Page 1

O FUTEBOL QUE SE LÊ, COM TODA A MAGIA DO DEZ

Nº0 - 9/4/12

ESCORREGA O REAL MADRID

CHAMPIONS LEAGUE

Um fantástico jogo de Guaita, guarda redes do Valência, fez com que os merengues perdessem terreno para o Barcelona que está agora a 4 pontos.

Chesea reecontra Barcelona nas meias-finais, depois do polémico jogo de Stanford Bridge em 2008. Real Madrid enfrenta Bayern de Munique

“PARA A BANCADA” Mancini cansa-se das loucuras de Mário Ballotelli e diz que o italiano não volta a jogar esta época. Arsenal 1-0 City


9/4/12

9/4/12

“NASCE O DEZ” “Se tivesse que culpar uma pessoa, seriam os jogadores” Theo Folley, treinador irlandês

Nasce aqui o Jornal Dez, pretendemos ser uma revolução no panorama editorial desportivo, tal como o número 10 é em campo. Não vamos colaborar com a ditadura da actualidade e dar destaque a temas muito debatidos e sem valor. No Dez queremos falar sobre a paixão ao jogo, sobre tácticas, sobre histórias curiosas do mundo do futebol, sobre ganhadores e sobretudo sobre perdedores. Queremos dar destaque a novos talentos do futebol nacional e o trabalho que se faz nos clubes pequenos para formar jovens. Começamos com uma edição semanal, mas contamos com o vosso apoio para lançarmos uma edição diária. Espero que gostem.

publicidadejornaldez@gmail.com

Carlos Maciel

facebook.com/jornaldez twitter.com/jornaldez


INTERNACIONAL

ITÁLIA

9/4/12

Texto: Tiago Soares Fotos: Tuttosport

A

Fiorentina colocou, neste passado Sábado, o Milan em maus lençóis na Serie A ao vencer “Il Diavolo” em San Siro, com um golo no último minuto. O campeão em título até começou melhor, com um golo de Ibra de penalti ainda na primeira parte e com uma grande oportunidade de Maxi Lopez (rechaçada pelo poste), mas a equipa de Florença logrou dar a volta com um golo de Jovetic e com o primeiro golo da época do italo-brasileiro Amauri. Não foi um bom regresso dos “rossoneri” após o jogo em Barcelona (que lhes valeu a eliminação da Champions League), sendo a única nota positiva o regresso de Cassano, após a cirurgia ao coração para resolver o problema congénito que lhe causou um AVC há cinco meses. A outra equipa de Milão, o Inter, continua a sua época atípica, conseguindo empatar a dois golos em Cagliari. Num início de jogo frenético, Astori marcou aos cinco minutos, com Milito a empatar uns meros 60 segundos depois. Maurício Pinilla, ex-jogador do Sporting, colocou o Cagliari novamente em vantagem na segunda parte (sendo castiga-

do com o segundo amarelo no decorrer dos festejos), e Cambiasso conseguiu restabelecer o empate aos 66 minutos, salvando o dia para os “nerazzurri”. No jogo grande da noite de Sábado, a Juventus, que tinha a hipótese de passar para o primeiro posto após o deslize do Milan, não desperdiçou a benesse milanesa e bateu o Palermo por dois golos sem resposta. A “Vecchia Signora”, que ainda não perdeu neste campeonato, resolveu o jogo na segunda parte com golos de Bonucci e Quagliarella. A equipa do antigo futebolista António Conte está em grande forma e perfila-se, cada vez mais, como a grande candidata ao título. Destaque ainda para a vitória surpreendente do Lecce sobre a Roma, por 4-2, tendo chegado inclusivamente a estar em vantagem por quatro golos de diferença. A Udinese conseguiu uma vitória importante sobre o Parma, colocando-a numa posição interessante para a qualificação para a Champions League.

9/4/12

INGLATERRA

Texto: Tiago Soares Fotos: AFP

N

a Primier League, Juan António Mata colocou, também no Sábado, o Chelsea a sonhar com uma posição no top-4 da tabela (lugares que dão acesso à Champions League) ao assinar golo que deu a vantagem final de 2-1 sobre o Wigan, num jogo de esforço da equipa londrina. Note-se que o primeiro golo da equipa “blue “foi amplamente contestado pelo Wigan, pois Ivanovic parecia claramente fora-de-jogo no momento do passe de Raul Meireles. O Wigan ainda sonhou com o empate com um formidável remate de Diame, mas não resistiram ao assalto final do Chelsea à sua baliza. O Tottenham, por seu lado, não conseguiu levar de vencida o Sunderland, empatando a zero e caindo para o quarto posto. O Liverpool continua na mó de baixo, tendo alcançado um empate (através do inevitável Luís Suarez) com o Aston Villa que, no entanto, permitiu ao clube da cidade dos Beatles terminar com a série de três derrotas consecutivas.

Já no Domingo, o Manchester United deu mais um passo para a revalidação do título ao vencer o QPR por 2-0. Num jogo também marcado pela arbitragem controversa (o árbitro perdoou uma expulsão a Rooney e marcou um penalti inexistente sobre Ashley Young, falta que surge na sequência da posição irregular de um jogador do United e que ainda deu origem à.. expulsão do defensor do QPR), Rooney e o sempre jovem Paul Scholes fizeram os dois golos da partida. O Manchester City teve uma Páscoa aziaga e disse, muito provavelmente, adeus ao sonho do título ao perder com o Arsenal no Emirates Stadium por 1-0. Um excelente golo de Arteta coroou uma boa exibição da equipa de Arsene Wenger (que está agora no terceiro lugar), enquanto Ballotelli teve de fazer sete faltas merecedoras de amarelo para ser expulso. “Why Always Me?”, pergunta ele – porque se põe a jeito, dizemos nós. O City está agora a oito pontos de distância do rival United e vai, provavelmente, contentar-se em ser “apenas” segunda classificada da Liga Inglesa.

prev  

nº0 jornal dez abril

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you