Page 1

Revista mensal - Distribuição gratuíta

Edição #9 - Ano 2 - Julho - Agosto/2010

mega ensaio

A Casa da Noiva de porta aberta mega cidades

Agudos completa 112 anos com festa mega descaso

Droga nos Lençóis


ParabĂŠns!!!

www.agudos.sp.gov.br


|

3 |

10

Droga é problema

exige

que participação de toda a sociedade Foto: Roberto Faria/Câmara Lençóis

Redação Uma criança de cerca de onze anos anda de um lado para outro em uma praça do centro da cidade. Olhando de longe, se acredita ser apenas uma inocente brincadeira de criança. Mas, longe da inocência infantil do bate bola, do sonho de pipa no céu, o que a criança faz no lugar é algo muito mais adulto e aterrador. Indiretamente, ela vende drogas, servindo aos compradores como um garçom, a pedido do seu patrão. O pagamento pelo trabalho, entre R$ 20 e R$ 30 reais por noite. A cena poderia ser imaginária, ou do alto da hipocrisia de todos nós, descrita a partir de um distante paraíso corrompido, repleto de lindas praias e assustadores morros, ou vista em uma caótica selva de pedras. Até aí, tudo bem, pois ao imaginá-la distante, automaticamente nossa falta de consciência nos deixaria dormir em paz, já que nada poderíamos fazer para amenizar a situação. Mas ela aconteceu, quase que exatamente como descrita acima, aqui mesmo,

Vereador lençoense Adilson Bernardes propõe discussão mais clara e diretrizes eficazes para encarar o problema que assola a juventude em Lençóis Paulista. O fato, registrado há pouco tempo, deveria ter chocado muito mais, repercutido muito mais do que de fato ocorreu. E, apesar de passar quase que despercebido pela população, o fato só não foi tratado como mais uma ocorrência comum, devido à parte da imprensa lençoense, que cumprindo seu papel, tocou a ferida, e de forma coerente e eficaz, alardeou o fato diante do que ele realmente representa. Isso contribuiu para que o consciente de pessoas realmente preocupadas com o rumo dessa cidade fosse despertado. Uma dessas pessoas, o professor de educação física e vereador Adilson Sidney Bernardes foi uma das poucas vozes que se pronunciou e chamou a discussão para os meios onde ela pode e deve se transformar em ação. Ao questionar junto à administração pública a existência de um conselho municipal, que trate exclusivamente de questões ligadas aos

jovens e adolescentes, Adilson se dispôs, no mínimo, a debater sobre o tema, coisa que outras autoridades e profissionais de áreas próximas a esse público sequer se dignaram. Seu posicionamento, diante da experiência de décadas como professor ligado ao universo adolescente e todas as suas transformações, mostrou que iniciativa é algo que tem na imensidão de sua simplicidade o mesmo tamanho de sua eficiência. E que basta querer. A mensagem de Adilson e das poucas vozes que se levantaram para debater o envolvimento de crianças e jovens com o tráfico e consumo de drogas em Lençóis Paulista é algo conflitante, pois ao mesmo tempo em que alivia, por demonstrar que ainda há pessoas dispostas a agir, aterroriza por expor o quanto são escassas essas pessoas, em um universo cada vez mais corroído, doente e solitário, que é o mundo das drogas. Por isso, o convite é para que outros, que tenham coragem, se juntem a essas vozes.

Adolescência, uso de drogas e comportamento de risco A adolescência é um processo de transição que inclui conflitos que frequentemente deixam o jovem confuso, com sentimentos opostos, que acabam influenciando seu comportamento. Assim, alguns comportamentos de risco, como a violência, a formação de grupos e gangues e o uso de drogas estão relacionados a esses sentimentos. Vários fatores estão associados ao uso, abuso ou dependência de drogas, alguns deles parecem exercer uma influência mais importante, dentre as quais a influência do grupo social (amigos e família), aprovação social, ansiedade, depressão, conflitos e problemas familiares e a atração por correr riscos. O presente artigo publicado pela revista Interação em Psicologia relatou alguns achados de um levantamento sobre o uso de drogas feito com 196 adolescentes que cometeram atos infracionais e registraram ingresso no Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Infrator, Projeto Justiça Instantânea. No estudo constatou-se que há prevalência do uso de drogas entre os adolescentes infratores, sendo que 61% dos jovens já fez uso de algum tipo de droga. Desses, 57% relataram ter usado drogas ilícitas. A maconha

foi a mais mencionada. Em 30% dos casos, os adolescentes referiram usar mais de um tipo de droga, sendo que 17% desses disseram ter utilizado também álcool e tabaco. Os dados mostram que o uso de drogas, sobretudo as ilícitas, estava associado a atos infracionais. É importante ressaltar que a maioria dos adolescentes infratores usuários de drogas que foram pesquisados não frequentava a escola, 42%. Este é um fator de risco e contribui no processo de exclusão social dos adolescentes, levando-os a situações de indigência e a outras estratégias próprias de sobrevivência. As ocorrências infracionais mais praticadas foram o porte e tráfico de drogas, seguidas dos delitos contra o patrimônio, geralmente praticados com maior frequência no turno da tarde e na companhia de outros adolescentes. O estudo também revelou que entre os 120 adolescentes usuários de drogas apenas 22% havia frequentado algum programa de tratamento relativo ao consumo de drogas; outros 22% nunca haviam se submetido e para 56% não constava qualquer informação registrada. Ainda, 52% deles já contavam com registro de outras práticas infracionais.

É importante que os profissionais de saúde e Justiça lembrem que o uso de drogas é associado a situações prazerosas e, portanto, uma abordagem moralista ou somente repressiva não resolverá a questão. É necessário programas de tratamento e orientação para o adolescente com a participação da família, da escola e da comunidade. Texto resumido pelo OBID a partir do original publicado pela Revista Interação em Psicologia, 2004, vol.8 (2): pág. 191-198. Editado pela Universidade Federal do Paraná Pró-reitoria de pesquisa e pós-graduação. ISSN: 1516-1854. Autor: ROCHA, S. M. Fonte: OBID


Agudos comemora 112 anos com muita diversão Vista parcial da cidade de Agudos

Shows grátis nas praças da cidade A maratona de shows continua acontecendo na cidade de Agudos. Confira os locais e o que ainda está por vir: DIA 16 DE JULHO - Show com a Banda Visão M5 e Ministério Paixão e Poder. Às 21h, na Praça Tiradentes. DIA 17 DE JULHO - Show com Grupo Gospel Ao Cubo, no Ginásio de Esportes. A partir das 20h. DIA 18 DE JULHO - Desfile de Bandas Marciais, às 9h, na Av. Richard Freudemberg Show com Pedro Henrique e Alexandro. Às 21h, na Praça Tiradentes. DIA 22 DE JULHO - Formatura dos cursos profissionalizantes gratuitos. Às 19h30, no Brahma Esporte Clube. DIA 23 DE JULHO - Show com a Banda Move Over, às 21h, na Praça Tiradentes. DIA 24 DE JULHO - Feira Cultural do Médio Tietê, das 13h às 18h, na Praça Tiradentes. Show com a Banda G5. Dupla Jackson e Juliano. Às 21h, na Praça Tiradentes. DIA 25 DE JULHO - Carreata de São Cristóvão às 9h, na Rua 7 de Setembro. Ciranda de Esportes e Lazer Rural Senar, das 8h30 às 17h. Concurso Garota Cidade, às 15h , no Seminário Santo Antonio. Show com Ulisses e Moisés, às 21h, na Praça Tiradentes. DIA 26 DE JULHO - Lançamento do projeto “Defensores da Natureza”, às 19h, no Salão Santo Antonio. Dj na Praça Tiradentes e Ulisses e Moisés, em Domélia. DIA 27 DE JULHO - Missa em comemoração aos 112 anos de Agudos. Show com a Orquestra Sinfônica de Bauru. À partir das 19h, na Praça Tiradentes. DIA 28 DE JULHO - Lançamento do Programa Municipal de Saúde da Gestante: Viva a Vida, às 14h, no Salão Santo Antonio. DIA 30 DE JULHO - Show da Banda D3. Às 21h, na Praça Tiradentes. DIA 31 DE JULHO - 1o Encontro Caminhos do Centro Oeste Paulista de Motociclistas e Shows com as Bandas Cavalo Morto, Acústicos e Calibrados e Ibanis. À partir das 9h, no Jardim Canaã. Show com Espetacular Volkswagen. DIA 01 DE AGOSTO - Corrida de motos categoria Motard, a partir das 9h, no Jardim Canaã.

|

3

Público comparece e prestigia as comemora2200 OPINIÃO ções de aniversário; só na Praça da Matriz e PraçaTiradentes são mais de 20 shows totalmente gratuitos

BillyMao A cidade de Agudos comemora dia 27 de Julho seus 112 anos de emancipação política. Sob a administração jovem de Everton Octaviani, do PMDB, um dos mais jovens prefeitos do Brasil, Agudos ruma para um grande crescimento econômico e social. Isso é visível andando pelas ruas do centro da cidade; movimentação, comércio atuante, novas construções comerciais e o mais importante para qualquer desenvolvimento: trabalho e simpatia. É isso que se percebe dos comerciantes agudenses. Talvez, como reflexo do administrador que a cidade tem. Um representante sério, preocupado com seu povo e com o crescimento do município. Diferente de outros tempos e outros administradores municipais, essa é a postura que, principalmente prefeitos novos no cargo, vem adotando. Ora por índole, ora por comprometimento com seu cargo e seus

representados. Durante a última sessão da Câmara antes do recesso de julho, um vereador disse que durante o transporte de alguns músicos que trazia de Bauru para Agudos, onde se apresentariam, ouviu e percebeu o quanto aquelas pessoas se impressionaram com as mudanças de infraestrutura da cidade. Iluminação, asfalto, entre outras melhorias. Impressionar um visitante não é tarefa fácil para nenhum prefeito. Claro que quando a administração segue uma linha deixada por seus antecessores, a coisa muda. E isso também aconteceu na cidade vizinha de Agudos, Lençóis Paulista. Por todas essas mudanças que veem acontecendo no decorrer dos anos, fica evidente a alegria do agudense em comemorar mais este aniversário. Em conversa rápida com o prefeito Everton, na primeira semana de julho, a reportagem de Megazzine soube que ele estava

Seminário Santo Antonio: referência turística e religiosa no interior paulista

novamente de saída para a capital do Estado, em busca de benefícios disponíveis nas secretarias. Esses benefícios, que chegam ao município das mais variadas formas, não veem simplesmente por Leis do Governo. O prefeito que está disposto a melhorar sua cidade precisa correr, firmar convênios, tecer contatos e principalmente, não desanimar nunca. Outro ponto importante nesse crescimento é a disposição que o Governo Municipal de Agudos e a maioria dos vereadores têm para abraçar novos empreendedores, dispostos a se instalar no Centro-Oeste Paulista. Recentemente foi aprovado na Câmara o direito de uso de uma área no Distrito Industrial que vai gerar apro190050 EDITORIAL ximadamente empregos diretos, com investimentos de mais de três milhões. Isso sem contar com empresas que já estão atuando em Agudos e oferecem, ainda hoje, vagas de emprego à população.


|

4

IDÉIAS LIVRES

Mototáxi ou coletivo? Escolha!!! BILLY MAO

As empresas de mototaxis se espalharam pelo Brasil. Em todas as cidades existe esse tipo de serviço disponível para a população. Além de serviços de entregas, os mototaxistas, como o próprio nome diz, transportam pessoas. Apesar de ser um meio de transporte fácil, ágil e supostamente econômico, não deixa de ser perigoso. Principalmente porque existem mototaxistas despreocupados em seguir as leis básicas de trânsito. É constante perceber a quantidade de motoqueiros que ultrapassam pela direita em locais onde isso é praticamente impossível. Esta semana mesmo presenciei um motoqueiro ultrapas-

sando pela direita no centro de Lençóis Paulista e para o seu azar, um carro que seguia na via parou próximo à esquina e o passageiro do tal veículo aproveitou para descer do carro. Ao abrir a porta, derrubou o motoqueiro, que precisou da ajuda de pedestres para se levantar. Além do susto, o motoqueiro teve uma luxação no tornozelo. Por sorte, nesse caso, não havia passageiro na mototaxi. As corridas de mototaxis na cidade de Lençóis Paulista giram em torno de R$ 2,50 para o perímetro urbano. E o perímetro urbano da cidade é de pouco mais de cinco quilômetros de um extremo ao outro. Mas como disse acima, o que poderia ser uma economia, acaba sendo transtorno. Explico. Muitos desses motoqueiros cobram de acordo, me parece, com seu estado de humor. Não o do passageiro, mas do motoqueiro. Isso porque em uma corrida de um quilômetro, se for necessária uma parada do passageiro, descer da moto, ficar dois minutos e depois continuar seu trajeto o valor da corrida sobe para cinco reais. Abusivo (para não ser injusto, esclareço que isso aconteceu em dois

mototaxis do centro da cidade). Em um desses pontos de mototaxis, o passageiro ainda foi agredido verbalmente pelo motoqueiro. Claro que cada um escolhe aquilo que melhor lhe convém. Uns preferem os coletivos, outros os mototaxis. Mas convenhamos, penso que seria melhor ter um valor estipulado para o perímetro urbano. Se a empresa ou o próprio motoqueiro quer fazer preços diferenciados, que faça isso em ocasiões especiais, ou melhor, para entregas especiais. Uma conta rápida: se um litro de gasolina custa em média R$ 2,45 e uma moto faz 30 quilômetros com um litro, logo, uma corrida de dois quilômetros de distância, considerando ida e volta, o motoqueiro gastaria R$ 0,16. Ora, restam mais de dois reais em combustível para serem gastos. Ou alguns motoqueiros estão vivendo em algum mundo paralelo ou simplesmente acreditam que o consumidor é anencéfalo. Se você é usuário desse serviço, reclame. Quando for necessário, desista.

Uma gestação saudável Megazzine número 9 está aí. Depois de oito edições talhadas a ferro e fogo chegamos com uma edição repleta de novidades. Seguindo uma linha editorial solta e despretenciosa publicamos em suas páginas matérias voltadas especialmente para o desenvolvimento do interior paulista e suas políticas. Aproveitando o aniversário de Agudos, que completa 112 anos, falamos sobre a preocupação desse município em apostar no desenvolvimento industrial, atraíndo novas empresas.Tanto por parte do Executivo, quanto do Legislativo, que não medem esforços e trabalham em conjunto para atingir esse objetivo de crescimento. De Lençóis Paulista, uma matéria sobre o abuso e avanço das drogas na sociedade. O vereador lençoense Adilson Bernardes cobra e sugere uma ação mais enérgica de toda a sociedade em relação ao problema. Ainda em Lençóis, trazemos uma matéria que mostra um dos maiores empreendimentos voltados para o entretenimento na cidade. O Autódromo Velomax. Sua prospecção de público é comparada apenas à Facilpa, tornando-se um dos maiores centros automobilísticos e de diversão do interior paulista. Em Bauru, a equipe Megazzine acompanhou o corpo-a-corpo da candidata a presidente

da República, Dilma Rousseff e sua comitiva. Ouvimos também o que é de praxe nesses acontecimentos, muita promessa, muitos projetos e o comprometimento que, se eleitos trabalharão para que nossas vidas mudem para melhor. Nada diferente do que dirão outros candidatos. Basta esperar. Com todas essas matérias, envolvendo nossa região, a Megazzine mostra que está se solidificando a cada edição. Mudanças gráficas e editoriais sempre acontecerão, e lógico, para que fique mais agradável ao nosso leitor. Megazzine tem o compromisso de levar outras visões dos acontecimentos publicados pela mídia tradicional. E, vigiando sempre os erros e comemorando muito nos acertos. Para a equipe que produz a Megazzine esse número nove representa uma gestação. Tempo necessário para nascer saudável e descobrir muita coisa.

megazzine é uma publicação independente, de circulação regional (Lençóis Paulista, Botucatu. Borebi, Agudos, Bauru, Macatuba, Pederneiras). Os artigos e opiniões expressos são de responsabilidade de seus autores. QUEM FAZ A MEGAZZINE: Tânia Morbi - jornalista (mtb 52196) - editora da revista; Billy Mao (mtb 39650) diagramação, fotografias e vendas. Megazzine conta com colaboradores que ajudam a construir cada edição.

CONTATOS COM A MEGAZZINE: (14) 9104.6460 ou 9664-3297. E-mail: megazzine@gmail.com; Twitter: http://twitter.com/megazzine. Também megazzine online: http://www.revistamegazzine.blogspot.com megazzine conta com apoios culturais em forma de anúncios em suas páginas: Via Marconi/Fiat, Monalisa Jóias, Cumplice Modas, Cervejaria Castro, Imprimax, Usimax Lençóis, Catavento Comunicações, Prefeitura Municipal de Agudos, Câmara Municipal de Agudos, Zagar Ferragens e Ferramentas e Sine Ótica Agudos. Edição número 9 do ano 2. Julho/Agosto de 2010.


Legislativo

|

9

Agudense é

destaque regional

Com dinâmica, o presidente da Câmara Nelson Ayub comanda as sessões nas manhãs de segunda-feira em Agudos Redação

Para quem acompanha pela primeira vez uma sessão do Legislativo de Agudos não é tão fácil entender a dinâmica dos vereadores. São muitos discursos, cumprimentos, agradecimentos, pronunciamentos, e todos quase que ao mesmo tempo. Uma sessão da Câmara de Agudos está longe de ser monótona e cansativa, e pode ensinar muito sobre como fazer política a quem observar com mais atenção. Seus en-

A vereadora Maria Antonia entrega a Nelsinho placa de Honra ao Mérito de Presidente 2010

contros são semanais, sempre nas manhãs de segunda-feira. O ambiente não chega a ser carregado, mas está repleto do ar político, pois ali se concentram as principais discussões em torno dos destinos do município e de sua população. E haja discussões. De um lado vereadores que dão suporte à administração do prefeito Everton Octaviani, e de outro, legisladores dispostos a abrir o debate em torno das possibilidades que possam existir para a governabilidade do jovem prefeito. Isso reunido, ao vivo, ou nas transmissões pela internet ou pela televis ã o revelam parte de como é feita a política do município. O resultado, independentemente das dificuldades aparentes para quem começa acompanhar os trabalhos, é que a seu modo, a Câmara de Agudos têm contribuído substancialmente para a governabilidade e para o desenvolvimento do município, visível Vereador Auro Octaviani durante discurso

a quem quiser enxergar. Aliás, depois de dois anos do trabalho do Executivo e do Legislativo municipais, não têm sido poucas as manifestações positivas em torno da mudança pela qual a cidade de Agudos passou e continua passando, rumo a uma realidade cada vez mais longe das dificuldades enfrentadas no passado. Uma pequena, mas significativa, demonstração disso foi a recente aprovação por parte dos vereadores da instalação de uma empresa fabricante de caminhões de pequeno porte, que deve gerar inicialmente cerca de 50 empregos diretos. No comando da Câmara, o presidente Nelson Assad Ayub mantém seu ritmo, sempre acelerado, na direção dos trabalhos. Possui uma forma muito característica de dirigir o Legislativo, que demonstra, em muitas ocasiões, sua popularidade. Sem se omitir e sem falsos interesses, é muito franco ao assumir seu desejo de se manter à frente do Legislativo para o próximo biênio. O que não deve ser muito difícil, já que possui o respeito dos vereadores que compõem a situação, assim como dos legisladores que, ora ou outra assumem o papel de oposição, questionando atos do governo ou votando contra algumas de suas propostas. Seja na aprovação dos projetos do prefeito ou no respeito que demonstra por seus opositores, é sempre fácil de se ouvir, durante as sessões a expressão: “É coisa do Nelsinho!”, que define muito sobre o cotidiano do Legislativo agudense e como as coisas funcionam nos bastidores da política local. Pressa rumo ao desenvolvimento!


|

8

Arrancar

Autódromo Velomax, às margens da Rodovia Osny Matheus esta em fase de construção. A pista onde acontecerão as arrancadas tem 900 mts. No mundo todo é praticada essa modalidade automotiva. O Autódromo será um ponto de entretenimento para Lençóis Paulista e região

sem pressa

Billy Mao Lençóis Paulista está prestes a ganhar um centro de entretenimento, diversão e muita adrenalina. O Autódromo Velomax será mais que apenas ponto de encontro. A inauguração está programada para os dias 28 e 29 de agosto. O empresário lençoense Luiz Carlos Maciel, à frente do empreendimento, garante que será o maior sucesso regional. E se depender da programação, isso é mais que certo. Um festival de arrancadas com caminhões exclusivamente preparados fará a festa na pista de 900 metros. Mais de cem caminhões das principais montadoras do país também estarão presentes. Para completar as atrações, festival Duas Rodas com carros, balões, paraquedistas e muita gente bacana. Lençóis Paulista é uma cidade próspera e está localizada em ponto estratégico no estado de São Paulo. Vizinha de um posto Intermodal Hidroviário, aeroportos estruturados e cortada por uma das mais importantes rodovias do Brasil, oferece ao empreendedor um destaque além da mídia. Apostar em projetos dessa magnitude, é apostar no futuro da cidade e sua região. Hoje não existe na realidade próxima

da região lençoense nenhum empreendimento de entretenimento como o que está sendo preparado nos altos do Corvo Branco. Quem ousaria trazer para Lençóis Paulista quatro, dos seis Dragsters existentes no País? Mensurar o que isso pode trazer em retorno midiático para o município como um todo, é difícil. Não fosse sua partida precoce, Simioni teria colocado Lençóis na mídia nacional e internacional, por suas habilidades aéreas. Não fosse o pouco apoio em Lençóis, o esportista Claudinei Quirino teria levado o nome da cidade para o mundo. Orígenes Lessa, dentro de sua genialidade, conseguiu mostrar que a cidade existia, nas suas limitações. Olhando do alto essa empreitada o que se percebe é que todos ganham com um empreendimento desse porte. Cria-se, indiscutivelmente, uma referência não só cultural, mas de negócios. Recentemente a rede de TV Record apresentou uma matéria ampla mostrando o que o interior paulista oferece aos empreendedores dispostos a entrar nesse mun-

do. Não foram poucas as opções estruturais apresentadas. Se estendermos um pouquinho mais chegamos até a região de Araçatuba, que até petróleo tem oferecido a quem busca riquezas. Lençóis Paulista não é diferente, tem a força do etanol e a coragem dos Bandeirantes correndo na veia de seu povo. Saber que este é um terreno fértil é útil para qualquer visionário empreendedor. Quem ai está disposto a aceitar um desafio?


Billy Mao

|

5

Dilma inclui e centro-oeste em campanha

Bauru

Mercadante fala sobre o sistema de transporte, propõe cobrança de pedágio por quilômetro rodado e aponta desenvolvimento regional Acompanhada por Aloísio Mercadante, Marta Suplicy, Netinho, um exército de seguranças e uma imensa multidão de jornalistas, Dilma Rousseff fez um arrastão pelo calçadão da Primeiro de Agosto, em Bauru. No calçadão, depois de participar de coletiva com a imprensa e almoço com políticos e empresários, Dilma percorreu três quadras acenando e distribuindo beijos para a população que aguardava sua passagem. Durante toda sua a permanência e de sua comitiva em Bauru o que chamou a atenção, principalmente de empresários, foi o discurso de Mercadante, falando sobre as mudanças que o plano de governo pretende implantar no transporte. O principal ponto citado pelo petista diz respeito a forma como acontecem os contratos de concessão para os pedágios, adotada pelo governo do PSDB nas rodovias estaduais. “É preciso rever a política geral de pedágios. Criaram um pedágio a cada 40 dias e colocaram o Estado na situação que estamos vendo”, descarrega. Mercadante defendeu a necessidade de revisão desse modelo de concessão. “Rever com responsabilidade, pois temos que manter o investimento e a qualidade do serviço”, observa. Uma proposta é a alteração do contrato. “Podemos, em alguns casos, prorrogar o prazo de concessão, em

contrapartida da redução de tarifa”, sugere. Outra proposta do petista é a cobrança por quilômetro rodado. “Existem novas tecnologias a serviço do usuário. Na Europa, Estados Unidos e Japão o pedágio é pago por quilômetro efetivamente rodado, não por praça de pedágio. Você registra, por um chip, quanto efetivamente rodou”, explica. DESENVOLVIMENTO NO CÉU, ÁGUA E ESTRADAS Durante coletiva com a imprensa Aloísio Mercadante, que fez parte da comitiva do PT em a Bauru falou também da importância de uma política voltada para o desenvolvimento regional e enalteceu o valor do Aeroporto Moussa Tobias. Para Mercadante, que ouviu de Dilma a defesa de concessões de aeroportos em Estados que não possuem condições de mantê-los, isso não deve acontecer em São Paulo. “Esse não é o caso de São Paulo”, disse. “O Estado tem todas as condições de manter seus aeroportos. Agora, não vai resolver o problema específico do aeroporto de Bauru se a concessão for uma medida isolada”, observa. Essa política de desenvolvimento regional pregada pelo petista pretende que se

Produção de Etanol ajuda no desenvolvimento regional do centro-oeste paulista; ao lado, barcaça navega na Hidrovia Tietê-Paraná, carregada de grãos. Fotos Billy Mao

englobe também os aeroportos, mais que isso, dê condições para o empreendedor apostar na região. Isso significa, segundo Mercadante, acabar com os abusos dos pedágios, por exemplo, que estrangulam o interior todo. “Temos esse abuso no Estado inteiro e temos que repactuar essas tarifas, para que a gente ganhe competitividade com a economia. Incentivo fiscal, redução de impostos para aquilo que é a vocação econômica da região, para atrair investimentos, empresas e empregos”, afirma. “Caso contrário, caso não aconteçam essas melhorias, você não tem volume de passageiros e de carga para poder transformar esses aeroportos num equipamento importante”, completa. Mercadante ainda afirma que o Aeroporto de Bauru terá papel fundamental. “Na nossa política de desenvolvimento regional, esse aeroporto se destaca”, diz. EM TEMPO Durante o período de circulação da Megazzine havia a previsão da visita de José Serra e sua comitiva, que inclui a presença de Geraldo Alckmin e Aloysio Nunes a Bauru. O evento, previsto para parar a cidade, a exemplo do que ocorreu durante a visita de Dilma, tinha previsão para reunir a imprensa e correlegionários na ITE (Instituição Toledo de Ensino).


A Casa da Noiva Tudo em um só endereço Rua Sete de Setembro, 868 - Centro - Lençóis Pta.

Fones: (14) 3264-8528 - 3264-8094 e-mail: realcenoivas@hotmail.com

Modelos, maquiagem, cabelo e stille: Realce - Fotografias: Billy Mao

Neste ensaio, a Megazzine resolveu ousar um pouquinho. Diferente das fotos publicadas neste espaço, optamos por fazer um trabalho diferente em parceiria com a Realce (e que parceiria!), que como o próprio nome diz: A Casa da Noiva! Então pensamos: vamos fazer um ensaio somente com vestidos de noivas. E está aí. Todos esses modelos você encontra lá e com atendimento personalizado por quem entende do assunto. A noiva entra e sai com cabelo produzido, maquiagem e com o vestido que escolheu. Um momento tão especial na vida, não pode ser deixado ao acaso!!! Arlete Camargo e Mira Caserta estão com a casa aberta para recebe-las. Qualquer que seja seu estilo! E tem mais: Lá você encontra também os melhores vestidos para festas, vindos diretamente dos EUA. Passe pela realce e confira!


Parabéns Agudos pelos 112 anos. Parabéns povo agudense!

Câmara Municipal de Agudos

Auro Aparecido Octaviani

Ederson R. Mainini - Kukão

Gláuco Luis Costa Ton - Batata

Cicero Nunes Pereira

Nelson Assad Ayub -Presidente

Luciano Durães de Vasconcelos

Neusa Vicente

José Otaviano Delazari

Maria Antonia da Silva


!!! AÍ M VE AUTÓDROMO

VELOMAX ARRANCADA

TRUCKS

Dias 28 e 29 de agosto / 2010

1º Festival de Arrancadas, em pista com 900 metros de comprimento x 40 metros de largura, dividido em categorias distintas por peso e potência, sendo realizado durante 2 dias: 28 e 29 de agosto de 2010

saiba mais... Exposição de Dragsters, shows com caminhões, e muito mais atrações

Local: Rodovia Osni Matheus, km 114 (SP 261) - Bairro Corvo Branco

Billy Mao

(próximo ao trevo da Rodovia Marechal Rondon - SP 300) - Fone:

(14) 3263-0571


Megazzine 9  

Revista regional

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you