Page 1

AZETA G

SEM MEIAS PALAVRAS. NEM MEIAS VERDADES.

D O

@gazetaoeste

O E S T E

Ano 37 — Nº 9.618— Mossoró-RN, DOMINGO, 23 de março de 2014

ESPORTE, 9

www.gazetadooeste.com.br

ALCIVAN COSTA

EXPRESSÃO

NOS JARDINS

DIX-HUIT ROSADO RECEBE DOIS ESPETÁCULOS NO DIA DO TEATRO

Pré-candidato Josué Moreira detalha projetos EXPRESSÃO, 4 e 5

EXPRESSÃO, Capa

Motoristas de ônibus são alvos de ações criminosas Assaltos, ameaças e agressões fazem parte da rotina dos motoristas de transporte coletivo, que sofrem com a insegurança. Em Mossoró, no dia 17 deste mês, um ônibus foi incendiado. MOSSORÓ, 11

g

TRABALHO

X MARIZÃO|17H

ESPECIAL

GUILHERME RICARTE

CEDIDA

CDP BUSCA PARCERIA PARA RESSOCIALIZAÇÃO DE PRESOS EM APODI CIDADES, Capa

TV GAZETA

gazetadooeste

X NOGUEIRÃO|17H

INTEGRANTE DO “ARENA SBT”, LÍVIA ANDRADE QUER IR ALÉM DO “ROSTINHO BONITO” TV GAZETA, 9

DECISÃO

RAMON NOBRE

FILIADOS CONCORDAM EM MUNICIPALIZAR ESTÁDIO NOGUEIRÃO Obras do Complexo Viário da Abolição, iniciadas em 2009, trazem, além de benefícios aos mossoroenses e condutores que passam por Mossoró, transtornos. Projeto que está na reta final vem gerando ainda muita polêmica. MOSSORÓ, 6 e 7 CÉLIO DUARTE

MOSSORÓ, 5

EDNILTO NEVES

TRÂNSITO

SAUDÁVEL

Agentes lidam com situações de estresse diariamente

Consumo regular de peixe ajuda a manter a saúde

MOSSORÓ, Capa

MOSSORÓ, 3

FALE COM A GENTE: 3314-1687 — redação@gazetadooeste.com.br; comercial@gazetadooeste.com.br — ESTA EDIÇÃO TEM 72 páginas — PREÇO DESTA EDIÇÃO R$ 2,00

CMAP


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Opinião Circulando em OFF

Espaço Dorian Jorge Freire O TÉDIO E A POLÍTICA Paulo Afonso Linhares - Advogado

Gilberto de Sousa gilberto@gazetadooeste.com.br diretorderedacao@gazetadooeste.com.br gilberto-de-sousa@hotmail.com

COMEMORAÇÕES PERIGOSAS Quanto mais a polícia tira assaltantes de circulação mais os assaltos acontecem em Mossoró, deixando a população apreensiva. E com essa escalada de assaltos, o consequente aumento da violência, a guerra urbana entre gangues e a sistemática de homicídios aumenta. Por último, começam a ser registrados fatos mais preocupantes ainda e que fogem do total senso de humanidade. Trata-se das comemorações pelas mortes entre grupos desafetos. Quando conseguem esse intento, o chamado bando "vitorioso" com a morte do adversário, programa comemorações onde cabem drogas, bebidas e muitos tiros. A que ponto chegamos, em pleno período de Quaresma? É osso. CONVENÇÕES As festas convencionais para as eleições suplementares em Mossoró começam a dar o tom de mais uma disputa eleitoral em Mossoró. O tempo é de fechar apoios. E exige pressa.

CAMPANHA WILSON MORENO

DEM NA PAUTA A prefeita afastada Cláudia Regina reúne forças para enfrentar novas batalhas, inclusive a jurídica, em plena campanha.

Um dos mais geniais e não menos intrigantes romances escritos, "As memórias póstumas de Brás Cubas", lido quando ainda era bem jovenzinho, uma criança mesmo, para falar a verdade, deu-me a exata dimensão psíquica do tédio com a frase "volúpia do aborrecimento", cunhada por Machado de Assis com fino metal do pensar nietzschiano.E nem havia,ainda,tomado contato com aquele sentido do spleen utilizado pelo poeta Charles Baudelaire para expressar de forma superlativa o tédio que se mescla de medo, desengano, fastígio, enfim, do mal que finda por avassalar o coração do homem em sua humana tragédia da modernidade, na vivência urbana como um ser da pólis. Afinal, "[...] Mergulhar ao fundo do abismo, Inferno ou Céu, que importa? Ao fundo do Desconhecido para encontrar o novo!" - como canta Baudelaire, tediosamente esperançoso, no último poema d'As Flores do Mal. Ao que parece, é essa "volúpia do aborrecimento" que acomete ponderável segmento da população brasileira, a tirar pelo que concluiu recente sondagem de opinião patrocinada pela Confederação Nacional dos Transportes e realizada pela MDA Pesquisa: 58,1% das pessoas entrevistadas não se interessam pela disputa presidencial que se avizinha, nestes 2014, na medida em que 19,2% não apontou preferência por nenhum candidato e 38,9% disse não saber ou não respondeu. Significativas parcelas da sociedade brasileira,sobretudo,as conhecidas "camadas médias" que vivenciam o cotidiano dos tantos dramas dos grandes centros urbanos, começam a perder confiança nas soluções de magnos problemas sociais - precária assistência à saúde, educação básica deficiente, alarmantes índices de violência urbana e crescimento da criminalidade, desemprego cada vez maior e péssimo desempenho da economia nos últimos anos (de 2010 a 2013) - no âmbito da esfera pública. Claro, muita água vai rolar por debaixo da ponte deste ano de 2014. De repente, com as campanhas eleitorais nas ruas, é possível que a parcela adormecida do eleitorado se envolva mais no processo político. A verdade é que a maioria das pessoas não importa efetivamente a cor do gato, se branco, preto ou pardo, se-

APOIO Ela teve assegurado o compromisso do ex-companheiro de chapa Wellington Filho, que é do PMDB, de seguir com o seu projeto, independentemente da inclinação do seu PMDB.Pelo menos foi o que disse a coluna um interlocutor de Cláudia. PARA REFLETIR "Numa época de mentiras universais, dizer a verdade é um ato revolucionário", já dizia George Orwell. SEM PLANO Cerca de setenta por cento dos 5.568 municípios brasileiros não têm acesso a recursos federais para saneamento por falta do Plano Municipal de Saneamento Básico, previsto pela Lei 11.445/2007. Os dados são da Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério das Cidades, acrescentando que apenas 30% dos municípios concluíram os planos até dezembro de 2013. PROJETOS Recursos existem na esfera federal para todas as áreas. No entanto, a falta de projetos representa postas fechadas. É osso. A QUEM INTERESSAR POSSA "Quem vence os outros é forte; quem domina o seu desejo é poderoso". NOS JARDINS Quem está hoje na seção Nos Jardins da Gazeta é o professor Josué Moreira (PSDC), que é pré-candidato a prefeito de Mossoró nas eleições suplementares.Josué disputou as últimas eleições municipais e diz que vai tentar novamente chegar ao pódio, hoje mais amadurecido. É isso aí. RITMO DE CAMPANHA Jingles podem não vencer uma campanha, mas em muitos casos ajuda a colocar em evidência uma marca do candidato na cabeça do eleitor. E a importância deste trabalho e a forma assertiva de conduzi-lo será abordado em debate pelo maestro e professor da ESPM, Kléber Mazziero, do Laboratório de Criação de Jingles, que vem ao Nordeste participar do I Seminário de Marketing Político e Legislação Eleitoral.

RELAX

não se efetivamente ela pega ratos, para reproduzir a polêmica assertiva do líder chinês Deng Xiaoping que quase lhe custa a cabeça. É mais ou menos assim que os cidadãos brasileiros do meio urbano encaram as políticas e as variadas ações estatais. Aliás, um quarto de século depois da entrada em vigor da atual Constituição, as pessoas começam a entender que soluções mágicas para os seus problemas concretos e recorrentes não existem. Assim, de pouco adianta dizer que a saúde é direito de todos e dever do Estado, ou que toda a população infanto-juvenil tem acesso à escola de qualidade, embora seja este o discurso constitucional. A retórica incrustrada em certas regras constitucionais não resiste aos frágeis apelos da realidade e se desmonta como um castelo de cartas. Na verdade, ocorreu um fenômeno muito interessante quando do processo constituinte de 1988: cada segmento da sociedade brasileira pretendeu transportar para o seio da Constituição as disposições que lhe garantiriam, enquanto grupo social, certas prerrogativas. O resultado não foi assim tão animador: a Constituição ficou volumosa e, em certos pontos, de difícil efetivação. O mais grave é que aquilo poderia ser tido como conquista, num primeiro momento, depois de passados vinte e cinco anos, se transformou em retrocesso, em gol contra. A certeza de que, por exemplo, o voto direto e secreto resolveria tudo, ademais do poder mágico de transformação das estruturas políticas hauridas das urnas, não passam de mitos nos quais nem as crianças mais bobinhas acreditam. O desânimo do cidadão-eleitor captado pelas lentes da pesquisa CNI-MDA é perigosamente real. Será que a política começa tediosamente a aborrecer? E se o voto fosse facultativo - como deveria! - poderia projetar uma grande abstenção? Bem, para questões deste jaez somente o tempo trará respostas satisfatórias. No mais, é ter paciência e esperar para que o melhor aconteça. Sem volúpia qualquer de aborrecimento algum. Tudo para manter o fio de esperança de encontrar o novo, mesmo tendo que ir ao fundo do desconhecido,como aconselha o poeta.Nada demais, apenas cismas domingueiras.

Charge

POR: LAÉRCIO EUGÊNIO

Cláudia Regina se prepara para enfrentar nova campanha

EM TEMPO Voltado para profissionais que estão atuando neste segmento na região,o evento será realizado de 9 a 11 de abril próximo, e contará com a participação de diversos nomes de destaque nacional neste mercado,como Mazziero,que vem desenvolvendo jingles ao longo de mais de 20 anos de carreira. O evento acontece no Recife e conta com vagas limitadas e inscrições pelo (81) 3224-9236. ESTUDANTE E DIREITO A OAB/RN fez parceria com União Representativa dos Estudantes e Juventude (URE) do Brasil e criou a Carteira do Estudante de Direito.Além dos benefícios das carteiras tradicionais, dá outros direitos ao aluno, como desconto em eventos realizados pela Ordem no RN. O lançamento do projeto será amanhã, na OAB/Mossoró. NA MEDIDA A ferramenta "Na Medida", que auxilia empreendedores de acordo com as necessidades da empresa, será lançada pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, em Mossoró, nesta terça-feira, 25. O lançamento acontece às 19h, na sede do Escritório Regional do Oeste, com apresentação do projeto e realização de palestra. APOSTA Segundo o Sebrae, "Na Medida" se constitui em um novo conjunto de soluções, que trata dos principais eixos estruturais de um empreendimento; é a nova aposta para fortalecer micros negócios na Região Oeste do Rio Grande do Norte. O início do curso está previsto para o dia 31 de março com duração até 16 de abril. Avante!

"Quero toda sua pouca castidade/Quero toda sua louca liberdade/Quero toda essa vontade/De passar dos seus limites/E ir além, e ir além..." IVAN LINS

Artigo TURBULÊNCIAS Rubens Coelho - Jornalista O mundo está passando por muitas turbulências, a humanidade vive dias agitados, onde o progresso científico, material e tecnológico anda paralelamente a cadência ao influxo dos conceitos humanistas civilizatórios. Os hábitos, os costumes, a ética e a moral tendem a ser influenciados pela licenciosidade desprovida de referencial e respeito de uns para com os outros, síntese da violência imperante no Brasil, no mundo, em toda parte. A todo o momento somos surpreendidos por acontecimentos trágicos, seja por catástrofes naturais: terremotos, tsunamis, tempestades, enfim, devastadores fenômenos da natureza, ou então episódios de violência hediondas, nunca vistos antes. As mortes bestiais provocadas por ações desumanas inacreditáveis: filhos matando pais, pais matando filhos, guerras fraticidas, fome, miséria e genocídio, na África, Ásia ou Oriente Médio ou na América Latina. Todos os continentes são atingidos pela mortandade provocada pela ação de desumanidade. É o fim dos tempos? Em Mateus, capítulo 24, versículo 6, está escrito: "Ouvireis de guerra e rumores de guerra, mas cuidado para não vos alarmardes. Tais coisas devem acontecer, mas ainda não é o fim". Portanto, caros leitores,

embora nos surpreendamos pelas coisas tenebrosas que assistimos diariamente,a Bíblia Sagrada,a palavra de Deus, já previa milhares de anos antes.E mais,"ainda não é o fim". Isso quer dizer que a situação tende a piorar, a paz não está sob o controle da justiça dos homens. A única maneira de encontrarmos a verdadeira paz, de sobrevivermos às turbulências do mundo atual, é refugiarmos em Deus, somente Ele é capaz de nos dar a quietude que necessitamos para uma vida melhor. No livro de João, capítulo 14, versículo 27, Jesus diz: "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou. Não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize". Ou seja, a perplexidade e o medo que sentimos diante da decomposição social, da corrupção e da violência, são sentimentos próprios do ser humano. Mas para aqueles que creem em Jesus Salvador, todas essas coisas são como trovões e relâmpagos numa tempestade, que não lhes causarão nenhum dano, pois estão protegidos pelo abrigo do Espírito Santo de Deus. As tribulações do dia a dia são grandes para todos e tornam maiores ainda para quem tem uma vida estéril sem fé e sem esperança de que o único caminho é a entrega de suas vidas à proteção de Cristo Jesus.

Gazeta do Oeste www.gazetadooeste.com.br

Um produto da C. Q. Organização Gráfica e Editorial Ltda. Fundada em 30 de abril de 1977 por Canindé Queiroz

Diretor CANINDÉ QUEIROZ

Diretor-adjunto PAULO LINHARES

Diretor de Redação GILBERTO DE SOUSA

Editora DANIELE SILVEIRA

Av. Cunha da Mota, 96/100 – Centro – Mossoró/RN – Fone: 3314-1687 Site: www.gazetadooeste.com.br – e-mail: gazeta@gazetadooeste.com.br AS MATÉRIAS ASSINADAS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES

Diretor Comercial LEÔNIDAS TERCEIRO


Gazeta do Oeste 3

Mossoró,domingo, 23 de março de 2014

Política

Municípios recebem recursos este mês CÉLIO DUARTE

Assu, Upanema, Campo Grande, Angicos, Janduís, Serra do Mel e Severiano Melo receberão R$ 600 mil

o final deste mês, seis municípios receberão a primeira parcela do valor das emendas individuais destinadas pelo deputado estadual Leonardo Nogueira no orçamento do Governo do Estado ainda para o ano de 2013. Assu, Upanema, Campo Grande, Angicos, Janduís, Serra do Mel e Severiano Melo receberão juntas R$ 600 mil, dos R$ 1,2 milhão destinados pelo parlamentar em emendas para essas cidades. Em Campo Grande, a verba de R$ 125 mil dos R$ 250 mil totais da emenda, serão para o início da obra de pavimentação do acesso ao Açude do Morcego.Nas demais cidades, o dinheiro também foi destinado para serviços de drenagem de águas pluviais e pavimen-

N

Leonardo Nogueira contemplou diversas cidades da região Oeste com recursos oriundos de emenda

tação de ruas. "Uma cidade com ruas pavimentadas significa mudança de vida,porque ela integra a sociedade e a economia, gerando mais emprego e renda, além de trazer conforto, segurança e melhor acesso à saúde e à educação para toda população do município", justificou dr. Leonardo.

Para o orçamento de 2014, o deputado Leonardo Nogueira destinou em emendas individuais quase R$ 3 milhões. Foram 22 emendas beneficiando 16 municípios do entorno de Mossoró, Alto Oeste e Agreste, além de cinco entidades beneficentes com atuação em Mossoró e Natal. Sobre essas verbas,o par-

lamentar já recebeu ofício da Secretaria Estadual de Planejamento e Finanças, confirmando a pré-reserva dos recursos orçamentários, para informar às prefeituras dos municípios contemplados que façam os projetos das obras,para o recebimento do dinheiro. A maior parte das emendas parlamentares do depu-

Henrique Eduardo externa apoio integral ao ‘Novo Simples Nacional’ "O ministro nos deu uma verdadeira aula e o convidei para repeti-la no plenário da Câmara, durante uma comissão geral, marcada para o próximo dia 9, com a presença de todas as partes interessadas, inclusive, a Receita Federal e o Confaz", disse o presidente da Câmara. Henrique Alves assinalou que, diante dos argumentos apresentados pelo ministro, de forma lúcida, convincente e elucidativa. Sua expectativa é de que o projeto do "Novo Simples Nacional" seja aprovado por unanimidade. Ele ainda enfatizou: "Esse projeto não é uma aspiração apenas dos pequenos e micro empresários brasileiros. Ele representa a vontade da nação brasileira, pela capacidade que os micro e pequenos empresários têm de gerar emprego e renda". O ministro Afif Domingos não se surpreendeu com o apoio explícito externado pelo presidente da Câmara, afirmando que Henrique "é nosso grande aliado no encaminhamento do projeto". O ministro frisou que a proposta de ampliação do Simples nada mais é do que uma consequência do Artigo 179 da

Henrique Alves entende que iniciativa estimula o setor comercial

Constituição Federal, que preceitua: "A União, os Estados, o Distrito Federal e os municípios dispensarão às microempresas e às empresas de pequeno porte, assim definidas em lei, tratamento jurídico diferenciado, visando a incentiválas pela simplificação de suas obrigações administrativas, tributárias, previdenciárias e creditícias, ou pela eliminação ou redução destas por meio de lei". Em exposição que fez antes da palestra do minis-

quadra esportiva na Escola Estadual Rui Barbosa, em Tibau.Três entidades beneficentes com atuação em Mossoró também foram lembradas por dr.Leonardo em suas emendas, tendo destinados R$ 30 mil para a aquisição de equipamentos para o Abrigo Amantino Câmara, e R$ 40 mil para aquisição de computadores para a oferta de aulas de informática na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). Leonardo também apresentou emenda com recursos da ordem de R$ 50 mil, para a compra de equipamentos para exames de prevenção ao câncer de mama, na Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer. "Como ginecologista, sei da importância dos exames de prevenção do câncer de mama. Por isso também destinei emenda de R$ 30 mil, para a compra de mamógrafo e ultrassom, para a implantação do projeto Prevenir e Diagnosticar, do Grupo Reviver, em Natal", acrescentou o deputado, que também destinou R$ 20 mil em emenda, para construção de salas de aula e alojamentos para União dos Escoteiros do Brasil, na capital.

AL nomeia membros de comissões para análise de PECs ALCIVAN COSTA

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, anunciou, não apenas o seu apoio integral ao "Novo Simples Nacional", como também assegurou ao ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Afif Domingos que, havendo destrancamento da pauta, já tem em mente duas datas para votação e aprovação da matéria: 29 de abril ou 6 de maio. Henrique falou durante reunião da "Caravana da simplificação", realizada na sede do Sebrae, e após ouvir explanação do ministro sobre o projeto. Durante sua exposição, Afif apresentou um vídeo, em que a presidenta Dilma Rousseff conclama a todos a "derrotar os entraves burocráticos que ainda atravancam o desenvolvimento do país". "Eu estou contando as horas para o dia da votação do projeto", disse Henrique, lembrando que tive a oportunidade de ouvir, anteriormente, outra exposição do ministro Afif Domingos sobre a proposta, num café da manhã que realizou em sua residência oficial, em Brasília, com a participação dos líderes de todas as bancadas com assento na Câmara.

tado Leonardo Nogueira destina recursos para a construção ou restauração da pavimentação e do sistema de drenagem de águas pluviais em Serra do Mel, Almino Afonso, Porto do Mangue, Areia Branca, Caraúbas, Assu, Baraúna, Governador Dix-sept Rosado, Severiano Melo, Janduís, Angicos, Campo Grande, Upanema e Mossoró.Para Mossoró, o deputado ainda destinou mais R$ 200 mil, para a construção e implantação de seis Bases Integradas Cidadãs (Bics), sendo três na zona rural e três na zona urbana do município. "Diante da falta de investimentos na segurança pública por parte do Governo do Estado, a Prefeitura de Mossoró tomou a iniciativa de criar as Bases Integradas Cidadãs e através delas vêm devolvendo a tranquilidade à população. Como deputado eleito por Mossoró e região, me sinto na obrigação de ajudar na manutenção e ampliação das BICs", explicou. Em outras duas emendas parlamentares individuais, o deputado destina R$ 200 mil, para a implantação do Campus Universitário da Uern em Apodi,e R$ 70 mil, para a construção de uma

tro, o superintendente do Sebrae no Rio Grande do Norte, Zeca Melo, desmistificou argumentação usada por parte da burocracia fiscal, acenando com a possibilidade de perda de receita. "Em 10 anos de tratamento diferenciado para o micro e pequeno empresário, a arrecadação do ICMS no Rio Grande do Norte registrou um aumento real de 120 por cento. Aumento real, enfatizou, descontada a inflação de 71% ocorrida no período.

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o deputado Ricardo Motta, fixou em três membros a composição das comissões especiais para analisar as Propostas de Emenda Constitucional 007/2013 e 008/2013. As PECs tratam sobre a autorização dos Defensores Públicos apresentarem projetos à Assembleia e sobre a redução do recesso parlamentar.No dia 26 de março, às 9h, ocorrerá a reunião de instalação e eleição para presidente e vice-presidente das comissões especiais. Para análise de mérito do projeto de emenda constitucional n.º 007/2013, que altera a seção III, do capítulo II, do título IV da Constituição do Estado do Rio Grande do Norte foram nomeados os deputados Gesane Marinho (PSD), Walter Alves (PMDB) e Leonardo Nogueira (DEM) e como suplentes José Dias (PSD), Hermano Morais (PMDB) e José Adécio (DEM). O Artigo 46 passa a trazer a seguinte redação "A iniciativa das leis complementares e ordinárias cabe a qualquer deputado ou comissão da Assembleia Legislativa, ao governador do Estado, ao Tribunal de Justiça e de Contas, ao procurador-geral de Justiça, ao defensor públi-

co geral e aos cidadãos, na forma e nos casos previstos nesta Constituição". O deputado Fernando Mineiro (PT) é o autor da proposição. "A faculdade de propor diretamente à Assembleia Legislativa a alteração das leis que versam sobre a Defensoria Pública visa possibilitar mais dinamismo na discussão das matérias de interesse desta fundamental instituição que tem por objetivo promover a democratização da Justiça, garantindo acesso de todos à defesa assistida de seus direitos", justifica. Redução do Recesso - A PEC n.º 008/2013, altera o art. 42 da Constituição do Estado do Rio Grande do Norte para reduzir o recesso parlamentar. Integram a comissão especial os deputados José Dias (PSD), Fernando Mineiro (PT) e Tomba Farias (PSB) e como suplentes os deputados Gesane Marinho (PSD), Kelps Lima (SOLIDARIEDADE) e Márcia Maia (PSB). A matéria é de iniciativa da mesa diretora e visa reduzir o recesso dos parlamentares no mês de julho de 18 e 31. Em dezembro, essa suspensão temporária de atividades será entre os dias 22 e 2 de fevereiro. Atualmente, o recesso acontece entre os dias 1º e 31 de julho e entre os dias 15 de dezembro a 15 de fevereiro.


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Política Três senadores da base irão ao PGR contra Dilma por Petrobras WILTON JÚNIOR/ESTADÃO

C

inco senadores de partidos diferentes vão recorrer à Procuradoria-Geral da República (PGR) para cobrar explicações da presidenta Dilma Rousseff sobre os responsáveis pela compra de uma refinaria pela Petrobras no Estado do Texas, nos Estados Unidos. Os parlamentares querem que seja investigada a reunião do Conselho de Administração da estatal, em 2006, que avaliou o negócio que tem causado prejuízo estimado em R$ 1 bilhão. Dilma era, na época, ministra da Casa Civil e presidenta do conselho. Eles suspeitam que ela tenha sido negligente no caso. A representação contra a presidenta será apresentada pelos senadores Randolfe Rodrigues (Psol-AP), Pedro Simon (PMDB-RS), Cristovam Buarque (PDTDF), Ana Amélia (PP-RS) e Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). Caberá ao procurador-geral, Rodrigo Janot, decidir se leva as investigações adiante. Em outra frente, no Congresso, os cinco parlamentares defendem a insta-

C

M

A

P

lação de uma CPI mista, composta por deputados e senadores, para apurar esta e outras denúncias envolvendo a estatal. “A maior defesa que se faz à Petrobras neste momento é investigar o que está acontecendo”, diz o senador Randolfe. De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, documentos até agora inéditos revelam que Dilma votou favoravelmente, em 2006, à compra de 50% da polêmica refinaria de Pasadena.Mas,ao justificar a decisão ao jornal, ela disse que só apoiou a medida porque recebeu “informações incompletas” de um parecer “técnica e juridicamente falho”. SOB INVESTIGAÇÃO A negociação é investigada pela Polícia Federal, pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pelo Ministério Público Federal, que suspeitam de superfaturamento e evasão de divisas. Sob o comando de Dilma, o conselho da Petrobras autorizou, oito anos atrás, a compra de 50% da refinaria por US$ 360 milhões. Por causa de cláusulas de contrato, a estatal foi obri-

STF deve decidir nesta semana se julga mensalão mineiro O STF (Supremo Tribunal Federal) colocou na pauta de julgamentos de quinta-feira (27) uma questão de ordem sobre se o julgamento da ação penal 536, o chamado mensalão mineiro, será mantido no Supremo ou se será enviado para a primeira instância. O ex-deputado federal Eduardo Azeredo (PSDBMG) é réu na ação penal por participação no esquema de corrupção. Azeredo perdeu, em tese, o foro privilegiado com a renúncia ao mandado de parlamentar. Azeredo é o principal réu mensalão mineiro. O tucano é acusado de ter participado de um esquema de

corrupção, operado pela agência SMP&B, do expublicitário Marcos Valério, o mesmo do mensalão petista,para o desvio de verbas e arrecadação ilegal de recursos para a campanha eleitoral do PSDB em 1998, quando o tucano era governador, tentou a reeleição e perdeu a disputa para o expresidente Itamar Franco. O ex-deputado nega que tenha responsabilidade no esquema. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao STF que Azeredo seja condenado a 22 anos de prisão por lavagem de dinheiro e peculato (desvio de dinheiro público). FOLHA IMAGEM

Dilma Rousseff comandava o Conselho de Administração da Petrobras e também apoiou compra de refinaria

gada a ficar com 100% da unidade, tendo de desembolsar US$ 1,18 bilhão (cerca de R$ 2,76 bilhões hoje) – quase quatro vezes mais do que o valor previsto inicialmente. Para os senadores, ainda que se trate apenas de incompetência de gestão,Dilma deu aval a um desmando e precisa esclarecer como isso ocorreu. Um dos

diretores que participaram do relatório apontado como “falho” pela presidenta foi preso quinta-feira (20) pela Polícia Federal, em meio a investigações da Operação Lava-Jato, que apura lavagem de dinheiro. O ex-diretor é alvo de uma investigação que corre no Ministério Público Federal no Rio sobre a negociação da refinaria.

Eduardo Azeredo é um dos principais acusados


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Opinião Artigo ESTADOS UNIDOS E CUBA SE APROXIMAM Elviro Rebouças - Economista e Empresário

A distância de 103 milhas náuticas (166 kms.) que separam Havana, capital de Cuba, à costa da Flórida, nos Estados Unidos da América, depois do implante da nova ditadura do comandante Fidel Castro (01/01/1959), que desceu de Serra Maestra para ascender ao poder, coadjuvado pela inteligência, maestria e brilhantismo de um notável argentino, Ernesto Guevara de la Serna, nunca esteve tão próxima. Sem alarde, fazendo de contas que continuam inimigos, os governos dos dois países, de forma subliminar e gradativa, experimentam uma distensão natural, depois da fadiga natural dos mais de 55 anos de distanciamento, desde que, por meio de armas pesadas e inspiração comunista, patrocinada pela então poderosa União Soviética, o ditador Fulgêncio Batista, que comandou de fato a ilha por quase duas décadas, foi derrubado e o novo regime foi implantado no famoso e paradisíaco arquipélago do Caribe. Cuba hoje tem quase 12 milhões de habitantes, foi grande produtor de cana de açúcar, atualmente em queda livre, Raul Castro é o presidente, governando em nome do irmão doente e com os seus 88 anos de idade. Os milhões de dólares americanos e euros que irrigam a economia do país fazem do turismo a sua principal atividade econômica, Cuba teve um crescimento do seu PIB de 2,5% no ano de 2013, amenizaram o rigor da ideologia política da ilha, e hoje o governo incentiva e acaricia os que para lá vão cultivar as suas belezas, diferentemente da época da guerra fria, quando eram vistos com desconfiança e até hostilidade. O país é oficialmente um Estado laico. Depois de ter mantido por muito tempo que as igrejas eram frentes para a atividade política subversiva, o governo mudou de discurso, em 1992, quando altera a Constituição para caracterizar o Estado como laico ao invés de ateu. Existem várias religiões que representam a cultura do país. O catolicismo romano era a maior religião, que foi trazida para a ilha pelos espanhóis e continua a ser a fé dominante, com onze dioceses, 56 ordens de freiras e 24 ordens de sacerdotes. Em janeiro de 1998, o santo padre, Papa João Paulo II fez uma visita histórica à ilha, a convite do governo cubano e da Igreja Católica e de lá para cá se multiplicam os fiéis romanos, sem qualquer retaliação por parte do governo. Aumenta o número de turistas norte-americanos que visitam Cuba e de remessas em dólares enviadas para a ilha. Políticos cubano-americanos são, ainda, o principal entrave para a normalização das relações entre os países. O número de turistas dos EUA que visitam Cuba mais que triplicou desde 2007, e o valor de remessas em dólares de cubano-americanos para seus parentes na ilha dobrou nos últimos 15 anos. Discretamente, como querem os dois governos. Os EUA já são o segundo maior emissor de turistas estrangeiros em Cuba, apenas atrás do Canadá. As mudanças graduais foram estabelecidas em 2009 e 2011, no primeiro mandato do governo Barack Obama. Antes, um cubano-americano com parentes na ilha tinha permissão de visitar Cuba uma vez a cada três anos. Hoje, se tiver um parente de até terceiro grau, pode ir quantas vezes quiser. Para um americano sem vínculos, basta se inscrever no programa "People to People", do governo americano, e alegar alguma razão cultural, educativa, esportiva, humanitária ou religiosa para receber a autorização. Até 2011, a maior parte das viagens envolvia um terceiro país. Voavase, por exemplo, para o México ou para as Bahamas e dali para Havana. Hoje, 19 aeroportos americanos foram autorizados a ter voos charter direto para Havana. As remessas, que durante o governo Bush foram limitadas a US$ 300 por trimestre e apenas para parentes imediatos, também foram relaxadas. Um visitante, que podia levar US$ 300 para a família entre 2003 e 2011, hoje pode levar até US$ 3.000.

Penso, logo...

Canindé Queiroz

Rubens Coelho rubensfcoelho@hotmail.com

NÃO SE TEM NOTÍCIA Se aconteceu ou não encontro do Carlos Augusto e Rosalba Ciarlini, com o senador José Agripino, durante a viagem que o casal fez a Brasília no início da semana finda, não se sabe. Embora o pretexto da viagem tenha sido para assistir à formatura em marketing do filho da governadora, no Distrito Federal, falava-se de um provável encontro dos dois com o senador José Agripino para tratar da candidatura à reeleição de Rosalba. Parece, no entanto, que a governadora e seu marido, voltaram ao RN como foram, ou seja, sem a garantia de ter o patrocínio e a legenda do DEM para as pretensões rosalbista.Os sinais nesse sentido estão sendo dados com o distanciamento dos agripinistas do governo. NÃO SÃO CANDIDATOS Portanto, sem a obrigação de se desincompatibilizarem, mas deixarão o governo no próximo 3 de abril; Esdras Alves (Articulação), tradicional agripinista e Demétrio Torres, secretário da Copa. Sem dúvida alguma, esse isolamento é resultado da política "do grande estrategista" Carlos Augusto, com sua arrogância, prepotência e pela incompetência da governadora Rosalba. OS INTERESSES DO DEM São outros e não uma reeleição inviável, perguntem a Getúlio Rego, a José Adécio, a Leonardo Nogueira, a Felipe Maia, eles querem um mínimo de garantia para renovarem seus mandatos, por isso a questão das proporcionais é que quem está determinando o rumo do DEM potiguar nas eleições de outubro próximo. José Agripino está de muita conversa com o PMDB, do candidato a governador Henrique Alves, com o PR de João Maia, candidato a vice de Henrique, com o Pros de Ricardo Motta, com ele o deputado estadual e o filho a federal, todos unidos num acordão em cujo escopo de forma alguma cabe Rosalba. PDT RACHADO Ainda restando sete meses para as eleições deste ano,o Partido Democrático Trabalhista (PDT) no Rio Grande do Norte está rachado.Enquanto a tendência do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, é apoiar a vice-prefeita Wilma de Faria (PSB), para o Senado, em Parnamirim, o prefeito Maurício Marques apoiará para o Senado a deputada federal Fátima Bezerra (PT). (Jornal de Hoje).

O QUE A MAIORIA QUER Pesquisas apontam por que Obama permitiu essa política menos restritiva. A maioria dos americanos defende mais diálogo com a ilha comunista, a retirada do país da lista de "nações que patrocinam o terrorismo" e até pedem um enviado especial para negociar com o regime castrista. Cerca de 56% dos americanos defendem a normalização das relações com Cuba, número que sobe a 63% entre habitantes da Flórida, em pesquisa do Atlantic Council, um centro de estudos. A opinião pública evoluiu e até cubanos que se exilaram nos EUA nos anos 1960 estão visitando Cuba pela primeira vez. Perceberam que isolar o regime não funcionou, eles acabaram se isolando.

CUIDANDO DA SAÚDE A qualidade da água para o consumo humano foi pauta da reunião,realizada na manhã de sexta-feira,21,no Auditório do Centro Administrativo Alcides Belo. O evento coordenado pela Vigilância à Saúde, através do setor da Saúde Ambiental, reuniu lideranças comunitárias, agentes de Saúde equipe da Defesa Civil, entre outros.

IMPASSES "O que ainda impede maiores iniciativas de Obama são os políticos cubano-americanos Filho de cubanos e um dos maiores nomes da oposição a Obama, o senador republicano Marco Rubio, da Flórida, já disse que as licenças para as viagens se banalizaram. "Tem gente viajando para lá para ter aulas de salsa", discursou. No ano passado, o casal de astros pop Beyoncé e Jay-Z viajou a Cuba e foram criticados por fazer "turismo" no país. Eles viajaram com a licença cultural. Por isso o avanço é discreto. Ambos os governos se esforçam para esconder o aumento das trocas pessoais e financeiras entre os países. Apesar dos pedidos ao Departamento de Estado por uma comparação entre os anos Bush e Obama sobre a relação bilateral, Os americanos esperam medidas democráticas no país caribenho e liberdade de expressão. Já o equivalente ao IBGE cubano, a Oficina Nacional de Estadística, não descrimina a entrada de americanos na ilha. Os quase 630 mil americanos que visitaram Cuba no ano passado entraram na categoria "outros".

INFORMAÇÕES REPASSADAS Informações relacionadas aos cuidados que se deve ter para garantir a qualidade da água, incluindo orientações de como lavar a caixa d'água;apresentado os parâmetros atuais da qualidade da água na zona rural; feito uma apresentação do Sistema de Abastecimento de Água da área rural, ou seja, de onde vem a água que abastece as comunidades entre outros pontos. Na oportunidade, além das informações,foi distribuído entre os presentes hipoclorito de sódio, produto utilizado para purificar água para o consumo humano. O trabalho foi coordenado pela diretora de Vigilância Sanitária à Saúde, Allany Medeiros.

DEFESA DO CONSUMIDOR O relatório sobre os Projetos de Lei do Senado (PLS) 281, 282 e 283 de 2012, que reformam o Código de Defesa do Consumidor (CDC), deve ser analisado na próxima quarta-feira, 26, às 14h, pela comissão temporária criada para atualizar a norma. O texto, do senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), foi discutido na semana passada, mas a votação acabou sendo adiada por pedido de vista. É APAVORANTE Mesmo. Os comerciantes de Natal terão que se adequar as normas da FIFA para a Copa do Mundo de 2014. Esse foi o assunto da entrevista desta sexta-feira,21, com o vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Augusto Vaz no programa RN Acontece da Band. "A limitação do uso dos termos ligados à Copa foi o que mais assustou. Por exemplo, os lojistas não poderão usar o termo Brasil, nem 2014", comentou. AS TABELINHAS Tradicionais são proibidas. Outra regra estabelecida pela FIFA para as cidades-sede é a distribuição da tabela da Copa do Mundo com a marca dos lojistas de produtos ou serviços. "Não pode ser usado nada que tenha alusão da marca do lojista com a Copa do Mundo", descreve. (Matéria da jornalista Marília Rocha). PRIMEIRO DE ABRIL É a data em que começou o Golpe Militar de 1964, foi nesse dia que tropas do Exército deram início ao levante contra o governo constitucional do presidente João Goulart, há 50 anos. Os militares mudaram a data para 31 de março porque se sentiam envergonhados de terem iniciado um golpe no dia da mentira. Detalhe da história que os golpistas sempre procuraram encobrir. PRESUMÍVEIS IRREGULARIDADES O presidente da Associação de Engenheiros da Petrobras, Silvio Sinedino, toma posse no próximo dia 2 como representante dos trabalhadores no Conselho de Administração da estatal. Ele promete se empenhar para que seja apurada a operação que resultou na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, que deu prejuízo de US$ 1 bilhão à petroleira. É a segunda vez que Sinedino irá representar os trabalhadores no conselho de administração.A primeira foi em 2012, quando a estatal concluiu o processo de compra da refinaria. O MERCADO CONTRA DILMA O mercado torce pela derrota de Dilma nas eleições presidenciais de outubro devido, segundo o mercado, ao perfil intervencionista da atual presidente em diversos setores, como os de petróleo, energia elétrica e o bancário, todos com forte presença de companhias controladas pelo governo."As estatais foram às empresas mais prejudicadas pelo governo nos últimos anos", afirmou o analista Fábio Gonçalves, da Banrisul Corretora. O mercado é insaciável. Essa é a verdade nua e crua. AMOUR STORE Conheça a nova Amour,participe do coquetel de lançamento, hoje, 22, às 9h, no Shopping Oásis, loja 37. Convite feito, presença assegurada, com certeza. POIS É... Fiz um esforço incessante para não ridicularizar, não lamentar, não desprezar as ações humanas, mas para compreendêlas. (Spinosa)


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Sociais Karenine Fernandes karenine_f@hotmail.com twitter: @kareninefernand site: www.kareninefernandes.com

MOVIMENTO

BIOFIT...

FOTOS: CEDIDAS

Gianinni Alencar em forma para o novo comercial da Academia que é top!

A galera animada em uma aula de spinnig, cheia de alegria e sorrisos

André Dutra, Susy, Aline, Lizana e Lucas, geração saúde e Biofit

Lizana, Franklin Soares e Thays Rolim anunciando mais movimento na Biofit

Thays Rolim, toda linda, e em forma para o novo VT da academia que faz o movimento

Eu também entrei no ritmo e no movimento da Biofit Academia

Camila e Leandro Neress, um casal Biofit em movimento total

Cleber Carlos e Leandro Neres, profissionais top da Biofit

As bailarinas Biofit lindas de viver: Mayra, Lívia Naara, Beatriz Moraes e Lívia Roseno

Grande Ronildo, da Canal 2, e o competente e lindo Adriano da Wh6 em ação. Gravando!


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Opinião Neto Queiroz netoqueiroz@uol.com.br

PARA REFLETIR

C M A P

ALCIVAN COSTA

NOTAS GERAIS

Na medida em que se aproxima a data das convenções dos partidos para as eleições suplementares em Mossoró, acelera-se a formação das chapas que estarão na disputa.

ANÁLISE DAS CHAPAS Vamos analisar as chapas que estão se formando para as eleições suplementares. No governismo é dado como certo o nome do prefeito Francisco José Júnior como candidato. Seu vice deverá ser indicado pelo PT.

Está sendo anunciada aos quatro cantos a chapa Larissa Rosado e Alex Moacir. Tratase da aliança política envolvendo PSB e PMDB. Resultante da aliança Alves e Wilma. Larissa precisa ainda resolver a questão da sua inelegibilidade, decretada duas vezes pela Justiça Eleitoral. Aguarda-se que seus recursos sejam votados pelo TSE na semana que vem. Alex não fez ainda nenhum anúncio oficial de que seria o vice, mas na reunião interna do PMDB, manifestou aprovação à aliança do PMDB com o PSB.

O juiz Herval Sampaio Júnior, da 33ª Zona Eleitoral, foi inocentado da acusação de ter sido parcial nas decisões eleitorais na comarca de Baraúna. A prefeita Luciana Bezerra o acusou de suspeição. A acusação não foi reconhecida. Antes, Herval já havia sido acusado de suspeição em Mossoró, mas também saiu inocentado.

RÁPIDAS

Havia um ferreiro que, após uma vida de excessos, resolveu consagrar sua vida a Deus. Durante muitos anos trabalhou com afinco,praticou a caridade, mas, apesar de toda sua dedicação nada parecia dar certo na sua vida. Muito pelo contrário. Seus problemas e dívidas acumulavam-se cada vez mais. Uma bela tarde, um amigo que o visitara, e que se compadecia de sua situação difícil, comentou: É realmente estranho que, justamente depois que você resolveu se tornar um homem temente a Deus, sua vida começou a piorar. Eu não desejo enfraquecer sua fé,mas apesar de toda sua crença no mundo espiritual, nada tem melhorado. O ferreiro não respondeu imediatamente. Ele já havia pensado nisso muitas vezes, sem entender o que acontecia em sua vida. Entretanto, como não queria deixar o amigo sem resposta, encontrou uma explicação. Eis que o ferreiro disse: - Eu recebo nesta oficina o aço ainda não trabalhado e preciso transformá-lo em espadas.Você sabe como isto é feito? Primeiro eu aqueço a chapa de aço num calor absurdo, até que fique vermelha. Em seguida, sem qualquer piedade, eu pego o martelo mais pesado e aplico golpes até que a peça adquira a forma desejada. Logo,ela é mergulhada num balde de água fria e a oficina inteira se enche com o barulho do vapor. Tenho que repetir esse processo até conseguir a espada perfeita; Uma vez apenas não é suficiente. O ferreiro deu uma longa pausa,pensou e continuou.- Às vezes, o aço que chega até minhas mãos não consegue agüentar esse tratamento. O calor, as marteladas e a água fria terminam por enchê-lo de rachaduras. E eu sei que jamais se transformará numa boa lâmina de espada. Então, eu simplesmente o coloco num monte de ferro-velho que você viu na entrada de minha ferraria. Mais uma pausa e o ferreiro concluiu: Sei que Deus está me colocando no fogo das aflições. Tenho aceitado as marteladas que a vida me dá,e às vezes sintome tão frio e insensível como a água que faz sofrer o aço. Mas a única coisa que peço é: Meu Deus, não desista, até que consiga tomar a forma que o Senhor espera de mim. Tente da maneira que achar melhor,pelo tempo que quiser,mas jamais me coloque no monte de ferro-velho das almas. Deus quer fazer de você uma pessoa melhor...

PLUGADO

Há uma tendência que a chapa seja mesmo oficializada. O obstáculo é apenas a situação jurídica de Larissa. Vencida essa parte, haverá o anúncio oficial. No caso de Larissa manter-se inelegível, teremos a inversão da chapa. Alex seria candidato a prefeito. E seu vice seria o vereador Lairinho Rosado.

ALIANÇA PSD E PT Há dois nomes dentro do PT que despontam como provável vice na chapa: Crispiniano Neto e Luiz Carlos. São dois expoentes do partido, com serviços prestados à cidade e contam com o respaldo da militância petista. DOIS PERFIS DIFERENTES Crispiniano tem um perfil para a vida cultural de Mossoró, poeta, escritor, foi presidente da Fundação José Augusto e traria os artistas com ele. Luiz Carlos, vereador e professor, tem uma atuação na vida sindical destacada e agrega a chapa os votos dos professores. PESQUISAS SERÃO IMPORTANTES Acredito que as pesquisas também serão importantes para a escolha do vice na chapa de Francisco José Júnior. Números que identifiquem quem agrega mais e quem soma mais seu perfil com o perfil do atual prefeito. ANÚNCIO NA RETA FINAL A formação da chapa deve ser anunciada na semana que antecede a convenção. Momento em que Francisco José Júnior oficializará sua intenção de disputar. Somente depois de ter um candidato a prefeito oficializado, saberemos o nome do vice. COLIGAÇÃO DEVE SER AMPLIADA Sem dúvidas, a junção PSD e PT em Mossoró servirá como uma prévia para a junção dos dois partidos na disputa estadual de outubro. A coligação nas eleições suplementares deverá contar com outros partidos que estão sendo conversados.

• FALTA - Com as chapas Francisco José Júnior/nome do PT e Larissa/Alex já na boca do povo, falta só a chapa do rosalbismo ser anunciada. • O VICE - Cláudia Regina pretende ser a candidata a prefeita. Mesmo com os problemas jurídicos. Resta saber quem seria seu vice. • NOMES - Falou-se em Marlus Ciarlini e nos bastidores cita-se também o nome de Betinho Segundo, mas não há nenhuma confirmação. • PURA - O DEM deve vir de chapa pura. Não terá outros aliados. Dependerá exclusivamente das forças eleitorais de Cláudia e de Rosalba. • ISOLADO - A exemplo do que acontece no Estado, o DEM estará isolado também em Mossoró. Mas, Rosalba é a grande eleitora da cidade. • IDENTIDADE - Com Cláudia na cabeça de chapa, a tendência é que o vice seja um nome bastante identificado com o rosalbismo. A cara de Rosalba.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Esporte

Ronny Jason:‘Mostrei nem 40% do meu potencial’ RODRIGO MALINVERNI

parte da profissão. A gente assina contrato e tem que lutar. Mas o mérito é total dele, que é um cara duríssimo e em breve vai estar entre os tops da categoria. Foi uma derrota no meu cartel, mas na carreira serviu muito como aprendizado. Eu corrigi alguns erros que, de repente se tivesse ganhado, não veria. Iria achar que estava tudo normal", falou. O lutador estará em ação novamente hoje, no UFC em Natal, onde vai encarar

O lutador estará em ação novamente hoje, no UFC em Natal, onde vai encarar o compatriota Thiago Marreta

O

peso-médio Ronny Markes havia conquistado três vitórias no UFC até perder para Yoel Romero, por nocaute, em sua última luta. No entanto, mesmo vencendo, ele não convenceu a maior parte do público brasileiro, já que em todas as vezes fez um jogo conservador no chão e decidiu nos pontos. O potiguar da Kimura/Nova União reconheceu que tem sido muito cobrado, mas defendeu seu estilo e garantiu que ainda tem muito a mostrar no octógono: "Eu geralmente faço o jogo dos americanos. Gosto de fazer um wrestling e também tenho uma trocação boa. Não mostrei nem 40% do meu potencial no UFC. Mas se você for ver, tem o

UFC FIGHT NIGHT NO COMBATE: SHOGUN X HENDERSON 2 CARD PRINCIPAL

Com 6kg para tirar durante a semana, Ronny treinou de agasalho para desidratar

Sonnen e o Cain Velásquez, que toda hora botam ali na grade. Brasileiro você sabe como é, cobra muito. E eu só devo à minha equipe, independentemente de estar amarrando ou não. Prefiro sair vaiado na

vitória a ser aplaudido na derrota" disse, em entrevista ao Combate.com. Ronny Markes revelou ter enfrentado problemas antes da última luta, mas optou por não se aprofundar no assunto. Mesmo as-

sim, disse não se arrepender de ter entrado no octógono: "A gente teve alguns problemas de saúde que nem vêm ao caso. O mérito foi total do Romero. Não é desculpa. Isso acontece e faz

Muricy Ramalho dá aval para retorno de Rafael Toloi no meio do ano loi ganhou a atenção do Tricolor, que acertou sua contratação em 2012. O atleta chegou com status de titular ao Morumbi e foi campeão da Copa Sulamericana, mas perdeu espaço na temporada seguinte, alternando boas e más atuações. Assim, no início de 2014, o atleta foi emprestado para a Roma até o meio do ano, com prioridade de compra dos italianos. Porém, como vem sendo pouco aproveitado na equipe, Toloi deve retornar ao time paulista. Por outro lado, o São Paulo ainda não decidiu o que fazer com Roger

Carvalho, que chegou no ano passado em meio à recuperação de lesão e não conseguiu se firmar no time, tendo contrato apenas até abril. "Vamos esperar, não temos pressa", despistou o treinador são-paulino, sem falar se seu time exercerá o direito de renovação do empréstimo. A dúvida do técnico existe por conta do grande número de opções para o setor. Além do iminente retorno de Toloi, o São Paulo também espera contar neste ano com Breno, que aguarda a liberação da Justiça alemã para voltar ao Brasil.

O Toloi é um bom jogador e, se percebermos que não está jogando na Roma, pode voltar e vai ser reintegrado ao time. Mas não vou falar nada, porque tem muita coisa para preparar para o Brasileiro

O técnico Muricy Ramalho confirmou na última sexta-feira que o zagueiro Rafael Toloi deve voltar a integrar o elenco são-paulino no segundo semestre. Emprestado para a Roma no início deste ano, o atleta não se firmou no time italiano e tem as portas abertas para voltar ao Tricolor. "O Toloi é um bom jogador e, se percebermos que não está jogando na Roma, pode voltar e vai ser reintegrado ao time. Mas não vou falar nada, porque tem muita coisa para preparar para o Brasileiro", afirmou o técnico. Formado no Goiás, To-

Muricy Ramalho

Flamengo atuará hoje com equipe reserva diante da Cabofriense Na última rodada da Taça Guanabara, o técnico Jayme de Almeida optou por começar a partida com os reservas do Flamengo. Na manhã da última sexta-feira, os jogadores considerados titulares, que perderam para o Bolívar na Copa Libertadores, realizaram ativida-

o compatriota Thiago Marreta. Por estar em casa, acha que a torcida brasileira não irá se dividir. "O evento vai ter muita gente do Nordeste e com certeza de Natal, então acho que a torcida vai estar do meu lado. Acho que 99% da torcida vai estar comigo", acredita. Com Ronny Markes x Thiago Marreta no card preliminar, o "UFC: Shogun x Henderson 2" será realizado hoje, em Natal, a partir das 17h (de Brasília).

des físicas na academia do centro de treinamentos Ninho do Urubu. Nos gramados, o treinador rubro-negro comandou o tradicional rachão.Jayme fez alterações na equipe durante a atividade,mas o primeiro time que entrou em campo contou com Paulo Victor,Digão, Chicão, Erazo e João

Paulo; Feijão, Márcio Araújo, Luiz Antonio e Mugni; Paulinho e Alecsandro. Feijão e Mugni saíram para a entrada de Recife e Mattheus. Essas, portanto, são as únicas dúvidas do comandante para escalar o Flamengo para o confronto contra a Cabrofiense. Na 15ª e última roda-

da da primeira fase do Campeonato Carioca, o Flamengo encara a Cabofriense hoje, às 16 horas (de Brasília), no estádio do Maracanã. O RubroNegro é o líder do torneio estadual com 35 pontos, sete pontos a mais que o rival Fluminense, segundo colocado.

Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Dan Henderson Peso-médio: Cezar Mutante x CB Dollaway Peso-leve: Léo Santos x Norman Parke Peso-meio-pesado: Fábio Maldonado x Gian Villante Peso-leve: Michel Trator x Mairbek Taisumov Peso-pena: Rony Jason x Steven Siler CARD PRELIMINAR Peso-pena: Diego Brandão x Will Chope Peso-médio: Ronny Markes x Thiago Marreta Peso-mosca: Jussier Formiga x Scott Jorgensen Peso-meio-médio: Thiago Bodão x Kenny Robertson Peso-pena: Godofredo Pepey x Noad Lahat Peso-meio-pesado: Francimar Bodão x Hans Stringer

Adilson Batista confirma retorno de Martín Silva Hoje, o classificado Vasco enfrenta o Duque de Caxias, às 16h (de Brasília), em São Januário, pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Carioca, e poderá contar com a presença do goleiro uruguaio Martín Silva. Em entrevista coletiva, o técnico alvinegro Adilson Batista confirmou que o camisa 1 estará de volta à equipe, após resolver problemas pessoais. Além de vencer, o Cruz-Maltino precisará torcer por um tropeço do Fluminense, caso queira assegurar a vice-liderança na tabela. O arqueiro esteve alguns dias ausente para cuidar de sua filha recém-nascida,que passou por um problema de saúde. Ele retomou os treinamentos na última quinta-

feira, reassumindo seu posto de titular absoluto. "O Martín é muito profissional e centrado. Demos a ele essa liberdade no aspecto familiar, ele chegou em dois dias e trabalhou rápido. Jogou contra o Fluminense e depois foi tirar a filha do hospital. Isso mostra que está extremamente satisfeito aqui no Vasco", disse Adilson. Para o comandante,o bom astral com que o goleiro encara o trabalho faz a diferença, tornando-opeçafundamental na campanha do clube neste Estadual, que pode ser coroada com uma vantagem na semifinal, caso conquiste a vitóriadiantedoDuquedeCaxias. "Ele está bem mais alegre e confiante e também leve e tranquilo. Está feliz e vai jogar domingo", finalizou Adilson Batista. REPRODUÇÃO

Adilson Batista elogiou postura profissional de Martín Silva


Gazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Esporte Buscando confirmar briga pelo título, Cantinho da recordação Potiguar enfrenta o Corintians de Caicó Olismar Lima

ALCIVAN COSTA

RAMON NOBRE Da Redação

CARLOS HENRIQUE

B

uscando dar sequência à boa fase na Copa Cidade de Natal,equivalente ao segundo turno do Campeonato Estadual, o Potiguar enfrenta às 17h de hoje,o Corintians,no Estádio Marizão, em Caicó. Se vencer, o alvirrubro chega aos sete pontos e pode encostar no Globo, que tem nove,mas possui um jogo a mais. Na partida de logo mais, o técnico do Time Príncipe, Ubirajara Veiga, não poderá contar com o zagueiro Weverson, se recuperando de uma lesão na coxa direita e o atacante Vavá Cearense, que ainda sente dores por conta de uma pancada na canela direita. O goleiro Ramon sentiu dores no joelho direito, devido ter pisado em um buraco na vitória contra o ABC, mas chegou a realizar atividades na última sexta-feira e ontem. Sua escalação depende da liberação do departamento médico do clube. "Ramon vinha trabalhando em todos os jogos que cheguei. Ele fez tratamento durante dois dias e reagiu bem. Agora, o Departamento Médico vai definir. O Weverson nem treinou e o Vavá ainda está sentindo um pouco a lesão", explicou Ubirajara. O zagueiro Everaldo ganhou a vaga de Weverson,enquanto Marcelo Paraíba será titular substituindo Vavá. "O nosso pensamento é esse. Quanto mais pontos somarmos melhor para o nosso projeto.Sabemos que é um jogo difícil, mas vamos para vencer", explica.

REPRODUÇÃO

CARLOS HENRIQUE: integrante do Baraúnas, no certame estadual de 2004

Potiguar busca segunda vitória em três jogos neste segundo turno

Contra o Corintians, Ubirajara deve escalar o Potiguar com Ramon (Laênio); Michael, Paulo Paraíba, Everaldo e Berg; Magno, Rogério, Geovanni e Rayllan;Lindoval e Marcelo Paraíba. O meio-campista Giovanni ressaltou a importância da vitória contra o Galo para o clube seguir na luta pelo título e afirmou que se o clube tiver que ser campeão,não será preciso secar o Globo. "A gente está brigando por esse título e com certeza vamos fazer uma boa partida contra o Corintians e se por acaso Deus nos abençoar nós vamos continuar brigando pelo título.

Se for da gente ser campeão a gente vai ser e não vamos

ficar secando o Globo não", falou.

COPA CIDADE DE NATAL BARAÚNAS

x x x x

SANTA CRUZ

DOM 23/03/2014 - 17:00 NOGUEIRÃO

CORINTIANS

POTIGUAR

DOM 23/03/2014 - 17:00 MARIZÃO (RN)

ALECRIM

ABC

DOM 23/03/2014 - 17:00 NINHO DO PERIQUITO

AMERICA

GLOBO FC

DOM 23/03/2014 - 18:30 ARENA DAS DUNAS

Leão busca primeira vitória contra o Santa Ainda sem vencer neste segundo turno do Estadual, o Baraúnas recebe às 17h deste domingo, a equipe do Santa Cruz, no Estádio Nogueirão, em Mossoró. Foram três derrotas em três jogos na Copa Cidade de Natal (Globo, América e ABC). O desempenho de longe lembra a equipe da pri-

meira fase, que chegou a final contra o Globo sem perder nenhum jogo. No primeiro turno do estadual, o desempenho não foi tão bom, mesmo assim o Baraúnas chegou à última rodada com chances de título e acabou na quarta colocação. No segundo turno, a dire-

toria Tricolor contratou os atacantes Somália e Felipe Espada,mas ao invés de melhorar,a equipe caiu de produção e ocupa agora a lanterna. As chances de brigar pelo título são mínimas. O Leão do Oeste precisa vencer os quatro jogos e torcer para que o Globo perca praticamente todas as partidas.

Substituído no final do primeiro tempo com dores no joelho direito, o meiocampista Da Silva é dúvida para a partida. O Baraúnas deve ir a campo com Érico; Glaubinho, Victor, Nildo e Renatinho Carioca; Batata, Paraíba, Lima e Da Silva (Wendes); Kattê e Somália.

Mais um craque que atuou no nosso futebol merece ser lembrado nesta edição. Desta feita, focalizamos a presença de Carlos Henrique, atacante que conquistou a comissão técnica bem como a imensa nação leonina durante toda a sua permanência no Baraúnas. Por ocasião do transcurso do quadragésimo quarto aniversário de fundação da Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas, ou seja, no da 14 de janeiro de 2004, o mais querido atuando aqui mesmo, no "mundão" do Nova Betânia, derrotou a equipe do Quixadá, do futebol cearense,pelo placar de dois tentos a um,cabendo a Josiclei e Carlos Henrique (na condição de estreante), os gols assinalados pelo Tricolor. Já no dia 4 de fevereiro do citado ano,Estádio "Nenezão",em Jardim de Piranhas, o Atlético da citada cidade recebia a visita do Baraúnas, em partida válida pelo certame estadual de futebol daquele ano. Final do jogo, e o placar apontava o empate em um tento, cuja súmula foi a seguinte. Clube Atlético de Piranhas (CAP): - Júnior; Assis,Val,Pedro e Givanildo; Baiano, Victor, Manoel e Paulinho; Beto e Dude. Baraúnas: - Leandro; Geilson, Santos, Eraldo e Ribamar;Josiclei,Redon-

do, Edinho e João Carlos; Brinquedo e Carlos Henrique. Árbitro da partida:Ubiratan Bruno Viana, assistido nas bandeiradas por João Maria Soares e Lisandro Moreira de Oliveira. Renda: R$ 972,50. Carlos Henrique, durante toda a sua permanência no Leão do Oeste, constitui-se em um atacante rompedor, responsável pela marcação de belíssimos tentos que levaram o mais querido a sucessivas vitórias. Na temporada de 2004, o Leão do Oeste contou com a seguinte formação base: Leandro; Geilson, Santos, Eraldo e Ribamar; Josiclei,Redondo,Edinho e João Carlos;Elder e Brinquedo. Atuaram ainda na referida temporada: Nilson, Arthur, Thiago, Vinícius, Fábio besouro, Jackson, Júnior Melo, Carlos Henrique, Gilderlânio e Muriquito. Complementando a participação do mais querido em 2004, o clube do povão participou da Série "C" - Grupo "7",juntamente com o Campinense (PB), Treze (PB) e Potiguar de nossa cidade. Por tudo quanto realizou em prol do futebol mossoroense, de modo particular ao Baraúnas, Carlos Henrique será para sempre lembrado no Cantinho da Recordação.


10 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Gerais

‘Reformas de Jango teriam evitado violência’ A opinião é do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que era estudante em 1964, ano do golpe militar no Brasil

“O

Brasil seria outro se t ive s s e feito a reforma agrária. A violência urbana é resultado da falta de uma reforma há 50 anos. Ao não se distribuir terra,o povo veio para cidade. Sem emprego, com concentração de renda e sem escola, terminou gerando esse clima de violência. A reforma era algo fundamental de todos nós estudantes".A opinião é do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que era estudante e presidente do centro acadêmico da Escola de Engenharia da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) em 1964,ano do golpe militar no Brasil. Era um jovem de 20 anos e assistia aos anseios de parce-

C

M

A

P

la da população pelas reformas de base defendidas pelo então presidente João Goulart. Para o senador, os universitários daquela época lutavam por reforma agrária,educacional e econômica, enquanto os de hoje reivindicam apenas mais verbas para as universidades. "Hoje não se luta nem para melhorar a universidade, hoje se luta por mais recursos para que ela continue igual." Cristovam explica que por defender essas causas foi perseguido pelos militares e em 1970 optou por sair do Brasil.Ficou fora do país até a reabertura política ocorrida no final da ditadura. Ele morou na França, Equador e Honduras. "A partir de um certo momento começou a ficar impossível ficar no Brasil e ter uma prática política. Meu irmão já estava preso, companheiros já tinham sido assassinados. Eu cheguei a ser convidado a ir ao Dops [Departamento de Ordem Política e Social]", conta Cristovam. Ao comentar os efeitos do regime militar na educa-

ção,Cristovam destaca a interrupção pelos golpistas do Plano de Nacional de Alfabetização, criado por Paulo Freire e implantado por João Goulart em 1964, como uma herança "maldita". O programa previa alfabetização de adultos feita em grupos estudantis, operários,sindicatos e igrejas,mas foi paralisado após o golpe. "O efeito foi trágico. Parar um programa que iria com certeza erradicar o analfabetismo 50 anos atrás. Hoje nós temos treze milhões de analfabetos adultos.O país não precisava ter passado por isso",diz o senador. O parlamentar também comenta a onda de manifestações que têm ocorrido no país. Para ele, os protestos de hoje não têm uma causa muito clara e são apenas movidos pela "raiva". O parlamentar também se diz preocupado com os que defendem o regime militar e estão planejando uma nova Marcha com Deus no próximo sábado (22), inspirada na que ocorreu em 1964. O movimento estimulou os mi-

REPRODUÇÃO

Senador Cristovam Buarque explica que por defender essas causas foi perseguido pelos militares

litares a tomarem o poder e instituir a ditadura. "A primeira coisa que eu sinto quando vejo um jovem comemorando 64, eu me pergunto: onde eu errei que não trouxe uma proposta pelo qual eles possam lutar? Onde errei que não consigo conven-

cer as pessoas a fazerem uma revolução pela educação? Fico preocupado. Nós não construímos alternativas para esses jovens, aí eles comemoram aquilo sem saber que vão ser os primeiros a pagar o preço. Vão ser impedidos de ir para rua, de ver os fil-

mes que querem, de reclamar, de ler jornais livres. Lembrem-se que os grandes líderes que fizeram o golpe foram cassados depois como Carlos Lacerda e exilados. Os golpistas cortam as cabeças dos que vão para a rua pedir o golpe", diz Cristovam.


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Mossoró Agentes de trânsito lidam com situações de estresse diariamente Editora: Monalisa Cardoso mossorogazetadooeste@gmail.com

SEMANA SANTA

ESPECIAL

Maior parte dos pacotes de viagens é para Pipa 2

Complexo Viário da Abolição apresenta seguidos problemas

EDNILTO NEVES

EDNILTO NEVES

Profissionais se desdobram para evitar conflitos inerentes ao cotidiano

O

s agentes de trânsito lidam diariamente com situações de conflito. Ruas engarrafadas, tráfego impossibilitado,falta de educação e atitudes agressivas por parte dos motoristas são ingredientes encontrados facilmente em várias vias da cidade. No meio de todo esse cenário caótico, o profissional que trabalha na rua torna-se um dos principais alvos do estresse. Uma atitude educada e paciência são fundamentais na hora da abordagem a um condutor que tenha causado alguma infração. "No momento do conflito é importante o controle emocional do agente para não deixar o motorista descontrolado", comenta o agente João Paulo Benevides. A multa é um dos principais geradores da situação conflituosa.Segundo o profissional,a maioria dos condutores,ao cometer uma in-

Tipo de abordagem e paciência são fundamentais na hora de chegar a um condutor

fração, sabe que está errada. "O que ele não quer é ser notificado.Quando vem a multa ele esbraveja, reclama, questiona e tudo mais. Quando ele é liberado sem a notificação ele sai,agradece, pede desculpas e diz que 'foi bem rapidinho'", exemplifica João Paulo, citando casos em que as abordagens têm caráter de orientação ou advertência verbal. O agente Almir Freitas já chegou a ser ameaçado por um policial militar que estava com o carro estacionado formando fila dupla no meio da via e não gostou de ter sido abordado. "Ele foi muito agressivo comigo e, inclusive, mostrou a arma para mim. Esta foi a situação mais conflituosa que enfrentei, mas no dia a dia são muitas coisas.O trânsito em si já é muito estressante. As

pessoas têm pressa demais, as ruas são estreitas, muitos condutores não têm preparo para dirigir e,no geral,falta mesmo é educação as pessoas, questão de civilidade mesmo", avalia. Em uma determinada situação, a equipe em que João Paulo estava abordou um mototaxista que estava na contramão. "Conversamos tranquilamente, ele pediu desculpas e ligou a moto para fazer o retorno.Só que ele percebeu que meu parceiro estava fazendo umas anotações na caderneta, que eram de outra coisa, não tinha nada a ver com aquela situação. O motociclista surtou, disse que a gente ia fazer a notificação e a gente explicou que não estava,que era outra coisa.Ele desceu da moto,tirou o capacete e jogou na pare-

6e7

Psicóloga Lenna Indyara é uma das responsáveis pelas atividades junto aos trabalhadores

de. Disse que queria morrer e que não estava bem.De imediato percebi que ele tinha algum problema emocional e acionamos a Polícia Militar, que o conduziu à delegacia. Depois ele se acalmou e ficou tudo resolvido",detalha,acrescentando ainda que "tem muita gente com distúrbios emocionais na rua.Qualquer um pode ser vítima". CAPACITAÇÃO Prepará-los para os problemas cotidianos e melhorar o atendimento à população é um dos objetivos do Curso de Educação Permanente oferecido aos agentes de trânsito em encontros que acontecem nos meses de março e abril. Os 83 profissionais que atuam na cidade foram divididos em turmas para cum-

prir dois módulos de capacitação, totalizando 40 horas. O primeiro trata da Psicologia Aplicada nas Relações Interpessoais - encontro dos dois últimos dias (18 e 19) para a primeira turma e nos dias 26 e 27 deste mês para a segunda turma. O outro módulo aborda as Relações Humanas do Trabalho e Atendimento ao Usuário - dias 14 e 15 de abril para a primeira turma e dias 22 e 23 do mesmo mês para a segunda turma. A capacitação é ministrada por professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Psicólogos, assistentes sociais e administradores abordarão temáticas como as relações de trabalho, o indivíduo, as expectativas, as comunicações, a participação em grupo, fe-

nômenos psicossociais, tensões, estresse, conflitos e negociação. A psicóloga organizacional da Pró-reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Estudantis da Uern, Lenna Indyara, destaca que a participação dos agentes nas discussões é bastante positiva. "Eles estão sempre intervindo. Reconhecem a importância da melhoria das relações interpessoais para o seu trabalho", disse ela, que realiza a atividade com a assistente social Leila Barbalho de Medeiros. O subsecretário de Trânsito e Transportes, Charlejandro Rustayne, ressalta que eventos como esse servem para valorizar o profissional que deve sempre estar em busca de prestar um bom serviço à população. "Os agentes estão sempre passando por situações complicadas no dia a dia. Ele é preparado para fazer uma abordagem respeitosa e educada.Essa atitude não quer dizer que ele seja conivente com a suposta infração. A população, por sua vez,faz críticas ao agente achando que ele só deveria fazer trabalhos de orientações,mas não é o caso,que nem sempre a orientação resolve. A própria multa aplicada é uma forma de educar o motorista com o objetivo de dar mais segurança ao trânsito",analisa o subsecretário.


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Mossoró Pacotes para a Semana Santa já estão quase todos vendidos REPRODUÇÃO

Q

uem ainda busca por pacotes de viagem para a Semana Santa pode se deparar com as poucas opções disponíveis e preços mais salgados. Isso porque, a pouco menos de um mês para a data, os pacotes já estão quase todos completos e até mesmo as procuras já estão menores para o período, já que a maioria das pessoas programa a viagem com antecedência. De acordo com o agente de viagens de uma agência da cidade, Marcelo Chiappetta,a procura pelos pacotes da Semana Santa já está sendo estagnada, poucas pessoas deixaram para última hora. Ele conta que o destino preferido pelo público tem sido Pipa/RN."A procura é maior por destinos da região. Houve uma grande procura por pacotes para Pipa", ressalta. Marcelo fala também que a venda de pacotes para a Semana Santa começou já em novembro. Quem fez reserva naquele mês conseguiu até encontrar promoções,mas com a proximidade da data, as opções diminuem e ficam mais caras. "Tem gente que não gosta de comprar antecipado porque acontece muita coisa no período,então ainda há certa resistência", declara. Agora os turistas mossoroenses já estão buscando pacotes para viagens que serão realizadas de maio a agosto. Além de Pipa, outros

Praia de Pipa/RN é um dos destinos mais procurados EDNILTO NEVES

destinos muito requisitados são Gramado/RS. Segundo o agente de viagem, é no mês de abril que acontece lá o Choco Fest, que atrai muitos turistas para o lugar. Já em outra agência de viagem da cidade, o destino mais buscado pelos mossoroenses tem sido Buenos Aires. Mas, da mesma forma que na primeira agência, já foram vendidos quase todos os pacotes. A agente de viagem Andréia Ribeiro diz que os feriados e períodos de férias são os chamados de alta estação,e que,por isso, são os mais caros. Já na época de baixa estação é possível encontrar preços mais baratos e ainda promoções."Tem cliente que compra pacote com até um ano de antecedência", diz.

Marcelo Chiappetta, agente de viagens, diz que poucas pessoas deixaram para última hora

A agente também explica que o público é muito variado. "Hoje qualquer pessoa pode viajar", garante. Andréia também destaca a importância de progra-

mar uma viagem. Ela esclarece que agindo dessa forma o cliente consegue melhores destinos,hospedagem e preços, além de formas de pagamento.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Mossoró

Consumo de peixe ajuda a manter a saúde ALCIVAN COSTA

Segundo a nutricionista, o peixe deveria entrar na alimentação pelo menos duas vezes na semana

O

ptar pelo consumo de peixes pelo menos duas vezes por semana deveria fazer parte do hábito das pessoas. Segundo a nutricionista Elisângela Sousa, além de fornecerem proteínas, a carne dos peixes tem boa fonte de cálcio e é rica em ácidos graxos polinsaturados, que são "gorduras" essenciais à manutenção da saúde. Entre os ácidos graxos polinsaturados, a nutricionista destaca o ômega 3. "Estudos epidemiológicos demonstram que a ingestão adequada de ômega 3 regularmente na dieta ajuda a prevenir e tratar uma variedade de doenças como: as cardiovasculares, artrite, depressão, redução dos níveis de triglicerídeos, pressão sanguínea, entre outras", diz. O ômega 3 é en-

contrado principalmente nos peixes de água fria como salmão,atum,sardinha e bacalhau. Além de saborosa e nutritiva, a carne branca do peixe também é uma ótima opção para quem quer perder peso. Isso porque ela possui pouca gordura e ajuda a controlar o colesterol do sangue. "Um filé de peixe grelhado tem aproximadamente 114 kcal em comparação a 197 kcal da mesma quantidade de uma porção de 100g de bife grelhado de carne vermelha, que além de ser mais calórica, também possui gordura saturada. Ao contrário do peixe, faz aumentar o colesterol", alerta Elisângela. No entanto, para ser saudável, o modo de preparo do pescado também conta muito. Se frito, a carne do peixe passa a ser uma opção menos saudável. "O ideal são preparações cozidas com legumes, assadas em papel alumínio ou grelhados", explica a nutricionista. Elisângela ressalta ainda que percebe nos pacientes que atende o baixo consumo de pescados.E garante que o hábito alimentar é o que mais interfere na escolha das pessoas, embora

REPRODUÇÃO

Nutricionista Elisângela Sousa explica os benefícios do peixe

Além de saborosa e nutritiva, a carne branca do peixe também é uma ótima opção para quem quer perder peso

o mercado já ofereça uma considerável variedade de peixes e preços. A nutricionista dá a dica para quem ainda não sa-

tar branca ou rosada, ser resistente à pressão dos dedos e os olhos devem estar salientes, brilhantes, transparentes, sem manchas es-

be como escolher o peixe mais fresco: "Não comprar os que não estiverem conservados de forma adequada no gelo. A carne deve es-

PEIXE COM GENGIBRE E AÇAFRÃO Ingredientes: Posta de peixe = 4 unidades Suco de limão = 1 colher de sopa Sal = a gosto Açafrão = 1 colher de chá Gengibre ralado = 1 colher de chá Papel alumínio = 1 folha Modo de fazer: Tempere o peixe com limão, açafrão, gengibre e sal. Coloque em papel alumínio, feche e leve ao forno pré aquecido. Rendimento: 4 porções

branquiçadas no centro. As guelras devem estar rosadas ou quase vermelhas e as escamas têm que estar firmes e resistentes", explica.

PEIXE COM TOMATE, ALHO E SALSA Ingredientes: Tomate concassé (s/ pele, s/ sementes e em cubos) = 1 unidade Postas de peixe = 200g Alho = 2 dentes espremidos Cebola picada = ½ unidade Sal e pimenta Salsa picada = 1 colher de sopa Modo de fazer: Refogar a cebola. Juntar alho, tomates picados, sal e pimenta. Tampar e cozinhar por uns 10 min. Juntar os peixes já temperados com limão e sal. Ao final do cozimento, adicionar a salsa. Rendimento: 1 porção

CONTINUA NA PÁG. 4 C M A P


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Mossoró Fé & Vida

“ ”

Ele vem em auxílio dos que são atribulados. (Hb 2,18)

Joscelito Marques joscelitomarques@hotmail.com site: www.jocelitomarques.blogspot.com

Refletindo o evangelho "JESUS É A FONTE ETERNA DE ÁGUA VIVA" João 4, 5-42 "Senhor, não tens com que tirá-la, e o poço é fundo... donde tens, pois, essa água viva?" (Jo 4, 11) Com o evangelho de hoje estamos, certamente, diante de uma das páginas mais belas do evangelho. Aquela mulher samaritana, ao redor do poço de Jacó, nasceu para a fé em Jesus Cristo, como nós na fonte batismal fomos gerados para a vida de fé, a fim de vivermos como um povo consagrado ao Senhor. O trecho do livro do Êxodo nos recorda um momento da longa travessia do povo de Deus pelo deserto, ao longo de 40 anos. O povo que empreendeu a travessia pôde experimentar, não obstante sua infidelidade e suas resistências, a fidelidade de Deus, sua paciência, sua generosidade, seu cuidado, sua ternura. O povo murmura porque não tem água. Nós que ouvimos o evangelho, e renascemos nas águas do Batismo, sabemos que aquela água que faltava ao povo e que lhe foi dada por Deus era a prefiguração da água dada por Jesus Cristo, uma água que mata definitivamente a sede. Sem água a vida está profundamente ameaçada. Era meio-dia quando do encontro de Jesus com a samaritana, ao redor do poço de Jacó, lugar de tantos encontros que transformaram a vida das pessoas. Foi lá que Jacó se apaixonou por Raquel. A observação da hora parece querer fazer o leitor compreender que, diante de Jesus, estamos em plena luz do dia. Aquele que é a "luz do mundo" ilumina também a Samaria, desprezada pelos outros judeus. O diálogo entre Jesus e aquela mulher é catequético, cuja finalidade é despertar a fé, o desejo da água que ela não podia recolher de nenhum poço; água que é dada somente pelo único Senhor da vida. Dando ouvidos a Jesus, ela poderá exprimir o desejo pela água que faz viver. O cântaro da purificação é superado pela água do Espírito Santo derramado no coração dela, lei interna da caridade. Iluminada e saciada, ela se torna discípula, testemunha de Jesus Cristo. Essa mesma água nos foi dada por ocasião do nosso Batismo. Somos testemunhas, ou não?

GENTE DE FÉ

No Gente de Fé de hoje destaco o trabalho sereno e determinado do Padre Sátiro Cavalcante Dantas em dar a nossa Mossoró o Centro Pastoral Juvenil "Madre Maria Cecília". Um espaço para reuniões, oficinas de arte, encontros de evangelização, etc. O Pe. Sátiro já mobiliza várias equipes, amigos e benfeitores do Santuário de Santa Clara que contribuirão para levar a cabo este grande projeto. Entre eles os amigos da foto. CEDIDA

Dr. Marcos Araújo, dra. Carla Portela, Pe. Sátiro Cavalcanti, Vilmar Pereira, Lúcia Gurgel e Nivaldo do Amaral

NOVICIADO Acontece neste domingo, 23, missa em ação de graças pelo Noviciado de Karynne. O Noviciado é a segunda etapa para se tornar uma Freira Clarissa.Na ocasião ela mudará seu nome de batismo pelo nome de religiosa e irá vestir seu hábito de Clarissa. A Celebração Eucarística ocorrerá às 17h, no Santuário Santa Clara, na Av. Herondina Cavalcante Dantas, bairro Dom Jaime Câmara. SÃO JOSÉ 2014 A Festa de São José 2014 foi sucesso total. Excelente organização e participação popular. Uma festa que soube oferecer aos fiéis momentos de espiritualidade e alegria, fé e esperança, reflexão e prática comunitária. SÃO JOSÉ 2014 II Sem esquecer do exemplo dos devotos de São José que, felizes com a chuva que caiu na tarde da procissão, não arredaram o pé. Louvavam a Deus e ao seu padroeiro pelas bênçãos do céu. Eita povo medonho! Parabéns ao Pe. Carlinhos e todos os que serviram de coração. MUTIRÃO QUARESMAL O Mutirão Quaresmal segue levando o perdão divino aos filhos de Deus. No dia 26/03 os sacerdotes confessarão na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição. Dia 27/03 na Paróquia de São Manoel. Dia 02/04 na Paróquia N. Sra. de Fátima. Dia 03/04 na Paróquia Menino Jesus. Dia 09/04 na Paróquia São Paulo Apóstolo e dia 10/04 na Paróquia de São João Batista. Participe! INAUGURAÇÃO A inauguração do Projeto "Reviver Feminino" ocorrerá nesta terça-feira, dia 25 de março, às 19h, na sede da entidade situada à Rua Olivacir R. de Freitas, 30, Aeroporto. O projeto, coordenado pela Comunidade do

O

uma estrutura completa com camarote, área vip, pista, banheiros, bares e saídas de emergência, tudo pensado para proporcionar maior conforto ao público. "A estrutura da festa já está sendo montada. Nossa equipe está empenhada para que, no sábado, todos os detalhes estejam devidamente organizados e o público possa aproveitar os shows da melhor maneira possível", comentou Tácio Garcia, diretor da Gondim & Garcia Produções. O segundo lote de acessos ao evento começa a ser vendidos amanhã, 24. Os interessados em participar do show podem ir ao Cen-

tro Empresarial Caiçara, loja 5, e garantir o participação antecipada. Esta é a última semana de vendas antes do evento. Os acessos podem ser adquiridos em horário comercial, das 8h às 12h, pela amanhã, e das 14h às 18h à tarde, de segunda a sexta. No sábado, dia do show, os acesso estarão disponíveis até as 13h, na sede, e na bilheteria do Villa Oeste. O Forró Fest teve sua primeira edição em 2013, já obtendo sucesso e adesão do público. Nesta segunda edição a organização do evento dobrou a quantidade de atrações, além de ampliar a duração dos shows.

REPRODUÇÃO

Forró Fest terá Solteirões do Forró...

Em uma noite repleta de atrações, o público poderá contar com diferentes estilos de um mesmo ritmo, o Forró. O Forró Fest contará com o momento do forró de raiz, comandado por Eliane e Cavalo de Pau, o estilo mais romântico de Vicente Nery, o xote de Dorgival Dantas, além das batidas mais pesadas do forró eletrônico trazido por Solteirões e Pegada de Luxo. Outras informações podem ser adquiridas através do telefone da Central de Atendimento e Venda da Gondim & Garcia (84) 3316-5366, ou através do site da empresa www.gondimgarcia.com.br.

SEMINÁRIO A Paróquia de Nossa Senhora de Fátima promoverá no dia 29 de março, às 19h30, o Seminário da Campanha da Fraternidade 2014. O evento ocorrerá na Capela de São Francisco, no bairro Abolição III. Muito bom! 80 ANOS E no dia 30 de março, às 9h, na Catedral de Santa Luzia,Dom Mariano celebrará missa com a presença de todo o Clero. Na oportunidade lançará a programação oficial dos 80 anos de criação da Diocese de Santa Luzia de Mossoró. Fiquemos atentos! ROMARIA O Movimento Apostólico da Mãe Rainha realizará dia 27 de abril sua 2ª Romaria ao Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis na Serra do Lima, em Patu/RN. PARA REFLETIR "O primeiro dever de cada cristão é alimentar a própria fé. Assim, para não sermos cristãos maquiados, que vivem da aparência, temos que nos aproximar do Senhor; ajudando o pobre, o órfão, a viúva..." (Papa Francisco)

... o cantor Dorgival Dantas... REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

... a banda Cavalo de Pau...

FÓRUM CARISMÁTICO A Renovação Carismática promoverá de 27 a 30 de março o "Fórum Carismático Diocesano". O evento ocorrerá no Colégio Sagrado Coração de Maria e trará a Mossoró expoentes da RCC em nível de Brasil como Reinaldo Bezerra, Lucimar Maziero, Lázaro Praxedes e Pe. Nilso Mota. Dom Mariano fará a abertura do evento dia 27 de março, às 19h. Que venham os frutos!

REPRODUÇÃO

Forró Fest deve atrair grande público para o VillaOeste no próximo sábado próximo final de semana será de festa em Mossoró. No sábado, 29, o Forró Fest promete agitar a cidade, atraindo um grande público de diversas partes da região. A festa será realizada no Espaço Villa Oeste, com seis atrações de renome nacional, regional e local. Sobem ao palco na noite do sábado as bandas Solteirões do Forró, Cavalo de Pau e Pegada de Luxo, além da Rainha do Forró Eliane, Dorgival Dantas e Vicente Nery. O evento terá 12 horas de duração, com início previsto para as 17h. Contará com

Terço da Sagrada Família, objetiva acolher gratuitamente mulheres com dependência química. Esta inauguração é um gesto concreto de muita coragem e amor ao Reino de Deus. Avante, Claudinha e sua equipe!

... e a rainha do Forró, Eliane


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Opinião Filiados concordam em municipalizar o Estádio Manoel Leonardo Nogueira RAMON NOBRE

RAMON NOBRE Da Redação

E

m uma reunião de muita discussão e que durou cerca de duas horas, na noite de sexta-feira, 21, Baraúnas, Potiguar e os clubes amadores se entenderam e por unanimidade ficou decidido que o Estádio Manoel Leonardo Nogueira será repassado à Prefeitura Municipal de Mossoró. Agora, resta ao prefeito interino, Silveira Júnior, bater o martelo e, em reunião com a Câmara de Vereadores, decidir que o município irá tomar conta do patrimônio. O debate iniciou com os presidentes Jorge do Rosário, do Potiguar, e Izabel Montenegro, do Baraúnas, afirmando que o estádio não tinha mais condições de continuar com a Liga Desportiva Mossoroense (LDM), já que a entidade não tem suporte financeiro para arcar com as despesas exigidas pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Apesar da dificuldade da LDM, a intenção é que o estádio seja repassado à Prefeitura, mas que a Liga continue exercendo o seu trabalho na praça de esportes. Depois dos presidentes falarem foi a vez de Ronaldo, representante do Eifa (clube amador) tomar a palavra. Ele explicou que a imprensa erra ao passar ao público que os clubes amadores impedem que o Nogueirão não seja municipalizado ou então que a permuta aconteça. Ronaldo frisou que em nenhum momento os clubes amadores foram contra, e sim que nunca existiu nada de concreto para que o Nogueirão fosse reformado ou reconstruído. Ronaldo, assim como outros representantes do futebol amador, concordou em votar a favor da municipalização do Nogueirão, mas cobraram que não se esqueçam de projetos sociais que são desenvolvidos pelas escolinhas espalhadas pela cidade. A reunião contou também com a participação dos vereadores Genivan Vale e Ricardo de Dodoca. Os dois deram a opinião sobre a atual situação do Nogueirão. Genivan chegou a 'discutir' com um representante do futebol amador, por discordar de algumas opiniões. Ao final, em meio de muita discussão, todos decidiram entrar em um consenso e votaram a favor da municipalização do estádio. ESPERANÇA Ficou claro ao final da reunião que a esperança de ter um estádio mais digno estava presente no rosto de

Déjà Vu Milton Marques de Medeiros milton@tcm10.com.br

DESAFIOS SOCIAIS Há poucos dias um ônibus foi incendiado em Mossoró. Os autores do crime jogaram gasolina e a seguir atearam fogo. Fato que vinha acontecendo nos grandes centros do País, mas por aqui ainda não. A leitura não deve ser feita de modo displicente, singular, como fato comum, nada demais ou coisa assim. O caso é grave, sim. A polícia descartou ser fruto de crime organizado, o que quer dizer, partiu da própria comunidade de Mossoró. É um problema sério.

Representantes de Baraúnas, Potiguar e de clubes amadores se reuniram na sexta-feira à noite WILSON MORENO

SINAL DE ALERTA Fazer assaltos é uma coisa, atear fogo em ônibus é outra bem diferente.Ainda mais premeditado com gasolina. No assalto, o agente ativo de qualquer maneira se beneficia com os objetos ou bens roubados, no caso de incêndio não. Quando alguém ateia gratuitamente fogo em um ônibus, que é um bem coletivo, está naquele ato manifestando uma profunda revolta social, um exaltado protesto, mais grave ainda, com ódio. Isso acontece em comunidades onde o povo ou parte do povo está profundamente amargurada, chegando ao nível de revolta e desespero. Isso é horrível saber que nossa cidade está nessa temperatura. Infelizmente é a verdade. VÍTIMAS Por que se diz parte do povo amargurado? Porque, segundo alguns bons comentaristas econômicos e sociais da atualidade,entre eles Edmoar Saiani e Shiba, há uma parcela da sociedade brasileira que está se sentindo bem com a situação atual. São os competentes, os diferentes e os grandes, pois estes têm reservas para queimar sem sofrer riscos.Caso dos megaempórios econômicos como bancos e grandes supermercados, empresas de comunicação com participações internacionais gigantes, aglomerados controladores de fundos de capitalização e muitos outros assemelhados.

Estádio não tem condições de continuar sob responsabilidade da Liga Desportiva Mossoroense

cada participante do encontro. Em entrevista a reportagem da GAZETA DO OESTE, o presidente alvirrubro, Jorge do Rosário, comemorou o sucesso da possível municipalização do Manoel Leonardo Nogueira. "Eu acho que ficou claro nos debates. Cada um disse o que entende e o que quer. Um ponto foi consensual: ficou demonstrado que todos nós gostamos muito de futebol e queremos o melhor do futebol de Mossoró, seja ele profissional ou amador. Como eu coloquei, o profissional e amador não se anulam, e sim se completam. Nós temos uma carência de uma praça de esportes e a Liga não tem condições de fazer investimento para atender o que a legislação exige. O prefeito se entendendo e a Câmara também, o estádio será municipalizado e poderia investir para transformar em uma arena multiuso, usando na questão social", falou. Dalcivan, que comanda a escolinha do Mossoró Esporte Clube, ressaltou a importância da municipalização para o futebol amador. "Para gente, é muito impor-

tante, principalmente para nós que vivemos o dia a dia do futebol amador. Se não tiver a solução da municipalização do estádio, não é só Potiguar e Baraúnas que vai se acabar, é o futebol amador que também vai", disse. SAÍDA Antes do início da reunião, o presidente da LDM, Francisco Brás, explicou que em breve irá deixar a presidência da Liga. Ele citou alguns problemas encontrados para manter o estádio sem ser interditado. Ao final do encontro, Brás afirmou que não existe outra medida a ser tomada no momento que não fosse essa. "Na realidade, todo mundo concordou em municipalizar, porque essa é a saída para o Nogueirão. Em particular, não tem condições de fazer o que está precisando. Hoje, para resolver o problema, inclusive questões trabalhistas, resolveria com 600, 700 mil reais. Eu acho que passa sim para o município. O prefeito demonstrou que quer ajudar, então vamos aproveitar a oportunidade", falou.

FATOR QUE CONTRIBUI Em economia há um preceito interessante: "Em fase de crise, ou pré-crise, quem está bem cresce duplo dígito". É que nessas fases o cliente fica mais seletivo. Só compra de quem se destaca como muito competente. E quem já é grande tem mais chances de se tornar diferente e atraente. Competentes, claro. SINAIS VISÍVEIS Mas essa situação gera um desequilíbrio social muito grave. O povo brasileiro em fotografia rápida está exatamente nessa fase. Por várias evidências, que aqui por falta de espaço, sejam anotadas apenas algumas amostras: a) O governo não tem feito nada macroeconomicamente falando nos últimos cinco anos no País, isso é inadmissível; b) 35% dos brasileiros estão inadimplentes; c) A degeneração de valores e ilícitos por seus jovens é visível; d) Os exageros com gastos do governo se acentuam dia a dia, caso de Petrobras é apenas o fato da semana; e) Lojas médias estão fechando mais do que sendo abertas; f) Aluguéis de imóveis diminuem em procura e em valores pagos; g) Sonhos da morada própria, do carro pessoal, das satisfações individuais, que estiveram em alta, hoje estão em baixa, alguns falam em frustrações; h) Em referência ao NRF, por exemplo, os desavisados de plantão antes só falavam bem do Brasil. Ano passado preferiram ficar em silêncio. Este ano, até agora, só tem falado mal. CAUSAS O País já apresenta visíveis sinais de revolta há algum tempo. Tornaram-se mais acentuados em junho e julho de 2013, com as manifestações de massas em praças públicas. Claro que o povo não obteve sucesso no levante público do ano passado. É que o método da Tunísia e do Egito, convocando todos para praças através da internet, por en-

quanto, não está dando certo. Por diversas razões: na Tunísia 95% dos lares possuem internet, aqui apenas 34%, logo só rede social é pouco. Egito e vizinhos são países com áreas territoriais pequenas,aqui a área é continental.Lá a imprensa é independente, bancada pelas empresas comerciais e industriais, aqui a grande imprensa e a imprensa das médias cidades são bancadas pelos governos federal, estadual e municipal. Logo, qualquer movimento popular só poderia terminar assim mesmo, melancolicamente. HOUVE CONTROLE, NÃO SOLUÇÃO Hoje a leitura a ser feita é a seguinte. O governo controlou a febre, mas o tumor continuou. Não foi extirpado. Claro que os problemas dos transportes coletivos de 2013 permanecem, a saúde pública em nada ou quase nada mudou, a educação se mantém em apuros - colégios particulares de ensino médio estão em estertores, a segurança, principalmente a pública, está péssima, na lona, faz pena. Logo, a enfermidade continua podendo a qualquer momento provocar novos sinais e sintomas. MUITAS MANEIRAS E os pontos agudos estão surgindo, o povo tentando qual método dará certo. Um dia aparece motins nos shoppings,noutra semana se registra arrastão nas lojas, aqui acolá um ônibus é incendiado em qualquer parte do País. São sinais de que não houve realmente cura do processo (quadro de insatisfação do povo). Por não ter havido solução, poderá haver recrudescimento do quadro a qualquer instante.O governo sabe disso,mas se faz de morto, achando que não é com ele, ou melhor, projetando noutras causas. ATÉ APELO DE NACIONALIDADE FALSA FAZEM No episódio de junho de 2013, com o povo nas ruas, o governo foi rápido no controle, embora com medicação paliativa: ofereceu alguns "tickets" de passagens em São Paulo, empurrou os desafios da saúde prometendo importar médicos estrangeiros, ora que "malandragem", se 400 mil médicos brasileiros não conseguem porque o problema do SUS é de programas e não de médicos, como 4 mil cubanos, 1%, resolveria ou amenizaria o imbróglio? Mas, colou. Detonou com marketing a mil megatons que a presidenta estava, coitadinha, sendo espionada, como se o governo não soubesse que o Google controla toda internet do mundo inteiro, precisando apenas que cada país seja blindado com senhas e códigos de controles próprios, ações que todos civilizados já fazem há tempo. Foi um apelo de "nacionalidade" que provocou, pela chantagem, para quem entende do assunto, lá fora, muitos risos e comentários boêmios. Chegar nesse ponto? DEU CERTO Bom,deu tudo certo para o governo.Agora é aguardar os próximos capítulos. Os visitantes da Copa do Mundo estão chegando. A presidente quer ser reeleita. O ano de 2015 mostrará a verdade. Até lá tudo permanecerá assim mesmo,imprensa controlada, povo desorganizado, sofrendo, inseguro, indo compensar nos estádios de futebol, como se tudo estivesse as mil maravilhas.Ah, ia esquecendo, o problema é universal e o Brasil não é ilha.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Especial

COMPLEXO NÃO SÓ NO NOME

OBRA ESTRUTURANTE QUE ENTRA NA FASE FINAL ESTÁ TRAZENDO BENEFÍCIOS E PROBLEMAS AOS MOSSOROENSES ALCIVAN COSTA

BRUNO SOARES Da Redação

O

Complexo Viário da Abolição é uma das mais importantes obras realizadas em Mossoró em toda a sua história. A duplicação de 17 quilômetros de rodovia federal, alargamento de uma ponte sobre o rio, construção de cinco viadutos, retornos, alças de acesso e outros serviços foram construídos para melhorar o trânsito na zona urbana da segunda maior cidade do Rio Grande do Norte - localizada estrategicamente entre duas importantes capitais do Nordeste: Natal e Fortaleza. O trecho da obra é um dos mais movimentados da BR-304 que, além de dar acesso a Mossoró, é uma das principais vias de ligação rodoviária entre o Rio Grande do Norte e o Ceará,por onde é escoada grande parte da produção agrícola e industrial da região Oeste potiguar. O Complexo também foi criado levando-se em consideração a realização da Copa do Mundo de Fu-

Duplicação compreende 17 quilômetros da rodovia federal

tebol entre os meses de junho e julho deste ano. Por estar entre duas sedes de jo-

gos (Natal e Fortaleza), o fluxo de veículos que,naturalmente cresce a cada dia,

(João da Escóssia) estão em fase final de pavimentação na parte superior, faltando a aplicação de asfalto nas laterais e na parte inferior, drenagens, transferência da rede elétrica de alta tensão e outros pequenos serviços. O 2 deve ser concluído no final deste primeiro semestre. Para ser liberado totalmente, o 3 ainda depende da retirada de postes de fiação elétrica que ficam na rodovia. Na via, há dois tipos de postes,um de menor e outro de maior tamanho que dão suporte a fiações com tensões diferentes. Os de menor potência serão retirados primeiro. A fiação foi transferida para outros postes que estão em ruas paralelas a BR-304 (dentro do bairro). Quando esses postes menores forem retirados, os de maior tamanho serão colocados neste espaço. Da forma como está duas linhas de transmissão - o trecho que fica do lado direito do viaduto 3 (sen-

bano mossoroense. Os serviços tiveram início em 2009, ainda duran-

EDNILTO NEVES

Como está cada obra Três dos cinco viadutos estão prontos, mas apenas dois estão liberados para o tráfego. A estrutura de número 5, que fica no grande Alto de São Manoel, saída para Natal, foi o primeiro a ficar pronto, mas ainda não tem data para ser liberado. O de número 4, que fica no cruzamento da BR-304 com a BR-405, saída para Apodi, foi liberado há alguns meses. O 1 está liberado o trânsito na parte superior e inferior, mas ainda é necessário a colocação dos semáforos nas laterais. Quanto ao viaduto 5, os técnicos da SIN detectaram um ponto de conflito num dos retornos da estrutura. Em acordo com as normas de segurança do Dnit, a SIN elaborou o projeto do novo retorno e encaminhou para análise do órgão federal, que deverá ser concluída até o final do mês. A expectativa é que a obra seja iniciada na primeira quinzena de abril. Os viadutos 2 (entre o Abolição II e o III) e o 3

aumentaria ainda mais entre as cidades e sobrecarregaria BR-304 no trecho ur-

te o mandato de Wilma de Faria como governadora do Estado. A apresentação do projeto foi feito em agosto do referido ano por Dilma Rousseff, presidenta do Brasil, que à época era ministra-chefe da Casa Civil. O anúncio foi feito no cruzamento da rodovia federal com a Avenida João da Escóssia, local onde está sendo construído um dos viadutos. Os recursos utilizados giram em torno de R$ 72 milhões, sendo 90% do valor enviado pelo Governo Federal dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e os outros 10% são de responsabilidade do Governo do Estado. "As pessoas hoje nem se lembram mais como era quando só tinha uma pista da BR estreita, com pouco acostamento, dificuldade de acesso. Hoje, todos utilizam a via para se deslocar para todos os lados. Só a duplicação por si só trouxe muitos benefícios para a cidade", lembra o engenheiro civil Yuri Alexandre, superintendente da Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN). ALCIVAN COSTA

Viaduto 2 deve ser totalmente concluído no final deste semestre

Viaduto 4 foi o primeiro a ser liberado para o tráfego

tido Rodoviária-Abolição) está estreito em diversos pontos, comprometendo o fluxo normal dos veículos e gerando situações de risco de acidentes. A Cosern pediu um pra-

A pavimentação da obra como um todo está quase 100% finalizada, faltando apenas a duplicação de um trecho de 600 metros que vai do viaduto 5 às proximidades do posto da

zo de 60 dias à SIN para executar esse serviço de retirada dos postes e transferência das fiações. O fluxo na parte superior deve ser liberado na primeira quinzena de abril.

Polícia Rodoviária Federal (PRF), sentido Mossoró-Natal. Na semana passada, foram realizadas intervenções na drenagem em diferentes locais.


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Especial Transtornos aqui, ali e acolá Assim como toda obra gera transtornos, a construção de uma estrutura do tamanho do Complexo Viário da Abolição continua trazendo alguns problemas aos mossoroenses e outras pessoas que por aqui passam. O próprio prazo de entrega foi adiado mais de uma vez por diversos motivos,entre eles a demora na liberação de recursos,paralisação dos serviços, período de chuvas intensas, situações encontradas que não estavam previstas,quebra de uma viga do viaduto 4, dependência de ações de terceiros, etc. Alguns trajetos,comuns antes da duplicação e construções,ficaram impossibilitados de se realizar.Retornos ficaram mais distantes. Atravessar a BR a pé é uma tarefa de risco. Não há passarelas ou túneis para pedestres e ciclistas passarem. O jeito é se arriscar pulando a mureta que tem quase um metro de altura e torcer para que os carros venham em baixa velocidade enquanto dá tempo de correr de um lado ao outro. O imenso canteiro de obras fica ainda mais perigoso à noite. Não há nenhum poste de iluminação sequer ao longo dos 17 quilôme-

GUILHERME RICARTE

WILSON MORENO

Dificuldades de circulação nas vias laterais são constantes

Moradores aguardam colocação de passarelas

tros. O Complexo foi projetado sem essa infraestrutura básica que muito contribuiria para a segurança do trânsito e de quem mora ou trabalha às margens da pista. "Este contrato não per-

mite mais nenhum aditivo",destacou o superintendente da SIN. O profissional que está acompanhando a obra desde janeiro de 2013 disse que seria necessária uma nova licitação e projeto para dotar a rodo-

via de iluminação. A assessoria de comunicação da SIN informou que foi elaborado e entregue ao Dnit um projeto que contempla a iluminação de todo o trecho. A dificuldade de travessia entre bairros é um dos pontos mais criticados pela população de bairros como os Abolição II, III, IV, Santa Delmira, Bom Jesus, Alto do Sumaré e Liberdade I e II. "Eles construíram quase um Muro de Berlim separando dois lados da cidade. Não tem como criança e idoso atravessar pulando

essa mureta. Quem está de carro e moto pode ir lá na frente fazer o retorno, mas quem anda de pés ou de bicicleta? Como faz? Deveriam ter, pelo menos, pequenas aberturas para a gente passar",reclama Maria das Neves da Silva Neta, funcionária de uma fábrica que precisa pular a barreira pelo menos quatro vezes por dia no caminho de casa ao trabalho. O problema da assistente de produção e de milhares de outros mossoroenses deve ser amenizado com a construção de passarelas. O Departamento Na-

cional de Transportes (DNIT) está analisando um projeto adicional, enviado pelo Governo do Estado, que prevê 10 estruturas elevadas para os pedestres em diferentes pontos da rodovia. "Essas obras complementares serão executadas pelo próprio Dnit. Em recente contato com a secretária Kátia Pinto,o superintendente do Dnit/RN, Walter Fernandes, garantiu que em breve estará publicando o edital de licitação para as obras de implantação das passarelas", explica a assessoria da SIN. GUILHERME RICARTE

Semáforo: a grande polêmica Durante a execução foram necessárias ações que não estavam previstas no projeto original. O próprio projeto, feito há 12 ou 13 anos, conforme informou Yuri Alexandre, não atenderia da melhor maneira possível a demanda atual da cidade, que passa por constante crescimento do número de veículos, visitantes e construções em todas as regiões. Nem toda mudança está sendo bem aceita pela população. A principal delas é a colocação de semáforos nas alças (pistas nas laterais da estrutura) do viaduto 1 - que fica no bairro Santa Delmira, mais precisamente no cruzamento da BR-304 com a Avenida Rio Branco. A previsão inicial era de que não houvesse interrupção no cruzamento entre as duas vias. Quem se desloca pela rodovia passa por cima do viaduto, enquanto quem transita na via urbana passa por debaixo. Retornos poderiam ser usados por aqueles que precisassem sair de uma das vias para acessar a outra. Na prática será outra coisa: o cruzamento poderá ser feito na parte de baixo do viaduto. A sinalização horizontal,vertical e semafórica permitirá o entroncamento. "É um verdadeiro absur-

do ter um semáforo embaixo de um viaduto. Só em Mossoró mesmo que acontecem essas coisas. Se não fosse para eliminar o cruzamento porque não deixaram o semáforo que tinha? Para quê foram construir um negócio desse tamanho e gastar dinheiro público", reclamou o morador do Santa Delmira, Filgueira Filho. Ele e vários outros populares participaram de um protesto no dia 16 deste mês contra colocação dos semáforos no local. "Se for preciso nós faremos outra movimentação contra isso que estão querendo fazer aqui", disse Filgueira Filho. Os moradores acusam que a mudança foi realizada para beneficiar postos de combustíveis que teriam o fluxo de veículos reduzido caso não houvesse o cruzamento na parte inferior uma vez que a elevação do viaduto 1 começa e termina após os acessos a esses estabelecimentos. O engenheiro civil Yuri Alexandre defende a alteração enfatizando que a mesma foi recomendada pelo Dnit com uma só preocupação: dar segurança ao trânsito. "Não houve qualquer tipo de favorecimento", enfatiza. A obstrução de acesso aos estabelecimentos configuraria uma agressão ao

direito de ir e vir das pessoas previsto na Constituição Federal, embasa Yuri, e geraria, segundo ele, uma série de riscos aos condutores, como exemplifica. "No protesto, os moradores retiraram as manilhas que estavam embaixo do viaduto e colocaram como uma extensão do canteiro da Avenida Rio Branco.Esta semana uma carreta que precisava chegar ao posto teve que fazer o retorno e, para infelicidade de todos, o veículo quebrou mesmo na curva e ficou lá por algum tempo. Gerou-se um grande congestionamento e uma série de infrações: carros subindo canteiros, fazendo conversões proibidas e circulando na contramão em alta velocidade. Imagine o perigo que foi isso. Por sorte não era horário de pico e foi no trecho da Rio Branco que é mais largo, imagine se fosse no outro lado", sugere o engenheiro. Ele explica que as vias urbanas não são projetadas para o tráfego de veículos pesados e que se esse trajeto tiver que ser feito constantemente a via não suportará. Por isso, é necessário o deslocamento paralelo ao viaduto sem ter que fazer contorno pela via urbana. "Aquele posto existe há muitos anos. Por dia, che-

Moradores realizaram um protesto contra a instalação semafórica no dia 16

gam dezenas de caminhões de todos os lugares do País. Muitos motoristas têm aquele local como ponto de apoio há muito tempo.Não só lá, mas também em outro posto, nos estabelecimentos que estão às margens da BR, como loja que vende piscina, renovadora de pneus e várias outras empresas. Eles já estavam lá muito antes de se pensar em fazer o Complexo. Como é que a gente vai chegar e dizer que esses caminhões não podem mais chegar aos locais? Como é que,pelo ta-

manho e peso, vão ter que fazer contornos para chegar aos seus destinos? Mossoró vive uma crise, vários desempregos e impedir o acesso é contribuir para mais demissões e outros problemas", questiona o engenheiro. Yuri Alexandre enfatiza que se trata de uma obra complexa, com profissionais sérios e competentes, inclusive supervisionados por um órgão do Governo Federal que é o Dnit. "Foi criada toda uma celeuma porque as pessoas não co-

nhecem um trabalho, um projeto técnico e apenas agirem no calor das emoções", coloca. Pelo mesmo motivo detalhado pelo engenheiro civil,as vias paralelas aos viadutos 2 e 3 também receberão os semáforos. "A João da Escóssia e a Abel Coelho (via que cruza o viaduto 2) são ainda mais estreitas.Você imagine o caos que seria uma carreta fazendo um retorno nessas vias em qualquer horário do dia",completa Yuri Alexandre.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Mossoró Espaço Wilson Rosado

DOENÇAS CAUSADAS PELAS CHUVAS LEPTOSPIROSE, HEPATITE A, FEBRE TIFOIDE, DIARRÉIAS E CÓLERA ENTRE OUTRAS SÃO ALGUMAS DAS DOENÇAS QUE PODEM SER TRANSMITIDAS POR CONTATO COM ÁGUA CONTAMINADA. O infectologista Alfredo Passalacqua faz uma alerta para os cuidados que devem ser tomados durante o período de chuvas fortes e tempestades.O objetivo é evitar o risco de contágio de doenças infectocontagiosas transmitidas pelo contato com a água de áreas com alagamentos, enchentes e transbordamento de esgotos e rios, normalmente com presença de diversos vírus e bactérias nocivos à saúde humana. Devemos nos precaver de infecções como a leptospirose, que pode ocorrer após o contato com urina de ratos contaminados com a bactéria leptospira. Ao entrar em contato com a pele humana, por meio das águas de inundações, a bactéria pode penetrar no organismo. Quando não diagnosticada com antecedência, a leptospirose pode levar a morte. Os primeiros sintomas podem ser febre,dores na cabeça e no corpo,principalmente na panturrilha e região lombar e icterícia. Alguns casos podem ser brandos,outros mais graves,provocando riscos de insuficiência renal com sangramento nos pulmões, explica o médico. Os sinais da doença podem aparecer no dia seguinte após o contato com as águas de chuva, ou até depois de um mês. Assim como a leptospirose, outras doenças podem se manifestar após o contato com águas contaminadas pelo transbordamento de esgoto humano como a Hepatite A, Dengue, Diarreias, Febre Tifóide (atualmente conhecida como Febre Entérica), causada pela salmonela typhi,bactéria encontrada nas fezes de animais, e Cólera. Febre tifóide (causada pela Salmonela typhi) O período de incubação varia entre oito e 14 dias. Os sintomas começam leves, vão crescendo de intensidade nas três primeiras semanas depois do contágio e só começam a regredir na quarta semana. Os mais característicos são febre prolongada, alterações intestinais que vão da constipação à diarreia com sangue, cefaleia (dor de cabeça), falta de apetite, malestar, prostração, aumento do fígado e baço, distensão e dores abdominais, náuseas e vômitos. Em alguns casos, aparecem manchas rosadas no tórax e abdômen conhecidas por roseola tífica. Cólera.É causada pela bactéria Vibrião Colérico (Vibrio cholerae). A bactéria libera uma toxina que provoca maior liberação de água das células nos intestinos o que produz diarreia intensa, levando à desidratação severa nos casos mais graves. Cólera ocorre em locais com saneamento deficiente, períodos chuvosos com inundações. As pessoas são infectadas ao comer alimentos ou beber água contaminada. Fatores de risco incluem: • Exposição à água contaminada ou não tratada • Viver ou viajar para áreas em que haja cólera Em relação à Hepatite A,uma doença infecciosa aguda que produz inflamação e necrose do fígado, a contaminação ocorre por meio fecal-oral, a partir da ingestão de água e alimentos contaminados, ou de uma pessoa para outra. O vírus pode ser eliminado e como os esgotos costumam transbordar com as enchentes e alagamentos, o contágio é facilitado. Os sintomas são parecidos com os da leptospirose e da dengue e incluem náuseas, vômitos, apetite diminuído e icterícia (pele amarelada). "Não há um tratamento específico, apenas repouso, mas é preciso acompanhamento médico, pois pode, em alguns casos, evoluir para casos mais graves de hepatite", explica o médico infectologista. No caso da Dengue a febre, dores musculares e articulares ,além da dor de cabeça estão presentes. A doença pode evoluir com formas graves. O alerta deve ser redobrado com a estiagem. Isso porque pode haver acúmulo da água das chuvas em vasos de plantas, pneus e

caixas d'água, quando o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, volta a fazer estragos. A Diarreia, causada por vários tipos de bactérias, vírus e protozoários, principalmente com relação ao consumo ou contato com água ou alimentos contaminados deve ser levada a sério. Para evitar esse problema, alguns cuidados devem ser tomados. Se você, algum familiar ou amigo apresentar três ou mais episódios de diarreia em um intervalo de 24 horas, febre, enjoo, dor abdominal, procure atendimento médico. Nos idosos, nas crianças pequenas e também nas gestantes, as consequências desta infecção podem ser mais graves. Isso se dá devido à desidratação, que pode levar à morte, se não for tratada adequadamente e no tempo correto. Alerta o médico. Outro problema são os machucados que surgem quando os moradores retiram seus pertences das casas inundadas. Ferimentos necessitam cuidados como lavar bem o local com água e sabão e avaliar a necessidade de sutura (ponto) e de tomar vacinas, como a antitetânica. Também são comuns picadas e mordidas de animais peçonhentos, que nesses períodos aumenta o risco de contato com o ser humano. Em caso de picadas de aranha ou escorpião e de mordidas de serpentes devese procurar atendimento médico imediato para que as condutas sejam tomadas, orienta o infectologista Alfredo Passalacqua. Evite a contaminação por água da chuva: - Não deixe que crianças nadem ou brinquem na água e na lama das enchentes, pois, além do perigo das enxurradas, elas podem adoecer. - Evite manusear objetos que tenham sido atingidos pela água ou lama. Proteja os pés e as mãos com botas e luvas de borracha (sacos plásticos duplos pode ser uma opção). - Evite contato com as águas das enchentes ou permaneça o menor tempo possível na água ou na lama. - Jogue fora medicamentos e alimentos (frutas, legumes, verduras, carnes, grãos, leites e derivados, enlatados etc.) que entraram em contato com as águas da enchente, mesmo que estejam embalados ou fechados, pois, ainda assim, podem estar contaminados. - No caso dos utensílios domésticos (panelas, copos, pratos e objetos lisos e laváveis), lave-os normalmente com água e sabão. Depois, prepare uma solução desinfetante, diluindo um copo (200 ml) de água sanitária (hipoclorito de sódio a 2,5%) em quatro copos de água (800 ml). Mergulhem na solução os objetos lavados, deixando-os ali por, pelo menos, uma hora. - Lave bem as mãos antes de preparar alimentos e ao se alimentar.Procure beber sempre água potável,que não tenha tido contato algum com as enchentes, e a utilize no preparo dos alimentos, especialmente das crianças menores de um ano. - Para garantir que a água é segura para consumo, ferva-a por ao menos um minuto, ou adicione duas gotas de hipoclorito de sódio com concentração de 2,5% (água sanitária) para cada litro de água. "A água sanitária é um produto altamente corrosivo, que deve ser mantido longe do alcance de crianças".

Dr. ALFREDO PASSALACQUA – Infectologista Em caso de dúvida, procure um especialista. Atendimento do Hospital Wilson Rosado, segundas manhã/quintas à tarde no 4° andar. Contato: 3318-9025 e 3318-9042.


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Mossoró

Amanhã é o Dia de Combate à Tuberculose Médico alerta para os sintomas da doença, cujo tratamento é realizado gratuitamente

A

manhã, 24, é considerado o Dia Mundial de Combate à Tuberculose. A data chama a atenção para a importância do diagnóstico precoce e do tratamento completo da doença,que apresenta muitos casos no País. Para procurar um diagnóstico, é importante que as pessoas conheçam os sintomas da tuberculose. O

infectologista Alfredo Passalacqua informa que os principais sinais e sintomas são: febre, geralmente vespertina, porém isso não é uma regra; tosse, inicialmente seca, passando para uma tosse cheia com presença de sangue; sangramento vivo após a tosse, pois, segundo o médico, a tuberculose provoca o aparecimento de 'cavernas' no pulmão, o que leva ao rompimento dos vasos e provoca o sangramento; sudorese noturna; perda de apetite e perda de peso. O infectologista alerta para que, em caso de tosse, por mais de 21 dias, as pessoas procurem um médico. O diagnóstico é feito através de investigação simples, por meio do raio-x do tórax, exame de escarro ou o teste tuberculínio (PPD), um exame cutâneo.

Já o tratamento é feito em casa. Alfredo Passalacqua menciona que hoje não existe mais a mentalidade de que o paciente com tuberculose deve ficar isolado. Ele deve ficar em um quarto arejado e, segundo Passalacqua, após 15 dias do início do tratamento o risco de transmissão é baixo, porque já há uma queda na eliminação dos bacilos. A duração do tratamento, baseado na associação de medicamentos, é de seis meses. Normalmente, segundo ele, o tratamento é bem-sucedido. Porém, o grande problema é que, como a resposta ao tratamento é rápida, muitas vezes, diante do desaparecimento dos sintomas, o paciente abandona o tratamento após o primeiro mês, quando deve-

ria realizá-lo até o fim. A diretora executiva de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde,Danísia Freitas, informa que o tratamento é gratuito. Segundo ela,em alusão à data, a Atenção Básica está realizando um trabalho nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) com relação à temática. O trabalho consiste na capacitação dos profissionais da unidade e na orientação aos agentes de saúde para que, durante as visitas

às residências, observem possíveis casos da doença e façam os encaminhamentos para as Unidades, onde as pessoas aprendem a fazer o teste de escarro. Danísia Freitas explica que ao chegar à UBS a pessoa recebe um potinho com tampa para coletar o primeiro escarro do dia, que é levado à unidade, de onde é encaminhado ao Centro Clínico Professor Vingt-un Rosado (PAM do Bom Jardim) para a realização do

teste. Caso o resultado seja positivo, o teste é refeito e junto com o novo exame são realizados testes rápidos de HIV e Sífilis. Em caso de comprovação da doença, o acompanhamento do tratamento é feito pela UBS. Segundo Danísia Freitas, geralmente, quando o paciente é diagnosticado com tuberculose uma equipe visita a família para orientá-la sobre os cuidados e investigar se não há outros casos. EDNILTO NEVES

Infectologista Alfredo Passalacqua explica como é realizado o tratamento


10 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Mossoró

Vacinação contra o HPV segue na cidade EDNILTO NEVES

ALCIVAN COSTA

Aceitação é considerada muito boa e em algumas UBS houve procura até para outras faixas etárias

D

iferente do que tem acontecido em algumas cidades do país, postos de vacinação em Mossoró garantem que não há resistência dos pais em relação à vacina contra o HPV, que tem foco nas meninas de 11 a 13 anos. A enfermeira da Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Sueldo Câmara, do Aeroporto 2,Aparecida Duarte, conta que não houve registro de problema e que,ao contrário, houve procura para meninas de outras idades. "A aceitação tem sido ótima. A gente explica que é só para uma faixa etária e que o governo vai aos poucos abrir para as demais. Já fizemos a vacinação em uma escola e não houve problema. A outra escola está marcada para a próxima semana", fala. Da mesma forma, a enfermeira da UBS Dr. Antônio Soares Júnior, localiza-

Aparecida Duarte, enfermeira da UBS, diz que aceitação é muito boa

da no bairro Bom Jesus, Jaíza Porto de Lima, também confirma a aceitação por parte da população em geral. A unidade programou para esta semana a vacinação na escola da comunidade, mas precisou mudar devido a uma parada nacional dos professores por dois dias, na terça e quarta-feira. A vacinação foi transferida para hoje à tarde. "O pessoal tem procurado e até já foram fei-

tas algumas imunizações em pessoas que não estudam, mas a prioridade é que seja realizada nas escolas nessa primeira etapa. Tem tido uma boa aceitação", fala. Jaíza também conta que a imunização ocorrerá em escolas públicas e particulares. Como a unidade em que trabalha cobre apenas uma escola,a do bairro Bom Jesus, a equipe se disponibilizou a ajudar em áreas ALCIVAN COSTA

Allany Medeiros disse que mesmo depois do fim da campanha, meninas poderão procurar postos

C M A P

Jaíza Porto de Lima, enfermeira no Bom Jesus, fala que prioridade são as escolas

que ficaram descobertas.Na próxima semana farão a imunização das meninas do Colégio Sagrado Coração de Maria (CSCM). A coordenadora da Vigilância à Saúde, Allany Medeiros, explica que a programação de imunização nas escolas vai até 10 de abril e que depois disso a vacina contra o HPV estará disponível em todos os postos de saúde,pois passa a fazer par-

te da grade de vacinações. Ela conta que neste primeiro momento é importante a vacinação pela escola para ter uma contabilização de quantas estudantes foram vacinadas em cada uma. Mas quem não estuda pode procurar uma UBS. "Se por algum motivo a adolescente faltar no dia da vacinação, ou não estuda, pode procurar a Unidade de Saúde mais próxima que se-

rá vacinada", afirma. Allany acredita que com o retorno dos professores da greve, a campanha será mais intensificada e que o município conseguirá bater a meta de imunizar 6.488 meninas. O Ministério da Saúde já anunciou que em 2015 estenderá a imunização para a faixa etária de 9 a 15 anos. "Essa campanha é mais para chamamento mesmo", diz Allany.


Gazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Polícia

Violência ameaça motoristas de ônibus CÉLIO DUARTE

EDNILTO NEVES

Assaltos fazem parte da rotina dos trabalhadores do setor, que sofrem com a insegurança

SAYONARA AMORIM Da Redação

A

insegurança em Mossoró passa a atingir diretamente os profissionais do setor de transportes. Assaltos, ameaças e agressões fazem parte da rotina dos motoristas de transportes coletivos urbanos na cidade. Segundo registro no Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (SINTROM), a categoria vem sofrendo com a violência, o que provoca ainda mais o desinteresse pelo setor. O mais recente caso de violência envolvendo transporte coletivo urbano aconteceu na manhã de segunda-feira passada, 17, no conjunto Vingt Rosado, quando uma dupla que estava entre os passageiros do veículo, ao chegar em um determinado ponto da rota, anunciou um assalto. Após pegar todo o dinheiro que estava com o motorista ateou fogo no veículo. Este foi o primeiro registro de incêndio a ônibus provocado por ação criminosa e até a sexta-feira, 21, nenhum suspeito do crime

Frota que realiza o transporte coletivo na cidade já é reduzida e sem estrutura

havia sido identificado. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) de Mossoró, e conduzido pelo delegado Luiz Fernando Sávio. Em contato com a reportagem, o delegado adiantou que a polícia chegou a deter possíveis suspeitos da ação, mas nada foi confirmado. Após o assalto seguido de incêndio ao ônibus da linha Vingt Rosado, a Polícia Militar, através do 12º

Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), iniciou um trabalho de rondas ostensivas no conjunto e bairros vizinhos. Segundo o comandante do 12º BPM, major Correia Lima, o trabalho tem como objetivo inibir ações criminosas no trecho. O trabalho da PM vem ocorrendo de forma intensiva."Chegamos a prender alguns suspeitos que foram encaminhados para a Defur, que está encarregada de fazer o trabalho investigativo",

Ônibus do Vingt Rosado ficou destruído pelo fogo na ação do dia 17

ressaltou Correia Lima. ENTENDA O CASO Manhã de segundafeira, 17 de março. Um ônibus da empresa Sideral Transportes - da linha Vingt Rosado - realizava o trajeto pelo conjunto com vários passageiros quando em um determinado ponto do trajeto uma dupla apontou uma arma para o motorista e exigiu que ele entregasse todo o dinheiro. Após recolher o todo o

valor que estava com o condutor, os suspeitos anunciaram que ateariam fogo no ônibus. Os passageiros em pânico começaram a sair às pressas do carro e um idoso com dificuldade de locomoção precisou ser auxiliado pelo motorista do ônibus Antônio Silva de Almeida, 49 anos. Ninguém saiu ferido. Os suspeitos cumpriram a ameaça e incendiaram o veículo, que em minutos ficou totalmente destruído.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas, mas, apesar de a equipe ter chegado ao local minutos após o incêndio, não houve mais tempo de evitar que o ônibus fosse destruído pelo fogo. A Polícia Militar também foi acionada e sob o comando do major Correia Lima teve início uma operação logo pós o sinistro no Vingt Rosado com o objetivo de identificar os responsáveis pela ação criminosa.

Presidente de sindicato revela precariedade no setor de transportes Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (SINTROM), Francisco de Assis de Medeiros, a situação do setor é cada vez mais precária. Além da falta de estrutura e da total de-

sorganização do sistema na cidade, os profissionais se arriscam diariamente nas rotas. Segundo Francisco de Assis, muitas rotas precisaram ser alteradas e os motoristas se recusam a trafe-

gar em determinados horários temendo pela própria vida. "Tem motorista que já foi ameaçado de morte, agredido a pedradas e os assaltos já viraram rotina nos ônibus que circulam em Mossoró", ressaltou.

O presidente do Sintron acrescentou que muitos trabalhadores vivem assustados e a categoria está se sentindo 'acuada'. "De um lado é a falta de investimento no transporte urbano de Mossoró e de outro é a vio-

Homem é assassinado na calçada de sua residência no bairro Belo Horizonte Mais um homicídio foi registrado em Mossoró. Na manhã de ontem, 22, o pedreiro, morador do bairro Belo Horizonte, Adriano Vagner de Matos, de 33 anos de idade, foi morto por disparos de armas de fogo. De acordo com informações de um familiar da vítima, Adriano estava na calçada de casa, localizada na Rua Padre Américo Simonetti, próximo à Uni-

dade de Pronto Atendimento (UPA) do Belo Horizonte, quando sofreu os tiros, que atingiram a cabeça. Adriano morreu na hora. Uma das pessoas que conhecia Adriano conta que ainda chegou a ouvir a vítima perguntar "O que é isso?", antes que os disparos fossem efetuados. No entanto, ao correr até o local a vítima já se encontrava estendida no

chão ensanguentada. O oficial do 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM), tenente Valadares, informa que, segundo alguns vizinhos, Adriano estava em frente à sua casa quando chegaram duas pessoas em uma moto e efetuaram os disparos. Os vizinhos, porém, não souberam informar quaisquer características da motocicleta ou dos suspeitos. O militar diz que a po-

lícia ainda fez uma busca pelo local, mas, até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso pelo assassinato. "Sem informação fica difícil", menciona o tenente. O corpo foi levado para o Instituto Técnicocientífico de Polícia do Rio Grande do Norte (ITEP/RN) e até o encerramento do expediente do jornal a necropsia ainda não havia sido concluída.

lência e os principais prejudicados são os motoristas e os usuários", explicou. A falta de organização e incentivo para que o setor de transporte funcione na cidade vem fazendo com que os empresários desis-

tam de trabalhar em Mossoró. "Um exemplo disso é a empresa Cidade do Sol, que chegou a colocar 24 ônibus para circular em Mossoró e hoje a frota se resume a seis carros", acrescentou. PASSANDONAHORA

Adriano Vagner de Matos foi morto em frente à sua residência


12 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Mossoró Impressionando Carlos Augusto impressionandonagazeta@gmail.com

VISÃO DO

Muitas coisas não ousamos empreender por parecerem difíceis; entretanto, são difíceis porque não ousamos empreendê-las.

Sêneca

‘IMPRESSIONANDO’ RESPONDE

EMPREENDEDOR Franqueado. Ser ou não ser. Eis a questão! Cada vez mais pessoas procuram modelos de franquias para abrir seu próprio negócio se tornando um franqueado. Porém, muito há de se considerar antes de dar o primeiro passo em busca dessa realização. Administrar uma franquia exige um bom investimento de tempo e dinheiro, sem contar a capacidade de se adaptar a modelos já estabelecidos e uma boa dose de habilidade para se relacionar com pessoas. As franquias, de um modo geral, oferecem ao franqueado vantagens e, em alguns casos, certos riscos. Porém, é importante entender que ser um franqueado não é bom negócio para todo mundo. Não é como ser um empregado, nem como um dono de negócio, mas de uma mistura disso.O empreendedor possui e gerencia uma loja franqueada, mas segue o sistema e os padrões do franqueador que os desenvolveu e aperfeiçoou. Em troca dessa experiência, do nome e conceito estabelecidos e do suporte que recebe do franqueador, o empresário paga um percentual de seu faturamento. É a chamada relação ganha-ganha. Somente muito bem informado, o futuro franqueado terá maiores possibilidades de fazer um bom negócio.

SITE É um conjunto de páginas de internet sem necessariamente um propósito específico.Pode ser um site sobre uma empresa, pode ser o site de uma loja virtual, pode ser um site com informações sobre doenças... PORTAL É um tipo específico de site. Os portais geralmente concentram notícias, artigos, imagens, sons e vídeos sobre diversos assuntos ou sobre um tema específico,da mesma forma como uma revista impressa faz.Os portais geralmente tentam cobrir um amplo espectro de assuntos e trazer “um pouco de tudo para todo mundo”. CONCLUSÃO No contexto usado na internet são as mesmas coisas. Entretanto o que pode confundir é com o “gateway” que é o que da acesso à internet. Portal é um site com um conteúdo abrangente e líder no ponto de controle. Site é a mesma coisa, mas com um nível de abrangência pequeno. Seria o formalismo das nomenclaturas.

FOTO-LEGENDA AQUI ALGUNS CUIDADOS AO ESCOLHER UMA FRANQUIA Tempo de mercado Verifique há quanto tempo a rede atua no mercado. Se a franquia for nova, veja o número de unidades próprias. É por meio delas que a franqueadora adquire experiência e conhecimento da área que irá transmitir aos franqueados. Pesquisa com franqueados As redes são obrigadas a apresentar a COF (Circular de Oferta de Franquia) para os interessados. O documento deve indicar endereço, nome e telefone de franqueados e ex-franqueados.É importante ligar para o maior número possível para saber sobre investimento, faturamento, tempo de retorno e lucro. Faturamento Desconfie de números fantásticos. O ideal é avaliar mais de uma franquia do setor que deseja ingressar para ver se os números são similares. Segundo a ABF, o lucro varia de 10% a 15% sobre o faturamento. Prazo de retorno A ABF trabalha com o prazo de retorno de 18 a 24 meses para microfranquias, que exigem um investimento mais baixo, e de 36 meses para franquias, que necessitam de investimento maior. Assinatura de contrato O negócio só pode ser fechado após o prazo de 10 dias da entrega da COF. O objetivo é evitar a assinatura por impulso. A COF informa o número de franqueados ativos e inativos (nos últimos 12 meses), com telefone, ações judiciais contra a empresa e estimativa de investimento, faturamento, etc.

Notícia destaque da semana Chuva devolve alegria aos moradores daqui do Nordeste A volta das chuvas no nosso semiárido trouxe a esperança de dias melhores ao sertanejo, mas ainda estão longe de acabar com a devastação ambiental causada pela seca desde o início de 2012. Segundo especialistas e autoridades, a recuperação de um período de estiagem tão longo e intenso só deve acontecer em uma década. Isso caso as chuvas voltem a média nos próximos meses e ações governamentais sejam tomadas para garantir o abastecimento de água. A seca 2012-2013 já é considerada a pior em pelo menos 40 anos. O povo do nosso Nordeste tem sofrido muito com a falta de chuva nos últimos tempos. Mas agora, desde fevereiro deste ano, uma bênção de outro tipo andou caindo: bênção das chuvas. A chuva, que há tempos para o nordestino é bênção, finalmente caiu. E fez brotar sementes, flores e frutos, corações e mentes. E ainda tem mais bênçãos vindo aí: apesar do quadro não ser tão positivo, os meteorologistas fazem uma previsão animadora de chuva para nós nordestinos ainda para este ano: segundo eles, há um forte alerta para a possibilidade de ocorrência de chuva bem acima da média até junho deste ano. Jesus na causa!

Estirão POR QUE SERÁ? Pergunta que não quer calar: temos um dos maiores e melhores teatros do Nordeste, o Dix-huit Rosado, reconhecido e elogiado por alguns grandes talentos da nossa dramaturgia. É fato. Mas, por que cargas d’água não entramos definitivamente no circuito das grandes produções nacionais, vide Natal e Fortaleza, nossas vizinhas? Dia 3 de abril, o atual rei do stand up comedy no Brasil, Fabio Porchat, estará no Siara Hall com seu monólogo “Fora do Normal” .Um espetáculo de produção enxuta, que não teria muitos custos para trazer, mas que mesmo assim não chega por aqui. Por que será? POR QUE SERÁ 2, A MISSÃO... Mesmo sendo os vencedores do Oscar 2014 e campeões de bilheteria Brasil afora, esses filmes não conseguem chegar por aqui: “12 Anos de Escravidão” (vencedor do Oscar de melhor filme) “Trapaça”,“Capitão Phillips”, “Clube de Compras Dallas”, “Gravidade”, “Ela”, “Nebraska”, “Philomena”, “Álbum de família”, entre outros. Será que só merecemos os descartáveis “Robocop” e “300” da vida? FORRÓ FEST: O MAIOR ENCONTRO DE FORRÓ DO ANO No final deste mês, Mossoró irá receber o maior encontro de forró do ano. A segunda edição do Forró Fest acontecerá no próximo dia 29, no Espaço Villa Oeste. A festa contará com as apresentações de Eliane, Dorgival Dantas, Solteirões do Forró, Vicente Nery, Cavalo de Pau e Pegada de Luxo. Serão 12 horas de festa para o público aproveitar cada uma das atrações. Os acessos para a noite já podem ser adquiridos na sede do evento, localizada no Centro Empresarial Caiçara, loja 5. AMIGOS DA ONÇA O brasileiro, que sempre teve fama de ingênuo,anda muito desconfiado. Uma pesquisa revela que hoje ele só acredita mesmo é na família. De acordo com dados de 62% dos que responderam à pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) disseram que tem pouca ou nenhuma confiança nas pessoas, em geral. Ao todo, somente 11% dos consultados na pesquisa confiam nos amigos e apenas 8% confiam nos vizinhos. O índice mais baixo foi nas relações do trabalho: só 9% confiam nos colegas. CALA A BOCA, MAGDA... Esta semana, uma “bem feita de corpo” passeava displicentemente, meio-dia em ponto numa rua de um bairro daqui, “teclando” ao celular em punho, dando a impressão que estava no quarto dela de tão tranquila que estava. A meu ver, isso é um convite a um assalto. Daí depois depõe dizendo que Mossoró está perigosa demais. Isso há tempos que se sabe. Então para que facilitar, criatura? WELCOME BACK HOME Depois de dias de ócio para recarregar as baterias porque ninguém é de ferro, o site “De Saboya.com” volta bombando. Colorido, criativo, bonito de se ler, rico em informações e com abundância de criatividade, marca registrada de seu gestor. De Saboya se impõe porque inova e traz aos seus leitores um mundo real de uma forma cativante e às vezes até encantada pelo glamour que se encontra lá. Dez, de 10. POR FALAR NISSO... Dayvid Almeida, garoto sangue bom, bateu um papo com o DeSaboya.com, que, como o resto do mundo, é seu fã. Em uma das perguntas, o site quis saber quando Dayvid desafina. Aqui sua resposta: “Desafino quando minha família está presente em algum show, quando recebo alguma homenagem da parte deles ou quando falo da minha mãe, que faleceu quando eu tinha 16 anos de idade”.


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Cidades

IPANGUAÇU

PARCERIA Editora: Kalidja Sibéria cidades@gazetadooeste.com.br

MP assina convênios com o Detran 4

Escolas participarão do ‘Mais Cultura’

5

CDP de Apodi busca parceria com empresas FOTOS: CEDIDAS

Direção do Centro de Detenção contata empresas para contratação de mão de obra de apenados

B

uscando ampliar as ações de ressocialização e cidadania junto aos apenados que cumprem pena no Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP), a direção da unidade está propondo parcerias com empresas que atuam no município para absorver a mão de obra dos apenados. "Recentemente enviamos um ofício para a coordenação do canteiro de obras da Empresa E/T, que está instalada em Apodi, atuando na execução do Projeto de Irrigação da Chapada,hoje responsável por dezenas de empregos no campo da construção civil, e que pode nos ajudar, garantindo oportunidades de emprego para os nossos apenados", comentou o diretor do CDP de Apodi, agente penitenciário Márcio Morais. De acordo com o diretor, o projeto "Ressocialize um reeducando", tem a finalidade de proporcionar ao interno da unidade prisional que cumpre pena no regime

CDP de Apodi tem hoje cerca de 50 presos

semiaberto, a oportunidade de trabalhar e consequentemente, ser novamente inserido na sociedade. O projeto que está sendo encaminhado para várias empresas da cidade, destaca que as contratações dos apenados deverão seguir as necessidades e as regras de cada empresa. O reeducan-

Diretor do Centro de Detenção, agente Marcio Morais

do vai ter o monitoramento de suas atividades feitas por uma equipe de agentes penitenciários, fiscalizando sua freqüência e comportamento no local de trabalho. A parceria também será comunicada, ao juiz de Direito e ao Promotor de Justiça da Comarca de Apodi. "Devemos ressaltar que exis-

Servidores da Saúde enviam resposta ao governo sobre texto do projeto de lei

te previsão legal do trabalho externo, no Art. 37, da Lei nº 7.210/84, conhecida por Lei de Execução Penal",ressalta o agente penitenciário. Ele relembra que durante a construção das arenas de futebol para a Copa do Mundo de 2014,todos os estados que vão sediar os jogos da copa utilizaram mão

de obra egressa do sistema penitenciário, através do programa Começar de Novo, iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em Apodi, as empresas que atuam no campo da exploração de Água Mineral já mantêm parceria com o Centro de Detenção Provisória. Vários apenados já

prestaram serviço nessas empresas. Atualmente o CDP conta com cerca de 50 presos que cumprem pena nos regimes, fechado e semiaberto. São apenados de várias cidades da região.Com destaque para Felipe Guerra, Itaú, Severiano Melo, Umarizal, Mossoró e várias outras.

Ministro garante apoio à produção pesqueira potiguar

ASCOM SINDSAÚDE

Os servidores estaduais da Saúde, em greve desde o dia 19 passado, realizaram na sexta-feira, 21, uma assembleia de emergência para avaliar o texto do projeto de lei da revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) apresentado ao Sindsaúde. O texto do projeto de lei atende o principal compromisso assumido na greve de 2013, que é a implantação da tabela correta do PCCR, de 3%, em três fases: abril, maio e junho. E garante a extensão da tabela aos aposentados. No entanto, exclui os cerca de dois mil servidores da Saúde municipalizados, que continuariam recebendo valores de 2010. Os servidores aprovaram um texto em resposta ao governo, no qual confirmam o avanço na aplicação do internível, mas cobram a isonomia dos servidores municipalizados com os demais."O texto do projeto sela e legitima a segregação deste grupo de servidores. Não concordamos com o mesmo, asseveramos que este artigo viola preceitos le-

Servidores da Saúde iniciaram greve na quarta-feira passada

gais, e reiteramos nossa reivindicação de isonomia entre todos os servidores", diz um trecho da carta, aprovada por unanimidade. Na carta, os servidores também cobram o envio do projeto de lei para a Assembleia Legislativa, conforme anunciado pelo governo. A greve foi mantida pelos servidores."Houve um avanço do governo, para cumprir o acordo de 2013, mas ainda

precisa enviar e aprovar o projeto. E, além disso, ainda não temos resposta sobre os demais pontos da pauta deste ano, como a sobrecarga de trabalho, a progressão de nível e o reajuste salarial", afirma Rosália Fernandes, do Sindsaúde. Durante todo o dia de ontem, os servidores da saúde estiveram distribuindo uma carta à população em frente ao Shopping Midway.

A conclusão das obras do Terminal Pesqueiro e a construção de Parques Marítimos no Rio Grande do Norte foram os dois principais assuntos debatidos durante reunião entre o novo ministro da Pesca, Eduardo Lopes, e a governadora Rosalba Ciarlini. O encontro ocorreu na Governadoria, na sexta-feira passada. O novo ministro garantiu a chefe do Executivo Potiguar o apoio para a construção de 91 polos pesqueiros, um investimento que irá aumentar a produção potiguar para cerca de 170 mil toneladas ao ano, o equivalente a aproximadamente 8% da produção brasileira. "Já fizemos a demarcação de algumas áreas e após esse processo partimos para licitar essas obras. Com a construção do Parque Marítimo na barragem Armando Ribeiro Gonçalves e o apoio desses novos polos pesqueiros vamos praticamente dobrar a produção norte-

rio-grandense", afirmou Lopes. "A construção de um Parque Marítimo na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves vai representar emprego e renda para os potiguares. Antes desse projeto, a barragem não tinha essa utilização, com o apoio do Ministério da Pesca, vamos conseguir aumentar a produção de pescado e melhorar a vida das famílias que vivem da pesca", comemorou Rosalba Ciarlini. Outras localidades para a construção de pólos pesqueiros, como Umari, Itajá e Santa Cruz, já aguardam a liberação das licenças ambientais para serem iniciadas. Outro importante apoio firmado pelo ministro da Pesca foi relativo ao convênio com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, que permitirá a realização de estudos e levantamentos sobre algas, camarão e beijupirá. Na presença da secretária de Infraestrutura do

Estado, Kátia Pinto, e do secretário de Agricultura e Pesca, Tarcísio Bezerra, o ministro questionou a celeridade das obras do Terminal Pesqueiro de Natal. "Sei que já estamos em fase de conclusão, precisamos desse Terminal para conseguir promover e aumentar a produção potiguar". Segundo Kátia Pinto, os problemas burocráticos que estavam travando a retomada da obra foram resolvidos pela governadora Rosalba Ciarlini, com 96% concluído, a previsão é que a fase de mobilização para o retorno aconteça em 30 dias. "Com o retorno dos trabalhadores a expectativa é que o Terminal Pesqueiro de Natal seja entregue em cinco meses". Ainda participaram da reunião, o presidente da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores, Abraão Lincoln e o superintendente federal de Pesca e Aquicultura do Ministério, Abraão Lincoln Júnior.


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Alto-Oeste

Sociais

“ ”

DIRETRIZES DE SEGURANÇA

Em matéria de reformas, os benfeitores espirituais me ensinam que não devo esquecer primeiramente as que se referem à melhoria de mim mesmo. CHICO XAVIER

Soraya Vieira sorayavieiraf@gmail.com twitter: @sorayavieiraf site: www.sorayavieira.com.br

A VIDA CONTA... MEIA HORA Ante a passagem do tempo, Registra o valor do "agora" Na bênção de meia hora, Quanto bem a realizar! Trinta minutos apenas No espaço de cada dia São plantações de alegria Para quem busca ajudar. Agora é a voz da coragem Ao irmão que chora e luta, Coração que pensa e escuta, Podando aflição e dor!... Em outro ensejo, é o socorro, Que se oferece à criança, Que vaga sem esperança, A míngua de paz e amor. Depois, o amparo ao doente Em visita mesmo breve, A página que se escreve 42 Para consolo de alguém! O apontamento otimista, A frase sincera e boa, A conversa que abençoa, A prece em louvor do bem!...

O buquê de flores que Bruna recebeu da sua avó Rita

A família completa a alegria de Bruna com Ayanne e Maria Oliveira

Aniversário de 15 anos de Bruna Carvalho foi na Chácara de Guerra

Bruna Carvalho com os pais João e Ana, que fizeram seu dia mais feliz

Meia hora - patrimônio, De expressão indefinida, Que o Céu nos concede à vida, A todos, crentes e ateus!... Irmãos, elevai o tempo, Para o serviço fecundo, Tempo é tesouro no mundo Que verte do amor de Deus. Maria Dolores - Chico Xavier

NOTÍCIAS DO TWITTER Bruna com as tias Gergiana e Eugênia *Consultor Jurídico ?@Cons_Juridico Juiz acusado de fazer audiência com morto em Mato Grosso deve ser aposentado http://bit.ly/1kPPs02 . *Jornal O Dia ?@jornalodia Justiça condena Nestlé a pagar R$ 3 mil de indenização a consumidora que ingeriu pedaços de metal ao beber Nescau http://bit.ly/OHMU95 . *Portal R7.com ?@portalR7 #SP Com mais da metade dos presídios em greve, agentes impedem transferências de presos mais uma vez http://r7.com/OEow #R7. *Revista ISTOÉ ?@RevistaISTOE Filha de Rubens Paiva se emociona ao ouvir discurso inédito do pai: http://ow.ly/uPkG5 . Bruna com os primos no coro de felicidades

Bruna Carvalho radiante para aproveitar o dia feliz


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Natal

Sociais VIVA ERIKA NESI A coluna prestigiou na quinta-feira, 20, o aniversario da sempre

Rodrigo Loureiro

querida Erika Nesi. A bacana recebeu grupo de amigos em seu

rodrigo_sloureiro@hotmail.com twitter: @loureirorn site: www.rodrigoloureiro.com.br

apartamento no Morro Branco. Noite das mais agradáveis com direito a Buffet de Renata Mota, brigadeiros da grife Petit Noir e embalos do DJ Luiz Couto, tudo com todo alto-astral e bem receber de Erika. Claro que temos as fotos nas lentes de Max Almeida. FOTOS: MAX ALMEIDA

Claro que fomos abraçar Erika em sua noite, que foi das melhores

Sempre muito bom encontrar Carmen Santos com a filha Ana Leila

Duas queridas da coluna, Elinor Alecrim e Yone Alvares. Lindas!!!

O hair Anilson Knigth em pose com a blogueira Flávia Pipolo

A aniversariante recebendo o carinho do compadre Jota Oliveira

A empresária Priscilla Gimenez em pose com Max Almeida

A sempre miss Vanessa Gurgel com a colega Simone Silva

Tinesa Emerenciano, Luciane Benfica e Thaiza Flor, trio querido

Erika Nesi com a jornalista e blogueira Thaísa Galvão, quero bem

A contagiante Rafa Rosito em pose com Vitor Hugo Damasceno

A publicitária Raquel Louvain com Thiago Carvalho na noite animada


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Sociais CESIMAR OLIVEIRA cesimardeoliveira@yahoo.com.br cesimaroliveira@bol.com.br gentedeumarizal.blogspot.com

“ ”

A sinceridade e a generosidade se não forem temperadas com moderação conduzem infalivelmente à ruína. (Tácito)

RICARDO PEREIRA

Casal empresário Márcio Oliveira/Roseane e o blogueiro "elétrico" Raimundinho Duarte em noite pilotada por este colunista.

Casal vereador Naldo Reis/Edineide prestigiando a "IV Noite do Guerreiro" deste colunista Março é de muitas comemorações na Personal Marketing, na próxima segunda-feira, dia 24, mais um criativo apaga velinhas. É o acadêmico de Marketing, Jerfferson Diego, responsável pela Mídia e Produção da agência das boas ideias. O bacana aproveitou o final de semana para celebrar a vida ao lado dos seus amigos e familiares. Felicidades!

Casal Manoel Gabriel/Ranilda, nome forte no comércio umarizalense, na festa anual deste colunista

Ministério Público assina convênios de cooperação mútua com Detran REPRODUÇÃO

O

Ministério Público do Rio Grande do Norte firmou nesta semana dois convênios de cooperação técnica com Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), para vistorias no transporte escolar do Estado e a disponibilização das bases de dados digitais do órgão estadual. Os dois termos foram assinados pelo procuradorgeral de Justiça, Rinaldo Reis, e o diretor-geral do Detran/RN, Willy Saldanha. Participaram da formalização da parceria o chefe de gabinete, Alexandre Gonçalves Frazão, a coordenadora do Caop Cidadania, Iveluska Alves; e a coordenadora do Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado (GAECO), Patrícia Antunes Martins. "A instituição avança muito com soluções desse tipo. Elas facilitam o caminho com atitudes simples, com parcerias desse tipo", ressaltou o procurador-geral de Justiça Rinaldo Reis. Os convênios têm como objetivo o compromisso de integração operacional entre as instituições, o primeiro é para o acompanhamento e fiscaliza-

Um dos convênios permitirá a vistoria em transportes escolares do Estado

ção do transporte escolar. Já o outro, de cooperação para acesso online à base de dados do sistema infor-

matizado de consultas do Detran e Denatran. Essas informações como dados cadastrais, endereço, chas-

sis, placa dos veículos, servirão para colaborar no papel fiscalizador do Ministério Público.

10ª COPA PAU-FERRENSE... A Prefeitura de Pau dos Ferros, através da coordenadoria de Esportes, já articula a finalização dos últimos ajustes para realização da 10ª Copa Pau-ferrense de Ciclismo. Este ano a competição acontecerá no dia 30, o último domingo de março. A cada edição, o evento vem conquistando mais participantes. Repetindo o sucesso de 2013, os atletas vão realizar as provas no Circuito Oiticica. Segundo o coordenador de Esportes do município, Paulo Avelino,vão ser utilizadas algumas ruas do centro da cidade para a realização das disputas. Os participantes serão divididos em quatro categorias: Elite, Master, MTB e MTBL e as premiações vão superar os 7 mil reais, além de uma moto para a categoria Elite. Além desta premiação, os pau-ferrenses em melhores posições vão receber uma premiação extra. ... DE CICLISMO Segundo a coordenação do evento, as inscrições para aqueles que desejam participar já estão abertas e podem ser realizadas na sede da Secretaria de Educação de Pau dos Ferros, na Avenida da Independência."O incentivo à educação e ao esporte, são algumas de nossas prioridades. Por isso, a nossa gestão vem priorizando todas as ações voltadas a essa área. Este é um evento consolidado e de grande sucesso. Por isso, nosso esforço em manter e ampliar mais esta ação desenvolvida pela administração municipal", afirmou o prefeito Fabrício Torquato. Todo o trajeto será acompanhado por médicos e enfermeiros que estarão acompanhando, com uma ambulância, todos os participantes, caso ocorra algum incidente, além da equipe de coordenação, que estará presente durante toda a prova.

Idema faz doação de lenha ilegal apreendida para a Apae de Assu A equipe de fiscalização do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA) doou um carregamento de lenha ilegal apreendido no dia 14 de março. O caminhão que carregava o material foi encontrado em Ipanguaçu,seguindo para uma indústria de cerâmica no município de Assu. O Idema autuou o motorista do caminhão que transportava a madeira ilegal, bem como o dono da cerâmica que recebeu o produto, e o mesmo admitiu que o Documento de Origem Florestal (DOF) encontrava-se fora do prazo de validade. Em seguida, o Idema procurou a Secretaria de Ação Social da cidade para contatar uma instituição carente que recebesse a doação. A APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) foi a escolhida, e Maria Euzélia, presidente desta Associação, juntamente com o fiscal ambiental, Luiz Augusto, assinaram o Termo de Doação. A Apae permutou a carrada de lenha recebida com uma panificadora local e terá direito a receber R$ 650,00 em produtos não industrializados fornecidos pela padaria. Esses produtos devem ser necessariamente oriundos da queima da lenha em questão e para

consumo obrigatório da Associação. A iniciativa da doação partiu da Gerência Estadual do DOF, que integra o Setor de Fiscalização do Idema, por meio do técnico Luiz Augusto Santiago Neto e contou com a anuência da diretoria geral do órgão ambiental. "As apreensões de lenha ilegal feitas pelo Idema se dão geralmente no momento em que o caminhão está descarregando a lenha em seu destino. Desta vez, foi na estrada enquanto seguíamos com as atividades para o interior do Estado. O destino que as lenhas terão após a apreensão também é de extrema importância, pois o transporte de lenha ilegal é crime e tem que ser fiscalizado", afirma o fiscal ambiental Luiz Augusto.

As apreensões de lenha ilegal feitas pelo Idema se dão geralmente no momento em que o caminhão está descarregando a lenha em seu destino

Gente de Umarizal

luiz Augusto


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Cidades Escolas de Ipanguaçu serão atendidas pelo programa Mais Cultura

Turismo, Cultura e Lazer

CEDIDA

m busca de potencializar processos de aprendizado, mobilizando experiências concretas, criativas, para provocar o envolvimento efetivo de estudantes, professores e da comunidade escolar, o município de Ipanguaçu foi uma das selecionadas no programa "Mais Cultura nas Escolas", projeto desenvolvimento pelo Ministério da Cultura em parceria com as escolas públicas. Em Ipanguaçu, três escolas farão partes do novo programa. A Escola Municipal Nelson Borges Montenegro, na comunidade quilombola de Picada, desenvolverá o eixo temático 'Cultura Afro-brasileira e Educação Patrimonial', a Escola Francisco Soares da Costa, em Pedrinhas, executará o eixo 'Criação Circulação e difusão da Produção artística' e a Escola Francisco Florêncio Lopes, em Pataxó, promoverá o eixo 'Educação Patrimonial'. Ao todo mais de mil estudantes, professores e a comunidade escolar serão beneficiados com o projeto. Segundo a secretária de Educação, Jeane Dantas, o programa será um impor-

Liszt Madruga

E

lisztmadruga@hotmail.com

EQUIPOTEL NE 2014 O almoço do Road Show Equipotel 2014 reuniu aproximadamente 40 jornalistas potiguares no Restaurante Tábua de Carne na Via Costeira, quarta, 19. Durante o evento promovido pela Reed Exibitions Alcantara Machado, Abrasel, PE e RN, e ABIH,PE e RN,foram apresentadas as novidades e detalhes da programação da maior feira para os setores de gastronomia, hotelaria e serviços do Nordeste.

Secretária de Educação, Jeane Dantas, fala de projeto

tante instrumento para educação pública, com estratégias pedagógicas a proporcionar ao aluno oportunidade de vivenciar experiências no processo educacional com iniciativas culturais locais. "Acreditamos que uni cultura e educação será um importante passo para ampliar os horizontes de nossos alunos. Assim como o Mais Educação, que vem dando certo em nossa cidade, o Mais Cultura promete ser um importante proje-

to a construir uma educação de qualidade", frisa a secretária, Jeane. Serão destinados a cada escola nesta primeira edição do programa,o repasse através do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), os recursos destinados estão orçado em R$ 20 mil por escola, na qual é definido de acordo com o número de estudantes matriculados. A expectativa é de que o programam possa ser executado ainda este ano.

ALMOÇO DA EQUIPOTEL Presenças da diretora executiva da Reed Exibitions Alcantara Machado para o Nordeste, Tatiana Menezes; Carlos M.Periquito,presidente da ABIH PE;Habib Chalita da ABIH RN e Glênio Sarmento, Executivo Abrasel RN, foram enfatizados os benefícios do evento para região, e em especial para o mercado potiguar. O chef Daniel Cavalcanti (Cascudo Bistrô de Natal) representará o Rio Grande do Norte na Arena Gastronômica da Equipotel 2014, que será realizada de 06 e 08 de maio próximo no Centro de Convenções de Pernambuco. INGLÊS NO THERMAS O inglês é o idioma mais exigido em todo o mundo e imprescindível no setor hoteleiro e turístico. Pensando nessa exigência e de olho na Copa do Mundo, o Hotel Thermas, em parceria com a rede de idiomas CNA, iniciou um projeto que visa capacitar e aperfeiçoar o inglês dos colaboradores do hotel. As aulas são ministradas nas dependências do Thermas às terças e quintas. INGLÊS NO THERMAS II Os funcionários do hotel podem,a partir de agora e gratuitamente aprender e melhorar o uso da língua inglesa, que garantirá um salto qualitativo não só profissional como também pessoal para os colaboradores. O projeto é mais um dos muitos que estão sendo coordenados pelo departamento de projetos sociais do Hotel Thermas. PEIXADA DO CUMPADRE O empresário João Maria Belmont, figura conhecida e estimada nas lides esportivas e sociais do Rio Grande do Norte e alhures,com a consorte Lidianny Carvalho,inauguraram com sucesso o restaurante Peixada do Cumpadre.Fica na Avenida deputado Márcio Marinho, Pirangi do Norte, Parnamirim. PEIXADA DO CUMPADRE II Pela qualidade gastronômica e a excelência nas boas maneiras em receber os clientes, a Peixada do Cumpadre já é o "point" preferido dos turistas e da nossa alta classe social. Peixada à moda da casa, brusqueta de camarão, bolinho de macaxeira, caldinhos de sururu, peixe, ostra, e ova de camarão; pastéis, escondidinhos de carne de sol e camarão frito, lagosta, galinha à cabidela, paçoca, a tradicional carne de sol com fritas e outras opções constam do cardápio da Peixada do Cumpadre. FECOMÉRCIO - SEDE NOVA O empresário Marcelo Fernandes de Queiroz, presidente do Sistema Fecomércio reinaugurou na tarde/noite de sexta feira, 21, o edifício-sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte, na Avenida Alexandrino de Alencar, bairro do Alecrim, em Natal.

FECOMÉRCIO - SEDE NOVA II O evento teve a participação do economista chefe do Departamento Econômico da Confederação Nacional do Comércio, Carlos Tadeu de Freitas, que focou o tema "Perspectivas da economia para 2014, no Brasil e no RN." O presidente da Fecomércio realiza notável e administração, e o Brasil para melhorar, precisa apenas de uma dúzia de políticos e empresários bemintencionados,padrão internacional,Marcelo Fernandes de Queiroz. NOITE CULTURAL Escritor Valério Mesquita, presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, convidando o colunista para as comemorações dos 119 anos daquela histórica instituição. Cláudio Galvão é o expositor, e a solenidade começa às 19 horas de 28 deste mês. NOVO MINISTRO Realizada segunda-feira, 17, a cerimônia de transmissão de cargo de Gastão Vieira para o novo ministro do Turismo, Vinicius Lages.A solenidade aconteceu no Ministério do Turismo. O ministro do Turismo, Vinicius Lages, participou quartafeira, 19, em São Paulo, do 20º Workshop e Trade Show CVC. A CVC é a maior operadora de viagens da América Latina. Foi o primeiro encontro público do ministro com as principais lideranças e gestores públicos do setor de turismo. Com o tema "Construindo juntos o futuro", o evento reuniu mais de 10 mil profissionais e 500 expositores que representam 600 marcas do turismo nacional e de 29 países. RECORDAR É VIVER A AFS American Field Service celebra seu centenário dia 29 deste mês, e a solenidade será no auditório do IFRN Campus Central Natal, Avenida Hermes da Fonseca, 1559, Tirol. AFS é um programa de intercâmbio internacional e já participaram: Tarcísio Gurgel de Souza, Adilson e Hamilton Gurgel de Castro, Herta Licurgo, Lucia Araujo, Fernando Cysneiros,Ricardo Maranhão,Maria das Graças Rodrigues, Maria das Graças Trigueiro e Marcelo Maia. PARQUE GRAVATÁ Gravatá, no Agreste pernambucano, tem mais um importante equipamento turístico:o Parque da Cidade (Rua Joaquim Souto, s/n - Nossa Senhora das Graças), um complexo de lazer de 37 mil m2 com pistas de cooper (1.100 m),skate (500 m2) e bicicross (2.200 m2);espelho d´água;anfiteatro para 1.500 pessoas; praça das artes; biblioteca; posto de enfermagem; lojas e estacionamento com 140 vagas. A obra é uma realização da Secretaria de Turismo de Pernambuco (SETUR-PE), que investiu R$ 6,4 milhões para a construção do parque. PARQUE GRAVATÁ II A realização desses projetos faz parte da missão da Setur-PE em fomentar o turismo no interior de Pernambuco."O Parque de Gravatá e o Teleférico de Bonito são obras estruturadoras para o turismo dessas cidades. Não tenho dúvidas que elas contribuirão significativamente para o aumento do fluxo de visitantes", afirma o secretário de Turismo de Pernambuco, Adailton Feitosa. OBS: O governo do RN devia investir no turismo interiorano, construindo, também, o teleférico de Santa Cruz, importante destino turístico religioso.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2013

Cidades Cidade Interativa

Por: Célio Duarte CÉLIO DUARTE

COMUNICAÇÃO VISUAL O público mossoroense tem mais uma opção para serviços de serigrafia. O empresário Fábio Vital vem se destacando no mercado pela qualidade dos serviços oferecidos, entre eles fardamentos em geral, bonés, sacolas, uniformes esportivos,abadás,banners,adesivos,fachadas, identificação de frotas, calendários personalizados, sacolas de TNT para lixo de carros,entre outros.A FV Serigrafia e Comunicação Visual está localizada na Rua Francisco Soares Xaxá, 106, no conjunto Geraldo Melo. SAÚDE O Programa Menos Peso, Mais Saúde, lançado pela Prefeitura de Martins, através da Secretaria Municipal de Saúde, vem realizando uma série de mudanças na vida dos participantes inseridos no projeto. O programa já é um sucesso na cidade, e os resultados, até então, se tornaram excepcionais para os profissionais que idealizaram o projeto. Em pouco mais de uma semana, os participantes já conseguem realizar todas as atividades físicas com mais naturalidade, mostrando força de vontade e comprometimento com o programa.

CÉLIO DUARTE

Casa de Pedra, um dos pontos turísticos em Martins

CEDIDA

CEDIDA

Empresário Fábio Vital, da FV Serigrafia, profissional competente João Batista Freitas e Nildo retomam os trabalhos de transmissão ao vivo da Câmara Municipal de Mossoró

CÉLIO DUARTE

Os desejos de paz, saúde e felicidades hoje vão para Dôra Silveira, aniversariante deste domingo, 23. Ela festeja a vida ao lado do esposo, Francisco das Chagas e dos familiares CEDIDA

HABNER WEI

NER

Francisco Torres, mais conhecido como Ceará, da Peixada do Ceará, no Vingt Rosado REPRODUÇÃO

O aniversariante da semana é o gente fina Morais Noronha. Na foto muito bem acompanhado de sua companheira Irlanda Carlos

No comando da equipe nota dez do Colégio Ideal, Angélica Helena

Aniversariante da semana é o nosso colega de trabalho Pereira Dantas, na foto com o filho, João Victor


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Expressão

JAZZ Editora interina: Iuska Freire iuskafreire@gmail.com

MÚSICA

Grupo Sesi Big Band fará Orquestra Sinfônica do RN apresentação gratuita 3 inicia temporada 2014 6

Teatro

No Dia Internacional do Teatro, dois espetáculos serão encenados no Dix-huit Rosado

em cena

GEORGE HARISSON

IUSKA FREIRE Da Redação o tablado, nas coxias ou sob os holofotes... ao ar livre, em uma praça ou no patamar de uma igreja. O teatro une pessoas que possuem o dom de se transformar a todo instante. Em nome da arte eles criam, improvisam, se reinventam e buscam sempre um jeito de levar a cultura para todos os palcos disponíveis. Os atores vestem a pele dos personagens e se tornam outros seres, emprestam suas emoções e sentidos para aquele momento que transcende em palavras ou apenas em gestos. Catarse pura. "Mas não é fácil fazer teatro... é difícil captar recursos e viver apenas da arte", essa frase é um eco que reflete a realidade de muitos atores, diretores, produtores e cenógrafos. Em Mossoró a cultura teatral é consolidada. São 17 grupos formados por atores profissionais e iniciantes. Os grandes espetáculos - Chuva de Bala no País de Mossoró, Auto da Liberdade e Oratório de Santa Luzia, além de festivais como o Festuern são responsáveis por revelar novos talentos e manter a produção cultural com um calendário fixo. Nesta quinta-feira, dia 27 de março, quando se comemora o Dia Internacional do Teatro, uma programação especial está sendo organizada pela Secretaria Municipal de Cultura. Em Natal, o Teatro Alberto Maranhão também contará com uma programação especial em comemoração aos 110 anos. A atriz Lenilda Sousa, responsável pelo setor de Difusão Cultural da Prefeitura de Mossoró, explica que serão encenados no Teatro Municipal Dixhuit Rosado dois espetáculos contemplados com o Prêmio Fomento: "Na Praça Cícero Dias, às 18h, a companhia Pão Doce apresentará 'A Casatória c'a Defunta' e às 20h, no palco do Teatro Dix-huit Rosado, a Cia. A Máscara estreia 'Viagem aos campos de alfenim'", informa Lenilda, ressaltando que haverá uma solenidade às 19h, no foyer do Teatro. Além da programação oficial, um grupo de artistas pretende organizar um ato que provoque uma reflexão sobre a política cultural e a necessidade de mais incentivos. Augusto Pinto, do grupo Arruaça, é um dos artistas que está à frente dessa discussão. "Temos nossas bandeiras de luta. Em 2012 elaboramos uma carta/manifesto e muitas questões não foram contempladas. Pretendemos chamar a atenção para o Lauro Monte e outros espaços públicos", afirmou Augusto, complementando que os grupos estão definindo o ato.

Viagem aos Campos de Alfenim tem estreia no dia 27 de março, às 20h

N

Espetáculos com estreia marcada para o dia 27 Cia. Pão Doce - "A Casatória c'a Defunta" Tendo uma identificação forte com o lado lúdico da arte, a Cia. Pão Doce de Teatro apresenta no dia 27, às 18h, na Praça Cícero Dias (em frente ao Teatro Dix-huit Rosado) o espetáculo "A Casatória c'a Defunta" - uma comédia romântica de rua, dirigida por Marcos Leonardo de Paula, com roteiro e música de Romero Oliveira. O espetáculo conta a história de amor entre o medroso Afrânio e a determinada Maria Flor, interrompida pela assombrosa Moça de Branco. Cinco atores em "pernas de banco" (uma adaptação das pernas de pau) atuam na peça, contando causos, tocando, cantando, dançando e cativando o estimado público de forma cômica e saudável. A Cia. Pão Doce de Teatro integra a cena mossoroense desde 2002. Seu histórico vem sendo construído para o público jovem desde sua primeira montagem, o infantil "Eu chovo, Tu choves, Ele chove", de Sylvia Orthof. CEDIDA

Cia. A Máscara - A Viagem aos Campos de Alfenim Cinco atores de uma Companhia de Teatro decidem fazer uma turnê mundial com um grande repertório de espetáculos na bagagem para encantar o mundo. As personagens Zuzu Chevalier, Pedro Paulo Strombole, Álvaro Montecristo, Lauro Vívian e Aurora Valebranco, a dona da companhia, partem numa viagem onde passam por incríveis situações e lugares improváveis. Dirigido por João Marcelino, "Viagem aos Campos de Afenim" foi criado partindo dos depoimentos, sonhos e desejos da Cia a Máscara de Teatro. "Deparamos, nessa história, não só com o cotidiano teatral dos atores com seus altos e baixos pelo mundo afora, mas, sobretudo com as várias descobertas que vão sendo reveladas. Há momentos em que eles se confundem com as personagens, e vice-versa, resultando numa divertida experiência. A peça é baseada em fatos reais e o objetivo dessa turnê é chegar aos Campos de Alfenim, lugar longínquo e que eles sonham realizar", afirma João Marcelino, na sinopse da peça.

Um teatro tem pauta cheia, o outro palco vazio Inaugurado em 2003, o Teatro Municipal Dix-huit Rosado, fruto da luta da classe artística mossoroense, tem agenda praticamente cheia o ano inteiro. Além de peças teatrais, o local recebe palestras, solenidades e eventos da área educacional. Já o Teatro Estadual Lauro Monte Filho permanece fechado, cercado de tapumes devido a uma reforma que se arrasta há quase dois anos. Augusto Pinto lamenta essa situação: "Praticamente o único espaço que dispomos é o Dix-huit Rosado, mas ele não tem como comportar toda a produção local. Queríamos uma solução para o Lauro Monte", desabafou Augusto Pinto. Em agosto de 2012 foi assinada a ordem de serviço para reforma e restauração do Teatro Lauro Monte Filho, o prazo previsto para conclusão era de 300 dias, mas até agora não há definição sobre a nova data de entrega da obra. O ator e produtor Chico Window, da Cia. Pão Doce, aponta outros problemas,como a falta de incentivo da classe empresarial. Ele explica os fatores que inviabilizam a vinda de espetáculos que se apresentam em Natal ou em Fortaleza, mas não chegam a Mossoró. "O custo para vir a Mossoró duplica. São quatro horas de carro, o que se torna cansatiALCIVAN COS TA vo, além disso, a classe empresarial precisa apoiar mais a cultura", comentou Chico Window. WILSON MOR

ENO


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Expressão

ei a esta crônica o título de "O Temperamento Humano", mas fiquei pensando: haveria algum outro temperamento que não fosse o humano? Sinônimos de temperamento podem ser, entre outras expressões, índole e personalidade. Já o instinto se manifesta mais nos animais irracionais, mas pode ocorrer no homem ou na mulher. Devido a incidente ocorrido, há alguns anos, entre mim e um ex-vizinho, ocorreume tentar falar um pouco, hoje, sobre o tema que encima esta crônica. Não pretendo escrever uma tese, absolutamente, pois é impossível conhecer o âmago da consciência humana. Pretendo, apenas, relatar as minhas experiências nas convivências mais díspares, dos humores mais difíceis, supondo-me, assim, em condições de discorrer um pouco sobre a característica individual de muitas das pessoas que conheci, não as nominando, naturalmente. Desde criança, sempre fui um observador do modo de ser de cada pessoa com quem convivi. Minha mãe tinha um temperamento doce: não conheci ninguém que tivesse mágoa dela. Já o meu pai, talvez por lidar, ao longo da vida, com dezenas de pessoas, às vezes se excedia um pouco em suas reações no trato com elas, porém nada que gerasse ressentimento, e muitas delas se tornaram seus amigos, algumas até costumavam frequentar nossa casa para um papo, um cafezinho. Houve um período em que se formou em Mossoró uma colônia sobralense, por influência de um conterrâneo que, vindo de Sobral em 1870, ficou

D

Crônica da Semana

Questão de Prosa

O temperamento humano

Arrelias

Francisco Obery Rodrigues - Colaborador

Clauder Arcanjo - Professor

muito rico e atraiu muitos parentes e aderentes, entre eles os meus pais. Destaco aqui dois, entre os que conheci mais de perto, para falar sobre seus temperamentos: o primeiro era uma pólvora, explodia por qualquer coisa, embora, frequentemente, logo se arrependesse e pedisse desculpas. O outro era o homem sorriso, nunca o vi aborrecido. Ainda que alguém se agastasse com ele, sua reação era rir; tratava-me como a um filho e eu lhe queria muito bem. Na rua da casa em que nasci morava um vizinho, cujo nome faço questão de citar: Augusto da Escóssia. Ele e sua mulher, dona Alaíde; não sei qual a melhor criatura. Ele era a simpatia em pessoa e dona Alaíde, uma santa: jamais alguém a procurou, até para vestir defunto, a qualquer hora, que não fosse atendida - e olha que eram da elite social. Excelentes temperamentos. Já uns vizinhos que tivemos por um tempo do lado esquerdo eram o oposto. O dono da casa era taciturno, a dona Deus me perdoe a expressão - uma megera. Há um provérbio que diz: Deus te livre do mau vizinho. É verdade: um mau vizinho pode causar muitos dissabores. Quando menino tinha na minha rua um grande número de amigos, companheiros de brincadeira; dois, entretanto, tinham temperamentos irascíveis, uma má índole, diria até, um instinto perverso. Não sei dizer aqui as razões do meu julgamento, pois não sou psicólogo, mas acredito que era um sentimento comum aos outros. Quando algum deles se aproximava da turma de amigos, todos se

precaviam. Vamos dar um salto no tempo e chegar à fase do Ginásio Santa Luzia. A minha turma era de 40 alunos. Dava-me bem com quase todos, mas havia alguns poucos de temperamento um tanto difícil. Dois eram verdadeiramente pernósticos, não sei por que razão, pois nem ricos eram. Apesar disso, eram inteligentes, bons alunos e, pelo que soube, foram bem sucedidos na vida. Dando mais um pequeno salto, chegamos ao meu tempo de Banco do Brasil. No Banco, ao longo dos meus mais de 30 anos, lidei com várias dezenas de colegas. Enquanto simples funcionário, quase não tive dissabores, mas, a partir de quando comecei a exercer cargos de chefia, me deparei com uma gama de caracteres ou temperamentos os mais diversos. E como era ou foi difícil! Graças a Deus, sempre tive a habilidade necessária para sair-me bem de todos os problemas. Tanto me dei bem com os gerentes sendo eu o subgerente, como com os subgerentes, sendo eu o gerente. Houve um subgerente que até foi meu contemporâneo no Ginásio Santa Luiza e com quem sempre soube ter boa convivência. Ele tinha um temperamento um tanto irascível, mas creio que Deus me deu o dom de saber lidar com os sentimentos das pessoas com as quais convivi. Certa vez a direção-gral o convocou para um curso de relações humanas. E eu até disse a um colega, reservadamente: ele pode fazer dez cursos dessa matéria, mas não mudará o seu temperamento, seu modo de ser e de a-

gir. Isso é dele, é uma coisa inata que não se corrige facilmente. De fato: logo que retornou, houve um episódio que em foi necessária a minha intervenção para apaziguar os ânimos. Pois é. A pessoa humana é de difícil análise; cada ser é uma incógnita. O assunto vem sendo estudado há mais de dois mil anos, principalmente por filósofos. A teoria do temperamento foi criada pelo chamado Pai da Medicina, Hipócrates, no século V a.C., que admitia, resumindo, quatro humores fundamentais: sanguíneo, fleumático, bilioso e melancólico. Também Platão, Aristóteles, Plutarco e outros pensadores no seu tempo estudaram o tema, mas não cabe aqui alongar-me a respeito. Houve um morador de minha antiga rua, taciturno, de semblante sempre carregado, que não cumprimentava ninguém, um misantropo. Não sei se algum problema em sua vida lhe teria afetado o humor. Devia ter uns 70 anos; foi encontrado morto, só. Expus a minha experiência com as muitas centenas de pessoas com as quais lidei ou que simplesmente conheci, numa tentativa de ter contribuído com alguma ideia sobre o tema. Conforme já disse antes, cada pessoa é um enigma, certamente devido aos fatores selecionados pelo sábio Hipócrates. Mas, conforme é sabido, outros fatores poderão influenciar no seu temperamento, como, por exemplo, o ambiente familiar em que nasceu e se formou a sua personalidade, as influências externas de amizades, benéficas ou perniciosas, e outros possíveis fatores.

Arrelio-me com a falta de tempo dos homens que ligam sobremaneira para o tempo. "Cidadãos" que desonram o badalar dos sinos das horas, ao pensarem em consumir o tempo na gastança tropeira da lida, na concretude sensaborona do império dos compromissos. Compromissos esses que entopem as grotas da vida, evitando o remanso macio dos minutos adelgaçados pelo fastio da tarde. Saborosas tardezinhas que desfilam frente aos nossos olhos, sem se preocuparem com a proximidade da noite, pois sabem que, do calor e do frio das duas, surgirá o mancebio poético, esticando-se até o coito da insaciável madrugada. Arrelio-me com a loucura contida de alguns velhos racionais, homens que nunca aprenderam a se entregar, e se perder, à louçania sublime da juventude. Seres que, presos ao varal da razoabilidade, vararam os olhos azuis da beleza insensata. Beleza que nunca está na parte rasa do rio, muito menos na copa baixa das árvores, nem sequer no colo disponível das moças sisudas, caseiras e casamenteiras. Arrelio-me com a "paz" crepuscular e sorumbática dos avarentos, espectros sarnentos que lambem os dedos rotos, imersos nos bolsos fundos, cheios de cotos de cédulas gastas - de tanto serem contadas e recontadas -, quando, lá fora, a alvorada espalha um banho de ouro puro na face dos ricos de espírito, ao tempo em que tripudia daqueles que baixam a cara, e se encantam com o oco tilintar do cinza e vil metal. Arrelio-me com os "companheiros do mundo das letras" que desaprenderam a flagrar a poesia em cada canto da casa, em qualquer latido de cachorro em festa, nas gotas de suor dos crédulos (peregrinos em busca de si mesmos, sonhando com o impossível descanso do espírito), em todo trovejar da festiva invernada. Arrelio-me, e como!, com aqueles que zombam: da poética telúrica dos sapos, da musicalidade obreira dos pardais, do colorido do crisântemo inesperado, da ribanceira atacada pela fúria da enchente de um rio até ontem entregue ao branco leito das ossadas. Arrelio-me com os que, em público, se confessam incrédulos, quando, no íntimo e na medula dos seus miolos, oram para que a fé acompanhe os seus passos errantes, ao tempo em que, em juras de desgraçados, mordiscam o missal da esperança. Pelos séculos e séculos, amém. Por fim, arrelio-me, especialmente, com os que não se arreliam com nada. Entregues tão somente à doutrina de coisa alguma, a cavar a cova do vácuo no ermo descampado da lide. Sem ritmo, sem prazer, e perdidamente sem nenhuma graça. Arre! Pobre homem. Bom domingo.

Reminiscências

Ainda sobre o coronel Camilo Wilson Bezerra de Moura - Professor emérito da Uern Muito interessante o desfecho entre o intendente coronel Camilo Figueiredo e o grêmio musical.Na hora em que o governo precisou dos músicos para os festejos das eleições eles se dividiram. Uma parte foi para atender ao chamado da oposição e a outra ao intendente. Foi preciso comprar instrumentos musicais para comemorar a festa, no caso oposição demonstrou ser forte e resistente ao ponto de ganhar eleição.

Durante a gestão do coronel Camilo Figueiredo, o cearense de Aracati, que se fez no comércio e na política mossoroense, foram membros do corpo de intendente, segundo relata o jornalista Lauro da Escóssia, os senhores Francisco Xavier Filho, vice-presidente Jerônimo Rosado, Delfino Freire da Silva,Manoel Freire Filho, Francisco José das Chagas e Manoel Benício de Melo. Vale salientar que o governo do intendente Ca-

milo Figueiredo foi curto. Em poucos meses de mandato,por afazeres no comércio, preferiu renunciar ao cargo em 1º de maio de 1920 e foi eleito para substitui-lo o cidadão Manuel Benício de Melo. No mesmo tempo renunciou o membro Jerônimo Rosado, que foi designado para o cargo de coletor federal. Nesse período administrativo de Manuel Benício de Melo foi inaugurada a Escola Normal de Mossoró,is-

to em 2 de março de 1922, tendo como diretor o professor Elizeu Viana.Nesse tempo, segundo revela a história, foi inaugurado o Monumento da Independência, em 7 de setembro de 1922, na praça do mesmo nome que existe até hoje.Por sinal, este obelisco foi construído pelo arquiteto Francisco Paulino da Silva e o fez com uma gaveta que pudesse abrigar, jornais e revistas da cidade, segundo informações os jornais O Mosso-

roense, O Nordeste, O Trabalho, Revista ABC e demais publicações existente na região. Um fato que merece registro é que nesse ano de 1922 ocorrera momentos importantes, porém, entre outros desagradáveis,como a morte de pessoas ilustres da cidade. O coronel Bento Praxedes, em 29 de abril de 1922, o médico Francisco Pinheiro de Almeida Castro, 22 de junho de 1922. De qualquer forma, entre ale-

grias e tristezas, valeram esses acontecimentos como referência histórica que ficará gravado por toda época.

Na hora em que o governo precisou dos músicos para os festejos das eleições eles se dividiram~


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Expressão Jazz no Teatro Dix-huit Rosado Conservatório de Música e o sistema Fiern trazem aos palcos mossoroenses a Sesi RN Big Band

Mário Gerson mario.gerson@folha.com.br

LUCIANO LELLYS

O

Teatro Municipal Dix-huit Rosado recebe na próxima sexta-feira,dia 27, às 20h, o autêntico som do jazz. O Conservatório de Música D'alva Stella Nogueira Freire, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), e sistema Fiern trazem aos palcos mossoroenses a Sesi RN Big Band. A apresentação contará com a presença da cantora Taryn Szpielman, que interpretará temas conhecidos de jazz e blues arranjados especialmente para este encontro. O músico Hallyson Dantas, diretor do Conservatório de Música, ressalta que esta apresentação é uma oportunidade imperdível para os músicos profissionais, alunos e todos aqueles que apreciam uma boa música. "Não teremos oficinas com os músicos da Big Band, mas o recital será uma aula. Convidamos toda a comunidade a prestigiar essa apresentação", afirmou o professor. A entrada é franca e não é necessário retirar o ingresso antecipado. O Teatro

Dia Nacional da Poesia, comemorado em 14 de março, foi muito especial. Em Natal, por exemplo, onde as coisas aconteceram bastante a contento, a Lermais Editora promoveu, na Livraria Saraiva, um recital de poesia de primeira, contando com a presença de vários importantes poetas do Estado. Além disso, houve a distribuição do jornal da Lermais, somente com poemas e curiosidades sobre a data maior da poesia nacional. Da lavra do nosso amigo João Maria, o jornal da Lermais é um exemplo de que é possível fazer literatura e distribuí-la para além das fronteiras, mantendo-se, também, ligada ao mercado local. A Lermais chega para suprir uma necessidade de muito tempo em nosso Estado:uma editora com olhar no leitor do futuro.Parabéns a todos pelo belo evento, que foi culminado, bem ao lado, com um show de ninguém menos que Toquinho,cantando Vinicius e muitos sucessos. Uma noite para relembrar.

O

Sesi Big Band é uma orquestra de Jazz

Dix-huit Rosado comporta um público de 750 pessoas. A Sesi Big Band é uma orquestra de jazz formada pelos instrutores/professores do projeto Sesi Arte do RN.O projeto tem como foco o ensino da música através dos instrumentos e está em atividade nas unidades operacionais do Sesi em: Natal, Mossoró, Macau e Assu. O grupo de jazz profissional conta com a direção do maestro Eugênio Graça, composta por cinco sa-

xofones, cinco trombones, quatro trompetes, tuba, contrabaixo, piano, guitarra,percussão,bateria e voz. O repertório da Big Band vai do swing até ao latin jazz, passando pelo bebop, funk jazz e free jazz.

Sua marca é a versatilidade e teatralidade, que podem ser observadas nas interpretações que vão do jazz, blues, soul, até o rock'n roll e MPB. Seu talento vem recebendo elogios de jornalistas e críticos conceituados.

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL A intérprete Taryn Szpilman nasceu em berço musical. É a quinta geração de músicos da família Szpilman, da qual também pertence o pianista Wladyslaw Szpilman.

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

Taryn Szpielman fará uma participação especial

SERVIÇO Apresentação da Orquestra Sesi Big Band

Hallyson Dantas, do Conservatório de Música, convida o público mossoroense

Data: 28/03/14 Local: Teatro Municipal Dix-huit Rosado Horário: 20h Entrada: Gratuita

Rodapé O SEGREDO - E outras histórias de descoberta Escritos por Lygia Fagundes Telles em fases distintas de sua carreira, os cinco contos reunidos nesta coletânea têm em comum o ponto de vista de uma criança ou de um adolescente. Seja o narrador menina ou menino, seja o tema a descoberta do amor ou a frustração perante um segredo de família, as crianças que figuram no livro não têm nome próprio, tampouco se caracterizam por uma faixa etária específica. O que as une é a experiência transformadora do amadurecimento, das situações aparentemente banais que se desdobram e se aprofundam e as fazem experimentar a perda de ilusões. Em "Herbarium", o conto que abre a coletânea, a menina do interior apaixona-se pelo primo mais velho, que chega da cidade grande e lá se hospeda para recuperar-se de uma doença misteriosa. Diante de um sentimento tão profundo e até então desconhecido, sua vida se transforma. "O segredo", conto que dá nome ao livro, relata em primeira pessoa o encontro de uma menina, filha do delegado, com "as mulheres da Rua da Viúva, aquelas donas que a gente via de longe com a mesma curiosidade assustada com que víamos os leprosos". O conto que encerra a coletânea, "A rosa verde", trata o tema da morte com naturalidade e delicadeza, e tomamos contato, aos poucos, com a imensa tristeza que invade a protagonista. Selo: Cia. das Letras Autor: Lygia Fagundes Telles Páginas: 64

SEM NOTÍCIAS Gostaria de saber notícias acerca da situação da Coleção Mossoroense.De férias da editoria do caderno,não sei como andam as coisas pela editora de Vingt-un. Alô, Dix-sept! O MAR Escrito pelo irlandês John Banville, O mar, vencedor do Man Booker Prize em 2005, costura memória e ficção de modo indissociável, investigando as sensações em suas reveladoras minúcias, e em um inventário infinito que quase prescinde - como modernamente se prescinde - do fio narrativo ele mesmo. Desenvolvido de modo relutante em primeira pessoa (Banville tentara, antes, a terceira pessoa), a do crítico de arte Max Morden, que oscila de modo irregular entre passado e presente, infância, idade adulta e velhice, entrelaçados às visitas a The Cedars, casa de veraneio alugada por seus pais em Ballyless, local imaginário na Irlanda,nas duas partes em que vem dividido o romance. O LIVRO Embora haja idas e vindas temporais, o livro é a memória do homem já idoso, após perder a esposa Anna: o tempo se distende para englobar a infância repleta de um fulgor selvagem, o peso emocional e existencial desconcertante do período da doença da mulher, para encontrar Morden revisitando The Cedars com a filha Claire, e para registrar o período final com Mme. Vavasour e seu inquilino, um coronel aposentado, em momentos que proporcionam não apenas ajustes emocionais entre os personagens, mas memórias proustianamente disparadas pelos sentidos. Referências à arte perpassam o livro, ilustrando a percepção do personagem principal,

mas há, sobretudo, a obra de Pierre Bonnard, a favorita de Morden, aludida em toda parte, criando um paralelo entre arte e vida mais complexo do que o velho clichê. DESPERTAR Assim, Morden rememora longamente o despertar erótico na infância, ligado à família Grace,que também frequentava The Cedars: o pai Carlo, um tipo caracterizado quase como um sátiro ("marido caprino", Banville descreve a certa altura), a mãe Connie, voluptuosa e de uma vulgaridade sensual, os filhos maliciosos e naturais, Chloe, Myles (gêmeos, e o garoto, mudo), e Rose (como uma babá das crianças), pessoas de classe média alta a quem o mais pobre Morden chega a se ligar por laços de amizade e amor, e a quem acompanha nos passeios de família no litoral. Banville constrói e desenvolve suas cenas com apuro visual em descrições e comparações, claramente empenhado em tornar visíveis para o leitor suas notáveis paisagens imaginárias, dotadas de um realismo sensorial que se pode dizer poético, pela concisão e pela imaginação de seus métodos.Curioso para ler este trabalho. POESIA E POETAS Sempre que algum novo poeta se aproxima para falar sobre a poesia, a primeira pergunta que eu faço é; você está, pelo menos, vivendo? Pois é. Muita gente acha que poesia é um aglomerado de palavras numa folha de papel. Não é, meu velho. Poesia é muito mais que isso. Quando você entender, por exemplo, alguns dilemas humanos, poderá sentar e escrever um belo poema. Enquanto isso, você vai exigir demais de sua cabeça algo que sua alma e seu corpo não padeceram.


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Nos Jardins

JOSUÉ MOREIRA O professor Josué Moreira (PSDC) será novamente candidato a prefeito de Mossoró nas eleições suplementares previstas para 4 de maio. Ele conta sobre as lições que aprendeu com a primeira campanha, a receptividade ao seu nome e fala dos projetos futuros. Josué afirmou que tem conversado com lideranças de outras agremiações como do PC do B, com expectativa que pode resultar numa aliança. Confira: GAZETA DO OESTE - O senhor é pré-candidato a prefeito,foi candidato a prefeito nas eleições passadas, depois de todas essas questões jurídicas.Ventila-se agora uma eleição suplementar e Josué Moreira é pré-candidato a prefeito novamente? JOSUÉ MOREIRA - Eu sempre disse que quem ia vencer a campanha era o professor Josué. E confirmouse o ponto de vista, porque as duas foram eliminadas. Então, dentro da linha de sucessor, é Josué. A gente fica feliz porque aquilo que as pessoas não acreditavam que ia acontecer, porque consiste lá no processo,de que a luta estava muito intensa de ambas as partes, e então fiquei no meu local de trabalho, de estratégia e acabou a gente não sendo atingido nessa parte jurídica. E então, as duas candidatas principais, como houve uma polarização, e a gente ainda conseguiu captar uma luz da comunidade em termos de uma opção. Mesmo uma candidatura jovem, diferente, num outro ponto de vista, porque ambas as candidatas tinha a majoritária,então assim,mesmo eu sendo cidadão mossoroense eu vi uma luz no fim o túnel do ponto de vista de que poderia até vencer as eleições. Se tivesse tirado um pouquinho mais de votos, quem sabe a realidade hoje poderia ter sido diferente.Então, a gente está à disposição do nosso partido, e eu sempre disse que eu vim pra ficar. Não vim pra fazer encenações, e nem vim para passar um período de chuva.Enquanto eu achar que é interessante, que no meu coração bater a vontade de disputar uma candidatura,então eu estarei à disposição do meu partido pra fazer. E dizer que pra mim a maior felicidade é estar, compor, batendo papo com meus amigos, que entendem mais de política. Eu ainda sou um neófito. Eu estou aprendendo ainda as lições. E eu acredito que aprendo é com vocês mesmo, jornalistas, porque a gente vai lendo as nossas matérias nos jornais e vai aprendendo um pouquinho. E tentando mostrar à população, as suas necessidades e algumas soluções para isso. GO - O senhor disputou as eleições, inegavelmente, com duas superestruturas, no caso. Mas, o que foi que o senhor aprendeu, quais foram as lições, e que pode inclusive partir agora pra essa segunda candidatura? JM - Eu aprendi igual a Raul Sei-

xas, "Tente Outra Vez!". Então, a gente vai observando que nada é impossível. É uma necessidade muito grande de acreditar. Eu acho que sem fé é impossível de você agradar o seu eleitor. E tem que mostrar para ele que a gente tem condição de chegar.E pode conseguir chegar. Mas aí, a gente tem que dar o primeiro passo. Então, a minha estratégia era nascer politicamente. Eu só não estava tão preparado para a entrada de um novato na política, porque já estava polarizada. Mas aí, com as amizades que a gente tem na imprensa, vai mostrando os nossos projetos, e as pessoas foram se identificando com o projeto do PSDC, e a gente ficou muito feliz em ter quase duas mil pessoas que saíram no domingo pela manhã, e depositaram a sua confiança na candidatura de um novato. E para mim é assim,eu ficou muito feliz porque nasci politicamente. Então, agora é questão de ir trabalhando isso, aprendendo um pouco mais e a gente veio pra ficar. Então, se veio para ficar, eu tenho que trabalhar direito.Mas eu tenho uma proposta fixa, no ponto de vista assim, ter uma objetividade. Então, pra mim tem sido um aprendizado, e tem sido uma experiência inovadora. Porque a política é muito dinâmica.Hoje está de um jeito e amanhã está de outra forma. De repente, as duas candidatas estão tentando aí se viabilizar politicamente, elas podem até tentar. Vai lá que as duas tentem, consigam, e depois sejam eliminadas. Eu quero estar lá presente. Vai lá que tudo pode acontecer, inclusive a sorte. Se você não tiver sorte, não consegue as coisas a seu favor. GO - Professor, como o senhor disse, a sua postulação em 2012 foi uma tentativa de surgir politicamente. Digamos que o senhor conseguiu, e hoje o PSDC, o professor Josué Moreira, tem sido procurado, está inserido no processo político, seja suplementar e enfim, dentro dessa questão, quais os partidos com que o senhor e o PSDC já dialogaram com enfoque na eleição suplementar de 4 de maio? . JM - Nós já conversamos, inicialmente eu ficou muito honrado quando sou convidado por um partido grande,porque chamam o nossos partido de nanico. E eu acho que não somos nem nanico aí.Somos uma fogueira, do ponto de vista de ser assim desse tamanho ...

GO - ... nós somos muito cautelosos com esse termo ... JM - ... mas eu acho assim, que a imprensa tem o direito de fazer o que ela bem entender,desde que não ofenda a moral o cidadão. Mas eu gosto de chamar de nanico, de formiga,seja lá o que for,mas o que importa é que você está participando. De você identificar aqueles eleitores com o seu programa. Então, nós fomos chamados pelo PSB para conversar.Conversamos e mostramos que temos um projeto e não dava para gente estar o lado desse projeto contrário ao nosso.Então, a gente de forma educada, de forma cortez, tem atendido toda essa demanda de chamados. Ultimamente nós fizemos parte de um grupo. Tentando criar um grupo de 10 partidos. Era o G10 de Mossoró... GO - ... tipo o que tem em Natal… JM - … isso. Nós conseguimos algum sucesso, mas quando foi, vamos dizer, "o canto da sereia", aí naquele momento os partidos se desviaram dos objetivos. E a gente sabe que é muito difícil, porque cada partido tem a sua estrutura,suas postulações, seus desejos. E então não é fácil. O que a gente quer na verdade é conversar. Então temos conversado também com o PC do B,que é um partido histórico. Eu nasci praticamente dentro do PC do B, e a gente tem uma história muito parecida. E eu gosto muito o PC do B. Mas, mesmo por haver algumas diferenças nos estatutos,mas os nossos projetos são parecidos. E então eu acho que está faltando apenas uma conversa definitiva. Se nós quisermos criar um grupo, para que esse grupo possa trabalhar Mossoró no futuro, a gente precisa realmente deixar as vaidades e ver o que se tem melhor de ir e vencer a disputa em 4 de maio. GO - Professor, a sua pré-candidatura hoje está posta, como estão postas também,algumas outras précandidaturas. Inclusive a pré-candidatura natural do prefeito Francisco José Júnior. A sua pré-candidatura, para uma eventual candidatura, é irredutível? JM - Não. A gente está conversando. É lógico que a gente tem um projeto. E inclusive quando você me perguntou sobre outros partidos,conversei com o nosso prefeito interino, Silveira Júnior ... GO - ... o PV ...

JM - ...exatamente,conversei com um grupo do PV, um grupo do PMDB. Mas a gente tem um projeto e eu acho que não se pode tirar de foco. A proposta para participar de um grupo com chances de ganhar, como é a do atual PSD, é muito boa. É uma proposta muito boa.Mas eu preferi, o nosso partido preferiu ficar aguardando uma condição melhor. Porque na guerra você tem que saber também esperar o melhor momento pra atacar e outro momento para avançar ou recuar.Então,a gente está estudando, posso ter a minha candidatura a prefeito, pode ser de vice, e então a gente não tem nada fechado ainda.Mas o que a gente quer é que apresentar a Mossoró o nosso projeto. Porque esse projeto, a gente vai devagar e sempre apresentando à população de Mossoró. E a gente sabe que não é fácil,mas também não é impossível.Basta a gente crer e confiar naquilo que você está defendendo, que as demais coisas vão aparecendo, surgindo naturalmente. GO - E o cidadão, o professor, o cidadão adotado por Mossoró, Josué Moreira, como é que avalia essa administração do Governo provisório de Francisco José Júnior? JM - Na verdade, eu sou filho natural de Mossoró. Nasci em Mossoró, sou filho de uma mossoroense e meu pai é cearense, de Jaguaruana. E minha família,por parte de meu pai e de minha mãe mora aqui. Às vezes, as pessoas pensam que eu sou do Ceará, porque eu trabalhei 7 anos em várias prefeituras diferentes.Consegui o posto de ser secretário de Saúde em municípios do Ceará e então trabalhei com vários prefeitos, com vários secretários. E então, como é que eu estou avaliando o prefeito interino? Eu particularmente, tiraria o chapéu, se ele apenas fosse o administrador por força da lei. Porque ele está ali cumprindo um mandado da Justiça.Então,se ele fosse apenas o administrador, mesmo sendo interino, sem ser o candidato, porque ele está fazendo duas funções ao mesmo tempo.Pegando uma prefeitura dificultada financeiramente. E então ele está sendo um administrador e ao mesmo tempo pré-candidato. Então até que ponto, Mossoró ganha com essa duplicidade que é do nosso prefeito interino.Então é assim,é um ponto de vista para ser avaliado. E outro ponto pra ser avaliado, é assim, até agora ele tem feito decisões acertadas.E como qualquer prefeito ele também pode errar. En-

tão, eu acredito que o único erro é este,de aproveitar o momento,a oportunidade,de se lançar candidato nesse pleito suplementar ... GO - ... mas num é lógico? Natural? JM - Claro. Esse é que é o direito. É isso que eu estou dizendo. A parte dele que eu achava de nobreza é se não fosse candidato. Porque é uma desvantagem muito grande para quem não está com a mão na máquina, como a gente fala. Na visibilidade. Pois você tem visibilidade na TV, nas rádios,nos jornais.E então assim, para os outros demais candidatos as condições são muito mais inferiores. Mas lógico, essa é a situação que a gente tem. E a gente não vai temer em disputar, por uma pessoa estar com a mão na máquina, nas condições bem mais superiores. Aí, a gente lembra daquelas histórias do passado, os '300'. Porque eu não, e acredito que vocês já tenham avaliado,que com três candidaturas postas aí, e de estruturas grandes, a coisa vai diluir. Então, um quarto candidato, um quarto grupo se lançando aí,pode ter alguma vantagem nesse processo.Então, quanto mais eles avançarem, a gente vai ficar aguardando o nosso momento certo. Então, eu só desejo boa sorte para o prefeito interino, e a gente vai estar lá pra confirmar essa avaliação popular. Porque a avaliação vai ser nas urnas. Se realmente essa interinidade dele,a população aprovou,ou não. Lógico, eu torço pra que a nossa cidade vá, cada vez melhor. GO - E, como é que você observa essa movimentação das duas ex-candidatas, no caso, Cláudia Regina,prefeita afastada, e Larissa Rosado,de tentar novamente serem candidatas, diante desse imbróglio jurídico? JM - Eu acho assim, de uma certa forma tem que ter muita sensibilidade para avaliar esse ponto de vista, porque as duas, até que se prove o contrário,têm direito.Da mesma forma que o prefeito também tem direito. Então, eu vejo que há um entrave. As duas candidatas que causaram todo esse rebuliço na cidade vão causar um mal-estar na população. As duas estavam caçadas,e agora de novo? Então como é que a gente vai explicar isso para população?. Então é mais um motivo ... GO - ... e o senhor concorda que existe um receio desta instabilidade de novo? JM - Claro. Pode perpetuar. E quem vai perder com isso? É a cidade. E eu penso muito na cidade. Se disserem "Josué,saia da disputa!".Se for para o bem da cidade eu sairei. E por quê? Porque eu acho que o candidato deve ter primeiro no coração, o amor a essa terra. Independente de ele nascer em Mossoró, se ele veio do Ceará, de Recife, ou de qualquer lugar desse nosso Brasil... GO - ... ou se foi repatriado ... JM - ... ser repatriado. Eu considero mossoroense de três formas, aquele que nasce aqui, aquele que recebe o título de cidadão mossoroense, e aquele que vota. Porque aquele que não vota no nosso município, também não tem uma participação ativa, das mudanças populares que a gente almeja. Eu gosto muito de frisar isso. Acho que a nossa administração deve ser voltada de forma participativa, ouvindo a população.E não simplesmente de um projeto de um candidato ou de um pré-candidato. GO - Em relação ao cenário es-


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

ns da Gazeta

oé ores-

. te é se ma a ui, m, s as es. ea mer tar ndiasque de uir.

ter a sso

esnas . ci-

uas dia -

cerbiliviseo oreie.

As oé

que -

E Se Se E , de eio uer

... nsias, que que arosea to -

tadual, professor, nós estamos na iminência de uma eleição geral, pra escolher governador, senador, deputados e enfim.Como é que está a posição do PSDC no âmbito estadual? JM - Acredito que nos próximos dias será definido qual o rumo que o PSDC vai seguir. Eu gostaria muito que nós tivéssemos candidatos a presidente, a governador, deputados ... GO - … Eymael deve sair … JM - … é. Eu vou votar nele, caso ele saia. Eu acredito que cada partido deveria ter o seu. Ai ficaria muito mais fácil, a população escutar e ver os projetos. A junção dos partidos é uma forma que muitas vezes deixam os outros de uma forma ... GO - … inseridos numa praxe política?... JM - … então, assim, a nossa précandidatura, do PSDC em nível de Estado, deputado estadual, federal, isso vai existir. Estamos vendo a questão de quem iremos apoiar para Governo do Estado e o Senado. Mas que está posto, até agora onde eu sei, é que nós teremos candidaturas a deputado estadual e federal. GO - De Mossoró, vai sair algum nome? JM - É terminando uma campanha e começando a outra. Isso não pode parar. Nós teremos uns cinco nomes aqui em Mossoró, como candidato a deputado estadual e talvez um a deputado federal, para juntar mais votos aí.Porque a gente sabe que é na junção que a gente consegue a vitória. GO - A professora Eleika Bezerra foi eleita vereadora pelo PSDC de Natal. E tem tido um desempenho bem destacado na Câmara Municipal do Natal. Ela seria um nome do PSDC, por exemplo, para disputar o Governo do Estado ou o Senado? Pra uma disputa majoritária? JM - Era tudo que a gente precisava. De uma coisa nova, que a professora Eleika, aposentada, ela entrou na política,não porque ela precisa, mas para fazer um diferencial acima de tudo. E ela está fazendo a parte dela ... GO - ... não recebe salários ... JM - ... não. Ela dá o salário dela para as instituições de caridade.Imagina se isso acontecesse com todos os demais. E imagine aí se essas fortunas que eles gastam para entrar, elas vão ter que tirar de algum lugar. Desses acordos políticos. Porque eu não acredito, e isso é uma coisa minha,como cidadão,que um vereador que está apoiando um prefeito cegamente ele cega um pouco. Porque ele vai seguir todas as coisas que o prefeito mandar. Ele não vai fiscalizar. E uma das atribuições mais importantes do vereador é fiscalizar as contas públicas. Quando você vê um monte de vereador do lado do prefeito, se for pra dar uma sustentabilidade provisória, isso aí é aceitável até demais. Mas quando eles passam de dois ou três meses,aí tem uma coisa errada. Ou o prefeito é bom demais, ou os vereadores estão cegos. E por quê? ... GO - ... e como seria uma relação do professor Josué Moreira, prefeito, com o parlamento, por exemplo? JM - Eu, particularmente, não ia ter dificuldades. Porque eu queria mesmo é que eles me fiscalizassem. E aprovassem os projetos de beneficio para a cidade de Mossoró. Se eles não aprovassem eu dizia "tá aqui população, quem não está votando

nos projetos que vai beneficiar a nossa cidade". E a gente apresentar os vereadores.Então eu não ia ficar preso a cargos políticos.Porque cada vereador tem tantos cargos políticos na prefeitura, e cria isso aqui e acolá. E como é que a máquina vai funcionar? É a mesma coisa na nossa casa. Se começar a chegar muita gente, vai faltar comida de algum lugar. Eu não quero nenhum vereador do meu lado. Eu quero que seja tudo oposição. E pra quê? Pra que eles fiscalizem.Para que eles possam encontrar os erros, as falhas. Agora, se ele quiser administrar junto comigo,vamos para rua.Vamos olhar o que tem de errado, vamos ajudar na sua comunidade. Então eu acredito que a participação popular, com o apoio dos vereadores, isso é o que nós precisamos. Uma coisa nova, um jeito novo de administrar, uma maneira diferente. Eu acho que todo cidadão de bem quer isso. Agora, um vereador que fica se escondendo e todo tempo elogiando o prefeito, eu anão acredito. Particularmente,como cidadão e como eleitor, eu não acredito naquele que fica todo o tempo defendendo o prefeito. Porque todos nós temos os nossos defeitos. Eu acho que é nobreza de um cidadão, voltar atrás quando erra. Então, nós não vãos ter nenhum problema com o vereador, pelo contrário, eu tenho um bom relacionamento com todos os vereadores do município. É uma festa muito grande quando eu vou lá na Câmara e abraço todos eles. E tenho um bom relacionamento com todos eles. Acho que não vai ter nenhum problema. Tanto é, que Silveira está candidato interino, e teve algum problema com algum vereador? Por quê? Porque está tentando centralizar um projeto pra Mossoró. GO - Essa é uma ideia interessante, a do tratamento aos parlamentares. E em relação ao Orçamento Geral do Município, qual a ideia, a proposta do professor Josué Moreira, em relação principalmente à distribuição das emendas? JM - Gostei muito desse muito desse projeto da emenda impositiva.Porque aí você força o vereador a trabalhar,a apontar aonde está necessitando a sua comunidade. Primeiro, ele foi eleito por uma comunidade que está precisando de um beneficio, e muitas vezes passa despercebido naquele projeto do prefeito.Então,aquele projeto impositivo acaba beneficiando aquela comunidade que há muito tempo está necessitando. É importante vocês observarem que vai ter muitas promessas.Mas como é que se pode prometer, e a gente já vai revelar um pouco da estratégia da nossa pré-candidatura. Como é que se vai prometer um monte de coisas,com dois anos e meio de mandato? Porque dois anos, praticamente já se passaram. Então, o novo prefeito vai assumir no final de maio ...

ela funcione.Porque ela está tão obesa, porque a gente não sabe hoje no município de Mossoró, quantos cargos comissionados, quantos cargos terceirizados.Será que dá pra dar uma enxugada? Pra que eu possa caminhar? Pra gente tentar atrair algumas empresas de porte ... GO - ... o prefeito está fazendo inclusive isso ... JM -... eu acho que isso é muito importante. Porque você vai ver e dizer "rapaz, tem, um monte de gente aqui que dá pra cortar". Não pra criar um caos social. Mas essas pessoas podem ir pra outros lugares. Porque só a prefeitura? Se nós tivermos aí três mil cargos comissionados,é muita gente. A gente tem que tentar tirar um percentual, para que a máquina administrativa funcione, e traga benefício para a população. Porque eu gosto muito de dizer assim,"você tem os ricos e você tem os pobres". A máquina administrativa é para tentar reparar,balancear mais essa discrepância social. Por isso que a violência,eu acho que ainda é muito grande. E os ricos da nossa cidade, precisam prestar atenção nesse detalhe. Porque os pobres estão tão marginalizados que vão assaltar quem? Os filhos dos ricos. Então, se a gente equilibrar, vai acontecer? Não. Porque os filhos dos pobres vão ter coisas semelhantes aos que os filhos dos ricos tem. É a questão da distribuição de renda. Você ter mais opção para o povo pobre. Eu fiz uma avaliação, das praças públicas de Mossoró,deixadas pela administração anterior. Coloquei lá no meu Facebook e saí em todas as praças de Mossoró, fotografando. Um percentual muito pequeno que ficou em boas condições. Que se limita a essas áreas aqui do centro da cidade, e uma praça lá no Rotary. Mas as demais é uma tristeza. Por quê? O patrimônio municipal ficou estragado. Então, por mais boa vontade que o prefeito tenha, pra ir tapar e tentar dar uma organizada nas ruas, e nas praças, você já leva aí dois anos. Se quiser fazer pra ficar bem feito.Então isso já veio mais recentemente, a mobilidade urbana. Eu não sei por que eles temem em criar a zona azul. Porque você democratiza o trânsito. Você consegue estacionar aqui? Quem chegar primeiro estaciona.Então você pode ficar o dia todinho.Mas o outro que precisa estacionar,ele não tem o direito. Porque o direito já foi tomado. Porque ele estacionou primeiro. Então, para muitas pessoas que chegam direito, a gente cede. Então não. Eu acho que você deve participar. Em Campina Grande tem; em Caruaru; em Fortaleza tem umas áreas, a de maior fluxo. Eu moro no centro da cidade e as vezes não posso estacionar nem perto da minha casa. Eles já che-

gam lá e tomam o local. Então, tem muitas saídas, simples, objetivas, mas que queira fazer. Não pode só ficar falando, prometendo as coisas para o povo e sem querer fazer, eu acho que isso é enganar o povo. E eu não vou entrar na política pra isso. As pessoas têm dito muito isso: "Rapaz, Josué, você não vai ganhar a eleição". Não me importa se eu vou ganhar. Mas eu quero deixar a ideia plantada e alguém um dia vai ter que fazer, porque é a necessidade. E a minha necessidade, talvez seja a necessidade de Luiz e de Gilberto, e também dos nossos telespectadores e ouvintes. GO - Professor, o senhor falou em corte e enxugamento da máquina pública. Qual seria dentro da estrutura do município uma secretaria que poderia ser extinta e qual a que deveria ser criada, que não existe? JM - Eu acredito assim, nós temos que avaliar uma coisa de cada vez. Uma secretaria que deveria ser mais bem valorizada, é uma Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer. E de Proteção ao Meio Ambiente. Porque o nosso meio ambiente ninguém fala. O que tem aí desses condomínios sendo construídos e essas áreas sendo desmatadas em volta de Mossoró, é muito grande. Então a gente precisa proteger o nosso meio ambiente, pois temos que proteger e seguir o que a legislação diz, "proteger o nosso meio ambiente para a presente e futura geração". Se nós não protegermos, a gente vai deixar um meio ambiente para os nossos filhos e netos,bem mais prejudicial,principalmente à saúde.Então nós já fizemos uma avaliação do nosso plano de Governo,fizemos um enxugamento e que de certa forma passa por justamente essa retirada de algumas secretarias, que a gente acha que pode ser juntas e outras que tem de ser separadas. Eu acho que foi um acerto muito grande, quando a ex-prefeita colocou a Secretaria de Saúde no status que ela deveria sempre estar. A de secretaria. Porque é uma responsabilidade muito grande. Você não descansa. É 24 horas, porque falta um médico, falta uma coisa, então você tem a secretaria, que você tem prioridade ... GO - ... e a própria burocracia é mais complicada ainda ... JM - ... a Secretaria de Educação e a de Saúde, são duas que você deve levar em consideração, muito grande. A secretaria que a gente vai propor no nosso plano de governo, que é uma proposta do PSDC, é a de Habitação.A gente não pode deixar a Secretaria de Habitação ser colocada como algo secundário ou terciário,porque é uma necessidade da população. A gente vê constantemente o cliFOTOS: ALCIVAN COSTA

GO - ... o chamado mandato tampão ... JM -... exatamente. É interessante pra quem? Você vai pegar contas que já está em andamento. Então, ele precisa ser uma pessoa também muito técnica. É enxugar a máquina. Ver o que é prioritário. E investir naquilo que é prioritário. GO - Você centralizar o que no seu discurso? Qual o ponto central? JM - É porque, como é uma estratégia de combate, então, eu já dei uma pista.Os candidatos vão prometer muita coisa.E dizer que fez obras. Eu acho que o ponto básico é a máquina administrativa.Fazer com que

Entrevista concedida aos jornalistas Gilberto de Sousa e Luís Juetê

ma de insegurança, as pessoas precisando de um lugar pra viver. Eu participei,quando eu era funcionário efetivo do quadro da prefeitura, do projeto de ver o déficit habitacional de Mossoró.Estava em mais de vinte mil imóveis. Quer dizer, como é que eu vou construir 20 mil imóveis em quatro anos? E nós que não teremos quatro anos, mas sim dois anos e meio. Porque quem vai fazer planos, precisa participar dessas nossas angústias, com a população.Que também é uma necessidade dela. Então eu acho que um governo participativo,é tudo que Mossoró precisa. Não somente aquilo que está ali no papel. Mas, escutar a população, ouvir os jornalistas. O jornalista tem uma informação muito mais minuciosa, escuta a população. E eu acho que Mossoró tem tudo pra sair dessa situação que está. Agora precisa ter um gestor que tenha compromisso com a cidade, e não com aqueles que o elegeram,para colocar ele lá no posto. Nós temos um projeto muito interessante, e em breve iremos apresentar, no momento oportuno. Como é que vai ser o projeto do PSDC para dois anos e meio,e o projeto do PSDC pra quatro anos. Então uma coisa é você ter um Governo tampão e outra coisa é você governar com mais tranquilidade. Para fazer um projeto mais bem feito. Mas a habitação no nosso Governo será um ponto muito forte para gente debater.Porque foi ponto forte nos debates. Que eu não posso dormir tranquilo enquanto os meus irmãos mossoroenses,lá no Tranquilim e outro lá na Favela do Fio, dormem debaixo de espaços físicos subnormais, debaixo de papelão. Ontem teve uma goteira dentro do meu quarto e eu fiquei desesperado. E eu fiquei pensando no mesmo momento, que veio à minha mente,"rapaz e aquele pessoal lá no Tranquilim?". Então é assim, se a gente não quer para nós, por que a gente querer o que é dos outros? Dê uma oportunidade para essa garotada. Os jovens estão na criminalidade hoje porque lá atrás faltou alguma coisa. Ou faltou a família, ou a sociedade, para estar dando uma assistência melhor. Tem tanto jovem que gosta de brigar. Então vamos ver aqui um esporte para quem gosta de luta. Mas dentro de um padrão que você não vá atingir a pessoa e ter eu causar um assassinato. Eu digo sempre que, para todos os nossos problemas, existe uma solução. E essa solução caseira. Não é uma coisa trazida,buscado num outro mundo, num outro local ... GO - ... as vezes é tudo simples ... JM - ... tudo simples. Eu vejo um cidadão mossoroense, como vocês jornalistas, com tantas ideias boas. Porque a solução não pode partir daqui? Por que é que estão queimando ônibus já dentro de Mossoró? Tá faltando alguma coisa... GO - ... deixaram chegar a esse ponto ... JM - ...a esse ponto.Quando chega a esse ponto, é como a nossa saúde.A febre,não é um indicativo,um sinal de que alguma coisa errada está acontecendo. E a gente precisa ir pra onde? Pra o médico, alguém que tenha uma noção de saúde. E a nossa sociedade? Quem anda em Mossoró e tem a sensação de segurança? É muito pouco.E cadê os policiais? Eles estão fazendo verdadeiros milagres, com a infraestrutura que eles têm. Porque a responsabilidade é conjunta, Governo Federal, do Estado e do município. Dentro das suas responsabilidades.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Expressão Orquestra Sinfônica do RN contará Opinião com convidados internacionais

Ney Lopes

Temporada 2014 inicia no dia 27 de março, com homenagem aos 110 anos do Teatro Alberto Maranhão ELIAS MEDEIROS

temporada 2014 da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte trará execuções de famosas peças do repertório erudito como: a Ópera La Traviata, As Bachianas Brasileiras e o Lago dos Cisnes. As apresentações contarão com participações de coros, companhias de balé e renomados solistas de diversas partes do mundo, como China, Estados Unidos, Bulgária, Equador e México. O início da temporada acontece no dia 27 de março, às 20h, no Teatro Alberto Maranhão, que comemora o aniversário de 110 anos. Para a data especial o convidado é o mundialmente conhecido pianista norte-americano, James Dick. Entre as obras executadas estarão a Sinfonia Nº 4 de Tchaikovsky e o concerto para piano nº 5 - Imperador de Beethoven. As apresentações acontecem com o patrocínio do Morada da Paz, via Lei de Incentivo Djalma Maranhão. "Somos uma empresa focada na preservação da memória local. O apoio à cultura é uma preocupação do Morada da Paz, afinal o que é um cemitério senão um local de preservação de

ternacional, devido a sua projeção e competência", constata Cláudio Machado. As apresentações previstas na temporada 2014 da Orquestra Sinfônica do RN têm como objetivo aproximar a população da música erudita e para isso trazem um repertório vasto e envolvente.

A

A música erudita da Orquestra Sinfônica do RN

histórias de vida. O patrocínio a OSRN visa perpetuá-la como um dos maiores bens culturais do Rio Grande do Norte, resguardando sua memória e contribuindo, assim, para o crescimento dela e a valorização dos talentos locais", afirma Eduardo Vila, diretor do Grupo Vila. O gestor do projeto e diretor da Cooperativa da Música Potiguar (COMPOR), Cláudio Machado, destaca a importância do patrocínio cultural: "A Orquestra passa por um momento muito importante ao conquistar a atenção da iniciativa privada para a importância da música para a sociedade.Há cerca de

dois anos,nossa orquestra estava para ser extinta por falta de recursos. Sabemos que manter uma orquestra não é algo barato, envolve muitos profissionais extremamente qualificados. Mas felizmente, após a chegada do maestro Linus Lerner, vimos essa situação mudar. Desde a sua chegada a OSRN vem realizando brilhantes apresentações, o que vem elevando o nível musical da orquestra e a colocando em uma posição de respeito no cenário musical brasileiro. O que vem atraindo um maior interesse da mídia e,consequentemente, da população. A presença dele tem contribuído para inserir a OSRN no cenário in-

O MAESTRO Linus Lerner, maestro da OSRN desde 2012, é internacionalmente conhecido e já regeu vários grupos nos Estados Unidos,Brasil, Bulgária,China,República Checa, México, Espanha e Turquia.Para ele,a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte está iniciando uma nova fase. "Esse patrocínio vai proporcionar a realização de uma temporada que nos colocará no calendário musical do país.Além de demonstrar que a nossa orquestra continua sendo mais que necessária no ambiente musical do Estado, como provedora de música de alta qualidade e como entidade educadora de jovens e crianças, trazendo mais que uma experiência musical, mas também um crescimento cultural de nossa comunidade", finaliza Linus Lerner.

Novos Poetas NÃO HÁ SOLIDÃO DEPOIS DA QUEDA

OLHOS DE VITRINE

Que os dias sejam lentos e belos Como o navegar de uma embarcação No ontem que agora já não é, Na senda e na bifurcação.

Escravos voluntários do consumismo Com a ideologia do ter Parados em frente à vitrine Desejando e consumindo o seu ser.

Que os dias tragam, ó olhos claros, Manhãs como estas e outras mais, Em que de noite és labareda, e, ao amanhecer, sorriso vivaz.

Educados para comprar E satisfazer aos olhos Personalidade sem instrução Sem se preocupar com si próprio.

Não há solidão depois da queda, Nem displicente olhar depois do ser, Só há solidão no que não resta, Só há solidão no desprazer.

Satisfação com o que tem Com o necessário para viver Ou buscar os preços Querendo ser para ter.

Que os dias tragam mais horas E nelas, encravado como pedras, O teu olhar claro que me devora Na noite de tuas eras.

Jéssica Lima Poetisa

Mário Gerson Poeta

NADA NO MAR Resta de tudo o nada, nada quem nada perdido no mar sem rumo acha. As coisas ainda não encontraram rumo, estão perdidas, comprimidas no coração. Lembranças furtadas são carregadas em balões sem gás sem vida, sem oxigênio. Explodem! O mar está cheio de lágrimas. vejam os pássaros, não há terra. Versos que mal falam, os ventos carregam suas vozes roucas. Resta o nada lembranças, afogadas. Kennedy Fernandes Poeta

nl@neylopes.com.br blogdoneylopes.com.br

O mistério do avião e Deus Desculpe o leitor, caso o mistério abordado no artigo já tenha sido desvendado. Mesmo assim, será válido refletir sobre a vulnerabilidade do ser humano, evidenciada no recente desaparecimento do avião malasiano. Quase trinta nações ofereceram apoio tecnológico para localizar a aeronave. Utilizaram-se os métodos tecnológicos mais avançados e as dúvidas persistiram. Teria sido acidente fatal? Sequestro? Ação de maníacos? Falha técnica? Falha humana? Os dias se passaram e um Boeing 777, com centenas de toneladas e quase 300 passageiros, não se encontrava nem vestígios ou indícios. Seria normal admitir que com os avanços tecnológicos modernos, facilmente tudo fosse desvendado. A realidade mostrou o contrário. Bom tema para reflexão! Nos últimos tempos, o homem realmente avançou em inventos e descobertas. Os cientistas Richard Dawiskins e Stephen Hawking chegaram a disparar recentemente: "Deus é uma invenção da humanidade". Tais cientistas e seus seguidores entenderam que a ciência explicaria tudo, sem recurso sobrenatural e apoiaram as suas convicções em inventos como o de Ray Kurzweil, criador de um software capaz de imitar a atividade dos neurônios do neocórtex, região do cérebro onde ocorre o pensamento. Ele chamou de inteligência artificial que possibilitaria a "aprendizagem automática". No campo da economia, a tecnologia cria robôs industriais que substituem a mão de obra humana. Tais robôs recebem instruções para pegar objetos, percebem obstáculos e aproximação de pessoas, têm braços flexíveis e exibem a sua própria fisionomia, através de uma tela LCD. Na medicina chega-se a pensar em implante eletrônico para recuperar a memória humana. Seriam instalados chips no cérebro para possibilitar a restauração da capaci-

dade da criação da memória. A tecnologia poderá revolucionar a vida de pessoas com Alzheimer, por exemplo. O médico sulafricano Christiaan Barnard fez em 1976, o primeiro transplante de coração. Todos recordam a ovelha Dolly, o primeiro mamífero clonado em laboratório, através da engenharia genética. Os cientistas Ian Wilmut e Keith Campbell foram os inventores do processo. O satélite artificial Sputnik - entrou em órbita pioneiramente em 1957. Era lançada à época ao espaço, a cadela Laika. O primeiro homem a sair da atmosfera foi Yuri Gagarin, em 1961. Mesmo com tantos avanços e invenções nota-se que a ciência continua ilimitada para as pesquisas, porém o homem tem limites. Mesma forma que o avião malaio desafiou os sofisticados instrumentos de buscas, até hoje a humanidade não sabe, por exemplo, o significado do imenso objeto eletromagnético, que apareceu nos céus da Noruega, em novembro de 2009. O site WikiLeaks, que divulgou milhares de documentos sigilosos de vários países, mostrou que os esforços combinados da Rússia, os Estados Unidos e a China não foram suficientes, até hoje, para descobrir o que aconteceu nos céus noruegueses. Pensou-se terem sido testes de mísseis soviéticos, o que foi desmentido. Persiste o mistério! Em meio às dúvidas e teorias contemporâneas, o físico teórico MichioKaku, um dos cientistas mais importantes da atualidade, defende a teoria da existência de uma força de atração "que rege tudo". Ele explica que estamos em um plano regido por regras criadas, e não moldadas pelo acaso universal. Essa força se chama Deus. O episódio do avião malasiano e o insucesso das buscas, mesmo com o uso de tecnologias ultra avançadas, conduz a essas reflexões, acerca dos limites da tecnologia. A verdadeira conclusão é que o "ser supremo será sempre Deus e não o homem".


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Expressão

Vidas

FOTOS: REPRODUÇÃO

Iuska Freire iuskafreire@gmail.com twitter: @Iuska

ao Vento ayao Miyazaki, o mestre responsável por filmes como A Viagem de Chihiro e O Castelo Animado, faz em Kaze Tachinu (batizado no Brasil como Vidas ao Vento) a animação mais adulta e romântica de sua carreira. Trata-se da cinebiografia de Jiro Horikoshi, o designer que criou o famoso avião de combate japonês Mitsubishi A6M Zero, um dos mais mortíferos usados na Segunda Guerra Mundial. Desde os dias da infância do engenheiro, ao papel fundamental no esforço de guerra, o longa acompanha Horikoshi nos tempos difíceis que antecederam o conflito, passando pelo grande terremoto que devastou Tóquio em 1923.

H

Vidas ao Vento é diferente dos filmes anteriores de Miyazaki, já que não emprega elementos fantásticos na história (as únicas sequências com elementos irreais são as em que Jiro sonha). Claro que seus longas passados também exploram a natureza sombria da humanidade, mas neste, a exploração é literal, já que narra a vida de um fabricante de armas. Criticada por humanizar um personagem que criou tanta destruição (o filme deve ser mal recebido nos EUA,já que Pearl Harbor foi devastado pelos Zeros), a animação tem uma mensagem clara, de pacifismo, um tema recorrente na obra do veterano realizador japonês. Fala-se de frequentemente nele de que voar é um "sonho amaldiçoado" e Jiro é atormentado pela corrupção em armas de guerra de seus desejos de criar algo belo.

Destaque

rago experiências diferentes dos filmes e séries que assisti esses dias. O fim de semana passado teve a ótima animação "As aventuras de Peabody e Sherman", uma comédia que faz um passeio pela história e une diversão e conhecimento de uma forma bem bacana. Na companhia da minha sobrinha Manu, revi "Frozen","A origem dos guardiões" e "Os Goonies".Sem a companhia da criança, esse início tão leve foi interrompido com a primeira parte de "Nymphomaniac", de Lars Von Trier. Até agora não tenho certeza se gostei ou não, poucas vezes fiquei assim, talvez seja a sensação de que o filme não acaba quando termina. Terei que assistir a segunda parte para ter uma conclusão. Das séries que estou acompanhando "House of Cards" (ainda na primeira temporada) e "Greys Anatomy" (décima temporada) os episódios mantiveram o ritmo. O que me marcou mesmo foi o 14º episódio de "The Walking Dead", me senti em uma das casas de Westeros diante do inesperado que somente "Game of Thrones" me proporciona. Fiquei chocada com o desenrolar desse episódio que inicia de forma lúdica e ao mesmo tempo assustadora. Um dos mais bem feitos de toda a série.

T

Animação do mestre Hayao Miyazaki celebra a inventidade e lamenta o uso que se faz dela ÉRICO BORGO Crítico de Cinema Do omelete.com.br

Cinema

As partes da cinebiografia que retratam o inventor em sua vida privada,porém, são completamente fabricadas. Elas adaptam parcialmente o romance The Wind Has Risen (1937), de Hori Tatsuo, que se passa em um

sanatório para tuberculosos em Nagano, Japão. O resultado, a mistura de ficção e fatos, é arrebatador e extremamente romântico. Como é comum na obra

de Miyazaki, a arte do filme é deslumbrante.Dos fundos pintados às retratações dos aviões e ao carinho especial como são mostrados os projetos e cálculos, tudo é belíssimo. A sonoplastia é igualmente brilhante,com

os sons das aeronaves lembrando lamentos de criaturas - um pequeno eco das fantasias épicas do currículo do diretor - e complementa a bela trilha sonora baseada em acordeons de Joe Hisaishi, que volta a trabalhar com o diretor depois de colaborações em filmes como Princesa Mononoke e A Viagem de Chihiro. Ao final, Vidas ao Vento é uma celebração da criatividade e engenhosidade humanas, uma que lamenta nossa capacidade para a destruição da maneira mais poética possível. Se realmente este for o último filme de Miyazaki, que anunciou sua aposentadoria recentemente, ao menos ele deixa o cinema com uma de suas obras-primas.

Erico Borgo Crítico de cinema Do Omelete.com.br

REFÉM DA PAIXÃO Refém da Paixão (Labor Day, 2013), de Jason Reitman, desafia expectativas desde o princípio. O filme emprega tensão consistente e os pré-conceitos criados no público em décadas de filmes com a mesma estrutura e reviravoltas para criar algo novo. A trama apresenta uma família dividida por um divórcio. Mãe e filho vivem sozinhos. O garoto vê o pai e sua nova família aos domingos e se sente responsável por cuidar da mãe. É 1987 e a cultura pop é costurada no cenário, já que o menino, nos primeiros anos da adolescência, gosta de quadrinhos e ficção científica. O Império Contra-Ataca e Contatos Imediatos do Terceiro Grau, filmes que em sua essência são sobre escolhas e famílias desfeitas, podem ser vistos ao fundo. A vida da mãe e do filho, vividos por Kate Winslet e Gattlin Griffith, é abalada, porém, quando em uma manhã de verão são abordados dentro de um supermercado por um fugitivo da prisão, interpretado por Josh Brolin, e são forçados a levá-lo para casa. Reféns da situação, os dois não têm outra opção a não ser cooperar. O filme esconde muitas surpresas, porém, aprofundando aos poucos os personagens e explorando com competência suas motivações, que moldam o desenrolar da trama, que de certa forma lembra o clássico de Dickens Grandes Esperanças. A construção do suspense é tão eficaz quanto sua desconstrução - e Reitman faz um excelente trabalho com os atores, que desaparecem em seus papéis. O clímax é excepcionalmente bem construído e intenso, mas as cenas finais parecem criadas para fazer ao espectador uma concessão. É um tanto decepcionante, dada a força das sequências anteriores, mas funciona graças à profundidade do desenvolvimento deles, dentro do escopo dos personagens.

ANCINE A Agência Nacional de Cinema (ANCINE) enviou comunicado esclarecendo sobre a mudança do dia de estreias de filmes no Brasil. Há duas décadas as salas do circuito nacional estreavam filmes nas sextas-feiras, agora esse dia passa a ser a quinta-feira. A iniciativa partiu dos exibidores. Com isso, a Ancine alterou a instrução normativa que regulamenta o procedimento de envio obrigatório de relatórios de comercialização pelas empresas distribuidoras. Os distribuidores devem ficar atentos para a nova rotina. MODELO DIFERENTE Com a mudança, o mercado cinematográfico brasileiro deixa de seguir o modelo norte-americano de lançamentos e passa a seguir o padrão de países como Argentina, Chile, Alemanha e Rússia, que estreiam novos filmes no circuito as quintas-feiras. A expectativa dos exibidores e distribuidores é incrementar as bilheterias em um dia de menor movimento e ao mesmo tempo diminuir as grandes filas que se formam nas sessões de sexta a domingo. MULTICINE Com a mudança do dia de estreias, o preço promocional cobrado pelo Multicine na quinta-feira foi antecipado para a quartafeira.Agora,a quinta-feira, passa a ser R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) para as sessões em 3D e R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia) pa-

ra as exibições em modo tradicional;os mesmos preços são aplicados nas sextas,sábados, domingos, terças e feriados. A "Segunda Maluca" continua R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia) para 3D e R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia). Na "Quarta Light",os valores são:R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia) 3D e R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) nas salas convencionais. ESTREIAS A programação atual do cinema de Mossoró não me atrai, mas na próxima semana minha presença no cinema é garantida para conferir a animação "Rio 2". No final do mês, estreia o esperado "Noé". CHARLIE BROWN No próximo ano será lançado o novo filme de um dos meus personagens prediletos: Charlie Brown. A direção é de Steve Martino ("Horton e o Mundo dos Quem" e "A Era do Gelo 4"). "Peanuts" está previsto para novembro de 2015, no aniversário de 65 anos da primeira tira do personagem criado pelo cartunista Charles Schulz. CINERAMA O colega jornalista Raildon Lucena, que entende muito sobre cinema, vai compartilhar seu olhar aguçado e suas impressões no portal nacional Cinerama. Parabéns, meu caro Raildon. Sucesso. Irei acompanhar seu trabalho. O endereço é:www.portalcinerama.com.

POESIA, DIÁLOGOS E IMAGENS

"Talvez a única diferença entre mim e as outras pessoas é que eu sempre exigi mais do pôr-do-sol. Cores mais espetaculares quando o sol atinge o horizonte. Talvez este seja o meu único pecado". Nymphomaniac, parte 1.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Sociais Now!

CEDIDA

“ ”

Tem coisas que a gente não perde, se livra.

Diego Pinheiro diegobradok@hotmail.com twitter e instagram: @diegolpinheiro www.colunistadiegopinheiro.blogspot.com

PRA SER FELIZ - PARTE 4...

Para ser feliz não é necessário estar gritando aos quatro cantos ou mesmo anunciando por aí como se fosse algo que necessite ser divulgado. Ser feliz é ser simples, é ter tranquilidade nas escolhas, é esperar o momento certo para dizer a melhor palavra, é ter respeito ao próximo, é saber que o futuro sempre nos espera. E só há vitória quando se há renúncias, quando se sabe o que quer e se busca com todas as forças. Não, não acredite, amigo leitor, em felicidades medianas ou que se proclamem apenas com o intuito de ferir alguém. Ser feliz por si mesmo requer habilidade. A vida é uma eterna habilidade. Temos que ser inteligentes até mesmo para ser feliz. Portanto, seja feliz pra você. Deste jeitinho assim... TRAFEGANDO.COM

TRAFEGANDO.COM

Minha linda sobrinha, Nara Lívia, aniversariante de ontem

NÍVER(ES)

ACONTECE Recebo a Revista Acontece. Uma ótima produção que conta o que tem de melhor na cidade. Ainda uma coluna assinada pelo amigo Mário Filho. Vale a leitura. Parabéns a todos.

NO THERMAS O Hotel Thermas tem se transformado no espaço mais prestigiado de Mossoró durante a semana. Relaxar naquelas águas não tem preço. Ainda, música ao vivo, cinema, e de volta o show de humor.

GENTE BOA Tudo de bom para Marisa Silveira, aniversariante de amanhã

Festejada de amanhã e de sempre, Ludmilla Amorim. Parabéns! CÉLIO DUARTE

Meu amigo de todas as horas, Gilvan Cavalcanti. SILVA JÚNIOR

E MAIS... *O Hotel Portal da Serra será destaque hoje, às 13h, no programa Passaporte da TV União. *O PV de Mossoró, que obteve mais de 20 mil votos na eleição passada, aderiu ao governo do prefeito interino Francisco José Jr. Boa! *A Vaquejada Sensacional do Porcino Park Center ocorre nos dias 11,12 e 13 de Abril. *A Expofruit será lançada dia 7 de maio, às 19h, no auditório do Sebrae, em Mossoró. *Parabéns para o acadêmico de Marketing, Jerfferson Diego,que aniversaria amanhã. Ele é responsável pela Mídia e Produção da Personal Marketing. *Papo bom durante a semana passada com Ossivaldo Jr. e João Paulo. Falavam de projetos felizes. Avante!

HOJE Lau Avelino Juciane Pereira Darlan Diógenes Cony Marques Camila Pascally Catarina Rego Macsheila Mendonça Alessandro Pino Ana Araújo Conceição Valentim AMANHÃ Giullia Medeiros Marisa Silveira Sérvulo Eduardo Heleno Gomes Ludmilla Amorim Amanda Gondim Miria Silveira Rossine Alves Keilanny Sousa Bruno Félix Enver Paiva TERÇA-FEIRA Marcelo Bento Rosa Amélia QUARTA-FEIRA Lígia Duarte Kadu Fonseca Fernanda Rocha

THE END Layssa e Daniel preparam o dia do sim, quando abril chegar CEDIDA

Os parabéns de hoje vão para Juciane Pereira. Felicidades!!

DOZE HORAS DE FORRÓ Ocorre no próximo sábado, no Espaço Villa, o Forró Fest, que terá doze horas de festa com atrações como Solteirões do Forró, Cavalo de Pau, Pegada de Luxo e dos cantores Dorgival Dantas, Vicente Nery e Eliane. A venda de ingressos continua.

Keilanny Sousa recebe vivas amanhã. Tudo de bom, garota!

Enquanto tiver forças, lutarei! E quando não existir mais forças lutarei sem elas..." A FRASE DA SEMANA

Quando percebi a solidão/Eu não tive medo/No meu coração/Tinha uma certeza no olhar/Não era segredo/Ia te encontrar/Tanto querer/Amo tanto amar você./Quando te olhei a emoção/Me deu certeza/Nada foi em vão/Um amor assim não é normal/Eterno renovo/Incondicional/Tanto querer/Amo tanto amar você./E nada pode destruir esse sentimento/Veio pra ficar/Eu quero agradecer a Deus por todos os dias/Nasci para te amar...”, Kim. Bye! (DP). Forte abraço...


INSIDE No humorístico ''Tá no Ar", Georgiana Góes quer restabelecer vínculo com a tevê

DONA DA BANCA 11

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

INTEGRANTE DO ''ARENA SBT", LÍVIA ANDRADE QUER IR ALÉM DO "ROSTINHO BONITO"

RITMO LENTO 8

COM ELENCO FORTE, "EM FAMÍLIA" VAI, AOS POUCOS, GANHANDO FORMA E TRAMAS INTERESSANTES


2 TVGazeta do Oeste

Zapping

PARA DEPOIS Apesar de estar em fase inicial de preparações, "Moisés e Os Dez Mandamentos", nova novela da Record, pode ter sua estreia adiada para o próximo ano. Por conta da Copa do Mundo, as eleições e os lançamentos da grade de 2014, a Record cogita a possibilidade de postergar a exibição da trama. Recentemente, Alexandre Avancini foi deslocado de "Pecado Mortal" para dar o pontapé inicial nos trabalhos do folhetim bíblico escrito por Vivian de Oliveira. NOVA IDENTIDADE O programa de Rodrigo Faro passará por uma reformulação completa. A produção passará a se chamar "A Hora do Faro" e ganhará novos quadros e cenários. Haverá banda ao vivo no palco. Entre as novidades estão, "Uma Chance Para o Amor", que esquentará relacionamentos que caíram na mesmice; "Topa Um Acordo?", baseado no formato do "Let's Make a Deal"; e "Isso Eu Faço", no qual celebridades têm de realizar tarefas inesperadas. SÓ NO GOGÓ Juliana Alves é um dos nomes confirmados no novo quadro do "Domingão do Faustão'', "Artista Completão". A produção estreia em abril e faz parte das comemorações pelos 25 anos do programa. A competição segue a mesma linha do "Dança dos Famosos". No entanto, os artistas também irão cantar ao vivo. VENCEDOR A série ''Casamento Blindado", que foi ao ar no final do ano passado como especial, ganhou espaço na programação fixa da Record. Baseada no livro homônimo de Cristiane e Renato Cardoso, a produção foi protagonizada por Renata Dominguez e Guilherme Berenguer.

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014 Editor do suplemento: Maxwell Ferreira - maxwell_ferreira@hotmail.com Fotos: Jorge Rodrigues Jorge, Luiza Dantas e Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias

DO LADO DE LÁ Larissa Bracher se considera uma pessoa de alma inquieta. Nascida em uma família de artistas, a intérprete da competente Raissa de ''Malhação" sempre nutriu uma curiosidade sobre os bastidores da carreira de atriz. Por isso, assumiu uma postura empreendedora e passou a desenvolver o método de "life coach", orientando atores em cenas mais complexas. "Aplico muito da minha filosofia, vivências e tudo que li e aprendi ao longo dos anos. Estou desenvolvendo ainda", explica. Filha do artista plástico Carlos Bracher, a atriz pretende montar uma exposição para comemorar os 60 anos de carreira do pai. "Ele é o artista que mais expôs fora do Brasil. É um projeto muito bacana", valoriza. VELHA INFÂNCIA Danielle Winits irá participar de um episódio de "As Canalhas", do GNT. Na série, ela será a transexual Gilda e reencontrará um amor de adolescência quando voltar à cidade natal. Outros atores conhecidos estão escalados para a produção. Marília Gabriela, Alice Assef, Fernanda Rodrigues, Sérgio Marone e Alessandra Maestrini são alguns dos que devem participar da série. TUDO NOVO O "Jornal Hoje" irá ganhar novo cenário a partir de abril. A ideia da emissora é que Evaristo Costa e Sandra Annemberg passem a apresentar a produção de pé e sem a bancada. Além disso, o quadro "Sala de Emprego", de Veruska Donato, deve ser adicionado à nova estrutura que está sendo montada na central de jornalismo da Globo em São Paulo.Enquanto os estúdios são reformados, o jornal é apresentado em um fundo ''chroma-key'', técnica que permite a aplicação de imagens variadas. PESQUISA DE CAMPO Com previsão de estreia para 2014, Elizabeth Jhin já começou a se dedicar à sua nova novela das seis. A autora, junto com sua equipe de roteiristas, estiveram no Vale dos Vinhedos, na Serra Gaúcha, para aprofundar a pesquisa acerca de temas e histórias que irão compor o folhetim.Assim como suas outras tramas, a novela abordará a questão espírita. Elizabeth é responsável por trabalhos como "Escrito nas Estrelas" e "Amor Eterno Amor". EM CAMPO A Band ainda não desistiu de ter o ex-técnico do Corinthians, Tite, como comentarista dos jogos da Copa do Mundo deste ano. O profissional está receoso em aceitar o convite por causa de sua intenção de assumir a Seleção Brasileira após o Mundial. A emissora não tem um plano B caso Tite recuse.

DESISTÊNCIA Regina Duarte decidiu adiar seu retorno à televisão.Escalada para "Boogie Oogie", novela das seis com previsão de estreia para o segundo semestre, a atriz preferiu deixar o folhetim para se dedicar ao teatro. Atualmente, ela está em cartaz com a peça ''Bem Vindo, Estranho'', em São Paulo. Na trama de Rui Vilhena, Regina faria par romântico com Lima Duarte. DRIBLE TEXTUAL Carlos Lombardi é conhecido pelo texto dinâmico e repleto de ironias. E foram justamente essas características que chamaram a atenção de Daniel Del Sarto ao integrar o elenco de ''Pecado Mortal". Em seu terceiro trabalho com o autor - ele participou de ''Kubanacan" e "Guerra & Paz" -, o ator ainda sofre com a velocidade do texto. "É um roteiro com muitas rasteiras. Parece até que está escrito errado. É sempre bom ler em voz alta para entender o que o autor quer", afirma ele, que se identifica com a forma de trabalho de Lombardi. "É um texto de muitas camadas. Com poucas palavras, ele diz muita coisa", valoriza.


Sobre a mídia

Aline Linhares

alineolinhares@hotmail.com Twitter: @alinelinhares Site: www.alinelinhares.com.br

TEMPOS MODERNOS Em tempos de 'selfie', super smartphones e aplicativos que permitem clicar cada momento do dia, parece difícil resistir à tentação de compartilhar com o mundo as fofices de nossos filhos. Afinal, que mal tem publicar a inocente foto de um bebê tomando banho? O especialista em segurança da informação, Márcio Ferreira, diz que os pais não devem nunca publicar fotos dos filhos sem roupa."É um prato cheio para os pedófilos". Segundo ele, é preciso pensar duas vezes para não se arrepender depois. "Mesmo que você apague a foto, alguém pode ter copiado ou baixado antes. Aquilo que você postou é eterno". Outro cuidado que se deve ter é com as publicações que permitem identificar a escola em que a criança estuda. Esse cuidado é para evitar que estranhos identifiquem a sua rotina, seus hábitos e lugares que você e sua família frequentam. Se alguém postar uma foto do seu filho numa rede social sem sua autorização, Ferreira diz que é de direito pedir que a imagem seja retirada.Ele também deu uma dica para as mães blogueiras. Destacou que é necessário tomar cuidado para não fazer do blog um diário com todas as pistas sobre a rotina. "Você não sabe quem está lendo". E finalizou enfatizando o bom senso. "Ninguém precisa ficar paranoico e deixar de publicar o vídeo da primeira vez que o filho andou por medo de ser localizado por um maluco". Informações: portal UOL.

OUTRO PRÊMIO As inscrições para o 6º Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão estarão abertas aos alunos de graduação regularmente matriculados em cursos de Comunicação Social / Jornalismo entre os dias 10 de março e 11 de abril de 2014. Para colaborar na rememoração histórica que o Brasil democrático vivencia e ajudar a cumprir-se o direito do povo brasileiro à memória e à verdade, esta sexta edição premiará pautas que abordem o legado da ditadura civil-militar instalada no País com o golpe de 1964. Acesse o site http://jovemjornalista.org.br/ para saber tudo sobre a 6ª edição do Prêmio e veja também as pautas vencedoras das edições anteriores.

TVGazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Nunca esqueça de onde você veio, de suas origens, da base que te formou. Boa ou ruim é sua história. Apenas isso.

REGISTROS

# Nossas orações e envios de bons fluidos para Leônidas Terceiro - GAZETA DO OESTE. Quem pode tudo? Só Deus e mais ninguém! # A TCM e a GVT entraram em acordo e a TV Cabo Mossoró venderá os pacotes da GVT para os mossoroenses. # O Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia, da UFRN, informou ao jornalista William Robson - De Fato - que a dissertação produzida por ele foi indicada para concorrer ao Prêmio Compós de Teses e Dissertações, que escolhe os melhores trabalhos em PPGs em Comunicação do Brasil. Ou seja, a felicidade de William é nossa também. Parabéns! # A voz de Wellington Lopes - 105 FM - está em comercial veiculado na Inter TV Cabugi para todo o RN. # O locutor Alex Mota também está com sua voz em alguns comerciais televisivos. Tem feito sucesso na 98 FM de Natal. # O jornalista Gilberto de Souza - GAZETA DO OESTE vai estar na apresentação do programa especial Mossoró Metropolitana. Numa produção da TV Metropolitano de Natal, o programa vai estrear nesse domingo, às 11h, e será exibido todos os no canal 25 da TCM, em Mossoró; e no canal 30 da cabo, em Natal. Sucesso já está garantido. TV Metropolitano, afiliada a Rede Brasil de Televisão. # Bosco Frota - Bosco Comunicação - está investindo forte nas mídias sociais. # O publicitário João Filho agora é diretor de arte da Bosco Comunicação. # A apresentadora Anne Marjorie - Rede TV RN - é sempre destaque de luz pela capital do Estado. # Seria muito bom que o sinal da emissora voltasse a pegar aqui em Mossoró. # Desejamos muitas realizações a equipe da TV Ponta Negra que comemora os 27 anos de existência. A emissora é a primeira comercial do RN. Sucesso e prosperidade, turma massa! # A nova apresentadora do programa Entre No Clima,da TCM, é Bianca Costa. A radialista está junto a Dayvid Almeida no comando do vespertino. # Vale salientar que Bianca começou a carreira no Forrozão na TV - programa semanal, exibido na TV Mossoró, apresentado por Railson Carlos - 93 FM, e só depois foi para TCM como repórter dos telejornais. # Em meio a muitos concorrentes, a empresa Sir Lancelot Armor lançou um protetor de tela para smartphones e tablets com uma tecnologia inusitada: ser a prova de bala. A película batizada de "Holy Grail" é feita com vidro a prova de bala e super resistente a arranhões e pancadas. O acessório está disponível para iPhones e iPads, além de alguns modelos de smartphones Samsung e LG.


4 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Raio-x

Duro na queda Depois de ser escalado para primeiro capítulo de "Pecado Mortal", Renato Livera comemora sobrevida de Monet LUANA BORGES TV PRESS

O

vento mudou na hora certa para Renato Livera. Próximo do fim de seu contrato com a Record, onde até então havia atuado somente em "Máscaras", de 2012, ele lamentou ser escalado apenas para uma participação no primeiro capítulo de "Pecado Mortal". Mas, depois de uma leitura com o elenco, chamou a atenção de

Carlos Lombardi. Com a desistência de Rodrigo Faro por incompatibilidade de agenda, o autor sugeriu que Renato interpretasse o inescrupuloso policial Monet, que seria vivido pelo apresentador da Record. O personagem, inclusive, estava previsto para morrer entre o capítulo 30 e 40. Mas agora deve ficar até o final da trama. "Até brinco que é um papel de sete vidas. Estou gastando elas aos poucos", reforça, bem-humora-

do. Apesar de seu personagem ter sido definido depois,Renato conseguiu aproveitar a preparação oferecida pela Record. Frequentou aulas de tiro ao lado de parte do elenco e observou como o manuseio de uma arma era diferente na década de 1970 em relação aos dias de hoje. "Atualmente, o policial protege o próprio corpo.Antes,era tudo muito aberto. Então, a gente atira com peito aberto, não coloca as d-

uas mãos na arma, não mira...", diferencia. Além disso, o ator assistiu a filmes de temática semelhante à da novela protagonizados por Al Pacino, Robert De Niro e Michael Douglas. Tudo para se ambientar com essa atmosfera de corrupção e ação e se inspirar nas atuações de quem admira. "Filmes são a melhor pesquisa para mim", decreta.

Renato de Oliveira Nome: Renato de Oliveira Borges. Nascimento: Em 16 de outubro de 1980, em Goiânia, Goiás. Atuação inesquecível: Em "Pecado Mortal". Interpretação memorável: "Javier Bardem no filme 'Segunda-Feira ao Sol'''. Um momento marcante na carreira: "Quando eu vim para o Rio de Janeiro em 1999 e fiquei em cartaz no Teatro João Caetano". O primeiro trabalho na tevê: "O mais consistente mesmo foi em 'Máscaras'". A que assiste na tevê: "Gosto de ver séries, como 'Breaking Bad' e 'House of Cards'". A que nunca assistiria: Programas de auditório. O que falta na televisão: "Programas de qualidade na tevê aberta". O que sobra na televisão: "Ator". Com quem gostaria de contracenar: Ricardo Blat. Se não fosse ator, o que seria: Psicólogo. Humorista: Fábio Porchat. Vilão marcante: Carminha, interpretada por Adriana Esteves em "Avenida Brasil", e Flora, vivida por Patrícia Pillar em "A Favorita". Papel que mais teve retorno do público: "Michel, um escritor, na peça 'Savana Glacial', e o Monet de 'Pecado Mortal'". Melhor programa de humor: "Porta dos Fundos". Novela preferida: "Que Rei Sou Eu?", de 1989. Que papel gostaria de representar: Hamlet. Par romântico inesquecível: Babalu e Raí, de Letícia Spiller e Marcello Novaes em "Quatro por Quatro". Com quem gostaria de fazer par romântico: "Andréia Horta. Ela tem um ritmo na interpretação que eu adoro". Filme: "A Garota na Ponte". Autor predileto: José Saramago. Livro de cabeceira: "Cem Anos de Solidão", de Gabriel García Márquez. Ator: Javier Bardem e Wagner Moura. Atriz: Meryl Streep. Mania: "De batucar". Vexame: "Uma vez, estava em cena e meu figurino caiu. Fiquei totalmente nu". Um medo: "Da solidão". Projeto: "Conseguir o máximo possível levar meu trabalho em diferentes linguagens: cinema, teatro e tevê".


TVGazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Bastidores

Opção plural RECORD APRESENTA A GRADE DE 2014, COM NOVIDADES NA TELEDRAMATURGIA, LINHA DE SHOWS E JORNALISMO

ANNA BITTENCOURT TV PRESS

O

mérito da Record precisa ser reconhecido. Depois de se firmar como uma grande produtora de conteúdos teledramatúrgicos, a emissora investiu pesado para montar sua grade de programação para 2014. Tanto com suas séries e novelas, como na linha de shows e no jornalismo, as apostas são altas para os novos programas - e os antigos, repaginados -, que começam a ir ao ar a partir do próximo mês, embora as datas de estreia não tenham sido definidas. "Queremos ser a emissora mais querida, mais vista. O investimento é buscando o primeiro lugar", afirma Marcelo Silva,vice-presidente artístico da Record.Além da reformulação na programação, a emissora lança uma importante ferramenta para integrar seus conteúdos à internet. "Teremos um aplicativo para celular onde o telespectador vai poder assistir à programação, salvar vídeos e compartilhar nas redes sociais.Estávamos precisando dessa integração", avalia Marcelo. Na linha de shows, a grande novidade é Sabrina Sato. Contratada a peso de ouro,a exintegrante do "Pânico na Band" ganha um programa só seu. Ainda sem data de estreia fixada, o "Programa da Sabrina" terá duas horas e meia de duração e irá ao ar aos sábados."Senti que era a hora de arriscar.Ainda estamos definindo quadros, formatos, cenário... Mas estou feliz de poder participar de todo o processo", comemora Sabrina.Marcos Mion é outro que

só tem motivos para sorrir.Cinco anos à frente do "Legendários", o apresentador já se consolidou como líder de audiência nas noites de sábado."O horário estava meio morto. Apostamos pesado e as concorrentes se mexeram. O SBT já tentou todos os tipos de gênero para competir com a gente.A Globo, que nunca se mexe, mudou horário de programa.Isso é muito estimulante", avalia Mion. Além disso, Rodrigo Faro ganha um novo programa,chamado "A Hora do Faro", que substitui "O Melhor do Brasil" nas tardes de domingo. "O Geraldo Brasil vai vir logo antes de mim com o 'Domingo Show'. É bacana essa coisa de torcer junto.O sucesso do meu programa está bastante ligado à repercussão do dele", palpita Faro. Roberto Justus, Chris Flores, Ana Hickmann,Britto Jr,Ticiane Pinheiro e outros artistas completam a programação de shows, que ainda estreia dois "realities": "O Aprendiz Celebridades" e a sétima temporada de "A Fazenda". A teledramaturgia é um capítulo à parte no direcionamen-

to da Record este ano. A única célula da emissora gravada no Rio de Janeiro - nos estúdios do RecNov, na zona oeste - tem grandes frentes de produção. No ar até maio do ano que vem, "Os Milagres de Jesus" já garantiu uma segunda temporada,que começa a ser rodada no segundo semestre.Seguindo na onda bíblica - carro-chefe na dramaturgia -, "Os Dez Mandamentos" chega para ocupar um segundo horário de novelas. O primeiro será preenchido por "Vitória", que substitui "Pecado Mortal". "Quando cheguei aqui,há sete anos,existiam três horários de novelas.É bom que a Record esteja retomando isso", comemora Juliana Silveira, uma das antagonistas de "Vitória", trama de Cristianne Fridman, que terá cenas no Rio de Janeiro,em Petrópolis e em Curaçao, no Caribe.Além das novelas,o investimento em séries continua alto. Para 2014, serão três estreias, "Conselho Tutelar", "Casamento Blindado" e "Plano Alto". Sem conseguir os direitos para exibir a Copa do Mundo,

a Record buscou soluções caseiras para não ficar de fora do maior evento esportivo do ano. Com o "Record no País da Copa",Mylena Ciribelli e sua equipe vão fazer inserções diárias nos jornais,além de contar com pessoal nas 12 sedes do Mundial."Já que não podemos mostrar o lado de dentro, vamos focar na festa do lado de fora,com os torcedores",explica Mylena. Com os tradicionais "Jornal da Record" e "Domingo Espetacular", a emissora promete explorar a fundo outro grande evento do ano, as eleições presidenciais. A novidade fica a cargo de Domingos Meireles, que apresentará o "Record Investigação", e Luciano Szafir, que comandará "O Preço da Vida"."Vamos contar,sem sensacionalismo,as histórias por trás dos maiores sequestros da história brasileira", promete Szafir.


6 TVGazeta do Oeste

Entrevista

T

rabalhar com Manoel Carlos era um desejo antigo de Gabriel Braga Nunes.Desde que viu sua mãe, a atriz Regina Braga, se entregar à interpretação da amargurada Lídia de "Por Amor", novela escrita pelo autor em 1998, o ator começou a prestar mais atenção no texto dele. Agora, na pele do flautista Laerte de "Em Família", garante experimentar uma sensação bem similar à vivida por Regina na época. "São tramas que abordam os personagens de uma maneira muito íntima. Eu alimentava a vontade de trabalhar um texto escrito com essa sensibilidade.Acho bonita a poesia do cotidiano, dos pequenos gestos", afirma. Chega a ser contraditório,mas Gabriel Braga Nunes não gosta de aparecer.Mesmo depois de 18 anos de carreira na tevê e mais de 20 nos palcos, ele ainda se incomoda com as câmaras fotográficas apontadas para si e filtra bem as declarações que quer - ou não - dar. Primeiro, pela postura mais reservada.Mas também por defender que não é a exposição do elenco de uma novela que vai levantar os resultados na audiência. "Me assusta um pouco ver o lado para onde tudo isso tem caminhado. As pessoas se preocupam em saber da minha vida pessoal muitas vezes sem sequer decorar o personagem que estou interpretando", desabafa, logo depois de ser flagrado por um paparazzo ao gravar cenas de seu personagem em uma praia carioca. P - Laerte foi apresentado na primeira e na segunda fase da novela como um rapaz com certo desequilíbrio em função do ciúme excessivo. É o tipo de personagem que deve transitar entre as linhas de mocinho e vilão no decorrer da trama? R - Ele é o herói romântico da trama. Teve, sim, um período conturbado na adolescência. Mas esse é um período de risco mesmo, não dá para condenar ninguém por excessos da juventude. Na terceira fase, ele já chega como um homem íntegro,maduro, talhado pela vida. A arte em especial a música - lapidou sua sensibilidade. A dubiedade

À flor da

PELE Gabriel Braga Nunes explora ao máximo sua sensibilidade através do músico Laerte de "Em Família"

pode ser um traço do autor, não desse personagem especificamente. P - Este é o seu primeiro trabalho com Manoel Carlos, mas você já demonstrou vontade de trabalhar com ele antes. De onde surgiu essa admiração?

R - Minha mãe teve uma experiência marcante em "Por Amor", na mesma época em que fiz meu primeiro trabalho na Globo, "Anjo Mau". Eu lia alguma coisa de texto dela e, ali, comecei a prestar atenção.Foi uma experiência muito bonita, ela ficou bem envolvida com a persona-

gem e fez o trabalho estando muito realizada. Isso chamou a minha atenção.Manoel Carlos é um autor sensível,que aborda os personagens de uma maneira muito íntima. Eu alimentava a vontade de fazer um personagem dele e um texto escrito com sensibilidade. Acho bonita essa poesia do cotidiano, dos pequenos gestos. E Manoel tem esse dom, que me interessa bastante. E não só na televisão, no teatro também. P - Como foi a experiência de gravar as primeiras cenas em Goiás e em Viena? R - Estive em Viena na década de 1990, mas sinto que dessa vez aproveitei muito mais, já que gravamos nos melhores lugares da cidade. Viena é uma cidade pautada pela música clássica e pela psicanálise, ou seja, um lugar bem apropriado para alguém em fase de recuperação, como o Laerte. Em Goiânia foi uma experiência mais curta,já que fiquei apenas dois dias. Não deu para conhecer melhor a região. P - Você não é um ator que investe tanto em laboratório e já declarou em outras entrevistas preferir descobrir o personagem com o passar dos capítulos. Manteve isso nessa novela? R - Sim. Eu acredito que o personagem aparece na relação que ele tem com os outros. O texto do Manoel Carlos é bastante preciso nas direções e, se você inventa muita coisa, tem boas chances de atrapalhar a história. Mas tive encontros importantes com músicos e maestros,nos quais percebi a dimensão que a música pode ter na vida de alguém.Pode ser fundamental, tão importante a ponto de outros detalhes parecerem mesmo menores.No caso do Laerte, eu enxergo a música como uma salvação. Não fosse pelo estudo da flauta, acho que ele teria sucumbido a problemas maiores na adolescência. P - Laerte é um flautista talentoso na história. Como foi sua ambientação com o instrumento? R - A técnica da flauta é bastante trabalhosa e específica. Então, fiz algumas aulas. As coisas


Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

uimium peruionm densipoenos om, não -

caminharam bem, mas é um instrumento complicado. Não se aprende em dois meses. Eu diria que consegui ficar à vontade, perdi aquela sensação de estar "com a batata quente" na mão.Às vezes, a gente vê uns atores com instrumentos e percebemos que não sabem o que fazer com aquilo. Isso era exatamente o que eu não queria. Hoje sou capaz de segurar a flauta e conversar com você com naturalidade, sem parecer que é uma cobra com risco de me picar.

a de em

P - Na adolescência, você chegou a pensar em seguir carreira musical, até participou de bandas. Como funciona hoje a sua relação com a música? Costuma aliá-la à sua interpretação de alguma forma? R - Gosto muito de música. E sempre penso as cenas mais em termo de musicalidade do que de significado.Diversas vezes,compreendo um texto pela musicalidade que ele tem. Se você fizer um estudo de dramaturgia, vai compreender que os movimentos de uma música são os mesmos de uma história. Ao olhar um maestro regendo uma orquestra, quem conhece aquilo consegue decupar um pouco em dramaturgia. Talvez por ter me interessado em música desde cedo, muitas vezes estudo as cenas pensando na trilha que está por trás. E acho que a sequência pode ser melhor compreendida pelo espectador se ele perceber o desenho musical - mais até do que se quiser compreender cada frase que está sendo dita.

écaessa que es ade ca e m luuém mo o xquei para

que e já stas em los.

perque xto eennces s tiom perpoe ser te a eceo do copee ele mas taoi u-

basEnisas

P - Seu personagem está diretamente relacionado à música clássica. De alguma forma, esse estilo influenciou sua composição? R - Mais até que a poesia, a música clássica pode trazer liberdade e irreverência. Você passa a se relacionar com valores de outra ordem. Acho que é por isso que maestros e solistas mais "inflamados", algumas vezes, têm cara de malucos. Mas não me interesso em nada pelas composições físicas de personagens. Nunca me interessei. P - Com o Lauro César Mu-

niz,na Record,você experimentou uma dramaturgia com linguagem e direcionamento mais masculino.Até em "Amor Eterno Amor", que era uma novela das seis, seu personagem vinha de um universo rústico. Já Manoel Carlos é um autor que escreve novelas sobre mulheres e é mais atento a elas. Como você lida com isso? R - Manoel Carlos é, de fato, um grande admirador das mulheres. Eu também sou! Não há essa competição.Quanto maior for a mulher, melhor será também o homem que está ao seu lado. P - Na última década,poucos foram seus momentos fora do ar. Como está sua relação com a televisão hoje? R - É verdade, fiz umas 20 novelas nesses 18 anos, desde que estreei em "Razão de Viver", no SBT,em 1996.E não estou exausto. Ao contrário, me sinto cada vez mais satisfeito e estimulado. Trabalhar desse jeito não me cansa. P - Desde que você assinou com a Record, há 10 anos, só ganhou papéis de mocinhos ou vilões principais nas novelas. Esse é um fator determinante para não ter vontade de parar um tempo e se dedicar a outros trabalhos? R - Sem dúvida,os papéis centrais são muito almejados pelos atores. Mas não exatamente pelo destaque. Acho que principalmente pela qualidade artística. Até porque essa visibilidade pode se voltar contra você quando não se está devidamente sustentado. Mas já vivi momentos marcantes em núcleos paralelos. E também outros não tão vibrantes como protagonista.

TVGazeta do Oeste 7

PASSAGEM DE BASTÃO Apesar de ser o protagonista masculino de "Em Família", Gabriel Braga Nunes só apareceu no sétimo capítulo da trama. Isso porque o início da novela foi dividido em duas fases diferentes: a primeira, da adolescência de Laerte, quando Eike Duarte interpretou o papel, e o início da vida adulta, que teve Guilherme Leicam na pele do flautista. Para manter um equilíbrio na atuação dos três, os atores tiveram uma preparação especial. "Líamos a mesma cena, ao mesmo tempo, com uma preparadora. Isso foi fundamental para que um não destoasse do outro na hora em que os capítulos foram exibidos", avalia Gabriel. CASOS DE FAMÍLIA Um dos pontos que mais agradaram Gabriel Braga Nunes na hora em que recebeu o convite para atuar na novela "Em Família" foi a proximidade que sabia que teria em cena com Julia Lemmertz. Os dois se conhecem desde que ele era criança, quando a atriz Regina Braga e o diretor Celso Nunes, pais de Gabriel, trabalharam com Lilian Lemmertz, mãe de Júlia, em 1980. "A Lilian foi uma pessoa muito marcante na minha infância", lembra. Depois disso, em 1990, ao fazer seu primeiro espetáculo teatral, o ator teve como companheiro de cena o pai de Julia, Lineu Dias, na época em que ainda era um universitário de Artes Cênicas. "Nossas famílias se cruzam volta e meia. Há pouco tempo, meu pai dirigiu a Julia. Temos amigos em comum, até já fizemos a mesma novela, mas nunca tivemos essa proximidade em uma trama. Essa foi uma parceria que me empolgou", diz.

TRAJETÓRIA TELEVISIVA # "Razão de Viver" (SBT, 1996) - Mário. # "Por Amor e Ódio" (Record, 1997) - Lucas Toledo. # "Anjo Mau" (Globo, 1997) - Olavo Ferraz. # "Terra Nostra" (Globo, 1999) - Augusto Neves Marcondes. # "Uga Uga" (Globo, 2000) - Otacílio. # "Estrela-Guia" (Globo, 2001) - Guilherme Nunes. # "O Quinto dos Infernos" (Globo, 2002) - Felício. # "O Beijo do Vampiro" (Globo, 2002) - Victor. # "Kubanacan" (Globo, 2003) - Vitor. # "Senhora do Destino" (Globo, 2004) - Dirceu. # "Essas Mulheres" (Record, 2005) - Fernando Seixas. # "Cidadão Brasileiro" (Record, 2006) - Antônio Maciel. # "Caminhos do Coração" (Record, 2007) - Taveira. # "Os Mutantes" (Record, 2008) - Taveira. # "Poder Paralelo" (Record, 2009) - Tony Castelamare. # "Insensato Coração" (Globo, 2011) - Léo. # "Amor Eterno Amor" (Globo, 2012) - Rodrigo. # "O Canto da Sereia" (Globo, 2013 - Paulinho de Jesus. # "Saramandaia" (Globo, 2013) - Aristóbulo. # "Em Família" (Globo, 2014) - Laerte.


8 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Crônica

Ritmo lento COM ELENCO FORTE, "EM FAMÍLIA" VAI, AOS POUCOS, GANHANDO FORMA E TRAMAS INTERESSANTES ANNA BITTENCOURT TV PRESS

H

á quase dois meses no ar, a trama de "Em Família" começa a dar os contornos e desenhar as histórias que vão pautar o folhetim de Manoel Carlos. Depois do susto inicial causado pela escalação dos personagens e suas idades que não batiam ainda é difícil acreditar que Juliana, de Vanessa Gerbelli, possa ser 10 anos mais velha que Helena, de Julia Lemmertz - e das primeiras fases arrastadas, a novela, embora contemplativa, agora ganha traços mais fortes. A terceira fase fez com que "Em Família" desse um enorme salto de qualidade. Os diálogos didáticos e quase explicativos,que forneciam enredo para ser desenrolado depois, deram espaço para que Manoel Carlos pudesse explorar o que ele sabe melhor, os conflitos familiares.Embora a narrativa deixe uma sensação de "déjà vu", já que reúne temas tratados pelo autor anteriormente,a facilidade com que as relações interpessoais são desenvolvidas e a ausência de um vilão maniqueísta dão leveza à história e cativam os telespectadores. Com uma trama clássica, sem cair na mesmice ou no marasmo,"Em Família" vai, aos poucos, prendendo e conquistando o telespectador. Embora seja um elenco de nomes fortes e poucos iniciantes, alguns atores merecem destaque. Giovanna Antonelli e Tainá Müller, intérpretes de Clara e Marina, dão

doçura na medida exata para seu quase casal homoafetivo. Vivianne Pasmanter, mais uma vez, rouba a cena nas poucas que sua vilã Shirley aparece. Ácida e irônica, a personagem acaba sendo uma daquelas que o público ama odiar. Thiago Mendonça também tem sequências fortes como Felipe, irmão de Helena, um médico que ignora seus problemas com bebidas alcoólicas. O contraponto é Gabriel Braga Nunes. O ator não convence na pele de Laerte e parece sempre contrariado por estar gravando. O bom desempenho dos atores também é fruto da di-

reção cuidadosa de Jayme Monjardim e Leonardo Nogueira. Com muitas cenas externas,que contemplam as belezas cariocas, sobretudo o bairro do Leblon - que também é retratado no Projac, centro de produções dramatúrgicas da emissora -, "Em Família" explora bem o Rio de Janeiro e suas paisagens exuberantes. Os "takes" em estúdio dão um tom mais aconchegante e intimista que combinam com o clima familiar da novela. Apesar da atuação convincente do elenco e da direção afinada, a audiência não acompanha o desempenho positivo da novela. Ao lado

de "Passione" e "Salve Jorge", "Em Família" já acumula o pior desempenho de uma novela das nove. Desde sua estreia, em 3 de fevereiro, o último folhetim de Manoel Carlos tem média de 31 pontos. No entanto, o desenrolar da trama, como o relacionamento de Marina e Clara, e a provável relação entre Luiza, de Bruna Marquezine, e Laerte ainda podem esquentar a novela.


TVGazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Close

DONA DA BANCA INTEGRANTE DO ''ARENA SBT", LÍVIA ANDRADE QUER IR ALÉM DO "ROSTINHO BONITO"

ANNA BITTENCOURT TV PRESS

É

inegável que a sensualidade é a marca registrada de Lívia Andrade. A constatação, no entanto, não incomoda a atriz. Uma espécie de "faz tudo" no SBT, ela chega a comemorar que suas curvas tenham a levado a desempenhar as mais variadas funções na emissora. Desde conversas inusitadas com Silvio Santos no "Programa Silvio Santos", passando pela atuação em "Carrossel", até a mais recente empreitada, o "Arena SBT", Lívia acredita que alcançou um posto que vai além do "rostinho bonito". "Silvio me deu a oportunidade de mostrar que sou mais do que a dona da minha bunda. Claro que rolou muito preconceito, sobretudo, no início. Mas não é uma coisa que tenha me ferido, incomodado", garante. Coapresentando o "Arena SBT" com Smigol, Thomaz Rafael, Alexandre Porpetone, o ex-jogador Edmílson e a jornalista Juliana Franceschi, Lívia incorpora mais uma faceta à sua lista de atividades na emissora. O programa, que mistura esporte, humor e música ao vivo, é uma das apostas para a grade de 2014. "Com o tempo, fui deixando de ser receosa e comecei a aproveitar as oportunidades que iam surgindo", afirma. Ela, inclusive, tem um quadro só seu no formato exibido aos sábados. No "Lívia Andando Por Aí", a

moça vai em busca de um esporte interessante, de personalidades desse universo ou de alguma curiosidade. Apesar da nova atribuição, ela garante que não deixará o "Programa Silvio Santos". A preparação para fazer algumas reportagens e informar melhor, de forma leve e descontraída, sobre o universo do esporte foi instigante para Lívia. Segundo ela, a preocupação de não cair no exagero é constante. "Com o Silvio, passo um pouco do ponto. Nem vejo depois, senão não consigo dormir (risos). Mas lá o objetivo é esse. Por isso, no 'Arena', não quero ficar 'over'", explica, referindo-se às constantes piadas e brincadeiras que protagoniza no dominical. Apesar desse preparo, ela preza pela naturalidade em sua participação no esportivo. "Leio o roteiro e procuro ser espontânea. Entendo que a minha curiosidade é a mesma do público. Por isso, não penso antes de perguntar", afirma. Quanto ao formato das entrevistas, ela não descarta fazer em trajes curtos e até mesmo de biquíni. "Na praia, todo mundo me vê e não ganho um real. Em rede nacional, estou ganhando para isso", pontua, entre risos. Ter a imagem atrelada ao seu corpo, definitivamente, não é um problema para ela. "A medida para mim é ser feliz e ganhar dinheiro. Não adiantaria eu falar que sou culta e que não faço esse tipo de coisa para viver de aluguel, com contas acumulando", opina. Natural de São Paulo, Lívia, hoje com 30 anos, começou sua carreira no extinto "Fantasia", do SBT. Mas ganhou visibilidade como Mallandrinha no programa "Festa do Mallandro", em 2005. No ano seguinte, voltou para

o SBT para participar de "A Praça É Nossa". Como atriz, foram muitas participações até interpretar a professora Suzana em "Carrossel". "Comecei no teatro com 23 anos, mas meu negócio é mesmo a tevê", revela ela, que, mais uma vez provando seu lado multifacetado, conta que já gravou dois álbuns, um deles de funk carioca. Embora goste de atuar, Lívia conta que fazer outras novelas está nos seus pla-

nos. Mas, no momento, pretende concentrar esforços para que o "Arena SBT" se consolide na grade. "Prefiro não pensar em um prazo de validade e torcer para que o programa seja um sucesso. Depois, penso no resto", finaliza.


10 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Resumo

ALÉM DO HORIZONTE

MALHAÇÃO

JOIA RARA

GLOBO - 17H:50

GLOBO - 18H:15

GLOBO - 19H:10

Segunda (24/03) - Bruna não revela o destino de sua viagem com Antônio na época em que namoravam e Anita desconfia do rapaz. Ben comete uma falta em Sidney no treino e eles começam a brigar. Serguei tenta acalmar os amigos e Bárbara manda os dois esperarem na arquibancada para conversar. Para agradecer o apoio que tem recebido, Flaviana presenteia Vera, seus sócios e sua família com os últimos copos de cristal que lhe restaram. Palhares forja provas para Antônio seguir acreditando que ele é seu pai. Maura e outras clientes reclamam com Serguei das novidades do salão. Em um plano para descobrir a verdade sobre o acampamento, Anita aceita ser noiva de Antônio.

Segunda (24/03) - Manfred encontra Porfírio durante sua fuga e pede ajuda para se livrar das algemas. Etelvino pede Lindinha em casamento. Ernest admite para o juiz que mandou Manfred trabalhar na mina quando criança. Zefinha e Cléo não passam no teste do cabaré.Manfred invade o julgamento de Ernest e o defende. Venceslau e Volpina contam para Iolanda e Mundo que vão se casar. Manfred é mandado para um hospital psiquiátrico.O juiz condena Ernest,e Dália diz que vai esperá-lo. Pérola convence Franz a assumir os negócios.

Segunda (24/03) - Celina faz barulho, e Lili e William interrompem o beijo. Kléber abençoa o namoro de Fátima e Rafa. Álvaro tenta fazer Inês desistir de querer engravidar. Keila elogia Kléber por sua atitude com Fátima. Álvaro arma um plano para fugir de Inês. Heloísa mente para não passar a noite com Flávio. William percebe que Marlon foi colocado na máquina e fica furioso com LC. Fátima e Rafa namoram escondidos de Vó Tita. Guto não consegue encontrar os dados sobre a Comunidade no computador. William e Celina sofrem com o comportamento de Marlon. Priscila descobre que não está grávida.Lili se surpreende ao saber que Marlon foi colocado na máquina.

Terça (25/03) - Antônio comemora a decisão de Anita de se casar com ele. Maura e outras clientes do salão reclamam do estrago em seus cabelos e Serguei repreende a tentativa de economia de Flaviana. Palhares se aproxima de Antônio e descobre onde ele se esconde. Toda a vizinhança do Grajaú comenta sobre o golpe de Zelândia contra Bernardete. Palhares propõe a Antônio que façam um exame de DNA para comprovar o parentesco. As meninas da escola se animam com a ideia de formar uma torcida organizada no intercolegial. Antônio exige que Anita troque suas roupas para não mostrar mais as pernas e nem o colo. Quarta (26/03) - Para que seu plano tenha sucesso, Anita consente às exigências de Antônio. Guilherme, Paulino e Junior conseguem enganar Raíssa, e as meninas acreditam que o colégio aprovou o concurso para rainha da torcida organizada. Anita incentiva Antônio a confirmar a paternidade de Palhares pelo teste de DNA. Flaviana questiona Sofia sobre seu sentimento por Ben. Para a surpresa de Zelândia, Caetano aparece e diz que estava se sentindo entediado no paraíso. Anita e Sofia descobrem que Zelândia é a viúva oficial de Caetano. Vera permite que o casamento de Raíssa e João Luiz seja no casarão. Caetano chega disfarçado ao seu apartamento.Antônio exige que Anita dispense Ben na sua frente. Quinta (27/03) - Caetano flagra Abelardo e Bernardete juntos, finge ser um fantasma e os ameaça. Micaela pede conselhos a Meg sobre Martin, e a americana incentiva a dançarina de funk a conhecê-lo melhor antes de casar. Anita confessa a Júlia que teme as ações de Antônio contra Ben e Hernandez. Clara se junta aos amigos para ensaiar a apresentação no casamento de Raíssa. Solange recebe flores de um admirador secreto e fica intrigada. As meninas descobrem a armação de Paulino, Guilherme e Junior sobre a torcida organizada, mas avisam que Raíssa autorizou o plano. Para a preocupação de Ben, Anita aparece em seu quarto com Antônio e comunica que está noiva do vilão. Sexta (28/03) - Ben se desespera com a notícia,mas Anita se mantém firme em seu plano. Micaela reflete e decide passar uma noite romântica com Martin antes do casamento. Anita sonda Antônio sobre seus planos em relação ao pai e decide seguir o rapaz no bosque para descobrir o que ele está tramando. Ben e Sofia se preparam para o "parkour" no bosque. Antônio aguarda Palhares em seu esconderijo. Ao tentar praticar "parkour", Sofia se machuca no bosque. Observado por Palhares e Anita, Antônio se joga contra os carros e assusta a namorada e o suposto pai.

Terça (25/03) - Gertrude fica com raiva de Ernest ao saber que ele mandou Manfred, quando criança, trabalhar na carvoaria. O delegado visita Miquelina, deixando Arlindo enciumado. Gertrude visita Ernest na cadeia e o ameaça. Joel aceita se casar com Cléo. Aurora e Lola se encontram no hospital e dizem a doutor Rubens que estão sentindo coisas estranhas na barriga. Artur termina o namoro com Laura. Franz aceita assumir os negócios da família Hauser e oferece a mansão para Iolanda abrir sua creche. Miquelina expulsa Arlindo de casa. Quarta (26/03) - Conceição desconfia da amizade entre Joel e Aderbal. Arlindo desafia o delegado para um duelo pelo amor de Miquelina. Doutor Rubens diz a Matilde que sua gravidez é de risco. Gertrude e Venceslau se unem contra Franz. Peteleco incentiva Toni a lutar por Hilda. O delegado prende Arlindo, e Miquelina paga sua fiança. Gertrude invade a reunião de acionistas e diz a Franz que agora é a representante legal de Manfred. Pérola visita Matilde. Miquelina e Arlindo reatam o casamento. Hilda e Laura vão ao médico com Gaia. Quinta (27/03) - Arlindo anuncia no cabaré que fez as pazes com Miquelina e todos comemoram. Aurora diz a Joel que Aderbal é um conquistador de mulheres, deixando o amigo cabisbaixo. Laura procura Artur e os dois reatam o namoro. Aderbal admite para Hilda que quer ser mais do que amigo de Joel. Iolanda diz a Mundo que vai se candidatar a um cargo público. Manfred consegue fugir do hospital psiquiátrico. Mundo não apoia Iolanda na decisão de se candidatar. Manfred cerca o cortiço para vigiar Pérola. Sexta (28/03) - Joel segue Cléo até a modista e diz que seu vestido de noiva é horroroso. Lindinha pede que Volpina convença Venceslau a apoiar as decisões de Franz na fundição. Após uma discussão com Iolanda, Mundo sai de casa.Franz reconhece Manfred ao fundo de uma foto que Pérola tirou com Amélia em um lambe-lambe. Mundo aparece de última hora na inauguração da creche e faz uma declaração de amor a Iolanda. Matilde entra em trabalho de parto. Ernest recebe um bilhete de Manfred na prisão e passa mal. Matilde vai para o centro cirúrgico acompanhada de Sonan. Gertrude se desespera ao saber do infarto de Ernest. Sábado (29/03) - Franz proíbe Pérola de sair de casa sozinha. Serena resolve cantar no show em homenagem a Matilde. Manfred diz a Gertrude que sairá do país com Pérola. Matilde dá à luz um menino saudável.No meio do espetáculo,Serena sente as dores do parto e Arlindinho corre com ela para o hospital. Dália chega ao hospital, vê Ernest desacordado na cama e lhe diz que está grávida. Emocionado, Ernest desperta e os dois choram abraçados. Manfred pede que Marlene o ajude a pegar Pérola.

Terça (25/03) - Keila comenta com Fátima que está impressionada com a mudança de Kléber.Marcelo e Priscila choram pela falta do bebê. Lili vê Marlon, Hermes e Tereza na Comunidade. Rafa convence Fátima a ter uma conversa séria com Kléber. Lili decide ajudar William a conseguir provas contra LC. Lili descobre onde estão os computadores com todos os dados da Comunidade.Inês fica eufórica com a notícia da gravidez psicológica de Priscila. Lili arruma um alojamento para William, Celina, André e Guto se esconderem. LC pensa em invadir a aldeia dos índios para procurar William. Thomaz se surpreende com a visita de Líder Jorge. Quarta (26/03) - Tereza aprova a ideia de Hermes. Líder Jorge pede um emprego para Thomaz. Heloísa fica sem jeito com as declarações de amor de Flávio. Hermes garante que William está na Comunidade. Hermes e LC mandam Messias ligar as câmaras da área interna da Comunidade.Fernanda conta para Thomaz que Líder Jorge ajudou Álvaro a acalmar o novo cliente do escritório. Hermes vê William e sua tropa pelo monitor. Angelique entra no quarto de Marlon com Joana, e Lili se esconde. Vó Tita revela para Fátima que tem um dossiê sobre Kléber.William,Celina,Guto e André são capturados no laboratório. Quinta (27/03) - William decide entregar a fórmula para LC. Líder Jorge resolve o problema do cliente e recebe elogios de Fernanda. Thomaz decide deixar Líder Jorge trabalhar no escritório. Hermes e Tereza observam o segurança da Comunidade se preparar para dormir. Lili enfrenta Celina na frente de LC e pede que o pai coloque os cúmplices de William na máquina. Lili visita Marlon. Rafa sugere que Fátima entregue o dossiê sobre Kléber para André e William. Sexta (28/03) - Tereza se recusa a soltar William para ajudar Hermes. Tereza cai na lama e William se esforça para ajudá-la.William e Tereza não conseguem resgatar Hermes da lama. William enfrenta Tereza e decide levá-la para Tapiré. Selma sugere que ela e Rita participem de um programa de televisão e as duas tentam convencer Nilson. Fátima mostra o dossiê para Kléber, que se mostra arrependido de seus atos. Lili pergunta se Marlon sabe como reverter os efeitos da máquina da felicidade. William chega a Tapiré com Tereza e não percebe que um dos capangas de Kléber o observa. Sábado (29/03) - Kléber captura Tereza e William. Júlia conta para Priscila que Flávio pedirá Heloísa em casamento. Kléber informa a Tereza que não trabalha mais para a Comunidade. LC flagra Lili com Celina, Guto e André. William deixa o pingente de Marlon com Fátima. Lili engana LC e finge brigar com os cúmplices do ex-namorado. Fátima entrega o dossiê para William. Tereza chega à Comunidade e LC fica furioso com as notícias que recebe. William se anima para entregar o dossiê para o chefe de André na Polícia Federal. Tereza comenta com Walmor e Assis que precisa convencer LC de que está do seu lado.


TVGazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Resumo PECADO MORTAL

EM FAMÍLIA

RECORD - 22H

GLOBO - 21 H

Segunda a sexta - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou os capítulos.

Segunda (24/03) - Juliana convida Jairo para morar no apartamento dela com Bia. Clara e Cadu comemoram o novo restaurante. Nando se mostra triste por causa do afastamento de Juliana. Virgílio convida Helena para jantar fora. Verônica recebe flores de Shirley e discute com Laerte. Luiza vê seu caderno de desenhos na casa de André, que demonstra ciúme de Laerte. Juliana e Jairo se beijam. Chica tenta consolar Nando, que explica por que não queria ter filhos logo. Virgílio se anima para ir com Helena a um restaurante badalado. Felipe e Luiza vão a um bar e ele decide beber uma cerveja. Virgílio e Helena brindam à exposição dele. Rafaela diz a Shirley que sabe que ela plantou as fotos com Laerte na internet. Terça (25/03) - Virgílio sugere que Benjamim também participe da exposição em Goiânia. Ana admira as esculturas de Virgílio e se lembra da briga que ele teve com Laerte na adolescência. Chica e Selma conversam pela internet. Branca diz a Sandro que fará com que Ricardo volte para casa. Juliana pede que Clara a acompanhe na assinatura do divórcio. Benjamin passa mal na rua e é socorrido por Rosa. Luiza brinca com Felipe por causa de seu interesse por Silvia. Juliana e Nando chegam ao cartório e assinam os papéis do divórcio. Ana liga para Virgílio, e Benjamim brinca dizendo que ele está fazendo sucesso em Goiânia. Quarta (26/03) - Juliana, Nando, Clara e Cadu saem para almoçar juntos. Marina liga para Clara do celular de Vanessa, mas cai na caixa postal. Todos na casa de repouso comemoram o aniversário de um dos moradores. Marina espera Clara na portaria do prédio. Jairo telefona para Juliana. A família de Helena comemora o aniversário de Rosa na casa de leilões. Virgílio pergunta se Marina pode fotografar suas esculturas e ela aceita. Quinta (27/03) - Selma se confunde com as contas da casa e se preocupa com seus lapsos de memória. Luiza sugere a Alice que Laerte e Verônica façam uma apresentação na casa de repouso. Clara aceita voltar a trabalhar no estúdio de Marina. Cadu vai com Nando conhecer o galpão de Laerte e passa mal, deixando todos preocupados. Leto diz a Shirley que quer ir para Goiânia ver a exposição de Virgílio. Helena e Felipe conversam sobre a inauguração do consultório. Virgílio pergunta a Luiza se há algo entre ela e Laerte. Ela nega qualquer envolvimento, mas admite que o admira. Sexta (28/03) - Iolanda procura Juliana e diz que não lhe entregará Bia. Chica chega em Goiânia e apresenta Ricardo para os amigos. Shirley provoca Helena, e Virgílio tenta contemporizar. Miss Lauren conta para os idosos sobre a apresentação de Laerte. Branca descobre que Marina foi para Goiânia. Cadu pede que Marina faça uma foto dele com Clara. Sábado (29/03) - Helena elogia o talento de Benjamim. Murilo conta para André que deu um tempo com Sandra e que está interessado em Gisele. Luiza impede que Felipe beba durante a festa em Goiânia. Virgílio faz um discurso emocionado durante a exposição. Juliana se descontrola ao encontrar com Jairo na rua. O pai de Marina diminui a mesada da filha. Começa o recital de Laerte, Verônica e Leto na casa de repouso.

CHIQUITITAS SBT - 20H:30 Segunda (24/03) - Os meninos levam Thiago até o hotel em que o jogador de futebol Alexander está hospedado.Começam as audições para escolha da nova "backing vocal" de Tomás Ferraz. Ao chegar no hotel, Thiago se depara com outros meninos que também dizem ser filho de Alexander, segundo a mãe deles. Carmen diz que, se Duda continuar a mexer em suas coisas, como no notebook e no pendrive, irá expulsá-lo da mansão e colocá-lo no orfanato Raio de Luz. Clarita e Érica são as escolhidas para serem "backing" de Tomás Ferraz, que na verdade é Tobias. Matilde pede 5 mil reais pelo quadro e Carmen diz que pagará a quantia. Terça (25/03) - Clarita fica surpresa ao ver que Beto voltou a trabalhar no Café Boutique como garçom. Carol conta que ela tirou nota máxima na apresentação de seu TCC, do curso de Psicologia. Carol, Mili, Cris e Tati conversam com Vivi, que está triste pelo término de seu namoro com Matias. Junior e Maria Cecília vão ao orfanato convidar todos para seu casamento. Dani fica decepcionada e pergunta o motivo que fez Junior mentir para ela. Mili vai até a sala do orfanato acompanhar Duda, que está assistindo a um filme. Mosca não quis que Duda fosse dormir no quarto dos meninos por ciúmes. Carol diz que está se sentindo triste com o casamento de Junior, mas que queria estar feliz por eles. Quarta (26/03) - No orfanato, todos se unem para decorar de verde e amarelo o lugar para assistirem ao jogo de futebol do Brasil. Miguel entra sem ser visto na mansão dos Almeida Campos e aproveita para ver Gabriela, seu grande amor, que sofre de um forte bloqueio psicológico desde que acreditou que ele tinha morrido em um acidente. Miguel foge do quarto dela. Junior vai até a janela e vê um homem correr. Junior diz que o homem usava uma capa preta e José Ricardo imediatamente lembra do rapaz, que na verdade é Miguel, que viu na frente do Café Boutique. Quinta (27/03) - Junior conversa com Carmen e diz que ela precisa tratar melhor Duda. Maria conversa com a boneca Laura, que está em sua forma humana, sobre os origamis tornarem sonhos em realidade. Ernestina, que na verdade é Matilde, tenta ensinar futebol para as meninas. Carmen vai até o porão do orfanato e sai de lá aos berros de medo. Miguel faz vozes lhe chamando pelo nome, o que apavora a vilã. Cintia encontra um livro que fala sobre os quatro quadros e descobre que eles, juntos, revelam um grande segredo. Valentina conversa com Miguel e diz que ele se arriscou muito ao entrar na mansão escondido. Sexta (28/03) - Cintia vai ao Café Boutique e conversa com Armando no elevador. Ambos saem do elevador discutindo e dão de cara com José Ricardo, que exige explicação sobre a discussão. No orfanato, começa a partida de futebol de meninos contra meninas. Tobias garante que o casamento entre Junior e Maria Cecília é um grande erro,pois eles não se amam. Miguel continua aparecendo para José Ricardo e desaparecendo, o que lhe deixa pensativo e preocupado. José Ricardo diz para Carmen que acha que está vendo coisas e que está sendo atormentado por Miguel. As meninas vencem a partida nos instantes finais e os meninos terão de fazer todas as suas vontades.


12 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 23 de março de 2014

Inside

COMO NOSVELHOSTEMPOS NO HUMORÍSTICO ''TÁ NO AR", GEORGIANA GÓES QUER RESTABELECER VÍNCULO COM A TEVÊ

CAROLINE BORGES TV PRESS

G

eorgiana Góes está redescobrindo a televisão depois de participar do "remake" de "Saramandaia". No elenco do "Tá no Ar",novo programa de humor da Globo com estreia prevista para abril, a atriz decidiu voltar a estabelecer o diálogo sólido que teve com o veículo até o final dos anos 1990.Após o repentino sucesso da série "Confissões de Adolescente'', de 1994, ela manteve seu foco em diversas montagens teatrais, limitando-se a poucas participações na televisão. "Gosto da versatilidade dentro da profissão. Mas sei que é bom estar no ar pela visibilidade. Aparecem mais oportunidades no teatro,por exemplo", explica. A produção semanal, que será exibida às quintas logo após "A Grande Família",trará esquetes sobre os mais diversos formatos que fizeram história na televisão. A ideia é fazer piada com tipos caricatos da tevê, mas sem parodiar diretamente os artistas. Ao lado de mais 10 atores, Georgiana interpretará uma apresentadora, uma âncora, uma atriz, uma garota-propaganda e uma integrante de um ''reality show'', entre outros. "Serão vários personagens diferentes em um curto período. Será um grande aprendizado sobre versatilidade. É uma técnica que faço há bastante tempo no teatro", afirma ela, que atualmente es-

tá em cartaz com a peça "Sonhos de Um Sedutor'', de Woody Allen, na qual vive oito papéis. "Já estou praticando", completa, aos risos. O convite para o programa veio através de Marcius Melhem, que também é responsável pelo roteiro ao lado de Marcelo Adnet. Quase 17 anos depois de seu primeiro encontro com Maurício Farias, a atriz tem, enfim, a possibilidade de trabalhar com o diretor na televisão novamente. Em 1997, os dois estiveram juntos em "O Amor Está no Ar". ''Há anos ensaiamos trabalhar juntos.Mas nossos projetos nunca combinavam com o cronograma. Quando o Marcius me ligou, aceitei sem nem saber o que faria",afirma. Natural do Rio de Janeiro e aos 36 anos, a atriz sempre prezou pela diversidade cênica ao longo de duas décadas de carreira. No entanto, ela

afirma ter encontrado mais versatilidade nos palcos do que na tevê. Por isso, encara a chance no humorístico como uma forma de apresentar uma nova faceta diante das câmaras. "O teatro sempre me deu mais autonomia. No entanto, tem um alcance menor do que a televisão. Agora, o público poderá me ver colocar em prática outras 'Georgianas'", vibra ela, que acredita que os textos cômicos tenham maior liberdade para agregar diversas críticas. "Podemos falar de assuntos pesados sem ficar denso. É a oportunidade de rir de nós mesmo. Sem contar que é um exercício de tempo, troca, espontaneidade e técnica. É um programa bem jovem e dinâmico", completa. O universo infantojuvenil, inclusive,sempre esteve bastante presente na trajetória de Georgiana. Ainda muito lem-

brada pela Bárbara de "Confissões de Adolescente'', a atriz mantém uma boa comunicação com esse público. "Já fiz 'Malhação', 'Detetives do Prédio Azul','Globo Ciência'... Acho que há poucos programas voltados para o jovem atualmente. É um mercado muito rico, mas sem grandes atenções", aponta. Além do humorístico, Georgiana também poderá ser vista na série ''Assunto de Família", do GNT, protagonizada por Eduardo Moscovis e com estreia marcada para o dia 9 de abril. "Sou a ex-mulher dele e mãe das duas filhas. É um projeto bacana dentro desse espaço que vem surgindo na televisão fechada para novas séries e seriados",ressalta.

Edição de 23/03/2014