Issuu on Google+

Tu nos escolheste... _________________________________ Por Trude Weiss – Rosmarin (Herança Judaica.nº43.Set1980) – Notas de rodapé por Carlos Coléct

Poucos conceitos têm sido tão desastradamente mal interpretados quanto a idéia do judeu como escolhido.Muitos não- judeus vêem na reivindicação do título de “Povo Escolhido” uma afronta odiosa e arrogante. Não é apenas o homem da rua que distorce o significado dessa escolha.Intelectuais e escritores, desde os antigos historiadores e satíricos romanos, até literatos contemporâneos, como G. B. Shaw e H. G. Wells , têm-se mostrado igualmente desinformados.Shaw e Wells tinham um prazer especial em apontar as alegadas semelhanças entre o dogma teutônico do “ariano como escolhido” e a crença judaica na eleição divina.No entanto, a idéia da escolha do judeu tem tão pouco em com comum com a fantasia racial ariana quanto o D-us de Israel(hwhy) tem com Wotan, o ídolo guerreiro dos teutões. A idéia da escolha não é racismo

_________________________________________________________________________ Em primeiro lugar , a doutrina da eleição divina de Israel não tem qualquer base racial.Os que têm “ sangue judeu” não alegam ser “ racialmente superiores” ao resto da humanidade. A Torá é acessível a todos os homens, e assim, todos são potencialmente escolhidos. Não importa se alguém nasça numa família do Povo da Torá, isto é, os judeus, ou se se converte.O judaísmo não discrimina o prosélito , e assim a “escolha do judeu” não é algo racialmente delimitado. Todos os que desejam podem entrar para a grei judaica, e , assim, ser escolhidos. As Leis de Nuremberg, por outro, excluíam da comunidade alemã mesmo as pessoas com uma mera gota de sangue “ não ariano”. Não importa o que o “não ariano” fizesse; não poderia tornar-se alemão, pois, segundo a teoria da raça ariana, o caráter é determinado pelo sangue.Por isso os nazistas proclamavam: “ War der Jude tut ist einerlei – in der Rasse liegt die Schweinerei” ( Não interessa o que o Judeu faça – ele pertence a uma raça de porcos). A idéia do judeu escolhida é inteiramente isenta de noções de exclusividade racial. Todos os mestres judaicos com autoridade ressaltam que é a escolha ético-religiosa, e não a herança racial, que faz o judeu1 . O judaísmo enfatiza que todo gênero humano descende do mesmo Adão e que, como resultado, não existem “ raças” escolhidas. Compreendendo que as pretensões de superioridade são geralmente baseadas em “ fatos” biológicos falsos, os rabis protegiam a idéia do judeu como escolhido das justificações racial-biológicas , afirmando vigorosamente que judeus e gentios descendem igualmente de Adão. A mesma tendência universalizante

1

Rm 2.25-29 –“Porque a circuncisão tem valor se praticares a lei; se és, porém, transgressor da lei, a tua circuncisão já se 26 tornou incircuncisão. Se, pois, a incircuncisão observa os preceitos da lei, não será ela, porventura, considerada como 27 circuncisão? E, se aquele que é incircunciso por natureza cumpre a lei, certamente, ele te julgará a ti, que, não obstante a letra 28 e a circuncisão, és transgressor da lei. Porque não é judeu quem o é apenas exteriormente, nem é circuncisão a que é somente 29 na carne. Porém judeu é aquele que o é interiormente, e circuncisão, a que é do coração, no espírito, não segundo a letra, e cujo louvor não procede dos homens, mas de Elohim “. Portanto , qualquer pessoa de qualquer nação que cumpre os preceitos da Lei(Torah) em Yeshua, se torna judeu, participante da Comunidade de Israel (Ef 2.11). Nisto não há distinção entre judeu e grego, pois qualquer que invocar ao Eterno o Eterno ouvirá, independente da nação em que nasceu Rom 10:12 Pois não há distinção entre judeu e grego, uma vez que o mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Mas quanto ao papel e vocação há diferença. Rm 3.1-3 – “Qual é, pois, a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da 2 circuncisão? Muita, sob todos os aspectos. Principalmente porque aos judeus foram confiados os oráculos do Eterno? Se alguns não creram, a incredulidade deles virá desfazer a fidelidade de Eterno ?”


motivou a declaração de rabi Meir : “ Adão foi criado com pó apanhado em todos os cantos da terra”, o que impede a possibilidade de qualquer nação reivindicar a distinção de ter sido berço da humanidade. Da declaração de igualdade do ser humano, o Sábios deduziram que D-us(hwhy) deseja que toda a humanidade, e não apenas Israel , o adore. Assim, o Midrash comenta, em Isaías: “ Toda a carne prestará culto a Mim”, disse o Senhor. Não disse; “ Todo o Israel prestará”, mas “ Toda humanidade prestará”. Com o mesmo método exegético, outro sábio deduziu da promessa do Pentateuco – “ Um homem que segue as leis divinas viverá por elas “2 - que “ um gentio que segue a Lei é igual ao sumo sacerdote”. Lição idêntica é deduzida por passagens bíblicas como “ Abra os portões que nações justas que prestam fidelidade podem entrar”.” Esta é a porta do Senhor; os justos nela entrarão”3 “ Regozijem – no Senhor , ó justos: o prazer é agradável em seus corações honestos”. O fato de que nenhum destes textos restringe a piedade e sua recompensa a Israel é prova de que, se “um gentio pratica a Lei, é igual ao sumo sacerdote”. A “eleição” de uma nação não implica a “rejeição” do resto da humanidade. O judaísmo enfatiza que D-us(hwhy) “ não rejeita ninguém .Ele recebe a todos .As portas estão sempre abertas, e qualquer um que deseje, pode entrar”. Todos os homens são elegíveis para servir a D-us (hwhy hwhy) hwhy

_________________________________________________________________________ Embora tenha orgulho do seu papel , Israel não exclui o resto da humanidade de servir na vanguarda divina .Todos homens são elegíveis para servir a D-us (hwhy) .O ancestral de Israel, Jacob e o pai dos gentios, Esaú, eram irmãos, filhos dos mesmos pai e mãe, nascidos na mesma hora. Não foi a raça que fez Jacob servir ao Senhor , e Esaú servir aos seus instintos. A escolha livre de Jacob e a decisão igualmente livre de Esaú determinaram seus caminhos. A escolha de Jacob também estava ao alcance de Esaú. O judaísmo, contudo, não se satisfaz em enfatizar que Esaú teve a chance de escolher, mas não conseguiu.Admite que todos os seres humanos , no fim, acabarão vendo a verdade, e , assim, todos os judeus têm a obrigação de conduzir “as nações” à escolha, pois segundo Isaías, “ é uma coisa leve demais que devas ser Meu servidor, para levantar as tribos de Jacob e restaurar a descendência de Israel; Eu também te darei como uma Luz das nações, para que Minha Salvação4 possa chegar até o fim da terra”. Jeremias foi enviado não apenas a Israel: foi “ um profeta para as nações”, enquanto a missão de Jonas era total e exclusivamente junto aos gentios, o povo de Nínive. A solicitude divina se estende a todas as nações, pois “ o Senhor é o D-us(hwhy) de todos os habitantes do mundo .Ele, portanto, “pede às nações que se arrependam” , para que “Ele possa trazê-las sob Sua proteção”. Longe de guardar ciumentamente a coroa da escolha, Israel está ansioso por compartilhá-la, servindo. 2

-Lev 18:5 - Portanto, os meus estatutos e os meus juízos guardareis; cumprindo-os, o homem viverá por eles. Eu sou o Senhor. - Lc 10.25-28 - E eis que certo homem, intérprete da Lei(Torah), se levantou com o intuito de pôr Yeshua à prova e disse-lhe: Mestre, que farei para herdar a vida do Eterno? 26 Então, Yeshua lhe perguntou: Que está escrito na Lei(Torah? Como interpretas? 27 A isto ele respondeu:Amarás o Senhor, teu D’us, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento;e: Amarás o teu próximo como a ti mesmo .28 Então, Yeshua lhe disse: Respondeste corretamente; FAZE ISTO E VIVERÁS. 3

A porta é Yeshua, pela qual todos devem entrar : João 10:9 Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem. 4

Yeshua e Salvação no hebraico são palavra similares, até na pronuncia.Salvação é

“‫ה‬ ‫”ישועה‬ ‫ ישוע‬que é “Yeshuah”, e Yeshua é

“‫ישוע‬ ‫”ישוע‬ ‫ ישוע‬, diferenciando apenas uma consoante.Portanto quando Yeshua disse na conversa com a samaritana que a Salvação vem dos judeus, Ele disse “ Yeshuah vem dos judeus”, ou seja, Ele estava falando de si mesmo, Ele vem dos judeus.Outro fato é que Yeshua disse que os samaritanos reverenciavam a quem não conheciam , pois só se pode conhecer Yeshua a partir de Judá.Se não for por Judá não tem como conhecê-lo na essência da sua Pessoa


TU NOS ESCOLHESTES _POR TRUDE WEISS_ROSMARIN