA 13 dezembro - 21h30 Grupo de Cavaquinhos da Sociedade Filarmónica Incrível Almadense 14 dezembro - 14h30 Coro da União de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Almada

Almada Animações Centro de Apoio Integrado a Idosos de S. Lázaro, Santa Casa da Misericórdia de Almada 06 dezembro - 14h30 Coro da Associação de Socorros Mútuos 1º de Dezembro 08 dezembro - 15h00 Grupo Coral Santa Cecília 11 dezembro - 15h00 Grupo Coral Alentejano Recordar a Mocidade - CIRL

Lar de S. Tiago 09 dezembro - 14h30 Cantadeiras de Alma Alentejana 11 dezembro - 15h30 Grupo Cultural Sol Poente da ARPILF 13 dezembro - 15h00 Grupo Coral de Santa Cecília

Mercado de Natal Amigo da Terra, Oficina de Cultura 13 dezembro - 14h30 Grupo Coral dos Centros de Dia do Centro Integrado Arco Íris e do Centro Social da Trafaria

14 dezembro - 18h30 Cantadeiras de Alma Alentejana 15 dezembro - 15h00 Al-Madan, Associação Cultural e Recreativa de Almada 15 dezembro - 18h30 Grupo Coral Santa Cecília

Mercado de Natal Amigo da Terra, Praça S. João Baptista

Academia de Instrução e Recreio Familiar Almadense 20 dezembro - 21h00 Banda Filarmónica e Coro Infantil da Academia de Instrução e Recreio Familiar Almadense

Ermida de S. Sebastião 21 dezembro - 17h00 Grupo Coral da Sociedade Filarmónica Incrível Almadense

Cacilhas Animações ARPIFC – Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos da Freguesia de Cacilhas 11 dezembro - 14h30 Coro da Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Almada

Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Cacilhas

15 dezembro - 16h00 Associação Cultural Rancho Folclórico de Vale Flores

13 dezembro - 15h00 Coro da Associação de Socorros Mútuos 1º de Dezembro

ARPCA – Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Almada

Caparica Animações

13 dezembro - 14h30 Cantadeiras de Alma Alentejana

Centro Social Paroquial de Almada 30 dezembro - 15h00 Coro da Associação de Socorros Mútuos 1º de Dezembro

Concertos

Igreja Nova de Almada 14 dezembro - 17h00 Grupo Coral Ars Musica

Santuário do Cristo Rei 15 dezembro 16h00 Grupo Coral da SFIA 4 janeiro - 16h30 Grupo Coral Santa Cecília

Lar Granja Luís Rodrigues 06 dezembro - 15h00 Comtradições - Música Tradicional Portuguesa 06 dezembro -15h30 Grupo Etnográfico da Cova da Piedade 06 dezembro -16h00 Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva 13 dezembro - 15h00 Grupo Coral Alentejano Recordar a Mocidade - CIRL

Charneca de Caparica Animações Centro Social Paroquial S. José 12 dezembro - 15h30 Coro da URPICA - União de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Almada


Almada boletim DEZembRO 2013 Almada boletim DEZembRO 2013 especial

especial

Cova da Piedade Animações Residência Nossa Senhora da Esperança

Concertos Coro Polifónico do Clube do Sargento da Armada

11 dezembro - 15h00 Grupo Coral Santa Cecília

Delegação do Clube do Sargento da Armada

12 dezembro - 15h00 Grupo Coral Alentejano Recordar a Mocidade - CIRL

Igreja de S. José Operário

14 dezembro - 14h30 Comtradições - Música Tradicional Portuguesa 14 e 17 dezembro - 14h45 Grupo de Cantares Tertúlia da Esperança do Centro Soc. Paroquial Padre Ricardo Gameiro 18 dezembro - 14h30 Coro da ARPCA - Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Almada

21 dezembro - 15h30 21 dezembro - 19h00

Laranjeiro Animações Grupo Cultural “Sol Poente” da ARPILF

Escola Secundária Francisco Simões 10 dezembro - 10h00

Igreja de Nossa Senhora Mãe de Deus e dos Homens 22 dezembro - 16h00 Grupo Coral Ars Musica

Sobreda Animações Lar Jardim dos Avós 8 dezembro - 16h00 Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva

Cooperativa Dar - Vale Figueira 16 dezembro - 16h00 Grupo Cultural Sol Poente - ARPILF

Escola Secundária António Gedeão 11 dezembro - 9h45

Lar Nossa Senhora da Conceição, Vale Figueira

Escola Secundária Professor Ruy Luís Gomes 12 dezembro - 9h30

17 dezembro - 14h30 Cantadeiras de Alma Alentejana

Concertos

Mercado do Laranjeiro 14 dezembro - 10h00

Solar de Santa Margarida

Igreja de Nossa Senhora da Piedade (Igreja Matriz)

Shopping do Laranjeiro 14 dezembro - 11h10

7 dezembro - 21h30 Cantadeiras de Alma Alentejana

Igreja Nossa Senhora de Fátima

15 dezembro - 11h00 Grupo Coral Ars Musica 22 dezembro - 20h00 Coro Polifónico do Clube do Sargento da Armada

Igreja Nossa Senhora de Fátima 14 dezembro - 18h30 Associação Grupo Coral Etnográfico Amigos do Alentejo do Feijó

15 dezembro - 12h00 Grupo de Cantares Tertúlia da Esperança do Centro Soc. Paroquial Padre Ricardo Gameiro

Concertos

Concertos

Trafaria Animações

Coro Polifónico do Clube do Sargento da Armada

CIRL – Clube de Instrução e Recreio do Laranjeiro 14 dezembro - 15h30

Feijó Animações ARPILF - Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Laranjeiro/Feijó 08 dezembro - 15h00 Grupo Cultural “Sol Poente” da ARPILF

Cooperativa de Ensino, Lar e Centro de Dia COOPMEL 11 dezembro - 15h00 Grupo de Cantares Tertúlia da Esperança do Centro Soc. Paroquial Padre Ricardo Gameiro 14 dezembro - 15h00 Associação Cultural Rancho Folclórico de Vale Flores

Capela da Base Navalde Lisboa, Alfeite 22 dezembro - 11h00

Pragal Animações Hospital Garcia de Orta 10 dezembro - 14h30

Grupo Coral dos Centros de Dia do Centro Integrado Arco Íris e do Centro Social da Trafaria

Alma Alentejana 12 dezembro - 15h00 Coro da Associação de Socorros Mútuos 1º de Dezembro

Mercado do Feijó 14 dezembro - 10h40 Grupo Cultural “Sol Poente” da ARPILF

Concertos

Almada Fórum

22 dezembro - 20h00 Grupo Coral Santa Cecília

17 dezembro - 14h30 Grupo Coral dos Centros de Dia do Centro Integrado Arco Íris e do Centro Social da Trafaria

21 dezembro - 15h00 Associação Cultural Rancho Folclórico de Vale Flores

Igreja do Cristo Rei

Solar dos Zagallos 15 dezembro - 16h

Coros da USALMA e d’ Anselmo

Mercado da Trafaria 20 dezembro, 10h30 Grupo Coral dos Centros de Dia do Centro Integrado Arco Íris e do Centro Social da Trafaria

21 21


22 22

Almada boletim dezembro 2013 Almada boletim dezembro 2013 especial

especial

O Solar dos Zagallos dispõe de um programa de Natal recheado de boas surpresas

Até 22 de dezembro Oficinas de Marionetas em cerâmica Sábados e domingos, das 14h30 às 17h30 Oito sessões para construir uma marioneta que ilustre um elemento de uma família que no séc. XIX tenha habitado uma casa como o Solar. Os participantes, dos 6 aos 12 anos, podem apresentar a sua marioneta durante a encenação de uma Noite de Consoada no Solar dos Zagallos. No final, podem levar para casa a marioneta que se construiu. A inscrição nestas oficinas implica a frequência das oito sessões previstas. Associação o Mundo do Espetáculo, Ângela Ribeiro

7, 14 e 21 de dezembro Oficinas de Doçaria de Natal Sábados, das 14h30 às 17h30 Crianças dos 6 e os 12 anos vão poder “meter a mão na massa” e com a preciosa ajuda de experientes cozinheiros e do grande forno a lenha do Solar vão confecionar e decorar doces de Natal. No fim, levam para casa os bolos que resultaram desta tarde divertida na cozinha do Solar. Conceção e Orientação: Gogofun

22 de dezembro Espetáculo de marionetas, “Numa Noite de Consoada no séc. XIX” Domingo, às 17h30 Recriação da consoada num espetáculo com as marionetas construídas durante as Oficinas de Marionetas no Natal no Solar dos Zagallos. As marionetas dão vida a uma família, reunida à volta da mesa para celebrar a noite de Consoada, em ambiente familiar, nos salões do seu Solar.

Serviço de cafetaria na cozinha do Solar A Associação Cultural e Recreativa do Bairro de S. João da Sobreda disponibiliza um serviço de cafetaria para acolher em ambiente de festa todos os que visitarem o Solar durante a época de Natal.

Inscrição gratuita mas obrigatória para todos os ateliês por e-mail zagalos@cma.m-almada.pt

De 9 a 12 de dezembro, o Complexo Municipal dos Desportos “Cidade de Almada” volta a ser palco da grande Festa de Natal das Escolas, uma iniciativa municipal destinada a crianças do pré-escolar e do 1º ciclo da rede pública, que conta com a presença de 10.000 participantes. A todos será oferecido um lanche e uma prenda, para além da oportunidade de assistirem a um animado espetáculo.


Almada boletim DEZembRO 2013 Almada boletim DEZembRO 2013 especial

especial

A Cinderela é um dos cinco espetáculos a que pode assistir este mês, no Teatro Municipal Joaquim Benite

Neste mês natalício o Teatro Municipal Joaquim Benite presenteia-nos com cinco espetáculos de música e dança. O primeiro leva-nos pelos Dias Felizes, de Samuel Beckett, uma peça escrita há 50 anos, mas que continua a revelar um poder inesperado para dar conta da condição humana. A encenação é de Nuno Carinhas. Segue-se uma Viagem pelo Barroco Europeu, com os Músicos do Tejo e as solistas Ana Quintans e Mário Alves, sob a direção musical de Marcos Magalhães (sábado, 14 dezembro, 21h30). Benvindo Fonseca mostra-nos que há Muito Chão, num bailado em busca do que será uma casa e que nos transporta até às longínquas terras da Índia (sexta-feira, 20 de dezembro, 21h30).

O Concerto de Natal traz-nos os Pequenos Cantores do Conservatório de Lisboa e Camerata de Lisboa que, sob a direção de Inês Igrejas, vão interpretar canções de Natal do cancioneiro tradicional português, algumas das quais em estreia absoluta em Portugal (sábado, 21 de dezembro, 16h). A música continua nesta grande sala de espetáculos com a Orquestra Barroca Divino Sospiro. Massimo Mazzeo e Jorge Matta são os responsáveis pela direção musical deste concerto, que nos traz as obras de Vivaldi e Charles Avison (domingo, 22 de dezembro, 16h). O coreógrafo inglês Michael Corder promete encantar-nos com o clássico Cinderela, um bailado em três atos, composto entre 1940 e 1944, que nos conta as desventuras de uma menina em busca do caminho da felicidade (sábado, 28 de dezembro, 21h, e domingo, 29 de dezembro, 17h).

5 a 8 dezembro Ah, Os Dias Felizes De quinta a sábado às 21h30; domingo às 16h00, Sala Principal Duração: 1h30 | M/12

14 dezembro Viagem pelo Barroco Europeu Sábado às 21h30, Sala Principal Duração: 1h00 | M/6

20 dezembro Muito Chão Sexta às 21h30, Sala Principal Duração: 1h00, M/6

21 dezembro Concerto de Natal Sábado às 16h00, Sala Principal Duração: 1h00, M/6

22 dezembro Magnificat! Domingo às 16h00, Sala Principal Duração: 1h10 (com Intervalo) | M/6

28 e 29 dezembro Cinderela Sábado às 21h00 e domingo às 17h00, Sala Principal Duração: 2h40 (com Intervalo) | M/6

23 23


24 24

Almada boletim dezembro 2013 Almada boletim dezembro 2013 especial especial

Nas bibliotecas municipais, a magia dos contos Fórum Municipal Romeu Correia 7 de dezembro …Roda das histórias

Biblioteca Municipal José Saramago, Feijó 7 de dezembro …Hora do conto “O Boneco de Neve”, de Fabrice Lelarge

10h30, Sala Pablo Neruda Envolver adultos e crianças num rodopio de histórias infantis, contadas e dinamizadas das mais diferentes formas e com recurso aos mais variados materiais.

16h00, Setor Infantil Esta história conta-nos as peripécias do boneco de neve que, para não derreter com a chegada da primavera, tinha de chegar ao Pólo Norte antes do Inverno acabar.

Destinatários: crianças dos 12 meses aos 5 anos Marcação: Sílvia Antunes (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel: 212 724 923)

Destinatários: crianças dos 3 aos 6 anos Marcação: Sandra Martins (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel: 212 508 210)

7 de dezembro …Oficina “Vamos contar, calcular e brincar”

14 de dezembro …Oficina “A Oficina do Pai Natal”

16h00, Setor Infantil da Biblioteca de Almada Com base na obra “Mais Uma Ovelha” de, Mij Kelly e ilustrações de Russell Ayto, vamos ajudar o Gaspar a contar todas as suas ovelhas.

16h00, Setor Infantil Com base no livro “A oficina do Pai Natal, iremos embarcar numa viagem maravilhosa ao sítio onde a magia acontece.

Destinatários: crianças dos 5 aos 10 anos Marcação: Sílvia Antunes (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel: 212 724 923)

Destinatários: crianças dos 4 aos 8 anos Marcação: Sandra Martins (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel: 212 508 210)

14 de dezembro …Hora do conto “A que sabe esta história?”, de Alice Vieira

21 de dezembro …Hora do Conto “O misterioso Mundo do Pai Natal”

16h00, Setor Infantil da Biblioteca de Almada Ao cozinhar, ao adoçarmos com palavras humoradas e saborosas, obteremos certamente, a receita da história mais bem cozinhada em família.

16h00, Setor Infantil Todos sabem o que o Pai Natal faz… mas como é que ele consegue? Vamos levar as crianças a mergulhar no encanto do Natal e descobrir alguns segredos.

Destinatários: crianças dos 5 aos 11 anos Marcação: 212 734 030

Destinatários: crianças dos 5 aos 10 anos Marcação: Sílvia Antunes (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel: 212 724 923)

Destinatários: crianças a partir dos 5 aos 10 anos Marcação: Sandra Martins (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel: 212 508 210)

19 e 20 de dezembro Na Casa da Cerca …ordem para ocupar

21 de dezembro …Hora do conto “A Casa da Mosca Fosca”, de Eva Mejuto

7 de dezembro …Hora do Conto “Sacos Mágicos das histórias”, com Elsa Serra

18, 19 e 20 de dezembro No Museu da Cidade …objetos para descobrir e transformar Nesta oficina vamos descobrir alguns materiais e objetos, recuperá-los e transformá-los em decorações muito especiais. Das 10h às 11h30 e das 14h30 às 16h

A Casa da Cerca, Centro de Arte Contemporânea, desafia crianças e jovens a visitar a exposição “Casa Ocupada” e a fazer miniaturas de obras de arte, que serão mostradas ao público em janeiro do próximo ano. Destinatários e horários: crianças dos 6 aos 9 anos, dia 19 e 20, 10h- 12h; jovens dos 10 aos 15 anos, dia 19 e 20, 14h30-16h30. Marcações: 212 724 950

19, 20 e 21 de dezembro …fazer arte solidária A Casa da Cerca preparou uma oficina de arte solidária, onde com restos de papel de embrulho se fazem lápis, para oferecer à comunidade educativa do concelho. Por cada lápis criado, a autarquia oferece material para criar outro. Quem quiser pode trazer de casa restos de papel à sua escolha. Destinatários e horários: Crianças dos 6 aos 9 anos, dias 19 e 20, 10h-12h; Jovens dos 10 aos 15 anos, dias 19 e 20, 14h30-16h30 Todas as idades, dia 21, 15-17h Marcações: 212 724 950/60

11h30, Setor Infantil da Biblioteca de Almada Era uma vez a mosca fosca que vivia num bosque distante. Farta de zunir, de dar voltas sem parar, decidiu fazer uma casa para morar...

Destinatários: crianças dos 3 aos 5 anos Marcação: Sílvia Antunes (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel: 212 724 923)

21 de dezembro …Oficina “Tradições à mesa de Natal”

16h00, Setor Infantil da Biblioteca de Almada O Natal é comemorado em todo o mundo, mas a sua celebração é realizada de forma diferente, conforme o ponto do globo. Vamos pôr a mesa da consoada e descobrir as tradições natalícias no mundo. Destinatários: crianças dos 5 aos 10 anos Marcação: Sílvia Antunes (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel: 212 724 923)

16h00 Setor Infantil Histórias construídas e contadas a partir de elementos que se tiram dentro de sacos mágicos. Destinatários: crianças dos 5 aos 12 anos Marcação: Catarina Reis (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel.: 211 934 020)

Biblioteca Municipal Maria Lamas, Caparica 14 de dezembro …Oficina “Eu sou tu” dinamizada por Miguel Horta

16h00, Setor Infantil Como misturar o meu corpo com o teu e com o dele? Claro, que só em grandes folhas de papel de cenário, onde tudo pode acontecer. Destinatários: crianças a partir dos 5 anos, público em geral Marcação: Catarina Reis (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel.: 211 934 020)

21 de dezembro …Hora do Conto “Ninguém dá prendas ao pai natal”, de Ana Saldanha

16h00, Setor Infantil Na sua casa no Pólo Norte o Pai Natal seguia pela televisão a cerimónia do desembrulhar das prendas em todas as casas do mundo. “Que pena que isto dá!desabafou – ninguém sabe quem eu sou”. Destinatários: 4 aos 10 anos Marcação: Catarina Reis (biblactividades@cma.m-almada.pt ou tel.: 211 934 020)


Almada boletim DEZembRO 2013 Almada boletim novembRO 2013 especial

CULTURA

O Tejo volta a ser o pano de fundo do espetáculo de fogo de artifício, com o qual damos as boas vindas a 2014. Será projetado em simultâneo a partir das duas margens (Terreiro do Paço e Cacilhas), prometendo unir o céu e rio num espelho de cores e luz. A festa é também assegurada pelo Projecto Bug, um grupo com 14 elementos que prometem um espetáculo contagiante, de variedades, humor, alegria e alguns momentos insólitos. Pelas 22h, este grupo vai animar a Rua Cândido dos Reis. Uma espécie de “aquecimento” para o espetáculo que irá decorrer junto à Fragata D. Fernando II e Glória, em Cacilhas, a partir das 23h. A música interrompe-se para a contagem decrescente, mas retoma nos primeiros minutos do novo ano, prolongando-se até à 01h da madrugada.

Mais de cem músicos e coralistas sobem ao palco da Academia Almadense, dia 5 de janeiro para interpretar duas obras sinfónicas de dois dos maiores compositores da história da música: A Sinfonia Nº 96, mais conhecida, por “O Milagre”, de Joseph Haydn, e a Missa em

A Orquestra de Câmara Portuguesa (na foto) e o Coro Sinfónico Lisboa Cantat atuam na Academia Almadense. Não perca também a atuação do projecto Bug, na noite de passagem de ano, em Cacilhas (em baixo)

Dó Maior Op. 86, de Ludwig van Beethoven. A Orquestra de Câmara Portuguesa e do Coro Sinfónico Lisboa Cantat, com a direção musical de Pedro Carneiro e Jorge Carvalho Alves, respetivamente, interpretam este grande espetáculo, que faz arrancar a agenda cultural de 2014. A soprano Patrycja Gabrel, a mezzo-soprano Maria Luísa Tavares, o tenor João Rodrigues e o barítono Armando Possante, são os solistas convidados deste Concerto de Ano Novo, marcado para as 18h. Os ingressos custam 10 euros e podem ser comprados na bilheteira da Academia Almadense. Academia Almadense Rua Capitão Leitão, 64 Almada 5 de janeiro de 2014 18 horas

Bilheteira 30 dezembro – 16h às 20h 2 janeiro – 16h às 20h 3 janeiro – 16h às 20h 4 janeiro – 16h às 20h 5 janeiro – 16h às 18h

A tradição das Janeiras é mantida por grupos corais e etnográficos do concelho de Almada, que durante vários dias, levam a diversos pontos de Almada os cânticos que passaram de geração em geração. No dia 11 de janeiro reúnem-se no Solar dos Zagallos, na Sobreda, para a festa de encerramento desta iniciativa, marcada para as 21h. À medida que os grupos vão chegando das suas atuações, vão-se reunindo em torno de uma imensa fogueira e atuando para as pessoas aqui reunidas.

25 25


26

Almada boletim DEZembRO 2013

EDUCAÇÃo

“Almada Cidade Inteligente”

Melhores alunos premiados pelo Município A entrega dos diplomas “Almada Cidade Inteligente” culminou no dia 29 de novembro, na Escola Secundária Cacilhas-Tejo

1

E

ntre setembro e novembro, a autarquia distinguiu os 23 melhores alunos de 13 escolas do concelho no ano letivo 2012/2013 com o Prémio “Almada Cidade Inteligente”. O galardão pretende reconhecer e valorizar o mérito académico dos jovens que concluíram o ensino secundário, nas variantes de ciências e tecnologias e línguas e humanidades, e nos cursos profissionais/tecnológicos. “Para dar pleno sentido aos prémios de hoje é necessário que esta escola, aberta à comunidade e à vida, tenha plena consequência assegurando que esses jovens e as suas famílias tenham, de facto, aquilo por que lutaram, aquilo por que tanto ambicionam que é um futuro melhor, em que se consigam realizar plenamente em todas as suas dimensões”, realçou Joaquim Judas, presidente da Câmara Municipal de Almada, durante a cerimónia de entrega dos diplomas aos melhores alunos do concelho. Além do diploma, a cada um dos melhores alunos a autarquia atribuiu um prémio no valor de 500 euros.

3

3

6

7


Almada boletim dezembRO 2013

educação 1 - Entrega dos diplomas da 2ª edição do Prémio Almada Cidade Inteligente aos alunos distinguidos e aos diretores das escolas e agrupamentos, a 29 de novembro, na Escola Secundária Cacilhas-Tejo 2 - Escola Secundária Anselmo de Andrade: Margarida Lucena, diretora do agrupamento, e as alunas Sara Raquel Gomes e Maria Teresa Santos, com o vereador António Matos (28 de outubro) 3 - Escola Secundária António Gedeão: Gustavo Silva e Beatriz Morais com o vereador António Matos (31 de outubro) 4 - Escola Secundária Professor Ruy Luís Gomes: alunos distinguidos Verónica Massano e Pedro Teopisto (22 de novembro) 5 - Escola Profissional de Educação para o Desenvolvimento: vereador António Matos com Daniela Torrinha (22 de novembro) 6 - Escola Secundária Romeu Correia: Cristina Alexandre e Alexandra Cabrita com o vereador José Gonçalves e António Mateus, diretor do agrupamento (22 de novembro)

2

7 - Escola Secundária Monte de Caparica: vereador Rui Jorge com a aluna Ana Rodrigues (22 de novembro) 8 - Escola Secundária Emídio Navarro: professora em representação da aluna Daniela Estevinho Nunes, vereadora Amélia Pardal e Diogo Pereira (22 de novembro) 9 - Escola Secundária Cacilhas-Tejo: José Manuel Maia, presidente da Assembleia Municipal de Almada, e Joaquim Judas, presidente da Câmara Municipal de Almada, com as alunas Soraia Santana e Bárbara Piedade (29 de novembro)

4

8

5

9

27


28

Almada boletim DEZembRO 2013

EDUCAÇÃo

Seminário

o futuro da educação

O

auditório da Escola Secundária Prof. Ruy Luís Gomes, no Laranjeiro, reuniu, no passado dia 9 de novembro, cerca de 150 participantes no Seminário “Que Futuro para o Território Educativo no Concelho de Almada”. No painel de abertura interveio o presidente da Câmara Municipal de Almada, que confirmou o compromisso do Município com o pleno cumprimento das competências que lhe estão atribuídas na área da educação e do ensino. Na intervenção de encerramento, o vereador com o pelouro da educação, António Matos, afirmou que a autarquia está “ao lado dos professores”, sublinhando que as “escolas são hoje a verdadeira e última trincheira da esperança.” O debate sobre a situação atual da educação, as políticas e projetos educativos a nível concelhio contou com a presença de David Justino, presidente do Conselho Nacional de Educação e ex-ministro da Educação, e João Pinhal, professor universitário de política educativa e de administração educacional. Ao longo da jornada de trabalho foi ainda defendida a Escola Pública enquanto espaço privilegiado para o conhecimento e a inclusão, que respeita os seus princípios fundadores: universalidade do acesso, a igualdade de oportunidades, a continuidade dos percursos escolares, assim como valorizado o papel das Câmaras Municipais como agentes de promoção, mediação e concertação das políticas educativas locais. Organizado pela União Concelhia das Associações de Pais de Almada e pelo Conselho Municipal de Educação de Almada, com o apoio da Câmara Municipal de Almada e do Centro de Formação de Professores AlmadaForma, esta iniciativa integrou as comemorações dos 25 anos da Federação Regional de Setúbal das Associações de Pais.

Cerca de 150 pessoas participaram no Seminário sobre Educação

A primeira sessão de leitura teve lugar a 22 de novembro e contou com a participação dos alunos da Escola Secundária Fernão Mendes Pinto e elementos da USALMA

Parceria entre a ESFMP e a USALMA

Projeto escolar promove a leitura “Grupo de Leitores: um abraço filosófico-literário” é o nome do projeto desenvolvido durante o presente ano letivo pela Biblioteca da Escola Secundária Fernão Mendes Pinto (ESFMP) em parceria com a Universidade Sénior de Almada (USALMA). O objetivo é incentivar a leitura junto da comunidade educativa, através

de sessões de leitura e partilha de reflexões e experiências, nos domínios da Filosofia e da Literatura, sobre a Ética e os Direitos Humanos. O Grupo de Leitores é formado por cerca de 60 alunos de duas turmas do 10.º ano da Escola Secundária Fernão Mendes Pinto e duas dezenas de seniores da USALMA. Até ao final do ano letivo serão realizados mais três encontros: a 10 de janeiro, a 21 de março (no âmbito da Semana da Leitura) e a 16 de maio. Esta iniciativa surgiu como resposta a um desafio da Rede de Bibliotecas Escolares com o propósito de promover a leitura junto dos jovens do secundário, através das bibliotecas escolares.


Almada boletim dezembRO 2013

CULTURA

Prémio Literário Maria Rosa Colaço 2012

“O Caderno do Avô Heinrich” já pode ser lido

U

m ano após ter vencido o Prémio Literário Maria Rosa Colaço 2012, atribuído pela Câmara Municipal de Almada, a obra “O Caderno do Avô Heinrich”, de Conceição Dinis Tomé, foi recentemente publicado pela Editorial Presença. Este é um livro, indicado pela editora para leitores dos 10 aos 14 anos, sobre dois amigos que se conheceram na Polónia, no início da II Guerra Mundial. Heinrich (alemão) e Jósef (judeu), apesar do sofrimento e horror de uma guerra que não compreendem, vão conseguir manter a sua amizade. Em novembro de 2012, por ocasião da entrega do Prémio Literário Maria Rosa Colaço a Conceição Dinis Tomé, Maria Teresa Maia Gonzalez, porta-voz do júri, revelou que “O Caderno do Avô Heinrich”, “escrito com profunda sensibilidade, é um testemunho tocante e edificante do valor da amizade e da solidariedade, no terrível cenário do Holocausto. Contudo, é também uma maravilhosa história de amor pelos livros e pela leitura”. Maria da Conceição Dinis Alves Ferreira Tomé, professora na Escola Básica 2, 3 D. Luís de Loureiro (Viseu), é autora de vários contos infantis.

O documentário da jornalista da SIC acompanha Joaquim Benite naquela que viria a ser a sua última encenação

Doclisboa’13 Festival Internacional de Cinema

Filme sobre Joaquim Benite recebe prémio

A

Última Encenação de Joaquim Benite - Não Basta Dizer “Não”, foi um dos filmes galardoados na 11ª edição do Doclisboa’13. Este documentário, realizado com o apoio da Câmara Municipal de Almada, recebeu o Prémio do Público para a melhor longa-metragem portuguesa. Catarina Neves, jornalista da estação de televisão SIC, realizou este documentário, acompanhando e filmando Joaquim Benite (19432012), naquela que viria a ser a sua última encenação. “Timão de Atenas”, de William Shakespeare, estreou a 20 de dezembro do ano passado, já sem a presença do fundador da Companhia de Teatro de Almada e Festival Internacional de Teatro de Almada.

Esta edição do Doclisboa exibiu 244 filmes, de 40 países, somando um total de 123 longas e 121 curtas-metragens. Almada foi uma das cidades que recebeu este festival em 2013. Catarina Neves é formada em Ciências da Comunicação, pela Universidade Nova de Lisboa. Foi jornalista no Jornal de Letras, TSF e Público, integrando há 13 anos a redação da SIC. Companhia de Teatro elogia o documentário O que o filme mostra é a luta de um homem, já bastante debilitado fisicamente, para montar um espetáculo. Mas não só. Para Rodrigo Francisco, atual diretor da Companhia de Teatro de Almada, nesta longa-metragem “pressente-se a grande preocupação testamentária de Joaquim Benite”, explica, “para transmitir os conhecimentos e a sua forma de estar no teatro, e na vida, para que as futuras gerações possam prosseguir este projeto”. Catarina Neves “seguiu uma linha de grande sensibilidade e amor à arte e não uma linha sensacionalista. Não foi por acaso que o prémio atribuído seja o do Público”, salienta Rodrigo Francisco.

29


30

Almada boletim dezembRO 2013

cultura

Por todo o concelho

Um olhar cultural sobre o outono Da dança ao teatro, da fotografia à música, passando ainda pelos momentos de debate e aprendizagem foram muitas as iniciativas, registadas através das próximas imagens, que, ao longo dos últimos meses, enriqueceram a vida cultural de Almada

3

7 1 e 2 - Além da exposição documental “Sempre Benvindo”, a 21.ª Quinzena da Dança celebrou ainda o percurso profissional do bailarino e coreógrafo Benvindo Fonseca com um espetáculo comemorativo no Auditório Fernando Lopes-Graça 3 - Dirigido à população sénior, “Dança com horizonte” foi um dos workshops dinamizados durante a Quinzena da Dança com o objetivo de divulgar a prática da dança

4

4 - Em outubro, Almada assinalou o Mês do Idoso com diversas iniciativas culturais como o espetáculo “Era uma vez o fado”, com Hélder Moutinho e convidados, na Academia Almadense 5 e 6 - O Auditório Fernando Lopes-Graça acolheu a comunidade sénior no Fórum de Participação “Cidadania, Género e Envelhecimento” com o objetivo de sensibilizar para o exercício da cidadania e refletir sobre problemáticas que afetam a população idosa

1

5

7 e 8 - A inauguração da exposição “Território Comum. Imagens do Inquérito à Arquitectura Regional Portuguesa, Portugal 1955-57”, na Galeria Municipal de Arte de Almada, marcou o início do Mês da Fotografia, celebrado em novembro 9 - Da autoria do conceituado fotógrafo chileno Roberto Santandreu, “Mar de Camões” foi uma das dez exposições patentes em diversos espaços culturais do concelho durante a 3.ª edição do Mês da Fotografia 10 - A 17.ª edição da Mostra de Teatro de Almada arrancou com a peça “Partir” que estreou no Auditório Fernando Lopes-Graça, no Fórum Municipal Romeu Correia

2

6

11 - “O Peso de uma Semente” foi um dos 19 espetáculos apresentados nesta edição da Mostra de Teatro, que contou com a participação de 14 companhias e grupos de teatro de Almada


Almada boletim dezembRO 2013

CULTURA

8

10

9

11

No Museu da Cidade

“Ver Almada crescer” retrata história do concelho No passado dia 16 de novembro abriu ao público a nova exposição central do Museu da Cidade, situado na Cova da Piedade, que em 2013 celebra dez anos. Organizada em cinco núcleos - “A cidade que se projeta (1936-73)”, “25 de Abril”, “A cidade que se faz cidade”, “Viver na Cidade, Trabalho e Mobilidade” e “Cidade desejada” - a exposição “Ver Almada crescer”

transporta os visitantes numa viagem pela história de Almada. “É nos momentos de dificuldade que as referências são mais importantes. É importante sabermos onde estão as nossas raízes, como é que nós as criámos e como fizemos crescer esta nossa cidade, para que todos mantenhamos este nosso profundo orgulho neste nosso município de

Almada”, partilhou Joaquim Judas, presidente da Câmara Municipal de Almada, na cerimónia de inauguração. “Ver Almada crescer” assinala ainda o momento em que se comemoram os 500 anos de Foral Manuelino e os 40 anos da cidade de Almada. A exposição pode ser visitada de terça a sábado, das 10h às 13h e das 14h às 18h.

31


32

Almada boletim dezembRO 2013

ação social

Através da doação de bens ou do voluntariado, marque a diferença e contribua para um concelho mais solidário

Solidariedade

Ajudar quem mais precisa Saiba onde e como pode ajudar as instituições de solidariedade social do concelho

E

m Almada, todos os dias, dezenas de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) ajudam a comunidade mais carenciada do concelho. Um trabalho valioso e essencial, sobretudo na atual conjuntura económica, só possível com a cooperação de todos. Crianças e jovens, idosos, pessoas com deficiência e em situação de dependência, famílias carenciadas e toxicodependentes são os principais grupos apoiados por estas instituições.

Através de gestos simples todos podemos ser solidários e ajudar quem vive perto de nós. Além da entrega de bens como sejam produtos alimentares, roupas, ou brinquedos ou de donativos, o voluntariado é outra das áreas onde pode dar o seu contributo. Conheça algumas das IPSS que existem na sua freguesia e de que forma pode ajudar os almadenses que mais precisam.

ALMADA Instituição Particular de Solidariedade Social

Contactos

Bens recolhidos

Dias e horário para entrega

Voluntariado

ARPCA - Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Almada

Rua S. Salvador da Baía Tel.: 212 754 315 arpca.ipss@gmail.com

- Produtos alimentares - Material de escritório

Segunda a sexta-feira, das 10h30 às 17h30

-

Centro Social e Paroquial de Almada (CSPA)

Rua Cândido Capilé, 21 Tel.: 212 731 313 geral.cpa@sapo.pt

- Produtos alimentares - Roupa - Brinquedos - Eletrodomésticos

Segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h00

Áreas: crianças e idosos Condições: Candidatura nas secretarias do CSPA, para análise e entrevista

Associação Vale de Acór

Igreja de Santiago Rua do Castelo Tel.: 212 721 220

- Produtos alimentares - Mobiliário - Eletrodomésticos - Computadores

Das 9h00 às 17h00, com marcação prévia

Área: toxicodependentes e alcoólicos; Condições: Idade superior aos 25 anos; entrevista de seleção

GIRA - Grupo de Intervenção e Reabilitação Activa

Av. D. João I, 37 C Tel.: 212 970 399 gira@gira.org.pt www.gira.org.pt

- Produtos alimentares - Roupa (adultos e casa) - Mobiliário - Eletrodomésticos

Segunda a sexta-feira, das 9h00 às 17h00

Área: pessoas com doença mental Condições: Entrevista inicial; ter carta de condução (preferencial)

Santa Casa da Misericórdia de Almada

Rua D. José de Mascarenhas, 42 Tel.: 210 113 920 informacoesct@scma.pt www.scma.pt

- Produtos alimentares - Roupa - Brinquedos - Mobiliário - Eletrodomésticos - Produtos de higiene pessoal e para habitação

Segunda a sexta-feira, das 9h30 às 17h00

Área: idosos Condições: Entrevista inicial, formação e regularidade no horário acordado

URPICA - União Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Almada

Rua Ramiro Ferrão, 2 Tel.: 212 725 900 urpica@hotmail.com http://urpica.blogspot.com

- Produtos alimentares - Mobiliário (uma estante) - Eletrodomésticos (máquina de lavar roupa, aquecedores)

Segunda a sexta-feira, das 9h30 às 17h00

Área: idosos


CACILHAS Instituição Particular de Solidariedade Social

Contactos

Bens recolhidos

Dias e horário para entrega

Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Cacilhas

Rua Trindade Coelho, 18-20 Tel.: 212 754 455 cpcacilhas@sapo.pt

- Produtos alimentares - Roupa - Brinquedos

Segunda a sexta-feira, das 9h00 às 17h00

-

Instituição Particular de Solidariedade Social

Contactos

Bens recolhidos

Dias e horário para entrega

Voluntariado

Centro Porta Amiga de Almada

Rua dos Três Vales, 54 a 56 Tel.: 212 942 323 pa.almada@ami.org.pt

- Produtos alimentares - Brinquedos - Mobiliário - Eletrodomésticos

Segunda a sexta-feira, das 9h30 às 17h00

Médico, enfermeiro, advogado, apoios pontuais nas campanhas

Centro Social Paroquial de Vila Nova de Caparica

Rua João da Silva Marques, 7 Tel.: 212 951 502 centro.social.vnc@sapo.pt

- Produtos alimentares - Roupa - Brinquedos - Mobiliário - Eletrodomésticos - Livros infantis - Camas articuladas, cadeiras de banho rotativas, cadeiras sanitárias, cadeiras de rodas - Material de escritório (impressora)

Segunda a sexta-feira, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00

Grupo Sócio Caritativo - apoios com géneros alimentares/ recolha, seleção e arranjo de roupas

Instituição Particular de Solidariedade Social

Contactos

Bens recolhidos

Dias e horário para entrega

Centro Social Comunitário e Paroquial de São José da Charneca de Caparica

Rua do Vele do Rosal, Palhais Tel.: 212 960 466 cspsaojose@gmail.com

- Produtos alimentares - Eletrodomésticos

Segunda a sexta-feira, das 9h00 às 17h30

Centro Social e Paroquial Imaculada Conceição

Rua da Bela Vista, 10 Botequim Tel.: 212 972 837

- Produtos alimentares - Roupa - Mobiliário - Eletrodomésticos - Produtos de higiene pessoal e de limpeza

Segunda a sexta-feira, das 9h00 às 17h00

Instituição Particular de Solidariedade Social

Contactos

Bens recolhidos

Dias e horário para entrega

Voluntariado

Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Conceição

Rua do Juncal – Igreja Nova Tel.: 212 919 530 csp.costadecaparica@sapo.pt

- Produtos alimentares - Mobiliário - Eletrodomésticos - Produtos de higiene pessoal e habitacional - Loiça

Segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h00

-

Fundação Arcelina Victor dos Santos

Rua João Azevedo, 31 - A Tel.: 212 918 475 | 913 342 039 favs@vodafone.pt |

- Produtos alimentares - Roupa - Brinquedos - Mobiliário - Eletrodomésticos

Segunda, quarta e sexta-feira, das 8h30 às 18h30

Instituição Particular de Solidariedade Social

Contactos

Bens recolhidos

Dias e horário para entrega

AIPICA – Associação de Iniciativas Populares para a Infância do Concelho de Almada

Rua Conceição Sameiro Antunes, 26 – F Tel.: 212 723 425/6

- Produtos alimentares - Brinquedos - Lápis, canetas, tintas, papel

Segunda a sexta-feira, das 15h00 às 19h30

Instituição Particular de Solidariedade Social

Contactos

Bens recolhidos

Dias e horário para entrega

Centro Comunitário de Promoção Social do Laranjeiro/Feijó

Rua José Estêvão Coelho de Magalhães - Feijó Tel.: 212 591 297 | 927 425 703 geral.sede@cclaranjeiro-feijo.pt www.cclaranjeiro-feijo.pt

- Produtos alimentares - Roupa - Brinquedos - Mobiliário - Eletrodomésticos

Segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h00

Instituição Particular de Solidariedade Social

Contactos

Bens recolhidos

Dias e horário para entrega

Alma Alentejana

Av. Prof. Ruy Luís Gomes, 13 r/c Tel.: 212 540 053 geral@almaalentejana.pt www.almaalentejana.pt

- Produtos alimentares - Roupa - Mobiliário - Eletrodomésticos - Material de escritório

Segunda a sexta-feira, das 9h30 às 17h00 (no Centro de Dia do Laranjeiro - Praceta Luís de Sá, 8 B)

Instituição Particular de Solidariedade Social

Contactos

Bens recolhidos

Dias e horário para entrega

Centro Social Paroquial da Sobreda

Rua Jaime Ferreira Dias, 15 Frente Tel.: 212 953 120 c.social.p.sobreda@sapo.pt

- Produtos alimentares - Roupas - Brinquedos - Mobiliário - Eletrodomésticos - Materiais ortopédicos

Segunda a sexta-feira, das 9h30 às 17h30

Áreas: crianças e idosos

Centro Social Paroquial de Vale Figueira

Rua Hermínia Silva Vale Figueira Tel.: 212 555 400

- Produtos alimentares - Roupas - Brinquedos - Mobiliário - Eletrodomésticos

Segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h30

Área: crianças

Voluntariado

CAPARICA

CHARNECA DE CAPARICA Voluntariado

-

Área: idosos

COSTA DA CAPARICA

Área: crianças

COVA DA PIEDADE Voluntariado

Área: crianças

FEIJÓ Voluntariado

Áreas: crianças e jovens (apoio escolar no CATL e Espaço Jovem); idosos

LARANJEIRO Voluntariado

-

SOBREDA Voluntariado


34

Almada boletim dezembRO 2013

desporto

UEFA Futsal Cup

Almadenses apoiaram Sporting

O

Complexo Municipal dos Desportos “Cidade de Almada”, no Feijó, recebeu de 21 a 24 de novembro último, seis jogos do grupo D da UEFA Futsal Cup, a Liga dos Campeões do Futsal. Nos três jogos do Sporting Clube de Portugal os adeptos esgotaram a capacidade das bancadas, num apoio constante à equipa verde e branca. Para que a festa fosse ainda maior

só faltou a qualificação do Sporting para a fase final da competição, o que não aconteceu após derrota por 3-6 frente ao Araz Naxçivan (Azerbeijão), na terceira e última jornada do grupo. As várias equipas presentes elogiaram ainda a organização do evento e a simpatia com que foram recebidos em Almada.

Jogo entre o Sporting e o ETO FC Gyor (Hungria), a contar para a 1ª jornada do Grupo D da UEFA Futsal Cup. Vitória da formação portuguesa por 6-1

Taça APS 2013 – Patinagem artística

Clube da Charneca de Caparica de parabéns

O

Clube de Patinagem Artística da Charneca de Caparica (CPACC) classificou-se no 2º lugar na Taça APS 2013, a principal prova por equipas da modalidade no distrito de Setúbal, disputada no passado mês de novembro. A equipa do CPACC foi composta por Adriana Gomes (10 anos), Beatriz Gonçalves (10), Catarina Mendes (10), Francisco Quintela (12), Inês Lopes (13), Filipa Pereira (13) e Carolina Cabo (18). Como suplentes: Beatriz Maia (10) e Sofia Guapo (12).

A equipa do Clube de Patinagem Artística da Charneca de Caparica (à esq. na foto) durante a cerimónia do pódio

Participaram nesta competição oito equipas do distrito de Setúbal. Em 2013, o CPACC já conquistou vários títulos. Na disciplina de Solo Dance Francisco Quintela (iniciados), Inês Nunes (juvenis) e Nadine Fernandes (seniores) foram campeões distritais. O CPACC foi também campeão distrital por equipas.

Na disciplina de Patinagem Livre, Filipa Lopes (benjamins), Francisco Quintela (iniciados) e Carolina Cabo (juniores) conquistaram igualmente os títulos de campeões distritais. O CPACC foi campeão distrital nos escalões de infantis e cadetes.


Almada boletim dezembRO 2013

ÚLTIMAS

35

Regulamento Municipal de Apoio ao Movimento Associativo

Apelo ao Ministério da Educação

Autarquia defende obras nas escolas

“A Câmara Municipal de Almada reitera a necessidade de realização de intervenções urgentes de recuperação e beneficiação de instalações escolares da responsabilidade do Ministério da Educação (ME) existentes [em Almada], capazes de conter a degradação física que as instalações de algumas escolas revelam, e garantir a qualidade do ensino a que todos os Almadenses têm direito.” Foi desta forma que o presidente da autarquia, Joaquim Judas, reagiu às notícias, publicadas em outubro, que davam conta de que o Governo decidiu excluir qualquer nova intervenção em escolas sob sua responsabilidade, no próximo ano.

No âmbito do Regulamento Municipal de Apoio ao Movimento Associativo, que se destina ao apoio a ações/projetos de entidades sem fins lucrativos (com sede ou atividade no concelho de Almada), foi criada uma plataforma online que permite a consulta do Regulamento, o registo de entidades, o envio de candidaturas e documentação, assim como a consulta da informação já entregue na Câmara Municipal. Através de um acesso reservado (sujeito a palavra-chave, enviada pelos serviços municipais após contacto ou registo na Plataforma) é possível submeter as candidaturas para apoio: à conservação/beneficiação e construção de infraestruturas; à aquisição de equipamentos; à aquisição de viaturas; a projetos/eventos culturais, recreativos ou outros de carácter regular. Para além da área de acesso reservado, a Plataforma de Benefício Públicos disponibiliza ainda uma listagem das várias associações do concelho, organizada por ordem alfabética. Pode aceder a este serviço online a partir do menu disponível na primeira página do site da Câmara Municipal de Almada (www.m-almada.pt), em “Benefícios Públicos – Candidaturas”.

Segundo Joaquim Judas, a autarquia desenvolverá todas as diligências para que o ME concretize, o mais depressa possível, as “obras de reabilitação do parque escolar do nosso concelho dependente daquele Ministério,

designadamente nas Escolas Anselmo de Andrade, Fernão Mendes Pinto, António Gedeão, Francisco Simões, Comandante Conceição e Silva (nestas duas incluindo pavilhão gimnodesportivo), e Escola Básica do 2º e 3º Ciclos da Trafaria.

Informações úteis Câmara Municipal de Almada Geral Geral Atendimento Municipal Almada Informa Informa -- Informações Informações ee Sugestões Sugestões Almada almadainforma@cma.m-almada.pt almadainforma@cma.m-almada.pt Linha Verde Verde “Almada “Almada Limpa” Limpa” Linha Centro Inf. Inf. Autárquica Autárquica ao ao Consumidor Consumidor Centro

212 724 000 212 724 724 040 000 212 800 206 206 770 770 800 800 206 206 017 017 800 212 724 724 600 600 212

junta/UNIÕES de freguesias União das Freguesias de Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas Almada 212 722 540 Recolha de Monos Domésticos 800 204 819 Cova da Piedade 212 767 948 Recolha de Monos Domésticos 800 204 771 Pragal 212 747 136 Recolha de Monos Domésticos 800 204 800 Cacilhas 212 732 943 Recolha de Monos Domésticos 800 204 825 União das Freguesias de Caparica e Trafaria Caparica Recolha de Monos Domésticos Trafaria Recolha de Monos Domésticos

212 954 688 800 205 061 212 946 910 800 204 803

União das Freguesias de Charneca de Caparica e Sobreda 212 972 827 Charneca de Caparica 800 205 093 Recolha de Monos Domésticos 212 946 634 Sobreda 800 204 802 Recolha de Monos Domésticos União das Freguesias de Laranjeiro e Feijó Laranjeiro Recolha de Monos Domésticos Feijó Recolha de Monos Domésticos

212 509 570 800 205 031 212 586 230 800 204 801

Junta de Freguesia da Costa da Caparica Recolha de Monos Domésticos

212 911 089 800 204 853

Urgências

Equipamentos Municipais e Monumentos Ageneal - Agência Municipal de Energia de Almada Biblioteca Municipal José Saramago (Feijó) Biblioteca Municipal Maria Lamas (Caparica) Casa Pargana - Arquivo Histórico Centro de Arte Contemporânea Centro de Informática e Documentação Centro de Interpretação de Almada Velha (CIAV) Centro Juvenil de Santo Amaro Centro de Lazer (Costa da Caparica) Centro Municipal de Turismo Complexo Municipal dos Desportos do Feijó Complexo Municipal de Piscinas na Caparica Complexo Municipal de Piscinas na Sobreda Complexo M. de Piscinas na Charneca de Caparica Convento dos Capuchos Ecoteca de Almada Fórum Municipal Romeu Correia/Biblioteca Municipal Galeria Municipal de Arte Museu da Cidade Museu da Música Filarmónica Museu Naval Museu Medieval Oficina de Cultura Parque da Paz Pav. Municipal da Charneca de Caparica Pav. Municipal da Costa de Caparica Pav. Municipal do Laranjeiro Pista Municipal de Atletismo Ponto de Encontro - Cacilhas Posto de Turismo da Costa de Caparica Solar dos Zagallos Teatro Municipal Joaquim Benite

Propriedade Câmara Municipal de Almada Redação e Administração DCOM da C.M.A. Largo Luís de Camões

212 722 510 212 508 210 211 934 020 212 724 900 212 724 950 212 723 077 212 724 170 212 548 220 212 918 250 212 739 340 212 587 100 211 926 760 212 549 370 212 964 220 212 919 342 212 722 510 212 724 920 212 724 700 212 734 030 212 724 023 212 724 980 212 724 760 212 724 050 212 508 710 212 972 591 212 911 189 212 545 161 212 537 579 212 748 210 212 900 071 212 947 000 212 739 360

Bombeiros Voluntários de Almada Bombeiros Voluntários de Cacilhas Bombeiros Voluntários da Trafaria Delegação Marítima da Trafaria EDP - Piquete GNR - Almada GNR - Charneca GNR - Costa de Caparica Hospital Garcia de Orta Linha Azul de Emergência Polícia Marítima da Costa da Caparica Proteção Civil PSP - Almada PSP - Laranjeiro Setgás – Emergências

212 722 290 212 722 520 212 946 569 212 950 823 800 506 506 212 738 160 212 964 070 212 909 340 212 940 294 800 205 146 212 913 101 212 946 577 212 721 400 212 558 530 800 273 030

SMAS Serviço de Atendimento SMAS - Piquete

212 726 000 212 726 161 212 726 152

ECALMA Geral

212 743 918

2800-158 Almada Tel. 212 724 000 Fax 212 724 599 E-mail almadabm@cma.m-almada.pt

Diretor Vereador António Matos Redação, paginação e fotografia DCOM/CMA Execução Gráfica Ancestra, Indústria Gráfica Lda. Tiragem 70.000 exemplares Depósito Legal N.º 76448/94 ISSN 1645-9903

* textos escritos ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

www.m-almada.pt

Candidaturas online



Almada Boletim Municipal nº 200 - dezembro de 2013