Page 9

Gazeta do Oeste 9

Mossoró, terça-feira, 12 de março de 2013

Esporte Na lanterna, Baraúnas se complica e tem Giro Esportivo semana decisiva para pretensões no Estadual Guilherme Ricarte WILSON MORENO

fase ruim continua ao lado do Baraúnas. Completando seis jogos sem conseguir vencer no Campeonato Estadual 2013 - contando com as partidas da fase preliminar -, o time mossoroense empatou sem gols com o ABC domingo passado no Estádio Nogueirão, e ainda ocupa a lanterna do primeiro turno. A equipe leonina tem apenas um ponto e se distancia ainda mais das primeiras colocações. O líder é o Corintians, que tem sete pontos.Para ter ainda chances de lutar pelo título deste turno, a equipe comandada por Hugo Sales precisa vencer os seus próximos desafios, inclusive o clássico Potiba. No primeiro tempo diante do ABC, o Baraúnas voltou a ser inoperante e as duas equipes fizeram 45 minutos de um confronto sem objetividade. A postura dos mossoroenses pouco lembrou o melhor futebol mostrado contra o América. Já na etapa complementar, o tricolor voltou mais ativo, mas só durante os 20 primeiro minutos. Daí em diante, tanto os donos da casa como os visitantes mostraram pouca eficiência, principalmente no ataque. O técnico Hugo Sales ainda tentou encontrar soluções

A

para o mau desempenho do Baraúnas, colocando Léo Guerreiro e Carlinhos no setor ofensivo. No entanto, sem criatividade no meio de campo, o time acabou exagerando nas bolas alçadas na área, que não encontravam os atacantes do tricolor. Estreante, o lateral esquerdo Vinicius tentou ressaltar os poucos bons momentos do Baraúnas na partida, mesmo que suas palavras não correspondam ao que foi visto dentro de campo. "Fizemos uma bela partida.Tivemos boas chances, creio eu que as melhores do jogo,mas infelizmente a bola teimou em não entrar. Agora é dar sequência no trabalho, pegar um pouco mais de entrosamento e de ritmo com a equipe, que, com certeza,mostrando que a gente fez hoje [domingo], a gente vai sair dessa situação". O próximo desafio do Baraúnas no primeiro turno do Campeonato Estadual 2013 já acontecerá amanhã. Sem tempo para lamentar mais um resultado ruim dentro de casa,o tricolor agora vai tentar a sorte longe de seus domínios e deixará Mossoró com destino a São Gonçalo, onde enfrentará o Alecrim no Estádio Ninho do Periquito. No empate sem gols com o ABC domingo passado,

É PRA ONTEM Quem assistiu ao jogo contra o América na quartafeira deve ter pensado a mesma coisa que eu:o Baraúnas está melhorando. No entanto, o que foi presenciado no confronto diante do ABC domingo dá a certeza que falta muito. No primeiro tempo, principalmente, o tricolor - assim como os abecedistas - maltrataram os torcedores presentes no Estádio Nogueirão. Poucos lances que pudessem empolgar. Uma nítida e preocupante falta de entrosamento, resultado da necessidade de ser reformular o elenco em meio às disputas, quando se tem rodada do Estadual toda quarta-feira e domingo. Fica difícil organizar. Mas não há tempo para lamentar as condições desfavoráveis. Já vamos para a metade do primeiro turno e se o tricolor continuar com o discurso do 'vamos melhorando', apenas verá o bonde passando. DEFICIÊNCIA Contra o ABC foi fácil detectar algumas deficiências graves no time do Baraúnas.O tricolor não tem criatividade no meio de campo. Falta o escasso camisa 10. Jefferson está entre os titulares, mas não conseguiu somar. Sempre sumido, passa despercebido. ULTIMATO O Potiguar foi atrás de Ítalo novamente e parecia ter acertado com o atacante. Parecia. Esperado no domingo, o jogador não desembarcou em Mossoró e tem até esta terça-feira para se apresentar. Baraúnas e ABC fizeram jogo com pouca qualidade técnica

o técnico Hugo Sales usou o Baraúnas com Érico; Vítor, Léo Gama (Fernando Júnior), Luciano Tandera

e Vinicius; Robson, Batata, Wilker e Jefferson (Carlinhos); Cristiano Alagoano (Léo Guerreiro) e Binho.

Com invencibilidade desfeita,Potiguar tenta digerir derrota Caiu a longa invencibilidade. O Potiguar perdeu para o Assu no domingo passado por 1 x 0 no Estádio Edgarzão e interrompeu uma sequência de dez partidas sem ser derrotado no Estadual 2013. Com isso,o alvirrubro deixou escapar a chance de tomar a liderança do Corintians de Caicó.Os mossoroenses continuam na segunda colocação, com seis pontos. "Os outros resultados nos conforta também,até porque não mudou quase nada [na tabela]. Com isso, é como eu disse, que o dever de casa era do adversário, então quanto a nós cabe fazer o dever de casa no próximo jogo", analisou o zagueiro e capitão Anselmo durante entrevista ao repórter Fábio Oliveira, da

TV Cabo Mossoró. Agora, o Potiguar se concentra no clássico marcado para amanhã diante do América.Os dois alvirrubros se enfrentam às 20h30,no Estádio Nogueirão. O desafio para a equipe mossoroense é saber digerir a derrota para voltar a alcançar os bons resultados. REFORÇO Ontem a diretoria do Potiguar anunciou o reforço de um zagueiro para o elenco que disputa o Estadual.Tratase de Wesckley de 22 anos, que estava no Bangu/RJ. O defensor é natural de Cachoeira do Itapemirim-ES e foi formado nas categorias de base do Fluminense/RJ. Wesckley foi campeão carioca da segunda divisão

esportegazeta@hotmail.com

em 2009, jogando pelo Tigres do Brasil. Naquele elenco também estavam o zagueiro Genilson, o vo-

lante Magno e o meia atacante Giovanni, que agora vestem a camisa do alvirrubro mossoroense.

CLASSIFICAÇÃO ESTADUAL 2013 TIME

PG

J

V

E

D GP GC SG

01 CORINTIANS 07

03

02

01

00 07

02

05

02 POTIGUAR 06

03

02

00

01 06

03

03

03 ASSU

06

03

02

00

01 05

05

00

04 AMÉRICA

06

03

02

00

01 04

04

00

05 ABC

02

03

01

01

01 02

02

00

06 ALECRIM

02

03

00

02

01 07

07 -03

07 SANTA CRUZ 01

03

00

01

02 05

05 -02

08 BARAÚNAS 01

03

00

01

02 05

05 -03

DINHEIRO CONTRADIZ Há pouquíssimos dias, Wassil Mendes declarava em bom tom, que só deixaria o comando do Santa Cruz se o clube não o quisesse mais. A afirmação foi para dar um 'não' ao Baraúnas, que na época tentava contratá-lo. Ontem veio a notícia que ele deixou o tricolor para assumir o Alecrim. DINHEIRO CONTRADIZ II Falar de fidelidade em uma área em que o dinheiro manda, é brincar com a cautela. Não que eu esteja condenando a atitude de Wassil escolher ganhar um salário melhor, mas é preciso apenas tomar cuidado com as palavras, porque elas se contradizem. VERDADE É ESSA Sabíamos, desde sempre, mas vale ressaltar. Wassil Mendes só não trocou o Santa Cruz pelo Baraúnas há algumas semanas, porque o clube mossoroense ofereceu dinheiro abaixo das ambições dele. Não foi questão de gratidão. O Alecrim, como tem em caixa, fez os olhos do técnico brilharem.

GAÚCHO REPRODUÇÃO

Especulava-se que o ABC poderia tirar algum treinador de uma das equipes do Estadual para assumir a equipe. Mas era só boato. O alvinegro foi buscar no Rio grande do Sul o seu novo técnico.É Paulo Porto,que vai estrear no clássico de domingo.

Edição de 12/03/2013  
Advertisement