Issuu on Google+

TV PRESS

ALCIVAN COSTA

SUBSECRETARIA DE AGRICULTURA E AS AÇÕES PARA O CAMPO

QUESTÃO DE

JARDINS

CORPO

NO AR EM ‘DIVERTICS’, ELLEN ROCCHE SE MOSTRA CONFORTÁVEL COM PAPÉIS SENSUAIS

O subsecretário municipal de Desenvolvimento Rural, Rondinelli Carlos, prioriza ações. EXPRESSÃO 4 E 5

TV GAZETA, 9

AZETA G

SEM MEIAS PALAVRAS. NEM MEIAS VERDADES.

gazetadooeste @gazetaoeste

D O

O E S T E

Ano 37 — Nº 9.566 — Mossoró-RN, DOMINGO, 19 de janeiro de 2014

www.gazetadooeste.com.br

Reggae Baraúna vive drama da falta de segurança DIVULGAÇÃO

Festival de

Dois policiais militares sem viaturas e quatro policiais civis. Este é o esquema de segurança de Baraúna, um município localizado na divisa com o Ceará, com cerca de 30 mil habitantes que hoje vivem em

pânico diante da escalada da violência. Atualmente, Baraúna vem se configurando numa das cidades mais violentas do Rio Grande do Norte com registros constantes de assaltos e homicídios. MOSSORÓ,11 WILSON MORENO

UKIEMANA É ATRAÇÃO DO I FESTIVAL DE REGGAE DO SERTÃO DIA 1º DE FEVEREIRO

CARNAVAL

EXPRESSÃO, Capa

Mudança na data do início do ano letivo favorece matrículas Falta de vagas, burocracia e ra a Secretaria de Educação muoutras dificuldades na rede es- dar a data do início do ano letitadual de ensino são motivos pa- vo. MOSSORÓ 6 e 7. WILSON MORE

Artigos para vestuário e adereços já se encontram à venda em lojas do ramo, visando a chegada do período carnavalesco. Um misto de cor nas bancas. MOSSORÓ, 3

UMIDADER DO AR PROVOCA AUMENTO E SENSAÇÃO DE CALOR Alunos ainda procuram por vagas na rede estadual de ensino

MOSSORÓ, CAPA

ESCOLHA DE CONDUÇÃO ESCOLAR MERECE ATENÇÃO MOSSORÓ, 2

MP QUESTIONA LIBERAÇÃO DE ALVARÁ DO ARENA CIDADES, CAPA

TRAMITAÇÃO DE PECs É ALVO DE MUDANÇAS Página 3

PROJETO REFORÇA SEGURANÇA ALIMENTAR Página 3

FALE COM A GENTE: 3314-1687 — redação@gazetadooeste.com.br; comercial@gazetadooeste.com.br — ESTA EDIÇÃO TEM 38 páginas — PREÇO DESTA EDIÇÃO R$ 2,00


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Opinião Circulando em OFF

Espaço Dorian Jorge Freire Artigo

Gilberto de Sousa gilberto@gazetadooeste.com.br diretorderedacao@gazetadooeste.com.br gilberto-de-sousa@hotmail.com

QUEM PAGA A CONTA? Paulo Afonso Linhares – Advogado

ARENA DAS DUNAS E A POLÍTICA Mais do que a inauguração de um equipamento destinado a ser palco dos jogos da Copa do Mundo, o evento que está se preparando em torno do Estádio Arena das Dunas, também promete ser um evento político e um ponta-pé para a largada da campanha eleitoral deste ano. Pelo menos, as especulações fervilham com a expectativa da vinda da presidente Dilma neste dia 22 próximo. Para a governadora Rosalba Ciarlini, um grande marco, uma bandeira a tremular soprando um pouco de fôlego ao governo, que deseja renovar o mandato, se tiver como. Na outra ponta, o desgaste administrativo e a falta de investimentos em áreas prioritárias, o que certamente será alvo de protestos, como anunciam algumas entidades sindicais e de representação da sociedade civil. Mas uma oportunidade de a governadora trocar afagos com a presidente Dilma e captar um pouco de popularidade. Por outro lado, o PMDB, leia-se o grupo Alves, que se arma para disputar o governo em linha própria, mas ao que tudo indica, não quer o PT de Dilma por perto, principalmente quando o assunto é composição da chapa majoritária. Lógico que esse fator vai render com a passagem da comandante petista. E ainda, um foco para o PSB liderado pela ex-governadora Wilma de Faria que, pela primeira vez, não estará no recinto da presidente no Estado, não mais como partido aliado, mas cheio de moral em relação ao processo eleitoral que se avizinha. É o jogo começando. Pelo menos a Arena está pronta.

INSEGURANÇA No município vizinho de Baraúna,dois policiais militares,sem viatura, são os responsáveis pelo policiamento ostensivo na cidade. Quatro policiais civis na investigação. Se levar em conta que a cidade é localizada na divisa com o Ceará, com rotas de fugas por todos os lados e a bandidagem solta, não há como a população viver tranquila. Fazer como o folclórico Manoel Ladeira: "Existe isso?". O pior é que existe. PRIVILÉGIO E o pior,ainda,é que a insegurança não é um "privilégio" de Baraúna. É osso. PARA REFLETIR "A compaixão é despertada espontaneamente, é incondicional, sem qualquer expectativa de vir a receber algo em troca.E é de alcance universal",já dizia Dalai Lama. NOS JARDINS Quem está hoje na seção Nos jardins da Gazeta é o subsecretário de Desenvolvimento Rural do município, Rondinelli Carlos. Ele fala da expectativa em relação ao período invernoso e das ações da pasta nesses tempos de prioridades. CORTE DE TERRA Um dos destaques se relaciona ao corte de terra e ao planejamento de todas as ações que serão implementadas pela subsecretária neste ano.

PLANEJAMENTO A proposta do PIDV foi desenvolvida de forma a planejar e sistematizar os desligamentos dos empregados que se inscreverem no programa atendendo aos seguintes objetivos: adequar os efetivos da companhia ao PNG; atender aos interesses da companhia compatibilizando com as expectativas dos empregados e preservar os conhecimentos existentes na companhia.

RELAX

le, para evitar que prevaleça o poder econômico nos pleitos eleitorais. Sobretudo, deve-se evitar que as doações de recursos possam ser oriundas de empresas que contratam com o Poder Público. Ora, afigura-se inaceitável, por exemplo, que uma empresa que presta serviço para certa prefeitura municipal possa fazer doação de recursos para campanha do prefeito ou de algum vereador do mesmo município. Sem dúvida, o atual sistema brasileiro de financiamento de campanhas é razoável, embora necessite de aperfeiçoamentos constantes para manter um eficiente sistema de controle de doações, sem, contudo, dificultar que elas ocorram e continuem a ser feitas clandestinamente como acontece atualmente. Aliás, muitas empresas têm receio de fazer doações (que são dedutíveis no Imposto de Renda), porque findam sendo expostas a situações vexatórias de serem confundidas com partícipes de esquemas corruptos. Com efeito, uma doação de campanha não implica necessariamente uma relação espúria entre o doador e o beneficiário, contrariamente do que costuma insinuar, atualmente, a imprensa brasileira. A legislação brasileira, no que se refere à tomada de contas dos partidos e candidatos, em especial nas campanhas eleitorais, tem experimentado importantes inovações e aperfeiçoamentos, com a utilização de eficientes ferramentas informacionais de natureza contábil, inclusive que exige lançamentos de receitas e despesas instantaneamente ("on line") junto à Justiça Eleitoral. Essa complexa contabilidade a que são submetidas as campanhas eleitorais findam por determinar práticas que tornam as eleições menos viciadas e mais transparentes as movimentações financeiras de candidatos e partidos. Seja de onde forem os recursos que financiam campanhas eleitorais, públicos ou privados, o que deve ficar patente é eles não podem determinar os resultados das urnas, sobretudo, com a distorção do mecanismo de livre manifestação da vontade do cidadão eleitor que, ao fim e ao cabo, é quem paga todas as contas.

Charge

POR: LAÉRCIO EUGÊNIO

ABRANGÊNCIA Em seu desenvolvimento, o PIDV considerou que as inscrições serão voluntárias e abrangentes a todos os empregados desligáveis com idade igual ou superior a 55 anos. A companhia manterá seus acionistas e demais partes interessadas informadas sobre o desenvolvimento do programa. EM TEMPO É a necessidade de "bota fora" mesmo, diante da crise. Ou não? ELEIÇÃO Entre Mossoró e Tibau, a pauta continua sendo as possíveis eleições suplementares. Apesar da indefinição de data, as conversas estão aceleradas.

DILMA NO RN

REPRODUÇÃO

A QUEM INTERESSAR POSSA "Hoje é o amanhã que tanto nos preocupava ontem". DESLIGAMENTO VOLUNTÁRIO NA PETROBRAS Recebo a confirmação que a Diretoria Executiva da Petrobras aprovou um Plano de Incentivo ao Desligamento Voluntário - PIDV. Este plano é fruto da implantação do Programa de Otimização de Produtividade (POP), que tem por objetivo influenciar positivamente na produtividade da Petrobras visando contribuir para o alcance das metas de desempenho do Plano de Negócios e Gestão (PNG).

Vinte e cinco anos depois de entrar em vigor a Constituição de 1988, eis que se coloca um mega problema para qualificação do próprio regime democrático adotado no Brasil: a questão do financiamento das campanhas políticas. A discussão do tema, infelizmente, tem esbarrado em obstáculos que tornam cada vez mais difícil uma solução de curto ou de médio prazos. De um lado, na onda do (suposto) politicamente correto, uma corrente defende que as campanhas eleitorais devem ser financiadas unicamente pelo poder público, o chamado financiamento público de campanha, tudo no desiderato de evitar por inteiro o abuso do poder econômico ou político que tanto podem influenciar os resultados dos pleitos eleitorais. Do outro, defendem outros grupos a possibilidade do financiamento das campanhas, em diversos níveis, por empresas e até instituições privadas, a partir de modelos que vão do atual, em que as doações privadas são permitidas, porém, sob forte controle da Justiça Eleitoral, até formas extremamente liberais que permitem vultosas doações de campanhas, como ocorre, por exemplo, nos Estados Unidos da América. O financiamento público de campanhas eleitorais certamente é o que comporta mais objeções, principalmente nos países que não resolveram, ainda, questões cruciais como as enormes deficiências quanto à assistência à saúde da população e o cumprimento do dever estatal de prover a educação básica das crianças deste país. Assim, não tem como imaginar a alocação de vultosas somas para financiar campanhas eleitorais quando faltam recursos para a saúde, educação, a segurança pública etc., isto sem levar em conta que a realização de eleições periódicas e a própria manutenção da Justiça Eleitoral já consomem vultosos recursos públicos. Ademais, não há qualquer garantia de que, ao lado do financiamento público, as campanhas eleitorais continuarão a ser irrigadas com vultosas verbas clandestinas da iniciativa privada, como ocorre atualmente. Por outro lado, embora as doações privadas para campanhas eleitorais sejam aceitáveis, é imprescindível sejam impostos rígidos e transparentes mecanismos de contro-

Artigo

SEU LIBÓRIO E O ANO-NOVO Rubens Coelho - Jornalista - rubensfcoelho@hotmail.com Dia cinco passado, o primeiro domingo do ano, fomos à Picada Um, visitarmos nossos compadres e amigos seu Libório e dona Gertrudes. O velho levantou-se da espreguiçadeira para nos receber com um afetuoso abraço, estava na companhia do seu inseparável vizinho, amigo e companheiro de labuta, Zé Paçoca, que também veio nos abraçar. Figura folclórica, conversador, loroteiro, contador de casos, uns verdadeiros outros invencionices frutos de sua imaginação fértil. O Zé tem também seu lado trágico, que não é demonstrado, mas a marca funesta do desespero ficou indelével no seu físico. O episódio se deu quando ele era jovem, enamorou-se de uma jovem morena muito bonita, noivou, o casamento estava marcado para os dias próximos, aí a moça fugiu com outro. Zé Paçoca, quando soube, desesperado pelo amor traído, se trancou num quarto, pegou uma espingarda bate-bucha, encostou a boca do cano da arma em seu pescoço, apertou o gatilho, foi chumbo para toda banda, mas nenhum felizmente, o atingiu mortalmente, apenas o deixou com o pescoço torto para um lado pro resto da vida, como uma marca indelével de um momento de muita tristeza para o Zé. Mas, tão logo recuperou a saúde, o ex- suicida refez também sua vida afetiva, casou-se com dona Carolina, mulher bem mais velha que ele, uma vitalina desprovida de qualquer resquício de beleza, porém, cheia de amor para dar ao Zé, além de possuir uma pequena propriedade rural vizinha a de seu Libório onde até hoje o casal sem filho, vive na mais perfeita harmonia. Na época, as más línguas, diziam que o

Zé tinha feito um bom negócio, forçado a trocar a juventude e a formosura da mulher infiel, adúltera, pelo o golpe do baú com uma mulher velha, sem encanto, porém, pelas circunstâncias, sem risco de infidelidade. - Gertrudes: chega que a comadre e compadre estão aqui. Dona Gertrudes veio sorrindo, enxugando as mãos no vestido. - Cumpade e cumade, que sastifação ver vocês, como se foram de passage de ano?. - Bem, graças a Deus, e aqui?- Do mesmo jeito, para velhos como nós, não tem esse negócio de Ano-Novo, é tudo igual, ficamos é cada vez mais perto da cova,por isso não há o que comemorar,respondeu seu Libório. - Homi de Deus, deixe de dizer essas coisas que não presta, não é bom meu vé. - Ói, vocês chegaram num dia bom, pois eu e a cumade Carolina, tamo preparando um poiquin que meu vé matou hoje de manhã, tiramos o sangue fizemos chouriço, tamo assando umas costelinhas, fazendo buchada,galinha ao molho pardo,arroz de leite,baião-de-dois,paçoca farofa d´água, macaxeira, tudo no capricho. E, para sobremesa, além do choriço, fizemos também um doce de goiaba em calda, só do bom. - Ô dona Gertrudes, que gostosura, já estamos é com vontade de provar da ótima comida que a senhora sempre faz e ainda mais com a ajuda de dona Carolina, deve estar realmente deliciosa. Ela deu uma boa gargalhada de satisfação. - E aí seu Libório, tudo nos conformes? - Tá nada, como porco no monturo, tão chafurdando o Brasil que nem presta - Quem, seu Libório? Todo mundo, os políticos, os governantes, toda cambada que manda. - É mesmo, a coisa tá bagunçada, concordo com o compadre. -Pois não!

Gazeta do Oeste www.gazetadooeste.com.br

A presidente Dilma Rousseff estará no Rio Grande do Norte, próximo dia 22

"Me da um beijo/E que eu preciso dizer que te amo/Te ganhar ou perder/Sem engano/Eu preciso dizer que te amo/Tanto..." BEBEL GILBERTO

Um produto da C. Q. Organização Gráfica e Editorial Ltda. Fundada em 30 de abril de 1977 por Canindé Queiroz

Diretor CANINDÉ QUEIROZ

Diretor-adjunto PAULO LINHARES

Diretor de Redação Editora GILBERTO DE SOUSA DANIELE SILVEIRA

Av. Cunha da Mota, 96/100 – Centro – Mossoró/RN – Fone: 3314-1687 Site: www.gazetadooeste.com.br – e-mail: gazeta@gazetadooeste.com.br AS MATÉRIAS ASSINADAS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES

Diretor Comercial LEÔNIDAS TERCEIRO


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Política

PEC que muda rito de MPs deve ser votada REPRODUÇÃO

Regras mantêm o prazo de 120 dias para votação de MPs no Congresso, com mais tempo para discussão

Câmara dos Deputados deve concluir neste ano a análise de uma Proposta de Emenda à Constituição do Senado que altera a tramitação das medidas provisórias (PEC 70/11). Uma comissão especial analisa a matéria que,se aprovada,deve ser votada em dois turnos pelo Plenário da Câmara para só então ser promulgada. A PEC determina a análise da admissibilidade das MPs pelas comissões de Constituição e Justiça da Câmara e do Senado nos primeiros dez dias de tramitação em cada uma das casas. A Câmara teria prazo de 80 dias para votá-la; o Senado, 30, e, depois, mais 10 dias seriam dados à Câmara para o caso de o texto ter sido alterado pelos senadores. Atualmente, quando chega ao Congresso, a medida provisória é enviada para análise e votação de uma comissão mista de de-

A

Henrique Eduardo Alves adotou novo modo de tramitação no ano passado

putados e senadores criada com essa finalidade e só então segue para os plenários das duas casas, primeiro a Câmara, depois o Senado. As MPs vigoram por 60 dias, podendo ser prorrogadas uma vez por mais 60 dias. Elas passam a trancar a pauta da Câmara 45 dias após

o início da tramitação no Congresso, desde que tenham sido aprovadas na comissão mista. O presidente da comissão especial que analisa a proposta, deputado Leonardo Picciani (PMDBRJ), pediu a prorrogação dos trabalhos por mais 20

sessões no final do ano passado. Ele destaca as duas principais mudanças trazidas pelo texto: mais prazo para o Plenário analisar as medidas e a proibição de incluir assuntos diversos ao tema original da MP. "Hoje, essa comissão mista acaba utilizando todo

Alex quer ampliação de feira agroecológica ALCIVAN COSTA

Criar, ampliar e manter o espaço público viável para as manifestações artística e culturais de um povo é fundamental para o crescimento de um lugar.Buscando atingir esse objetivo,o vereador Alex Moacir (PMDB) quer transformar a feirinha agroecológica que acontece todos os sábados na Praça Antônio Gomes (Praça do Museu), em Mossoró, em um espaço popular que acolha, ao mesmo tempo, arte, artesanato e gastronomia. Realizada desde 2007, a feira agroecológica comercializa hortaliças diversas, mel, ovos de galinha caipira, frutas e doces. A ideia do vereador é ampliar o projeto, com a criação e execução da Feira Popular de arte, artesanato e gastronomia agrofamiliar e artesanal da cidade de Mossoró, a fim de produzir, expor e comercializar produtos não industrializados,provenientes do trabalho e da criatividade de moradores e artistas do município. A feira popular de arte, artesanato e gastronomia agrofamiliar e artesanal da cidade de Mossoró será instalada na Praça do Museu e nas imediações do Museu Municipal Lauro da Escóssia. De acordo com o texto

do projeto, a Prefeitura de Mossoró será responsável pelo espaço público no qual acontecerá a feira e sua estrutura coletiva,tais como a instalação de banheiros públicos, enquanto os feirantes são responsáveis pelos estandes,barracas e equipamentos. A seleção dos feirantes a participar desse projeto será feito a partir de cadastro realizado pela Secretaria Municipal de Cultura e a Subsecretaria do Trabalho, Turismo, Indústria e Comércio, que deverão estabelecer normas e critérios de ocupação dos espaços, comercialização e exposição dos produtos, inclusive as apresentações artísticas. Alex Moacir destaca a importância do projeto afirmando que Mossoró já tem nos seus históricos culturais grandes feitos e nomes, merece um espaço que contemple a arte, a cultura popular, a gastronomia e a originalidade do seu povo. "A criação da feira popular de arte, artesanato e gastronomia agrofamiliar e artesanal da cidade de Mossoró deverá movimentar a economia, gerar trabalho e renda, socializar o espaço público,além de dispersar uma população de moradores de rua que já estão fixados na-

o tempo de tramitação da medida provisória e resta para o Plenário pouquíssimo tempo. O Plenário acaba tendo que votar em um dia e até em horas, no final do prazo, como já aconteceu, sem a possibilidade de conhecer melhor a matéria, de discutir melhor. O outro te-

ma que a PEC aborda é a questão dos chamados 'jabutis',matérias estranhas que surgem nas medidas provisórias". Em audiência pública na comissão, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcos Furtado Coelho, elogiou a proposta em discussão na Câmara e defendeu a necessidade de mudanças. "A medida em que temos a necessidade, nesse presidencialismo de coalizão que vivemos em nosso País, do não engessamento das atividades administrativas e das grandes definições governamentais, o uso das medidas provisórias se verificou útil, mas o abuso no uso das medidas provisórias deve ser contido", ressalta. Já no ano passado, antes mesmo de legislação ser alterada, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves,adotou novos procedimentos para a análise das MPs. Ele exigiu que a comissão mista encaminhe a medida com pelo menos 15 dias de prazo para análise dos plenários da Câmara e do Senado. Caso temas estranhos à MP sejam incluídos na sua origem ou acrescentados no Congresso por meio de emendas, o presidente da Câmara pode devolver o texto à comissão mista para ajustes.

Projeto de lei reforça segurança alimentar de estudantes O projeto tem como objetivo ampliar a oferta de hortaliças, legumes e frutas para a merenda escolar da rede municipal de ensino, com a Prefeitura reservando áreas pertencentes à municipalidade, preferencialmente ociosas,que serão registradas para esse fim. De acordo com o professor Francisco Carlos, autor da lei, "a ampliação da oferta de alimentos saudáveis, com produção realizada em espaços ociosos é uma medida importante de garantia alimentar, sobretudo em locais onde o acesso a alimentos ainda representa uma dificuldade para parcela da população. Quando focamos essa demanda para a meren-

da escolar, desejamos incentivar o cultivo orgânico,reduzir despesas das escolas e ensinar as pessoas a produzirem de forma sustentável". O cultivo na horta e pomar público municipal adotará métodos sustentáveis, livre de agrotóxicos e orientado para a produção de frutas, legumes e hortaliças constantes no cardápio da merenda escolar,elaborado por nutricionistas e respeitando a legislação vigente. O programa será coordenado pelas Subsecretarias de Agricultura e Gestão Ambiental,com a distribuição de alimentos pela Secretaria Municipal de Educação, a quem caberá a disponibilização de pessoal. ALCIVAN COSTA

Alex Moacir é presidente interino do Parlamento

quele local,causando medo e insegurança aos todos moradores do entorno. Além disso,é uma forma de incentivar a cultura local", afirmou Alex Moacir. Além de ampliar e dar outra dimensão a feirinha de produtos orgânicos que já acontece na Praça, a Feira criará o hábito na po-

pulação de, semanalmente, ter um endereço certo para ir com toda a família, num programa de lazer saudável e completo, já que contará com intervenções artísticas, expondo de forma democrática o talento do povo mossoroense, além da gastronomia informal e do artesanato.

Lei do vereador Francisco Carlos pretende ampliar oferta de alimentos orgânicos com uso de espaços ociosos


4 Gazeta do Oeste

Mossor贸, domingo, 19 de janeiro de 2014

Publicidade


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Opinião No CE, secretaria registra 5 casos ‘fortemente suspeitos’ de sarampo REPRODUÇÃO

A Secretaria da Saúde do Ceará recebeu 20 notificações de sarampo na semana passada, segundo o boletim epidemiológico divulgado na sexta-feira (17). De acordo com a secretaria, cinco das 20 notificaçães são casos "fortemente suspeitos" de sarampo. O primeiro caso tratase de um médico de 27 anos; o segundo e terceiro casos são de crianças de 11 meses dos bairros Edson Queiroz e Bom Sucesso; o quarto e quinto casos "fortemente suspeitos" são de irmãos de 26 e 20 anos do bairro Vicente Pinzón;todos eles são residentes em Fortaleza e recebem atendimento médico. As demais notificações aguardam resultado laboratorial. No Ceará, a cobertura vacinal está acima da meta. Em 2013, a cobertura média dos 184 municípios foi de 102,66% em crianças com um ano de vida. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é de 95%. A Secretaria de Saúde faz um alerta aos profissionais que trabalham em hospitais,clínicas, laboratórios e também dos portos e aeroportos, já que a transmissão da doença é por via oral, por meio de secreções das vias respiratórias.

O gerente de Vigilância Epidemiológica da SMS, Antônio Lima, diz que o caso registrado em Fortaleza e em Estados vizinhos preocupam e orienta o que fazer quando surgirem os primeiros sintomas. “Se o quadro ainda é acrescido de conjuntivite,tem febre,manchas na pele e conjuntivite, além de tosse e coriza, são sinais que indicam se tratar de um caso de sarampo. Além da vacina,é importante estar atento aos sintomas”, diz. PREVENÇÃO A principal forma de prevenção é a vacinação, por meio da tríplice viral disponível nos postos de saúde durante todo o ano. “Se a pes-

soa não sabe se tomou a vacina tríplice viral, se não sabe se teve sarampo na infância e não tem nenhum comprovante de vacina,deve procurar um posto de saúde para se vacinar”, alerta Renata Dias, assessora técnica de Imunização da Secretaria de Saúde do Município (SMS). VACINA A vacina é eficaz em cerca de 97% dos casos. Deve ser aplicada em duas doses a partir do nono mês de vida da criança. Exceção feita às mulheres grávidas e aos indivíduos imunodeprimidos, adultos que não foram vacinados e não tiveram a doença na infância também devem tomar a vacina.

Penso, logo...

Canindé Queiroz

Rubens Coelho rubensfcoelho@hotmail.com

SOMENTE EM FEVEREIRO Os políticos e partidos em Mossoró estão agitados,articulando candidaturas e composições visando uma provável eleição suplementar em breve, para prefeitura da cidade. Ainda penso que a situação não esteja definida,os processos de cassação de Cláudia Regina estão com a ministra Laurita Vaz do STE, com ela também a Medida Cautelar dos advogados de defesa de Cláudia Regina, solicitando o retorno da prefeita cassada, até o julgamento do mérito. Portanto, vai depender do parecer da ministra o retorno ou não aos cargos de Cláudia e seu vice Wellington Filho. No próximo mês, talvez no início, teremos o desfecho do caso.A situação de Cláudia é realmente complicada, com 11 condenações de 1ª. e 2ª. Instâncias ficam difícil de ser resolvida. Mas de imediato quem vai decidir é a ministra Laurita. Vamos aguardar. CLÁUDIA FRAGILIZADA Politicamente, aparentemente a prefeita cassada Cláudia Regina está fragilizada,seus principais aliados parecem tê-la deixado à deriva,não se ver manifestação de apoio por parte do senador José Agripino, Rosalba, Carlos Augusto, enfim, esse mutismo das lideranças do DEM, parece acordo tácito para deixar como está para ver como é que fica. Enquanto na província, poucos são os partidários da "mulher" que ainda se manifestam a seu favor, sua base parlamentar, ou seja, os vereadores pelo que se ver, parece que debandaram todos, estão seguindo o dito: rei morto, rei posto. Faz parte da política, para Maquiavel, a "traição política pouco tem a ver com moral e com o ódio". É parte da conveniência, é ingrediente que tempera o bolo. TERMINADO O RECESSO... Forense no próximo 3 de fevereiro,o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) certamente julgará o mérito da liminar concedida pela ministra Laurita Vaz no dia 12 de dezembro, suspendendo a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que afastou a governadora do cargo acusada de abuso de poder político e econômico na eleição municipal de Mossoró (RN), entrando em pauta,se saberá se Rosalba Ciarlini será afastada ou não do governo. Enquanto isso ela governa o Estado sob efeito de liminar. O ABSURDO Vai ser investigado. O Ministério Público Estadual instaurou nesta sexta-feira 17,inquérito civil para investigar se a devolução de R$ 12,8 milhões de recursos federais destinados à segurança pública constitui ato de improbidade administrativa por parte do secretário estadual da pasta, Aldair da Rocha. O INQUÉRITO O inquérito do MP basicamente se fundamenta na situação crítica que o setor de segurança pública enfrenta no Rio Grande do Norte.Apenas em 2013,lembram os promotores, foram assassinadas 1.642 pessoas em todo o Estado. Além disso, entre 2012 e o ano passado, o número de Crimes Violentos Letais e Intencionais teve um crescimento de 26,5% no RN. PRORROGAÇÃO O Governo do Estado prorrogou o prazo para a quitação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) devido por beneficiários do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Norte (PROADI) até o dia 20 de fevereiro. A prorrogação de acordo com o decreto publicado no Diário Oficial do Estado de sexta-feira, 17, se aplica somente aos contribuintes que estejam adimplentes quanto ao pagamento da parcela do ICMS que lhes cabe, de acordo com o contrato de mútuo firmado para participar do Proadi. O inadimplente de obrigações tributárias por parte de contribuintes beneficiários do Proadi pode excluí-los desse programa público.

NOVO SUPERINTENDENTE O engenheiro agrônomo Woden Madruga Júnior é o novo superintendente federal de Agricultura no Rio Grande do Norte. Woden é engenheiro Agrônomo formado pela Ufersa e pós-graduação em Gestão de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Ele foi indicado pelo PMDB. MAIS MÉDICO A Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde publicou, nesta sexta-feira,17,no Diário Oficial da União,chamamento público para médicos formados em faculdades nacionais ou estrangeiras. Os médicos formados no exterior precisam revalidar seus diplomas.A convocação é para compor o quadro do quarto edital do Programa Mais Médicos, do Governo Federal. As inscrições começam no dia 24 de janeiro, às 20 horas, e serão encerradas às 20 horas do dia 5 de fevereiro. COMO PARTICIPAR Para participar do programa, os profissionais devem estar regularizados com a Justiça Eleitoral e, para os homens, em dia com as obrigações militares. Em relação à qualificação, é necessário possuir o certificado de conclusão de curso ou diploma graduação, estar em situação regular para o exercício da medicina (habilitação do Conselho Regional de Medicina), e não participar de programas de residência médica. ANIMAÇÃO O tradicional, Festival Internacional de Animação de Annecy na França,recebe inscrições de filmes e projetos para sua 38ª edição, que acontece entre os dias 9 e 14 de junho deste ano. Longas-metragens podem ser inscritas até o dia 15 de março, e curtas, filmes para TV, filmes feitos por encomenda (educativos, científicos ou corporativos) e filmes de final de curso podem ser inscritos até 7 de fevereiro. As inscrições, em todos os casos, são gratuitas, e os filmes devem ter sido finalizados a partir de 2013. Para se inscrever, é necessário escolher a categoria pretendida no site do evento. LAVAGEM CEREBRAL Teve início nesse fim de semana uma maciça campanha publicitária do Governo do Estado, para convencer os potiguares que a tal Arena das Dunas é a sétima maravilha do mundo, muito oportuna e útil para todos nós:"Isso tudo é para você".Pois diga?... MEIO AMBIENTE Por iniciativa do Ministério Público Federal (MPF), Mossoró vai sediar no próximo dia 4 de fevereiro uma audiência pública para debater os impactos ambientais das empresas salineiras no Rio Grande do Norte.Representantes de órgãos ambientais e empresários do setor devem participar da discussão, que será aberta a todos os interessados e ocorrerá no auditório do Centro Tecnológico do Agronegócio (CTARN), no Campus Leste da Ufersa.A proposição partiu das procuradorias da República nos municípios de Assu e Mossoró e vai ser realizada em dois turnos, das 9h às 14h e das 15h30 às 17h30. Estão sendo convidados representantes do Ibama, do Idema e de um total de 25 empresas do setor, além de integrantes da comunidade acadêmica e da sociedade civil organizada. ISSO TUDO É PARA VOCÊ? Nem antes, nem durante, nem depois da Copa da Máfia? O que sobrará para cada um dos potiguares? Um elefante branco que engoliu muito dinheiro do contribuinte para engordar os mafiosos da FIFA, da CBF e seus comparsas de dentro e de fora dessas entidades inidôneas. POIS É... Em política, estar com a rua não é o mesmo que estar na rua. (Ulisses Guimarães)


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Sociais Karenine Fernandes karenine_f@hotmail.com twitter: @kareninefernand www.kareninefernandes.com

REFLETINDO... Acolha tudo o que acontecer, durante o dia de hoje, como uma oportunidade de ser mais você o que, muitas vezes, vai significar olhar para os desconfortos. Você não é só o que é confortável, você é o desconforto também.

PRA ELES...

FOTOS: CEDIDAS

Quem gosta de um visual esportivo clássico, pode comemorar: as camisas Tommy Hilfiger também entraram no nosso sale de 50%. A versatilidade das camisas (que fazem bonito desde o escritório a ocasiões mais informais) fizeram delas item indispensável no guarda-roupa do homem moderno. Passe na Tressê e escolha as suas.

EM CENA •Adoro as delícias do Pinga Fogo e mais ainda a sobremesa de doce de coco verde com limão, a minha preferida. •Doida que chegue amanhã para ir para Biofit Academia e por lá encontrar Francisco Ribeiro e sua energia e força de vontade. •Belíssimo trabalho que os amigos Franklim Soares e Jarbas Mariano andam conduzindo na abertura de uma casa para tratamento de dependentes químicos. •Contagem regressiva em 15 dias vamos estar estreando pequenos vídeos em nosso Instagram e site nos mais variados campos. •Visitei meu amigo Sebastião Mota esses dias e fiquei me lembrando dos doces momentos e da sua alegria sempre que nos encontrava. •Ah! Vestidos lindos da marca famosíssima Wagner Kalieno e muitos outros com descontos incríveis nas araras da Maison Tráfego. •A empresária cearense Maura Lima vem entrando com força no mercado mossoroense e promete marcar espaço. •Pra começar a semana a nossa super dica e cuidar da sua pele e no Beleza e Cia., está com 50% em todos os tratamentos faciais.

PARA TODOS... Toda a loja Tressê com 50% de desconto! Compre Calvin Klein, Dudalina, Tommy Hilfiger, Bo.bô e várias outras com preços inacreditáveis! A Tressê espera você no nosso super sale.

É TOP

Carlos Augusto impressionando a vida e a vida festejando ele. Tintim!

Lia Castro comemora o seu cliente Elevare que em quatro meses de funcionamento já está entre as marcas mais lembradas pelo consumidor mossoroense, segundo pesquisa da Certus divulgada pela Quattro comunicação. É TOP!

ESPAÇO FASHION Com DNA urbano e cool ao extremo, seu closet nunca mais vai ser o mesmo com as peças super originais da Espaço Fashion. Aproveite para comprar os melhores shorts, blusas e acessórios com 50% de desconto. Por tempo limitado na Tressê.

Grande Dinarte Bento vivendo os melhores momentos com seu neto

Sâmela Carlos, a mulher cheirosa da Mil Cheiros, com o prêmio TOP

3321- 4884

Kadja Maia, loira, linda, magra e bronzeada curtindo o verão da Capital

Letícia Goring, a filha de Eclair Goring, distribuindo simpatia e beleza


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Opinião Neto

Queiroz

netoqueiroz@uol.com.br INTERINO REPRODUÇÃO

REDE MUNICIPAL A rede municipal de ensino inicia o ano letivo no dia 27 próximo. A Secretaria de Comunicação Social da municipalidade informa que mais de 22 mil alunos foram matriculados este ano.

SEMANA PEDAGÓGICA II Durante o evento serão realizadas palestras e reuniões de planejamento para o ano letivo, em cada uma das unidades educacionais, tendo como público-alvo professores, gestores educacionais e autoridades da área educacional. O deputado estadual Gilson Moura (PROS) tem percorrido o Rio Grande do Norte neste período de recesso parlamentar na Assembleia Legislativa. De norte a sul, de leste a oeste, Gilson Moura escutou o que o povo potiguar tem a dizer e ouviu comentários positivos quanto a sua atuação no Poder Legislativo do Rio Grande do Norte.

RÁPIDAS

SOB PROTESTOS Partidos de extrema esquerda estão preparando protestos em Natal, na quarta-feira vindoura, quando da presença da presidente Dilma Rousseff em nosso Rio Grande do Norte.

NOTAS GERAIS

Uma proposta da deputada federal Sandra Rosado (PSB) que amplia a emissão de títulos da dívida pública interna para utilização de seus recursos em projetos voltados a atividades culturais foi um dos projetos aprovados pela Comissão de Cultura da Câmara.

PEGOU BEM O leitor gostou da comparação que foi feita por este interino entre a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB). A julgar pelos comentários enviados, por meio de correspondência eletrônica, a comparação não poderia ter sido mais feliz.

O Projeto de Lei 5978/2013 modifica a Lei nº 10.179, de 6 de fevereiro de 2001, que já permitia a emissão destes títulos e sua troca por títulos representativos de acordos de reestruturação da dívida externa brasileira.

SEMANA PEDAGÓGICA Como acontece anualmente,a Secretaria de Educação e Desporto promove a Semana Pedagógica, oficializando o início do calendário escolar. O evento está previsto para ocorrer na quarta-feira.

SEMANA PEDAGÓGICA III Para a abertura da Semana Pedagógica deste ano foram convidados dois palestrantes de nomes consolidados nacionalmente na área da Educação,que abordarão temas escolhidos de acordo com as diretrizes da Política de Melhoria de Qualidade da Educação Pública,definida para o ano de 2014,dentro do Planejamento Estratégico da Educação Municipal. Sendo o professor/ doutor Celso Vasconcellos, doutor em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), e Nélio Spréa, professor, produtor cultural, músico e pesquisador.

PLUGADO

Com parecer favorável do relator, deputado federal Stepan Nercessian (PPS-RJ), o projeto da deputada federal mossoroense prevê que os recursos assim obtidos, porém, teriam que ser utilizados em projetos voltados às atividades de produção, distribuição, exibição e divulgação, no Brasil e no exterior, de obra audiovisual brasileira, preservação de sua memória e da documentação a ela relativa, aprovados pelo Ministério da Cultura, bem como mediante doações ao Fundo Nacional da Cultura (FNC). A proposta será analisada pelas Comissões de Finanças e Tributação e de Constituição, Justiça e de Cidadania em caráter conclusivo. Muito bem.

NULIDADE COMPLETA Com respeito a pessoa da médica, mãe de família, esposa, avó Rosalba Ciarlini,felizmente não enfrentamos problemas semelhantes ao Maranhão no que diz respeito a violência, mas, no geral, a governadora do RN é uma nulidade. PERSISTÊNCIAS Também tenho que manifestar meu respeito e até minha admiração aos rosalbistas ortodoxos que vislumbram o “país das maravilhas” em nosso Rio Grande do Norte e certamente que a Alice deste paiseco é a médica Rosalba Ciarlini. CATEQUIZAÇÃO EFICIENTE Essa persistência dos rosalbistas ortodoxos é interessante, pois mostra, confirma e comprova que a “catequização” feita foi altamente eficiente. O que lamentamos apenas é que esses rosalbistas estão completamente equivocados. RECALQUE O interino aqui se diverte com o recalque dos rosalbistas em relação à ex-governadora Wilma de Faria (PSB). Os rosalbistas desqualificam a presidente do Partido Socialista Brasileiro no Rio Grande do Norte. Mas, na cotação popular, o povo quer Wilma de volta e sonha com o fim da administração Rosalba Ciarlini. Essa é que é a verdade. RESPOSTA CERTA O mundo fantástico dos rosalbistas tem data definida para acabar. O eleitor potiguar, certamente, vai dar uma passagem só de ida para Rosalba Ciarlini. Do Cazaquistão para frente.

• COMOÇÃO - Natal se comoveu com o falecimento do empresário Fernando Medeiros, proprietário da rede de restaurantes Camarões. • GRANDE HOMEM - Fernando Medeiros foi uma pessoa de bem e querida por todos em Natal. Por esta razão, a capital viveu clima de tristeza. • AGRADO - Ao homenagear dona Odete de Góis Rosado em um conjunto habitacional, o prefeito Silveira agrada a ex-prefeita Fafá Rosado. • JOGADA - O chefe interino do Executivo mossoroense fez uma jogada esperta ao homenagear a mãe da ex-prefeita. Ele espera bons resultados disto. • DESPEDIDA - O interino aqui se despede do leitor e da leitora, agradecendo a paciência e a tolerância com este aprendiz de escriba. Obrigado.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Esporte

Torcedores cogitam acionar Ministério do Esporte REPRODUÇÃO

Portuguesa foi punida pela escalação irregular do meio-campista Heverton na última rodada do Brasileiro

estratégia de torcedores da Portuguesa para tentar mudar decisão do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e evitar o rebaixamento da equipe rubro-verde para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro pode incluir uma ação judicial contra o Ministério do Esporte. Um grupo que já processou a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) cogita cobrar da pasta a falta de fiscalização do Estatuto do Torcedor. A Portuguesa foi punida pela escalação irregular do meio-campista Heverton na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2013, em um empate sem gols com o Grêmio. O STJD retirou quatro pon-

A

Torcedores da Portuguesa lutam pela permanência do clube na Série A

tos da equipe rubro-verde (a decisão representou o descenso dos paulistas e salvou o Fluminense da Série B). Contudo, um grupo de torcedores da Portuguesa articulou um movimento chamado "Todos vamos à luta". Eles argumentam que o artigo 133 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que foi usado para condenar o time do Canindé,foi

revogado em 2010 pelo Estatuto do Torcedor, cujo texto é contraditório e hierarquicamente superior. Portanto, a punição à equipe representaria, na ótica do coletivo, uma infração de lei federal. Essa foi a base de uma série de ações que os torcedores apresentaram em diferentes foros. Na última sexta-feira, a 42ª Vara Cível de São Paulo emitiu liminar fa-

Cruzeiro se planeja para encarar altitude na Libertadores Notificado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) sobre o local de estreia na Libertadores, no dia 12 de fevereiro, contra o Real Garcilaso, o Cruzeiro não escapou de jogar na altitude e terá que encarar os 3.259 metros de altura de Huancayo, no Peru. A menos de um mês da estreia na competição,o assunto é o centro das atenções na Toca da Raposa. O clube começou a preparar a logística da viagem e tudo deverá estar definido até a semana que vem. A diretoria estuda a possibilidade de um voo fretado para a cidade peruana, que possui um aeroporto que suporta apenas aviões de pe-

queno porte. Além disso, os dirigentes tentam adiar o confronto com o AméricaMG, três dias antes, pelo Campeonato Mineiro. O departamento físico e de fisiologia também vem estudando a melhor forma de encarar a altitude. O preparador físico Juvenilson de Souza nunca esteve na altitude pelas equipes em que trabalhou, mas já procurou colher informações com outros profissionais da área que tiveram essa experiência. "Nunca fui na altitude para competir,só a passeio.Mas tive a preocupação no período de férias de conversar com alguns colegas,alguns preparadores,fisiologistas,conversei com alguns estudiosos na

universidade de Londrina, que estudam a altitude para entender. Conversei com o nosso fisiologista Eduardo Pimenta para que pudéssemos mapear o treinamento", explicou Juvenilson. Segundo o preparador físico, a preocupação da comissão técnica é de encarar a altitude com naturalidade. "Não vamos trazer como problema, vamos levar como se fosse jogar em outro local, tomando alguns cuidados importantes, que a gente está priorizando não só para o momento do jogo da altitude, mas para todos. É o trabalho de força e velocidade que vai nos sustentar ao longo da temporada", comentou.

vorável e exigiu que a CBF devolva os quatro pontos retirados da Portuguesa (a decisão foi proferida pelo juiz Marcello do Amaral Perino, que havia tido um parecer semelhante sobre o Flamengo um dia antes). A CBF contratou o escritório de Carlos Miguel Aidar,candidato à presidência do São Paulo,para representar a entidade em São Pau-

lo nas ações sobre o caso. O advogado já disse que a entidade apresentará recurso e contestará a legitimidade dos torcedores que entraram com as ações. Entrará em vigor então a etapa seguinte da estratégia dos torcedores. Eles já estudam possibilidades de tréplica à CBF, mas esperam a apresentação da defesa da entidade para

selar um caminho. Uma possibilidade é cobrar do Ministério do Esporte a fiscalização do Estatuto do Torcedor. "Essa é uma ideia. A principal diferença entre uma ação assim e as ações contra a CBF é de competência. Como o Ministério do Esporte é um órgão da União, a decisão vai para a Justiça Federal", disse o advogado Daniel Neves, responsável pela ação que obteve liminar na 42ª Vara Cível. Se o grupo de torcedores optar por esse caminho, a discussão sobre o desfecho do Campeonato Brasileiro de 2013 vai parar no TRF (Tribunal Regional Federal). Depois, chegará ao STF (Supremo Tribunal Federal). Esse caminho pode até postergar uma definição sobre o caso. "Eu creio que a Justiça comum vai determinar a permanência da Portuguesa na primeira divisão, mas até se julgar isso é um processo complicado e que levará algum tempo. Isso é uma suposição minha, sem torcer por um clube ou apostar em uma decisão", ponderou Eduardo Berol, advogado e diretor de comunicação do IBDD (Instituto Brasileiro de Direito Desportivo).

Carlos Eduardo deve jogar o Carioca com time ‘‘B’’ do Flamengo De olho na preparação para a Copa Libertadores, o técnico Jayme de Almeida dividiu o elenco do Flamengo em dois grupos: aqueles que jogarão a competição sul-americana e os atletas que disputarão os primeiros jogos do Campeonato Carioca. A divisão separou bem os principais atletas daqueles que andam em baixa no Rubro-negro. A grande novidade foi Carlos Eduardo. Principal contratação da última temporada, o meia não treinou com os titulares e ficou no hotel com os companheiros do "time B" que devem atuar na estreia do Campeonato Carioca, no próximo

domingo, contra o Audax. Em baixa e precisando entrar em forma, o meia deverá ser a principal atração do time para o jogo no Maracanã. A tendência é que o Flamengo entre em campo no domingo com Paulo Victor; Digão, Welinton, Frauches e João Paulo; Cáceres, Val, Carlos Eduardo (Mattheus) e Gabriel; Negueba e Nixon. Fora da partida, o grupo principal que treina de olho na tem Felipe, Erazo, Wallace, Gonzalez e Chicão; Léo Moura, Léo e André Santos; Amaral, Elano, Everton e Rodolfo; Alecsandro, Hernane e Paulinho. Além destes, os jovens goleiros César e

Luan também trabalharam no campo do CT Ninho do Urubu.

Jayme de Almeida dividiu o elenco do Flamengo em dois grupos: aqueles que jogarão a competição sul-americana e os atletas que disputarão os primeiros jogos do Campeonato Carioca


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Esporte Em busca da primeira vitória, Baraúnas enfrenta Santa Cruz, no Iberezão RAMON NOBRE Da Redação penas a vitória interessa ao Baraúnas na tarde deste domingo. A situação é adversa. Com dois pontos ganhos, em dois jogos disputados, o Tricolor mossoroense precisa vencer o Santa no Estádio Iberezão e assim diminuir a diferença de quatro para um ponto na tabela de classificação da primeira fase. Com duas vitórias e 100% de aproveitamento, o Santa Cruz vai atuar contra o Baraúnas, diante da sua torcida, que deve comparecer em bom número ao estádio. Caso vença, e Coríntians e Assu empatem, a diferença para as demais equipes do grupo chega aos sete pon-

A

tos, restando três rodadas para o final da fase. Para vencer, o Baraúnas terá que fazer o que ainda não fez nas duas primeiras partidas: balanças as redes do adversário. Se a defesa ainda não foi vazada, o ataque Tricolor ainda não se acertou, e após a partida da última quarta-feira alguns jogadores reclamaram da falta de pontaria na hora de concluir a meta do adversário. "Procuramos rodar a bola, mas perdemos gols que não podemos perder. A bola não quis entrar. Agora vamos descansar para o próximo jogo, que é difícil contra o Santa Cruz", disse Vaninho em entrevista à Rádio Difusora de Mossoró. O meio-campista Da Silva também cobrou uma

maior concentração dos jogadores para que a primeira vitória venha. "A gente não sabe nem explicar. Dominamos os dois tempos. Temos que nos concentrar mais no trabalho. Estamos perdendo muitos gols", falou. Um dos mais experientes do elenco, o lateral esquerdo Renatinho Carioca também pediu uma maior concentração dos atletas. "A gente sabia que ia ser um jogo difícil. Tive-

mos várias chances de fazer o gol, mas os caras fecharam lá atrás e não teve jeito. Teve bolas que tivemos capacidade de fazer, mas não deu. Temos que nos concentrar bastante para não cometer mais esses erros", disse. O Baraúnas deve ir a campo contra o Santa Cruz com: Érico; Reginaldo, Pedroza, Nildo e Renatinho Carioca; Paraíba, Batata, Da Silva e Vaninho; Kaká e Alan (Douglas).

WELLINGTON

REPRODUÇÃO

GRUPO B

TIME

PG

J

V

E

01 02 03 04

06 02 01 01

02 02 02 02

02 00 00 00

00 02 01 01

Santa Cruz Assu Baraúnas Corintians

CEDIDA D GP GC SG

00 00 01 01

07 00 00 00

00 07 00 00 01 -01 06 -06

Ataque do Baraúnas ainda não conseguiu balançar as redes

Corintians e Assu duelam na parte de baixo vitória faz com que o Galo do Seridó saia da lanterna.Se for derrotado para o Santa,o Baraúnas pode perder a segunda posição em caso de vitória de Assu ou Corintians. Após o empate com o Baraúnas no meio da semana, o Corintians anunciou a

Olismar Lima

PRIMEIRA FASE (COPA FNF)

ALCIVAN COSTA

Assu e Corintians se enfrentam às 17h da tarde deste domingo, no Estádio Edgarzão, em Assu, na partida que pode definir um novo lanterna do Grupo B da primeira fase do Campeonato Estadual. As duas equipes possuem apenas um ponto. Só a

Cantinho da recordação

contratação de mais dois jogadores. O meio-campista Edson Zidane, revelado pelo Bangu, e o atacante Cris foram contratados. Os dois jogadores foram destaques do futebol maranhense. O atacante Cris foi destaque nacional quando

marcou três gols na vitória do Bacabal sobre o Balsas, e pediu música no quadro do Fantástico, onde quem marca três gols por partida pede uma música para ser reproduzida quando os gols são exibidos para todo o Brasil.

WELLINGTON: um dos ídolos do Potiguar, na conquista do estadual, em 2004 Visando registrar a presença dos craques que o nosso futebol conheceu, ao longo da sua existência, reservamos para esta edição um pouco da trajetória de Wellington, um dos heróis do Potiguar, por ocasião da conquista do título de primeiro campeão norte-rio-grandense de Futebol, representando a terra de Santa Luzia, no ano de 2004. Na citada temporada, o time macho era presidido pelo saudoso desportista Manoel Barreto Filho, que prestou inestimáveis serviços ao seu clube de coração, a partir de 1964, quando a nossa principal praça de esportes era o estádio da Rua Benjamim Constant, local onde acha-se edificada a sede do Serviço Social da Indústria - SESI. Tão logo assumiu o comando acedepeano, Manoel Barreto tratou de efetivar a contratação do excelente técnico Manoel Miluir Macedo Cunha, que atuou em grandes equipes do futebol brasileiro, bem como em Portugal. Após assinar o seu vínculo contratual com o time macho, o referido treinador apresentou uma lista de atletas visando o fortalecimento do elenco alvirrubro, dentre eles, o nosso focalizado. A primeira partida de Wellington pelo Potiguar aconteceu no dia 8 de fevereiro do ano anteriormente registrado, ocasião em que atuando no Estádio Edgar Montenegro, em AssuRN, o alvirrubro empatou

com o Camaleão do Vale em três tentos. O time macho atuou com o futebol de Zezinho; Wendel (Wellington), André, Bartô e Gledson; Erivan, Jânio, Márcio Cardoso e Chiquinho; Canidezinho e Marcelo Martinelli (Jessuir). Já o Assu, contou com esta formação: Erasmo; Diassis, Raniely (Márcio), André e Dindo; Erack, Toni, Marielson e Marcelo; Eridan (Leandro) e Baiano. Os gols do espetáculo foram assinalados através de Canidezinho, Chiquinho e Wellington, para o Potiguar, e Baiano, Marcelo e Diassis para o quadro assuense. Árbitro do jogo: Antônio Carlos da Costa, auxiliado nas laterais por José Valter dos Santos e José da Silva Sobrinho. Renda: R$ 8.600,00, para 2.400 torcedores que pagaram ingressos. Na memorável noite de 13 de abril de 2004, aqui mesmo, no "mundão" do Nova Betânia, em jogo válido pela primeira partida decisiva do estadual, o Potiguar derrotou, de forma magnífica, o América de nossa capital, pelo placar de quatro tentos a zero, com gols marcados por Chiquinho, duas vezes, Canidezinho e Bartô. Na segunda partida, disputada no Machadão, em Natal-RN, embora o América tenha obtido a vitória pela contagem mínima, o título foi conquistado pelo Potiguar, dando o resultado do primeiro jogo.


10 Gazeta do Oeste

Mossor贸, domingo, 19 de janeiro de 2014

Publicidade


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Mossoró

TRANSPORTE ESCOLAR Editora: Monalisa Cardoso mossorogazetadooeste@gmail.com

ESPECIAIS

Agente de Trânsito orienta pais na escolha por empresa

2

Estado adia início das aulas

6e7

REPRODUÇÃO

Característica é típica dos meses de dezembro e janeiro e faz parte da Meteorologistas passam agora a observar as temperaturas do Oceano Atlântico,

pré-estação de preparação

na costa da região Nordeste

para as chuvas

WILSON MORENO

Umidade do ar aumenta sensação de calor no verão s altas temperaturas e a sensação térmica de calor superior ao normal sentida pelos mossoroenses nas últimas semanas são características típicas dos meses de dezembro e janeiro na região, como comenta o meteorologista e professor da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), José Espínola. Segundo ele, esse calor é normal, pelo fato de estarmos na estação verão. Além disso, o tempo também está começando a mudar, a umidade está aumentando, como conseqüência e as pessoas estranham porque a sensação térmica também aumenta. O meteorologista explica que sensação térmica é a sensação de frio ou

A

calor percebida de uma forma diferente do que apontam os termômetros, que tanto pode ser para mais como para menos. José Espínola comenta que isso decorre da umidade e explica que cada grama de vapor de água armazena 2,45 MJ de energia,por isso o calor. "Esse calor abafado", descreve Espínola. Se por um lado a sensação térmica não é nada agradável, por outro, pode ser um sinal positivo. "É uma preparação, nós estamos na pré-estação, que é a preparação para as chuvas", diz o meteorologista. No entanto, ainda é cedo para afirmar com precisão se o ano terá ou não boas chuvas. As previsões devem se tor-

nar mais claras em breve. Na próxima semana, dias 20 e 21, meteorologistas de todo o Nordeste e até especialistas de outros países se encontrarão na terceira reunião de meteorologistas, que acontecerá em Fortaleza (CE). Os encontros estão sendo realizados mensalmente, desde novembro do ano passado. O primeiro deles ocorreu em novembro, na cidade de São Luís (MA) e o segundo em Campina Grande (PB). Até agora, de acordo com o que foi observado pelos meteorologistas, as probabilidades são de 25% de chuvas acima da média, 40% em torno da média e 35% abaixo da média. O que, em resumo, aponta para chuvas em torno da média ou abaixo da média.

O período chuvoso também tende a ser irregular, com chuvas mal distribuídas. A quantidade de chuva, ao que tudo indica, deve ficar aquém do que costuma se verificar nos anos terminados em '4', que costumam ser ricos em precipitações. Na próxima reunião em Fortaleza os especialistas no tempo observarão se há mudanças. Com relação ao comportamento do Oceano Pacífico,Espínola diz que ele tem se mostrado neutro e não apresenta nem o La niña, fenômeno que aponta para as chuvas, nem o El nino, que indica seca. Os meteorologistas passam agora a observar as temperaturas do Oceano Atlântico, na costa da região Nordeste. Se houver

Meteorologista José Espínola fala sobre as previsões

aquecimento nas águas elas evaporam e formam chuva, se elas esfriam, a situação fica mais complicada. De acordo com Espínola, desde dezembro elas estão aquecendo lentamente. Em comparação com as previsões de 2012 e 2013, as expectativas são melhores. No entanto, não é possível se basear nas chuvas atuais com indicador de um bom período chuvoso. De acordo com Espínola, essas precipitações que caíram recentemente são causadas pelo Vórtice Ci-

clônico de Ar Superior (VCAR), fenômeno provocado pelo giro das nuvens, que vem se formando desde dezembro, mas que é passageiro e pode desaparecer de repente. Por isso, o agricultor não deve plantar agora. Espínola esclarece que o período chuvoso em Mossoró vai de fevereiro a maio, sendo março e abril os meses com maiores picos de chuvas e a média de precipitações chuvosas é de 700 mm, distribuídos ao longo desses quatro meses. ALCIVAN COSTA

Altas temperaturas e a sensação térmica de calor são superiores ao normal sentida pelos mossoroenses


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Mossoró Agente de Trânsito orienta pais na escolha por empresa de transporte escolar ALCIVAN COSTA

ara os pais que têm filhos em idade escolar, início de ano é época de planejamentos e de preocupações. A escolha da escola adequada, a compra do material escolar e fardamento são algumas das questões que precisam ser resolvidas. Para quem não tem disponibilidade de deixar e trazer os filhos na escola, outro ponto que merece atenção é a escolha da empresa que cumprirá essa tarefa. A pedagoga da Subsecretaria de Trânsito e Transporte (STT), Maribel Oliveira, orienta que a primeira recomendação que os pais devem seguir é verificar se o transporte está cadastrado junto ao órgão municipal de trânsito. Essa verificação confere aos pais ou responsáveis uma série de garantias,pois,através da consulta, é possível saber se a categoria da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor é 'D', se ele tem antecedentes criminais e se o veículo foi vistoriado este ano. Essas informações tanto podem ser obtidas através da identificação do veí-

P

Maribel Oliveira é pedagoga da Subsecretaria de Trânsito e Transporte

culo, como através de consulta à Subsecretaria, sujo telefone é o (84) 3315-5008. A segunda recomendação, de acordo com Maribel Oliveira, é observar as condições do veículo. Um item a ser considerado nesse momento é o cinto de segurança. A pedagoga explica que os veículos que realizam o transporte escolar estão desobrigados quanto à utiliza-

ção das cadeirinhas de segurança e assentos de elevação, mas devem possuir cintos de segurança. Além disso, a quantidade de assentos deve condizer com o total de crianças conduzidas. O atendimento dedicado aos estudantes também deve ser levado em consideração. Os responsáveis pelas crianças devem ainda buscar informações com outros

Programa Semear será encaminhado para licitação A elaboração do projeto básico da edição 2014 do 'Programa Semear' foi autorizada pelo prefeito interino de Mossoró, Francisco José Júnior.O projeto agora será encaminhado para licitação, como informa o subsecretário de Desenvolvimento Rural, Rondinelli Carlos. Segundo ele, o 'Semear' será orçado em, aproximadamente, R$ 300 mil, usados para que o município seja parceiro do agricultor no corte de terra.O projeto consiste na distribuição de óleo diesel para ser utilizado pelo homem do campo no trabalho de preparação da terra para o plantio e deve possibilitar a compra de 140 mil litros de diesel,para contemplar agricultores de toda a área rural de Mossoró. Ainda este mês a equipe da subsecretaria se reunirá

com os representantes das comunidades rurais. A intenção é que no início do período chuvoso o município esteja com o produto, pois logo que começa a chover os agricultores querem estar plantando. Rondinelli Carlos comenta que a ação contribui para o fortalecimento da Agricultura Familiar que, por sua vez, proporciona a geração de emprego e renda. O produto será distribuído para agricultores associados ou não, mas ele ressalta que a inserção do homem do campo em cooperativas facilita o trabalho da Subsecretaria. Em anos anteriores, o programa contou com a parceria da Petrobras. De acordo com o subsecretário, o contato com a empresa petrolífera já foi realizado e ele aguarda resposta. REPRODUÇÃO

pais e procurar saber se há histórico de infrações por parte do condutor. Maribel Oliveira comenta que, como existem algumas empresas cadastradas na Subsecretaria de Trânsito e Transporte,elas mesmas cobram fiscalização por parte do órgão e explica que as infrações verificadas nesses casos são questões referentes ao transporte irregular. CEDIDA

Óleo é usado pelo agricultor no corte de terras

Vários critérios devem ser considerados na hora da escolha por transporte escolar

VENDE-SE Troller T4 2.8 TDI (Turbo Diesel Intercooler), ano 2004, cor cinza, pneus BF MUD 33, engate, ar, direção, alarme, som, vidros, travas e espelhos elétricos. Em ótimo estado de conservação. VALOR: R$ 48.000,00 TEL: (84) 9997-8535


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Mossoró

Artigos carnavalescos já estão nas vitrines A

pesar de faltar mais de um mês para o início do Carnaval, algumas lojas de acessórios já se preparam para a folia de Momo. Máscaras com temáticas de animais, fantasias de cigano, gravatas e

óculos coloridos, diademas divertidos, perucas, colares havaianos, roupas infantis de coelhos, fadas, animais e todos os outros personagens que o imaginário permite experimentar começam a ocupar vitrines e chamar a atenção

dos consumidores. A operadora de caixa de uma das lojas da cidade, Dallyane de Freitas Brito, comenta que o estabelecimento se antecipou porque os consumidores já começam a procurar pelos artigos. Além disso, embora o Car-

naval só comece em março este ano, a medida evite o corre-corre às vésperas da festa mais popular do país. Ela argumenta ainda que, quando o Carnaval ocorre em fevereiro, a loja encerra a fase natalina e já começa a preparação para

os eventos carnavalescos. Segundo Dallyane,já tem gente comprando e as máscaras lideram a procura. As primeiras mercadorias já estão disponíveis nas duas lojas do grupo. Há opções para diferentes perfis, desde crianças de dois anos

de idade até homens e mulheres adultos. Formandos e revendedores, que compram a mercadoria em grande quantidade para revender também estão entre os consumidores dos artigos, como lembra Dallyane. FOTOS: WILSON MORENO

Dallyane Freitas Brito fala sobre a procura

Funcionária mostra opções de fantasias

Artigos contemplam diferentes grupos


4 Gazeta do Oeste

Fé & Vida

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Mossoró

Joscelito Marques joscelitomarques@hotmail.com site: www.jocelitomarques.blogspot.com

Refletindo o evangelho "JESUS - O CORDEIRO DE DEUS" João 1, 29-34 "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo." (Jo 1, 29b) O tema do testemunho de João Batista sobre Jesus já está antecipado no prólogo do quarto evangelho (cf. Jo 1,15). O "dia seguinte" (v. 29) refere-se a Jo 1,19-28, episódio em que João é submetido a um verdadeiro interrogatório por parte dos sacerdotes e levitas, enviados pelos judeus de Jerusalém. Esse interrogatório serve ao leitor do evangelho para esclarecer que João não é o Cristo (cf. Jo 1,20). A declaração de João continua ao apontar Jesus como o "cordeiro de Deus" (cf. Jo 1,29). Essa é a única ocorrência, no Novo Testamento, do título cristológico atribuído a Jesus. Trata-se de um título carregado de evocações veterotestamentárias: pode evocar o "servo sofredor" (Is 53,7) e/ou o cordeiro pascal cujo sangue aspergido nas portas das casas livraram os hebreus das pragas do Egito (cf. Ex 12,1ss); pode ainda ligar-se a Ap 17,14, em que o Cordeiro imolado é apresentado como vitorioso. O "cordeiro de Deus" é aquele a quem a missão de João Batista está subordinada (cf. Jo 1,30-31). O reconhecimento do Filho de Deus se dá por uma "visão" (cf. Jo 1,32-34), entenda-se, por revelação, por uma experiência interna e pessoal de Deus. Deus revela a João a verdadeira natureza de Jesus - Ele é o Filho de Deus, libertador do pecado, fonte de toda Salvação. O critério do reconhecimento é a presença do Espírito em Jesus. Essa visão em que o Espírito Santo é tangível na pessoa de Jesus faz com que João declare a filiação divina do Nazareno. O Pai envia o Filho que é revestido pela força do Espírito Santo para cumprir fielmente a sua missão de "cordeiro" - dar a vida em remissão de nossos pecados. Por isso nosso coração se enche de alegria e gratidão à Trindade Santa, que nos deu a graça da Salvação. Amém!

“ ”

Eu vos digo: pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. (Lc 11,9)

GENTE DE FÉ

Registramos com pesar o falecimento do Padre Miguel Lancaster, do Movimento Apostólico de Schoenstatt. O religioso do Instituto dos Padres Seculares de Schoenstatt faleceu na segunda-feira, 13, no Recife. Ele tinha 84 anos. Padre Miguel foi o fundador e difusor do Movimento Apostólico de Schoenstatt no Nordeste. Foi no Recife, em 1980, que ele iniciou a devoção trazendo o primeiro quadro da Mãe e Rainha Três Vezes Admirável. Ele também é o criador do Terço dos Homens, movimento de evangelização que se propagou pelo País. Missão cumprida! CEDIDA

Padre Miguel Lancaster

FORÇA, AMIGA! Daqui enviamos nossos votos de pleno restabelecimento para nossa amiga Chiquita, do Cursilho de Cristandade. Esta grande serva de Deus continua sua luta pela vida. E nós daqui continuamos acompanhando com nossas orações.Força, amiga! SÃO SEBASTIÃO Os devotos de São Sebastião,do conjunto Promorar, encerram hoje a festa em honra ao seu padroeiro. A procissão será às 17h, seguida de missa de encerramento. Viva o "Auxílio dos Cristãos"! SÃO SEBASTIÃO II Outra comunidade que tem como padroeiro São Sebastião é Passagem de Pedras, na zona rural de nossa cidade. Na noite de hoje, os devotos do "Soldado de Cristo" naquela comunidade refletirão sobre o tema: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo." Logo após, haverá o jantar de confraternização e a apresentação da peça teatral "O Sonho de um Drogado." A festa a São Sebastião terminará amanhã, com procissão, às 18h30 e Celebração Eucarística, às 19h, presidida pelo padre Ricardo Rubens. Avante, amigos! ENCONTRO A coordenação do Ministério Jovem da RCC realiza hoje seu primeiro encontro de 2014. O evento servirá para formatar o plano de ação que norteará as atividades de evangelização junto à juventude de Mossoró. Os jovens se reunirão, das 8h às 17h, no Centro de Evangelização Pe. Guido Tonelotto, nas Barrocas. CURSO A Faculdade Diocesana de Mossoró abriu inscrições para os interessados em participar do curso de extensão em psicopedagogia catequética. O curso será coordenado pela Comissão Diocesana de Catequese e abrangerá o período de 22 de fevereiro a 20 de dezembro

de 2014. Mais informações pelo fone: 3316-2560. CAFÉ DA MANHÃ Os membros do Movimento Momentos Divinos realizarão mais um café da manhã para os moradores de rua. Será dia 24 de janeiro, às 7h, na Catedral de Santa Luzia. SÃO PAULO Segue com excelente participação popular a festa de São Paulo Apóstolo,na Paróquia homônima, bairro Nova Betânia. Hoje, a missa acontecerá, às 17h, tendo como noiteiros os Coroinhas, Legião de Maria, Mãe Rainha e Comunidades Riachinho e fazenda Nova. O encerramento da festa será no dia 25 de janeiro,com procissão,às 17h, saindo do Largo das Cajaranas (IPAZE) e missa solene na Igreja Matriz. Viva São Paulo! 5º RALLY Nirton, e os membros do Terço da Divina Providência já iniciaram os preparativos para o 5º Rally Evangelizador. Desta feita o Rally percorrerá o Vale do Açu e a Costa Branca. A saída acontecerá, às 5h30, da Catedral de Santa Luzia, dia trinta de março deste. Sucesso! VIDA NOVA Deste espaço envio nosso abraço a Jarlene e Pereira, este casal lindo que Deus presenteou com mais um rebento: João Pedro. Que Deus lhes conceda a graça de reconhecer nesta criança a presença divina em seu lar. Saúde, paz e muita harmonia familiar. Shalom! PARA REFLETIR "Os escândalos da Igreja ocorrem porque não existe uma relação viva com Deus e com a sua Palavra. Assim, sacerdotes corrompidos, ao invés de dar o pão da vida, dão um alimento envenenado ao santo povo de Deus." (Papa Francisco em sua homilia, durante Missa presidida na Casa Santa Marta)


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Opinião

Déjà Vu

foi feito. Relatar também, que Rosado não deu apoio apenas a mim, mas a muitos outros médicos recém-formados que chegaram naquela época a Mossoró.

Milton Marques de Medeiros milton@tcm10.com.br

OBRIGADO, DOUTOR. Gratidão é o reconhecimento e resposta que uma pessoa dispensa a outra por haver recebido da mesma,em determinada ocasião,uma boa ação, uma ajuda, um auxílio ou favor. Aqui, em nome de muitos, um simples registro de gratidão ao dr. Rosado Cantídio. MÉDICO POR VOCAÇÃO Jerônimo Rosado Cantídio, conhecido pelos seus clientes pelo tratamento carinhoso de Dr. Rosadinho, é um desses bons exemplos de pessoas que prestam grandes serviços a uma cidade, a uma região, a um povo, independente de retribuição, reconhecimento ou aplauso. Rosado dedicou a vida inteiramente à medicina. São hoje milhares de mossoroenses beneficiados por seu bisturi, por suas mãos hábeis que apanharam inúmeras crianças em seus momentos iniciais da vida, pelo elevado número de estudantes de Medicina, de Natal e de Fortaleza que em períodos de férias, vinham para Mossoró exercitar e aperfeiçoar a prática cirúrgica, através da franca e espontânea lição do experiente obstetra. REALIDADE DA ÉPOCA Transcorria o início do ano de 1969. Em São Paulo, capital, naquele ano eu terminava residência médica em Psiquiatria na USP. Mossoró não tinha psiquiatra. Os portadores de distúrbios mentais, quando descompensavam, eram acolhidos na Cadeia Pública da cidade, onde hoje é o Museu Lauro da Escóssia,para aguardar dois ou mais, formar uma lotação e a seguir

conduzidos pela polícia para o Hospital João Machado em Natal. TESTEMUNHO PESSOAL Lembro-me do dia em que conversei com Rosado pela primeira vez em Mossoró. Ainda indeciso se ficaria em S. Paulo, em João Pessoa, como auxiliar da UFPB na cadeira de Psiquiatria ou voltasse para Mossoró. Ouvi de Rosado uma expressão que nunca mais esqueci: "Venha para cá.Mossoró precisa de especialista nessa área. Você falou que para melhor exercer a especialidade seria importante um Hospital de Psiquiatria na cidade. Daremos um jeito. IMPLANTAÇÃO DA SÃO CAMILO Três meses depois, tão logo cheguei à cidade para aqui me fixar, os colegas João Carrilho de Oliveira, Cezar Augusto de Alencar, Vicente de Paula Morais, Cloves Miranda e Leodécio Fernandes Neo, todos sob a coordenação de Rosado, se reuniram e trataram de formar uma sociedade, através da qual estaria sendo criada a Casa de Saúde São Camilo de Léllis. APOIO Em pouco tempo, doutor Rosado começou a convencer aos sócios da São Camilo que deveriam vender suas cotas, pelo fato de eu passar o dia inteiro e grande parte da noite na Clínica com os enfermos carentes. Os demais sócios ficavam ausentes, claro, cada um tinha sua especialização. Rosado foi o primeiro sócio a me vender suas cotas,alumiando como exemplo para que os demais fizessem o mesmo. E assim

LÍDER E GRANDE OBREIRO Como diretor do maior complexo de saúde da cidade, na época Casa de Saúde Dix-sept Rosado e Maternidade Almeida Castro - em idos de 1960,70 e até 80, Rosado foi um excelente construtor. Fundou desde o alicerce o Hospital Infantil Cid Augusto, que prestou memorável serviço, assistindo as criançinhas doentes da cidade e da região. Implantou com aparelhos modernos diversas unidades de diagnóstico no complexo que dirigia,dotando-o com equipamentos e aparelhos de Raio X, serviços de Imagens, laboratórios de análises clínicas, serviço de ultrassonografia, hemodiálise, este continua até hoje, e muitos outros. Triplicou a área física da Casa de Saúde e da Maternidade,construindo um novo prédio de três andares, melhorando consideravelmente os serviços de oncologia, pronto-socorro, ortopedia e novo centro cirúrgico. Mais ainda, deixou espaços adquiridos e pagos para expansões que fossem necessárias no futuro. RESPEITADO E ACEITO Um dia achou por bem sair da direção da entidade que ele tanto ajudou a crescer. Olhou para trás e viu que deixou anexo ao pequeno prédio de origem, nada menos que mais dois novos e imponentes edifícios. Um situado à rua lateral da Casa de Saúde, outro construído por trás da maternidade, de frente para Av. Rio Branco. Deixou por lá também, muitos amigos e o registro de uma enorme contribuição à Fundação Mantenedora (APAMIM) e a cidade. Reconhecimentos? Que nada, nem citado em discursos empolgados. SAIU, FEZ FALTA. Saiu por decisão pessoal. Nunca falou sobre as causas,mas ainda moço,certamente tinha muito ainda a oferecer. Sentiu que chegará sua hora. Partiu com as mãos limpas e de fronte erguida. Recolheu-se ao lar. Foi atender também a Dona Marta que tantas vezes o viu partir as altas horas da noite para fazer partos urgentes, acudir a dor que não sabia dormir,ou simplesmente apoiar um

colega que assistia a um parto laborioso. Nunca tinha hora para o retorno doméstico. HONESTO Rosado nunca logrou com a profissão. Poderia ter somado grande fortuna, ser hoje um homem muito rico,simplesmente abdicou tudo,nunca se envaideceu com cifras, ao contrário, doou sempre mais do que recebeu. EDUCAÇÃO Rosado Cantídio não foi apenas um homem da saúde de Mossoró e da região. Foi também da educação. Em final de 1969 conseguiu uma importante conquista para a cidade.O reitor da Uern, professor João Batista Cascudo Rodrigues, precisava se aproximar do reitor da Universidade Federal do Ceará, parente próximo e sanguíneo de Rosado, apelando para que o dr. Cantídio cedesse três enfermeiras com o objetivo de virem implantar um curso de enfermagem em Mossoró. Conseguiu imediatamente. Foi o primeiro curso de enfermagem implantado no Rio Grande do Norte. JORNAL O MOSSOROENSE Quando o centenário jornal O Mossoroense, que pertencia desde sua origem à família Escóssia, deixou de circular na cidade, indo à falência, Dix-huit fez o lance de compra (já contei esse episódio aqui), levantando os recursos financeiros, através de amigos e firmas da família. O agente de contato para falar com as pessoas, foi o respeitado e aceito Rosado Cantídio. Quem se negava um pedido de Rosado? Outra verdade, por muito tempo bancou a tiragem diária do jornal com recursos do seu próprio bolso. Digo, por haver testemunhado.Depois deve ter cedido suas cotas, como cedeu sua vida ao bem do próximo. COMO CIDADÃO Íntegro, sério, fiel, disponível, franco e bom. Ocupou várias funções públicas, entre outras, diretor do Plano Nacional de Saúde aproximadamente entre 1985 a 1987,experiência nacional em Mossoró,Nova Friburgo e Barbacena.Nunca quis ser político em funções eletivas.Em poucas linhas, dr. Rosado, eis a nossa gratidão de reconhecimento ao grande homem que o senhor continua sendo. Abraços!

Vicentinos realizam campanhas EDNILTO NEVES

EDNILTO NEVES

Além de roupas e alimentos, no momento a sociedade está recebendo material escolar e de construção civil JUCILENE MENDES

Raimundo fala sobre os projetos desenvolvidos pelos Vicentinos

Roupas e alimentos são itens arrecadados durante todo o ano

famílias que é evangelizar os mais pobres, seguindo o ideal de São Vicente de Paulo, dando assistência, seja material ou espiritual. Às vezes, a pessoa só precisa de uma palavra, um encaminhamento", afirma. Raimundo conta que quando chegou em Mossoró, a cerca de 7 anos, procurou saber se existia o grupo de Vicentinos na cidade, e viu que já havia existido, porém, o grupo não atuava mais já há algum tempo. Com isso, ele e outros começaram a organizar as conferências, que são as reuniões. Hoje, os Vicentinos se reúnem na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, na Capela de Santo Expedito. As campanhas para arrecadação de roupas e alimentos são realizadas durante o ano todo, mas no existem

ção melhora, e a pessoa já sai da lista. Outras entram no lugar. Agora no final do ano passado saíram umas quatro famílias justamente porque a situação melhorou para elas e outras entram no lugar porque estão necessitando no momento. Este mês já foram doadas 28 cestas básicas", explica o presidente do conselho em Mossoró. Mesmo sendo uma sociedade católica, a ajuda é oferecido a quem esteja precisando, não importa a religião. Os donativos para a ajuda também são recebidos de todos da sociedade. "É muita gente que precisa, e pouca gente que se dispõe a ajudar", destaca. No momento, além do material escolar para as crianças, os Vicentinos também estão aceitando mate-

Da Redação

Fazer o bem, sem olhar a quem”, poderia muito bem ser o lema da Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP), cujos seguidores são conhecidos como os Vicentinos. Durante todo o ano, eles trabalham voluntariamente em diversas ações para ajudar os mais necessitados. Os vicentinos já estão em todo o país, aqui em Mossoró eles recomeçaram as obras a cerca de 7 anos. O presidente do Conselho Particular Santa Luzia de Mossoró, Raimundo Gonçalves de Brito, explica que os Vicentinos são católicos, mas independentes da igreja, ou seja, não precisam da autorização da igreja para realizar obras ou receber doações. "A sociedade faz o trabalho com as

também as campanhas específicas como a que acontecerá este mês para recolher material escolar para as crianças pobres. "Se não ajudarmos as crianças hoje, elas serão as pessoas necessitadas de amanhã", avalia Raimundo. A SSVP está presente em 149 países. "Cada ano existe um lema a ser trabalhado em todo o mundo", destaca Raimundo. O lema escolhido no ano passado e que vai até o mês de abril é: "Amor, caridade e justiça". Depois será escolhido um novo lema que será trabalho até o mesmo mês de 2015. A ajuda é voltada às famílias que já estão cadastradas pelos membros da sociedade, mas como afirma Raimundo, sempre muda. "Tá sempre mudando porque quando alguém arruma um emprego, a situa-

riais de construção. Isso porque eles possuem um projeto para reformar casas que estão em péssimo estado de conservação. A ajuda pode ser também de outras formas. "O papa criou o ano da fé, e a SSVP criou o projeto 'Obras da fé, caridade em ação'. Tem gente que ajuda com um dia de trabalho e teve até uma pessoa que pagou o pedreiro e servente durante um mês para ajudar", ressalta. O projeto já entregou uma casa reformada que pertence a uma senhora viúva e já possui duas casas em fase inicial de trabalhos. "Não basta dizer que reza e vai a missa. Isso é casca, não tem validade. É preciso mostrar que tem fé indo ajudar ao próximo, mostrar o amor. Não basta dizer que tem fé, tem que fazer, mostrar", afirma. Mais de 20 ca-

sas já estão cadastradas para reforma, a maioria são de senhoras viúvas. Além da ajuda de doadores da sociedade, os vicentinos de Mossoró também contam com a contribuição da paróquia do Alto da Conceição que doa a oferta da celebração da primeira sexta-feira do mês. O Terço dos Homens do mesmo bairro também contribui com arrecadação de dinheiro e alimentos. Raimundo explica que tudo o que é arrecadado é imediatamente doado, eles nem guardam nem dinheiro e principalmente alimentos. "A sociedade não pode juntar dinheiro, por isso não temos nem conta", fala. Quem quiser ajudar ajuda aos Vicentinos pode deixar doações na secretaria da igreja do Alto da Conceição ou em outros locais onde são realizadas as conferências. Também podem entrar em contato com Raimundo Gonçalves pelos telefones 3061-8998 ou 9112-4520. "Não rejeitamos qualquer doação. Quem quiser doar pode procurar um vicentino toda quarta-feira às 17h30, na igreja de Santo Expedito ou na do Alto da Conceição, todas as sextas, às 15h30 e sábados às 17h", diz Raimundo.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Especial EDNILTO NEVES

Muitas pessoas procuraram efetivar matrículas na manhã de ontem

ESTADO MUDA DATA DE

INÍCIO DAS AULAS WILSON MORENO

LUCIANA ARAÚJO Da Redação

O

s problemas relacionados às matrículas escolares persistem, muitos estudantes da rede pública de ensino ainda não estão matriculados e o início do ano letivo estadual, que estava marcado para começar no dia 22 deste mês foi adiado para o dia 28. Pais com dificuldades de encontrar vagas para os filhos, reclamações sobre o Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGEduc) e falta de informação por parte de alguns usuários são alguns dos problemas descritos. A ausência de vagas em várias instituições de ensino foi o principal obstáculo encontrado por Sonália Martins Moura,na luta para matricular a filha de 11 anos, que concluiu o 5º ano do ensino fundamental em uma escola do município e está indo para o 6º ano do ensino fundamental. Após procurar várias escolas desde o início da manhã de ontem, 17, ela estava no Centro de Educação Integrada Professor Eliseu Viana (CEIPEV), por volta das 11h. Desde o dia 18 de dezembro, quando acessou o SI-

GEduc pela primeira vez, ela busca uma vaga para a filha.Inicialmente,solicitou matrícula nas escolas estaduais Moreira Dias e Educandário Presidente Kennedy, tendo em vista que o sistema oferecia a possibilidade de escolher duas escolas. Ao conferir o resultado da solicitação, no dia 13 deste mês, descobriu que não havia vagas em nenhuma das escolas. Ela e a filha moram na segunda etapa do bairro Aeroporto e a instituição de ensino mais próxima à residência é a Escola Municipal Professor Antônio Fagundes, onde chegou a fazer uma tentativa, mas não conseguiu. Também já procurou a Escola Municipal Professor Manoel Assis e a resposta foi a mesma. Pessoalmente, esteve novamente no Moreira Dias, e foi informada de que seria enviada uma solicitação à 12ª Diretoria Regional de Educação e Desportos (12ª DIRED) para abertura de uma nova turma. Com medo de que não haja disponibilidade, ela recorreu ao Eliseu Viana e,durante a permanência da equipe de reportagem da GAZETA DO OESTE na instituição de ensino,aguar-

Sonália Moura mostra comprovantes de acesso ao sistema

dava a vez para saber se,dessa vez, conseguiria matricular a filha, pois teme que a menina de 11 anos fique sem estudar. Quem também aguardava para saber se conseguiria uma vaga no Ceipev era o jovem Ailton Mendes de Freitas,19.Ele disse que não chegou a acessar o sistema e conta que em 2013 foi aluno do 1º ano do ensino médio do Eliseu, mas deixou as aulas e ficou na condição de desistente. Agora quer voltar à escola, mas estava temen-

do o risco de perder a vaga na instituição. "E não estudar esse ano", acrescenta. O jovem comenta que chegou à instituição por volta das 7h10 e próximo às 11h aguardava uma resposta. "Eu estou tendo que aguardar para ver se vai dar certo", afirmou. Ailton mora no bairro Belo Horizonte e diz que o Eliseu Viana é a escola mais próxima à sua casa. Para alguns, o procedimento foi bem mais fácil,como é o caso de Francisca Georgina que foi ao local ma-

WILSON MORENO

"Eu estou tendo que aguardar para ver se vai dar certo", disse Ailton Mendes de Freitas

tricular a filha Maria Aparecida no 2º ano do ensino médio.A própria adolescente procurou o Eliseu,acessou o sistema através do colégio e, com a vaga garantida, voltou ao Ceipev com a mãe para efetivar a matrícula. Mas, diretores e funcionários também enfrentam dificuldades. "As principais dificuldades que nós estamos enfrentando é o sistema, o próprio sistema que é lento e é uma coisa nova", diz Evânia Gurgel, diretora do Eliseu Viana.

Segundo ela, a situação é mais preocupante em relação às pessoas da zona rural. A diretora explica que existe uma nova demanda por parte desses estudantes, mas não há mais vagas na instituição. Ela acredita que essas são as pessoas que terão mais dificuldades,até porque muitas vezes só querem que os filhos estudem naquele local. "Tem gente que chora", comenta,acrescentando que os funcionários ficam em uma situação difícil,sem poder fazer nada.


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Especial WILSON MORENO

Outra questão é que nem todos os funcionários que participam do processo de realização das matrículas foram treinados para fazêlo. A própria Evânia Gurgel,que assumiu a gestão da escola há pouco tempo,não recebeu treinamento, mas teve que aprender. Ela comemora a mudança no início do ano letivo e aprova o sistema, que vai facilitar o acompanhamento dos pais com relação à vida letiva dos alunos,mas considera que essa mudança deveria ter sido gradual. Com relação aos alunos veteranos, Evânia Gurgel comenta que a situação preocupa a direção,pois esses alunos deveriam ter renovado a matrícula até o final do ano passado. Desta forma,a vaga estaria garantida. Porém, como muitos não fizeram isso, alguns correm o risco de ficar sem vaga na instituição. Para atender a demanda e dar conta dos serviços,a diretora conta que a equipe está trabalhando das 7h às 17h, ininterruptamente, para atender ao público externo. Mas os trabalhos internos

Maria Aparecida não encontrou dificuldades em renovar matrícula WILSON MORENO

Evânia Gurgel fala das dificuldades enfrentadas pela equipe

continuam até as 22h, para tentar resolver os problemas. PAIS PEDEM AJUDA As dificuldades não se re-

sumem à rede estadual de ensino e até o Conselho Tutelar está intervindo na questão.O conselheiro da 33ª zona do órgão, Ítalo Mikael,

conta que, atualmente, os pais que procuram o Conselho para denunciar dificuldades na realização da matrícula compõem a maior demanda de atendimentos do órgão. São responsáveis por alunos das redes municipal e estadual de ensino, embora essa última represente a maior parte dos que compõem a demanda. Segundo ele,faltam vagas nas instituições próximas às residências dos alunos. No município, os problemas estão mais relacionados às Unidades de Educação Infantil (UEIs), já no Estado os problemas variam,pessoas que já estudavam na escola e não conseguem efetivar a matrícula para 2014, filhos que não são criados pelos pais e que moram com outros parentes e a exigência do CPF para a realização do cadastro. Além disso, como um sistema é novo, os pais estão tendo dificuldades em operá-lo. Até a manhã de ontem, 17, ele estima que cerca de 200 famílias tenham pedido ajuda ao Conselho Tutelar.

Concessão das vagas pelo SIGEduc não garante matrícula WILSON MORENO

A coordenadora pedagógica da rede estadual de ensino, Maria Elma, informa que as matrículas foram prorrogadas até a próxima sexta-feira, 24. Esse prazo é válido tanto para a solicitação de matrículas através do SIGEduc, quanto para que os pais compareçam às instituições de ensino para efetivar a matrícula. Aliás, ela ressalta que ter a vaga concedida no sistema não significa que o processo foi finalizado. Para garantir a matrícula os pais devem comparecer à escola com a seguinte documentação dos filhos: três fotografias 3x4, Histórico Escolar, cópia da Certidão de Nascimento e comprovante de residência, além do CPF. Aqueles que ainda não tiveram uma vaga concedida devem retornar ao site (www.sigeduc.rn.gov.br) e tentar a 'rematrícula',procedimento realizado com referência nas vagas que restaram na rede estadual. No espaço, é possível ver, no ato da solicitação, se a vaga foi concedida Já em relação aos veteranos,Maria Elma informa que a renovação da matrícula é feita pela própria escola e o aluno não precisa acessar o sistema, caso vá permanecer na instituição. Com relação ao treinamento do pessoal, ela afirma: "Na verdade, nós treinamos polos e fizemos reuniões por etapas". Porém,

Maria Elma informa que é preciso comparecer à escola para efetivar cadastro

como o sistema é novo foram surgindo questões como cancelamento de alunos que se matricularam na série errada ou de estudantes que preencheram todos os campos com seus dados, mas na hora de informar o CPF forneceram o número do Cadastro de Pessoas Físicas dos pais. A meta da Dired é efetivar cerca de 30 a 35 mil estudantes nos oito municípios que compõem a circunscrição da 12ª Dired. Até a manhã desta sexta,17, segundo informações do próprio SIGEduc, 27.620 vagas haviam sido concedidas. A Dired está funcionando das 8h às 17h30, para atendimento ao público. Maria Elma informa que a mudança na data de início das aulas foi decorrente da grande procura por vagas.

Entre os principais problemas que chegam à Dired, ela destaca a grande procura por algumas escolas, como é o caso do Moreira Dias, Raimundo Gurgel e Disneylândia,para as quais existe uma grande demanda que não é comportada pelas instalações físicas. A procura é maior pelas séries iniciais, como os primeiros anos do ensino fundamental maior (6º ano) e do ensino médio (1º ano). Outros problemas comuns são referentes aos erros na solicitação, necessidade de corrigir dados e remanejamento de escolas. "Todos os problemas que estão chegando até aqui nós estamos sanando", finaliza Maria Elma. A chefe da Dired, Magali Delfino, afirma que não há o risco de que alguém

fique sem estudar. "De jeito nenhum", garante. Segundo ela, os pais podem ficar tranquilos, pois nenhum aluno ficará sem vaga. A lei diz que as pessoas precisam estudar e o Estado tem vagas, embora possa não contar com vagas nas escolas de preferência dos pais e alunos. Ela informa que o Conselho Tutelar pode continuar recorrendo à Dired, pois o órgão é um canal que auxilia a Diretoria. "Eu acho que estão fazendo um bicho de sete cabeças, em um sistema que só veio ajudar", afirma, acrescentando que, o objetivo do SIGEduc é conferir transparência ao espaço educacional e que quando o sistema estiver pronto, pais, estudantes e até o Ministério Público poderão acompanhar as informações sobre os alunos via internet. De acordo com Delfino, a velocidade do sistema varia de acordo com a velocidade da conexão à internet e que a lentidão se justifica pela grande demanda de pessoas acessando o sistema. A diretora da Dired informa ainda que, embora o início das aulas tenha sido adiado,o cumprimento dos 200 dias letivos por parte do Estado está garantido e a orientação é de que as escolas não deixem de realizar a jornada pedagógica nos dias 21 e 22 deste mês.

Em algumas instituições municipais também faltam vagas "A gente não tem vagas em algumas escolas e em algumas Unidades de Educação Infantil, mas temos vagas", afirma a coordenadora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Jailma Soares, ao se referir à rede municipal. Segundo ela, em locais como o Santo Antônio, que é um bairro muito populoso, há, aproximadamente, oitos UEIs, mas todas já estão cheias. Jailma diz que o limite de vagas leva em consideração também a estrutura física. A coordenadora afirma que os casos que têm chegado até o município, seja através do Conselho Tutelar ou dos próprios pais têm sido atendidos e, se não é possível incluir o aluno na escola mais próxima à sua residência,ele é encaminhado para a segunda mais próxima e todas as pessoas estão sendo atendidas. O município possui 38 Unidades de Educação Infantil (UEIs) e 52 escolas. O ano de 2013 foi encerrado com 22 mil alunos matriculados na rede. Para este ano, as matrículas ainda estão abertas. Para renovar o cadastro os pais devem procurar a escola, já aqueles que querem vagas para os alunos nova-

tos devem se dirigir à instituição de ensino com cópia da Certidão de Nascimento, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), duas fotografias 3x4, cartão do Bolsa Família (caso seja contemplado pelo Programa) e documentos dos pais. Jailma afirma que os pais que procurarem vagas para seus filhos não correm o risco de que eles fiquem sem estudar. "Se nos procurar, não", garante. A coordenadora pedagógica garante que na rede municipal o ano letivo começa no dia 27, como estava previsto. Já a Semana Pedagógica terá início no dia 22 deste mês, com solenidade no Teatro Municipal Dix-huit Rosado, a partir das 19h. Após a cerimônia de abertura haverá palestra com o professor mestre Mélio Spréa, sobre o tema 'Da sola do pé ao pé da letra: Música na escola'. Já no dia 23,a programação tem início no mesmo horário e local, porém, desta vez a palestra abordará a temática 'Avaliação da Aprendizagem' e será ministrada pelo professor dr. Celso Vasconcelos. O dia 24 será destinado ao planejamento das atividades pedagógicas nas Unidades Educacionais. WILSON MORENO

Jailma Soares diz que casos que têm chegado ao município estão sendo atendidos

O QUE DIZ A LEI No que se refere ao acesso à educação, em seu Artigo 205, a Constituição Federal determina: "A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho". Com relação ao direito à educação, à cultura, esporte e lazer, o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069 de 13 de julho de 1990), em seu Capítulo IV, Art. 53, especifica: "Art. 53. A criança e o adolescente têm direito à educação, visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho, assegurando-lhes: I - igualdade de condições para o acesso e permanência na escola; II - direito de ser respeitado por seus educadores; III - direito de contestar critérios avaliativos, podendo recorrer às instâncias escolares superiores; IV - direito de organização e participação em entidades estudantis; V - acesso à escola pública e gratuita próxima de sua residência. Parágrafo único. É direito dos pais ou responsáveis ter ciência do processo pedagógico, bem como participar da definição das propostas educacionais". Fonte: MEC


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Mossoró

Crianças se divertem com brincadeiras antigas FOTOS: EDNILTO NEVES

valor inclui direito à camiseta, boné e lanche. Além das atividades mencionadas acima pelas duas participantes, os meninos e meninas ainda contam com sessão de cinema, banho de piscina, apresentação de teatro, piquenique e diversas oficinas. "Todos os grupos vão passar por todas as atividades", ressalta o instrutor Paulo César. Nesta sexta-feira,os pais serão convidados a também participar da programação e de brincadeiras.Para Paulo César será um momento de troca de experiência.

Colônia de férias do SESC tem como base as brincadeiras que eram realizadas na infância

período de férias para as crianças pode ser também uma oportunidade de aprender coisas novas, mesmo brincando. Os meninos e meninas que participaram esta semana durante a colônia de férias "Brincando nas Férias", promovido pelo Serviço Social do Comércio (SESC), tiveram a oportunidade de aprender brincadeiras novas e antigas, do tempo dos pais deles. O instrutor de esportes, Paulo César, que trabalha há 12 anos no SESC e há 5 trabalha com o "Brincando nas Férias", conta que além de se divertirem bastante, o evento é importante porque busca resgatar brincadeiras que exigem muita dinâmica e interação, e que geralmente as crianças não possibilidade de brincar em casa por causa dos equipamentos eletrônicos e também por causa da falta de segurança. "Hoje, as crianças não podem mais brincar na rua como antes por causa da falta de segurança". As amigas Pâmela Iasmin Siqueira e Maria Eduarda, as duas de 11 anos, falam sobre as atividades que gostaram durante a semana recreativa, como futebol, caça ao tesouro, passeio ciclístico, jogos, quebra-canela, tobogã, futebol de sabão. Pâmela já participou outras vezes e diz que algumas brincadeiras ela tenta repetir em casa, outras não dão para fazer. "As brincadeiras antigas são muito divertidas", fala. Por causa disso, a colônia de férias é muito procurada. Segundo a assistente social do SESC, Raquel Duarte, as inscrições

O

Hoje, as crianças não podem mais brincar na rua Crianças se divertem com a caça ao tesouro

para esta edição começaram em novembro passado. Todas as 120 vagas foram preenchidas com crianças na faixa etária de 4 a 12 anos. "Pelo fato de ser um evento de grande

destaque na unidade é muito procurado pelos pais". Para receber os meninos e meninas, a unidade preparou uma equipe multidisciplinar, com pedagogo, nutricionista, assisten-

Pâmela Iasmin e Maria Eduarda dizem que realizam brincadeiras que geralmente não são feitas em casa

te social, instrutores de arte e educação física. As crianças foram divididas em quatro turmas com base na faixa etária, cada uma com três instrutores para coordenar a diversão.

Raquel Duarte diz que 120 crianças participam do evento

A participação foi aberta aos dependentes de comerciários, conveniados e usuários em geral, que pagaram uma taxa de R$ 20,00, R$ 30,00 e R$ 50,00, respectivamente. O

como antes por causa da falta de segurança". Paulo César

Paulo César fala que foco são as brincadeiras interativas e dinâmicas


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Mossoró

Estudantes intensificam ritmo de estudos FOTOS: WILSON MORENO

dantes contam com as opções de Laboratório de Redação,simulados e aulas específicas de História e Geografia do Rio Grande do Norte, conteúdo que não são vistos na maior parte do ano, porque não são cobrados nos demais processos seletivos. Hugo Gomes percebe que a preocupação aumenta nesse período, o que é refletido na maior procura por aulas extras e aulões. Ele informa que hoje, 19, será realizado um Aulão de Geografia do Rio Grande do Norte para os alunos da instituição.

Procura por aulas preparatórias também aumenta com a proximidade de aplicação das provas do vestibular

s provas do Processo Seletivo Vocacionado 2014 da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PSV/UERN) começam a ser aplicadas no dia 2 de fevereiro.Para muitos estudantes, a proximidade da data é sinônimo de reforço na preparação. É o caso do jovem Gerson Nóbrega, 18. Ele concorrerá a uma vaga no curso de Medicina e conta que, ao longo do ano, somando as horas que passa assistindo aulas e o tempo de estudos em casa chega a 15 horas de preparação diária. Cursar a graduação que, em geral, é mais concorrida nos processos seletivos de todas as universidades que disponibilizam o curso sempre foi um desejo do jovem. Este é o seu segundo ano de vestibular, mas ele considera que agora está mais preparado e, embora dedique tanto tempo aos estudos, o jovem consegue conciliar o lazer com a rotina de preparação,pelo menos, aos finais de semana. Já que os dias da semana são voltados para os estudos. Além do PSV da Uern, Gerson se submeteu a outros processos seletivos. Está na suplência na Universidade Estadual do Ceará (UECE), aguarda o resultado da Universidade Estadual de Pernambuco (UEPE), se submeteu também ao vestibular da Universidade Potiguar (UnP) e está esperançoso pois ocupa a 120ª posição na lista de primeira chamada através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), em uma universidade do interior do Ceará, que tem histórico de convocar muitos suplentes. A preferência, no entanto, é pela Uern. O jovem cita

A

Gerson Nóbrega chega a dedicar 15h por dia aos estudos

duas razões para isso: o fato de poder continuar em casa e a boa qualidade do curso. Nessa reta final a atenção é voltada para a resolução de questões e para a me-

lhoria de seus pontos fracos. Gerson é um dos muitos candidatos a processos seletivos que lutam para iniciar a vida acadêmica da Uern. O coordenador do cur-

sinho que o jovem frequenta, Hugo Gomes, conta que nesta reta final são quatro turmas preparatórias para o PSV da Uern, sendo duas no período vespertino e d-

uas no horário noturno e tanto na área de Biomédicas como na área de Humanas, totalizando cerca de 300 a 400 estudantes. Além das aulas, os estu-

Nessa reta final a atenção é voltada para a resolução de questões e para a melhoria de seus pontos fracos

UERN INICIARÁ SELEÇÃO DE FISCAIS

Hugo Gomes fala da procura por aulões

Desde a sexta-feira, 17, os interessados em atuar como fiscais na aplicação das provas do PSV da Uern poderão realizar suas inscrições, como informa publicação da Agência de Comunicação (AGECOM), na página oficial na internet da instituição. "As inscrições devem ser efetuadas através do preenchimento da ficha de cadastro on-line, disponível no sítio da Comperve: www.uern.br/comperve. Podem se inscrever servidores da Uern, professores, técnicos administrativos e estudantes de graduação da Universidade a partir do 3º período. O professor Egberto Mesquita, diretor da Comperve, destaca que os futuros interessados deverão obrigatoriamente preencher alguns requisitos. Dentre eles, será

obrigatório informar o nº do PIS/Pasep ou Número de Inscrição do Trabalhador NIT, "Quem não possui PIS/Pasep ou NIT poderá obter junto à Previdência Social via internet". (http://www.dataprev.gov.br/servicos/cadint/cadint.html)", informa a postagem. Serão selecionados mais de 700 fiscais para atuar no PSV 2014 e os seus nomes serão conhecidos no dia 27 deste mês. "Todos os fiscais devem confirmar presença pessoalmente na sede da Comperve/Uern, em Mossoró, ou ainda por telefone até as 17h do dia 29 de janeiro, e em seus respectivos campi junto aos representantes da Comperve nestas localidades". Ainda de acordo com a postagem, os fiscais selecionados irão receber R$ 140,00 para trabalhar na aplicação das provas.


10 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Saúde Espaço Wilson Rosado A IMPORTÂNCIA DA

MAMOGRAFIA

INSTITUTO DE NEURO CARDIOLOGIA WILSON ROSADO FOTOS: REPRODUÇÃO

câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve na mama como consequência de alterações genéticas em algum conjunto de células da mama, que passam a se dividir descontroladamente. Ocorre o crescimento anormal das células mamárias, tanto do ducto mamário quanto dos glóbulos mamários. O câncer da mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres em todo o mundo, sendo 1,38 milhões de novos casos e 458 mil mortes pela doença por ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). A proporção de câncer de mama em homens e mulheres é de 1:100 - ou seja, para cada 100 mulheres com câncer de mama, um homem terá a doença. No Brasil, o Ministério da Saúde estima 52.680 casos novos em um ano, com um risco estimado de 52 casos a cada 100 mil mulheres. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Mastologia, cerca de uma a cada 12 mulheres terão um tumor nas mamas até os 90 anos de idade. A mamografia ainda é o melhor método para se diagnosticar o câncer de mama em uma fase inicial, antes que ele se dissemine para outros órgãos. Nesse estágio, em que o tumor habitualmente se encontra com menos de um centímetro, as chances de cura são da ordem de 90%. Todos os órgãos de saúde do mundo alertam o público feminino para a realização periódica da mamografia a partir dos 35 anos de idade. Caso o primeiro exame não apresente qualquer alteração, a orientação médica é de realizar uma mamografia por ano ou a cada dois anos. Não é necessário se preocupar com a dose de radiação recebida durante o exame porque ela é desprezível se não for feito frequentemente e, além disso, os tumores nas pacientes mais jovens costumam ser muito agressivos, portanto o diagnóstico precoce é, na maioria das vezes, a diferença entre viver ou morrer da doença. Com o avanço da tecnologia ficou cada vez mais preciso o diagnóstico em exames de mama, os mais conceituados centros de diagnósticos por imagem, inclusive o Instituto de Neuro Cardiologia Wilson Rosado, já trabalham com a mamografia digital. A mamografia digital é feita da mesma forma que a mamografia convencional do ponto de vista do paciente. As principais vantagens da mamografia digital são: maior quantidade de informação por imagem, obtenção de imagem em tempo quase real (10 s após a exposição), manipulação da imagem, inter-

O

pretação à distância do exame, diminuição da necessidade de repetir o exame, levando consequentemente a uma menor dose de exposição e menos desconforto para a paciente por nova compressão da mama. Os exames realizados com o mamógrafo digital tornam o processo mais ágil, pois já na sala de exames pode-se definir se as imagens estão ou não em padrão adequado para a análise. A mamografia digital oferece imagens com características um pouco superiores. Uma das vantagem é que o radiologista pode utilizar recursos de ampliação digital, medidas precisas de distância e imagem "negativa"

para obter o máximo de informações possíveis. A mamografia digital é superior na identificação das lesões mamárias superior em mulheres abaixo de 50 anos, nas com mamas heterogeneamente ou extremamente densas e em mulheres na pré-menopausa e na perimenopausa. A mamografia é essencialmente usada como uma ferramenta para detectar precocemente o câncer de mama nas mulheres que apresentam ou não sintomas. Ela tem um papel central na detecção precoce de cânceres de mama porque é capaz de mostrar alterações até dois anos antes de serem detectadas pelo médico ou pela própria paciente. É o único método de rastreamento de câncer de mama que mostrou capacidade na redução da mortalidade pela doença. Mesmo que o resultado da mamografia dê negativo para o câncer de mama,este exame deve ser repetido todos os anos a partir dos 40 anos de idade. Visite seu médico,a prevenção ainda é o melhor remédio. Vá ao Instituto de Neuro Cardiologia Wilson Rosado e conheça os benefícios do novo serviço de Mamografia,lá você vai poder contar com um moderno equipamento para realização de mamografia digital de alta tecnologia, além da melhor equipe,conforto e segurança à sua disposição. Fonte: http://www.tuasaude.com/dra-sheila-sedicias/

Imagens meramente ilustrativas


Gazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Polícia

Baraúna,cidade marcada pela insegurança EDNILTO NEVES

As agências bancárias do município são os principais alvos de bandos fortemente armados

SAYONARA AMORIM Da Redação

D

ois policiais militares, nenhuma viatura para atender ao serviço do Destacamento da PM, quatro agentes civis, um escrivão e uma delegada para atender a uma cidade com quase 30 mil habitantes. Esse é o retrato atual do município de Baraúna, uma cidade localizada em ponto considerado estratégico e favorável a fugas para vários outros Estados como Ceará, Paraíba e Pernambuco. A insegurança e o medo fazem parte da rotina dos moradores que reclamam da falta de estrutura da polícia e do alto índice de violência que inclui assaltos, furtos e homicídios.No comércio local, o 'diagnóstico' é unânime,falta de policiamento."A gente trabalha com os nervos à flor da pele,o tempo todo com medo de assalto. Sempre que entra alguém de capacete já achamos que é u assaltante". O relato é da gerente de um supermercado que será identificada apenas por Aline. Segundo funcionária, o estabelecimento em que trabalha já foi assaltado três vezes. De acordo com o relato da vítima, não existe sistema de policiamento e a cidade não dispõe de viatura fazendo rondas. A informação da gerente foi confirmada por um policial militar que estava de serviço na sede do destacamento de Baraúna. ASSALTOS As agências bancárias do município são os princi-

pais alvos de bandos fortemente armados. Um dos casos mais marcantes da falta estrutura policial na cidade aconteceu na madrugada do dia 12 de maio de 2012, quando um bando fortemente armado fuzilou a fachada da sede da PM local, explodiu a agência do Banco do Brasil e levou grande quantidade de dinheiro do cofre e terminais da agência. A falta de policiamento foi apontada como um dos pontos favoráveis à ação da quadrilha e quase dois anos depois, a situação continua a mesma. O mais recente caso de assalto a banco em Baraúna foi registrado na segunda-feira, 14, quando um grupo armado rendeu funcionários da agência Bradesco, obrigou uma das vítimas a abrir o cofre, fez um 'rapa' no banco e fugiu em seguida com destino ao Estado do Ceará. No dia do assalto,apenas dois PMs estavam de serviço na cidade e a Delegacia de Polícia Civil estava sem serviço porque a equipe estava atuando no município de Governador Dix-sept Rosado, há quase 100 quilômetros de distância de Baraúna. A delegada titular de Baraúna que também responde pela delegacia de Governador Dix-sept Rosado, Marina de Lima Tofolli,detalha as dificuldades que a polícia enfrenta para atuar no município.Segundo ela, o prédio onde funciona a delegacia foi cedido pela prefeitura que também fornece todo o material de expediente e até combustível para a viatura da Polícia Civil, único carro de polícia na cidade. A delegada reforça que Baraúna é uma cidade muito violenta e sem estrutura policial para combater a criminalidade. "A violência aqui na cidade é uma realidade e a polícia não tem estrutura para combater os altos índices de homicídios e assaltos. O município não tem policiamento ostensivo e também não dispõe de

Localização estratégica do município favorece a fuga de bandidos EDNILTO NEVES

Delegada Marina Toffoli ressalta a falta de estrutura

viatura para fazer rondas", confirmou. Marina Tofolli acrescentou ainda que somente no ano de 2013 foram registrados 30 assassinatos na cidade. Revelou que a vio-

lência no município está diretamente ligada ao tráfico de drogas e a estrutura da Polícia Civil para fazer o trabalho de investigação e repressão é insuficiente. "Para realizarmos um tra-

balho mais eficiente seria necessário que o trabalho fosse concentrado apenas aqui na cidade e a equipe precisaria ser ampliada para seis agentes e dois escrivães, pelo menos", expli-

EDNILTO NEVES

Empresários se unem para conseguir viatura para a PM Cansados do descaso por parte do poder público, os empresários de Baraúna se reuniram em uma audiência com o prefeito Isoares Martins no gabinete municipal no final da manhã de quarta-feira, 16, para cobrar providências contra a insegurança no município. A reunião contou com a presença de vereadores e de representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) local.

Durante a reunião os empresários sugeriram que o prefeito marcasse uma audiência com o Governo do Estado para discutir a situação. Os representantes do comércio alegaram falta de condições para trabalhar devido a insegurança retratada pelo alto índice de assaltos aos estabelecimentos comerciais. Uma das representantes da CDL, e também co-

merciante Sônia Abreu, acrescentou que a situação de medo na cidade é muito séria e os comerciantes não tem a quem recorrer. "Não temos policiais, não temos viatura e não temos como nos proteger da ação dos bandidos aqui, por isso solicitamos a reunião com o prefeito para ver se conseguimos pelo menos uma viatura para a Polícia Militar trabalhar", desabafou.

cou. A delegada e sua equipe, composta atualmente por um escrivão e quatro agentes, se divide para cumprir expedientes em Baraúna e Governador Dix-sept Rosado.

Empresários durante reunião na Prefeitura de Baraúna


12 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Mossoró Impressionando Carlos Augusto impressionandonagazeta@gmail.com

UM LINDO CONTO DE

SOLIDARIEDADE

A mãe parou ao lado do leito de seu filhinho de 6 anos que estava doente de leucemia. Como qualquer outra mãe ela queria que ele crescesse e realizasse seus sonhos. Agora isso não seria mais possível,por causa de uma leucemia terminal. Junto dele, tomou-lhe a mão e perguntou: - Filho, alguma vez já pensou o que gostaria de ser quando crescesse? - Mamãe, eu sempre quis ser um bombeiro! A mãe sorriu e disse: - Vamos ver o que podemos fazer. Naquele mesmo dia ela foi ao Corpo de Bombeiros local e contou ao chefe a situação de seu filho e perguntou se seria possível o garoto dar uma volta no carro dos bombeiros em torno do quarteirão. O chefe comovido, disse: - Nós podemos fazer mais que isso. Se você estiver com seu filho pronto às sete horas da manhã, daqui a uma semana, nós o fazemos um bombeiro honorário por todo o dia. Ele poderá vir para o quartel, comer conosco e sair para atender as chamadas de emergência. E se você nos der as medidas dele, nós conseguiremos um uniforme completo: chapéu com o emblema de nosso batalhão, casaco amarelo igual ao que vestimos e bota também. Uma semana depois, o bombeiro chefe pegou o garoto, vestiu-lhe o uniforme de bombeiro e o escoltou do leito do hospital até o caminhão de bombeiros. O menino ficou sentado na parte de trás do caminhão e foi até o quartel central. Parecia-lhe estar no céu... Naquele dia ocorreram três chamadas e o garoto acompanhou as três. Todo o amor e atenção que foram dispensados ao garoto acabaram comovendo-o tão profundamente que ele viveu meses a mais que o previsto. Uma noite, todas as suas funções vitais começaram a cair dramaticamente e a mãe decidiu chamar toda a família e um bombeiro. O chefe dos bombeiros respondeu:

om... sempre muito b

Ler é bom,

São clichês que se escuta de pais e professores o tempo todo, mas que raramente são ouvidos ou considerados. Quando se para para pensar, sempre tem indagações como: “Por que ler é importante? Por que é preciso? Por que é tão bom assim?”. Para responder essas perguntas, faça uma prova sem ler os livros da matéria,não leia suas mensagens de celular (aquelas bem românticas do seu (sua) namorado (a) e não abra seu Messenger ou Facebook. Difícil, hein? São bons exemplos para que vocês possam perceber a importância da leitura no seu dia a dia. Formas diferentes de se ler estão à volta o tempo inteiro. É engano pensar que ler é apenas o ato de juntar letras e formar palavras. Ler vai muito além da escrita, pois leitura pode ser feita a partir do momento que alguém olha um mendigo e pensa: “Puxa, como sua vida é sofrida”. Esse mendigo foi lido. A arte da leitura está disponível em qualquer lugar, e é um exercício para a mente, sendo assim algo saudável e com certeza algo bom. Então, quanto a ler, antes de julgar

Fazer aniversário é saber que só se nasce uma vez e que por isso a oportunidade de viver é única e isso torna o valor da vida sem valor, porque fazer aniversário é viver sem preço, mas viver feliz”.

Lyndcey Lee

” Estaremos aí em cinco minutos. Mas faça-me um favor:quando ouvir as sirenes de nossos carros, avise no sistema de som que não se trata de um incêndio,mas o Corpo de Bombeiros vindo visitar um dos seus mais distintos integrantes. Cinco minutos depois as viaturas chegaram ao hospital, estenderam a escada até onde o garoto estava e 16 bombeiros subiram. Com a permissão da mãe, eles o abraçaram, seguraram e disseram que o amavam. Com a voz fraquinha, o menino olhou para o céu e perguntou: - Chefe, eu sou mesmo um bombeiro? - Sim, você é um dos nossos melhores. Com essas palavras o menino sorriu e fechou os olhos para sempre. MORAL DA HISTÓRIA Qualquer que seja a nossa atividade profissional, devemos ter em mente a importância de fazermos algo mais. Reflita se sua vida tem sido em serviço ao próximo e tome uma decisão hoje mesmo. Tenha como lema: “Eu posso fazer mais que isso”. Henrique, Bombeiros/SP essa arte de todos, mas executada por poucos,leia,sinta,processe, conheça e conclua. Veja outros motivos que comprovam porque ler é bom... - Você terá mais conhecimento; - Você terá mais chance na vida; - Te ajuda a saber mais palavras; - Você se diverte; - Você aprende muitas coisas; - Você coloca a sua imaginação para funcionar; - Você amadurece; - Você consegue conversar com pessoas de várias idades e estilos; - Você começa a entender o ser humano; - Você aprende a escrever melhor; - Você aprende a interpretar melhor. Portanto leia. Leia Presença com seus excelentes colaboradores,leia Veja,a melhor revista do Brasil,leia jornais, livros... leia... leia muito... sempre leia.

Estirão FICA A DICA Se for dirigir não beba. Se beber não dirija. Mas se mesmo com tantas campanhas e apelos você ainda insistir em beber e dirigir, por caridade morra sozinho. Não queira compartilhar com um inocente a sua irresponsabilidade e falta de zelo com a vida. VESTIBULAR PRECOCE Eis uma situação longe de ser incomum: bom aluno, o adolescente passa no vestibular antes de terminar o ensino médio e seus pais vão à Justiça para conseguir o direito de ingresso na faculdade. Um projeto de lei estacionado na Comissão de Educação e Cultura da Câmara acaba com o problema. O texto autoriza alunos aprovados em universidades públicas a se matricular sem a necessidade de apresentar o certificado de conclusão escolar. As únicas exigências são: o estudante ter mais de 16 anos e estar aprovado no segundo ano do ensino médio. BBB14': COMEÇOU O PROGRAMA QUE É SEMPRE O MESMO DO MESMO A fórmula é a mesma de sempre. Entra BBB, sai BBB, a sensação de déjàvu se repete. É a miss, o modelo sarado, a estudante novinha,alguém que já tenha um número significativo de seguidores nas redes sociais, outro com uma profissão incomum, assumidos pavios-curtos e desinibidas. A maioria solteira, para garantir momentos quentes sob o edredom. Ser jovem e bonito também ajuda, num programa em que grande parte do tempo o que se mostra é gente em volta da piscina. Na décima quarta edição do BBB que iniciou terça feira passada são 20 participantes, um recorde - o máximo até então havia sido 19, no BBB11. E pelo menos metade deles obedece a esses padrões pré-estabelecidos (e cansativos), seja na aparência, na história de vida ou no jeito de ser. QUEM SE HABILITA? Depois da doação de 11,7 milhões de reais do Papa Francisco para cobrir o buraco das contas da Jornada Mundial da Juventude, chegou a vez das empreiteiras. Odebrecht e Queiroz Galvão já compraram seu lugar no céu. O VERÃO TROPICAL DE MÁRCIO CUSTÓDIO E o príncipe de Tibau, colaborador deste jornal, Márcio Custódio, faz festa bombada para brindar o verão no dia 24 de janeiro, no Álibi Restaurante. Banda Nagib, de Fortaleza; e DJ Gabriel Sodré vão fazer todo mundo dançar nesta que promete ser mais uma grande festa como todas que Márcio Custódio faz. E pela criatividade do convite já dá para adivinhar o que vem por aí: festa das melhores. Vamos!!! TRAZ UMA GELADINHA AÍ... Uma pesquisa inédita feita pelo Ibope revela que a Bahia é o Estado onde mais se usa a cerveja para comemorações entre amigos e familiares. Realizada entre 7 e 11 de novembro e encomendada pela CervBrasil, a pesquisa aponta que 81% dos entrevistados baianos mencionaram a bebida como a preferida para celebrar. O índice está bem acima do alcançado no resto do País, onde 64% das pessoas ouvidas apontaram a cerveja como a bebida preferida. No Brasil inteiro, refrigerante, espumante e vinho aparecem na sequência do ranking,com,respectivamente, 13%, 12% e 5% das citações. (Bandnews) VAMOS FUGIR, PRA OUTRO LUGAR BABY... A emissão de passaportes bateu um recorde em 2013: ultrapassou pela primeira vez a casa dos 2,1 milhões. Um número 9,5% superior ao registrado em 2012 e 34,2% maior na comparação com 2010. (Globo.com) UMA QUESTÃO DE PREFERÊNCIA MESMO Por que as pessoas necessariamente tem que literalmente se mudar para Tibau no veraneio em janeiro? Vai quem quer, ora mais. Tem os que gostam e tem os que não gostam, assim como tem os que preferem Fortaleza a Natal, simples assim. Uma coisa é você responder a um convite e ir, também ir a uma festa, isso sem problemas. Mas parece que o cidadão é obrigado a achar Tibau a oitava maravilha do mundo? É lei? Pois...


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Cidades

Editora: Kalidja Sibéria cidades@gazetadooeste.com.br

FELIPE GUERRA

CAPACITAÇÃO

Ex-prefeito tem bens bloqueados

Senac abre seleção para mais de 800 bolsas

4

5

Parceria alfabetizará 1,2 mil pessoas no RN CEDIDA

Movimento de Educação de Base e Incra firmaram parceria para alfabetização de potiguares

O

Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária no Rio Grande do Norte (INCRA-RN) e o Movimento de Educação de Base (MEB) irão alfabetizar 1.200 pessoas no Estado a partir do primeiro semestre deste ano. A parceria trata de atender jovens, adultos e idosos, de assentamentos ou acampamentos de municípios potiguares,no Curso de Alfabetização e Escolarização do Nível Fundamental para os anos iniciais da Educação de Jovens e Adultos (EJA).O convênio foi celebrado por meio do Programa Nacional de Educação para Reforma Agrária (PRONERA) do Incra e publicado no Diário Oficial da quinta-feira, 16. Ao todo, serão organizadas 60 turmas, cada uma com 20 alunos ao máximo, durante 24 meses. O Incra investirá recursos no valor

R$ 2.878.323,00 e contará com contrapartida de R$ 30 mil do MEB. O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), outro parceiro no curso de alfabetização, está formado as turmas nos Territórios do Açu/Mossoró, Sertão do Apodi, Mato Grande, Potengi, Trairi, Terra dos Potiguaras e Agreste Litoral Sul. Todos os futuros estudantes devem ser do público do Pronera e só poderão efetuar as matrículas após a validação do Incra, em que constam seus devidos cadastramento na autarquia agrária. O passo seguinte, de acordo com o superintendente do Incra/RN, Valmir Alves, é o de se reunir com os representantes do MEB para definir os critérios para contratação dos alfabetizadores, 60 ao todo, e realizar a capacitação desses professores. A maioria das turmas estará localizada na zona rural, para que o aluno tenha acesso facilitado à sala de aula.A expectativa é de que o curso se inicie a partir de março. DADOS EDUCACIONAIS EM ASSENTAMENTOS Para justificar a apresentação de uma propos-

Convênio foi celebrado entre o Incra e o Movimento de Educação de Base (MEB)

ta de alfabetização para o público do Pronera no Rio Grande do Norte, o MEB utilizou números dos dados educacionais dos assentamentos, uma pesquisa realizada pelo Incra em 2010. Naquele período, de

acordo com a pesquisa, o Estado possuía 19.913 famílias assentadas, com um percentual de analfabetos de cerca de 19%. A ação educativa, voltada para a superação do analfabetismo e a escolarização

no meio rural, busca atacar a alta taxa de analfabetismo e de distorção de idade e série nos locais apontados pelo levantamento do Incra realizado em 2010. Ainda segundo Valmir, a superação do analfabetismo

e a continuidade dos estudos colaboram para o desenvolvimento sustentável nas áreas da reforma agrária,como também nos territórios da cidadania, o que proporciona benefícios econômicos, sociais e ambientais.

Crianças de até cinco anos de idade devem MP recomenda a Semurb não expedir o Habite-se do Arena das Dunas tomar suplementação de vitamina A CEDIDA

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP), através da sua Área Técnica de Alimentação e Nutrição (ATAN), orienta os pais de crianças dos seis meses a menores de cinco anos de idade (59 meses) que procurem as unidades básicas de saúde mais próximas da sua casa para receberem a suplementação de vitamina A. De acordo com Erika Melo, nutricionista da Sesap, a vitamina A aumenta a imunidade, auxilia no processo de cicatrização e atua na prevenção da cegueira noturna. Promove ainda o menor risco de contágio por doenças infectocontagiosas e melhora a saúde ocular. A suplementação é feita de forma gratuita e a vitamina A não causa nenhum efeito colateral.Entretanto,a nutricionista adverte que "aquelas crianças que já fazem suplementação com polivitamínicos, orientados por seus pediatras, não precisam desta suplementação da vitamina A". A Sesap atua na distribuição das vitaminas para

A vitamina A aumenta a imunidade, auxilia no processo de cicatrização e atua na prevenção da cegueira noturna

as Unidades Regionais de Saúde Pública (URSAPs) e cada município tem autonomia para elaborar sua programação de administração das doses. A Secretaria orienta que os municípios façam parceria com o Programa Saúde na Escola (PSE) para atuar nos colégios, oferecendo as doses aos alunos na faixa etária

adequada. A vitamina é oferecida em cápsulas de 100.000 UIs (Unidades Internacionais) para crianças de 6 a 11 meses de idade e de 200.000 UIs para crianças de 12 meses a menores de 5 anos de idade.Essas doses,administradas por via oral, são suficientes para garantir uma boa reserva hepática de vi-

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMURB) não deverá expedir o alvará de Habite-se do Estádio Arena das Dunas enquanto não for comprovado o integral cumprimento das normas de acessibilidade, segundo Recomendação expedida pela 9ª Promotoria de Justiça de Natal (Minorias) publicada no Diário Oficial do Estado edição de sextafeira, 17. A Semurb tem dez dias para enviar à Promotoria as providências adotadas para o cumprimento da Recomendação. Depois de várias inspeções realizadas nas obras da Arena das Dunas, quando foram constatadas várias irregularidades no tocante às ações especializadas para o atendimento das pessoas com deficiência, e como as correções não foram realizadas, o Ministério Público decidiu publicar a Recomendação mandando sustar a expedição do alvará de Habite-se. De acordo com o noticiário da mídia impressa e eletrônica do Estado, no

próximo dia 22 será realizada uma festa de inauguração da Arena das Dunas e, no dia 26, uma partida de futebol. Na Recomendação, o Ministério Público lembra que a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, com status de norma constitucional, estatuiu que "os Estados Partes tomarão as medidas apropriadas para assegurar às pessoas com deficiência o acesso, em igualdade de oportunidades com as demais pessoas, ao meio físico, ao transporte, à informação e comunicação, inclusive aos sistemas e tecnologias da informação e comunicação, bem como a outros serviços e instalações abertos ao público ou de uso público, tanto na zona urbana como na rural". INSPEÇÕES No dia 27 de julho de 2012 foi realizada a Perícia nº 530, quando foi apontado que "os boxes para bacia sanitária comum (nos banheiros coletivos) devem ter distância entre o

vaso e a porta (quando aberta) de, no mínimo, 0,60m e porta com vão livre mínimo de 0,80m". Em outubro de 2013 foi confeccionado um relatório de inspeção, apontando a existência de algumas irregularidades ainda pendentes de solução; já em novembro de 2013, foi realizada audiência na sede da 9ª Promotoria de Justiça para tratar da remoção das irregularidades apontadas no laudo, sendo conferido um prazo para que os responsáveis pela obra realizassem as adequações necessárias. Em dezembro de 2013, foi realizada nova vistoria de inspeção ao Arena das Dunas, ocasião em que foram constatadas irregularidades remanescentes, destacando-se, dentre outras, o não atendimento das normas técnicas em relação à largura das portas dos boxes dos banheiros coletivos comuns. A Recomendação é assinada pelas promotoras de Justiça Raquel Batista de Ataíde Fagundes e Rebecca Monte Nunes Bezerra.


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Sociais

Alto-Oeste

ILÍBRIO COMPETÊNCIA E EQUmagi strado que honra a magistra-

São características deste Assim, esta colunista faz tura e que dá segurança à sociedade. e no desejo permanente , homenagem ao juiz Cornélio Alves homens de bem ocuparam que ascenda na sua carreira, assim cutiram positivamente na cada vez mais os espaços que reper a. justiç na ial espec em e país do ia histór

Soraya Vieira sorayavieira@altoestenet.com.br

FOTOS: WWW.SORAYAVIEIRA.COM.BR

Justiça e equilíbrio Em determinada passagem do Evangelho, o apóstolo Paulo afirma: "Pois aquilo que o homem semear, isto também ceifará". Entende-se que somente após a vida terrestre faremos um balanço de nossas ações, recebendo a justa recompensa, seja paz ou desequilíbrio. Não é necessário morrer para perceber a atuação da lei das compensações. Reparemos o cenário da luta vulgar na Terra: há homens que são indiferentes às dores do próximo. Por seu turno, eles também recebem a indiferença quanto às dores que experimentam. Muitos optam pelo afastamento do convívio social. Para esses a solidão deprimente é a resposta ao mundo. Alguns se permitem utilizar extrema severidade no trato com o semelhante. Mas também são julgados pelos outros com rigor e aspereza. Há quem pratique, em sociedade e em família, a hostilidade e a aversão. Naturalmente encontra entre vizinhos e parentes primordialmente antipatia e desconfiança. Entretanto, muitos optam por demonstrar carinho e respeito, mesmo por desconhecidos. Esses gestos amigos granjeiam o concurso fraterno até de grupos anônimos que a todos cercam. Pequeninas sementeiras de bondade geram abençoadas fontes de alegria. O trabalho bem vivido produz o tesouro da competência. Atitudes de compreensão e gentileza estabelecem solidariedade e respeito, junto a nós. Otimismo e esperança, nobreza de caráter e puras intenções atraem preciosas oportunidades de serviço, em nosso favor. Todo dia é tempo de semear. Todo dia é tempo de colher. Não é necessário atravessar as portas do túmulo para encontrar a justiça, face a face. A justiça revela-se no cotidiano, nos princípios de causa e efeito, em todos os instantes de nossa vida. A justiça divina é, em última instância, uma lei de harmonia. Deus criou o mundo com base em leis perfeitas, que regem a vida e a evolução das criaturas. A energia que lançamos no mundo, seja de paz ou de desarmonia, nos pertence. Ela até pode afetar momentaneamente os outros, mas sempre volta à origem, para quem a emitiu. É inconcebível imaginar Deus no papel de carrasco, sondando os atos de cada um de seus filhos, para puni-los ao menor desvio. Ele nos dá livre-arbítrio, a fim de que cresçamos em experiência, discernimento e compreensão. Mas também nos dá responsabilidade por nossos atos, permitindo que experimentemos as conseqüências de todos eles. Assim, se causamos desequilíbrio no universo, fazendo mal a um semelhante, devemos restabelecer o equilíbrio original, reparando as conseqüências. Nesse contexto, está inteiramente em nossas mãos optar pela paz ou pela discórdia, pela saúde ou pela doença. Se tudo o que ofertamos ao mundo a nós retorna, é questão de bom senso adotarmos um padrão de conduta generoso e nobre. A sementeira de ontem já foi lançada e hoje colhemos os seus frutos. Não há como retornar sobre os próprios passos e desfazer o passado. Mas o amanhã está inteiro por construir. Optemos firmemente pelo bem, seguindo os exemplos do Cristo. Bem rápido a vida nos dará frutos de paz e amor. Afinal, como disse o apóstolo, "aquilo que o homem semear, isto também ceifará". Redação do Momento Espírita

O juiz de Direito, Cornélio Alves, diretor do Fórum de Mossoró, começou o dia recebendo o carinho dos colegas de trabalho. Aqui, a homenagem do juiz Herval Sampaio

Com sua fiel companheira Lucivam, ele recebe como presente as palavras de estímulo ao trabalho pautado na Justiça, sim, este atendem a alma

Com seus dois tesouros: as filhas Milena e Daisy

À noite, o coro de felicidades puxado pelos amigos mais íntimos

Familiares e amigos presentes no almoço

Um brinde para agradecer a vida e o coro de parabéns

Os amigos são familiares que ganhamos na fase adulta da vida

Os amigos reunidos para concluir uma noite com muita alegria


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Sociais

Natal

FIO DE AZEITE Natal ganha este mês um restaurante com o verdadeiro conceito Healthy Foods. No cardápio, alimentos que promovem, recuperam e mantêm a saúde. Localizado no

Rodrigo Loureiro

bairro Petrópolis, o Fio de Azeite as portas no próximo dia 22 de janeiro e traz para os

contato@rodrigoloureiro.com.br twitter: @loureirorn site: www.rodrigoloureiro.com.br

empresários Marísio Neto e Militão Chaves receberam a imprensa para mostrar em

potiguares a experiência de comer com saúde sem deixar de lado o sabor. Os primeira mão o espaço. A coluna esteve presente.

Na sala com Rodrigo Loureiro

FOTOS: CEDIDA

CEDIDA

Proteção a vida e investimento em segurança estão na lista de prioridades dos brasileiros. Um bom exemplo disso é a blindagem automotiva, que tem se tornado cada vez mais uma alternativa de proteção frente ao crescimento da violência urbana no país, não apenas nos grandes centros, como também nas cidades litorâneas e do interior. De acordo com o último levantamento da Associação Brasileira de Blindagem (ABRABLIN), foram blindados no país 4.275 veículos somente no primeiro semestre de 2012, um aumento de 4,92% na comparação com o mesmo período de 2011. No Rio Grande do Norte os dados oficiais da Polícia Civil registraram até meados de outubro do ano passado mais de 1.200 homicídios no Estado. Em 2012, foram 952 durante todo o ano.A coluna bateu um papo com os empresários Eros Matheus e Tiago Tavares, que você confere com exclusividade no GAZETA DO OESTE.

A turma da imprensa faz pose com os proprietários Marísio e Militão

POR QUE BLINDAR UM VEÍCULO? No Rio Grande do Norte os dados oficiais da Polícia Civil registraram até meados de outubro do ano passado mais de 1.200 homicídios no Estado. Em 2012, foram 952 durante todo o ano. O número de roubos e assaltos a residências e ao comércio cresce todos os dias, sem falar no registro de crimes no trânsito e nas ruas. Esse é o retrato de um cenário que se repete não só no RN, mas em todo o Brasil. Por isso é cada vez maior o número de pessoas que tem procurado os serviços de segurança privada. Uma das alternativas que tem conquistado cada vez mais adeptos. A BLINDAGEM PODE DANIFICAR O VEÍCULO? O processo, que tem como diferencial a qualidade do material utilizado e o sistema de pré-moldados que não danifica o carro, passa por uma série de inspeções e revisões antes da finalização. Nosso foco é a qualidade do material que oferecemos ao cliente. Trabalhamos com peças pré-moldadas, o que agiliza todo o processo. Além disso, fazemos uma revisão rigorosa de todos os itens do veículo, garantindo um serviço de qualidade que não se encontra em outra franquia que não seja Inbra. Fazemos um checklist completo antes e depois do serviço. Nosso cliente também conta com assistência nas principais capitais brasileiras e também 10 anos de garantia. ATÉ ONDE VAI A BLINDAGEM? Além dos vidros e da lataria,os carros blindados pela Inbra recebem proteção também no capô e nos pneus, que, caso sejam alvejados, ainda tem capacidade para rodar por cerca de 50 quilômetros a mais,graças ao aro de segurança.Os carros ainda são equipados com sirene e microfones que garantem a comunicação do interior do carro com o ambiente externo. A blindagem é somente feita em veículos automotivos? A Elite Blindados utiliza materiais balísticos produzidos pelo grupo Inbra, garantindo qualidade nos materiais e implementação. As técnicas inovadoras e alta tecnologia empregada nos materiais permitem uma das blindagens mais leves e seguras do mercado, podendo ser ampliada os serviços oferecendo ao mercado a blindagem arquitetônica para ambientes para maior comodidade e segurança das famílias.

O casal Abdo e Simone Farret também faz pose com os bacanas

Agora é a coleguinha Simone Silva que é recheio para os empresários

CEDIDA

Amanhã dia de vivas para o fotógrafo dos melhores, Paulo Oliveira. Claro que a coluna grita felicidades!

CEDIDA

Luciano Almeida, que está dando show quando o assunto é decoração de festas, completa idade nova nesta segunda. Felicidades!!!

Marísio Neto e Militão Chaves recebendo o coleguinha Toinho Silveira CEDIDA

Também comemorando aniversário amanhã, o queridão Mazaropi Marques, patrimônio do Hotel Pirâmide. Sucesso para o gente boa!


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Sociais Gente de Umarizal

“ ”

A árvore estéril ninguém dá importância

CESIMAR OLIVEIRA cesimardeoliveira@yahoo.com.br cesimaroliveira@bol.com.br gentedeumarizal.blogspot.com

O NAT DE HÉRICO FERREIRA Muitos parabéns à empresária Patrícia Ferreira pela bonita e organizada festa que ela promoveu na noite de quinta-feira, dia 16, celebrando o aniversário natalício do amado Hérico. Comida e bebida às "pampas", ambiente ótimo, a voz impagável de Alexsando Bandeira com Hérico também soltando a voz, convidados apenas familiares de ambos e amigos seletíssimos. Foi tudo! FOTOS: CEDIDAS

Casal empresário Hérico Ferreira/Patrícia

Casal simpático Márcio e Raquel

Casal empresário Ednardo Cardoso/Vanilda

Casal promoter Aílton Farias/Leônia

Casais empresários Hérico Ferreira/Patrícia e Ítalo Queiroz/Débora

Empresária Patrícia Ferreira anfitrionando o colunista

Anac confirma voos para novo aeroporto do RN na Copa do Mundo

Polícia Militar realiza formatura e anuncia investimentos para 2014

DEMIS ROUSSOS

A

Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) incluiu o Aeroporto Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, na lista dos terminais que receberão voos para a Copa do Mundo de 2014. No último balanço divulgado em 9 de janeiro pelo consórcio Inframérica,responsável pela administração do aeroporto, as obras estão 78% concluídas. O Aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, na região metropolitana, também está na lista na Anac para o Mundial. Na quinta-feira (16) a Anac autorizou 1.973 pedidos de novos voos em 25 aeroportos do país no período da Copa do Mundo, entre junho e julho. De acordo com o presidente da Anac, Marcelo Guaranys, receberão esses voos os aeroportos que ficam nas 12 cidades-sede dos jogos além de outros 13 a até 200 quilômetros de distância dos estádios. O primeiro pouso no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante está marcado para abril, no entanto as obras dos acessos para o terminal de cargas e passageiros só devem ficar prontas em maio.

Previsão é que aeroporto esteja operando em abril de 2014

O projeto prevê a construção de 33,7 quilômetros de estrada duplicada, ligando o aeroporto à BR-406 pelo acesso norte e às BRs 304 e 226 pelo acesso sul. A obra foi licitada em 2009, mas só teve início em agosto de 2013. O prazo para conclusão atual do acesso norte é em março de 2014.Do acesso sul, será em maio.

VEJA AEROPORTOS QUE TERÃO VOOS PARA COPA Brasília Bayeux (PB) Cabo Frio (RJ) Caxias do Sul (RS) Campina Grande (PB) Confins (MG) Congonhas (São Paulo) Fortaleza Galeão (Rio de Janeiro) Goiânia Guarulhos (SP) Joinville (SC)

Manaus Pampulha (Belo Horizonte) Parnamirim (RN) Porto Alegre Recife Salvador Santos Dumont (Rio de Janeiro) São Gonçalo do Amarante (RN) São José dos Campos (SP) São José dos Pinhais (PR) Várzea Grande (MT) Viracopos / Campinas (SP)

O comandante-geral da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva,presidiu na sexta-feira, 17, a primeira Formatura Geral do ano de 2014, que teve como objetivo anunciar algumas das metas administrativas e operacionais da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PM/RN) para o ano de 2014,bem como o pagamento de todas as diárias operacionais do ano de 2013. Inicialmente, o comandante-geralagradeceuoempenho e a motivação de todos os policiais militares pelo trabalho realizado no ano de 2013. Após o agradecimento, o comandante realizou uma breve explanação sobre o emprego operacional da Polícia Militar, visto que serão realizados testes de ação para a Copa do Mundo. Além disso, o comandante-geral ainda lembrou da responsabilidade da PM/RN na Segurança Pública em eventos como o Carnaval, campeonatos estadual e brasileiro e pleito eleitoral."Após a Copa do Mundo, nós teremos a missão operacional durante as Eleições 2014, na qual garantiremos o Estado Democrático de Direito",declarou o coronel Araújo. Na ocasião,o comandante agradeceu o apoio inconteste

da excelentíssima senhora governadora do Estado,Rosalba Ciarlini, que nunca mediu esforços para proporcionar melhores condições de trabalho aos integrantes da PM/RN. Além das metas operacionais, o comandante-geral anunciou alguns investimentos já no primeiro bimestre de 2014, onde serão distribuídos 5 mil uniformes para as Unidades Operacionais, 3.500 mil coturnos e botas, previstos para serem entregues em fevereiro. De acordo com o comandante Araújo, já estão sendo entregues nas Unidades Operacionais 100 coletes balísticos,30 metralhadoras e 62 mil cartuchos de calibre .40. "Estamos distribuindo a partir de hoje mais 40 mil cartuchos de calibre .40 para as Unidades Operacionais de toda a Polícia Militar do RN", anunciou o comandante, ressaltando a distribuição já realizada de 22 mil cartuchos do mesmo calibre. Por fim, o comandantegeral ressaltou a importância da Polícia Militar do RN na manutenção da ordem pública em todo o Estado."Nós,integrantes da Polícia Militar, somos representantes dignos da sociedade potiguar. Qualquer missão que nos for dada, nós estaremos prontos para cumpri-la", finalizou o coronel PM Araújo.


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Cidades Senac abre processo seletivo para mais de 800 bolsas de estudos CEDIDA

T

écnico em Logística, Curso Básico de Libras e Editor de Vídeo estão entre os cursos oferecidos pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG) para o mês de fevereiro. Ao todo, são 818 vagas em 30 opções de capacitação nas áreas de saúde, turismo e hospitalidade, gestão e negócios, beleza, informática e comunicação. As inscrições começaram na sexta-feira, 17, e seguem até o dia 27 de janeiro,exclusivamente por meio do site www.rn.senac.br/psg. Serão contemplados os municípios de Natal, Mossoró, Parnamirim, Macaíba, Caicó e Assu. Os candidatos serão selecionados de acordo com a ordem da inscrição efetuada no site do Senac. Os contemplados são convocados para apresentação dos documentos comprobatórios de renda e requisitos do curso pelo qual optou. De acordo com a Política do PSG, obrigatoriamente, os inscritos devem possuir renda familiar mensal per capita de até dois salários mínimos federais e atender aos requisitos exigidos pelo curso escolhido, que variam de acordo com a modalidade. Até novembro de 2014, a instituição lançará mensalmente novos processos seletivos para cursos inseridos no Programa Senac

Liszt Madruga lisztmadruga@hotmail.com

MARLIO FORTE

de eventos como o Seminário de Artesanato e a Oficina dos Mestres, entre outros atrativos.

A deputada federal Fátima Bezerra (PT) parabenizou Bezerril pelo seu trabalho na Seturde

FEIRA DE ARTESANATO A 19 ª edição da Feira Internacional de Artesanato (19ª FIART) começa na próxima sexta-feira, 24, e terminará dia 2 de fevereiro próximo. O evento que tem como tema:"A originalidade dá forma a novas oportunidades" será no Pavilhão das Dunas do Centro de Convenções.O workshop será realizado no Restaurante Mangai,reunindo autoridades civis, militares, jornalistas, empresários do trade turístico e de outros segmentos da nossa sociedade. Curso de Manicure está entre as opções para esta etapa

Gratuidade. O Programa Senac de Gratuidade tem o objetivo de promover a inclusão social através da oferta de vagas gratuitas para a população de baixa renda em cursos de Formação Ini-

cial e Nível Técnico. Por meio do Programa, o Sistema Fecomércio RN investirá mais de R$ 13 milhões em 2014, disponibilizando 10.098 bolsas de estudos para qualificar a população.

CONFIRA A LISTA DE CURSOS PARA FEVEREIRO: Access, Administrador de Banco de Dados, Administrador de Redes, Agente de Viagem, Cabeleireiro Assistente, Chefia e Liderança, Editor de Projeto Visual Gráfico, Editor de Vídeo, Gestão de Salão de Beleza, Informações Turísticas, Língua Brasileira de Sinais - Libras Básico, Manicure e Pedicure, Maquiador, Massagista, Monitor de Recreação, Montador e Reparador de Computador, Negociação em Vendas, Operador de Caixa, Operador de Computador, Operador de Supermercados, Organizador de Eventos, Programador Web, Qualidade em Serviços Turísticos, Qualificação Profissional Técnica em Assistente Administrativo, Recepcionista em Meios de Hospedagem, Recepcionista em Serviços de Saúde, Técnicas de Guiamento em Atrativos Culturais, Técnico em Logística, Técnico em Segurança do Trabalho e Webdesigner.

MPRN e TCE recomendam medidas sobre escalas de trabalho na saúde O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por meio da 47ª Promotoria de Justiça de Natal em Defesa da Saúde Pública,e o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas publicaram Recomendação aos secretários estaduais de Saúde e de Administração e Recursos Humanos em relação às escalas de trabalho das unidades estaduais de saúde. A Auditoria Operacional nº 661/2012 - TCE, realizada pelo Tribunal de Contas do Estado, constatou a contratação excessiva de cooperativas médicas e o déficit de médicos em

Turismo, Cultura e Lazer

áreas específicas. De acordo com a Recomendação, o secretário estadual de Saúde deverá expedir ato normativo disciplinando critérios mínimos para a concessão de licença para tratar de interesses particulares;disciplinar o afastamento de servidor para servir em outro poder,órgão ou entidade; e afastamento para estudo, estágio ou treinamento aos servidores estaduais da saúde. Já ao secretário estadual de Administração e Recursos Humanos,a recomendação é no sentido de também disciplinar a concessão de

licenças e afastamentos discricionários para toda a administração pública,conforme os trâmites pertinentes do Poder Executivo Estadual,respeitando as particularidades específicas das áreas de educação, saúde e segurança pública. Caso a Recomendação não seja observada, serão adotadas medidas administrativas e judiciais cabíveis. As providências adotadas pelas Secretarias deverão ser encaminhadas à 47ª Promotoria de Justiça e à Procuradoria-Geral do Ministério Público de Contas no prazo de 30 dias.

FEIRA DE ARTESANATO II A deputada federal Fátima Bezerra (PT) prestigiou o evento e foi a grande vedete entre os convivas. Fez questão de pessoalmente cumprimentar todos, e teceu elogios a Fernando Bezerril (representou o prefeito Carlos Eduardo), secretário de Turismo de Natal, afirmando: "Bezerril, você conseguiu recuperar o nosso turismo, proporcionando mais alegria aos turistas. Parabéns pelo seu trabalho..." O evento cotou com a presença, entre tantas: vereador Hugo Manso; da titular da Secretaria Estadual de Trabalho, Habitação e Ação Social, Shirley Targino (representou a governadora Rosalba Ciarlini), do professor Magdi Aloufa (UFRN), e dos prefeitos Jaime Calado, de São Gonçalo do Amarante, e de Klaus Rego, de Extremoz, e Zeca Melo (Sebrae). Mossoró, importante destino turístico e cultural do Brasil, deve prestigiar o evento. FEIRA DE ARTESANATO III A Fiart 2014 apresenta variada programação artística e cultural, com participação de artistas e artesãos do Rio Grande do Norte, e de além fronteiras potiguares. Este ano estarão na Fiart, os seguintes países: Emirados Árabes (Dubai), Espanha, França, Índia, Itália, República das Filipinas, Japão, Indonésia, Paquistão, Peru, República Tcheca, Portugal, Senegal, Polinésia Francesa e a Tailândia. FEIRA DE ARTESANATO IV A programação cultural está bastante diversificada, com o visitante podendo contemplar de perto vários salões como o do Artesanato Potiguar, da Escultura, Artes Plásticas, ver as tribos indígenas e prestigiar os shows com os artistas do Rio Grande do Norte. O Festival de Danças Folclóricas, Fiart in Concert, e outros shows inseridos na vasta programação. Os participantes da Fiart podem ainda participar

FEIRA DE ARTESANATO V "A Feira Internacional do Artesanato conta este ano com 385 estandes, sendo esperada a visitação de 68 mil pessoas e vai movimentar acentuadamente o nosso turismo", disse Neiwaldo Guedes Lucena, coordenador geral do evento. A Fiart funcionará das 15 às 22h e tem o apoio do prefeito do Natal, Sebrae/RN, Programa do Artesanato Brasileiro da Secretara da Micro e Pequena Empresa e Economia Solidária do Governo Federal e do Governo do RN, através da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social. FIART 'MADE IN' NATAL Para o secretário de Turismo de Natal, Fernando Bezerril, que representou o prefeito Carlos Eduardo, ele que acredita no sucesso da Fiart, que cresce substancialmente de ano para ano, e com certeza colocará Natal na rota da mídia local, nacional e internacional, devido à presença de diversos países no evento. Bezerril disse que as obras de recuperação do calçadão da Praia de Ponta Negra "(...) em hipótese alguma vai atrapalhar o êxito da Fiart." FIART 'MADE IN' NATAL II Segundo Bezerril, na conjuntura atual a "(...) Ocupação hoteleira em Natal é positiva, girando em torno de 85% a 90%." Bezerril disse que a Fiart é uma salutar oportunidade para os nossos artesãos que vão mostrar os seus produtos na mais importante vitrine turística proporcionada pelos promotores da feira, com destaque para o seu criador Neiwaldo Guedes". Bezerril aproveitou a oportunidade durante sua oratória aos convidados e a mídia de um modo geral, sugerindo a Neiwaldo que durante o período de realização da Copa do Mundo em Natal, seja estudada viabilidade de uma "Fiart puro sangue natalense", que deve funcionar no Espaço Cultural no Alto da Candelária, de onde se contempla a beleza de Natal e o esplendor da Arena das Dunas. FIART 'MADE IN' NATAL III Bezerril disse que esta é uma grande chance de se atrair torcedores e turistas na visitação aos estantes da Fiart Puro Sangue de Natal. "Não tenha duvidas - disse Bezerril - que a nova Fiart terá o apoio do prefeito Carlos Eduardo que deseja ver uma Natal forte e preparada para os grandes eventos", sinalizou. RESIDÊNCIA MÉDICA Estão abertas as inscrições para residência médica na Liga Contra o Câncer. Os interessados têm até o dia 10 de fevereiro de 2014 para se candidatar. As inscrições podem ser feitas no Departamento de Ensino, Pesquisa e Educação Comunitária (DEPECOM), que fica no Centro Avançado de Oncologia (CECAN), unidade da Liga situada à Rua. Miguel Castro, 1355,


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Cidade Interativa Cartão-Postal

CÉLIO DUARTE

AULAS A Secretaria de Estado da Educação comunica a mudança do início do ano letivo para o dia 28 deste mês. Tal mudança decorre da grande procura de matrículas nas últimas 48 horas, o que exige maior tempo para efetivação da matrícula na escola. Um novo calendário escolar será disponibilizado nos próximos dias. TRANSPLANTE A Central de Transplantes do Rio Grande do Norte registrou nesta semana a quarta doação de órgãos do ano de 2014. A doação, de múltiplos órgãos, vai beneficiar três receptores residentes no Estado. A captação aconteceu na manhã de sexta-feira, 17, e os transplantes ocorreram nas horas seguintes. Rins e fígado foram enviados aos hospitais onde serão transplantados, e o coração será enviado ao Banco de Válvulas Cardíacas, localizado em Curitiba, no Paraná, onde as válvulas serão retiradas e transplantadas. CAPACITAÇÃO Técnico em Logística,Curso Básico de Libras e Editor de Vídeo estão entre os cursos oferecidos pelo Programa Senac de Gratuidade (PSG) para o mês de fevereiro. Ao todo, são 818 vagas em 30 opções de capacitação nas áreas de saúde, turismo e hospitalidade, gestão e negócios, beleza, informática e comunicação. As inscrições começaram na sexta-feira, 17, e seguem até o dia 27 de janeiro, exclusivamente por meio do site www.rn.senac.br/psg. Serão contemplados os municípios de Natal, Mossoró, Parnamirim, Macaíba, Caicó e Assu.

Praia de Redonda em Icapuí-CE CÉLIO DUARTE

CÉLIO DUARTE

Prefeita de Martins Olga Fernandes e o secretário de comunicação Júnior Carvalho

CÉLIO DUARTE

Curtindo o clima da bela cidade de Martins Márcio Oliveira com o radialista José Dias

Competentes funcionárias do Hotel Serrano, Eliente e Aparecida CÉLIO DUARTE

CÉLIO DUARTE ALCIVAN COSTA

sempre de bem com a vida seu Fernandes atende bem todo os clientes

Funcionários competentes do Hotel Thermas e Resot, Laisa Raquel, Letícia Ingridy e Adriano Bezerra

CEDIDA

CÉLIO DUARTE

Hoje na praia de Tibau acontecerá mais evento do Sesc Verão CÉLIO DUARTE

José Carlos Vieira e Sênio Vieira recendo preniação em torneio do clube de tiro

Ex-prefeita de Martins Maria José e seu esposo Marcos Fernandes nos festejos de Martins

No comando da Barraca da Boneca, Janilo Bernardes com Monique e Jamile na praia de Redonda-CE


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Expressão

NOVO POETA

Manoel Guilherme lançará seu primeiro trabalho 3

Editor: Mário Gerson mario.gerson@folha.com.br

ÁLBUM DE FAMÍLIA

Marcelo Hessel resenha filme com Meryl Streep

Kavah Roots e banda Ukiemana farão o I Festival de Reggae do Sertão, no Carcará, próximo dia 1º de fevereiro

Reggae Festival de

ossoró será sede do I Festival de Reggae do Sertão, que aconteUkiemana cerá no próximo dia 1º de feveserá um dos reiro, às 21h, no Clube Carcará, destaque do com as bandas Kavah Roots e Ukiemafestival na. "A banda de reggae Kavah Roots surgiu em meados de novembro de 2008 de um grupo de amigos que queriam unir e expandir a filosofia e estilo de vida reggae. Seu nome vem da junção de Kavah, bebida que era oferecida aos visitantes da ilha pacífica de Tavarua como sinal de boas-vindas, proporcionando alegria e positividade e, Roots, estilo de reggae predominante no repertório da banda. Hoje, o Kavah Roots é mais que uma banda de garagem, sendo considerada precursora e referencial do movimento reggae na cidade de Mossoró/RN, tendo como característica sua versatilidade musical que conta com músicas próprias e covers de clássicos do reggae que vão do Reggae Roots,passando pelo Dub, ao Ragga", explica André de Oliveira,um dos organizadores do evento e inque fala a música reggae e a sua essência", tegrante da banda. Segundo André, o movimento reggae reforça André. Para ele, o evento do dia 1º, tentar renão só na cidade, mas no Estado e no País tem crescido muito. "Porém, o que vemos verter essa situação, buscando fazer um muitas vezes hoje em dia tem nos deixado festival com valores reais e tentando mosmuito tristes, pois o que deveria realmente trar não só a música, mas também a cultura. "Teremos tendas com exacontecer na música regposição de arte, culinária vegae não vem acontecengetariana,entre outras coisas. do. Vêm acontecendo Ukiemana é uma Nossa ideia é mostrar que coisas que contradizem aqui no sertão também tem o que a música reggae banda do Roots música reggae e música regprega e faz, como a paz, gae de qualidade", frisa. a união, o amor e igualReggae mineiro Segundo ele, a expectadade. Quando isso ocortiva é de que as pessoas "vere, parece que todo esse que vem se firmando nham para conhecer e poder trabalho foi em vão.Aqui prestigiar o melhor que a na cidade, o que temos no cenário nacional música, as artes e a cultura visto é a falta de união, de maneira têm para oferecer. pessoas querendo derruTemos visto, no entanto, bar outras que estão à independente, que ainda existem muitas barfrente de eventos e fazenreiras pela questão do precondo eventos só com o penatravés de fãs ceito. Algumas pessoas não samento de lucrar e se dar conhecem o verdadeiro probem, passando por cima espalhados por pósito das coisas e vão logo dos outros e enganando. criando ideias que na realidaEnquanto a música regtodo o Brasil de não existem. Mas isso só gae vem para combater nos faz a cada dia querer sutudo isso,as próprias pessoas que estão dentro do movimento, mui- perar essas barreiras e que, aos poucos, estas delas, têm feito justamente o oposto do tamos conseguindo", salienta.

M

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Kavah Roots se apresentará ao lado do Ukiemana, no dia 1º de fevereiro, às 21h, no Carcará

7

UKIEMANA Ukiemana é uma banda do Roots Reggae mineiro que vem se firmando no cenário nacional de maneira independente, através de fãs espalhados por todo o Brasil. Em suas músicas, uma mensagem de paz e esperança é transmitida em letras profundas e em um ritmo pulsante e forte. Aborda temas como o amor, a positividade e a espiritualidade, no roots do reggae jamaicano, unificado na ancestralidade da sagrada música. A banda já atuou em palcos por todo o Brasil. Shows marcados pela presença de um público fiel, que admira e acompanha o trabalho da banda. Passando por grandes capitais, como Rio, São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte, Florianópolis, até festivais de cultura em pequenas cidades, como Pouso Alto (MG), Parati (RJ), Matinhos (PR), Itanhaém (SP), entre outras. Ukiemana conta com 11 anos de estrada, tendo nascido na Primavera de 2002 na cidade de São Lourenço, Serra da Mantiqueira. Desde então partilhou os mesmos palcos com bandas de renome nacional e internacional. Em 2008, o vocalista Jonathan O'jan se apresentou com o Sound Killa Family no Uppsala Reggae Festival, Suécia, onde encontros com bandas como Midnite e Soldiers of Jah Army originaram mais contatos e parcerias. Ainda em 2008, após várias parcerias internacionais, Ukiemana viajou para a Europa representando o Brasil no Festival World Roots Reggae, em Copenhagen, Dinamarca, juntamente com a banda dinamarquesa Action Taken. Em 2010, se apresentou ao lado de Mad Professor durante o festival R4Life, em Santa Catarina, possibilitando uma gravação ao vivo com o grande nome da cena Dub. Com 11 anos de estrada, três CDs e um DVD lançados, mais de 100 mil views no Youtube, Ukiemana é uma banda com uma presença de palco extremamente contagiante e inspiradora, que todo o povo quer ver, sentir e dançar.

Cultura rastafári se expande no município Contando com alguns adeptos,a cultura rastafári se prolifera pelo município. "A cultura rastafári é uma cultura milenar que existe antes de Cristo criada por reis e príncipes africanos e tem como essência resgatar valores. O rasta é uma pessoa que procura uma vida pura, uma sustentabilidade com uma vida mais simples e mais natural. Não bebemos bebidas alcoólicas como está escrito na lei de Moisés. Somos vegetarianos e procuramos uma alimentação saudável em que não tenhamos que nos alimentar com "alimentos" industrializados e coroando com Dreadlocks que são esses cabelos como tranças", explica André de Oliveira. De acordo com ele, um personagem famoso da Bíblia também tinha cabelos longos. "Sansão também tinha tranças, assim como temos hoje em dia os nossos dreads. E existem vários fatores científicos e espirituais que nos mostram isso. Algumas pessoas não procuram se informar o que é o rastafári e quem são os rastas de verdade. Ser rasta significa todo um trabalho de reeducação e de volta à verdadeira essência do ser humano, buscando igualdade, paz e amor entre os irmãos e irmãs, com a força e o poder do todo poderoso Jah Rastafári, que nos enviou tudo que temos e tudo que é necessário para vivermos em paz e em harmonia", salienta André, seguidor da filosofia africana. Ele explica que a música popular jamaicana, especialmente o reggae, com destaque para o cantor e compositor Bob Marley (1945-1981),constitui um meio popular de disseminação das ideias rastafarianas. "Que, por sua vez, foi criada pelos rastas a partir da influência dos tambores nyahbinghi, em conjunto com ritmos musicais jamaicanos como o Ska e o Rocksteady", explica.


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Expressão

H

Questão de Prosa

‘Garçom, por favor!’

Janeiro

Mário Gerson - Jornalista

Clauder Arcanjo - Professor

le instante de minha curta que sempre frequentava o vida de garçom? É simples. lugar, e quase todas as noiJá naquela época as pessoas tes passava pela pizzaria pareclamavam dos garçons e ra tomar um uísque, resolos garçons reclamavam das veu que naquele dia eu hapessoas e a reclamação era via colocado "a dose errageral. Fui, modéstia à par- da". Pegou do copo - a imate, um garçom diferente, gem é muito vívida - e jopois nunca deixei de sau- gou o uísque na roupa deste que vos esdar uma mecreve e sorriu. sa com a eduSem ação cação necesdiante de tal sária e de, catroglodita, eu so o cliente O cliente, um o observei ainquisesse, puda por uns insxar uma concidadão que tantes,entrei e versa sobre l i t e r a t u r a . sempre frequentava peguei de um pano para Àquela épolimpar o chão, ca, devorava o lugar, e quase enquanto as pequenos todas as noites pessoas observolumes de vavam o holivros seriapassava pela pizzaria mem sentado, dos, que poimpassível. diam me renpara tomar um Depois de der meia-holimpar todo o ra de converuísque, resolveu lugar sujo pesa. Mas, como nem tuque naquele dia eu lo inconveniente fredo pode ser guês, chamei conversa e havia colocado o gerente e nem todas as "a dose errada" disse que estacoisas pova entregando dem ser o trabalho e agradáveis, saí. um belo dia Não voltei eu sofri o que muitos garçons sofrem na para receber o dinheiro dos dias trabalhados, mas o dopele: fui humilhado. Recentemente, um emi- no da pizzaria passou lá em nente desembargador do casa e deixou. Com o dinheiro,uma peEstado,o senhor Dilermando Mota colocou os pés pe- quena merreca que, hoje, las mãos e, em um arrou- não daria para comprar dois bo, destratou um garçom volumes de A Divina Conuma padaria famosa da ca- média, adquiri algumas pepital do Es- ças de roupa e só. Lembrei-me deste caso tado, segundo co- porque,recentemente,estive mentam pela internet, na Praça da Convivência e onde um vídeo, de uma tre- fui atendido por uma moça menda confusão gerada do que estava, tenham certeza, caso, se espalhou como um bastante chateada com a vivírus pelos computadores da.Eu a saudei com um "boanoite" por três vezes para que de todo o País. No meu caso, o homem ela me dissesse, secamente, chegou a concretizar o seu "boa!"."Você está bem",perintento, o que me levou a guntei. Ela disse: "Por quê?" A mesa parou. Esperou refletir, por poucos segundos, que deveria ir embora o que eu diria. Olhei-a profundamente e disse:"Porque dali imediatamente. O cliente, um cidadão com este sorriso que você

á reclamações, por toda cidade,acerca de atendimentos a clientes em alguns estabelecimentos comerciais, especialmente os restaurantes e lanchonetes.Por onde ando, colegas reclamam disso e daquilo, numa voz uníssona, que chega a ser incômoda,dado que todos parecem falar a mesma língua. É nessa multidão de certezas e nessa voz da unanimidade, da qual falava Nelson Rodrigues, que reside a desconfiança de que algo anda errado, ou com os garçons ou com os clientes ou, ainda, a culpa tende para um lado e outro. Nessa constante luta diária pela sobrevivência, em 1999 cheguei a ser garçom. Claro, não fui o garçom ideal, porque era apenas um adolescente à procura de ganhar algum dinheiro, com certo sacrifício, pois retornava às 2h da madrugada, de bicicleta e cansado, até o Santo Antônio, correndo todos os perigos possíveis, mas fazendo o que estava posto fazer. Fui garçom naquela pizzaria por uns três meses, tempo suficiente para sair do lugar da mesma forma que entrei, sem quaisquer problemas, mas com o coração cheio da certeza de que era a decisão mais certa a se tomar naquele momento. Por que relembro aque-

Crônica da Semana

tem,deveria mostrá-lo mais aos seus amigos".Então,ela sorriu. Olhou-nos e pediu desculpas. Confessou: "Sabe, esta semana, eu quase apanhava de um cliente..." Eu entendi a desesperança na humanidade, que estava impregnada naquele comportamento da garçonete.Vivemos um momento difícil de definir, em que homens que deveriam dar exemplo à sociedade, fazem o contrário. Em que pessoas que ocupam cargos de destaque fazem coisas tão absurdas que,em um país sério,sofreria uma boa repreensão. No Brasil,contudo,a falta de educação,a falta de cortesia, a falta de amabilidade em alguns estabelecimentos, em muitos casos, parece que se tornou uma premissa nas relações sociais. Quando se entra, em algum restaurante,e o cidadão saúda a todos, com a amabilidade que deve ser característica de todo homem civilizado,a própria sociedade,que exige de nós uma educação exemplar, nos toma como seres de outro mundo. Saí da Praça da Convivência convencido de que existe, sempre, uma lição em tudo, seja no sorriso da garçonete, seja na delicadeza de um "boa-noite", seja na modéstia gorjeta que deixamos.Em tudo reside uma lição, às vezes difícil de enxergar, às vezes não determinada pelo status social que o indivíduo ocupa, mas por sua responsabilidade de estar no mundo de forma civilizada, cortês, colaborando para que a sociedade não passe de um amontoado de idiotas,atropelando uns aos outros,em seus carros de luxo, em seus apartamentos de burguês, em suas camisas de marca, em seus perfumes caros. Que nada disso, no final das contas, quer dizer muito quando se chega ao decisivo momento de pesar as coisas...

Janeiro desafia as festas,que me pareciam infindas,e se instala no céu azul do calendário novo. Amanhecia. Quase seis da manhã. Abri as portas de casa, não sem antes deixar de notar as folhinhas com o novo ano. Na sala, sobre a mesinha lateral, marcado de azul e branco, com mensagem piegas e motivo de Copa, um almanaque pequeno. Na cozinha, quase junto à geladeira, um bem grande, com dias em números enormes; como nos fizesse não se esquecer das datas. No quarto, um calendário sobre o criado-mudo;com certeza,a nos lembrar,antes de dormir e do levantar, de que um dia se foi e outro está a raiar. Retornei ao banheiro, cuidando de fazer a barba; tentando um modo diferente, mas me flagrei preso aos vícios de ontem. Rotina é coisa grudenta, hábitos são coisas amasiadas à conta do ego e do superego,muito difíceis de se os abandonar. Após o banho, corri a vista pelo calendário do quarto, a confirmar os compromissos para as próximas doze horas. Nada de importante. Apenas o envio da crônica para o jornal do domingo, e a leitura de um livro que fiquei de opinar. Quase ia me esquecendo, caro leitor, mas preciso situá-lo, estávamos em uma manhã de segunda-feira. A preguiça, então, invadia-me os ossos e a carne; sacudi-a fora, mergulhando no barulho da rua. Fui ao Centro. As ruas ainda guardavam a ressaca do réveillon. Assim me pareceu. Os transeuntes não me davam mais os votos de felicidades; cabisbaixos, cruzavam-se fingindo pressa, apesar de correrem à toa. Tive a feliz ideia de entrar em uma livraria. Meu Deus! Uma horda de mães e pais aflitos corriam as prateleiras, com a lista de material escolar para 2014. Os vendedores, a um palmo de gato de um ataque de histeria, pareciam atordoados com tantos gritos e reclamações. - Aqui, meu filho!... Chegou o livro de história do terceiro ano? Sábado passado estive aqui, você me mandou retornar hoje, garantindo que tudo se resolveria. Não me faça de besta!..." - Era uma mãe com assomos de fúria,quase a esfregar o papel com a relação das obras na cara do coitado do atendente. Eu, que sempre me acostumei com a livraria entregue às traças, estranhei aquilo tudo; porém depressa me dei conta de que estávamos próximos ao início de mais um ano letivo. Quando fiz menção de sair, fui colhido por outra legião de compradores. Entraram na loja em passadas decididas, peitos armados, bolsas grandes como escudo, em formação de "V"... estava sem saída. Só achei uma solução, seguir o bando, ir ao ritmo da onda. Espremido entre dois senhores, com jeito de poucos amigos, suados e com os desodorantes vencidos; quase desmaiei quando ambos, ao mesmo tempo, levantaram os braços com as respectivas listas, e fiquei emparedado por duas peludas e malcheirosas axilas. - Seu Clauder Arcanjo?!... Por aqui. Em todo lugar tem sempre uma boa alma. Um dos livreiros me reconhecera, e pusera-me a salvo. Fiquei protegido pelo balcão da livraria, no entanto tive medo daquela singela "muralha" não resistir às trombetas dos novos gladiadores. Próximo ao meio-dia, senti um arremedo de paz no ambiente.Não contei até dez,saltei o balcão,abaixei o meu corpo miúdo e fui rompendo as "fileiras inimigas". Quando cheguei a solo seguro, a parte externa do prédio, estava em frangalhos. Tomei o primeiro táxi e ordenei: - Depressa, depressa! Para bem longe daqui. Janeiro sempre me desafia.

Reminiscências

Nomes no comércio mossoroense Wilson Bezerra de Moura - Professor emérito da Uern Em outra ocasiões comentamos sobre o passado da vida comercial em Mossoró. Esta cidade desde os primitivos tempos foi empório comercial segundo estudiosos, por ser uma região polo, ao seu redor, entre cidades afluem uma busca em se abastecer. Basta lembrar a época em que Mossoró tinha trem diário para o interior. A movimentação todo dia de pessoas vindo de inúmeras cidades interiorana era acentuada.

As vizinhas cidades de Governador Dix-sept Rosado, Caraúbas, Patu, Baraúna, Areia Branca, enfim todas as redondezas compravam produtos em Mossoró para tender suas necessidades, já dizia o professor Raimundo Nonato ao tratar sobre a história de Mossoró e região circunvizinhas.A seca de 1877 ficou na história como Mossoró era ponto de escape como sobrevivência de muitos. Foi uma época em que flagelados da seca

invadiram a cidade e vieram muitos deles para ficar. Por falar em Professor Nonato, o memorialista de todos os tempos, em seu Livro Ruas, Caminhos da Saudade, fez alusão a comerciantes daquela época, 1894, como sendo uma nova fase do comércio em Mossoró. Para isto, comenta sobre as atividades comerciais de Delfino Freire, explorando o ramo de fazenda e miudezas, cujo prédio ficava onde hoje é o edi-

fício do antigo Banco de Mossoró. Outro comerciante, Salviano Policiano Miranda, com sua casa de ferragens e molhados, funcionava onde foi algum tempo a firma "Cunha da Mota e Filhos", localizada em prédio vizinho a casa de Sebastião Pascoal, influente pessoa da cidade, uma referência também é que nesse mesmo prédio da firma do senhor Salviano Paliciano, funcionou um Restaurante de Antônio Doze

Anos, essa mesma pessoa, segundo a história mossoroense que deu nome ao bairro Doze anos. Em Mossoró, existiu uma fábrica de cigarro picado que era vendido para o interior do sertão. Era a Tabacaria Leite, de propriedade de um cidadão bastante conhecido na cidade de nome Hemetério Leite. O prédio, segundo registro histórico onde funcionava essa tabacaria, ficava localizada na Rua Almeida Castro.

Era um sobrado pintado de vermelho que anos antes serviu para a firma do senhor Julião e Costa. Nessa época de 1894, de grande afluência comercial, foram parte desse processo, Manso Valente Cavalcante, Frederico Saboia, Casa Pinto e Leite,Manoel Tavares Cavalcante e Cia., Leite e Irmãos, Colombo e Gurjão, Romualdo Lopes Galvão, todos integrante de nossa história comercial, política e social de nossa terra.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Expressão Trilhas do imaginário poético Autor pau-ferrrense lançará, no primeiro trimestre deste ano, o seu primeiro trabalho literário

Mário Gerson mario.gerson@folha.com.br

FOTOS: CEDIDAS

niciante na poesia,mas mantendo,sempre,colaborações em periódicos do Estado, o poeta Manoel Guilherme de Freitas lançará, nos próximos meses,seu primeiro livro de poesia, intitulado Trilhas do imaginário poético. "Já publiquei muitos desses poemas - 30 deles - no jornal Mundo Jovem, fora muitos outros, que estão sendo publicados nos blogs e revistas do País", diz o poeta, ressaltando que a produção literária deve ser algo constante. "Já publiquei na GAZETA DO OESTE e também, como disse,no Mundo Jovem,no quadro dica de leitura. Esse quadro sugeriu o poema Consciência negra, no mês de novembro do ano passado, como suporte didático-pedagógico para se trabalhar esta data em aulas de literatura. Hoje, o leque de poemas é vasto e diversificado, principalmente através de temas universais e filosóficos, bem como do cotidiano, a saber: amor, política, utopia, sentimentos, liberdade, consciência negra, aula", diz ele, com certa empolgação,enquanto prepara o primeiro livro. Para o poeta, apesar de tudo, ainda são poucos os incentivos dados aos autores no Estado. "Em Pau dos

I

O meio acadêmico às vezes se prende ao estudo de obras e também ao que diz respeito à técnica literária em si, mas se esquece da produção, do trabalho literário Manoel Guilherme

Manoel Guilherme de Freitas fala sobre primeiro trabalho

Ferros, por exemplo, temos poucos incentivos e alguns movimentos pontuais, em termos de literatura.No entanto, acredito que isso poderá mudar em breve. É esperar", fala, ressaltando que é necessário, também, que a poesia esteja mais presente, principalmente, no meio acadêmico. "O meio acadêmico às vezes se prende ao estudo de obras e também ao que diz respeito à técnica literária em si, mas se esquece da produção, do trabalho literário. É preciso sair um pouco da teoria e estudar mais a prática. Um dos professores que mais me incentivaram para enveredar e produzir poesia foi o poeta e crítico literário Leontino Filho, a quem devo este incentivo inicial na minha trajetória", salienta. Em contato com algumas editoras, o poeta se diz feliz com a receptividade de seu trabalho e reforça a importância da divulgação da literatura através,principalmente, dos jornais literários, dos cadernos especializados e da internet, um meio muito utilizado,hoje, pelos jovens autores."Creio que esse seja o destino da literatura, a maior publica-

ção em cadernos e sites especializados.Os novos poetas e novos autores devem estar atentos para isso. De minha parte, sempre envio meus trabalhos para sites e blogs literários", destaca, frisando que é preciso um olhar mais atento para o que se produz, em termos literários, no Estado. O AUTOR Manoel Guilherme de Freitas é professor da educação básica do Estado do Rio Grande do Norte, onde leciona a disciplina Língua Portuguesa no ensino médio, há mais de 20 anos. É mestre em Texto e Discurso pelo Programa de Pós-Graduação em Letras, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PPGL/UERN), em 2012. É aluno especial do Doutorado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - pelo Programa de Pós-Graduação em Letras - PPGEL/UFRN, em Linguística Aplicada. Atua numa pesquisa da Capes/Pibid Cameam/Uern, desde 2009, intitulada de: "Ler para retextualizar interagindo com as lin-

guagens", do DLV/Letras/Cameam, enquanto supervisor de Língua Portuguesa da Escola Estadual Professora Maria Edilma de Freitas, Pau dos FerrosRN. Através desse subprojeto de pesquisa tem desenvolvido, ainda mais, experiências de linguagens, experiências com a literatura falada, escrita, bem como outros gêneros textuais escritos e falados. "Em caráter experimental, mandei os poemas para o jornal Mundo Jovem, para que publicassem no espaço: Subsídios Pedagógicos, os primeiros foram: E, agora, Antonio? sendo este título alusivo ao poeta Carlos Drummond de Andrade, depois Política, seguido, de Corrupção/impunidade", diz. Para o autor, a literatura, enquanto reflexão, alimento da alma, do espírito, que toca o indivíduo na sua subjetividade, deve ser a proposta de toda obra. "A partir da literatura, eu consigo expor inquietudes, sentimentos, que transformam a vida de muita gente, daí aproveitar esse dom para tentar melhorar a reflexão do homem", comenta.

Rodapé BOM DIA, CAMARADAS Uma Luanda dos anos 1980 com professores cubanos, escolas entoando hinos matinais e jovens de classe média é o cenário de Bom dia, camaradas. Do universo do romance também fazem parte as lembranças dos cartões de abastecimento, as desigualdades sociais e os conflitos entre modernidade e tradição. Através do olhar lírico de um garoto, o leitor é levado a uma Angola que acabou de se tornar independente e é obrigada a repensar as regras sociais e a questionar as causas da desigualdade.Ondjaki nos conduz aos pequenos acontecimentos do cotidiano que mostram como é preciso mais que um decreto para que as mudanças de fato aconteçam. Assim como em outros livros de Ondjaki, o mundo dos jovens e a descoberta da vida adulta e seus conflitos são retratados sem o tom irritadiço das militâncias nem a condescendência do lirismo excessivo. E Bom dia, camaradas é daqueles romances que atravessa as idades e pode ser lido tanto pelo jovem quanto pelo leitor maduro. A literatura de Ondjaki é especialmente atraente para o público brasileiro, que verá a língua portuguesa ganhar outros contornos e reconhecerá no escritor angolano muito da nossa melhor tradição literária. Autor: Ondjaki Editora: Companhia das Letras

Escola Estadual Monsenhor Raimundo Gurgel está reorganizando a sua biblioteca e precisa de doações de livros publicados por autores mossoroenses, segundo me informa o poeta Thiago Galdino, pelo Facebook. Quem se interessar, favor enviar para a referida instituição ou entrar em contato,pois,como disse uma das coordenadoras da escola: "Não é justo termos tantos talentos e nossos jovens não conhecerem..." acredito que muita gente da cidade poderia ajudar, enviando livros ou mesmo adquirindo algumas obras para a entidade. Não custa nada. Caso você tenha algum livro em casa, de boa qualidade, pode deixar no lugar citado. Será uma forma de incentivar para que estudantes tenham ainda mais contato com a literatura, principalmente a literatura potiguar.

A

DOAÇÕES Este é o momento para que todos nos unamos em prol dessa biblioteca. Quando existe um apelo assim, significa que alguém está interessado em ajudar na boa causa da literatura. De minha parte, conte comigo,mas,infelizmente, meus trabalhos - os três principais livros que publiquei,estão esgotados. No entanto, separarei outras obras que já li. Doarei com satisfação, sabendo que ajudará alguém... RESULTADO A Academia Mossoroense de Letras (AMOL) divulgará, na próxima quinta-feira, em coletiva com a imprensa, o resultado do II Concurso João Batista Cascudo Rodrigues - conto e poesia. AÇÕES DA AMOL Em reunião, esta semana, na sede da entidade, ficou decidido que, além da divulgação e entrega dos prêmios, haverá, também, atividades relativas a conferências literárias e ações pontuais,visando a divulgação da literatura local, com publicação de mais uma edição do Jornal da Amol. PADRE GUIMARÃES Deve estar com outro livro pronto. Das cartas que escreveu enquanto estava na cidade de Ponta Grossa.Quem sabe? Certamente, outro trabalho, além de Chico, surja daí. DOSOL... Infelizmente,o Dosol fechou suas portas. Uma casa de música alternativa,onde o pessoal podia ouvir um rock ou um blues de qualidade.Mas a proposta,no entanto, parece que não foi compreendida. Muitos reclamavam do espaço pequeno, mas, convenhamos, era um espaço bom, estratégico e interessante.Daqui,lamento o fechamento. Perdemos um bom lugar. LIVRARIAS... Recebi informações de uma livraria se instalará no shopping,a fim de disputar com a Saraiva que não ven-

de, sob hipótese alguma, pelo menos aqui na cidade, livros de autores do Estado. Eis um tema para pesquisa,já que os "preconceitos" estão tão em evidência. CONCORRENTE... Espero que a nova concorrente não ande por essas trilhas que estão sendo palmilhadas pela Saraiva,com um show de verdadeiro bloqueio aos escritores do Estado. Claro, falo pelo caso de Mossoró,que desconheço a realidade natalense, nesse sentido. No entanto, a realidade daqui é extremamente lamentável. JUAN GELMAN Morreu na terça-feira, 14, aos 83 anos, o poeta argentino Juan Gelman. Ele era reconhecido, segundo a Folha de São Paulo, e atesto isso, porque já li parte de sua poesia, como um autor de qualidade literária e reconhecida militância política. UM POETA... Gelman publicou mais de 20 livros e recebeu em 2007 o prêmio Cervantes, o principal em língua espanhola.Foi também um ícone da resistência à ditadura na Argentina. Perseguido pelos militares, se exilou primeiro na Itália, nos anos 1970. Teve o filho e a nora sequestrados e mortos pelo regime. Uma neta nascida durante o cativeiro dos pais também esteve desaparecida até que Gelman conseguiu resgatá-la. DESCRENÇA Num artigo em 2008, o colunista da Folha Clóvis Rossi escreveu que "Gelman teve a penosa honra de ter sido condenado à morte duas vezes, por entidades opostas, aliás" referência aos militares e aos guerrilheiros."Em ambos os casos, por olhar para os fatos e dizer que os fatos eram como eram", revela o jornal paulista. O VELHO MONTAIGNE "Eu vivo de um dia para outro e, salvo o devido respeito, vivo apenas para mim". (Michel de Montaigne em Ensaios)


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Nos Jardins ri recebendo do poço de Pedra Branca e no meio do caminho uma adutora dessa perfurada? Olhe o prejuízo que não causa no final da linha. Nós temos uma equipe permanente que passa semanalmente fazendo essa vistoria...

RONDINELLI CARLOS

GO - ... em regime de plantão? RC - Em regime de plantão para que em caso de detectar nós conversamos com essa pessoa, se identificarmos essa pessoa que infringiu.Porque acaba sendo furto.E para que não prejudique quem está no final da linha. Nós temos aproximadamente no Jucuri 5 mil pessoas que dependem dessa água...

O subsecretário de Desenvolvimento Rural do município, Rondinelli Carlos, afirmou que todo o planejamento das ações da pasta já está feito, com o devido calendário de atendimento à população da zona rural. Ele frisou, ainda, que diante da aproximação do período invernoso, o cuidado com o campo e a expectativa em relação às condições climáticas se torna uma prioridade na administração do prefeito interino Francisco José da Silveira Júnior. Confira: GAZETA DO OESTE - Rondinelli, você voltou agora para a Subsecretaria, mas já conhecia mais ou menos os meandros da pasta. Como tem sido tocado agora as ações na agricultura? RONDINELLI CARLOS - Nós estamos trabalhando de acordo com o nosso formato. Com o nosso tempo de trabalho, com a nossa forma de gestão. Como eu passei na última legislatura quatro anos trabalhando na pasta da Agricultura, para mim, tem sido bastante tranquilo, no tocante ao conhecimento dos projetos, das ações, dos desenvolvimentos. Nós temos tido inclusive uma certa tranquilidade nas parcerias, preciso dizer, não só com o Sindicato da Lavoura, mas principalmente com os representantes das comunidades rurais. Eu acho que precisa se deixar registrado que uma gestão pública na pasta da Agricultura nós temos 133 comunidades rurais, 22 mil pessoas residindo no campo. Portanto,se nós não tivermos um elo muito bom com os representantes das comunidades, nós não iremos saber das carências que eles necessitam. E a gestão pública é isso, é eleger prioridades. E dentre essas informações nós escolhermos o que é melhor para aquela comunidade. GO - Nesse momento, a zona rural já é prioridade.Em função da expectativa de inverno ou não. Quais são os projetos prioritários

dentro dessa questão? RC - Nesse momento nós estamos trabalhando o programa Semear. É um programa de corte de terras muito forte, que atende a toda a zona rural do nosso município. A Prefeitura de Mossoró é parceira do agricultor, é parceira do homem do campo. Nós iremos levar o óleo diesel nessa parceria com o agricultor para que ele possa cortar essa terra. Porque nós entendemos que em uma zona rural forte o reflexo positivo no centro urbano é muito grande. É fantástico o reflexo positivo. A zona rural, com certeza, sobrevive sem o centro urbano. Mas nós não podemos dizer a mesma coisa do centro urbano. Depende muito da área rural, principalmente de onde vem o alimento. Portanto, o nosso carro-chefe neste momento é o programa Semear. Nós já estamos trabalhando, o prefeito Francisco José Júnior já nos pediu esse empenho, essa garra, essa determinação, para que até o final do próximo mês nós já tenhamos uma data definida e assim podermos lançar esse programa para pegar, se Deus quiser, as primeiras chuvas do ano de 2014. GO - Quantos mil litros de combustível estão sendo divididos, estão sendo disponibilizados para esta edição deste ano do Semear? RC - A estimativa é de 140 mil litros de óleo diesel, mas R$ 300 mil de investimentos. E, com certeza, os benefícios que a cidade de Mossoró irá ter de retorno é muito maior do que isso, porque gera emprego e renda para o homem e para a mulher do campo. Interessante é que quando acontece esse programa nós temos aproximadamente três meses de corte de terras. Fevereiro, março, abril e esticando se for até maio. Mas assim literalmente nós temos uma geração de emprego e renda, nós temos tratores nas mais diversas comunidades rurais; nós temos literalmente os representantes das comunidades envolvidos e aí sim, plantando para num futuro muito próximo colher e assim

ter uma renda extra para sua família. Principalmente aquele agricultor familiar que depende exclusivamente daquela fonte de renda. GO - Pela sua perspectiva de chuvas, secretário, a Subsecretaria tem feito análises, tem interagido com os órgãos meteorológicos exatamente para saber como vai ser esse período invernoso aqui na região? RC - A perspectiva, segundo os estudiosos, é de um bom inverno. Nós temos pedido muito a Deus que tenhamos neste ano de 2014 um ano diferente do que foi o ano passado... GO - ... inclusive a experiência do homem do campo também aponta para isso ... RC - ... Você falou algo importantíssimo, nós temos andado bastante e conversado com o homem do campo e ele tem se mostrado bastante esperançoso.A questão é uma flor, a questão de um pássaro e a gente vai escutando e vai vendo que tanto um representante de uma comunidade de um local como o do outro extremo acabam conversando a mesma língua e aí sim ... GO - ... é porque são as mudanças climáticas. Exatamente a expectativa guarda isso, não é? RC - E que eles vivenciam isso. E assim os estudos se aproximam. Mas às vezes os estudos também não são exatos. Nós tivemos algumas situações que os estudiosos não conseguiram acertar em cheio. Mas o homem do campo normalmente vem dando aquele toque, para que nós tenhamos uma certa nossa noção do que está para acontecer. Mas isso, independendo de fator climático, nós pedimos que chova. Porque aí,chovendo,90% da problemática está resolvida.Porque água é vida, literalmente. Mas, independente disso, nós já estamos trabalhando esse programa Semear para que a partir das primeiras chuvas, porque existe uma característica aqui na nossa cidade. Algumas áreas começaram a chover e precisa logo consultar.E outras não,precisam de uma área mais cheia de água, que tenha chovido mais, para que possa existir esse corte de terras. GO - Rondinelli, falando ainda da questão rural, como está a perfuração de poços? E a manutenção? RC - Nos últimos 15 dias nós per-

furamos um poço no projeto de assentamento Cheiro da Terra e um outro no projeto de assentamento São Cristóvão,para melhorar a oferta hídrica nessas comunidades rurais.Levamos a máquina para o projeto de assentamento Sol Nascente, para fazer também esse trabalho de perfuração de poço, porque entendemos que o momento é de seca, recursos hídricos são primordiais e aí nós estamos dando essa prioridade, os recursos hídricos para que possamos ter uma zona rural mais forte. Não só com a agricultura familiar,mas principalmente para que o homem do campo possa permanecer no campo. Nós temos intensificado os trabalhos na manutenção dos poços com dessalinizadores. Nós temos 50 dessalinizadores e hoje saindo da Secretaria nós entendemos que nenhum poço está parado. Isso é muito bom porque mostra o empenho e a dedicação de toda a equipe, do corpo técnico da Subsecretaria. Não é fácil você manter 50 dessalinizadores em pleno funcionamento. E aí nós estamos tentando. Dentro do possível, quando se detecta alguma dificuldade, em 48 horas se busca resolver. E hoje eu tive a grata satisfação de um colega nosso da Subsecretaria ter vindo falar que as pendências que tinha tinham sido sanadas. Mas que nós estamos sempre aptos para buscar resolver as pendências existentes. Nós temos mais de 50 quilômetros de adutoras e de forma indireta nós gerenciamos 100 quilômetros de adutoras. Eu posso citar um poço na comunidade de Melancias,que atende Melancias, Carmo e Sussuarana. E nessa linha de atuação existe um sistema adutor, onde muitas das vezes nós temos dificuldades com ligações clandestinas E aí sim, eu peço à população que realmente observe,que vê, que vamos tentar ajudar a municipalidade.A municipalidade não pode trabalhar só. Precisa estar envolta com todos os mossoroenses e todas as pessoas que estão aqui mesmo de passagem, para que nós possamos ter uma zona rural muito forte, evitando essas ligações clandestinas, mas principalmente levando água de qualidade para quem realmente precisa e que reside na zona rural.Posso também citar o poço de Pedra Branca, que atende Pedra Branca, Independência, e a comunidade do Jucuri, que fica no final dessa linha da adutora. Imagine uma comunidade do porte do Jucu-

GO - Um problema detectado num sábado ou domingo, por exemplo, o cidadão tem como entrar em contato com o município para a manutenção do dessalinizador,enfim.Tem como entrar em contato e solucionar? RC - O horário de funcionamento da Subsecretaria de Desenvolvimento Rural é das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira. Nós andamos muito e o gestor público não tem dia e não tem hora. E acaba se confundindo a ideia de sábado e domingo. Acaba que num domingo você é convocado para estar numa determinada comunidade rural para uma reunião. E por que eu lhe digo isso? Porque aos sábados e domingos é que aquele homem, aquela mulher do campo tem o tempo, não está na lavoura, não está na fruticultura irrigada.E tem um tempo de ter um contato direto com o gestor da pasta da Agricultura,para que possa apresentar as suas demandas. Então acaba confundindo. E esse tempo nós usamos muito para as reuniões... GO - ...eu digo isso,na eventualidade de um problema detectado no final de semana. Se o morador ficaria sem água,o município prontamente teria como solucionar? RC - É como eu te disse. A pasta da Agricultura funciona de segunda a sexta. O sábado e domingo, quando nós somos solicitados, nós vamos a essa comunidade para buscar solucionar problemas do decorrer da semana. GO - Com relação a convênios, a Secretaria tem feito alguns convênios no sentido de abastecer melhor a zona rural? RC - Olha, a Prefeitura de Mossoró, o prefeito Francisco José Júnior,agora no último mês de dezembro, enviou dois ofícios ao Dnocs, e, segundo o nosso entendimento, para fortalecer a parte de recursos hídricos. Nós ficamos bastante satisfeitos.Nós estamos levando água para o projeto de assentamento Nova Esperança, projeto de assentamento Sol Nascente e comunidades adjacentes. Para que o amigo de casa tenha noção do que estamos falando, é a antiga Fazenda São João. Nós temos ali mais de mil famílias que serão beneficiadas de forma direta com esse beneficio. Uma parceria do Dnocs com a Prefeitura de Mossoró para levar água de qualidade para essas comunidades rurais. E também já temos um trabalho feito lá no polo do Jucuri, naquele poço profundo,onde o Dnocs, juntamente com a Prefeitura de Mossoró,está trabalhando essa parceria. E de forma objetiva e clara, já está acontecendo essa parceria, para que se possa ampliar o leque de recursos hídricos para quem realmente precisa, que está no campo. GO - Até porque, tanto o Governo Federal quanto o estadual


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

ns da Gazeta

uíha. -

ão? stá es-

do por pio ni-

lvimos dia . orque do rida ba -

do dor -

asos, do

os, -

oscs, , sos gua des de mos ão orma de des ocs, de ara, ria, que eal.

ual

tem os recursos hídricos, muitas vezes. Falta só o manuseio, essa questão do encaixe, como se chama, não é? RC - Essa questão de parceria, de eleger prioridades, como eu falei anteriormente, elegendo prioridades e aí nós conseguimos levar realmente o benefício para quem precisa. E hoje, como nós sabemos, prioridade são os recursos hídricos. GO - O senhor passou quatro anos como gerente executivo da Agricultura. Retornou agora para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Rural. Quais as principais mudanças que o senhor observou e quais os pontos positivos e negativos dessa mudança na nomenclatura? RC - Nós podemos perceber que gerente executivo de Agricultura, Abastecimento e Recursos Hídricos era vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico. E a Subsecretaria do Desenvolvimento Rural é vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Ambiental.Portanto,basicamente o bojo é um só. Nós focamos, enquanto subsecretário,mas temos uma secretaria vinculada, a qual nós precisamos caminhar juntos para que todas as ações cheguem. E assim, a título de ações e projetos eu tive uma tranquilidade em aceitar esse novo desafio,que eu acabo falando que é um novo desafio, é uma contribuição à cidade, mas que para mim não teve tanta dificuldade por ter passado esses quatro anos, muitos desses projetos aconteciam ou aconteceram na gestão a qual eu estive à frente, e os outros que estão acontecendo, nós tivemos a oportunidade de contribuir,mesmo de forma indireta para que essas ações estivessem acontecendo nesse período,nessa gestão. Olhando assim,nós vemos uma gestão que tem capacidade de avançar mais,nós estamos trabalhando com afinco,inclusive já planejamos todo o trabalho do ano de 2014. Nós não podemos projetar para hoje ou para amanhã. Nós projetamos todo o ano de 2014. Projetamos o Semear, a campanha de vacinação contra a febre aftosa, as Feiras do Bode que acontecem as terças e sextas-feiras, é preciso continuar acontecendo... GO - ... a Festa do Bode ... RC - ... a Festa do Bode, grandiosa, precisa ter o seu planejamento, ter o seu orçamento e nós já conversamos sobre ela. Campanha de vacinação é em maio e novembro e nós já discutimos isso. Feira de produtos orgânicos, quem não conhece, precisa conhecer, funciona aos sábados ali ao lado do Museu, naquela pracinha,onde os agricultores vendem os seus produtos. Chegam por volta das 6 horas da manhã e,por volta das 9 horas, toda a mercadoria está praticamente vendida. E isso é muito bom.E isso nós ajudamos de qualquer forma. E por que eu digo isso? Porque essa forma que o jornalista faz de trazer o gestor da pasta da Agricultura é de fundamental importância, para que nós saibamos que o agricultor vive na zona rural, mas ele vem vender o seu produto no centro urbano. Seja ele uma criação, um bode, um carneiro, mas seja também sua fruta, seu mel. E aí nós temos nessa oportunidade de sentar e conversar e bater esse papo descontraído, mas também mostrar que nós temos muita coisa boa e interessante para prestar contas à sociedade mossoroense. GO - Rondinelli, a impressão que se tem é de que nos últimos anos praticamente não tem havi-

do êxodo rural aqui em Mossoró. É isso mesmo que está acontecendo? O homem está ficando mais tempo no campo? RC - Verdade. Você tocou num ponto importantíssimo que envolve a cidade de Mossoró. Diferente de outras cidades,nós temos aqui em Mossoró pessoas migrando do centro urbano para a área rural. Seja ela para um descanso ou até mesmo para uma segunda atividade.Nós temos aqui comerciantes que colocam um morador na sua propriedade rural e começam a plantar ... GO - ... alguns profissionais liberais se transferem até pela tranquilidade do campo ... RC - ... com certeza. O lazer. E o lazer agregado ao trabalho, a identificação com a área rural. E sendo aqui da Região Nordeste, principalmente sendo aqui da nossa querida cidade de Mossoró,não tem alguém na família que é agricultor? Que tem uma identificação, que tem uma raiz? Quem é? Eu praticamente não conheço alguém que diga "não. Na minha família não existe"... GO - ...Tudo é oriundo do campo... RC - ... tudo é oriundo do campo. E assim, essa característica que você tocou é bastante importante. Nós hoje, na zona rural, temos escolas de qualidade. Precisa ficar registrado isso. Nós temos uma escola muito boa na comunidade do Piquiri que eu tenho certeza que se a sociedade mossoroense fizer uma visita vai ficar surpresa. GO - O próprio acesso às comunidades rurais já foi muito pior, não é? RC- É verdade. Mas deixe só eu falar a título de educação, ainda, só continuando, para falar sobre os acessos.No projeto de assentamento São Romão nós temos uma escola fantástica, de qualidade. No dia de hoje, está sendo trabalhada uma escola modelo para a Região Nordeste. É a chamada Escola Verde.No polo da Alagoinha,mais precisamente na comunidade do Lajedo. Uma obra orçada em mais de um milhão de reais que irá beneficiar de forma direta ou indireta aproximadamente 10 comunidades. Atendendo crianças e adolescentes ali daquele polo da Alagoinha.Portanto,é assim,o homem do campo permanece no campo, porque as condições que ele recebe na área rural vem melhorando, ano após ano.E isso é importante.E nós precisamos e devemos intensificar as ações na área rural. Tanto é que o prefeito, na última semana, lançou um projeto bastante interessante, denominado "Ação no Campo"

onde, no mínimo duas vezes por mês ele vai a determinada comunidade rural, a determinado polo, para escutar os anseios dos moradores,mais principalmente levar os benefícios que a pasta da Agricultura vem recebendo, como demanda. Nós podemos citar a questão das estradas vicinais.Aquele polo da Alagoinha tem um fluxo tremendo,não só de moradores, mas de frutas que são produzidas ali... . GO - ... o escoamento de toda a produção é feita por aquela estrada ... RC - ... precisa ser facilitada por quê? Porque nós precisamos de uma fruta de qualidade, no seu final, na sua origem. No seu destino final. Da sua origem para o seu destino final, a fruta precisa chegar com qualidade. E a municipalidade pode ajudar nesse ponto, melhorando esse fluxo de veículos, esse tráfego, essa identificação... GO - ... mas está sendo recuperada muitas estradas? RC - Muitas. Nós estamos intensificando naquele polo da Alagoinha, para sair na vila sede da Maisa, principalmente aquele entorno onde se cobre a parte os ônibus escolares. Para que começando o ano invernoso,se Deus quiser,os ônibus não tenham tanta dificuldade de trafegar.Nós estamos falando de estradas vicinais, portanto é diferente do centro urbano. Precisa de uma atenção especial. E, para isso, precisa que as secretarias, como eu disse agora, tenham essa interação. E nós estamos trabalhando uma interação muito forte.As secretarias têm conversado bastante,os gestores,para que aquelas ações cheguem de forma clara, eficiente e objetiva. Até mesmo para reduzir custos para a municipalidade, vamos eleger, como disse, prioridades. Nós temos três demandas em determinada área e vamos eleger o que é prioridade e fazer. Para que todas as 133 comunidades sejam contempladas. Para que nós não tenhamos uma contemplação num polo, em detrimento de outro. Então vamos eleger prioridades,mas para que todos recebem esse benefício e possam permanecer nas suas comunidades rurais. Nós temos aqui, se eu falar a título de dimensão, para que o amigo de casa tenha noção, nós podemos estar no projeto de assentamento Favela e ir para o projeto de assentamento São Romão e andar facilmente dentro de Mossoró, mais de 70 quilômetros.Portanto,a zona rural é muito complexa e precisa desse acompanhamento próximo, dos gestores públicos. E a pasta da Agricultura tem essa característica. Nós recebemos demandas,eu acho que vo-

cês até já perceberam nesse batepapo. Eu recebo demanda da Educação, da Saúde, do Desenvolvimento Social e acabamos como recepcionando essa demanda e trabalhando em parceria com as demais secretarias para que os benefícios das outras pastas respectivas também cheguem ao homem e à mulher do campo. GO - Como tem sido a interação da Subsecretaria com entidades que representam o homem do campo? RC - No início deste ano nós pedimos aos representantes das comunidades rurais um momento. Levamos o homem, a mulher do campo,principalmente aquele representante da sua associação, para dentro do gabinete do prefeito para que nós pudéssemos apresentar o nosso plano de trabalho, o que tem previsto para 2014. E também foi um momento único, importantíssimo, para escutar o que eles esperam para este ano de 2014. Nós entendemos que essa interação entre representante de comunidade rural e o gestor da pasta da Agricultura, facilita demais esse trabalho. Nós temos recebido, não é nem quase diariamente, é diariamente, representantes na nossa sala de trabalho, para que possamos apresentar as respostas às demandas que eles nos apresentam. Normalmente dentro do menor espaço de tempo possível, para que chegue esse benefício a ele de forma concreta e objetiva. E aí sim, eu preciso realmente enfatizar. O homem e a mulher do campo que abraça essa ideia de ser um representante de uma comunidade rural é um vitorioso. Vocês sabem,é uma associação que requer um compromisso e um tempo... GO - … uma abnegação … RC - … é. O homem e a mulher do campo, quando chega aqui no centro urbano, quando ele sai de lá, vamos lembrar, ele já está gastando e não é pouco. A distância, como eu disse. Existem comunidades que de lá para o centro urbano dá 35 quilômetros,facilmente.Então existe um custo para essa movimentação. E ele vem, realmente, porque ele necessita conversar com o gestor, conversar com a equipe, receber uma resposta imediata.E nós estamos tendo essa atenção para que realmente essas ações concretas possam chegar. E essa interação precisa e sempre deverá acontecer. GO - Dentro desse diálogo que o senhor tem mantido com essas entidades ruralistas,até porque representa o homem do campo,como essa mudança, no comando da Prefeitura, essa intervenção judicial, vamos dizer assim, como isso foi FOTOS: WILSON MORENO

Entrevista concedida aos jornalistas Gilberto de Sousa e Luís Juetê

recebida pelo homem do campo? RC - Eu fiquei bastante tranquilo com a receptividade deles. Até mesmo porque eu já tinha passado quatro anos na pasta e então o nosso elo, o nosso contato foi muito tranquilo... GO - ... mas para eles mesmos foi positivo? RC - Foi positivo porque eles já me conheciam. Nós não tínhamos perdido esse contato. Eu estava distante há um ano praticamente. Então é assim,nós mantivemos esse elo, esse laço. E esse tempo que eu fiquei numa ou outra missão,num outro compromisso,não se quebrou esse laço. E para eles eu tenho certeza também que foi muito bom. Porque esse elo nós iremos somente intensificar. Eu não sou uma pessoa que é desconhecida deles. Muito pelo contrário, eu conheço praticamente todos os representantes das comunidades rurais, imagine, de hoje já. Não é nem da legislatura na qual eu trabalhei. Atualmente. Porque eu tive a curiosidade,aqueles que eu não conheci,porque os mandatos foram renovados,eu convoquei,chamei para que a gente pudesse interagir de uma melhor maneira, de uma melhor forma, para que pudesse estreitar esses laços e nós pudéssemos trabalhar em parceria. GO - Atualmente, quais são as principais reclamações, as principais reivindicações? RC- Nós estamos intensificando a questão dos recursos hídricos.Em 2013 foi um ano de seca e aí nós precisamos, nós estamos intensificando, trabalhando na questão dos barreiros, na própria perfuração de poços, na manutenção das adutoras. E nós estamos esperando, nesse início de inverno, o corte de terras, o Semear, que é o nosso carrochefe para o primeiro semestre e aí sim melhorar muito a qualidade de vida do homem e da mulher do campo, e suas famílias como um todo. São 22 mil famílias na área rural que merecem e tem a atenção do poder público municipal. GO - Rondinelli,como foi o seu retorno? Foi da cota pessoal do prefeito? Como foi esse convite? RC - Olha, eu fui pego de surpresa, na realidade. Eu estava trabalhando numa outra missão na Câmara Municipal e uma tarde o prefeito me liga e pede para ir compareceu ao gabinete ... GO - ... ele assistia a TV Mossoró e deve ter lhe observado, não é? RC - É. Não tem nem como esconder. Nós estávamos ali. Durante todas as sessões do ano de 2013 eu estive presente. Fazendo aquele trabalho com os 21 vereadores, a mesa diretora, secretariando os trabalhos legislativos. E então nós tivemos esse contato com os 21 vereadores. E com o prefeito Francisco José Júnior não foi diferente, ele enquanto presidente da Câmara. Recebi esse chamado para ir ao gabinete e fui surpreendido com o pedido para que eu assumisse a pasta da Agricultura, porque o gestor anterior tinha pedido para sair. E aí nós tivemos a grata satisfação e a oportunidade de abraçar. Porque a ideia não é só o pedido e um pleito do prefeito, que muito me honra. Mas é uma missão. E é uma resposta à zona rural porque eles me confiaram em quatro anos e eu tinha que dar um sim a eles. O sim foi também e principalmente para a sociedade mossoroense e em especial para quem reside na área rural do nosso município.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Expressão II Prêmio Brasília de Literatura Autores de todo o País podem se inscrever, com obras publicadas em 2013 Distrito Federal, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, divulga o concurso relativo ao 2ª Prêmio Brasília de Literatura, destinado a estimular os talentos literários brasileiros. O 2ª Prêmio Brasília de literatura está inserido no conjunto de programações da II Bienal Brasil do Livro e da Leitura. São seus objetivos principais o estimulo aos talentos literários e o reconhecimento das melhores obras literárias brasileiras, eleitas por Comissão Julgadora nomeada pelo Secretário de Estado de Cultura do Distrito Federal, nas categorias de Biografia, Conto, Crônica, Literatura Infantil, Juvenil, Poesia, Romance e Reportagem. O 2º Prêmio Brasília de Literatura será realizado na cidade de Brasília-DF, no período de 16 de janeiro de 2014 a 21 de abril de 2014, sendo que as inscrições irão de 16 de janeiro de 2014 a 03 de março de 2014, e a premiação com a entrega dos troféus se dará na semana de realização da II Bienal Brasil do Livro e da Leitura, no dia 20 de abril de 2014. Constitui objeto deste

O

edital a seleção de propostas de trabalhos para que possam ser contemplados com o 2ª Prêmio Brasília de Literatura", nas categorias e condições seguintes: Biografia:Texto narrativo e expositivo em que o autor narra a história da vida de uma pessoa ou várias pessoas; Conto: Narrativa breve e ficcional; Crônica: Narrativa breve que descreve fatos do cotidiano; Infantil: Textos dedicados especialmente ao público infantil entre 6 e 10 anos, incluindo histórias de ficção, biografias, poemas, obras folclóricas e de cultura popular. Juvenil: Textos dedicados especialmente ao público juvenil entre 11 e 16 anos, incluindo

histórias de ficção, biografias, poemas, obras folclóricas e de cultura popular. Poesia:Linguagem de conteúdo lírico ou emotivo, escrita em forma de verso ou prosa; Romance: Narrativa longa em prosa no qual se relatam fatos imaginários ou fictícios da experiência humana; Reportagem: Texto de caráter jornalístico baseado no testemunho direto, fatos e situações abordadas em perspectiva investigativa. Os livros publicados em 1ª edição no Brasil entre 1º de janeiro de 2012 e 31 de dezembro de 2013, podem concorrer. Eles devem ter registro no ISBN. Já os livros coeditados pode-

rão ser inscritos por apenas um proponente (autor ou editora). Somente serão aceitos livros de autoria única e não serão considerados livros escritos em coautoria ou que façam parte de compilações ou compêndios, excetuando-se os livros infantis em que a autoria seja do escritor e do ilustrador; Se a comissão detectar a ocorrência de falsificação ou plágio, notificará o candidato para se manifestar em dez dias a contar do recebimento da notificação e, em caso de este quedar-se inerte ou serem improcedentes suas considerações, terá sua proposta desclassificada, sem prejuízo do encaminhamento da documentação apresentada e de cópia dos autos a autoridade competente para a apuração de eventual responsabilidade criminal. INFORMAÇÕES O endereço para informações e acesso na íntegra aos termos do edital é: SCTS, Lote 02, Edifício da Biblioteca Nacional, 1º andar, Sala 101 CEP 70070-150 - Brasília/DF - Fone:(61) 32238138 - bienalbrasildolivro2014@gm a i l . c o m http://www.bienalbrasildolivro.com.br

Novos Poetas A BRUXA

POEMA DE AMOR LOUCO Eu que muito tenho bebido; Que às vezes desejo um trago; Que muito tenho mentido e Me enganado. Eu que me tenho abandonado; Que às vezes aludido Não me encontro em mim mesmo; Que ando a esmo; Entre os olhares compassivos. Eu que entre pernas estrangeiras Viro bicho, Viro gozo; Que muito tenho me iludido em camas avulsas. Eu que nos bares afogo maus amores Sugando bocas ébrias. Eu que me sufoco enlouquecido Das brigas que evitei resignado; Das vezes que não quebrei os vidros; Do sangue que engoli estancado. Eu que entre um desdém e outro Visto-me em amargura E profanação. Eu que em pelo e verso Sou inflamável. Eu que desvivo em mim; Ao me procurar nos corpos alheios; Eu que já não tenho freios; Gozo a vida até o fim. Bruno Radner/Rayane Medeiros Poetas

Por mim seria assim, sem fim, mas não sou só eu que escolho. Só colho aquilo que planto num canto, num riso, num choro. Não choro e nem mais me espanto. Sem fim, porque não quero que acabe, se cabe você nesse abraço, mal passo um dia sem isso feitiço já vira saudade. Nem sou bruxa assim, de verdade porque também me enfeiticei, quando nos seus braços deixei que me fizesse mulher, à vontade. Hionne Mara Poetisa

CONTANDO OS MINUTOS Cinco minutos Para que portas se abram Corações se partam Que a melancolia invada Já sabe do que se trata Três minutos Puxe o braço Preencha o átrio Olhe nos olhos Sem ressalvas Diga a verdade Sem ressalvas Com honestidade Sem ressalvas Da realidade

Sem ressalvas O amor brota Corajoso Intuitivo Novo Sem receio de achar De buscar A plenitude A infinitude Do ser amado Sem medo dos sonhos Sem medo de amar. Anderson Morais Poeta

Opinião Ney Lopes nl@neylopes.com.br blogdoneylopes.com.br

João amou e perdoou Na madrugada da últiJá adulto,em novembro ma quinta,9,um amigo co- de 2011, voltou a conviver municou-me a triste e cho- com o sofrimento e a injuscante notícia: faleceu o tiça. Ao amanhecer, a poramigo de adolescência, ta do seu apartamento foi João Faustino Ferreira Ne- invadida por um absurdo to,que estava internado na aparato policial, de revólUTI do Hospital do Cora- veres e metralhadoras, que ção, em Natal, RN. Veio- revolveu os seus pertences me a mente o nosso último íntimos e o levou preso,nuencontro. Foi no Instituto ma chamada "Operação Side Radiologia de Natal,no nal Fechado",que fez jus ao último dia 30 de dezembro. nome,por ter realmente "feLá estava para um exame chado" todos os acessos aos e encontrei João. Ao sair, princípios do direito de deele me deu o último adeus, fesa prévio e às salvaguardesejando feliz ano novo. das da cidadania. Nos anos sessenta coJoão começou a morrer nheci João. Militávamos com o sofrimento decorna ação católica,sob a lide- rente desse último episódio. rança de D. Eugênio Sales, O Estado, como ente juríque criara o "Movimento dico, terá um dia que resde Natal", em defesa da ponder pelos danos morais doutrina social da Igreja. que o levaram a falecer preDepois, para financiar os maturamente. Com granestudos acadêmicos, pas- deza humana, ele escreveu sei a ensinar "Organização no seu livro "Eu perdoo": Social e Política do Brasil "Depois de muitas ad(OSPB)" em colégios de versidades, em que me Natal. João ensinava ma- maltrataram, me açoitatemática, inclusive no Se- ram, me prostraram sobre minário São Pedro. a terra como se vitoriosos Tivemos alguns desen- fossem, ponho-me novacontros e discordâncias na mente de pé, com a cabevida,sempre preservado o ça erguida, para dizer-lhrespeito mútuo. No Con- es: eu perdoo". gresso Nacional exerceA altivez do depoimenmos vários mandatos de to recorda a expressão shadeputado kespeariafederal. na, segunQuando se do a qual afastou do "Os covarPFL e fundes morImagino a dor de dou o PSrem várias DB no RN, vezes anSônia, sua esposa, ele foi pestes da sua soalmente morte, dos filhos Edson, à minha mas o hocasa convimem coraLissa, Fafá, dos dar-me pajoso expequeridos netos que ra o novo rimenta a d e s a f i o. morte apeele adorava e todos Agradeci, nas uma mas não vez". João familiares aceitei o era um coc o nv i t e, rajoso.Copor razões mo previu pessoais. Quintana João foi herói na luta in- no poema, conduziu a cansável para ser um vi- Cruz no princípio de sua torioso na vida.Enfrentou vida e a luz da Estrela iluadversidades, as quais nu- minará o seu fim, na Eterma espécie de antevisão de nidade. sua partida para a EterniImagino a dor de Sôdade relatou em livro lan- nia, sua esposa, dos filhos çado no final de 2012. Edson, Lissa, Fafá, dos "Eu perdoo" é o nome queridos netos que ele do seu emblemático livro, adorava e todos familiares. quando lembrou que o pri- Só resta lembrar o livro "O meiro grande ato de per- Cântico dos Cânticos" na doar viveu ainda aos no- Bíblia: "o amor é mais forve anos de idade, com re- te do que a morte". velações sobre o assassinaNós, seus amigos e adto do seu pai. miradores, repetimos "Aos nove anos de ida- Drummond e o acusamos de eu tive que enfrentar a de ter feito o não previsto necessidade de construir nas leis da amizade e da dentro de mim o sentimen- natureza, "nem nos deito de perdão porque, caso xaste sequer o direito de incontrário,não conseguiria dagar por que o fizestes e viver a vida que vivi", es- porque te foste". creveu João, em emocioQue Deus o receba de nante testemunho. abraços abertos!


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Expressão FOTOS: DIVULGAÇÃO

ÁLBUM DE

FAMÍLIA Psicodrama rumo ao Oscar

MARCELO HESSEL Crítico de cinema Do Omelete.com.br omancistas e dramaturgos da geração baby boomer aqueles que nasceram nos EUA durante a prosperidade do pós-Guerra,até os anos 1960 - encontram nos seus pais e avós, a chamada Grande Geração, um tema rico e recorrente, por uma

R

questão de oposição. Enquanto a Grande Geração perdurou na Depressão e na Segunda Guerra porque "era a coisa certa a fazer", os boomers se abriram para a terapia, o divórcio e os prazeres da juventude - entre o "certo" e o "errado" agora havia todo um espectro de possibilidades. Em Álbum de Família (August: Osage County), adaptação ao cinema da peça homônima, vencedora do Pulitzer e do Tony, o escritor Tracy Letts trata esse conflito das duas gerações como mais um capítulo da formação continental dos EUA. Violet Weston (Meryl Streep) representa os desbravadores do Oeste, assentados em planícies inóspitas como o Condado Osage em Oklahoma, inferno na Terra no mês de agosto, no auge do verão. Quando suas filhas baby boomers (vividas por Julia Roberts, Julianne Nicholson e Juliette Lewis) pegam a estrada e precisam se reunir com a mãe depois de uma tragédia na família Weston, Violet derruba sobre elas todo o rancor de quem carregou o mundo nas costas porque "era a coisa certa

a fazer". Essa ideia da conquista do território enquanto conquista de uma identidade se mantém ao longo do filme (sempre presente na personagem da empregada indígena, sem a qual nenhum dos demais teria o que comer ao longo de Álbum de Família) e segue até o desfecho, quando outra personagem aceita sua "herança" e pega a estrada para o Oeste. Em

nenhum momento, porém, Letts deixa de desconfiar dessa autoproclamada vocação para o progresso. Em outras peças suas já levadas para o cinema, como Possuídos e Killer Joe, fica evidente que o dramaturgo prefere ver a suposta unidade americana como farsa ou como tragicomédia. Então a escolha que o diretor John Wells tem a fazer em Álbum de Família é abraçar o farsesco de vez ou negá-lo, em nome de um drama "sério". O filme termina indeciso entre uma coisa e outra, entre situações e personagens pensados por seu potencial tragicômico (a briga que estampa o pôster, por exemplo) e interpretações carregadas de gravidade e encenadas com a solenidade que se espera não só de um drama "sério" mas também de um

Destaque

drama "de prestígio". Wells basicamente enxerga nos diálogos bagaceiros de Letts uma oportunidade de fazer uma DR familiar na linha Tennessee Williams, como Gata em Teto de Zinco Quente, altamente oscarizável nas suas explosões de fúria e fragilidade. Sem dúvida há muito o que notar, nesta temporada de prêmios, nas atuações de Julia Roberts, M a r g o Martindale e especialmente de M e r y l Streep (que pode ganhar o Oscar de Melhor Al Pacino por Álbum de Família), mas os monólogos de confidências dessas personagens nunca deixam de ser performances para se tornar interpretações de fato. Mattie Fae, a personagem de Margo, já dá toda a letra logo no começo do filme, quando seu

marido diz que o filho dos dois não é uma anta, e sim um jovem "complicado". "Você precisa ser inteligente para ser complicado", responde Mattie Fae. Pois é isso que os personagens de Álbum de Família demonstram ser: não necessariamente pessoas complicadas mas antes pessoas inteligentes, plenamente

cientes de seus males e dos males dos outros, e prontas a discuti-los sem um senso de dúvida ou pudor. John Wells talvez não perceba, mas acaba levando ao extremo a disposição dos baby boomers para o psicodrama: os Westons são antes atores numa representação do que uma família de fato.

Marcelo Hessel Crítico de cinema Do Omelete.com.br

AJUSTE DE CONTAS Para Murray, personagem do clássico Ruído Branco, de Don DeLillo, a nostalgia é produto de insatisfação, um acordo entre o presente e o passado a partir de um sentimento de luto. Essa definição pode soar agressiva hoje, para a nossa geração que cultiva a nostalgia como um estilo de vida, mas ela explica perfeitamente por que um filme como Ajuste de Contas (Grudge Match), embora seja uma comédia, pode parecer tão triste. A ideia era reunir Sylvester Stallone e Robert De

Niro (que não atuavam juntos desde Cop Land, de 1997), nos papéis de dois pugilistas aposentados que voltam ao ringue para acertar uma rivalidade do passado, e jogar com a memória do espectador que associa os atores com dois outros boxeadores do cinema: respectivamente, Rocky Balboa e Jake La Motta. Afinal, se a moda hoje na Hollywood pós-Vingadores são os tais universos divididos, por que não imaginar um mundo em que o Garanhão Italiano e o Touro Indomável decidem entre si quem é o melhor? É preciso ter essa relação com o passado para ver Ajuste de Contas, não só para se entreter com as imagens em computação gráfica que recriam a juventude dos protagonistas, mas principalmente porque a nostalgia se estabelece primeiro com piadas internas, como a cena em que Razor Sharp (Stallone) visita um

frigorífico e é impedido por seu treinador (Alan Arkin) de socar uma peça de carne congelada, referência ao primeiro Rocky. Fica claro que, embora sejam personagens inéditos, é mesmo a memória de glória de Stallone e De Niro no auge de suas carreiras, nos anos 1970, que o filme tenta acessar.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 4 de agosto de 2013

Sociais Now!

RICARDO LOPES

“ ”

Se você não construir seus sonhos, será pago para construir o dos outros.

Diego Pinheiro diegobradok@hotmail.com twitter e instagram: @diegolpinheiro www.colunistadiegopinheiro.blogspot.com

A BUSCA...

Gosto de enfrentar as coisas de frente, de acreditar que elas realmente podem acontecer. E é deste jeito, pensando positivo, que elas tendem a se tornar reais. Sou uma pessoa que pensa sempre pra frente, por mais comedido que eu possa ser. E, acredito, amigo leitor, que temos que ter sempre um “pé atrás” com tudo. Vivemos em um mundo onde as pessoas se destroem muito facilmente em busca de poder e isso faz com que percam o rumo e o prumo. Sendo assim, confiança está se tornando uma palavra em extinção. Mas, não percam a capacidade de acreditar, de sonhar com aquela espetacular frase de Renato Russo que diz: “quero ter alguém com quem conversar, alguém que depois não use o que eu disse contra mim”. E a vida segue... Segue... Segue... CEDIDA

NÃO É A MESMA COISA Acredito que este tenha sido o veraneio (embora não tenha terminado) mais sem graça dos últimos anos. Poucos shows - os de sempre -, e a mesma galera. Tibau não é mais a mesma. Sou da época dos grandes shows, de grande alegria na “Rua do Tubarão ou do Brisa”. Sinto falta disso tudo, como sei que muitos da minha época também sentem. Era outra realidade! As festas estão restritas a residências. O segredo é cada um fazer a sua.

Vai um abraço para a aniversariante de terça-feira, Jéssica Lobato

REPASSANDO

MAISCLICK

Tudo de bom para Jordana Dantas, festejada de sempre. Na foto, ao do amor Caio Vinícius. Sejam felizes, amigos!! CEDIDA

MÁRCIO EM FESTA

Mariane Carvalho, cada dia mais bonita. É Musa do Verão!

O colunista Márcio Custódio, que nos traz as novidades e acontecimentos de Tibau e região já agendou para o dia 24 a sua tradicional festa Verão Tropical. Animará a festa a Orquestra Nagib Acário e o DJ Gabriel Sodré. Tudo isso no Clube Álibi.

E MAIS... *Meus sentimentos a Gilvaneide, Carol, Heleninha e Karen Praxedes pela partida de Evandro. Que Deus abençoe toda a família. *Prefeito interino Francisco José Júnior, apesar das dificuldades, vai tocando o barco. Já agenda reunião durante a semana para anunciar o Carnaval de Mossoró. *Excelentes os comentários que ouço do Jegue Folia. Falam muito da animação do evento. * Ocorreu ontem o lançamento do Beach Paradise Residence, condomínio fechado à beira mar localizado em Gado Bravo, em Tibau. * A Revista anual TOP Verão 2014 vem trazendo novidades sobre as empresas que mais se destacaram no ano de 2013, nos ramos de academias, lojas esportivas, restaurantes, bares, hotéis etc. Já pela cidade... *Um imenso prazer em trabalhar com o dr. Igor Leite Linhares, na Procuradoria do município. Gente de bem, sempre muito atencioso. *Outro prazer é encontrar diariamente o amigo Sebastião Almeida, secretário de Administração. Nosso leitor assíduo e agora, nosso amigo. Valeu!

"No próximo dia 25 de janeiro acontecerá o ‘Mutirão Solidariedade contra neoplasia maligna de pele’, uma iniciativa do Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró (COHM) em conjunto com a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) e a Clínica de Cabeça e Pescoço de Mossoró. Neste dia, uma junta médica especial realizará avaliações clínicas de pele das 8h às 11h30. O atendimento será de portas abertas para o público em geral.A ação visa prestar atendimento à população carente e alertar para os cuidados com a pele e os perigos provocados pela exposição excessiva ao sol, principalmente neste período do ano. Para mais informações basta entrar em contato pelos telefones 3323-7702 ou 3323-7709."

ARENA

A eterna Musa do Verão, Thalita Duarte, aniversariante da próxima terça-feira. Tudo de melhor, querida! Felicidades!

Fui ao Tribunal de Justiça durante a semana passada e fiquei maravilhado com o Estádio Arena das Dunas, em Natal. Uma obra realmente magnífica, coisa de outro mundo. Pelo que vi, o estádio mais bonito da Copa do Mundo. Projeto arrojado e bastante diferenciado. Se por fora é lindo,imagine por dentro.

A sua consciência tem um peso maior do que a opinião de qualquer pessoa" A FRASE DA SEMANA

NÍVER(ES) HOJE Karol Morais Jaedson Wagner Emanueli Maria Alano Suliakio AMANHÃ Kelly Praxedes Lígia Guacira TERÇA-FEIRA Thalita Duarte Jéssica Lobato Andrezza Azevedo Sanny Silveira Odeilde Freitas Alysson Dionízio Danuska Oliveira Fidel Nunes QUARTA-FEIRA Dandara Chrystian Fátima Gondim Sarah Gurgel Mônica Albuquerque QUINTA-FEIRA Rosemberg Rocha Luana Lima Evânio Araújo Joana Moura Reginando Rocha

THE END “O que nunca imaginei/Tudo aquilo que um dia eu sonhei/Tudo o que era impossível de entender/Ao teu lado eu, entendi/O que nunca esperei/Tudo aquilo que eu sempre desejei/Todas as coisas que eu nunca superei/Ao teu lado eu, consegui../O meu amor eu te entreguei/E em teus braços descansei/Meu coração, é tua casa/E ao teu lado vai estar/A minha vida é te amar/E em teu nome irei sonhar/Meu coração, é tua casa/E ao teu lado vai estar...”, Kim em Ao Teu Lado. Bye! (DP).


ZAPPING

2

Nayara Justino encara o posto de Globeleza 2014 como a grande oportunidade de sua carreira

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

NO AR EM "DIVERTICS", ELLEN ROCCHE SE MOSTRA CONFORTÁVEL COM PAPÉIS SENSUAIS

QUESTÃO DE CORPO A FORÇA DA DELICADEZA 6

CLAUDIA OHANA SE ENTUSIASMA COM A SIMPLICIDADE E O TOM DRAMÁTICO DA DOCE LAURA DE "JOIA RARA"


2 TVGazeta do Oeste

Zapping

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014 Editor do suplemento: Maxwell Ferreira - maxwell_ferreira@hotmail.com Fotos: Jorge Rodrigues Jorge, Luiza Dantas e Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias

NO TOPO Leandra Leal será protagonista da próxima novela das nove de Aguinaldo Silva. A trama, que tem o título provisório de "Falso Brilhante",tem estreia prevista para agosto. O último trabalho de Leandra na tevê foi em "Saramandaia".

SAMBA NO PÉ Nayara Justino encara o posto de Globeleza 2014 como a grande oportunidade de sua carreira. Escolhida através do concurso do "Fantástico", a passista acredita que este é o momento certo para ganhar maior visibilidade na carreira. "Vou ter a chance de adicionar contatos, experiências e oportunidades.Quero que tudo dê certo para eu ser a Globeleza por muito tempo e estou me preparando para isso. Em paralelo, sigo minha carreira de modelo", planeja. Quando criança, Nayara frequentava quadras de escolas de samba junto com sua mãe e sua tia, que desfilavam na data. "É uma ligação que já está no meu DNA. Vou representar o Carnaval, uma data que tanto amo",ressalta ela, que enfrentou um processo de 14 horas de pintura mais cinco horas de gravação para a vinheta de Carnaval. ''Foi divertido, a equipe é ótima, entrosada, trabalha há bastante tempo junta, é super cuidadosa. Às vezes, a tinta fazia cócegas, mas não era incômoda", completa.Apesar da timidez,Nayara garante que não teve pudores em aparecer na televisão apenas com pintura corporal. "Já sabia o que me esperava. Quando vi a vinheta no ar, gostei muito do resultado e relaxei", afirma.

DE VOLTA À LUTA Claudia Jimenez voltará para as gravações de "Além do Horizonte" a partir do dia 30 de janeiro. A intérprete da misteriosa Zélia passou por uma cirurgia para a colocação de um marca-passo. Paralelo à sua participação na trama, Jimenez continuará suas sessões de fisioterapia respiratória em casa. SUBSTITUIÇÃO André Marques já tem novo programa definido na Globo para 2014. O apresentador irá comandar as tardes de sábado no lugar do "TV Xuxa".André irá apresentar o "Rising Star",''reality show'' criado em Israel que busca novos astros da música. Levado ao ar no ano passado,o programa foi sucesso absoluto de audiência no país e foi considerado o novo "The Voice" pela imprensa. A produção tem estreia prevista para abril. NOME NA LISTA Leandro Hassum e Nando Cunha, que atualmente integram o elenco do "Divertics", têm novos projetos na Globo. Os dois foram liberados pela emissora para participar de "Geração Brasil",próxima novela das sete. O programa dirigido por Jorge Fernando deve terminar no dia 6 de abril. VÍNCULO CERTO Anderson Di Rizzi renovou seu contrato com a Globo. Atualmente no ar como o Carlito de "Amor à Vida",o ator fechou um compromisso de longa duração com a emissora até 2017. Anderson participou de novelas como "Morde & Assopra" e "Gabriela".

MORTE POSTERGADA No ar desde o fim de junho do ano passado, o "Gabi Quase Proibida" irá deixar a grade do SBT. Marília Gabriela passará a se dedicar mais ao "De Frente com Gabi", exibido aos domingos. O ''talk show'' dominical é considerado um dos maiores acertos dos últimos tempos e completará quatro anos no mês de maio. A saída de Gabi está relacionada ao novo programa de Danilo Gentili na emissora. O humorista também terá um ''talk show'' e o canal entende que não há necessidade de produtos tão próximos na grade. REFORÇO A edição deste ano do ''reality'' "The Ultimate Fighter", que visa buscar um novo lutador para o UFC, contará com algumas novidades. Nesta edição, os técnicos das equipes terão a ajuda de "coachs" de outros esportes. A ex-jogadora de basquete Hortência fará parte do time do lutador norte-americano, enquanto a ex-atleta de vôlei Isabel irá para a equipe de Wanderlei.

LADO B Vitor Hugo divide as gravações de "Pecado Mortal" com os trabalhos da Agarina Produções Artísticas, uma espécie de incubadora cultural. Ao lado de seu irmão, o intérprete do vilão Picasso procura investir em novos projetos culturais para televisão e teatro. "É uma chance de produzir mais tevê. Fizemos muitos documentários sobre esporte. É um espaço novo na televisão brasileira", explica ele, que produziu o programa "Aventuras Reais" para o Multishow. "Com as gravações da novela, fica mais difícil de me dedicar à produtora. Mas é algo que adoro e me completa artisticamente", ressalta.


Sobre a mídia

Aline Linhares

alineolinhares@hotmail.com Twitter: @alinelinhares Site: www.alinelinhares.com.br

REGISTROS @ Em meio ao movimento do verão, a colunista Marilene Paiva resolveu adiar o lançamento da nova edição da sua Revista Presença para o finalzinho deste mês, quando todo mundo já estará em Mossoró. @ A jornalista Lúcia Rocha presenteia-nos com fotografias antigas de Mossoró e Tibau na sua página pessoal do Facebook. @ Meses de janeiro e fevereiro são de poucas movimentações no meio da comunicação. @ Alunas de Comunicação Social estão trabalhando em um documentário sobre Canindé Queiroz, idealizador da GAZETA DO OESTE. O jornalista Regy Carte foi convidado a fazer o papel de Canindé ainda quando jovem. As gravações estão sendo realizadas também na sede do jornal. @ A premiação TOP Mossoró realizou mais uma edição de sucesso semana passada. Produção da Quattro Comunicação. @ Posso adiantar que a nossa fan page vem com olhares pelo universo feminino. Para começarmos, um ensaio fotográfico bem bacana, inspirado em Marilyn Monroe, numa releitura de fotografias antigas. A produção é de Pacífico Medeiros, Gildo Pôrto e Jailson Novinho. Assistência de Damiana Lima e divulgação da Fuá Digital. @ O Esporte na 93 FM vem cada vez mais forte. Gilson Cardoso, Jaedson Freitas e Cia. estão no esforço, na raça e marcando gols de placa nas transmissões. Parabéns!

TVGazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Preciso dizer ao mundo que Deus existe, envergonha a incredulidade, surpreende a ciência. Bianca Toledo

MODERNIDADE O site do Twitter ganhou um novo design, inspirado na aparência e usabilidade dos apps do serviço para Android e iOs. A novidade foi anunciada ontem em mensagem no perfil da empresa. No novo formato, a barra no lado esquerdo da tela ganhou um espaço para a postagem de mensagens - logo abaixo das informações sobre o perfil do usuário. Do lado direito, a lista de mensagens postadas está mais leve - com menos informações à vista e mais destaque para o conteúdo. CONEXÕES Próximo dia 24, a capital potiguar sediará o primeiro evento regional do Projeto Conexões - iniciativa da Fundação Ulysses Guimarães. O Conexão Mídias Sociais acontecerá no Hotel Imirá e será um encontro voltado a pessoas atuantes em redes, ou que desejam ser. Com práticas dos novos modelos de comunicação, oficinas e espaços de diálogo autogestionados serão discutidas a relação com as mídias e exercitado o debate qualificado de causas sociais. Mais informações no facebook.com/ProjetoConexoes.


4 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Raio-x

Mudança de planos No ar em "Malhação", Elam Lima conta que sonhava em ser médico ANNA BITTENCOURT TV PRESS

A

tranquila vida em Presidente Venceslau, no interior de São Paulo, permitiu que Elam Lima tivesse muitos sonhos desde cedo. Apesar de fazer campanhas publicitárias desde os três anos, o intérprete do professor Fábio, de "Malhação", nunca imaginou seguir a carreira artística. Um dos planos do ator e que perdurou por mais tempo foi o de ser médico. "Tive uma vida ativa no

teatro da escola, participava de festivais de canto... Mas meu sonho mesmo era ser doutor", relembra, aos risos. No entanto, a influência da também atriz Elaine Mickely, irmã de Elam, acabou traçando para ele um caminho distante das ciências biomédicas e pautado na arte. Desde que decidiu ser ator, passeou pelo teatro, fez figuração na tevê e acabou chegando ao SBT - onde fez as novelas "Vende-se um Véu de Noiva" e "Uma Rosa com Amor". Algumas participações mais tarde e Elam

foi convidado para viver o jovem professor de Educação Física na trama de Ana Maria e Patrícia Moretztsohn. "Acho que esse personagem chegou na hora certa. Estava pronto e maduro para ele", valoriza. Na preparação para viver Fábio, Elam incorporou muitos componentes da sua vida. "Sempre fiz muitos esportes. Era capitão do time de vôlei do colégio, fiz capoeira, natação... Então, esse universo sempre fez parte do meu cotidiano", explica. Além dis-

so, Fábio funciona como uma espécie de "conselheiro" dos alunos. "Ele vê aqueles adolescentes fazendo tudo errado, usando anabolizantes. E aí tenta mudar a cabeça deles, levá-los para o lado saudável do esporte", conta. Mas não é só com os alunos que Fábio vai mexer. "Em breve, ele vai ter um caso com a orientadora pedagógica, a Raíssa", adianta, citando a personagem de Larissa Bracher.

Elanilson Mauriley Nome: Elanilson Mauriley Pipino da Cunha Lima. Nascimento: Em 31 de março de 1983, em Presidente Venceslau, interior de São Paulo. O primeiro trabalho na tevê: Como o Fabrício, em "Vende-se um Véu de Noiva", novela exibida pelo SBT em 2009. Sua atuação inesquecível: "Gosto muito de rememorar o Boca de Ouro, na peça de mesmo nome. É um personagem que me marcou muito, pois foi um desafio grande e uma virada em minha carreira" Momento marcante na carreira: "Quando soube que ia entrar para o elenco da atual fase de 'Malhação'". A que gosta de assistir na tevê: "Algumas novelas, jornais, programas de entrevista e séries". O que falta na tevê: "Criatividade, inovação, renovação e ousadia. A tevê precisa atualizar seus formatos urgentemente". O que sobra na tevê: "Programas sensacionalistas e mesmice em novelas". Ator: Tony Ramos. Atriz: Lília Cabral. Humorista: Chico Anysio. Novela preferida: "Avenida Brasil", de João Emanuel Carneiro, exibida pela Globo em 2012. Vilão mais marcante: Carminha, de Adriana Esteves, em "Avenida Brasil". Papel com mais retorno do público: O Fábio de "Malhação". Que papel gostaria de representar: "Os mais variados possíveis. Mas um vilão é sempre um sonho". Com quem gostaria de contracenar: "São tantos... Laura Cardoso, Tony Ramos, Adriana Esteves, Javier Barden, Al Pacino..." (risos). Filme: "Laranja Mecânica", clássico britânico baseado na obra homônima de Anthony Burgess, dirigido por Stanley Kubrick. Livro de cabeceira: "O Poder do Agora", de Eckhart Tolle. Vexame: "Em 'Auto da Barca do Inferno', de Gil Vicente - minha primeira peça -, no meio de um curto monólogo, tudo se apagou. Por um segundo, não soube onde estava e o que estava fazendo. Quando voltei, muito sem graça, pedi desculpas e continuei. Momento inesquecível que dá vontade de esquecer" (risos). Medo: "De ficar muito medroso". Projeto: "Estou terminando de escrever um curta metragem que quero dirigir. Mas o mais intenso, presente e importante é o de ser pai. Minha mulher está grávida e estou curtindo muito este momento".


TVGazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Bastidores

Inferno dourado "SERRA PELADA - A SAGA DO OURO" MOSTRA A DISPUTA PELO OURO E PODER NO "FORMIGUEIRO HUMANO" DO GARIMPO

NATALY LIMA TV PRESS

F

ilmes reeditados e exibidos no formato de microsséries são cada vez mais comuns na programação da Globo. Neste sentido, a nova aposta da emissora é o longa "Serra Pelada",dividido em quatro capítulos e intitulado "Serra Pelada - A Saga do Ouro". Além das cenas mostradas no cinema, serão adicionados "takes" inéditos. "No processo de montagem,temos de fazer escolhas por conta do tempo do filme.Existem cenas muito boas que nos põe diante de um dilema", explica o diretor Heitor Dhalia,que aproveitou para adiantar o principal nome das sequências extras, a atriz Sophie Charlotte, que dá vida a Tereza, uma exprostituta e noiva do mais poderoso fazendeiro local, Carvalho, de Matheus Nachtergaele. Apesar do drama ser fictício, seu "pano de fundo" é baseado em uma história real. Para construir o cenário do "formigueiro humano" que foi Serra Pelada na década de 1980, foi preciso um estudo aprofundado dos meios de comunicação da época. "Não existem registros históricos do que aconteceu. É uma história, de certo modo, recente. Tivemos auxílio da comunicação de massa da época: o jornal e também a televisão, que já obtinha grande alcance do público", conta Heitor Dhalia. A preparação dos atores também foi baseada no material apresentado pelo diretor. "Recebi uma quantida-

de enorme de informação do Heitor. Ele nos deu uma seleção de jornais da época e foi muito enriquecedor", afirma Sophie Charlotte. Entre as notícias da época, Juliano Cazarré, que dá vida a Juliano, destaca o grande fascínio dos garimpeiros pelo ouro. "Nos relatos, eles discursavam a respeito do ouro. Era como se o ouro tivesse sentimentos, como se falasse com eles", exemplifica. A microssérie conta a história de Juliano e Joaquim, dois amigos que resolvem se aventurar em busca da riqueza através do ouro de Serra Pelada. Saídos de São Paulo, ambos mantêm a promessa de voltar quando tiverem alcançado sua meta. Joaquim deixa a esposa grávida e jura ir atrás de um futuro melhor para seu filho. Enquanto Juliano foge de dívidas e confusões da grande cidade. Contudo,

ao chegarem lá, seus objetivos tomam novas proporções e a ambição de Juliano coloca em xeque a amizade dos dois. Apesar de deslumbrado, Joaquim permanece íntegro e fiel aos seus propósitos. "Sempre entrava em cena pensando na família e nas razões pelas quais esse homem não se corrompeu, apesar de toda a oferta para que isso ocorresse", evidencia Julio Andrade, intérprete de Joaquim. "Sempre tinha esse cuidado de não entrar 'vazio'. Precisava estar preenchido para passar essa verdade", completa. Um dos grandes destaques do drama foi Matheus Nachtergaele na pele de Carvalho. Acostumado a viver personagens mais humildes, o ator se surpreendeu com o convite para dar vida a um grande fazendeiro."Quando Heitor Dhalia me procurou para falar sobre

'Serra Pelada', logo imaginei que seria convidado a viver um garimpeiro, um homem simples", lembra Matheus. "Para encarnar Carvalho,decidi,então,que não lutaria contra meu tipo franzino. Mas, ao contrário, ficaria perigosamente calmo e confortável no meu corpo e voz", completa. O ator também destaca a participação de outro vilão na história, Lindo Rico, de Wagner Moura.Como a escolha de Wagner foi partir para a construção de um personagem mais violento, Matheus decidiu que deveria seguir outro caminho. "Acho importante se ater a toda linha dramática da trama", destaca ele.


6 TVGazeta do Oeste

Entrevista

O

olhar expressivo e os longos cabelos cacheados são a marca registrada de Claudia Ohana. O visual exótico, inclusive, proporcionou à atriz uma infinidade de papéis intensos e nada convencionais, como a vampira "rockstar" Natasha, de "Vamp", e a caminhoneira Cida,de "A Favorita".Na contramão do óbvio e perto de completar 51 anos - no próximo dia 6 de fevereiro -, ela comemora a possibilidade de dar vida a uma mulher comum como Laura, de "Joia Rara", uma dona de casa devota ao marido e à família. "Com a Laura, sinto que as pessoas começaram a me ver de outra forma.O grande exercício para fazer essa personagem é me forçar a ser 'menos' em cena.Não preciso exibir força ou sensualidade, apenas ser simples e entender os sofrimentos dela",conta. Carioca, filha de uma montadora de cinema e um pintor, a arte sempre esteve em evidência na vida de Claudia. Com a morte da mãe, começou a fazer figuração em tramas como "Dancin' Days", de 1978. Até que a repercussão de sua estreia no longa-metragem "Amor e Traição", de 1979, a levou de fato para a tevê, onde estreou na série "Obrigado Doutor", de 1981. Ao longo das duas décadas seguintes,teve destaque em tramas como "Tieta","Rainha da Sucata" e "A Próxima Vítima". "Entre sucessos,personagens grandes e pequenos,criei uma relação muito gostosa com a tevê. Tenho ficado meio distante de vez em quando. Mas, quando aparecem papéis interessantes como a Laura,fica impossível dizer 'não'",valoriza a atriz, que, ainda este ano, lança seu primeiro projeto como diretora, estará na versão teatral de "Se Eu Fosse Você..." e em "Psi", nova série do canal por assinatura HBO. P - Em "Joia Rara",Laura representa a típica mulher submissa ao marido dos anos 1940.Mas, aos poucos,ela questiona sua própria postura. Essa força da personagem a instigou a participar da novela? R - Laura tem uma força mais internalizada.Ser mulher naque-

se portar. Coisa de novela! Você sabe como começa e nunca sabe como termina (risos). Quando a personagem é bem escrita, ela funciona em qualquer nuance. E gosto do desenho que as autoras estão dando para a Laura.

A FORÇA DA

DELICADEZA com a se entusiasma Claudia Ohana o da o tom dramátic simplicidade e " ra "Joia Ra doce Laura de

la época não era uma coisa tão fácil (risos). Acho que o casal formado por ela e pelo personagem do Leopoldo (Pacheco) é muito fiel ao que era um casamento dentro do contexto da classe média daquele período. A gente nem precisa fantasiar demais para chegar até eles. O que leva minha atuação por um caminho bem intuitivo e natural.Durante muitos capítulos, minha principal referência era a fragilidade dela. Aos poucos, isso foi mudando e a personagem ganhou outros contornos, enfrentando a família e envolvendo-se com causas sociais. No entanto, continuo tentando fazê-la da forma mais doce possível.

P - Por conta dos cabelos e do olhar, sua presença cênica é muito forte. Interpretar um tipo mais sóbrio é uma forma de fugir do óbvio? R - Dar vida a um tipo mais comum e contido é uma experiência bem interessante. É engraçado, mas muita gente fala do meu olhar e sei que tenho um rosto exótico. Isso marca muito e acabo emprestando um pouco dessa força aos papéis. "Joia Rara" é toda amparada por personagens femininos de muita intensidade. A trama está a favor disso e a Laura acabou inserindose aí. Mesmo assim, ela não perde a doçura e o jeito mais leve de

P - A primeira vez que você trabalhou sob o texto da Duca Rachid e da Thelma Guedes foi em "Cordel Encantado", de 2011.Gosta desse tom mais teatral e lúdico da dupla? R - "Cordel Encantado" deu tão certo que criou-se uma "turma", envolvendo as autoras, a Amora (Mautner,diretora geral) e boa parte do elenco. Eu gosto da "pegada" de magia delas e queria voltar ao universo de dramaturgia de época, algo que eu não fiz tanto na tevê. Fiquei ainda mais feliz quando soube que faria uma personagem rica! As granfinas das novelas não "rodam" muito, não fazem muitas gravações externas e isso é ótimo. Como estava fazendo peça e filmando um trabalho em São Paulo, pude encaixar a novela nessa rotina apertada. Até porque estava há dois anos afastada dos estúdios e meio destreinada. P - Durante os anos 1990,você acumulou papéis de destaque em tramas como "Rainha da Sucata", "Vamp" e "A Próxima Vítima". No entanto, nos últimos anos, sua presença em novelas tornou-se bissexta. A televisão deixou de ser uma prioridade? R - Acho que eu passei a fazer só o que tenho vontade, o que eu acho realmente relevante. Pela falta de personagens interessantes nos últimos anos, acabei concentrando meu trabalho no cinema e no teatro. Sei que não é todo dia que aparece uma Natasha (protagonista de "Vamp") ou uma vilã como a Isabela (de "A Próxima Vítima"). Qualquer atriz tem de conviver com essa sensação. É por isso que aproveito quando tenho a chance de fazer um grande trabalho. P - "A Próxima Vítima", inclusive,está sendo reprisada pelo canal pago Viva. Qual sua principal lembrança desse tra-

bal

nas mo Lem nha par tr vi

sair

cur cen ond Dio ser No cos v g g z nha r v na si.

to n com vite com v to q r é um ce d ceta sem r x r e

a in

m lhe aco Ag v pas com to " bem por 1,6 m nha


Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

. -

oi -

al) -

As as . -

bei

p")

er -

-

balho? R - Eu assisti a algumas cenas e achei muito engraçado.Como a novela envelheceu bem! Lembro que estava mais gordinha e que apanhei muito de boa parte do elenco durante toda a trama (risos). Por causa disso, vivia com dor de cabeça. P - Você chegou a pedir para sair da novela, não? R - Eu tive um "ataque de frescura" depois de gravar uma das cenas mais antológicas da trama, onde Isabela é espancada pelo Diogo (Marcos Frota) depois de ser flagrada na cama com o tio. No calor do momento, o Marcos acabou me dando um tapa de verdade e eu caí.Assim que o Jorge Fernando (diretor) parou a gravação, comecei a chorar, dizendo que não estava ali para apanhar daquele jeito. Foi a primeira e única vez que eu dei "piti" gravando. Essas coisas acontecem. P - Geralmente, seus personagens são bem diferentes entre si. É uma imposição sua? R - Em partes.Televisão é muito negociação e o ator precisa ir com a maré. Funciono por convites e até hoje me surpreendo com as personagens que reservam para mim. No entanto, sinto que já estou predestinada para o exagero. Nisso, "Joia Rara" é um marco, pois tenho a chance de "imprimir" no vídeo a faceta de uma mulher comum.Sou sempre chamada para a vampira, a "stripper", a dondoca apaixonada pelo tio, a caminhoneira, a cangaceira. É tudo muito exótico (risos). P - Em algum momento isso a incomodou? R - Não. Eu pude me divertir muito fazendo todas essas mulheres complexas. A escalação acompanhava o meu jeito de ser. Agora, que estou ficando mais velha, consigo convencer mais e passar a imagem de uma mulher comum. Antigamente, era muito "olhão" e "cabelão". Isso fica bem claro ao pensar em "Vamp", por exemplo. Do alto dos meus 1,66 m de altura, eu virava um mulherão, que cantava rock e tinha dentes afiados (risos).

P - A música sempre esteve muito presente na sua vida e,em "Vamp",isso ficou evidente para o público. Por que você não investiu em uma possível carreira de cantora? R - Na época, choveram co nvites de gravadoras.Se eu fosse esperta e boa empresária, teria investido muito em mim.Mas eu era mais uma idealista da arte, achava um absurdo a possibilidade de aproveitar aquele trabalho e a personagem para fazer sucesso. P - Você se arrepende dessa postura? R - Arrependimento é inútil. Gostaria de ter a grana, mas também acho bonito ter princípios.Naquela época, eu estava preocupada em não me vender (risos). Hoje, acho isso tudo uma grande besteira.Por sorte,investi em musicais e pude continuar mostrando a voz nos palcos. P - Além de "Joia Rara",ainda este ano, você estará no teatro com a versão musical de "E Se eu Fosse Você..." e na série "Psi", da HBO. Como vai conciliar os três projetos? R - A peça estreia em março no Rio de Janeiro, a novela vai até abril e a serie já está totalmente gravada. Só vou emendar os ensaios do musical com o final do folhetim, mas não é a primeira vez que me envolvo com diversos trabalhos ao mesmo tempo. Estou em um momento de muita satisfação profissional. A novela é linda e minha personagem, muito estimulante. No musical, eu volto a trabalhar com um monte de gente que adoro, o Daniel Filho, inclusive. E a oportunidade de fazer algo com a HBO foi muito bem-vinda. Eles dão um acabamento único para as produções que fazem.

TVGazeta do Oeste 7

OLHO NA TELA O primeiro contato de Claudia Ohana com a atuação foi no cinema.Ainda criança,ela acompanhava sua mãe,a montadora Nazareth Ohana, nos bastidores de longas como "Vai Trabalhar Vagabundo". A estreia, no entanto, foi em 1979. Aos 17 anos, sob a direção de Pedro Camargo, Claudia protagonizou "Amor e Traição". Já encantada pela sétima arte, a atrizfoiconstruindo,aospoucos,umarelaçãofortecomos"sets" de filmagem em longas como "Ópera do Malandro" e "Luzia Homem"."O cinema é muito sedutor.E foi onde aprendi a ser disciplinada.Tive diretores muito rígidos,inclusive,casei com um", conta, entre risos, referindo-se ao seu casamento com o diretor Ruy Guerra. No momento,Claudia prepara-se para dar mais um passo em sua carreira cinematográfica,mas como diretora.Depois de fazer vídeos experimentais, ela pretende lançar seu primeiro curta-metragem, "Um Incrível Dia Vermelho na Vida de uma Dama de Alma Vermelha", ainda em 2014. "Pareço uma atriz, mas sou uma diretora. Antes, eu pensava que meu destino era ser cantora, mas a direção me 'pegou' de jeito. Dirigindo você faz sua obra. Além disso, adoro mandar", analisa a atriz, assumindo que dirigir um longa já está entre seus planos. A experiência por trás das câmaras,inclusive,facilitou a relação de Claudia com a carreira de atriz. "Me tornei mais paciente com a produção. O ator não tem noção do que acontece nos bastidores. É um caos", explica. O PULO DA GATA A paixão assumida de Claudia Ohana pelo cinema atrapalhou o desenvolvimento de sua carreira inicial na tevê. Tanto que ela assume que só conseguiu entender as engrenagens do veículo a partir de "Vamp", de 1991. Na pele da sensual cantora/vampira Natasha, a atriz descobriu o poder de um personagem popular e o prazer em trabalhar no esquema industrial da televisão. "Fiz 'Amor com Amor se Paga' e 'Rainha da Sucata', mas parecia mais um cabelo ambulante do que qualquer outra coisa. Em 'Vamp', aprendi a me portar no estúdio e entendi que nem todas as cenas são maravilhosas.

TRAJETÓRIA TELEVISIVA # "Amor com Amor se Paga" (Globo, 1984) - Mariana. # "Tieta" (Globo, 1989) - Tieta (1ª fase). # "Rainha da Sucata" (Globo, 1990) - Paula. # "Vamp" (Globo, 1991) - Natasha. # "Fera Ferida" (Globo, 1994) - Camila. # "A Próxima Vítima" (Globo, 1995) - Isabela. # "Zazá" (Globo, 1997) - Maria Olímpia. # "A Muralha" (Globo, 2000) - Antônia. # "Estrela-Guia" (Globo, 2001) - Glorinha. # "As Filhas da Mãe" (Globo, 2001) - Aurora. # "Canavial de Paixões" (SBT, 2004) - Débora. # "Da Cor do Pecado" (Globo, 2004) - Zuleide. # "Malhação" (Globo, 2006) - Raquel. # "A Favorita" (Globo, 2008) - Maria Aparecida. # "Cordel Encantado" (Globo, 2011) - Benvinda # "Joia Rara" (Globo, 2013) - Laura.


8 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Crônica

Maus caminhos "JOIA RARA" DÁ ESPAÇO PARA VILANIAS DE MANFRED E ESQUECE PERSONAGENS PERIFÉRICOS

LUANA BORGES TV PRESS

M

uitas vezes, a função do vilão dentro de uma trama vai além de fazer maldades ou ser um entrave na vida do casal de mocinhos. Em alguns casos, chega a ser o personagem que mais movimenta os núcleos. E é o que costuma cair no gosto popular - com mais frequência até que os próprios protagonistas.Em "Joia Rara",Manfred, interpretado por Carmo Dal-

la Vecchia, é quem vem assumindo essa posição, até então ocupada por Ernest,de José de Abreu. Desde que passou a chantagear o dono da joalheria Hauser, o filho bastardo "colocou as asinhas de fora" e tem feito barbaridades. Mas, dificilmente, é o perfil de vilão que agrada o telespectador e conquista sua torcida independentemente das atitudes condenáveis. Primeiro porque, ao contrário de Ernest que mostra uma possibilidade de redenção através do amor que sente pela neta, Pérola, de Mel Maia -, Manfred não é carismático. E segundo porque suas justificativas não são fortes o suficiente para sustentar suas maldades. Ou, pelo menos,não convencem em cena.

Carmo Dalla Vecchia, no entanto, soube conduzir bem seu personagem para o caminho da psicopatia. Mas quem dá aula de interpretação em cena é José de Abreu, que conseguiu, de maneira crível, transformar Ernest, até então um completo mau-caráter, em um pobre coitado diante de Manfred. Essa troca de lugares no posto de vilão principal movimentou a trama. Mas acabou mesmo é dando espaço para o amor de Amélia e Franz, de Bianca Bin e Bruno Gagliasso, se sobressair. O que anda "apagado" são certos personagens periféricos. Em uma novela que conta com vários nomes de peso, alguns acabaram "ficando para escanteio". Como, por

exemplo, Mariana Ximenes na pele de Aurora. A trama da vedete parece não sair do lugar, deixando a moça restrita ao romance com Davi, de Leandro Lima. É verdade que trata-se de um casal simpático, mas a atriz merecia mais espaço. Sílvia, apesar de estar diretamente ligada à trama central, também não apresenta força dentro da história. Não por falta de maturidade cênica de sua intérprete, Nathalia Dill. Mas talvez porque as autoras Thelma Guedes e Duca Rachid não souberam aproveitar o elenco de folhetim das nove que têm em mãos.


TVGazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Close

QUESTÃO DE CORPO NO AR EM "DIVERTICS", ELLEN ROCCHE SE MOSTRA CONFORTÁVEL COM PAPÉIS SENSUAIS

CAROLINE BORGES TV PRESS

A

fala decidida de Ellen Rocche evidencia sua personalidade forte e desinibida. Dona de curvas voluptuosas, a integrante do elenco do humorístico "Divertics" se mostra bem-resolvida com as questões que permeiam sua boa forma. Muitas vezes escalada para papéis sensuais e com apelo corporal, a atriz afirma não se preocupar com o rótulo de "boazuda" ao qual é vinculada. "Sou uma mulher com corpão. É difícil esconder isso na tevê. No entanto, isso não me afeta. Se eu puder sempre mostrar meu trabalho e talento, está ótimo", admite ela, que chegou a se censurar no início da carreira pelas formas mais avantajadas. "Isso já passou. A gente tem de se amar do jeito que é", completa. Convidada para integrar o elenco do programa pelo diretor Jorge Fernando ainda no final das gravações de "Sangue Bom", Ellen logo se encantou com a possibilidade de interpretar diversos personagens durante as esquetes de humor. Ao longo dos programas, a atriz dá vida a tipos como a clássica mulher gostosa,passando por uma mendiga e até uma senhora de idade. "A caracterização é muito importante. Aqui, tenho a chance de viver vários papéis diferentes. Não vou ser só a bonitona. Aliás, é o que sou menos", explica ela, que se desapegou de vaidades

para encarnar as propostas de Jorge Fernando. "Não tenho pudores.Levo torta na cara,fico feia e apareço sem maquiagem", ressalta Ellen, que fez uma série de leituras com o elenco e se preparou com uma ''coach'' para as esquetes do programa. O formato que mescla plateia e câmaras foi um empecilho no primeiro momento para a atriz. Com poucas experiências no teatro, Ellen precisou se adaptar ao novo tempo e descobrir como lidar com o público e as técnicas de televisão ao mesmo tempo. Além disso, o universo circense que permeia a produção exigiu mais agilidade sua em cena."É um formato muito diferente. Temos de aprender a trabalhar com as reações do público na hora.De repente,eles dão uma gargalhada que você não espera. Ficamos muito expostos", ressalta. Aos 34 anos, o sonho de se formar em Medicina está ficando cada vez mais distante na carreira de Ellen. Ao longo de sua trajetória, ela vem se dedicado à profissão de atriz com mais afinco, colecionando trabalhos em produções como "SOS Emergência'', "O Astro" e a última trama das sete escrita por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. "Vi que ser atriz era a forma de colocar meu talento em prática sem necessitar apelar para a minha beleza sempre. Busquei uma profissão que me realizou. Hoje, quero estudar cada vez mais e fazer papéis diferentes", aponta ela, que começou sua trajetória como modelo após desistir de cursar Medicina na Universidade de São Paulo, a USP, para ajudar nas despesas de casa. "Precisava de dinheiro rápido naquela época. Foi uma fuga. Nunca tive a intenção de ser famosa.

Isso nunca me deslumbrou. Não entrei nesse meio por vaidade, mas por necessidade", lembra. A comédia tem sido a principal área de atuação de Ellen ao longo dos anos. Apesar de se sentir confortável no gênero, a atriz reconhece que deseja se aprofundar em novos papéis no futuro e não tem preferências na televisão. "Quero trabalhos que me exijam como profissional. Ainda quero muito fazer uma vilã, por

exemplo",torce ela,que admite que não se vê mais como médica. "Hoje, meu amadurecimento profissional é outro.Eu amo estudar e sou muito curiosa. Mas não há mais espaço na minha vida para Medicina", revela.


10 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Resumo

ALÉM DO HORIZONTE

MALHAÇÃO

JOIA RARA

GLOBO - 17H:50

GLOBO - 18H:15

GLOBO - 19H:10

Segunda (20/01) - Antônio divulga o vídeo de Ben e Anita juntos na internet. Sidney esnoba as insinuações de Sofia.Junior,Clara e Guilherme pressionam Giovana para continuar com as apresentações da Número 2. Vera se culpa pela briga entre Anita e Ben. Meg se aproxima de Sidney e Flaviana alerta Sofia.Júlia consola Anita, que pensa em se mudar para a casa do pai e trocar de colégio. Bárbara retorna à escola como professora no lugar de Diva,que está de licença.Junior defende Giovana da zombaria dos alunos por causa do sucesso da banda Número 2. Martin informa a Ben que os documentos assinados por Hernandez a mando de Caetano podem colocá-lo na cadeia.Sidney conta para Ben que seu vídeo com Anita caiu na rede.

Segunda (20/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Segunda (20/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Terça (21/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Terça (21/01) - Até o fechamento da edição, a emissora n��o divulgou o capítulo.

Quarta (22/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Quarta (22/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Quinta (23/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Quinta (23/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Sexta (24/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Sexta (24/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Sábado (25/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Sábado (25/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Terça (21/01) - Ben se desespera ao ver o vídeo na internet e procura Anita. Junior beija Giovana. Raíssa convida Meg para ministrar uma oficina de dança no colégio. Junior e Giovana assistem ao vídeo supostamente divulgado por Ben. Anita não entende as piadas dos meninos na escola e Ben tenta tirá-la dali para contar o que está acontecendo. Anita afasta Ben e Serguei a mostra o vídeo. Sofia se desespera ao saber do vídeo e defende a irmã. Serguei tenta convencer Anita de que não foi Ben quem divulgou as imagens dos dois juntos. Ben tenta se explicar com Anita, que afirma não confiar no ex-namorado.Sofia se arruma para sair com Sidney. Sidney faz um jantar romântico para Sofia e os dois se beijam. Quarta (22/01) - Depois de uma noite juntos,Sidney retoma seu estilo simples de sempre e comemora sua vingança contra Sofia, que fica arrasada. Abelardo desconfia do comportamento de Caetano.Virgílio percebe o mal-estar entre Raíssa e João Luiz. Caetano descobre o vídeo de Ben e Anita. Junior sugere a Giovana investir parte do dinheiro ganho com a Número 2 para gravar as músicas de rock da banda.Caetano procura Ben e ameaça colocar Hernandez na cadeia, mas o rapaz o enfrenta. Antônio impõe medo aos internos. Sofia afirma a Flaviana que esquecerá tudo que teve com Sidney.Sidney desabafa com Meg sobre seu amor por Sofia. Caetano faz intrigas sobre Ben para Anita. Vera consola Anita. Quinta (23/01) - Babette apresenta Mika e as Miquetes. João Luiz inventa uma história para Fábio e consegue atrapalhar seu encontro com Raíssa. Martin sofre com o sucesso do show de Micaela entre os rapazes e deixa o restaurante. Caetano avisa a Hernandez que o colocará na cadeia. Sidney e Meg falam sobre suas desilusões amorosas com Sofia e Ben. Os shows fazem sucesso e Ronaldo torce para que o proprietário desista de vender o restaurante.Ben convence Hernandez a ficar no Brasil e enfrentar Caetano. Regina vê Anita sendo humilhada e sugere que Sofia rastreie a pessoa que divulgou o vídeo na internet.Anita afirma a Vera que não quer mais saber de Ben. Sexta (24/01) - Júlia tenta convencer Anita de que é possível que Antônio tenha divulgado o vídeo, como Ben sugeriu. Os alunos ficam impressionados com o visual de Bárbara. Na instituição, Antônio fala sobre sua relação com Ben para o psicólogo. Sidney grava cenas do cotidiano de Meg sem que ela perceba. Anita visita Antônio,que consegue manipulá-la contra Ben.Paulino e Sofia descobrem que o vídeo foi divulgado de um celular. Ben conversa com o advogado sobre o caso de Hernandez. As clientes de Serguei protestam contra o salão. Anita considera tentar tirar Antônio da instituição e Sofia repreende a irmã. Sidney sofre com os depoimentos de Sofia e Maura sobre ele e decide se abrir para encontrar um novo amor.


TVGazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Resumo PECADO MORTAL

AMOR A VIDA

RECORD - 22H

GLOBO - 21 H

Segunda (20/01) - Otávio fica furioso com Patrícia ao descobrir seu plano para entregar os Vêneto. Carlão diz para Das Dores que não presenciou o momento em que Picasso foi torturado. Donana tenta fazer a cabeça de Michelle contra os filhos. Jurandir apresenta Laura para Sabonete na escola de samba.Marcinha conta para Otávio que perdeu o bebê e ele lamenta, já que queria ser pai. Otávio vai atrás de Picasso no hotel para comprar cocaína. Picasso fica satisfeito ao ver que o está viciando. Michelle diz para Lívia e Juliano que chamou a imprensa para dar um pronunciamento. Carlão descobre que Patrícia escondeu a negociação com Otávio e fica decepcionado. Ele fica furioso e discute com ela, acusando-a de tê-lo enganado.

Segunda (20/01) - Niko e Félix chegam à casa de Ingrid no momento em que Amarilys tenta fugir com Fabrício. Bruno não aceita o namoro de Ordália e Herbert. Márcia negocia uma sessão de fotos para Valdirene. Félix e Niko saem da casa de Ingrid com Fabrício. Rebeca encontra o local onde Mariah está enterrada. Niko convida Félix para dormir em sua casa e os dois acabam discutindo. Pilar e Maciel se casam. Rafael sofre ao saber do estado de Linda. Neide briga com Linda e a culpa por não sair de casa. Niko marca um jantar com Eron.Túlio e Samuel pedem informações a Amarilys sobre o centro de fertilização do hospital. Félix visita César.

Terça (21/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo. Quarta (22/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo. Quinta (23/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo. Sexta (24/01) - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Terça (21/01) - Félix e César discutem e o médico expulsa o filho de sua casa. Maciel pede para Pilar revelar os segredos que ela esconde. Perséfone testa Daniel no jantar que Patrícia dá em sua casa e o reprova. Eron insiste para Niko reatar com ele. Valentin e Vivian se despedem de Ninho. César afirma a Rebeca que não vai se separar de Aline. Eron descobre que Anjinho será libertado da cadeia e conta para Niko, que sente ciúmes. Perséfone convida Vanderlei para jantar. Bernarda tem uma conversa com Neide sobre Rafael e Linda.Rebeca marca um encontro com Pérsio.Vanderlei e Perséfone ficam juntos. Rebeca flagra Aline e Ninho juntos. Quarta (22/01) - Aline manda Ninho prender Rebeca e mente para César quando ele aparece atraído pelo barulho.Niko pede para Eron levá-lo para ver Félix com Anjinho.Lutero suspeita de que a cegueira de César esteja sendo provocada.Aline pega o endereço de Rebeca no hospital. Valdirene assina o contrato com a revista masculina e comemora no bar de Denizard. Félix tira Anjinho da cadeia e o leva para o flat. Niko segue os dois e chora ao ver a reação de Félix.Félix procura Márcia depois de tentar falar com Niko. Neide pede perdão a Rafael. Aline ameaça Rebeca e obriga a médica a falar com Paloma. Quinta (23/01) - Paloma estranha o comportamento de Rebeca. Rebeca tenta passar um recado em código para Pérsio. Neide convida Rafael para visitar Linda. Félix sugere que Márcia procure Atílio. Ailton socorre Marilda e Ivan é preso. Paloma e Lutero chegam à casa de César e Aline fica tensa quando a pediatra pergunta por Rebeca.Natasha termina seu namoro com Rogério. Linda pede que sua família não a afaste de Rafael. Paulinha cobra dos pais uma explicação para o desprezo de Félix. Carlito não deixa Márcia e Valdirene comparecerem ao casamento de Gina. Sexta (24/01) - Pérsio, Paloma e Lutero vão à delegacia denunciar o desaparecimento de Rebeca. Aline fica tensa quando César fala com o delegado Assis sobre a médica.Laerte se preocupa quando Amarilys avisa que ajudará Túlio e Samuel a terem um filho. Félix vai com Pérsio à casa de César. Gina e Elias se casam. Márcia e Valdirene chegam para a festa de Gina e se desentendem com Noriko e Raquel. Pérsio liga para Rebeca, que confirma a história de Aline. Denizard pede para reatar com Ordália. Eron pede para dormir na casa de Niko. Félix afirma a Paloma e Bruno que eles precisam ir à casa de César. Sábado (25/01) - Félix explica seu plano para surpreender Aline. Niko não deixa Eron dormir em sua casa. Félix desiste de visitar Niko ao ver Eron ir embora. Carlito tenta convencer Ordália a voltar com Denizard. Pilar se surpreende ao saber que Mariah é tia de Aline. Félix marca de se encontrar com Ninho no restaurante de Niko. Valdirene se prepara para sua sessão de fotos. Tamara insiste para que Edith acelere as coisas com Herbert. Natasha pede Thales em casamento. Valdirene desmaia no momento em que vai tirar suas fotos. Aline acerta com Ninho os detalhes do plano antes de fugirem. Félix e Niko discutem.

CHIQUITITAS SBT - 20H:30 Segunda (20/01) - Beto diz que o endereço das entregas passados pela Clarita está errado. Maria Cecília, que está avaliando o desempenho dela e de Érica, pergunta o que está acontecendo. Maria Cecília diz que a avaliação acabou e que isso resultou prejuízo para o Café. Clarita acusa Érica, que desconversa. Carol encontra José Ricardo e pede para voltar a trabalhar no orfanato até o processo da adoção de Dani se finalizar. Carol vai até a sala de Cintia e diz que José Ricardo a deixou ser a nova zeladora do orfanato. Érica é a escolhida para ser a nova caixa do Café Boutique. Após ser provocada por Carmen, Gabriela destrói o quadro da tia. Terça (21/01) - Maria Cecília pede para Tobias se afastar dela.Junior vai ao orfanato visitar Dani.Valentina vai levar o lanche de Gabriela e se assusta ao ver destruído o quadro de Carmen.Carmen acusa Duda.Binho e Rafa dizem para Mosca que escutaram uma conversa das meninas e que agora o caminho está livre para ele namorar Mili. Junior se depara com Gabi jogada no chão. Valentina interrompe e conta tudo pra Junior. Carmen diz que está tudo bem e que perdoou Gabi. Matilde se disfarça de bruxa para apavorar as chiquititas durante a noite. Dani não se sente bem. A menina se recusa a ir ao hospital onde sua mãe morreu. Carol vai na casa em frente ao orfanato, onde mora um médico. Ela descobre que se trata do Dr. Fernando. Quarta (22/01) - Érica chega atrasada no Café Boutique e diz que estava em uma festa incrível. Clarita vê as fotos de Beto com Érica na internet. Dr. Fernando avalia Dani e diz que ela precisa descansar, pois é mais psicólogo do que físico. Mosca chama Mili para conversar e se declara para ela. Mili diz também gostar dele. O garoto tenta convencê-la de que não tem mais nada que os impeça de ficar juntos, já que Vivi não quer mais nada com ele. Cris vê Mosca e Mili quase se beijando e sai correndo aos prantos. Vivi e Cris brigam com Mili e dizem que ela é uma péssima amiga. Clarita vai conversar com Beto e decide terminar o namoro com ele. Quinta (23/01) - Mosca diz para Pata que Mili pensa muito nos outros e pouco nela mesma. Chico diz pra Tati, Bia e Ana que Ernestina vai procurar um psicólogo para ficar mais boazinha. Armando pede pra que Tobias ou Clarita fiquem de plantão,pois Junior e Maria Cecília ficaram até tarde em uma reunião.Junior e Maria Cecília se elogiam e riem. Tobias fica com ciúmes e escuta a conversa dos dois.Tobias,vestido de Tomas Ferraz, rouba um beijo de Maria Cecília, que lhe dá um tapa no rosto. Rafa se disfarça de psicólogo para fazer uma consulta com Ernestina. Sexta (24/01) - Mosca e Mili não se entendem sobre estar ou não juntos. Os dois encontram Paçoca na rua, que diz ter fugido do reformatório. Paçoca ameaça roubar a corrente de Mili. Na casa de Matias, Duda estranha a demora de Vivi e decide ir embora.Os dois saem do quarto e Vivi aproveita para sair debaixo da cama. Rafa,disfarçado de psicólogo,hipnotiza Ernestina,que, na verdade, é Matilde. As crianças fazem algumas perguntas e Matilde responde que quem é chata é Ernestina. Mosca diz para Cris que quer apenas ser seu amigo. Cintia contrata pedreiros para quebrarem as paredes do porão.Carol acha ter visto um gato na rua,mas,quando tira alguns papelões do lixo, encontra uma menina pequenina e toda suja - trata-se de Maria.


12 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 19 de janeiro de 2014

Inside

ARMAS NA MÃO PAULO VILHENA SE PREPARA PARA VOLTAR AO AR COMO O VILÃO BARONI, NA SÉRIE "A TEIA"

ANNA BITTENCOURT TV PRESS

D

esde que estreou na tevê, no especial "Sandy & Junior", em 1998, Paulo Vilhena sempre fez papéis que evidenciavam seu caráter jovem. Só agora, aos 35 anos, o ator consegue utilizarse da maturidade e de uma grande carga dramática para dar vida a Baroni, antagonista de "A Teia". Na série, que estreia na terça-feira, dia 28, o ator interpreta um sedutor e inteligente contraventor e líder de quadrilha. "Existem atores mais experientes que ficam a vida inteira esperando um personagem desses. Com 16 anos de carreira, eu consegui o papel mais intenso da minha vida", valoriza. Escrita por Bráulio Mantovani e Carolina Kotscho, que, pela primeira vez, se arriscam a fazer um roteiro para a tevê - ele foi responsável pelos textos da franquia "Tropa de Elite" e ela, por "Flores Raras" e "Dois Filhos de Francisco" -, "A Teia" gira em torno de um grande assalto em uma pista de voo. Na cola do bandido, está o delegado Jorge Macedo, interpretado por João Miguel. Ele será o maior rival do personagem de Vilhena na trama. "Sempre brinquei de polícia e ladrão quando era pequeno.E sempre gostava de ser o mau", brinca. Toda essa trama exigiu muito do ator. "Tive de buscar muita força física e psicológica. Além de doses certas de intensidade,pragmatismo e concentração", ex-

plica. Último a integrar o elenco, o ator não teve muito tempo para se preparar para viver Baroni. "O elenco já estava escalado e fazendo leituras há um mês. Fui chamado em um dia e, uma semana depois, já estava gravando", revela. Por isso, contou com a ajuda dos autores para compor o personagem. "Como não pude procurar referências, eles me deram o tom certo. Deram dicas e direções de como seria", conta. Apesar de comandar um esquema de roubos, Baroni tem uma vida paralela e se envolve com Celeste, interpretada por Andréia Horta, que acaba virando uma espécie de primeira-dama do crime. "Por existir esse romance,houve uma preocupação de não fazer o vilão pelo vilão. É um cara de características positivas e negativas", afirma o ator, que ainda revela que Baroni foge do estereótipo de ladrão."Ele é de classe média alta, talvez não precisasse enveredar para esse mundo.Mas ele gosta dessa adrenalina, do poder", adianta. Com muitas cenas de perseguição, tiros e explosões, Vilhena conta que o elenco precisou estar 100% focado durante as gravações, feitas no ano passado. "É preciso ter muita concentração para direcionar a carga emocional. A maioria das cenas era feita com uma única chance. Era tensão a todo momento", jura. Apesar da grandiosidade das sequências, comparadas pelo ator como as de um filme de cinema, ele fez o máximo para descartar o uso de dublês. "Fiquei tão ansioso para viver o Baroni que me doei completamente para o personagem. Fiz questão de participar de todas as cenas, sabia que estava com uma equipe que me deixava segu-

ro", avalia, contando que, apenas na capotagem sofrida por Baroni, teve de dar lugar a uma pessoa mais experiente nesse tipo de cena. Longe da tevê desde 2011, quando atuou em "Morde & Assopra", o ator iria voltar antes para os folhetins. Vilhena estava escalado para interpretar Niko, personagem de Thiago Fragoso em "Amor à Vida". "Estava tudo certo. Mas a direção da emissora decidiu que era melhor priorizar a série", revela. Sem planos para a tevê em 2014, a expectativa é que a série - que conta com 10 episódios - tenha uma continuação. "Não

posso entrar em outro projeto na Globo até que a temporada termine. A partir disso, vamos ver o que aparece", diz, sem pressa. Até lá, ele fica em cartaz com a peça "Tô Grávida", que faz ao lado de Fernanda Rodrigues. "No ano passado, viajamos para 10 cidades. Voltamos agora em janeiro para mais uma temporada", finaliza.


Edição de 19/01/2014