Issuu on Google+

WILSON MORENO

WILSON MORENO

NOS JARDINS

EXPRESSÃO

Emanuel Antas comenta desfecho eleitoral no RN

Jorge Dias e a arte de desenhar em cerâmicas

EXPRESSÃO, 4 e 5

EXPRESSÃO, 4 e 5

AZETA G

SEM MEIAS PALAVRAS. NEM MEIAS VERDADES.

D O

O E S T E

Ano 37 — Nº 9.538— Mossoró-RN, DOMINGO, 15 de dezembro de 2013

gazetadooeste @gazetaoeste

www.gazetadooeste.com.br

Posição de ministra doTSE reacende luz para Cláudia g Ao deferir favoravelmente mandado de segurança que garantiu a permanência da governadora Rosalba Ciarlini no cargo, a ministra Laurita Vaz se posicionou contra eleições suplementares. Página 3

WILSON MORENO

TV GAZETA

Luma Costa encara ‘Pé na Cova’ como sua melhor fase na televisão

Com a tradicional procissão, os festejos de Santa Luzia foram encerrados no dia 13 de dezembro,com milhares de fiéis em uma corrente humana de devoção que percorreu várias ruas da cidade até a Catedral. MOSSORÓ, 5

TV, 9

ILUMINAÇÃO DE ADEREÇO NATALINO MERECE CUIDADO ESPECIAL PÁGINA 5

VIADUTO Complexo Viário será entregue ainda este ano As obras do viaduto 1, do Complexo Viário da Abolição, devem ser concluídas ainda este ano, conforme as previsões. MOSSORÓ CAPA

DEVOÇÃO Procissão de Santa Luzia é a renovação da fé

O CÂMERA

Milhares de fiéis saíram às ruas de Mossoró em mais uma demonstração da devoção à padroeira Santa Luzia ALCIVAN COSTA

Estiagem volta a deixar homem do campo no sufoco Apesar de medidas anunciadas para conter os efeitos da seca, os problemas oriundos da estiagem continuam castigando o homem do campo. MOSSORÓ, 6, 7 e 8

Homem é alvo de arma caseira MOSSORÓ, 9

OPERAÇÃO POLICIAL PRENDE PAI E FILHO MOSSORÓ, 9

ACIDENTE NA BR-304 DEIXA MULHER MORTA MOSSORÓ, 9

FALE COM A GENTE: 3314-1687 — redação@gazetadooeste.com.br; comercial@gazetadooeste.com.br — ESTA EDIÇÃO TEM 72 páginas — PREÇO DESTA EDIÇÃO R$ 2,00


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Opinião Circulando em OFF

Espaço Dorian Jorge Freire SEU LIBÓRIO,ORA,ORA... Rubens Coelho - Jornalista

Gilberto de Sousa gilberto@gazetadooeste.com.br diretorderedacao@gazetadooeste.com.br gilberto-de-sousa@hotmail.com

MINISTRA DEVOLVE ESPERANÇA A CLÁUDIA O ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Laurita Vaz, através do despacho que manteve a governadora Rosalba Ciarlini no cargo, depois desta ser afastada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) lançou luz à defesa da prefeita afastada Cláudia Regina, quando realça que a alternância do poder dá insegurança jurídica e descontinuidade administrativa. Pelo menos no atual estágio, o TSE tem adotado posição de evitar eleições suplementares. No Rio Grande do Norte, por exemplo, alguns gestores cassados pelo TRE retornaram ao cargo mesmo diante da determinação de eleições suplementares. A lógica é de que se deve aguardar o julgamento do mérito dos processos na última instância, no caso no TSE. No mais, nessa insegurança jurídica, a população já vive. Entre os leigos, a impressão que se tem é que nem o Judiciário está se entendendo. E nessa ótica a indagação: como saber julgar, então? É osso. PROCISSÃO Como acontece em todos os anos, além naturalmente do grande número de devotos na procissão de Santa Luzia, o desfile político é um show à parte. Com devoção ou não. Na verdade, uma forma de chegar mais próximo do povo sem o famoso "peditório".

CHAVES DA PREFEITURA

Quem é vivo aparece, né mesmo? Pois, é... domingo passado, tivemos a grata satisfação de recebermos em nossa casa o casal querido, seu Libório e dona Gertrudes. Chegaram pela manhã cedo, como madrugamos sempre, eu e a patroa, não houve nenhum incômodo, pelo contrário, iniciamos o dia com a boa conversa dos amigos. Além do mais, a comadre Gertrudes foi para cozinha ajudar minha mulher a arrumar o café, fazendo umas tapiocas da melhor qualidade como só ela sabe fazer. - Comadre, ensine-me a receita desse quitute especial, -" mian fia, o mió" ensinamento é "mian fia", ficar espiando eu fazer. - Tá certo, dona Gertrudes, então minha mulher ficou no pé do fogão olhando o manejo das habilidosas mãos de dona Gertrudes no preparo da iguaria. Enquanto, isso, fomos prosear na área, eu e seu Libório. - E aí, compadre, o que se conta de novo? - Amigo, já tô é "abirobado" com essa arenga da Justiça com a prefeita eleita Cláudia Regina, como pode uma pessoa sofrer dez cassações depois de ter tomado posse? Se a coisa tava errada, por que deixaram ela assumir? Não seria mais certo ataiar antes? Agora ficar dando essa "chapuletada" na cidade, chafurdando tudo, um dia é uma prefeita, no outro é um prefeito e no outro não tem prefeito, ficando o município sem rumo e nem prumo, num corrupio sem fim. É ruim para todo mundo. Acho que a Justiça está no seu papel, mas as leis é que são encrencadas para "atrapaiar" o cidadão. - Agora foi a vez da governadora Rosalba Ciar-

lini também ser cassada, quis ajudar Cláudia, mas fez foi "empaiar" a prefeita, orientada pelo atoleimado do marido Carlos Augusto usou do poder sem eira nem beira, finalmente está pagando o pato das besteiras feitas. - O que senhor acha da situação? - Oi, em 2014, temos a Copa do Mundo, depois eleições, e mais depois a casa cai. - Como assim não entendi? - Compadre, o Brasil está como fogo de monturo, "fumaceia", as labaredas não aparecem, mas por baixo está tudo queimando, aí de repente o fogaréu toma conta. Apois é o que vai acontecer. O povo tá cuspindo bala contra essa "atrapaida" toda: falta de segurança; saúde, os desmazelos políticos, a ladroagem sem fim, quando a negada desembestar, eita pau, vai ser um deus nos acuda. - O senhor acha? - Acho não, tenho certeza. A não ser que os governantes deixem de engabelar, de ficar enfiando peido em cordão, se mudarem a desgraceira pode ser evitada, do contrário vai ser um "frejo" de lascar em cima dos políticos que ficam falando miolo de pote e não resolvem nada. - Ei, pessoal, o café está na mesa, podem se servir, tem bolo de macaxeira, ovo caipira cozido e frito, carne de sol, queijo de coalho, de manteiga, macaxeira, pão de milho, aipim, tapioca feita pela comadre Gertrudes, para ser deliciada com manteiga da terra, está irresistível! Fiquem a não é para sobrar nada, incentivou a dona da casa a prática da gula. E os comensais assim o fizeram. Beleza pura.

ALCIVAN COSTA

Charge

POR: LAÉRCIO EUGÊNIO

EM TEMPO Até porque é muita testemunha. AGINDO O prefeito interino Francisco José da Silveira Júnior não tem dado trégua ao trabalho. Rapidamente ele atua no sentido de imprimir sua marca como governante. Toca as ações e abre caminho onde a situação lhe parece complicada. CHAPA Em caso de eleições suplementares em Mossoró, o PT estaria articulando uma chapa puro sangue com Crispiniano Neto e Herbert Mota. O PC do B estaria nesse contexto apoiando, mas não almejaria entrar na composição. A conferir. FRENTE PARTIDÁRIA Por outro lado, alguns partidos sem mandatos em Mossoró estariam se reunindo para tentar lançar uma chapa alternativa. DEFESA Mesmo assim, a defesa da prefeita afastada Cláudia Regina corre contra o tempo e, no lastro dos comentários da ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal Eleitoral, trabalham o retorno de Cláudia à Prefeitura. DESTAQUE O grupo Logos Consultoria, composto por Cláudia de Oliveira, Carlos Eduardo, Ellen Cristina, Ilmara Vieira, Joseany Costa, Maria Arisclena e Sayonara Santos se destacou no projeto de pré-consultoria, onde alunos universitários vão a determinadas empresas na busca de desenvolvimento por meio de implantação de planos de ações, nas áreas administrativas, marketing e recursos humanos. EM TEMPO Nesse caso, a empresa consultada foi o jornal GAZETA DO OESTE, no qual os participantes implementaram o Manoel Básico de Orientações (MBO), das práticas de RH, com informações de pronto acesso. Avante! PARA REFLETIR "A vantagem de ter péssima memó-

RELAX

O prefeito Francisco José da Silveira Júnior entregará as chaves da cidade amanhã a Papai Noel, no gesto simbólico natalino

Artigo

ria é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez", já dizia Friedrich Nietzsche. NOS JARDINS Quem está hoje na seção Nos Jardins da Gazeta é o advogado Emanoel Antas, ouvidor da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Ele fala das ações do órgão e do processo eleitoral no Rio Grande do Norte, entre outros assuntos. A QUEM INTERESSAR POSSA "A vida vai ficando cada vez mais dura perto do topo". PAPAI NOEL Amanhã, o bom velhinho chega à cidade de Mossoró. Às 16h, Papai Noel chega ao Aeroporto Dix-sept Rosado e segue em carro aberto pelas ruas da cidade até a Praça Rodolfo Fernandes. O Papai Noel será recepcionado pela Banda Arthur Paraguai, na Praça do Pax, e em seguida receberá a chave da cidade pelas mãos do prefeito Francisco José Júnior. FESTA NA PRAÇA O bom velhinho estará na praça todos os dias a partir do dia 16 até o dia 23, das 17h às 19h30. O projeto é da Prefeitura de Mossoró, coordenado pela Secretaria de Cultura.

"Me toma sem pensar/Num gesto muito forte/Unindo o sul e o norte/Do meu corpo/Frágil corpo/Com a mais pura emoção..." ZÉ CARADÍPIA

DIREITOS HUMANOS JÁ! Keiko Ota - Deputada federal As cenas de vandalismo na última rodada do Campeonato Brasileiro de futebol mostram o quanto ainda somos reféns da violência. Isso acontece justamente quando se aproxima o início da Copa do Mundo e as atenções de todo o mundo se concentram no Brasil. O que vimos na Arena Joinville é fruto da ação de verdadeiros criminosos. Bem ao contrário do que se espera de um torcedor, que é um cidadão apaixonado pelo seu time e que sabe respeitar seus adversários. Até quando vamos ver a criminalidade, a violência e a impunidade falarem mais fortes? O poder público tem de assumir sua parcela de culpa e erradicar esse mal. O fato é que ocupamos a incômoda 7ª posição no ranking mundial de homicídios. Ou seja, o crime faz 27,4 vítimas a cada 100 mil brasileiros. Ficamos atrás apenas de El Salvador, Ilhas Virgens, Trinidad e Tobago, Venezuela, Colômbia e Guatemala. Esse quadro nos coloca, infelizmente, distantes dos preceitos da Declaração Universal dos Direitos Humanos - ainda mais no momento em que celebramos 65 anos de sua proclamação pela Organização das Nações Unidas (ONU). Ironia ou não, tudo isso ocorre ao mesmo tempo em que o mundo perde um grande líder como Nelson Mandela, que sempre foi um ardoroso de-

fensor da paz e dos direitos humanos. A situação ganha um contraste maior quando comparamos os números do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. O estudo indica que os homicídios no país tiveram um acréscimo de 7,6%.O índice, que vinha caindo desde 2000, teve uma elevação de 14% no ano passado. Dessa forma, fica difícil cumprir o que diz o artigo 3º da Declaração: "Toda pessoa tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal." Por isso, precisamos de leis mais duras para os crimes contra a vida.Somente assim evitaremos que a criminalidade, a violência e a impunidade continuem ganhando o jogo contra a paz, a justiça e os direitos humanos. Não sou adepta da tese derrotista de que o Brasil não reúne condições para sediar a Copa do Mundo. Pelo contrário, tenho plena certeza de que faremos um belo evento. Para tanto, temos de apostar na propagação da cultura de paz. Com isso, será possível incentivar o exercício da cidadania e promover o espírito de solidariedade e fraternidade na sociedade. Daí faremos jus ao artigo 1º da Declaração Universal: "Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade." E, espera-se, ganharemos a Copa.

Gazeta do Oeste www.gazetadooeste.com.br

Um produto da C. Q. Organização Gráfica e Editorial Ltda. Fundada em 30 de abril de 1977 por Canindé Queiroz

Diretor CANINDÉ QUEIROZ

Diretor-adjunto PAULO LINHARES

Diretor de Redação GILBERTO DE SOUSA

Editora DANIELE SILVEIRA

Av. Cunha da Mota, 96/100 – Centro – Mossoró/RN – Fone: 3314-1687 Site: www.gazetadooeste.com.br – e-mail: gazeta@gazetadooeste.com.br AS MATÉRIAS ASSINADAS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES

Diretor Comercial LEÔNIDAS TERCEIRO


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Política

TSE abre boa perspectiva para Cláudia Posição manifestada pela ministra Laurita Vaz gera um clima de otimismo para a prefeita afastada Cláudia Regina

‘A

s sucessivas alternâncias na chefia do Poder Executivo devem ser evitadas, porquanto geram insegurança jurídica e descontinuidade administrativa".O posicionamento externado pela ministra do Tribunal Superior Eleitoral, Laurita Vaz, ao se manifestar favoravelmente pelo deferimento do Mandado de Segurança que assegurou a permanência da governadora Rosalba Ciarlini no cargo de chefe do Poder Executivo, sinaliza o retorno da prefeita afastada Cláudia Regina ao cargo.

ALCIVAN COSTA

A defesa de Cláudia Regina encaminhou uma liminar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que a prefeita afastada retorne as suas funções. A assessoria jurídica de Cláudia Regina estava confiante na coerência da Corte Superior Eleitoral, com base em situações semelhantes que ocorreram em todo o Brasil, incluindo o Rio Grande do Norte, onde foram definidas eleições suplementares nos municípios de Lajes Pintadas e Ielmo Marinho. Em duas decisões recentes foram assinadas pelo ministro Gilmar Mendes, determinando o retorno de prefeitos cassados ao cargo. "Já existem situações semelhantes julgadas pelo TSE, que determinou o retorno do prefeito ao cargo para evitar instabilidade", comentou um advogado, membro da assessoria jurídica de Cláudia Regina, em conversa com a editoria de Política da GAZETA DO OESTE. Nas duas cidades poti-

Cláudia Regina foi afastada por decisão do Tribunal Regional Eleitoral

guares, o Tribunal Superior Eleitoral determinou o retorno dos prefeitos as funções e a realização de pleito suplementar somente após o trân-

sito em julgado das ações. Um dos prefeitos cassados e que retornou ao cargo foi Bruno Patriota, do município de Ielmo Marinho.

Ricardo Motta pede ações para Felipe Guerra O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PROS), solicitou do diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem, DER - engenheiro,Demétrio Paulo Torres, o recapeamento asfáltico da rodovia RN 032, no trecho de ligação com a BR405, passando pelo centro da cidade, até a cidade bai-

xa, em Felipe Guerra, na região Oeste. Segundo o deputado, essa é uma antiga reivindicação dos moradores da cidade,para garantir mais tranquilidade e segurança para todos que trafegam naquele trecho. Ainda na última sessão ordinária deste ano, Ricardo Motta encaminhou duas solicitações para beneficiar

o município de São José de Campestre,na região Agreste. Uma foi dirigira aos secretários do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Leonardo Rêgo;ao de Agricultura,Tarcísio Dantas Bezerra; e à de Infraestrutura, Kátia Pinto, requerendo a recuperação geral do açude Sombra Grande. A outra é destinada à se-

cretária de Educação, Betânia Leite Ramalho, requerendo a construção de um ginásio de esportes no bairro Monte Santos,naquela cidade. "Essa solicitação tem por objetivo atender aos jovens,alunos e professores de São José de Campestre. Vai contribuir para incentivar os jovens a praticar esportes", justificou.

Classe política prestigia Santa Luzia IVANÍZIO RAMOS

A procissão de Santa Luzia reuniu,na sexta-feira passada, importantes lideranças políticas do Rio Grande do Norte em Mossoró.A governadora Rosalba Ciarlini (DEM), filha da terra e devota da virgem de Siracusa,participou do cortejo alusivo a santa padroeira do município. O vicegovernador Robinson Faria (PSD) também esteve presente em Mossoró, assim como a ex-governadora Wilma de Faria (PSB). A governadora Rosalba Ciarlini caminhou ao lado da população. O momento difícil enfrentado pela chefe do Poder Executivo norterio-grandense foi refletido na reação dos populares.Ela foi tratada com indiferença até o momento em que se dirigiu ao adro da Catedral de Santa Luzia para integrar o espaço reservado às autoridades presentes. Ao iniciar o seu pronunciamento, como vem ocorrendo em todo o Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini foi severamente vaiada pelos fiéis. A

IVANÍZIO RAMOS

IVANÍZIO RAMOS

Rosalba Ciarlini foi vaiada durante o seu pronunciamento

Robinson Farias tradicionalmente participa da procissão

Wilma de Faria foi cumprimentada pelo povo

chefe do Executivo potiguar estava visivelmente constrangida com a situação, no entanto, manteve o seu pronunciamento falando a respeito da sua devoção à santa, ressaltando

o carinho dos mossoroenses a Santa Luzia. Em paralelo, Wilma de Faria e Robinson Faria circularam acompanhados de correligionários mossoroenses. Eles foram cum-

primentados por populares. Tanto Wilma quanto Robinson receberam palavras de carinho e incentivo da população durante o trajeto que percorreram no cortejo.

Cassado no Tribunal Regional Eleitoral, por prática de conduta vedada,o prefeito conseguiu o retorno ao cargo através de liminar

concedida pelo ministro Gilmar Mendes, em novembro deste ano. Em Lajes Pintadas, outro município potiguar,o retorno de prefeito e vice aconteceu cinco dias antes da data marcada para ocorrer a eleição suplementar. As duas candidatas ao pleito aguardavam o fim da campanha e o dia da eleição quando foram surpreendidas pela decisão do ministro Gilmar Mendes, do TSE,que determinou a suspensão da eleição complementar na cidade potiguar e ainda o retorno do prefeito Nivaldo Alves da Silva, cassado pelo TRE por abuso do poder econômico. Com a posição manifestada pela ministra, a defesa da prefeita afastada Cláudia Regina amplia ainda mais a perspectiva quanto ao seu retorno às funções de chefe do Executivo. Desde o seu afastamento, a cidade vem sendo comandada pelo presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD).

Orçamento do Estado está fixado em R$ 12,1 bilhões para 2014 A Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade o Orçamento Geral do Estado (OGE) para o exercício 2014. A principal alteração foi feita a partir da identificação, pelos técnicos do Legislativo, de erro de cálculo feito pelo Executivo na composição do Fundo da Educação Básica (FUNDEB). Com isso, por meio de uma emenda coletiva, o Legislativo recompôs R$ 211.800.000,00 à receita do Governo do Estado. Assim a receita anteriormente fixada em R$ 11,9 bilhões passou para R$ 12,1 bilhões. Os 24 deputados estaduais apresentaram emendas individuais que somam R$ 60 milhões. Segundo dados do Governo do Estado, os 20% de contribuição para a composição do Fundeb formados por ICMS, FPE, IPVA, ITCD, IPI, Lei Complementar 87/96, Dívida Ativa/ICMS e Dívida Ativa/IPVA seriam de R$ 1.549.185.000,00. No entanto, cálculos feitos pelos técnicos da Assembleia chegaram ao valor de R$ 1.337.385.000,00. É importante destacar que não houve dedução de receita a ser investida pelo Governo do Estado no Fundeb. A contribuição do Executivo foi recalculada, porém a previsão de investimento por meio do Fundeb permanece a mesma: R$ 863.859.000,00. As demais emendas

coletivas estão distribuídas da seguinte forma: Liga Norte-rio-grandense Contra o Câncer (R$ 500 mil); para a Polícia Militar (R$ 20 milhões); Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (R$ 15 milhões); Secretaria Estadual de Saúde Pública (R$ 70 milhões); a Polícia Civil (R$ 12 milhões). Para o Instituto Técnico-científico de Polícia do RN (ITEP/RN), os deputados solicitaram o repasse de R$ 5 milhões; o Instituto Juvino Barreto deverá receber R$ 600 mil. O Grupo Reviver Natal recebeu uma emenda no valor de R$ 394 mil. Para o Ministério Público do Estado (MPE) deverão ser destinados R$ 32.825 milhões, para o Tribunal de Justiça, R$ 29 milhões e para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) deverão ser R$ 11.309 milhões. Relator do OGE 2014, o deputado José Dias (PSD) disse que se debruçou sobre a peça orçamentária tentando equalizá-la à realidade do Estado e necessidades da população. No entanto, fez um alerta para que o governo faça sua parte, na execução do orçamento e afirmou: "Estamos absolutamente longe de uma realidade orçamentária. Aqui nesta Casa estamos tentando e conseguindo evoluir nesse aspecto da elaboração orçamentária, mas o problema é a execução, que ela é grave".


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Política

Aécio:‘Vou falar muito de ética na campanha’ Senador espetou o petismo: ‘Não vamos cometer o equívoco do PT`

N

um instante em que a penitenciária da Papuda virou um puxadinho da política e o excesso de denúncias parece dividir os partidos em dois grupos o dos sujos e o dos mal lavados Aécio Neves declarou: “Eu vou falar muito sobre ética durante a campanha.’ Na noite de quarta-feira, o presidenciável tucano jantou com um grupo de jornalistas no Piantella, tradicional casa de repastos de Brasília.Recordou-se a Aécio que a reputação do seu PSDB está na bica de descarrilar no escândalo do cartel de trens e do metrô de São Paulo. O candidato tomou distância da carapuça. “Se tiver alguém do PSDB que cometeu irregularidade, que recebeu propina, se isso ficar provado,

REPRODUÇÃO

tem que ir para a cadeia também”, disse. Indagouse a Aécio se não receia que o caso interfira na campanha tucana.E ele:“Só se for para quem está envolvido. Para mim? Zero.” Aécio realçou que o caso do cartel paulista frequenta o noticiário diariamente. A despeito disso,o governador tucano Geraldo Alckmin, candidato à reeleição, “está liderando as pesquisas”. Por quê? “Não é algo que contamine o Geraldo. Ele não é desonesto. Vou duas vezes por semana a São Paulo. Não pega. Ninguém toca nesse assunto.” E quanto ao chamado mensalão de Minas Gerais, que aguarda na fila de julgamentos do STF? “Vamos esperar até que seja julgado. Creio que muita gente pode se surpreender. Mas se alguém do PSDB cometeu irregularidade, tem que ser punido.” Aécio espetou o petismo: ‘Não vamos cometer o equívoco do PT de acobertar, de transformar [julgamento] em coisa política. Isso não tira um milímetro da minha autoridade para falar de ética.Vou falar.Tenho 30 anos de vida pública. Se alguém do PSDB cometeu ato ilícito, vai responder.’

Aécio Neves pretende exibir o discurso ético na tevê já no início da campanha

Levado às manchetes pelo delator Roberto Jefferson em 2005, o mensalão não impediu a reeleição de Lula em 2006.Tampouco tirou de Dilma Rousseff a eleição de 2010.Acha que as prisões do

Estado investirá emendas de Larissa Rosado na Uern

O

Governo do Estado garantiu ao reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Fernandes,empenho de R$ 600 mil para investimentos na instituição. Os recursos foram reservados no Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2013 pela deputada estadual Larissa Rosado (PSB), através de duas emendas parlamentares. Uma destina R$ 550 mil para infraestrutura e a outra reserva R$ 50 mil para aquisição de livros.Empenho da emenda antecede o pagamento,o que deverá acontecer nos próximos dias.A verba, segundo Pedro Fernandes, será usada em obras em

dois blocos de salas de aula no campus central,em Mossoró,e ampliação do acervo da biblioteca. "Agradecemos a atenção da deputada Larissa em destinar os recursos, que serão de extremaimportânciaparanossa universidade", diz Pedro Fernandes, também agradecendo o Governo do Estado peloempenho,independentemente de questão política, atendendo pleito da Uern. Larissa reiterou o mandato à disposição da universidade, e informou que conseguiu reservar mais R$ 700 mil, no Orçamento do Estado de 2014, em três emendas, aprovadas na votação final do OGE do próximo ano, no plenário da Assembleia, terça-feira, 10.

"São R$ 450 mil para construção de residências universitárias em Mossoró, R$ 200 mil para criação do campus de Apodi e R$ 50 mil para ampliar o acervo da biblioteca. Esperamos que o Governo também libere esses recursos para a universidade", conclui Larissa. O anúncio do empenho de R$ 600 mil aconteceu na mesma semana que a Assembleia Legislativa homenageou os 45 anos da Uern, por iniciativa de Larissa e do deputado George Soares. "Continuamos fazendo a nossa parte para que a universidade seja mais valorizada, beneficiando a comunidade acadêmica e todo o Rio Grande do Norte", reafirma a deputada. EDUARDO MAIA/AL

Larissa Rosado e outras autoridades na homenagem à Uern, na Assembleia

generalato do PT podem levar o eleitor a ter um comportamento diferente em 2014?,perguntou-se a Aécio. E ele: ‘Não haverá uma resposta eleitoral. Não é porque petistas foram pre-

sos que o eleitor do PT deixará de votar no partido. Mas [o caso] tira o discurso do PT.’ Ante a observação de que Dilma também poderia afirmar que não compactua com o malfeito, Aé-

cio atalhou: ‘Será que ela vai falar isso?’. Evocando o noticiário sobre o desagravo que o PT fará aos seus presidiários no Congresso partidário que começou ontem, Aécio emendou um par de interrogações: ‘Qual é o PT da Dilma? É o PT que a homenageia ou é o PT que faz desagravo,inocentando politicamente o pessoal do mensalão? Ela é refém de uma estrutura. Mas é bom que ela fale também [de ética]. Se ela puder falar.’ Na opinião de Aécio, o eleitor ainda não está interessado na sucessão. Olha para a disputa como quem vê um filme manjado. Por ora,só enxerga Dilma,beneficiada pela superexposição do cargo e pelo excesso de propaganda institucional.O eleitorado só vai reparar nos candidatos de oposição na hora do tiroteio no saloon. Pretende exibir o discurso ético na tevê já no início da campanha? ‘Tem que permear a campanha interia’, respondeu Aécio. ‘Temos um desafio. As pessoas querem mudança. Mas elas olham para o lado e ainda não enxergam a mudança. Vamos mostrar que somos a mudança segura. E isso também inclui falar de ética.’


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Opinião Profissional orienta sobre cuidados com iluminação natalina WILSON MORENO

L

uzes e cores já são características típicas do final de ano. Na hora de aprontar a decoração natalina,muitas pessoas apostam no brilho da iluminação.Porém, é preciso adotar algumas precauções no que diz respeito à parte elétrica. A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (COSERN) recomendou aos consumidores cuidados importantes que devem ser adotados no dia a dia e,principalmente, nesta época do ano. O técnico em Eletrotécnica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Emerson Leandro, reforça os cuidados para evitar riscos de choques elétricos e incêndios. Ele explica que a primeira coisa a fazer é traçar toda a trajetória da fiação e garantir que os fios ficarão onde não haverá trânsito de pessoas,pois, às vezes, as pessoas esquecem os cabos e,durante a passagem,acabam batendo com algum objeto nos fios. Além disso, quando for trabalhar com esse tipo de material a pessoa deve fazer uma visualização prévia do produto.O técnico cita como exemplo os pisca-piscas.Antes de ligá-los é importante observar se não há nenhum fio desencapado, pois, se a parte interna, a do cobre, estiver exposta pode provocar choques elétricos. Também é preciso evitar

Cuidados devem ser reforçados na iluminação de fachadas

o contato das luzes e fios com plásticos e papéis. É preferível, segundo o professor, mantê-los próximos aos galhos das árvores do que perto das caixinhas e outros enfeites colocados na árvore. Outra preocupação é com os animais e as crianças. Para evitar acidentes,as pessoas devem elevar a altura dos fios, como explica o técnico. Emerson Leandro chama ainda a atenção daqueles que gostam de decorar fachadas de casas e lojas com pisca-piscas. Ele alerta que a proximidade das fachadas com a fiação elétrica de alta tensão, ligada aos postes,provoca grandes riscos. Por isso, nesse caso, a ornamentação só deve ser feita por profissionais com experiência na área elétrica. Com relação ao uso dos famosos 'Ts' que conectam várias tomadas à eletricidade,ele

também chama a atenção e comenta que é importante não colocar mais de dois pisca-piscas em uma só tomada,pois o excesso de conexões pode provocar sobrecarga e, consequentemente,incêndio. O técnico também comenta que a maioria dos pisca-piscas não passa por nenhum controle de qualidade. As pessoas também não têm o hábito de ler as orientações das embalagens e vão logo utilizando os produtos. Além disso, as pessoas também não devem fazer suas próprias luminárias. Emerson Leandro comenta que,muitos inventam de confeccionar os produtos apenas com a experiência do dia a dia e acabam não visualizando os riscos.O trabalho com fiação só pode ser feito por profissionais com curso reconhecido, como alerta o técnico.

Penso, logo...

Canindé Queiroz

Rubens Coelho rubensfcoelho@hotmail.com FUNDAÇÃO JOAQUIM NABUCO Prezados senhores, Lembro-me perfeitamente da generosa e relevante doação de livros feita pela Fundação Vingt-un Rosado à Fundação Joaquim Nabuco, bem como reafirmo nosso interesse em receber a doação de novos livros. Sinto muito pelas dificuldades pelas quais a Vingt-un Rosado está passando. É lamentável que, em pleno século XXI, um país emergente, uma das maiores potências econômicas do mundo, não priorize as iniciativas de cultura e memória existentes que, afinal, o fazem perdurar e se fortalecer enquanto nação. Infelizmente, como órgão público federal,vinculado ao MEC,não vislumbro possibilidades jurídico-administrativas de auxiliá-los com recursos financeiros. Talvez pudéssemos pensar em alguma parceria institucional, desde que não envolvesse repasses de recursos. Cordialmente. Rita de Cássia Araújo Coordenadora-geral de Estudos da História Brasileira - Cehibra Fundação Joaquim Nabuco. OPINIÃO DO JURISTA Em entrevista ao jornalista Ciro Marques, do Jornal de Hoje, o jurista Erick Pereira declarou que o afastamento da governadora Rosalba Ciarlini,do DEM,pode até ter sido inesperado, mas não foi único. A decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que a tornou inelegível e,ainda,afastou-a do cargo, além de já ter sido tomada em outras cortes eleitorais do País, mostrou uma tendência que pode ser seguida em julgamentos futuros, devido a um entendimento possível graças a Lei da Ficha Limpa. A afirmação é do mestre em Direito Constitucional e doutor em Direito Eleitoral, professor Erick Pereira. MUDANÇA NO SECRETARIADO O prefeito interino Francisco Silveira Júnior está articulando mais mudanças no secretariado municipal por esses dias. Na semana entrante teremos novidades quanto a isso. INCOMPETÊNCIA Mais uma prova de incompetência do Governo Rosalba Ciarlini foi denunciada quinta-feira passada pela deputada Márcia Maia (PSB), que informou, durante a sessão plenária de quinta-feira, 12, que o Governo do Estado devolveu recursos ao Governo Federal que deveriam ser destinados à qualificação de trabalhadores do Estado. Segundo a deputada, o valor devolvido se aproxima de R$ 3 milhões. "No momento em que nossa mão de obra não é qualificada, o mercado acaba contratando pessoas de fora. Isso não é interessante para o nosso Estado", disse a deputada. LARISSA CONSEGUE Na semana que foi homenageada na Assembleia Legislativa, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) conseguiu empenho de R$ 600 mil, reservados no Orçamento pela deputada estadual Larissa Rosado (PSB), para investimentos na instituição.Empenho antecede o pagamento, que será feito ainda no Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2013. Larissa Rosado garantiu os recursos com duas emendas, uma de R$ 550 mil e outra de R$ 50 mil,para infraestrutura e aquisição de livros. O REITOR INFORMOU O reitor da Uern, Pedro Fernandes, informa que a verba será usada em obras em dois blocos de salas de aula no Campus Central, em Mossoró, e ampliação do acervo da biblioteca. AGRADECIMENTO "Agradecemos a atenção da deputada Larissa em destinar os recursos, que serão de extrema importância para nossa universidade",diz Pedro Fernandes,também agradecendo o Governo do Estado pelo empe-

nho, atendendo pleito da Uern. Larissa reiterou o mandato à disposição da universidade, e informou que conseguiu reservar mais R$ 700 mil no Orçamento do Estado de 2014, em três emendas, aprovadas na votação final do OGE do próximo ano. NO STF Quatro ministros votaram contra o financiamento de campanha por pessoa jurídica, os ministros foram: os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) Dias Toffoli e Luís Roberto Barroso votaram, na quinta-feira passada, pelo fim das doações de campanha eleitoral por pessoas jurídicas. Na sessão de ontem, o relator, ministro Luiz Fux, e o presidente da Corte, Joaquim Barbosa,também votaram no mesmo sentido.A medida valeria já para as eleições de 2014. Faltam ainda os votos de mais sete ministros. Mas a tendência é da maioria ser favorável a rejeição do financiamento feito por empresas. EM CHIPS CELULARES A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou quarta-feira passada, em caráter conclusivo (não precisa ir a Plenário), o Projeto de Lei 5068/13, que obriga as operadoras de telefonia celular a comercializar os aparelhos de telefone com os números de serviços de atendimento ao usuário previamente programados na memória. O relator, deputado Antônio Bulhões (PRB-SP), apresentou parecer favorável ao texto. Agora o projeto segue direto para apreciação do Senado. BOA INICIATIVA As Prefeituras de Mossoró e Tibau assinaram um convênio para apoio ao atendimento médico de urgência aos usuários do SUS no município de Tibau. O convênio estabelece parceria através do atendimento do Serviço Móvel de Urgência, de 31 de dezembro de 2013 a 31 de janeiro de 2014 e de 28 de fevereiro a 5 de março de 2014. Cabe ao município de Mossoró executar o atendimento do Samu nos finais de semana na cidade vizinha, fazer manutenção da ambulância e se responsabilizar pelos encargos trabalhistas da equipe especializada. A gestão municipal de Tibau providenciará sala de estabilização com presença de médico e alojamento para repouso e alimentação da equipe. SESSENTA ANOS Queremos saudar os membros do Instituto Cultural do Cariri,pelos 60 anos da provecta entidade que completou 60 anos em quatro de outubro passado, devidamente registrado no veterano jornal Folha de Juazeiro. O ICC, sediado no Crato/CE, desenvolve intensa atividade cultural em toda região do Cariri. Mantém regularmente a publicação da revista Ytaitera, a qual pela riqueza de informações, é fonte de pesquisa acadêmica e para quem busca saber a história do povo e da cultura nordestina. Parabéns, aos amigos do ICC. PIRÂMIDE ILEGAL O juiz Flávio Ricardo Pires de Amorim, da Comarca de Tangará, condenou a empresa pernambucana Priples LTDA. a uma ação indenizatória a uma vítima de fraude praticada pela empresa.Segundo entendimento do magistrado, a "operação desenvolvida pela Priples pode ser caracterizada como uma pirâmide financeira, portanto, insustentável e ilegal, porque beneficia apenas os idealizadores do esquema, além de pequena parcela de investidores que ingressaram no início do negócio, mas que comprovadamente não traz nenhum benefício econômico para a totalidade dos associados existentes na rede". Vamos ficar ligados para evitar cair na arapuca. POIS É... "Reunião, só depois do assunto resolvido". (Benedito Valadares)


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Economia 2014 terá desemprego e mais desigualdade, prevê Fórum Econômico Mundial TSVANGIRAYI MUKWAZHIA/AP

A

ltos níveis de desemprego e aumento da desigualdade social são algumas das tendências econômicas que devem marcar o ano de 2014, segundo pesquisa feita pelo Fórum Econômico Mundial, organização que reúne líderes da economia mundial. A pesquisa do Fórum ouviu mais de 1.500 experts nas áreas de negócios, governo, universidades e sociedade civil organizada.O resultado foi resumido em grandes tópicos, comentados por especialistas que compõem a entidade. Além dos quatro tópicos citados abaixo, outros cinco que não têm ligação direta com a economia também foram levantados pelo Fórum: o aumento das tensões no Oriente Médio e norte da África; intensificação das ameaças virtuais; falta de preocupação com as mudanças climáticas;esvaziamento de lideranças; crescente importância das megacidades; e desinformação online. AUMENTO DA DESIGUALDADE De acordo com a pesquisa do Fórum Econômico Mundial,a desigualdade de renda é sentida tanto em países emergentes quanto em nações ricas. Nos Estados Unidos, por exemplo, a crescente disparidade entre as classes sociais é o maior desafio a ser enfrentado no próximo ano, segundo o relatório. Entre as causas do problema, o Fórum cita a dificuldade de acesso à educação primária e secundária de boa qualidade. Além disso,nos EUA,os custos da educação superior estão subindo, fazendo com que muitas famílias de classe média não consigam mais pagar pela faculdade dos filhos. De acordo com a presidente do Care USA, Helene Gayle, uma das formas de atacar a desigualdade é se concentrar em disparidades de gênero,de forma a igualar os salários de homens e mulheres,e na capacitação das pessoas, de forma integrada e com im-

Aumento da desigualdade: De acordo com a pesquisa do Fórum Econômico Mundial, a desigualdade de renda é sentida tanto em países emergentes quanto em nações ricas; na foto, uma mulher cega pede esmolas no Zimbábue

pacto de longo prazo. CONTINUIDADE DO DESEMPREGO ESTRUTURAL O relatório registra que, na Europa, o desemprego é a principal questão na qual os governos deveriam prestar atenção para que a crise econômica seja superada. "Uma geração que inicia sua carreira em completa desesperança está mais vulnerável a políticas populistas. Além disso, vão faltar a ela habilidades essenciais, que são desenvolvidas no início da vida no trabalho. Isso pode minar o futuro da integração europeia, uma vez que os países com as mais altas taxas de desemprego entre os jovens estão na periferia do continente", afirma o relatório. O relatório conclui que a saída pode estar no incentivo ao empreendedorismo e à inovação. Segundo o Fórum, é responsabilidade das empresas treinar e acolher jovens inexperientes, eventualmente contratando-os ou capacitando-os para o trabalho em outros locais. MENOR CONFIANÇA NA POLÍTICA ECONÔMICA A desconfiança com as medidas políticas para re-

tomar o crescimento econômico só tem aumentado nos países mais atingidos pela crise econômica. Se no Brasil 41% das pessoas acreditam que a situação econômica do país é ruim, essa porcentagem chega a 99% na Grécia, e 83% no Reino Unido. No Japão, 71% das pessoas avaliam que a economia vai mal, e, nos Estados Unidos, 65%. O pessimismo está ligado à desconfiança com relação às decisões políticas que determinam o rumo da economia nesses países. "Há uma dissociação entre os governos e os governados, entre os bancos e as pessoas que fazem os depósitos", afirma o relatório. Para John Lipsky, que preside o conselho de sistemas monetários internacionais no Fórum, a melhor resposta para a crise na economia global foi a criação do G20, mas a oportunidade de conciliação foi desperdiçada. "Esforços de cooperação ainda são a melhor forma de lidar com problemas inter-relacionados, e, se mantivermos esta ideia em mente, para reconstruir os primeiros sucessos do G-20, podemos fazer a diferença", diz Lipsky. EXPANSÃO NA ÁSIA As sociedades asiáti-

cas estão se expandindo graças à implantação de importantes reformas, como a adoção da economia de mercado, desenvolvimento de pesquisa científica e tecnologia, cultura do pragmatismo e meritocracia, além de investimento em educação, segundo o relatório do Fórum Econômico Mundial. O rápido crescimento populacional e econômico da Ásia já começa a ocasionar uma enorme pressão nas fontes de matéria-prima globais. O documento afirma que os habitantes desses países precisam ser mais conscientes do que foram os americanos, por exemplo, e usar com mais responsabilidade os recursos naturais para que não se esgotem, segundo o especialista em assuntos relacionados à China do Fórum, Kishore Mahbubani. Para ele, a expansão global da classe média deve ser incentivada, apesar dos riscos. Se as questões ambientais puderem ser enfrentadas, o desenvolvimento econômico é positivo, uma vez que as sociedades asiáticas estão vivenciando níveis de paz e prosperidade que não são vistos há séculos na região.

Vendas no varejo sobem 0,2% em outubro e 5,3% em um ano, diz IBGE As vendas no varejo brasileiro cresceram 0,2% em outubro ante setembro e subiram 5,3% sobre um ano antes, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na quinta-feira (12). A mediana das projeções de 24 analistas ouvidos pela agência de notícias Reuters apontava para alta de 0,5% em outubro sobre o mês anterior. Em relação a outubro de 2012, a expectativa era de avanço de 5,7%. Foi o oitavo resultado positivo consecutivo para o volume de vendas,enquanto a receita nominal vem crescendo desde junho de 2012. Na comparação com setembro, houve sete atividades com variações positivas e três com variações negativas:Veículos e motos,partes e peças (6,2%); Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (3,0%); Livros, jornais, revistas e papelaria (1,5%); Outros artigos de uso pessoal e doméstico (1,2%); Material de construção (0,9%); Combustíveis e lubrificantes (0,6%);

Artigos farmacêuticos,médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,1%). As quedas ficaram na categoria Móveis e eletrodomésticos (-0,2%);Hipermercados,supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0,4%) e Tecidos, vestuário e calçados, também, com -0,4%. Já em relação a outubro de 2012,apenas uma das oito atividades do varejo teve queda no volume de vendas: Livros, jornais, revistas e papelaria (-0,6%). As demais taxas, por ordem de importância no resultado global, foram: 3,3% para Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo; 11,9% em Outros artig os de uso pessoal e doméstico; 11,4% para Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria; 6,1% em Combustíveis e lubrificantes; 5,0% para Móveis e eletrodomésticos; 3,5% em Tecidos, vestuário e calçados 10,5% para Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação. (Com Reuters)

Eike Batista tenta fundir MMX com mineradora Enquanto tenta recuperar as endividadas OGX e OSX,Eike Batista engaja-se em outra frente:atrair um sócio para o que restou de sua mineradora, a MMX. Em jogo, o destino da subsidiária MMX Sudeste, dona de jazidas de minério de ferro em Minas Gerais e responsável por quase toda a produção da companhia. Após vender o porto do Sudeste, no Rio de Janeiro, e anunciar acordo para suas minas em Mato Grosso do Sul, restaram à mineradora apenas os ativos na região. Segundo apurou a Folha, as conversas caminham de forma mais adiantada com a COMISA (Companhia de Mineração Serra Azul), que explora minério na região de Serra Azul (MG), onde também estão as minas de Eike. A proposta de Eike é promover a fusão entre a MMX

Sudeste e a Comisa,criando uma empresa na qual a participação da Comisa seria de 60% a 70%. Apesar de não envolver desembolso financeiro,o negócio interessa a Eike. A MMX tem contrato, até 2026, com a MRS Logística para transportar até 36 milhões de toneladas de minério -e tem de honrá-lo mesmo se não tiver o suficiente para embarcar. O plano era alcançar 29 milhões de toneladas em 2014, mas a empresa produziu só 6 milhões no ano passado em Minas Gerais patamar que deve se repetir em 2013. A Comisa ganharia acesso ao transporte do minério e à produção da mina de Eike.Mas o negócio esbarra na pouca disposição da Comisa de dividir com a MMX suas obrigações com fornecedores.


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Opinião Neto Queiroz netoqueiroz@uol.com.br

PARA REFLETIR CEDIDA

NOTAS GERAIS

Alguns acontecimentos criam expectativas em Mossoró. Teremos mudanças, seja para eleições suplementares, sejam para as eleições previstas para outubro.

AS NOVIDADES DA SEMANA Muita coisa aconteceu durante esta semana na política potiguar. Cassação de Rosalba Ciarlini e as cassações de Cláudia Regina no Tribunal Regional Eleitoral causaram burburinho nos bastidores do poder.

Rosalba se tornou inelegível com decisão transitada em julgado, dessa forma, não poderá participar de nenhuma eleição nos próximos oito anos.

AS IMPLICAÇÕES PARA MOSSORÓ Quero ficar restrito nas análises da coluna neste domingo, as implicações dos eventos políticos para Mossoró. Foram tantos fatos, vamos fechar o foco sobre Mossoró apenas para estimular o leitor a pensar sobre os fatos e as possibilidades.

Betinho Rosado está prestes a perder seu mandato por decisão da Justiça Eleitoral e estará impedido de participar das eleições estaduais de 2014. Mais um fora da disputa.

Uma das possibilidades abertas com as decisões judiciais recentes e os processos eleitorais futuros é que tenhamos três lideranças de peso proibidas de participar de eleições nos próximos oito anos. Rosalba Ciarlini, Larissa Rosado e Cláudia Regina têm atualmente condenações de perda dos direitos políticos por oito anos.

RÁPIDAS

O CANTO VENCEDOR Existe no Amazonas um passarinho que canta, canta e canta tanto que mata cobra só de raiva. Trata-se de uma ave pequenina, frágil, quase não chama a atenção, não é bonita, nem seu canto o mais vistoso e agradável de se ouvir. Contudo, a débil ave, aborrecendo a serpente, insistindo no seu canto, perseguindo-a com pios que seriam, na sua linguagem, uma forma de ataque. A cobra, a princípio, tenta fugir dos cantos para longe, fugir daqueles sons desagradáveis que tanto a perturbam. Mas o passarinho não sossega. Fica lá no alto, vê que ela tenta fugir, se enroscando nas árvores ou buscando um esconderijo entre as pedras. E tome canto, e tome trá-lá-lá-lá e tome silvar bem fininho. A cobra agora sabe que não pode mais esconderse. Ergue-se a meio corpo, prepara um bote, mas o cantor impiedoso voeja de cá para lá e ela jamais terá meios de alcançá-lo. Então acontece uma das maiores lições que a natureza nos dá: a serpente, símbolo de todo mal, estoura de raiva, sim, porque o pássaro canta, canta até arrasar com o mal rastejante. Penso em muitas coisas estranhas desse mundo de Deus. É preciso pensar nesse canto,nessa cantiga matinal que destrói a serpente a esgueirar-se por aí. Trata-se de uma repetição infindável de sons, apontando algumas coisas que estão erradas. Cujo poder é destruir o mal que tenta nos cercar. Porque se a maldade, o ódio, a maledicência, o mau juízo,as ameaças tenta nos destruir,que sejamos como esse pássaro da Amazônia, mesmo frágil, mesmo diante de um inimigo mais poderoso que ele, cantando sempre, consegue vencer a todos.

PLUGADO

CLÁUDIA PERMANECE CASSADA As sucessivas reiterações do Tribunal Regional Eleitoral às sentenças que cassaram o mandato de Cláudia Regina mostram que o quadro vai ficando bastante complicado para que a prefeita reverta as decisões e volte a assumir o cargo.

A deputada Larissa Rosado será julgada esta semana pelo TRE-RN e poderá ter confirmado a perda dos seus direitos políticos e ficar de fora das eleições do ano que vem. Mais um nome fora.

DIFICULDADES SÃO MAIORES Não é impossível, mas torna-se cada vez mais improvável que Cláudia Regina retorne a Prefeitura. As decisões em segunda instância deixam para Cláudia apenas o Tribunal Superior Eleitoral como última alternativa.

No ponto de vista federal, sem Betinho no páreo se beneficiam Sandra Rosado e Fafá Rosado, até agora os nomes postos para disputar por Mossoró vaga na Câmara dos Deputados.

QUANTIDADE ATRAPALHA REVERSÃO Não seria difícil para Cláudia conseguir o efeito suspensivo da decisão que a afastou do cargo para uma ou duas condenações, mas na medida em que elas vão se acumulando, cria um efeito cascata, dificultando cada vez mais a possibilidade de reversão.

Na disputa estadual, o deputado Leonardo Nogueira, candidato à reeleição, poderá ser o grande beneficiado com um possível afastamento de Larissa Rosado da disputa.

SOBRE NOVAS ELEIÇÕES Na opinião pública em geral não há expectativa que Cláudia possa retornar e todos já conversam abertamente sobre as novas eleições. Discute-se nomes, prazos e alianças. Alguns já abertamente se lançam como candidatos.

• RETORNO - Caso Rosalba Ciarlini fique mesmo fora das disputas de eleições nos próximos oito anos, lhe restará o retorno para Mossoró. • TEMPO - Rosalba terá tempo de sobra para se dedicar às eleições mossoroenses. Mesmo afastada ela poderá subir no palanque dos seus candidatos. • TRÊS - Poderemos ter Rosalba Ciarlini, Larissa Rosado e Cláudia Regina sem poderem participar de eleições pelos próximos oito anos. • ABERTAS - As disputas eleitorais em Mossoró ficarão completamente abertas e com a possibilidade de nomes novos surgirem e despontarem no cenário. • NOVOS - Quando se fala em eleição suplementar, estes nomes começam a surgir, como: Silveira Júnior, Alex Moacir, Tomaz Neto e outros. DIVULGAÇÃO/SINDSAÚDE

Hospital Santa Catarina, em Natal, deixa de atender pediatria A Secretaria Estadual de Saúde (SESAP) confirmou que o Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal, vai encerrar neste sábado, 14, o atendimento de baixa e média complexidade da pediatria. Nesta sexta-feira, 13, a unidade hospitalar só atenderá das 13h às 16h no setor pediátrico. De acordo com a assessoria de comunicação da Sesap, porém os pacientes devem procurar o Hospital Sandra Celestre, que fica no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul da capital. O fechamento da pediatria do hospital estava previsto para 1º de janeiro, segundo a Sesap, no entanto foi preciso antecipar a medida devido às dificuldades

para fechar as escalas de plantão. Além da falta de profissionais, a Secretaria alega que os atendimentos de baixa e média complexidade devem ser feitos pela rede municipal, conforme preconiza o Sistema Único de Saúde (SUS). Para o Sindicato dos Servidores da Saúde do RN, fechamento vai agravar o atendimento infantil em Natal, e principalmente na Zona Norte, que neste momento tem diversas unidades básicas fechadas. "O fim de ano vai ser terrível para as crianças. O Governo virou as costas, sabendo que os municípios não têm uma rede suficiente para atendêlas", denuncia Simone Du-

tra, coordenadora-geral do Sindsaúde. O Hospital Deoclécio Marques, de Parnamirim, na Grande Natal, já havia encerrado o atendimento pediátrico no dia 1º de novembro. De acordo com a Sesap, a unidade hospitalar tem previsão de ser reaberta em janeiro depois que a prefeitura da cidade garantiu a contratação de novos pediatras para trabalhar. Na quarta-feira, 11, uma criança morreu em Parnamirim com suspeita de meningite após ter buscado atendimento em postos de saúde da cidade. Em nenhum dos dois locais havia pediatras para atender. (G1 RN)

Cartaz na porta do hospital informa como será funcionamento


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Esportes Vasco oferece ajuda a ‘brigões’ e indica advogados para organizada

Copa recebe país mais violento do mundo e craque marcado por tragédia

HEULER ANDREY/AGIF

etidos no Presídio Regional de Joinville, os três vascaínos participantes na briga generalizada com a torcida do Atlético-PR,no último domingo,aguardam a orientação dos advogados sobre as acusações envolvendo tentativa de homicídio,crime contra o patrimônio público e agressão ao artigo 41B do Estatuto do Torcedor (incitar violência no estádio). O clube de São Januário ofereceu ajuda e indicou profissionais capacitados caso seja escolha da organizada. Os primeiros pedidos de ajuda surgiram no próprio domingo. Familiares de Leone Mendes da Silva, de 23 anos, Jonathan Santos, 29 anos, e Arthur Barcelos de Lima Ferreira,26,entraram em contato com dirigentes do Cruzmaltino solicitando apoio para custear a defesa dos torcedores e empréstimos para uma viagem até Joinville. Inicialmente, o Vasco negou qualquer quantia. Porém, o clube disponibilizou advogados indicados pelo departamento jurídico para fazer a defesa dos detidos na cidade catarinense. A administração Roberto Dinamite ainda não recebeu uma resposta dos familiares e da direto-

D

Torcedor do Vasco parte para o ataque com objeto metálico, mesmo com torcedor desacordado

ria da organizada. "Fui ao local no qual os torcedores estavam presos no final da noite de domingo. O delegado me disse que os vascaínos prestavam depoimento e o processo seria demorado. Também fui ao hospital visitar os feridos. Isso [indicação de advogados] é uma situação tratada pelo departamento jurídico e devemos ter uma definição nos próximos dias", afirmou o vice-presidente geral cruzmaltino, Antônio Peralta.

"Os familiares estavam com dificuldades de visitar os torcedores. O Vasco analisa o caso, mas tenta ajudálos sem envolver pagamentos de honorários e qualquer dinheiro do clube. O nosso departamento jurídico indicou advogados e cabe aos torcedores tomar uma decisão", completou o vice de patrimônio, Manuel Barbosa. A agremiação carioca ainda não definiu sobre o corte radical na ajuda de custo aos torcedores organiza-

dos e descontos nos ingressos. Com o momento político delicado e forte pressão em torno da administração, o presidente Dinamite admitiu aos aliados que analisa as questões antes de anunciar qualquer decisão. Atualmente, o clube costuma dar descontos de 50% no valor dos bilhetes e por vezes ajudar em caravanas para outros estados.A questão causa uma divisão na diretoria, mas os recentes episódios violentos pesam contra as organizadas.

Governo quer cadastro nacional de torcedores banidos O governo federal anunciou nesta quinta-feira (12), ao lado de representantes do legislativo e da Justiça,clubes, CBF e Ministério Público,um pacote de nove intenções de ação para combater a violência nos estádios brasileiros e a criação de um novo grupo de autoridades para estudar e sugerir soluções para o problema. Entre as nove "medidas" anunciadas, o ministro da Justiça,José Eduardo Cardozo, afirmou que será suge-

rido aos Estados da União a implantação do Juizado Especial do Torcedor dentro de todos os estádios. Além disso,Cardozo disse que o governo pretende criar um cadastro nacional de torcedores proibidos de entrar nos estádios do Brasil, por envolvimento em atos de violência nas praças esportivas. O Juizado Especial e o cadastro de torcedores brigões nos estádios já estão previstos no Estatuto do Torcedor,

mas não são uma obrigação e sua implementação depende dos governos estaduais. Foi anunciada também a sugestão da criação de delegacias especiais do torcedor em todos os Estados,mas de novo isso não é uma determinação. Além disso, o governo propõe definir uma responsabilização maior dos clubes de futebol no caso de violência dentro dos estádios, mas não explicou de que forma isso seria feito.

Flávio Zveiter, presidente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), disse que o órgão irá sugerir ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça) que o clube que tiver a torcida envolvida em brigas seja punido com perda de pontos já no Campeonato Brasileiro do ano que vem, mas não garantiu a medida, que depende de uma série de aprovações no CNJ, CBF e próprio STJD, que aplicaria a penalidade.

Azarão no grupo que tem a França na Copa, Honduras vem ao Brasil para tentar melhorar a imagem internacional recente, que aponta o pequeno país da América Central como um dos mais violentos do planeta, talvez até em primeiro lugar deste ranking. No entanto, mais do que índices alarmantes, a nação banhada pelo Caribe sofre com uma realidade social que não isenta ninguém, nem o craque da seleção nacional. De acordo com os dados divulgados pela UNODC (Escritório para assuntos de Drogas e Crimes da ONU), Honduras figura na primeira colocação do ranking dos países mais violentos, em 120º no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), seguido de El Salvador (107º no IDH), Costa do Marfim (168º no IDH), Venezuela (71º no IDH) e Belize (96º no IDH). O Brasil é o 18º colocado. Apesar de defender a seleção hondurenha e ajudar o país a se classificar para o Mundial no Brasil, o jogador Wilson Palacios tem motivos de sobra para ter traumas quando volta à sua nação de origem. Em outubro de 2007, o meia teve a sua casa, em La Ceiba, invadida por uma gangue armada, que acabou levando seu irmão mais novo, Edwin, sequestrado. O incidente aconteceu logo depois Wilson se mudar para a Inglaterra para jogar pelo Birmigham City. Na época, os criminosos pediram um resgate de mais de US$ 200 mil. A família chegou a pagar o valor e, mesmo assim, o garoto (na época com 16 anos) não foi libertado. A família Palacios viveu anos de agonia, esperando ter notícias de Edwin. E em maio de 2009, mais de 18 meses depois, a polícia descobriu os restos mortais do

menino em uma região montanhosa de Honduras. A localização foi dada por dois membros da gangue que já estavam presos. "O risco de sequestro é maior se você é conhecido, especialmente se for um jogador de futebol",disse Wilson Palácios ao jornal "The Guardian" após confirmarem que a ossada encontrada pela polícia era realmente de Edwin. "Estou ciente de que minha família deve tomar cuidado com a maneira com que eles vivem suas vidas. Isso é algo que está sempre em minha mente", declarou. Segundo Luis Fernando Ayerbe, coordenador do Instituto de Estudos Econômicos Internacionais da Unesp, este tipo de crime é muito comum em um país onde a pobreza é extrema. "Depois do Haiti, Honduras é o segundo país mais pobre do mundo, além de ser o mais violento. Diante desta situação, muitos recorrem ao sequestro e outros tipos de crimes para conseguir dinheiro. E isso tão gritante que até os que não são ricos, mas possuem algum bem, correm o risco de serem capturados", comenta. Uma recente pesquisa de uma instituição mexicana, o Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, mostra que Honduras é um dos países mais violentos do mundo. No ranking divulgado neste ano, a cidade hondurenha San Pedro Sula fica em primeiro lugar, com uma taxa de 169 homicídios por cada 100 mil habitantes. "Honduras é um país com muita corrupção e com um governo frágil. O Estado não consegue ter controle sobre a violência que cresce a cada dia. O número de delinquências supera o contingente de policiais e, por isso, muitos casos ficam em aberto e sem resolução", explica Ayerbe.


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Esporte Cantinho da recordação

Márcio Mossoró comenta sobre equilíbrio no futebol árabe

Olismar Lima REPRODUÇÃO

meia Márcio Mossoró, do Al-Ahli, aponta a Liga Árabe como um dos campeonatos mais equilibrado em que já disputou na carreira. Segundo o jogador mossoroense, há uma igualdade no nível técnico das equipes da Arábia Saudita, devido à restrição de atletas estrangeiros. Cada time pode contar com apenas três jogadores de outros continentes. Dessa forma, mesmo com os clubes tendo condições de contratar mais jogadores estrangeiros, o nível se equipara, porque existe uma proximidade no nível técnico dos atletas locais. "A gente que chega de fora acaba assumindo uma responsabilidade a mais. A expectativa é muito grande por nós que viemos de outro continente, para ser um diferencial na equipe", declarou Márcio Mossoró. O Al-Ahli começou a temporada tendo em seu

O

A expectativa é muito grande por nós que viemos de outro continente, para ser um diferencial na equipe” Márcio Mossoró

VAL VAL: jogador que soube honrar a história do Baraúnas, na temporada de 2005

Márcio Mossoró marcou gols nos dois últimos jogos da Liga Nacional

plantel o atacante Victor Simões,ex-Botafogo,e o meia Bruno César, em Corinthians em seus elencos. Os dois jogadores foram desligados recentemente e vão dão lugar a outros estrangeiros na abertura da janela de transferência, que acontece ao final do mês. Márcio Mossoró sabe que a responsabilidade de representar o futebol brasileiro aumenta no período em que está só e espera que a equipe se qualifique ainda mais para conquistar o título nacional.Mossoró vem dando conta do recado, assumindo a responsabilidade se tornando cada vez mais o homem de confiança do técnico português Vi-

tor Pereira. "Estou muito feliz pela confiança que vem sendo dada. O técnico Vitor Pereira é um grande profissional e vem me apoiando, para que a gente possa conquistar os nossos objetivos", disse o meio-campista do Al-Ahli, equipe que avançou de fase na Copa Nacional e está na sexta colocação na Liga. Mossoró marcou gols nos dois últimos jogos da Liga Nacional. Ele confia bastante no potencial da equipe e acredita que o time está entre os favoritos para a conquista do título nacional. "Estamos sempre buscar melhorar a cada dia. Defendemos uma das equipes mais tradicionais do futebol árabe

e temos um grande plantel, que foi responsável por levar o Al-Ahli até as finais da Liga dos Campeões da Ásia, sendo o melhor do país na competição", declarou. O jogador ainda comentou que o futebol árabe apresenta uma cobrança da torcida e presença em campo que ele não conhecia antes de ir jogar no país. "Quando falava em Arábia, pensava em algo como estádio vazio, mais presença de sheiks. Mas no Al-Ahli é estádio lotado todo jogo e torcida participativa. É um grande time, que tem uma torcida muito presente. Está sendo uma grande experiência", comentou Mossoró.

Escolinha do Nova Vida comemora título A Associação Desportiva do Bairro IPE (ADBI) ainda comemora o título do campeonato sub-15 da Liga Desportiva Mossoroense (LDM). A conquista veio com uma vitória por 4 a 2, nos pênaltis, sobre o Potiguar, após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar. Foi o segundo título do ADBI em competições organizadas pela LDM, o primeiro foi em 2009 na categoria sub-13. Fundada em 1987,como

REPRODUÇÃO

Adipe, a associação atende diariamente centenas de crianças, adolescentes, jovens e, até, adultos no campo do Nova Vida. Ao longo de sua história, o ADBI conseguiu revelar vários jogadores, alguns deles com passagens por Baraúnas e Potiguar. São os casos do goleiro Nilson e do atacante Ailton Boiadeiro, ambos ex-Potiguar, e do zagueiro Maik, ex-Baraúnas. O ADBI é bastante conhecido no futebol ama-

dor de Mossoró. A equipe já conquistou vários títulos em campeonato disputados nas zonas urbana e rural da cidade. O mais recente foi o campeonato da localidade rural de Curral de Baixo. Atualmente,em parceria com a Fundação Potiguar, o ADBI disputa o campeonato do Nova Vida (Malvinão 2013) e está classificado para as quartas de final da competição. Mesmo com vários títu-

los e jogadores revelados para o futebol profissional, "Toinho do Adipe", fundador da escolinha, destaca que o objetivo principal da escolinha não é os títulos em campo ou profissionalizar jogadores. "Nossa maior conquista é ocupar o maior número de crianças, adolescentes, jovens e, até adultos, através do futebol para afastá-los de problemas comuns do nosso cotidiano atual, como o uso de drogas", argumenta.

Buscando sempre focalizar os craques que marcaram época no nosso futebol, trouxemos para esta edição a presença de Val, que teve uma passagem excelente, atuando pelo Baraúnas, na temporada de 2005, e que atualmente integra o elenco do Clube de Regatas Flamengo,do Rio de Janeiro. O nosso focalizado fez a sua estreia pelo Leão do Oeste, no dia 16 de fevereiro do ano anteriormente citado, por ocasião da partida disputada no Estádio IndependênciaMG, válida pela Copa do Brasil, oportunidade em que o Leão do Oeste atuou diante do América Mineiro, e que, no período normal do jogo, a vitória coube ao clube das alterosas, pelo placar de dois tentos a um, forçando a cobrança de tiros livres da marca do pênalti, que ao seu final, classificou o Baraúnas de nossa cidade. O Am��rica Mineiro atuou com o futebol de Ricardo Berna; Marcelinho, Wellington Paulo, Mateus (Diego) e Bigu; Juari, Tarcísio, Maycon (Moisés) e Fábio (Everton); Francismar e Daniel Morais. Já o Leão do Oeste entrou em campo com a seguinte formação: Isaías; Da Silva, Pedrosa Ronaldo e Agnaldo; Danilo (Nildo), Célio, Amarildo e Tony; Val (Álvaro) e Cí-

cero Ramalho. Nos 90 minutos regulamentares, Daniel Morais marcou duas vezes para o América Mineiro, cabendo a Tony, descontar para o Baraúnas. Nas cobranças de tiros livres da marca do pênalti, Wellington Paulo e Francismar converteram para o Coelho, enquanto Da Silva, Amarildo, Álvaro e Paulo Júnior (que havia substituído Cícero Ramalho) levaram o mais querido a classificação. Árbitro do encontro, Anselmo Costa (SP), assistido nas laterais por Marco Antônio Martins (MG) e Pedro Alcântara Campos (MG). Ressalte-se que na primeira partida, disputada no Estádio Prof. Manoel Leonardo Nogueira, em nossa cidade, no dia 2 de fevereiro do ano anteriormente registrado, o Baraúnas conseguiu uma vitória diante do América Mineiro, pelo placar de dois tentos a um. Na data em que o mais querido classificou-se, o comando técnico estava com o eficiente treinador José de Almeida Neto (Neto Maradona), que na década de oitenta, havia atuado como atleta do Baraúnas, e apresentado um excelente futebol. Com o presente registro, inserimos Val na galeria dos craques que integram o nosso Cantinho da Recordação.


10 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Gerais

PIB do Brasil é o pior do G-20 no 3o trimestre ríodo anterior. A Índia ocupou o segundo lugar entre os países que mais cresceram de julho a setembro, com avanço de 1,9%.

Além do Brasil, apenas a França apresentou recuo no PIB, de 0,1%, enquanto na Itália a economia ficou estável

O

Brasil teve o pior PIB (Produto Interno Bruto) do terceiro trimestre entre os países do G-20, com queda de 0,5%, em relação ao trimestre anterior. O PIB é a soma de todas as riquezas produzidas no país.Os dados foram divulgados na quinta-feira (12) pela Organização Internacional para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A comparação exclui três países que não apresentaram os números do terceiro trimestre ainda:Rússia,Argen-

tina e Arábia Saudita. A comparação é do terceiro trimestre deste ano em relação ao segundo. O PIB do G-20,bloco formado pelas 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia, cresceu 0,9% no terceiro trimestre de 2013,ligeiramente acima do avanço de 0,8% no trimestre anterior,segundo estimativas preliminares da Organização Internacional para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

De acordo com a OCDE, o resultado do PIB brasileiro pode ser reflexo, em parte, do crescimento robusto apresentado nos três meses anteriores,quando a atividade subiu 1,8%.Além do Brasil,apenas a França apresentou recuo no PIB, de 0,1%, enquanto na Itália a economia ficou estável no período de julho a setembro. Entre as economias do grupo, a China registrou o maior crescimento, com 2,2% no trimestre, uma aceleração frente ao 1,9% do pe-

Indonésia e Coreia do Sul tiveram crescimentos de 1,3% e 1,1%,respectivamente, ou seja, resultados idênticos aos do segundo trimes-

tre.EUA,Reino Unido e Canadá conseguiram avanços de 0,9%, 0,8% e 0,7%, também superiores aos do segundo trimestre, informa a


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Mossoró

Editora: Interina: Luciana Araújo mossorogazetadooeste@gmail.com

Incentivo viabilizará tratamento de pacientes

Obras do Complexo Viário não serão concluídas este ano

O

Outra obra que deve ser liberada ainda este ano é a duplicação da ponte sobre o rio Mossoró

3

Falta de chuvas penaliza agricultores da região

6, 7 e 8

RN 013 terá uma faixa de pista concluída na próxima semana FOTOS: EDNILTO NEVES

Viaduto 1 do Complexo Viário Abolição, no bairro Santa Delmira, será liberado para o tráfego de veículos antes do dia 31 de dezembro. Essa é a previsão da Secretaria de Estado da Infraestrutura que pretende liberar o fluxo por baixo da estrutura nos próximos dias. No entorno desta estrutura da BR-304, saída para Fortaleza, está sendo aplicada uma camada de pavimentação que vai receber o CBUQ. As muretas que separam as vias estão sendo aplicadas antes, durante e depois do viaduto. Também foram iniciadas a construção das muretas de proteção nas laterais. Outra obra que deve ser liberada ainda este ano é a duplicação da ponte sobre o Rio Mossoró.No local está faltando apenas o CBUQ e a sinalização horizontal e vertical. Já os Viadutos 2 e 3, que ficam, respectivamente, no cruzamento da Avenida Abel Coelho que liga os Abolições I e II e no intersecção da rodovia com a Avenida João da Escóssia, serão entregues somente no início de março de 2014. O de número 3, para ser liberado, ainda depende da retirada de postes de fiação elétrica que ficam na rodovia. Na via, há dois tipos de postes - um de menor e outro de maior tamanho que dão suporte a fiações com tensões diferentes. Os de menor potência serão retirados em breve.

SECA

ONCOLOGIA

No Viaduto 1 estão sendo finalizadas as instalações de protetores e pavimentação

O ritmo de obras da duplicação da RN 013, que liga Mossoró a Tibau, está bem acelerado depois que os serviços foram retomados após vários meses de interrupção. Até o final da próxima semana, uma das faixas da pista será asfaltada e liberada totalmente para o tráfego de veículos. A faixa que está recebendo o asfalto está próxima de ser concluída - faltando apenas 2,5 quilômetros. Ela possui 10 metros de largura e se une ao trecho já duplicado próximo à comunidade Gangorra. O diretor do Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte (DER-RN) em Mossoró, Nilton Rêgo, disse que a conclusão dessa faixa é fundamental para um melhor deslocamento dos que procuram a cidade praia nesta época de final de ano e no veraneio. "A finalização da outra faixa, do lado esquerdo de quem vai de Mossoró para Tibau, esperamos que aconteça até o final de janeiro, que é o prazo final de

entrega da obra, com tudo pronto (asfalto, drenagem, sinalização, pinturas)", disse Nilton Rego, acrescentando que a obra não pode ser entregue antes porque a construtora responsável pelos serviços dará férias aos seus funcionários no período de 23 de dezembro a 6 de janeiro. A duplicação da estrada foi iniciada no final de julho de 2012 e a previsão de entrega era para agosto deste ano. Em maio houve uma paralisação dos trabalhos com a alegação do Governo do Estado de que a pausa era em virtude das chuvas e duraria apenas 15 dias. Posteriormente, foi informado que a construtora não estava recebendo os repasses e, por isso, diminuiu e, em seguida, paralisou a obra. Apenas o trecho que fica próximo à comunidade Gangorra até a cidadepraia está com a duplicação terminada. A extensão total da obra é de 28 quilômetros com serviços orçados, inicialmente, em R$ 39 milhões. FOTOS: EDNILTO NEVES

Postes de alta tensão ao lado do Viaduto 3 começaram a ser removidos Em trecho da faixa da direita está faltando colocação de asfalto

A fiação foi transferida para outros postes que estão em ruas paralelas a BR-304. Quando esses postes menores forem retirados, os de maior tamanho serão colocados neste espaço. Da forma como está duas linhas de transmissão - o trecho que fica do lado direito do viaduto 3 (sentido Rodoviária-Abolição) está estreito em diversos pontos, comprometendo o fluxo normal dos veículos e gerando situações de risco de acidentes.

Apesar de pronto há vários meses, o Viaduto 5, na saída para Natal, ainda não tem data para ser liberado. Isso porque uma faixa usada para o retorno de quem vem de Fortaleza pela BR-304 e precisa voltar ao centro da cidade pela Avenida Presidente Dutra ainda será deslocada para mais à frente da descida da estrutura. No local já foram concluídos os sistemas de drenagens, aterros, muretas de proteção, faltando somen-

te a aplicação da sinalização horizontal e vertical. O engenheiro civil Yure Alexandre, superintendente da Secretaria de Estado da Infraestrutura, disse que o problema foi comunicado ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT). "Eles [o Dnit] apresentaram um projeto para ser analisado pela Secretaria. Estamos elaborando uma contraproposta para ser enviada novamente ao Dnit", explicou.

Conclusão da obra está prevista para final do mês de janeiro


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Mossoró WILSON MORENO

WILSON MORENO

VENDE-SE Uma cobertura metálica de posto de gasolina com telhas de alumínio. Medindo 13,50m. x 13,50 m., área total De 182.25m2, em ótimo estado de conservação. "Se continuar desse jeito que começou dezembro vai superar", diz Bruno Henrique Carvalho Fernandes

Maria Lenilde ainda está pesquisando equipamentos para o trabalho

Comerciantes esperam superar volume de vendas do Natal do ano passado WILSON MORENO

A

liberação do décimo terceiro salário e a proximidade das datas comemorativas aquece a movimentação do comércio e aumenta as expectativas de quem trabalha no setor. Embora ainda nem todos arrisquem uma estimativa de vendas para o fim de ano, eles acreditam que se a movimentação durante o mês se mantiver no mesmo ritmo o resultado será superior ao do ano passado. "Novembro não foi bom, não. Mas dezembro, graças a Deus, está começando a engatilhar",afirma o gerente de uma das lojas de eletro-eletrônicos da cidade,Bruno Henrique Carvalho Fernandes. Segundo ele, a baixa nas vendas durante o mês de novembro não foi uma realidade exclusiva de Mossoró. A loja para a qual trabalha possui sedes em diferentes Estados do Nordeste e em todas o resultado foi o mesmo. Para este mês,a perspectiva é de mudança. O primeiro domingo do Ciclo Natalino, 08, quando o comércio abriu suas portas no dia em que, costumeiramente fica fechado, foi bom. "Se continuar desse jeito que começou dezembro vai superar", diz. "Estimativa de 10% a mais que no mesmo período do ano passado", acrescenta. Os produtos mais procurados durante o período são celulares, tablets aparelhos de TV e Blu-ray,entre outros. A costureira Maria Lenilde dos Santos ainda não começou a providenciar os presentes de final de ano, mas garante que irá cumprir a lista. "A gente vai deixar mais para o final de ano", diz ela.

Tratar pelos telefones: (84) 9997-8501 9997-8447

OFERTA DE EMPREGO ETC INDUSTRIAL Contrata ELETRICISTA MONTADOR e ELETRICISTA FORÇA E CONTROLE, com experiência comprovada em Montagem Industrial. As vagas são para obras na região de João Pessoa-PB. Interessados enviar currículo para: cv@etcindustrial.com.br

Vendedora de sapatos mostra novidades da loja WILSON MORENO

Por enquanto,ela pesquisa o preço de máquinas de costura.Como é autônoma, não conta com 13º salário e, por isso, tem que se programar para guardar dinheiro durante o ano a fim de que, ao final, possa cumprir seus projetos. Mas o período também é propício para ganhar mais. Como trabalha com aluguel de roupas, conta que a movimentação aumenta durante o período. Nas sapatarias, a expectativa também é de aquecimento nas vendas. "Está começando ainda. A expectativa é boa, espero que a realidade corresponda a expectativa", afirma o proprietário de uma sapataria da cidade, Christian Noronha.Mas ele também admite que o primeiro domingo do Ciclo Natalino foi positivo em termos de vendas. A gerente de uma loja de cosméticos da cidade,Pavla Mendes, afirma que ainda não é possível avaliar o mês de dezembro, porém, tomando com base as vendas de novembro, a perspectiva WILSON MORENO

"Já está bem melhor que no ano passado", diz Pavla Mendes

Morgana Talita pesquisa opções de presentes para amigo secreto

é boa. "Já está bem melhor que no ano passado",afirma. Segundo ela, um parâmetro entre os meses de novembro de 2012 e de 2013 mostra um aumento de 30% nas vendas. Nesse período, a maior parte das mercadorias é vendida para presentear, principalmente, durante as comemorações com os famosos 'amigos secretos'. A preferência é por kits que já vem

montado de fábrica. Morgana Talita ainda está em fase de pesquisa a fim de saber como irá presentear seus amigos secretos. Por enquanto, o setor de perfumaria é um dos que atrai sua atenção.Os preços vistos pelo comércio agradaram a consumidora. Já para presenteá-la, os amigos terão várias opções: "Perfume, roupas, acessórios", cita.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Mossoró

Centro de Oncologia receberá R$ 125 mil CEDIDA

Além da verba, também foram liberadas 81 cirurgias das 120 pendentes

A

Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) foi contemplada com o montante de R$ 125 mil, divididos em 5 parcelas. A liberação foi feita pelo prefeito interino, Francisco José Júnior, que se comprometeu em buscar mais recursos para a Liga. Segundo o chanceler da LMECC, o oncologista José Cure de Medeiros, o montante era aguardado há mais de um ano e foi liberado em tempo oportuno. Ele justifica diz que a verba ajudará a manter os serviços em funcionamento. "Fiquei feliz com a liberação da verba e a união da classe política em prol da Oncologia", comemora o médico. Além da liberação do montante de R$ 125 mil dos quais R$ 25 mil já foram liberados para a compra de equipamentos e pagamento de dívidas, na última quinta-feira, 12, também foi autorizada a realização de 81 cirurgias, das 120 que estavam pendentes. As demais serão reali-

Classe política local se comprometeu em buscar mais recursos

zadas em breve, garante Cure de Medeiros. Ele acrescenta que a fila para cirurgias oncológicas estava parada devido à suspensão dessa autorização. "Recebi muitos telefonemas de pessoas relatando a alegria em poder realizar as cirurgias.As famílias poderem dormir felizes", frisa. "Hoje, a cidade é referência no tratamento contra o câncer. O número de pacientes cresce diariamente",acrescenta. Durante o anúncio da liberação dos R$ 125 mil e da viabilização das cirurgias pendentes, feito no Palácio da Resistência, estiverem presentes oito vereadores, além da secretária de Saúde, Jaqueline Amaral, e do se-

cretário da Fazenda, José Hélio. "Foi um momento histórico. A classe política local se uniu em prol da manutenção dos serviços de oncologia em Mossoró", finaliza o presidente da LMECC, Cure Medeiros. TETO FINANCEIRO O Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró (COHM) pleiteia,no Ministério da Saúde, um teto financeiro de R$ 12 milhões anuais com o intuito de viabilizar a manutenção dos serviços e atender ao crescente número de pacientes. Atualmente, o COHM atende 64 cidades do Oeste do Rio Grande do Norte. "Mossoró se tornou uma re-

ferência no tratamento contra o câncer.Daí a importância de manter e ampliar os serviços ao maior número de pessoas", diz o diretorgeral do COHM, Cure de Medeiros. Ele relata que foi a Brasília na semana passada para tomar ciência do andamento da documentação para liberação do teto. "Estamos preparando toda a documentação exigida pelo Ministério da Saúde e aguardamos que o resultado seja positivo", diz o médico, acrescentando que o prefeito interino e os vereadores se comprometeram de buscar mais recursos para o tratamento oncológico em Mossoró.

Ato denuncia problemas na Saúde estadual EDNILTO NEVES

O Sindicato dos Servidores da Saúde do Rio Grande do Norte (SINDSAÚDE) realizou um atoprotesto na manhã da quinta-feira passada, 12, em frente ao Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). A entidade criticou a falta de cumprimento de acordos feitos pelo próprio Governo do Estado e denunciou vários problemas nos hospitais públicos estaduais. O presidente do Sindsaúde em Mossoró, João Morais,descartou,por enquanto, a realização de uma greve pelos servidores de Mossoró. "As equipes de trabalho vêm sendo reduzidas nos hospitais. Tem servidor cuidando de 30 pacientes ao mesmo tempo. A situação está tão difícil que não tem servidor nem para fazer uma escala de greve", comentou. Em Natal, o movimento grevista foi iniciado no dia 10, com a adesão de vários servidores de grandes hospitais. Durante o movimento de alerta à sociedade e con-

vocação dos trabalhadores, João Morais apresentou vários fatos que estão ou vão prejudicar os servidores. "Dinheiro para a Copa do Mundo não falta. Mas para terminar as obras do Tarcísio Maia, do Hospital Rafael Fernandes, cadê?", questiona acrescentando que as equipes de trabalho estão sendo diminuídas,servidores estão há vários anos sem reajuste salarial, com férias,parte dos salários sendo cortados, funcionários sendo cobrados para participar de capacitações, progredir na carreira e não recebendo por isso. Os servidores exigem o envio de um projeto de lei para a Assembleia Legislativa, com a nova tabela do Plano de Cargos (PCCR), incluindo a implantação do internível (diferença de 3% a cada dois anos de serviço), nos prazos acordados (que era março, abril e maio). O governo quer adiar o prazo para a implantação pagando parte dos servidores apenas em agosto e setembro de 2014, às

João Morais disse que não está prevista adesão dos servidores locais à greve que já acontece em Natal

vésperas das eleições. O Sindsaúde cobra ainda o pagamento de um reajuste aos aposentados, que foi pago em 2012 aos demais servidores. O governo, que havia se comprometido com o pagamento a partir de janeiro, afirma que não há garantias do cumprimento. João Morais criticou ainda a transferência de trabalhadores do Hospital Rafael

Fernandes para o Hospital da Mulher Parteira Maria Correa, desde que este foi estadualizado. "Estão transferindo servidores que tem vários anos de trabalho no local e são especialistas em doenças infectocontagiosas - que é a especialidade do hospital - para uma maternidade que trabalha com outros tipos de serviços médicos", reclamou.


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Mossoró Fé & Vida Joscelito Marques joscelitomarques@hotmail.com site: www.jocelitomarques.blogspot.com

Refletindo o evangelho "JESUS, O ENVIADO DE DEUS" Mateus 11, 2-11 "Sois vós aquele que deve vir, ou devemos esperar por outro?". (Mt 11, 3) Neste terceiro domingo do Advento somos chamados a suplicar e viver a alegria da proximidade do nascimento do Verbo que assumiu a nossa humanidade: "Alegrem-se o deserto e a terra seca. Dizei aos aflitos: Coragem! Nada de medo! Aí está o vosso Deus […], ele vem para vos salvar" (Is 35,1.4). As obras de Cristo são desconcertantes até para João Batista. Elas exigem discernimento para poder reconhecer o tempo da visita salvífica de Deus e acolhê-lo com alegria. Por isso João, estando na prisão, envia alguns dentre os seus discípulos para perguntar a Jesus: "És tu, aquele que há de vir, ou devemos esperar outro?" (v. 3). Jesus responde sobre a base do texto do profeta Isaías: "... cegos recuperam a vista, paralíticos andam, leprosos são curados, surdos ouvem, mortos ressuscitam e aos pobres se anuncia a Boa-Nova" (vv. 4-5; cf. Is 35,5-6). A resposta de Jesus a João é suficiente para que este reconheça que o "hoje" da Salvação se realiza nas palavras e em tudo o que Jesus faz. Em outros termos, Jesus é o Messias, não é preciso esperar outro. Ele é o enviado do pai para nos trazer a redenção, a libertação de todas as amarras do pecado. Os discípulos de João retornam a ele para comunicar não só a resposta de Jesus, mas também aquilo de que eles mesmos são testemunhas: a vida vai sendo transformada pela presença do Senhor. Mais tarde, o próprio João dirá: "Eis o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo". João é mais que um profeta, é o precursor do Messias: por isso Jesus também o coloca como participante do plano de Salvação do Pai: "... entre todos os nascidos de mulher não surgiu quem fosse maior". Como João, somos chamados a anunciar com alegria a vinda de Cristo. É tempo de firmar o coração, pois a vinda do Senhor está próxima (cf. Tg 5,8). Alegrai-vos!

“ ”

Apresentai a Deus as vossas preocupações, mediante a oração... (Fl 4,6).

GENTE DE FÉ Uma família que tem o dom de servir e ajudar o próximo. Gente de bem e que faz o bem. Cabeça, Neta e seus filhos são exemplo de doação ao Reino de Deus e caridade para com os mais necessitados. Que Deus lhes conserve assim, sendo sal e luz por onde passam. Shalom! CEDIDA

CAMPANHA A Campanha para a Evangelização tem seu ponto alto neste domingo, quando os fiéis católicos podem fazer sua doação durante as missas. É tempo de partilhar para que muitos possam sentir a força da caridade. SANTA LUZIA A Festa de Santa Luzia marcou novamente a vida de cada um de nós. Foram 13 dias de bênçãos onde a fé e a devoção a Santa Luzia produziram momentos de alegria, doação e fraternidade. Fomos convidados a "ver com os olhos da caridade" e a tomarmos atitudes concretas de solidariedade. O tempo dirá se compreendemos bem esta mensagem cristã. SANTA LUZIA Todas as camadas sociais desta cidade contribuíram para o êxito da edição 2013. O político, o devoto, o empresário e o flanelinha... Todos sentiram a força da fé e cooperaram, cada um a seu modo. E como vi de perto, quero destacar as diversas equipes que serviram este ano: seus voluntários construíram uma festa marcada pela simplicidade, partilha e alegria em servir. Sem estrelismos, pois a estrela maior é Jesus. Que venha 2014! COMEMORAÇÃO Nesta segunda-feira, 16 de dezembro, o Cursilho de Cristandade celebrará 35 anos de fundação em nossa Diocese.Para celebrar esta data especial haverá uma Celebração Eucarística, às 19h30, na Capela de Santa Teresinha. Em seguida, acontecerá um jantar no Fantastic Buffet. Viva o Cursilho!

Natália, Neta, Tiago, Cabeça e Raquel

NOVENA DE NATAL A partir de amanhã, Nivaldo AmaraleaequipedaPastoraldaGruta de Santa Clara coordenam a NovenadoNatalcomasfamíliasdobairro Dom Jaime Câmara, Liberdade IIeIPE.Osencontrosacontecemnas

residências, às 19h30. Sucesso! PASTORAL DA CRIANÇA A Pastoral da Criança realizará nos dias 20 e 21 de dezembro seu Encontro Diocesano.Na oportunidade a Pastoral reunirá os coordenadores de Áreas, Ramos e Articuladores. O Encontro acontecerá no Centro de Treinamento, na Melo Franco, e terá a assessoria da coordenadora estadual da Pastoral da Criança, Marlezia Pessoa. VESTIBULAR Não poderia deixar de anunciar novamente que a Faculdade Diocesana de Mossoró aplicará no próximo domingo, 22 de dezembro, as provas do concurso vestibular para Teologia. Será das, 8h às 12h, no Colégio Diocesano Santa Luzia. NATAL O Natal dos que fazem a GAZETA DO OESTE será dia 23, às 17h,na sede deste jornal líder de mercado em todo Oeste. Como todos os anos, tenho plena certeza de que será um momento feliz de confraternização e positividade. Estaremos lá! SAGRADA FAMÍLIA A Festa em honra à Sagrada Famíliaacontecerádia29dedezembro, na Capela do Conjunto Vingt Rosado, Alto de São Manoel. Participe! DICA DE LEITURA Nossa dica de leitura é a primeira Exortação Apostólica do papa Francisco Evangelii Gaudium (Alegria do Evangelho). Esta Exortação que trata do anúncio do evangelho no mundo atual está disponível para leitura ou download no endereço: http://www.vatican.va/holy_father/francesco/apost_exhortations/index_po.htm. PARA REFLETIR "A santidade não significa fazer coisas extraordinárias, mas fazer as coisas ordinárias com amor e fé". (Papa Francisco)


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Opinião Déjà Vu

jante. Viajar pelo Brasil tem muitas coisas boas. É que o brasileiro, como dizia Nelson Rodrigues, "é um barato".

Milton Marques de Medeiros milton@tcm10.com.br

POR QUE NÃO QUERER SEMPRE? Padre Canindé, em Assu, quando alguém marca um compromisso em determinado horário e não cumpre, ele resmunga com quem estiver por perto: "pra que ele usa relógio"?. Realmente a vida hoje exige que qualquer ator se ligue essencialmente num troço chamado relógio. Tudo tem que ser marcado, combinado, agendado antes. Alguns usam celular, dá no mesmo. O fato importante é que tempo é ouro. Hoje mais do que antes. As pessoas na verdade vendem tempo e não ações ou atitudes. Cada pessoa tem um entendimento em saber vender o seu tempo. TEMPO E PRODUTO OU SERVIÇO Há indivíduos com profissões, cujos produtos são raros e, por conseguinte, caros, nobres, isto é, trabalham com um produto muito valioso, que é o saber, mas não valorizam o tempo gasto na sua produção e acabam no final, se comparado, os resultados deixando de ser proporcional ao produto e sim ao tempo. Por exemplo, há engenheiros que dispõem de produtos altamente valiosos, mas no final de um período em anos, se comparado, ganham menos do que um mestre de obras ou um bom pedreiro, um administrador de setor hospitalar sai-se melhor do que um bom cirurgião neurológico,

ou um estudante lúcido vencer mais do que seu professor. Tudo não passa de saber vender bem o tempo. ESCRITORA E MESTRA Martha Medeiros, jornalista e articulista do jornal escrito Zero Hora, autora do best seller Doidas e Santas, em seu livro "A Graça da Coisa", dá um conselho a seus leitores: "Se você tem hora marcada para uma consulta, hora marcada para fazer uma prova, hora marcada para estar no aeroporto, qual é a dificuldade de planejar o tempo que vai levar até lá? Basta de colocar a culpa no trânsito. É claro que você pode prever se vai levar meia hora ou 50 minutos para deslocar-se. O pior que pode acontecer é chegar antes, e aí nada como ter um livrinho à mão enquanto aguarda". Fim de citação. Gabriel Garcia Márquez, antes dela já dizia: "se cada um conduzisse sempre um livrinho dentro da mochila, o mundo seria bem melhor". VIAJAR Há duas coisas que não tem preço, um livro ao gosto do leitor e fazer uma viagem. O professor Lauro Wanderley, um dos luminares da medicina paraibana, dizia: "toda viagem se paga". Quer dizer, a viagem, por mais simples que seja, deixa sempre muitos ensinamentos ao via-

PAÍS DESENVOLVIDO Mas, no Brasil, tem muitas coisas boas: povo alegre, natureza exuberante com paisagens lindas, boa música, diminuição da pobreza e agora a tal economia que arregala os olhos dos gringos. E o que está faltando para se tornar um país desenvolvido de fato? Cumprimento da lei, como diz a grande jornalista Medeiros. A lei deixa de ser cumprida. E nesse aspecto, no momento, em termos políticos, nosso RN está se destacando no cenário nacional. A culpa é de todos, inclusive da própria Justiça, quando estabelece as normas para cada processo eleitoral (deveria ser do Legislativo) e não vasculha suficientemente os abusos de antes e durante a campanha, embora faça esforço, e quando algo já está decidido pelo voto popular, aparecem as punições. Ora, para que existe Justiça no período eleitoral? Algumas vezes os processos rolam, os candidatos são eleitos, tomam posse e depois, bem depois, começam a remover cadáveres. Por que não tomar providências céleres, antes da posse? Por que não diminuem o tempo de prescrição para reclamantes? Por que não as ações só poderem entrar durante o próprio período eleitoral, por exemplo? Bom, aqui apenas uma opinião de um cidadão comum, claro.

COM TODO RESPEITO AOS JUÍZES, DESEMBARGADORES E MINISTROS No Rio Grande do Norte, em pouco tempo foram cassados, a prefeita da capital, a prefeita da maior cidade do Estado e a sua própria governadora, sem falar nas outras prefeituras menores. É muito, gente. Será que não está havendo exagero dos nossos magistrados? Afinal julgar um procedimento antes de uma eleição é julgar comportamento de um grupo político, mas depois do candidato ser eleito pelo povo, deve ter um peso diferente. Mais grave ainda é afastar os prefeitos e governador antes de todo processo "ser transitado em julgado" até a última instância. Essa interrupção das administrações prejudica demais a população. Tudo fica parado, em suspense, indefinido. Isso é péssimo para o desenvolvimento do Estado ou Municípios. Decidam e deixem os agentes trabalhar.

LIÇÕES DO VELHO THEODORICO Segundo os próprios candidatos continuam com a lição antiga e superada de que "feio é perder", e para tanto usam os meios mais escusos, contanto se saiam vitoriosos. Há erros que são bem circunstanciais, compreensivos, mas há alguns muito claros, já foram sobejamente explicados, porém os protagonistas insistem, pensando que não serão vistos, notados. Ora,

CELERIDADE, SIM Justificam que a Justiça é assim mesmo, lenta. É verdade, mas quando quer atua rápido, haja vista o exemplo do afastamento da governadora Rosalba. Da cassação a suspensão se deu em três dias, inclusive com decisão passando por Brasília. Logo, pode um processo correr rápido, quando a própria Justiça quer. Por que não querer sempre?

Procissão de Santa Luzia renova fé dos católicos Enfeitado com flores brancas,cristais e uma iluminação especial,o andor de Santa Luzia se destacava entre a multidão que acompanhou a procissão na sexta-feira,13 de dezembro. A procissão saiu da Capela de Nossa Senhora Medianeira, no Planalto 13 de Maio, às 17h30, e chegou à Catedral de Santa Luzia por volta das 19h30. Famílias inteiras - homens, mulheres, idosos, jovens, crianças e bebês - tomaram a Avenida Presidente Dutra e deram seus testemunhos de fé. Os moradores e comerciantes da avenida enfeitaram suas casas, improvisaram camarotes e lotaram as calçadas. Na multidão,muitos vestiam as cores da padroeira e seguiam descalços pagando promessas. Telma Iliane, 16 anos, era uma das 'Luzias': "Meu marido estava na UTI, à beira da morte.Eu fiz a promessa a Santa Luzia e ele sobreviveu".Sempre devota de Santa Luzia, Jucineide Alves,37 anos,também seguiu a procissão descalça e com as vestes da padroeira, "tive um problema na vista do olho esquerdo e Santa Luzia me curou". Centenas de romeiros vieram de outras cidades, com destaque para os romeiros de Russas e Juazeiro, no Ceará, eles lotaram a Catedral nas oito missas celebradas no dia da padroei-

ra e foram acolhidos com café da manhã e almoço oferecidos pela Paróquia. Uma das novidades foi o andor, que este ano ganhou um carrinho próprio não motorizado,que foi empurrado pela comissão. A confecção do andor contou com o trabalho da equipe coordenada pelo vereador Flávio Tácito,o uso do branco teve o objetivo de passar a mensagem de paz. A solenidade de encerramento contou com o discurso do prefeito interino Francisco José Júnior e da governadora Rosalba Ciarlini, ambos destacaram a importância da Festa e o exemplo de Santa Luzia. O bispo Dom Mariano Manzana,em seu discurso de encerramento,destacou a importância da caridade, tema que foi trabalhado este ano."O amor à caridade é a essência de Deus",afirmou o bispo,ressaltando que a bondade e a caridade demonstram o verdadeiro conteúdo cristão. Após as palavras do bispo, o Pe.Walter Collini e o Pe.Ricardo Rubens, coordenadores do evento religioso encerraram a Festa agradecendo a presença da comunidade e a dedicação de todos que apoiaram e trabalharam para a realização do maior evento religioso do estado. O encerramento contou ainda com a última exibição do Oratório de Santa Luzia.

o mundo hoje da internet e das "redes sociais", cercado de celulares e outras ferramentas que dão informações in loco e retêm gravações como verdadeiras filmadoras, não há nada que seja feito sem ser testemunhado e a seguir descoberto. Em outras palavras, nada na atualidade é escondido. Podem fazer errado, mas saibam que será descoberto. Os políticos devem se convencer que não valem mais, no cenário atual, as antigas lições de Theodorico Bezerra. O mundo mudou muito.

CONVITE MISSA 3 ANOS DE SAUDADES EFIGÊNIO DE HOLANDA CAVALCANTE

Condomínio Residencial Joaquim Borges Rua: Francisco Mota - Bairro: Costa e Silva - Mossoró-RN EDITAL DE CONVOCAÇÃO Mossoró, 13 de dezembro de 2013 Prezados senhores: Sirvo-me desse presente edital, para convocar V. Sras. a participarem da Assembleia Geral Ordinária, a realizar-se no próximo dia 20 de dezembro de 2013 (sexta-feira), na área de lazer do próprio condomínio, às 19 horas, em primeira convocação, contando com a presença legal de pelo menos metade dos convocados, ou às 19:30 horas em segunda convocação, no mesmo dia e local, com qualquer número de convocados presentes, para deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA: a)Aprovação da Rerratificação da Convenção e Regimento Interno do Condomínio;

Os familiares de EFIGÊNIO DE HOLANDA CAVALCANTE convidam parentes e amigos para missa de 3 anos de seu falecimento, que será celebrada às 17h, do dia 17de dezembro de 2013 (terça-feira), na Catedral de Santa Luzia; e dia 18 (quarta-feira), às 19h30, na Igreja São João Batista. Desde já agradecem a todos que comparecerem a esse ato de fé e solidariedade cristã.

CLUBE DE REGATAS VASCO DA GAMA Local: Ufersa Mossoró-RN Data: 19 de dezembro de 2013 (a partir das 7h15min)

b)Eleição do Síndico, Subsíndico e Membros do Conselho Fiscal; c)Aprovação de Orçamento para que seja definida a taxa condominial mensal; d)Outros assuntos de interesse dos Condôminos. OBSERVAÇÕES: É lícito aos senhores condôminos se fazerem representar na Assembleia ora convocada por procuradores, munidos com procurações específicas; As ausências dos senhores condôminos não os desobrigam de aceitarem como tácita concordância aos assuntos que forem tratados e deliberados. Cordialmente, WSC EMPREENDIMENTOS E CONSTRUÇÕES Ltda. CNPJ: 03.231.417/0001-53

- Organizadores: Marinaldo de Oliveira Tony (irmão do Bebeto da Seleção Brasileira) Almir (coordenador técnico do Vasco) - Público-alvo: Jovens nascidos em 1997, 1998, 1999 e 2000. Trazer identidade ou Certidão de Nascimento. Taxa de inscrição: R$ 10,00 Contato: (84) 8707-1867 / 9931-0590 Término da inscrição: 17/12/2013 Apoio: M&M Projetos e Serviços Ltda.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Especial EDNILTO NEVES

‘A pior seca quem faz são os políticos’, constata agricultor

LUCIANA ARAÚJO Da Redação

A

o término de mais um ano sem chuvas regulares, o homem do campo continua sofrendo com os problemas decorrentes da seca. Aliada à falta de políticas públicas eficazes no combate aos efeitos da estiagem,a escassez de água priva o agricultor das condições necessárias para prover um sustento digno à sua família, castiga os animais e extingue o roçado.Em alguns casos, falta até mesmo água apropriada para o consumo humano. Quando não já possibilidades de comprar, o jeito é tentar sobreviver com o que se tem. No Assentamento Olga Benário, o principal meio de obtenção de água é um poço existente entre os seis grupos da comunidade rural. A agricultora Ana Karina Maria Soares da Silva, que mora no local, diz que para contar com o líquido os moradores se dirigem ao poço com suas carroças e enchem seus reservatórios. Alguns, como o agricultor Cristino de Oliveira, chegam a fazer cinco viagens ao local por dia, duas para abastecer sua casa e três para saciar a sede dos animais. Ele conta que uma vez por mês um carro-pipa vai à comunidade rural e abastece uma cisterna de cada grupo do assentamento com água potável. Porém, quando é feita a divisão entre as famílias desses grupos cada uma delas fica com 20 litros de água. Quando a água para beber acaba algumas pessoas se deslocam até o Assentamento Arisco que,segundo ele, fica a cerca de 3 km do Olga Benário.Para completar as necessidades, Cristino de Oliveira precisa comprar água. "Quem compra água não tem água. Eu sou um que compra R$ 80,00 por 10 mil litros e não dá para um mês", afirma. Até porque, como informa Ana Karina Silva, a água do poço não é apropriada para todas as necessidades. "É salobra. Aí a gente pega para aguar planta,para o banho.Para o consumo a gente compra", explica. E quem mesmo com o sacrifício não tem como comprar água potável acaba tendo que ingerir o líquido salobro. É o caso da moradora do último gru-

SECA PROBLEMAS SE AGRAVAM AO FINAL DE MAIS UM ANO DE ESTIAGEM EDNILTO NEVES

EDNILTO NEVES

Sem água em casa, Cristino de Oliveira chega a fazer cinco viagens ao poço por dia

po do assentamento, Fátima de Oliveira. "Eu levo água daqui para beber, para cozinhar. O feijão eu não cozinho não, mas a gente bebe daqui,que não tem outro jeito", desabafa. A rotina é árdua. Sem carroça e nem cavalo para transportar o líquido,a moradora que vive com os três filhos, de 12, 6 e 4 anos, vai com os meninos até o poço diariamente. No local mesmo dá banho nas crianças para que na volta possa levar a água que será utilizada para as demais necessidades da família. "Eu carrego na cabeça,esperando que apareça dinheiro para comprar. É difícil, é caro. São R$ 100,00, eu não

posso", diz ela. Devido à falta de informações sobre o 'Garantia Safra', Fátima de Oliveira conta que não teve acesso ao seguro e que espera receber, pelo menos, R$ 200,00. "Para ver se compro alguma coisa", anseia. Sem chuvas, também não há como produzir. "Quando chove a gente planta nesses cercadinhos, mas quando não chove...", reflete a moradora. Sobre o alimento que precisa colocar na mesa, ela prefere não falar e,em silêncio,volta o olhar para o vazio. Com tamanhas dificuldades, plantar é algo que, por enquanto, está apenas na lembrança e na vonta-

de de quem depende da agricultura. Em mais de 80 anos de vida, Cristino de Oliveira não lembra de outra seca tão cruel."Nasci em 32, foi um ano de seca, mas eu nunca vi uma seca ruim que nem essa", diz ele. Na esperança de uma colheita mínima, ele menciona que os moradores da zona rural chegaram a plantar um pouco, mas lembra que não houve água para fazer o plantio prosperar. Com a situação em que se encontra o assentamento, criar animais também se tornou uma tarefa difícil. "Nós aqui não temos condições de criar nem galinha, porque não tem água", lamenta. Mas o agricultor é ciente de que todos esses problemas não são apenas decorrentes da falta de chuvas."E vou contar uma coisa, a pior seca quem faz são os políticos", constata. Ele afirma que desde o período em que era acampado até hoje são oito anos morando no Olga Benário. Na época em que chegou havia três poços, mas quando os agricultores entraram no local o antigo proprietário retirou as bombas dos poços que agora estão sem funcionar. Os moradores do assentamento fizeram um ofício e encaminharam o documento à Subsecretaria de Desenvolvimento Rural, solicitando ao responsável pelo órgão, Betinho Rosado Segundo, a limpeza de um desses poços para ajudar no abastecimento. De acordo com o agricultor, o subsecretário pediu um prazo de 15 dias, porém, já faz mais de 30 dias que o documento foi enviado. O poço utilizado atualmente pela comunidade foi construído,segundo Cristino de Oliveira, na 'política' e ele comenta que agora os agricultores esperam a próxima campanha para ver se um dos outros poços é colocado para funcionar. Por enquanto,o poço em funcionamento tem fornecido uma boa quantidade de água, mas a vazão já foi maior. "Está dando, mas já baixou muito", afirma o agricultor. EDNILTO NEVES

Sem carroça para transportar água, Fátima de Oliveira leva filhos para tomar banho próximo ao poço

Na volta para casa, moradora leva água salobra que servirá para consumo da família


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Especial ALCIVAN COSTA

Sem água para plantar, agricultores ficam sem colheita e lamentam a situação ALCIVAN COSTA

Quem vive da terra,sente o sofrimento na pele. "Nasci e me criei na agricultura", diz Israel Trindade da Silva, 67, morador da comunidade rural do Riachinho. Para ele, esta é a segunda maior seca que vivencia, a primeira foi em 1958."Eu era menino,mas eu me lembro", comenta. Ele conta que no ano em que chove planta um pouco de tudo, do milho ao feijão,mas em 2013 as poucas chuvas não foram suficientes para fazer as sementes brotarem."Esse ano eu não plantei nada", afirma. "Deu umas chuvadas, mas não colhi nenhum punhado de feijão", revela. O agricultor se dedica apenas ao plantio e não chega a criar nenhuma espécie animal. "Crio não senhora, criei 12 filhos só", comenta. Hoje Israel Trindade da Silva mora com a esposa, uma filha e um neto. O sustento da família é garantido pelas aposentadorias do casal. Se não fosse isso,a situação seria ainda mais complicada."Aí o bicho pegava", diz ele. Com o dinheiro das duas aposentadorias,a família ainda ajuda,quando necessário, outros filhos que moram próximo ao casal. O agricultor se diz otimista quanto às possibilidades de chuva, mas sabe que se a água não cair a situação vai continuar difícil. "Vai ficar do jeito que tá mesmo. Só Deus mesmo. Tem que se virar com o que tem", menciona. E enquanto a chuva não vem,ele vai se virando com

um 'bico' ou outro. Por enquanto trabalha na queima de um terreno que será loteado. Elza Luzia Cunha de Carvalho também vive na zona rural do Riachinho, com o esposo. Ambos são aposentados, mas o marido também é agricultor e foi afetado pela seca. "Esse ano não colheu nem um grão de milho", diz ela. O local onde ficava a plantação agora é marcado pelo vazio. Felizmente, as famílias do Riachinho ainda contam com água encanada para o sustento humano. O líquido vem de uma caixa d'água, abastecida pelo Poço Riachinho,através de um contrato entre o proprietário da estrutura e o município de Mossoró,como explica a esposa do gerente do poço, Luzineide Martins Costa Firmino. Segundo ela, o contrato estipulava que, diariamente,15 mil litros de água fossem destinados à comunidade, mas o proprietário da estrutura aumentou a distribuição para 30 mil litros ao observar que a população da comunidade cresceu e após uma conversa com representantes da Prefeitura Municipal de Mossoró. A Prefeitura, segundo Luzineide Firmino, substituiu a tubulação que leva a água do tanque à caixa d'água da comunidade, pois os canos antigos estavam, praticamente, obstruídos pela formação de calcário em seu interior."A Prefeitura colocou uma bomba aqui por conta dela", acrescenta Luzineide.

Severino Silva vendeu ovelhas por falta de comida para animais

Estiagem obriga criadores a se desfazer dos rebanhos Agricultor Israel da Silva enfrenta dificuldades impostas pela seca ALCIVAN COSTA

Elza de Carvalho lamenta: ‘Esse ano não colheu nem um grão de milho’

Os 30 mil litros são destinados ao abastecimento

das casas de 85 famílias que vivem no Riachinho.

Município apresenta versão sobre ações para minimizar efeitos da seca EDNILTO NEVES

O responsável pela Subsecretaria de Desenvolvimento Rural, Betinho Rosado Segundo, afirma que o município tem um programa de perfuração de poços e o 15º poço foi perfurado. Segundo ele, o programa visa combater a falta de água nas comunidades mais necessitadas. O subsecretário afirma que, a partir de um levantamento, está sendo feito o abastecimento com carro-pipa. Das 135 comunidades rurais existentes em Mossoró, pelo menos 30 estão sendo atendidas por esses veículos. Três adutoras municipais - Melancias, Pedra Branca e Barrinha - abastecem algumas comunidades rurais. Em outras 53 a água é alcançada através dos

dessalinizadores, responsáveis por 70% do líquido potável que abastece os locais. Para abastecer as áreas rurais, a Defesa Civil fez uma parceria com o Exército, a fim de distribuir água nas comunidades que mais precisam. Dois carros-pipas atuam nesse intuito. A Subsecretaria também está agindo junto ao Exército com mais dois carros-pipas. Com relação ao Assentamento Olga Benário, Betinho Segundo diz que os moradores não sabem se os três poços paralisados ainda funcionam, mas fala que o que está faltando é um compressor e um gerador. Segundo ele, a Subsecretaria está em fase de licitação para compra dos equipamentos. O sub-

Quem tinha seus rebanhos, teve que se desfazer dos animais para não vê-los morrerem de fome. "O gadinho que ele tinha vendeu quase todo,ficaram só três. Tinha mais de 40", comenta a moradora do Riachinho, Elza Luzia Cunha de Carvalho,sobre o rebanho do marido. Isso porque faltou comida para os animais. No ano passado, o esposo de Elza de Carvalho chegou a fazer um empréstimo de quase R$ 12 mil, mas o dinheiro não foi suficiente para reverter a situação. "E foi todinho para o gado", conta. Além desse valor, a família chegou a tirar da própria renda para alimentar os bichos. Agora, tenta manter os animais que restaram. "Tá dando para alimentar, tira uma coisinha da aposentadoria", explica, acrescentando que, somando aos animais menores, o casal tem dez bichos no geral. "Eu criava, mas depois da seca vendi tudinho, que não tinha o que comer", conta o dono de uma propriedade no Riachinho,Severino Duarte da Silva, que se desfez do rebanho com cerca de 40 a 50 ovelhas,um dos melhores que havia na região, segundo ele. "Tive que vender e muito barato",ressalta.Em sua propriedade há dois poços, que garantem que não falte água, porém, faltava comida para os bichos. Aos 71 anos de idade, Severino Duarte da Silva

considera que esta é a maior seca já vista por ele. "Eu já vi muita seca, mas seca verde. Como essa não", afirma. A falta de incentivos governamentais também é desestimulante. Até o momento, o agricultor José Borges, do Assentamento São João, não recebeu nenhum auxílio do governo para resolver ou, pelo menos,amenizar sua situação. Sem ajuda, perdeu parte de seu rebanho e teve que se desfazer do restante. "Criava uns bichinhos lá em Cerro-Corá,no terreno que um irmão meu tem lá.Morreu uns bichos para lá, alguns a gente vendeu para escapar", diz ele. Para José Borges, essa também é a pior das secas. "Teve uma em 81 até 83, mas não foi tanto que nem essa", comenta. Enquanto a chuva não vem,a família,formada por ele, a esposa e um filho sobrevive do dinheiro da aposentadoria do agricultor. "Só o aposento mesmo e a vontade de Deus", conta. A situação já era difícil e ficou ainda mais complicada com o surgimento de um nódulo no seio da esposa. O tumor foi retirado e a família aguardava o resultado da biopsia. Mesmo com as dificuldades, até agora, todos os procedimentos médicos foram particulares."Tem que fazer assim mesmo, tomando emprestado a um e a outro", afirma. Continua na pág. 8. EDNILTO NEVES

Betinho Rosado Segundo comenta o assunto

secretário diz que existe um projeto para aquisição de um dessalinizador para o local, mas isso só deve acontecer no próximo ano.

De acordo com Betinho Rosado Segundo, os moradores do Assentamento Olga Benário recebem 20 litros

Agricultor José Borges fala sobre a situação na lavoura


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Especial ALCIVAN COSTA

População da zona urbana também sente efeitos da falta de chuvas A escassez de água não se limita ao homem do campo, os efeitos da seca penalizam também os moradores da área urbana.Prova disso é o abastecimento de carros-pipas de quatro empresas diferentes no Poço Riachinho, uma das estruturas particulares existentes na zona rural de Mossoró.Diariamente, são abastecidos veículos que possuem tanques com capacidade para armazenar entre 7 mil e 30 mil litros de água, como informa a esposa do gerente do poço, Luzineide Martins Costa Firmino. Cada metro cúbico de água custa R$ 3,00. Para se ter noção, um carro com capacidade para 7 mil litros paga R$ 21,00 para abastecer sua pipa. O poço que atende essas empresas possui mil metros de profundidade e uma vazão de 40 mil litros de água por hora,como informa o gerente do local,Francisco Firmino. Além de um reservatório que armazena a água destinada a comunidade Riachinho, o local conta com mais dois espaços destinados ao armazenamento de água.

O motorista de carros-pipas de uma das empresas que abastece no Poço Riachinho, Edi Queiroz, diz chega a fazer quatro ou cinco viagens por dia a esse ou outro poço para encher o carro-pipa com capacidade para armazenar 14 mil metros cúbicos de água. Na maioria das vezes, o volume é comercializado para condomínios e empresas localizadas na zona urbana de Mossoró e é vendido pelo preço médio de R$ 150,00. Em quatro anos dirigindo um carro-pipa,ele observa que,este ano,a necessidade dos consumidores supera a dos outros três anos. ALCIVAN COSTA

Edi Queiroz comenta que maior parte da água é destinada a condomínios e empresas

Carro-pipa enche seu reservatório em poço particular

Experiências alimentam crenças dos sertanejos EDNILTO NEVES

Sob o sol escaldante de um céu limpo sem indícios de chuva e movido pela esperança, o agricultor José Borges, do Assentamento São João, prepara o seu roçado a espera de chuvas. "Estou roçando esse mato e vou queimar para plantar quando chover",diz ele. É que, apesar do sofrimento, o sertanejo é conhecido por sua capacidade de acreditar e, se o pasto é seco pela falta de água,o verde da esperança é alimentado por experiências que fazem o homem do campo sonhar com um ano de boas chuvas. "Eu acredito que tem inverno no ano que vem.Se não chover, é a primeira vez que a experiência mente na minha existência",diz o agricultor Israel Trindade da Silva. Sua crença se baseia na observação da Catingueira, uma árvore,que como o próprio nome sugere, é comum na caatinga. "A Catingueira solta uma resina. No ano seco ela não solta de jeito nenhum", diz o agricultor, que garante já ter observado o fenômeno nos últimos meses. O proprietário rural Severino Duarte da Silva também é otimista quanto a possibilidade de chuvas no próximo ano. "Eu sou e na minha experiência vai ser um bom ano de inverno", anseia. No seu caso, a esperan-

Na esperança de chuvas, agricultor já limpa a terra para plantio

ça vem do céu. "A minha experiência é a estrela Dalva", diz. Segundo ele, dependendo da localização da estrela é possível crer na vinda de chuvas. Embora ele admita que atualmente o astro esteja em posição semelhante a que ocupava no ano passado nesse mesmo período,a fé é maior e ele crê que dentro de 60 dias ela terá mudado de local e anunciará as águas que produzirão o sustento dos rebanhos. "A minha experiên-

cia é essa, vai chover muito no próximo ano",diz ele,que usa ainda outros parâmetros. "Até a rolinha é uma boa experiência e ela já está pondo", garante. Já o morador Valdecir Gomes ainda espera o anúncio de outros elementos da natureza."Eu estou encabulado com o maribondo Caboclo, que ainda não apareceu", comenta. Se os maribondos não aparecem, as abelhas são as pro-

tagonistas da experiência de José Borges. "A gente tem umasabelhasqueficamchegando nas matas, as aroeiras que ficamcarregadas",menciona. Para ele, as produtoras de mel são um bom sinal. "Elas estão achando que vai chover", afirma. Mas é com confiança na vontade de Deus que ele espera o próximo ano. "Eu já estou até ajeitando o roçado para plantar", finaliza o agricultor.


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Polícia Reivindicação de Praças é apoiada na Assembleia Legislativa ACS/PM

A

Lei de Promoção de Praças foi o assunto de abertura da sessão ordinária com o pronunciamento do deputado Gilson Moura (PROS), em apelo ao Governo do Estado para que envie o projeto para apreciação dos parlamentares. Os militares acompanharam a discussão das galerias da Casa, dentro da programação do movimento "Segurança com segurança", que cobra a aprovação da lei e melhores condições de trabalho. A lei estabelece os critérios e as condições que asseguram às praças da Polícia Militar (PM-RN) e do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-RN) do Estado do Rio Grande do Norte o acesso e evolução na hierarquia policial e bombeiro militar, mediante promoção de forma seletiva, gradual e sucessiva. O planejamento deverá assegurar um fluxo de carreira regular e equilibrado. Segundo a associação da categoria,o projeto chegou ao Governo do Estado no mês de fevereiro de 2013.O processo foi remetido da Subsecretaria de Recursos Humanos (SRH) para o Gabinete do secretário de Administração. "Não é uma luta isolada dos soldados,cabos,sargentos e tenentes. Essa luta é uma luta do Rio Grande do Nor-

Comerciante ferido à bala em Antônio Martins morre no Tarcísio Maia

57 milhões no Orçamento Geral do Estado para o sistema de segurança pública. Os recursos são destinados à Polícia Militar, Itep, Polícia Civil e Sistema Carcerário. Representantes da Associação de Praças de Mossoró (APRAM), que tem à frente o soldado Tony Nascimento estiveram na manhã de quinta-feira, 12, na sede da 2ª CIA de Polícia Militar de Apodi-RN, onde foram repassados pontos da mobilização que vem acontecendo em todo o Estado. Um dos pontos ressaltado foi a campanha "Segurança com Segurança". Em Apodi, os policiais militares também aderiram à mobilização.

SEGURANÇA COM SEGURANÇA A operação que consiste na mudança de atitude dos policiais militares que passam a não utilizar viaturas e equipamentos que representem qualquer tipo de insegurança para os policiais. Dentro da campanha, o efetivo policial se nega a assumir viaturas em desacordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e sem os equipamentos de proteção individual que devem ser empregados no policiamento a pé. "Chega de maquiar aquilo que está errado. A população precisa saber do real tratamento dispensado pelo governo à segurança pública dos cidadãos", desabafou um PM. O presidente da Apram, Tony Nascimento.

Acidente mata uma pessoa na BR-304 Na noite de sexta-feira, 13, por volta das 20h30, aconteceu um acidente na BR-304, próximo ao Posto Florestal, em Assu. As informações dão conta de que um veículo que era conduzido pelo PM da 1º CIA de Macaíba, por nome de Kelvin, bateu de frente com uma carreta. O PM seguia Natal/Mossoró e, ao chegar ao trecho, aconteceu o acidente.No veículo viajavam três pessoas, o PM que sofreu apenas alguns arranhões e duas jovens,uma por nome de Fabiana,que te-

ve um corte na cabeça e foi socorrida para o hospital de Assu e a outra por nome de Simara, que morreu no local e ficou dentro do veículo. O veículo do PM na colisão capotou e desceu a pista de rolamento, já a carreta ficou um pouco atravessada em cima da pista de rolamento. ACIDENTE Já em Mossoró, no dia 13, grande número de ocorrências de acidente de trânsito, segundo registrou o blog Passando na Hora.

Fagner Azevedo de Medeiros, de 35 anos de idade, foi alvejado com vários disparos de arma de fogo dentro de uma lanchonete de sua propriedade e morreu ao dar entrada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, para onde foi socorrido. Informações repassadas ao referido blog dão conta de que a vítima era filho de uma funcionária do Tarcísio Maia, e já tinha passagem por delegacias e estava morando na cidade de Antônio Martins há pouco tempo.

Operação policial em Patu prende pai e filho

Movimento dos militares e bombeiros prossegue no Estado

te. Quando a gente verifica a situação dos Praças nos outros Estados a gente chega a conclusão que precisa dar a essa categoria a oportunidade de ser conhecida e reconhecida com uma carreira. Isso não é o problema de um governo, mas de um Estado todo. Essa lei vem trazer justiça", declarou. Os Praças representam mais de 70% de toda corporação da Polícia Militar com quase oito mil profissionais. O pronunciamento do deputado Gilson Moura recebeu o aparte da maioria dos deputados que se manifestou favorável à reivindicação da categoria. A Assembleia Legislativa apresentou emenda coletiva no valor de R$

Umcrimedehomicídiofoi registrado no início da noite de sexta-feira,13,na cidade de Antônio Martins,no Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com informações repassadas ao blog policial O Câmera, a motivação pode ter sido tentativa de assalto. Segundo informações de populares,o comerciante estava sentado no estabelecimento, quando dois indivíduos anunciaram o assalto e atiraram nele. O comerciante Edno

Uma das mais graves aconteceu por volta das 19h30, envolvendo duas motocicletas na Avenida Presidente Dutra, no retorno próximo ao Hotel Normadie, no Alto de São Manoel. De acordo com informações colhidas no local do acidente, o condutor da moto de cor laranja de placa MYC 1564, seguia no sentido Alto de São Manoel/Centro colidiu com a moto YBR de cor vermelha placa NNS 4603, Mossoró, quando o condutor Deusimar Rodrigues de Almeida, 42 anos,

que sofreu fratura no ombro, tentou fazer o retorno. Segundo testemunhas,ele exalava forte odor etílico. O condutor da moto laranja teve fratura exposta, chegando a ficar pedaços de ossos da sua perna espalhados no asfalto. Duas ambulâncias do Samu estiveram no local do acidente e conduziram os feridos para o Hospital Tarcísio Maia. Até o fechamento da edição, não se sabia o quadro clínico, exato, do condutor que teve a perna atingida.

Uma operação policial realizada na quarta-feira passada, 11, no município de Patu, na região do Médio-Oeste potiguar, resultou na prisão de pai e filho, além de apreender armas e munições que poderão elucidar autoria de crimes realizados na cidade. Erison Raiê de Lima Bezerra, 22 anos, foi detido em companhia do seu pai, Francisco Bezerra Neto, os dois armados de revólveres, por uma equipe da Polícia Civil local. Segundo informações repassadas pelo delegado Sandro Régis,pai e filho,que residem na zona rural de Patu, se encontravam em uma oficina mecânica, quando foram abordados pelos agentes. Na ocasião, os dois suspeitos estavam armados de revólveres, quando foram abordados e não reagiram à prisão. "Nós havíamos recebido várias denúncias anônimas que os dois presos estariam envolvidos em crimes realizados aqui na cidade. Com a detenção

de pai e filho.Pedimos à Justiça a prisão preventiva temporária dos dois, para que possamos investigar e periciar as armas e compararmos com as usadas em homicídios na cidade", explicou o delegado Sandro Reges, salientando que, além dos dois revólveres apreendidos com a dupla, foram encontrados também, na casa dos acusados, um colete da polícia, uma espingarda e mais de 100 munições intactas, dos mais variados calibres. "Vamos solicitar ao Instituto Técnicocientífico de Polícia (ITEP) exames de balística nas armas, para podermos comparar com as que foram usadas em crimes recentes em Patu", explicou. Ainda de acordo com o delegado Sandro Régis, por a dupla ser suspeita de pistolagem, não foi arbitrada fiança. Assim, pai e filho se encontram detidos no Centro de Detenção Provisória (CDP) local, aguardando pronunciamento da Justiça. CEDIDA

Tentativa de homicídio no Boa Vista Uma tentativa de homicídio foi registrada na tarde de sexta-feira, 13, no bairro Boa Vista, em Mossoró, de acordo com informações do blog policial O Câmera. Apolíciateminformações de que a vitima já respondeu por um crime de homicídio e a motivação para o atentado pode estar relacionada com crime de vingança. Kariele Carpegiani de Oliveira, 34 anos de idade,

OCÂMERA

Kariele Carpegiani foi alvejado por tiro de arma caseira

morador da Rua Delfino Freire, Boa Vista, foi alvejado no abdômen por um disparo de espingarda de fabricação caseira. De acordo com informações, o mesmo estava na calçada de sua residência quando dois indivíduos chegaram, efetuaram o disparo e fugiram. Kariele foi socorrido por uma equipe do Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia.

Material apreendido será investigado


12 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Mossoró Impressionando Carlos Augusto impressionandonagazeta@gmail.com

Jamais se desespere em meio as sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda. Provérbio Chinês

IMPRESSIONA

A GENTE VÊ POR AQUI!

4 MANEIRAS DE PRATICAR INGLÊS DURANTE AS FÉRIAS Para os estudantes de inglês, nada melhor do que aproveitar as férias, se divertir bastante e colocar seu inglês em prática. Se você e sua família planejam uma viagem internacional, ficar em dia com o idioma é uma tarefa nada difícil. Entretanto, caso você passe muito tempo com seus irmãos ou pais, pode ser que seja um pouquinho mais complicado. Mesmo assim, não se preocupe: com quatro dicas simples você pode dar aquele up no inglês e aproveitar sua viagem ao máximo. Dica 1: participar de um meeting internacional Se você vai visitar cidades como Nova Iorque,Londres, Berlim ou qualquer outra metrópole, a dica é aproveitar os encontros organizados pelo Couchsurfing com mochileiros do mundo todo, além de dar uma olhadinha no Meetup e no Internations, nos quais você pode conhecer pessoas do mundo todo. Dica 2: se hospedar com o Couchsurfing Ao invés de se hospedar em um hotel,você pode ficar na casa de um morador da cidade, conhecer mais sobre ela e ainda praticar seu inglês. Para se cadastrar basta procurar informações na Cia. do Intercâmbio. Acesse: ciadointercambio.com.br. Dica 3: baixar podcasts e ouvir na praia Se você planeja passar as férias na praia,a dica é baixar podcasts, notícias, músicas, séries e ouvir o diálogo com muito sossego. Para baixar: NPR (comentários, notícias e eventos); Culip’s ESL Podcasts e Business English Pod (para aumentar o vocabulário em inglês). Dica 4: ler um livro A dica é simples: nas livrarias da sua cidade, há seções com títulos publicados em seus idiomas originais. Selecione um livro novo ou uma história que você já conhece, em inglês e comece sua leitura! E lembre-se, nunca é tarde para você aprender uma língua e se tornar um cidadão interplanetário. O mundo se comunica em inglês e para você aproveitar ainda mais a sua viagem internacional, nada melhor do que falar inglês com fluência. O CCAA está com matrículas abertas para o primeiro semestres de 2014.

O QUE É BACANA... Por que é tão bom assistir ao Programa do Jô? Na minha modesta opinião, Jô não é, realmente, o melhor entrevistador,ainda prefiro de longe Marília Gabriela, mas não se pode negar o seu talento e espontaneidade ao deixar o convidado à vontade e conduzir conversas quase sempre agradáveis e divertidas.Sentado atrás de uma bancada, Jô recebe todo o tipo de convidado para conversas breves, informais e, normalmente, muito bem humoradas. Quem assiste ao programa,sabe que deve esperar um diálogo simples, sem reflexões sobre infâncias ou grandes explanações sobre atividades profissionais. Jô nem ao menos faz questão de manter uma sequência lógica em seu roteiro de perguntas: segue pedindo histórias, uma atrás da outra, sem preocupação em fazer uma conexão entre elas. Com tiradas geniais e uma incrível capacidade de interação com a plateia, sua equipe e o Sexteto, Jô consegue acertar o papo com quem quer que seja. E é por isso que se ouvem gritos de tristeza ao final de cada entrevista. Tristeza maior será o dia em que o programa sair do ar. Enquanto conseguir nos fazer rir, o impecável apresentador continua fazendo sucesso. Não vá para a cama sem ele! O QUE ENCHE O SACO... Horário do “Programa do Jô” Deve ser o primeiro programa da história da TV em que o telespectador precisa colocar o despertador para tocar, caso quiser assistir. O programa, que já chamou 11 e Meia, hoje entra no ar por volta de uma e meia da madrugada. Só sendo muito insone para resistir. Um dos melhores programas da Globo jogado às traças na madrugada. Deve estar sobrando dinheiro ou batendo desespero no horário nobre, para espichar a grade de programação e empurrar o Jornal da Globo e o Programa do Jô para tão tarde. Ninguém merece...

AÇÃO SOCIAL AMOR À VIDA ABORDARÁ AIDS Sem ter mais o que fazer para enrolar sua novela até fevereiro, o autor Walcyr Carrasco continua tirando histórias do nada para alimentar essa barriga chamada “Amor à Vida”. Para quem ainda não sabe, a expressão “Barriga” é usada nas novelas para aqueles momentos em que nada de importante acontece, as coisas apenas vão indo sem qualquer relevância. A barriga costuma ocorrer quando a emissora pede ao autor que a trama seja esticada, aí o pobre coitado precisa inventar algo para preencher aquele meio que ficou vazio. No caso de “Amor à Vida” a novela está tendo dois meses de barriga, afinal a sua sucessora, “Em Família”, de Manoel Carlos, foi adiada para fevereiro de 2014. Mas Walcyr Carrasco, especialista em barrigas, então já preparou algumas histórias tiradas da manga para manter sua novela no ar. Dentre elas a cegueira sem pé e sem cabeça do banana do César (Antônio Fagundes) com cenas totalmente surreais, longas e chatas, a fixação da alucinada da Valdirene em participar do que ela chama de “Big Bodes Brasil”, uma alusão ao BBB, e a presença de uma personagem com aids no elenco da trama, algo coerente em se tratando de uma novela sobre um hospital. O autor já meio que revelou quem é a personagem soropositivo, a personagem será a enfermeira Inaiá (Raquel Villarmas). Além da aids, ele continuará explorando outros temas como o alcoolismo, com a dona do bar que arrocha uma cachacinha sempre que pode, e o TOC.

Estirão SE FOR MENOR, NÃO BEBA A Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil) está preparando uma série de propostas para que a proibição de se vender bebidas a menores de idade seja cumprida de forma mais rigorosa. Uma delas diz respeito aos grandes shows de música e a sugestão é simples: seria colocada uma pulseira no braço do menor assim que ele entrar no local do espetáculo. Desta forma, os vendedores não teriam desculpa para identificar quem pode e quem não pode beber. Beleza. Uma sugestão: mas é bom que seja uma pulseira difícil de o menor arrebentar. UM FENÔMENO CHAMADO FÉLIX Recentemente de passagem pelo Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, pude comprovar in loco o sucesso do ator Matheus Solano, que faz o Félix na novela Amor à Vida. O cara causou um tumulto tão grande lá que foi obrigado a intervenção dos seguranças do aeroporto para que ele pudesse embarcar em paz. Histeria coletiva. E é porque o cabra (Félix) é ruim de doer na novela, num vale um cibazó. Agora vá entender a humanidade. Chama Sigmund Freud... CONSELHO... E DE GRAÇA! Sim,senhores metidos a famosos,a fama não dura para sempre.Seria bom que algumas pessoas lembrassem disso porque na verdadeira constelação só uma em cada 100 estrelas de hoje serão lembradas dentro de alguns anos. Seja porque constituíram família, seja porque saiu de evidência, ou seja porque levaram mesmo é um pé na bunda do emprego. A lembrança de que nem sempre a fama e o glamour que ela traz serão duradouros pode fortalecer o caráter, a humildade e estimular o interesse em poupar quando chegar a curta hora das vacas gordas. Ou seja, fazer como as formigas e não como as cigarras. Isso vale para os sem noção que sobem na vida de sapato alto e sofrem da síndrome do deslumbramento. SUA SAÚDE, SEU MELHOR PATRIMÔNIO Uns apelam logo para a cirurgia bariátrica. Outros procuram colocar o tal do balão, outros continuam no jogo do éstica e puxa, o efeito sanfona, tipo dois meses em dieta, três sem. Pelo sim pelo não, os que estão cima do peso ideal (e não são poucos) antes de tomar qualquer decisão no sentido de perder peso procure o médico. Só ele poderá direcionar o melhor tratamento para você. E não espere o Samu bater a sua porta, antes procure ajuda. Assim você estará zelando pelo seu maior patrimônio: sua vida. EVENTO SUBINDO NO TELHADO Está difícil de sair do papel o projeto levado pela Fifa à Prefeitura do Rio de Janeiro para trazer o U2 e Paul McCartney para cantar em uma festa de abertura da Copa na cidade (show de abertura). Custaria 20 milhões de reais, com 80% bancados por patrocinadores. O problema está em encontrar empresas interessadas apenas o Mc Donald’s demonstrou interesse até o momento. Alguém se interessa? NERVOSISMO Assisti semana passada na TV que a delegação italiana que foi à Costa do Sauípe assistir ao sorteio dos grupos da Copa por pouco não perdeu o avião de volta. Eles ficaram presos num engarrafamento de quase duas horas até chegar ao Aeroporto de Salvador, sem que houvesse ninguém para ajudar a abrir caminho. Enquanto isso, Joseph Blatter, presidente da Fifa, andava escoltado por 30 batedores de moto. MAIS DO MESMO... O jornal francês Le Monde estampou sábado passado matéria com o título: "No Brasil, sinais de inquietude se multiplicam antes da Copa do Mundo". Diz lá que, a seis meses da Copa, além das obras em atraso e dos movimentos sociais,o transporte e a segurança são temas que semeiam inquietude, passíveis de perturbar o Mundial. E a ação de vândalos no jogo do Vasco contra o Atlético Paranaense reforçou, ainda mais, as preocupações do mundo em relação à realização da Copa aqui no Brasil.


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Cidades

UFERSA

Estudantes realizam projeto em assentamentos

Editora: Kalidja Sibéria cidades@gazetadooeste.com.br

CARAÚBAS 4

MP ajusta ações para amenizar falta d’água

5

Projeto elabora ideia pioneira em turismo WALLACY MEDEIROS

Objetivo é traçar diretrizes para o desenvolvimento da atividade no município de Currais Novos ortear as políticas públicas para o turismo de Currais Novos. É esse o objetivo de um projeto do Centro de Ensino Superior do Seridó (CERES) de Currais Novos,unidade acadêmica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) no interior.A ideia é traçar diretrizes para o desenvolvimento da atividade no município, ao inventariar os atrativos e serviços turísticos do local, identificar seus pontos fortes e fracos e ainda diagnosticar as ameaças e as oportunidades, que se apresentam para o turismo na região. Intitulada "Elaboração do Plano de Desenvolvimento Turístico do Município de Currais Novos 2014 a 2020", a iniciativa é uma ação acadêmica associada, modalidade que agrupa, de uma só vez, atividades de ensino, pesquisa e extensão. Além de professores e alunos de Turis-

N

Projeto pretende nortear as políticas públicas para o turismo de Currais Novos

mo do Ceres Currais Novos, a proposta reúne pesquisadores dos campi de Caicó e de Natal, assim como colaboradores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Segundo Marcelo Taveira, professor do Departamento de Ciências Sociais e Humanas do Ceres e coordenador do projeto, nenhuma outra cidade do Estado possui um plano como o que está sendo proposto. De acordo com o docente, a condução de um estudo do gênero requer quadros técnicos que os municípios normalmente não possuem. "Eles não contam com capital humano para realizar o trabalho, por isso precisam contratar consultorias. Mas nem todos têm recursos para isso", comenta. Em novembro, os dados

apurados e as primeiras análises foram discutidos com gestores públicos e empresários do turismo da região, em reunião na Câmara de Dirigentes Lojistas de Currais Novos. Quando finalizada, a ação produzirá um documento no qual estarão definidas as estratégias, para o desenvolvimento da atividade turística na cidade. O resultado será entregue à Prefeitura Municipal, em evento previsto para o primeiro semestre de 2014. ESTUDANTES A elaboração do Plano conta com a participação de alunos do Bacharelado em Turismo do Ceres. Em abril deste ano, os estudantes foram selecionados e, a partir de setembro, passaram por oficinas em áreas como novas tecnologias, metodolo-

Pau dos Ferros recebe três médicos estrangeiros que vão atuar nas UBSs

gias de pesquisa, cartografia e mapeamento turístico. Wilker Nóbrega, professor do Departamento de Turismo no campus Natal,participou da capacitação dos discentes no interior em setembro, quando ministrou oficinas sobre métodos de coleta de dados e análise das informações levantadas. Wilker explica que a ideia é não apenas preparar os estudantes para o trabalho no projeto, mas também fornecer-lhes conhecimentos que possam ser utilizados em outras situações profissionais. "Além de rever conteúdos, as atividades são uma oportunidade prática para discutir os assuntos pontualmente. Queremos que os alunos possam pensar de forma mais crítica frente aos cenários", afirma o docente.

"O objetivo é que eles consigam discernir pontos, que aparentemente são homogêneos, mas que possibilitem compreensões diferenciadas. Essa é uma habilidade fundamental para atuar no mercado", aponta Wilker. Iago Sales, bolsista do projeto, concorda com o professor. "Quando começamos as atividades, não tínhamos a visão que temos hoje, nem percebíamos a importância da iniciativa.A experiência tem sido importantíssima para nossa vida acadêmica e deve,inclusive, facilitar a condução de outros trabalhos". Estudante do Ceres, Iago conta que os alunos participantes foram responsáveis pela atualização do inventário turístico da cidade - cujo último levantamento havia sido feito em 2009 -, realizaram coleta de dados com moradores,visitantes e empresários através de 600 formulários aplicados, e construirão uma proposta de plano de marketing e um mapa turístico do município na última etapa da ação. "Como o projeto é pioneiro, ele deve despertar em outros municípios da região o interesse em ter um plano semelhante", avalia o bolsista. GEOPARQUE Entre as diretrizes que serão apontadas pelo estudo

Tibau e Mossoró firmam parceria para Réveillon e Carnaval CEDIDA

Na semana passada, chegaram a Pau dos Ferros três médicos que vão atuar nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município e que fazem parte do Programa Mais Médicos, do Governo Federal. O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê, entre outros investimentos, levar mais médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais. Para o início efetivo da suas atuações em Pau dos Ferros,os dois homens e uma mulher que foram indicados para a cidade passaram, ao longo de toda esta semana, por um processo de adaptação e de reconhecimento da área em que vão atuar. Na terça-feira,10,os médicos, ao lado da secretária Municipal de Saúde, Tereza Mesquita,além de outros profissionais,estiveram reunidos para iniciar este processo de reconhecimento. "Este é um trabalho que teve início com esta reunião e nos próximos dias segue com visitas as UBS, contato com os profissionais e, tam-

Médicos passaram por um processo de adaptação e de reconhecimento da área em que vão atuar

bém, com a população da área",esclareceu a secretária. Para o prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato, este é um programa que vem para enfrentar uma das grandes dificuldades encontradas dentro da saúde dos municípios,que é a contratação de médicos para atuarem nas UBS. "Há dois meses estávamos em busca de profissionais para atuarem, por exemplo, no Centro de Saúde Dr. Pedro Diógenes Júnior, porém, não havia resultados. Não havia profissionais disponíveis para atuar em Pau dos Ferros",afir-

está também, o aperfeiçoamento da utilização do patrimônio geológico da região do Seridó - onde está localizada Currais Novos. Marcos Nascimento, professor do Departamento de Geologia e colaborador da iniciativa,explica que há locais de interesse dos visitantes em que as rochas e o relevo são "o carro-chefe" entre os atrativos. "Por que a Serra de Santana tem aquele topo retilíneo, enquanto em Currais Novos e Acari elas têm o topo pontiagudo?", indaga o docente para citar uma questão recorrente entre turistas. "Porque a rocha e a história de formação daquelas paisagens são diferentes", responde. "As pessoas que vêm conhecer o lugar não querem apenas deslumbrar, mas saber por que o espaço é daquele jeito. Eles estão cada vez mais interessados nesses detalhes". "Um geoparque é uma área onde existe uma nova forma de gestão territorial, que passa pela associação de temas como a biodiversidade,a história,a cultura e,também,a geodiversidade - os aspectos geológicos daquele lugar", define Marcos. "Esse modelo interage com a comunidade do espaço territorial, de maneira que ela tire proveito financeiro daquilo que o espaço apresenta",diz.

mou Fabrício. "Então, questões ideológicas à parte, o importante é estarmos vendo uma grande dificuldade que existia ser resolvida agora.A população vai ter, em sua Unidade de Saúde, a disponibilidade de profissionais para o atendimento das suas necessidades.Isto sim é realmente importante, pois resulta em mais qualidade de vida e respostas rápidas as suas necessidades", finalizou o prefeito. Os médicos vão atuar nos seguintes bairros: São Geraldo,São Bendito e Riacho do Meio.

As prefeituras de Mossoró e Tibau assinaram um convênio para apoio ao atendimento médico de urgência aos usuários do SUS no município de Tibau. O convênio, assinado no Palácio da Resistência, em Mossoró, estabelece parceria através do atendimento do Serviço Móvel de Urgência (SAMU), de 31 de dezembro de 2013 a 31 de janeiro de 2014 e de 28 de fevereiro a 5 de março de 2014. Cabe ao município de Mossoró executar o atendimento do Samu nos finais de semana na cidade vizinha, fazer manutenção da ambulância e se responsabilizar pelos encargos trabalhistas da equipe especializada. A gestão municipal de Tibau providenciará sala de estabilização com presença de médico e alojamento para repouso e alimentação da equipe. O prefeito de Tibau, Josinaldo Marcos,conhecido por Naldinho, destacou a relevância da parceria. "Francisco José Júnior nos visitou no domingo e hoje celebramos este importante convênio para nossa cidade, que vai garantir aten-

CEDIDA

Parceria foi assinada entre o prefeito interino de Mossoró, Francisco José Júnior, e o de Tibau, Josinaldo

dimento ágil durante o veraneio e Carnaval", disse. O prefeito interino explicou que a parceria não trará nenhum prejuízo para Mossoró, tendo em vista que ainda neste mês o município receberá mais duas ambulâncias, totalizando sete, e uma destas será deslocada para esse atendimento especial na cidade vizinha. "Sabemos da intensa movimentação em Tibau

no veraneio, promovida em sua maior parte pelos mossoroenses que passam o período naquela cidade. Esse é um ato simples, mas que terá grande reflexo no atendimento aos moradores e turistas em Tibau", concluiu Francisco José Júnior. A secretária da Saúde, Jaqueline Amaral, e os vereadores Alex Moacir e Manoel Bezerra participaram da solenidade de assinatura do convênio.


2 Gazeta do Oeste

Alto-Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Sociais FOTOS: WWW.SORAYAVIEIRA.COM.BR

A prima Benigna Cris e sua tia Fátima Morais

Soraya Vieira sorayavieira@altoestenet.com.br Sua madrinha Rita Maria presenteando aniversariante com uma linda joia

A VIDA CONTA... ORAÇÃO POR HUMILDADE Senhor Jesus! Quando eu voltar a Terra E estiver de memória parcial, Qual o doente sob anestesia Para sofrer bendita cirurgia Que me livre do mal, Não me deixes, a sós, em meu passo imaturo...

15 anos de Samily Lima, ocorrido sábado passado, 30/11, em Cris Buffet. Aqui com seus pais Maria Socorro Morais e José Lima

A fim de construir O meu próprio futuro Não permitas, Senhor, que eu siga, às tontas, Como quem sabe dirigir as próprias contas. Embora reconheça a lei de liberdade Se posso procurar o que te contraria, Não me deixes fazer aquilo que me agrade. Apaga em mim a vocação do mando, E ensina-me, Senhor, a obedecer, Ajuda-me a encontrar, Onde estiver vivendo ou trabalhando, O prazer de servir Como simples dever.

Buquê de flores com o cheirinho de amor para Samily Lima

O coro de vivas dos amigos presentes

Seu aniversário foi cheio de surpresas para aniversariante. Aqui com os primos

O coro de parabéns das melhores amigas

Se eu te pedir felicidade, Nos erros e ilusões que outrora quis, Não me faças feliz. Se te requisitar destaque e brilho Para comportamento frio e ingrato, Não me tires ao chão do anonimato. Se eu te solicitar um corpo lindo Para voltar, na sombra, à estaca zero, Não me deixes viver na forma que mais quero, Se te implorar dedicações Para desorientar-me novamente, Deixa-me a solidão por mestra permanente. Caso anseie por vida emancipada Para menosprezar encargo e compromisso, Acorrenta-me os pés ao campo do serviço. Se te rogar facilidades Fora das bênçãos com que me renovas, Guarda-me, sem cessar, no cárcere das provas. Maria Dolores - Chico Xavier.

E claro que este foi um presente especial, o sobrinho Lucas Gabriel

ECOS DA SEMANA • No pulmão do cantor Reginaldo Rossi foi detectada uma área com tumoração. Os fãs do cantor lamentaram. • O Arena das Dunas irá precisar de mais investimentos para terminar em tempo para a Copa. • O vai e vem dos processos eleitorais só tem um prejudicado nesta coisa toda: a população e compromisso com ela vai a estaca zero, porque : 2 + 2 = 4 e 2x2= 4 também. • Hoje o coro de vivas vai para Santa Luzia e todos os devotos.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Natal Rodrigo Loureiro rodrigo_sloureiro@hotmail.com twitter: @loureirorn site: www.rodrigoloureiro.com.br

Sociais UMA NOITE DE NATAL O coleguinha Toinho Silveira realizou na terça-feira, 10, o evento "Uma Noite de Natal" no Neuma Leão Buffet. Oportunidade em que reuniu as mulheres da sociedade em confraternização natalina. Noite super produzida com decoração de Pedrinho, maravilhoso buffet da própria casa, bolo de Denise Melo, chocolates de Kyara, cerimonial assinado pela JB Cerimonial e produção sob nossa batuta. Claro que temos fotos nas lentes do Studio 473. FOTOS: STUDIO 473

Com o conde Toinho Silveira em sua Noite de Natal

Marizinha Gurgel em pose com Maninha Dias, queridas e muito

Vilaine e Vileide Gadelha em pose com a nossa Sandra Elali

Cleuze Fiúza com a amiga Dionete Nóbrega prestigiando Toinho

Guilherme Luz é recheio para Neuma Leão e Fafá Medeiros

Carlos Marques com sua Mirian de Sousa em pose

Danuza D´Salles de Mamãe Noel, na foto com Joãozinho Batista

A coleguinha Simone Silva também foi abraçar Toinho Silveira

De Goianinha, Ana Maria Barbalho e Flávia Lisboa

Clésia Cardoso e Rose Soares em pose para o clique

Ana Nobre com Cleide Braga no Natal Feliz de Toinho Silveira

Luciana Oliveira brindando com Guilherme Luz no evento. Viva!


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Sociais Gente de Umarizal

Viva sua vida de acordo com as luzes que lhe chegam do alto.

CESIMAR OLIVEIRA cesimardeoliveira@yahoo.com.br cesimaroliveira@bol.com.br gentedeumarizal.blogspot.com

Empresária Sânzia Fernandes e Jean Carlos Fernandes

RICARDO PEREIRA

Lojista Geine Cellis Soares (leia-se Geine Modas) diz sim ao nosso convite e será uma das madrinhas da IV Noite do Guerreiro, festa em prol das obras finais da Capela de Santo Expedito, no bairro Novo Horizonte, em Umarizal. Obrigado!

CEDIDA

CEDIDA

CEDIDA

Empresária Sânzia Fernandes ciceroneando o contador Nilo Amâncio e a cerimonialista Isolina Melo no Encontro Natalino

A IV NOITE DO GUERREIRO Quero expressar a minha mais profunda gratidão a todos os amigos que já estão se manifestando das mais diversas formas em favor da IV Noite do Guerreiro, promoção anual deste colunista que será realizada no dia 22 de fevereiro de 2014, festejando meu aniversário natalício (15 de fevereiro), aniversário da coluna no jornal GAZETA DO OESTE e aniversário do Blog "Gente de Umarizal". Voltarei com mais detalhes.

No Encontro Natalino Carmen Steffens, a empresária Sânzia Fernandes "tietando" a umarizalense Danielle Cavallari RICARDO PEREIRA

RICARDO PEREIRA

Professora Maria de Fátima Medeiros, gestora da Escola Estadual de Tempo Integral Paulo Abílio, compondo o grupo de madrinhas da IV Noite do Guerreiro. Gratíssimo!

Casal lojista Eriverton Ferreira/ odontóloga Mienda Mirelly. Ela está confirmada como Madrinha da IV Noite do Guerreiro, ano vindouro. Merci!

‘Vivenciar e Construir Saberes’ realiza nova ação em comunidades rurais

TRT-RN homologa 228 acordos e paga R$ 2,6 milhões a servidores da Datanorte

EDUARDO MENDONÇA

ntegrantes do Programa "Vivenciar e Construir Saberes", atividade de extensão da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), estão promovendo neste final de semana mais uma ação nas comunidades rurais e assentamentos. Segundo o coordenador do Programa, professor Joaquim Pinheiro, desta vez os estudantes têm como missão apresentar, por meio de oficinas, um diagnóstico da realidade rural a partir da vivência dos universitários realizado no semestre passado. "Após um intenso processo de imersão no universo das realidades das comunidades e assentamentos rurais que integram o Programa "Vivenciar e Construir Saberes", os estudantes estão sendo desafiados a construir, de forma participativa, um Plano de Ação Estratégica para cada uma dessas localidades", explicou o professor Joaquim Pinheiro. A ação dos estudantes começou na sexta-feira passada, 13, e segue até hoje, 15, em quatro assentamentos, sendo dois em Apodi (Nova Descoberta e Sítio do

O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) encerrou, nesta semana, a pauta de audiências de conciliação prevista para esta semana entre a Datanorte e um grupo de credores, com a formalização de 122 acordos, no valor de R$ 920.019,27. Somente na quartafeira, a juíza Lisandra Cristina Lopes formalizou 38 acordos, no valor total de R$ 399.428,96. Na terçafeira, foram mais 44 acordos no valor de R$ 324.590,31 e na segunda foram homologados 40 acordos, no valor de R$ 196 mil.

I

Os credores que tinham audiência agendada para esta semana e não puderam comparecer, serão notificados posteriormente para comparecerem uma nova audiência, em data ainda a ser definida. Em duas semanas de audiências, representantes da Datanorte,dos servidores do Estado e a juíza Lisandra Cristina Lopes firmaram 228 acordos, que somaram a quantia de R$ 2.680.705,37. "Isso representa quase a totalidade dos recursos que estavam disponibilizados,que era de R$ 2,7 milhões", informou a juíza. CEDIDA

Alunos durante aula de campo do projeto Vivenciar e Construir Saberes

Góes) e dois na região do Mato Grande (Canto da Ilha de Cima - São Miguel do Gostoso e Bonsucesso - Pedra Grande). A outra etapa ficará para janeiro de 2014. Após a mobilização das famílias dos agricultores nas comunidades, os estudantes realizam Oficinas com dois momentos distintos. O primeiro, com a apresentação do que foi diagnosticado a partir das vi-

vências, referentes aos eixos do Programa, definido como o Enlace da Sustentabilidade: soberania alimentar, transição para uma agricultura de base ecológica e comercialização solidária. Já no segundo momento será proposta a construção do Plano de Ação Estratégica, a ser colocado em prática no próximo ano (2014) e que possam contribuir com o avan-

ço desses três eixos em cada um desses Assentamentos. "Todo esse processo, assim como seus resultados, serão sistematizados e registrado através da publicação de um livro intitulado Uma imersão no universo da agricultura familiar camponesa, a ser lançado no final do Programa em um Seminário na Ufersa", adiantou o professor Joaquim Pinheiro.

Acordos foram garantidos em audiências de conciliação


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Cidades Ministério Público ajusta ações para amenizar falta de d'água em Caraúbas

Cosern recomenda atenção aos consumidores que fazem decoração natalina CEDIDA

Promotoria de Justiça da Comarca de Caraúbas firmou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) para que sejam realizadas obras na rede de abastecimento do município. O sistema de abastecimento de água na localidade apresenta deficiência de distribuição, constantes vazamentos na adutora e frequente paralisação do serviço para que os reparos na tubulação sejam executados. Outro agravante é o fato de o reservatório não ter a capacidade para atender a todo o município. Pelo que foi firmado no TAC, a Caern terá que tomar uma série de providências, como a suspensão da cobrança da tarifa caso haja desabastecimento por 15 dias ininterruptos. Essa suspensão deverá ser aprovada pelo Conselho Administrativo da Companhia e só deverá ser retomada com a regularização do abastecimento. A Caern tem até o dia 1º de julho de 2014 para

A

TAC indica que sejam realizadas obras na rede de abastecimento de Caraúbas

abrir licitação do projeto que prevê a ampliação do sistema de abastecimento de água no município.Com base no projeto, que está sendo analisado pela Caixa Econômica Federal, deverão ser construídos dois reservatórios elevados, de 50 m³ cada, para os bairros altos e um reservatório apoiado (cisterna) de 400 m³ no mesmo local dos reservatórios elevados. Outra medi-

da a ser cumprida é a ampliação e a substituição de trechos de rede de distribuição que estão comprometidos. A empresa que ganhar a licitação tem o prazo de dois anos para concluir o projeto. Se ocorrer algum imprevisto que cause o atraso da obra, a Promotoria de Justiça deverá ser informada, para que os prazos sejam estendidos. Caso algum dos com-

promissos firmados não seja cumprido e não tenha sido justificado, a Caern poderá ser multada em R$ 10 mil - o montante será recolhido em favor do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor. Mesmo com a aplicação da multa, a Companhia permanece com a obrigação de assumir os compromissos firmados em TAC com o Ministério Público.

Com a aproximação das festas de Natal e ano-novo, muitos aproveitam o momento para ornamentar ambientes utilizando lâmpadas coloridas e objetos natalinos, enfatizando a simbologia alusiva ao período. Ao adquirir, manusear e instalar peças decorativas que utilizam energia elétrica é importante observar certos detalhes para evitar riscos de acidentes. Estar atento para a segurança ao escolher os objetos deve ser prioridade. Por isso, a Companhia de Energia Elétrica do Rio Grande do Norte (COSERN) recomenda alguns cuidados importantes que devem ser adotados pelos consumidores no dia a dia e, especialmente, nesta época do ano. Entre as recomendações da empresa indica o consumidor a revisar as instalações elétricas do imóvel antes de colocar os adereços e lembrar-se sempre de conferir se não há fios expostos ou ligações com defeitos; identificar a qualidade e a procedência dos piscas-piscas, dando prioridade aos piscas-piscas com lâmpada de LED, estes

consomem menos energia elétrica; A iluminação natalina deverá ser feita por pessoas habilitadas, observando as normas atinentes às instalações elétricas. A Cosern chama atenção ainda para as condições do material que será instalado, como a fiação, principalmente se foi adquirida em anos anteriores, já que pode ter sofrido desgaste do tempo e os fios (isolamentos) podem estar ressecados ou desencapados.

A iluminação natalina deverá ser feita por pessoas habilitadas, observando as normas atinentes às instalações elétricas


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Cidade Interativa Cartão-Postal

CEDIDA

CONCILIAÇÃO A Secretaria da Semana Nacional da Conciliação apresentou o balanço final dos trabalhos realizados de 2 a 6 de dezembro em todo o Estado. Em cinco dias, foram realizadas 2.615 audiências com 1.361 acordos, 52% de entendimentos firmados entre as partes envolvidas, sobretudo clientes e empresas prestadoras de serviços, entre elas financeiras, bancos, operadoras de telefonia. O volume de acordos firmados chegou a R$ 5,090 milhões. Resultado mais de 60% superior ao obtido em 2012,quando o montante de acordos chegou a R$ 3 milhões. ESPORTE A 6ª reunião do Fórum Estadual dos Secretários e Gestores do Esporte e do Lazer do RN aconteceu na sexta-feira, 13, na cidade de Martins, na região Oeste do Estado. A última reunião do Fórum ocorreu no auditório do Hotel Serrano, com as presenças de cerca de 150 gestores do Esporte nos municípios do Rio Grande do Norte. Na pauta, a apresentação e discussão do Calendário Integrado do Esporte no RN para o ano de 2014. Calendário que contempla eventos promovidos pela Secretaria do Esporte e do Lazer do RN e pelas secretárias municipais do Esporte.

Praça Santa Luzia com o Ginásio Poliesportivo Francisco Weldeni de Brito, em Carnaubais-RN

CÉLIO DUARTE

Aniversariante especial da semana é Georgina Pedroza, sempre bem acompanhada de seu amado esposo Narciso Souto Filho. Parabéns!

LEITURA Foi assinado o decreto governamental que oficializa o Plano Estadual do Livro e da Leitura do Rio Grande do Norte. Com o objetivo de democratizar o acesso à leitura e ao livro, o plano foi elaborado por técnicos da Secretaria de Estado da Educação, em parceria com as universidades,e contou com a participação da sociedade por meio de uma consulta pública.O documento tem como base quatro eixos temáticos:democratização do acesso, fomento a leitura, valorização da leitura e apoio a criação. "O plano servirá como um forte indicativo de mudança em relação à política de leitura no Estado.

CÉLIO DUARTE

Casal nota 10, José Rebouças e Luzia Rebouças, no jantar do casais da Igreja Batista Regular da Fé 2013

CÉLIO DUARTE

Empresário Jurian Júnior, da Objetiva, e sua esposa Bruna

CÉLIO DUARTE CÉLIO DUARTE

CÉLIO DUARTE

Isaías de Medeiros, prefeito de Acari

CÉLIO DUARTE

Jairo de Paula sempre bem acompanhado de sua digníssima esposa, conhecida por todos como Joinha CÉLIO DUARTE

Parabéns a Doralice Medeiros, do Hotel Jatobá, em Pau dos Ferros, que aniversariou no dia 12 de dezembro

Sempre de bem com a vida e um dos organizadores do jantar dos casais da IBRFE, Placimar Carlos e Janaína CÉLIO DUARTE

Parabéns desta segunda-feira é para o jornalista Mário Gerson, que comemora mais um ano de vida

Zé Júlio, prefeito de Antônio Martins


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Expressão

CENTENÁRIO DE CAMUS Editor: Mário Gerson mario.gerson@folha.com.br

Escritor foi um dos mais importantes do século XX

FRITZ TEIXEIRA

Prêmio literário com inscrições abertas

Artecerâmica 3

na

Jorge Dias percorre o País divulgando sua arte, feita não apenas em quadros, mas também em cerâmicas, há 26 anos

FOTOS: WILSON MORENO

MÁRIO GERSON Da Redação entado sobre um pequeno tamborete, concentrado em um trabalho que lhe acabara de render cinco encomendas, Jorge Dias do Caruaru, como é mais conhecido, retrata anônimos em peças de cerâmica, em papel ou outros materiais. O detalhe, a mão que escorrega sobre a superfície branca, o olhar sobre a fotografia, a transferência da imagem para outro lugar, cada momento do desenho é acompanhado pela cliente, que estava,até pouco tempo,fazendo compras de fim de ano numa loja do Centro. Ela trouxe fotografias de familiares e irá levar cinco belas imagens que ficarão na sala ou nos quartos, como peças únicas. "Desse meu garoto, já mandei fazer uma... esta é a segunda", fala, sorrindo, Andréa Carla, que diz ser uma grande admiradora do trabalho de Jorge Dias. "Da ou- Jorge Dias: 'A vida do artista não é fácil, mas vamos prosseguindo' tra vez, também fiz com ele...", comenta, enquanto olha, com um sorriso dife- enquanto olha a imagem de seu pequeno. outro da família pendeu para este lado da rente, a imagem do filho, que vai se deliSeparadas as peças,o artista repassa seu arte, não que a gente saiba", comenta, desneando na cerâmica branca. trabalho. A satisfação pode ser percebi- tacando que um de seus filhos continua o Ela fica em pé, olha o da,quando ele diz que,em seu ofício, aos 17 anos. "Ele está em Camovimento ao redor com Mossoró, encontra mui- ruaru e eu viajo pelo País", explica. certa displicência,pois sua Segundo ele, o costume de ter um quatas pessoas que admiram atenção está voltada para suas peças,seus trabalhos. dro em casa, retratando um parente ou a última fotografia, de um mesmo de si, continua vivo. Talvez seja, "Sinto-me muito feliz nesAs pessoas param, conjunto de cinco. Não se momento, estando segundo alguns, pela razão do ver-se, do quer sentar-se, apesar da aqui, porque sempre foi sentir-se eternizado pela pintura ou mesolham meu oferta do artista.Ele,de cauma cidade que me aco- mo pelo lápis de algum artista."As pessoas beça baixa, continua o delheu muitíssimo bem... gostam de se ver retratadas em algo", extrabalho e, no senho. Gasta 20 minutos, penso, quem sabe um dia, plica o artista, salientando que, por dia, em média, em cada peça, abrir uma pequena esco- chega a fazer de cinco a sete quadros."Mas outro dia, trazem dependendo do grau de dila de aprendizes nesse ofí- tenho capacidade de fazer dez fotografias ficuldade,mas a prática de cio... aqui, me sinto mui- ao dia. No entanto, é preciso muita calma fotografias para 26 anos desenhando pesto feliz, tenha certeza. As e concentração para o trabalho", diz. soas já o conduz a um esA um preço módico de 10 reais, por pessoas param, olham retratar nas tágio em que uma foto pomeu trabalho e, no outro exemplo, você pode ter uma foto reprode levar até menos. "Sendia,trazem fotografias pa- duzida, detalhe a detalhe, em uma peça do maior, gasto 30 minura retratar nas peças. de cerâmica. "Se a fotografia for maior, peças. Saem tos. Menores, de 15 a 20, Saem felizes e isso é o que se a pessoa quiser em uma peça de cerâdepende muito", diz, enimporta", destaca, en- mica maior, ela paga 20 reais. Se forem felizes e isso é o quanto continua concenquanto enverniza o últi- duas pessoas, 40. A gente vê isso com o trado na obra, e pede para cliente. Geralmente, as pessoas trazem a mo quadro. que importa”. sentarmos. "Se quiser ir foto. Não gostam de posar. E também perguntando...", orienta, pego a foto, faço o trabalho, entrego no O OFÍCIO QUE Jorge Dias com voz mansa e ainda mesmo dia ou no outro. Já levei algumas NASCEU POR SI concentrado nos detalhes Jorge começou a pro- trombas", fala, rindo, e olhando ao refinais do pequeno retrato em cerâmica."Fi- duzir seus primeiros trabalhos aos 13 anos. dor. "Mas é isso... mesmo que a pessoa cou lindo, seu filho!", alguém fala e An- Da família, somente ele tinha esse dom, não venha, não sinto muito porque aguardréa mantém o sorriso sincero nos lábios, segundo conta. "Meu pai diz que nenhum do por um tempo...", destaca.

S

‘Já vi algumas pessoas emocionadas com o trabalho’

Pessoas emocionadas... sim, muitas delas ficam admiradas com o trabalho e se emocionam com a reprodução de sua imagem. "Vejo isso quando entrego os trabalhos e o olhar de cada um sobre a peça pronta. Isso é gratificante!", explica. De acordo com ele, muitos retratos também o deixam encantado. "Eu fico pensando... será que eu fiz esse trabalho? Às vezes, entrego o serviço e fico olhando a obra... sei que ela vai embora. Nunca mais a verei. Tenho pinturas também em tela, trabalhos com grafite e outros materiais", frisa. Para a viagem a Mossoró, Jorge Dias trouxe a família. "Aluguei um lugar e trouxe a família... já viajei ao Pará e outros Estados, e quero conhecer a região Sul do País. Agora, vou alugar uma casa no lugar e passar dois ou um mês, pois sai mais em conta. Além disso, você pode trabalhar com mais intensidade", sa-

lienta, explicando que é preciso "se virar. Aqui, por exemplo, eu não paro. Passo o dia inteiro desenhando, produzindo, fazendo meu trabalho, expondo, inclusive, meu material para as pessoas que passam, apressadas, pela praça do Mercado Central", comenta, dizendo que é preciso força para seguir em frente, para continuar produzindo arte. "Apesar de ter outros trabalhos, preciso sobreviver com minha pintura rápida. Nunca expus em galerias... não tive tempo para isso. Sei que a arte é algo que nos consome e esse dom que Deus me deu é o meio pelo qual consigo ganhar a vida", finaliza, olhando para a imagem do menino que acabara de retratar...

6


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Expressão Colaborador

Questão de Prosa

O paraíso que virou purgatório...

Ruminâncias

Raimundo Antonio - Colaborador

Clauder Arcanjo - Professor

em um ditado que diz: tudo que é bom dura pouco. Pois bem. Como já havia colocado, trabalho, desde 2008,só com mulheres.Elas já fazem parte do meu universo profissional e embora eu não “queira”ouvir certas conversas, muitas vezes, isso se torna impossível, mesmo que eu faça ouvido de mercador. E foi ouvindo (claro, sem estar com o ouvido de mercador) uma dessas conversas que eu fiquei sabendo que três delas iam passar três dias em Natal, hospedadas no Imirá Plaza Hotel. Bem, quando isso acontece, o clima da sala se transforma.São compras pra tudo que é lado, agendamentos para banhos de lua, fazer cabelos, unhas e até depilação a laser. Teve até uma delas que contratou uma manicure de Fortaleza/CE para dar um destaque todo especial em suas unhas, deixando-as exclusivas para o momento. Uma outra começou uma dieta - em caráter de urgência urgentíssima -, já que o vestido vermelho que tinha mandado fazer, com exclusividade, na capital alencarina, está dois números menor do que o manequim que ela ora veste. Mas, sabe como é mulher, quando quer uma coisa,ela vai até o extremo para conseguir. Isso sem falar nos sapatos tipo scarpin, as bolsas Louis Vuitton,compradas em dez exorbitantes prestações, necessaires personalizadas - cada uma delas para um item: maquiagem, acessórios,perfumes,etc.,tudo dentro de malas Sestini. Tudo providenciado,hora de saída marcada, ouvi quando uma delas disse,expressamente, ao motorista da condução, que ligasse o ar duas horas antes a fim de que, no exato momento em que ela fosse entrar no car-

T

ro, o ambiente não estivesse a uma temperatura superior a 18 graus. Segundo me falou o motorista,durante a viagem,ele ouviu de tudo. Uma dizia: “Finalmente eu vou ter os meus três dias de princesa”; a outra dizia: “Espero que o evento esteja à altura da minha presença”; e a outra completava: “O paraíso me aguarda!”. Mas, gente, tudo tem um motivo:elas haviam recebido um e-mail da coordenadora do encontro que dizia: “Estejam lindas e chiques. Arrasem!”. E assim foi. Quando chegaram à capital e o motorista - que a essa altura já não conseguia nem conter o tremor do queixo de tanto frio que fazia dentro desse carro (imagine quase seis horas de ar ligado em 18 graus!) - parou o carro no hall do hotel, e uma delas, ao descer, olhou para ele, de nariz empinado e falou: “Dê licença. A partir de agora vou viver só de mordomias.Tchau! Te conheço?!”.A outra nem olhou para o humilde motorista, que a esta altura do campeonato só fazia abrir (quando uma descia) e fechar a porta do transporte, para o ar não esquentar - para quem ainda estava dentro do carro - com a temperatura ambiente. Quando a última desceu, o motorista “se recolheu à sua insignificância”e voltou para se hospedar na Casa do Professor. Infelizmente, ele não viu o caos que estava o hall do hotel. Eram mais de 580 príncipes e princesas que ficaram aglomerados, em filas,esperando a sua vez de fazerem o check-in. O barulho era ensurdecedor. Algumas “princesas” suavam, choravam e passavam mal e eram atendidas pelas próprias colegas,devido à demora para serem encaminhadas aos seus apartamentos.O pior é que, da totalidade de

príncipes e princesas relacionados,apenas 300 tinham reservas garantidas. As nossas princesas, quando viram tudo aquilo,olharam umas para as outras e perceberam que o paraíso não parecia ser ali. Mesmo assim,elas continuaram na fila, batizada, numa enquete,de “Fila de Geraldo Melo”, numa clara alusão aos tempos em que, para receber seus proventos, os funcionários públicos estaduais eram obrigados a entrar numa fila quilométrica e passarem mais de cinco horas para, finalmente, terem o prazer de botar as mãos no suado dinheirinho do mês. E o Paraíso,à medida que o tempo foi passando, foi virando purgatório e, já quase à meia-noite (e elas na fila), estava começando a querer virar inferno mesmo. Bem, só não virou a Casa do Capeta porque uma delas - nessa altura do campeonato,toda descabelada, morrendo de sede e fome - princesa não come xilitos -, doida para ir ao trono (só para se ter uma ideia, interditaram elevadores e banheiros), lembrou-se de um detalhe (que poderia ser a solução para o problema) e repassou para suas amigas: “gente, vamos embora para a Casa do Professor? Lembrem-se: toda princesa desencanta à meia-noite e vira Gata Borralheira!”. Segundo registraram, foi uma correria danada neste momento. Uma pegou as malas, outra correu para pegar um táxi e a outra - de tanto ficar em pé na fila - só tinha ânimo para se lamentar: Oh céus, oh vida! Mas dizem que desgraça não vem só. Assim, quando elas chegaram à Casa do Professor, não tinha mais vagas (outras princesas não esperaram tanto e já tinham se “arranchado”) e, para que elas não dormissem ao relento, a direção conseguiu um

quartinho de apoio, na ala masculina, até o dia raiar. Mas, o bom ainda estava por vir.No outro dia,logo cedo,a ala masculina levantouse. Os homens foram se preparar para o dia de labuta e, com isso,as nossas princesas se viram obrigadas a ficarem enclausuradas - sem poder sair - até que os quatro quartos (que cabem cerca de 30 pessoas) estivessem totalmente vazios.Outro sufoco! Teve uma delas que, não aguentando mais, disse: “gente,estou doida para chegar em casa...”.A outra,que estava se maldizendo das câimbras que estava sentindo nas pernas (além de ficar por mais de 8 horas na fila, ainda por cima usava,na ocasião, uma sandália Anabela salto 12), perguntou: Pra quê? No que a primeira respondeu: “para chorar...”. Depois que elas conseguiram sair da ala masculina,seguiram para a ala feminina, tomaram um banho,ligaram para o desprezado motorista (que a essa altura do campeonato era a pessoa mais importante do mundo para elas) e pediram para ele vir pegá-las na Casa do Professor.O interessante é que elas, depois de tantos contratempos,nem se tocaram que acabaram todos se hospedando no mesmo lugar, inclusive o motorista. Depois ficaram sabendo que ele já estava dormindo o sono dos justos, num quarto vizinho ao delas, na hora em que elas chegaram por lá. É claro que o profissional do volante,discretíssimo,não fez nenhuma pergunta mas, disfarçadamente, desligou o ar do veículo e apenas acionou o ventilador do mesmo. Na volta para a cidade natal, só se ouviam os suspiros. Esporadicamente, uma delas soprava brandamente e dizia ao mesmo tempo: felicidade de pobre dura pouco...

Para Dorian Jorge Freire (in memoriam) Despertar. Despertar de um jeito tão sereno que tudo cheire a limpos lençóis e puro encanto. Cenário: o sol encoberto de nuvens companheiras, o solo batizado pelo sereno da noite imemorial, bem como o afago da vida exposto em cada parapeito, no alpendre, na sala de estar, no quarto de casal, na despensa, na cozinha e, até mesmo, no depósito de sal. Caminhar. Caminhar de um modo por demais desleixado que tudo pareça sem bússola, nem norte. Roteiro: o rumo recoberto de sonhos altaneiros, o zênite alçado à condição de infinito oriente, sem falar no astrolábio da quimera fincado na quilha da caravela, na proa dos pensamentos mais assanhados e tempestuosos. No peito, contudo, a certeza de que estamos entregues a um zeloso timoneiro, pois discípulo do acaso e da vã (a)ventura. Prosseguir. Prosseguir de uma maneira tão fortuita e ocasional que os incrédulos rezarão por nosso destino, temerosos de nossa sina, de nosso insosso futuro. Direção: futuro que não existe, pois apenas o presente acontece, enquanto o passado esbraveja nos cafundós da bendita e rútila memória, coivara de ruminâncias. Nos olhos, o entulho das reminiscências a entupir as grotas do hoje, a conter e abortar o drapejo das águas da vida em seu afã de balé de arrojo, beleza e loucura. Descansar. Descansar em estilo de quem nunca para, vigília de quem jamais espera, de quem nunca ousa oferecer o oco da cabeça para o esporão do fatal arrependimento. Adaptação: arrependimento que pouco resiste, dado que desatina sob o império das mãos operosas; sob o jugo da construção, ele fenece (e arrefece) quando frente a frente à concretude da muralha inconsútil erguida, fruto do antes inimaginado. Persistir. Persistir em passo de teimosia, destemor, paixão, torpor e rutilâncias, em passos quixotescos de quem nunca deu bola para o crível e meramente possível. Iluminação: em cada vereda, a luz da utopia na tapera do quase desespero, a potência dos girassóis a guardar o fogo do sol para a lembrança do amanhecer seguinte, a eminência do iminente alvorecer quando ouvimos o ronco da profunda e cálida madrugada. Entregue à cisma do mundo, sem tomar partido, sem erguer barricadas, deixando-se levar, tão somente, pela corrente do acaso e pelo passível fulgor do ocaso. Chegar. Chegar à suprema oblação, dádiva de quem todo se deu e nada (nem ninguém) encontrou. Tão só para, na manhã púrpura e sanguínea imediata, mal se dando conta disto: despertar sereno, caminhar desleixado, prosseguir incrédulo, descansar sem parar, persistir teimoso... para nunca querer chegar. Afinal, nos créditos finais, chegar cheira ao indesejado fim. Bom domingo.

Reminiscências

Padre Mota Wilson Bezerra de Moura - Professor emérito da Uern É bom que não se perca de vista os acontecimentos históricos, porque estão inclusos ações participativas de pessoas que deram contribuição valiosa para sua formação.Aliás,foram nossos antepassados que firmaram as bases do futuro, nos permitindo analisá-lo hoje com fundamento real e sentimentos de gratidão. Em um dos prédios ao lado da Praça Vigário Antônio Joaquim,possivelmente onde fica a Livraria Independência, antes era a residência do vigário Padre Luiz

Ferreira da Mota, popularmente chamado de Padre Mota, que sobre ele perduram muitas e boas piadas.Ali naquela residência todas as tardes era encontro de amigos do Padre para o bate-papo sobre assuntos, político, sociais, comerciais, empresariais ou de interesse da comunidade, pois na calçada do Padre era um verdadeiro auditório de tantos amigos ao seu redor. O Padre Mota era bom de papo e exímio piadista que muito agradava os partícipes do encontro. Lauro da Escóssia, quando

de seu tempo de atuação no mundo jornalístico,escreveu sobre o Padre Mota, nos legando entre outros escritos um livro chamado Piadas do Padre Mota, porque ele tornou-se uma figura folclórica em Mossoró, especialmente quando de sua passagem pela prefeitura da cidade, que foi prefeito constitucional, por eleição e nomeação após o golpe de Getúlio Vargas,ao instituir o Estado Novo. Apesar de homem tendente ao rigoroso no exercício de prefeito, o Padre Mo-

ta tinha momentos descontraídos com suas piadas e, porque motivo se tornou um sacerdote admirado não só pelos fiéis como o povo em geral.Os amigos empresários, políticos e outras categorias profissionais que o cercava as tardinhas na calçada de sua residência, não só buscavam ouvir suas experiências de vida, mas descontrair com suas piadas e dar boas risadas. Na gestão do Padre Mota muito foi feito em Mossoró. Restaurou poços no município,melhorando o servi-

ço d'água.Várias ruas foram calçadas, construiu jardim das Praças vigário Antônio Joaquim,Redenção e Bento Praxedes,promoveu importantes festas cívicas,especialmente a data comemorativa da Libertação dos Escravos, ocorrido em 30 de setembro de 1883, no município de Mossoró. Foi na gestão do Padre Mota que foi inaugurado o primeiro meio de comunicação oral, com a instalação de amplificadora no centro da cidade para anunciar as ocorrências do município aos mossoroen-

ses em alguns momentos transmitir músicas.Por sinal foi daí que surgiram bons locutores a exemplo de Gerson Dumaresque. O Pe. Luiz Ferreira da Cunha Mota, mossoroense da gema, nascido em 16 de abril de 1897,faleceu aos 69 anos de idade, em 27 de agosto de 1966.Até hoje seu nome é lembrado não só pelos feitos, mas como um homem de comportamento alegre, de atitude correta na vida política e religiosa por manter-se anos à frente da Paróquia de Santa Luzia.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Expressão FOTOS: REPRODUÇÃO

Mário Gerson mario.gerson@folha.com.br

Contra a moral,a religião e a filosofia Comemoramos neste ano o centenário do nascimento de Albert Camus; aproveitando a ocasião, eis um breve comentário sobre seu principal livro RICARDO MUSSE Professor de Filosofia / USP Da Boitempo Editora m O estrangeiro, a morte está sempre presente. Ela determina os limites da narração que começa com a morte da mãe do personagem e termina com a aurora do dia de sua execução. É sob seu signo que ocorrem os três acontecimentos cruciais do livro,condensados, por ocasião do julgamento, numa unidade: o enterro da mãe, o assassinato do árabe e a condenação à morte de Meursault. É, portanto, a partir dela, na expectativa de apreender a concepção própria de Camus acerca da morte,ou melhor, da vida e do “absurdo”,que convém interrogar o livro. Primeiro cabe indagar acerca do caráter inexplicável do personagem principal. Aos nossos olhos - e no interior do mundo diegético -, aos olhos dos que o julgaram,aos olhos de sua amante e, às vezes, mesmo perante seus olhos, Meursault é um estrangeiro.Mas também é um estranho que nos é próximo,pois comungamos seu alheamento,sua “inocência”, sua cegueira. São traços que decorrem da própria condição humana, da separação entre o homem e sua vida, entre o ator e o cenário, do confronto entre o apelo humano e o silêncio irracional do

E

mem rumo ao eterno e o caráter finito de sua existência”. (Sartre). Mas, se todos nós estamos sujeitos ao acaso, ao pluralismo irredutível dos significados, à ininteligibilidade do real, à morte, isto é, às diversas faces do absurdo, Meursault nos é incompreensível exatamente porque, um passo à nossa frente, ele possui a nítida compreensão de que seu eu não se confunde com o mundo. Ser à parte, estrangeiro, ele é tão só o homem posto frente ao mundo e, portanto, situado num universo privado de ilusões e de esclarecimentos, num exílio sem saída, carente tanto das lembranças de uma pátria perdida quanto da esperança de uma terra prometida. Adquiriu, por conseguinte, a lúcida consciência do absurdo da existência humana. Assim definida, a consciência do absurdo é pensada por Camus como o oposto da filosofia socrática.Ela não deve ensinar os homens a morrer, mas a viver. Ela não conduz a nenhuma forma de consolo, mas repelindo a servidão, gera um estado de permanente revolta.Ela não se assenta em nenhuma moral de renúncia,de resignação, mas numa “paixão do absurdo”, sob a qual tudo é permitido. O personagem de L'étranger, porém, não se

quanto esta procura explicar e demonstrar por meio de uma confrontação, de uma comparação, a ideia de absurdo,o romance simplesmente descreve, inspirando indignação, o sentimento do absurdo. Esta descrição,entretanto, não é aleatória, não é o puro relato de experiências equivalentes, quantitativas que, segundo Camus, caracterizam a vida do homem absurdo. É possível detectar ao longo do romance uma direção,um vetor que orienta a narração. Esta se estrutura como um relato de “formação” - como uma espécie de fenomenologia - da consciência acerca da morte. A narrativa é composta, portanto, numa gradação, por experiências qualitativamente diferentes. O absurdo é descrito no livro deste a primeira frase. Meursault,porém,só se torna um “homem revoltado”,abandonando sua “tranquilidade”, seu estado passivo, num momento preciso, no final do romance. É verdade que não há uma experiência da morte, pois só há experiência, em sentido próprio, daquilo que foi vivido e tornado consciente. Mas há aproximações,situações em que a morte apresenta-se, não como um limite,mas como algo presente, como algo que toca a consciência. É quando se desmorona o

Assim definida, a consciência do absurdo é pensada por Camus como o oposto da filosofia socrática

mundo, ou ainda, do “divórcio entre as aspirações do homem em direção à unidade e o dualismo insuplantável de espírito e natureza, entre o elã do ho-

confunde com o homem revoltado que Camus esboça em O mito de Sísifo, da mesma forma que o romance não se situa no mesmo terreno que a filosofia. En-

nosso modo de agir cotidiano, o hábito de viver ignorando sua presença e sua realidade. A primeira aproximação à morte no romance,

cronológica e lógica, é a morte da mãe e a simbologia - velório, enterro - que a cerca. O horror desse fato, no entanto, não foi suficiente para convencer Meursault da efetividade da morte. Ele sente, no máximo,uma sensação de perda que, aliás, nem se manifesta no momento, mas inesperadamente, depois de tudo acabado. Tampouco o crime, a morte do outro, concretizada por intermédio de um gesto seu, mostrou-se suficiente para persuadi-lo. A sensação de ser culpado significa para ele apenas que deve pagar por isso. Somente a perspectiva da própria morte, a certeza de que - após a recusa do último recurso - a condenação é inescapável,o leva à compreensão da morte, a adquirir consciência de seu caráter irremediável. A morte, nesse sentido, diz ele, consiste na “única coisa verdadeiramente interessante para um homem”. Compreensão,aqui,porém, não significa aceitação, resignação. Ao contrário, só essa compreensão lhe permite vivenciar,em toda a sua força, o absurdo da existência. Ele acede aí à disponibilidade perfeita,à privação de esperança e de futuro,que nos é dada pela consciência da vida absurda. É, portanto, a condenação à morte, a certeza inabalável da proximidade da morte que fornece a Meursault a possibilidade de se revoltar. Só esta aproximação o leva a suplantar a passividade,a indiferença e o conduz a uma revolta tenaz contra sua condição,a uma ausência de esperança e a uma insatisfação consciente. A revolta assume,então, uma dupla face: revolta contra a realidade da morte, mas também revolta contra o que diz o capelão, contra as mensagens daqueles que pregam a renúncia.Revolta,em suma,contra a moral, a religião e a filosofia que procuram consolar e o impede de opor-se, de negar, de rebelar-se. Assim,é só no final,após o diálogo com o capelão, que Meursault, uma vez completa a sua “formação”,pode ser comparado a Sísifo em seu desprezo pelos deuses, em seu ódio à morte e paixão pela vida.

Folha de São Paulo traz uma interessante reportagem sobre o velho Salinger. “Dias atrás surgiu na internet um arquivo com três contos inéditos de J.D. Salinger. Especula-se que seja a digitalização de uma das 22 cópias desautorizadas impressas em Londres em 1999 e recém-leiloada no eBay,reunindo histórias cujos títulos já eram conhecidos de leitores do antes ermitão autor de O apanhador no campo de centeio (morto em 2010 aos 91 anos)”, diz o repórter, destacando que, dentre elas, “The Ocean Full of Bowling Balls” (o oceano cheio de bolas de boliche) está à altura dos contos de Nove Estórias (Editora do Autor). “Salinger tinha aptidão para narrativas curtas, usando-as para tecer a malha mitológica de que são feitas as sagas familiares de seus heróis, os irmãos Glass e Caulfield”, frisa. Para quem não conhece,J.D.Salinger foi um dos mais importantes e influentes escritores de todos os tempos, depois de Hemingway e Fitzgerald,dos Estados Unidos. Um escritor que sabia, muito bem, o papel de seu ofício e um mestre, principalmente, em histórias curtas, além de ter escrito o romance que desencadeou uma nova linguagem literária nos Estados Unidos, mais desprendida da forma e apegada à oralidade. Vale a pena ler!

A

FILME Além dessa surpresa, existe o filme sobre o mestre Salinger, para ser lançado ano que vem. Certamente, os leitores do velho escritor excêntrico estarão nas primeiras filas dos bons cinemas. O trailer já está disponível na internet. FIM DE ANO... A Biblioteca Municipal Ney Pontes Duarte tem registrado uma ótima frequência de estudantes em suas dependências, principalmente neste mês de dezembro,em que haverá,hoje, a prova para o concurso de provimento de vagas da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA). Muitos alunos escolhem a biblioteca pelo silêncio... UM LUGAR AGRADÁVEL A Biblioteca Municipal é um daqueles lugares em que muita gente não sabe que existe,porque simplesmente não dedica um tempinho de sua existência para os livros.Um lugar agradável, apesar de algumas obras estarem caindo aos pedaços, para se ler, pesquisar, pensar... BIBLIOTECA DE MEU TEMPO Frequentei e ainda frequento,mas agora com menos assiduidade, as dependências da Biblioteca Municipal. Em meu tempo de adolescente,éramos vários os estudantes que ali ficavámos, horas e horas a fio, lendo algo. José Lima Dias Júnior, Rosenário Paulino e Marcos eram apenas três dos que estavam, ali, juntamente com Aurinilton Leão, todos os dias. Hoje, são homens concursados, cada um em seus empregos, seja na Prefeitura, seja no Banco do Brasil. Estão espalhados por repartições. AMIGOS DE LEITURA A esses nós chamamos,

além de amigos de vida, amigos de leituras. Quantas páginas compartilhadas, quantos sorrisos nas escadarias da biblioteca, ainda quando ela passou por três outros lugares: vizinho à Libertadora, no Museu, em frente à Telern e agora na União Caixeiral.Só não a frequentamos quando ela era no Aceu, que aí ninguém era nascido, dos três. PEDAGOGIA DA GESTÃO É um programa de televisão que não deixa a desejar a qualquer outro, voltado para a educação, que se faça neste País. Reprise é hoje,às 13 horas,na TCM. EM SÃO PAULO Dionízio do Apodi está em São Paulo, aprimorando os conhecimentos na área teatral.É o nosso Paulo Autran. Vai voltar ainda melhor. Vai voltar excelente no muito. Daqui, envio meus cumprimentos e os desejos de que o voo seja ainda maior. Siga em frente, menino do Apodi. Jovem de Mossoró. Cidadão do mundo. Dionízio, o ator que era do coração do mestre nosso, Dorian Jorge Freire. Ele deve estar feliz e lhe recomendaria aos seus amigos paulistas,se vivo fosse.Recomendo por ele. PINK FLOYD COVER A banda Pink Floyd (cover) é uma das melhores coisas que já aconteceram este ano no cenário musical da cidade. Ninguém se arrepende ao assistir Cléber,Amilton e companhia. Muito bacana! ETERNA NOVIDADE! Sinto-me nascido a cada momento, Para a eterna novidade do mundo... (Fernando Pessoa em O guardador de rebanhos)


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Nos Jardins

EMANUEL ANTAS Ouvidor da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o advogado Emanoel Antas fala sobre avanços na área jurídica, sobre ações implementadas pela OAB no Rio Grande do Norte e do processo eleitoral em Mossoró e no Rio Grande do Norte, diante dos seus desfechos com cassações e da decisão do TRE de ter afastado a governadora Rosalba Ciarlini, fato que acabou não se confirmando. Confira:

GAZETA DO OESTE - Doutor Emanoel, o senhor está à frente da Ouvidoria da OAB, um instrumento importante do órgão,até para se defender a categoria.Quais foram os avanços contabilizados até agora durante a sua gestão? EMANOEL ANTAS - A minha assunção, se eu em março do ano corrente, ou seja, com a eleição do presidente Sérgio Freire,no Estado, eu fui convidado para assumir esse cargo de ouvidor-geral, e a partir de então nós tentamos aparelhar a Ouvidoria. Esse aparelhamento se deu de diversas formas. Tanto através da criação de um e-mail, que a Ouvidoria não tinha; um telefone institucional para a Ouvidoria; um meio de reclames e contatos no site da OAB; a participação de outros ouvidores, que não geral, nos conselhos de presidente;o direito a voz; a reforma do regimento da OAB,ou seja,nós tentamos efetivamente criar a Ouvidoria, porque ela existia, mas de maneira ainda não satisfatória. E nós estamos tentando que ela funcione agora,satisfatoriamente.

de do Norte.Nós precisamos incentivar, a OAB também faz isso. Eu, há pouco tempo, tive a satisfação de ser convidado pela OAB,subseccional de Mossoró, para ministrar um curso de iniciação à advocacia, porque isso é importante, o advogado infelizmente não tem a prática adequada nas universidades. Tem apenas uma prática na área do Direito de Família. E e curso eu ministrei na área do Direito do Trabalho, que é uma área também muito carente, do advogado que está saindo das instituições universitárias.

GO - Em relação à interiorização das ações da OAB, o que pode ser dito especificamente em se tratando da Ouvidoria? EA - Olha, a Ouvidoria exatamente nesses conselhos de presidente são os presidentes das subseccionais. E lá nós estamos para ouvir os presidentes, para, diante desses reclames, junto com a sociedade civil tentar encaixar o trabalho da OAB. Porque a OAB tem diversas funções. Não é só um órgão que luta, assim como entidade de classe. Ela luta pelo advogado, mas luta também pela Constituição,os direitos sociais, os direitos humanos. E nesse contato com os presidentes, com o interior, nós estamos tentando, com cada ouvidor na sua subseccional, Currais Novos, Caicó, Assu, Mossoró, ou de Macau, tentar levar a OAB e ouvir o reclame de todas essas subsecções, para melhorar a atividade da OAB.

GO - ... é descabível discutir o fim do Exame da Ordem ... EA -... eu acho que é descabível. Eu acho que o Exame de Ordem é o mínimo. Quem não tem preparo para passar no Exame da Ordem, veja, eu não estou dizendo aquela pessoa que foi reprovada em um Exame da Ordem, ou em dois, porque você pode se dar mal numa prova, pode ficar nervoso, pode ter alguma coisa. Mas aquele que não passa de jeito nenhum num Exame da Ordem ele não está preparado para advogar também não.

GO - O senhor também é professor universitário e como é que avalia, analisa e espera da nova geração de advogados em nível de Rio Grande do Norte? EA - Olhe, nós temos excelentes advogados em nível de Rio Gran-

GO - E, de um âmbito geral, o senhor é um defensor do Exame da Ordem? EA - Eu sou um defensor do Exame da Ordem. Eu acho que o Exame da Ordem é imprescindível. É imprescindível porque ele faz uma peneira naquelas pessoas que passaram pelas universidades,mas precisam demonstrar, a Ordem precisa conhecer. E a sociedade, como defendida pela Ordem, precisa receber bons profissionais. E o Exame da Ordem é o mínimo...

GO - Essa é uma opinião que reflete, vamos dizer assim, o pensamento geral daqueles mais experientes? EA - É o pensamento geral dos mais experientes. E a sociedade deve estar a favor do Exame da Ordem, porque a defesa da OAB, como eu já disse, não é nesse sentido de defender o Exame da Ordem,não é no sentido de proteger a categoria simplesmente. É no sentido de defender o cidadão,defender o jurisdicionado, quem vai receber a prestação dos serviços. GO - Quem ganha é a socieda-

de? EA - Quem ganha é a sociedade. GO - E quanto a essa proliferação de cursos de Direito pelo Brasil? Como o senhor analisa? EA - A OAB tem parecer. Mas esse parecer é apenas opinativo, ele não vincula. E aí o Congresso Nacional, na maioria das vezes, não tem aceitado esse parecer. Tem-se o MEC para regular as instituições, e ele vem fazendo isso à mão de ferro, analisando se cada instituição deve continuar aberta e prestando aquela atividade. GO - Doutor Emanoel, nesse aspecto Mossoró está bem servido de cursos de Direito, não é? EA - É.Eu acho que Mossoró está bem servida de cursos de Direito. Infelizmente nós tivemos um problema com a Faculdade Mater Christi, mas eu tenho certeza que ela se adaptará as exigências do MEC, e vai continuar prestando os seus serviços de maneira satisfatória. GO - Doutor Emanoel, e sua opinião sobre esses cursos de pósgraduação, através do EAD, o Ensino à Distância? EA - Olhe, é mais uma maneira de qualificação... GO - ... acha válido? EA - Eu acho que é válido, sim. Os professores são qualificados,são excelentes profissionais e a maneira da avaliação também é pertinente. GO - Doutor Emanoel, e com relação ao financiamento privado de campanha política? Como o senhor analisa, quais os pontos positivos e quais os pontos negativos dessa iniciativa? EA - A Ordem dos Advogados do Brasil, através do seu conselho federal, entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal,exatamente visando acabar com esse financiamento privado, pelas empresas privadas. O ministro Barroso, em seu voto, deu ênfase de que "no nosso país as coisas do rei parecem ser as coisas do reino".E isso se confunde, "coisas do rei com coisas do reino". E a convicção impera, é ine-

gável... GO - … é resultado disso … EA - … é resultado disso. Então, o Supremo está votando uma matéria, e de maneira, no sentido de acabar com o financiamento privado de campanhas, pelas empresas privadas. E exatamente porque não há como conviver com essa situação, de que as empresas por um lado se sentem ameaçadas e achando que aqueles candidatos que vão ganhar poderão se prejudicar de alguma maneira, e os políticos se sentem na necessidade de se comprometer com algumas empresas. Infelizmente esse é o retrato nacional. Isso é o que vem sentindo os julgadores da nossa suprema corte. GO - E o senhor há de convir que a própria sociedade já está começando a entender essa relação? EA - A própria sociedade já está começando a entender e reprovar. E o Supremo hoje vem julgando de maneira técnica, de maneira constitucional. E demonstrando que não tenta agradar a massa. Mas não dá para negar que a opinião pública é fundamental, ela é relevantista.E o Supremo não dá as costas a opinião pública. GO - Doutor Emanoel, recentemente um grupo de entidades assinaram um pedido de impeachment contra a governadora Rosalba Ciarlini. Esse pedido já se encontra no parlamento,seguindo os trâmites normais? O senhor,como especialista na área do Direito,como analisa isso, e se entende que vai evoluir esse pedido, culminando inclusive com o afastamento? EA - Não. Eu acho que a governadora passa por um momento político,certamente delicado.Mas,nada para se atingir um impeachment. Eu acho que o impeachment é de certa forma exagerado, mas a Assembleia,é que há de analisar de maneira fria e debater o assunto. Mas o momento, é que existe uma certa onda, de negar as ações, negar os direitos. Mas, eu acho que não é para tanto. GO - Doutor Emanoel, em nível de Brasil, o que nós temos de referência sem e tratando de impeachment é o caso do ex-presidente Fernando Collor de Mello.

Transpondo essa realidade para o Rio Grande do Norte,quais seriam os critérios, o status, os indícios que levariam um agente público a um impeachment? EA - Os fatos que foram alegados para aduzir a necessidade do impeachment ele não ... GO - ... são administrativos? EA - Não. Sobre isso, não parece nenhum um pouco com o que levou ao impeachment do presidente Collor. São outros fatos. O presidente Collor passa também pela questão do financiamento de campanha. Tanto é que nasceu daquela parte da arrecadação de PC Farias ... GO - ... do tráfico e influências dentro da gestão ... EA - ... exatamente. O tráfico de influências. E não é o caso do Estado do Rio Grande do Norte. O Rio Grande do Norte passa por uma questão de gestão. E com base na gestão que de certa forma me parece ultimamente injustificado esse impeachment da governadora. GO - No caso, a legislação brasileira estabelece o impeachment a partir de atos de corrupção, ou, nesse caso, uma má gestão, por exemplo, pode se resultar num impeachment ... EA - ... poderia também justificar um impeachment. No caso do presidente Collor, não foi má gestão. Foi corrupção. GO - E atos comprovados? EA - É.Exatamente.No caso do Rio Grande do Norte, não vem se tratando de corrupção.O quem vem aduzindo é de que seja má gestão pública. GO - E, na sua opinião, esse pedido, apesar de estar para ser apreciado pela Assembleia,em termos de elemento, não ... EA - ... eu acho que não é que seja um complô. Mas eu acho que o momento favorável para aparecer com esse pedido. Quem pede isso, eu acho que aparece,vem aparecendo bem. Eu acho que tem essa intenção. GO - E o fato de estarmos praticamente num período préeleitoral também, de certa forma encoraja? EA - É encorajador. Exatamente. Eu acho que o impeachment não tem os fundamentos que, em outros Estados, nós já tivemos também esses pedidos, mas que não desencadearam. Até na seara nacional também. GO - Doutor Emanoel, a Justiça Eleitoral no Rio Grande do Norte tem sido manchete, tem sido destaque na mídia. Como o senhor analisa esse fato e sua opinião sobre a atuação da Justiça Eleitoral no Rio Grande do Norte? EA - É. A Justiça do Rio Grande do Norte tem sido destaque na mídia. Mas a Justiça de todo o Brasil, quando se trata de matéria eleitoral, também é destaque na mídia. A matéria eleitoral é muito envolvente, mexe com muita coisa, mexe com muito poder. E, por mexer com tudo isso, mexer com os interesses,partidos políticos,cargos públicos, isso se torna inevitavelmente, seja um pequeno interior, seja uma cidade maior, ou até mesmo um Estado como o do Rio Grande do Norte, isso termina sendo manchete nacional. GO - Doutor Emanoel, estávamos falando sobre essa mídia em cima da Justiça Eleitoral do Esta-


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

ns da Gazeta

ao iam cios co a a-

os? eque denesipela quea-

ên-

o de staRio ma e na eesse

aent ou, por -

tifio do es-

o do m se em stão

esse ser ter-

que que ecer sso, cenin-

apréma

mennão os m esnca-

usdo m sisenião ito-

ane na aeleidia. olmeer ntepúmenseja mo nde man-

stáem sta-

do do Rio Grande do Norte, por conta exatamente dos acontecimentos como o afastamento da prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, e mais recentemente da governadora Rosalba Ciarlini.O que o senhor tem a dizer a respeito desses dois casos? EA - Olhe, o TRE, com essa decisão confirma essa decisão de cassação, confirma algumas decisões de primeiro grau e reforma uma outra. Confirma duas decisões de primeiro grau conta Cláudia. E reforma uma outra que tinha sido favorável a Cláudia. Num processo eleitoral você vai analisar os fatos. Vai analisar o que tem dentro de um processo como um todo. Um processo e como todo e qualquer auto, você vai ter que concursar,analisar as provas, se elas existem. E o processo eleitoral foi desse jeito. O TRE entendeu que havia, em alguns casos, o descumprimento daquele artigo 41, que é a compra de votos, no caso o cimento ...

so modifique o gestor, o Executivo principal, o prefeito. Então, para evitar que essas pessoas saiam e posteriormente numa decisão de mérito do TSE, sejam obrigados a voltar novamente e aqueles que entraram, sejam obrigados a sair, é que o TSE se preocupa com essa situação e diz, "e acautelando, determino, para analisar depois, no mérito apenas. E essa questão determina que volte o gestor, enumere que no final do processo, eu vou fazer essa análise para dizer se eles devem sair definitivamente ou deve continuar". Essa decisão que é buscada no TSE, é uma decisão cautelar, uma decisão provisória. É asseguradora e, como o próprio nome diz, acautela, ela é acautelatória.Então,o TRE com o receio de que aconteça alguma reviravolta, no final do processo, no mérito do processo, deixa para decidir o número do processo e resolve retornar,fazer com que o gestor retorne ao seu posto.

GO - ... são as condutas vedadas? EA - Não consigo ver nem um elemento nesse sentido. O juiz de primeiro grau também não conseguiu ver isso. Mas, os cinco desembargadores assim entenderam e votaram nesse sentido.E um entendeu também que não conseguiria ver isso.O Direito não é um ciência exata, não é como a matemática ...

GO - Nesse caso, em nível de sociedade, o senhor acredita que essa judicialização das eleições não vai gerar um descrédito da população em relação ao valor da cidadania, que é o voto? EA - Olha, a judicialização das eleições é terrível ...

GO - ... onde dois mais dois vai ser sempre quatro... EA - ... dois mais dois vai ser sempre quatro.Às vezes o Supremo Tribunal,cinco pessoas decidem de um jeito e cinco ministros decidem de outro, e fica-se aguardando a entrada de outro ministro, como foi com a saída de Eros Grau. A entrada de outro ministro para poder desempatar. Nesse caso, quem julga finalmente é o TSE. O Tribunal Superior Eleitoral é quem vai concluir essa decisão. Então, a decisão do juiz foi fundamentada,a decisão do TRE também foi fundamentada, mas esse processo, inevitavelmente, todos eles irão ao Tribunal Superior Eleitoral. E o Tribunal Superior Eleitoral é quem dará a última palavra sobre o assunto. Sobre as decisões do TRE, das aduições de 2012, a maioria delas que já foram tomadas, não é cassação, mas de multas, foram reformadas pelo TSE. Então as decisões que o TRE tem tomado, não necessariamente são confirmadas pelo TSE. E a maioria delas foi reformada pelo TSE. E eu acredito que o TSE também irá reformar essas decisões porque não vejo fundamento para cassação. É uma opinião pessoal que eu já exteriorizei isso dentro do processo e exteriorizo em todos os lugares que me perguntarem. GO - E em relação à eleição suplementar,nós vemos casos como, por exemplo, Ielmo Marinho, Lajes Pintadas, onde o Superior definiu que o mandatário permanece no caso até que seja concluída a questão.Em Mossoró,será que vai se aplicar também, esperasse essa coerência também por parte do Tribunal? EA - Certamente. Os motivos que levam ao retorno ao cargo, os motivos que levaram Cláudia Regina,por exemplo,a retornar ao cargo, são os mesmos que o TSE irá analisar para que ela retorne ou não. É temerário o afastamento de um gestor público que vem desenvolvendo uma maneira de administração, e que vem desenvolvendo juntamente com diversos outros gestores, cargos de confiança, que esses precisaram ser modificados.Ca-

GO - ... embora o senhor seja um profissional dessa área,mas ... EA - ... mas é terrível, é danoso, é antidemocrático. Porque você termina prejudicando a vontade da população em detrimento de algum ato. Esses processos, eu sou obrigado a dizer, não existe um só ato de Cláudia Regina.Eu desafio quem diga que Cláudia Regina tirou um alfinete daqui e botou ali. Não existe um só ato. E quem está sendo caçada é Cláudia Regina e Wellington. E existe ato nenhum de Wellington. Então, existem alguns atos imputados a outras pessoas que poderiam em tese ter beneficiado a candidata,e por isso levou à sua cassação.Mas que esses atos não foram praticados por ela. Eu entendo até que não houve ato ilegal, que não houve infração alguma, que não houve ato que a beneficiasse, a não ser os atos de atitudes políticas, que são naturais de um processo eletivo. Então esse ato de afastamento, o ato de levar o processo eleitoral para o Judiciário, é preocupante, é antidemocrático. E nós precisamos de uma reforma política para colocar também os pingos nos is nesse aspecto, porque você tira a vontade da maioria, para permanecer a vontade da minoria. Isso é preocupante. GO - A ex-candidata Larissa Rosado também vai enfrentar agora julgamento. Houve o adiamento semana passada de um processo, mas existem outros processos na Justiça Eleitoral contra Larissa. Como está essa questão, doutor Emanoel? EA - É, dois dos processos que levaram à cassação dos direitos políticos da deputada foram conectados.Por entender o Tribunal que tratava de um mesmo assunto e ele poderia cassar num e em outro não cassar, porque as decisões seriam nessa situação, conflitantes. Então ele reuniu dois dos processos. E os processos tratam de abuso do poder midiático. A deputada teria se utilizado, no período anterior ao período de propaganda eleitoral,e até no período da propaganda eleitoral também, de meios de comunicação, como televisão, blog e jornais, para promover-se, para iniciar a campanha e tornar a campanha desigual. Tirar a paridade, desequilibrar a

campanha. Então, o juiz de primeiro grau entendeu que ela teve essa prática e acatou a ação judicial e cassou os seus direitos políticos por oito anos. GO - E hoje essas ações se encontram em qual instância? EA - Hoje as ações encontramse no TRE. Entrou em pauta semana passada, mas tiraram de pauta porque havia dois relatores exatamente por causa da necessidade de conexão. Tiraram de pauta esses processos, mas brevemente irá voltar a julgamento.O Tribunal tem feito uma varredura nos processos que tem julgado. Então, pelo histórico do Tribunal, esses processos irão a julgamento e certamente a linha a ser tomada será a que está tomando nos outros processos que julgou aqui no Estado do Rio Grande do Norte. GO - Mantém uma coerência? EA - É. Certamente o Tribunal vai manter a coerência.Se mantiver a coerência,da maneira que vem tratando as últimas decisões, a deputada Larissa continuará cassada.

GO - Doutor Emanoel,e em relação ao afastamento da governadora Rosalba Ciarlini,é exatamente pela participação dela no pleito eleitoral do ano passado em Mossoró. O que o senhor tem a dizer? EA -Olha,a governadora,como política, filiada ao partido de uma candidata, ela tem o direito, não só tem o direito, mas tem o dever de participar...

mo, por exemplo, o abuso de poder ... EA - ... o próprio TRE levanta nas suas sessões essa questão da aeronave, se ela teria a obrigação de se locomover por outro meio. Se a locomoção da governadora do Estado, da sede de Natal até o interior é avião.Então,se ela teria a obrigação de vir até Mossoró num veículo automotor.

GO - ... tem uma missão partidária ... EA - ... tem uma missão partidária. Ela tem o dever de participar. Eu acho que o Tribunal nesse sentido foi um pouco açodado, e as manifestações nacionais, nos meios de comunicação já demonstram isso, e acredito que a governadora estará retornando às suas funções. Na realidade ela nem ...

GO - Seria, vamos dizer, uma prerrogativa da chefe do Poder Executivo? EA - Uma prerrogativa da chefe do Poder Executivo.E isso é uma das linhas da defesa dela. Os advogados dela também levantam essa parte.

GO - ... não deixou o cargo... EA - ... não deixou o cargo ainda. Mas certamente a decisão será reformada pelo TSE. GO - E em relação à utilização da aeronave do Governo do Estado, isso não se caracterizaria coFOTOS: WILSON MORENO

GO - Agora, uma questão até delicada, é o fato de a defesa da governadora ter perdido o prazo para apresentar a defesa. Não cria um embaraço e dificulta ainda mais a situação da chefe do Executivo? EA - A defesa da governadora, em momento nenhum, admite ter perdido prazo. Os advogados da governadora reconhecem que interpuseram o recurso no momento adequado. Inclusive, eles tomaram conhecimento da decisão e aguardaram a publicação para poder recorrer. Então depois da publicação, eles apresentaram o recurso, mesmo já sabendo da decisão, mesmo já tomando conhecimento de todo o teor da decisão, eles aguardaram o momento da publicação, para depois apresentar o recurso. E dessa forma estão apresentando essa defesa de maneira brilhante. GO - Eu digo em relação ao caso de Mossoró. A ação que culminou com a condenação? EA - Mas é essa mesma. A ação daqui já aguardava a publicação para poder recorrer. Então depois de publicada a decisão é que eles apresentaram recurso.A defesa de Cláudia, feita na pessoa de doutora Izabel, muito em feita por sinal ...

Entrevista concedida ao jornalista Luís Juetê

GO - ...a defesa de Cláudia,pelo que a gente soube, apresentou inclusive antecipadamente. Assim, antes de se expirar o prazo ... EA - ...exatamente.Apresentou dentro do prazo, no primeiro dia do prazo, nas primeiras horas do prazo. E a defesa da governadora também apresentou, aguardou, e dentro do prazo que entendia pertinente apresentaram os recursos.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Expressão XII Concurso Fritz Teixeira de Salles Opinião As inscrições estarão abertas até 18 de janeiro do próximo ano

Ney Lopes REPRODUÇÃO

Concurso Fritz Teixeira Salles de Poesia está com inscrições abertas para poetas de todo o País. De acordo com o edital, cada autor poderá concorrer com até dois poemas, inéditos, e em Língua Portuguesa. A publicação em blogs pessoais não invalida o ineditismo, porém, a publicação em livros, jornais e ou antologias quaisquer, bem como a inscrição simultânea em outro concurso similar,invalidam a inscrição.O tema das poesias é livre. Uma comissão julgadora, escolhida pela Fundação Cultural Pascoal Andreta, selecionará os melhores trabalhos. Os direitos autorais dos textos são de propriedade de seus autores. Ao enviar sua inscrição para esse concurso,os autores concordam expressamente com a publicação das poesias inscritas no site da Fundação Cultural Pascoal Andreta (www.fundacaopascoalandreta.com.br), bem como no livro (edição comemorativa)

O

a ser publicado, sem que qualquer ônus,desde que os créditos de autoria sejam devidamente registrados. A Fundação Cultural Pascoal Andreta declara que o livro a ser editado (edição comemorativa),não será comercializado em nenhuma hipótese, tratando-se ainda de tiragem limitada. O envio da(s) poesia(s) ao concurso significa inteira e completa concordância, por parte dos concorrentes, com este Regulamento. Casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora.As decisões são irrecorríveis. Para confirmar sua inscrição, o autor deverá ser preencher o formulário disponível no link Ficha de Inscrição e enviar sua poesia, apenas por e-mail,para o seguinte endereço: concurso.fritz.2014@gmail.com. As poesias deverão ser enviadas,como anexo,conforme abaixo: Digitação em fonte Times New Roman, tamanho 12, ou fonte Arial, também tamanho 12, com espaço livre.

Cada poesia deverá constituir um arquivo único, sem a indicação do nome do autor (os textos serão catalogados e indexados por numeração sequencial para encaminhamento à comissão julgadora). Preferencialmente, salvar os arquivos em formato PDF.Arquivos no formato Microsoft Word (.doc ou .docx), OpenOffice, BROffice,LibreOffice ou Google Docs também serão aceitos. Não enviar links de compartilhamento em serviços como Dropbox, Google Drive,Skydrive ou similares. Textos digitados no corpo do e-mail não serão considerados válidos. Em até dez dias contados a partir do envio das poesias, os participantes receberão comunicado, por email, da confirmação de sua inscrição ou serão solicitados a corrigir eventuais irregularidades. Semanalmente será publicada no site da Fundação Cultural Pascoal Andreta -www.fundacaopascoalandreta.com.br -

Parlatino cresce no Panamá

Fritz Teixeira Salles, poeta e ensaísta

relação atualizada dos participantes e respectivos poemas cuja inscrição foi aceita pela Comissão Organizadora. Eventuais esclarecimentos poderão ser encaminhados para o mesmo endereço eletrônico (concurso.fritz.2014@gmail.com), indicando no campo ASSUNTO: XII Concurso Fritz Teixeira de Salles - Esclarecimentos.

Novos Poetas SEM PALAVRAS

DEPENDENTES Dedicada a Taysa Tamara Dependentes? Sejamos. Da avelã e seu carinho; Do amor, E seu grito contido. Mas só enquanto versos. Passados a carne e dor, Reserve-me, apenas, teu olhar de soslaio; Esse que você me dar hoje. André Bisneto Poeta

HAICAIS DE GILMAR JÚNIOR Nova canção do exílio Um lindo sabiá Cantou na palmeira A tarde inteira.

Se te quero e não digo, Se te amo e não falo, O medo me faz omitir O sentimento, então me calo. Se penso que o meu silêncio Vai evitar o meu sofrer, Ao contrário ele acumula Mais palavras que quero dizer. Todos ficam escondidos No baú da saudade... Trancados com o cadeado da memória Que perdeu a chave da felicidade. Sem palavras e atos, Sem momentos especiais, Traumatiza o coração, Faz-me perder quem quero mais. Se tento mais tarde Fazer o que pensei, Pode ser tarde demais, Mas ao menos saberei que tentei.

Nostalgia Sentado, contemplo A lua cheia, como se fosse A primeira vez. Senso comum Segundo as tradições Dos mais velhos: se uma rã coaxa É indício de chuvas. Pergunta Árvore antiga, Quantos ninhos foram em Seus galhos construídos? Gilmar Júnior Poeta

De esperança eu tenho que encher Inteiro o meu coração, Pra ter coragem e atitude E não acabar a melodia no meio da canção. Jéssica Lima Poetisa

nl@neylopes.com.br blogdoneylopes.com.br

O fogo destruiu parte senador Nelson Carneiro das instalações do Memo- (RJ) e os deputados Ulysrial da América Latina em ses Guimarães (SP) e São Paulo, o único espa- Ney Lopes (RN), autor ço ainda disponível para deste artigo. É absolutamente incultuar os valores latinoamericanos no país.O Bra- compreensível que o Consil,infelizmente,permane- gresso Nacional não seja ce na sua histórica políti- um dos protagonistas princa externa de quase isola- cipais da política externa mento das nações latino- brasileira, a exemplo dos americanas. O maior parlamentos dos Estados exemplo aconteceu com o Unidos, Europa e outras Parlamento Latino Ame- nações. Câmara e Senado se omitem e não exercem ricano (Parlatino). Em 1999, após uma in- a chamada "diplomacia tensa disputa política,a se- parlamentar".Isso ocorre, de permanente da institui- certamente pela ojeriza do ção foi transferida para o Ministério das Relações espaço do Memorial da Exteriores à participação América Latina, São Pau- de políticos e parlamenlo,em prédio projetado por tares, em matéria de política externa. Oscar Niemeyer. O mais grave é o ConSão Paulo passou a ser a capital política da Amé- gresso acomodar-se e não rica Latina, acolhendo re- exercer a sua competênpresentações de vários cia nessa área. Limita-se países, parlamentos e ins- a ser um "carimbador" de acordos e tratados, sendotituições. Assumindo o governo lhe vedada qualquer sugesdo estado em 2007,o gover- tão, ou emenda. Na éponador José Serra, de forma ca do "despejo" da sede do unilateral e sem nenhuma Parlatino de São Paulo, o justificativa, "despejou" o ministro das relações exteParlatino do prédio que ha- riores do Brasil foi procuvia sido cedido à instituição rado para uma possível instalação em por "coBrasília e modato", "deu calapelo período por resdo de cem posta". anos. NeSão Paulo passou Alegrou-se nhuma ircom a retiregularidarada do órde foi consa ser a capital gão do país. tatada no Um dia, período política da quando o em que a ideal da sede funAmérica Latina, "Patria cionou na Grande" de cidade de acolhendo Bolívar for São Paulo definitiva(de 1999 a representações mente al2006) e recançado, o cebeu a code vários países, Parlamenlaboração to Latinodo goverparlamentos e Americano no paulisse consolita. instituições”. dará definiSem titivamente tubear, o como o Panamá convidou o Parlatino para ponto central de converinstalar-se no país.O resul- gência das aspirações de tado é que no final de ou- progresso e bem estar dos tubro, o órgão inaugurou, povos latinos na América. às margens do Canal do Pa- Não se justifica essa histónamá, a sua monumental ria de Parlamentos de representação isolada do nova sede permanente. O auditório, com capa- MERCOSUL, Amazônicidade para mais de 1.500 co,centro-americano etc… A lógica recomenda pessoas, é equipado com tecnologia de última gera- que a representação políção. Em 2014 serão come- tica da América Latina e do morados cinquenta anos Caribe seja exercida por de existência da institui- um único órgão - o PARção, que na América Lati- LATINO -, sem prejuízo na e Caribe se assemelha de Comissões temáticas ao Parlamento Europeu.É para debates sub-regionais. A nova sede recémo mais antigo órgão no âmbito interparlamentar da inaugurada no Panamá oferece amplas condições América Latina. Três brasileiros presi- para que esse objetivo sediram o PARLATINO: o ja alcançado.


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Expressão ÚLTIMA VIAGEM A Lições e moralismo fora, comédia diverte pelo ótimo elenco

VEGAS

THIAGO ROMARIZ Crítica de cinema Do omelete.com.br ifícil ver cartazes, trailer e imagens do Última Viagem a Vegas e não pensar em uma versão mais 'experiente' de Se Beber, Não Case!. Essa impressão, no entato, não ultrapassa os primeiros minutos de projeção, que deixam clara a intenção de divertir sem escatalogia e emocionar com o pieguismo tradicional de comédias românticas. Se fosse definir o longa por estereótipos, uma junção de Antes de Partir e Se Beber, Não Case! seria o mais próximo do ideal. Pela idade dos protagonistas, há uma constante preocupação com o avançar da vida, assim como a inquietude de aproveitar cada segundo de uma aventura fora da rotina. E assim como em ambos os longas, Última Viagem a Vegas tem um elenco capaz de transformar os piores diálogos em sequências decentes, por vezes até engraçadas. Na história,um grupo de aposentados formado por Paddy (Robert De Niro),Archie (Morgan Freeman) e Sam (Kevin Kline) é convidado por Billy (Michael Douglas) - tipo mulherengo que está se casando com uma mulher com a metade

Cinema Iuska Freire iuskafreire@gmail.com twitter: @Iuska

stou prestes a tirar férias e já comecei a fazer a lista de filmes que pretendo assistir nesse período. Irei para São Paulo e como por lá o acesso a exibições que não estão no circuito comercial é bem maior, já estou ansiosa para ver alguns títulos e me surpreender com outros que eu nem conhecia. Fazem parte da minha lista de desejos: "Blue Jasmine", filme de Woody Allen, estrelado por Kate Blanchett e que vem sendo muito elogiado; "Azul é a cor mais quente", vencedor de Cannes 2013 e aclamado pela crítica; "Ninfomaníaca", o polêmico filme de Lars Von Trier que foi dividido em duas partes e vai estrear no início de janeiro; "Tatuagem", o filme nacional de Hilton Lacerda, produzido em Recife e que levou sete anos para ser finalizado; "Como não perder essa mulher?", faz parte do circuito comercial, mas não chegou por aqui e eu nem li a sinopse, mas tem Joseph Gordon-Levitt no roteiro, direção e no elenco, só por isso quero muito assistir; pra finalizar a lista "Capital Phillips", porque tem Tom Hanks e isso basta, eu o adoro.

E

D

de sua idade - a uma festa de despedida de solteiro na cidade do pecado. Como não podia ser diferente, relações familiares, casamento, juventude e doenças são os temas que perduram durante a viagem. Enquanto se apoia no simples divertimento da turma principal, o filme não só diverte como torna cada um deles em personagens carismáticos. A habilidade dos atores em conseguir, com apenas uma ou nenhuma fala, transmitir a angústia por anos de remédios ou namoradas ou casamento ou luto é admirável. Cenas em que os quatro estão presentes são o ponto alto do filme, mesmo quando discutem os pormenores que deixam o longa cair na mes-

Destaque

mice de superação e bom mocismo tão comum em comédias desse tipo. Longe do moralismo e desneces-

sárias lições de moral, Última Viagem a Vegas diverte pela verossimilhança da amizade entre Kline, Douglas, Freeman e De Niro. A cidade de Nevada, no fundo,

serve apenas como chamariz midiático ou desculpa para algumas boas piadas este mes-

mo grupo, em uma mesa de alumínio no boteco da esquina, teria história tão ou mais engraçadas para contar.

Thiago Romariz Crítico de cinema Do Omelete.com.br

LINHA DE FRENTE Em 1976, um jovem de origem italiana aparecia nos cinemas como protagonista e roteirista do filme que recebeu 10 indicações ao Oscar - e ganhou 3 delas: Melhor Filme, Direção e Montagem. O longa se chama Rocky - Um Lutador e a pessoa que escreveu aquela emocionante história de superação é Sylvester Stallone, que naquele ano se tornava apenas a terceira pessoa indicada a Melhor Ator e Roteirista na mesma edição do Oscar, seguindo os passos de Charles Chaplin (O Grande Ditador) e Orson Welles (Cidadão Kane). Corta para o ano de 2013 e temos um novo longa escrito por Sylvester Stallone chegando às telas, Linha de Frente (Homefront, 2013). Baseado no livro de mesmo nome escrito por Chuck Logan, a trama gira em torno de um ex-policial (Jason Statham) que, após perder sua esposa, se muda para uma cidade do interior da Luisiana com sua filha. Ao chegar lá, os dois acabam se envolvendo com a família que toma conta da região e está envolvida com produção de drogas.

O HOBBIT "O Hobbit: a desolação de Smaug" é promessa de salas cheias nos cinemas de todo o Brasil.O filme estreia neste final de semana. Para quem acompanhou a saga "O Senhor dos Anéis", é uma atração imperdível. LOS AMANTES PASSAGEROS Assisti recentemente a comédia "Los amantes passageros", de Pedro Almodóvar. Hilário e surreal, o filme se passa dentro de um avião retratando a história de alguns passageiros que estão sem contato com o mudo exterior, cada um traz seus dramas.Destacando o trio de comissários gays e afetados, o filme tira sarro do politicamente correto. Aparecem o bissexual, o casal de noivos, a vidente, o assassino de aluguel, o corrupto,o ator mulherengo e a atriz canastrona. Rende boas risadas. ALMOST HUMAN Gostei do primeiro episódio da série "Almost Human", que estreou na Fox e é transmitida no Brasil pela Warner. Após ficar órfã de 'Breaking Bad' sinto que esse será meu próximo vício. A ficção científica é um drama policial que se passa em 2048, num mundo com importantes avanços tecnológicos, mas abalado pela elevada violência. Nesse contexto, os policiais trabalham com o auxílio de androides. Essa relação

entre humanos e máquinas é muito interessante. BLING RING Não sei se é a banalidade do tema, as cenas cansativas de consumismo ou o retrativo fiel de uma geração vazia,mas eu não gostei de "Bling Ring: a gangue de Hollywood", de Sofia Coppola. A narrativa do filme é cansativa, muitos trechos parecem um documentário.Enfim, não gostei mesmo. MANDELA A cinebiografia "Mandela: Longo Caminho para a Liberdade" estreou na África do Sul poucos dias antes da morte do líder sul-africano. Com 150 minutos de duração o filme é baseado na autobiografia de Mandela, escrita em 1994. O lançamento oficial aconteceu em Londres, justamente no dia 5 de dezembro, as filhas de Mandela souberam da morte do pai pouco antes do filme ser exibido e saíram da sessão. FROZEN A animação fofa da Disney "Frozen - uma aventura congelante" estreia no início de janeiro de 2014. Sinopse: "Para acabar com a profecia de inverno perpétuo que existe em seu reino, um alpinista e uma jovem chamada Anna atravessam picos nevados e penhascos para encontrar a legendária Rainha da Neve".

POESIA, DIÁLOGOS E IMAGENS - Eles são emocionalmente inexperientes Têm poucos anos para coletar experiências que nós achamos corriqueiras. Fornecendo a eles um passado criamos um amortecedor para sua emoção e os controlamos melhor. Mais humano que os humanos - é o nosso lema. A luz que brilha o dobro arde a metade do tempo. Blade Runner - O Caçador de Androides, 1982


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Sociais Now!

CEDIDA

“ ”

Uma alegria tumultuosa anuncia uma felicidade medíocre e breve.

Diego Pinheiro diegobradok@hotmail.com twitter e instagram: @diegolpinheiro www.colunistadiegopinheiro.blogspot.com

2013 ESTÁ INDO EMBORA...

Amigo leitor, dezembro se aproxima de seu fim. Talvez seja a hora de fazermos uma boa reflexão sobre tudo que se foi e crescer com os acontecimentos. Observar que os erros vieram por algum motivo. Analisar que a vida é cheia de altos e baixos e que ensina tanto. Se fez amizades ou intrigas, cresça com isso. Se falou bem mais do que ouviu, está na hora de parar para pensar se é isso mesmo que te faz (ou fez) bem. Não há distância ou tempo perdido para mudar a hora e a razão das coisas. O mundo continua com suas portas abertas, não precisamos bater... Desejo a todos que 2013 termine feliz, ao lado da família e dos amigos que Deus lhe ofertou. Enfim, sejam felizes da maneira mais bonita possível. CEDIDA

E MAIS... *Segue um abraço aos que fazem o Ceamo pelos seus 20 anos de funcionamento. *O prefeito interino, Francisco José Júnior, fez parceria com a Prefeitura de Tibau para que uma ambulância do Samu esteja de plantão nos fins de semana na cidade-praia.

Natalie e André, vencedores do Tráfego Look 2013

*Como Mossoró praticamente se muda para Tibau, boa a atitude do prefeito.

CEDIDA

*Após nova auditoria, o Cacim mantém selo de qualidade da ISO 9001. Parabéns a todos.

*O Restaurante Pinga Fogo, no Hotel Thermas, também disponibiliza seia natalina.

A enfermeira mais bonita de Mossoró, Gabi Mendonça, comemorou aniversário ontem. Segue o abraço do colunista

ESPETÁCULO A beleza da dança estará mais uma vez no palco do Dixhuit Rosado entre os dias 22 de dezembro, às 20h30, nas coreografias do Studio de Dança Clézia Barreto, que comemora 20 anos de sucesso apresentando sonhos, fantasias e muita imaginação na pele de talentosos dançarinos e atores. O espetáculo “Um sonho de dançar” uma livre adaptação do filme "Billy Elliot”, falará dos sonhadores. Boa pedida! CEDIDA

NO TENDA

Algumas das finalistas de Mossoró e região, da Tráfego

O Tenda Music Club já marcou na agenda a sua balada da próxima semana, que acontece na sexta-feira, dia 20 de dezembro. Será uma noite de muito arrasta pé com a banda Forró do Bom e um repertório de grandes sucessos. A noite conta ainda com a animação da banda Forró dos 3 e do Dj Juninho.

VERÃO DAS ANTIGAS

JOTA QUEST, DIA 28

Vem chegando a edição 2014 do Verão das Antigas. A festa que embala o início de ano em Tibau já tem data marcada para acontecer. O evento que está consolidado no calendário de verão dos mossoroenses e turistas será realizado no Álibi, em 10 de janeiro.

Conforme já anunciei aqui a primeira atração do veraneio será a banda Jota Quest, que dividirá palco com o Forrozão Ferro na Boneca,no dia 28 de dezembro,na Arena Show,em Tibau.Já adianto que dia 4 de janeiro, Aviões do Forró aterrissar para fazer a festa.

CEDIDA

CEDIDA

*O vereador Francisco Carlos foi anunciado com o mais atuante da legislatura de 2013. Muito bom! *Kelly Lira animará os presentes ao Natal do VillaOeste.

SOLIDARIEDADE Neste fim de ano, a Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR) realiza a Campanha Natal Completo, uma ação que tem o intuito de angariar alimentos não perecíveis através de doações de cestas básicas. As doações podem ser feitas diretamente nas casas de apoio infantil ou adulta e no Hospital da Solidariedade. O doador pode escolher entre doar uma cesta básica completa ou itens que compõem a lista de mantimentos necessários para o bom funcionamento das casas.

*Falar em Thermas, André Luví vai animar o revéillon do hotel. O evento é open bar.

Festejada de quarta-feira, a polivalente Aline Linhares...

NÍVER(ES)

AMANHÃ Mário Gerson Jyokonda Rocha Jordana Cardoso Alano Linhares Débora Morais

*Eliane será uma das atrações do Verão das Antigas. Banda Perfume de Gardência deve ser a outra. *Dia 27 de dezembro sairá a primeira edição do Gazeta Verão. Vai ter muita coisa boa.

HOJE Karoline Câmara Thalita Rocha Renato Gomes Julliete Triene Alison Fernandes Rodolfo Wagner

TERÇA-FEIRA Heryk Nascimento Kléber Santiago Hamonna Melo Janice Hanson

O aniversariante de quinta, Rodrigo Maciel, com sua Bruna

THE END “Você diz que tudo terminou/Você não quer mais o meu querer/Estamos medindo forças desiguais/Qualquer um pode ver/Que só terminou pra você/São só palavras, texto, ensaio e cena/A cada ato enceno a diferença/Do que é amor ficou o seu retrato/A peça que interpreto,um improviso insensato/Essa saudade eu sei de cor/Sei o caminho dos barcos/E há muito estou alheio e quem me entende/Recebe o resto exato e tão pequeno/É dor, se há, tentava, já não tento/E ao transformar em dor o que é vaidade/E ao ter amor, se este é só orgulho/Eu faço da mentira, liberdade/E de qualquer quintal, faço cidade/E insisto que é virtude o que é entulho/Baldio é o meu terreno e meu alarde/Eu vejo você se apaixonando outra vez/Eu fico com a saudade e você com outro alguém/E você diz que tudo terminou/Mas qualquer um pode ver/Só terminou pra você/Só terminou pra você”, Renato Russo. Bye! (DP).

QUARTA-FEIRA Aline Linhares Camila Vasconcelos Victória Martins Isaura Castro Layla Duarte André Nascimento

Voltar atrás é melhor que perder-se no caminho. Minha amiga Thalita Rocha comemora aniversário hoje. Parabéns!

QUINTA-FEIRA Tales Vinícius Rodrigo Maciel Edilenne Oliveira


ZAPPING

2

Sem um grande fio condutor, "Amor à Vida" reveza marasmo e ação em diversos núcleos

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

LADEIRA

ACIMA LUMA COSTA ENCARA "PÉ NA COVA" COMO SUA MELHOR FASE NA TELEVISÃO

ENTRE O FRIO E O MORNO 8

SEM UM GRANDE FIO CONDUTOR, ‘AMOR À VIDA’ REVEZA MARASMO E AÇÃO EM DIVERSOS NÚCLEOS


2 TVGazeta do Oeste

Zapping

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013 Editor do suplemento: Maxwell Ferreira - maxwell_ferreira@hotmail.com Fotos: Jorge Rodrigues Jorge, Luiza Dantas e Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias

LADO B No ar como a exótica Soninja, de "Pé na Cova", Karin Hils ainda pensa em retomar a carreira de cantora. A atriz, que ficou conhecida ao participar da ''girlband'' Rouge entre os anos de 2002 e 2005, decidiu se dedicar ao teatro musical e à tevê nos últimos anos. "Penso muito em voltar. Fiquei sem tempo para retomar a música. A carreira de cantora exige muita dedicação. Não é fácil cantar, atuar e dançar", afirma Karin, que se reuniu no início do ano com o grupo musical para o ''reality show'' "Fábrica de Estrelas", do Multishow. "Não há como a banda voltar.Aquilo não depende da gente. Todo mundo seguiu outra carreira. Nós não temos direitos autorais nem sobre as músicas", explica.

TROCA-TROCA A Record estuda a possibilidade de mudar o horário de exibição de suas novelas.A troca deve se concretizar no ano que vem com a estreia de "Vitória", substituta de "Pecado Mortal". A emissora ainda não tem definida uma nova faixa para seus folhetins. MUNDO DA MÚSICA A escalação para comandar o "Domingo da Gente" não para. Wanessa irá comandar uma edição. A cantora se junta a nomes como Chitãozinho & Xororó, Maria Cecília & Rodolfo, Kelly Key e Daniela Cicarelli, que também já assumiram o posto. JOGANDO A TOALHA Fábio Porchat não irá substituir Fátima Bernardes durante as férias do "Encontro". O humorista iria dividir o programa com Dan Stulbach, Ana Furtado e Lair Rennó. No entanto, por conta de sua agenda de shows, ele não conseguirá cumprir o prometido. A presença de Porchat chegou a ser confirmada oficialmente pela Globo através de um comunicado divulgado no mês passado. Apesar da desistência, a emissora não pretende colocar ninguém no lugar do humorista no matinal. CLIMA DE TENSÃO A terceira temporada do "Sessão de Terapia", do GNT, já está em fase de testes. Com direção de Selton Mello, a produção terá a história de um paciente homossexual, que vi-

ve um relacionamento com seu parceiro, mas que ainda ''está no armário'' para a família, que é judia e conservadora. Para completar, ele passa a viver sob pressão porque o companheiro quer adotar uma criança. DURO NA QUEDA A televisão ainda não seduziu Paulo Gustavo.Famoso com o espetáculo "Minha Mãe é Uma Peça", o humorista recebeu cinco propostas diferentes da Globo e não aceitou nenhuma. No próximo ano, Paulo Gustavo volta à tevê na segunda temporada do "Vai Que Cola", do Multishow. Formato careta O planejamento de 2014 já corre a todo vapor na Band. "A Liga" deve manter seu elenco atual para a temporada do próximo ano. No entanto, a emissora deve modificar o formato. O programa deverá ganhar uma bancada em estúdio para ancorar as reportagens e promover um debate sobre os temas abordados. CONFETE E FOLIA O SBT definiu os apresentadores para a transmissão do Carnaval de Salvador de 2014. Eliana, Celso Portioli,Lívia Andrade,Helen Ganzarolli e alguns jornalistas,como Cesar Filho, estarão na cobertura. Do Recife e Rio de Janeiro, a emissora fará apenas coberturas jornalísticas.

TELA DUPLA A Copa do Mundo irá alterar a grade de novelas da Globo. Por isso, a emissora irá adotar uma medida inédita durante a programação do ano que vem. "Geração Brasil", próximo folhetim das sete, não irá ao ar no período dos jogos. No entanto, a exibição será direcionada para a internet, onde trechos serão exibidos até o término das partidas. POLÍCIA E LADRÃO Séries policiais serão o grande filão da Record em 2014. A emissora planeja exibir a inédita "Conselho Tutelar'' e a segunda temporada de "A Lei e O Crime", que foi ao ar em 2009. A primeira conta a história de dois conselheiros tutelares e de uma psicóloga no combate à violência contra crianças. Roberto Bomtempo e Andrea Neves são alguns dos nomes confirmados. Já a série de Marcílio de Moraes só deve estrear no segundo semestre de 2014 e irá contar com a direção de Alexandre Avancini. LAÇOS DE SANGUE A Globo poderá juntar pai e filho na próxima novela das seis, "Meu Pedacinho de Chão". A emissora cogita escalar Antonio Fagundes e seu filho,Bruno,para o folhetim de Benedito Ruy Barbosa. No entanto, a confirmação de Antonio Fagundes ainda é um mistério uma vez que o ator está no ar em "Amor à Vida" e deve permanecer um tempo afastado da tevê.A trama tem estreia prevista para março.

TRABALHO ÁRDUO O convite repentino para "Amor à Vida" fez com que Carol Castro negasse algumas propostas para o teatro. No entanto, a intérprete da moderna advogada Silvia prevê um ano de 2014 de muito trabalho nos palcos com a captação de recursos para um projeto autoral. "Estou coproduzindo. É uma experiência que nunca tive e acho muito válida para o currículo", afirma ela, que também pretende se dedicar ao cinema. "Quero que minha carreira no cinema cresça cada vez mais.Busco trabalhos mais densos e dramáticos. Um lado que não tive oportunidade mostrar ainda", planeja. Carol participou de comédias como "Cilada.Com", de Bruno Mazzeo.


Sobre a mídia

Aline Linhares

TVGazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

"Porque Deus é bom, nos deixa plantar o que quisermos. E porque Deus é justo, nós colhemos o que plantamos". Autor desconhecido

REGISTROS

alineolinhares@hotmail.com Twitter: @alinelinhares Site: www.alinelinhares.com.br

CARA DE NOVIDADE O Facebook estuda incluir um botão que irá facilitar que seus usuários expressem sentimento de compaixão em relação aos outros. De acordo com informações do site The Atlantic, a novidade foi apresentada durante uma hackathon no início do ano e, ao que tudo indica, tem sua viabilidade em análise pela rede social. Atualmente, uma das alternativas que os usuários têm em mãos para reconhecer a visualização de uma atualização é o "curtir", fora comentários e compartilhamentos. O botão, por consequência, acaba sendo usado por muitas pessoas como principal meio de expressão na rede social. Os problemas surgem em situações delicadas, quando, por exemplo, alguém informa seus amigos sobre a morte de um ente querido. Algumas pessoas preferem não se manifestar via comentários, o que faz com que, muitas vezes, apareçam usuários "curtindo" a atualização. E isto pode acabar por tornar a interação social em um momento constrangedor. ON LINE O Brasil precisa construir 128.000 bibliotecas até 2020 para cumprir a Lei 12.244, que determina a existência de uma biblioteca para cada escola pública e privada no País. Ao todo, elas devem conter ao menos um livro para cada aluno matriculado. Segundo o Movimento Todos pela Educação, na rede pública, apenas 19% das escolas municipais e 60% das estaduais contam hoje com esse espaço. Diante do desafio de disseminar conhecimento de uma forma simples e flexível, algumas empresas vêm adotando as chamadas bibliotecas virtuais para manter os seus acervos sempre acessíveis e atualizados. Em geral, essas plataformas são criadas por meio de parcerias com editoras e empresas, que cedem seus acervos em PDF às instituições para que elas hospedem o conteúdo em um ambiente em nuvem. Com isso, os leitores podem acessar as obras de qualquer dispositivo com acesso à internet, sem a necessidade de download. A nuvem abre também possibilidades como começar a leitura de um livro no smartphone e terminá-la no tablet.

JotaOliveira

@ O Sistema Fecomércio RN entregou o Prêmio de Jornalismo 2013 aos melhores da imprensa potiguar. O evento foi realizado em Natal. O amigo e radialista Tárcio Araújo - 95 FM - conquistou o prêmio na categoria estudante. Parabéns demais, pra você! @ Ao que tudo indica dr. Milton Marques - Grupo TCM - vai querer colocar na grade da 95 FM o futebol. A expectativa agora é saber quem vai comandar a equipe. Aposto no nome de Fábio Oliveira. @ O evento Propagando, do Departamento de Comunicação da Uern, vai realizar mais uma edição em 2014. A novidade programada é também a realização do primeiro Propagando Júnior,que vai premiar os melhores trabalhos em várias categorias. @ Bianca Costa - TCM - vem dando show na apresentação do programa Manhã TCM enquanto a titular Lilian Martins recupera-se de um acidente e de uma cirurgia. @ Modificações na grade de programação da TV Mossoró estão sendo realizadas para adequação da emissora em várias exigências do Ministério Público. @ Dona Maria Emília Queiroz e a equipe master da GAZETA DO OESTE já organizam todos os detalhes para reunir funcionários e colaboradores do jornal impresso. O clima de Natal e de fim de ano traz as comemorações deste 2013. Tudo vai ser bem aconchegante e cheio de alegria e bons papos nos jardins da Gazeta, próximo dia 23, às cinco da tarde. Uma família linda e grande que se reúne e faz acontecer. Confirmo presença. @ Pacífico Medeiros vem mostrando muitas cenas interessantes do nosso dia a dia na sua série no Instagram 'Diários de Mossoró'. @ Jornalistas políticos, e não políticos também, enlouquecidos com as notícias bombásticas da semana passada. Abalando as redações. Eita, movimento grande! @ Outra bombação da semana passada, desta vez nas redes sociais Facebook e Instagram, foi a figura do Moment Cam. @ Após o sucesso do aplicativo Lulu no Brasil, agora chegou a vez dos homens. Foi lançado na segunda-feira passada, o app Clube do Bolinha, prometendo permitir que os homens avaliem as mulheres de forma anônima. Acho isso U Ó!

FUÁ DE IDEIAS As mídias sociais têm se tornado importantes ferramentas de comunicação nos dias atuais. É pensando nisso que a primeira agência de gerenciamento em mídias sociais de Mossoró, Fuá Digital, realiza, de forma estratégica e profissional, o trabalho de relacionamento nas redes sociais da internet para as empresas. O resultado? São os excelentes retornos para os negócios. Mais informações:falecom@fuadigital.com.br ou pelo telefone:(84) 86020877.


4 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Raio-x

Jogo de cintura No ar em "Além Do Horizonte", Karen Coelho se adapta ao ritmo ágil da televisão BELISA TAAM TV PRESS

A

linguagem dinâmica da televisão instiga Karen Coelho. A atriz, que encarna a auxiliar de enfermagem Sandra de "Além Do Horizonte", conta que, devido à velocidade das cenas,seu maior desafio é a concentração diante às

câmaras. "Qualquer coisa pode dispersar.Inclusive,por possuir muitos detalhes no cenário e uma equipe grande no estúdio.", opina. Logo em sua estreia na tevê, como a Idalina de "Ciranda de Pedra", exibida em 2008,Karen confessa que a falta de experiência se tornou um empecilho para a fluidez de suas primeiras cenas na épo-

ca. "Lembro que virava de costas para a câmara. Ficava preocupada na relação com o outro ator e não me dava conta de todos os outros aparatos", diverte-se. Na trama,Sandra abdica da própria vida para cuidar dos sobrinhos,Marlon e William,vividos por Rodrigo Simas e Thiago Rodrigues, respectiva-

mente. Para acionar os trejeitos ideais para a personagem, Karen relembrou uma fase da carreira. "Teve uma época em que me dedicava somente ao teatro e não tinha mais tempo para mim.Depois,me dei conta de que temos de nos abrir para outras coisas", pondera.

Karen Coelho Nome: Karen Coelho Neves. Data de Nascimento: Em 11 de setembro de 1984, no Rio de Janeiro. Primeiro trabalho na tevê: Idalina, de "Ciranda De Pedra", de 2008. Atuação inesquecível: Laura Wingfield, da peça "O Zoológico de Vidro". Interpretação memorável: Patrícia Pillar em "A Favorita", de 2008, como Flora. Momento marcante na carreira: "Quando fiz a peça 'O Zoológico De Vidro'. Foi um momento de maturidade artística". A que gosta de assistir: "Seriados, principalmente 'House'. Acompanho também programas de culinária". A que nunca assistiria: "Aos diversos jogos de futebol". O que falta na televisão: "Queria ver mais produções brasileiras". O que sobra na televisão: "Futebol. O esporte poderia ser mais variado". Ator: José Carlos Machado. Atriz: Cássia Kis Magro. Com quem gostaria de contracenar: Tony Ramos. Se não fosse atriz, o que seria: Paisagista. Humorista: Pedro Cardoso. Novela preferida: "A Favorita", de 2008. Vilão marcante: Olavo, de "Paraíso Tropical", de 2007. Cena inesquecível na tevê: "Quando Genaro toca piano enquanto espera o filho, Toni", em "Esperança", de 2002. Melhor abertura de novela: "Além do Horizonte". Personagem mais difícil de compor: Laura Wingfield, da peça "O Zoológico De Vidro". Que novela gostaria de ser reprisada: "Avenida Brasil", de 2012. Que papel gostaria de representar: "Tenho vontade de interpretar a Nora de 'A Casa das Bonecas'". Com quem gostaria de fazer par romântico: Wagner Moura. Filme: "O Fabuloso Destino de Amélie Poulan", de Jean-Pierre Jeunet. Livro de cabeceira: "O Livro Tibetano do Viver e do Morrer", de Sogyal Rinpoche. Autor: Anton Tchecov. Diretor: Ulysses Cruz. Mania: "De manter tudo organizado. Se não estiver, me dá nervoso". Medo: "Da violência. Tem tantas histórias recentes de amigos que foram assaltados. Isso me assusta". Projeto: "Fazer uma peça mais moderna no teatro. Já atuei em muitos clássicos".


TVGazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Bastidores

Um leve arrepio "NOITE DE ARREPIAR" APOSTA EM UMA MISTURA DE TERROR COM COMÉDIA QUE ATENDA A TODOS OS PÚBLICOS

NATALY LIMA TV PRESS

C

om a chegada do fim de ano, uma programação diferenciada é apresentada por todas as emissoras. A Record acredita no sucesso de "Noite de Arrepiar", um episódio que irá ao ar às vésperas do Natal, dia 22 de dezembro.A maior parte das gravações foi feita em um casarão localizado no Alto da Boa Vista, Zona Norte do Rio de Janeiro. O diretor Rudi Lageman quis recriar um ambiente mórbido, porém convidativo. Para isso, se inspirou em filmes como "A Família Addams", de Barry Sonnenfeld, "Sombras da Noite" e "Os Fantasmas se Divertem", do consagrado diretor Tim Burton. "Transformamos o casarão em um castelo. Ele tem características que não se encon-

tram facilmente. O teto alto e a amplitude dos espaços traduz a ideia de grandiosidade que queremos", explica Lageman, durante as gravações. O episódio conta a história de três amigos que recebem um convite misterioso para jantar. Macedônio, Cósimo e Bob, interpretados por Bemvindo Sequeira, Castrinho e André Mattos, respectivamente, decidem ir ao encontro. Chegando lá, constatam que a casa pertence a uma amiga de infância dos três. Ela, arrependida de têlos maltratado quando criança, decide se redimir com um banquete. No meio do jantar, no entanto, um crime acontece. A anfitriã Vivi Pessoa, de Cristina Pereira, morre misteriosamente. E agora, todos são suspeitos. Apesar do clima de mistério, os personagens atrapalhados dão o tom da comédia. Cristina Pereira, acostumada ao gênero, diz que esta é uma experiência singular para ela, que nunca fez uma personagem do tipo. "A Vivi tem todo um aparato. Ela se veste de preto, vive em um castelo, tudo bem 'dark'", explica.

Logo no ensaio, os atores já estavam caracterizados. O diretor passava as cenas rapidamente e, em seguida, começava as gravações. Os responsáveis pelo figurino e maquiagem tiveram cuidado com os detalhes das peças eleitas para os personagens. Como todos são bem caricatos, cada um tem suas particularidades e objetos que se sobressaem na composição. "O Bob, por exemplo, usa muitos anéis. Tivemos a ideia de recriá-lo na infância e, o ator mirim que o interpretou não podia deixar de usar esses acessórios", conta Lageman. Nos bastidores,é inevitável o clima bem-humorado. Volta e meia, os atores colocavam "cacos",falas que não estão no roteiro, em suas cenas. Lageman e Bosco Brasil, autor da história, comemoravam o sucesso do improviso. "Todo escritor se incomoda um pouco quando mexem no seu texto. Mas, nesse caso, estou feliz. É o melhor elenco com que trabalhei,tudo que eles acrescentam é maravilhoso", derretese Bosco. "O bom é que ainda levo a fama pelo que eles falam. Se eles colocarem algo

que não funciona, aí sim, digo que foram os atores", brinca. Um dos destaques da gravação foi Solange Couto. A atriz, que dá vida a Justina, uma oficial de justiça, dispensou o dublê durante uma das cenas, em que deveria cair dentro de um armário e sair por uma "passagem secreta". Ainda assim, a equipe de dublês Só Ação estava a postos para qualquer necessidade. "Eu adoro fazer essas coisas. Sou moleca, não tem jeito", brinca Solange. "Não tem mistério e a equipe de dublagem está aqui para me orientar. O figurino e a maquiagem permanecem intactos. Eles dominam a técnica", completa. O programa irá ao ar às 23:30 e, apesar do horário, é de indicação livre. "Não tem nada de horripilante. É uma comédia com nuances de terror", evidencia Lageman.


6 TVGazeta do Oeste

Entrevista

VILÃO

A I C N Ê T S I S N I R O P conta que fez José de Abreu eguir papel em teste para cons "Joia Rara"

E

m 33 anos de carreira na televisão, José de Abreu se acostumou a receber convites para todas as produções em que atuou. Pelo menos, até agora. É que Ernest, vilão que interpreta em "Joia Rara", lhe trouxe uma situação inusitada. Pela primeira vez, o ator se submeteu a um teste de elenco - com direito a um mês de espera pela resposta.A diretora geral Amora Mautner e o diretor de núcleo Ricardo Waddington chegaram a pensar que poderia ser muito cedo para escalá-lo para mais um vilão. Afinal, em seu último trabalho na tevê, José de Abreu havia se destacado na pele do asqueroso Nilo de "Avenida Brasil", também dirigida pela mesma equipe. Mas, ao conhecer o perfil do personagem, o ator insistiu e pediu para fazer. Conseguiu agendar um teste para que fosse avaliado o entrosamento em cena com Bruno Gagliasso,Carmo Dalla Vecchia e Bianca Bin, que vivem Franz - primogênito de Ernest -,Manfred e Amélia,respectivamente. "Eu corri atrás desse personagem, pedi a Amora para fazer teste porque achava que ia ser um grande trunfo mostrar para o público que eu podia fazer aquele bêbado lixeiro e podia também fazer um aristocrata chique", explica. P - Seu último personagem, o Nilo de "Avenida Brasil",exibida em 2012, teve uma grande

repercussão. Como o público tem reagido ao Ernest de "Joia Rara"? R - A pesquisa que a Globo fez deu que o público gosta muito do personagem,embora seja o vilão. Acho que o público de novela brasileira já sabe dividir personagem de ator. Isso ficou claro na pesquisa porque as pessoas falam do ator, comparam meu trabalho com o Nilo. Gostam dessa coisa do Ernest ser chique, bem educado, com bons modos, apesar de ser grosso.

que aprendi no teatro, que é criar uma vida real, criar um ser humano crível,em quem as pessoas acreditem. Ninguém é uma coisa só. E é muito fácil, é bem crível que uma pessoa se apaixone pela neta, filha de seu primogênito, que ele ama mais do que tudo na vida.E mais ainda uma menina que,embora ele,Ernest,não saiba ou nem queira saber, tem uma sensibilidade, um astral diferente. Ele pode não entender, mas ela tem. E a função da relação dos dois é ela mudá-lo.

P - Em sua opinião, por que os vilões costumam cair no gosto popular? R - Acho que os vilões criam uma empatia com o público. Talvez o público jogue nos vilões o lado mau que todo mundo tem. Quer dizer, você vê o vilão fazendo uma maldade e isso satisfaz o seu lado mau sem você ter de fazer alguma coisa. Eu costumo dizer que isso é muito bom na minha vida pessoal porque não preciso fazer vilania,eu já faço na novela.

P - A direção da novela chegou a indicar fontes de referência para a criação de seu personagem? R - A Amora me pediu para ver "House of Cards". É uma série do Netflix genial sobre política em que Kevin Spacey tenta um tipo de interpretação em que representa de uma maneira muito fria. Mas o personagem tem uma coisa diferente que talvez um dia a gente consiga fazer: ele fala com a câmara. Você vai ficando cúmplice e ele faz os maiores absurdos. É um vilão único.E a Amora queria que eu visse para que o Ernest fizesse vilanias sem se envolver com elas. Meu personagem fica com raiva, bate na mesa. Mas, na hora de fazer as coisas, é frio, como a gente imagina que seja um suíço preciso como um relógio.

P - Na trama, Ernest prejudica a vida de muitas pessoas. E, ao mesmo tempo, demonstra uma personalidade carinhosa ao lado da neta,Pérola (Mel Maia). Como equilibrar a vilania do personagem com esse lado mais amoroso? R - Eu procuro fazer com todos os personagens uma coisa

P - E você fez algum estudo específico para o Ernest por con-

ta própria? R - Fui para Suíça. Aí, é coisa de viagem de ator. Já começo a estudar, leio tudo sobre joalheria, história da joia. Ainda mais que a novela se chama "Joia Rara" e o Ernest é um joalheiro. A joia, para ele, é a Pérola, ela tem nome de joia.Pérola é a única que não é uma pedra, não é um mineral, vem dentro da ostra. A pérola é uma joia rara. Cheguei em uma cidade da Suíça e descobri que naquela região tudo que é bom se chama Alpen Pearl, que significa Pérola dos Alpes: o melhor restaurante, a melhor cerveja, o melhor hotel. Liguei para as autoras, contei isso e falei: "Chama a menina de Alpen Pearl". Só por essa descoberta já valia ter ido na Suíça porque cria uma verdade interna que é demais. O resto eu preparo. Claro que tenho uma técnica de 45 anos de profissão, aprendi a construir um personagem. P - Por que esse processo minucioso é tão importante para o resultado que você apresenta em cena? R - Às vezes, estou decorando um texto, esperando para gravar ou até gravando mesmo,vem uma imagem na minha cabeça. Outro dia, o Ernest estava falando para Gertrude (Ana Lúcia Torre) que a firma vai quebrar,a Houser Fundição,uma empresa que o avô dele fundou. E na hora que eu estava falando, vi a Suíça. Isso dá verdade para o personagem.Mas não tem como medir.É uma coisa que vai na sensibilidade do espectador e vai naquela zona artística que a gente não sabe como medir. Você enche o espírito de informações do papel, junta tudo, bota sua emoção.Eu gosto da composição. 80% de uma possível cultura que eu tenha, de conhecimento da vida vêm da pesquisa que faço para meus personagens. Porque é o estudo mais gostoso que tem. P - Você veio de um trabalho também dirigido por Amora Mautner, com quem já trabalhou outras vezes. Qual é a vantagem de repetir esta parceria? R - Eu adoro ser dirigido. Adoro que o diretor me fale o que fazer e a Amora gosta disso. E ela


é coimeço alhemais a Ra.A a tem a que m miA péei em cobri que é que o mer cerei paalei: Alpen ta já e cria é deClaro anos struir

o mipara senta

ando var m uma Outro para ) que Funvô deestaá veras não a que tador que a Voações a sua sição. a que da vio paue é o m.

balho mora baaneria? Adoue faE ela

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

ficou impressionada como eu faço o que ela pede e disse que parece que eu tenho botão. E eu gosto muito do jeito dela. A Amora tem uma faísca diferente.Olha,vou falar uma coisa, eu adoro ir para o Projac, adoro o dia a dia de gravações e adoro representar, mas ela despertou uma faiscazinha que acho que estava meio adormecida. P - Como assim? R - De me tirar da zona de conforto.E isso desde a primeira reunião. Ela tirou todos os meus truques, que naturalmente você pega. Como, por exemplo, pensar no texto,dar uma pausa para pensar na fala porque decorei mal. E até esse decorar mal deixa você em um estado de apreensão que te tira da zona de conforto. Mas eu aprendi com a Amora o seguinte: tenho de estar com o texto na ponta da língua porque ela me desafia o tempo inteiro. E não tem pausa. Ernest Houser não tem pausa, "time is money" (tempo é dinheiro). P - Você costuma mudar bastante de visual para os personagens que interpreta - para o Pandit, de "Caminho das Índias", raspou a cabeça e, para o Nilo, de "Avenida Brasil", cultivou uma barba grande. Como foi decidida a caracterização de Ernest? R - Eu provoquei.A Amora tinha mandado eu raspar tudo.Aí, convenci a Marie Salles, que faz o figurino e o visual da gente, e o Alê de Souza a testarem a roupa com bigode e cavanhaque porque eu achava que ia dar uma coisa boa de época. O cavanhaque dava um ar de seriedade. A Amora não queria por causa do Nilo,que era barbudo. Mas eu queria porque o Mundo chama o Ernest de bode velho o tempo inteiro e bode velho tem de ter cavanhaque. Alguém quando escreveu aquele bode velho viu o Ernest de cavanhaque. P - Nos últimos anos, você se destacou na pele de personagens secundários. Até que ponto o tamanho do papel que você interpreta é importante? R - É muito importante. Ator

tem um ego imenso. Quanto maior, melhor, sempre. A gente pode ser hipócrita e mentir,dizer: "Não, para mim, tanto faz, todo papel é grande".É mentira.Quanto mais fala tem, melhor. Com o Nilo,eu ganhei todos os prêmios, inclusive de melhor ator e não coadjuvante. O Cláudio Marzo me falou uma vez que a pior hora para um ator é quando ele recebe o bloco de capítulos e fala assim: "Esse desgraçado não escreve para mim" ou "Esse desgraçado quer me matar de trabalhar". É óbvio que é mais gostoso ser protagonista do que coadjuvante. Mas, sem dúvida, o Nilo era um dos melhores papéis da novela, se não o melhor. Da minha carreira também. P - O que você avalia antes de aceitar um papel? R - Em novela, não dá para saber do papel. Em cinema e teatro, dá. Mas, em novela, eu vou muito mais pelo que o diretor me fala.Imagina o Nilo.A única coisa que eu sabia era que ele morava em um lixão e o Ricardo Waddington falou: "Pensa no inferno de Dante. É o último andar".Perguntei se eu não ia ler nada da sinopse e ele disse: "Não. Você vai adorar,confia em mim". Aceitei e confiei nele. E se eu não confiasse? Ia me matar (risos). P - Acredita que interpretar o Nilo - um personagem popular,apesar das características vilanescas - mudou a maneira que o público tem de enxergar seu trabalho? R - Acho que o Nilo me colocou em um nível de atuação aos olhos do público.Porque foi uma novela das oito, que já tem uma audiência muito grande, e foi uma novela de muito sucesso, com uma audiência ainda maior. E eu estava fazendo um personagem que me deu possibilidade de experimentar um monte de lados de um ser humano.No momento em que ele era mendigo, bêbado e morava no lixo, quer dizer,ele já estava no último degrau possível da sociedade humana, abaixo da linha de pobreza, ele podia fazer qualquer coisa. E isso me deu possibilidade de mostrar para um público imenso que

TVGazeta do Oeste 7

eu podia fazer coisas diferentes do que estava fazendo até então. Algo que, normalmente, só em teatro você faz. O Nilo era muito teatral.

TRAJETÓRIA TELEVISIVA # "As Três Marias" (Globo, 1980) - Leonel. # "Terras do Sem-Fim" (Globo, 1981) - Pepe. # "Sítio do Picapau Amarelo" (Globo, 1981) - Pai da Rapunzel. # "Caso Verdade" (Globo,1982) - Dr.Fernando (episódio "Disque CVV para Viver"). # "Caso Verdade" (Globo, 1983) - Márcio (episódio "Erro Médico"). # "Parabéns pra Você" (Globo, 1983) - Dr. Fontes. # "Transas e Caretas" (Globo, 1984) - Renato. # "Anarquistas, Graças a Deus" (Globo, 1984) - Angelim. # "Caso Verdade" (Globo, 1984) - Jonathan (episódio "Esperança"). # "Sítio do Picapau Amarelo" (Globo, 1984) - Barba Azul. # "Corpo a Corpo" (Globo, 1984) - Victor. # "O Tempo e O Vento" (Globo, 1985) - Juvenal. # "Ti-Ti-Ti" (Globo, 1985) - Chico. # "Anos Dourados" (Globo, 1986) - Dorneles. # "O Outro" (Globo, 1987) - Genésio. # "Bebê a Bordo" (Globo, 1988) - Tonhão. # "O Primo Basílio" (Globo, 1988) - Julião Zuzarte. # "Kananga do Japão" (Manchete, 1989) - Getúlio Vargas. # "Tieta" (Globo, 1989) - Mascate (primeira fase). # "Pantanal" (Manchete, 1990) - Gustavo. # "O Canto das Sereias" (Manchete, 1990) - Ulisses. # "Ana Raio e Zé Trovão" (Manchete, 1991) - Investigador Roberto Dantas. # "Na Rede de Intrigas" (Manchete, 1991) - Artur. # "Amazônia" (Manchete, 1991) - Artur. # "Perigosas Peruas" (Globo, 1992) - Mr. Fry. # "Renascer" (Globo, 1993) - Egberto. # "Sonho Meu" (Globo, 1993) - Geraldo. # "História de Amor" (Globo, 1995) - Daniel Veloso. # "A Indomada" (Globo, 1997) - Delegado Motinha. # "Corpo Dourado" (Globo, 1998) - Renato. # "Força de Um Desejo" (Globo, 1999) - Pereira. # "Vila Madalena" (Globo, 1999) - Viriato. # "A Muralha" (Globo, 2000) - General Zé Batista. # "Porto dos Milagres" (Globo, 2001) - Eriberto Pereira. # "Os Maias" (Globo, 2001) - Steve Chandler. # "Desejos de Mulher" (Globo, 2002) - Bruno Vargas. # "A Casa das Sete Mulheres" (Globo, 2003) - Onofre Pires. # "Malhação" (Globo, 2003) - Paulo. # "Senhora do Destino" (Globo, 2004) - Josivaldo. # "Mad Maria" (Globo, 2005) - Lindolfo Macedo. # "JK" (Globo, 2006) - Carlos Lacerda. # "Amazônia, de Galvez a Chico Mendes" (Globo, de 2007) - Coronel Firmino. # "Desejo Proibido" (Globo, 2007) - Chico. # "Caminho das Índias" (Globo, 2009) - Pandit. # "Malhação ID" (Globo, 2009) - Diretor Livramento. # "Insensato Coração" (Globo, 2011) - Milton Castellani. # "Avenida Brasil" (Globo, 2012) - Nilo. # "O Dentista Mascarado" (Globo, 2013) - Gerôncio Passos Dias Durão. # "Joia Rara" (Globo, 2013) - Ernest Hauser.


8 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Crônica

Entre o frio e o morno SEM UM GRANDE FIO CONDUTOR, "AMOR À VIDA" REVEZA MARASMO E AÇÃO EM DIVERSOS NÚCLEOS ANNA BITTENCOURT TV PRESS

C

om muito sucesso em novelas que escreveu para o horário das seis, como "O Cravo e A Rosa" e "Chocolate com Pimenta", de 2000 e 2003, e certa instabilidade em outras da faixa das sete - como a bem-sucedida "Caras & Bocas" e a fraca "Morde & Assopra", de 2009 e 2011 -, Walcyr Carrasco fugiu um pouco do carimbo de humor pastelão em suas tramas originais em "Amor à Vida", sua estreia em folhetins das nove. O resultado disso foi uma no-

vela com cara de música do Zeca Pagodinho.Walcyr "deixou a vida o levar" e foi indo conforme a maré, alterando o foco central de cada núcleo.Dessa forma, a novela foi misturando momentos monótonos com viradas inteligentes e quase inesperadas. As reviravoltas, no entanto, soam pouco críveis. As tramas centrais e as que giravam na órbita dos personagens principais foram alternando posições. Algumas vezes, certos núcleos foram esquecidos e depois voltaram a ter uma história própria desenvolvida. É o caso de Linda, de Bruna Linzmeyer.A autista interpretada pela atriz só aparecia para ser espezinhada por Leila, de Fernanda Machado.Ou em uma conversa descartável com sua família. Nos últimos capítulos, o romance com Rafael, de Rainer Cadete, tem fi-

cado fora da mesmice que rondava a implicância da família com a aproximação do advogado.Outra história que caminhava à margem das demais e que gera pouca credibilidade é a de Perséfone, de Fabiana Karla. Depois de passar mais da metade da novela lamentando sua virgindade, a enfermeira casou e agora é disputada por Rodrigo e Vanderlei, de Rodrigo Andrade e Marcelo Argenta. Com o crescimento desses personagens,outros núcleos ficaram um pouco apagados. A interesseira Leila e o arrependido Thales, de Ricardo Tozzi, aparentemente foram esquecidos pelo autor. Do outro lado de "Amor à Vida", a vingança de Aline, de Vanessa Giácomo, tem cada vez espaço maior.O sufoco que César,personagem de Antônio Fagundes, tem passado é um

prato cheio no quesito dramaturgia. Muito bem em cena, Vanessa passeia com segurança entre a sensualidade, o humor e a vilania de sua personagem. A trama, no entanto, só perde para o recente amor quase que de mãe e filho nascido entre Márcia e Félix, vividos por Elizabeth Savalla e Mateus Solano.Juntos,os atores fizeram quase o impossível: cresceram ainda mais em cena. Não é à toa que eles têm tido as maiores sequências, recheadas de diálogos ora intensos,ora hilários.Apesar da provável redenção de Félix com sua família, a ex-chacrete e o ex-vilão ainda vão ter espaço para "colocar a novela no bolso".


TVGazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Close

LADEIRA ACIMA LUMA COSTA ENCARA "PÉ NA COVA" COMO SUA MELHOR FASE NA TELEVISÃO

MÁRCIO MAIO TV PRESS

D

epois de 12 anos de carreira na tevê, Luma Costa sente que vive seu melhor momento de trabalho. A atriz interpreta a desinibida Odete Roitman no seriado "Pé na Cova", da Globo,sua primeira inserção mais aprofundada na comédia. E divide cenas com Miguel Falabella e Marília Pêra, que vivem seus pais no programa. Mas um outro fator conta para chegar a essa reflexão: pela primeira vez, ela acredita que é vista de fato como uma adulta pelo público. "Sempre tive uma empatia forte das crianças e adolescentes.Mas até pela temática e pelo horário em que é exibido, 'Pé na Cova' me coloca em uma personagem mais madura", avalia. E se a intenção é se mostrar com mais maturidade, a segunda temporada do seriado caminha junto com seus desejos. Se antes o fato de fazer par romântico com a cantora Mart'nália já mexia com questões polêmicas, a adoção do menino Sermancino, vivido por Gabriel Lima,veio temperar ainda mais esse lado. Na pele de uma mulher que se despe para clientes pela internet, Luma garante que enxerga a relação de Odete com o garoto como um dos pontos altos dessa leva de episódios, que se encerra esta semana."Acho bacana a forma como se retrata. Existe o humor, é claro. Mas tem um lado muito sério sendo mostrado da postura de-

la como mãe. Não queremos levantar bandeira, mas acho que ajudamos a mudar a visão de alguns preconceituosos", defende. A relação de Odete com Tamanco, mecânica interpretada por Mart'nália, aliás, teve uma repercussão que surpreendeu Luma. A atriz jura que, nas ruas, só ouve comentários favoráveis ao casamento lésbico. Ao contrário de críticas moralistas, a maior parte do público pede mesmo é pela felicidade do casal. "O fato de ser com a Mart'nália ajuda porque ela já era uma pessoa querida do meio musical. Mas vejo as pessoas mais abertas e, principalmente, satisfeitas ao verem as relações gays tratadas de forma natural na televisão", aposta, garantindo que as cantadas dos homens não aumentaram em razão das cenas com pouca roupa. "Olha, uma freira veio falar comigo! Isso sim me surpreendeu", diz, às gargalhadas. É visível a empolgação de Luma com o trabalho na comédia. A atriz até já tinha participado de um quadro no "Zorra Total", com Francisco Milani, mas quando era adolescente. Agora, valoriza não só o fato de poder experimentar um gênero ainda desconhecido em sua carreira,mas também por trabalhar com o próprio autor de suas falas,Miguel Falabella. "Bate mais responsabilidade, só que essa proximidade também facilita na hora de entender o que se espera de nós ali", explica. Mas Luma não esconde uma de suas maiores vontades em seu futuro como atriz. Aproveita que hoje interpreta uma "stripper" que carrega o nome de uma das maiores vilãs da teledramaturgia uma homenagem ao papel de Beatriz Segall em "Vale Tu-

do", exibida pela Globo em 1988 - e encara isso como um sinal positivo sobre os próximos trabalhos. "Quero fazer uma mulher má. Acho que deve ser legal. Já fui protagonista na Record e hoje estou na comédia, então acredito que uma vilã seria bem bacana em uma próxima em-

preitada", torce. Mas que seja bem mais para frente. "'Pé na Cova' terá vida longa, a crítica tem sido muito positiva", prevê.


10 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Resumo

ALÉM DO HORIZONTE

MALHAÇÃO

JOIA RARA

GLOBO - 17H:50

GLOBO - 18H:15

GLOBO - 19H:10

Segunda (16/12) - Giovana lidera a apresentação do musical, até que Meg finalmente consegue chegar ao Grajaú. Abelardo se anima para dançar com Bernardete em uma das cenas do musical. A apresentação é um sucesso e todos se emocionam.Antônio sente ciúmes do sucesso de Ben. Meg revela que Martin foi o responsável por trazê-la de volta ao Brasil a tempo de se apresentar. Jozino e Elvira conversam sobre o passado e ela decide corrigir seu comportamento. Luciana e Ronaldo se entendem. Flaviana mostra para Sofia as fotos de Marinalva, possível candidata ao projeto de beleza,e seu filho Edgard.Elvira se desculpa com Frédéric e Jozino oferece flores para o antigo amor.

Segunda (16/12) - Amélia expulsa Manfred do cortiço. Franz revela a Amélia que Viktor é o pai do filho de Sílvia. Salvador confessa para Cícero que se sente culpado por Heitor ter sido preso injustamente e diz que contará toda a verdade para Sílvia. Silveira diz a Hilda e Toni que, perante a lei, ele continua casado com Gaia. Manfred decide dar um sumiço em Franz e pede ajuda a Benito. Miquelina dá um convite para o delegado ir ao baile no cabaré. Gaia diz a Toni que lhe dará o desquite. Franz decide ir ao baile com Amélia.Manfred os observa de longe, com rancor.

Segunda (16/12) - William não deixa Sandra falar com André e acaba brigando com a tia. Zélia faz indiretas sobre Marlon a Paulinha para acabar com seu questionamento a respeito do centro de comunicações. William pede para Lili ir à casa de Guto. Guto atrapalha o romance entre Lili e William. Nilson conta para Celina e Fátima que Klaus o achou em um barco. Paulinha descobre que Marlon não dormiu no alojamento. Lili procura Thomaz para falar sobre Heloísa. Lili apresenta Priscila para Júlia e Flávio. William se surpreende ao ver o pai e a irmã de Rafa na festa. Angelique e Tereza visitam Joana.

Terça (17/12) - Sofia afirma que está disposta a esquecer Ben e pede para Flaviana apresentá-la a Edgard. Soraia ajuda Marinalva, Caetano recrimina a atitude de sua funcionária e comete uma gafe em relação à nova vizinha. Vera decide afastar Ben e Anita. Edgard pede que Marinalva cuide mais de sua aparência.Raíssa pede que Clara e Vitor sejam mais discretos com seu namoro na escola. Marinalva diz a Sofia e Flaviana que, se gostar do resultado de sua transformação, será uma das patrocinadoras do Tapinha da Sofia.Anita e Giovana afirmam que desejam ser amigas de Monique. Vera comunica a Anita que ela passará uma temporada na casa do pai. Quarta (18/12) - Vera insiste para que Anita arrume suas malas. Sofia se insinua para Edgard, mas o menino a ignora. Ben descobre que Anita se mudou para a Barra. Caetano se enfurece com a notícia do namoro entre Anita e Ben. Bernardete apoia Vera. Ben e Anita se veem escondidos. Luana acredita que Vitor terminou o namoro com Clara e pede para sair com o rapaz, que recusa o convite. Martin fica sabendo do namoro entre Ben e Anita. Bernardete se diverte com Abelardo. Anita e Giovana visitam Monique e levam toda a turma para conhecer a menina. A transformação de beleza de Marinalva é um sucesso e Edgard se surpreende com o trabalho de Sofia. Quinta (19/12) - Marinalva anuncia que patrocinará o projeto de beleza de Sofia. Anita, Giovana e todos pedem que Monique pense na proposta de fazer parte da turma.Por sugestão de Sofia,Marinalva resolve fazer sua coletiva de imprensa no salão de festas de Maura. Bernardete pensa em voltar a estudar. Raíssa tenta convencer Vera a compreender Anita. Sidney e Sofia implicam um com o outro. Os professores decidem armar um almoço comunitário de fim de ano na escola. Marinalva apresenta Sofia para a imprensa. Clara ouve Vitor falar mal de Luana e acredita se tratar dela. Sofia não menciona o apoio de Flaviana e Serguei a seu projeto nas entrevistas.Pedro alerta Sofia sobre sua vaidade. Sidney ajuda Ben a se encontrar com Anita. Sexta (20/12) - Soraia ajuda Anita a se encontrar com Ben. Edgard apresenta o contrato de patrocínio para Sofia, que se faz de difícil. Sidney tenta chamar Sofia de volta à realidade, mas a menina o despreza. Ben e Anita combinam de viajar juntos após o encerramento das aulas. Bernardete questiona Abelardo sobre seu amor.Monique é recebida com carinho por sua nova turma. Meg tenta ajudar Serguei no salão e Flaviana sente ciúmes. Edgard se insinua para Sofia. Virgílio dá aulas para Bernardete e Abelardo.Serguei dá um ultimato em Flaviana.Edgard beija Sofia na frente de um paparazzo, que registra o momento íntimo dos dois.

Terça (17/12) - Arlindo e Aurora tentam tranquilizar Odilon antes de sua apresentação.Joel planeja dopar Odilon, mas Lola percebe e troca as xícaras. Ernest desconfia de que Viktor tenha um relacionamento com Sílvia.Manfred aparece no baile e tenta tirar Amélia para dançar,mas Franz não permite e o manda embora.Ernest flagra Sílvia e Viktor se beijando. Pérola sente que algo ruim está acontecendo a Franz. Zefinha vê homens encapuzados à espreita na porta do cabaré. Viktor admite para Ernest que ama Sílvia e que é o pai do filho dela. Quarta (18/12) - Ernest fica furioso ao saber do envolvimento entre Viktor e Sílvia e exige que o filho a abandone. Manfred insiste para que Amélia dance com ele e Franz o enfrenta.O delegado avista os quatro homens encapuzados em frente ao carro de Franz e inicia uma perseguição. Arlindo convida Manfred a se retirar do cabaré. Odilon fica emocionado ao término de sua apresentação. Sílvia e Viktor conseguem fugir do hospital. Ela confessa a Viktor que é filha de Heitor Zampari. Quinta (19/12) - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou o capítulo. Sexta (20/12) - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou o capítulo. Sábado (21/12) - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Terça (17/12) - William se irrita com Lili. Keila ataca Fátima e Vó Tita defende a neta. Rafa conta para Júlia que não é namorado de Lili e acaba discutindo com a irmã. Tereza e Angelique observam o entusiasmo de Joana. Paulinha discute com Marlon. Lili procura William no apartamento de Guto. Marcelo fala para Priscila que tentará conquistar a ex-namorada. William se reconcilia com Sandra. Lili incentiva Heloísa a ficar com Thomaz.André marca um encontro com Thomaz. Rafa se despede de Flávio. Tereza fica tensa com a ida de Lili para a comunidade. Quarta (18/12) - André ouve a ligação de Heloísa e decide acompanhar Thomaz em seu encontro.Os eleitos entregam seus celulares para Assis. William percebe a tensão de Berenice. Marcelo tem uma crise ao saber do sumiço de Lili.Rafa e Lili se animam com a ida de Hermes à viagem. Osvaldo consola Sandra. Olívia gosta de ver o entusiasmo de André com o caso de Lili. Vó Tita exige que Kléber mantenha Keila longe de sua neta.Thomaz e Priscila cuidam de Heloísa. Guto observa o GPS que colocou na mochila de William. Berenice se abraça à foto de Vitória. Kléber vê o brinco de Celina com Rita e fica furioso. Hermes manda Assis revistar as mochilas dos eleitos. Marlon vê Joana. Paulinha beija LC e Zélia observa os dois. Quinta (19/12) - Paulinha se afasta de LC e se desculpa por tê-lo beijado.Marlon conversa com Joana,mas Angelique o repreende.Inês fala mal de Lili para Marcelo. Júlia comenta com Flávio seu estranhamento com a falta de notícias de Rafa. Júlia descobre que Rafa sumiu. Thomaz tenta animar Marcelo. Priscila se sente culpada com o sofrimento de Heloísa. Celina questiona Klaus sobre Nilson. Keila encontra o brinco de Celina nos pertences de Kléber. Paulinha conta para Tereza que viu Zélia com atitudes suspeitas. Hermes e Assis suspeitam de que Berenice seja a espiã.Líder Jorge mostra Tapiré para os eleitos. Berenice prepara uma bomba caseira. Sexta (20/12) - William encontra Lili e se tranquiliza. Os moradores de Tapiré se impressionam com a explosão. William, Lili e Rafa entram no barco de Nilson. Thomaz tenta descobrir o paradeiro de Lili com LC. André vai à casa de Rafa. Zélia conversa com Vitória. Celina avisa a Kléber que hospedará Lili. LC se desespera ao saber do acidente com o barco dos eleitos.André descobre que o desaparecimento de Rafa foi informado à polícia. Tereza reclama de Paulinha para Angelique. Júlia se surpreende ao encontrar André no apartamento de Rafa. Tereza leva Joana para trabalhar com Paulinha. Sábado (21/12) - LC pede que Kléber leve Hermes a seu encontro. Lili tenta desviar o assunto de Celina, que desconfia. André acredita que Rafa tenha ido atrás de Paulinha.Celina faz perguntas sobre o grupo para Lili. Paulinha conta para Marlon que encontrou Joana e se assusta quando a moça aparece no alojamento. Olívia usa Júlia para implicar com André. LC fica ansioso para ver Lili e Hermes tenta tranquilizá-lo. LC manda o piloto do helicóptero ir até seu alojamento durante a noite. Selma encontra a mala de Lili. Tereza obriga Matias a levá-la até Lili.


TVGazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Resumo PECADO MORTAL

AMOR A VIDA

RECORD - 22H

GLOBO - 21 H

Segunda (16/12) - Das Dores é atendida pelos paramédicos. Carlão acredita que os filhos de Cinira estão sendo usados para chantageá-la. Com a ajuda de Otávio, ele decide encontrá-los. Michele se emociona diante do médico ao pensar em tudo que pode sofrer se os inimigos descobrirem sua doença. Laerte confessa que recebeu ordens da cúpula do jogo do bicho para fazer a promotoria perder.Doroteia conta para Carlão que os filhos de Cinira estão a salvo. Patrícia liga para Carlão e conta que Picasso levou o pai de Cinira. Os bicheiros pressionam Michele, para que seja substituído por Carlão.

Segunda (16/12) - Niko aceita a sugestão de Félix de pedir o exame de DNA de Fabrício. Maciel e Pilar passam a noite juntos. Patrícia e Michel brigam com Guto e Silvia.Daniel sente ciúmes de Perséfone.Luciano vê Ordália com Herbert no restaurante. Perséfone sugere que Patrícia e Silvia troquem seus maridos. César se assusta ao perceber que está trancado no quarto.Silvia acredita que Niko possa conseguir a guarda de Fabrício. Patrícia leva Michel para morar em sua casa. Silvia comunica a Eron que Niko quer fazer um exame de DNA em Fabrício.

Terça (17/12) - Carlão e Otávio contam o plano de Valdo para Michele. Eles dizem que o bicheiro armou para destruir a carreira de Patrícia. Michele manda Valdo embora de sua casa. Picasso fica furioso com Caravaggio. Perfume confessa para Michele que os bicheiros querem que Carlão comande jogo do bicho.Carlão garante que jamais tomará o lugar do pai. Anjo diz para Laura que sairá de casa para morar com ela. Perfume diz para Dorotéia que Carlão é quem eles precisam para substituir Michele. Dorotéia sugere que eles matem Michele. Dorotéia pressiona Carlão e pede um beijo. Ele fica tentado, mas diz que não trairá Patrícia. Quarta (18/12) - Carlão leva Picasso até o pai e diz que ele tentou violentar Patrícia. Carlão mostra trecho de gravação e ameaça mostrar gravação em que ele confessa ter sequestrado as crianças.Michele manda Picasso pedir perdão a Patrícia e vai embora.Dorotéia oferece dinheiro a Anjo e Laura para que eles participem de plano contra Picasso. Ela diz que ele deve fingir ser viciado em cocaína para atrair Picasso. Valdo faz um pronunciamento em telejornal anunciando seu desligamento da associação comandada por Michele.Ele recruta bicheiros para se unirem a ele em nova liga. Dorotéia vê pronunciamento e fica preocupada com possível guerra. Carlão descobre possível plano de ataque de Valdo. Carlão usa o carro de Dorotéia e vai sozinho ao encontro de Valdo. Ele diz para Dorotéia que vai impedir que a guerra aconteça. Quinta (19/12) - Dorotéia chega desesperada à casa dos Vêneto. Patrícia fica aflita à espera de Carlão, sem saber que ele está envolvido no conflito entre bicheiros. Carlão encontra Valdo, desarma seus seguranças e esmurra o bicheiro. Perfume e Sabonete dão gargalhada da surra de Valdo. Anjo segue o plano e finge estar drogado. Lívia pede ajuda para Tônia. Ela diz que Mineral pode saber algo sobre o sumiço de Stella. Anjo oferece cocaína para Picasso em troca de sua liberdade. Picasso cai no plano e aceita, libertando Anjo. Dorotéia entrega o malote de cocaína para Anjo e explica o restante do plano. Ele e Laura vão ao encontro de Picasso. Perfume e Sabonete mostram foto para Carlão em que ele aparece claramente. Eles chantageiam Carlão, que teme que Patrícia descubra. Sexta (20/12) - Até o fechamento da edição,a emissora não divulgou o capítulo.

Terça (17/12) - Glauce tenta convencer Bruno de que não tem culpa pela morte de Luana. Amarilys afirma a Eron que não deixará Fabrício fazer o exame de DNA. Márcia sente falta de Valdirene. Glauce prepara um documento para entregar a Félix. Silvia avisa a Niko que conseguirá a autorização para fazer o exame de DNA em Fabrício. Noriko e Raquel pedem demissão do hospital. César sente a presença de Ninho, mas Aline tenta convencer o marido de que ele está enganado. Glauce vai a um restaurante de luxo com Félix e entrega a ele uma carta confessando os seus crimes. Quarta (18/12) - Félix é avisado da morte de Glauce e entrega à polícia a carta que recebeu da médica.Bruno e Paloma contam para Paulinha o que aconteceu com a sua madrinha. Laerte teme perder seu diploma médico.Félix e Márcia brigam na rua pelos fregueses.Márcia se emociona com Félix. Valdirene entra no Projac, mas é expulsa pelos seguranças. Leila deixa a casa de Nicole e Thales tenta se aproximar de Natasha. Eron estranha quando Amarilys garante que Fabrício é seu filho.Inaiá fica assustada com os exames que o infectologista lhe pede para fazer. Leila entra na casa de Amadeu no momento em que Linda e Rafael armam a árvore de Natal. Quinta (19/12) - Márcia tem uma ideia para vender mais cachorro-quente.Pilar confessa que sente saudades de Félix. Natasha sai com Rogério e Thales observa os dois. César ouve Ninho sorrir perto dele e Aline o repreende.Valdirene é,mais uma vez,expulsa do Projac. Ignácio se preocupa com as exigências de Gigi. Paloma e Lutero repreendem Perséfone por ter ajudado Glauce na falsificação do registro de Paulinha.Daniel briga com Vanderlei por causa de Perséfone. O juiz marca a abertura do exame de DNA e Niko fica apreensivo. Félix faz uma nova performance para vender cachorro-quente. Paloma examina o filho de Aline e se preocupa com a criança. César conversa com Lutero sobre seu caso. Sexta (20/12) - Rafael e Patrícia hesitam, mas acabam entregando a cópia da procuração para Aline. Paloma avisa a Aline que colocará uma enfermeira para cuidar de seu pai. O oftalmologista descobre uma lesão no nervo do olho de César. Inaiá descobre que é soropositiva e teme contar para Laerte. Niko pede para encontrar Félix depois que sair o resultado do exame de DNA.Tamara sugere que Edith se separe de Wagner. Thales surpreende Natasha com um beijo, depois de se encontrar com Leila. Aline mostra para Ninho a cópia da procuração que pegou no hospital. Márcia pede para Félix cuidar de sua neta.Aline entrega a procuração para César assinar. Sábado (21/12) - Márcia elogia Félix por ter cuidado de Marijeyne. César assina a nova procuração para Aline. Perséfone sofre com a implicância de todos no hospital. Carlito leva Valdirene, Murilo e Jefferson a um restaurante chique. Niko fala para Jayminho que conseguirá a guarda de Fabrício.Eron não entende quando Amarilys afirma que Fabrício é seu filho. Paulinha afirma para Bruno que fará com que ele e Paloma reatem.

CHIQUITITAS SBT - 20H:30 Segunda (16/12) - Maria Cecília,Eduarda e Shirley assistem ao comercial que gravaram e gostam do resultado das imagens. As crianças reclamam da falta de água e pensam em uma maneira de resolver o problema. Duda convida os órfãos para ir à mansão da família Almeida Campos para tomar banho e comer. Carmen se desespera com a presença das crianças e tenta colocar ordem no local. Mili leva Tati e Vivi para conhecer o quarto de Gabi. Letícia, Dani e Rui comem bolo e assistem a um filme juntos.Dani confessa que gosta quando os três estão juntos e que gostaria que Rui fosse seu pai. Mili avisa a Vivi que Tati quer ir ao encontro de Cícero. A menina aconselha a amiga a ir junto para rever seu pai. Terça (17/12) - Mili, Vivi e Tati vão ao encontro de Cícero e estranham a ausência do homem. A diretora avisa às órfãs que o homem foi preso por roubo. Vivi diz que sabia que seu pai não tinha mudado. Mili conta a Junior sobre a história de Cícero. Junior encontra Cícero na delegacia. O rapaz o questiona e o homem afirma que armaram um plano para que ele voltasse para a prisão. Chico escreve uma carta romântica para entregar para a Ernestina. Carol conta aos amigos que achou uma lista que Letícia fez com os desejos que gostaria de realizar antes de morrer. Junior conta para Mili sobre as coisas que Cícero disse a ele. O rapaz vai à sala de Cintia e conta sobre o que descobriu. Quarta (18/12) - Ernestina vai à cozinha e encontra Chico. Os dois dizem o quanto ficaram felizes com as cartas.Letícia acorda e se depara com um café da manhã especial com a presença de seus amigos. Os amigos começam a realizar todos os desejos da moça. Na mansão, Carmen se desespera ao perceber que sua pele está manchada. A megera culpa o creme que Eduarda lhe presenteou e promete tomar providências. Maria Cecília e Shirley não param de receber ligações com reclamações sobre o produto Edushim. Eduarda pergunta a Shirley o que ela colocou no creme e a empregada confessa que colocou limão na receita do produto. Carol avisa à amiga que uma surpresa a espera do lado de fora do orfanato. Letícia se depara com Rui e o rapaz entrega para a amada um buquê de flores. Quinta (19/12) - Junior pergunta ao pai se ele confia em Cintia. O rapaz confessa ao pai que acha estranho uma ex-modelo querer se tornar uma diretora de orfanato. Ernestina e Chico se preparam para sair e as crianças prometem fazer todas as tarefas e se comportar.Junior vai novamente à delegacia para conversar com Cícero. Cintia conversa com Armando pelo computador e o rapaz a comunica que a queixa de Cícero foi retirada. Cícero sai da cadeia e, sem saber, é colocado dentro de um carro. Cintia diz que os funcionários não podem sair e deixar as crianças sozinhas. Como castigo, a diretora proíbe todos os pequeninos de ir ao show de Tomás Ferraz. Junior recebe em seu celular uma foto de Carol e Fernando se beijando. Sexta (20/12) - Carol briga com Fernando e diz que ele não deveria tê-la beijado e avisa que não irá mais participar do projeto. Junior liga para a noiva e diz que gostaria de encontrá-la em sua casa.No orfanato, Cris chora por não poder ir mais ao show do Tomás Ferraz. Junior chega na casa de Carol e mostra para a noiva a foto que recebeu. A moça tenta se explicar, mas Junior não acredita. Carmen confessa a Junior que ela enviou a foto para o sobrinho. O rapaz comunica à tia que Carol não é mais a sua noiva e que eles não irão mais se casar.


12 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 15 de dezembro de 2013

Inside

SERTÃO DE FÁBULAS "ALEXANDRE E OUTROS HERÓIS" VAI A ALAGOAS E REVELA O LADO CÔMICO DO ESCRITOR GRACILIANO RAMOS GERALDO BESSA TV PRESS

O

tom lúdico da obra de Graciliano Ramos sempre fascinou e inspirou o diretor Luiz Fernando Carvalho.Por isso,adaptar para a tevê alguns de seus escritos esteve entre os principais projetos do diretor. A chance de produzir essas ideias surgiu em 2013, quando se completa 60 anos do falecimento de Ramos. E na próxima quarta, dia 18, a Globo exibe "Alexandre e Outros Heróis", especial de fim de ano baseado no conto "O Olho Torto de Alexandre" - também aborda uma passagem de "A Morte de Alexandre". "A vontade de levar Graciliano para a tevê já existe há muito tempo.A emissora achou interessante a ideia e não apenas me deu carta branca para produzir esse especial, como também uma série inteira, baseada nas outras histórias do personagem", conta Luiz Fernando, que, além da direção, assina o roteiro do especial e dos próximos nove episódios previstos - que devem ir ao ar no segundo semestre de 2014 - ao lado de Luís Alberto de Abreu. As histórias de Alexandre retratam de forma totalmente inverossímil as aventuras e descaminhos de um típico contador de histórias, um mentiroso nascido e criado no sertão nordestino. No conto escolhido para iniciar os trabalhos, o olho torto do personagem é o desfecho de uma grande luta, onde o menino

exibe sua bravura ao domar uma onça. "A história é enraizada no folclore do Nordeste. Tem fortes ingredientes típicos da narrativa da região, em especial, da comédia. O texto abusa da ironia que vem da figura do protagonista",detalha Luís Alberto. Para levar essa história ao ar, a produção precisava de um ator que tivesse a sutileza de passear pelo tom de fantasia e pela força das histórias. Foi aí que o diretor chegou ao nome de Ney Latorraca. O grande problema era o estado de saúde do ator, ainda recuperando-se de uma cirurgia na vesícula que desencadeou outras complicações. "Ney chegou em frangalhos na minha sala,mas veio ouvir o convite.Na minha opinião, só ele poderia ser o Alexandre.E mesmo inseguro,topou", relembra o diretor. Além do processo de ensaio com os outros nomes do elenco em seu galpão de experimentações - localizado nos fundos do Projac,complexo de estúdios da Globo -,Luiz Fernando pôde observar o renascimento de Latorraca à medida em que o texto ia tomando forma. "Eu precisava dessa experiência e foi importante para estar inteiro, feliz e de volta ao trabalho.O processo foi longo e doloroso,mas revigorante", descreve o ator. Entre os meses de julho e setembro, ao lado de Marcelo Serrado, Luci Pereira, Flávio Bauraqui, Flávio Rocha e Marcélia Cartaxo,Ney passou por um intenso estudo da obra e encarou uma longa viagem até a Fazenda Pão de Açúcar, localizada no interior de Alagoas,terra natal de Graciliano Ramos. "Estudar tanto o texto e viajar até a locação foi fundamental para o elenco principal buscar a unidade de atuação que o diretor queria. Todos os personagens estão ao re-

dor da figura do Alexandre e complementam um mosaico único e diferente", analisa Marcelo Serrado, irreconhecível na pele do medroso cantor de embolada Libório. A ousadia estética das produções dirigidas por Luiz Fernando Carvalho se faz novamente presente em "Alexandre e Outros Heróis". As equipes de cenografia e produção de arte, comandadas por Raimundo Rodrigues e Marco Cortez,transformaram a grande residência e os arredores da Fazenda Pão de Açúcar, onde boa parte das cenas foram gravadas. "Foi preciso dar mais vida ao local e interagir de forma harmoniosa com aquela natureza ainda em estado bruto. A casa era toda branca e deixar ela mais forte foi nosso ponto de partida",ex-

plica Raimundo. Para a figurinista Luciana Buarque, o mais complicado foi viajar com cerca de 32 caixas de roupas. No entanto, ao chegar em Alagoas, ela se surpreendeu com a ajuda que recebeu de bordadeiras e costureiras da região. "O conceito da roupa estava pronto, mas era preciso adaptar ao local. Trabalhei próximo da equipe de caracterização na busca por um tom de terra, pois os personagens tinham de estar com a poeira do sertão evidente", detalha Luciana.


Edição de 15/12/2013