Issuu on Google+


ESTE FOLHETO É PARTE INTEGRANTE DO ACERVO DO BEHETÇOHO EM FORMATO DIGITAL, SUA UTILIZAÇÃO É LIMITADA. DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS.


INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO O Acervo Eletrônico de Cordéis do Behetçoho é uma iniciativa que pretende dar consequências ao conceito de (com)partilhamento dos artefatos artísticos do universo da oralidade, com o qual Behetçoho e Netlli estão profundamente comprometidos.

INFORMAÇÕES SOBRE A EQUIPE A equipe de trabalho que promoveu este primeiro momento de preparação e disponibilização do Acervo foi coordenada por Bilar Gregório e Ruan Kelvin Santos, sob supervisão de Edson Martins.

COMPOSIÇÃO DA EQUIPE Isabelle S. Parente, Fernanda Lima, Poliana Leandro, Joserlândio Costa, Luís André Araújo, Ayanny P. Costa, Manoel Sebastião Filho, Darlan Andrade e Felipe Xenofonte


EXPEDITO SEBASTIÃO DA SILVA

O SONHO DO PADRE CÍCERO REALIZADO 70 ANOS DEPOIS


Eu não sou adulador Muito menos puxa-saco, Mas um homem progressista Com todo prazer destaco Porque falar a verdade Sempre foi este o meu fraco Acho que quem compreende Seja justo e otimista Agradecendo os favores De um homem progressista O qual está com o povo Em todo ponto de vista Esse homem é conhecido Do nosso povo em geral É ele Orlando Bezerra Deputado Federal Que trabalhou fortemente Por sua terra natal


Orlando como prefeito Com alta capacidade Dum homem trabalhador Governou nossa cidade Fez tudo pelo progresso Da municipalidade Mandou botar รกgua e luz Nos mais humildes dos lares E nos bairros da cidade Calรงou diversos lugares Construiu Rodoviรกria Hotel, grupos escolares Visto ter sido ele um grande Prefeito municipal Foi eleito duas vezes Deputado estadual E ultimamente eleito Deputado Federal


Vendo que os agricultores Passavam meses inteiros Sem ter água cultivando Varzante ou alguns canteiros Projetou a construir O Açude dos Carneiros Somente isto acabava Aquele drama sinistro Gravou na mente a idéia Fez do projeto um registro E levou-o a Andreazza Qu’era na época ministro Pelo ministro Andreazza Foi aprovado o projeto Com as verbas necessárias Para o serviço completo Pra sem interrupção Ter andamento correto


Graças a boa vontade E o brilhante ideal De Orlando esse nosso Deputado Federal O Açude dos Carneiros Foi construído afinal É hoje 20 de julho A sua inauguração Foi cuja data escolhida Por ser a celebração Do aniversário de morte Do Pe. Cícero Romão Pra essa inauguração Aqui estão convidados O ex-ministro Andreazza E diversos deputados Que gozam imenso prestigio Aqui e em outros estados


Foram esses cidadãos Convidados por Orlando Pra de perto ver o povo Feliz parabenizando A todos que estiveram Na construção ajudando E esse açude que era Pelo povo nordestino Chamado: Açude Carneiros Hoje com o dom divino Irá receber o nome: “AÇUDE MANOEL BALBINO” Esse referido açude É a realização Dum sonho concretizado Do povo da região Cumprindo assim a palavra Do Pe. Cícero Romão


Doze bilhões de cruzeiros Foi esta a soma total Certa do valor da obra Deste açude colossal Projeto de Orlando, o nosso Deputado Federal Quarenta mil metros cúbicos É a esta a capacidade Que terá dágua o açude O qual na realidade Irá dar as nossas terras A maior fertilidade Então trinta e nove metros Tem a parede de altura De peixes já se projeta Breve a maior fartura 120 toneladas É isto o que se assegura


Desse açude o sangradouro 120 metros tem As águas dele serão Aproveitadas tambem Em varzantes que irão Ficar da barragem além A barragem desse açude É de rara perfeição Então de cuja barragem Os metros exatos são Duzentos e oitenta e um Em toda sua extensão Já se constata que dágua É o açude capaz De abastecer Juazeiro E alguma cidade mais Podendo o mesmo irrigar Até o rio Carás


Portanto a maior riqueza Contamos com ela já Porque esse grande açude Ao nosso dispor está Para amenisar a crise Deste sul do Ceará O Açude Manoel Balbino Finalmente está aí Em benefício daqueles Que sofreram muito aqui; Devemos isto a um filho Desse nosso Cariri Esse filho é Orlando Homem de grande instrução Sem ele jamais teríamos Esta realização Deste açude que é hoje A sua inauguração


Em cujo açude falava O Pe. Cicero outrora Mas só com 70 anos De uma longa demora Por Orlando, aí está Ele construído agora Pois ele sem prometer Confiado do Divino Com esforço conseguiu Pra este sul nordestino A construção deste açude De nome: Manoel Balbino Este feito de Orlando Para nós foi um prodígio Pode algum adversário Com mentiras e litígio Difamá-la com inveja Mas não lhe mancha o prestígio


Pode todos contra ele Irados pintar o sete Orlando com Deus está Com ele ninguem se mete Porque na realidade Deus não falta a quem promete O povo caririense Parabeniza a Orlando E a todos qu’estiveram Com ele cooperando Na construção desse açude Com coragem lhe animando Por minha vez aqui digo Ao ex-ministro Andreazza: Conosco fique à vontade Tal qual como em vossa casa Porque ao nosso progresso O senhor deu uma asa


Eu como um pobre poeta Me sinto regosijado Por este grande presente Que foi ao Cariri dado Feliz termino dizendo: Orlando, muito obrigado!

FIM



O sonho do padre cícero realizado 70 anos depois