Issuu on Google+

E-mail: trabalhos.escolares.09@gmail.com Fones: (61) 3479-3732 e (61) 8434-3016

PARA FORMATAR O SEU TEXTO: As orientações a seguir são para digitadores amadores, que ainda têm pouca habilidade com o Word, mas precisam digitar textos acadêmicos ou profissionais, de forma que tenham beleza e correção: 1. Abra o Word; a seguir, acesse a aba “layout da página” e formate as margens: superior e esquerda=3 cm, inferior e direita=2 cm; para fazer essa formatação, vá em “margens personalizadas”; 2. Volte à aba “início”, para formatar a fonte (escolha a que for mais adequada ao seu trabalho) e o tamanho da fonte (comece com o tamanho 12; se precisar de outros tamanhos, vá formatando na medida da necessidade); se precisar destacar a fonte use as opções Negrito, Itálico, Sublinhado e se quiser mudar a cor, abra a opção “cor da fonte”; em textos acadêmicos usa-se somente a cor preta; se estiver digitando texto com símbolos matemáticos pode usar as opções “x 2” e “x2”; não se esqueça de tirar essa seleção logo depois de usar, senão o seu texto ficará abaixo ou acima da linha; 3. Na janela “parágrafo”, formate o alinhamento do texto (justificado, centralizado, direita ou esquerda, dependendo de sua necessidade); se precisar usar marcadores numéricos ou com figuras eles também estão nessa janela, logo abaixo das abas “correspondência/revisão”; o uso de marcadores uniformiza as margens do trabalho, que fica mais bonito; ATENÇÃO: quando terminar de digitar a lista com marcadores verifique a formatação do parágrafo, pois o alinhamento dos marcadores é automático e difere do restante do texto; se precisar de uma lista com vários níveis abra a caixa do terceiro tipo de marcadores, no mesmo local; 4. Abra a caixa “parágrafo” (clicando no cantinho), para formatar recuos e espaçamentos; na janela “recuo” deixe esquerda e direito com 0 e na janela “espaçamento” deixa antes e depois também com 0; coloque 1,5 no “espaçamento entre linhas” (use o simples somente quando for fazer uma citação direta, título com duas linhas, tabelas e


2

quadros) e 1,25 na janela “especial” (primeira linha); não precisa mexer nas demais janelas da caixa “parágrafo”, somente se você precisar de uma formatação especial; ao iniciar a digitação do texto, salve o trabalho, para não correr riscos de perdê-lo, se ocorrer falta de energia, por exemplo; 5. Se precisar de uma tabela ou quadro clique na aba “inserir”, “inserir tabela” e escolha quantas linhas e colunas você vai precisar; selecione a tabela, abra a caixa “parágrafo” e coloque o espaçamento entre linhas como simples; se você quiser que o texto se destaque na linha coloque 6 cm no espaçamento antes e depois (esse recurso é bom para fazer Sumário); 6. Preencha a sua tabela usando fonte tamanho 10 e escreva o título abaixo dela, bem como a fonte de onde você tirou os dados, em negrito e com espaçamento entre linhas “simples”, tamanho 10; se quiser colorir a linha do título principal da tabela vá à janela “parágrafo”, no “sombreamento” (onde tem um baldinho de tinta) e escolha a cor que deseja, de forma que o título não fique meio invisível (cores claras são melhores); 7. Após digitar toda a tabela e fazer os ajustes que deseja, selecione-a e abra a caixa “bordas” (à direita do baldinho de tinta); clique em “borda direita” e depois “borda esquerda”, para tornar essas bordas invisíveis, pois tabelas são “abertas” dos dois lados; se for um quadro, não precisa fazer esse procedimento, mas o título fica acima e a fonte abaixo do quadro; se estiver usando a tabela para fazer um Sumário, ao terminar selecione-a e clique na opção “sem bordas” e você terá tudo organizado, com as bordas invisíveis; 8. Para fazer notas de rodapé abra a aba “referências”, em seguida “inserir notas de rodapé”; o cursor vai automaticamente para o rodapé e insere o número da nota; digite o texto, observando que é necessário formatar a fonte (ela abre em calibri) e o espaçamento (coloque simples); pode inserir notas em qualquer ponto do texto que o programa renumera-as no rodapé automaticamente; 9. Se precisar contar as palavras ou caracteres do seu texto, selecione-o e abra a aba “revisão” e em seguida “contar palavras”; o programa abrirá uma janela com as quantidades; 1250 caracteres com espaços correspondem a uma lauda; esse recurso é importante para contar as palavras do Resumo e Abstract dos trabalhos acadêmicos e os caracteres do texto, quando é necessário enviar trabalhos por meio de Moodle (algumas faculdades limitam a quantidade de caracteres);


3

10. A página está sendo exibida muito grande ou muito pequena? Abra a aba “exibição” e acerte o nível de “zoom”, bem como a quantidade páginas que você quer ver na tela; se precisar que a régua seja exibida e selecione-a também nessa aba; 11. Se precisar inserir uma imagem, clip-art, forma, smartArt, gráfico, página em branco e número de página, abra a aba “inserir” e escolha o que você precisa; 12. Em relação ao número de página, pode-se fazer algumas considerações: se você estiver digitando um texto comum, abra a aba “inserir”, em seguida “número de página”, “formatar números de página”, “iniciar em” e coloque 1; em seguida abra novamente “número de página” e selecione “início da página”, escolhendo o local da página onde você deseja que a numeração apareça; em trabalhos acadêmicos escolhese “número sem formatação 3”; para trabalhos artísticos você pode formatar o número no rodapé, centralizado, com formas, ao seu gosto; quando você clicar no “número sem formatação 3” o número de página será inserido e será aberta a aba “ferramentas de cabeçalho e rodapé/design”; selecione “primeira página diferente”, se você quiser que o número de página só apareça a partir da segunda folha do seu trabalho; selecione e formate a fonte e o tamanho do número de página; 13. No caso de trabalhos acadêmicos a ABNT determina que as páginas sejam contadas a partir da folha de rosto, mas a numeração só apareça a partir da Introdução. Como fazer isso em só arquivo? Depois do Sumário insira uma quebra de página (abra o “layout da página, “quebras”, “quebras de seção”, “próxima página”), deixando-a na última linha da página; selecione e recorte o texto que estiver depois do Sumário e cole-o em um novo arquivo (clique no botão Office, no canto superior esquerdo e escolha “novo”; formate somente as margens); nesse novo arquivo, coloque o cursor depois da palavra Introdução e abra a aba “inserir número de página” e realize o procedimento explicado no item 12, não se esquecendo que vai começar em um número maior, pois há várias páginas antes da Introdução (conte-as antes de formatar o número de página); feito isso, selecione todo o texto e mande “copiar”; volte ao arquivo original, verifique se a quebra de página está realmente na última linha da página do Sumário e na página seguinte cole o texto copiado; se o número de página não aparecer é porque a quebra de página não está na última linha; verifique-a e tente novamente; caso você insira mais páginas antes da Introdução é só selecionar o cabeçalho e formatar o número de página na janelinha “começar em”; pronto, você tem seu trabalho com páginas numeradas, sem precisar dividi-lo em duas partes;


4

14. Quando inserir figuras, centralize-as, coloque o título abaixo delas, a fonte, tudo em negrito e tamanho 10; quando fizer gráficos no Excel, não se esqueça de formatá-los de acordo com a fonte e tamanho que você está usando no seu texto original, senão perde a uniformidade; selecionar o gráfico e inserir uma borda torna o trabalho mais bonito, desde que ele tenha no máximo 1 ponto de espessura e seja na cor preta; quando usar formas para fazer organogramas selecione bem as cores, de forma que se harmonizem; 15. Se precisar de símbolos ou equações diferentes, abra a aba “inserir”, “equação” ou “símbolo” e escolha o que você precisar, mande inserir e depois fechar; se precisar de uma caixa de texto, uma letra capitular ou uma linha de assinatura, abra também a aba “inserir”; 16. Ao terminar o seu trabalho, abra o botão Office, “imprimir”, “visualizar impressão” e folheie todo o texto, verificando se a formatação está correta, se não há espaçamentos desnecessários; se houver, tire a seleção da “lupa” e corrija o que estiver errado; no texto, quando o Word sublinha uma palavra ou frase em verde, é porque a sua grafia ou construção não estão boas, em termos de estilo; mas se o sublinhado é de vermelho a palavra ou frase estão erradas; nesse caso, é melhor consultar o dicionário, o que pode ser feito abrindo-se a aba “revisão” e depois “ortografia e gramática”, no canto esquerdo; o vermelho também pode não significar erro, mas palavra em língua estrangeira; 17. Essas são orientações básicas para quem não deseja trabalhar com os recursos automáticos do Word; como o “hábito faz o monje”, quanto mais você aplicar, mais rápido formatará os seus trabalhos, que ficarão bonitos e de acordo com as normas básicas da ABNT. Se tiver dúvidas, não hesite em ligar ou enviar um e-mail. Bom trabalho! Zulma de Paula


Para formatar o seu texto