Issuu on Google+

����������������������� � ������������������������������������������������ �������������������

OUTRA DERROTA ��������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������� �����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������


����������������� ������������������������������������������

Bellucci é eliminado no Masters de Montreal

Romário aperta cerco sobre Teixeira

Brasileira de 15 anos entra no ranking

Thomaz Bellucci foi eliminado na 2ª rodada do Masters de Montreal, ontem. Ele para Richard Gasquet, número 13 do mundo, por 2 sets a 0. O set inicial foi tranquilo para o francês, que em 33 minutos, fechou a etapa em 6-1. Gasquet venceu o jogo por 2 a 0.

O deputado federal Romário lançou ontem o novo site oficial. A página será usada como ferramenta de fiscalização às ações (ou a falta delas) para a Copa de 2014. Logo no primeiro dia no ar, publicou estudo revelando que das 82 obras para o Mundial, 50 estão atrasadas.

Em seus primeiros torneios profissionais, a tenista Beatriz Haddad Maia, 15, autodenomina-se uma aprendiz. Com as “aulas” nas últimas semanas, ela entrou no ranking da WTA (Associação das Tenistas Mulheres) — é a mais jovem entre as 30 brasileiras que aparecem na lista.

CHARGE

LOTERIAS MEGA-SENA �����������������

TIMEMANIA ����������������

THOMAS KIENZLE

�����������������

LOTOFÁCIL ����������������

QUINA �����������������

�����������������������

�����������������

SÉRIE B V 10 9 10 8 7 7 6 6 7 5 5 5 4 4 4 3 3 3 3 2

E 3 6 1 3 6 4 4 4 0 3 3 3 6 3 3 6 4 4 3 5

D 2 0 4 4 2 4 5 5 7 7 7 7 5 6 8 5 8 8 9 8

GP 24 28 25 22 21 20 23 15 15 25 17 19 18 16 20 14 13 18 13 16

Zona de classificação para a Libertadores Zona de classificação para a Copa Sul-Americana Zona de rebaixamento

�����������

LOTOMANIA

SÉRIE A J 15 15 15 15 15 15 15 15 14 15 15 15 15 13 15 14 15 15 15 15

�����������

����� ���� ���� ���� ���� ����� ���� ���� ���� ���� ����� ���� ���� ���� ���

TABELAS DE CLASSIFICAÇÃO PG 33 33 31 27 27 25 22 22 21 18 18 18 18 15 15 15 13 13 12 11

�����������

����������������������������������� ����������������

CLICK ESPORTIVO

����������������������������������������������������������������� ����������������������������������������������������������������

Time 1 Corinthians 2 Flamengo 3 São Paulo 4 Vasco 5 Palmeiras 6 Botafogo 7 Internacional 8 Figueirense 9 Fluminense 10 Coritiba 11 Cruzeiro 12 Ceará 13 Bahia 14 Santos 15 Atlético-MG 16 Grêmio 17 Atlético-GO 18 Avaí 19 Atlético-PR 20 América-MG

�����������

��������������������������������������

GC 10 13 18 20 10 14 19 16 15 21 17 25 20 20 27 17 19 31 22 28

SG 14 15 7 2 11 6 4 -1 0 4 0 -6 -2 -4 -7 -3 -6 -13 -9 -12

Time 1 Portuguesa 2 Ponte Preta 3 Náutico 4 Paraná Clube 5 Sport 6 Criciúma 7 ABC 8 Goiás 9 Boa 10 Americana 11 ASA 12 Vitória 13 Grêmio Barueri 14 Vila Nova-GO 15 São Caetano 16 Guarani 17 Bragantino 18 Icasa 19 Salgueiro 20 Duque de Caxias

PG 33 29 26 24 23 23 23 22 22 21 21 20 20 20 19 18 18 17 13 5

J 15 15 15 15 15 15 15 16 15 15 15 15 15 16 16 15 15 15 15 16

V 10 9 7 7 6 6 5 7 6 6 6 6 6 5 4 5 5 4 3 0

E 3 2 5 3 5 5 8 1 4 3 3 2 2 5 7 3 3 5 4 5

Zona de ascensão à Série A Zona de rebaixamento à Série C

D 2 4 3 5 4 4 2 8 5 6 6 7 7 6 5 7 7 6 8 11

GP 35 27 16 21 21 13 23 23 14 15 20 16 16 15 21 20 20 16 11 14

GC 13 17 13 17 17 12 18 25 11 18 25 18 19 13 24 19 25 19 18 36

SG 22 10 3 4 4 1 5 -2 3 -3 -5 -2 -3 2 -3 1 -5 -3 -7 -22

���� ���� ����� �����

����������

���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ���� ��

DUPLA-SENA ����������������

�����������

����������������

������������������������������� ���������������

�������������������������������

FEDERAL ������������������ �����������

��������

���������

����������

�����

��������� ����������

�����

��������� ���������

�����

���������

���������

�����

���������

���������

�����

���������

���������


����������������� ������������������������������������������

FLORO

Para lotar o Penarol reduz o valor do ingresso pela metade, a R$ 10, para ter o apoio da torcida na busca pela primeira vitória em casa na Série D ����������� ������������������ �������������������������

Em busca da primeira vitória em casa na Série D do Campeonato Brasileiro, o Penarol quer ter o apoio da torcida na partida deste sábado (13), às 15h30, contra o Plácido de Castro (AC), no estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara (a 176 quilô-

metros de Manaus). A estratégia da diretoria do Leão da Velha Serpa foi reduzir o valor dos ingressos em 50%, passando de R$ 20 para R$ 10. O apoio da torcida é fundamental, pois no último jogo em casa (na estreia da competição), o Leão foi derrotado por

2 a 1 pelo Cuiabá, no dia 17 de julho. Segundo o vice-presidente do clube, Ila Rabelo, o torcedor que comparecer ao estádio também poderá ser contemplado com uma das camisas oficiais do bicampeão amazonense. “Quando os jogadores entrarem em campo, eles vão jogar

camisas serão sorteadas”, disse. A equipe da Velha Serpa ocupa o terceiro lugar no Grupo A1 da quarta divisão do Brasileirão com 4 pontos, três a menos que o próprio Plácido — líder — e dois a menos que o Cuiabá. Para adequar o time ao horário da partida,

c a m i s a s para a torcida em comemoração aos 64 anos do Penarol, comemorado no último dia 8. Além disso, outras

que será as 15h30, o técnico Uidemar Oliveira faz o treino coletivo de hoje no mesmo horário. Por enquanto, ele preferiu não revelar nenhuma alteração em relação ao time que jogou a última partida, que começou com Rascifran, Amaral, Ferreira, Júnior Bahia, Neuran, Marcos Pezão, Siboy, Celsinho, Fininho, Kitó e Marinho. Em relação ao grupo atual, Rabelo revelou que ontem existia a possibilidade da dispensa de dois jogadores por indisciplina, os quais ele pre-

feriu não revelar os nomes. O único que saiu até o momento foi o volante André Góes, após acordo com o clube. Já a contratação do lateral Daniel, 23, que viria de Goiânia, foi descartada, pois o atleta já tinha fechado c o m outro time.

Plácido ofensivo em Itacoatiara

Apesar de jogar fora de casa, o técnico do Plácido de Castro (AC), Luiz Carlos Silva, montará um time ofensivo para a partida de sábado contra o Penarol, em Itacoatiara. “O certo é que o time jogará para a frente, mesmo longe de casa”, disse Luiz Carlos. De acordo com o treinador, ainda não foi definido o esquema que utilizará: o 43-3 ou 4-4-2. Para enfrentar o Leão da Velha Serpa, a novidade é o retorno do atacante Zico, que deverá entrar no lugar de Kiko. A definição do time titular será feita hoje, após treino coletivo. Por enquanto, a base deverá começar com Marcos, Renan, Rai e Iezer, William, Batista, Rogério, Tiago, Diego, Zico e Leonardo.

No Leão da Vila, Pugliese descarta amistoso O técnico do Nacional, Tarcísio Pugliese, descartou a possibilidade de o time fazer algum amistoso nesta semana, enquanto aguarda a próxima partida pela Série D do Campeonato

Brasileiro, que será disputada no próximo dia 20, às 15h30, em Manaus. A diretoria do Leão tinha a intenção de realizar um amistoso, no sábado (13), contra o Grêmio Coariense,

no Centro de Treinamento (CT), do time nacionalino. Pugliese explicou que prefere utilizar os dias para treinar. “Vamos aproveitar para treinar, até porque tenho apenas 23 atletas e não

quero correr o risco de machucar alguém”, explicou o treinador, que ontem realizou apenas um treino tático pela manhã e, à tarde, deu folga aos jogadores. Outro motivo para o

cancelamento do amistoso será a final do Campeonato Amazonense de Juniores, entre Nacional e Fast, que será realizado no sábado, no CT do Leão da Vila Municipal.


����������������� ������������������������������������������

Timão fica no zero, mas volta a ser líder Corinthians e Santos ficaram devendo futebol e empataram sem gols. Com o resultado, o Timão volta à liderança do Brasileirão ����������������������

Os retrospectos dos clássicos recentes entre Santos e Corinthians prometia um jogo disputado ontem. No confronto adiado da 5ª rodada do Brasileirão, no entanto, a emoção passou longe da Vila Belmiro. Em um jogo de muita marcação e poucas chances de gols, Peixe e Timão empataram sem gols e ficaram devendo futebol aos quase 10 mil torcedores no estádio. Mas o resultado garantiu ao Timão o retorno à liderança. Com o empate, o Corinthians chegou a 33 pontos conquista- O jogo foi de muita marcação e dos e igualou a pontuação do poucas oportunidades de gols Flamengo — com uma vitória a mais no critério de desempate. nio do Peixe não adiantou No fim, o saldo foi positivo. O para alterar o placar — que Santos, com 15 pontos, riscou decepcionou. O Santos conda lista o primeiro dos três jo- tinua sem emplacar duas gos a menos em relação aos vitórias consecutivas e sem adversários e, com 15 pontos, convencer no Brasileiro. Os ganhou duas posições — agora brigadores Diogo e Ibson não é o 14º. Em um primeiro tem- compensaram a queda na po de poucas oportunidades, qualidade técnica da equipe. os times adotaram a cautela e Borges estava apagado, Alex tiveram dificuldades para criar e Danilo não estavam nos boas oportunidades de gols. melhores dias, e as ausências Na segunda etapa, o panorama de Liedson e Jorge Henrique seguiu parecido e o leve domí- foram muito sentidas.

Brasil goleia sauditas e pega Fúria nas quartas

O Brasil está nas quartas de final do Mundial Sub-20. Em uma atuação consistente, principalmente na segunda etapa, a seleção bateu a Arábia Saudita por 3 a 0 e se garantiu na fase seguinte do torneio disputado na Colômbia. O próximo adversário é a Espanha, que venceu a Coreia do Sul nos pênaltis por 7 a 6 após empate em 0 a 0 no tempo normal, também ontem à noite. Os sauditas deram a impressão, no início do primeiro tempo, de que seriam adversá-

rios duros para o time de Ney Franco. Foram os primeiros a assustar, até que o Brasil se ajeitou na defesa — setor que Ney desejava melhorar desde o início do torneio. A seleção sentiu falta de William José, que entrou no intervalo e mudou o jogo. No primeiro minuto, Henrique aproveitou deixadinha do jogador para marcar 1 a 0. Aos 25, foi a vez de William participar da jogada que resultou no gol de Gabriel Silva. Já no fim, Dudu completou o marcador. Agora, que venha a Fúria! �����������������

Santos

0

Corinthians

0

Santos - Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Henrique, Elano (Adriano, 30’/2ºT) e Ibson; Diogo (Alan Kardec, 34’/2ºT) e Borges. Técnico: Muricy Ramalho Corinthians - Danilo Fernandes; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos (Welder, 13’/1ºT); Moradei e Paulinho; Willian (Elias Oliveira, 23’/2ºT), Alex e Danilo; Emerson. Técnico: Tite Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP) Data/hora: 10/8/2011 - 21h50 (de Brasília) Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)

Seleção tem atuação firme diante da Arábia, vence e passa de fase no Mundial

Inter perde para o Independiente pela Recopa O Internacional começou a disputa do título da Recopa com derrota por 2 a 1, de virada, para o Independiente, na noite de ontem, em Avellaneda, na Argentina. O jogo decisivo acontece dia 24, no Beira-Rio. Surpreendendo a todos, o técnico Osmar Loss optou por começar a partida sem Andrezinho e com Jô no ataque. Mas, ao contrário do que o interino

planejou, a mudança não surtiu o efeito desejado. Nos 20 minutos iniciais, o Independiente foi avassalador. Tomando sufoco e sem Andrezinho, o toque de bola de qualidade do Inter foi prejudicado. Mas, após tabela de Elton e Nei, o lateral-direito disparou até a entrada da área, de onde tocou para Damião. Até o momento sumido, o atacante se antecipou à de-

fesa para balançar a rede. Mas a comemoração gaúcha durou apenas cinco minutos. Pela direita, Nuñes alçou bola na área e Maximiliano Velásquez — com apoio da defesa colorada que não subiu — desviou com força para empatar. E, assim como aconteceu no primeiro tempo, quando o time da casa estava melhor, mas foi o Inter

quem marcou, o Colorado foi castigado quando dominava a partida. Em cobrança de falta, Pérez contou com desvio na barreira para enganar Muriel e virar o placar aos 27 minutos. O prejuízo colorado só não foi maior, pois Nieva acertou a trave já aos 40. O Inter tem time para conquistar o bicampeonato da Recopa em casa. Mas, para isso, vai precisar segurar o

Independiente de Milito. Regulamento Assim como na final da Libertadores, na disputa da Recopa os gols fora de casa não têm peso. Desse modo, vitória por 1 a 0 do Inter, em casa, leva a decisão para a prorrogação. O Colorado precisa de pelo menos dois gols de diferença para conquistar o bicampeonato no tempo normal.


����������������� ������������������������������������������

Itália vence Espanha em amistoso A seleção italiana de futebol venceu a Espanha por 2-1, ontem, em partida amistosa disputada em Bari (Itália), com um gol de Alberto Aquilani no final do jogo, em um duelo marcado pela estreia de Thiago Alcântara (volante do Barcelona) pelo time da Itália, que entrou no segundo tempo. A Itália, que dominou o primeiro tempo, saiu na frente aos 11 minutos com um gol de Riccardo Montolivo e a Espanha empatou aos 37 com um gol de pênalti de Xabi Alonso. Após o gol de Alonso, a Espanha voltou mais animada para o segundo tempo, mas a Itália aproveitou as oportunidades e Aquilani garantiu a vitória italiana com um gol aos 39 finais.

Chile arranca empate contra França A entrada do atacante Alexis Sánchez no segundo tempo deu novo fôlego ao Chile no amistoso contra a França, que havia dominado as ações na primeira etapa comandada por Karim Benzema, e ajudou a equipe sul-americana a arrancar um empate em 1 a 1. Aos 19 minutos da primeira etapa, os franceses chegaram ao gol. Benzema desceu pelo lado esquerdo e cruzou para a área, onde Remy testou firme, sem chances para Bravo. Nos últimos 45 minutos, Borghi foi substituído por Sánchez que encontrou Cordova na área, acertando um belo chute para definir o placar.

Brasil é derrotado pela

ALEMANHA

���������������

Mano Menezes vê Seleção Brasileira perder por 3 a 2 em Stuttgart e segue sem vencer equipes tradicionais no comando do Brasil

Há um ano à frente da Seleção Brasileira, Mano Menezes segue sem vencer equipes tradicionais. Depois de perder para Argentina e França e empatar sem gols contra a Holanda, o Brasil foi derrotado, ontem, pela Alemanha, por 3 a 2, em amistoso realizado em Stuttgart. A equipe comandada por Mano entrou em campo com uma nova formação. Sem Lucas Leiva, que cumpria suspensão após ser expulso na partida contra o Paraguai, ainda pela Copa América, Mano optou pelo corintiano Ralf ao lado de Ramires no meio de campo. Outra mudança foi a escalação de Fernandinho, do Shakhtar Donestsk, no lugar de Ganso, que ficou no banco e só entrou na segunda etapa. As mudanças, no entanto, não surtiram muito efeito, e os novatos pouco acrescentaram. A seleção foi praticamente dominada pela Alemanha no primeiro tempo e, apesar de não ter passado sufoco, chegou a ter menos de 35% de posse de bola em determinado momento do jogo. O trio de ataque formado por Robinho, Pato e Neymar mostrou mais entrosamento que nos jogos anteriores, mas ainda falta à equipe de Mano o tradicional camisa 10, responsável pela criação das jogadas perigosas.

Desestruturado, o Brasil por pouco não sofreu mais um gol no fim do jogo, o que resultaria na primeira goleada sofrida

Enfim, gols Os gols da partida só saíram na segunda etapa. O time alemão mostrou em campo o talento que faltou à Seleção Brasileira na jogada que resultou no gol germânico. Klose recebeu na linha de fundo, tocou de calcanhar para Schürrle, que lançou Kroos na área. O meia driblou e foi derrubado por Lúcio, em pênalti que Schweinsteiger cobrou certeiro, sem chance para Júlio César. Seis minutos depois, Müller iniciou jogada pela direita, que ainda teve direito a uma bela tabela entre Kroos e Klose, antes de Götze invadir a área livre, driblar Júlio César e tocar para o gol vazio. Em um segundo tempo mui-

to mais emocionante que os 45 minutos iniciais, o Brasil empatou também de pênalti. Lahm derrubou Daniel Alves na área e Robinho cobrou bem a penalidade. Mas na pior atuação com a Amarelinha, André Santos conseguiu perder a bola dentro da área para Schweinsteiger duas vezes no mesmo lance. O meia alemão mostrou a garra que passou longe do time brasileiro e, depois de vencer o duelo com o lateral brasileiro, tocou para Schürrle chutar forte e fazer o terceiro. Para não deixar o placar final tão dilatado, Neymar mandou uma bomba de fora de área já nos acréscimos, e fez o segundo gol brasileiro. E o Brasil segue sem vencer seleção de ponta.

Alemanha

3

Brasil

2

Alemanha - Neuer, Träsch, Hummels (Boateng 41’/2°T), Badstuber e Lahm; Schweinsteiger (Rolfes 40’/2°T), Kroos, Götze (Cacau 41’/2°T) e Müller; Podolski (Klose - Intervalo) e Gómez (Schürrle - Intervalo) - Técnico: Joachim Löw. Brasil - Júlio César, Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e André Santos (Luiz Gustavo 40’/2°T); Ralf, Ramires e Fernandinho (Ganso 23’/2°T); Robinho (Renato Augusto 40’/2°T), Alexandre Pato (Fred 31’/2°T) e Neymar - Técnico: Mano Menezes. Estádio: Mercedes-Benz Arena, Stuttgart (ALE) Data-Hora: 10/8/2011 - 15h45 (de Brasília) Árbitro: Viktor Kassai (HUN)


����������������� ������������������������������������������

R10 entra e decide para o Fla Luxemburgo coloca principais jogadores no segundo tempo, e Rubro-Negro estreia com vitória na Copa Sul-Americana

O Flamengo aumentou para 17 jogos sua invencibilidade, ao vencer por 1 a 0 o Atlético-PR, ontem, pela estreia das duas equipes na Copa Sul-Americana. Os cariocas começaram o jogo sem três dos principais nomes — Renato, Thiago Neves e Ronaldinho — que entraram durante o jogo e fizeram a diferença. O Gaúcho, aliás, fez o gol da vitória. Com o resultado, um empate na capital paranaense classifica o Flamengo para enfrentar Nacional (URU), Fenix (URU) ou Universidad (CHI), na próxima fase da competição. O jogo de volta será no dia 24, na Arena da Bai-

xada, em Curitiba. A partida começou com o Flamengo, que poupava alguns titulares, fazendo valer o fator casa, e apertando o Furacão em seu campo de defesa. Mas o primeiro tempo terminou tudo igual. ‘Medalhões’ A segunda etapa começou com o Furacão levando maior perigo. Foi aí que Vanderlei Luxemburgo, que começara o jogo escalando três zagueiros, decidiu lançar mão dos principais jogadores, que estavam no banco, o que fazia o Flamengo voltar à sua escalação habitual. De uma só vez, Luxa pôs em campo Ronaldinho,

Thiago Neves e Renato. Logo de cara, a mexida surtiu efeito. Após triangulação entre eles, Bottinelli bateu cruzado, e Wendel salvou quase sobre a linha do gol. A pressão foi finalmente recompensada aos 36, quando Ronaldinho lançou Jael na área, e o goleiro Santos saiu mal do gol, derrubando o centroavante rubro-negro. Pênalti marcado por Ricardo Marques. Na cobrança, Ronaldinho mandou no canto direito, balançando a rede. No fim, estreia com o pé direito do Flamengo na SulAmericana, mesmo que o time tivesse que recorrer às estrelas para isso.

�������������������������

Ronaldinho Gaúcho saiu do banco para garantir a vitória para o Flamengo

Flamengo

1

Atlético-PR

0

Flamengo - Felipe; Gustavo, David (Ronaldinho Gaúcho, 14’/2ºT) e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Aírton, Luiz Antonio (Renato, 14’/2ºT) Bottinelli e Junior Cesar; Diego Maurício (Thiago Neves, 14’/2ºT) e Jael. Técnico: Vanderlei Luxemburgo. Atlético-PR - Santos; Wagner Diniz, Gustavo Lazzaretti, Rafael Santos e Marcelo Oliveira; Wendel (Guerrón, 41’/2ºT), Fransérgio, Robston e Cleber Santana; El Morro García (Renan, 23’/2ºT) e Rodriguinho (Edigar Junio, 31’/1ºT). Técnico: Renato Gaúcho. Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ) Data/hora: 10/8/2011 - 21h50min Gol: Ronaldinho, 37’/2ºT (1-0)

Bota bate o Galo e frustra estreia de Cuca A expectativa do torcedor atleticano em ver uma boa estreia do técnico Cuca foi frustrada. Na primeira partida do Galo, sob o comando do novo treinador, a equipe acabou derrotada pelo Botafogo por 2 a 1, no Ipatingão. A partida de volta na Copa Sul-Americana ocorrerá daqui a duas semanas, dia 23, no Engenhão.Com apenas seis minutos de partida, em um erro de saída de Patric, a bola chegou até Herrera, que estufou a rede do goleiro Giovanni. Com mudanças feitas por Cuca, o Galo ficou mais ofensivo. Mas no momento em que o Galo começou a crescer, o Botafogo conseguiu ampliar com Maicosuel, aos 38 minutos. Bem no finalzinho da primeira etapa, o Galo mineiro diminuiu a vantagem com Richarlyson, que colocou a bola no ângulo.

Atlético-MG 1 Botafogo

2

Atlético-MG - Giovanni; Patric (Wesley - 26’ do 1ºT), Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos (Mancini - 23’ do 2ºT); Toró, Serginho, Richarlyson e Caio; Magno Alves (Neto Berola - 11’ do 2ºT) e André. Técnico: Cuca. Botafogo - Jefferson; Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Marcio Azevedo (Léo - 11’ do 2ºT); Lucas Zen, Marcelo Mattos, Felipe Menezes e Maicosuel (Alexandre Oliveira 16’ do 2ºT); Herrera (Alexssander - 25’ do 2ºT) e Loco Abreu. Técnico: Caio Junior. Estádio: Ipatingão, Ipatinga (MG) Árbitro: Paulo César Oliveira (Fifa-SP) Gols: Herrera (6’ do 1ºT), Maicosuel (38’ do 1ºT), Richarlyson (44’ do 1ºT),

De virada, Ceará vence com gol nos acréscimos Com um gol no último minuto, o São Paulo foi derrotado ontem pelo Ceará por 2 a 1, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, na estreia das duas equipes na Copa Sul-Americana. Com o resultado, o São Paulo precisa vencer o jogo de volta por dois gols de diferença ou vitória simples com placar igual ou maior que 3 a 2 para avançar às oitavas de final. Já o Ceará fica com a vaga até com uma derrota por 1 a 0 no Morumbi. Se o time paulista devolver o 2 a 1, a decisão irá para os pênaltis. Aos 22 minutos, o volante Denilson lançou o meia Cícero, que achou Fernandinho na esquerda. O atacante cruzou e Rivaldo, na segunda trave, marcou. O Ceará não se abalou e seguiu pressionando. O empate saiu no último minuto do primeiro tempo. Osvaldo cruzou da direita e Rudnei marcou

com um toque de letra. Mas, mesmo com as mudanças no tricolor, o Ceará conseguiu o gol da vitória aos 48, com Marcelo Nicácio, após cruzamento na pequena área.

Ceará

2

São Paulo

1

Ceará - Diego; Boiadeiro (Washington), Fabrício, Diego Sacoman e Egídio; Heleno, Michel, Rudnei e Felipe Azevedo; Osvaldo e Roger (Marcelo Nicácio). Técnico: Vagner Mancini São Paulo - Rogério; Piris, João Filipe, Rhodolfo (Jean) e Juan; Denilson, Wellington, Carlinhos Paraíba e Rivaldo (Henrique Miranda); Cícero e Fernandinho (Marlos). Técnico: Adilson Batista Estádio: Presidente Vargas, em Fortaleza Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF) Gols: Rivaldo, aos 22min, e Rudnei, aos 45min do 1º tempo, Marcelo Nicácio, aos 48min do 2º tempo


����������������� ������������������������������������������

Vasco e Palmeiras se encaram pela

SUL-AMERICANA ��������������

Vasco e Palmeiras se enfrentam hoje, em São Januário, às 21h50 (de Brasília), na estreia da Copa Sul-Americana. Enquanto Ricardo Gomes, técnico cruz-maltino, vai escalar uma equipe mista, sem Felipe, Alecsandro e Eder Luís, o comandante do Verdão, Felipão tem apenas uma dúvida na equipe que entrará em campo. Sem priorizar a Copa SulAmericana e também não a deixando de lado, Ricardo Gomes optou na utilização de uma equipe mista. Assim, o meia Felipe e a dupla de ataque Eder Luis e Alecsandro ficarão como opção no banco de reservas. Com essas alterações, Bernardo vai atuar no ataque, ao lado de Elton, e o meio de campo será formado por Rômulo, Jumar, Juninho e Diego Souza. “Acho que o Brasileiro tem uma atenção maior, tanto para o Vasco e Palmeiras. Entre Sul-Americana e o Brasileiro, eu prefiro o Brasileiro. Mas não vamos tirar nossa atenção da Sul-Americana. Não é testes. Eles têm de corresponder. Eles têm de mostrar que esta opção é verdadeira, para, caso seja necessário, contar com eles”, disse Ricardo Gomes. Além disso, o zagueiro Renato Silva fará a sua estreia com a camisa cruz-maltina, já que Dedé está com a Seleção Brasileira. Apesar de experiente, o defensor se mostra ansioso para jogar e lembra a responsabilidade de substituir o camisa 26 vascaíno. “Espero manter o nível, fazer de tudo para isso. Ele é um grande zagueiro, que foi

������������������������

O técnico Ricardo Gomes utilizará equipe mista, enquanto Felipão tem apenas uma dúvida para escalar time titular

Poupado na última partida do Brasileiro, Juninho retorna hoje ao time principal

No comando do ataque palmeirense, Kléber é a esperança de gols da torcida

eleito melhor do Brasileiro do ano passado. Mas, espero mostrar meu trabalho. Estou com frio na barriga e ansiedade, é normal. Se não estivesse sentindo nada, é porque está algo errado. Espero fazer uma boa estreia, ir bem e dar uma confiança para o treinador”, afirmou.

Heleno. A dúvida é entre Maurício Ramos e o próprio Henrique. Kléber, novamente no comando do ataque palmeirense, é a esperança de gols da torcida alviverde. O Gladiador, porém, terá de superar o maior jejum desde que retornou ao Verdão: são seis partidas sem marcar. No domingo, o Palmeiras joga novamente contra o Vasco, mas pelo Brasileirão. Depois da partida desta quinta-feira, a delegação retorna a São Paulo de ônibus e só volta ao Rio de Janeiro no sábado, de avião.

Dúvida Apesar de dois dias de treinos fechados e mistério no Palmeiras, o técnico Luiz Felipe Scolari só mantém uma dúvida para escalar a equipe que pega o Vasco. O jovem

meia Patrik está confirmado como titular, no lugar de Valdivia, e agora a única indefinição é na defesa. No setor defensivo, pela primeira vez após a che-

Entre os substitutos, destaca-se Bernardo, artilheiro do time no ano com 12 gols gada de Henrique, Felipão terá à disposição todos os zagueiros do elenco. Assim, o treinador diz ainda não ter definido quem será o companheiro de Thiago

Vasco Palmeiras Vasco - Fernando Prass, Fagner, Renato Silva, Anderson Martins e Julinho, Rômulo, Jumar, Juninho e Diego Souza; Bernardo e Elton. Técnico: Ricardo Gomes Palmeiras - Marcos, Cicinho, Henrique (Maurício Ramos), Thiago Heleno e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrik; Maikon Leite, Luan e Kleber. Técnico: Felipão Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ) Data/hora: 10/8/2011 - 21h50 (de Brasília) Árbitro: Leandro Vuaden (Fifa RS)


����������������� ������������������������������������������

Brasileiro é a última chance para Valéria Para carimbar o passaporte nos jogos Para-Pan-Americanos de Guadalajara, a amazonense Valéria Santarém terá de obter índice no Brasileiro, em São Paulo

����������������

Nos dias 3 e 4 de setembro, a nadadora amazonense Valéria Santarém, 17, deve disputar a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Natação de para-atletas, em São Paulo, primordial para a confirmação de sua presença nos jogos Para-PanAmericanos de Guadalajara, México, em novembro. Segundo a para-atleta, essa próxima etapa vai confirmar participação. Por integrar a seleção brasileira da modalidade, Valéria tem boas chances, mas precisa passar por mais essa fase. No último final de semana, na capital paulista, ela participou da primeira etapa e conquistou medalhas de bronze e prata nas competições. Mesmo assim, ela ainda não pôde comemorar a classificação para

os jogos internacionais. A nadadora lamenta os resultados e credita o desempenho regular ao frio intenso que fazia na capital paulista no final de semana. “Não tenho certeza de que teria me classificado, mas teria melhorado bastante o meu tempo”, acrescentou. Ela torce para que, na próxima etapa do Brasileiro, as temperaturas locais estejam mais amenas e possa superar essas marcas. Atletismo Outro representante do Amazonas que esteve em São Paulo neste fim de semana foi o lançador de dardo Jander Nunes, 26, que participou do Troféu Brasil. Conforme a treinadora, Margareth Bahia, o terceiro lugar

não era o que se esperava, apesar de ter sido bom. No entanto, a marca de 69m70 não garantiu a vaga no PanAmericano, uma vez que o índice oficial é de 77m40. A melhor marca do dardista é de 72m52. Treinadora e atleta ainda avaliam se vale a pena disputar mais um campeonato oficial na briga pela vaga no Pan. Bahia afirmou que todos os atletas têm até o dia 28 deste mês para tentar o índice para o campeonato internacional e, desta forma, se classificar. Ela adiantou que está checando um torneio nacional da modalidade, que deve acontecer em São Paulo e ver a viabilidade de participarem ou não. “Se houver condições de atingir a marca, vamos tentar”, disse.

Valéria Santarém disputou o Troféu Brasil, mas não atingiu o indíce para o Para-Pan

Campeãs se enfrentam em Manaus dia 6 de novembro

����������

Na próxima quinta-feira (18), no Centro de Treinamento da cidade de Fortaleza (CE), o presidente da Federação Amazonense de Vôlei (FAV), Tadeu Picanço, deve se reunir com a dupla Juliana e Larissa para ‘amarrar’ participação na final da etapa estadual do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia, em Manaus, em um duelo contra as americanas Wash e May. O evento está previsto para acontecer no último dia do torneio, previsto para 6 de novembro. Entretanto, como estes dias são recentes ao término dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, onde as duas duplas estarão participando, as datas da etapa regional do Circuito

poderão ser mudadas para a semana seguinte, 11, 12 e 13, informou Picanço. Segundo o dirigente, as americanas deverão voar de Guadalajara direto para Manaus. O duelo entre as atletas, previsto para iniciar às 18h, na final do evento que deve acontecer na arena do Centro Cultural Povos da Amazônia (CCPA), na Bola da Suframa, Zona Sul, será a reedição da final do campeonato mundial de vôlei de praia 2011, onde as brasileiras sagraram-se campeãs. Atualmente, no circuito mundial, as duas duplas são as melhores do torneio e, o jogo de Manaus pode ser também uma antecipação de uma provável final entre ambas nas Olimpíadas de Londres, que

acontece em 2012. Circuito local No próximo sábado (13), a partir das 9h, no Clube Municipal, na avenida Torquato Tapajós, Zona Centro-Oeste, a Federação Amazonense de Vôlei (FAV) realiza a 3ª etapa do Circuito Amazonense de Vôlei de Praia, que deve servir de classificatória para as equipes que disputarão a etapa estadual do Circuito Banco do Brasil, em Manaus. De acordo com Tadeu Picanço, presidente da FAV, no qualyfing devem se classificar as quatro melhores duplas, que deverão se juntar às oito que já estão no ranking amazonense para disputar o Circuito BB.

No dia 18, as campeãs Juliana e Larissa acertam detalhes da vinda a Manaus


Pódio - 11 de agosto de 2011