Page 1

ALCIVAN COSTA

ALCIVAN COSTA

REITOR ELEITO PEDRO FERNANDES DETALHA PLANOS PARAA UERN

NOS JARDINS

AMOL COMEMORA 25 ANOS COM SESSÃO SOLENE E POSSE

EXPRESSÃO

EXPRESSÃO, 4 e 5

Jeniffer Setti A Inocência, de ‘Dona Xepa’, não esconde sua paixão pelo cinema. GAZETA TV, 2

EXPRESSÃO, Capa

SEM MEIAS PALAVRAS. NEM MEIAS VERDADES.

gazetadooeste @gazetaoeste

AZETA G D O

O E S T E

Ano 37 — Nº 9.471— Mossoró-RN, DOMINGO, 22 de setembro de 2013

ALCIVAN COSTA

CAMPEONATO

BRASILEIRO 2013 X

X

BOTAFOGO BAHIA

CORINTHIANS CRUZEIRO

Rio de Janeiro - 16h

São Paulo - 16h

X

X

INTERNACIONAL PORTUGUESA

GOIÁS SÃO PAULO

Porto Alegre - 16h

Goiânia - 16h

X

X

NÁUTICO FLAMENGO

ATLÉTICO-MG VASCO

Recife - 16h

Belo Horizonte - 18h30

X

X

ATLÉTICO-PR PONTE PRETA

SANTOS CRICIÚMA

Curitiba - 18h30

Santos - 18h30

Fafá Rosado será o nome do PMDB em Mossoró A ex-prefeita Fafá Rosado vai ingressar no PMDB em solenidade prevista para amanhã, à tarde, na Câmara Municipal, com a presença das ‘estrelas’ estaduais da agremiação partidária. Página 3 g

Ex-prefeita Fafá Rosado deverá ser o ‘’trunfo’’ do PMDB em Mossoró

Pessoas ajudam a melhorar a vida dos animais abandonados Enquanto muitos abandonam animais, voluntários se dispõem a cuidar dos bichos

www.gazetadooeste.com.br

abandonados. Já outros adotam e têm o animal como membro da família. MOSSORÓ, 6 e 7 WILSON MORENO

CICLOPASSEATA NO DIA MUNDIAL SEM CARRO MOSSORÓ, 2

GAZETA CIDADÃ RECEBE DOAÇÕES DE BRINQUEDOS

Mosca-branca volta a afetar cajueiros nas comunidades Agricultores de comunidades rurais de Mossoró temem novo ataque da mosca-branca aos ca-

jueiros da região. No início do ano, praga prejudicou centenas de árvores. MOSSORÓ, 9 EDNILTO NEVES

MOSSORÓ, 3

ESPECIAL Gata Marie conquistou espaço na casa de Felipe e agora é o xodó da família

AMIGOS MANIFESTAM SENTIMENTO POR PROFESSOR OSÉIAS MOSSORÓ, 11

No Projeto de Assentamento Boa Fé, algumas árvores já foram comprometidas

BARAÚNAS ENFRENTA HOJE O SANTA CRUZ-PE ESPORTE, 9

RN RECEBE PRIMEIROS CAMINHÕES-PIPA CIDADES, Capa

FALE COM A GENTE: 3314-1687 — redação@gazetadooeste.com.br; comercial@gazetadooeste.com.br — ESTA EDIÇÃO TEM 72 páginas — PREÇO DESTA EDIÇÃO R$ 2,00


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Opinião Circulando em OFF

Espaço Dorian Jorge Freire ESPIONAGEM DO TIO SAM

Gilberto de Sousa

Paulo Afonso Linhares - Advogado

gilberto@gazetadooeste.com.br diretorderedacao@gazetadooeste.com.br gilberto-de-sousa@hotmail.com

AUTISMO E FALTA DE AÇÃO A recente incursão da governadora Rosalba Ciarlini pelo médio Oeste deixou um rastro de críticas. Não havia o que comemorar, nem o que fazer. Não há obras. Não há ação do governo. Os prefeitos, com rosários de parcerias paradas e antigas promessas, ficaram estupefatos com a governadora que parecia desconhecer esse quadro. Fez-se de desentendida. Numa cidade, onde havia festejos de padroeira, Rosalba desceu em cima da hora, dentro da procissão, e caminhou organizando sorriso. Juntou-se ao prefeito, vereadores, lideranças. A ocasião impedia de cobranças. A última vez que se fez presente foi na campanha de 2010. A estratégia, puramente política para aferir o grau de recepção à possibilidade de reeleição, não funcionou. Rosalba levou de volta a frieza. O povo, nas cidades, principalmente a classe política, permaneceu sem entender nada. E refratário ao governo que se estabeleceu no Rio Grande do Norte. Nesse sentido, está cada vez mais presente as indagações sobre a possibilidade de a governadora Rosalba Ciarlini topar ou não tentar buscar a reeleição. Até na sua principal região de atuação política, o caminho se apresenta estreito. É osso. RETIRADA As duas eleições de Ademar Ferreira (PMDB), à prefeitura de Caraúbas foram suficientes para arquivar os projetos políticos de Ferreirinha, liderança política do grupo. Depois dessa, nenhuma mais. Será simples eleitor. Ou colaborador de amigos, como era até 2008. DEPUTADO Em recente contato com a coluna, Ferreinha assegurou que havia arquivado o projeto de sair candidato a deputado estadual, apesar de ainda vir recebendo estímulo de amigos. E como a política é dinâmica, é claro que pode haver reversão nesse quadro.

GIRO DE LEONARDO

CÉLIO DUARTE

Os Estados Unidos da América são uma nação admirável pelas instituições que o seu povo logrou erigir, desde aquele dia 11 de novembro de 1620, quando os peregrinos do navio Mayflower chegaram à Nova Inglaterra, após penosa viagem de 66 dias desde o porto de Plymouth, na Inglaterra. A sorte estava lançada, sem retrocesso possível: a velha Álbion de tantos conflitos religiosos ficara do outro lado do Atlântico. Os fundadores da Colônia Plymouth, que passaram à História como "peregrinos", foram tão envolvidos numa aura lendária que somos tentados a imaginá-los como homens e mulheres reais. Com efeito, os 102 passageiros, em sua maioria puritanos separatistas em busca de liberdade religiosa, longe do poder hegemônico da Igreja Anglicana, foram os primeiros colonos a se estabelecer naquilo que se transformaria nos Estados Unidos da América.Fundaram a cidade de Plymouth, que tornar-se-ia a capital da Colônia de Plymouth.Antes do desembarque, ainda ao largo do Cap Cod, no atual Estado de Massachusetts,os colonos estabeleceram as regras simples e práticas que,anos depois, se transformariam na Constituição de 1787. Um dos primeiros pensadores europeus a perceber a revolução que se processava nas ex-colônias inglesas da América do Norte foi o nobre francês Alexis de Tocqueville (1805-1859), cuja obra magna foi "De la démocratie en Amérique" (Da democracia na América), de onde se extrai trecho em que demonstra a sua admiração pelas instituições que se erigiam na pátria norte-americana:"Concebo então uma sociedade em que todos, vendo a lei como obra sua, amá-la-iam e a ela se submeteriam sem custo; em que, por ser a autoridade do governo respeitada como necessária e não como divina, o amor que teriam pelo chefe do Estado não seria uma paixa?o, mas um sentimento ponderado e tranquilo. Tendo cada um direitos e a garantia de conservar seus direitos, estabelecer-se-ia entre todas as classes uma confiança vigorosa e uma espécie de condescendência recíproca, ta?o distante do orgulho como da baixeza". Entretanto, não imaginava Tocqueville que um século e meio depois os EUA seriam a nação hegemônica do planeta, nos planos político, cultural, econômico e, "last but not least", tornou-se uma superpotência militar que não abre mão do uso da força, sob diversas formas, para impor seus interesses no cenário internacional, cacoete e prepotência muito comuns aos impérios que vêm dominando o mundo nos diversos ciclos de globalização ao longo dos tempos: babilônio, egípcio,, grego, romano, britânico e, no atual estágio, o norte-americano. Se é bem certo que sob o domínio deste último o mundo experimentou a eclosão de várias dimensões de direitos humanos fundamentais, a partir mesmo de alguns deles encartados, sem maiores alardes retóricos, na sintética e mais do que bicentenária Constituição dos EUA (com apenas 7 artigos e 27 emendas, 10 das quais compõem a Carta dos Direitos dos Estados Unidos - Bill of Rights - por conterem os direitos básicos do cidadão face ao poder do Estado,que mereceu o comentário do juiz Warren Burger,que por mais tempo presidiu a Suprema Corte norte-americana: "A Constituição representou não uma concessão de poder dos governantes aos

Charge

GRITA GERAL Assu reuniu, quinta-feira, os oitos prefeitos do Vale e mais os deputados estaduais George Soares e Leonardo Nogueira, e deputado federal Fábio Faria, além de secretários de saúde e vereadores, para discutir a gravidade do problema de saúde na região. Aliado de Rosalba, o prefeito assuense, Ivan Júnior, segurou o verbo para não complicar mais ainda a imagem do Governo do Estado. Mas, o tom era de que a saúde chegou ao fundo do povo.

VICE RECURSOS Em outra ponta,Fafá poderá figurar nuFábio Faria (PSD) anunciou,na ocasião, ma chapa majoritária, compondo como que destinou uma emenda de 1 milhão de candidata a vice. É uma grande opção vis- reais para o Hospital Regional de Assu. ta como trunfo do PMDB. SERRA NO PPS A QUEM INTERESSAR POSSA Sentindo que não há mais espaço "Quem diz que não pode ser feito nunca no PSDB para tentar novamente ser predeve interromper aquele que está fazendo". sidente da República, o ex-governador paulista José Serra namora com o PPS. NOS JARDINS Se tiver pedal, vai se filiar para ser o canQuem está hoje Nos jardins da Ga- didato do partido à Presidência. zeta é o reitor nomeado da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte MUDANÇA (UERN), dr. Pedro Fernandes. Ele fala Poderá haver mudança no secretariado novo momento da instituição, dos seus do da prefeita Cláudia Regina. Seria planos e da expectativa do mandato. uma necessária adequação. É aguardar.

RELAX

POR: LAÉRCIO EUGÊNIO

O deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM) tem intensificado seus contatos no Oeste

SALVAÇÃO Alguns prefeitos que têm suas campanhas eleitorais envolvidas em compra de votos, gastam sola de sapato em Brasília. O caminho do PMDB de Henrique e Ga- FINALMENTE ribaldi funciona como escritório de salvaNem tudo está pedido. A 21ª Região ção. Há confiança de que a dupla possa do TRT-RN vai pagar quase 4 milhões influenciar os votos de toga. de reais de dívidas trabalhistas do Estado do Rio Grande do Norte. A prioridaPARA REFLETIR de é zerar precatórios que tenham limite "Nunca é alto o preço a pagar pelo pri- de até 40 mil reais. Será logo no começo vilégio de pertencer a si mesmo", já dizia de outubro. E anote aí: o pessoal do FunFriedrich Nietzsche. dac e do Ipern vai constar da lista. DOBRADINHA Fafá Rosado, a caminho do PMDB, pode até não ser candidata a federal em 2014, mas o seu marido, deputado estadual Leonardo Nogueira, tem sido o principal propagador da postulação.Nos últimos dias tem intensificado contatos com prefeitos e lideranças oestanas,garantindo dobradinha com ela. Mesmo assim, muitos consideram que a candidatura de Fafá é a senha para um acordo com Betinho Rosado, sendo este seu parceiro de chapa a partir de Mossoró.

governados - como o Rei João sem Terra concedeu a Magna Carta em Runnymede em 1225 - mas uma delegação de poder feita pelo povo ao governo que criou"), percebe-se, hoje, um movimento de retração que tem como característica a precarização desses direitos condensados por inspiração norte-americana, na Declaração Universal dos Direitos Humanos, aprovada em 1948 pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU)". Entretanto, o Estado norte-americano não prima pela coerência: os atos de guerra, embora formalmente banidos pela Declaração da ONU,continuam a ser praticados,sob pretextos diversos,pelos EUA, que nas últimas seis décadas, que têm patrocinado ou feito guerras diretamente contra pequenos Estados, sempre tendo como pano de fundo seus interesses políticos e econômicos. A bola da vez agora é a Síria, prestes a se tornar alvo da poderosa máquina de guerra norte-americana que, com propósito aparentemente humanitário, puniria o ditador Bashar al-Assad pelo uso de armas químicas contra a população civil do país. Merece registro, também, a questão da Prisão de Guantánamo, oficialmente Campo de Detenção da Baía de Guantánamo (em inglês: Guantánamo Bay Detention Camp), prisão militar estadunidense que integra a Base Naval da Baía de Guantánamo,incrustada na província também homônima, na ilha de Cuba. Aos prisioneiros ali mantidos, geralmente estrangeiros acusados de terrorismo, não são dadas as garantias processuais comuns aos cidadãos norte-americanos. As condições dos presos mantidos no campo de Guantánamo foram motivo de indignação internacional e alvo de duras críticas, tanto por parte de governos como de organizações humanitárias internacionais. As denúncias chegaram até a Suprema Corte dos Estados Unidos. Relata a Cruz Vermelha Internacional, que esses prisioneiros são vítimas de tortura, abusos sexuais e maus tratos diversas, em desrespeito aos direitos humanos e à convenção de Genebra.Desde sua abertura, já passaram por Guantánamo 775 prisioneiros sem acusação formada, sem processo constituído e, obviamente, sem direito a julgamento, o que não deixa de ser uma enorme contradição. O mais recente escândalo internacional foi a descoberta recente de que o Tio Sam mantém vasta rede mundial de espionagem eletrônica; quase nenhuma pessoa física ou jurídica, no mundo inteiro, fica livre dos olhos desse Big Brother. Pelo que tem publicado a imprensa mundial, entre os espionados ilustres está inclusive a presidenta Dilma Rousseff e muitos de seus ministros (até a marca do presidencial absorvente os ianques conhecem),o que gerou enorme ruído nas relações diplomáticas do Brasil e EUA. Como reação imediata, foi cancelada viagem que a presidenta Dilma faria àquele país. O presidente Obama vem tergiversando sobre o pedido de explicações formalizado pelas autoridades brasileiras, situação que se agravou com outra descoberta:a agência de espionagem norte-americana teria invadido o sistema de dados da Petrobrás,tendo como motivação meros interesses econômicos. Algo como uma reles espionagem industrial feita pelo Estado norte-americano que, certamente, melindraria a Alexis-Charles-Henri Clérel, visconde de Tocqueville, a ponto que jogaria nos esgotos de Paris seu famoso livro de propaganda do modelo constitucional norte-americano.

"Rosa amarela quando murcha perde o cheiro / O amor é bandoleiro, pode inté custar dinheiro / É fulô que não tem cheiro e todo mundo quer cheirar..." JOÃO DO VALE

Artigo A REVOLTA DE SEU LIBÓRIO Rubens Coelho - Jornalista Recebi a grata visita do meu compadre Libório da Picada Um. Foi uma surpresa, pois o provecto sertanejo sai cada vez menos do seu refúgio rural nas proximidades de Mossoró. Segundo ele, a insegurança, o domínio da bandidagem na cidade os fazem ele e a sua inseparável companheira Gertrudes receosos de andarem pelas ruas mossoroenses. - Pelo menos no sítio, o malfazejo que se aproximar, leva tiro nos peitos, tenho meu papo amarelo sempre preparado para ser usado contra qualquer cabra ruim que tentar nos fazer algum mal. Não posso andar armado na rua, então me precavenho não vindo. - Quer dizer que o senhor não aderiu à campanha de desarmamento promovido pelo governo? - Homem, de início até pensei nisso, mas depois quando vi os cidadãos se desarmando e os bandidos cada vez mais armados, eu disse: o diabo é quem vai fazer essa besteira!... Mas seu Libório, que bom tê-lo em nossa casa nessa manhã ensolarada de setembro, vou até falar com a patroa para aumentar a água no feijão para almoçarmos juntos. - Não, num precisa, minha passagem é rápida, deixei Gertrude sozinha no sítio, preciso chegar para cuidar dos animais, buscar água no rio para alimentar as ovelhas paridas e os burregos que ainda não podem descer e subir as barrancas; tem também os porcos no chiqueiro que precisam ser cuidados. Minha veia me ajuda muito, mas não pode fazer tudo sozinha. -Tá certo, seu Libório. E as novidades, compadre? - Ah, o amigo deve saber mais do que eu, como homem da cidade e jornalista que é, por isso

vim para prosearmos sobre os últimos assuntos divulgados pela imprensa, a começar pelo rompimento do PMDB com o governo de Rosalba, que parece mais um carro de boi gemedor e ronceiro. Será que essa administração se recupera até o ano de 2014, quando haverá eleição? No meu pensamento, acho muito difícil, o governo tá muito estropiado não pode mais subir a ladeira. Se estivesse diferente, os Alves não seriam bestas de deixar de graça a sombra da árvore frondosa do poder. Né, mesmo? Henrique e Garibaldi são homens tarimbados,não dão murro em ponta de faca. - Com certeza, seu Libório. Outra coisa, rapaz, viu o que aconteceu, a turma do mensalão levou a melhor, o cambalacho foi organizado para ninguém ir para cadeia. Fica tudo como está para ver como é que fica. Você que é jornalista, pode me dizer como uma norma interna de uma instituição vale mais que a Constituição? Sou apenas alfabetizado, mas gosto de ler e conhecer as coisas, desde menino escuto dizer ser a Constituição a Lei Maior,como é que a maior agora ficou menor que a menor? É a roda pequena engolindo a grande, uma mágica. A Constituição é chamada até de Carta Magna, para designarsuasobrepujançasobrequalqueroutralei.Mas,comosmensaleiros, a maioria dos homens de capa preta do Tribunal Supremo, a reduziu a uma letra morta. Tudo para favorecer a impunidade. É a desmoralização completa. - Seu Libório, só posso é concordar com o senhor. É lamentável tudo que está acontecendo.

www.gazetadooeste.com.br

Gazeta do Oeste Um produto da C. Q. Organização Gráfica e Editorial Ltda. Fundada em 30 de abril de 1977 por Canindé Queiroz

Diretor CANINDÉ QUEIROZ

Diretor-adjunto PAULO LINHARES

Diretor de Redação Editora GILBERTO DE SOUSA DANIELE SILVEIRA

Av. Cunha da Mota, 96/100 – Centro – Mossoró/RN – Fone: 3314-1687 Site: www.gazetadooeste.com.br – e-mail: gazeta@gazetadooeste.com.br AS MATÉRIAS ASSINADAS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES

Diretor Comercial LEÔNIDAS TERCEIRO


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Política

Fafá será o grande trunfo do PMDB em Mossoró ASCOM

CEDIDA

ALCIVAN COSTA

Ex-prefeita assina amanhã ficha de filiação no partido que a projetou para a vida pública há dez anos

LUÍS JUETÊ Da Redação ex-prefeita de Mossoró, enfermeira Fafá Rosado, assina amanhã ficha de filiação no Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). O ato acontecerá à tarde, no plenário da Câmara Municipal. Estão confirmadas as presenças do ministro da Previdência Social, senador licenciado Garibaldi Alves Filho; do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, além de lideranças estaduais ligadas à agremiação partidária. Fafá Rosado retorna ao PMDB dez anos de seu desligamento da sigla. Em 2003, ela deixou a legenda para ingressar no Partido da Frente Liberal (atual Democratas) para, no ano seguinte,se eleger prefeita de Mossoró e, no embate eleitoral de 2008, se reelegeu prefeita de Mossoró pelo DEM. Ela concluiu o seu segundo mandato consecutivo contabilizando em seu favor mais de 70% de aprovação

A

Fafá Rosado retorna ao PMDB depois de dez anos

popular, além de ter conseguido eleger a sua sucessora Cláudia Regina (DEM),que havia sido a sua companheira de chapa em sua segunda disputa pela Prefeitura de Mossoró, em 2004. Esses dois fatores estão sendo apontados como fundamentais para que o nome de Fafá Rosado seja visto como uma das principais eleitoras da segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Em Mossoró, Fafá tem sido nome constantemente lembrado para disputar mandato de deputada federal. Para o PMDB norte-riograndense, Fafá Rosado é mais do que uma ex-prefeita que está ingressando na legenda. Tanto para o deputado federal Henrique Eduardo Alves quanto para o ministro Garibaldi Alves Filho, a Fafá Rosado é um trunfo a ser utilizado nos

Henrique fez ofensiva para atrair ex-prefeita

planos eleitorais do partido. "Deputada federal é um caminho sim. Nós observamos que existe um apelo do povo mossoroense para que ela dispute um assento na Câmara dos Deputados, no entanto, não podemos dizer que isso é uma certeza, pois estamos há um ano da eleição e, como se diz em política, tudo pode acontecer. Quem garante que ela não pode ser candidata a deputada estadual ou quem assegura que ela não pode ser candidata a vice-governadora do Rio Grande do Norte em 2014",questionou uma fonte integrante da executiva regional do PMDB em conversa informal ontem pela manhã com a editoria de Política da GAZETA DO OESTE. O presidente do PMDB no Rio Grande do Norte,deputado Henrique Eduardo

Alves,promoveu uma verdadeira ofensiva para atrair a ex-prefeita Fafá Rosado para os quadros do PMDB. Na visão de muitos analistas políticos, o fato do líder peemedebistas buscar o fortalecimento do partido no principal reduto político da governadora Rosalba Ciarlini e, por consequência o enfraquecimento do DEM em seu maior reduto,demonstra que Henrique Alves tem grandes pretensões com relação a Fafá Rosado e, neste aspecto, ela também é vista como opção para a chapa majoritária. Fafá,por sua vez,se mantém distante das polêmicas em torno do seu reingresso no PMDB.Mesmo admitindo que, ao voltar às hostes peemedebistas, ela passa a ser a eleitora referência do partido não só em Mossoró, mas também em nível de região Oeste. Ela afirma que

Câmara Municipal de Mossoró presta homenagem a personalidades ALCIVAN COSTA

A Câmara Municipal de Mossoró realiza na próxima quarta-feira, às 10h, no Plenário do Legislativo Mossoroense, sessão solene em homenagem à Academia Mossoroense de Letras (AMOL),por ocasião do seu aniversário de 25 anos. A sessão atende proposição do vereador Vingt-un Neto. Na oportunidade, a Câmara Municipal vai entregar a Medalha de Reconhecimento da Câmara Municipal de Mossoró ao senhor Elder Heronildes da Silva, presidente da Amol. UNIVERSIDADE Também na próxima semana, a Câmara Municipal realiza sessão solene em homenagem aos 45 anos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN),atendendo proposição apresentada pelo vereador Francisco Carlos (PV). Na oportunidade serão entregues as seguintes honrarias:Diploma de Reconhecimento da Câmara Muni-

Reitor Milton Marques vai ser um dos homenageados em sessão solene do parlamento

cipal de Mossoró ao professor Milton Marques de Medeiros; Medalha do Mérito Educacional "Professor Solon Moura" ao professor Pedro Fernandes Ribeiro Neto e Título de Cidadão Mossoroense ao professor Humberto Henrique Costa Fernandes do Rêgo.A sessão solene em homenagem ao aniversário da Uern será realizada na quinta-feira próxima, às 10h, no Plenário da Câmara dos Deputados.

Presidente da Câmara estimula doação de sangue entre amigos O presidente da Câmara Municipal de Mossoró, vereador Francisco José Júnior (PSD), comemora aniversário amanhã, e aproveitou a ocasião, para celebração de uma missa em ação de graças,que vai acontecer hoje,às 16h, na Igreja de São José. No dia do seu aniversário, o vereador Francisco José Jú-

nior reúne os amigos para uma ação solidária no Hemocentro. "A melhor forma de celebrar a vida é compartilhando vida, por isso estou convidando meus amigos a participar dessa ação solidária para que possamos colaborar para repor o estoque de sangue no Hemocentro", afirma o parlamentar.

Ministro Garibaldi Filho confirmou presença

retorna ao PMDB com o objetivo claro atuar no fortalecimento da agremiação. "Eu Tenho consciência que estou chegando ao PMDB para somar num projeto que é grande e que tem como objetivo maior o desenvolvimento do Estado e a melhoria da qualidade de vida de sua população",afirmou Fafá Rosado ao ser entrevistada pela editoria de Política da GAZETA DO OESTE. Questionada a respeito da sua pretensão no que se refere ao processo eleitoral do próximo ano,a ex-prefeita de Mossoró disse que o seu nome, a partir de sua filiação, estará à disposição do PMDB. "Meus projetos políticos para 2014 passam todos pelo sentimento de integrar o PMDB naquilo que o partido precisar de mim. Chego com o sentimento de projeto partidário que é maior

que os projetos individuais de cada um", assinala. No tocante ao seu relacionamento com o Democratas, Fafá Rosado deixou claro que a sua transferência para PMDB não representa um conflito com as lideranças que fazem o DEM no Rio Grande do Norte. A exprefeita justificou a sua mudança argumentando que apenas escolheu uma alternativa sob o ponto de vista eminentemente político. "Não saí do DEM com sentimento de rompimento ou de separação, permaneço com a amizade de todos, mantenho o respeito e admiração por Rosalba,Carlos Augusto, José Agripino e todos que permanecem no DEM, apenas parti para uma outra alternativa de composição política,com o mesmo desejo de ajudar meu Estado a crescer", argumentou Fafá Rosado.

Felipe integra missão parlamentar na Antártica O deputado federal Felipe Maia (DEM) embarca amanhã, em uma viagem à Antártica. O parlamentar norte-rio-grandense segue em missão, atendendo a convite da Marinha do Brasil, o parlamentar vai participar do 10º voo de Apoio à Operação Antártica XXXI, em que conhecerá a base chilena "Presidente Eduardo Frei". O voo de apoio ao Continente Antártico é uma operação da Marinha realizada juntamente com a Força Aérea Brasileira, para abastecer a base com materiais necessários para sua

manutenção e funcionalidade. Além disso, as missões à Estação Antártica Brasileira apresentam as pesquisas científicas realizadas no local, como em relação à redução da camada de ozônio e à poluição atmosférica. "Acredito ser uma experiência importante que me permitirá trazer para o Congresso um acervo, um conhecimento que pode viabilizar a elaboração de propostas de fomento à pesquisa e investimentos na Estação Antártica", disse o parlamentar do Democratas no Rio Grande do Norte. CEDIDA

Felipe Maia foi designado para integrar missão parlamentar


4 Gazeta do Oeste

Mossor贸, domingo, 22 de setembro de 2013

Publicidade

C MAP


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Opinião Ministério da Saúde amplia faixa etária da vacina contra HPV WILSON MORENO

O

Ministério da Saúde anunciou na semana passada, modificação no esquema vacinal contra o Vírus do Papiloma Humano (HPV), usada na prevenção de câncer de colo do útero.O anúncio foi feito pelo secretário de Vigilância em Saúde,do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, durante cerimônia de 40 anos do Programa Nacional de Imunizações (PNI), em Brasília. Com a ampliação da faixa etária, já em 2014, meninas dos 11 aos 13 anos receberão as duas primeiras doses necessárias à imunização, a dose inicial e a segunda seis meses depois. A terceira dose deverá ser aplicada cinco anos após a primeira. Com a adoção do esquema estendido, como é chamado,será possível ampliar a oferta da vacina, a partir de 2015, para as pré-adolescentes entre 9 e 11 anos de idade, sem custo adicional. Assim,quatro faixas etárias serão beneficiadas, possibilitando imunizar a população-alvo (9 a 13 anos). "O esquema vacinal estendido adotado tem duas grandes vantagens.A primeira é que possibilita alcançar a cobertura vacinal de forma rápida com a administração das duas doses.Outro beneficio é que a terceira dose, cinco anos depois, funciona como um reforço, prolongando o efeito protetor contra a doença." O Ministério da Saúde está investindo R$ 360,7 milhões na aquisição de 12 milhões de doses. A inclusão do imunobiológico ao calendário do Sistema Único de Saúde (SUS) foi anunciada em julho deste ano.Na época,a previsão era de administrar a vacina em pré-adolescentes de 10 e 11 anos, com dose inicial, a segunda um mês depois e terceira seis meses após a inicial.Entretanto,o Ministério da Saúde decidiu adotar o esquema estendido baseado em estudos recentes que comprovam a eficácia desta medida. Além disso, a estratégia segue recomendação da Organização PanAmericana de Saúde (OPAS) e foi discutida com especialistas brasileiros que integram o Comitê Técnico Assessor do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Va-

A partir do próximo ano começa a vacinação para o grupo de 11 a 13 anos e, em 2015, para as adolescentes de 9 a 11 anos

le ressaltar que o esquema já é utilizado por países como Canadá, México, Colômbia, Chile e Suíça. É a primeira vez que a população terá acesso gratuito a uma vacina que protege contra câncer. A meta é vacinar 80% do público-alvo,que atualmente soma 5,2 milhões de pessoas. O vírus HPV é responsável por 95% dos casos de câncer de colo do útero, que apresenta a segunda maior taxa de mortalidade entre os cânceres que atingem as mulheres, atrás apenas do de mama. A vacina, que estará disponível a partir de março de 2014 (1ª dose), é a quadrivalente, usada na prevenção contra quatro tipos de HPV (6,11,16 e 18).Dois deles (16 e 18) respondem por 70% dos casos de câncer. O imunobiológico para prevenção da doença é seguro e tem eficácia comprovada para proteger mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual e,por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus. As três doses serão aplicadas nas pré-adolescentes com autorização dos pais ou responsáveis. A estratégia de imunização será mista, ocorrendo tanto nas unidades de saúde quanto nas escolas públicas e privadas. A incorporação da vacina complementa as demais ações preventivas do câncer de colo do útero,como a realização rotineira do exame preventivo (Papanicolau) e o uso de camisinha em todas as relações sexuais. A inclusão da vacina no SUS foi possível graças ao acordo de parceria para o desenvolvimento produtivo (PDP),com transferência de tecnologia entre o laboratório internacional Merck

Sharp & Dohme (MSD) e o Instituto Butantan,que passará a fabricar o produto no Brasil. A economia estimada na compra da vacina durante o período de transferência de tecnologia é de R$ 154 milhões. Além disso, a produção do imunobiológico contará com investimento de R$ 300 milhões para a construção de uma fábrica de alta tecnologia pelo Instituto Butantan,baseada em engenharia genética. SOBRE O HPV O HPV é capaz de infectar a pele ou as mucosas e possui mais de 100 tipos. Do total,pelo menos 13 têm potencial para causar câncer. Estimativa da Organização Mundial da Saúde aponta que 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras da doença. No Brasil,a cada ano,685 mil pessoas são infectadas por algum tipo do vírus. Emrelaçãoaocâncerdecolodoútero,estimativasindicam que270milmulheres,nomundo, morrem devido à doença. NoBrasil,5.160mulheresmorreram,em 2011,em decorrência deste tipo de câncer. Para 2013, o Instituto Nacional do Câncerestimaosurgimentode 17.540 novos casos. O Ministério da Saúde orienta que mulheres na faixa etária dos 25 aos 64 anos façam o exame preventivo, o Papanicolau, anualmente. Em 2012, foram realizados 11 milhões de exames no SUS,o que representou investimento de R$ 72,6 milhões. Do total, 78% foram na faixa etária prioritária. No ano passado, o investimento no atendimento e expansão dos serviços para tratamento de câncer na rede pública de saúde foi de R$ 2,4 bilhões, 26% maior que em 2010.

Penso, logo...

Canindé Queiroz

Rubens Coelho rubensfcoelho@hotmail.com ESCOLHA DE MINISTROS DO STF O mensalão reacendeu o debate sobre processo de indicação de ministros do STF.Proposta em análise na Câmara acaba com a exclusividade de o presidente da República nomear os integrantes da corte. Para autor do texto, o sistema atual fere independência dos poderes. A polarização em torno das decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do mensalão recolocou no centro das discussões o processo de indicação dos ministros que compõem a corte. Atualmente, cada vez que um dos 11 ministros morre ou se aposenta, o presidente da República indica o nome de uma pessoa, que deve ter "notório saber jurídico", para integrar o tribunal. O indicado é sabatinado pelo Senado, que, até hoje, aprovou todos os indicados. Inclusive José Antônio Dias Toffoli, que de tanto "notório saber jurídico", foi reprovado duas vezes em concurso para juiz substituto do Estado de São Pulo. Mas foi advogado da CUT e do PT, amigo do rei, então hoje é ministro do Supremo Tribunal Federal. Taí a "notória sabedoria". PEC 17/11 A Câmara analisa uma proposta (PEC 17/11) que altera esse processo, dividindo as indicações entre seis instituições, que se alternariam. Pelo texto, três indicações seriam feitas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ); duas pela Procuradoria Geral da República (PGR); uma pela Câmara; uma pelo Senado; e duas pela Presidência da República. O autor da proposta, deputado Rubens Bueno (PPS-PR),afirma que a concentração das indicações no Executivo afeta a independência dos três poderes e a impessoalidade na seleção. Ele dá como exemplo o fato de os últimos oito ministros terem sido indicados por presidentes que pertencem ao mesmo partido político (PT). VAMOS AGUARDAR A prefeita de Mossoró, Cláudia Regina anunciou,na manhã da sexta-feira,dia 20, um pacote de investimentos em projetos estruturantes que irão atender as áreas da segurança pública, zona rural, defesa civil e infraestrutura.Vamos aguardar a concretização das ações, pois a expansão rápida da cidade exige uma gestão ágil e atuante. SERIA A OPORTUNIDADE De resolver o problema da mobilidade urbana em Mossoró, se projetando linhas de Veículos Leves sobre Trilhos (VLT)? Fora disso, é querer resolver o problema de transporte coletivo na cidade com paliativos. ALEX DO FRANGO Uma boa surpresa nessa legislatura, tenho acompanhado a atuação do vereador Alex do Frango, na Câmara Municipal, surpreendentemente firme em defesa dos interesses da população mossoroense, especialmente da mais carente. PÉ NA ESTRADA A deputada federal Fátima Bezerra (PT), disposta a viabilizar sua candidatura ao Senado, pegou a estrada sexta-feira, 20, passou por Lajes, foi a Apodi, Pau dos Ferros, Marcelino Vieira e Umarizal. Na pauta de alguns municípios, eleições internas do PT, que vão eleger nova diretoria da executiva estadual. A deputada apoia seu assessor Olavo Ataíde para a presidência, e em Apodi fez o lançamento da candidatura dele. O atual presidente Eraldo Paiva, que tem o apoio do deputado Fernando Mineiro, é candidato à reeleição, sem o apoio de Fátima.

A AGENDA DE FÁTIMA A agenda da deputada terminou na noite de sexta-feira em Umarizal, na festa da padroeira, e continuou no sábado, onde a deputada encerrou o roteiro em Mossoró, no lançamento da candidatura de Ady Canário à presidência do Diretório do PT de Mossoró. BREVE O PT do Rio Grande do Norte vai ser chamado de PFB, ou Partido de Fátima Bezerra. Quem duvida? PARTIDO DE MARINA A Rede Sustentabilidade, partido da ex-senadora Marina Silva, entregou sexta-feira passada, 20, um solicitação ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que os cartórios eleitorais sejam obrigados a certificar em até 72 horas as assinaturas de apoio ao partido com prazo vencido. O objetivo é acelerar o processo para que a sigla consiga se viabilizar oficialmente até 3 de outubro. LEI DOS PARTIDOS A Lei dos Partidos Políticos completa 18 anos. Em 1995, foi sancionada a Lei dos Partidos Políticos, disciplinado temas como a criação das legendas,o Fundo Partidário e a o acesso gratuito ao rádio e à televisão. Em 2009, a Lei 12.034 (minirreforma eleitoral) trouxe algumas alterações, como a obrigatoriedade de se usar pelo menos 10% do tempo da propaganda partidária para promover e difundir a participação política feminina. A GREVE CONTINUA A intransigência do Governo do Estado está fazendo os policiais civis e servidores do Itep continuarem a greve que dura 42 dias, com enorme prejuízo para a população. DECISÃO JURÍDICA A 4ª Vara da Justiça Federal de Porto Alegre/RS concordou com os argumentos apresentados pela Advocacia Geral da União (AGU) e determinou que o Cremers libere em um prazo de 72 horas todos os registros provisórios dos médicos intercambistas que já foram solicitados, desde que não seja constatada nenhuma irregularidade formal, relativamente à documentação exigida na Medida Provisória nº 621/2013. A decisão também estabeleceu que os pedidos protocolados futuramente deverão obedecer ao prazo estabelecido na lei, que é de 15 dias. A CULTURA DE MARTA A inesperada decisão da ministra da Cultura, Marta Suplicy, de apoiar desfiles de moda de alta costura em Paris e Nova Iorque, por meio da utilização de recursos do orçamento da União, criou uma enorme polêmica no setor cultural e mesmo nos meios externos à área. Afinal, o governo vive sendo questionado por sua sistemática contenção de verbas em todas as atividades que não estejam associadas aos serviços financeiros da dívida pública - estes, sim, são intocáveis. Ora, se a equipe de Dilma foi mesmo convencida de que os recursos para o social são escassos, então o processo de definição das prioridades é essencial. Marta sempre foi desse jeito, gosta mesmo é de holofote. FRASE Ninguém se entrega a qualquer atividade sem um preparo. Todavia, cada um acha-se bastante qualificado para o mais complexo de todos os negócios: governar. (Sócrates)


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Sociais Karenine Fernandes

CASA MIX NA PRAÇA O setor imobiliário e da construção civil de Mossoró se prepara para participar do III Feirão Imobiliário Sinduscon/Casa Mix, que acontece no período de 23 a 26 de outubro, na Praça de Eventos. O feirão se caracteriza como uma ótima oportunidade para apresentar ao público os lançamentos imobiliários e as obras públicas e privadas que serão realizadas na região, atraindo investidores de diversas cidades. O Casa Mix, que já é um evento consolidado na região, possui um mix de produtos e serviços do setor imobiliário para todos os públicos. Agende-se!

karenine_f@hotmail.com twitter: @kareninefernand site: www.kareninefernandes.com

FOTOS: CEDIDAS

Dr. Carlos Excalibur entre os ilustres aniversariantes da semana. Aqui, ao lado da amada Antonieta Passos. Deus abençoe!

Um beijo de Zairo Mariano de Azevedo para sua doce e encantadora Cléia Maria, que sorri para mais um ano de vida. Um beijo meu para ela!

Fernando Fernandes abre a semana em festa pela vida e o sucesso que tem feito por ela. Felicidades!

PROGRAMAÇÃO DA BIOFIT Amanhã na Biofit Academia tem movimento total... Veja a programação: 23/09/13 - segunda-feira 15h - BioBike com DJ Balinha 17h - BioBike com DJ Balinha 18h - BioBike com DJ Balinha 19h - BioBike com DJ Balinha 19h15 - Nova aula do BioJump

REFLETINDO O que aconteceu com você até agora não é o que vai definir o seu futuro, e, sim, a maneira como você vai reagir a tudo que aconteceu. Sua vida pode ser diferente. Não se lamente pelo passado, construa, você mesmo, o seu futuro.

Mimos da vovó Ceição Bezerra à pequena Mariah Martins Linhares, em dia do sacramento do batismo na Igreja São Paulo

3321- 4884

RAPIDINHAS... *Onças, leopardos, tigres e zebras. Esse é, definitivamente, o verão do animal print. Seja ele clássico ou com uma pegada artística, mais pop, nunca esteve tão em usar essas estampas. Mescle com looks de ar leve e tropical, como esse vestido soltinho da Corporeum. Certeza de estilo pra você na Tressê! *O presidente do Sistema Fecomércio-RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, embarcou para a Alemanha nesta sexta-feira, 20, e permanecerá no País até o dia 27 deste mês. A viagem tem como objetivo firmar parcerias entre o Senac-RN e o governo alemão na área de capacitação profissional. *Engenheiro civil de alma, coração, vocação e formação, o meu irmão Sérgio Freire, diretor do Grupo SF, com todo esmero e capricho anuncia esta semana a data da grande entrega do mais novo cartão postal de Mossoró, o Residencial Cristais do Alto. Aguardem! *O estilo Boho é, na verdade, uma mistura de vários outros. Hippie, étnico, boêmio, folk, vintage... Junte tudo isso e você terá um look despojado propositalmente, claro. Além de ter atitude, as roupas de perfume Boho levam bastante em consideração o conforto. *Registramos, neste domingo, o aniversário da funcionária Irene Freire, dos quadros da GAZETA DO OESTE. Nossos votos de felicidades, saúde e sucesso.


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Opinião Neto Queiroz netoqueiroz@uol.com.br

PARA REFLETIR NADA É PERMANENTE ALCIVAN COSTA

C M A P

As definições políticas que começam a ocorrer quando as filiações partidárias dão o tom sobre as conversas em andamento para a formação de futuras alianças.

AS CARTAS ESTÃO NA MESA Faltando duas semanas para fim do prazo de filiação partidária para quem pretende concorrer às eleições do ano que vem, já é possível vislumbrar alguns projetos que estão em andamento. Projetos de candidaturas.

Nesta altura do campeonato, estão com acordos apalavrados o PMDB, PV, PR, PSDB, PP e PSD para a formação de uma aliança na chapa proporcional.

FAFÁ DEFINE POSIÇÃO A filiação de Fafá Rosado ao PMDB, deixando o DEM, não deixa dúvida de que ela será candidata a alguma coisa em 2014. Fafá cumpriu o prazo da filiação e está apta para a disputa. Possivelmente candidata à deputada federal.

O que está na mesa de negociação é a formação de uma chapa encabeçada pelo PMDB, tendo o PSB indicando o vice e o PT indicando o nome para o Senado.

Amanhã, a ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado, assina a ficha de filiação ao PMDB. Retorna ao partido que a iniciou na vida política. Fafá é um nome que o PMDB passa a contar para seus projetos de 2014. Um nome, inclusive, para ser candidata à vice-governadora, caso o PMDB não venha a indicar um cabeça de chapa

PASSOS DOS DEPUTADOS ESTADUAIS Dois deputados estaduais conseguiram decisão judicial favorável para a mudança de partido. Kelps Lima deixou o PR e Fábio Dantas desfiliou-se do PHS. Kelps deve assinar ficha no PP e Fábio já está dentro do PC do B. MAIS TRÊS AGUARDAM Ainda aguardam decisão favorável para desfiliação partidária, os deputados estaduais Ricardo Mota, Raimundo Fernandes e Gilson Moura. Os dois primeiros deixando o PMN, e o terceiro saindo do Partido Verde.

O deputado Henrique Alves é hoje o principal articulador dessa engenharia política. Os partidos, na sua maioria, concordam. Faltam os nomes.

REFORÇANDO A BASE DO PP O projeto que é conduzido pelo presidente da Assembleia, Ricardo Mota. É que ele, juntamente com Raimundo, Gilson e Kelps assinem ficha de filiação ao PP. O partido passaria a ter um peso representativo para 2014.

O próprio PMDB tem dificuldade em indicar o nome para encabeçar a chapa. O PSB, com a vaga de vice, indicaria Larissa ou Márcia Maia. O PT vai de Fátima Bezerra para o Senado.

BETINHO AINDA INDEFINIDO Outro que está com situação indefinida é Betinho Rosado. Seu pedido de desfiliação do DEM foi negado. Betinho tem duas semanas para decidir se sai do DEM e corre o risco de perder o mandato ou se fica no DEM, mas desiste de ser candidato.

• CANDIDATA - Os indicativos atuais são que a governadora Rosalba Ciarlini será candidata à reeleição. Carlos Augusto está decidido. • DINHEIRO - O projeto político de 2014 passa pela liberação dos recursos dos empréstimos que estão sendo aguardados no Estado. • CONVÊNIOS - São mais de 2 bilhões de reais que daria margem ao Governo para assinar convênios com as prefeituras e agradar aos prefeitos. • ALIANÇA - Em cada cidade haveria um convênio celebrado com o Estado com verba que poderia chegar até os 2 milhões de reais. • CAMINHO - Com esses convênios, o Governo espera pavimentar o caminho para uma aliança política visando à reeleição de Rosalba.

Justiça Federal de Mossoró realiza leilão eletrônico A Justiça Federal de Mossoró, 8ª e 10ª Vara, está realizando leilão eletrônico de 11 lotes com bens avaliados em mais de R$ 166 mil.Toneladas de sal,veículo e equipamentos agrícolas são alguns dos itens que serão leiloados. Alguns bens poderão ser parcelados em até 60 vezes, observandose determinadas condições. As propostas de compra deverão ser efetuadas no site www.leiloesjudiciais.com.br até o dia 3 de dezembro.O interessado deve fazer um cadastro prévio no endereço eletrônico e enviar cópias dos documentos pelo email documentos@leiloesjudiciais.com.br para passar por aprovação. Serão leiloados os seguintes bens: um terreno com 498,32 metros quadrados no Loteamento Brisa del Mar, em Tibau (avaliado em R$ 18 mil / lance mínimo de R$ 10.800,00); um Fiat/Uno Mille Eletronic, 93/93, vermelho, em mau estado (R$ 6 mil / R$ 3.600,00); quatro carretas agrícolas (R$ 20 mil / R$ 12 mil); um pulverizador agrícola, Jacto, com pistola, mangueira, lança, tanque e abastecedor (avaliado em R$ 20.200,00 / lance mínimo de R$ 12.120,00);um transmissor Philips do Brasil modelo Philips-HOZ-20124/01,

NOTAS GERAIS

Na cabeça de chapa, as conversas desses partidos abre espaço para aproximação com o PDT, PT e PSB. A costura que está sendo feita contempla a todos.

RÁPIDAS

Havia um rei muito poderoso que tinha tudo na vida, mas sentia-se confuso. Resolveu consultar os sábios do reino e disse-lhes: - Não sei por que sinto-me estranho e preciso ter paz de espírito. Preciso de algo que me faça alegre quando estiver triste e que me faça triste quando estiver alegre. Os sábios resolveram dar um anel ao rei, desde que o rei seguisse certas condições: - Debaixo do anel existe uma mensagem, mas o rei só deverá abrir o anel quando ele estiver num momento intolerável. Se abrir só por curiosidade, a mensagem perderá o seu significado. Quando tudo estiver perdido, a confusão for total, acontecer a agonia e nada mais se puder fazer, aí o rei deve abrir o anel. O rei seguiu o conselho. Um dia o país entrou em guerra e perdeu. Houve vários momentos em que a situação ficou terrível, mas o rei não abriu o anel porque ainda não era o fim. O reino estava perdido, mas ainda podia recuperá-lo. Fugiu do reino para se salvar.O inimigo o seguiu,mas o rei cavalgou até que perdeu os companheiros e o cavalo. Seguiu a pé, sozinho, e os inimigos atrás; era possível ouvir o ruído dos cavalos. Os pés sangravam, mas tinha que continuar a correr. O inimigo se aproxima e o rei,quase desmaiado,chega à beira de um precipício. Os inimigos estão cada vez mais perto e não há saída, mas o rei ainda pensa: - Estou vivo, talvez o inimigo mude de direção. Ainda não é o momento de ler a mensagem.. Olha o abismo e vê leões lá embaixo, não tem mais jeito. Os inimigos estão muito próximos, e aí o rei abre o anel e lê a mensagem: "Isto também passará". De súbito, o rei relaxa. Isto também passará e, naturalmente, o inimigo mudou de direção. O rei volta e tempos depois reúne seus exércitos e reconquista seu país. Há uma grande festa, o povo dança nas ruas e o rei está felicíssimo, chora de tanta alegria e de repente se lembra do anel, abre-o e lê a mensagem: "Isto também passará". Novamente ele relaxa, e assim obtém a sabedoria e a paz de espírito. Em qualquer situação, boa ou ruim, de prosperidade ou de dificuldades, em que as emoções parecem dominar tudo o que fazemos, é importante que nos lembremos de que tudo é efêmero, de que tudo passará, de que é impossível perpetuarmos os momentos que vivemos,queiramos ou não, sejam eles escolhidos ou não.

PLUGADO

em bom estado (R$ 17.500,00 / R$ 10.500,00); 6.100 fardos de sal, refinado e ensacado, com 30 pacotes de um quilo cada (R$ 50.020,00 / R$ 30.012,00); 25 toneladas de sal refinado (R$ 5 mil / R$ 3 mil); 130 fardos de sal moído, com 30 pacotes de um quilo cada (R$ 1.066,00 / R$ 639,60); três bombas para combustível,Wayne,modelo E8534, analógicas (avaliadas em R$ 8.400,00 / lance mínimo de R$ 5.040,00); um transmissor Philips (R$ 19 mil / R$ 11.400,00) e um Balcão expositor Refrimate em vidro com duas prateleiras, excelente estado (R$ 1.700,00 / R$ 1.020,00). Segundo a empresa responsável pelo processo, alguns juízes permitem, após a realização do leilão, quando os bens não são arrematados, que o bem seja novamente oferecido,nas mesmas condições (preço e prazo) do leilão. Para possibilitar este procedimento, o Juiz da causa estipula um prazo máximo para divulgação do bem, ao final do qual, não havendo proposta de compra, o leiloeiro certificará nos autos a ausência de lance para aquisição do bem. Caso haja o registro de alguma proposta, o Leiloeiro informará ao juízo tão logo a receba, visando homologar a oferta apresentada.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Esporte

Tite deve promover hoje estreia de Jocinei REPRODUÇÃO

Jogador tem chance de ser escalado na partida do Corinthians de hoje diante do líder Cruzeiro

ara o jogo de hoje contra o Cruzeiro,às 16h,no Pacaembu,o técnico do Corinthians, Tite, não sabe se poderá contar com o lateral direito Alessandro, em recuperação de uma lesão na panturrilha direita. Se puder contar com o camisa 2, o gaúcho poderá tirar Edenílson do setor e colocá-lo no meio de campo, à frente do cabeça de área Ralf. Caso contrário, terá de escolher entre Ibson, Maldonado e Jocinei, opções nas quais não demonstra grande confiança no momento. Maldonado foi o escolhido contra a Ponte Preta, na última quarta-feira, e não agradou. Ibson era o titular até a semana passada, mas teve um desempenho que incomodou torcida e treinador. Jocinei chegou ao Corinthians em maio, depois de disputar a Série A-2 do Paulista pelo Rio Claro,e ainda não mostrou o suficiente para entrar em campo. Tite comentou na terçafeira que ainda não era o momento de botar o atleta de 23 anos para jogar. O mau desempenho dos concorrentes,no entanto,pode fazê-lo mudar de ideia. No

P

Tite pode precisar fazer alteração no Corinthians contra o Cruzeiro

treino de sexta-feira, uma atividade técnica, Jocinei trabalhou os cabeceios ao lado de Ralf, uma indicação de que pode estar chegando a sua hora. No lado do Cruzeiro, o técnico Marcelo Oliveira optou por poupar os titulares no treinamento. O desgaste pelo excesso de jogos foi o motivo para o treinador celeste trabalhar em campo apenas com os jogadores considerados reservas. "Não dá para saber se é melhor ou pior, porque o Corinthians é forte sempre, saberá lidar com situação e virá para cima com tudo.Temos de estar firmes também, sempre fazendo melhor jogo.É um adversário forte em

qualquer circunstância,ainda mais se lembrarmos que esse grupo, recentemente, foi campeão mundial. É questão momentânea.Pressionados, eles buscarão a reabilitação", declarou. Apesar do desgaste, o Cruzeiro deverá ter contra o Corinthians a mesma formação que venceu o Botafogo.O volante Nilton reclama de dores no tornozelo direito e faz tratamento intensivo, mas como a recuperação é considerada boa,a tendência é que o jogador enfrente o Timão. Se não der para Nilton,Henrique entra no meio-campo. Na defesa, o zagueiro Dedé reencontrou o bom futebol e tem ajudado o Cruzeiro nos jogos. Apesar da

boa vantagem da Raposa, sete pontos em cima do segundo colocado, o defensor afirma que o time cruzeirense tem que manter os pés no chão, porque ainda não ganhou nada. Dedé destaca a dificuldade da sequência de jogos da equipe mineira. "Temos que manter os pés no chão, porque não ganhamos nada. Damos um passo muito bom, são sete pontos de diferença sobre o segundo colocado, mas a gente sabe que não ganhou nada. Vamos ter dois jogos fora agora e, se a gente tropeçar e entrar de salto alto, poderemos perder esses seis pontos, que podem nos complicar mais para a frente. Será uma situação difícil para a gente", declarou.

Rafael Toloi deve ser novidade do São Paulo na partida contra o Goiás O zagueiro Rafael Toloi deve ser a novidade no São Paulo para o jogo contra o Goiás,que acontece hoje no Serra Dourada. Sem Maicon, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Muricy Ramalho tem que mexer na equipe de forma parecida como fez diante do Vasco, no fim de semana passado, quando Denilson não estava à disposição e Rodrigo Caio precisou ser deslocado para a faixa central do campo. "O Toloi deve entrar e eu adianto o Rodrigo Caio no lugar do Maicon. Assim, libero mais o Denilson, para segundo volante", afirmou o treinador, em entrevista coletiva no CT da Barra Funda. No confronto com os esmeraldinos, válido pela 23ª rodada, Muricy deverá usar sua terceira dupla de volantes diferente desde que chegou ao clube, há

REPRODUÇÃO

Toloi assume vaga na defesa do tricolor neste domingo

pouco mais de uma semana (Denilson e Maicon contra a Ponte,Rodrigo Caio e Maicon contra o Vasco, Denilson e Maicon diante do Atlético-MG e, provavelmente, Rodrigo Caio e Denilson para domingo). Desfalques que surgiram em razão do acúmulo de cartões, aspecto que o treinador vê melhora na equipe.

"Quando cheguei aqui nosso time era muito indisciplinado a respeito de amarelos e vermelhos. Ainda temos muitos pendurados, mas aos poucos vamos limpando isso. Acontecia porque era um time inseguro, com linhas muito espaçadas.Agora também estamos recuperando jogadores machucados",completou o comandante.

O destaque dos trabalhos no CT da Barra Funda foi a ausência de Paulo Henrique Ganso, que realizou fortalecimento muscular no Reffis. O meia tem sido muito elogiado pelo treinador nos últimos jogos pela entrega demonstrada em campo e não participou com o restante do grupo sequer dos aquecimentos.


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Esporte Baraúnas enfrenta Santa Cruz-PE em rodada que pode sacramentar a degola

Cantinho da recordação Olismar Lima

WILSON MORENO

RAMON NOBRE Da Redação a tarde deste domingo,às 16h,o Baraúnas enfrenta o adversário que proporcionou a maior alegria ao seu torcedor na Série C do Campeonato Brasileiro. O Santa Cruz, adversário de logo mais, foi derrotado para a equipe mossoroense, no primeiro turno da competição, em pleno estádio do Arruda,pelo placar de 2 a 0, no dia 28 de julho.Na ocasião,nem o mais otimista torcedor do Tricolor mossoroense imaginava uma vitória,devido à má fase que o clube passava. Hoje, o roteiro é o mesmo, mas o final pode ser um beco sem saída para o Baraúnas. Até mesmo se vencer o Santa, a equipe, que é comandada pelo técnico Paulo Renato, poderá ser rebaixada para a Série D, com três rodadas de antecedência. Caso o CRB, ao menos empate com o lanterna Rio Branco, no estádio Rei Pelé, ou o Cuiabá vença o Sampaio Corrêa, no Maranhão, o Baraúnas não se agarrará mais à matemática, e será declarado rebaixado. Conscientes da tarefa difícil de livrar o clube do descenso, os jogadores durante a semana pediram que o grupo honre a camisa do Baraúnas."A gente sabe que é difícil se manter na Série C, mas vamos tentar contra o Santa Cruz conquis-

PAULO RANGEL

N

REPRODUÇÃO

PAULO RANGEL: artilheiro rompedor, que defendeu o Baraúnas, na Copa RN/2007 Renatinho Carioca sentiu uma lesão durante treino de sexta-feira, mas deve ser escalado

tar uma vitória e os três pontos. Sabemos das dificuldades que enfrentamos, agora é botar o coração na ponta da chuteira, terminar esses quatro jogos com dignidade e conseguir as vitórias",disse o zagueiro Índio. O atacante Fabinho Cambalhota afirmou que o técnico Paulo Renato pediu muita garra aos atletas. "O Paulo está trabalhando muito bem o psicológico nosso.Ele pede que a gente honre essa camisa. Que a gente continue jogando com muita garra, determinação, como está sendo nos últimos jogos. Temos que honrar a profissão e a camisa que tem muita tradição", disse. Para a partida de logo mais, o volante Batata está suspenso e não poderá enfrentar o Santa Cruz. Com isso, o Baraúnas deve ir a

campo com: Érico; Ângelo (Pedrinho Mossoró), Índio, Pedrosa e Renatinho Carioca;Fidélis,Wilker,Paulinho Mossoró e Radames; Cambalhota e Thiago Alagoano. Sem nenhum desfalque para a partida de hoje,o San-

ta Cruz,do técnico Vica,deve ir a campo com: Tiago Cardoso;Nininho,Leandro Souza, Renan Fonseca e Tiago Costa;Ramirez,Sandro Manoel,Luciano Sorriso e Raul; Dênis Marques e André Dias.

CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE C GRUPO A

TIME 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

Fortaleza Luverdense Treze Brasiliense

PG

27 27 26 26 Águia de Marabá 25 Sampaio Corrêa 24 Santa Cruz 24 CRB 24 Cuiabá 21 Baraúnas 13 Rio Branco-AC 6

J

V

E

16 8 16 8 16 8 16 7 16 7 15 7 15 7 15 7 15 6 16 4 16 2

3 3 2 5 4 3 3 3 3 1 0

CEDIDA D GP GC SG

5 5 6 4 5 5 5 5 6 11 14

33 23 20 15 22 28 24 15 24 13 7

17 16 16 7 26 -6 15 0 19 3 15 13 17 7 10 5 18 6 34 -21 37 -30

Paulo Júnior comenta desafio em Omã Paulo Júnior estreou na quinta-feira, 19, em um novo clube: o Nahda, do Omã. Para ele, o Oriente Médio não é uma novidade. Desde 2007, o atacante atua naquela região da Ásia. A grande mudança foi a opção de trocar de país. Depois de cinco temporadas jogando nos Emirados Árabes (intercalados por passagens na Coréia do Sul e Brasil), PJ aceitou o desafio de jogar no Omã. Omã é um país vizinho aos Emirados Árabes. A distância entre a região de

Al-Buraymi, onde o jogador está agora, e Fujairah, onde atuou por cinco temporadas nos Emirados, é de apenas 160km, entretanto essa pequena distância separa diferenças culturais e geográficas. "Omã é um país maior, mas os Emirados teve um crescimento muito grande na última década, que o diferenciou economicamente no Golfo. São países vizinhos, às vezes uma viagem dentro de Omã, você passa por uma cidade dos Emirados, depois volta novamen-

te para Omã. Mas aqui é menos desenvolvido,é como se estivesse nos Emirados há cinco ou dez anos, porque não se abriu mão de alguns costumes para receber turistas. É mais rígido", comentou Paulo Júnior. Então, por que o atacante decidiu mudar de país? A oportunidade de jogar uma competição internacional, no caso a Liga dos Campeões do Golfo, e principalmente defender uma equipe grande do Oriente Médio, em um país que vem desenvolvendo o futebol foi o fa-

tor decisivo. "Tive propostas até maiores no quesito financeiro do Bahrain e dos Emirados Árabes, mas não eram clubes que disputavam competições internacionais. Acho que nessa vida a gente tem que arriscar, tem que ter metas. Então, essa é uma oportunidade única, de jogar a Liga dos Campeões do Golfo e acredito que com chances de ser campeão, pois a realidade do futebol de Omã é bem diferente de anos anteriores", comentou.

Dando continuidade à busca dos craques que atuaram no nosso futebol, trouxemos para esta edição,um pouco da história de Paulo Rangel, excelente atacante, oriundo do futebol paraense, e que integrou o plantel do Baraúnas, por ocasião da conquista do bicampeonato da Copa RN no ano de 2007. Visando sequenciar o trabalho realizado em 2006, oportunidade em que o leão do oeste conquistou o título inédito de campeão estadual de futebol,a diretoria do mais querido optou por contratar o renomado técnico Samuel Cândido, detentor de vários títulos de campeão do futebol marajoara, portanto, capacitado para assumir a comissão técnica do Baraúnas. A sua permanência no tricolor, ocorreu no período compreendido entre 29 de setembro a 8 de dezembro, do ano anteriormente citado. Após desembarcar na toca do leão, Samuel Cândido apresentou uma relação de atletas que já haviam atuado sob o seu comando, dentre eles Paulo Rangel, artilheiro da maioria dos clubes que atuou, ao longo da sua carreira, como jogador. A estreia do nosso focalizado,como novo reforço do quadro leonino,ocorreu por ocasião do amistoso disputado na cidade de BaraúnaRN, diante do selecionado local, oportunidade em que o mais querido conquistou a vitória, pelo placar de dois tentos a zero. Naquela partida, o Baraúnas atuou com o futebol de:Érico (Paulo Renato); Cláudio Ribeiro

(Alan), Nildo (Ivson), Everaldo (Índio) e Agnaldo (Márcio Cardoso); Célio (Max), Fábio Besouro, Vander Paraense (Adeilson) e Josicley; Robson e Paulo Rangel (Robertinho). Os gols da partia foram assinalados através de Índio e Paulo Rangel, para o Leão do Oeste. O nosso focalizado permaneceu atuando pelo tricolor, até o final da Copa RN/2007, que foi conquistada pelo Baraúnas no dia 8 de dezembro do citado ano, em pleno estádio dr. João Cláudio de Vasconcelos Machado - Machadão, em Natal-RN, ao derrotar o América de nossa capital,pelo placar de três tentos a dois. Confira a súmula do clássico. Baraúnas (bi-campeão): Érico; Cláudio Ribeiro, Índio,Pedrosa e Agnaldo;Nildo (Adeilson), Josicley, Célio e Vander Paraense (Álvaro);Paulo Rangel e Robertinho (Everaldo). América (vice): - Azul; Ney Santos (Wesley Brasília), Rogélio, Robson e Tony;Marquinhos Mossoró (Leandro Sena), Reinaldo, Berg e Souza; Geovane e Washington (Rogélio Ávila). Os gols do clássico: Índio (2) e Josicley, para o Baraúnas, descontando Berg e Washington para o América natalense. Árbitro do clássico: João Alberto Gomes Duarte, assistido nas bandeiradas por Milton Otaviano dos Santos e Eduardo Lincoln Neves.Renda:R$ 16.345,00,para 2.556 pagantes. Este, o registro de Paulo Rangel,que será reverenciado no Cantinho da Recordação.


10 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Gerais

Procuradoria quer mais nomes para liberar Rede Dos documentos encaminhados à Procuradoria, constam 304.099 fichas de apoiamento

E

m parecer emitido na sexta-feira (20), a Procuradoria-

Geral Eleitoral diz que a Rede Sustentabilidade,nova sigla da ex-ministra Marina Silva, "ainda não demonstrou o caráter nacional" exigido para a constituição de um partido político e pede que sejam juntadas ao processo de registro novas assinaturas de apoio. Dos documentos encaminhados à Procuradoria, constam 304.099 fichas de apoiamento validadas por cartórios eleitorais. O mínimo exigido em lei são cer-

ca de 492 mil. O grupo entregou ontem ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) um último lote de assinaturas, com 136 mil apoios, que juntadas ao processo totalizarão 440 mil nomes. O parecer do vice-procurador-geral Eleitoral,Eugênio Aragão, pede que, depois de agregadas as novas assinaturas e de totalizadas pela Justiça Eleitoral,o processo seja reencaminhado para a Procuradoria. PEDRO LADEIRA/FOLHAPRESS

A ex-ministra Marina Silva e aliados da Rede entregam pedido de registro do novo partido à Justiça Eleitoral no fim de agosto

O caso da Rede deve ser julgado na primeira semana de outubro. Marina precisa que o partido seja legalizado até 5 de outubro para que possa concorrer por ele à Presidência. Aragão diz ainda que "o pedido de registro está de acordo com quase todos os requisitos estabelecidos na Constituição", exceto a comprovação do caráter nacional. O grupo pedirá que a Justiça reconheça como vá-

lidas as 95.206 assinaturas que foram recusadas pelos cartórios sem apresentação de motivo. Como o pedido não foi oficializado antes de o processo ter sido encaminhado para a Procuradoria, Aragão não se manifestou sobre ele. No parecer,Aragão opina ainda a favor de que sejam consideradas pelo TSE as certidões emitidas por cartórios, sem necessidade de análise prévia pelos tribunais regionais.

O pedido de registro está de acordo com quase todos os requisitos estabelecidos na Constituição”. Eugênio Aragão


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Mossoró

Editora: Monalisa Cardoso mossorogazetadooeste@gmail.com

BICICLETADA

GAZETA CIDADÃ

Ciclistas comemoram Dia Mundial Sem Carro

Nossa Clínica doa 240 brinquedos para campanha

2

ARTISTAS CEDIDA

o t a m r o f m a r o m come do Auto da Liberdade 2013 Jovens do Cras do Bom Jesus ensaiam para participar do Cortejo da Liberdade

iferente do que vinha ocorrendo nos últimos anos, em 2013, o Auto da Liberdade irá às ruas da cidade e será coordenado por quatro diretores teatrais. Cada um se responsabilizará pela direção de um dos atos que compõe o espetáculo que, ao final dos ensaios, será apresentado à comunidade. A iniciativa faz parte de uma reivindicação antiga da categoria artística, como informa o diretor teatral Dionízio do Apodi, responsável pelo ato Resistência ao Bando de Lampião. Ele comenta que o espetáculo começou como algo grandioso, que foi diminuindo e ficando restrito ao teatro, nos últimos anos. Por mais que estudantes de diversas escolas tivessem a oportunidade de participar, a própria capacidade do teatro limitava o acesso. "O povo é quem paga imposto", comenta Dionízio do Apodi, lembrando que é para o povo que a cultura deve ser direcionada. Com a mudança, novas oportunidades para os artistas e para o público. É que este ano diferentes bairros da cidade - Independência, Nova Vida, Abolição IV e Quixabeirinha - receberão as apresentações. Durante quatro noites, os grupos se revezam para contemplar as referidas comunidades. A encenação será apresentada na noite de 29 de setembro, encenando a programação teatral do Auto da Liberdade em 2013. Para a produtora do ato Abolição da Escravatura, Lenilda Sousa, a expectativa é a melhor possível,pois o desejo de que o espetáculo fosse para as ruas e para a comunidade surgiu junto com o Auto, há 13 anos. Ela lembra que quando os festejos foram iniciados, quadrilhas e maracatus iam participar do evento, este ano, o evento vai até o povo. Outra novidade para o público é a presença de novos nomes no Auto.Dionízio comenta que o espetáculo está muito democrático e diz que antes havia reclamação pela falta de abertura

D

de espaços. Parte dos artistas em cena já faz teatro na cidade, seja em grupos escolares, na igreja ou em grupos teatrais da cidade, mas, para alguns, esta será a primeira oportunidade de encenar o Auto. Lenilda Sousa concorda e diz que, com as encenações no teatro tanto o acesso do público quanto a participação dos próprios artistas era restrita. Até porque, em geral, é comum que o diretor não se arrisque e escolha um elenco de sua confiança. Dessa vez, no entanto, é diferente. "Nós nos arriscamos", diz Lenilda. "É muito gostoso, é um trabalho muito bonito", acrescenta. Dionízio do Apodi afirma que mais do que nunca os artistas sentem que estão fazendo teatro para o povo e não para a Prefeitura. Ele dirige o ato Resistência ao Bando de Lampião, que contará com 13 pessoas em cena. Além de Dionízio, outros três diretores coordenam o espetáculo. O Primeiro Voto Feminino conta com direção de Júnior Félix. Já Joriana Pontes dirige o ato Motim das Mulheres e Nonato Santos a Abolição da Escravatura. Em cena, o ato Abolição da Escravatura contará com Sadraque Tava-

res, Dani Durval e Lenilda Sousa e Roberlilson. O restante do elenco foi selecionado a partir de outros grupos de escolas, igrejas ou da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Para Márcia Silva, que faz parte do Grupo de Teatro Universitário (GRUTUN) há quase quatro anos, essa será a primeira oportunidade de encenar o Auto da Liberdade. Ela conta que já tinha vontade de participar do espetáculo e participou de uma seleção em que cada candidato deveria levar algo pronto.Antes considerava mais difícil estar no elenco. "Porque antes era um pouco mais fechado. Era mais convite, agora não, abriu mais", afirma. Os ensaios são realizados todas as noites e o clima é de otimismo. "As expectativas são as melhores", comenta. "Para o Auto, minha expectativa é grande. Um pouco nervosa, porque é minha primeira vez, mas muito feliz por ter alcançado essa nova roupagem", acrescenta. Outra novidade para Márcia é a possibilidade de levar a arte teatral às comunidades periféricas. Ela comenta que,às vezes,chega aos bairros e para os moradores dessas áreas essa é uma experiência nova. WILSON MORENO

Integrante do Grutun, Márcia Silva atuará pela primeira vez no Auto da Liberdade

CRONOGRAMA as Segundo informações disponibilizad nese apr no site da Prefeitura de Mossoró, as 26 e 25 tações acontecerão nos dias 23, 24, ,Node setembro,nos bairros Independência a. va Vida, Abolição IV e Quixabeirinh comNo dia 29 de setembro,o espetáculo Dias. pleto será encenado na Praça Cícero eDe acordo com Lenilda Sousa, as apr lica e as sentações ocorrerão em praça púb ses bairdes cia rên refe de instituições sociais stas. arti os a par io ros servirão como apo JANELA inOutra novidade é que esses festejam vão sos ido e s nça cria cluir um público de jovens, erênque são atendidos pelos Centros de Ref de as Cas ), AS cia da Assistência Social (CR ConviNossa Gente (CNGs) e Unidades de vão s lico púb vência de Família (UFCs). Estes ças pra tro apresentar programações nas qua codo, ena onde o Auto da Liberdade será enc . nto eve mo uma espécie de "Janela" para o De de l Segundo a secretária municipa a ríci Pat senvolvimento Social e Juventude, da LiLeite, antes da encenação do Auto ticipar berdade acontecerá festejos com a teatro, e ça dan de pos gru s pação de diverso esenàs 17h15, nos mesmos locais das apr de cada tações do Auto. Ou seja, na praça ade. bairro que receberá o Auto da Liberd ções atra sas des o etiv obj Segundo ela, o para s soa pes de ero é chamar o maior núm os tod so, ido ao nça o espetáculo. "Da cria des ção ma gra pro a são contemplados com te ano", diz ões Além desses, também terão participaç com res lhe Mu na programação o Fórum das is e muDeficiência e escolas públicas estadua mar oxi apr é nicipais. "O grande diferencial mopro is ura as pessoas para os eventos cult te. Lei a vidos na cidade", justifica Patríci nSegundo o coordenador do departame neve do s to do idoso e um dos organizadore feio serã to, Luiz Carlos, as apresentações nte, nas tas por grupos fixos, simultaneame é a parquatro zonas da cidade. "A novidade pos de ticipação de grupos folclóricos, gru ens", danças gaúchas, idosos, crianças, jov dterá diz, acrescentando que cada bairro ,nas dia por pos gru ses des s uas apresentaçõe ndênlocalidades do Belo Horizonte, Indepe a. Vid va cia, Abolição IV e No ial A Secretaria do Desenvolvimento Soc , ade erd Lib da tejo Cor também participará do ipamenonde 440 jovens atendidos pelos equ ndo o olve env a átic tos vão encenar uma tem s a temo alha trab combate às drogas. "Nós já os jocom s nto mática nos nossos equipame das es dor lica ltip vens, que são os maiores mu ndo stra mo tejo atividades. Eles estarão no cor o que o que está sendo trabalhado, mostrando te. Lei a temos de melhor", concluiu Patríci

3


Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

2 Gazeta do Oeste

Mossoró

Ciclopasseata marca Dia Mundial sem Carro ALCIVAN COSTA

Concentração será às 16h, ao lado do Dix-huit Rosado, e o percurso dos participantes será definido na ocasião

H

oje, 22, é comemorado o Dia Mundial sem Carro. Em alusão à data, será realizada uma ciclopasseata, organizada pela Bicicletada Mossoró. A concentração será às 16h, ao lado do Dix-huit Rosado e o percurso dos participantes será definido na ocasião, como informa o organizador do evento, Pedro Henrique. Ele comenta que a iniciativa é importante, porque se trata de uma data

comemorada no mundo inteiro, com a mobilização espontânea de pessoas e Mossoró não poderia ficar de fora. A estimativa, segundo Pedro Henrique, é de cerca de 100 a 200 pessoas participem do evento,que tem como uma de suas bandeiras a questão da mobilidade. Pedro Henrique comenta que a disputa entre bicicletas e automóveis no dia a dia do trânsito é bem desleal, pois a falta de informação é generalizada. Muitos motoristas não vêem os ciclistas como parte do trânsito e chegam mesmo a gritar com os condutores de bikes. O ciclista, sem consciência dos seus direitos, acaba agindo da mesma forma. Alguns motoristas respeitam, mas eles não são a maioria, segundo o jovem. Como se não bastasse isso, a cidade é carente de espaços para a prática do ciclismo.

De acordo com Pedro Henrique, como não existem muitos espaços reservados para essa finalidade, a situação acaba comprometendo o direito de ir e vir. Ele menciona ainda que os espaços existentes não são sinalizados. A ciclovia mais conhecida da cidade, localizada na Avenida Rio Branco, por exemplo, acaba servindo como estacionamento. Outro objetivo da ciclopasseata é chamar a atenção para a questão ecológica, através da adoção de meios de transportes não motorizados. Aliás, como lembra o próprio Pedro Henrique, a bicicleta é o grande símbolo ecológico no trânsito. O jovem convida a população para participar do evento e menciona que mesmo aqueles que não são adeptos do ciclismo podem comparecer para o bate-papo,que antecede os passeios da bicicletada.

Ciclopasseata é organizada pelos integrantes da Bicicletada Mossoró

ASSOCIAÇÃO REDEPETRO RN EDITAL de CONVOCAÇÃO Eleição/Renovação dos Membros do Comitê Gestor e Fiscal Convocamos os Associados da REDEPETRO RN (em dia com suas obrigações estatutárias) a comparecerem no dia 24 de Setembro de 2013, às 19 horas, na sede do Sebrae, sito a Rua Rui Barbosa - Centro - Mossoró/RN, para participarem da Assembleia Ordinária para Eleição/Renovação dos Membros do Comitê Gestor e Fiscal da Entidade. MOSSORÓ/RN, 14 de Setembro de 2013. Doryan Hilton Filgueira Coordenador


Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Gazeta do Oeste 3

Mossoró

Nossa Clínica é parceira do Gazeta Cidadã EDNILTO NEVES

Entidade doou mais de 200 brinquedos, que serão revertidos a crianças carentes da cidade

A

Gazeta Cidadã Especial Dia das Crianças - recebeu mais um incentivo na sexta-feira passada, 20. A 'Nossa Clínica' realizou a doação de 240 brinquedos, facilitando, desse modo, o alcance à meta da campanha, que visa arrecadar mil brinquedos novos para serem doados a alunos de seis a doze anos de idade, de escolas que integram o Lar da Criança Pobre no Rio Grande do Norte. Com o gesto de solidariedade, a Nossa Clínica dá continuidade à parceria que já vinha sendo realizada nas edições anteriores em prol do Dia das Crianças. Com o tema 'Mude o

mundo de uma criança, transforme brinquedos em sorrisos',a campanha segue com arrecadação de presentes até o dia 4 de outubro. As doações podem ser realizadas no período das 7h às 19h, na sede da GAZETA, localizada na Avenida Cunha da Mota, Nº 100, Centro. Os interessados também podem entrar em contato através do telefone (84) 3314-1687. Além da Nossa Clínica, vários estudantes da Escola Estadual Aida Ramalho têm colaborado com a iniciativa. A edição especial da Gazeta Cidadã está sendo desenvolvida pelo terceiro ano consecutivo. Um dos objetivos da campanha é fazer com que a população conheça um pouco mais sobre a instituição contemplada que, diariamente, realiza um belo trabalho em favor das pessoas carentes na cidade. Administrado pela irmã Ellen, o Lar da Criança Pobre atua em várias frentes, contemplando desde crianças e adolescentes carentes, passando por adultos e doentes, entre

Doações de brinquedos da Nossa Clínica chegaram à GAZETA na tarde desta sexta-feira, 20

muitos contemplados. Todos esses grupos atendidos recebem também assistência religiosa. As pessoas que quiserem contribuir, financeiramente, com a instituição podem fazê-lo através de depósito no Banco do Brasil, em nome do Lar da Criança Pobre de Mossoró,

Conta 17363-0, Agência 036-1, ou procurar, diretamente a sede da entidade, localizada na Rua Maria Salém Duarte, Nº 131, Abolição II. Os gêneros alimentícios são a principal necessidade do Lar. Porém, entre os itens necessários na instituição estão ainda: material de

limpeza (detergente, baldes, panos de chão) e higiene pessoal, além de fraldas descartáveis para adultos e material de escritório (cartuchos para impressão e resmas de papel). São necessários também produtos como chinelos, sobretudo para adultos (dos números 37 ao 44), lençóis, cadeiras de

EDNILTO NEVES

Asfalto na Avenida Alberto Maranhão piora devido ao tráfego de caminhões O intenso fluxo de veículos pesados na Avenida Alberto Maranhão no último final de semana contribuiu para danificar o asfalto em alguns trechos da via. Nos dois últimos finais de semana, a ponte sobre o Rio Mossoró na BR-304, conhecida como ponte da Barragem de Genésio foi interditada para as obras de duplicação e o trajeto teve que ser deslocado para dentro da cidade. Parte da Alberto Maranhão que fica entre os bairros Alto da Conceição e Belo Horizonte está com o calçamento aparente - o asfal-

to ainda não foi colocado após serviços na rede de distribuição de água - e as dificuldades de transitar que já eram grandes, ficaram ainda maiores com a irregularidade do piso. Em outros trechos da via ainda são notados buracos de pequena e média proporção que trazem riscos às pessoas que circulam pelo local, principalmente ciclistas e motociclistas. O subsecretário do Desenvolvimento Territorial, Jailson Freire, disse que iria deslocar uma equipe até o local para avaliar a situação e fazer os reparos necessá-

rios antes da próxima interdição da ponte na BR 304. "Nós temos uma equipe permanente para realizar serviços de recapeamento e é interessante que a gente avalie o local antes que interdite novamente e o problema possa se agravar", conta. Jailson Freire disse que os trabalhos estão concentrados no Centro e em breve serão feitos nos bairros periféricos para melhorar a malha viária. O subsecretário informa que a maior parte dos buracos existentes nas vias da cidade é responsabilidade da Companhia de Águas e Es-

gotos do Rio Grande do Norte (CAERN). O órgão estadual disse, através da sua assessoria de comunicação, que tem uma equipe própria para fazer o conserto de vazamento de água ou esgoto e cobrir o local com areia. "Mas existe uma empresa terceirizada responsável por fechar totalmente o buraco que começou a trabalhar em julho. Mossoró ficou alguns meses sem este trabalho porque o contrato havia sido encerrado e gerou uma demanda reprimida para ser atendida. Quando é preciso fazer somente a pa-

rodas e colchões de ar, pois, as equipes sempre visitam os hospitais e, em vários ocasiões, se deparam com doentes que estão abandonados nas unidades de saúde, precisando de ajuda. Todos os dias a instituição recebe várias doações, porém, muitas são as necessidades.

Avenida receberá fluxo intenso mais uma vez no próximo final de semana, com interdição de ponte

vimentação a empresa segue o cronograma, no caso de local asfaltado ainda há uma outra questão que é o produto asfáltico. A empresa terceirizada depende das usinas que fabricam asfalto.

Normalmente, este produto não está disponível ininterruptamente.Então,o serviço precisa ser programado", finaliza a assessoria de comunicação da Caern regional Mossoró.


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Mossoró Fé & Vida

“ ”

Bem-aventurados os que choram, porque

Joscelito Marques

serão consolados!

joscelitomarques@hotmail.com site: www.jocelitomarques.blogspot.com

(Mt 5,4)

Refletindo o evangelho "NINGUÉM PODE SERVIR A DOIS SENHORES" Lucas 16, 1-13 "Não podeis servir a Deus e ao dinheiro." (Lc 16, 13c) No Evangelho de hoje, Jesus conta a parábola do "administrador injusto ou desonesto." É preciso cuidado para interpretar bem o que a parábola diz, do contrário poderia induzir a erro, considerando que Jesus elogia a desonestidade do administrador. O que é louvada nesta parábola é a habilidade de uma pessoa de empregar meios para alcançar determinado fim; ele utiliza sua inteligência para encontrar o meio de assegurar sua felicidade. O que preocupa Jesus são os meios para entrar no Reino de Deus - é exatamente isso que a parábola enfatiza.Não quaisquer meios,pois é preciso entrar pela "porta estreita". A porta que dá acesso ao Reino de Deus é o próprio Jesus. Jesus urge para os discípulos deixarem a passividade e empreenderem tal "sabedoria" a fim de alcançar o seu objetivo, a saber, entrar no Reino de Deus. Assim como o filho mais novo da parábola do pai misericordioso escolhe os meios para salvar a própria vida, da mesma forma o administrador desonesto é louvado por ter-se aplicado em encontrar os meios pelos quais poderia ter a sua vida salva. Não é, reiteramos, elogio à desonestidade, mas ao esforço de buscar os meios para ter a vida salva. Esta é a lição dada aos discípulos e ao leitor do evangelho: é preciso sair do comodismo; o Reino de Deus exige empenho, inteligência, discernimento. A máxima de Santo Inácio de Loyola nos parece bem adequada aqui: "Fazei tudo como se tudo dependesse de nós e espera tudo como se tudo dependesse de Deus."

GENTE DE FÉ

Neste domingo, nosso reconhecimento a uma pessoa que tem "ofertado" a sua vida à educação de nossas crianças e jovens. Refiro-me a Ir. Lucilene Alves, do Colégio Sagrado Coração de Maria. A competente educadora é exemplo de fé, dedicação e compromisso com o desenvolvimento integral de nossa juventude. A ela desejamos saúde, paz e luz. Parabéns! CEDIDA

VITÓRIA Graças ao Bom Deus, a amiga Socorro Gurgel já está em sua residência, após alguns dias internada no Hospital Wilson Rosado. Mais uma vitória. Seu coração fortalecido por sua fé bate tranquilo. Deus seja louvado! VISITA Dom Mariano Manzana encerra hoje sua Visita Pastoral à Paróquia de São Manoel. Cedo, às 8h, nosso bispo se reúne com os membros do Encontro de Casais com Cristo (ECC) e, às 17h, preside a solene Celebração Eucarística de encerramento da visita na matriz de São Manoel. MENINO JESUS Também se encerra hoje a festa em honra ao Menino Jesus, no conjunto Santa Delmira. Este ano, o padre João Alfredo e seus paroquianos celebram os dois anos de criação da paróquia. A tradicional procissão será, às 17h, seguida de missa de encerramento. Viva o Menino Jesus! SANTA TERESINHA Os seminaristas seguem coordenando com maestria a Festa de Santa Teresinha 2013. A novena de hoje começa, às 19h30, no seminário, e é dedicada ao Apostolado da Mãe Rainha e Terço dos Homens. Na dimensão social destaco o jantar de confraternização que acontecerá no próximo sábado, 28, com um sorteio beneficente. A festa será encerrada no dia 1º de outubro, com procissão, às 19h, saindo do Seminário em direção à Capela de Santa Teresinha, na Melo Franco. SEMANA DO DÍZIMO Celebrando os 21 anos de implantação do Dízimo em nossa Diocese, vivenciaremos, de hoje até o dia 29, a Semana do Dízimo. Várias atividades estão programadas e uma cartilha, muito bem elaborada, contendo seis encontros ajudará os fiéis a refletirem sobre a importância e as dimensões do Dízimo. Muito do bom!

Irmã Lucilene

ULTREIA Os amigos Kátia, Chico Pinto e Madalena convidam todos os irmãos cursilhistas para a Ultreia de setembro. O evento acontecerá amanhã, 23, às 19h30, na sede do movimento. Participe!

ESPIRITUALIDADE Os padres de nossa Diocese se reúnem nesta segunda e terça-feira para mais uma Jornada de Espiritualidade. Será no Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, em Patu. FORTALEZA A Lenira Moreira e todos que fazem a sua família, nosso desejo sincero de fortaleza, esperança e paz. Sua amizade é um tesouro para todos nós. Shalom! SÃO FRANCISCO De 24 de setembro a 4 de outubro ocorrerá a Festa de São Francisco de Assis, no Abolição III. RESISTÊNCIA O conjunto Resistência também vai reverenciar Santa Teresinha. Será de 27/09 a 1º/10, com o tema: "Com Santa Teresinha,vivenciamos o Ano da Fé." Avante, amigos! BOA NOVA Dia 28 de setembro, às 16h, a Comunidade Boa Nova abrirá o Centro para Recuperação de Dependentes Químicos "Papa Francisco". O centro funcionará no Sítio Encanto, próximo à Governador Dix-sept Rosado.Com certeza esta obra beneficiará muitas famílias de nossa região. CAMPANHA A GAZETA DO OESTE realiza outra edição especial do projeto Gazeta Cidadã (Especial do Dia das Crianças) e pede a colaboração de todos. A campanha irá contemplar,com doações de brinquedos, alunos do ensino fundamental menor de escolas do Lar da Criança Pobre. Nossa meta é arrecadar mil brinquedos novos. Faça sua doação,divulgue e agregue seus amigos e familiares em torno dessa causa. A entrega dos presentes e confraternização das crianças está marcada para o dia 16 de outubro. Vamos colaborar, gente! TERÇO O Terço dos Homens Mãe Rainha celebrará 10 anos de fundação dia 12 de outubro, no SESC Mossoró. PARA REFLETIR "Procurar a própria felicidade nas coisas materiais é um modo certeiro para não ser felizes." (Papa Francisco)


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Mossoró Déjà Vu Milton Marques de Medeiros milton@tcm10.com.br

LIÇÕES APRENDIDAS COM LEITURAS 1. Não à cólera Mário Moacir Porto foi uma das mais notáveis figuras do Rio Grande do Norte e da Paraíba. Grande nos dois Estados. Advogado, professor universitário, político, empreendedor, fundou várias empresas. Culto, chegou a ser reitor de universidade, desembargador, presidente de Tribunal de Justiça e só não foi ministro do STJ porque, segundo ele, se afobou. Um dia publicou esta lição: "O homem não deve se irritar. Nunca, em nenhuma situação". Homem, aqui no sentido bíblico, homem/mulher. E conta o que aconteceu. Diz: "A primeira vez que concorri ao STJ, perdi para um colega por falta de um documento que mandei e não arquivaram no seu processo. Naquele tempo era tudo manual. Não havia as facilidades de hoje. Da segunda vez, quase na véspera da decisão, telegrafaram pedindo-me, com urgência, que remetesse parte do meu curriculum vitae para anexar na apresentação, pois não se encontrava no dossiê. Aí, me irritei e não enviei." Páginas adiante, explica: "Achei que estavam fazendo de propósito e respondi com um telegrama curto, grosso e desaforado". E, conclui: "Deixei de ser Ministro de Estado por haver me irritado". O homem não deve se irritar nunca. 2. Trilhas O escritor Roger Von Oech conta que o arquiteto Christopher Willians construiu um grande agrupamento de edifícios comerciais na periferia de Nova York em meio a uma área muito verde. Quando a obra acabou, o pessoal do paisagismo perguntoulhe onde queria os caminhos entre os edifícios. "Ainda não", disse o arquiteto. "Por enquanto, vamos apenas plantar grama em todo o espaço". Assim foi feito. Dia da inauguração, muita festa e nada de passarelas. Estranho, mas, pelo grande respeito ao mestre, todos se contiveram. Os dias se passaram e os pedestres começaram a criar caminhos através do gramado, conectando os edifícios. Faziam curvas suaves em vez de ângulos retos e suas larguras variavam de acordo com o fluxo do tráfego. Ao cabo de certo tempo, o arquiteto convidou alguns pedreiros e ordenou-lhes: - Pavimentem as trilhas. Os novos passeios não apenas tinham um desenho bonito, como também respondiam diretamente às necessidades dos usuários.

Muito tempo depois,quando um dia perguntaram ao velho Willians o que lhe viera à mente na época da construção,respondeu: -Recebimaisdedezdesenhosdiferentesdos meus auxiliares. Nenhum recomendou trajeto semelhante a outro. Deixei o povo sugerir. Ah,se na vida os doutos entendessem que ao lado do conhecimento científico sempre reside o saber popular! Seria tão diferente em relação a vaidades e relacionamentos! 3. Curiosidade local Nosso Antônio Nonato de Oliveira publicou, na Coleção Mossoroense, registro 2.775,dezembro 2005,dados interessantes sobre o início de Mossoró. Aqui reproduzido pela maneira sintética de apresentar. "O povoado de Mossoró teve início em 1701,com a chegada dos carmelitas,em terras doadas pelo governador de Pernambuco, Dom Fernando Martins de Mascarenhas de Lencastro. Em 1730 já existia o sítio Santa Luzia. Pertencia ao Sargento-Mor Antônio de Souza Machado, que era português e proprietário de muitas terras na redondeza; iam do Canto do Junco passando pela Panela do Amaro, até Grossos e Tibau. Em 1772 foi erguida a capela em homenagem à Virgem de Siracusa. Em 1842 foi criada a freguesia de Santa Luzia de Mossoró que até 1851 pertenceu a Assu. Em 1852, passou a ser vila e cidade em 1870". Apoiam o autor, o professor Wilson Bezerra de Moura, o memorialista Geraldo Maia do Nascimento e os escritores Raimundo Soares de Brito (Raibrito), Rubens Coelho, o nosso Conde e Filemom Rodrigues. Portanto, todos gente de fôlego no assunto. POR QUE ESSE LOCAL? Numa palestra de um dos nossos bons memorialistas,e aqui fico devendo seu nome porque, no momento, não tenho certeza qual deles, ouvi o seguinte: O sítio de Santa Luzia foi localizado onde hoje é a cidade de Mossoró, porque Souza Machado saiu da foz do Rio,

começando por Porto do Mangue e foi subindo, até chegar num ponto em que os animais pudessem beber a água, pois de Mossoró até a área atualmente de Grossos, toda água era e continua sendo salobra. No ponto em que os animais começaram a beber água, ele fixou a casa e os currais. Nasceu o povoado. Hoje, a Mossoró "que Deus sempre quis" - no dizer de Diógenes da Cunha Lima - Presidente da Academia de Letras do Rio G. Norte. 4. Leituras e vida Outro aprendizado é que o mundo é um mestre severo demais.Bate com tanta força que ameaça arrebentar a fibra da vida.Comumente, dá o castigo, para em seguida oferecer a lição.Felizmente,ao passar dos anos,o homem descobre que com os exemplos ele aprende a arrefecer os golpes. Que o maior ou menor erro depende das circunstâncias. Que a maioria deles não é fatal. Que em cada caminho escolhido por engano, há um retorno um pouquinho à frente, para ser tentado de novo. Quem nunca cometeu um erro também nunca fez uma descoberta. O homem adquire alguma sabedoria a partir de seus próprios fracassos, tanto quanto de seus próprios sucessos. 5. A idade idosa O envelhecimento faz as pessoas subirem a parede do muro do isolamento. Em nenhuma outra idade essa construção é feita com tanta precisão. Missão cumprida, filhos criados, encaminhados na vida, aposentadoria do trabalho,tempo sobrando em casa.Ganha força o preconceito de que está idoso(a) demais para fazer novos projetos. Aparece o desânimo, acumula-se o tédio, agrava-se quase sempre com a depressão. Vontade de não fazer nada e, ao mesmo tempo, fazer alguma coisa. Não lhe falta nada, mas parece algo lhe faltar. Finda apanhando a colher e colocando tijolo sobre tijolo,erigindo o muro do isolamento que, dia a dia, fica mais alto, tornando o indivíduo prisioneiro por ele próprio.Mais rápido ainda se alguém ao lado, esposa(o), filhos(as), parentes próximos ou amigo(a) sem nenhuma delicadeza, oferece-lhe a argamassa.

Lixo é coletado em 22 comunidades rurais CÉLIO DUARTE

Número ainda é pequeno por causa de diversas dificuldades na realização do serviço

M

ossoró atende a 133 comunidades rurais, destas apenas 22 contam com o serviço de coleta de lixo doméstico. O subsecretario de Serviços Urbanos, Carlos Clay, fala que existem vários fatores que ainda impedem que esses locais sejam atendidos. A distância, a qualidade da estrada e ainda o volume de lixo que será coletado são levados em consideração na hora de contratar a empresa terceirizada para realizar o recolhimento dos resíduos. "Para que se faça a coleta tem que rever o contrato para contemplar todas as comunidades rurais. A empresa contratada cobra por tonelada de lixo recolhido. O recolhimento,por enquanto é apenas nas comunidades mais próximas,de acesso mais fácil. Já na zona urbana atinge 100%", diz o secretário. Entre as localidades rurais

Coletar lixo em comunidades rurais exige mais tempo

atendidas, Carlos Clay cita Nova Esperança, Espinheirinho,Piquiri,Sussuarana, Fazenda São João, entre outras. Carlos Clay explica também que o valor cobrado pela terceirizada para coletar o lixo na zona urbana é diferente da quantia para recolher os resíduos da zona rural. Além disso, o percurso é muito maior que a quantidade de resíduos coletados. O que diferencia o preço é justamente as dificuldades em se chegar a alguns trechos dessas comunidades rurais. Agora, a subsecretaria se prepara para in-

cluir mais duas dessas localidades no sistema de coleta, o que totalizará 24. "Claro que é importante coletar os resíduos que poluem o meio ambiente.Qualquer quantidade que seja, mas existem os outros fatores que devem ser levados em conta. Na zona rural são recolhidos por mês cerca de 150 toneladas de lixo. Na zona urbana são coletados 150 por dia", afirma Carlos. A coleta é realiza por funcionários da subsecretaria de Serviços Urbanos e da Sanepav, empresa contratada pela Prefeitura

Municipal de Mossoró. O subsecretário fala ainda que os mossoroenses costumam colocar o lixo doméstico em baldes, e que isso é um erro.Ele explica que é necessário que o recipiente seja higienizado sempre que for esvaziado,o que não é feito pela população. "Como não é higienizado, a sujeira que fica vira chorume.O que é 200 vezes mais perigoso que o esgoto. E atrai barata, moscas, tapuru...", alerta. O ideal, então, é colocar o lixo em sacolas, além de mais higiênico, ainda ajuda ao gari na hora coleta. O secretário explica que leva mais tempo para o servidor pegar o balde,despejar o resíduo no carro coletor e ainda devolver o recipiente. Todo esse serviço é dispensando com uso de sacos de lixo. SELETIVA De acordo com Carlos Clay, a coleta seletiva não é de responsabilidade da Prefeitura, mas sim das cooperativas de reciclagem. "Nós damos apoio. Fornecemos caminhão, motorista, sede, Equipamento de Proteção Individual (EPI)", diz. Em Mossoró, a Associação Comunitária Reciclando para a Vida (ACREVI) e Associação dos Catadores de Material Reciclável de Mossoró(ASCAMARE)recebem apoio da Prefeitura. A inten-

ção da Subsecretaria de Serviços Urbanos é que mais pessoas se unam e formem outras associações de reciclagem. Carlos Clay cita o exemplo de um grupo formado por três idosas no Jucuri.

Mesmo ainda não sendo uma associação, as idosas se uniram para coletar materiais recicláveis na comunidade. "Nós temos interesse em apoiar e ajudar esses grupos", finalizam.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA 2ª ASSEMBLEIA GERAL Convocamos os SENHORES ASSOCIADOS para participarem da 2ª Assembleia Geral Ordinaria, a ser realizada em 26/10/2013 às 17h30min no Residencial Ninho, sito a BR-110, Km 42,Bairro Rincão,Mossoró-RN,em primeira convocação com presença de Associados que representem,pelo menos,metade mais um dos Associados; ou às 18h30min, em segunda convocação, no mesmo dia e local, com qualquer número de presentes, a fim de deliberarem sobre os seguintes assuntos do dia: 1. Apresentação das atividades desenvolvidas pela Associação até o momento; 2. Criação da Diretoria Executiva de Meio Ambiente e Diretoria Executiva Social; 3. Eleição dos Cargos em aberto do Conselho Deliberativo e Diretorias Executivas; 4. Aprovação das contas do exercício de 2013; 5. Orçamento geral para o exercício do ano de 2014, com definição do valor da taxa mensal para custeio das despesas com manutenção (preservação da área comum), segurança, limpeza, despesas da Associação e etc. Ressalta-se, que os itens acima ventilados serão deliberados se houver quórum suficiente, ressalvada as hipóteses legais para deliberação de matéria que exija apenas maioria simples, nos termos do estatuto em vigência. Caso queiram, é licito aos Senhores Associados se fazerem representar na Assembleia ora convocada, mediante a apresentação da respectiva procuração. As ausências dos Senhores Associados NÃO OS DESOBRIGAM de aceitarem como tácita concordância aos assuntos que forem tratados e deliberados. Mossoró-RN, 16 de setembro de 2013. Weverson Paula de Aquino Presidente do Conselho Deliberativo


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Especial ENQUANTO ALGUNS ABANDONAM, VOLUNTÁRIOS REALIZAM AÇÕES PARA MELHORAR A VIDA DOS ANIMAIS SEM DONO

Bicho

Solto

JUCILENE MENDES Da Redação

A

bandono de animais é crime. O Artigo 164, do Código Penal, prevê o crime de abandono de animais para aqueles que introduzirem ou deixarem bichos em propriedade alheia. A pena prevista é de detenção de 15 dias a seis meses ou multa. Mesmo assim, deixar cães e gatos em terrenos baldios ou na porta de alguém que gosta de bichos ou ainda em universidades parece ter se tornado algo comum. A veterinária e presidente da Organização nãogovernamental Defesa da Natureza e Animais (DNA), Kátia Regina, diz que os membros do grupo evitam dizer onde moram para evitar que bichos sejam abandonados na porta da casa deles. "Pelo fato da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) ter um

curso de veterinária, as pessoas pensam que não estão abandonando se deixarem cães e gatos ali; ou acham que não é rejeitar, se deixar na porta de alguém da DNA, ou deixar com a irmã Ellen, porque sabem que eles receberão cuidados.Mas é abandono,sim", afirma. O assunto ganha força em uma sociedade que está cada vez mais se importando com o bem-estar de cães e gatos desamparados. Com a ajuda da internet são realizados pequenas ações voluntárias para ajudar os bichos que estão nessa situação. Manifestações como essas acontecem em todo o País e se espalham através das redes sociais. Em Mossoró, não é diferente, grupos se organizam

com um único objetivo: fazer algo para tornar melhor a vida dos bichos. Há um pouco mais de um ano e dois meses, a professora do Curso de Comunicação Social, Paula Zagui, criou uma página na rede social Facebook para divulgar animais disponíveis para adoção, a fanpage Adote Mossoró (www.facebook.com/adotemossoro). O projeto ajuda os protetores (como são chamadas as pessoas que acolhem cães e gatos) da cidade a conseguir novos donos e recursos financeiros para tratar os bichos doentes. Paula conta que a ideia

surgiu quando ela se mudou para Mossoró e percebeu o grande número de bichos sem dono vagando pelas ruas. "Mesmo não sendo veterinária, pensei em fazer algo para ajudar dentro da minha formação. E, então, nasceu o projeto da página no Facebook. A gente não é uma ONG, por enquanto. Não temos como assumir o compromisso de resgatar animais. A página é para ajudar os protetores na divulgação. Por causa dos cuidados e trabalho com os bichos, os protetores não têm tempo para buscar ajuda sozinhos e a página assume essa fun-

ção", diz. Até o inicío da semana passada, a página já estava com 3.091 curtidas, ou seja, são mais de três mil pessoas que apoiam a causa, e mesmo que não adotem,podem contribuir com a propagação do trabalho. "Não acredito que seja uma grande ação, mas tem dado bons resultados dentro da proposta", afirma. Desde que foi iniciado, em julho de 2012, a Adote Mossoró já contribuiu para a adoção de cerca de 200 animais, entre cães e gatos. "Não temos um número exato de doações realizadas, por serem bichos de diversos protetores. Esse número que temos se refere aos que temos conhecimentos das adoções", fala Paula.

A maioria dos adotantes é de mulheres com idade entre 20 e 35 anos, classe média. Já sobre o perfil dos curtidores da página ainda não foi realizado um estudo criterioso. Sabe-se que a maioria é de jovens de ambos os sexos com idade entre 20 e 35 anos. Grade parte é de Mossoró, mas a página também possui curtidores de outros Estados e cidades, principalmente de Natal e Fortaleza. Paula Zagui explica que o controle de bem-estar do animal doado deve ser feito por quem o doou e conta que já aconteceu de um bicho ser amparado e ser devolvido às ruas pouco depois. "Por sorte, o doador ficou sabendo através de denúncia e pegou o animal de volta", ressalta. A idealizadora do Adote Mossoró conta com a ajuda de mais pessoas no trabalho, como, por exemplo, do professor universitário Marco Escobar e da estudante de Ciência e Tecnologia Rudna Angélica.

EDNILTO NEVES

Voluntários da ONG DNA falam sobre o problema do abandono e importância da castração

WILSON MORENO

Paula Zagui criou uma página da internet para divulgar animais para adoção

Mesmo não sendo veterinária, pensei em fazer algo para ajudar dentro da minha formação”. Paula Zagui


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Especial Adotar um bicho é coisa séria,é pra sempre A Adote Mossoró já chegou a apoiar uma feira de adoção realizada na cidade por um pet shop, que é contra a venda de animais. O evento foi bem sucedido, mas devido a casos de devolução de bichos adotados na página, Paula diz que não pensa,no momento,em organizar outro movimento. A DNA também trabalha com doações de bichos, mas não faz e nem apoia a realização de feiras. A veterinária Karla explica o motivo: "O animal passa a ser visto como um produto e quem adota não pensa nas consequências. Muita gente acaba adotando por causa do fervor do momento. Mas o bicho cresce, faz xixi e cocô onde não deve e as pessoas simplesmente se arrependem e abandonam", diz. Karla afirma que pesquisas já confirmaram que a adoção por impulso é o fator que mais contribui na reincidência de cães e gatos para doações. A ONG registra e acompanha todos os animais que doa. A organização, que já existe há mais de 12 anos, possui vários projetos que, por enquanto, prefere não divulgar. "Através de experiências que já tivemos, preferimos muitas vezes trabalhar às escondidas", fala o diretor financeiro Kléber Jacinto. CASTRAÇÃO O aumento populacional de cães e gatos de rua não é causado somente pelo abandono. Um gato de rua,por exemplo,possui expectativa de vida menor, cerca de quatro anos. Mas em apenas um ano, esse gato poderá ter mais 12 descendentes. A veterinária Kátia Regina explica que, por volta dos seis meses de idade, o felino tem a primeira cria, cerca de quatro a seis filhotes. E com mais seis meses acontece a segunda, sendo que os filhotes da primeira cria já estarão prontos para

reproduzirem também.No período de três anos serão aproximadamente 1.728 descendentes. O mesmo acontece com os cachorros, sendo que na rua ele possui média de vida de três a cinco anos. Uma pessoa que adota ou compra um animal e não o castra, corre o risco de ter a casa cheia com várias gerações, ou pior, pode abandoná-los, contribuindo para o aumento de bichos sem dono. Além disso, a castração contribui para a saúde do próprio cão ou gato. No caso dos gatos, por exemplo, evita que o animal saia para acasalar e sofra agressões de outros gatos ou de pessoas. Para a criadora do Adote Mossoró, o preço da cirurgia de esterilização ainda é muito caro. E acredita que seja o financeiro que contribua para que as pessoas não realizem o procedimento. "Em outras cidades, os preços são mais baixos, até por entenderem que isso é um trabalho social. Até mesmo em Centro de Controle de Zoonoses são realizados esses procedimentos, o que não acontece aqui", relata. O trabalho do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) é focado no combate à Leishamaniose, segundo informação passada anteriormente pelo diretor da unidade,Felipe Caetano Filho.Por isso o centro não recolhe gatos, apenas cães. Através de denúncias ou pedidos,a entidade recolhe cachorros com suspeita da doença. A seguir, é feito o exame e os animais doentes são eutanasiados. Já os sadios são postos para adoção,mas não saem de lá castrados. Paula diz que, por medo de que os bichos que já possuem um lar voltem novamente para as ruas ou ainda suas crias sejam deixadas em algum lugar,alguns protetores que divulgam na Adote Mossoró oferecem o

ESQUEMA DE REPRODUÇÃO DO CÃO

animal já esterilizado. Ela conta que encontra mais dificuldade para arrumar uma nova casa para as fêmeas. "Se a castração fosse gratuita, provavelmente haveria menos animais nas ruas", frisa. O jornalista Allan Erick é um apaixonado pelos felinos e engajado na defesa de animais em geral. Ele já chegou a ter 12 gatos em casa, mas no momento está com apenas dois. Radicalmente contra a venda de animais que considera ser um dos fatores que contribui para que haja tantos bichos sem dono perambulando pelas ruas, ele conta que já deixou até de comprar em um pet shop por ver cães expostos para a venda no local. Allan aponta que várias experiências no Brasil e no mundo mostram a eficiência da esterilização de animais de rua como forma de combater a superpopulação. "Programas de mutirões são organizados para esterilizar animais em bairros de baixa renda. Em outros casos os animais são recolhidos na rua e,quando não há abrigo ou adoção, eles são devolvidos esterilizados às ruas, lógico que este último caso não é o ideal,mas aquele animal não irá mais procriar e não foi assassinado pelo simples fato de ter nascido. Esterilizar o animal de estimação é, em todos os sentidos, um ato de amor", enfatiza. Para a veterinária Karla, o CCZ de Mossoró não é estruturado fisicamente, mas é humanamente. Ela destaca que a unidade está à frente de muitas no Estado, inclusive de Natal. "Aqui eles abrigam e colocam para adoção os animais sadios. Já em Natal, eles só matam", frisa. CUSTO O preço da esterilização cirúrgica depende de vários fatores, o primeiro é o sexo. Machos e fêmeas passam por procedimentos di-

ferentes. Na fêmea, cão ou gato, a intervenção chama-se tecnicamente ovariohisterectomia ou OVH. São removidos ovários, trompas de falópio e o útero. Nos machos são retirados os testículos e a cirurgia é chamada orquiectomia ou simplesmente castração. O termo "castração" é usado popularmente para os dois casos,como forma de facilitar o entendimento. Kátia Regina explica que o valor da intervenção é determinado pelo Conselho de Medicina Veterinária. Junto a isso, também tem a questão do valor no mercado, da clínica ou até mesmo do veterinário que fará o procedimento. É possível encontrar valores variantes entre R$ 50,00 e R$ 1.300,00. Kléber Jacinto,da DNA, diz que é importante avaliar se seria mais barato castrar ou manter muitos animais. "Com certeza, a primeira opção será a mais barata. No final das contas,o financeiro será o menor dos detalhes", afirma. É importante que a pessoa contrate um veterinário para fazer a cirurgia e jamais um prático. O custo também vai depender se após a cirurgia o animal em recuperação será logo levado para casa ou se ficará na clínica em observação por, pelo menos, três dias. Karla fala que para quem não pode cuidar do bicho em recuperação, é interessante que ele fique aos cuidados da clínica por, pelo menos, esse período. Mas assegura que a castração é um método simples. Para Allan Erick,"o controle da superpopulação e o fim do abandono só vão ocorrer através de políticas mais inteligentes: a conscientização da posse responsável, da adoção e esterilização dos animais são ações eficientes e dignas.Os resultados acontecem em médio prazo, mas são definitivos."

ESQUEMA DE REPRODUÇÃO DO GATO

WILSON MORENO

Marie conquistou a família de João Pedro e Felipe WILSON MORENO

Meiga e charmosa, Marie é mais sociável

A gata Marie é o xodó da família Pela forma como a Marie é tratada na casa da Marilane Vieira,parece até que é ela a famosa personagem do desenho infantil "Os Aristogatos", da Disney. Até o nome que recebeu foi em homenagem à famosa gatinha branca e herdeira de uma fortuna. Pode até ser que a Marie mossoroense não tenha tanto dinheiro quando à outra que é francesa,mas,com certeza,ela ganhou uma família que vale ouro. E possui uma história de vida que daria muito bem para ser retratada em um filme. Mari, como Marilane prefere ser chamada, conta que percebeu uma gata com quatro filhotes morando debaixo da escada de casa. Até então, ela nunca tinha criado qualquer animal,mas como a família logo se apaixonou pela Marie e os filhotes, pensou em ficar com um deles. Porém, a residência da família estava em reforma e os bichos foram levados para a casa da Paula Zagui, a criadora do Adote Mossoró. Cerca de um mês depois, com a reforma concluída, a família da Mari decidiu ficar com a gata e um dos filhotes. Os outros foram adotados com a ajuda da página. "Até hoje,

meu marido se arrepende por não ter ficado com todos", lembra. Mari então deu o nome de Marie à gata e o filho mais novo, Felipe, seis anos, nomeou o gatinho de Douglas. "O amor por eles é muito grande. Os dois são parte da família", revela a dona. Douglas já está com um ano e é o mais arteiro,inclusive fugiu na hora da entrevista. João Pedro, 15 anos, é o filho mais velho e conta que acorda todos os dias com o gatinho pulando em cima dele. "Eu sinto que ele é o meu preferido e sou o preferido dele", diz. A mãe conta que João Pedro já tinha pedido para ter um bicho, mas seria um cachorro. A forma como a Marie chegou até a casa da família e o jeito manhoso da bichana conquistou a todos. "Ela é a gata mais educada que já vi. Hoje não podemos ficar sem eles. Tanto que deixamos de nos mudar para um apartamento por causa deles. Agora vamos para uma casa", frisa. A mãe gata e o filhote já estão castrados e a Mari não pensa em adotar outros bichos, por enquanto. Ela conta que a Marie é ciumenta e não aceita a presença de outros gatos na casa.


Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

8 Gazeta do Oeste

Mossoró Município segue crescimento nas vendas no comércio varejista WILSON MORENO

O

Comércio varejista do País cresceu 1,9% no volume de vendas em julho e 2% na receita nominal,considerado o maior resultado desde janeiro de 2012, quando o crescimento de 2,8%. No Rio Grande do Norte, as vendas no varejo cresceram 10% no mesmo período do ano passado.Esses dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) este mês. Em Mossoró,a situação segue exemplo nacional e estadual. Para o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL),Alexandrino Lima, a cidade é privilegiada por receber diariamente pessoas vindas de 62 cidades vizinhas."São quase 300 pessoas que deixam em torno de R$ 5 mil por dia", ressalta. Alexandrino explica que de julho até setembro é a época em que o comércio registra os menores índices de venda no varejo. Os números voltam a subir de acordo com a aproximação do final do ano, entre outubro e dezembro, época em que

No RN vendas cresceram 10% no 1o semestre em relação ao mesmo período de 2012

são registrados os melhores índices. O fato de Mossoró ser uma cidade que já possui cinco universidades também influencia para aumento nas vendas, explica Alexandrino. "São pessoas que,

além de estudar, vem para abastecer carros, usam restaurantes e tudo isso influencia da economia local", frisa. Para fortalecer a época em que é registrado menor número de vendas, a CDL

prepara todos os anos a campanha Liquida Mossoró que, em 2013, acontece entre os dias 26 de setembro e 9 de outubro, com sorteios para os clientes e promoções exclusivas nas lojas participantes.

Preparação dos lojistas para contratações temporárias deve começar em outubro ALCIVAN COSTA

A capacitação de candidatos a vagas temporárias no mercado de trabalho deve começar no mês de outubro. A qualificação será promovida através de uma parceria entre Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Subsecretaria do Trabalho, Turismo, Indústria e Comércio e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), como informa o presidente da CDL, Alexandrino Lima. Segundo ele, no entanto, ainda não há definição de data para a capacitação ou para o início da contratação. Essas questões devem ser definidas com o encerramento do Liquida Mossoró, campanha que será desenvolvida no período de 26 de setembro a 9 de outubro. Mesmo assim,ele adianta que o curso deve contemplar 400 pessoas,embora algumas entrem no mercado de trabalho durante a contratação temporária sem passar pela qualificação.Do total de contratações efetivadas no período,ele estima que cerca de 30% a 40% permaneçam nas vagas. A contratação temporária abrange o período de,

Varejo em geral é o segmento que mais emprega

aproximadamente, 90 dias, se estendendo dos últimos meses do ano até janeiro do ano seguinte. O varejo de uma forma geral é o segmento que mais emprega, incluindo lojas de vestuário, sapatarias e comércio de ele-

troeletrônicos. O perfil dos contratados, segundo Alexandrino Lima,é definido,em geral,por jovens que concluíram o ensino médio. Para tentar alcançar uma das vagas, após o

anúncio do início da contratação, os interessados devem procurar a CDL ou a Subsecretaria do Trabalho, Turismo, Indústria e Comércio e efetivar as inscrições para o curso, que é totalmente gratuito.


Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Gazeta do Oeste 9

Mossoró Mosca-branca dá sinais de um novo ataque aos cajueiros da região EDNILTO NEVES

EDNILTO NEVES

U

ma praga bastante temida na agricultura começa a assustar novamente os produtores rurais. A mosca-branca, que foi responsável por matar centenas de cajueiros no começo do ano,dá sinais de que está voltando. No projeto de assentamento Boa Fé, algumas árvores já foram comprometidas. O produtor Francisco Carneiro disse que todos os agricultores que plantam cajueiro tiveram perda no início do ano devido à praga. "Eu planto em seis hectares, são mil pés de caju. No começo do ano devo ter perdido uns 200 pés. Mas teve gente aqui que perdeu metade de um lote bem rapidinho", informa. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Lavoura, Francisco Gomes, disse que a mosca-branca começou a se manifestar em várias comunidades rurais."Ela avança em épocas de seca. Somente com chuva e pulverização é que se pode combater. Mas para pulverizar sai muito caro para o agricultor que não tem condições de fretar um trator para fazer esse trabalho. De forma manual é

Praga é tão forte que chega a matar boa parte das plantações de cajueiro da região

Francisco Carneiro teme que a produção seja comprometida novamente

quase impossível dar conta", disse. A produção foi bastante comprometida na última ação da praga. "Teve gente que perdeu 70% da plantação. Quando as chuvas chegaram não deu mais tempo",informa o presidente do sindicato. Francisco Carneiro conta que já tem companheiros perdendo boa parte das árvores e vendendo a madeira que resta para ser usada como lenha. "Só estamos esperando 30% da safra para este ano.Isso não dá nem para pagar a mão de obra. As pessoas estão abandonando a produção de caju e buscando outras atividades para não passar fome", exemplifica. O produtor disse que ain-

deixa as folhas brancas com uma espécie de mofo. Além de sugar a seiva da planta, produz uma camada de cera intensa na planta complicando a sua cura. A mosca-branca coloniza a parte debaixo da folha e produz uma substância açucarada que proporciona o desenvolvimento de um fungo fitopatogênico conhecido como 'fumagina'. Este fungo também contribui para a mortalidade do cajueiro, pois tanto a mosca-branca quanto o fungo não permitem que a planta faça a fotossíntese e não tenha energia suficiente para produzir suas flores e frutos. Sua ação é tão forte que chega a matar uma árvore inteira.

da tentou fazer a pulverização de algumas árvores, mas abandonou porque teve um problema no manuseio do veneno que atingiu seus braços e causou graves ferimentos. A apicultura também poderá sofrer as consequências com o provável ataque da praga. A criação de abelhas produtoras de mel, geralmente, fica próximo aos pomares de caju e se a planta não produz flores, não tem como as abelhas se alimentarem.Além disso,ainda há o uso de inseticidas para combater a mosca-branca que prejudica a qualidade do mel. PRAGA A ação da mosca-branca

Estradas vicinais esburacadas prejudicam população Mesmo com as poucas chuvas que ocorreram neste ano, a população das comunidades rurais sofrem com a buraqueiras das estradas vicinais. Na estrada da Alagoinha, o carroceiro José Ivanildo de Lima conta que é grande fluxo de veiculam que trafegam pela rota. A intensidade aumenta durante os finais de semana. "Tá ruim a estrada, não presta pra nada. A buraqueira é grande. No sábado e domingo passa na base de 1.500 carros.Tem muitos buracos e quando chove fica pior ainda", diz. Recentemente foi realizado um serviço de alargamento da estrada. José Ivanildo conta que faz cerca de 40 dias que passaram a máquina no local. Na estrada da Comunidade de Bom Destino mo-

radores reclamam de um trecho onde foi construída um ponte. Com as chuvas que caíram este ano, a força da água levou parte da estrada. "A gente vê a hora acontecer um acidente aqui. Ontem à noite mesmo por pouco um motorista não virou o carro. Como não tem iluminação,só dá pra perceber em cima", diz Antônio Pereira da Cunha Filho. Além do bueiro que foi levado pela chuva, o morador Francisco Pereira Cunha reclama da situação da estrada. "Está cheia de buracos, está um perigo". A reportagem tentou entrar em contato com o responsável pela Subsecretaria de Desenvolvimento Territorial, Jailson Freire. Mas a secretária informou que ele estava em reunião e não poderia atender no momento. EDNILTO NEVES

Água da chuva levou parte da estrada


10 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Mossoró III Feirão Imobiliário Sinduscon/Casa Mix vem cheio de novidades na edição 2013

Estudante de escola pública está na semifinal do Programa Jovens Embaixadores

CEDIDA

O

Sindicato das Indústrias da Construção Civil de Mossoró realizará o III Feirão Imobiliário Sinduscon/Casa Mix, no período de 23 a 26 de outubro. A edição 2013 da tradicional feira de negócios do setor imobiliário e da construção vai acontecer na Praça de Eventos, vizinho à Estação das Ates Elizeu Ventania. Na edição anterior, o evento realizou negócios na ordem de 40 milhões de reais em imóveis, projetos, móveis, materiais diversos e serviços. Em 2013, o feirão vem com muitas novidades, entre elas o lançamento de novos empreendimentos em Mossoró. Além de um ambiente propício para a realização de negócios e troca de informações sobre o setor, tais como novos materiais e tecnologias empregadas na construção civil e mercado imobiliário, o feirão será uma oportunidade para estreitamento de relações entre profissionais da área e contatos comerciais, visto que, a exemplo das edições anteriores,o evento será a principal vitrine para os produtos e serviços das empresas do segmento. Em 2013, o Sinduscon/Casa Mix vai apre-

Sinduscon/Casa Mix vai acontecer em outubro

sentar os lançamentos imobiliários privados e as obras públicas que serão realizadas na região, atraindo investidores de diversos municípios. A multiplicidadade de produtos é garantia de compradores com vários perfis e necessidades, desde a compra de um imóvel do programa "Minha Casa, Minha Vida", até o grande prestador de serviços para o setor público e privado que movimenta altos recursos para viabilizar grandes obras, seja de infraestrutura,mobilidade urbana

ou uma planta industrial de grande porte."Já fechamos com importantes representantes do setor imobiliário e da construção civil de Mossoró. Eu acredito que vamos superar o volume de negócios do ano anterior", é o que espera João Manuel, diretor executivo do Casa Mix. João Manuel explica também que a proposta do evento é trabalhar com toda a cadeia produtiva do setor. "Após a aquisição da casa própria o comprador planeja a mobília, a decoração, a jardinagem e equi-

pamentos de segurança e lazer", explica. É essa multiplicidade que compõe o mix de produtos e serviços que serão oferecidos no evento. Empresas renomadas como SF Construtora, Embraco, Mobili Imóveis, Repav Construtora, WSC Empreendimentos, Proel Engenharia, Massai Construções e Incorporações, Cerâmica Top Line, Fiern, Senai, Espaço Maia, Criare, Fábrica de Colchões Sonobom, Parede Decor, entre outras, já confirmaram presença.

Cursilho celebra meditação de terço na comunidade do Abolição I Na próxima quartafeira, 25, às 19h30, o Grupo Cursilho de Mossoró celebra mais uma edição do Terço na Praça. Dessa vez, o momento de oração será celebrado na Praça da Caixa D'água, localizada no bairro Abolição I,como informa um dos coordenadores do Terço, Fausto Maia. A meditação dos mistérios do terço é celebrada toda última quarta-feira do mês, em um local diferen-

te da cidade. Geralmente, um dia antes da celebração a iniciativa é divulgada na comunidade onde haverá a celebração, pois a intenção é de que todos participem. Fausto Maia explica que se trata de um terço meditado, que vem sendo celebrado desde maio deste ano e está sendo bem aceito pela comunidade.As pessoas, inclusive,chegam a ligar solicitando a celebração em

seus bairros. De acordo com Fausto Maia, a iniciativa surgiu através da proposta de um dos dez grupos que compõem o Grupo Cursilho de Mossoró e a coordenação do Terço é composta por uma equipe formada por um representante de cada grupo. Ao todo, cerca de 150 pessoas integram o Cursilho,que promove reuniões mensais com a presença de um sacerdote e,

Uma estudante mossoroense é uma finalista no Programa Jovens Embaixadores. Elise Mitra é aluna do 2º da Escola Estadual Aída Ramalho Cortez Pereira, localizada no bairro Walfredo Gurgel. A estudante que mora no conjunto Vingt-un Rosado conta que soube que havia sido selecionada na manhã de ontem, 19. "Eu estava na aula quando recebi a ligação dizendo que a equipe avaliadora estava a caminho da minha casa. Saí correndo à procura de um carro para chegar logo em casa. Por sorte um ex-professor veio me deixar", fala. A avaliação socioeconômica realizada na casa de Elise é mais uma etapa dentro do programa.Agora,ela espera mais um resultado que deve sair no próximo domingo, 22. "Do Rio Grande Norte serão selecionados três estudantes. Esses três participarão de outra etapa em Brasília onde sairá apenas um para representar o Estado no Estados Unidos", conta. Nos EUA, os jovens embaixadores participarão de desenvolvimento de atividades sociais na embaixada brasileira e em vários Estados, além de também estudarem a língua inglesa no país. Caso seja selecionada, este será o primeiro curso

de inglês que Elise participará. A mãe da garota, Margarida Fernandes,conta que a filha nunca fez um curso de línguas e que tudo o que aprendeu até agora foi estudando sozinha com a ajuda da internet e com a ajuda de professores da escola onde estuda. O programa Jovens Embaixadores é realizado pelos Estados Unidos que envia a cada ano 35 estudantes para um intercâmbio de três semanas no país. Entre as exigências para participar do projeto,estão:ter entre 15 e 18 anos; jamais ter viajado para os Estados Unidos; ter boa fluência oral e escrita em inglês; ser aluno de ensino médio da rede pública;pertencer à família de baixa renda; possuir bom desempenho escolar; ser comunicativo e possuir perfil de liderança e iniciativa. "Se eu for aprovada na etapa final será muito bom porque vou ter a oportunidade de fazer um intercâmbio que é algo que eu sempre quis", diz a semifinalista. O resultado final de todo o processo será conhecido no dia 25 de outubro. Em 2012, a estudante Késia Priscila, do curso de Edificações do campus Mossoró do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, foi selecionada pelo programa. EDNILTO NEVES

uma vez por semana, realiza encontro de formação em sua sede, localizada ao lado da Igreja de São Paulo, no bairro Nova Betânia. CRONOGRAMA Em outubro, o Terço será celebrado no Abolição II. Já em novembro, a celebração acontece em frente ao Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), e em dezembro, em frente ao Mosteiro Santa Clara.

Elise Mitra conta que sempre sonhou em fazer intercâmbio


Gazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Polícia

Amigos manifestam dor em perfil de Oséias REPRODUÇÃO

Facebook do professor estava repleto de mensagens, desde que foi confirmada sua morte

mesma rede social que serviu de suporte para anunciar a morte, também está sendo amparo para que os amigos do transexual Oséias Alves possam manifestar seus sentimentos pelo falecimento do professor, que tirou a própria vida na tarde de sexta-feira, 20.Desde que foi confirmada a tragédia, o perfil dele no Facebook se encheu de mensagens, até mesmo de desconhecidos. Oséias tinha 34 anos, era natural de Grossos, mas residia em Mossoró, onde exercia a profissão de professor de inglês. Ele se matou após postar uma foto de um revólver e munições no Facebook, seguida de um texto de despedida que indicava o suicídio. Em suas últimas palavras, Oséias mostrava que estava cansado de

risma", "Pois mais q eu tente, nada me faria feliz hoje, q n apenas momentaneamente. Nem sei como conseguirei dormir, com essa angústia interior", "Oséias Alves era uma grande figura que jamais Grossos irá esquecer e principalmente pela sua coragem de lutar pela vida", entre tantas outras. De acordo com atualizações antigas de Oséias no pró-

A

Vídeo postado em outra rede social também mostrava a ideia do professor

Homossexual Oséias Alves escondia atrás do sorriso, o sofrimento que lhe levou à morte

sofrimentos e preconceitos. Preocupados com a postagem,os amigos e familiares tentaram entender o que estava acontecendo e, de forma conjunta, conseguiram identificar que Oséias tinha sacramentado o ato em um quarto

do Motel Eros,no bairro Abolição III, no início da tarde. A Polícia Militar foi acionada para comparecer ao local e confirmou que Oséias estava morto no quarto 76 do motel.Assim que a notícia foi confirmada, muitas mensa-

gens foram colocadas na rede social,em uma mistura de inconformismo e saudade. Algumas mensagens foram: "Era assim que vc era e é assim que quero lembrar de vc, sempre com um sorriso maravilhoso e muito ca-

RN tem 350 condenados prestando serviço

FOTOS: WILSON MORENO

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte divulgou o quantitativo atualizado de processos que foram julgados no primeiro semestre de 2013. Segundo a Central de Execução de Penas Alternativas (CEPA),600 processos foram julgados neste período, "número avaliado, inicialmente, como positivo", segundo o juiz coordenador do Programa Novos Rumos na Execução Penal, Gustavo Marinho. "Temos 350 pessoas cumprindo a prestação de serviços à comunidade e outras 200 que cumprem a prestação pecuniária", acrescenta o magistrado, se referindo ao pagamento de valores em dinheiro às vítimas, dependentes ou ainda entidades públicas ou privadas. Ainda de acordo com o Gustavo Marinho, a Cepa recebe uma média de 100 novos processos por mês, que resultam na aplicação de penas alternativas. "Isso demonstra que a meta da celeridade processual está sendo cumprida pelo judiciário potiguar", avalia. "Hoje, o judiciário evita,ao máximo, optar pelo encarceramento devido ao fato dos presídios serem verdadeiras escolas do crime. Quando há previsão legal, quando é possível aplicar as penas alternativas, se evita que o indivíduo entre nesse sistema",

prio Facebook, ele já mostrava, através de imagens, mensagensevídeosqueestavapensando em tirar a própria vida. No entanto,amigos confessaram não imaginar que o ato seria consumado pelo professor. Declarações como "Se eu não morrer, eu dou sinal, e se eu morrer, lembre-se que amei te conhecer" endereçada a uma amiga, indicavam a vontade do professor.

avalia o magistrado. Gustavo Marinho aponta também "a necessidade urgente da construção de novas unidades prisionais, que são responsabilidades do poder executivo". A "previsão legal" citada pelo juiz está no fato de que as penas, definidas como restritivas de direitos, são aplicadas em crimes que foram praticados sem violência,e onde não há reincidência por parte do autor do delito. Desta forma, a Cepa abrange medidas que vão desde a Limitação do Fim de Semana - que tem sido convertida em Prestação Pecuniária - até a prestação de serviços à comunidade. Segundo a Central,os valores voltados à prestação pecuniária são depositados em uma conta única e revertidos para as instituições que recebem os prestadores de serviço à comunidade, bem como para organizações não governamentais e outras entidades cadastradas. PRESÍDIO MÁRIO NEGÓCIO No Complexo Penal Estadual Agrícola Mário Negócio (CPEAMN) em Mossoró são realizados projetos de ressocialização de presos. Sob a direção do major Humberto Pimenta, em parceria com o Conselho da Comunidade, os detentos,

Produção Agrícola do presídio é vendida para cidades do RN

Emumvídeopostadocom data de 16 de setembro deste ano em outra rede social - site You Tube -, Oséias Alves deu uma declaração se dizendo triste pela morte de uma amiga chamada Glarissa Louíse. De acordo com suas palavras, emmeioaochoro,eleafirmou que queria "ir" antes dos demais amigos."Eu quero ir antes do resto partir.Eu não quero ficar até o final", disse. No início do vídeo,Oséias manifesta sua dor pela morte da amiga:"Acabei de acordar com uma péssima notícia. Uma notícia que me deixou muito triste. Mais uma vez eu perco alguém que tanto gosto.Que cresci junto,que ri, que estudei e que conversa-

va.Que foi minha aluna e minha amiga, e que sempre esteve presente na minha vida. O coração da gente se parte". Oséias, logo depois, fala mais sobre a perda: "A vida é cruel mesmo. Ela tira a gente a qualquer hora sem explicação. Ela nos rouba daqui dessemundoealguémsemprevai ficar sofrendo muito. Eu estou muito triste". Para, mais adiante,reforçar:"Émuitador e muito sofrimento ficar até o final, vendo todo mundo partir. Seria um castigo eterno". O corpo de Oséias Alves foi velado na Capela do Hospital Duarte Filho, em Mossoró,e seu enterro aconteceu às 16h de ontem, no cemitério da cidade de Grossos.

Homem recebe facadas no glúteo e virilha por mulher enfurecida Aparentemente sob o efeito de entorpecente, uma mulher conhecida apenas como 'Neguinha' teve o seu momento de fúria na noite de sextafeira, 20, e distribuiu sua raiva com golpes de faca contra um homem identificado como Emerson José Cassiano, de 23 anos. O episódio aconteceu nas Malvinas, adjacente ao bairro Dom Jaime Câmara, em Mossoró-RN. Emerson Cassiano foi surpreendido por 'Neguinha', enquanto dormia por volta das 23h em uma casa abandonada localizada naquela região. Foram três golpes com uma faca de mesa que atingiram o jovem, sendo dois no glúteo e um na virilha.

Depois da ação de furor, populares que estavam perto do local e escutaram os pedidos de socorro de Emerson conseguiram conter a mulher e acionaram a unidade Bravo 4 do Samu para fazer os primeiros socorros. A vítima foi levada ao Hospital Regional Tarcísio Maia para seguir sob os cuidados da equipe médica que estava de plantão. A Polícia Militar, que também foi acionada, compareceu a casa onde aconteceu a tentativa de homicídio para deter 'Neguinha'. Ela foi autuada em flagrante e conduzida à delegacia de plantão para, em seguida, ser encaminhada à unidade prisional feminina. BLOG PASSANDO NA HORA

Mulheres produzem peças de decoração artesanal

homens e mulheres realizam atividades de geração de emprego e renda. Entre os projetos estão o de agricultura que é coordenado pelo agente penitenciário e técnico Agrícola Expedito Rocha. Na área agrícola,os presos trabalham na plantação de hortas orgâ-

nicas e no plantio de melão, melancia e banana. Toda a produção é vendida e a renda é divida entre o custeio da produção e pagamento os detentos. As mulheres presidiárias participam de cursos de capacitação e produzem peças e objetos artesanais de decoração.

Emerson Cassiano sofreu três golpes de faca, no glúteo e virilha


12 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Mossoró Impressionando Carlos Augusto impressionandonagazeta@gmail.com

O que fazemos por nós mesmos morre conosco. O que fazemos pelos outros e pelo mundo permanece e é imortal.

Seu Direito

Curso de línguas não pode citar prazo para aprendizado

Promessa de aprendizado em 18 meses na mira do Ministério Público do Estado de São Paulo. O Ministério Público do Estado de São Paulo,no final do ano passado,firmou um Termo de Ajustamento de Contrato (TAC) que impede que escolas de idiomas divulguem a promessa de aprendizado de língua estrangeira em determinado prazo, como, por exemplo, com a utilização da frase "inglês em 18 meses". Segundo entendimento do Ministério Público do Estado de São Paulo, esse tipo de divulgação induz o consumidor ao erro, já que não se pode assegurar a aprendizagem em 18 meses sem observar variáveis como maior ou menor empenho do aluno e a facilidade ou dificuldade de aprendizado por ele. A promessa de fluência em uma língua em pouco tempo é forte apelo por satisfazer o desejo daqueles que desejam aprender outro idioma "da noite para o dia". Alegando que há propaganda enganosa, a juíza Priscilla Buso Faccineto, da 40ª Vara Cível de São Paulo, concedeu antecipação de tutela em Ação Civil Pública e proibiu propagandas de uma famosa rede de escola de Idiomas em São Paulo - Programas de Ensino e Franquias Ltda que garantem ao cliente aprendizado de inglês em 18 meses. A ACP foi ajuizada pelo Ministério Público, sob a alegação de que a peça induz ao erro por não levar em conta variáveis decorrentes do empenho, esforço e da facilidade ou dificuldade de aprendizagem do consumidor. Uma das objeções mais comuns apresentadas pelos interessados diz respeito ao tempo de duração do curso e, como sabemos, são necessárias cerca de 500 horas de estudo para que se chegue a um nível intermediário do idioma. É muito importante que a população saiba dessa informação para que possa questionar quem oferece esses milagres. Quem ganha com essa decisão? >> Os alunos que a partir de então se sentirão satisfeitos pela certeza de terem feito a escolha correta e de que não foram enganados por falsas promessas; >> Aos interessados que de posse dessa informação poderão fazer uma melhor avaliação dos cursos que estão procurando. Leia mais no site : (WWW.CONJUR.COM.BR - CONSULTOR JURIDICO)

PARA

Reflexão

Esta semana tive mais momento de desgaste ao precisar dos serviços do Detran. Fui lá questionar uma multa...Todos sabem que a indústria de multas gera ao governo uma receita gorda, que deveria ser aplicada em sinalização, fiscalização e educação. Só que não é. E se usassem bem a internet, em vez do reduzido quadro de funcionários,o contribuinte não seria tão sacrificado nas filas. E que filas... Nessa bagunça, há o espaço para a corrupção e para funções informais, como despachantes não credenciados e a picaretagem impera nos estacionamentos dos Detrans e nos quiosques próximos.A frouxidão da lei de trânsito tem origem política, mas a bagunça só tem uma causa: incompetência.

Albert Pine

Em números O maior festival de música do País se transformou em uma poderosa marca com mais de 600 produtos licenciados e fãs por todo o planeta. Aqui os números que transformaram o Rock in Rio em um dos negócios mais bem-sucedidos do planeta. >> 1 bilhão de pessoas assistiram às transmissões, por tv ou internet, das doze edições que o evento já teve, aqui no Brasil, na Espanha e em Portugal; >> 7 milhões de espectadores assistiram aos shows do festival nos últimos 28 anos; >> 9 milhões de pessoas é a quantidade de seguidores do Rock in Rio nas redes sociais; >> 13 países registraram o festival de 2011 como campeão de menções no Twitter; >> 600 produtos estiveram à venda neste ano com a marca Rock In Rio, um aumento de 70% em comparação a 2011; >> 100 milhões de gomas de mascar tiveram a logomarca do festival na embalagem; >> 12 000 é a tiragem do Fox Rock in Rio, um modelo com acessórios que remetem ao festival e que foi lançado em maio; >> 80 milhões de latas de refrigerante foram distribuídas por todo o País; >> 482 milhões de dólares foi o impacto na economia fluminense; >> 135 milhões de reais é o valor investido na montagem da atual edição do festival; >> 52 minutos foi o tempo necessário para se esgotarem os 80 000 ingressos postos a venda há um ano; >> 595 000 ingressos para o evento foram esgotados desde abril quando o último lote foi liberado para venda.

IMPRESSIONA O QUE É BACANA A novela Sangue Bom A novela se chama Sangue Bom, e pela alegria contagiante e leveza que passa faz juz ao nome.Com um texto afiadíssimo e dosado com humor (condizente com o horário), personagens carismáticos, e uma trilha sonora maravilhosa, a novela de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari é um prato cheio de diversão da melhor qualidade, em todos os sentidos. Paternidades desconhecidas, duplas identidades, vingança, amores impossibilitados por conta de intrigas , tudo isso recheado com um humor acima do que temos visto na TV aberta ultimamente. Para fazer refletir, a novela tem como pano de fundo uma crítica aguçada ao mundinho das subcelebridades, em que "parecer" é mais importante que "ter", ou que "ser". Sangue Bom é biscoito fino, para ser degustado tão somente como entretenimento - de muita boa qualidade, diga-se de passagem. O QUE ENCHE O SACO A Funkeira Anitta e seu CD de estreia Com mais pose do que voz, Anitta,a sensação dos Funkeiros do Brasil, apresenta armas em um primeiro, (e deve ser o último se deus quiser) álbum que tem como missão provar que a criatura é a musa nacional do Funk melody e de que é capaz de seduzir somente com seu canto, sem as caras,bocas e pernas vistas nas fotos expostas no encarte com doses calculadas de sensualidade. Os shows da Poderosa da vez tem arrastado multidões atraídas pelas coreografias dessa espécie de Greetchen dos bailes. Porém, em discos o poder da sedução de Anitta se reduz pelas batidas estéreos de uma produção que deixou muito a desejar.Ouvindo o CD,da para claramente entender que Anitta quer tudo dominado. Só que falta, e muito, peso ao baile funk da caloura, digo, garota. A sensação Pop é um furacão ao vivo, mas em CD se mostra morna, muito morna.

Estirão TRANSFORME BRINQUEDOS EM SORRISOS A GAZETA DO OESTE realiza outra edição especial do projeto Gazeta Cidadã (Especial do Dia das Crianças) e solicita a colaboração de todos. A campanha irá contemplar, com doações de brinquedos,alunos do ensino fundamental menor (6 a 12 anos de idade) de escolas que integram o Lar da Criança Pobre. Nossa meta é arrecadar mil brinquedos novos. Faça sua doação, divulgue e agregue seus amigos e familiares em torno dessa causa. A entrega dos presentes e confraternização das crianças está marcada para o dia 16 de outubro, uma quarta-feira. Contamos com a sua solidariedade para fazer este Mes de outubro um mês de muita alegria para muitas crianças carentes...Doe... Faz bem, além do que solidariedade é o amor em movimento! DEPOIS DE NANDA, AGORA FERNANDA... Estão bastante avançadas as conversas de Fernanda Machado, 32, a vilã Leila da novela Amor à Vida (Globo), com a revista Playboy. As negociações, que haviam esfriado, agora foram retomadas. Na última semana, a atriz recebeu ainda um incentivo da amiga Nanda Costa, que foi capa da publicação em agosto. A ideia da revista é publicar as fotos de Fernanda nua na edição de dezembro como presente de Natal aos seus fiés leitores. Esta informação foi publicada no jornal carioca "Agora" na coluna "olá". TEMPOS MODERNOS... A colunista Marilene Paiva anuncia a mudança na data de sua festa "Gente fina, elegante e sincera", que estava marcada para o dia 4 de outubro. A nova data do evento é dia 11 de outubro, quando também será lançada a 41ª edição da Revista Presença. Outra novidade é o time de peso que ela convocou para animar a noite: DJ Charles Segundo,e as cantoras Renata Falcão, Nida Lira, Dayane Nunes e Symara Tâmara com o show "Elas cantam brega". "Gente fina, elegante e sincera" será apenas para convidados e acontece no Requinte Buffet com a produção da Master. SAVE THE DATE.. E por falar em evento de categoria, vem aí: Celebrando a vida com Lizana Lima. Celebre esta linda festa no dia 1º de novembro, no Requinte Buffet. Depois, mais informações do mesmo... FIVE STARS, SIM, SENHOR... Em recente viagem ao Rio de Janeiro tive o prazer de, atendendo a sugestão do amigo Washington Souza, me hospedar no Maravilhoso hotel Windsor Copacabana. Localizado em frente à praia mais famosa do Rio, a praia de Copacabana, e colado com o famoso Copacabana Palace, o Hotel oferece o que de melhor há em qualidade de hotelaria. O Windsor Copacabana conta com ótima estrutura, conforto, atendimento de primeira, café da manhã espetacular e uma localização privilegiada, aliado ao atendimento cordial e atencioso dos funcionários. No hotel fui recebido pelo Gerente geral, Emiliano Lusou (na foto acima), que de uma forma altamente profissional me deu toda assistência possível. Eu recomendo de olhos fechados! LIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO O Hotel Thermas comemora as suas últimas conquistas. Dentre elas o sucesso da parceria com o restaurante Pinga Fogo, o recebimento do certificado de excelência Tripadvisor, as reformas dos apartamentos que estão acontecendo em ritmo acelerado, o retorno muito em breve da sexta cultural e do show de humor e também a realização do Reveillon 2014 que promete ser um dos mais animados de todas as suas edições, com André Luvi e banda e a cantora Natali Vox. A gente fica feliz pelas conquistas deste empreendimento que é um patrimônio dos mossoroenses e parabeniza Washington Souza, gerente geral, pela capacidade incrível de empreender. Nota 10!


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Cidades

PARQUE DAS DUNAS Editora: Kalidja Sibéria cidades@gazetadooeste.com.br

ALTERNATIVAS

‘Catita Choro & Gafieira' Cosern orienta sobre hoje no Som da Mata 4 pagamento de contas

5

RN possui 5ª maior carga tributária do Nordeste REPRODUÇÃO

Levantamento posiciona o Rio Grande do Norte na 17ª colocação no ranking nacional

pesar de representar cerca de 99% dos empreendimentos e responder por 100% dos empregos gerados nos últimos cinco anos no Rio Grande do Norte, as micro e pequenas empresas potiguares ainda não têm o tratamento apropriado quando se trata de impostos. Uma empresa potiguar incluída no Simples Nacional recolhe, em média, 7% do seu faturamento em tributos. A taxa posiciona o Rio Grande do Norte na quinta posição entre os Estados do Nordeste maior carga tributária e pode ser considerada alta, já que a alíquota determinada pelo Simples Nacional é de 5,2%. Essa alíquota efetiva média de 7% está acima da média nacional, que é de 6,53%. Na região, a Bahia tem a maior carga tributária e o Maranhão a menor. Em âmbito nacional, o Paraná é o melhor Estado para a instalação e a operação de uma pequena empresa e o Mato Grosso o pior. Os dados fazem parte do estudo elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o Sebrae, que classifica os Estados de acordo com o trata-

A

No Rio Grande do Norte, uma empresa inserida no Simples Nacional recolhe, em média, 7% do seu faturamento em impostos, de acordo com estudo do Sebrae e Confederação Nacional da Indústria

mento tributário dados às empresas optantes pelo Simples Nacional, o regime simplificado de reco-

lhimento de impostos. O levantamento foi divulgado na quinta-feira, 19, em Brasília (DF), e visa iden-

tificar o tratamento tributário dispensado às pequenas empresas nos estados e calcular a alíquota efetiva recolhida pelos pequenos negócios, além de destacar onde existem as melhores e as piores políticas tributárias. O levantamento da CNI e do Sebrae se baseia nos números do Simples do ano passado e posiciona o Rio Grande do Norte na 17ª colocação no ranking nacional de estados com as maiores alíquotas de tributos. Foram considerados o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ), Contribuição Social Sobre Lucro Líquido (CSLL), Cofins, PIS/Pasep, Contribuição Previdenciária Patronal (CPP), Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Imposto Sobre Serviço (ISS), que estão inclusos no Simples. Foram pesquisados 13 atividades envolvendo a indústria, comércio e serviço, que, em solo potiguar, incidem as taxas de 7,85%, 6,9% e 7,81% respectivamente. No setor industrial, foram analisadas as indústrias de calçados, laticínios, móveis, panificação, material cerâmi-

Rio Grande do Norte recebe do Governo Federal primeiros caminhões-pipa A primeira doação de caminhões-pipa do Governo Federal para o Rio Grande do Norte será realizada amanhã, 23. Na ação serão entregues 18 equipamentos a 18 municípios, em um investimento de R$ 4,5 milhões do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). As máquinas, da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), serão entregues em Natal, capital do Estado, a partir das 9h. Mais de 70 mil moradores da zona rural, dentre eles cerca de oito mil famílias de agricultores, serão beneficiados. Na avaliação do delegado federal do MDA no Estado, Raimun-

do Costa, o ato reforça outras medidas do Governo Federal de convivência com o semiárido. "A nossa expectativa é que eles possam contribuir, somadas a outras ações que o Governo Federal tem desenvolvido no Estado, com a perfuração de poços, barragens submersas, recuperação dos açudes e garantia do acesso à água nesses municípios", destaca. Ao todo, 149 municípios do Rio Grande do Norte serão contemplados com os caminhões-pipa, o que totaliza um investimento de R$ 35,3 milhões. "Em 80 municípios do Rio Grande do Norte choveu menos de 300 milímetros este ano e boa parte deles

serão beneficiados com a distribuição de caminhõespipa", ressalta o delegado. Os caminhões-pipas integram o conjunto de cinco equipamentos que o Governo Federal vai entregar para o Semiárido retroescavadeira, motoniveladora, caminhãocaçamba, caminhão-pipa e pá carregadeira. EQUIPAMENTO Localizado no Oeste potiguar, o município de Janduís é um dos beneficiados nesta entrega. A prefeita Lígia de Souza Félix conta que esse é o terceiro equipamento doado pelo programa. "Nós já recebemos motoniveladora e retroescavadeira que estão sendo muito úteis

para nós. As nossas estradas tiveram uma grande problemática no começo do ano e agora já estamos recuperando todas", destaca. A prefeita explica que o caminhão-pipa será utilizado especialmente nas escolas da zona rural. "Vamos colocá-los nas escolas, pois não temos água encanada nem reservatório; então, abasteceremos com o caminhão. Mas ele também vai passar por todas as residências da zona rural", afirma. Tanto o caminhão-pipa quanto o maquinário já doado para o município beneficiam diretamente 600 moradores da zona rural, que produzem desde milho e feijão a diversos tipos de frutas.

co e vestuário. No comércio, o estudo considerou os ramos de autopeças, farmácia, material de construção, mercearia, restaurante e vestuário. A educação infantil entrou na área de serviço. De todas as atividades elencadas no Rio Grande do Norte, apenas a indústria da panificação tem tarifa inferior à praticada no restante do Brasil, com uma taxa de 5,96%. As demais estão acima das médias nacionais para cada um dos setores. EXEMPLOS NACIONAIS Para conquistar o status de melhor lugar para uma pequena empresa operar, o Paraná traçou diversas medidas para reduzir a carga de impostos. O Estado dá isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para as empresas com faturamento até R$ 540 mil em 12 meses e redução das alíquotas do ICMS para aquelas com receita bruta entre R$ 540 mil e R$ 3,6 milhões em 12 meses. Não há equalização de alíquotas nas operações de compras interestaduais de matérias-primas ou de mercadorias pa-

ra revenda. Além disso, o estado adota a substituição tributária do ICMS apenas para produtos com convênio nacional. Na substituição tributária, o ICMS que seria devido por todos os elos ao longo da cadeia é concentrado em uma única etapa. O Rio de Janeiro reduziu as alíquotas do ICMS para as empresas com receita bruta de R$ 2,4 milhões ao ano. O Rio Grande do Sul isenta as empresas com faturamento até R$ 360 mil e reduziu a alíquota do ICMS para todas as demais faixas até R$ 3,6 milhões. Em Goiás, o setor de vestuário é isento do ICMS e não há incidência de substituição tributária do ICMS para a maioria dos produtos do setor do comércio, incluindo o farmacêutico. Entre os piores do ranking estão Mato Grosso (8,62%), Bahia (8,61%), Amazonas (7,84%), Acre (7,55%) e Piauí (7,55%). O Mato Grosso tem um regime complexo chamado de Regime de Estimativa por Operação Simplificada e adota o sublimite de R$ 1,8 milhão para as micro e pequenas empresas aderirem ao Simples Nacional. O teto do Simples é de R$ 3,6 milhões. A Bahia, por sua vez, adota substituição tributária do ICMS para produtos comercializados por cinco dos seis setores de comércio que compõem o ranking. O Amazonas adota sublimite estadual de R$ 2,52 milhões. Acre e Piauí também adotaram o sublimite para fins de arrecadação do ICMS das empresas optantes pelo Simples. CEDIDA

As máquinas da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento serão entregues em Natal


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Sociais Alto-Oeste

DIRETRIZES DE SEGURANÇA Há um punhado de homens que conseguem enriquecer simplesmente porque prestam atenção aos pormenores que a maioria despreza. Henry Ford

Soraya Vieira sorayavieira@altoestenet.com.br

FOTOS: WWW.SORAYAVIEIRA.

A VIDA CONTA...

Raymara e amiga Narla

COM.BR

15 anos de Raymara foi no Kandice Recepções, em Pau dos Ferros

AMPARO OCULTO Não lamentes, alma boa, Contratempo que aconteça, Que a luta não te esmoreça Nada existe sem valor; Aquilo que te parece Um desencanto de vulto É sempre socorro oculto Que desponta em teu favor. Uma viagem frustrada, Uma festa que se adia,

Com os tios José / Socorro

Uma palavra sombria

Raymara com os pais Maria das Graças e Raimundo Almeida

Que encerra uma diversão; O desajuste num carro, Um desgosto pequenino, Padrinhos Laércio e Luíza Maria

Alteram qualquer destino Em forma de salvação. Não chores por bagatelas, Guarda a fé por agasalho, Deus te defende o trabalho, Atuando em derredor;

Raymara com a turma da escola

Contrariedades no tempo, Quase sempre, em maioria, É amparo que o Céu te envia Por bênção do mal menor. Chico Xavier - Maria Dolores

Tias Maria Luíza e Luíza Maria


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Sociais Natal

MAIS FESTA PARA SABOYA Cleuze Fiúza, Zélia Pinheiro, Vânia Leite e Lúcia Spínola organizaram uma festa surpresa para comemorar o mais comemorado aniversário de Chrystian de Saboya. A noite reuniu mulheres da sociedade no Buffet Renata Mota, na terça-feira, 17, e teve bolo de Tereza Vale, doces de Anna & Cláudia, Luz Castelo Casado. O cerimonial competente de Joãozinho Batista, seguranças e manobristas Lúcius Delgado, decoração Amorosa e muita energia boa. Hoje, os cliques de Alex Costa e Kássia Fernandes.

Rodrigo Loureiro rodrigo_sloureiro@hotmail.com twitter: @loureirorn site: www.rodrigoloureiro.com.br

FOTOS: CEDIDAS

Alex Costa e Ana Zélia Facci com Chrystian de Saboya

Aninha Melo e Larissa Daher prestigiando a festa de Saboya

Cleuze Fiúza com Terezinha Góis, duas queridas da coluna

Alessandra Cabral faz pose com o mais querido Edimilson Alves

Chrystian de Saboya com Ângela Guerra e Graciema Carneiro

Miriam Almeida, Ritinha Gurgel, Sandra Elali e as Asfora em pose

Trio ternura: Lilia Almeida, Zélia Pinheiro Loureiro e Lélia Castro

Vânia Leite, linda e elegante como sempre, Liomar e Socorro Ferreira

Tânia Ventura, Romeica Rosado, Kalina Maia, Laurinha e Sheila Nunes

Vanessa Acioly, Sheila Nunes, Chrystian de Saboya e Nayara Rosado

Vilaine e Vileide Gadelha

Chrystian de Saboya recebe o abraço da vereadora Júlia Arruda


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Sociais Gente de Umarizal

Não seja, pois, leviano

CESIMAR OLIVEIRA cesimardeoliveira@yahoo.com.br cesimaroliveira@bol.com.br gentedeumarizal.blogspot.com

PAULO EDU

SEGUNDA CAVALGADA... O município de Martins receberá mais uma edição da Cavalgada das Serras. O evento acontece sábado, 28,com saída da Praça de Patu, com destino à Praça Almino Afonso, em Martins. O horário previsto para a chegada da Cavalgada será às 17h. As inscrições para os participantes interessados são com: Patrício Júnior - 84 - 9982-7071; Patrício José - 84 - 9987-0413; Galego de Elaído (Patu) - 84 - 96078173; Jatão Vaqueiro (Umarizal) - 84 - 9927-6581. ... DAS SERRAS A Cavalgada das Serras será um evento de cunho cultural, social e de fortalecimento do turismo, visando também o resgate da cultura nordestina dos tempos dos tropeiros,onde os nossos antepassados viajavam grandes distâncias em lombos de animais. Este evento não tem a finalidade de arrecadar fundos e por isso não será cobrada nenhuma taxa de inscrição dos participantes. Vale salientar que todo percurso deverá ser feito por estradas carroçáveis e nunca pelo asfalto. A 2ª Cavalgada das Serras conta comoapoiodaPrefeituradeMartins.

A colunista mossoroense Karenine Fernandes esteve a mil por hora nas últimas semanas participando de dois ensaios fotográficos superbadalados. No primeiro momento, Karenine foi produzida por Mozart e Luigi Azevedo para estrelar a campanha da Beleza & Cia., o responsável por esse trabalho foi o fotógrafo Paulo Edu. Já no segundo ensaio, a colunista fez caras e bocas para as lentes de Igor Xavier, com a produção de Tom Melo. O resultado desse momento já está circulando e fazendo o maior sucesso nas redes sociais da Loja Tressê

FESTA DO PADROEIRO HOJE, DIA 22 Noite das Famílias, Casais Paroquianos e Comunidades São José e Santa Teresinha. 7h - Missa; 9h - Batizados; 19h - Missa; Tema: "Coração de Jesus: Salvação dos que Esperam em Vós"; Pregador: Ailton Guilherme da Silva Coordenador Diocesano da Pastoral Familiar; Atração: Show com Leandro Max; Família Homenageada:Família Lavínio; Promoção: Envelopes; Responsáveis: Josinaldo e Aucicleide, Berguinho e Fátima, Preto e Vânia, Gilvan, Lourdes, Thiago e Paulinha, Cleonice, Raimunda, Jailton e Sandra, Chico e Zu, Naldo e Neide, Elton Bebé; 23h - Discoteca com Pancadão Discovery.

FESTA DO PADROEIRO AMANHÃ, DIA 23 Noite do Banco do Brasil, Renovação Carismática Católica, Motoristas, Motoqueiros, Ciclistas e Mecânicos. 6h - Missa na casa de Terezinha de Lucas, bairro Santa Luzia; 10h - Missa dos feirantes; 19h - Novena; Tema: "Coração de Jesus: Esperança dos que Morrem em Vós"; Pregador: Pe. Frederico Gurgel Câmara - Paróquia de Caraúbas; Atração: show religioso; Família Homenageada: Família Duarte (Brancar); Promoção: Envelopes (adesivo de São Cristóvão); Responsáveis: Fabiana, Leandro, Liênio, Batista e Gilvan; 23h - Banda Lagosta Bronzeada e Forró do Stilo, na Quadra Municipal.

DIVULGAÇÃO

Banda Lagosta Bronzeada será a atração maior de amanhã, dia 23, na quadra municipal de esportes, às 23h, seguida da banda Forró do Stilo. É a festa do padroeiro 2013 se encaminhando para o seu final

ALEXFERNANDES

Passeio ciclístico CicloSesc acontece em Mossoró,Caicó,Currais Novos e Assu O passeio ciclístico CicloSesc, promovido pelo Sistema Fecomércio/RN, por meio do Sesc, será realizado hoje, às 8h, nas cidades de Mossoró,Caicó,Macaíba, Currais Novos e Assu. O integra a Semana Move Brasil, projeto encabeçado pelo Sesc Nacional cujo objetivo é de, durante uma semana - de 22 a 29 deste mês -,promover hábitos saudáveis e agregar mais adeptos às práticas esportivas. Nos cinco municípios, o CicloSesc oferecerá toda a estrutura de apoio ao ciclis-

ta: trio elétrico para guiar e animar os participantes, batedores, ambulância, água mineral e suporte da equipe de esportes do Sesc. Os ciclistas também participam, ao final do passeio, do sorteio de bicicletas, sendo cinco para cada cidade. O CicloSesc estimula a prática de esportes em busca de uma melhor qualidade de vida. Os participantes se inscreveram e para garantir a vaga doaram 2 kg de alimentos não perecíveis,direcionados ao programa Mesa Brasil

Sesc. Os 400 primeiros inscritos no passeio ganharam boné e camiseta do evento. O MOVE BRASIL É uma campanha criada pelo Departamento Nacional do Sesc com o intuito de articular sociedade civil e poder público em prol do esporte e da atividade física para todos. A meta é de, até 2016,aumentar o número de brasileiros praticantes de esportes e atividades físicas. Para saber mais sobre a iniciativa, acesse www.movebrasil.org.br ALCIVAN COSTA

Meta é de, até 2016, aumentar o número de brasileiros praticantes de esportes e atividades físicas

Catita Choro & Gafieira é a atração de hoje no projeto Som da Mata

‘Catita Choro & Gafieira’hoje,no Som da Mata,no Parque das Dunas O Catita Choro & Gafieira deixa sua toca na Ribeira e sobe no palco do Anfiteatro Pau-Brasil,no Parque das Dunas, para participar do projeto Som da Mata. O evento acontece na tarde de hoje, 22, às 16h30. O Som da Mata acontece graças à renúncia fiscal da Prefeitura através da Lei Djalma Maranhão e do aporte financeiro do Programa Unimed Cultural, além do apoio do Governo do Estado através do Idema, com a cessão do Anfiteatro PauBrasil,no Parque das Dunas, onde acontece o evento. Em 2008,quando alguns

músicos do Ribeira de Pau & Corda,no período fora do carnaval, passam a tocar choro no meio da rua,no Beco da Lama, na Cidade Alta, fundam o grupo cujo nome homenageia o compositor potiguar K-Ximbinho, autor do famoso choro "Catita". Após um ano de Beco da Lama,encontram um pequeno imóvel para alugar na Ribeira, nascendo aí o Espaço Cultural Buraco da Catita. Em 2010, o grupo grava seu primeiro CD "Catita Choro & Gafieira",e consolida a formação instrumental que se mantém até hoje. O Catita é formado por:

Ronaldo Freire (flauta e piccolo), Enéas Albuquerque (clarinete), Neemias Lopes (sax alto, arranjos e direção musical), Cosme Damião (trompete e flugelhorn), Gilberto Cabral (trombone), Marcelo Tinoco (bandolim), Fernando Botelho (violão 7 cordas), Paulo Sarkis (contrabaixo), Raphael Bender (bateria) e Leandro Claudino (percussão). No repertório, composições próprias e interpretações de músicas de Jacob do Bandolim, Moacir Santos, Zé Menezes e Pixinguinha, dentre outros choros, maxixes e baiões.


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2012

Cidades WILSON MORENO

Turismo, Cultura e Lazer Listz Madruga listzmadruga@hotmail.com

tal ganhou apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), para atuar na sua execução.Segundo o coordenador do curso de Turismo da UFRN, Carlos Humberto Porto, a ideia é interessante, porque estimula os estudantes de graduação a interagir com órgãos da administração pública, no caso a Seturde viabilizando o projeto.

Com greve dos bancários, consumidores têm alternativas para pagar contas

Cosern orienta consumidores sobre o pagamento de contas

M

esmo em meio à paralisação nacional dos bancários, iniciada na quinta-feira, 19, os consumidores da Cosern, que não possuem faturas em débito automático, podem efetuar o pagamento da conta de energia elétrica através da internet, ou dos terminais de autoatendi-

mento no caso dos correntistas do Banco do Brasil, Caixa Econômica, Bradesco, Santander e Banco do Nordeste. Também estão disponíveis os 358 postos da Rede Cosern Serviços espalhados por todo o Estado e os correspondentes bancários (farmácias e grandes redes de supermercados conveniadas aos bancos)

do Banco do Brasil, Caixa Aqui, Bradesco Express, Casas Lotéricas, Correios, Bancoob e Pagfácil. Os consumidores que necessitarem de informações adicionais ou estiverem com dúvidas podem entrar em contato com a Cosern gratuitamente por meio do teleatendimento nº 116.

Marcelo Borella e Cláudio JS Júnior no Festival de Turismo de João Pessoa

FESTURIS PARAIBANO Na próxima semana, as atenções do turismo se voltam para o Nordeste. Especificamente para João Pessoa (PB), onde se realizará o 3º Festival do Turismo de João Pessoa (3º FESTURIS), transformando João Pessoa na capital nordestina do turismo nos dias 26, 27 e 28 deste mês. O evento receberá mais de 1.000 participantes no Centro de Convenções e na Estação Cabo Branco. Entre eles, os 700 agentes de viagens e operadores de turismo mais atuantes no Nordeste - número que projeta crescimento de 30% em relação a 2012. FESTURIS PARAIBANO II Criado com o objetivo de reunir grupos hoteleiros,agências,operadoras,consolidadoras e secretarias de Turismo para promover a integração do setor e oferecer novos produtos ao mercado, o Festuris JPA já é o maior evento de turismo no Nordeste em número de agentes de viagens participantes. FESTURIS PARAIBANO III A crescente valorização do festival pelo mercado nacional e internacional, junto a excelente localização da capital paraibana e a concentração de profissionais de diversas cidades e Estados,no mesmo local e no mesmo período faz do evento valiosa oportunidade para realização de contatos, troca de informações e geração de negócios, com resultados imediatos e futuros em toda cadeia produtiva do Turismo. FESTURIS PARAIBANO IV O Festuris é o resultado do trabalho e de investimentos de profissionais e de empresas dos setores público e privado da Paraíba, como a ABIH, ABAV, Convention Bureau de João Pessoa, Sebrae, Fecomércio, Governo da Paraíba, Prefeitura de João Pessoa e importantes cidades do interior. FESTURIS PARAIBANO V Atendendo as necessidades de crescimento do evento, o Festuris ganha nova formatação. A planta conta com dois novos auditórios para capacitação,totalizando três ambientes distintos para realização de workshops simultâneos. O novo formato proporciona mais espaço e conforto, inclusive na sala de imprensa, na área de eventos sociais e na praça de alimentação.O segmento de mobilidade ganha espaço exclusivo para seus produtos.Mais informações:www.festivalturismojoaopessoa.com.br. PROJETO ANFITRIÃO O projeto "Anfitrião", elaborado pela Secretaria Municipal de Turismo de Na-

PROJETO ANFITRIÃO II O projeto "Anfitrião" quer descobrir qual o potencial turístico dos bairros da cidade que pode ser catalogado e formatado em um novo roteiro de atrações turísticas para os visitantes que chegam a Natal.Para Fernando Bezerril,secretário de Turismo de Natal, com apoio de estudantes das universidades, se poderá elaborar um inventário turístico para Natal como suporte ao receptivo. PROJETO ANFITRIÃO III "É uma forma de fazermos que os turistas que venham a Natal não desfrutem somente do sol e mar, eles podem conhecer outros atrativos da nossa gastronomia, ateliês,artesanato e cultura.O Sebrae/RN é uma excelente parceira no Projeto Anfitrião, porque já tem cadastro os comerciais nos bairros de Natal. Concluída a pesquisa será elaborado um catálogo se constituindo em mais uma ferramenta," sinalizou Bezerril. CIDADÃ DO RN Por iniciativa do deputado Ezequiel Ferreira de Souza,a jornalista Cristina Lira foi agraciada na manhã de sexta-feira, 20, no Plenário da Assembléia Legislativa, com o título de Cidadão do Rio Grande do Norte. Parabéns, menina! COPA DO EM NATAL Os dois hotéis que deverão abrir no próximo ano, em torno do Estádio Arena das Dunas, em Natal, já estão com os prédios erguidos,porém ainda não garantem a inauguração antes da Copa do Mundo, em junho. COPA EM NATAL II Orçado em R$ 40 milhões, o Arena View, pertencente ao empresário George Gosson, cuja família já possui dois hotéis em Natal (Praiamar e Holiday Inn Express Natal, ambos em Ponta Negra), terá padrão quatro estrelas. O empreendimento busca bandeira internacional para administrá-lo. COPA EM NATAL III Já o Íbis Natal marca econômica da Accor, pertence ao grupo paraibano Vitrine Empreendimentos, do empresário Carlos Frederico Nóbrega Farias. Com sede em João Pessoa (PB), tem dois hotéis Íbis: na capital paraibana e em Mossoró. O Íbis Natal é um investimento de R$ 20 milhões, dos quais a metade financiada junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), através do programa Pró-Copa. COPA DO MUNDO O Ministério do Turismo divulgou o resultado de uma pesquisa que traça o perfil dos turistas da Copa das Confederações realizado no Brasil. O estudo coloca em evidência o visitante estrangeiro e revela um alto índice de intenção de retorno ao país. De acordo com a pesquisa, 75,8% afirmam que pretende voltar para a Copa do Mundo.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Cidade Interativa Cartão-Postal

AG. L&T

GAZETA CIDADÂ O jornal GAZETA DO OESTE dá prosseguimento à campanha de arrecadação de brinquedos através do projeto Gazeta Cidadã que neste ano tem como tema 'Mude o mundo de uma criança, transforme brinquedos em sorrisos'. A meta é arrecadar mil brinquedos novos. A doação pode ser feita na sede do jornal, Av. Cunha da Mota, Nº 100, Centro/Mossoró, até o dia 4 de outubro. Crianças de seis a 12 anos, do Lar da Criança Pobre, serão beneficiadas com a campanha. Você também pode ajudar a levar alegria e conquistar sorrisos das crianças. Faça sua doação e divulgue a campanha! GAZETA CIDADÃ II A entrega dos brinquedos está agendada para o dia 16 de outubro, das 8h às 11h, na Escola Santa Elisabeth, bairro Barrocas, em Mossoró. Além da entrega dos brinquedos, as crianças que estudam em escolas do Lar da Criança Pobre de Mossoró - participarão de uma manhã divertida com brincadeiras, apresentações culturais, música e lanche. GAZETA CIDADÃ III Outro objetivo da campanha é fazer com que a população possa tomar conhecimento do trabalho desenvolvido pelo Lar da Criança Pobre - administrado pela religiosa Liselotte Elfriede Scherzinger,ou simplesmente irmã Elen. A entidade atua em várias frentes e durante todo o ano beneficia inúmeras pessoas por meio de diversos tipos de atendimento. As necessidades do Lar são muitas e incluem a questão financeira, alimentícia e material - produtos de limpeza, higiene pessoal e de expediente e ainda itens como chinelos, lençóis, cadeiras de rodas e colchões de ar. Os voluntários que quiserem contribuir podem procurar a sede do lar,localizado na Rua Maria Salém Duarte, Nº 131, Abolição II.

Ponte da Pedra Lavrada (ou Ponte Zé de Basto) está situada a 3 km, a sul, do centro de Jardim do Seridó

CÉLIO DUARTE

CÉLIO DUARTE

AG. L&T

José Vilton da Cunha, prefeito de Currais Novos

Jornalista Monalisa Cardoso embalando os brinquedos doados para o projeto Gazeta Cidadã do Dia das Crianças

Júnior, funcionário da Disco-fitas, fazendo demonstração do piano digital, Privia, da Cassio AG. L&T

AG. L&T

CEDIDA

Ceição Lisboa, prefeita de Caiçara do Rio do Vento

Casal Wanderley Santos e Fabrina em viagem ao Rio de Janeiro

João Batista, da Flex Vídeo, sempre renovando seus equipamentos

CÉLIO DUAR TE

AG. L&T

CEDIDA

Irene Freire, funcionária desta Casa, é aniversariante especial de hoje. A família GAZETA deseja muitas felicidades!! Empresário Lauro Júnior, da Multifibra, em Mossoró, e sua esposa Priscila

Empresário Joailson Régis Nogueira, do Centro Ótico, com sua esposa Tuizza e o filhão Thuan


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Expressão

Editor: Mário Gerson mario.gerson@folha.com.br

HÉLIO VASCONCELOS

MARIANO TAVARES

Capistrano lembra trajetória do professor da Uern

Novo show terá estreia na cidade de Assu

6

ANOS

25 l o m A

3

á 25 anos, um grupo de intelectuais ode às letras", destaca Elder Heronildes. fundava aquela que abrigaria alPara o presidente da Amol, a entidade guns dos principais escritores da vive, atualmente, um de seus melhores mocidade, a Academia Mossoroense mentos, com a instituição, entre outras atide Letras (AMOL). "A fundação, ocorri- vidades, de seu prêmio literário. "Nosso da em 1988, é um marco para a cidade, prêmio tem revelado bons e novos autopois até então não tínhamos uma academia res, que vêm, cada vez mais, honrar a nose isso trouxe, além de uma reunião dos nos- sa entidade. Além do prêmio em dinheiro sos melhores escritores, um novo momen- para o primeiro e segundo lugar, em cada to para a cultura local, principalmente a categoria, também temos as menções honliterária", diz o presidente da entidade, es- rosas e a publicação do trabalho em forcritor Elder Heronildes da Silva que, des- mato de antologia. Aproveito a oportunide que assumiu a entidade, trouxe novas dade para anunciar que a primeira antoloideias para a instituição, como, por exem- gia está pronta, e em breve será divulgada plo, a publicação de um jornal (periódico a data de lançamento. Queremos todos os que traz notícias variadas da academia, ganhadores presentes, mas também aquealém de poemas, crônicas, artigos e ensaios les que gostam de literatura e que apoiam literários), e a instituição do as iniciativas literárias", friConcurso João Batista Cassa Heronildes. cudo Rodrigues (conto e São muitos os poesia) que, este ano, teve SESSÃO DA CÂMARA sua segunda edição. O presidente da entidade nomes já revelados Segundo Elder Heroniltambém destaca que durandes, as comemorações em te a sessão do próximo dia pela academia, o torno dos 25 anos da Aca25, na Câmara Municipal de demia Mossoroense de LeMossoró, a Amol apresenque derruba por tras começa no dia 25, quantará a placa comemorativa do, logo pela manhã, às 10h, da entidade pelo jubileu de terra a ideia de que prata, onde constará os nohaverá uma sessão solene na Câmara Municipal de Mosmes dos fundadores. "Tanela é uma entidade soró, por proposição do veto os que já não estão entre reador Vint-un Rosado Nenós, quanto aqueles que fechada. Pelo to, em homenagem aos 25 continuam o difícil trabalho anos da entidade. "Essa sesde se manter uma entidade contrário. Jovens são marca, de certa forma, sem fins lucrativos, apenas o início de nossas comemocom a doação de seus mempoetas já venceram bros, seja de um pouco de rações pelo jubileu de prata da academia e,também,nestempo para debater e discunosso concurso te mesmo dia teremos a postir o que concerne à acadese de um novo membro, que mia, seja mesmo apoiando", Elder Heronildes vem agregar ainda mais vafala Elder, destacando que a lor à entidade. Trata-se do Amol, hoje, funciona numa médico Dix-sept Rosado Sobrinho que to- sala da Biblioteca Ney Pontes Duarte, onmará assento à cadeira de número 20, que de seus membros se reúnem, sempre que teve comoúltima ocupante sua genitora, a possível, para deliberações. professora América Fernandes Rosado.EsEsta sala também comporta outras ente momento será,certamente,de muita emo- tidades, como a Sbec, o Icop, a Aflam e ção, não apenas para ele, que honra a me- Comfolc. "A PMM nos cedeu, também, mória de América Rosado, mas para todos outra sala, desta vez para abrigar o acernós que fazemos a Amol. Será, tenha cer- vo de João Batista Cascudo Rodrigues, a teza, uma noite dedicada à literatura, uma quem devemos muitas homenagens, por

Câmara Municipal de Mossoró fará sessão solene em homenagem aos 25 anos da Academia Mossoroense de Letras, no próximo dia 25 ALCIVAN COSTA

H

ARQUIVO

Cadeira de número 20, que era anteriormente ocupada por América Rosado, terá Dix-sept Rosado Sobrinho como novo ocupante

se tratar de um importante nome da história da academia. Sua biblioteca será instalada numa das salas da Ney Pontes e fará parte da entidade, sendo nomeada em sua homenagem: Biblioteca João Batista Cascudo Rodrigues. Isso muito honra a Academia Mossoroense de Letras, principalmente por sabermos que é a manutenção da história literária que está em jogo. E estamos do lado das iniciativas que visem esse aspecto", diz. Sobre o papel da entidade, o escritor destaca que a academia está "a serviço da literatura e das causas literárias". "Com nossos concursos, estamos abertos, também, aos jovens autores. Nesse sentido, saliento que são muitos os nomes já revelados pela academia, o que derruba por terra a ideia de que ela é uma entidade fechada. Pelo contrário. Jovens poetas já venceram nosso concurso e isso mostra que Mossoró vive um importante momento literário, um momento que deve continuar, um momento que deve ser levado adiante por aqueles que nos sucederão nessa tarefa de manter viva a memória literária da cidade", fala. JOÃO BATISTA CASCUDO RODRIGUES João Batista Cascudo Rodrigues (Mossoró, 23 de junho de 1934 - Brasília, 3 de outubro de 2009) foi um advogado e professor brasileiro. Filho do comerciante Adolfo Rodrigues, natural de Sobral - CE, e da professora Ozelita Cascudo Rodrigues, nascida em Areia Branca - RN. Casou-se com a antropóloga e professora universitária Neusa Caminha Cascudo Rodrigues, com quem teve três filhos, Gustavo Adolfo Cascudo Rodrigues, Cibele Caminha Cascudo Rodrigues e João Paulo Caminha Cascudo Rodrigues, nesta ordem. Ingressou no Curso de Direito em Alagoas,tendo consagrado-se Promotor de Justiça aos 18 anos, na sua cidade natal. Em sua formatura, teve como paraninfo Juscelino Kubitschek que, em seu discurso, não deixou de assinalar:"Hoje,nesta turma,for-

ma-se um menino: João Batista Cascudo Rodrigues." Fundador da Universidade Regional do Rio Grande do Norte (atual Uern), foi seu primeiro reitor, tornando-se o mais jovem dos reitores brasileiros, em 1968, com 34 anos de idade. Também redigiu o decreto nº 20/68, de 28 de setembro de 1968 que criou a Escola Superior de Agricultura de Mossoró (ESAM), atual Ufersa. João Batista Cascudo Rodrigues era membro das Academias Norte-riograndense de Letras e de Ciências, da Academia Brasileira de História (São Paulo), Academia Brasiliense de Letras,Academia Internacional de Cultura e Academia de Letras e Música do Brasil, sendo as duas últimas igualmente sediadas em Brasília. Além de membro da Academia Mossoroense de Letras era também presidente perpétuo do Instituto Cultural do Oeste Potiguar, com sede em Mossoró. Era sócio efetivo do IHGRN, sediado em Natal. E era membro da Academia Norte-rio-grandense de Letras, cadeira 32. João Batista Cascudo Rodrigues faleceu em Brasília no dia 4 de outubro de 2009, aos 75 anos. ALCIVAN COSTA

Elder Heronildes fala sobre os 25 anos da Amol


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Expressão

D

Questão de Prosa

O meu cronista favorito

Um desconhecido

Raimundo Antonio - professor

Clauder Arcanjo - Professor

vez mais me prendia ao con- "Tarde Gris",o autor comoteúdo e me espantava (po- ve a quem o lê quando, em sitivamente) com a melodia frases poéticas, conduz a de suas linhas. Era uma me- sua prosa para um estado lodia que mesclava o colo- em que somente os poetas quial com o erudito e, no conseguem elevar:talvez esmeio destas,o linguajar bre- ta solidão que me domina jeiro,contado pelo caboclo, nesta tarde vazia, um senem seu habitat natural, na timento que as pessoas não melhor forma da harmonia entendem. Da minha janeregional. la vejo o céu. D a s Na verdade, "abençoadas não está cinchuvas de zento. Está Percebi, desde as Mossoró" (Se azul,com nuDeus quiser primeiras frases, que vens correainda vou deiras em sua matar a sau- a linguagem utilizada a m p l i d ã o . dade de ver Até ouço nuuma copiosa ma mangueipelo autor era, chuva, cheira da casa virosa cantan- digamos, diferenciada zinha um te,reluzente e bem-te-vi a esplendorosa cantar seu reda maioria das e, assim repetitivo recordar a mi- linguagens empregadas frão, que às nha infância vezes soa aleem Mossoró por quem se arrisca gre, às vezes em "A Chunão. va"), o livro Um poua trilhar o caminho trazia o cotico antes, na diano de mesma crônida literatura quem vivera ca, o contraos melhores ponto como anos de sua equilíbrio: se vida na terra prefiro connatal e, melhor, contando templar, nessas ocasiões, suas experiências, seus cau- um céu azul, quando desce sos, seus cotidianos diver- a noite quero-a cravejado de sos, tudo com uma boa do- estrelas. Ou molhado por se de humor, mas, sobretu- uma chuva mansa, serena do, pautados na coerência e e benfazeja. A chuva me coesão textual. tranquiliza. Gosto dela. Enquanto o ônibus atra- Lava-me a alma de todas as vessava o vento e os animais tristezas. Até quase me à beira da estrada pastavam, anestesia.Sua bonita zoada eu ia me deliciando com as e o vento que a fustiga por crônicas escritas naquele li- vezes induzem-me ao sono. vro. Num dos trechos de Depois de ler essas frases

izem que o acaso é obra de Deus. Por que digo isso? Explico:um certo dia, eu ia passando pelos corredores do Departamento de Comunicação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, quando fui chamado pelo professor Giovanni Rodrigues, um dos titulares do curso de jornalismo, que me entregou um livro e disse: - Leia e depois escreva uma crítica sobre ele. Eu peguei o livro, olhei a sua capa,o título e,sem dizer nada, saí dali. Nem disse que ia ler,nem disse o contrário. Contudo, por se tratar de uma pessoa que eu gostava, a tendência era de colocá-lo nas minhas preferências e, na primeira oportunidade, lê-lo. Por coincidência, no dia seguinte, eu fui chamado à capital, para uma capacitação, e aproveitei a viagem para levar o livro como companhia de viagem. Assim que saí da minha cidade, peguei o dito cujo e, confesso, displicentemente, comecei a ler o seu primeiro conteúdo. Foi amor à primeira leitura! Sim. Percebi, desde as primeiras frases, que a linguagem utilizada pelo autor era, digamos, diferenciada da maioria das linguagens empregadas por quem se arrisca a trilhar o caminho da literatura, inclusive eu. À medida que as páginas eram devoradas, eu cada

Colaborador

não parei mais. Na capital, a noite estava clara, convidativa, alcoviteira. Depois do banho tomado, o corpo saciado pela refeição noturna,o melhor convite recebido foi continuar a leitura das últimas horas. Se por um lado deixei de contemplar, ao vivo,o céu estrelado,por outro, as páginas desenhadas com o pensamento do autor me levaram a ver, em devaneios, o que a natureza, todos os dias, costuma nos presentear. Li, como se diz, num pulo o livro "Crônicas Anacrônicas" de Obery Rodrigues. Encantou-me. Fez-me fã. Na volta, a crônica não de crítica literária,mas de agradecimento por ter tido o prazer e o privilégio de ler ensinamentos de como escrever e conquistar. Depois disso, tornamonos amigos. Dia 20, agora, esse jovem senhor completou 89 primaveras bem vividas, bem cuidadas, bem compensadas.Daqui da terra de Santa Luzia, o abraço apertado,o desejo de que a soma desses dois números seja dos anos vindouros de sua existência. Ah! Quase que me esquecia:duas semanas atrás, escrevi uma crônica, na qual, propositalmente, não citei o nome dele.Hoje,quero te dizer que,na ordem das preferências, o teu nome vem em primeiro lugar. És o meu cronista favorito! Meu amigo, Feliz Aniversário! Deus te abençoe sempre - a ti e a tua família.

Reminiscências

Nomes da terra Wilson Bezerra de Moura - Professor emérito da Uern Informações são fontes históricas que servem de elemento revelador de fatos, quando são verdadeiros iluminam o presente com reflexo do passado de uma geração e a fortifica. As ideias servem para informar como se construiu um passado e de orientação ao presente. Pelos idos do ano de 1900, conta o professor Raimundo Nonato da Silva, em suas memórias no Livro Ruas, Caminhos da Saudade. Nessa época, os moradores das casas primitivas e que serviram para instalação de Santa Luzia, padroeira da cidade que emergia dos casebres, entre a Praça da Matriz e a Rua 30 de Setembro, morava Joaquim Inácio que era sapateiro e pai de Francisco Chagas de Albuquerque, antigo secretário da Intendência Municipal.

Seguindo para a Praça da Redenção numa das casas foi morada de Dona Julia Bezerra que por sinal era irmã do mestre Canuto Bezerra muitos anos dirigente da Charanga Mossoroense. Mais adiante, morava nas imediações da Praça da Redenção o alfaiate Manoel Belém, possuidor de duas casas, utilizava uma delas para sua oficina de alfaiataria. Saliento que ainda hoje existe uma família morando na Rua dr. Almir de Almeida Castro, ultima Rua perto do Rio Mossoró, que pode muito bem ser família do Belém de antigamente. Informações passadas por Francisco Martins de Miranda, conhecido Ioiô Miranda repassada pela senhora Raquel de Valdevino, por sua vez transmitida ao professor Nonato, por seu aluno de nome Ma-

noel Ferreira Borges. Dizia tais informações que, entre o beco que ligava a Rua 30 de Setembro com a Rua Padre João Urbano, hoje Avenida Dix-sept Rosado, morava o coronel Mota, que era pai do monsenhor Luiz Mota, o Padre Mota da história e anedotas contadas por Lauro da Escóssia, em seu livro. Cinco casas baixas e velhas que existiram entre a antes Rua Padre Urbanos, hoje Dix-sept Rosado, ligando a Rua 30 de setembro, onde atualmente existe o Banco do Brasil defronte à Praça Vigário Antonio Joaquim, foram doadas à Diocese da Paraíba para construção de um estabelecimento de Ensino. Nascia então o Ginásio Santa Luzia pelas mãos do bispo Dom Adauto, o paraibano que teve o privilégio de lançar as raízes do atual Co-

légio Diocesano Santa Luzia em Mossoró. Fazemos justiça todas as vezes que invocamos um passado construído com amor e dedicação. O cônego Sales, num discurso nas bodas de prata do colégio Diocesano, assim se expressou: "Sobre aqueles pobres tetos, no recinto daquelas humildes paredes, se guardava a mais perfeita disciplina e se cultivava as letras". Expressões configuradas no Livro sobre a História do Colégio Diocesano, do professor e Cônego Francisco de Sales Cavalcante, de saudosa memória. A história pode, sim, ser reproduzida a qualquer momento. Só não pode ser adulterada. Para se relatar, tem-se que recorrer ao passado informativo de pessoas que a conheceram ou dela tiveram conhecimento.

Manhã de segunda. Corria o Centro, sem compromissos, apenas para encher as horas. Uma discreta melancolia abafava-me o peito desde cedo, e resolvera sair. Nestes casos, o melhor remédio é trocar pernas em meio ao burburinho das ruas; confesso que a tentar fugir de mim mesmo. Sabia que, se ficasse em casa, seria presa fácil dos meus fantasmas. Eles adoram trucidar uma carne (e um espírito) refém da tristeza. Estacionei o carro e entrei em uma grande magazine. Na porta principal, um locutor gritava promoções ensurdecedoras. Fui para o fundo da loja, fingindo interesse por algumas roupas: camisas, bermudas, calças. Medi-as, escolhi modelos, analisei-as... mas, como nada queria comprar, saí, de mãos abanando, em direção a outro endereço. Na esquina seguinte, um armazém de artigos para o campo. Decidi entrar. Examinei chocalhos, selas, cabrestos, vasilhames os mais diversos. Na prateleira outra, pus a vista - guardando prudente distância - nos venenos contra as pragas da lavoura. Ao canto, li, com atenção e vagar, inúmeros rótulos de sementes selecionadas e escolhidas, muitas delas já crias da "revolução genética". No entanto, como de fazendeiro nada tenho, poucos minutos depois, enfastiei-me e caí fora. Para desespero do vendedor, este, coitado, julgara-me um eminente empresário do agronegócio. Tive a impressão de que, mal deixara o armazém, lhe ouvi o desesperado chamamento: "Senhor, ainda não lhe falei do nosso plano de vendas. Tudo no cartão, em dez vezes, a primeira só para janeiro de 2014." Baixei a cabeça e acelerei o ritmo das passadas. De certa forma, envergonhado por ter tomado tempo daquele jovem. No relógio, dez horas. Não voltaria para o meu lar, antes do meio-dia. Flanei, então, a esmo. Passei pelo Mercado Público. Lá, escutei a fantástica narrativa de um cordelista. Na praça central da Matriz, troquei meia dúzia de palavras com um ex-aluno... tudo ainda com o ranço da melancolia nos lábios murchos. Fui ao banco, chequei o saldo e o extrato da conta. Depois, fui tomar um café. Ao adentrar na cafeteira, percebi que, ao fundo, junto ao meu canto preferido, encontrava-se um senhor de meia idade. Taciturno, de olhos baixos, fingindo interesse pela manchete de um periódico local. Sentei-me, dei bom-dia e sorvi o meu café expresso. Neste exato instante, a danada da tristeza caiu mais fundo dentro de mim: uma nuvem de agonia embaçoume o olhar, as pernas perderam a força, a boca se fez amarga, os olhos quedaram-se. - Somos companheiros do mesmo infortúnio. Antes que eu pudesse lhe responder, pagou a conta e saiu. O proprietário se aproximou, a inquirir-me. - Conhece-o? - De certa forma, sim. De certa forma, sim. Bom domingo.

Canto Poético O que não tem poderes

(Sátira à maneira de Gregório de Mattos Guerra) Vivemos, hoje, num País, o qual, Não aproveita ao que não tem poderes! Aqui, o que não tem muitos haveres, Sofre de quem os tem, um grande mal! - Calado, sofrerá sob esse tal, Os mais desapiedados encontrões; Descalabros, insultos, puxavões! E, desforrar-se, nunca, poderá, Que d'outro, iguais armas, jaó não tem! Pois sendo como é - pobre Zé-ninguém, Como, em igual moeda lh'o fará?! - Cautela é bom! Pois lh'o evitará! Saber-se conduzir e ter cautela; E não se acabar morto, ou numa cela! J. F. da Costa Rêgo Poeta


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Expressão A Uern e o professor HélioVasconcelos Mário Gerson Padre Sátiro, reitor pró-tempore, com muita habilidade, iniciou a costura política para transformar a bandeira da estadualização em uma luta de todos

mario.gerson@folha.com.br

WILSON MORENO

ANTÔNIO CAPISTRANO Ex-reitor da Uern Especial para o Expressão professor Hélio Vasconcelos era secretário de educação do Estado quando da estadualização da nossa Fundação Universidade Regional do Rio Grande do Norte (FURRN), hoje Uern, com sede em Mossoró. Hélio é um velho amigo, camarada do Partido Comunista nos anos sessenta. Com o golpe militar de 1964, Hélio foi preso. Após alguns meses, foi solto. Ao sair da prisão, foi morar no Rio de Janeiro, onde viveu até a anistia (1978). Retornou definitivamente ao Rio Grande do Norte em 1983. Conheci Hélio no início dos anos sessenta, militávamos no Partidão. Ele fazia parte de um grupo de jovens que militava na esquerda potiguar. Eram comunistas e católicos na busca da concretização de sua utopia, grupo esse que marcou uma bela época das lutas populares e das manifestações culturais, aqui no nosso Estado. Hélio foi presidente do Centro Popular de Cultura do Rio Grande do Norte, o CPC, braço cultural da União Nacional de Estudantes (UNE). O CPC, no início dos anos sessenta, até o golpe militar de 1964, teve um papel marcante nas lutas populares e na defesa da cultura brasileira. Cada Estado tinha seu núcleo, com uma programação cultural e artística. Em Natal, o CPC estava inserido dentro da programação educacional e cultural da administração do prefeito Djalma Maranhão. O CPC, sob a presidência de Hélio,fez um excelente trabalho através de apresentações teatrais,de jograis e da realização de seminários sobre cultura popular.O

presidente da Câmara Municipal de Mossoró, vereador Francisco José Júnior, enviou, esta semana, aos membros da Academia Mossoroense de Letras (AMOL), convite para a sessão solene da CMM em homenagem à Amol, que acontecerá no próximo dia 25, a partir das 10h, e contará com a presença dos membros da entidade, além de autoridades, professores, vereadores e comunidade em geral. Em tempo, é hora de felicitar a Amol por seus 25 anos e também registrar aqui que a Academia tem feito o possível para se manter ativa. Nesse aspecto, registro, também, as duas edições de seu concurso literário, além da publicação de seu jornal. É, saliente-se, uma entidade sem fins lucrativos,que nada tem de subsídios oficiais. Apenas uma sala cedida na Biblioteca Municipal. Então, para encerrar a pequena abertura, mando, daqui, meus parabéns a todos os confrades e acredito que os próximos membros, Dix-sept Rosado e Cid Augusto, enriquecerão ainda mais os quadros da Amol.

O

O

Padre Sátiro: um dos mais importantes articuladores da estadualização da Uern

CPC nacional tinha na presidência o poeta Ferreira Gullar, tendo nos seus quadros homens e mulheres de todas as idades.Entre tantos nomes, cito Oduvaldo Viana Filho (Vianinha),que era uma figura ímpar no cenário cultural do nosso País, não só na dramaturgia, como também, na poesia, na música,no rádio,no cinema e na televisão. Após o "exílio" no Rio de Janeiro, Hélio é convidado a assumir a presidência da Febem - RN, trabalho que realiza com muita competência. Sendo, em seguida, nomeado secretário estadual de educação, pelo governador Agripino Maia, em substituição a Genivan Josué Batista, que tinha deixado a Secretaria.No governo Radir Pereira, Hélio continuou no cargo de secretário. Em setembro de 1983 fui eleito presidente da Associação dos Professores de Mossoró, a antiga APM. Minha missão, como presidente da entidade do magistério na região de Mossoró, era reestruturar a APM,que deixaria de ser uma entidade recreativa e passaria a ter um papel reivindicatório importante na luta do magistério estadual.Nesse momen-

to, a ADFURN, hoje Aduern, estava em plena campanha por uma solução definitiva para a nossa universidade. Ela vai ser fundamental nessa luta. Neste contexto, Professor Hélio vai exercer um papel importante em defesa da Fundação Universidade Regional do Rio Grande do Norte. Ele passa a ser um simpatizante da nossa causa, e o melhor, em uma posição privilegiada,principalmente quando, após a decisiva assembleia do Pax (1986), entendeu que o caminho para solucionar o grave problema financeiro da Furrn seria a estadualização. Na posição de secretário estadual de educação, professor Hélio era um aliado importante. Padre Sátiro, reitor prótempore, com muita habilidade, inicia a costura política para transformar a bandeira da estadualização em uma luta de todos. Havia resistências à estadualização. Na prefeitura de Mossoró, o prefeito Dix-huit Rosado não aceitava a ideia. Ele dizia que Mossoró não podia entregar um patrimônio do município ao Estado. Radir Pereira tinha assumido o Governo no lugar de

José Agripino, que sempre foi contra a estadualização. Essa era uma das dificuldades de Radir, discordar de José. No início das conversações com o governador, Padre Sátiro conseguiu convencer Radir da importância da estadualização ser feita por ele. Seria a segunda universidade pública no RN criada por um seridoense. Dinarte Mariz criou a UFRN. Radir terminou concordando, com uma condição: desde que os candidatos ao Governo do Estado (a eleição seria em novembro de 1986) concordassem com o projeto de estadualização. Foi a faca na manteiga. Todos os candidatos concordaram. Professor Hélio Vasconcelos foi uma peça fundamental na decisão favorável do governador Radir Pereira e na montagem do grupo que elaborou a proposta de estadualização a ser encaminhada à Assembleia Legislativa. Por esse motivo, ele foi um dos agraciados com uma medalha instituída pela administração de Padre Sátiro, homenageando os que contribuíram na luta pela estadualização da Furrn. Na medalha está escrito:"O seu trabalho nos ajudou".

Rodapé A AVENTURA SEMIOLÓGICA Os escritos aqui reunidos constituem esboços, esquemas para possíveis pesquisas, análises de alguns textos, não sob o ângulo da escrita, isto é, do transbordamento sem fim do sentido inscrito, mas da experimentação de um método - como reconhecer por sua estrutura aquilo que faz a inteligibilidade de uma narrativa. Roland Barthes nasceu em 1915 em Cherbourg, e se formou em Literatura Clássica e Filologia pela Sorbonne. Considerado um dos mais importantes críticos literários, Barthes fez a crítica das atitudes sociais e cotidianas e trabalhou em uma ciência geral dos signos.Com sua afirmação de que a unidade do texto não se encontra na origem, mas em sua destinação, ele defendeu o leitor e o crítico como criadores, junto com o autor, do sentido do texto. Morreu em 1980, atropelado em uma rua de Paris. Entre seus vários livros podemos citar O grau zero da escrita (1953), Mitologias (1957), Elementos de semiologia (1964), Crítica e verdade (1966), O prazer do texto (1973), Fragmentos de um discurso amoroso (1977) e A câmara clara (1980). Editora: Martins Fontes Autor: Roland Barthes

POSSE DE DIX-SEPT Marcada para o dia 25, também, a posse de Dixsept Rosado Sobrinho, na Academia Mossoroense de Letras (AMOL), a partir das 19h30, na Biblioteca Ney Pontes Duarte. Dix-sept, seja bem-vindo! PROJETO O Projeto Conviver no CCHLA de setembro será realizado no dia 26,das 18h às 19h, no estacionamento do centro.Esta é uma iniciativa do Centro de Ciências Humanas,Letras e Artes (CCHLA), em parceria com o Núcleo de Arte e Cultura (NAC) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). ATIVIDADES ARTÍSTICAS Realizado todas as últimas quintas-feiras de cada mês, o projeto tem como objetivo incentivar atividades artísticas nos espaços de convivência do campus, apresentando produções culturais de alunos,professores e funcionários.A edição de setembro conta com a participação do Grupo de Percussão da Escola de Música da UFRN,coordenado pela professora Germana Cunha, além da apresentação teatral "Damas", dirigida por Luana Camila, aluna do curso de Teatro da universidade. O evento é gratuito. AUTO DA LIBERDADE Mudou. Espero que para melhor.Os quatro atos serão em locais diferentes e confio em Dionízio do Apodi e nos demais.Espero que esteja diferente.Ainda bem que tiraram de dentro do Dix-huit Rosado.Não combinava mesmo. Desejo sucesso na nova fase da peça. TEATRO DIX-HUIT Está descascando como aquele homem que foi à praia e não passou protetor solar. O Teatro Dix-huit Rosado descasca na parte externa.Os pequenos ladri-

lhos caem. Todos veem, apenas os responsáveis talvez não tenham parado para olhar as laterais.Uma pena. Um teatro tão bonito e novinho ainda,e já assim... NOVOS AUTORES Luisa Geisler e Rafael Gallo, vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2011/2012, estão entre os finalistas do maior prêmio de literatura nacional, o Jabuti. Os jovens autores foram indicados com as obras ganhadoras Quiçá e Réveillon e Outros Dias, respectivamente.Os escritores aparecem ao lado de nomes como Daniel Galera, Zuenir Ventura,Luís Fernando Veríssimo e Sérgio Sant'Anna, nas categorias Romance e Conto/Crônica. TALENTOSA Com apenas 22 anos, Luisa já foi apontada pela revista britânica Granta como uma das melhores escritoras brasileirasaté40anos.Ostrabalhos literários foram selecionados pelo conselho curador do Jabuti,formado por acadêmicos e profissionais da área. Os vencedores das 27 categorias da 55ª edição do prêmio serão anunciados no dia 17 de outubro. CONTAGEM REGRESSIVA Do poeta Anchieta Rolim,recebo um exemplar do seu ótimo livro de poemas, Contagem regressiva, obra publicada pela Sarau das Letras.O livro,lançado em Areia Branca, é uma grata surpresa, pois, além de trazer poemas do autor, também nos mostra o seu já conhecido talento artístico, sendo Anchieta Rolim o ótimo e competente artista plástico que é. Daqui, só tenho a desejar que obtenha mais e mais sucesso e agradeço pelos belos poemas. NADA DE NOVO NO FRONT O excesso de estudo torna os homens burros. (Erich M. Remarque em Nada de novo no front)


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Nos Jardins

PEDRO FERNANDES

recer da Justiça. E lá no Conselho Universitário. Porque é quem tem competência legal de definir o novo estatuto. É a gente esclarecer de uma vez por todas, vamos avançando, vamos discutir a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis, vamos discutir a autonomia financeira. Agora discutir pra que os alunos também participem. Porque é muito importante a voz desse discente,a voz daquele aluno, que ele saiba o que é realmente uma autonomia financeira,para que ele possa optar por aquilo...

O reitor nomeado da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), professor Pedro Fernandes, é o entrevistado da seção. Na oportunidade, ele falou a respeito dos projetos que pretende implementar em sua gestão. O professor comentou a respeito da autonomia financeira da instituição, além de temas como a retomada na discussão da estatuinte. Confira: GAZETA DO OESTE - Reitor, neste início de administração, o que o senhor tem em mente em termos de projeto, de direção? PEDRO FERNANDES - É importante a gente destacar, que nesses últimos meses a nossa eleição foi no dia 20 de março, e nós aproveitamos de abril até os dias atuais para estudar a instituição, conhecer, conversar com as pessoas, entender onde estava avançando e onde precisava avançar.Nós fizemos um trabalho de aproximação da atual gestão para entender o dia a dia da universidade, e em seguida fizemos um trabalho de transição, montamos uma equipe. Logo depois,nos dedicamos a montar a nossa equipe de gestão e sempre mostrando um pouco o que a universidade precisa,o que ela tem de boa.A gente precisa usufruir da nossa capacidade intelectual instalada, apresentando ao Estado, ao País e ao mundo, por que não, bons projetos, boas alternativas e,aproveitando também, com isso, a formação desses alunos que é nosso principal foco. É formar recurso humano de alto nível. Mas assim, esses recursos humanos também podem ser atores, podem protagonizar bons projetos.Projetos eficientes que contribuam com o desenvolvimento da nossa região. GO - A equipe anunciada foi bastante elogiada.Agora,quais foram os critérios para a formação dessa equipe. PF - Primeiro eu agradeço pelo elogio, porque a gente realmente mexeu um pouco com a administração. A gente vinha, como eu disse, conversando, eu estou na instituição há 15 anos. Faz pelos menos oito anos que estou trabalhando na gestão, na parte acadêmica, na científica, e a gente conhece perfis, a gente conhece comprometimentos.Então,num certo momento, me senti muito confortável e por quê? Porque nós tínhamos pelo menos 300 pessoas pra escolher para a nossa equipe. Pessoas competentes, pessoas dedicadas, pessoas motivadas, que é o mais importante, pessoas de confiança. E aí foi que chegou o momento do funil, que agente teve que identificar realmente quem iria pra aquele local. Eu sempre procurei deixar muito claro o seguinte: aquilo é passageiro, a pessoa vai ali assumir e ela está representando aquele outro grupo. Não é só ela que vai fazer aquele trabalho.Porque sozinho não adianta mais a gente trabalhar. Então, a gente procurou assim, essas pessoas que vinham desempenhando trabalhos nos últimos anos, pessoas jovens, não só na idade, mas jovens que estejam voltando à universidade, pessoas que estejam vendo o mundo e querendo colocar ali dentro da nossa instituição. E assim, a questão da capacitação, muitos diziam: "Ah, vai ser

uma equipe só de doutores".E a gente vê doutores, mas técnicos administrativos. Na realidade, a gente fez essa mescla de comprometimento, disponibilidade e motivação. GO - Professor, quando você falou que um dos direcionadores da sua gestão seria mostrar a universidade que poucos conhecem, e que não foi mostrado até então, vai uma crítica a gestores anteriores? Faltou uma maior publicização do que acontece dentro da instituição? PF - É justamente isso. Na realidade, hoje nós estamos prontos para mostrar à comunidade.Talvez nas gestões anteriores, como na atual, ainda estivessem se preparando.Então aí demonstra que o meu desafio é muito maior.Porque tinham problemas existentes, como por exemplo, nós não tínhamos professores com títulos de doutor, ou tínhamos muito poucos. Hoje nós temos mais de 200.E 800 efetivos.Nós não tínhamos cursos de pósgraduações Stricto Sensu.Hoje nós temos 11 turmas e acabamos de aprovar mais duas,em todas as áreas do conhecimento. Nós não tínhamos pesquisas de ponta, não tínhamos atividades de extensão. Até tínhamos atividades de extensão, mas era muito polarizada, muito pontual. E agora não.Agora a gente já tem todo esse potencial pra fazer isso. E talvez esse seja o maior desafio meu. De usar bem esse potencial instalado. GO - E dentro da moderna visão. Da visão que se exige? PF - Justamente. Com as exigências muito maiores. Hoje eu digo, quando a gente fala em organograma, um organograma devia ser todo horizontalizado, porque essa questão de hierarquia está acabando e nós estamos ali como um escravo, como um guerreiro, como um lutador, mas um soldado, na frente da instituição. Eu sou o reitor? Sim. Responsabilizarei-me apenas pelo que não está dando certo. Mas o que está dando certo, todos aqueles vão usufruir dos benefícios. GO - A questão orçamentária e financeira da Uern é mais um desafio para o reitor nomeado Pedro Fernandes. O senhor tem feito viagens para Brasília, exatamente no sentido de buscar recursos externos.Mas, além disso, o que o senhor pensa, no sentido de dotar a universidade, de uma estrutura financeira,pra que possa concretizar os projetos? PF - É importante que a gente fale sobre isso sim. A universidade hoje deixou de ser aquele ensino, propriamente dito, onde o aluno chegava, assistia a sua aula e ia embora. O professor passou a viver da universidade.E hoje,dos 800 professores efetivos, a sua grande maioria tem dedicação exclusiva. São professores

que vivem daquela instituição.O técnico administrativo,igualmente.Então as exigências,as demandas da universidade são mais qualificadas hoje em dia. Então isso já é um ônus maior.E como instituições estaduais, não é só a nossa, como as 41 que estão lá cadastradas na Abruem, vai buscar alternativas para: assegurar a manutenção por parte do Estado,nós devemos garantir isso porque por lei o Estado é nosso mantenedor. E como é que ele nos mantém? Passando folha e pagamento, recurso para custeio e recurso para investimento. Vamos iniciar uma grande discussão, forte, sobre a autonomia financeira. A gente vai ter de passar essas três rubricas,eles nos passam um percentual e a gente trabalha com essas rubricas. Além disso? E isso serve pra manter o básico ... GO - ... o mínimo do mínimo … PF - … o mínimo do mínimo.Mas como é que vou manter uma pesquisa que requer um equipamento de R$ 500 mil? De R$ 1 milhão? Será que um Estado como o Rio Grande do Norte tem condição de bancar isso? Será que se o Estado não tem condição, a gente vai ficar privado de fazer boas pesquisas? Então vamos buscar recursos do Governo Federal. Vamos buscar parceiros privados.E por que,não? Hoje,o que falta no mercado são boas pessoas, são pessoas qualificadas.Nós temos, nós estamos preparando. Nós devemos apenas nortear,para formarmos essas pessoas,preparadas para o mercado.É esse o nosso grande desafio... GO - ... e é uma missão da instituição ... PF - ...é uma missão da instituição. Muita vezes, a gente não entende que seja assim, eu passo aquele conteúdo em sala de aula e ali cumpri o meu papel. E não pode ser assim. Então eu sou um formador de recursos humanos, eu não sou um passador de conteúdo de nível. Pelo contrário, eu mesmo nas minhas aulas, digo "olhe pessoal, o material é esse pra se estudar. Agora, vamos conversar sobre a nossa profissão? Vamos conversar sobre soluções? Caiu a rede aqui da universidade, eu sou professor de Ciências da Computação. Caiu a rede. E qual é a solução? Qual é o problema? Aponte-me uma alternativa pra gente melhorar hoje, que ainda tem um custo, a internet nas casas?". GO - A matrícula online ... PF - ... a matrícula online. Então tudo isso a gente tem que começar a se voltar. Mas essa questão do financiamento da universidade há de se pautar assim mesmo. A gente sempre vai ter um diálogo com o Governo do Estado, exigindo aquilo que nos compete, aprovado o orçamento na Assembleia Legislativa. E querendo dar

esse plus, sempre com esses recursos através de parcerias,de projetos de submissão.Na semana passada,nós aprovamos mais uma vez o CPINfo em R$ 1,800,00. E isso vem se repetindo nos últimos 5 anos. Um detalhe, quanto mais doutores eu tiver na minha instituição, mais recursos eu posso pedir. Quanto mais curso de pós-graduação eu tiver na minha instituição, mais recursos eu posso pedir ... GO - ... é tanto que se está trabalhando muito ... PF - ...está se trabalhando. Então, o que a gente tem pedido aos nossos professores é o seguinte: a gente está lhe qualificando, agora vamos trabalhar projetos. Agora, além dos projetos acadêmicos, a gente tem trazido projetos institucionais. A gente tem que mostrar para o País, para o Brasil e para o Estado, que aqui nós temos um curso de Educação Física,que agora a Copa do Mundo, as Olimpíadas, nós seremos portadores dos futuros corredores olímpicos. Então a gente precisa ter um bom projeto,como agora, recentemente, foi anunciado pelo ministro do Esporte, que nos presenteou com a pista olímpica. E a governadora estava lá e conseguiu esta pista olímpica, colocando a Uern como a pauta. É isso que a gente precisa fazer. Quando eu falo que a gente tem que ir pra sociedade, ir pra comunidade, é pra mostrar a importância da nossa instituição.A instituição não pode ser vista só, "ah!, você se formou aonde? na Uern". E aí? Ela tem que trazer bons projetos também. GO - Pedro, ainda falando sobre a questão da autonomia financeira, que tem sido um nó nas últimas gestões. Como é que está a expectativa, a sintonia com o Governo Rosalba Ciarlini? PF - A gente tem conversado sim com o Governo. Como eu disse, nesses últimos seis meses, a gente tem se aproximado, tem visto. Respeitando o Governo e o Governo respeitando a universidade.A gente vem mostrando ao Governo, o que é uma verdadeira universidade.Aquela questão da capacitação. Quanto mais capacitado, melhor aquele servidor, aquele nosso serviço. Então, a gente tem trabalhado nesse sentido e mostrando o que é a autonomia financeira. Quando eu falei que nos passam um percentual de recursos, mas o ICMS eu tenho 5% daquele percentual,e vem pra Uern. Então aqui dentro eu vou dividir a minha folha,o meu custeio investimento. Certo?. A gente tem discutido isso e vamos ampliar. Nós queremos de imediato, na nossa gestão,já abrir o Conselho Universitário (CONSUNI), já trazer a pauta da Estatuinte, que está sub judice. E eu quero saber que sub judice é esse. A gente precisa discutir o que é isso, a gente precisa saber o pa-

GO - ... é. Por que essa discussão está muito supérflua, inclusive na cabeça do discente. .. PF - ...com certeza.É muito aquilo do ouvir falar. Dos três segmentos, docentes, técnicos, tem muita gente que vai mesmo no ouvir falar, "o que é isso". Nós temos aqui cinco instituições estaduais com autonomia financeira. As três paulistas USP, Unesp e a Unicamp -, nós temos UEPB, que é a estadual da Paraíba, e a UDESC, que é a estadual de Santa Catarina.Eu tenho até a confirmação da presença aqui na nossa posse, do reitor da UEPB e do reitor da UDESC. E a gente já vem conversando sobre o que é que eles tiveram de fazer pra poder conseguir essa autonomia financeira.... GO - ... pra usar esse modelo na Uern? PF - Também. Pra gente mostrar esse modelo para a Uern.E que a Uern decida qual o modelo melhor. GO - O Conselho Universitário (CONSUNI) aprovou o campus de Apodi. O badalado campus de Apodi. Aí, qual é a sua expectativa com relação a esse campus? PF - Na realidade, a gente aprovou na criação. Não é? ... GO - ... o senhor bate na questão da autonomia financeira, na falta de recursos... PF - … a questão é a seguinte: a universidade hoje está em 17 municípios.É uma instituição que tem um papel social, que a gente não pode esquecer, é o papel social das instituições de ensino superior.A gente está vendo hoje aí no Plano Nacional de Educação (PNE),o foco na formação no interior, na abertura de novas vagas para o interior, e no crescimento do número de ingressos nas instituições públicas. Ou seja, aquilo que a universidade já faz hoje, é pauta, é foco,lá no PNE.E por que a gente não está certo? Cabe A gente explorar mais isso. Então, o que é Apodi? Apodi é um campus avançado que foi criado, o Conselho Universitário, pela primeira vez,discutiu amplamente com a sociedade civil,com a sociedade política, com os seus membros, a criação de um campus. E a gente condicionou essa criação de um campus aos prefeitos,a algumas condicionantes, para que tenha as perfeitas condições de funcionamento. Eu sou um motivador, eu sou entusiasta e digo mais,a universidade hoje ela influi em todas as áreas do conhecimento, mas nós não temos foco na engenharia. E imagino muito o campus de Apodi com 3 ou 4 cursos de engenharia, que pudesse explorar bem aquele região, que é muito rica. Ainda mais formando pessoas que ali vão morar. Eu não posso trazer para Apodi uma Engenharia Civil. Mas eu posso pensar em uma Engenharia de Produção,uma Engenharia Química, uma Engenharia do Petróleo. Por que não? Então eu sou um entusiasta. "Mas Pedro, foram esses cursos pra lá?". E eu disse, "Não". Isso vai competir ao Conselho de Ensino,Pesquisa e Extensão (CONSEPE) estudar essa área temática e definir que cursos criar.Mas a gente poderia mostrar esse novo modelo de expansão do ensino superior.Por que a gente não


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

s da Gazeta fazer isso? GO - Quais são os próximos passos? PF - Os próximos passos são os seguintes: Nós criamos os cursos de Apodi, e deixamos as condicionantes. Quais as condicionantes? Assegurar aumento do quadro funcional, assegurar o orçamento e financeiro para esse campus. Nós também estamos trabalhando com a bancada federal, assegurando emendas de bancada, ano após ano, para a Uern. E então o que a gente deve aguardar é o seguinte: vai ser aprovada na Assembleia Legislativa a lei que assegura o aumento do quadro funcional e a gente vai poder fazer concurso para o pessoal lá. Vamos aguardar a lei que aumenta o orçamento e, garante o financeiro pra o curso lá. GO - Mas tudo isso demanda tempo, reitor. A expectativa seria ... PF - … não. Agora não é querendo tirar a nossa responsabilidade,mas por parte da universidade o que ficou claro foi o seguinte: a Assembleia Legislativa, junto ao Governo do Estado, aprovar isso de imediato... GO - … fala-se em R$ 5 milhões por cada curso ... PF - … são R$ 5 milhões por cada curso. Mas o que é que a gente faz? A gente vê que um curso, eu preciso de pelo menos 20 professores e 10 técnicos.Então eu tenho o orçamento.Um curso, eu preciso de tantas salas de aula, um curso eu preciso de material de consumo,custeio.Então a gente vai fazendo esse cálculo e ao longo,eu preciso desse valor. GO - A vontade existe. Falta o quê? PF - ... a vontade, e a nossa obrigação é essa. A gente não pode deixar de lutar por isso. A gente não pode deixar de perder essa oportunidade de lutar por uma universidade melhor, por uma universidade respeitada, que tenha recursos assegurados, e pela oportunidade que o jovem, em especial do interior, ingresse no ensino superior. GO - E quanto à posse em si, Pedro? Qual a expectativa? Quem é que está sendo convidado? Como é que vai ser a Assembleia Universitária de 2013? PF - A nossa expectativa é a maior do mundo. Nós estamos preparando uma agenda aí,que no dia 25,na quarta-feira, nós teremos um almoço para a imprensa, que é um convite do atual reitor, doutor Milton Marques; no dia 26 nós teremos um culto;no dia 27 teremos uma missa; e no dia 28, a Assembleia Universitária. Nós estamos focando sim,todos os ex-reitores da universidade,e aquele sem memória a gente está convidando a família pra participar. Porque é muito importante a presença, e mostrar que a universidade hoje está ali, completando seus 45 anos,fruto do trabalho,do empenho de cada um deles. E então a gente tem insistido nesse convite. A gente tem insistido nos convites a líderes, nos presidentes, ou seja, nos poderes. Naquele que lideram o Poder Legislativo, Judiciário e Executivo.Nas três esferas a gente tem chamado o municipal, o estadual e o federal. Esperamos sim, a presença maciça da comunidade norte-riograndense,por que lá nós vamos escutar o atual reitor Milton Marques se despedindo, fazendo um balanço de onde a universidade está. E vamos escutar Pedro Fernandes que deverá assumir dizendo aonde pretende chegar, que é a universidade para o futuro. E a gente vai já colocar no nosso discurso, sim o que a gente vê da universidade o que a gente pretende fazer. GO - Eu soube que o esqueleto do discurso foi elaborado e qual o tom

do discurso do reitor nomeado,quando da sua posse? PF - Primeiro eu queria falar para os meus convidados,porque a gente tem uma honra de também convidar os reitores que compõem a Abruem, e vários deles estão se colocando à disposição pra vir. Obviamente aqui é um destaque que a gente tem que fazer e vamos lutar pelo nosso aeroporto. É importante destacar a importância,a necessidade de um avião, de uma linha. Aqui é muito longe, hoje, quando a gente fala, a gente vê o Ceará com linhas no interior, a gente vê a Paraíba com linhas no interior, a gente vê Pernambuco com linhas no interior. E Mossoró, quando a gente fala, fica difícil. Não é para a posse, mas o dia a dia já tem uma demanda muito forte. Inclusive pra empresas daqui criar franquias lá fora,têm que ter um aeroporto,funcionando. Um aeroporto nós já temos. Não é?. Mas a tônica do discurso nós devemos sim,colocar a nossa visão de universidade, definindo a universidade em fases. GO - E quais seriam elas? PF - Aí a gente coloca o período da municipalização,o período da regionalização, o período da estadualização, e novos períodos que a gente vê. A gente define a nossa universidade em fases e, tem uma fase lá, que é essa fase que a gente está projetando, está prospectando e que a gente vai dizer o que a gente quer e pra onde é que a gente vai, pra chegar nesse futuro quer a gente almeja para a universidade. GO - O reitor Milton Marques pautou a administração dele na questão do crescimento vertical.O senhor pretende continuar nesse ritmo ou também dar uma vazão ao crescimento horizontal? PF - Muito bom. Na realidade, o doutor Milton foi muito enfático na criação de cursos de pós-graduação Stricto Sensu, que é assim que a gente define o crescimento vertical. Estávamos falando em cursos de graduação,quando a gente sobe e também na capacitação de docentes e técnicos administrativos.Tanto é que nós tivemos crescimento, e eu tenho muita honra de dizer que era pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, fui o pró-reitor na sua segunda gestão, na primeira foi o professor Carlos Ruiz, que foi quem começou esse trabalho, e que a gente tem que fazer sempre esse destaque.E o nosso trabalho agora é consolidar esses cursos. Esses cursos, eles diferenciam um pouco dos nossos de graduação,porque eles têm uma avaliação anual e uma avaliação trienal. Nessa avaliação trienal, se esses cursos não estiverem cumprindo aquilo que é exigido pelo órgão federal,que é a Capes, esses cursos eles são descredenciados. Então, quando a gente fala em autonomia, eu trago sempre o seguinte: "Olhe pessoal, eu temos autonomia, para definir nossas resoluções,para definir nossas formas,mas nós devemos ter cuidado porque nós estamos trabalhando para a sociedade.E um curso desse Stricto Sensu,ele está ferindo a nossa autonomia porque uma norma externa que diz que ele pode funcionar ou não.Só pra que todos fiquem sabendo o seguinte: A Universidade do Estado, através da sua autonomia,ela pode sim criar um curso de mestrado. Só que aquele diploma que vai ser expedido, ele não vai ter validade se não for autorizado pela Capes.Da mesma forma que um curso de graduação, eu posso criar o que eu quiser. Mas ele não vai ter validade, se não tiver a autorização do Conselho Estadual de Educação. Então, a gente tem autonomia para criar, mas a gente tem que cumprir aqueles requisitos. Pois a gente quer focar sim, nessa consolidação, a gente quer enfatizar os mestrados em nível de doutorado.Nós temos uma pro-

posta de doutorado que nós nos submetemos, que inclusive é do curso de Ciências da Computação, e estamos aguardando resultado.Queremos criar outros cursos de mestrado,mas devemos criar até 2015 ou 2016,pelo menos mais dois cursos de doutorado, desculpem. E aí, o que eu tenho dito, apesar de eu ser pesquisador,trabalhar muito em laboratório,mas o que eu tenho instigado meus alunos hoje, os alunos da Uern,é que não adianta uma pesquisa dentro de um laboratório.Essa pesquisa tem que sair ... GO - ... tem que ser campo ... PF - ... tem que sair. E nós precisamos usar a parceria com a GAZETA DO OESTE, sabedores que somos desses projetos sociais que a GAZETA DO OESTE tem, e como é que a gente pode contribuir com isso.E obviamente que a pesquisa vai nos ajudar muito a fazer isso da melhor forma. Mas se a gente não trouxer o que a gente pesquisou, para a comunidade,não vai servir nada.Então a nossa extensão também,ela vai ser muito desfocada, não estou dizendo que não foi em gestões anteriores, mas nós tivemos que dar um foco à verticalização.Mas a gente vai focar muito a nossa extensão,e com, sempre olhando pra os nossos cursos de graduação. Hoje nós temos curdo de graduação conceito 5, conceito 4 e conceito 3. O conceito 5 é o melhor conceito. E temos alguns com conceito 2. A nossa meta é deixar a grande maioria desses cursos, a instituição, conceito 4. GO - E nesse aspecto da pesquisa, professor, hoje existe uma relação muito forte entre Uern e Fapern. Num é verdade? PF - Há sim. A gente tem a grata satisfação de dizer que o presidente da Fapern hoje é um docente nosso, o professor Emanoel Máximo Nunes, é um pesquisador, e a gente teve essa parceria por parte do Governo do Estado, nomear um gestor, um presidente, professor da Uern. É a primeira vez. A Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN) é responsável por políticas que incentivem o desenvolvimento, pautada na pesquisa. E a universidade é um grande parceiro da Fapern, para também inclusive, nortear a Fapern nesse sentido. GO - O curso de Medicina hoje é a menina dos olhos da universidade. É um curso, em termos de custo, mais caro. É um curso que atrai estudantes de todo o Brasil.O que o reitor Pedro Fernandes pensa em relação ao curso? PF - Olha,eu digo o seguinte:não é a menina dos olhos.Nós temos hoje 73 turmas, todas elas são as meninas dos meus olhos. Mas o curso Medicina, realmente em nível de País,é o que a gente tem visto o maior problema, maior situação, maior discussão... GO - … só um detalhe. O dife-

rencial é por que é no interior? PF - É. O País hoje ele clama por médicos no interior... GO - … a ponto de ir buscar for a ... PF - … a ponto de ir buscar fora. E nós somos a única instituição a formar médicos no interior do Estado Rio Grande do Norte. Com um detalhe, nós temos um curso conceito 5, o maior conceito. Nós temos já a oferta de residência médica, nós temos a oferta de mestrado e temos turma de doutorado. Então nós já temos uma consolidação e um reconhecimento em nível de curso. Formamos quatro turmas e estamos agora trabalhando, já discutimos com o colegiado do curso de Medicina, a ampliação do número de vagas, de 26 para 60 por ano. Sendo duas entradas, 30 e 30. Obviamente que também precisamos dimensionar o nosso corpo docente,que está preparado para 26 vagas, e uma infraestrutura de ambulatório, e isso a gente tem conseguido,as portas abertas, tanto do Governo do Estado, como também do Ministério da Saúde. Nós fomos ao Ministério da Saúde, conversamos sobre o assunto, e o Ministério da Saúde inclusive nos instigou a trabalhar o hospital em cima. O hospital ensino. O hospital ensino não é um hospital universitário. Um hospital ensino seria uma ampliação ali do Tarcísio Maia. Onde além das atividades do Tarcísio Maia teria uma atividade de ensino nessa ampliação. E o Ministério da Saúde está apto a fazer essa parceria conosco.Nós já passamos isso para o nosso colegiado. E o nosso colegiado já topou, e agora estamos estudando os trâmites na instituição para colocar no Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão e assim nesse PSV,já oferecermos as 60 vagas. GO - Como o senhor observa esse novo formato financeiro? Como pretende conduzir essa questão? PF - A Uern precisa de mais. A gente precisa de atender as demandas. Então nós queremos assegurar a nossa folha de pagamento, com salários compatíveis,adequados a nossa formação.Obviamente que eles estão bem aquém, mas hoje o salário do professor da Uern já é equiparado ao das federais, e precisamos trabalhar o salário dos técnicos administrativos. Que precisamos melhorar esses salários. Na questão dos investimentos, nós queremos assegurar por parte do Governo do Estado, mas também assegurando emendas de bancada ano após ano. Pelo menos uma emenda de R$ 21 milhões, e assim ao longo dos quatro anos nós teríamos R$ 80 milhões.Olhando um plano diretor para Mossoró,para Assu, para Pau dos Ferros, para Patu, para Natal, para Caicó ... GO - ... esses R$ 80 milhões são de bom tamanho? PF - Não. Obviamente que a gente sempre quer mais. Mas hoje temos obras paradas, nos valores entre R$ 15 milhões e R$ 20 milhões. E de oFOTOS: ALCIVAN COSTA

Entrevista concedida aos jornalistas Gilberto de Sousa e Luís Juetê

bras demandadas, em torno de R$ 40 milhões a R$ 50 milhões. Então, como a gente está fazendo uma projeção de quatro anos,certamente a gente vai ter uma demanda maior. E em nível de custeio, a gente tem também trabalhado junto ao presidente da Câmara,a gente tem trabalhado junto ao Ministério da Educação.Um programa, como tem o ProUni para as particulares e o Reuni para as federais. Um programa de aporte financeiro por parte do Governo Federal para as estaduais. O programa apresentado hoje ao Ministério da Educação foi de valor de R$ 2 mil por aluno regularmente matriculado. Nós temos em torno de 11 mil a 12 mil alunos regularmente matriculados, que seria um valor de R$ 24 milhões de custeio,que também fia aquém do que a gente quer. Mas já seria um programa adicional. GO - Em relação às emendas, existe essa perspectiva possível por parte dos congressistas representando a bancada, em incluir... PF - ... eu posso lhe dizer que conversei com todos os deputados federais e senadores. Todos entendem a importância da universidade, entendem a importância da localização e do papel da universidade. E nós estamos colocando lá, essa necessidade de assegurar uma emenda de bancada. Ontem mesmo foi colocado para o Consuni, que cada deputado e cada senador tem uma emenda.A Ufersa tem uma, a UFRN tem outra e a Uern tem outra e o Governo do Estado tem uma.Então seriam as 15 emendas que o Estado do Rio Grande do Norte teria direito. GO - Então, para finalizar, reitor, quais os três primeiros projetos iniciais que vão ser implementados pelo senhor, já no comando da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte? PF - Em nível de resolução, é como eu disse, vamos discutir estatuto. Queremos avançar com a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis, precisamos trabalhar a questão da assistência estudantil. Hoje, o nosso estudante já passa o dia na instituição, o nosso estudante é 70% oriundo da escola pública.Os nossos estudantes são de outros municípios,tanto faz ser em Mossoró como em Pau dos Ferros... GO - ... precisam de um restaurante universitário ... PF - ... precisam de uma residência, de um restaurante, e uma bolsa de estudo. E então esse vai ser o nosso foco. Pra isso nós precisamos vencer essa discussão de sub judice e da estatuinte. Nós também estamos trabalhando com uma assessoria especial criada, a Assessoria de Infraestrutura, o plano diretor. O plano diretor do Campus Central e dos cinco campi avançados. Nós também criamos a Assessoria Especial de Convênios. Nós também queremos trabalhar a questão de convênios. O que é um convênio? Eu aprovo um projeto, fecho a parceria, eu recebo aquele recurso com prazo de validade. E eu tenho que ter eficiência para executar esses recursos que eu estou recebendo. Então isso, a gente também criou a assessoria especial. Agora quero também destacar as ações transversais. A internacionalização, a inclusão, a acessibilidade, a sustentabilidade, ensino à distância, e então todas essas ações transversais. A gente está inclusive, com a intenção de dotar o Centro de Convivência, dessas assessorias, que tenham as ações transversais, para quer todo o Campus Central pelo menos, com aqueles 65 mil alunos que ali andam, compartilhem esses projetos de internacionalização, de inclusão, de ensino à distância, e a gente se aproxime cada vez mais.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Expressão Opinião

Em novo show Em seu novo show, o cantor e compositor Mariano Tavares traz suas canções para um ambiente acústico e intimista REPRODUÇÁO

cantor e compositor Mariano Tavares estreia, no próximo dia 4 de outubro, às 21h, no Cine Teatro Pedro Amorim, em Assu. Cantautor,cantor-compositor,trovador,cantador, cancionista. São inúmeros os termos utilizados representar a figura do artista que escreve e sobe ao palco para cantar seu próprio material, geralmente acompanhado apenas de seu próprio instrumento. Na tradição do cancionista, em suas mais variadas formas e vertentes, "cantar é uma gestualidade oral", um ato de desnudamento do performer diante do ouvinte. Em seu novo show o cantor e compositor Mariano Tavares traz suas canções para um ambiente acústico e intimista, para muito próximo de seu contorno primário, de sua tensão e gestualidade originais. Acompanhado apenas do violão, em "O Cancionista - sem medo de dedos de dados de dúvidas"

O

o artista aponta para a gênese de cada canção ressaltando seus aspectos mais introspectivos, confessionais e românticos. O repertório, baseado em canções extraídas seus dois álbuns, O SoBrado (2005) e Sem Parar (2012), traz ainda canções inéditas e releituras para canções de Marcelo Camelo, Caetano Veloso e Bartô Galeno, além da inserção de textos das poetas Ana Cristina César e Iracema Macedo. O show terá participação pontual do guitarrista/violonista Alison Brazuka. MARIANO TAVARES Nascido em Assu, cidade celebrada como a terra dos poetas, o cantor e compositor Mariano Tavares começou sua carreira se apresentando no circuito universitário de estudantes de letras, e em cafés e espaços culturais da capital potiguar. Como ele próprio afirma, a canção popular esteve sempre presente em sua vida, tanto pela criação extremamente

Às vezes, ele parece que me ama. Outras, parece que me detesta! E eu fico nessa, De não saber se vou ou se fico. Eu piro! Rayane Medeiros Poetisa

(DES)CAMINHO Ontem a vi passar por mim, entre pessoas tantas, sequer percebeu-me ou se o fizeste, fingiste. Eu, porém, não pude seguir Indiferente, tendo-a tão perto, incapaz de resistir ao deleite.

Mariano Tavares prepara novo show, que terá estreia em Assu

musical que recebeu (seu pai era seresteiro), como por uma curiosidade natural pelo que considera como a mais vigorosa expressão artística de nosso tempo. Com dois discos lançados, "O Sobrado" (2005), e "Sem Parar" (2012), o trabalho de Mariano concentra-se principalmente na construção de uma identidade autoral que transite, ao mesmo tempo, entre o universal e o regional, entre o contemporâneo e o tradicional. Paralelamente ao trabalho de cantor e compositor Mariano Tavares também é mestre em

Literatura Comparada, e atua como professor de literaturas inglesa e norteamericana na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, onde desenvolve pesquisas sobre canção popular e performance. SERVIÇO: Mariano Tavares Show "O Cancionista sem medo de dedos de dados de dúvidas" Sexta, 04/10/2013, às 21h Local: Cine-Teatro Pedro Amorim, Assu Entrada franca Mais informações: www.marianotavares.com

TEMPESTADE EM MIM A poesia caía como chuva, era forte e batia com força. Os pingos da chuva eram versos de amor. Da janela eu via as gotas que caíam sobre o chão, formando frases que eram lidas como trovões, faziam vibrar o coração, enchiam o ser de assombro e fascínio. Desejei estar na chuva, me molhar com seus versos, beber do seu amor... desejei voar, mostrar que não tenho medo dos seus raios e trovões, porque no fundo sabia: toda tempestade tem um fim, não vou recuar.

Tristes daqueles cujos caminhos se cruzam e permanecem distantes, visto que tão ermos outrora jamais serão como dantes.

Jedaías Torres Poeta

Ontem, a vi passar por mim e me fiz sua sombra, persegui seu aroma, mil devaneios vivi, quantos calafrios senti! Ontem, a vi passar por mim e saiba que até o rumo perdi.

Devagar, sem nenhuma pressa, dorme enquanto é tempo. Sangue derramado, escorrendo pela escada, devagar, há muito tempo faço nada.

Bruno Radner Poeta

nl@neylopes.com.br

A cremação da reforma política

Novos Poetas E AÍ?

Ney Lopes

LA MUERTE DEL ESPIRITU

Silêncio, o sonho começou, é hora de acordar. Luzes, câmeras preparadas, mas não tem ação. Juntos, vamos procurar a dor, e curar com esse amor. Amor, é difícil existir, mas é fácil, fácil de destruir. Abraão da Silva Poeta

No início da semana, da foi feito de sério e proo Senado começou muito fundo.Os vícios persistem mal a "minirreforma.Pior e constituem a causa prinnão poderia ser a propos- cipal da invasiva corrupta aprovada. Coloca-se à ção brasileira.Tudo comebeira do inacreditável.Re- ça antes, durante e depois gula cavaletes em vias pú- do processo eleitoral. blicas, reduz número de Uma curiosidade que cabos eleitorais (?) e con- virou moda no Brasil é jusfirma a total "privatiza- tificar as ações de urgência ção" dos partidos brasilei- como atendimento da presros, ao garantir maior li- são da opinião pública. berdade na aplicação do Pergunta-se por qual razão Fundo Partidário,inclusi- o Congresso não age imeveno financiamento de diatamente e aprova uma campanhas.Inacreditavel- reforma política profunda mente, elimina barreiras e abrangente, já que a opina prestação de contas dos nião pública tem manifespartidos elimita ao exame tado esse desejo nas ruas? apenas formal os docu- Propostas, ideias e análimentos contábeis e fiscais ses sobram nos arquivos do apresentados. Permite a Parlamento. Fui relator de doação de empresas que duas comissões especiais de exploram concessões do reforma eleitoral, cujas setor público. Para "lega- conclusões concretas "molizar" o desvio de recur- fam" na Câmara. sos partidários, a proposO deputado Henrique ta assegura que o ilícito Fontana (PT-RS) fez um praticado pelo partido não belíssimo trabalho, como poderá ser punido com a passo inicial da reforma posuspensão do repasse do lítica. Propôs o financiaFundo Partidário,entre ju- mento público exclusivo nho e dezembro do ano das campanhas, a coincieleitoral. dência das Em outras eleições palavras: o para todos c r i m e os cargos,o compensa fim das coPassei 24 anos pela garanligações tia da imem eleicomo deputado punidade. ções proÉ um porcionais, federal e em todas direito púfederações blico subjepartidáas legislaturas a tivo,o cidarias, a criadão (ou ção de uma prioridade era militante lista flexísempre votar a partidário) vel de canter conhedidatos a reforma política, cimento ser apredo manusentada paeleitoral e seio dos rera os eleitocursos púres a aprepartidária blicos do sentação F u n d o de projetos Partidário. de lei de No estado democrático de iniciativa popular. direito (artigo 5°, inciso O que aconteceu? FonXXXV da CF) a lei não po- tana foi exposto à defenesde excluir da apreciação tração dentro próprio PT, do judiciário lesão ou com o apoio das demais siameaça a direito. É o prin- glas.A sua proposta ameacipio da inafastabilidade çava o império dos "prodo controle jurisdicional. prietários de partidos".PePara deixar "tudo co- lo andar da carruagem não mo está e ver como é que há perigo de ser aprovada fica", o relator no senado uma verdadeira reforma já avisou que tem pouco política no Brasil. Por justempo. Na hora final, tiça a presidente Dilma até bombasticamente, o Con- que tentou. Porém, foi logresso justificarána mídia go sabotada. A oposição que não há mais prazo e deveria ter se sentado à "alguns avanços foram mesa e discutida a sua próconseguidos". De sobra e pria proposta de reforma pousando de "bem inten- para mostrar ao país que cionado" prometerá que sabe o que quer. Preferiu outras mudanças ficarão repetir slogans vazios e para 2016 e 2018. sem lógica. Passei 24 anos como Dessa vez, infelizmendeputado federal e em to- te, a reforma política não das as legislaturas a prio- será apenas sepultada.Ela ridade era sempre votar a será cremada e as cinzas reforma política, eleitoral jogadas fora para não deie partidária. Até hoje, na- xar vestígios.


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Expressão FOTOS: REPRODUÇÃO

Invocação

Iuska Freire

do mal

iuskafreire@gmail.com twitter: @Iuska

mbora trate do trabalho dos demonologistas Ed e Lorraine Warren, Invocação do Mal (The Conjuring, 2013) não toca num ponto polêmico da carreira do casal, as acusações de adulterar casos paranormais como o famoso ocorrido em Amityville em 1975 para exagerá-los em adaptações ficcionais, em livros e no cinema. De qualquer forma, o tom "documental" que o di-

E

retor James Wan usa de início, como se estivéssemos diante de um programa investigativo de TV sobre os Warren, com uma introdução pedagógica antes da cartela de créditos, ajuda a dar a Invocação do Mal não só uma cara de terrorbaseado-em-fatos, mas principalmente um clima de desafetação. Ed e Lorraine, vividos por Patrick Wilson e Vera Farmiga, são chamados a

investigar uma potencial tentativa de possessão no novo e afastado sobrado de um casal com cinco filhas. Quando surge a família no casarão mal assombrado, nessa pegada desafetada, eles parecem "gente como a gente", e isso é crucial para colocar o espectador do filme. O segredo, antes de mais nada,está na escalação.Nomes como Farmiga e Wilson trazem consigo personas de credibilidade, pelos dramas que já estrelaram no cinema ou na TV, mas é Lili Taylor o trunfo de Wan. Ela tem a fragilidade das grandes

mães dos filmes de terror,como a Ellen Burstyn de O Exorcista ou a Mia Farrow de O Bebê de Rosemary não uma fragilidade de vítima, mas de quem, apesar dos seus esforços, não tem como lidar com um demônio sozinha. Nesses filmes citados, a possessão serve de metáfora para os desafios da maternidade, e em Invocação do Mal não é diferente.São cinco filhas, afinal, de idades e

Destaque

ecentemente eu revi filmes que tinha assistido há muito, muito tempo... Acho que a maturidade e o gosto apurado ao longo dos anos trazem uma perspectiva completamente nova. Meu destaque vai para um filme de 1971, "Ensina-me a Viver" (Harold e Maude).Esse filme está disponível no Netflix e é uma excelente opção para quem gosta de comédia romântica existencialista. Eu imagino a polêmica que esse filme causou na década de 1970 ao tratar de assuntos como suicídio e relacionamento entre pessoas com idades tão diferentes. Com ternura, afeto, delicadeza, humor fúnebre e frases inspiradas, a história de Harold (um senhor de 20 anos, sem gosto pela vida) e Maude (uma menina de 79 anos, que vive quebrando regras) é comovente e tão bonita. É o tipo de filme que desperta sentidos e traz reflexões sobre a vida. No Brasil o filme foi, inclusive, adaptado para o Teatro e teve Glória Menezes no papel de Maude.

R

Ótimo elenco e senso de espaço fazem a diferença em terror de casa mal assombrada MARCELO HESSEL Crítico de cinema Do omelete.com.br

Cinema

perfis e humores distintos, como o roteiro dos gêmeos Carey e Chad Hayes faz questão de diferenciar nas cenas da mudança.São também cinco vezes mais chances de tudo dar errado numa casa projetada para tal. Pode parecer óbvio, mas para ser efetivo um terror de casa mal assombrada depende de uma casa bem escolhida e, principalmente, bem filmada. O cenário em Harrisville, Rhode Island, parece bastante genérico do lado de fora - árvores ladeando a propriedade, um lago turvo à frente, como sempre - mas aos poucos o sobrado, feito de quartos com portas duplas e muitos vãos, mostra que tem "personalidade" própria. Pois não é pelo choque ou pelo grotesco que James Wan nos pega,e sim pela forma como se move na casa. Quando as assombrações se materializam, não há música-de-susto, nem chicote/corte rápido simulando um desviar do olhar - elas simplesmente estão lá, como se fossem parte da mobília. O que desconcerta o espectador é outra coisa: é ser apresentado a essa casa de forma hospitaleira, atenciosa, com planos em traveling, de cômodo em cômodo (a ampla profundidade de campo sempre deixa os objetos na casa em foco), para depois termos esse conforto roubado: a montagem do filme usa o número de portas em cada quarto para nos desnortear, e a multiplicidade de ângulos (câmera ora no teto,ora de ponta-cabeça) e de perspectivas (câmera sobre o ombro da

mãe, do pai, das filhas, é gente demais num lugar que já não parece grande o suficiente) termina de fazer o trabalho. O grande volume de informações no quadro quando tudo está em foco, tudo pode ser fonte de sustos - faz com que o espectador se comporte como nos terrores "de vigilância" à moda Atividade Paranormal, que dependem da atenção do espectador a todos os detalhes, para funcionar. A diferença aqui é que James Wan evita o formalismo desses terrores de hoje; Invocação do Mal pode soar cheio de tecnicidades mas, mesmo nos seus momentos de virtuose, o diretor ainda mantém um pé na desafetação. No fim o público tende a ficar apavorado - e não assustado - porque a casa em si se torna uma incerteza, e não só um lugar com focos de terror. Talvez por isso o clímax, em que tudo e todos se comunicam sem respeitar paredes ou andares, seja tão catártico, de fato situado no coração do mal.

VALE A PENA VER DE NOVO Ta m b é m assisti dois filmes marcantes pelo Netflix, dois clássicos da década de 1980: "Gatinhas e Gatões", dirigido por John Hughes; e "O primeiro ano do resto de nossas vidas", dirigido por Joel Schumacher. DIÁRIO DE UM BANANA A sessão infantil ao lado da minha sobrinha Manú teve os três filmes da série literária "Diário de um Banana" descontração garantida para toda a família. PRECISAMOS FALAR SOBRE O KEVIN Outro filme que assisti esses dias foi "Precisamos falar sobre o Kevin", que traz Tilda Swinton impecável no papel da mãe de um psicopata adolescente. O filme é forte, mas incrivelmente honesto.

Marcelo Hessel Crítico de cinema Do Omelete.com.br

A FAMÍLIA Luc Besson não se limita a homenagear os filmes de máfia hollywoodianos "Eu sempre quis ser mafioso, desde que me lembro", diz Ray Liotta na célebre frase que abre Os Bons Companheiros, um filme que não precisaria ser citado literalmente em A Família (The Family) para entendermos o tipo de cinefilia que sempre moveu Luc Besson e o move nesta comédia de máfia em particular. Robert De Niro vive Giovanni, um ex-mafioso de Nova York que entra para o serviço de proteção à testemunha do FBI quando depõe contra a "Famiglia". O filme começa quando ele se muda para uma cidadezinha na Normandia com mulher (Michelle Pfeiffer) e filhos (Dianna Agron, John D'Leo), protegido por um oficial da agência (Tommy Lee Jones). É impagável a hora em que o personagem de De Niro abre um sorriso ao descobrir que o cineclube da cidadezinha vai exibir Goodfellas, uma referência que qualquer fã de cinema identifica, mas a relação cinefílica que Besson quer estabelecer aqui é mais específica. Do choque cultural vêm as piadas do filme, mas, mais do que isso, colocar americanos num ambiente francês é o primeiro sinal de que Besson está interessado mesmo em falar dessa admiração que o cinema francês nutre pelo cinema de gênero hollywoodiano - no caso, o filme de gângster.

MULTICINE A programação do Multicine está recheada de coisa legal, estrearam: "Elysium", "Jobs", "As bem armadas" e "Renascimento do parto". Continuam em cartaz: "Aviões", "Cine Hol-

liúdy", "Invocação do mal" e "Dose dupla". ELYSIUM A ficção científica "Elysium" marca a estreia do ator Wagner Moura no cinema internacional, além dele,o filme conta com outra brasileira, a atriz Alice Braga.

CINEMA INFANTIL Natal recebe o Festival Internacional de Cinema Infantil (FICI). O evento conta com uma programação de filmes nacionais e internacionais nas salas do Cinemark do shopping Midway Mall até o dia 29 de setembro. As sessões acontecem das 10h30 às 18h30. Além dos filmes, o festival terá oficinas de cinema de animação e debates. É a 11ª edição do evento. O FICI acontece em todo o Brasil. No ano passado foram 11 cidades: Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo, Campinas, Santos, Brasília, Belo Horizonte, Aracaju, Recife e Salvador. Veja a programação completa no www.fici.com.br

POESIA, DIÁLOGOS E IMAGENS Muitas pessoas gostam de estar mortas, Mas elas não estão. Só estão correndo da vida. Vá até ela, corra o risco. Machuque-se, até. Mas jogue o melhor que puder. (Ensina-me a Viver, 1971)


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Sociais Now!

DANIEL ZUMBA

“ ”

Tenha fé que sua história vai mudar. Grite bem alto e depois é só acreditar

Diego Pinheiro diegobradok@hotmail.com twitter e instagram: @diegolpinheiro www.colunistadiegopinheiro.blogspot.com

HÁ DOIS LADOS...

É extremamente subjetivo dizer que tudo só depende de você para que sua vida seja melhor. Claro que com o pulso forte e com objetivo traçado tudo fica mais fácil, mas também dependemos dos outros para ser feliz. Até podemos viver em paz sozinhos, mas, quem quer ficar sozinho nesta vida? Por isso mesmo argumento que dependemos de um toma-lá-dá-cá. Ou seja, sejamos um reflexo de tudo aquilo que colhemos. Se nos dão carinho, temos a obrigação de dar de volta, senão a coisa não anda. Enfim, amar-se sempre em primeiro lugar, mas é necessário dar o que recebe, caso contrário a outra parte não ficará por muito tempo em nossa vida. É dando que se recebe, alguém já ouviu falar sobre isso? CEDIDA

E MAIS... *A jovem cantora Sthephane Loyde estará na próxima quarta-feira no programa de Lílian Martins, na TCM. Falará sobre o lançamento do seu CD. *Segue um abraço ao amigo-irmão Francisco José Júnior, que festeja idade nova amanhã. Querido por todos, tenho certeza que o dia será inteiro de festa. Já hoje ocorrerá uma Missa em Ação de Graças na Igreja São José. Amanhã, ele reúne amigos para uma doação de sangue no Hemocentro. *Marilene Paiva lançará mais uma edição de sua revista Presença no dia 11 de outubro durante sua festa, a "Gente Fina, Elegante e Sincera". *Recebi resposta finalmente: a torre de TV de Tibau já foi montada, faltam agora os transmissores. Ou seja, outra novela. Vamos aguardar! *Tiririca se apresenta no próximo dia 27, na Expocenter. Sou fã do humorista... *O Auto da Liberdade será dirigido por Dionísio do Apodi. 14 atores estão no elenco. *Mais no www.colunistadiegopinheiro.blogspot.com.

A miss Jacyara Coelho, sempre vaidosa em suas fotos no Facebook

FARRA DO AVIÕES Próximo domingo, 29, boa expectativa para o evento Farra do Aviões, que ocorrerá no Hotel VillaOeste e que promete mais de dez horas de festa com diversas atrações. Por lá passarão Aviões do Forró, Solteirões do Forró, Lagosta Bronzeada,André Luvi e Pegada de Luxo.Vendas em segundo lote continuam. Dia 30 é feriado!

ESPIRITISMO Silveira Júnior, aniversariante de amanhã, com sua Amélia

CEDIDA

NÍVER(ES)

PRÉVIA DA VAQUEJADA NO TENDA Na próxima quinta-feira, dia 26, haverá a prévia da vaquejada do Porcino Park Center no Tenda, com Forró da Curtição, Mesa de Bar e participação do cantor Wesley da banda Garota Safada. Venda no local.

O vereador Francisco José Júnior apresentou sugestão ao Governo do Estado com o objetivo de reduzir o número de pacientes no Hospital Regional Tarcísio Maia.A ideia do vereador é efetuar uma parceria entre o Hospital Tarcísio Maia e o Hospital da Polícia Militar, a fim de que os leitos do Hospital da Polícia possam receber os pacientes de média complexidade do Hospital Tarcísio Maia, liberando assim, mais leitos para os pacientes de alta complexidade para Mossoró e região. Boa!

Hoje parabenizo Gisele Medeiros, Wellington Morais, Tande Cardoso, Sânzia Alves, Alyne Fernandes, Ana Karina Batista, Regylane Rodrigues e Neide Pereira. Amanhã, 23, celebram idade nova Francisco José da Silveira Júnior, Amábilis Oliveira, Wando Souza, Antônio Rodrigues, Pádua Campos e Carlos Santana. Na terça-feira será a vez de Lílian Martins, Marcelino Soares, Ive Macedo, Fernanda Pascale, Mylane Alves, Leandro Tomé, Odilon Santos e Andreza Alves. Na quarta, vão os votos de parabéns para Geovani Brito, Bárbara Prado e Valéria Ticiane. Felicidades a todos.

CEDIDA

CEDIDA

SUGESTÃO IMPORTANTE

Arison e Josineide comemorando a vida da pequena Vitória CEDIDA

Zezinho com a aniversariante Amábilis Oliveira. Parabéns!!!

THE END “Quando o verão chegar/Eu quero ser mais forte do que sou..../Sem medo no olhar/Nenhum motivo p'ra chorar/Quando o verão chegar/O Sol mais forte aparecerá/E vai nos aquecer/Viver é preciso viver/Por isso vem,/Não pare de sonhar/Com Deus no coração/Sonhar é mais que realidade/Por isso vem/Contigo eu sou mais eu/Preciso de você/P'ra sempre e sempre ao meu lado/Quando o verão chegar/Eu quero transformar tudo em amor/Um mundo bem melhor/Pra minha filha poder brincar...”, Kim. Bye! (DP).

De 21 a 26 de outubro ocorrerá no Hotel VillaOeste a 25ª Semana Espírita de Mossoró, com o tema “Por um Mundo Melhor ofereça Paz”. Entrada gratuita.

Eva Ciarlini de Albuquerque festeja seus 15 anos. Felicidades!!

Aquele que tentou e não conseguiu, é superior àquele que não tentou.

CIDADANIA A GAZETA DO OESTE realiza anualmente uma campanha de doação de brinquedos para serem ofertados a alunos do ensino fundamental menor (6 a 12 anos de idade) de escolas que integram o Lar da Criança Pobre. Nossa meta é arrecadar mil brinquedos novos. Ajude!

Meu amigo Gustavo e sua Talliana, aniversariante de setembro


GEORGIANA GÓES

2

Lembrou dos tempos em que vivia a adolescente Bárbara na icônica série de tevê

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

DENTRO DO PADRÃO

PRESTES A ENTRAR NO AR EM "PECADO MORTAL", BIANCA BYINGTON CONTA QUE JÁ SE SENTIU LIMITADA NO PERFIL DE "PERUA RICA"

UMA TRAMA A SER LAPIDADA 8

JOIA RARA" ESTREIA AOS MOLDES DE "CORDEL ENCANTADO", PRIVILEGIANDO O ASPECTO VISUAL DA PRODUÇÃO


2 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Zapping

Editor do suplemento: Maxwell Ferreira - maxwell_ferreira@hotmail.com Fotos: Jorge Rodrigues Jorge, Luiza Dantas e Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias

SÉTIMA ARTE Apesar de focar sua carreira na televisão, Jeniffer Setti, a Inocência de "Dona Xepa", não esconde sua paixão pelo cinema.Durante os cinco anos que morou no Japão, a atriz se dedicou a escrever o longa "O Diário de Carla''.Ao voltar para o Brasil, Jeniffer tomou coragem para produzir seu próprio curta. "Eu escrevi, produzi e atuei. Foi uma vitória. O filme participou até de alguns festivais", vibra ela, que está abrindo um centro cultural no Recreio, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. "Meu intuito é promover peças e 'workshops' para todos", planeja.

NEPOTISMO Manoel Carlos está decidido a impulsionar a família Marquezine. Após revelar Bruna na televisão em "Mulheres Apaixonadas", o autor dará uma chance para a irmã da atriz, Luana Marquezine. A menina irá estrear na tevê na trama de "Em Família". Luana, que tem apenas 10 anos, será a personagem de Giovanna Antonelli na primeira fase da história. O folhetim tem previsão de estreia para janeiro de 2014. SONHO MEU A Globo planeja ter Alice Braga em suas novelas. A atriz é uma das poucas profissionais que conseguiu reconhecimento no cinema norte-americano. A sobrinha de Sônia Braga pretende passar uma temporada no Brasil se dedicando ao cinema e à tevê. DE OLHO Rodrigo Lombardi pode voltar às novelas em breve. O ator está cotado para fazer parte do elenco de "Meu Pedacinho de Chão", próximo folhetim das seis. Caso realmente integre o "casting" da trama de Benetido Ruy Barbosa, ele deve começar a gravar ainda este ano. O objetivo da Globo é estrear a novela com todos os capítulos gravados.

FUTEBOL COR DE ROSA O futebol feminino é um dos esportes pouco divulgados, tanto na tevê aberta quanto na fechada. No entanto, a Fox Esportes, que tenta furar a hegemonia do SporTV, realizou uma parceria com a Confederação Brasileira de Futebol para transmitir o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. ''Com este acordo, o FOX Sports reforça o seu compromisso de oferecer conteúdo diferenciado ao seu assinante, além do apoio ao esporte no Brasil'', afirma Eduardo Zebini, vice-presidente do FOX Sports Brasil. A competição acontece até 1° de dezembro e conta com 20 times de 13 estados. PRIMEIROS PASSOS A Globo já tem definidos alguns detalhes da adaptação de "Buu", novela baseada na sinopse original de Andrea Maltorolli, falecida em 2009 por conta de um câncer. O folhetim será escrito por Daniel Ortiz, pupilo e colaborador de Silvio de Abreu no "remake" de "Guerra dos Sexos". Com estreia definida para o segundo semestre de 2014, a produção terá direção de Jorge Fernando, que também esteve à frente dos trabalhos da última trama de Silvio de Abreu. PARENTE DISTANTE A entrada de Sophia Abrahão em "Amor à Vida" é aguardada com muitas expectativas. A ex-"Rebelde'' integrará o elenco da trama de Walcyr Carrasco como Natasha, uma irmã não reconhecida de Nicole, papel de Marina Ruy Barbosa. Lídia, interpretada por Ângela Rebello, conhece a menina desde criança e será responsável por buscá-la nos Estados Unidos para contestar o testamento. VOLTA POR CIMA As críticas negativas quanto à atuação de Igor Rickli, o vilão Alberto de "Flor do Caribe", não intimidaram a alta cúpula da Globo. Após o fim da trama de Walther Negrão, o ator teve seu contrato com a emissora renovado e faz parte do elenco fixo do canal. Igor chamou a atenção do diretor Jayme Monjardim após o filme "O Tempo e O Vento".

TÚNEL DO TEMPO Quando foi convidada pelo diretor Daniel Filho para participar do filme "Confissões de Adolescente'', Georgiana Góes não pôde conte o sentimento de nostalgia. A intérprete da fofoqueira Fifi de "Saramandaia" lembrou dos tempos em que vivia a adolescente Bárbara na icônica série de tevê. A atriz faz uma participação especial no longa, que tem previsão de estreia para janeiro de 2014, junto com as demais protagonistas, Maria Mariana, Daniela Valente e Deborah Secco."Eu adoro essa personagem. Ainda sou reconhecida nas ruas por causa dela. Foi uma série que marcou uma geração", explica ela, que reencontrou o elenco original da série durante as filmagens. "Foi muito bom. Foi como se nunca tivéssemos nos separados", completa. Apesar de quase 10 anos após o fim do seriado, Georgiana ainda considera os assuntos da produção completamente atuais. "A linguagem mudou muito, claro. Mas as questões adolescentes ainda são as mesmas", ressalta.


Sobre a mídia

Aline Linhares

alineolinhares@hotmail.com Twitter: @alinelinhares Site: www.alinelinhares.com.br

+ REGISTROS @ A Sim TV, afiliada da Rede TV no RN, agora tem novo nome Rede TV RN, sob a tutela de Rogério Pessoa na administração e Anderson de Almeida na área de programação e exibição. @ Continuamos na dúvida, sobre dois assuntos: a TV Ponta Negra será mesmo vendida? E, o Grupo TCM comprou mesmo o impresso Correio da Tarde? @ Agradeço, em nome da equipe do programa Pra Você, o carinho,as postagens,notas e abraços que estamos recebendo pelo programa matinal da TV Mossoró. Avante, pessoas!

NOVO FORMATO O apresentador Tuca Viegas vai mudar de emissora. Atualmente Tuca apresenta o programa Mercado Imobiliário na TV Mossoró e, a partir do dia 21 de outubro, estará na TCM, canal 10, da emissora a cabo. O apresentador vai ocupar o horário do Destaque Imobiliário, que antes era apresentado por Deyvison Nery. Mas, segundo algumas informações, Tuca e a direção da TCM ainda estão negociando o formato e o novo nome da atração ligada diretamente a ramo imobiliário.Desejamos sucesso! NOVO FORMATO II Previsto para estrear nesta segunda-feira, 23, o programa policial comandado por Neila Medeiros mudou de nome no SBT. Divulgado como o retorno do 'Aqui Agora', a exibição vai se chamar 'Boletim de Ocorrências'. As informações são do portal UOL. O canal falou sobre a estreia do jornalístico na semana passada. O comunicado feito em vídeo com mensagem escrita por Silvio Santos informou que a reexibição da novela infantil Carrossel decepcionou em termos de audiência. Assim, o espaço será ocupado pelo programa de Neila, que também dividirá a audiência com Datena e Marcelo Rezende, âncoras dos telejornais policiais da Band e Record, respectivamente.

TVGazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

"Só nos ama, só vai ficar até fim, aquele, que depois da nossa utilidade, descobrir o nosso significado." Pe. Fábio de Melo

REGISTROS

@ Parceria fechada em abraço entre a GAZETA DO OESTE e a Zumba Comunicação. O projeto Gazeta Cidadã, com o tema 'Mude o mundo de uma criança,transforme brinquedos em sorrisos' recebe mais apoio e reforçam o que a gente já sabe: a solidariedade humana transforma escuridão em luz. @ A mamãe Tarsilla Medeiros - Ideia Publicidade - já sabe que o bebê que espera é uma menina e ganhará o nome de Marina. @ E os rapazes Agnaldo Araújo - TV Mossoró e Fidel Nunes - Inter TV Cabugi estão com os corações felizes. Agnaldo de amor novo e Fidel aprendendo a tocar violão. Eita, nós! @ Aglair Abreu é o nome que gerenciará a Agecom/Uern de 2013 a 2017, na administração do professor Pedro Fernandes na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. @ O jornalista Luciano Oliveira - O Mossoroense - é pura atualização nos movimentos da cidade de Areia Branca e região salineira com seu blog www.costabrancanews.blogspot.com.br @ Clístenes Carlos e Márcio Costa - O Mossoroense e Adriana Ísis - 93 FM - estão se divertindo e conhecendo melhor o Rio de Janeiro. Férias, pra que te quero, hein?! @ Enquanto isso por aqui,Paulo Ricardo substitui Adriana Ísis no programa A Noite é Nossa, às 20h, na 93 FM. E a jornalista Adriana Morais responde pela editoria-chefe do centenário, substituindo Márcio Costa. @ Karenine Fernandes - GAZETA DO OESTE - com toda sua beleza estampa duas campanhas, uma de moda e outra de estética. Tem porte pra isso. Lindas fotos. @ E o publicitário Igor Xavier - OPA! Comunicação Integrada - é destaque no mundo da moda. @ A 41ª edição da Revista Presença, by Marilene Paiva TV Mossoró/De Fato - tem data certa de lançamento: 11 de outubro, dia da sua festa "Gente fina, elegante e sincera", no Requinte Buffet. Nessa edição a novidade é a Presença Kids com informações e dicas sobre o universo das crianças. @ Já a colunista Lizana Lima - O Mossoroense/Elevare Comunicação - agendou o dia 1º de novembro para a sua big party Celebre 2013'. @ Silas Torres é o novo nome da edição na TV Mossoró.


4 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Raio-x

Sem brincadeira Álamo Facó se distancia da imagem cômica ao interpretar o psicólogo Renan, em "Amor à Vida" NATALY LIMA TV PRESS

A

lguns atores ficam marcados pela comédia.É o caso de Álamo Facó,conhecido por seus papéis espirituosos em produções como "Lado a Lado" e "A Mulher Invisível", na Globo. Atualmente em "Amor à Vida" na pele do psicólogo Renan, Álamo tem a chance de mostrar uma

outra face de seu trabalho como ator."Sempre gostei de personagens não cômicos. Gosto muito de filmes e peças 'barra pesada', livros profundos", entrega. No teatro, o ator, que também é autor, consegue expressar de maneira mais evidente seu lado dramático. "Faço muitas peças com temáticas fortes", expõe. A paixão pela carreira de ator acompanha Álamo des-

de a infância. "No dia da minha primeira peça na escola, aos oito anos, acordei com febre. Fui fazer mesmo assim. Acho que já era um sinal de que ia levar adiante", lembra. Ao ingressar no Tablado,tradicional escola de teatro do Rio de Janeiro,deu início à sua formação.Ele assume existir um preconceito por parte de alguns atores relativo à migração dos palcos para a tevê."Estar na te-

levisão também é muito bom. Eu, particularmente, nunca tive problemas com as câmaras. Acho que isso também se deve ao fato de que sempre quis fazer cinema", reflete. No momento, o ator se dedica às gravações da novela e aos ensaios da peça sobre a vida dos artistas plásticos Lygia Clark e Hélio Oiticica.

Álamo Facó Nome: Álamo Facó Soares Drummond. Nascimento: Em 10 de abril de 1981, na cidade do Rio de Janeiro. O primeiro trabalho na tevê: "A Turma do Pererê", exibida pela TVE Brasil, em 1998. Interpretação memorável: "Al Pacino, no filme 'O Poderoso Chefão' (1972), na cena em que a filha do personagem dele morre". Atuação inesquecível: "No 'Talvez', monólogo de minha autoria que faço até hoje. Já apresentei no Chile, na Inglaterra e em Portugal. Ele foi um divisor de águas, artisticamente falando". Momento marcante na carreira: "As noites da peça 'Talvez', na Inglaterra e em Portugal". A que gosta de assistir na tevê: Canal Brasil. A que nunca assiste: Programas de fofoca. O que falta na tevê: "Séries regionais. As pessoas terem a possibilidade de ver algo produzido no Pará, por exemplo". O que sobra na tevê: "Apesar de estar mudando, acho que ainda existe muita preocupação com 'o belo'". Ator: Al Pacino. Atriz: Juliana Carneiro da Cunha Se não fosse ator, o que seria: "Artista plástico ou me dedicaria exclusivamente à carreira de autor". Vilão: Ricardo III, personagem de Al Pacino no filme homônimo. Melhor bordão da tevê: "E o salário, ó!", do Professor Raimundo, da "Escolinha do Professor Raimundo". Novela que gostaria que fosse reprisada: "O Dono do Mundo", de Gilberto Braga, exibida pela Globo em 1991. Com quem gostaria de fazer par romântico: Fernanda Torres. Cinema: "Febre do Rato", filme de Cláudio Assis, de 2011. Mania: "Checar se o gás está ligado. Sei que é meio mórbido, mas às vezes já estou deitado e vou até à cozinha só para conferir". Vexame: "Quando criança, caí do palco durante uma peça. No elenco estavam Fernando Caruso, Leandro Hassum e Júlia Carrera". Escritor: Nelson Rodrigues. Diretor: O norte-americano John Cassavetes. Humorista: Chico Anysio. Projeto: "Uma peça, de minha autoria, chamada 'Mamãe', inspirada em um momento que vivi. Mas não é autobiográfica".


TVGazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Bastidores

FÁBULA CERTEIRA HÁ 20 ANOS, "SONHO MEU" ESTREAVA COMO UMA NOVELA PARA ADULTOS E CRIANÇAS

ANNA BITTENCOURT TV PRESS

M

anter a audiência em alta depois de uma novela de sucesso é uma tarefa complexa. Em meados de 1993, quando o "remake" de "Mulheres de Areia" alcançava picos de 52 pontos no Ibope, a Globo resolveu apostar em "Sonho Meu".A produção reunia o clássico apelo infantil e o "casal sensação" do momento, formado por Leonardo Vieira e Patrícia França, que chamaram atenção durante a primeira fase de "Renascer",exibida meses antes.A soma desses ingredientes resultou quase perfeita. "Sonho Meu" não bisou o êxito da novela anterior. Mas também não fez feio e teve média geral de 44 pontos. "Ainda guardo os cartões de felicitação que recebi dos diretores da Globo. Assim como guardo boas recordações do elenco. Fábio Assunção fazendo seu primeiro vilão, Elias Gleizer e seu sucesso com as crianças...E o casal principal, formado por Patricia França e Leonardo Vieira", recorda Marcílio Moraes, que assinou a trama ao lado de Maria Adelaide Amaral e Margareth Boury,sob a supervisão de Lauro César Muniz. O folhetim foi ambientado na cidade de Curitiba. Segundo os autores, além da reconhecida qualidade de vida da capital do Paraná, a ideia era deixar um pouco de lado o eixo Rio-São Paulo.A trama girava em torno do drama de Cláudia,de Patrícia França.A protagonista ficava sem a filha Maria Carolina, interpretada

por Carolina Pavanelli, ao fugir do marido, o vilão Geraldo, de José de Abreu. Colocada em um orfanato, Maria Carolina fugia, se abrigava na casa do Tio Zé, de Elias Gleizer, e passava a ser chamada de Laleska. Claudia acabava se casando com Lucas, personagem de Leonardo Vieira,e passava a enfrentar todo o tipo de maldade feita por Jorge, vilão de Fábio Assunção. Para os atores, a repercussão da novela soou até um pouco espantosa. "Ali, tive a noção de como funciona uma novela. De como é trabalhoso e, ao mesmo tempo,prazeroso.Em Curitiba,eu e o Fábio (Assunção) não podíamos sair do hotel porque os fãs lotavam a entrada para nos esperar",relembra Leonardo Vieira. Patrícia França também afirma ter sido pega desprevenida com a urgência da trama."No início,

fiquei assustada com o ritmo. Demorei um tempo para me adaptar e relaxar", relembra. A trama de "Sonho Meu", no entanto, esbarrava na falta de química que envolvia o casal principal. O entrosamento de Patrícia França e Leonardo Vieira nos quatro capítulos de "Renascer" não resistiu aos 197 capítulos da novela das seis. Apesar disso, o carisma de Elias Gleizer, intérprete do Tio Zé, e a relação de seu personagem com Laleska foram intensos. "Eu era muito nova, não tinha dimensão do sucesso.Só hoje vejo que foi surreal, porque as pessoas ainda lembram o nome da personagem", valoriza Carolina Pavanelli, que estreou no folhetim com 6 anos. "Sonho Meu" também marcou a estreia de Reynaldo Boury à frente de um trabalho voltado para o público infantil. "Tirei boa parte do

que aprendi naquele trabalho ao ter de fazer novelas voltadas para o público mais novo, como estou fazendo agora", revela Boury, atual diretor de dramaturgia do SBT e responsável por "Chiquititas". Apesar da grande repercussão da novela, Elias Gleizer brinca, aos 79 anos, que não se lembra muito das gravações. "A memória afetiva que eu tenho é maior do que a cronológica. Tenho um carinho enorme por essa novela que me abriu as portas para trabalhar com o público infantil", diz, saudoso.


6 TVGazeta do Oeste

Estreia

T

ramas policiais envolvendo mocinhos e mafiosos são recorrentes no passado recente da Record. Basta lembrar de "A Lei e O Crime", de Marcílio Moraes, ou "Poder Paralelo", de Lauro César Muniz. E, de acordo com as principais histórias de "Pecado Mortal", parece que a emissora volta a investir com força total nesse "filão". Só que agora sob a assinatura não menos "luxuosa" de Carlos Lombardi, que encara seu primeiro trabalho na Record depois de 30 anos de serviços prestados à Globo - onde estava na "geladeira" desde 2007. "Queria muito voltar ao trabalho. Sugeri vários projetos e sinopses, mas nada era aprovado. Meu contrato iria acabar e surgiu a oportunidade de vir para a Record. Tive total liberdade de criação e bom entendimento com a direção da casa", garante Lombardi. A inspiração do autor nasce justamente dos problemas retratados nas novelas citadas: a contravenção do jogo do bicho e a guerra provocada pelo tráfico de drogas. No entanto, a abordagem é focada na origem do crime organizado. Para dissecar toda o tema, após um prólogo passado nos anos 1940, a novela é ambientada em meados da década de 1970. "A Record nunca tinha feito nada que se passasse nesses períodos. Por isso, o processo de pré-produção foi intenso e trabalhoso. Tivemos de escolher locações especiais e começar tudo do zero", detalha Alexandre Avancini, diretorgeral da trama. Velhos conhecidos da época em que ambos estavam na Globo - trabalharam juntos em sucessos como "Uga Uga" e "Kubanacan" -, Avancini e Lombardi tiveram à disposição um orçamento pouco visto na Record. Mesmo em tempos de crise e demissões em vários setores da emissora. O custo por capítulo de "Pecado Mortal" está em cerca de R$ 500 mil. "O investimento se justifica pela aposta da emissora nessa estreia do Lombardi na casa. A história tem ingredientes certeiros para conquistar a au-

Na linha

de tiro

Record investe alto no "frenesi" policia l de "Pecado Mortal" , estreia de Carlos Lombardi na emisso ra

diência que temos e conquistar outros públicos", exalta Anderson Souza, diretor de teledramaturgia. Boa parte do capital investido no folhetim foi consumido pelas equipes de cenografia e direção de arte. As cidades cenográficas que simulam o bairro de Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro, e o Morro do Pinguim, favela fictícia onde se passa grande parte da trama, estão entre os itens mais caros. "Os locais originais foram naturalmente modificados. Então, a saída é refazer tudo e focar nos detalhes para que as cenas fiquem verossímeis", justifica o diretor de cenografia, Daniel Clabunde. Além de carros da época, como Fusca, Kombi, entre outros, Carlos Rangel, diretor de arte, teve de "garimpar" ou fabricar móveis e objetos uti-

lizados na época. Enquanto a equipe de Carol Li, responsável pelos figurinos, teve de produzir mais de duas mil peças especialmente para a novela. "A moda revisita os anos 1970 sempre. O pedido da direção foi fazer uma mescla de peças antigas e contemporâneas. O visual é 'vintage', mas não precisa ser tão datado", entrega Carol. Todo requinte técnico está a serviço de Carlos Lombardi e suas idiossincrasias. Captada com as supercâmaras Arri Alexa, a nova novela capricha nas doses de romance, melodrama e ação. E também não deixa de fora os habituais "descamisados" já vistos em outras tramas do autor. No entanto, valendose do horário de exibição, às 22:30 h, Lombardi também promete despir boa parte de seu elenco feminino. "Agora que to-

do mundo me copia, vou in vestir sem receios na belez das mulheres da minha no vela", gaba-se. A preferên cia na hora de escalar os no mes para a trama foi utiliza o banco de atores da Record Entre veteranos e novos con tratados, o autor reencontra se com figuras que já traba lhou no passado. Casos d Betty Lago, Mário Gomes Bianca Byington, Iran Malf tano, Tatyane Goulart, Carl Cabral e Heitor Martinez, en tre outros. O ponto de partida de "Pe cado Mortal" é o triângulo amo roso formado por Michelle, Do nana e Estela, papéis de Henr que Guimarães, Maytê Pirag be e Marcela Barrozo na prime ra fase e vividos por Luiz Gu lherme, Jussara Freire e Bett Lago na segunda. Carregado d ambiguidade, Michelle foge d Europa em guerra e fixa-se n Brasil, onde, posteriormente assume todo o esquema do jo go do bicho da Zona Sul cario ca. Na luta pelo amor do crim noso, Donana sai na frente e s casa com ele. No entanto, Ste la, a amante, está grávida. A descobrir a vida dupla do ma rido, Donana ameaça a aman te de morte e a obriga a entre gar os dois filhos que teve com Michelle. "A Stella volta com sede de vingança e quer resga tar seus filhos", conta Betty La go. Já nos anos 1970, entram em cena "hippies", policiais corrup tos, contraventores, oficiais d justiça, carnavalescos e outro perfis coerentes com a época Entre os tipos, a promotora Pa trícia, de Simone Spoladore, o "riponga" Carlão, de Fernan do Pavão, vivem a história d amor central da trama. "Eles sã o contraponto um do outro. É um romance quente e ousado Bem no estilo 'Lombardi'", em polga-se Spoladore.


nza onoar d. naade s, ila n-

eooiiiiy de da o e, ooise lo anem m aam pde os a. ae nde o É o. m-

Mossoró, domingo, 26 de maio de 2013

TVGazeta do Oeste 7

QUEM É QUEM EM ‘PECADO MORTAL’ FAMÍLIA VÊNETO Michelle (Luiz Guilherme/Henrique Guimarães) - Bicheiro que comanda o Morro do Pinguim há mais de 30 anos. Italiano de nascimento, desceu do navio por engano no Rio de Janeiro a caminho de Santos, mas se adaptou à cidade. Apegado ao seu poder, é ambíguo, já que toma atitudes dignas de um vilão enquanto luta por sua família. Donana (Jussara Freire/Maytê Piragibe) - Cheia de energia, é a matriarca da família. Vive diferentes relações com seus quatro filhos, até parece gostar mais dos adotivos do que dos legítimos. Mas seu preferido é, nitidamente, Otávio (Felipe Cardoso), que deseja ver como herdeiro dos negócios de Michelle. Stella (Betty Lago/Marcela Barrozo) - Envolveu-se com Michelle na juventude, com quem teve dois filhos, Otávio e Marco Antonio. Temendo pela própria vida e pelo futuro dos meninos, entregou para Donana criar. De menina pobre e medrosa, tornou-se uma elegante mulher do mundo. Otávio (Felipe Cardoso) - Filho mais velho de Michelle. Sempre ouviu falar que foi adotado, mas sabia que havia algo errado na história. Otávio cresceu dividido entre o amor e a inveja que sente do irmão, Marco Antonio. Mulherengo, agride a mulher Catarina, com quem casou para selar um pacto com os Ashcar, inimigos dos Vêneto. Marco Antonio (ator não escalado) - O segundo filho de Michelle com Stella. Desde que descobriu o que o pai realmente fazia para ganhar a vida, se revoltou e saiu de casa. Odeia o sistema semiditatorial e a violência do jogo do bicho. Juliano (Henrique Guimarães) - Terceiro filho de Michelle e Donana, o primeiro legítimo. Juliano é um eterno menino do Rio, surfista desencanado e mulherengo, não serve para ser chefe da contravenção. Livia (Tatyane Goulart) - Filha caçula de Michelle e Donana. Adorada pelos irmãos e considerada a "princesinha" do pai, tem sérios problemas de relacionamento com a mãe. Catarina (Daniela Galli) - Esposa de Otávio. Parece fadada a ser sozinha. Não se dá bem com seus irmãos e nem se sente à vontade no meio da família Vêneto. Getúlio (Mário Gomes/Gustavo Leão) - Irmão de Donana. Morre de medo dela. É do tipo que nunca deu certo em nada e virou um "office boy" de luxo para a irmã e para o cunhado. Alcoólatra, ele sonha um dia se livrar dos dois. Norma (Sônia Lima) - Idolatra a irmã, Stella, mas também tem um pouco de medo dela, por considerá-la muito exigente. Enfermeira, gosta de uma boa fofoca, mas tem bom coração. Silvia (Lua Blanco) - Filha de Norma. Ambiciosa, quer uma vida que vá mais longe que a da mãe, de quem gosta muito, mas não tem como modelo. Marcinha (Mel Lisboa) - Ao engravidar de um namorado, é humilhada e expulsa de casa pela mãe. Com isso, morre Marcinha e nasce Eva, uma mulher fatal treinada por Stella para ser o equilíbrio de forças entre os poderosos. FAMÍLIA VERGUEIRO José (Eduardo Lago) - Advogado da família Vêneto. Está sempre precisando de dinheiro graças a seu vício em corrida de cavalos e os gastos da exmulher Ilana (Bianca Byington). Ilana (Bianca Byington) - Pintora e psicóloga frustrada, é mãe de Leila, Maria Clara (Juliana Didone) e Romeu (Bernardo Velasco). Tem atritos constantes com seu ex-marido. Leila (Juliana Didone) - Um furacão de mulher. Sedutora e debochada, não gosta de figuras de autoridade. Admira sua irmã gêmea, Maria Clara, mas tem pouca paciência com ela. Maria Clara (Juliana Didone) - Irmã gêmea de Leila. Apesar de certa amargura, é a romântica da família. Não é tão ousada quanto a irmã e a relação das duas vai se complicar quando disputarem o mesmo homem. Romeu (Bernardo Velasco) - Filho de Ilana, garotão carioca. Não é filho de Vergueiro, apesar de ser tratado como tal. Aprendeu a se virar sozinho já que não tem o mesmo pai que as irmãs. FAMÍLIA ASHCAR Omar (Ricardo Petraglia) - Poderoso bicheiro libanês de Niterói. Casou com a passista Lili, décadas mais jovem que ele, o que altera o equilíbrio da família. Lili (Laíze Câmara) - Passista da escola de samba, mulher de Omar. Obviamente, casou-se com ele para dar o golpe do baú. Se faz de tonta, mas é ambiciosa. Danilo (Gustavo Machado) - Sobrinho de Omar, assumiu o posto de se-

gundo em comando sob circunstâncias questionáveis. Seu maior interesse é derrubar os Vêneto e dominar o Morro do Pinguim, ampliando seus negócios pela Zona Sul do Rio. Mas enfrenta a perigosa concorrência de Lili, esposa de Omar. Dorotéia (Paloma Duarte) - O verdadeiro cérebro da família Ashcar. Impiedosa e sanguinária, exerce seu poder sobre o irmão, Danilo. Fogosa e voluntariosa, gosta de seduzir empregados, mas logo se cansa dos amantes. Veludo (Guilherme Winter) - Psicopata que tem prazer em matar e torturar. É o executor do trabalho sujo de Danilo, o bichinho de estimação de Dorotéia. Ramiro (Marcos Pitombo) - Quer se dar bem com o mínimo de esforço. Ambicioso, aproxima-se da família Ashcar para alcançar o que deseja. FAMÍLIA SALGADO Patrícia (Simone Spoladore) - Esposa de Carlão (Fernando Pavão). Jovem e determinada promotora. É pragmática e batalhadora demais para viver no mundo dos sonhos. Ao contrário do marido "hippie", preza uma vida mais sofisticada. Apaixonada pelo trabalho, sua atuação na promotoria lhe garante inimigos perigosos. Carlão (Fernando Pavão) - Conhecido pelos vizinhos como um cara divertido e boa praça. É o "faz tudo" na escolinha infantil que montou e cuida sozinho. Seu mundo desmorona depois de uma acusação grave. Rodolfo (Luiz Felipe Mello) - O filho menor de Carlão e Patrícia. Mal entende a reviravolta na vida dos pais. Rafaela (Pietra Goa) - Filha de Carlão e Patrícia. Inteligente e precoce, é quem mais vai dar força para o pai superar os problemas. Rosa (Luciana Braga) - Velha amiga e sócia de Carlão na escolinha infantil. Muito ligada ao casal, ajuda quando eles enfrentam dificuldades Laerte (Ricardo Duque) - Ex-namorado e atual chefe de Patrícia na promotoria. Não se conforma por ela ter se casado com um cara que considera um troglodita. Helena (Mariah Rocha) - Assistente de Patrícia na promotoria, o trabalho é a grande prioridade em sua vida. Mesmo assim, acaba vivendo um grande amor com Ramiro. NÚCLEO DE PICASSO Vinícius/Picasso (Vitor Hugo) - Picasso é o apelido que ele mesmo inventou. Delegado corrupto, seus métodos são pouco escrupulosos. Adora riscos, disfarces e aparecer nos jornais. Reginaldo/Monet (Renato Livera) - Prático e objetivo, é a melhor mira da polícia do Rio. Frio, provavelmente é o mais discreto e elegante integrante da equipe de Picasso. Tadeu/Van Gogh (Heitor Martinez) - Ao contrário de Monet, às vezes, é capaz de sentir algum remorso pelas negociatas das quais participa. Por isso, entra em rota de colisão com seu chefe. José Maria/Caravaggio (Miguel Nader) - Quarto membro da equipe de Picasso. Recebe propina dos Vêneto e, no fundo, só quer salvar a própria pele. Xuxú (Nanda Ziegler) - Bela mulher que acaba se perdendo nas drogas e na prostituição. É abusada por Picasso, com quem mantém relação doentia. Urana (Roberta Santiago) - Entra na equipe de Picasso depois de uma reestruturação. Não gosta do novo chefe, mas faz um trabalho importante infiltrada no submundo do tráfico e da prostituição. Marcelo/Starsky (Carlos Bonow) - Policial honesto, uma pedra no sapato de Picasso. Foi amigo e parceiro de Caravaggio no passado, mas algo grave os afastou. Teresa (Tarciana Saad) - Morre de ciúme do marido, Starsky. Por trás de sua aparência masculinizada esconde-se uma mulher bonita. NÚCLEO DE DAS DORES Doutora Das Dores (Denise Del Vecchio) - Chefe da corregedoria da polícia, dura e inflexível. É tia de Paulo (Cláudio Heinrich) e Pedro (Iran Malfitano), dois malandros que vieram de Minas Gerais dispostos a se dar bem no Rio de Janeiro. Paulo (Cláudio Heinrich) - Com jeito de "príncipe", veste-se bem e nunca perde a chance de ser muito educado com as mulheres. Tem talento para o mundo do crime. Pedro (Iran Malfitano) - Cúmplice de Paulo. Extrovertido, gosta de chamar atenção e se vestir como personagens de filmes americanos. Fernanda (Andréa Avancini) - Assistente da corregedora Das Dores. Amarga, vive em conflito com sua família.


8 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Crônica

Uma trama a ser lapidada JOIA RARA" ESTREIA AOS MOLDES DE "CORDEL ENCANTADO", PRIVILEGIANDO O ASPECTO VISUAL DA PRODUÇÃO AMANDA ROLIM TV PRESS

A

beleza estética de "Joia Rara" evidencia a busca de suas autoras,as inseparáveis Duca Rachid e Thelma Guedes, e da diretora Amora Mautner por uma marca registrada.Prova disso é que a nova novela das seis da Globo remete bastante ao primeiro trabalho delas em parceira, "Cordel Encantado". Não é à toa que os dois folhetins dão ênfase ao aspecto visual de suas produções, ilustrados através de uma história central fantasiosa, uma fotografia impecável e inúmeras sequências cinematográficas.E,pelo menos em sua primeira semana de exibição, a nova trama parece ser mais uma aposta certeira do trio. Já em suas primeiras cenas, o folhetim surpreendeu com as sequências externas. Começando pela imensidão branca da neve da Cordilheira do Himalaia e chegando até a vasta palheta de tons de vermelho encontrada no fictício mosteiro de Padma Ling. Entretanto, o revezamento entre cores quentes e frias não se faz tão visível quanto o filtro amarelado, que predomina a fotografia da novela. Usado propositalmente para imprimir um ar de antiguidade na produção, o acabamento se mostra adequado à trama, que se passa em entre os anos de 1934 e 1945. A escolha do elenco não trouxe nenhuma novidade, já que muitos atores fazem parte da "panelinha" conhecida de Amora Mautner, como

Bianca Bin, Bruno Gagliasso, Carmo Dalla Vecchia, Nathalia Dill e Marcos Caruso. Enquanto Bianca foi escalada novamente para o posto de heroína, dessa vez encarnando a inocente Amélia, Bruno estreia no papel de mocinho, dando vida ao ingênuo Franz. Com atuações críveis e uma forte química diante das câmaras, os protagonistas se mostram escolhas acertadas para

dar vida ao par romântico central do folhetim. A abertura, inclusive, também marca mais uma similaridade entre os dois folhetins do trio Duca Rachid, Thelma Guedes e Amora Mautner. Tanto em 2011 quanto agora, os temas foram cantados por Gilberto Gil.Entretanto,o que mais os aproxima é a arte,com traços muito parecidos. Quase uma negligência, vindo de

uma equipe que estima tanto a criatividade em seus trabalhos.Mas a proximidade entre as duas produções não é de todo má. Apesar da estreia morna,com uma média de 21 pontos, "Joia Rara" parece ter fôlego para conquistar o público.


TVGazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Close

SEM MEDO DE MUDANÇAS QUATRO ANOS APÓS SAIR DO INTERIOR, BIA ARANTES ENCARA SUA TERCEIRA NOVELA E SE PREPARA PARA O TEATRO ANNA BITTENCOURT TV PRESS

A

s mudanças sempre fizeram parte da vida de Bia Arantes. Antes mesmo de poder realizar suas próprias escolhas, a intérprete de Cleo, em "Sangue Bom", saiu de Piumhi, cidade onde nasceu,e se mudou para Claudio,outra cidade de Minas Gerais. A vida no interior, no entanto,nunca foi um empecilho para a atriz se descobrir no meio da arte. Bailarina desde pequena, Bia teve de parar de dançar aos 13 anos por causa de um problema no joelho."Fiquei muito triste. Mas, para continuar perto desse universo,entrei para uma companhia de teatro para ajudar a coreografar peças infantis", relembra. Aos poucos, o amor pelo balé foi dando lugar à paixão pelo teatro e atuação. Seu esforço e determinação de bailarina resultaram,três anos mais tarde, em uma oportunidade para atuar em "Cama de Gato", novela que marcou sua estreia na tevê. Para interpretar a vilã Maria Eduarda,em "Cama de Gato", Bia teve de se mudar mais uma vez. Agora, para o Rio de Janeiro. "Já passei da fase de achar incrível. Agora acho meio solitário.Sinto muita falta de Minas", afirma, espantando o saudosismo com um sorriso. Com o fim da trama de Thelma Guedes e Duca Rachid, a atriz emplacou como a protagonista da temporada 2011/2012 de "Malhação". "Interpretar a Alexia foi mui-

to importante e construtivo. Ela começou meio obscura, cheia de mistérios. E depois se tornou a mocinha, a boazinha.Foi como interpretar dois personagens", comemora. A responsabilidade de encarar, em seu segundo papel na tevê,uma protagonista,deu a ela a certeza de que queria continuar como atriz."É muito desgastante. Cheguei a gravar 32 cenas em um dia só. Mas é tão bom que já até esqueci o cansaço", brinca. Logo após o fim de "Malhação", a atriz participou da seleção para participar de "Sangue Bom". "O processo de fazer teste é muito desgastante. O bom é que tem dado tudo certo",afirma.Para viver Cleo, estagiária da agência Class Mídia,comandada por Natan,de

Bruno Garcia, Bia teve de mudar o visual. Após cortar os cabelos bem curtos e pintá-los de preto azulado para "Malhação", adotou um tom vermelho para a trama de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari."Depois da primeira mudança, que foi um baque, podem fazer o que quiser que eu topo", conta, bem-humorada. Na reta final de "Sangue Bom" - que deve terminar em meados de novembro -, a atriz já faz planos. Ela vai voltar aos palcos no musical "Band Aid",que estreia no início de 2014. "A Guta, minha personagem, é superfeminista. E a peça fala do universo dos jovens após o período da ditadura", adianta. Participar de um musical é uma vontade antiga de Bia, que faz aulas de

preparação vocal há dois anos. "Estou correndo muito para ter fôlego para atuar e cantar ao mesmo tempo", divide. Além do musical, a atriz tem outros planos para 2014.Após cursar Ciências Políticas por um ano e meio na Unirio - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro -, ela pensa em retomar um outro desejo. "Quero voltar a estudar.Só não decidi ainda se assumo a profissão e faço Artes Cênicas ou se realizo meu sonho de infância de ser psicóloga", pondera.


10 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Resumo

SANGUE BOM

MALHAÇÃO

JOIA RARA

GLOBO - 17H:50

GLOBO - 18H:15

GLOBO - 19H:10

Segunda (23/09) - Anita ameaça Sofia, que não leva a sério as provocações da irmã.Maura estranha o comportamento de Sidney, que lê um livro. Anita recolhe os pertences de Sofia para doação. Ronaldo promete investir na gravação do CD de Giovana e Omar se preocupa com as contas do amigo. Sofia descobre a vingança de Anita. Ben pensa em Anita e conversa com Frédéric sobre o amor. Sofia tranca Anita no banheiro. O boneco Martinico estraga e Flaviana se desespera. Ben se aproxima de Anita, mas ela escapa do rapaz. Sofia desliga todas as chamadas de Meg e desconecta o computador. Ben pergunta a Sofia se foi Hernandez quem ligou.

Segunda (23/09) - Amélia decide se afastar de Franz e aceita a sugestão de Mundo de ir com ele para o interior. Ernest repreende Viktor e Hilda quando eles dizem que gostam de arte. Ernest diz a Manfred que tem esperança de que Franz se interesse por Silvia em Paris. Toni diz a Gaia que não simpatizou com Bento. Amélia pede a Miquelina, Arlindinho e Belmira que não contem a ninguém onde irá morar. Mundo chama Ernest de covarde. Iolanda resolve ir com Mundo para o interior. Lola descobre que Amélia foi para uma fazenda em Campos e avisa Manfred. Franz não cede às tentativas de sedução de Silvia.Franz aparece na casa de Amélia no momento em que ela dá à luz Pérola.

Segunda (23/09) - Fabinho dispensa Perácio e Rosemere pede para conversar com ele. Malu e Amora discutem. Amora intimida Simone na Para Sempre. Maurício discute com Érico e se afasta da Crash Mídia. Cardoso fica feliz por Lara organizar sua despedida de solteiro. Vitinho fica arrasado ao ver que seu seriado perdeu audiência.Lucindo se recusa a falar com Damáris. Nelson percebe o desconforto de Rosemere e decide levála para casa. Giane fica sensibilizada com Fabinho. Érico pede para Renata ir com ele ao casamento de Cardoso e Lara.

Terça (24/09) - Sofia diz a Ben que as chamadas do computador eram para ela. Caetano diz que vai a uma reunião de negócios à noite e Bernardete desconfia. Maura lê os livros de Sidney e Zelândia fica intrigada. Micaela não aceita as desculpas de Sidney e Junior pelas agressões contra ela.Zelândia se interessa quando Sidney diz que é herdeiro de seu pai. Ben se insinua para Anita. Vera aceita uma encomenda de David. Flaviana impede Micaela de falar com Paulino. Vera anuncia que Anita e Sofia passarão um dia trancadas no quarto e só sairão quando se entenderem. Quarta (25/09) - Bernardete afirma a Soraia que vai descobrir qual é o mistério de Caetano.Vera se prepara para tirar as medidas de David para fazer o bolo, mas Ronaldo chega. Maura incentiva as mães de alunos a reclamar sobre os livros de Literatura e Raíssa defende a posição do colégio.Anita e Sofia saem do castigo.Sidney tenta conquistar Sofia com poesias. Maura faz um protesto em frente à escola pedindo a demissão de Diva. Ben ajuda Anita com seu material de trabalho. Martin canta para Anita na festa de Flaviana e Ben se irrita. Ronaldo vê quando David tira a camisa para Vera fazer o molde de seu peitoral para o bolo. Ben canta uma música para Anita. Quinta (26/09) - Ronaldo acredita que Vera o está traindo com David. Sidney desabafa com Zelândia, que se insinua para o rapaz. Sidney e Zelândia se beijam. Martin fica encantado com Micaela. Vera termina de tirar as medidas de David e deixa o molde de gesso guardado. Ben faz uma surpresa para Anita. Flaviana comemora o sucesso da aproximação entre Micaela e Martin. Flaviana e Serguei ficam juntos. Ben declara sua paixão por Anita, mas a menina hesita em se entregar. Raíssa comunica a Diva que Maura conseguiu convencer a direção da escola a demiti-la. Ronaldo confronta David. Bernardete encontra uma máscara negra nos pertences de Caetano. Ben pede Anita em namoro. Sexta (27/09) - Anita aceita namorar Ben. Vera e David esclarecem a situação para Ronaldo. Clara observa Vitor,encantada pelo menino.Giovana e os alunos têm uma ideia para trazer Diva de volta à escola e Raíssa os encoraja. Ronaldo e Vera permitem que os alunos filmem uma aula de Diva no casarão para mostrar à direção da escola. Martin procura Micaela e Paulino se decepciona com o interesse da amiga pelo rapaz. João Luiz se encanta com Diva e a convida para sair. Anita reforma o salão de Serguei com a ajuda de Ben.Abelardo leva Anita ao endereço misterioso de Caetano.

Terça (24/09) - Franz tenta convencer Amélia de que a ama. Sonan diz a Jampa que eles precisam encontrar a reencarnação de Ananda. Franz descobre que Ernest armou para separá-lo de Amélia e rompe com o pai, para alegria de Manfred. Valter aconselha Ernest a trazer Franz e Amélia para morar em sua casa. Sílvia provoca Manfred e insinua que ele gostaria que Ernest o reconhecesse como filho.Matoso assedia Iolanda e Mundo a defende. Mundo e Apolônio são expulsos da fazenda e Franz os convence a voltarem todos para o Rio de Janeiro. Amélia elogia Gaia, que está grávida. Quarta (25/09) - Ernest não atrapalha o casamento de Franz e Amélia. Sílvia recebe um telegrama avisando da morte do pai. Ernest diz a Franz que está arrependido e o convida para morar em sua casa com a família, mas o rapaz não aceita. Fabrício chega à festa e avisa aos amigos que estão preparando o levante contra o governo. Amélia promete a Franz que nunca participará do partido. Todos os empresários da região negam emprego a Franz, a pedido de Ernest. Sonan diz a Tenpa que teve a visão do lugar onde Ananda renasceu.Manfred sugere que Franz trabalhe na fundição no turno da noite. Um funcionário da fábrica identifica Franz como filho do patrão. Quinta (26/09) - Franz é rejeitado pelos operários, que acham que ele está trabalhando na fundição como espião. Tenpa e Sonan lembram que Ananda deu seu japamala para Franz. Manfred vê Sílvia botar veneno na taça de Ernest e derruba a taça propositalmente. Venceslau diz a Ernest que os operários da fábrica se rebelaram. Ernest pune os operários com aumento da carga de trabalho e diminuição do salário e eles ameaçam entrar em greve.Mundo e Ernest trocam ofensas.Manfred e Sílvia aproveitam a confusão da fundição e mandam Benito atirar em Ernest. Venceslau acusa Mundo de ter tentado matar Ernest. Sexta (27/09) - Incentivado por Benito,Mundo foge com os demais operários. Ernest reclama com Manfred sobre o fracasso da encenação. Apolônio é levado pela polícia. Ernest diz a Franz que Mundo atirou nele. Lola conta a Manfred onde Mundo está escondido. As mulheres do cortiço culpam Venceslau pela falsa acusação. Mundo, Tino e Gaia se vestem de palhaços no cabaré para se esconder dos policiais. Amélia sai em busca de um médico para Gaia, que está em trabalho de parto, e é seguida por Benito. O filho de Gaia e Toni nasce. Os policias dão voz de prisão a Mundo, Amélia e seus amigos. Sábado (28/09) - Mundo, Amélia, Gaia e Toni são presos. Franz diz a Amélia que fará tudo para libertá-la. Amélia aconselha Gaia a entregar Giuseppe para Iolanda, mas ela insiste em ficar com o filho. Franz pede ajuda a Manfred para pagar um advogado e tirar Amélia da prisão. Ernest pede a Valter que o ajude a forjar documentos que provem que Amélia é comunista. Arlindo quer descobrir quem delatou Mundo e seus amigos para a polícia.Doutor Silveira mostra a Franz um documento que mostra a filiação de Amélia ao partido comunista.

Terça (24/09) - Amora fica transtornada com a revelação que Wilson faz a Bento sobre seu comportamento com Simone.Renata reclama do comportamento de Érico. Verônica cuida de Natan. Cardoso sofre um infarto antes de assinar a certidão de casamento e Lara se desespera. Glória encontra Bento em seu jardim. Amora tem uma ideia para tentar resgatar seu casamento. Caio se arrepende de não ter conseguido falar com o pai e Camila tenta consolá-lo. Amora obriga Simone a ajudá-la. Verônica decide vender a Para Sempre. Quarta (25/09) - Amora pede para Bento deixar Simone e seus filhos morarem com eles. Verônica agradece Charlene e Vanessa pela cumplicidade.Fabinho aconselha Giane a investir em um curso de fotografia. Wilson sugere que Charlene seja sócia de Karmita na Para Sempre. Damáris pede para Lucindo voltar a trabalhar para ela. Margot estranha a reação de Fabinho depois que Giane sai para encontrar Caio. Bento comenta com Plínio que sua esposa está se consultando com uma terapeuta.Amora tem uma ideia para se vingar de Wilson e tenta convencer Socorro a ajudá-la. Rosemere flagra Brenda arrombando a gaveta de Glória e a vilã pensa em empurrar a rival da escada. Quinta (26/09) - Bento descobre que a terapeuta de Amora não existe.Socorro decide ajudar Amora a se vingar de Wilson. Rosemere desvia de Brenda, que acaba caindo da escada.Charlene comemora sua parceria com Karmita. Renata discute com Érico. Fabinho dá um fora em Júlia e Tina. Bento questiona Amora sobre sua terapeuta. Tito leva Lara e o filho para casa. Giane e Camila aconselham Caio a brigar pela herança de Cardoso. Amora leva seus sapatos para a Toca do Saci e pede para Malu ficar com seus sobrinhos. Natan repreende Verônica por vender a Para Sempre. Malu fala para Maurício que não quer assumir um compromisso. Socorro se aproxima de Renata. Érico flerta com Malu. Sexta (27/09) - Maurício briga com Érico por causa de Malu. Socorro consegue pegar as chaves do Kim Park na bolsa de Renata. Simone pede para Bento não desistir de Amora.Madá obriga Tina a aceitar morar com Simone e seus filhos. Socorro mostra a Amora as chaves que conseguiu pegar de Renata. Júlia conta sobre a nova campanha da Crash Mídia para Edu. Natan fala para Bárbara que não pode mais ter filhos.Renata se enfurece com Érico ao saber que ele beijou Malu. Socorro devolve as chaves de Renata sem que ela perceba. Verônica descobre que Érico beijou Malu. Sábado (28/09) - Malu discute com Maurício e Bento; Giane a apoia. Amora pensa em aceitar a proposta de Caio. Érico se declara para Renata. Santa se surpreende com o comportamento de Fabinho.Natan apresenta para o cliente a campanha que roubou de Érico. Socorro ouve uma conversa entre Renata e Wilson e conta para Amora.Verônica se despede de seus funcionários da Para Sempre. Júlia insinua que a culpa pelo roubo da campanha foi de Fabinho. Fabinho é demitido. Bárbara chora com a ausência dos filhos. Rosemere leva Nelson para falar com Perácio. Érico procura Maurício, mas encontra Verônica.


TVGazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Resumo DONA XEPA

AMOR A VIDA

CHIQUITITAS

RECORD - 22H

GLOBO - 21 H

Segunda (23/09) - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou o capítulo.

Segunda (23/09) - Pilar percebe a tentativa de César em enganá-la para ficar com o hospital e se irrita. Félix fica eufórico com a promessa da mãe de entregar para ele a presidência do San Magno. César afirma a Aline que não deixará Pilar lhe tirar o hospital. Michel avisa a Silvia que vai sair de casa para ficar com Patrícia. Guto é carinhoso com Patrícia. Carlito se desentende com Valdirene. Amarilys reclama com Eron das compras que Niko fez para o bebê. Aline usa o filho para pedir a César uma procuração em seu nome. Márcia e Valdirene se preparam para o julgamento de Atílio. Durante seu depoimento, Márcia declara seu amor por Atílio.

Segunda (23/09) - Cris encontra o pingente de Mili na cama de Pata, Bia acusa a menina de ladra e Tati pergunta como a joia foi parar lá. Irritada com a situação, Pata sai do quarto e vai ao quarto dos meninos para contar para Mosca, Rafa e Binho que as pequeninas estão achando que ela roubou o pingente de Mili. Mili bate na porta do quarto dos meninos e pede para falar com Pata. Mili fala que acredita na amiga e sabe que ela não roubou o pingente. Junior conta para Carol que seu pai, José Ricardo, o proibiu de levar Mili para ver Gabi na mansão. Eduarda se empolga ao pensar que a filha, Maria Cecília, está se envolvendo com um rapaz que esta na mídia.

Terça (24/09) - Atílio assume a culpa pela aquisição dos documentos falsos e Márcia se emociona.Aline manipula César e o faz acreditar que ela se preocupa com o futuro de seu filho. Atílio é condenado e Márcia pede para conversar com ele. Patrícia termina seu relacionamento com Michel. Pilar afirma a Silvia que não fará nenhum acordo com o ex-marido. Atílio é preso. Vega oferece seu apartamento para César morar com Aline. Silvia decide contar a verdade sobre a sua cirurgia para Michel. Guto consola Patrícia. Márcia e Atílio pensam um no outro.Carlito pede para Valdirene reatar com ele.

Terça (24/09) - Eduarda vai visitar a filha no trabalho. A "socialite" vê José Ricardo acompanhado de Cintia e não gosta. Maria Cecília elogia Cintia e diz que lhe acha bonita. Eduarda pede para a filha descobrir tudo sobre a moça.Na diretoria,Junior fala a Carmen sobre o profissional que Chico é e que ele precisa ser respeitado. No orfanato, as chiquititas se preparam para dormir quando se assustam com um barulho vindo de fora do quarto. Devagar, os órfãos descem as escadas do orfanato e procuram o lugar de onde vem o barulho. No pátio,as crianças acham uma caixa.Corajoso,Mosca vai ver o que tem dentro do objeto e se depara com um lindo filhote de cachorro.As crianças temem que Carmen e Ernestina descubram a cachorra.

Terça (24/09) - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou o capítulo. Resumo: Pecado Mortal - De 25/09 a 27/09 Record - A partir de 22 h Quarta (25/09) - Donana e Getúlio se encontram secretamente. Cebolão diz a Junior que Hércules o entregou antes de morrer.Após matar Junior,Cebolão passa mal e Donana impede que Michele o salve.O bicheiro morre e Michele fica surpreso com a atitude de Donana. Donana e Michele conversam sobre as crianças. Leila e José vão até o morro. Leila fica impressionada ao ver a fazendinha. Donana e Michele se preparam para o aniversário de casamento.Otávio troca tiros com Veludo. Veludo chega no presídio. Joel fica desesperado ao ver Veludo. Veludo foge da prisão e faz Patricia de refém. Veludo e Patrícia sofrem um acidente de carro e ficam inconscientes. Stella faz visita surpresa para Donana e a deixa surpresa. Quinta (26/09) - Stella conta que Getúlio não teve coragem de matá-la e diz que não quer dinheiro e sim seus filhos. Patrícia consegue fugir do carro e não ajuda Veludo. Veludo se fere novamente com a explosão do carro. A esposa de Michele fica abalada com as ameaças de Stella. Veludo faz Monet de refém e foge pela mata. Veludo consegue fugir da polícia e pega um ônibus para o Rio. Danilo e Picasso se encontram por acaso em um restaurante.Stella vê Getúlio a procurando. Stella se encontra com um detetive no hotel em que está hospedada. Veludo liga para Picasso e pede ajuda. Veludo faz Laura de refém. Sexta (27/09) - Stella encontra Ramiro e acredita que ele seja Marco. Veludo continua fazendo Laura de refém. Patrícia reclama de Picasso para Laerte. Carlão leva Otavio para o hospital. Stella percebe que foi enganada pelo detetive. Laura se oferece para cuidar do ferimento de Veludo. Picasso consegue achar Laura e Veludo. Picasso ajuda Veludo e o leva até seu apartamento. Patrícia e Helena investigam e conversam sobre Picasso. Picasso acha Laura. Caravaggio prende Carlão, que fica surpreso com a situação.

Quarta (25/09) - Valdirene combina com Carlito que vai terminar o relacionamento com Vanderlei, mas desiste quando ele a chama para ir a uma churrascaria. Luciano é obrigado a convidar Joana para o casamento de Bruno. Leila decide se tratar fora do país. Thales fala para Nicole que provará seu amor por ela. Daniel convence os pais a levarem Linda para o casamento de Bruno e Paloma. Félix não deixa Pilar ir com a roupa que escolheu para o casamento. Amarilys implica com a ida de Niko ao casamento de Paloma. César decide ir para o casamento da filha com Aline. Bruno estranha a demora de sua noiva. Paloma decide entrar de braços dados com Félix e César na igreja. Quinta (26/09) - Começa o casamento de Paloma e Bruno. Niko e Eron discutem sua relação no meio da festa.Inaiá fala mal de Perséfone para Daniel.Valdirene e Carlito deixam Vanderlei e Raquel sozinhos para se encontrarem no terraço. Leila e Thales embarcam para o exterior. Silvia chega com Michel em casa. Aline fica radiante com o apartamento de Vega. Eron coloca o berço do bebê no local onde Amarilys indica, e Niko fica furioso. Valdirene chega ao hospital em trabalho de parto. Pérsio beija Rebeca. Joana dá dinheiro para Luciano pagar o diploma. O filho de César nasce e Paloma o visita. Niko reclama de Amarilys para Eron. Sexta (27/09) - Ordália fica nervosa com a presença de Herbert e comenta com Joana que quer se manter longe dele. Valdirene confirma a Ignácio que já estava grávida quando o conheceu. Carlito vai para a casa de Valdirene ao vê-la chegar da maternidade.Márcia pensa em usar a neta para unir Ignácio e Valdirene. Amarilys fica preocupada ao ver Niko com Fabrício no colo. Eron fica tenso quando a dermatologista comenta sobre a paternidade do bebê. Bernarda tenta convencer a filha a se entender com César. Herbert conhece Gina e a leva até uma lanchonete. Sábado (28/09) - Félix reclama da presença de Paloma ao lado de seu pai. César se desentende com o filho durante a audiência. Pilar e César se confrontam. Herbert convida Gina para sair. Amarilys declara seu amor por Eron. Perséfone conta para Patrícia como foi o seu encontro com Daniel. Patrícia pede para conversar com Michel.Ordália reclama do nome que Valdirene coloca em sua neta. Ignácio leva Valdirene a uma loja de brinquedos e depois a uma pizzaria.

SBT - 20H:30

Quarta (25/09) - Ernestina estranha Bia,Pata e Rafa parados na porta do banheiro. Mili, Ana e Tati escondem a mascote no boxe. A nova diretora diz que irá começar a prepará-los para terem bons modos. Na sala, a diretora dá aula de francês para os órfãos. Carmen se irrita com as crianças por não estarem levando a sério a aula. A nova diretora começa a sentir um cheiro ruim e, ao olhar o seu sapato, fica furiosa. Os órfãos tentam despistar Carmen, mas não conseguem enganá-la. A vilã pergunta se os órfãos estão escondendo algo dela e as crianças dizem que não. Na mansão da família Almeida Campos, Carmen está com muita alergia e Valentina busca os medicamentos para que a vilã melhore. Quinta (26/09) - Ernestina fica nervosa e diz que não vai limpar nenhuma sujeira feita pela cachorra.Para acalmá-la, as meninas convencem Ernestina a pegar a Pipoca no colo. A zeladora acaba se rendendo e mimando a cachorra. Chico prepara uma surpresa para as Chiquititas. Aproveitando que Carmen não foi ao local, o cozinheiro fez um imenso banquete no pátio do orfanato. Com máscara cirúrgica no rosto, Carmen aparece de surpresa.A cachorra aparece e Carmen briga com todos e diz que quer o animal fora do orfanato. Ana e Tati percebem que a porta está aberta e saem para tentar salvar a Pipoca. Elas decidem ir até o Café Boutique, mas não sabem o caminho e acabam pegando o primeiro ônibus que veem. Sexta (27/09) - Junior continua a busca de Tati e Ana ao lado de Carol. As meninas acabam dormindo com a cachorra em um sofá velho na rua.Pipoca vai para o meio da rua e quase é atropelada. Ana e Tati acordam assustadas e veem a mascote sendo salva por um garoto, trata-se de Paçoca. Paçoca diz que ficará com a cachorra e vai embora. Tati e Ana correm atrás dele. No orfanato, Binho, Mosca e Rafa decidem ir para rua escondidos para procurar as meninas. Na rua, Rafa, Mosca e Binho se encontram com Paçoca. O morador de rua diz que viu Tati e Ana, mas que não passa nenhuma informação de graça. Paçoca pede o tênis de Mosca para dar a informação. Porém, o menino não ajuda e sai correndo assim que coloca no pé o tênis que era de Mosca.


12 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 22 de setembro de 2013

Inside

DENTRO DO PADRÃO PRESTES A ENTRAR NO AR EM "PECADO MORTAL", BIANCA BYINGTON CONTA QUE JÁ SE SENTIU LIMITADA NO PERFIL DE "PERUA RICA" AMANDA ROLIM TV PRESS

A

leveza de Bianca Byington transparece em todos os seus trejeitos.Do sorriso ao olhar, a atriz deixa explícita a satisfação que sente por sua profissão.Satisfação essa que conta com uma pitada de conformismo.Com a pele alva, olhos verdes e dona de um perfil europeu, ela sente que ficou limitada na tevê a personagens que podem ser descritos como "a perua rica". Prestes a voltar ao ar na pele da elegante Ilana de "Pecado Mortal", da Record, Bianca confessa que, no começo de sua carreira,o estereótipo chegou a incomodá-la. No entanto, aos 46 anos de idade e 27 de trajetória na televisão, ela garante que hoje encara com bom humor seu perfil refinado. "A televisão funciona assim, é quase inevitável não seguir um perfil. Eu sentia que estava me repetindo nos papéis, mas não adianta lutar contra isso. Hoje, escolho as melhores peruas ricas que me oferecem", conta, aos risos. Em "Pecado Mortal",a personagem de Bianca será uma perua não tão rica assim. Oriunda de uma família tradicional, Ilana perde as regalias de uma vida confortável ao se divorciar de José Vergueiro, papel de Eduardo Lago, com quem vive em conflito por questões financeiras.Do casamento, nasceram as gêmeas Leila e Maria Clara, ambas de Juliana Didone, que têm personalidades opostas e nutrem

relacionamentos diferentes com a mãe. Psicóloga frustrada, Ilana se dedica às artes plásticas e guarda um grande segredo sobre a paternidade de seu terceiro filho, Romeu, de Bernardo Velasco. "Ela é bem egocêntrica, cheia de manias e loucuras. Para me preparar, fiz alguns 'workshops' pela Record.Mas,como eu já tinha 10 anos em 1977, ano em que a novela é ambientada, me lembro muito das referências da época", explica. Por se passar na década de 1970, o primeiro folhetim do autor Carlos Lombardi na Record traz referências clássicas do período. Bianca, por exemplo, teve de manter os cabelos longos para o papel, para ganhar um toque "hippie". "Eu estava para cortar o cabelo curtinho porque vou estrear no teatro um espetáculo que se passa na década de 1950, mas a demanda da novela falou mais alto", confessa. Antes mesmo de começar a gravar, quando ainda estava fazendo os testes de figurino, maquiagem e cabelo, a atriz chegou a sentir um certo receio de sua personagem cair na caricatura por causa dos exageros típicos dos anos 1970. "Quando me vi pela primeira vez com a caracterização da Ilana, achei exagerado. Mas agora vejo que esse é o diferencial da trama. As novelas contemporâneas não trabalham esse lado da criatividade que estamos usando em 'Pecado Mortal'", argumenta. Desde que estreou na televisão, em 1986, na minissérie "Anos Dourados", da Globo, Bianca sempre optou por assinar contratos por obra. E, mesmo assim, nunca chegou a ficar mais de dois anos afastada da tevê. Apesar dos inúmeros convites que já recebeu do diretor Alexandre Avancini para integrar o elenco de

diversas produções na Record, "Pecado Mortal" foi o primeiro a despertar seu interesse. Em grande parte por ser escrita por Carlos Lombardi. Conhecidos de longa data, eles já trabalharam juntos em novelas como "Quatro Por Quatro", de 1994, e "Bang Bang", de 2005.E é,inclusive,em uma das obras do autor que Bianca reconhece sua melhor performance na tevê. "A novela 'Perigosas Peruas' foi um divisor de águas na minha carreira. Eu fazia par romântico com o Rômulo Arantes e nossos personagens começaram bem secundários na trama, mas ganharam muito espaço por causa da aprovação do público. Era um papel muito verdadeiro", relembra. Além da vontade de voltar a trabalhar com Lombardi, Bianca não esconde que as

regalias de seu contrato com a Record a influenciaram na hora de assinar com a emissora. Dedicada ao teatro, onde não apenas atua, mas também dirige, escreve e produz espetáculos, ela só grava a novela de segunda a quinta. Para, assim, conseguir conciliar melhor a tevê com os palcos. "Foi uma proposta irresistível. Porque eu adoro fazer televisão, mas preciso estar em cartaz no teatro porque é lá que o ator se realiza com a profundidade de seus personagens", admite.


Edição de 22/09/2013  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you