Issuu on Google+

_____________________________________________________________Por Carlos Coléct

Tevilah ( imersão / batismo) Ritual de passagem , purificação e confirmação


2 1. Introdução

_________________________________________________________________________ Esta ação da Tevilah(imersão em hebraico), ou como é também conhecida “ imersão ou batismo”, é uma ação importante para o início da caminhada dentro do Povo do Eterno.Como vimos em outro estudo, uma vida dentro da Torah faz Ser Povo do Eterno ou faz se tornar Povo do Eterno, o qual é Israel, a Tevilah(imersão/batismo) evidencia e confirma o ESTAR no Povo , ou seja, no Israel estabelecido pelo Eterno.O “Ser” Povo vem antes da Tevilah (Imersão/batismo), a Tevilah confirma o “Ser” Povo.Em outras palavras, a tevilah não me faz Ser ou não me torna parte de Israel, apenas confirma esta posição.O ritual da tevilah por si só não garante a minha posição dentro de Israel.Se eu não viver dentro da Torah de nada serve a cerimônia da Tevilah. É como vemos hoje vários grupos da sociedade que realizam um batismo para confirmar que tal pessoa faz parte daquele grupo.Vemos isto principalmente em grupos de “tribos sociais” ,“religiosos” e também nas “tribos indígenas”. O batismo é um ritual de passagem, como vemos nas tribos indígenas, por exemplo, o jovem passa por um ritual (batismo) para passar para outra etapa de sua vida dentro da tribo ou para confirmar a sua posição dentro da tribo e perante a tribo.Isto se vê quando os jovens passam a ser guerreiros ou caçadores.Além desse exemplo do batismo como ritual de passagem, suponhamos , por exemplo, que uma instituição de ensino como uma faculdade tenha por obrigação um batismo para os alunos novatos.Desta forma, alguém que entra nessa faculdade, passa por um trote, o que é um batismo de passagem, declarando que a pessoa entrou para a faculdade, mas se a pessoa não seguir as leis da faculdade ,isto é, não estudar , não participar das aulas e não fazer as provas, não adiantará nada essa pessoa chegar perante o Reitor e dizer que passou pelo batismo da faculdade.O batismo não vai dar a condição de permanecer na faculdade, mas somente vai mostrar que a pessoa entrou na faculdade. A Tevilah segue este mesmo pensamento de ritual de passagem e confirmação perante o povo. E assim como tudo o que o Eterno ensina ao seu Povo, a Tevilah também é algo prático e diário, porém há uma ação que evidencia aquilo que é vivido na pratica e diariamente.Há algo que é feito no natural e de forma visível.Não é somente viver o princípio precisa-se de algo visível e físico, como por exemplo , as festas do Senhor onde há vários sinais visíveis e naturais que evidenciam o princípio da festa, como na festa de Sucot(tabernáculos) é erguida tendas que possam ser vistas , e como os Tsitsit(franjas) nas roupas, os quais são para serem vistos, é algo visível. Mas será que a Tevilah aparece somente na missão de Yohanan(João) e nos relatos após a vinda de Yeshua em carne? Qual é o significado da Tevilah além de confirmar minha posição em Israel? Vamos buscar abordar algumas questões sobre este tema importante e ver as maravilhas que acompanham a cerimônia da Tevilah bíblica hebraica.Buscaremos ver a Tevilah(o batismo) dentro das Escrituras e do contexto de Israel.Há vários batismos que se realizam em grupos religiosos, mas será que estão de acordo com o propósito estabelecido pelo Eterno? 2. A Origem da Tevilah _____________________________________________________________________________________ A Tevilah (batismo) é um ritual hebraico israelita que tem sua origem na Torah,mais especificamente nas cerimônias de purificação. A Torah mostra que haviam lavagens com água executadas afim de limpar-se higienicamente, mas também com o simbolismo de se limpar da contaminação do pecado(transgressão da Lei), outro objetivo da lavagem pela água era o início do serviço ministerial.Além dessas cerimônias também veremos mais a seguir neste estudo que na caminhada de Israel relatada na Torah há alguns momentos que Israel passa pela Tevilah, mas agora vejamos alguns exemplos de rituais de purificação envolvendo água. -Consagração dos levitas e sacerdotes para o serviço


3 Nm 8.21,22 - Os levitas se purificaram e lavaram as suas vestes, e Arão os apresentou por oferta movida perante o SENHOR e fez expiação por eles, para purificá-los. 22 Depois disso, chegaram os levitas, para fazerem o seu serviço na tenda da congregação, perante Arão e seus filhos; como o SENHOR ordenara a Moisés acerca dos levitas, assim lhes fizeram. Ex 40.12 - Farás também chegar Arão e seus filhos à porta da tenda da congregação e os lavarás com água - Consagração do Povo para estar diante do Eterno Ex 19.10,11 - Disse também o SENHOR a Moisés: Vai ao povo e purifica-o hoje e amanhã. Lavem eles as suas vestes 11 e estejam prontos para o terceiro dia; porque no terceiro dia o SENHOR, à vista de todo o povo, descerá sobre o monte Sinai. Ex 19.14 - Moisés, tendo descido do monte ao povo, consagrou o povo; e lavaram as suas vestes. - Higienização daquele que tocou em cadáver de animal Lv 11.25 - Qualquer que levar o seu cadáver lavará as suas vestes e será imundo até à tarde. - Higienização e purificação daquele que tinha doença de pele Lv 13.34 - Ao sétimo dia, o sacerdote examinará a tinha; se ela não se houver estendido na pele e não parecer mais funda do que a pele, o sacerdote declarará limpo o homem; este lavará as suas vestes e será limpo. Lv 14.8 - Aquele que tem de se purificar lavará as vestes, rapará todo o seu pêlo, banhar-se-á com água e será limpo; depois, entrará no arraial, porém ficará fora da sua tenda por sete dias - Higienização e purificação daquele que toca em alguém com fluxo(menstruação ou doença sexual) Lv 15.7 - Quem tocar o corpo do que tem o fluxo lavará as sua vestes, banhar-se-á em água e será imundo até à tarde. Bom, acima temos, portanto, alguns exemplos na Torah a cerca da purificação por meio da água, donde surge o ritual da Tevilah. 2. A Tevilah ,o novo nascimento e o retorno a Torah _____________________________________________________________________________________ De modo geral a Tevilah ainda nos traz a imagem de um novo nascimento, ou seja, Imersão(tevilah) em água faz alusão a um retorno ao ventre, como um bebe na água do ventre de sua mãe.E água nas Escrituras faz refêrencia a Torah.Yeshua diz algo que tem relação com esta imersão para arrependimento, Ele disse: quem não nascer da água..."ou seja, esta imersão em água é um retorno à obediência a Torah, o nascer de novo.E por isso entende-se que a Tevilah é por imersão e não aspersão , pois todo o corpo precisa estar dentro da água simbolizando o nascer de todo o ser, ou seja, corpo, alma e espírito.Todo o Ser mergulhado na Torah.


4 Respondeu Yeshua: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino do Eterno.

João 3:5

E Ele mesmo também disse para os seus discípulos que a Sua Palavra estava limpando-os. João 15:3

Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado;

Portanto, o batismo, imersão, pode significar um novo nascimento , um retorno, uma teshuvá a Palavra (Yeshua), à Torah onde somos purificados, e também pode significar o início de uma nova etapa de compromisso e serviço E esse Novo nascimento mostra que houve uma morte, ou seja, para nascer de novo é preciso morrer, e assim temos a Tevilah como a representação de minha morte com Yeshua e a minha ressurreição com Ele. Rm 6.5- 8- Porque, se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente, o seremos também na semelhança da sua ressurreição, 6 sabendo isto: que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos; 7 porquanto quem morreu está justificado do pecado. 8 Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos, Sendo assim, a Tevilah está ligada a banhar-se em água, e água simboliza a Torah, a Palavra do Eterno, então, tudo o que diz respeito a Tevilah está relacionado a uma vida na Torah.E é necessário nascer da Torah, e o ritual da Tevilah evidencia esse retorno a obediência a Torah.Esse foi o propósito da imersão realizada por Yohanan(João), isto é, trazer Israel novamente a obediência a Torah. João 1:31 - Eu mesmo não o conhecia, mas, A FIM DE QUE ELE FOSSE MANIFESTADO A ISRAEL VIM, por isso, IMERGINDO COM ÁGUA. Mat 3:11 Eu vos batizo(Tevilah) com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo. Assim sendo, o batismo, a tevilah realizada por João(Yohanan) era para arrependimento, e arrependimento fala de uma volta , de um retorno ao estado de obediência ao Eterno, aos seus mandamentos, a sua Torah, é uma mudança de mente que produz novas ações e por isso João (Yohanan) declara : Mat 3:8

Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;

E tudo indica que o primo de Yeshua, a saber João(Yohanan), fazia parte do grupo do essênios.Um grupo da época de Yeshua e anterior a Yeshua que dava muita ênfase na Tevilah (batismo).Viviam isolados por terem muitos conflitos a respeito da profanação do Templo, porém , não completamente isolados, mas em suas comunidades haviam vários Mikvaot, que são os tanques para purificação.

2. A presença da tevilah na caminhada de Israel até a terra de Canaã e seus significados _____________________________________________________________________________________


5 Algo interessante que podemos notar na caminhada de Israel é que há alguns momentos que expressam a Tevilah, ou seja, momentos em que Israel passou pela imersão( batismo).E estes momentos podem nos trazer significados e propósitos da Tevilah.E quanto a isto gostaria de compartilhar alguns entendimentos. 2.1 Israel passa pela Tevilah ao sair do Egito _____________________________________________________________________________________ Quando Israel sai do Egito , Israel passa por meio do mar, e isto constituiu em uma representação da Tevilah, onde Shaul(Paulo) assim também entendeu.E nesse ponto é fácil ver a Tevilah como um ritual de passagem e confirmação, onde Israel passa do Egito para ser Povo do Eterno. Observemos: Êx 14:22

Os filhos de Israel entraram pelo meio do mar em seco; e as águas lhes foram qual muro à sua direita e à sua esquerda.

1 Co 10.1-3 - Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos sob a nuvem, e todos passaram pelo mar, 2 tendo sido todos batizados(tevilah), assim na nuvem como no mar, com respeito a Moisés Portando Israel passou pela Tevilah(imersão) declarando a sua saída do Egito, e tudo o que representava o Egito ficou dentro da água. Êx 14:27

Então, Moisés estendeu a mão sobre o mar, e o mar, ao romper da manhã, retomou a sua força; os egípcios, ao fugirem, foram de encontro a ele, e o Senhor derribou os egípcios no meio do mar.

Êx 14:13

Moisés, porém, respondeu ao povo: Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do Senhor que, hoje, vos fará; porque os egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver.

Esse é um dos significados da Tevilah. Representa a saída do Egito e também mostra que o Egito deve ficar no meio da água.O passado no Egito deve perecer no meio da água, não se deve mais ter visão do Egito

E lembrando que a água fala da Torah, percebemos que ao entrarmos na Torah, o Egito morre para nós.E o ritual da Tevilah evidencia isso em nós, ou seja, evidencia um estado de liberdade do Egito. 2.2 A Tevilah expressa na bacia de bronze do Tabernáculo de Moisés _____________________________________________________________________________________ Em uma ordenança do Eterno a cerca da bacia de bronze no Tabernáculo podemos também ver a presença da Tevilah. Bem, essa pía ficava na entrada do Tabernáculo, e os sacerdotes, ou todo aquele que entrava no tabernáculo deveria se lavar nela. Ex 30.17 - Disse mais o SENHOR a Moisés: 18 Farás também uma bacia de bronze com o seu suporte de bronze, para lavar. Pô-la-ás entre a tenda da congregação e o altar e deitarás água nela. 19 Nela, Arão e seus filhos lavarão as mãos e os pés. 20 Quando entrarem na tenda da congregação, lavar-se-ão com água, para que não morram; ou quando se chegarem ao altar para ministrar, para acender a oferta queimada ao SENHOR. 21 Lavarão, pois, as mãos e os pés, para que não morram; e isto lhes será por estatuto perpétuo, a ele e à sua posteridade, através de suas gerações.


6 Aqui notamos que Arão e seus filhos deveriam se lavar para não morrerem, e ainda deveriam lavar as mãos e os pés, creio que isto nos mostra a purificação das obras, as quais falam de “mão”, e também a purificação do caminho percorrido, pois pés falam de caminho.Ninguém pode estar perante o Eterno de Israel com mãos e pés sujos, ou seja, precisa haver testemunho, as obras precisam ser puras e o caminho justo,e isto é possível ao colocar as mãos (obras) e os pés(caminho) em contato com a água, a qual é a Torah do Eterno. Isto nos mostra que a Tevilah evidencia uma vida de testemunho, obras puras e caminho justo dentro da Torah perante o Eterno

2.3 Israel passa a segunda vez pela Tevilah (imersão) ao atravessar o Jordão _____________________________________________________________________________________ Vemos na caminhada de Israel que, Israel precisa atravessar o Jordão para entrar na terra que o Eterno deu por herança aos nossos pais.E isto é interessante, pois João (Yohanan) realizava a Tevilah(imersão) no Jordão, e creio que isto nos indica que para entrar na Terra que o Eterno nos deu por herança é preciso atravessar o Jordão, ou seja, passar pela Tevilah. Vejamos o que o Eterno declara por meio de Moisés(Moshe) sobre a passagem de Israel pelo Jordão .Podemos aprender muito sobre a Tevilah. Dt 9.1 - Ouve, ó Israel, tu passas, hoje, o Jordão para entrares a possuir nações maiores e mais fortes do que tu; cidades grandes e amuralhadas até aos céus; Acima, podemos entender que a Tevilah nos capacita a possuir aquilo que é mais forte do que nós, ou seja, nos capacita a dominar aquilo que aparentemente é maior do que nós.Passar pela Tevilah nos leva a viver uma vida de domínio e não de dominado.E isto pode significar domínio sobre desejos, dificuldades, enfim. Dt 11.31,32 - Pois ides passar o Jordão para entrardes e possuirdes a terra que vos dá o SENHOR, vosso Elohim; possuí-la-eis e nela habitareis. 32 Tende, pois, cuidado em cumprir todos os estatutos e os juízos que eu, hoje, vos prescrevo. Aqui, o Eterno nos mostra que passar o Jordão é necessário para entrar e possuir a Terra e habitar Nela.E trazendo para a figura da Tevilah, podemos entender que a Tevilah nos faz entrar na Terra, porém para permanecer na Terra é preciso permanecer na Torah, isto é, cumprir os estatutos do Eterno.

Dt 12.8 -10- Não procedereis em nada segundo estamos fazendo aqui, cada qual tudo o que bem parece aos seus olhos, 9 porque, até agora, não entrastes no descanso e na herança que vos dá o SENHOR, vosso Elohim. 10 Mas passareis o Jordão e habitareis na terra que vos fará herdar o SENHOR, vosso Elohim; e vos dará descanso de todos os vossos inimigos em redor, e morareis seguros. Nestes versos acima vemos que ao passar o Jordão, ou seja, ao passar pela Tevilah, não podemos proceder como procedíamos antes de acordo com aquilo que bem parecia aos nossos olhos.A maneira de viver deve ser diferente. Dt 27. 1-10 - Moisés e os anciãos de Israel deram ordem ao povo, dizendo: Guarda todos estes mandamentos que, hoje, te ordeno. 2 No dia em que passares o Jordão à terra que te der o SENHOR, teu


7 Elohim, levantar-te-ás pedras grandes e as caiarás. 3 Havendo-o passado, escreverás, nelas, todas as palavras desta lei(Torah), para entrares na terra que te dá o SENHOR, teu Elohim, terra que mana leite e mel, como te prometeu o SENHOR, Elohim de teus pais. 4 Quando houveres passado o Jordão, levantarás estas pedras, que hoje te ordeno, no monte Ebal, e as caiarás. 5 Ali, edificarás um altar ao SENHOR, teu Elohim, altar de pedras, sobre as quais não manejarás instrumento de ferroa. 6 De pedras toscas edificarás o altar do SENHOR, teu Elohim; e sobre ele lhe oferecerás holocaustos. 7 Também sacrificarás ofertas pacíficas; ali, comerás e te alegrarás perante o SENHOR, teu Elohim. 8 Nestas pedras, escreverás, mui distintamente, as palavras todas desta lei(Torah). 9 Falou mais Moisés, juntamente com os sacerdotes levitas, a todo o Israel, dizendo: Guarda silêncio e ouve, ó Israel! Hoje, vieste a ser povo do SENHOR, teu Elohim 10 Portanto, obedecerás à voz do SENHOR, teu Elohim, e lhe cumprirás os mandamentos e os estatutos que hoje te ordeno. Continuamos observando a orientação do Eterno para quando o povo passasse pelo Jordão. O Eterno diz para se levantar pedras grandes, toscas sem manejá-las com ferro e nessas pedras escrever a Torah, e ainda levantar um altar , oferecer holocaustos ,ofertas pacíficas, comer e se alegrar perante Ele. O que podemos entender com estas instruções? - Pedras grandes - Bom, as pedras grandes nos falam de fundamento de uma construção, até mesmo porque a palavra “ pedra” em hebraica é “‫’ אבן‬eben” , que procede da raiz “‫ בנה‬banah”, que significa “ construir, estabelecer”, portanto, as pedras falam de fundamento que estabelece uma construção. - Não manejar com ferro – Podemos entender o “ferro” como algo que enferruja, ou seja, algo corruptível e corrosível. - Escrever a Torah nas pedras – Isto nos mostra que a Torah deve estar por fundamento da construção.A Torah é o que estabelece a construção. - Levantar um altar – Altar significa “lugar de sacrifício”, e sacrifício significa tornar sagrado.Sendo assim, isto nos indica uma consagração, separação. - Holocaustos – Holocausto em hebraico é “‫ עלה‬Olah”, procedente de “‫̀ עלה‬alah” que significa “subir,ascender”.Desta forma é algo que sobe , que é elevado, que está no alto. - Oferta pacífica (shelamim) - A oferta pacífica ( shelamim), ela tem um carater de restabelecimento de amizade e aliança com o Eterno, pois essa palavra “ ‫ שלם‬shelem”, tem em um dos seus sentidos : retribuição, sacrifício por amizade e aliança. Portanto , é onde oferecemos ao Senhor por uma amizade e aliança, e não para obter um perdão - Comer e se alegrar – Isto nos mostra celebração, festejo e satisfação. Trazendo para o sentido da Tevilah como ritual de passagem , purificação e confirmação.Podemos entender com as instruções que vimos acima, que na Tevilah as nossas vidas precisam tem fundamentos bem firmados na Torah, nesse fundamento não pode haver aquilo que é corruptível, ou seja, minha vida deve estar para além daquilo que a traça e a ferrugem consomem, mas minha vida E assim o Eterno a Israel ao passar Tevilah, pelo ritual de passagem Jordão : deve estar para aquilo declara que é Eterno.Minha vidapela precisa se tornar sagrada, separada no para o Eterno. Minha vida precisa estar a caminho do Alto, deve constantemente estar subindo como o holocausto, e não descendo, pois descer fala daquilo que é de baixo, daquilo que é caído, da natureza caída afastada do Eterno, e descer também fala de voltar ao Egito.E por fim, a minha vida precisa estar em aliança e a 27.5 Êx 20.25 amizade com o Eterno e assim caminhar em satisfação , e celebração ao Eterno de Israel.


8 Dt 27.9 - Hoje, vieste a ser povo do SENHOR, teu Elohim 10 Portanto, obedecerás à voz do SENHOR, teu Elohim, e lhe cumprirás os mandamentos e os estatutos que hoje te ordeno. Portanto, ao passar pela Tevilah, precisamos estar cientes dessas instruções. Abaixo , vemos Josué fazendo tudo de acordo com aquilo que Moisés pelo Espírito do Eterno havia declarado. Js 8.30 -32 - Então, Josué edificou um altar ao SENHOR, Elohim de Israel, no monte Ebal, 31 como Moisés, servo do SENHOR, ordenara aos filhos de Israel, segundo o que está escrito no Livro da Lei de Moisés, a saber, um altar de pedras toscas , sobre o qual se não manejara instrumento de ferro; sobre ele ofereceram holocaustos ao SENHOR e apresentaram ofertas pacíficas. 32 Escreveu, ali, em pedras, uma cópia da lei de Moisés(Torah), que já este havia escrito diante dos filhos de Israel. E a seguir , continuamos com a passagem do povo pelo Jordão.Vejamos o que mais podemos aprender. Js 3.1 - Levantou-se, pois, Josué de madrugada, e, tendo ele e todos os filhos de Israel partido de Sitim, vieram até ao Jordão e pousaram ali antes que passassem. Js 4.1-7 - Tendo, pois, todo o povo passado o Jordão, falou o SENHOR a Josué, dizendo: 2 Tomai do povo doze homens, um de cada tribo, 3 e ordenai-lhes, dizendo: Daqui do meio do Jordão, do lugar onde, parados, pousaram os sacerdotes os pés, tomai doze pedras; e levai-as convosco e depositai-as no alojamento em que haveis de passar esta noite. 4 Chamou, pois, Josué os doze homens que escolhera dos filhos de Israel, 5 um de cada tribo, e disse-lhes: Passai adiante da arca do SENHOR, vosso Elohim, ao meio do Jordão; e cada um levante sobre o ombro uma pedra, segundo o número das tribos dos filhos de Israel, 6 para que isto seja por sinal entre vós; e, quando vossos filhos, no futuro, perguntarem, dizendo: Que vos significam estas pedras?, 7 então, lhes direis que as águas do Jordão foram cortadas diante da arca da Aliança do SENHOR; em passando ela, foram as águas do Jordão cortadas. Estas pedras serão, para sempre, por memorial aos filhos de Israel. Podemos ver acima, que a Tevilah também nos remete a ter uma vida fundamentada em Israel, pois há doze pedras simbolizando as 12 tribos de Israel e isso deve ser por lembrança e memória para as próximas gerações que passam por nós. 2.3.1 - Israel passou duas vezes pela Tevilah - Mar vermelho e Jordão _____________________________________________________________________________________ Agora, há algo interessante para pensarmos, pois está relatado que a passagem pelo Jordão foi como a passagem pelo mar Vermelho. Js 4.23 - Porque o SENHOR, vosso Elohim, fez secar as águas do Jordão diante de vós, até que passásseis, como o SENHOR, vosso Elohim, fez ao mar Vermelho, ao qual secou perante nós, até que passamos. Mas fica a pergunta: Israel teve que passar por duas Tevilah(imersão)? Notemos que a passagem do Jordão é comparada a passagem pelo Mar vermelho, no entanto as pessoas que passaram pelo Mar Vermelho não eram as mesmas que passaram pelo Jordão. Aquelas que passaram pelo Jordão ainda não tinham passado pela Tevilah, pois era uma geração nova que nasceu no deserto, e ainda nem circuncidados ainda eram.Portanto , estes precisavam passar pela Tevilah(Imersão).


9

Js 5.4- 5- Foi esta a razão por que Josué os circuncidou: todo o povo que tinha saído do Egito, os homens, todos os homens de guerra, eram já mortos no deserto, pelo caminho. Porque todo o povo que saíra estava circuncidado, mas a nem um deles que nascera no deserto, pelo caminho, depois de terem saído do Egito, haviam circuncidado. Acima nos afirma da morte do povo no deserto e que se levantava uma nova geração que não era circuncidada e nem tinha passado pela Tevilah no Mar Vermelho. Vejamos agora a semelhança do episódio do Jordão com o episódio da Tevilah de Israel ao Sair do Egito com Moisés. Bem, ao atravessar o Jordão, o Senhor diz a Josué: Js 5.9 - Disse mais o SENHOR a Josué: Hoje, removi de vós o opróbrio do Egito; pelo que o nome daquele lugar se chamou Gilgal até o dia de hoje. Repare que o Israel que passou pelo Jordão tem a mesma conseqüência do Israel que passou pelo Mar Vermelho, pois em ambos o opróbrio do Egito foi removido. Notemos também que após Israel passar pelo Jordão sob o comando de Josué, Israel celebra a Pessach (páscoa), que significa “passar por cima”, relembrando a saída do Egito. Js 5.10 - Estando, pois, os filhos de Israel acampados em Gilgal, celebraram a Páscoa no dia catorze do mês, à tarde, nas campinas de Jericó 3. Há um deserto de exclusividade e trabalho após a Tevilah _____________________________________________________________________________________ Observemos que após Israel passar pela Tevilah no Mar Vermelho, o Povo foi conduzido ao deserto, e da mesma forma Yeshua também foi conduzido ao deserto, e o Israel que passou pelo Jordão de certa forma também entrou em um deserto.E Shaul(Paulo) ao passar pela Tevilah permaneceu em Damasco. O que isto pode nos ensinar? Bom, podemos aprender que após a Tevilah, entraremos em um deserto, mas deserto não é necessariamente algo ruim ou lugar de lutas somente, mas o deserto também revela uma exclusividade.Deserto nos traz a idéia de um local afastado dos grandes centros, das cidades, isolado do grande número de pessoas, isolado do pensamento da multidão, nos fala de simplicidade.Deserto nos fala de um local aberto onde a voz percorre livremente, nos fala de um local sem habitação fixa, a nossa habitação é o Eterno.Não podemos firmar os nossos pés em “outra” habitação.

E quando falamos de Damasco onde Paulo(Shaul) permaneceu após sua Tevilah, falamos de arrependimento e humilhação, pois Damasco significa “em silêncio está o tecelão de pano de saco”, vemos aqui algo relacionado a silêncio e pano de saco. At 9.18 - Imediatamente, lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e tornou a ver. A seguir, levantou-se e foi batizado. 19 E, depois de ter-se alimentado, sentiu-se fortalecido. Então, permaneceu em Damasco alguns dias com os discípulos.


10 E quanto a Yeshua, podemos aprender que após a Tevilah(imersão) seremos conduzidos ao deserto para sermos provados na nossa identidade como assim o diabo fez com Yeshua dizendo “ se tu és o filho”. Mt 4.1- A seguir, foi Yeshua levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E além dessas questões também podemos notar que há uma iniciação à um trabalho específico para quem assim é vocacionado pelo Eterno como vemos em Israel, Yeshua e Paulo(Shaul). 4. A Tevilah(imersão) na comunidade do 1º séc _____________________________________________________________________________________ A comunidade do 1º séc realizava a Tevilah, com o propósito que vimos até agora, ou seja, como um ritual de passagem e confirmação de estar no Povo .Passagem de uma vida para outra, ou melhor, da morte para a vida, retorno a obediência a Torah e confirmando a entrada na comunidade. Só que a Tevilah, a imersão , era realizada em nome de Yeshua, e isso quer dizer que eram batizados na pessoa de Yeshua, pois nome significa identidade, portanto, aqueles que entravam na comunidade dos nazarenos do 1º séc, eram imergidos na identidade do Messias, em tudo o que Ele representa, no seu propósito e missão.Não é simplesmente uma questão de nome como registro, mas ser imergido dentro do propósito de Yeshua.

At 2:38

Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado(Tevilah) em nome de Yeshua o Ungido para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.

At 2:41

Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados(Tevilah), havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas.

At 8:12

Quando, porém, deram crédito a Filipe, que os evangelizava a respeito do reino de Elohim e do nome de Yeshua o Ungido, iam sendo batizados(Tevilah), assim homens como mulheres.

At 8:13

O próprio Simão abraçou a fé; e, tendo sido batizado(Tevilah), acompanhava a Filipe de perto, observando extasiado os sinais e grandes milagres praticados.

Tevilah de Cornélio At 10:48

E ordenou que fossem batizados(Tevilah) em nome de Yeshua o Messias. Então, lhe pediram que permanecesse com eles por alguns dias

Em certa ocasião , Yeshua declara o seguinte: Mar 16:16

Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado

Este verso pode gerar certa confusão no sentido de se colocar o ritual do batismo (Tevilah) como condição de salvação. Mas vejamos que Yeshua fala “quem crer” antes de ser batizado, ou passar pela Tevilah, e lembremos que “crer” no pensamento hebraico não é somente “ acreditar”, mas sim “ ser fiel”, sendo assim, Yeshua, está dizendo que “quem for fiel e passar pela Tevilah para confirmar a fidelidade entrará em um estado de salvação”.O foco está em uma posição de fidelidade e não no ritual da Tevilah , ou seja, a Tevilah vem depois do “ser fiel”.A Tevilah confirma a posição de fidelidade, mas isto não tira a importância do ritual da Tevilah.


11 5. Síntese _____________________________________________________________________________________ TEVILAH

Ritual de passagem, purificação e confirmação perante a Comunidade do Eterno de Israel

- A Tevilah pode significar um novo nascimento , um retorno, uma teshuvá a Palavra (Yeshua), à Torah onde somos purificados, e também pode significar o início de uma nova etapa de compromisso e serviço - Evidencia uma vida de testemunho, obras puras e caminho justo dentro da Torah perante o Eterno - Representa a saída do Egito e também mostra que o Egito deve ficar no meio da água.O passado no Egito deve perecer no meio da água, não se deve mais ter visão do Egito - A Tevilah nos capacita a possuir aquilo que é mais forte do que nós, ou seja, nos capacita a dominar aquilo que aparentemente é maior do que nós.Passar pela Tevilah nos leva a viver uma vida de domínio e não de dominado.E isto pode significar domínio sobre desejos, dificuldades, enfim. - A Tevilah nos faz entrar na Terra, porém para permanecer na Terra é preciso permanecer na Torah, isto é, cumprir os estatutos do Eterno. - Ao passar pela Tevilah, não podemos proceder como procedíamos antes de acordo com aquilo que bem parecia aos nossos olhos.A maneira de viver deve ser diferente. - Na Tevilah as nossas vidas precisam tem fundamentos bem firmados na Torah, nesse fundamento não pode haver aquilo que é corruptível, ou seja, minha vida deve estar para além daquilo que a traça e a ferrugem consomem, mas minha vida deve estar para aquilo que é Eterno.Minha vida precisa se tornar sagrada, separada para o Eterno. Minha vida precisa estar a caminho do Alto, deve constantemente estar subindo como o holocausto, e não descendo, pois descer fala daquilo que é de baixo, daquilo que é caído, da natureza caída afastada do Eterno, e descer também fala de voltar ao Egito.E por fim, a minha vida precisa estar em aliança e amizade com o Eterno e assim caminhar em satisfação , e celebração ao Eterno de Israel. - A Tevilah também nos remete a ter uma vida fundamentada em Israel, pois há doze pedras simbolizando as 12 tribos de Israel e isso deve ser por lembrança e memória para as próximas gerações que passam por nós. - Após a Tevilah, entraremos em um deserto, mas deserto não é necessariamente algo ruim ou lugar de lutas somente, mas o deserto também revela uma exclusividade.Deserto nos traz a idéia de um local afastado dos grandes centros, das cidades, isolado do grande número de pessoas, isolado do pensamento da multidão, nos fala de simplicidade.Deserto nos fala de um local aberto onde a voz percorre livremente, nos fala de um local sem habitação fixa, a nossa habitação é o Eterno.Não podemos firmar os nossos pés em “outra” habitação.

Shalom- Carlos Coléct- www.centroteshuva.blogspot.com


TEVILAH _IMERSÃO - BATISMO__ RITUAL DE PASSAGEM, PURIFICAÇÃO E CONFIRMAÇÃO