Issuu on Google+

Ao longo de sua história em defesa dos direitos indígenas no Brasil, a OPAN acumula mais de quatro décadas de experiência em trabalhos sobre “gestão territorial” ou “como cuidar dos territórios”. Todas essas iniciativas partiram do princípio fundamental de que os indígenas devem ter seus territórios assegurados para que reúnam plenas condições de viver conforme suas práticas, costumes e organizações tradicionais. Este livro apresenta alguns dos caminhos percorridos na elaboração de Planos de Gestão Territorial junto aos Paumari do rio Tapauá, Katukina do rio Biá, Deni do riu Xeruã, no Amazonas; Manoki, My˜ky e Nambiquara/Sabane, de Mato Grosso; difundindo, assim, esses “jeitos de fazer” a mais povos, organizações da sociedade civil e órgãos governamentais que querem se envolver e facilitar a elaboração de planos de gestão territorial, aprimorando e ampliando metodologias participativas.

Execução:

Patrocínio:

Apoio:

Jeitos de Fazer o s ã a t c i s e g g ó l e s o d d te o nos ena m pla díg s a i e n c i d n s ê o i a r ã r e ç r p ora e t x E ab m e l l e a a i r r o t pa i r r te


Jeitos de Fazer