Issuu on Google+

Adriana Ramalho 2010

Projeto Entre Paisagens


Entre Paisagens


O projeto apresentado trata-se da construção de uma videoinstalação interativa. Será construído uma estrutura de madeira ou ferro redonda de 2,60 m de diâmetro onde dentro serão inseridas três telas de tecido translúcido sobrepostas umas a outra no teto onde serão projetadas as vídeo-paisagens. Essas paisagens serão refletidas em um piso de espelho formando o lugar entre paisagens. É nesse lugar que que entra a ação do visitante interator acionando a transformação entre paisagens através de sensores de presença. Entre Paisagens é um lugar construído com vídeo-imagens captadas da Floresta Amazônica nas proximidades das cidades de Manaus e Presidente Figueiredo. Toda a estrutura de projeção e reflexo da imagem assim como a sua transformação através da presença humana, me permite explorar algo como naturezas de segundo grau, que segundo Anne Cauquelin, são construídas, parte por parte, por um processo analítico de descrição dos caracteres espaciotemporais, considerando não apenas o resultado sensível ( uma paisagem em imagem), mas as etapas de sua construção. A instalação Para a realização do trabalho, será necessário a infraestrutura do MIS como suporte técnico para programação das interfaces, os equipamentos requisitados e o espaço de 3 x 3 m com um pé direito que permita o recuo necessário para a projeção. Será desenvolvida uma programação usando sensores de presença que permitiram a transformação das imagens da vídeoinstalação. O vídeo Os 2 projetores necessitam de ser sincronizados. Terá que ser feito um hackeamento ou uma programação de rede entre eles. O vídeo será desenvolvido com o tamanho de 1024 x 768 pixels, tamanho ideal para tocar em 1 tela. O ideal seria trabalhar usando 2 monitores e 1 computador mac. Roteiro Detalhes de paisagens, recorte de água, terra, cores que vibram entre o real e o construído, giram e completam a estrutura redonda da videoinstalação. A presença do interator sentida no espaço entre imagens, inverte o sentido do percurso das águas, muda as cores dos detalhes de floresta e dos movimentos, construindo a realidade segunda, transformando o espaço entre, antes estéreo e vazio também em paisagem.


Desenhos de

Projeto


Desenho de Projeto

ntre telas Dist창ncia e ente 70 cm am aproximad


Sistema interativo

Digital da instalação


Plano de Projeto 3 meses seria o tempo ideal para desenvolvimento deste projeto. Esse projeto depende de muita experimentação de projeção de vídeo e programação para a interação e edição ao vivo do vídeo e do som. Primeiro mês: - Construir a estrutura da vídeoinstalação (Necessito espaço de 3 x 3 m) com um pé direito que permita o recuo necessário para a projeção. - Programar o software com o arduino e sensores de presença que provocará a transformação do vídeo (imagem) e audio (som). - Fazer o Set up dos projetores na estrutura da instalação. - Sincronizar os 2 projetores através de programação ou rede. - Começar a edição dos vídeos. Segundo e terceiro meses: - Preparar os vídeos para a videoinstalação. - Editar os filmes e fazer ( programas) as transformações de imagem e som. Pós produção. - Sincronizar os filmes nas 2 projeções, sincronizar os 2 projetores, testar os filmes na estrutura da instalação. - Ajustes finais, conclusão final e apresentação final do projeto.


Orçamento - Estrutura de madeira revestida com placa de compensado maleável ou tecido de lycra preta: aproximadamente R$500,00 - Tecido translúcido para construção das telas: Serão necessários 9 m de tecido, total de R$270,00. - Espelho para o piso: Duas placas de acrílico espelhado de 2 mm x 1000 x 2000. Total de R$420,00 Revestimento de borracha de E.V.A. 4mm de 3 x 3 m para proteger e evitar o atrito entre o espelho e o piso de cimento; Serão necessárias 3 placas de borracha para o revestimento. R$52,50 no total. - Equipamentos para interação: transdutores sensores e controladores, serão pesquisados junto ao técnico programador para melhor viabilização da videoinstalação. Esses equipamentos terão o custo aproximado de R$400,00 - 2 projetores: Infraestrutura MIS - 2 monitores para produção e pós produção e um computador mac: Infraestrutura MIS - Serviço de programação para a máquina e para os projetores: Infraestrutura MIS Orçamento final de: R$1.642,50


Referências e notas de pesquisa A Fonte, Marcel Duchamp

(A busca pela interação, aproximação do público com a arte)

(A busca pela interação, aproximação do público com a arte) Sua pré – história se dá a partir dos movimentos artísticos como o Futurismo (1909) que iniciou na França, Dadaísmo (1916), Surrealismo (1920) na França e Bauhaus (1919), na Alemanha. Esses movimentos buscavam diminuir a distância entre arte e vida, envolver o público com as artes, onde poetas, dramaturgos, pintores e músicos, denunciavam a estagnação e o isolamento da arte. Em meados da década de 60 iniciou-se na arte estratégias de apropriação, “colagens” e motagem de objetos. A partir daí a relação da obra de arte com o espaço e o contexto se tornou tão importante quanto o próprio objeto. (Artur Barrio, In: CANONGIA, 2002.) LIVRO DE CARNE A leitura deste livro é feita a partir do corte/ação da faca do açougueiro na carne com o conseqüente seccionamento das fibras; fissuras, etc., etc., assim como as diferentes tonalidades e colorações. Para terminar é necessário não esquecer das temperaturas, do contato sensorial (dos dedos), dos problemas sociais etc. e etc. A. A. Barrio 3.79”


Instalações Wild Rose, Installation at the College of St. Rose Judy Pfaff , 2008

Numa dinâmica aberta e flexível entre sujeito/objeto/espaço/tempo, foi criado o conceito de Instalação e mesmo tendo numerosos antecedentes históricos foi ela que de forma definitiva tornou o lugar elemento fundame ntal Desire - 2007 photographic installation using Kodak slide projectors, 16 black-and-white images in a loop, 4 sheets of Plexiglas, handmade projector unit Vesna Pavlovic


Videoinstalações The Veiling - 1995 video installation Bill Viola

As instalações que exploram as características próprias da linguagem do vídeo são chamadas videoinstalações. Nelas a imagem em movimento e o som ganha um ambiente. A proposta de vídeoinstalação teve origem no movimento do Happening (1959) e da performance na década de 70.

TV Buddha (1974) Closed Circuit video installation with bronze sculpture Nam June Paik

Numa dinâmica aberta e flexível entre sujeito/ objeto/espaço/tempo, foi criado o conceito de Instalação e mesmo tendo numerosos antecedentes históricos foi ela que de forma definitiva tornou o lugar elemento fundamental em sua essência. dream living room - 2009 video installation Pipilotti Rist

A Liberty Statue for Löndön (monolith version) - 2008 Audio-video installation Pipilotti Rist

CALL WAITING II, 2006
Video Instalação
Eder Santos A obra traduz de maneira poética e singela um momento real transposto para o espaço virtual da arte. A técnica intimista do vídeo é aqui reforçada pela escala da instalação.


Instalações multimídia Baile Chelpa, 2005 Caixas de som, guitarra, aquário, amplificador, pedal de distorção, espuma e E-Bow. Dimensões: 140 x 135 x 61 cm Coleção Roger Wright

As instalações com tecnologias eletrônicas acrescentam a dupla modalidade de se conviver com dados materiais e imateriais. Entretanto, há uma diferença entre as videoinstalações e as instalações com recursos digitais. As videoinstalações são ainda contemplativas. Nas videoinstalações começam a se esboçar as possibilidades de modificação da obra pela presença do espectador, a partir da inclusão de imagens na obra, captadas pela utilização de dispositivos eletrônicos como câmeras de vídeo.

As instalações multimídia são instalações realizadas com um ou vários dispositivos de som e imagem como televisões,vídeo cassetes, fotografias, pinturas, rádios e vários outros dispositivos. As instalações multimídia somam várias mídias e oferecem estímulos de natureza visual, auditiva, tátil e olfativa, provocando sensações que demandam a interconexão dos vários sentidos relacionados durante a exploração espacial.

Totó Treme Terra CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), Rio de Janeiro, 2006


Instalaçþes Interativas

Place Ruhr - 2000 Interactive video installation Jeffrey Shaw

Quantum Tunnel - 2003 Interactive video installation Victoria Vesna e James Gimzewski

Horizons Incertains / Uncertain Horizons - 2007 Interactive video installation Bertrand R. Pitt


As instalações interativas artísticas, herdaram as características primordiais das videoinstalações e de instalações multimídia que envolvem o sujeito, o dispositivo audiovisual o espaço e o tempo. No entanto, é a inclusão das tecnologias digitais que as fazem oferecem interfaces de acesso ao público e, através de sensoriamento, ou por dispositivos de captura como teclados, mouses, telas sensíveis, sensores permitem a ação do público com respostas em tempo real por parte das máquinas. A intervenção do “ex espectador” agora, interator é ativa, participativa. Nas instalações interativas, sua presença é tão importante quanto o conceito do trabalho e o desenvolvimento do hardware e do software. Os resultados desta participação se fazem em tempo real, ou no tempo em que se está interagindo. alguns termos como imersão e interatividade, mesmo presentes em discussões de períodos distintos da história da arte, se tornam primordiais para a compreensão das instalações interativas que possuem interfaces



ENTRE PAISAGENS - VIDEO INSTALATION