Page 1

66 Anos de Sucesso e Vitórias!

O

Cabanga Iate Clube de Pernambuco completou 66 anos de fundação neste mês de abril. Trata-se de um dos maiores clubes náuticos do País. O Clube das Águias Douradas, como era chamado antigamente, é o maior fomentador do turismo náutico no Estado. De uma importância vital para a vela, o Cabanga, além de ser um formador de gerações de

Nº12 - ANO 2 - 05/2013

velejadores, é o promotor de uma das maiores regatas do País, a Regata Recife-Fernando de Noronha. E, para comemorar o aniversário do clube, a comodoria preparou uma programação competitiva e diversificada, com a realização de práticas esportivas, feijoada e um bolo especial para o parabéns.

A classe Dingue marcou presença na raia de Maria Farinha

A

s regatas comemorativas do Aniversário de 66 anos do Cabanga, ocorridas no sábado (13) em Maria Farinha contaram com um clima ameno com chuvas esparsas e ventos de intensidade média que variaram de sudoeste para leste. Os Dingues marcaram presença com três barcos do Cabanga, a saber: o veleiro Ver o Mar (Evelyn Luza/Amanda Colinetti), Placebo (Clóvis Holanda/Walter Olegário) e o Hipopótamo (Amadeu Palha/Renata Palha). Laser Radial

Bons momentos da festa de 66 anos do Cabanga

Laser

V

entos fortes e muita chuva. Foram essas as condições que marcaram à tarde do domingo (28) na primeira regata válida pelo Ranking Pernambucano da classe Laser Radial. A competição foi realizada na raia em frente à praia de Del Chifre, em Olinda. Ítalo Silva está na liderança na corrida pelo título. Edvaldo Barbosa ocupa a segunda posição.

Veja ainda

Optimist

Regata

Tiago Monteiro se classifica para o Norte Americano

Copa Tiradentes é sucesso entre novatos da vela


ESPORTES

Velejadores de Snipe e Optimist encenam grandes disputas no Pina

N

o Recife, a comemoração do aniversário do Cabanga contou com competição das classes Optimist e Snipe, na Bacia do Pina, no sábado (13). Foi um dia de temperatura amena e ventos bem rondados. O Optimist realizou duas regatas, somando 13 atletas na raia. Destaque para o vencedor Tiago Monteiro que, apesar de ter partido mal, ultrapassou a velejadora Ludmila Lira que liderava a prova no último contravento da primeira regata. Já na segunda regata, Tiago liderou todo o percurso. O segundo e terceiro lugares foram ocupados respectivamente por Guilherme Santana e Ludmila Lira. Disputa bem acirrada também entre os velejadores de Snipe, que logo após a Optimist, foram para a água. Foram duas regatas de muita velocidade e técnica dos participantes. A dupla vencedora da categoria foi Daniel Dantas/Victor Azevedo, seguida de Ted Monteiro e Rafael Monteiro e por Eduardo Fázio e Pedro Fázio.

Regata de Oceano, Premiação e os Parabéns encerraram a comemoração

P

ontualmente, às 10h, os veleiros de Oceano partiram do Marco Zero em direção a bóia de Ituba, pas-sando pelas imediações do parque Dona Lindu e chegando, finalmente, à linha montada em frente às torres gêmeas no início do canal de acesso ao Cabanga. As-sim como as regatas de monotipos ocorri-das no dia anterior, as velas oceânicas competiram em comemoração aos 66 anos do Cabanga. Esta regata foi a 4ª vá-lida pelo Pernambucano da classe. O vento começou fraco e durante a regata entraram nuvens que fizeram os ventos se intensificarem. No finalzinho da regata o vento tornou a diminuir suas forças, e o que se viu foi a disputa acirrada entre o Carcará II e Avatar, e entre o Suva 4 e Patoruzú. O veleiro Ave Rara foi o Fi-ta Azul da competição. Po r vo l t a d a s 1 5 h , o s velejadores desfrutaram da tradicional feijoada ser-vida na quadra do dancing. Descontraídos, todos os convidados esperavam a premiação e conversavam efusivamente em análise re-trospectiva do desempenho nas águas, lamentando erros e relembrando acertos, tudo com o bom humor ca-racterístico da família Ca02 | Maio de 2013

Veleiros da Classe Oceano

banga Iate Clube. Hora da premia-ção. Júnior chama ao palco o Comodoro Cláudio Cardoso e os dire-tores de vela João Jungman e Marcelo Soares para presentear com medalhas, o pódio de Optmist, Snipe, Dingue e Ocea-no. Ao final da premiação, o Comodoro

convidou todos a cantar um “Parabéns pra você” diante do bolo comemorativo aos 66 anos de um dos maiores clubes de vela do Brasil.


LAZER NO CABANGA

Reforma da palhocinha em andamento

Panorâmica da Palhocinha em construção. Abaixo, projeto finalizado

C

onhecida como um dos principais ambientes para reuniões familiares e/ou com os amigos, a Palhoçinha tem sido um ponto de encontro para os associados do Cabanga, no Recife. Analisando a preferência, o clube iniciou, desde o mês de março, um projeto de aprimoramento ao espaço. Roberto Car-

doso, diretor do patrimônio, comenta que esse será um ambiente mais confortável, visivelmente estruturado e, levado por uma questão estética positiva. Em torno de 40% da obra já está em produção. Resta, agora, esperar pelo resultado final. Ansiosos?

Está pensando em se dedicar a algum esporte? O Cabanga oferece duas divertidas, e competitivas, opções!

Panorâmica da piscina e quadra de tênis do Cabanga

P

ara quem gosta de se exercitar de uma forma divertida e ao mesmo tempo desafiadora, o Cabanga Iate Clube de Pernambuco oferece a solução perfeita. Na quadra coberta do tênis - disponível para os associados - o atleta iniciante pode contar com a orientação de um professor qualificado e horários bem definidos. Quem não é sócio também pode participar mediante pagamento de mensalidade para treino na quadra. Venha conhecer as quadras e participar de uma aula experimental e, quem sabe, se envolver definitivamente com o esporte! E, enquanto você treina? Onde deixar os familiares e amigos que não querem suar a camisa? Uma ótima su-

gestão é a piscina! Nos finais de semana e feriados, entre as 10h e 17h, você poderá levar seus filhos e convidados. A garotada sempre estará acompanhada de salva-vidas e, portanto, os adultos podem desfrutar um descanso agradável sem se preocupar. Durante a semana, depois daquele treino puxado de tênis, um mergulho também é uma boa pedida!

Para saber mais, informações pelo telefone da Secretaria do Cabanga: (81) 3428-4277. Maio de 2013 | 03


REGATAS

REGATA TIRADENTES: preparação para as Seletivas, estreia dos futuros velejadores E o feriado foi curtindo o mar

A

s regatas em comemoração ao pais dificuldades, pois aqui em Recife têm feriado de Tiradentes marcaram variado bastante as condições de chuva. um fim de semana de preparação Apesar disso, eles estão evoluindo baspara as seletivas, e de estreia para os petante e crescendo muito”, comenta Júquenos velejadores que acabaram de sair nior. Foram 13 os barcos participantes da escolinha de vela. que competiram na raia localizada pouApós uma semana de dias nublacos metros antes da Torres Gêmeas. dos e chuvosos, o sol predominou no sáAcompanhando os recém-egresbado (20) e domingo (21). Foi exigida sos da escolinha, participaram os veterabastante determinação e atenção dos venos Tiago Monteiro (5ª lugar geral no Bralejadores, principalmente os iniciantes. sileiro), Marina Hutzler e Tiago Soares. Com ventos variando entre 5 e 7 nós, os Nas competições, destaque para pequenos estrearam em grande esilo nas a liderança permanente de Tiago Monteiseis regatas (três para cada dia), em comero. Mesmo com a disputa aguerrida dos moração ao feriado de Tiradentes. O atletas Guilherme Santana e Tiago Soaprincipal objetivo: integrar as crianças da res, Monteiro sempre conseguia chegar escolinha de vela do Cabanga. Edival Júna frente, realizando boas montagens de nior, instrutor de vela, reitera a impor- Edvaldo Júnior e a turminha da Vela tância desse evento considerando, também, a preparação para as Seletivas: “Fundamental é integrar os futuros velejadores da flotilha com os veteranos, dessa forma, eles adquirem experiência e aumentam o número de barcos na raia. Acompanhar os ventos em situações difíceis tem sido uma das princi04 | Maio de 2013

boia, conservando, assim, o primeiro lugar. “Essa vantagem vem da maior experiência dele”, justificou Júnior. Na classificação geral, de acordo com as pontuações das seis regatas válidas, o primeiro lugar ficou com Tiago Monteiro, também 1º lugar na categoria infantil, o segundo com Tiago Sores e o 3º com Marina Hutzler, 1ª no feminino. Vitor Soares conquista o primeiro lugar na categoria juvenil. Entre os estreantes, os quatro primeiros foram, respectivamente: Rodrigo Barros, Miguel Almeida, Júlio Cezar e Pedro Kelner. A premiação, ocorrida na quinta (25), foi antecedida por uma aula teórica de revisão. Os jovens velejadores puderam tirar suas dúvidas sobre as melhores estratégias de largada e de acompanhamento dos ventos. A partir de agora, será realizada uma reunião toda quinta-feira do mês, para tirar dúvidas e ampliar um pouco mais o conhecimento teórico destes futuros velejadores. Sergio Avelar, pai de Júlio Cesar, um dos estreantes, comentou da satisfação ao ver o filho ir ao mar. “Nós somos uma família apaixonada pelos mares. Aos seis anos, começou a fazer aula de vela como o mais novo da turma. Quanto ao seu desenvolvimento, é satisfatório vêlo, aos sete anos, com determinação ao acordar às 6 horas da manhã todos os dias, tomando decisões sozinho, prevendo o que vai acontecer e sendo desenrolado. Embora seja muito novo, acredito que ele tenha um futuro promissor pela vela”. Com o sentimento de dever cumprido, cada um deles recebeu a medalha com satisfação e uma pontada de entusiasmo para o próximo desafio.

Confira abaixo a classificação: 1º Tiago Monteiro 2º Tiago Soares 3º Marina Hutzler 4º Victor Soares 5º Ludmila Lira 6º Julia Olivier 7º Rodrigo Barros 8º Ana Catarina 9º Guilherme Santana 10º Leticia Lira 11º Miguel Almeida 12º Julio Cesar 13º Pedro Kelner 1º Infantil - Tiago Monteiro 1º Juvenil - Victor Soares 1º Feminino - Marina Hutzler 1º Estreante - Rodrigo Barros


REGATA

5° Edição da Regata Volta a Coroa do Avião Céu e mar azuis brindando a regata Volta a Coroa do Avião

E

sta regata surgiu em 2009 a partir de uma iniciativa da Associação Pernambucana de DaySailers APEDS - e vem sendo realizada todos os anos desde então. Conta com a participação de todo e qualquer monotipo que queira competir e não apenas dos Day Sailers. Os clubes e marinas de Maria Farinha são seus principais organizadores e dentre eles destacamos a Marina do Pontal, o Iate Clube de Itamaracá e o Caban-

ga Iate Clube de Pernambuco. A regata sempre teve clima festivo, porém sempre foi muito disputada também entre as classes. Consiste em uma volta completa na Coroa do Avião e que, devido a colocação de algumas boias por parte da organização, todos os ventos podem ser observados neste contorno. No 07 de abril especificamente, com 16 monotipos na raia, entre eles Day Sailers, Dingues, Hobie Cats, Lasers e Microtonners, a regata começou com vento fraco, porém a maré cheia, o céu claro e o mar levemente ondulado garantiram emoções aos participantes, tanto aos veteranos como aos novatos também. Aparentemente, as boias de contra-vento e do curral foram colocadas mais distantes que o habitual e isto foi o suficiente para que a regata tivesse mais de 3 horas de duração. Rondadas de vento e correnteza no Canal de Santa Cruz, além das planadas com os balões nas empopadas já com o vento mais forte que en-

trou pela tarde, fez desta 5° edição uma regata para não se esquecer. “A Coroa do Avião, Maria Farinha e Itamaracá formam o conjunto que qualquer velejador e amante do mar possa requerer para um dia maravilhoso”, são as palavras do Velejador Renato Lavourinha ao descrever sua segunda participação nesta regata. Já a dupla Paulo Almeida Filho e Pedro Almeida destacaram que “Dezenas de bordos em uma acirrada disputa além de um planeio de balão na volta à Maria Farinha fez desta regata uma das melhores”. “Tartarugas e mergulhos das aves marinhas bem perto do velejador foram alguns dos presentes únicos que o dia nos proporcionou nesta regata”, comentou o Velejador Clovis Holanda. Já a velejadora Evelyn Luza destacando a descontração e animação dos velejadores na regata registrou a “presença do Cooler preso ao pé do mastro do laser do velejador Haroldo Azevedo na sua primeira participação nesta regata!”. A premiação dos participantes se deu na quinta, 18 de abril, no Cabanga, durante a reunião de vela.

O veleiro Avatar é Fita Azul na 1ª Regata Rosa dos Ventos

R

ealizada no domingo (05), a 1ª Regata Rosa dos Ventos contou com sete participantes que singraram o percurso Porto de Galinhas - Recife. Em princípio, a regata contara com 15 participantes confirmados, mas no sábado, direcionando-se até Porto de Galinhas, alguns desistiram devido à situação dos ventos contra, que atingiram a marca dos 20 nós, e do mar muito agitado. No domingo, com condição de mar um pouco mais amena, ainda com vento forte na ordem dos 17 nós - porém

desta vez favorável ao percurso da regata os sete veleiros partiram por volta do meio-dia, em frente à praia de Porto de Galinhas. Destaque para as belas manobras realizadas antes da partida para um melhor posicionamento de largada. Logo de início os veleiros Avatar e Morning Breeze tomaram rapidamente a dianteira da flotilha. O primeiro, ao perceber a maior velocidade do segundo no começo da regata, utilizou uma manobra bastante eficaz fazendo com que o Morning Breeze perdesse a liderança na desci-

da para o Porto do Recife. Dessa forma o Avatar conquista o Fita Azul na competição com apenas 3h56m51s de regata. Na classe RGS B, a vitória fica com o veleiro Lavienrose; na RGS A, o Morning Breeze fica em 1º, seguido do Avatar; na MOCRA, destaque para o primeiro lugar da firme e persistente tripulação do Centauro. A próxima regata do calendário de Oceanos se dará no dia 18 de maio. Trata-se da XVII Regata Forte Orange, válida pelo Campeonato Pernambucano. Maio de 2013 | 05


ÚLTIMAS

Marinha do Brasil Com a palavra, o Capitão. Assessoria de Comunicação - Capitania dos Portos/PE

E

ncerrada a Operação Verão 2012/2013, a Capitania dos Portos de Pernambuco (CPPE) e a comunidade náutica comemoram os resultados positivos que se refletem na maior segurança da navegação ao longo do nosso litoral. Durante os últimos meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março a Capitania se fez presente nas ações de fiscalização e na educação do tráfego aquaviário, principalmente das embarcações de esporte e recreio. Foram realizadas 2.765

abordagens, sendo notificadas 237 embarcações. Houve ainda o registro de oito acidentes, todos sem vítimas. Já no próximo mês de junho, teremos mais um desafio: intensificar as fiscalizações durante a Copa das Confederações e realizar mais uma edição da Regata alusiva à Batalha Naval do Riachuelo. Nossa regata será no dia 9. As inscrições estão abertas e já podem ser realizadas no Cabanga! Contamos com a sua participação! E ainda em clima de festa, não podemos deixar de destacar que maio é um mês muito importante para nós que fazemos parte da Capitania dos Portos de Pernambuco (CPPE). No dia 19, completamos 167 anos de atividades em nosso Estado, cumprindo ao longo desse tempo

as tarefas inerentes à inspeção naval, à salvaguarda da vida humana no mar, ao ensino profissional marítimo, ao controle do tráfego aquaviário e à prevenção da poluição hídrica. Portanto, com imensa alegria, renovamos nosso compromisso de manter altiva nossa Capitania, sempre a postos, servindo a Pátria com orgulho e satisfação. Não deixe de acessar nosso site: www.cppe.mar.mil.br “Nas águas do Leão do Norte, segurança é o nosso forte!” Capitão dos Portos de Pernambuco Capitão-de-Mar-e-Guerra Cláudio Grilli

Tiago Monteiro se classifica para o Norte Americano de Optimist Chegou ao fim o Sul Brasileiro de Optimist e da Seletiva para Campeonatos Internacionais, ambos realizados de 30 de abril a 04 de maio, em Porto Alegre/RS. O Campeonato reuniu 144 atletas, oriundos dos quatro cantos do país

D

urante os quatro dias de provas, os participantes além da competitividade, também enfrentaram variações climáticas, com falta de ventos ou oscilação de 5 nós para 20 nós no mesmo dia, exigindo de todos muita força e concentração. Pernambuco deu um show na água a participação de três talentos do Cabanga: Tiago Monteiro (Excelsior Seguros) (12), Tiago Soares (11), e Marina Hutzler (11). Após ter conquintado o 5º lugar geral no Brasileiro da classe em janeiro deste ano, Tiago Monteiro estava com grandes chances de ir ao Mundial, pois se classificam os cinco melhores da soma de resultado do Brasileiro e do Sul Brasileiro (que também vale como seletiva). Do sexto ao oitavo vão para o Europeu e do nono ao 23º para o Norte Americano. Ao ficar em nono na Seletiva, Monteiro não se classificou para o Mundial, mas conquistou um importante feito para o Estado, uma vaga para o Norte Americano. “Tiago treinou muito visando a Seletiva. Sei que se criou uma expectativa muito grande de classificação para o Mundial, mas na minha concepção, Tiago com apenas 12 anos fez bonito, pois o nível dos adversários era alto. Com certeza ele conquistou mais experiência para quem sabe, no futuro, conquistar uma va-

Tiago Monteiro na conquista da classificação para Norte Americano

Competidores de Optimist

ga no Mundial. Estou muito orgulhoso, afinal, ele ficou entre os 10 melhores do Brasil e está classificado para o NorteAmericano que será em Julho nas Bermudas”, enfatizou o pai de Tiago, o experiente velejador Ted Monteiro. Destaque também para Tiago Soares e Marina Hutzler que lutaram bravamente por suas classificações. Soares ficou em 31º, enquanto que Marina Huzler ficou em 46º na Seletiva.

CABANGA IATE CLUBE Av. Engenheiro José Estelita FONE: (81)3428.4277 São José Recife/PE,50090-040 www.cabanga.com.br

EXPEDIENTE EDITOR EXECUTIVO João Jungmann – Interino

JORNALISTAS: Danyelle Amorim Tatiane Cybelle Góes

ESTAGIÁRIOS: Deborah Viégas Felipe Cabral


Informativo do Cabanga Iate Clube de Pernambuco - Gaivotas OnLine nº 12 - Mai/2013  

Informativo do Cabanga Iate Clube de Pernambuco - Gaivotas OnLine nº 12 - Mai/2013

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you