Page 135

Governação integrada: a experiência internacional e desafios para Portugal

Os temas debatidos foram os seguintes: A prevenção do isolamento social das pessoas idosas Existe uma relação estreita entre isolamento e solidão. A solidão pode ser uma experiência desagradável, que surge quando a rede social da pessoa idosa não existe ou não é satisfatória. Quanto maior é a rede social, menor é a perceção de solidão. O relacionamento com os outros assume-se como uma dimensão fundamental criando sinergias que potenciam respostas para as necessidades das pessoas idosas que vivem sós, promovendo a sua qualidade de vida. Foram identificadas várias estratégias /mecanismos de intervenção, salientando-se a importância de uma atuação de carácter preventivo, de forma a evitar que as pessoas idosas mais vulneráveis sejam esquecidas. Para uma atuação com impacto positivo, há necessidade de se adotar novas metodologias, acionar novas competências e desenvolver parcerias locais, com medidas concretas e operacionalizáveis, através de uma intervenção colaborativa e de proximidade, que aposte na prevenção do isolamento social das pessoas idosas tendo por base os pressupostos do envelhecimento ativo. De forma a prevenir o isolamento social das pessoas idosas, foi sugerido: • Promover a Intergeracionalidade; • Dinamizar o Voluntariado; • Investir no Marketing Social; • Incentivar redes de vizinhança; • Criar programas e projetos direcionados especificamente para pessoas idosas sós e dependentes; • Mapear os territórios através de uma intervenção em rede; • Incentivar a criação de associações de pessoas idosas; • Fomentar o empreendedorismo social sénior nas empresas; • Fomentar a visão integrada com o envolvimento de todos os agentes determinantes para a intervenção junto das pessoas idosas isoladas (Ação Social, Saúde, Juntas de Freguesia, Bombeiros, PSP, associações de Moradores, rede de vizinhança, comércio local, rede de apoio informal identificada); • Atualizar diagnósticos com regularidade (com participação da população idosa); • Identificar redes de apoio informais junto da comunidade (cafés, farmácias, associações e outras).

Participação Na sociedade portuguesa, os níveis de participação cidadã são relativamente baixos quando comparados com outros países. Este fenómeno poderá ter uma hipótese explicativa radicada em questões culturais, políticas e históricas e poderá ser menos vincado nas próximas gerações de 133

Profile for Instituto Padre António Vieira

Governação integrada: a experiência internacional e os desafios para Portugal  

Atas da conferências Internacional GovInt 15 a 16 de outubro de 2016

Governação integrada: a experiência internacional e os desafios para Portugal  

Atas da conferências Internacional GovInt 15 a 16 de outubro de 2016

Profile for ipav
Advertisement