Issuu on Google+

Você sabia que Maluf é procurado pela INTERPOL em 188 países, por várias acusações?

Jornal R$ 0,50

1 1 de Outubro de 2010 Edição Nº 3

{pág 06}

solidário: R$ 1,00

Habitação

No Brasil, Benício del Toro planeja gravar filme sobre o MST {pág 08} Rodovia dos Bandeirantes, Dom Pedro e Santos Dumont serviram para o ato que pode beneficiar a todos

Rodovias são fechadas em manifestações por moradias {pág 06} Esportes:

Saúde:

Agenda População sofre Cultural:

com aumento Arte do Futebol nos preços dos planos de poderia ser comercializada? saúde {pág 03}

Confira os Eventos na região {pág 07}

Festival de Cultura atrai mais de 600 pessoas {pág 07}

Charges:

Coletivo Revista Miséria mostra a arte dos quadrinhos {pág. 11)

{pág 15}

WWW.FABRICASOCUPADAS.ORG.BR


02

/opinião

TELEFONES ÚTEIS / sumaré

ASSINE

SAMU: 192 BOMBEIROS:193 CPFL: 0800.101010 DAE: 0800-015-10-25 FÓRUM: 3873.2811 PRONTO SOCORRO: 3828.4727 DELEGACIA DA MULHER: 3873.3493 CONSELHO TUTELAR: 9762-6088 / 9753-0737 PROCON: 3873.1071 FARMÁCIA POPULAR 39033649 HOSPITAL DR. LEANDRO FRANCESCHINI: 3828.4700 / 3828.4727 Reclamação para prefeitura de Sumaré OUVIDORIA MUNICIPAL: 3828-2187

É preciso mais, muito mais! Atenção, esta é mais uma edição de nosso jornal. Nosso mais simples objetivo é trazer a informação que a imprensa esconde. Parece que tudo gira hoje em torno do Segundo Turno. Atenção é preciso sempre atenção para não comprar gato por lebre.

O emprego cresce é verdade, mas é verdade que ainda fecham as fábricas, ainda os patrões ganham mais e sugam como nunca os trabalhadores e trabalhadoras.

O campo ainda é o lugar que mais mata. E quem matam são os fazendeiros que ainda escravizam as pessoase e roubam as terras como Temos o Minha Casa na época da escravidão. Minha Vida. Mas no Brasil têm as famílias Diminuiram as privasem teto que continuam tizações é verdade. Mas sem casa e ocupam pré- é preciso estatizar. Ou dios em São Paulo para quem ganhará o dinheiconquistar moradia. ro do Pré-sal será os Eike Batistas e outros milioParece que o gover- nários. Por isso uma Peno do estado está com trobrás 100% estatal. “vergonha” de chamar a Por isso atenção. é tropa de choque para ti- preciso mobilizar mais rar os pais e mães de fa- do que nas eleições, mílias como sempre faz como já fazem os trabacom medo do segundo lhadores. Mas é preciso turno. mais. É preciso mais.

Queremos que o nosso jornal seja também seu, que ele seja NOSSO. Por isso convidamos você leitor a participar. Pretendemos que esse jornal seja quinzenal, por isso sua ajuda é muito importante. Assine o jornal Atenção. Procure um de nossos colaboradores ou entre em contato pelo e-mail jornal@fabricasocupadas.org.br

QUEM SOMOS Somos um jornal voltado para os trabalhadores e trabalhadoras. Um jornal feito por trabalhadores e que quer contar com o apoio e a contribuição para trazer as notícias que a grande mídia e pequena imprensa não traz. Uma opinião voltada para ajudar a luta das trabalhadoras e dos trabalhadores. A iniciativa foi apresentada pelos trabalhadores da fábrica ocupada Flaskô,

mas já está envolvendo moradores e a comunidade, movimentos populares e sindical. Traremos notícias e opiniões que reflitam a vida e a luta dos trabalhadores e das trabalhadoras, das domésticas, dos desempregados e dos trabalhadores do campo. Por isso contamos com seu apoio e desejamos uma boa leitura.

ÔNIBUS Campinas Ônibus Municipal: R$ 2,60 Ônibus Seletivo: R$ 3,00 Alternativo Municipal: R$ 2,60 Hortolândia Inter. Campinas R$ 2,60 Sumaré R$ 2,90 Municipal R$ 2,00 Alternativo Intermunicipal: Campinas R$ 2,70 Sumaré R$ 2,90 Sumaré Inter. Campinas R$ 2,90 Hortolândia R$ 2,90 Dom Pedro e Unicamp R$ 3,15 Municipal R$ 2,20 Alternativo Municipal R$ 2,20

FEIJÃO Jornal Atenção - publicação do Centro de Memória Operária e Popular Conselho de Fábrica da Flaskô Tiragem: 5.000 exemplares Editor: Pedro Santinho Redação: Fernando Martins, Josiane Lombardi, Alexandre Mandl, Filipe Monteiro, Luana Raposo, Bruno Rampone, Cauê Martins, Ana Luiza Junqueira, Bruna Lopes, Carolina Chmielewski e Sara Mello Neiva. Colaboração : Grupo de Teatro Cassandras, Trabalhadores da Flaskô, Coletivo de Comunicadores Populares, Coletivo Miséria e Universidade Popular Arte e Diagramação: Luciano Claudino Jornalista: Rafael Prata Telefone: (19) 3854-7798 contato@fabricasocupadas.org.br www.fabricasocupadas.org.br

Feijão carioca mais barato (Kicaldo): R$ 3,73 Arroz agulhinha mais barato (Qualitá): R$ 2,09 Preço referente a 1 (um) quilo do produto. Este jornal é vendido a R$ 0,50. O custo com impressão é R$ 2.000,00, fora os custos de mão de obra.


/cidades 03

SAÚDE

População sofre com os valores dos planos de saúde A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou aumento dos planos de sáude. O aumento é de 6,73% para os planos de saúde que foram con-

SUMARÉ

tratados a partir de janeiro de 1999. O aumento será para 7,4 milhões de consumidores individuais. No ano passado, a alta foi de 6,76%.

Prefeito abandona Vila Operária A paciência dos moradores da Vila Operária está se esgotando. Há anos o prefeito Bachim tem se comprometido a regularizar a Vila e mais do que isso se comprometeu a colocar água e esgoto. Inclusive depois de muita pressão do moradores e de dezenas de ato públicos foi aprovado na câmara o projeto que autoriza a implementar a estrutura de água e saneamento, mas até hoje nada foi feito. Os moradores vivem cotidianamento com dificuldades de água.

Nosso jornal foi informado por moradores que eles preparam uma manifestação com outros movimentos sociais em frente à prefeitura pouco antes das eleições. Um morador que não quis se identificar declarou: “parece que aprovaram a lei em junho apenas para nos acalmar e fazerem suas campanhas eleitorais. Mas nós vamos mostrar que o povo não se cala. É nosso direito ter água, é um direito de todos”.

NECESSIDADE Enquanto colaboradores do Jornal Atenção distribuíam a 2ª edição no “Buracão do Perugini e do Bacchin”, como é chamado carinhosamente pelos moradores, muitos depoimentos foram dados pelas centenas de pessoas que têm que passar ali. Os casos de roubo

são os mais falados, a cada dez pessoas pelo menos uma já foi roubada ali, dizem que preferem nem prestar queixa, pois não adianta muito mesmo. Mas o que mais nos deixou chocados foram os acidentes sofridos pelos moradores, acidentes com motos, pessoas que caíram e

se machucaram gravemente. Tem até uma história de uma senhora que caiu, bateu os dois joelhos no chão e hoje não pode mais andar por conta desse acidente. Estamos tentando localizar essa moradora para levarmos o caso dela adiante.

Se você tem uma reclamação envie para nosso jornal. Email: jornal@fabricasocupadas.org.br ou telefone (19) 3854-7798

Bacchin e Perugini onde está a ponte entre Nova Europa e Pq. Bandeirantes?


04

/brasil

CRISE

Friboi fecha planta na cidade de Cáceres-MT

Motivos para o fim da atividade seria a crise do mercado capitalista

A planta que tinha capacidade para abater até 600 cabeças/ dia deixou de operar no último dia 8 e deverá demitir cerca de 700 funcionários. Conforme relatos dos colaboradores, depois de um período de férias coletivas de 30 dias, todos foram surpreendidos com a no-

tícia da desativação ao retornar ao trabalho. “O fechamento do frigorífico diz respeito a mercado. O Grupo JBS tomou a decisão e isso é próprio do capitalismo”. “O grupo optou por fechar pensando no lucro. Perdeu o mercado russo e outros espaços e teve de

diminuir a produção. Não pensa no desemprego, nem no impacto negativo na economia do município”, enfatiza Túlio Fontes, prefeito de Cáceres, comentando que a receita da empresa é mais de 550 vezes maior que o orçamento do município de Cáceres.

Dia 31 de outubro iremos escolher quem comandará a Presidência da República nos próximos 4 anos. Neste segundo turno, Dilma (PT) e Serra (PSDB) disputam o voto do povo brasileiro dispondo do mesmo tempo na TV para apresentar seus projetos e propostas. Dilma, no primeiro turno das eleições, recebeu 46,9% dos votos válidos, contra 32,6% de Serra. A ampla aprovação do governo Lula (em torno de 80%), foi determinante para esse resultado à candidata petista. Escolhendo entre dois projetos de país, tendo como parâmetros os anos FHC (Serra) e Lula (Dilma), o eleitor tem a sua frente uma enorme responsabilidade. Portanto, exerça seu direito!

União pode pagar indenização de 500 mil reais a Tupinambás

O Ministério Público Federal (MPF) de Ilhéus, propôs uma Ação Civil Pública por dano moral coletivo e individual pelos atos violentos praticados pela Polícia Federal (PF) no dia 2 de junho de 2009 contra comunidade Tupinambá. O MPF cional do Jamari, em requer a condenação da União ao Rondônia, foi ofe- pagamento de 500 mil reais, que recida aos empresá- deve ser revertido à comunidade. O rios. MPF entrou com a ação em julho Os cerca de 96 mil deste ano. hectares destinados A ação foi movida visando à reà concessão florestal paração dos danos sofridos por indíforam divididos em genas Tupinambá quando, em junho três unidades de ma- do ano passado, foram violentados e nejo florestal. torturados por agentes da PF.

PRIVATIZAÇÃO DA AMAZÔNIA Há exatamente três anos, em 2007, justo no dia da Árvore, 21 de setembro, a então ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou o início da privatização da Amazônia. A Floresta Na-

Segundo turno: Dilma X Serra

Um Câncer

De todas as coisas que acontecem nos tempos atuais, a que mais indigna é a morte de pessoas por desnutrição. Essa ainda nos parece como um dos piores problemas da humanidade (mais de um bilhão de pessoas no mundo ainda passam fome). A fome crônica, aquela que mata aos poucos, que acomete um número que nos assombra na Árica, na Ásia e na América Latina. Aqui no Brasil (celeiro do mundo) uma multidão passa fome, apesar dos “programas assistenciais” dos governos. Mas não é só a fome que causa mal à saúde e mortes por questões ligadas a alimentação: a própria alimentação em si é feita para adoecer. A obesidade mórbida é um problema enfrentado até por crianças, sem contar os homens e mulheres adultos. A causa? A comida industrializada! Com pouca fibra vegetal e muito amido. Desta forma o que mata é o vício de comer. Pois há química produzida para viciar na comida, na bebida. A Coca-Cola – palavra fácil – é um exemplo nítido. Não bastasse isso, há outra questão relacionada à comida. Essa mais grave, gravíssima: é o envenenamento da própria comida. Simplesmente com o objetivo de vender veneno. Quanto mais veneno, mais bonita fica a pele da fruta que vai matar lentamente o próximo sujeito, até que ele decida por conta própria matarse com remédios para tratar o câncer. Por: Ari, da Direção Estadual do MST


/mundo

05

CUBA

X Somente a luta muda nossa vida O segundo turno acontecerá dia 31 de outubro. Dilma e Serra vão debater projetos para o Brasil. É fundamental neste segundo turno vermos tudo de mais perto. Fazendo como os sem teto de São Paulo. Ir a luta. Eles ocuparam um prédio na capital e por medo o governo de São Paulo e a prefeitura se calaram e não enviaram as tropas para expulsar o povo. Este é o exemplo. Durante as eleições devemos levantar nossas bandeiras de luta bem alto. E mais do que as bandeiras devemos lutar. Olhar apenas para as eleições é nao ver que os governos são para administrar o sistema. Um sistema que quem tem mais dinheiro manda mais. Quem é patrão tem poder. Esse sistema não muda com a eleição. O que muda é quem administra o sistema. Pode ser a Dilma, pode ser o Serra. Mas o sistema continua. Com os ricos explorando os pobres.

Dá pra mudar esse quadro? Claro. A solução é a organização e luta das pessoas nos locais de trabalho, moradia e estudo. Assim conseguimos conquistas para os trabalhadores. Um bom exemplo disso é a Fábrica Ocupada Flaskô, de Sumaré. Os trabalhadores ocuparam a fábrica em 2003. Não têm mais patrão. E lutam para manter os empregos. Outro exemplo são os movimentos que lutam por moradia, como o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto. Não adianta votar numa pessoa que prometeu construir casas. É preciso ocupar terrenos vazios de empresários e políticos corruptos. Só assim as pessoas conquistam sua moradia. Não há vida por procuração, cada um tem que viver a sua. Também não há luta por procuração, as pessoas tem que se organizar para travar a sua luta. A união dessas lutas será maior que qualquer eleição.

Cuba anuncia demissão

500 mil funcionário públicos, ou cerca de 20% dos trabalhadores estatais do país, nos próximos

seis meses serão demitidos. Nos perguntamos o que estarão pensando estas famílias.

TURQUIA

Trabalhores fazem greve e ocupam fábrica Após uma semana de greve e a ocupação pacífica da fábrica Çelmer Metal na cidade turca de Gebze Cayırova, a leste de Istambul, 23 operários demitidos por fazerem parte do sindicato Birlesik

Metal IS voltaram ao trabalho a 9 de agosto. A paralisação, da qual participaram todos os trabalhadores da fábrica, incluiu a tomada de um guindaste de 12 metros de altura.


06

PROCURADO

MORADIA

Maluf é procurado pela INTERPOL em 188 países

Rodovias são fechadas em manifestações por moradias Principais Rodovias do país são fechadas em uma manifestação que pode beneficiar todos os brasileiros Há alguns dias atrás importantes manifestações aconteceram em algumas das principais rodovias do país, uma luta concreta por moradia popular no Brasil. Aqui em nossa região a Anhangüera foi bloqueada causando uma paralisação de mais de sete quilômetros inclusive na

Rodovia dos Bandeirantes e Dom Pedro, e também um bloqueio na mesma hora na Santos Dumont. A luta é para exigir moradia pra todos, o Governo Lula além de não construir moradias a quem realmente precisa faz o contrário despeja a população de lugares que estavam abandonados e que a população ocupou para construir suas moradias.

E tem mais, veja essa:

ram de favor, muitos em cortiços, além dos moradores de rua. Está previsto na constituição brasileira, que todos têm direito a moradia, mas em parceria com grandes construtoras o governo só constrói para quem ganha por volta de 3.000 reais por mês na farsa do “Minha Casa Minha Vida”. Mas, e os desempregados? E os que ganham salário mínimo? Nunca poderão ter sua tão sonhada casa?

Por conta da copa e das olimpíadas, os moradores de bairros pobres estão sendo desalojados para dar lugar a shoppings, estradas, avenidas e estacionamentos. Uma grande parte da população paga aluguel, outros mo-

Somente aqui no Brasil mesmo, o cara é procurado em 188 países e a tal imunidade parlamentar não deixa ele ser preso. Ele é procurado, mas todo mundo sabe onde ele tá. Se pisar em algum desses países a Interpol prende ele na hora. Não é a toa que ele está desesperado para ser reeleito como deputado, caso contrário vai preso assim que acabar o seu mandato. Ele é acusado de desviar di-

nheiro dos cofres públicos para pagar contas de sua família e de sua empresa Eucatex no exterior, é acusado por usar dinheiro do povo para financiar a campanha de Celso Pitta, acusado por lavagem de dinheiro e tudo aconteceu dentro desses 188 países. Alerta meu povo, cuidado em quem você vota nas eleições, políticos roubam sim, isso não é um mito, afinal nada acontece mesmo.

Prédios são ocupados em São Paulo

250 famílias são despejadas na região de Bauru

Quatro prédios abandonados em São Paulo foram ocupados dia 04 de outubro por pelo menos 3.800 sem-teto. Maria Aparecida Ferreira, uma das lideranças, disse que as famílias estão limpando os prédios para iniciar trabalhos educativos com as crianças. A intenção dos sem-teto é permanecer no local até que a situação de moradia das famílias seja resolvida.

250 famílias de trabalhadores sem-terra ligadas à Central Única de Trabalhadores (CUT) e a um grupo dissidente do Movimento dos SemTerra (MST) foram despejadas em 5 de outubro pela Polícia Militar (PM) das fazendas Ouro Verde e Maria Mazarelo, em Pederneiras (SP), região de Bauru.


/fábrica de esporte e cultura

09 09

Fábrica de Esporte e Cultura tem aulas de ballet

Festival Flaskô Fábrica de Cultura

Festival atraiu mais de 600 pessoas O primeiro Festival Flaskô Fábrica de Cultura, realizado dias 27, 28 e 29 de agosto de 2010, foi um evento muito importante para a cidade de Sumaré. Sua organização foi uma parceria do Grupo Cassandras com a fábrica Flaskô. Ele agregou diversos movimentos de

Atividades Culturais A Casa Bem Assombrada SESC Campinas 02/10 a 31/10. Terça a sexta, das 13h às 21h30; Sábados, domingos e feriados das 9h30 às 18h A Casa bem assombrada é um lugar mágico, onde vivem criaturas das sombras da nossa imaginação. Apesar de encantadas, essas criaturas não são assustadoras nem malignas, muito pelo contrário, são poéticas e até divertidas. Ao todo nove cria-

cussão política, peças de teatro, dança, oficinas, contação de histórias para crianças, visitas à fábrica, filmes, música e festas. A Fábrica luta, estudantes universitários de de Cultura da Flaskô deu um granSão Paulo e Campinas, jovens e de passo em direção à construção adultos do MST, uniu os trabalha- de um espaço público de criação dores da fábrica e trouxe pessoas artística, política e cultural. A parde toda a região de São Paulo para tir de agora pretende trazer evenconhecer mais da luta e do traba- tos pelo menos uma vez ao mês e em breve abrirá inscrições para lho na Flaskô. Foram três dias de muita dis- oficinas gratuitas de artes.

são s o r tuit e laze a r g d tos ções n e Ev as op ótim

turas vivem na casa: uma fada que vive no abajur; uma sereia na banheira; o Abominável Homem das Neves no congelador; Shiva na varanda; o Hipupiara, um monstro marinho que vive no aquário; Baku, o comedor de sonhos, bordado na fronha do travesseiro; a Mullher Cisne na mesa do chá; Juan Volador no telhado e o Guerreiro de Shambala no sótão contam suas histórias para aqueles que se atrevem a espiar pelas frestas da casa...

Biblioteca Dia(s) 02/10, 09/10, 16/10, 23/10, 30/10 - Sábados às 14hs BAÚ DE HISTÓRIAS Contação de história com a Com a Cia. Opera na Mala para crianças de todas as idades. Local: Biblioteca do Sesc Campinas - Rua Dom José I, 270, Bonfim - (19) 3737-1500 Grátis ANDRÉ MASTRO SESC Campinas Dia(s) 22/10 Sexta, 20h. André apresenta o CD “Sem Descanso” com um repertório com clássicos do cancioneiro

Em setembro foi dado inicio as aulas de ballet para crianças na Fábrica de Esporte e Cultura. A professora Fernanda dará aulas para três turmas. As turmas serão divididas com crianças de quatro a seis anos, de seis a oito, de oito até 15 anos. Para mais informações, ligar (19) 9641-3494 ou mandar e-mail para nand13@ig.com.br popular como Prova de Carinho (Adoniran) e Por Causa de Você (Dolores Duran e Tom Jobim). Área de Conviência. Livre para todos os públicos Grátis Guarda Chuva de Sabores SESC Campinas Dia(s) 16/10 Sábado, das 12h às 14h Celebrando o Dia da Alimentação, a Cia Navega Jangada de Teatro realizará intervenção que abordará junto ao público, de forma bem humorada, questões relativas à alimentação. Área de Convivência. Livre para todos os públicos Grátis


08

/cultura Após representar Che nos cinemas, Benício planeja filme sobre o MST Benício del Toro, o ator portoriquenho e de Hollywood, que fez o papel de Che Guevara, o guerilheiro cubano nos filmes Che 1 e 2, veio na semana passada ao Brasil. Del Toro veio ao país especialmente para conhecer o MST (Movimento dos Sem-Terra) , pois planeja produzir um filme sobre o movimento. Ele visitou a Escola Nacional

MANO DEL TORO

Participe

Florestan Fernandes em Guararema, participou de um debate com dirigentes do MST e outros ativistas e com o boné dos Sem-Terra na cabeça ajudou a plantar uma árvore no local. Benício concluiu sobre o significado do MST para os trabalhadores e a semelhança com a revolução cubana, o seguinte: “Tomar as rédeas de seu próprio destino, não é verdade?”. Ele é mano!

ARTE NA ESCOLA

Programação da Fábrica de Cultura e Esporte 10h30, das 15h às 16h30 e Projeto 2º Tempo Todas as segundas, quar- das 20h às 21h30. tas e sextas feiras das 8h às Tênis de mesa Todas as terças e quintas 11h e das 13 às 16h. feiras das 13h30 às 15h. Judô Todas as segundas, quar- Capoeira tas e sextas feiras das 9h às Todas os sábados e domingo das 18h às 20h. 11h e das 15h às 20h. Teatro Todas as segundas e sextas Ginástica para mulheres Todas as terças e quintas feiras, das 9h30 às 11h30 das 19h às 20h. Taekwan-do Todas as segundas e quar- Xadrez e damas tas feiras das 20h às 21h30, Todas as sextas-feiras das terças e quintas das 9h às 19h às 20h. CINEMA INFANTO-JUVENIL A partir do dia 19 de outubro começam as sessões de cinema infanto-juvenil da Fábrica de Esportes e Cultura. Elas serão todas 3ª feira às 15hs - com direito a pipoca! O primeiro filme a ser exibido será "Monstros S.A.". Monstros S.A. é uma das maiores fábricas no mundo dos monstros - seus trabalhadores precisam assustar as crianças.

Onde?

Educação de artes é obrigatória na escola Desde 1996, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) garante o ensino das artes na educação brasileira. “O ensino da arte constituirá componente curricular obrigatório, nos diversos níveis da educação básica, de forma a pro-

mover o desenvolvimento cultural dos alunos.” (art. 26) Artes plásticas, teatro, dança e música devem ser disciplinas diferentes, mas muitas escolas ainda adotam apenas um professor que ensina todas as artes ou apenas artes plásticas.

Sem terra criam o Centro Cultural Bertold Brecht Um encontro de militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocorrido no Pará, entre os dias 27 e 30 de julho, reuniu centenas de pessoas num local inusitado: um curral, na antiga Fazenda Cabaceiras, hoje parte do assentamento 26 de Março. Na realidade, um ex-curral. No enceramento das atividades dos militantes, na tarde do dia 30, o espaço se tornou o Centro Cultural Bertold Brecht. Maria Raimunda, uma das dirigentes estaduais do MST, acredita que a transformação significa “reverter o local para acontecimentos culturais que tragam a emancipação social e cultural”.


09


/trabalho

10

Nexans fecha fábrica de Lorena e demite 333 trabalhadores

FECHOU!

Fachada da empresa em New Jersey

Empresa norte-americana de remédios fecha fábrica Dia 13 de dezembro o laboratório Bristol dos EUA fechará sua fábrica no bairro Santo Amaro, em São Paulo. A empresa produz remédios e está no Brasil há mais de 50 anos. É a única fábrica da empresa no país, e emprega hoje 230 trabalha-

dores que acabam de ser avisados sobre o fechamento. Há 10 anos a fábrica funcionava com três turnos e 1200 funcionários. Pelo mundo, nos últimos meses 15 fábricas da empresa já foram fechadas e a brasileira será a próxima. Trabalhadores e até mesmo ex-ge-

Metalúrgicos decretam greve em São José dos Pinhais-PR

A Nexans, empresa que fabrica cabos de energia, telefonia e transmissão de dados, anunciou em maio que vai fechar sua fábrica de Lorena. A fábrica de Lorena emprega 333 funcionários. A unidade de Lorena deverá ser desativada gradativamente e o processo de agrupamento dos equipamentos estará concluído nos primeiros meses de 2011.

Segundo a empresa, a desativação da unidade de Lorena tem como objetivo racionalizar custos e melhorar a competitividade. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Lorena, José Luiz de Souza Azevedo, esteve na Federação Paulista dos Sindicatos em São Paulo para buscar apoio e tentar reverter a decisão da Nexans. Atenção, atenção.

Unidade deve ser desativada aos poucos

rentes da empresa acham que é um absurdo. “A empresa já foi líder de mercado e modelo para o setor, e a notícia do fechamento da fábrica é sempre algo difícil de ouvir”, diz um exdiretor comercial do laboratório. Atenção, ocupem esta fábrica antes que feche!! Os metalúrgicos GM (Opel) decide da Volkswagen de fechar fábrica São José dos PinhaisPR decidiram, em A fábrica de carros da Opel em assembleia, decretar Antuérpia, na Bélgica, vai fechar até greve por tempo in- o final do ano depois que uma busdeterminado, contra a proposta salarial apresentada pela montadora. A mobilização na Volks atinge 5,6 mil trabalhadores — quatro mil diretos e 1,6 mil terceirizados.

DEMISSÃO ca por um investidor na unidade fracassou, afirmou a montadora.A controladora General Motors inicialmente havia anunciado em janeiro que a fábrica, que emprega 2,6 mil funcionários, fecharia em 2010.


/diversão 11

Rádio Luta há um ano e oito meses resistindo

Iniciada a transmissão dia 28 de fevereiro de 2009 com a ajuda do coletivo rádio livre da Unicamp e Usp, das Rádios Muda e Várzea, e também ajuda do coletivo da Abraço (Associação Brasileira de Rádios Comunitárias). A Rádio Luta pode ser

ouvida no www.radioluta.blogspot.com, é só clicar e ouvir de qualquer lugar do planeta. Muitas músicas de 1ª e reapresentação de programas anteriores, vinhetas, entrevistas, manchetes e quem quiser participar é só entrar em contato.

SÓ RINDO!

— Sim! — Não é verdade que, assim como eu multipliquei os pães e peixes para dar de comer a todos, este homem inventou o Fome Zero para que todos pudessem se alimentar? — Sim! — respondeu o povão. — Não é verdade que assegurou tratamento médico e remédios para os pobres, assim como eu curei os enfermos? O povo grita: — Sim! — Não foi traído por companheiros de partido, assim como eu fui traído por Judas? O povo então gritou ainda mais forte: — Sim! — Então o que vocês estão esperando Para crucificá-lo?

Lula discursava para milhares de pessoas, quando de repente aparece Jesus Cristo baixando lentamente do céu. Quando chega ao lado de Lula, lhe diz algo ao ouvido. Então Lula, dirigindo-se à multidão, diz: — Atenção companheiros! O companheiro Jesus Cristo aqui quer dizer umas palavras para vocês. Jesus pega o microfone e diz: — Povo brasileiro, este homem que tem barba como eu, não lhes deu o pão do conhecimento da mesma forma que eu fiz? O povo responde:

QUADRINHOS


12

/campo

SANGUESSUGA

O QUE É GRILEIRO?

Ex-deputado manda apagar trabalhador Sem Terra no Pará

No mês de setembro foi assassinado José Valmeristo Soares, o “Caribé”, integrante do MST do Pará. Os mandantes do crime são o ex-deputado Josué Bengtson e seu filho, Marcos Bengtson, que foi detido juntamente com

dois pistoleiros acusados da execução. O acontecimento faz parte do conflito entre Josué Bengtson, proprietário da fazenda Cambará, e trabalhadores sem terra que ocuparam a fazenda após descobrirem que a propriedade na verdade faz parte de uma gleba de terras públicas federais, a gleba do Pau de Remo. Segundo a promotoria da Justiça Agrária da região, os sem-terra já vinham sofrendo ameaças por parte dos Bengtson. Com Caribé também estava outro militante do movimento e trabalhador rural, João Batista Galdino, que conseguiu sobreviver ao ataque.

Da mesma maneira que na cidade é popularmente conhecido criminoso 171, estelionatário que falsifica documentos, o mesmo acontece no campo em relação a propriedades rurais. O ato de grilagem consiste em possuir

uma propriedade rural com títulos falsos. Em um país tão grande como o Brasil, a fiscalização de terras se torna difícil. E a situação se agrava quando o grileiro em questão está mancomunado com o poder público, como é o caso do ex-

POR QUE GRILAGEM?

Ex-Deputado Sanguessuga

Josué Bengtson era deputado federal pelo PTB e teve revelado o seu envolvi-

mento com a famosa Máfia das Sanguessugas. Renunciou ao mandato para fugir da sua cassação. Além de pastor, o fazendeiro é grileiro de quase 2 mil hectares de terras públicas na região da gleba federal do Pau do Remo. São essas terras que os trabalhadores sem terra reivindicam para a Reforma Agrária.

governador-sanguessuga Josué Bengtson. Assim, na maioria das vezes, a prática de grilagem é feita com terras que pertencem ao próprio governo e que portanto deveriam estar à disposição da Reforma Agrária como prevê a lei.

A grilagem é tão antiga quanto o “descobrimento do Brasil” e ao longo da história desse país

muita terra grilada foi negociada, comprada e vendida. O nome grilagem é porque antigamen-

te os documentos falsos passavam por um processo para parecerem verdadeiros: o grileiro colocava o papel novo em uma caixinha com uma porção de grilos, sim, o inseto. Com o passar do tempo, o cocô dos grilos deixava o papel amarelado, parecendo um título de propriedade de terra antigo e verdadeiro.


/direitos 13

Terceirizados mostram sua força em ato na Unicamp

Os trabalhadores terceirizados da Unicamp fizeram um ato no dia 23 de setembro contra a exploração que sofrem todos os dias na universidade. Contaram com a solidariedade de estudantes, funcionários públicos, funcionários da fábrica ocupada Flaskô e militantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra). “Sofremos humilhações diárias. Nossos chefes não deixam a gente nem tomar lanche da

funcionárias que estavam no protesto. Uma foi demitida. Outra foi suspensa. Os protestos continuaram. Os estudantes fizeram ato no escritório da empresa Centro que fica dentro da Unicamp. “Os atos tem que continuar até que os terceirizados tenham seus direitos reconhecidos e que as advertências e suspensões sejam revistas”, falou uma funcionária da Centro que não pode se identificar.

Campanha ‘O Petróleo Tem que Ser Nosso’ Todos sabemos que a riqueza gerada pelo Petróleo é muito grande no pais e no mundo. E hoje se fala muito da descoberta do Pré Sal e o que significaria para o povo trabalhador brasileiro. Por isso passaremos a publicar a cada edição uma materia com questões ligadas ao tema. 1. Vocês sabiam que o PSDB, no governo de FHC queria privatizar a Petrobrás e mudar seu nome para Petrobax? 2. Vocês sabiam que o governo Lula continuou os Leilões de venda de nosso Petróleo que o FHC tinha iniciado e vendeu

SAIBA MAIS SOBREO A CAMPANHA DO PETROLEO EM WWW.APN.ORG.BR

tarde”, contou uma funcionária que não quis se identificar com medo de ser punida. “A gente sai todo dia às 5 da manhã de Sumaré e volta pra casa quando já é noite. E ganhamos 470 reais só”, contou outra funcionária. No dia seguinte, o gerente da empresa Centro, Percival, deu advertência para várias

MONTE SEU COMITÊ

inclusive áreas do pré-sal? 3. Vocês sabiam que a Petrobrás tem o seu controle administrativo estatal e a maioria das ações, mas que boa parte de suas ações foram vendidas para enriquecer as Multinacionais? Atenção! Atenção! Para a Petrobrás servir aos brasileiros é preciso parar os leilões do petróleo e retomar o monopólio estatal. Entre nesta campanha, monte um comitê. Entre em contato que podemos enviar cartilhas, vídeos e materiais da campanha. pedro.santinho@uol.com.br


14

/juventude

Cursinhos populares e gratuitos

EDUCAÇÃO

Existem na região de Campinas vários cursinhos populares. Além de preparar as pessoas para o vestibular, os cursinhos populares têm como objetivo formar criticamente a população. “O que não queremos é uma educação do tipo bancária, que só deposita o conhe-

Popular e sem autoritarismo Você já ouviu falar em educação popular? Educação popular é um jeito de ensinar e aprender onde não existe autoridade de um professor. O conhecimento é construído pelo diálogo. As regras das salas de aula não são feitas pela direção, ou por um grupo pequeno de professores. São feitas por todos: professores e alunos. Ou como preferem dizer, educadores e educandos.

Essa prática existe no Brasil desde a década de 60 e foi proibida durante a ditadura militar. Hoje na região de Campinas existem vários grupos que trabalham com educação popular. Um dos grupos se chama Universidade Popular (UP) e é formado por alunos da Unicamp. Esse grupo desenvolve suas atividades no assentamento rural de Limeira Elizabeth Teixeira, do MST.

Deus dá, a mãe cria e a R.O.T.A. mata Segundo a Ouvidoria da Polícia Militar de São Paulo, 36 pessoas morreram em tiroteios com policiais da R.O.T.A.(Rondas Ostensivas Tobias Aguiar) no primeiro semestre deste ano. No mesmo período de 2009, foram 21. Quando analisamos em detalhes essas mortes ocorridas em tiroteio ou em enfrentamentos, tudo indica que é como aconteceu em 2006, uma espécie de vingança. Essas mortes

em tiroteios, a maior parte delas não ocorre em enfrentamentos, são execuções sumárias. Em maio, seis pessoas foram mortas no Jaçanã, mesma região onde ocorreu o ataque ao coronel. Ocorreram 53 mortes em 16 chacinas até o último mês, número que supera todos os óbitos de 2009. A maior parte das chacinas são cometidas por grupos de extermínio formados por policiais.

cimento na cabeça das pessoas, como se elas não tivessem nada para ensinar em troca. Por isso é que não se sentem motivadas para irem à escola, só o que alguns professores fazem é falar, sem nunca perguntarem o que os alunos acham disso ou daquilo”, contou Dennis, do

cursinho popular do Parque Oziel. “Educação é liberdade. Educação não pode ser prisão, como é na maioria das escolas”, contou Paulo, educador do cursinho popular Josué de Castro, em Valinhos. Os cursinhos populares abaixo são gratuitos.

FIQUE ESPERTO CURSINHO POPULAR DO PARQUE OZIEL (CAMPINAS) e-mail: cursooziel@yahoo.com.br telefone: 8806-3683 horário: das 19h as 22h, de segunda à sexta CURSINHO POPULAR JOSUÉ DE CASTRO (VALINHOS) e-mail: cursinhovalinhos@yahoo.com.br endereço: Rua 11 de Agosto, 860, Valinhos – Centro (Sindicato dos Metalúrgicos) - horário: 19h as 22h


/esporte 15 Skate, um dos esportes mais praticados no Brasil RADICAL

É um esporte que requer um grande esforço físico, por isso, os skatistas preferem praticar à noite, pois no meio do dia o sol forte acaba desgastando mais o atleta. Os brasileiros estão no topo do cenário mundial, os skatistas brasileiros estão no ranking dos melhores do mundo. Em São Paulo é uma febre, em baixo de viadutos, nas praças, nas periferias e diversos lugares espalhados pela cidade, há muitas pistas de skate. A foto ao lado foi feita por Cauê Martins, um pequeno amante do esporte que tem apenas 6 anos de idade.

SOBE O BANDEIRÃO...

...E APARECE AS ARQUIBANCADAS COM AS CADEIRAS ARRANCADAS

FUTEBOL MODERNO

A arte do futebol pode ser tratada como mercadoria? Propagandas nas camisas, nas costas, nas mangas, na frente, até em baixo do sovaco, muitas propagandas nos estádios, ingressos caríssimos para assistir uma partida, somente interesse financeiro nessa paixão que o brasileiro tem com a arte do futebol. Atletas tratados como mercadoria, é muito dinheiro envolvido, salários

astronômicos, isso sobe pra cabeça de muitos jogadores que saíram de bairros pobres e favelas, e hoje perderam até a humildade, como o jogador Neymar do Santos por exemplo. E o povo é enganado, pagando preços altíssimos em roupas dos clubes... Mas calma aí: se as roupas estão cheias de propagandas, os torcedores que já

estão pagando pelo uniforme ainda fazem o comercial dessas empresas, saindo pelas ruas com suas marcas (geralmente grandes) nas costas! E quando o torcedor não pode pagar 150, 200 reais numa camisa de seu time, ele compra uma do camelô que incrivelmente também contém todas as mesmas propagandas.

Reforma no estádio

Na Europa torcedores do FC-Zúrich indignados com o aumento nos ingressos e colocação de cadeiras em toda a arquibancada, deram um jeito de fazer uma “reforma” no estádio e deixando como o povo gosta.

www.memoriaoperaria.org.br


16

/classificados

ESPAÇO DO ROLO

Anúncios grátis aqui! Nos passe seu anuncio que vamos publicar de graça pra você. Como por exemplo: vendo geladeira, compro bicicleta usada, vendemos legumes, troco móveis usados. Também teremos espaço para serviços e de serviços como pedreiro, eletricista, pintor, gesseiro, coisas do povão mesmo. Aproveitem.

Como anunciar? Se você tem algo para anunciar entre em contato. Email: jornal@fabricasocupadas.org.br ou telefone (19) 38547798


Jornal Atenção - Edição 3