Page 1

EDIÇÃO NÚMERO III JUNHO / 2011

Boletim Informativo AGRUPAMENTO DE

ESCOLAS DE LAMAÇÃES

Redacção: Adalgisa Coelho Design gráfico: Isabel Silva

BIBLIOTECA

/

CRE

“Biblioteca: local onde se desfolham sonhos.” Jacob Lawrence

Tér mino do ano lectivo! Chegámos ao final de mais um ano lectivo! Embora com alguns percalços, tem sido um prazer indizível realizar esta partilha de saberes com toda a Comunidade Educativa. Consideramos que o boletim informativo da biblioteca, que este ano surgiu, permitiu, ainda mais, levar a nossa mensagem e estreitar laços. Costuma dizer-se que “o que custa é começar” e, realmente, as equipas que estiveram na génese deste boletim (Biblioteca e PTE) consideram ter contribuído para uma aproximação ainda mais estreita entre a BE e a comunidade.

Nesta edição: Sugestões de livros da BE 2 Actividades

3

Biblioteca on-line

4

Sugestões da BE:

No próximo ano, voltaremos, com os mesmos desígnios e vontade de fazer mais e melhor. Agradecemos a todos a colaboração e desejamos bom descanso! A Equipa da Biblioteca

Utilização da BE Ocupação da biblioteca 3º período

Requisições domicilárias/aulas 3º período

Utilização PCs em periodo de aula

181 3000

2689

31

177

Utilização PCs fora do periodo de aula

550

2500

Leitura Recreativa

2000

632

1500

1789 Testes

455

1000 500

Estudo

0

Requisições Domicilárias

Conversar

Requisições para as aulas

2068

941

Jogos didácticos 3

Audição de música

Alunos que requisitaram mais livros no 3º período 7º ano 5º ano

Tiago, nº24, 7º2 - 5 livros

Margarida, nº16, 5º6- 16 livros 8º ano 6º ano Ana Sofia, nº4, 6º7 - 14 livros

Irene, nº11, 8º7 - 7 livros 9º ano Rui, nº23, 9º1 - 6 livros


BOLETIM INFORMATIVO

Sugestões de livros da BE A emigração portuguesa para França nos anos 60 é o principal tema de "Livro", o romance de José Luís Peixoto. "Livro" fala da História recente de Portugal e é uma espécie de novelo narrativo com a ponta virada para fora, puxada a qual se desenrola a nossos olhos a história portuguesa dos últimos 70 anos. É uma obra claramente dividida em duas partes, bem distintas. Na primeira, narra-se a saga de Ilídio e Adelaide, num ambiente rural que atravessa os míseros anos da ditadura salazarista. Na segunda, todo o tom da narrativa se modifica: a esperança renasce; a vida adquire tons mais vivos; o mundo ilumina-se. E o marco dessa mudança é o 25 de Abril. Mais do que cativante, mais do que genial, a escrita de Peixoto é absolutamente mágica. Há episódios que me provocaram um arrepiante estado de deslumbramento. Gostei do "Livro" a falar comigo. Professora Isabel Afonso Gostámos muito da história "O Ladrão de Palavras "- Fancisco Duarte Mangas Havia um ladrão, numa aldeia, que lhes roubava as palavras mais bonitas que eles tinham e a aldeia ficou com uma doença. Na aldeia, só havia tristeza e silêncio. Um dia, descobriram que o remédio para a cura era perder o medo. Afinal o ladrão era a palavra medo. Aprendemos que não devemos ter medo, mas sim coragem! Alunos do Pré-escolar do Centro Escolar do Vale de Lamaçães -Sala1 Três gotinhas de água viviam no mar com a mãe Onda e o pai Mar. Um dia, ganharam uma viagem na qual teriam de contar com a ajuda do Sol. Então, despediram-se dos pais e o Sol evaporou-as. Chegaram às nuvens, onde foram bem recebidas. Certo dia, a dona Almofada ficou muito carregada e escureceu. Por isso, teve de soltar as suas gotinhas, mas como estava muito frio elas caíram sob a forma de neve. O senhor Ventoinha cumprimentou-as, mas elas amedrontaram-se. Entretanto, chegou a dona Avalanche e propôslhes um desafio: descer a montanha para ver quem chegaria em primeiro lugar. As três deram as mãos e tudo correu bem. Mais tarde, chegaram junto do tio Rio e ficaram muito contentes. Ele convidou-as a visitarem o fundo do rio que estava todo poluído. Os culpados daquilo tudo eram os filhos da dona poluição. Também conheceram os seus amigos: a dona Enguia, o Peixe Espada e o senhor Guelras. Finalmente, voltaram ao mar. A Clarinha deu muitos beijinhos à mãe Onda, a Glorinha ao pai Mar e a Brilhantina foi dormir uma soneca. Alunos do 3º ano da EB1 de Santa Tecla Esta obra é da autoria de Maria Teresa Maia Gonzalez, da editora Profissão Adolescente e é recomendado pelo Plano Nacional da leitura. A obra conta a vida de um adolescente muito radical; os desportos radicais eram a sua maior paixão.Ser radical era a personagem que ele encarnava, até que um dia teve um acidente de mota. A partir daí, deu mais importante à família e às pessoas que o rodeavam, e até deu consigo mesmo a ter sentimentos de amor, uma coisa nunca tinha sentido. Este livro ensina a dar mais valor às pessoas que nos rodeiam. Ricardo Pereira 7º1

PÁGINA 2

Laura era uma menina que adorava rir e dar gargalhadas e não hesitava em roubá-las. Ficava com as gargalhadas só para ela e fartava-se de rir sozinha. No sítio onde vivia, as pessoas, em vez de rir, passavam a vida a suspirar. Certo dia, estava ela a brincar no jardim quando reparou num buraco numa árvore. Resolveu entrar e depressa deu por si num enorme e curvado escorrega, fresco mas muito escuro. Finalmente, chegou a uma floresta onde tudo era enorme e onde habitavam vários animais. A Lua aproximou-se dela, aconselhou-a a dormir e disse-lhe que durante o sono lhe ensinaria, em sonhos, a falar a língua dos meninos que iria conhecer, no dia seguinte, e informou-a de que estava no Brasil, na floresta Amazónica. No dia seguinte, acordou rodeada de meninos barulhentos, com cabelos negros, olhos amendoados e cheios de pulseiras coloridas. Por mais que tentasse, Laura não conseguia roubar-lhes as gargalhadas. Chegou a noite e Laura desatou a chorar com saudades dos seus pais. Chorou tanto, tanto que as lágrimas dela encheram o lago. Do fundo do lago, apareceu o Génio Das Lágrimas que ralhou com ela dizendo-lhe que ao roubar as gargalhadas aos outros espalhava a tristeza. Ao receber um beijo mágico da Lua, Laura adormeceu por três dias e três noites. Quando, finalmente, abriu os olhos viu os pais que lhe sorriam. Percebeu, então, que já não precisava de roubar mais gargalhadas. Estava num sítio feliz. Vânia Fernandes, 6º7 nº 27


EDIÇÃO NÚMERO III

Actividades do 3º período Dia da Europa

Alunos do JI de Tenões na BE

Aula de Históra na BE

Formação E-book

Dia do Autor Português

Visita dos alunos do 4º ano

Visita dos alunos do 4º ano

Encontro com Susana Leite

Homenagem a Garrett

PÁGINA 3


CONTACTO BE/CRE Correio electrónico: bibliolamacaes@hotmail.com

HORÁRIO BE/CRE 8h15 - 18h30

Biblioteca on -line Vivemos tempos de mudança, em que a Escola se organiza e promove o desenvolvimento de novas formas de aprender e de ensinar, respondendo às constantes solicitações da actual sociedade de informação. Neste sentido, e conscientes de que a crescente facilidade de acesso a equipamentos e a documentação on-line corresponde às necessidades dos utilizadores e às prioridades educativas, as equipas da BE e do PTE criaram novas formas de comunicação da informação e novos espaços de aprendizagem.

Centro de Recur sos - Platafor ma Moodle A BE, centro de aprendizagem da Escola, disponibiliza, na Plataforma Moodle, um Centro de Recursos. Este espaço pretende ser uma plataforma de encontro entre professores e alunos na complementação do ensino pedagógico. Nele, os utentes podem ler e/ou ouvir livros, jornais e revistas e encontrar recursos de apoio a todas as disciplinas e ao Projecto Promoção e Educação para a Saúde. http://moodle.aelamacaes.pt/

A BE na pág ina da Escola Neste espaço, a BE faculta, para além de toda a informação a ela inerente, materiais de apoio ao ensino/aprendizagem. Como fazer: um resumo e esquemas; realizar e apresentar um trabalho de pesquisa; indicar referências bibliográficas. http://www.aelamacaes.pt/ndex.php?option=com_content&view=article&id=182&Itemid=22

Blog da Bliblioteca Escolar / CRE Fonte de informação e um canal de comunicação com os utilizadores. Através dele, são difundidas informações sobre novidades e, acima de tudo, dadas a conhecer as actividades desenvolvidas pela BE, de modo a partilhá-las com toda a Comunidade Educativa. http://bibliolamacaes2009.blogspot.com/

Blog Lamaçães a Ler Espaço que se destina a todos os elementos da Comunidade Educativa do Agrupamento “viciados” pela leitura e que, depois de lerem um bom livro, não resistem a partilhá-lo. http://lerlamacaes.blogspot.com/

Boletim Informativo nº III  

Boletim Informativo Biblioteca / CRE - AEL Edição III - Junho/2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you