Page 3

Gazeta do Oeste 3

Mossoró, terça-feira, 12 de março de 2013

Política Prefeita de Mossoró afirma que confia na Justiça do RN e na soberania do povo RAUL PEREIRA

Eu acredito na Justiça do Rio Grande do Norte, na justiça de Deus e principalmente na soberania do voto, que nos foi creditado pelo povo de Mossoró". Com esta frase, a prefeita de Mossoró, Cláudia Regina (DEM) se manifestou a respeito de sentença que cassou o seu mandato. Ao ser entrevistada na seção Nos Jardins da Gazeta, a chefe do Poder Executivo mossoroense disse que a equipe de juristas que a acompanha está confiante na manutenção de seu mandato no Palácio da Resistência. "Nós entregamos à assessoria jurídica todo esse acompanhamento e estamos aguardando os fatos. Enquanto isso, o nosso compromisso é reafirmado com a cidade de Mossoró. Não foi à toa que nós escolhemos o nosso slogan da gestão que é Todos por Mossoró. Então, é muito trabalho, é muita determinação, é

Não tem forma melhor para você ouvir a população do que você ir onde ela está, onde ela vive Cláudia Regina

Para atender a uma solicitação de moradores e comerciantes de Petrópolis e do Tirol, em Natal, o deputado Hermano Morais (PMDB) encaminhou requerimento ao comando da Polícia Militar do Estado, no sentido de que seja reforçado o policiamento nesses bairros. De acordo com justificativa do deputado, o uso e o tráfico de drogas, assaltos e arrombamentos têm criado um ambiente de temor entre os moradores e comer-

ciantes, que estão sofrendo com a falta de segurança. Hermano Morais também solicitou reforço no policiamento nos municípios de Goianinha e Arês, onde há registro do crescimento dos índices de criminalidade. "O aumento da criminalidade criou um preocupante ambiente de insegurança na população desses dois municípios. O reforço do policiamento inibirá a ação de marginais, que ultimamente têm agido naquela região do Estado", afirmou. CEDIDA

Cláudia Regina reuniu o seu secretariado para avaliar os dois primeiros meses de gestão

construção de cidadania nas ruas com o povo de Mossoró, o nosso foco central", esclareceu a prefeita Cláudia Regina. Ela falou a respeito do primeiro mês à frente do Executivo mossoroense. A prefeita enalteceu principalmente a disposição de sua equipe em trabalhar em favor da população. Com relação às visitas às obras em andamento pela municipalidade, a prefeita considerou uma experiência altamente positiva. "Particularmente é uma lição todo dia. Mas é um estilo, eu sempre fiz isso. Eu nunca participei, nunca trabalhei em nenhuma ação que não seja com a participação direta das pessoas. Eu não acredito em nada que você possa fazer isolado, sozinho, pensando só", raciocinou.

Cláudia Regina ressalta que essa é a melhor forma de se trabalhar em favor do povo, ou seja, escutando os seus anseios, queixas e as reivindicações populares. "Não tem forma melhor para você ouvir a população do que você ir onde ela está, onde ela vive. E hoje eu estou muito feliz porque a gente já consegue fazer isso hoje com muita tranquilidade. Eu lembro, no primeiro dia que assumi, tomei posse num dia, no dia 1º, e quando foi no dia 2, antes de fazer a primeira reunião com os secretários, que já tinham sido empossados na noite anterior, eu fui ao Santo Antônio, porque é uma característica minha. Quando eu chego no Santo Antônio, uma senhora colocou as duas mãos na cabeça, espantada, tipo assim, o que é está

fazendo Cláudia aqui, prefeita às 8h, no primeiro dia de trabalho. Mas hoje a gente já consegue fazer isso com mais tranquilidade", explica. AVALIAÇÃO A prefeita de Mossoró, Cláudia Regina (DEM), reuniu-se no início da noite de ontem sua equipe de secretários. O encontro ocorreu no salão dos grandes atos, no Palácio da Resistência, sede do Poder Executivo mossoroense. Na reunião, a prefeita fez, com seus auxiliares, uma avaliação do primeiro bimestre da gestão Todos por Mossoró. Na pauta, discussão sobre as metas alcançadas, ações a serem executadas nas próximas semanas e projetos que devem acontecer nos próximos meses.

Presidente da Câmara dos Deputados visita obra de aeroporto em São Gonçalo CEDIDA

O presidente da Câmara dos Deputados,Henrique Eduardo Alves, visitou ontem pela manhã as obras do novo aeroporto internacional de São Gonçalo do Amarante na região metropolitana de Natal.Henrique Alves estava acompanhado do prefeito de São Gonçalo, Jaime Calado, e do secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, Rogério Marinho. Eles foram recebidos pelo superintendente do consórcio Inframérica,Ibernon Martins. Henrique Alves acompanhou o andamento da obra e ouviu detalhes sobre a construção que deverá custar R$ 450 milhões. A obra emprega 500 operários em três turnos de trabalho. A inauguração está prevista para abril de 2013. O novo aeroporto já dispõe de pista de pouso e decolagem e vai começar as operações dos terminais de cargas e passageiros, inicialmente,

Hermano pede policiamento para capital e para o interior

com capacidade para 6,2 milhões de passageiros por ano, podendo ser ampliado de acordo com a demanda futura. O consórcio tem autorização para explorar os serviços por 28 anos. O deputado lembrou a importância da conquista do novo aeroporto para o Rio Grande do Norte e de outros projetos que precisam sair do papel, como as Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs), uma delas em Macaíba, na mesma região do aeroporto. Já a ZPE do sertão ficará em Assu e vai atender as indústrias do interior. "O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) é outro projeto que precisa da nossa união, governo e bancada federal,para viabilizarmos sua execução", alertou Alves. Para o presidente da Câmara esse é o momento de o Rio Grande do Norte avançar e se desenvolver.Ele lembrou a necessidade de um novo porto,assim como

Hermano Morais falou sobre a insegurança no Estado

Seca na região Nordeste vai ser discutida em audiência A Câmara Municipal de Mossoró realizará uma audiência pública sobre os problemas da seca, no dia 21, às 9h. A audiência foi solicitada pelo vereador Narcízio Silva (PTN) que teve apoio dos demais vereadores na 1ª sessão ordinária do ano legislativo.O parlamentar apresentou o requerimento em virtude das dificuldades ocasionadas pela falta de chuvas nas comunidades rurais que vivem da agricultura familiar. O objetivo da audiência pública é convocar a presença de representantes do governo municipal e estadual do setor da agricultura, gerentes de bancos e agentes financeiros, presidentes de cooperativas,produtores rurais, e outros segmentos da cadeia produtiva. A discussão visa encontrar soluções para incentivos ao agricultor e o pecuarista da zona rural de Mossoró que passam por dificuldades no período da seca, e sobre alternativas para problemas de irrigação,plantio,estrutura, comercialização de produtos,e,sobretudo,abastecimento de água, que em algumas localidades, falta até

para o consumo humano. Os agricultores reclamam da morosidade dos recursos financeiros emergenciais destinados ao homem do campo, e os problemas para plantio devido à ausência de chuvas."Nós ouvimos os produtores sobre suas dificuldades para manter-se com a agricultura neste período de seca. Muitos falam que aguardam há 10 meses por um dinheiro que deveria ajudar nessas necessidades",destaca o vereador Narcízio Silva (PTN). Em 2012, o Nordeste teve uma das piores secas dos últimos anos.A falta de chuvas, especialmente no interior, provocou muitos prejuízos ao Rio Grande do Norte. O Estado viu a produção de grãos cair, o rebanho bovino ser dizimado em algumas localidades e a oferta de água nas comunidades rurais passar a ser racionada. O número de cadastrados para obter o milho subsidiado pelo Governo Federal cresceu mais de quatro vezes de 2011 para 2013,segundo dados da Conab/RN. Eram 3,5 mil em dezembro de 2011.Hoje são 14,3 mil cadastrados. ALCIVAN COSTA

Henrique Eduardo esteve ontem no canteiro de obras

o novo aeroporto,através de uma Parceria PúblicoPrivada, em Porto do Mangue. Henrique Alves citou o exemplo de obras que já estão asseguradas no programa de Aceleração do Crescimento (PAC), como a duplicação da BR-304, o

viaduto da BR-101 na entrada de Natal e a duplicação da Reta Tabajara, em Macaíba, além da remoção da BR Distribuidora do bairro de Santos Reis, em Natal, e a inclusão do Rio Grande do Norte no programa Brasil Seguro.

Narcízio Silva é um dos propositores da audiência pública

Edição de 12/03/2013  
Edição de 12/03/2013  
Advertisement