Page 1

REFENO 2013

Nº17 - ANO 2 - 10/2013

No ar, a 25ª edição da maior regata oceânica do Brasil abaixo das quilhas até a Refeno 2013.

Odisseus em ação

Evaldo Altino

A

ventureiros? Com a modernidade em navegação disponível, eles sabem sua posição na Terra com precisão de poucos metros. Aventureiros mesmo foram os desbravadores deste belíssimo percurso até Fernando de Noronha que dispunham apenas de instrumentos imprecisos e os conhecimentos de navegação astronômica para percorrer as quase 300 milhas náuticas até o arquipélago, um pequeno pontinho perdido no Oceano Atlântico. Muita água rolou

A ORIGEM - Foi em 22 de setembro de 1984, quando cinco velejadores partiram no Odisseus, um Arpége de 30 pés, rumo a Noronha. A viagem durou 54 horas e foi realizada utilizando somente a navegação astronômica. O saudoso Maurício Castro promoveu, no ano seguinte, um cruzeiro à ilha, que batizou de “Cruzfafeno” - Cruzeiro em Flotilha ao Arquipélago de Fernando de Noronha. Seis barcos participaram e o evento foi um sucesso, o que desmistificou os perigos do percurso e deu origem à competição. Em 27 de setembro de 1986, nascia a Refeno, com 25 veleiros vindos de Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Nos primeiros anos, Maurício, um entusiasta da navegação astronômica, incentivava os que a usavam, e instituía prêmios àqueles que completassem o percurso guiando-se pelos astros. Dá saudade daquela época. Era uma navegação mais romântica. Mas hoje tudo é mais seguro, e isso é o que importa. Com um GPS, ficou mais fácil chegar ao destino, a não ser que aconteça algo no percurso.

cos, imprensa e patrocinadores. O público, conta-se aos milhares; os barcos inscritos chegam a passar de uma centena, com recorde de 146 inscritos; os visitantes na ilha, envolvidos no evento, ultrapassam 800. Alguns encaram a regata como um grande passeio familiar, em seus barcos para cruzeiro, mas outros vêm para ganhar e bater recordes, com barcos modernos e velozes. O recorde atual para veleiros multicascos é do barco baiano Adrenalina Pura, catamarã de carbono de 64 pés, com o incrível tempo de 14h34min54s, estabelecido em 2007, e o recorde para monocascos é do veleiro carioca Indigo, de 82 pés, comandado por Torben Grael, com o tempo de 25h57min59s, em 2011. Neste ano, a Refeno partiu com mais de 70 veleiros, separados em três grupos e sete classes. Serão 300 milhas entre sol e mar, com destino a um dos recantos mais belos do planeta. Por isso, os velejadores, sejam eles regateiros ou cruzeiristas, serão todos vencedores na regata mais charmosa do Brasil. Tripulação rumo a Noronha

A REFENO MODERNA - “A Refeno é muito mais do que uma competição a vela. É um importante momento de confraternização entre os amantes do mar.”, diz o novo outdoor. A regata, que antes partia da Boa Viagem, longe do público, a partir de 2002, quando comandada pelo excomodoro João Paulo Lins e Mello, passou sair defronte à Praça do Marco Zero, no Recife Antigo, conseguindo atrair milhares de pessoas, mais bar-

Veja ainda

Segurança

Bem estar

Agora o Cabanga tem Brigada Contra Incêndio

Uma das melhores estruturas para a prática do RPG e Pilates


NOVIDADES NO CABANGA

Cabanga implanta Brigada Contra Incêndio Marcos Medeiros om o crescimento do Cabanga Iate Clube e a atual lotação das garagens, nada mais importante do que ter uma “Brigada Contra Incêndio” treinada e pronta para atuar se isto se fizer necessário. A maioria dos barcos são construídos em fibra de vidro e resina, o que passa a ser um excelente combustível se atingido por uma chama. É certo também que todas as embarcações possuem seguro, mas ter um bem destruído pelo fogo, independente da perda financeira é algo que ninguém gostaria de passar. Por conta disso, a comodoria do clube decidiu montar um plano de tra-

C

balho para ser implementado o mais rápido possível. O plano contempla três pontos iniciais: 1- Revisão de todo o equipamento de combate a incêndio existente, quanto a distância, capacidade e sinalização . 2- Contratação de um Técnico de Segurança com experiência nesta área para a montagem do grupo da brigada, preparação e treinamento prático. 3- Instalação de duas bombas contra incêndio com sistema de hidrantes e mangueiras nos pontos estratégicos. Montar uma brigada não é um trabalho simples, mas a meta é ter até o final deste ano, o grupo treinado e pronto para qualquer emergência. As aulas em sala foram concluí-

Treinamento da Brigada de Incêndio

das e parte do pessoal treinado em uma situaçao real. Com a implementaçãoo deste plano, o Cabanga será a primeira marina em Pernambuco a ter um sistema contra incêndios, mesmo esperando nunca usá-lo, porém, será um excelente argumento na negociação e contratação de novos seguros.

Pilates e RPG: mais uma novidade do Clube Danyelle Amorim

O

Sala de Pilates

Pilates vem ganhando cada vez mais espaço nas academias. O método integra o corpo e a mente na realização de movimentos que exigem força, controle, equilíbrio e alongamento muscular. A técnica ajuda a eliminar dores, amplia a capacidade de realizar movimentos com baixo impacto articular, possibilita a obtenção de força e equilíbrio muscular, melhora da coordenação motora e promove a correção postural. O Pilates é ainda uma atividade antistress, que proporciona bem estar físico e mental, pois facilita a circulação sanguínea e linfática. Com a proposta de inserir o Ca-

banga no dia a dia dos sócios, a comodoria criou o “Espaço Saúde”, equipado com uma das melhores estruturas para a prática de Pilates e RPG da cidade. O local está com equipamentos novos, modernos, ambiente climatizado, estacionamento seguro e uma super equipe de profissionais que irão proporcionar mais saúde e bem estar a você e toda sua família. O Fisioterapeuta Eduardo Vieira é o coordenador. Entre em contato com a secretaria do clube, escolha seu horário e aproveite para fazer sua avaliação física. Os horários disponíveis serão de segunda a sexta-feira: Das 6h às 7h / 7h às 8h / 8h às 9h e, à tarde, das 17h às 18h / 18h às 19h / 19h às 20h / 20h às 21h.

Nova Garagem para os Optimists Marcos Medeiros

C

om o objetivo de eliminar o risco de crianças da escolinha de vela circulando na garagem Norte, que normalmente está mais congestionada e com trânsito de veículos pesados para subida e descida das lanchas, foi construída uma nova garagem para abrigar os optimists dos futuros campeões de vela do clube. A nova garagem, situada ao lado da academia de ginastica, fica em uma area totalmente protegida e permite a guarda de 24 barcos e seus equipamentos, tendo área suficiente para montar/lavar e estocar as embarcações. 02 |Outubro de 2013

Melhores espaços para os Optimists na sede do Cabanga


DESTAQUE

Muita diversão no Dia das Crianças

Crianças se divertem nos brinquedos instalados na sede do Cabanga, no Recife

Danyelle Amorim orrisos, animação e muitas brincadeiras. Este foi o cenário da festa do Dia das Crianças, comemorado no Cabanga Iate Clube de Pernambuco. A garotada se divertiu

S

a valer. Os pequenos, acompanhados pelos pais e recreadores, brincaram no pula-pula, piscina de bola, pega-pega, pintura de rosto, cama elástica, touro mecânico com João Bobo inflável, castelinho e tobogã inflável instalados no Clube.

Na hora da fome, todos os participantes puderam comer pipoca, algodão doce, picolé, crepes no palito e cascata de chocolate... tudo muito delicioso. A comemoração foi um sucesso! Agora é esperar 2014.

Junior e Mateus lutam por título no Senior de Snipe Danyelle Amorim la conquista uma legião de apaixonados no mundo todo. Está entre as classes mais populares em vários países do planeta, inclusive no Brasil. A Snipe não é olímpica, mas está no programa dos Jogos Pan-Americanos há décadas. Foi pela grande representatividade da classe, que o Cabanga enviou duplas para representálo no Mundial. No Senior, Edival Junior e Mateus Pinheiro enfrentaram nada menos que atletas do Japão, EUA, Canadá, Noruega, Argentina, Bélgica, Colômbia, Itália, Peru, Portugal, Espanha,

Equador, Uruguai e até de Cuba, coisa rara de se ver por aí. “Nós tivemos bastante dificuldade com a variação de maré, mas ainda conseguimos dar boas partidas. A disputa foi muito difícil e concorremos com velejadores bem mais experientes e detentores de importantes títulos. Agora é continuar treinando para os próximos desafios”, falou Junior. No primeiro Mundial da dupla pernambucana, a colocação foi a 39ª posição. Já os competidores Bruno Bethlem e Dante Bianchi levaram o título, pela segunda vez, dispu-

Atletas do Cabanga na disputa do mundial

Yuri e Mateus entre os melhores do mundo

E

O

Brasil obteve um ótimo resultado no Mundial Júnior de Snipe, no Rio de Janeiro, entre os dias 15 a 20 de setembro. Das 10 melhores duplas, oito foram brasileiras, entre elas os pernambucanos e atletas do Cabanga Iate Clube de Pernambuco, Yuri Reithler e Mateus Pinheiro que ficaram na décima posição. Os campeões foram os cariocas, Lucas Mesquita e Douglas Gomm. O bronze ficou com os baianos, Juliana

Edival e Mateus, do Snipe

tando em casa, no Rio de Janeiro.

Duque e Jonathan Lerhke. Já os japoneses Takuya Shimamoto e Keisuke Kushida ficaram com a prata. “Treinamos muito para este campeonato que tem um nível altíssimo, com os melhores do mundo. Em nosso primeiro Mundial, conseguimos ficar entre as 10 primeiras duplas. Agora é continuar o trabalho para no próximo melhorar ainda mais essa nossa posição”, concluiu Yuri Reithler. Outubro de 2013 | 03


VELA

Barcos no Circuito Recifense de Vela Oceânica 2013

Patoruzú arrasou no Circuito Recifense Danyelle Amorim

N

os dias 21 e 22 de setembro 14 veleiros participaram do Circuito Recifense de Vela Oceâ-nica, apoiado pelo Cabanga Iate Clube de Pernambuco, na sede do Recife. Foram três regatas: uma no sábado e duas no domingo. No sábado, no início, houve a ameaça de uma chuva que não prometia ser passageira, o que normalmente não desanimou os participantes. O percurso, Marco Zero - Ituba - Dona Lindú, foi caracterizado por ventos de boa intensidade. Mar agitado e nuvens de chuva se alternaram, mas não tiraram o brilho da regata, colocando um “algo mais” até o retorno ao Porto do Recife. A segunda e terceira regata do Circuito foram mais amenas e com vento moderado e mais firme na direção. Ultimamente, as partidas têm sido analisadas como características nas regatas da FREVO: bem manobrada, disputada e com vários veleiros cronometrando bem a largada. Dessa forma, reitera-se que esta regata tem sido um aproveitamento por um rápido check-up final antes da aguardada Refeno (Recife - Fernando de Noronha). De um modo geral, o Patoruzú ganhou o maior destaque. Largando por último, o veleiro teve um aproveitamento sem igual e, com isso, gerou maior atenção diante dos demais. O Trimaran não só chegou em primeiro em todas as três provas do Circuito, com grande vantagem, como também montou, em primeiro, todas as boias de todas as regatas. O comentário geral entre os velejadores do Circuito, a capacidade de orça e a velocidade desse veleiro,

especialmente com o mar agitado como foi na regata de sábado. Nos monocascos, apresentouse, com evidência, o veleiro Morning Breeze, que foi sempre o primeiro monocasco a chegar nas três regatas do Circuito, tanto no tempo real como no corrigido. Porém, disputada mesmo foi a classe RGS B: Quarta-feira 17 bis, o Lavienrose, o Avoador e o Toba estiveram em marcação cerrada um com o outro em cada cambada. No sábado, um jantar no clube com música ao vivo e deliciosos crepes mantiveram algumas tripulações até tarde no evento, mesmo com mais regatas os aguardando logo pela manhã. No domingo, após as duas últimas regatas, a premiação. Satisfeitos por um dever cumprido, o desfecho foi feito com a tradicional abertura do champagne.

CABANGA IATE CLUBE Av. Engenheiro José Estelita FONE: (81)3428.4277 São José Recife/PE,50090-040 www.cabanga.com.br

04 |Outubro de 2013

Classificação dos barcos no Circuito Recifense de Vela Oceânica: RGSB: 1- Quarta-feira 17 bis, 2- Avoador, 3- Lavienrose RGSA: 1- Morning Breeze, 2- Avatar, 3- Carcará II Classe Mocra Mult: 1- Patoruzú, 2- Fandango, 3- Centauro Clase Mocra Cat: 1- Jahú

O vencedor, Patoruzú

EXPEDIENTE EDITOR EXECUTIVO Marcos Medeiros

JORNALISTAS: Danyelle Amorim Tatiane Cybelle Góes

ESTAGIÁRIA: Deborah Viégas


Informativo do Cabanga Iate Clube de Pernambuco - Gaivotas OnLine nº 17 - Out/2013  

Informativo do Cabanga Iate Clube de Pernambuco - Gaivotas OnLine nº 17 - Out/2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you