Page 1

AZETA G

SEM MEIAS PALAVRAS. NEM MEIAS VERDADES.

@gazetaoeste

D O

O E S T E

Ano 37 — Nº 9.646 — Mossoró-RN, DOMINGO, 27 de abril de 2014

Larissa tem maior índice de rejeição

TV GAZETA O fim de ‘Além do Horizonte’ significa momento de reflexão para Day Mesquit TV GAZETA, 2

www.gazetadooeste.com.br

MARCELO BENTO

gazetadooeste

Pesquisa encomendada pela GAZETA junto ao Instituto Certus apontou a candidata do PSB, a deputada Larissa Rosado, como a mais rejeitada pelo eleitor. Página 3

g

ALCIVAN COSTA

NOS JARDINS PROFESSOR PEDRO ARTURO FALA SOBRE CONFLITOS SOCIAIS

MODA IN

Na Seção, o sociólogo e professor da Uern, Pedro Arturo conversa sobre violência, liberação do uso da maconha, entre outros assuntos.

Miss é um título que toda mulher gostaria de ter. Desenvoltura, carisma e inteligência são qualidades fundamentais para ser uma representante da beleza, seja no Estado ou no País. A modelo Daniele Fernandes mostra um pouco sobre esse mundo de beleza e glamour. Página 6

OCÂMERA

EDNILTO NEVES

Mossoroenses desaprovam governo da Rosa Página 3

TCM promove hoje debate entre candidatos Página 3

POLÍCIA

Corpo de mulher é encontrado enterrado MOSSORÓ, 11

ESPECIAL

Teatro Lauro Monte Filho e Auditório Kiko Santos, da Escola Estadual Jerônimo Rosado, que deveriam ter sido reformados, estão abandonados pelo Governo. EXPRESSÃO, Capa e 3

Dirigente nega desistência do Leão da Série D ESPORTE, 9

FALE COM A GENTE: 3314-1687 — redação@gazetadooeste.com.br; comercial@gazetadooeste.com.br — ESTA EDIÇÃO TEM 78 páginas — PREÇO DESTA EDIÇÃO R$ 2,00


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Opinião Circulando em OFF

Espaço Dorian Jorge Freire DE REPÚBLICA E VESTAIS

Gilberto de Sousa

Paulo Afonso Linhares - Advogado

gilberto@gazetadooeste.com.br diretorderedacao@gazetadooeste.com.br gilberto-de-sousa@hotmail.com

ELEITORADO DE CLÁUDIA MIGRA PARA SILVEIRA Se as eleições suplementares em Mossoró fossem hoje, o prefeito interino Francisco José da Silveira Júnior (PSD) venceria com folga. Foi o que revelou a pesquisa do Instituto Certus, publicada ontem nesta GAZETA DO OESTE. Ele aparece com 48 pontos percentuais, enquanto a segunda colocada, deputada Larissa Rosado (PSB), surge com 18 pontos. Os demais candidatos Professor Josué Moreira (PSCD) e Cinquentinha estão bem abaixo com pouco mais de dois pontos, enquanto Gutemberg Dias, do PC do B, não pontuou. A sondagem foi realizada poucos dias depois de a prefeita afastada Cláudia Regina (DEM) ter saído do páreo, por impedimento judicial, o que pode ser considerado que a maior parte do eleitorado que tencionava votar novamente em Cláudia, migrou para apoiar e votar em Silveira. As eleições ocorrem no dia 4 de maio e seguem com a deputada Larissa Rosado, enfrentando enormes dificuldades de permanecer até o final nesse contexto, já que, igualmente, está com registro da candidatura impugnada e pode até ser substituída até amanhã. É aguardar. JEAN-PAUL FAZ SONDAGEM Falar em sondagem,o ex-secretário estadual, mestre em energia eólica, JeanPaul Prates, vem usando as redes sociais para fazer consulta sobre a possibilidade de o mesmo sair candidato nas eleições gerais, no Rio Grande do Norte. Ele é filiado ao Partido dos Trabalhadores. REFLEXÃO Veja sua convocação através do Facebook: "Amigos, a reflexão minha com vocês ultimamente é: devo disponibilizar meu nome para pré-candidatura no RN ou não"? Se eu viesse a compor uma lista federal ou até uma chapa majoritária, na condição de vice ou suplente, você consideraria a hipótese de votar em mim, ou pelo menos eu estaria num grupo de três nomes em que lhe interessaria votar? Se a sua resposta é SIM, vá neste link institucional (abaixo), dê Curtir (ou "LIKE") na página, e passe a acompanhar as reflexões e os andamentos desta movimentação desde o seu início. A qualquer momento, você pode ir lá e retirar o seu "Curtir" ou "LIKE". Assim, é como se eu estivesse fazendo uma pré-pesquisa de aceitação, em tempo real e com transparência total. Obrigado por participar! Abraço a todos". É isso aí. EM TEMPO A coluna já havia antecipado a possibilidade de o PT lançar Jean-Paul como candidato ao governo, caso o vice-governador Robinson Faria (PSD) recuasse da aliança com o PT, que parte com a deputada Fátima Bezerra (PT) ao Senado.Nesse caso, a chapa seria "puro-sangue". No entanto,pelo que vem se desenhando,Robinson Faria está firme no propósito de disputar as eleições, já que seu nome vem ganhando receptividade entre o eleitorado potiguar. PARA REFLETIR "Urubu magro não atira pedra em boi gordo", já dizia o saudoso prefeito Dixhuit Rosado. NOS JARDINS Quem está hoje na seção Nos jardins da Gazeta é o professor de sociologia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Arturo. Ele fala de diversos assuntos voltados à sociedade, com seus conflitos e suas lutas. Confira. PLANO B O ex-deputado estadual Nelson Freire desistiu de sair candidato a deputado federal nas eleições deste ano. Ele preferiu aguardar mais um pouco e recome-

RELAX

ROSALBA NA BERLINDA EDNILTO NEVES

Professa a cultura de almanaques de hoje, do tipo Wikipédia, que na velha Roma foi instituído o culto de sacerdotisas à deusa Vesta. As vestais (em latim virgo vestalis), como eram chamadas, se dedicavam a um sacerdócio (exclusivamente feminino, restrito a seis mulheres que seriam escolhidas entre a idade de 6 a 10 anos, servindo durante trinta anos) , quando "eram obrigadas a preservar sua virgindade e castidade, pois qualquer atentado a esses símbolos de pureza significariam um sacrilégio aos deuses romanos e, portanto, também à sociedade romana". Tal era o rigor das vestais e mesmo da sociedade romana na preservação desses valores, que a palavra vestal evoluiu da acepção original de significar moça virgem, donzela, casta, para abranger também o gênero masculino, como sinônimo de puro, extreme, isento, imaculado e por aí vai. Enfim, para alguém do tipo "não me toques" se encaixa bem a expressão vestal. Entretanto, no contexto republicano das comunidades marcadamente democráticas, vestais foram abolidos. Claro, as virtudes cívicas, o respeito às instituições jurídico-políticas ou, mais especificamente, o respeito à lei, substituem a noção de que alguém seria puro, imaculado, "acima de qualquer suspeita" ou "sabe com quem está falando?" tão somente por sua condição de membro de uma ilustre e tradicionhal família, ou que professa determinado credo religioso, filosófico ou por ser membro de alguma importante corporação profissional. Com efeito, o credo republicano sufocou as (e os) vestais, de Roma aos dias que correm: ninguém deve estar isento de crítica, embora mandem as regras da convivência civilizada que todos os cidadãos merecem equânime tratamento respeitoso e digno,seja qual for o gênero, origem familiar, credo religioso ou filosófico, natureza étnica, profissão ou ofício. Em suma, mormente nos Estados Democráticos de Direito, a exemplo do brasileiro, os tratamentos com distinção de pessoa pelo sexo, cor da pele, credo ou condição social e profissional, afrontam o princípio da igualdade. Aliás, posto que as pessoas sejam desiguais na vida social, compete às instituiões jurídico-políticas, mormente às leis do Estado, a estruturação de mecanismos que promovam a igualdade. Aliás, na obra A Política (p. 236), o filósofo ARISTÓTELES assevera: "A primeira espécie de democracia é aquela que tem a igualdade por fundamento. Nos termos da lei que regula essa democracia, a igualdade significa que os ricos e os pobres não têm privilégios políticos, que tanto uns como outros não são soberanos de um modo exclusivo, e sim que todos o são exatamente na mesma proporção". Lição bela e ainda válida para os dias que correm, sobretudo, para uma sociedade de uma elite atrasada e que abriga algumas castas de servidores do Estado que se posicionam acima do bem e do mal, se acham dignos tutores por excelência da sociedade e agem como genuínas vestais da pós-modernidade. Esta reflexão nasceu de duas simples notas publicadas na imprensa local, uma firmada pela poderosa Associação dos Magistrados do Rio Grande do Norte (AMARN), entidade que congrega os juízes e desembargadores

deste estado, por sua presidente, e os juízes de direito da comarca de Mossoró; a outra, por membros do Ministério Público estadual com atuação na Comarca de Mossoró. Em resumo, ambas as notas traduzem no "irrestrito apoio aos juízes eleitorais responsáveis pela administração do processo eleitoral no município, juízes HERVAL SAMPAIO E ANA CLARISSE ARRUDA,magistrados sérios e dedicados, bem como de qualquer magistrado que, fiel à missão imposta, atue em prol da lisura do processo eleitoral", porquanto "insatisfações relacionadas a decisões judiciais são normais em um ambiente democrático, mas eventuais ofensas às autoridades judiciárias representam risco e atentado à própria essência do Estado Democrático de Direito, em nada contribuindo para o avanço da cidadania." Entretanto, se lhes caem bem as togas, de pouca valia têm, no chão republicano, os figurinos de vestais. Que os juízes citados merecem o respeito e o apoio da comunidade mossoroense nenhuma dúvida há, a exemplo do que se pode afirmar tocante a outros servidores da sociedade: os garis, que nos livram do lixo de cada dia; os policiais, que vez por outra nos guardam dos perigos da criminalidade que campeia; os diversos profissionais que cuidam da saúde pública etc. Múltiplas e valiosas contribuições que decerto se somam àquelas dos cidadãos sem rosto nem detentores de pomposos títulos e que sequer perfilam nas hostes dos tais servidores do Estado. Que graves ofensas irrogaram contra esses juízes? Bobagens de trambadinhas cibernéticos,sem maiores consequências, mesmo porque a comunidade local sequer delas tomou conhecimento, isto sem falar que vez por outra algumas autoridadedes, inclusive judiciárias, se dão o cabimento de ficarem a bater boca nas redes sociais, com despiciendas explicações acerca do conteúdo de decisões pretéritas e, pasmem, futuras... Quem sai na chuva quer molhar-se:no ciberespaço todos são afoitos,terríveis e naturalmente iguais! Por isto é que, todavia, expressam essas notas muito barulho por nada. Much ado about nothing, como diria o bardo Shakespeare. Ora, se "eventuais ofensas às autoridades judiciárias representam risco e atentado à própria essência do Estado Democrático de Direito, em nada contribuindo para o avanço da cidadania", em razão de algumas opiniões difusamente expressas em redes sociais contestando o agir desses magistrados, algo vai muito mal. Essas bobagens ditas no "tuíte" ou no "fuxibuque" jamais podem ser vistas como ameaças à democracia e ao avanço das boas praticas da cidadania: as instituições jurídico-políticas vigentes asseguram aos magistrados responsáveis pela condução do pleito suplementar total segurança e liberdade de agir, no cumprimento da lei e no exercício pleno do munus que cabe a cada um. E que esses desaforos devem ser pontualmente coibidos nos lindes da ordem jurídica,separando-se precisamente o que sejam legítimas manifestações da liberdade de expressão/opinião e os tantos abusos de direito que agridem a imagem e a honra alheias. Sem mais pirotecnia intimidatória ou desnecessárias exibições de musculaturas corporativas. O resto é conversa pra boi dormitar.

Charge

POR: LAÉRCIO EUGÊNIO

A governadora Rosalba Ciarlini aciona sua assessoria jurídica para se debater sobre as acusações do Ministério Público.

çar como candidato a vereador em Natal, mais na frente. Pés no chão. A QUEM INTERESSAR POSSA "Quemquerserbonito,quenasçaviçoso". IMPROBIDADE Além da governadora Rosalba Ciarlini, o Ministério Público Estadual requereu na Justiça liminar para decretação da indisponibilidade dos bens e propriedade das pessoas físicas de Domício Arruda,Maria das Dores Burlamaqui de Lima,Alexandre Magno Alves de Souza,Tufi Soares Meres, Leonardo Justin Carap, Rosimar Gomes Braso e Oliveira, Antônio Carlos de Oliveira Júnior, Elisa Andrade de Araújo, Otto de Araújo Schmidt, Valcineide Alves da Cunha de Souza, Associação Marca, Núcleo de Saúde e Ação Social, Salute Sociale, Health Solutions Ltda., Espíndola & Rodrigues Assessoria Contábil Ltda. ME,Adventus Group e Consultores Ltda., Núcleo Serviços Diagnósticos Ltda., Azevedo & Lopes Auditores Independentes Ltda. - ME, Olivas Planejamento Assessoria e Serviços Ltda., The Wall Construções e Serviços Ltda., Francisco Malcides Pereira de Lucena, Vânia Maria Vieira, Sady Paulo Soares Kapps,Hélio Bustamante da Cruz Secco, Carlos Paes Saldanha e Sidney Augusto Pitanga de Freitas Lopes, solidariamente ou subsidiariamente,na medida da responsabilidade de cada um,além da condenação aos demandados nas penas descritas no artigo 12 da Lei n° 8.429/92, a lei da improbidade. É dentro das questões envolvendo o Hospital da Mulher.

"Eu canto, porque o instante existe/E a minha vida está completa/Não sou alegre nem sou triste/Sou poeta..." CECÍLIA MEIRELES

Artigo

HÁ QUANTOTEMPO,HEIN? Rubens Coelho - Jornalista Pois é, há pelo menos dois meses não nos víamos, até que sexta-feira passada, logo cedo, ele sabe que sou madrugador, recebo um telefonema do seu Libório da Picada Um, nos convidando para passarmos o dia em sua fazenda que ele chama de sítio. Alô, é Rubens? - É sim, como vai seu Libório? -Vou bem, graças a Deus e ao Minino Jesus. - E aí amigo? Tô telefonando para convidar você e a comadre para vir passarem o dia com agente no sítio a fim prosearmos, assuntarmos sobre os últimos acontecimentos. Como o compadre sabe, passamos eu e Gertrudes uns dias em São Paulo, na casa do meu filho João Pedro.- É já estávamos com saudades.- Pois venham, ficaremos alegres com isso. Chegamos cedo. E aí, seu Libório e dona Gertrudes, como foram de viagem? - Melhor não podia ser compadre. Era para voltarmos antes, mas o pessoal de lá não deixava. Fomos comemorar o aniversário de casamento e a promoção a suboficial da Polícia Militar paulista de João Pedro. Foi festona, meu amigo. Pelo gosto de João Pedro e Maria Tereza, nossa nora, ficávamos morando com eles. Vôte, Deus me livre! Uns dias tudo bem, mas morar dá certo não. Gertrudes ficava me apoquentando a paciência: "vambora vortar Libório, já tô com sodade das galinhas, dos meus poiquinhos, das oveias, da minha rede no alpende, do meu fugão de lenha, do café pilado no pilão, já matei as sodades do meu fio, da minha nora e dos netos: Júnior e Kalini, já chega vambora, não aguento mais o chafurdo dessa cidade zoadenta,

desse povo infezado". Ouvi tanto esse choramingo, que apressei nossa volta, para tristeza do João Pedro que planejava ficarmos morando em São Paulo. Mas sinceramente, eu também já não aguentava a saudade do meu recanto nesse sertão velho, quente, seco, e querido! Dona Gertrudes ouvindo a conversa interveio: - "Ora cumpade, nasci e me criei nesse lugar, tô com setenta e cinco anos que vivo nessas capoeiras, o cumpade, acha que eu ia-me custumar com aquele inferno?- De jeito maneira. - Comadre, a senhora tem toda razão. - Pois óia, quando eu falava o Libório raiava comigo. Não era pra eu recramar de nada. Nessas horas sabe o que eu fazia? Ia na sentina e chorava.- Dona Gertrudes, quer dizer que a senhora não gostou da viagem?- Gostar eu gostei seu menino, só não queria era passar tanto tempo, longe da Picada Um, viu? Meu fio e minha nora ficavam afobados quando me viam triste, eu pelejava para não ficar assim, mas o esprito apertava meu peito e não tinha jeito para o lundu não aparecer". Mesa posta, como era Sexta-feira Santa, não teve carne vermelha no almoço, foi servida uma deliciosa peixada de curimatã ensopada com leite de coco e pirarucu com batata inglesa. E excepcionalmente foi servido vinho sangue de boi. A conversa rolou com seu Libório, especialmente sobre a atualidade política. Sua opinião é que Mossoró agora pode mudar.- Deus permita.

Gazeta do Oeste www.gazetadooeste.com.br

Um produto da C. Q. Organização Gráfica e Editorial Ltda. Fundada em 30 de abril de 1977 por Canindé Queiroz

Diretor CANINDÉ QUEIROZ

Diretor-adjunto PAULO LINHARES

Diretor de Redação GILBERTO DE SOUSA

Editora DANIELE SILVEIRA

Av. Cunha da Mota, 96/100 – Centro – Mossoró/RN – Fone: 3314-1687 Site: www.gazetadooeste.com.br – e-mail: gazeta@gazetadooeste.com.br AS MATÉRIAS ASSINADAS SÃO DA RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES

Diretor Comercial LEÔNIDAS TERCEIRO


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Política

Larissa Rosado lidera índice de rejeição CÉLIO DUARTE

CEDIDA

CEDIDA

ALCIVAN COSTA

CÉLIO DUARTE

Candidata do PSB foi apontada pelos entrevistados como a postulante à Prefeitura mais rejeitada pelo eleitor

candidata do Partido Socialista Brasileiro à Prefeitura de Mossoró, nas eleições suplementares, Larissa Rosado é a postulante que apresenta maior índice de rejeição. De acordo com os dados da sondagem,a socialista tem rejeição de 27,88% de um total de 452 entrevistados. Na segunda posição entre os rejeitados, foi citado o candidato do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Raimundo Cinquentinha com 17,04% de rejeição do eleitorado mossoroense. O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, do Partido Social Democrático (PSD) apresentou 5,09% de rejeição. O postulante à chefia do Poder Executivo mossoroense pelo Partido Comunista do Brasil, Gutemberg Dias tem rejeição de 3,54%, seguido pelo professor licenciado Josué Moreira,do Partido da Social Democracia Cristã (PSDC), de acordo com o Instituto Certus tem rejeição de 3,32%. No índice de rejeição, 22,57%

A

Francisco José Júnior tem índice baixo de rejeição

Larissa Rosado tem o maior índice de rejeição

Raimundo Cinquentinha é o segundo mais rejeitado

dos entrevistados disseram não rejeitar nenhum dos candidatos. Outras respostas, segundo a pesquisa, representou 9,51% do universo de 452 entrevistados, enquanto 10,62% responderam que rejeitam todos os candidatos e 0,44% disseram não saber responder.

salba Ciarlini (DEM). A prefeita afastada Cláudia Regina (DEM) também teve a sua imagem analisada pelo eleitorado mossoroense por meio da sondagem. Com amparo de uma relação de nomes, o entrevistado foi instigado a responder se o agente político apresenta uma imagem positiva ou negativa. Segundo a pesquisa Certus/GAZETA DO OESTE, o prefeito Francisco José Júnior passa a 75,66% dos entrevistados uma imagem positiva e para 20,55% a imagem dele é vista como negativa. A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) que tradicionalmente era apontada como a principal eleitora de Mossoró teve sua imagem vista como negativa por

60,62% dos entrevistados,enquanto 37,61 consideraram a imagem da chefe do Poder Executivo do Rio Grande do Norte como sendo positiva. O índice de Rosalba só não foi maior do que a deputada federal Sandra Rosado. De acordo com a sondagem, a sua imagem é negativa para 64,82% dos entrevistados. Para 31,64%, a imagem da parlamentar é positiva. O vereador Lairinho Rosado tem imagem negativa apontada por 45,80% dos entrevistados enquanto 42,70% responderam que a sua imagem é positiva e a candidata Larissa Rosado tem imagem positiva apontada por 49,12% dos entrevistados enquanto 46,46% disseram que sua imagem é negativa.

IMAGEM O Instituto Certus avaliou também a imagem das lideranças políticas de Mossoró diante do eleitorado. Foram analisados nomes como a da própria candidata Larissa Rosado, bem como a sua mãe,a deputada federal Sandra Rosado (PSB), o seu irmão Lairinho Rosado (PSB), além do prefeito Francisco José Júnior (PSD), a governadora Ro-

Francisco José Júnior é o mais preparado para gerir a cidade A pesquisa Certus/GAZETA DO OESTE verificou ainda qual o candidato à Prefeitura de Mossoró está mais preparado para administrar o segundo maior município do Rio Grande do Norte. De acordo com sondagem, o prefeito Francisco José Júnior é apontado por 55,97% dos entrevistados como o mais preparado para administrar o município. A deputada estadual Larissa Rosado foi citada por 20,35% dos entrevistados como a mais preparada pa-

ra administrar Mossoró. Para 1,11% do eleitorado, o professor Josué Moreira é o mais preparado para governar a cidade. O candidato do PSOL, Raimundo Cinquentinha, ficou na última posição, sendo considerado o mais preparado para gerir a cidade por apenas 0,22% de um universo de 452 entrevistados pelo Instituto Certus, enquanto 15,27% não souberam responder e 7,08% disseram que nenhum postulante está preparador para governar Mossoró.

Administração municipal é aprovada pelos mossoroenses O governo do prefeito Francisco José Júnior foi aprovado por 74,78% dos entrevistados na sondagem Certus/GAZETA DO OESTE.Do total de 452 entrevistados,apenas 12,83%, enquanto 12,39% dos entrevistados disseram não saber responder ao questionamento feito pela pesquisa. Em termos específicos, a gestão municipal contabiliza importantes índices de aceitação, na medida em que 49,56% dos entrevistados consideraram a gestão boa e 24,56% disseram que

DOS NOMES QUE ESTÃO NESTE DISCO, EM QUAL DELES O(A) SR(A) NÃO VOTARIA DE JEITO NENHUM PARA PREFEITO DE MOSSORÓ NA ELEIÇÃO SUPLEMENTAR DE 4 DE MAIO PRÓXIMO? LARISSA ROSADO NÃO REJEITA NENHUM CINQUENTINHA REJEITA TODOS OUTRAS RESPOSTAS FRANCISCO JOSÉ JR. GUTEMBERG DIAS JOSUÉ MOREIRA NS

27,88% 22,57% 17,04% 10,62% 9,51% 5,09% 3,54% 3,32% 0,44%

TOTAL

452

o governo Francisco José Júnior é regular, enquanto 4,42% consideraram a administração ruim e 4,65% responderam que a gestão mossoroense é péssima.Do total de entrevistados na pesquisa Certus/GAZETA, 9,73% disseram que o governo do prefeito Francisco José Júnior é ótimo. GOVERNO ROSALBA O Instituto Certus também avaliou a administração da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). De acordo com o mossoroenses, a chefe do Poder Executivo tem a gestão desaprovada por 68,14% dos entrevistados enquanto 27,88% aprovam a gestão. Segundo a pesquisa, 42,92% disseram que a gestão é péssima, enquanto 19,69% responderam que o governo é regular. Para 16,37% dos entrevistados,o governo Rosalba é ruim, e para 14,38%,a gestão é boa, e apenas 3,76% disseram que a gestão é ótima,e 2,88% não souberam responder.A pesquisa foi realizada nos dias 22, 23 e 24 de abril e ouviu 452 eleitores. Foi registrada a Justiça Eleitoral sob o número 00242/2012.

Josué Moreira apresentou baixa rejeição popular

Gutemberg também tem baixo índice de rejeição

Eleitor aponta candidato mais preparado para administrar A pesquisa Certus/GAZETA DO OESTE verificou ainda qual o candidato à prefeitura de Mossoró está mais preparado para administrar o segundo maior município do Rio Grande do Norte. De acordo com sondagem, o prefeito Francisco José Junior é apontado por 55,97 dos entrevistados como o mais preparado para administrar o município. A deputada estadual Larissa Rosado foi citada por 20,35% dos entrevistados como a mais preparada pa-

ra administrar Mossoró. Para 1,11% do eleitorado, o professor Josué Moreira é o mais preparado para governar a cidade. O candidato do PSOL, Raimundo Cinquentinha ficou na última posição, sendo considerado o mais preparado para gerir a cidade por apenas 0,22% de um universo de 452 entrevistados pelo instituto Certus, enquanto 15,27% não souberam responder e 7,08% disseram que nenhum postulante está preparador para governar Mossoró.

TCM realiza debate com os candidatos a prefeito A TV Cabo Mossoró (TCM) realiza hoje, às 20h, o único debate com os candidatos a prefeito de Mossoró no pleito suplementar. O debate será exibido ao vivo, com transmissão pela 95 FM. O jornal GAZETA DO OESTE vai estar representado no debate pelo diretor de Redação, jornalista Gilberto de Sousa, que destacou a relevância do debate no sentido de informar o eleitor, além de oportunizar um conhecimento mais aprofundado da população em torno das propostas e perfis dos postulantes. O debate terá quatro blocos. Em todos eles, tanto a disposição dos candidatos nos púlpitos quanto a ordem de perguntas serão feitas por sorteio. No primeiro bloco, as perguntas serão realizadas pelos representantes da sociedade, como empresários, igreja, classe cultural, Sindicatos dos Servidores Municipais e assinante da TCM previamente sorteado. No segundo bloco, os candidatos responderão as perguntas feitas por representantes do

Ministério Público e da OAB, com temas que diferem dos feitos pelos representantes da sociedade. No terceiro bloco, os candidatos, por sorteio, fazem perguntas entre si. E no quarto e último bloco, por ordem de sorteio para quem inicia as perguntas, os candidatos voltam a fazer perguntas entre si, mas com escolha livre do candidato que irá responder. Todos terão o mesmo tempo para formulação de pergunta, resposta, réplica, tréplica e direito a considerações finais. Os temas do debate passarão por assuntos de interesse geral da sociedade, como saúde, segurança, desenvolvimento econômico e social, geração de emprego, educação, mobilidade urbana e temas definidos pelo Ministério Público Eleitoral e OAB (Ordem dos Advogados do Brasil de Mossoró). Cerca de 40 profissionais da TCM estarão envolvidos na realização do Debate, incluindo uma comissão reguladora formada por advogados da empresa.


4 Gazeta do Oeste

Mossor贸, domingo, 27 de abril de 2014

Publicidade


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Opinião Artigo INDÚSTRIA E AGRONEGÓCIO PUXAM EXPANSÃO NO NE PARA O RN? PETRÓLEO EM QUEDA E SAL MARINHO SEM PREÇO ELVIRO REBOUÇAS — Economista e empresário Com o aparecimento do decesso de produção de petróleo e o aviltamento do preço do sal marinho (somos produtores de 96% das aproximadas 6 milhões de toneladas/ano em todo o Brasil),para o Rio Grande do Norte - o primeiro assunto já marcando 4 mil desempregos na região Oeste potiguar, entre a Petrobras e prestadoras de serviços,- e mesmo com o impulso do consumo perdendo fôlego, e já estampado um outro ano sem boas chuvas, o Nordeste é a região brasileira que apresenta maior potencial de crescimento em 2014, diante da perspectiva de recuperação do agronegócio e da indústria local no período. Essa é a conclusão de um vasto e recente estudo realizado pela Tendências Consultoria, de São Paulo, que mostra que o ciclo de expansão acima da média nacional no Nordeste se estenderá ao menos até 2018, com os investimentos previstos para a região - mais de R$ 160 bilhões - compensando a desaceleração nos gastos das famílias. Como resultado desse processo, há a expectativa que, a partir de agora, a participação do Nordeste na economia nacional, estacionada em 13,8% desde 2010, comece a avançar, chegando até a 15% em 2018. Enquanto isso, as regiões Sul e Sudeste, afetadas pelo baixo dinamismo da indústria, contribuirão cada vez menos para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). As duas regiões, que respondem por 70,7% de toda a riqueza produzida pelo país, devem ter participação reduzida a 69,4% em 2018, mesmo concentrando metade de todos os investimentos já anunciados para os próximos seis anos.Segundo o levantamento da Tendências, estão previstos R$ 558,2 bilhões em investimentos no país até 2020. Desse total,R$ 252,4 bilhões têm como destino o Sudeste e R$ 26,9 bilhões vão para a região Sul. Ainda assim, a expectativa é que o Sudeste e o Sul cresçam a uma média anual de 2,5% e 2,1%, respectivamente, entre 2014 e 2018,abaixo do aumento médio projetado para o PIB no período, de 2,7% ao ano. Já o Nordeste, segundo principal destino dos investimentos até 2020, com R$ 163,7 bi-

lhões, teria ímpeto para avançar num ritmo médio anual de 3,6%."O Nordeste deve passar por uma mudança estrutural nos próximos anos,que permitirá à região crescer com as próprias pernas, sem ficar tão dependente do governo", diz Camila Saito,economista da Tendências,lembrando que os planos para a região envolvem a construção de novas fábricas de automóveis, que já estão se instalando na Bahia e em Pernambuco, o desenvolvimento de usinas eólicas e da ferrovia Transnordestina, além de refinarias de petróleo e de projetos de celulose. Em 2014, já há a expectativa de que o comportamento econômico da região se descole da média nacional.Os cálculos da Tendências mostram que o Nordeste deve acelerar seu crescimento, indo em sentido contrário à perspectiva para o PIB nacional. Enquanto as estimativas mostram que a expansão do Nordeste passará de 2,7% em 2013 para 3,2% em 2014, para o PIB nacional os números apontam perda de ritmo, de 2,3% em 2013 para 1,9% neste ano. Os economistas consultados pelo Banco Central para o boletim Focus também esperam desaceleração no crescimento da economia brasileira, que passaria de 2,3% em 2013 para 1,9% em 2014. O que permitiria ao Nordeste andar na contramão da economia nacional em 2014,segundo o estudo,seria a recuperação da agropecuária, bastante afetada pela estiagem em meses passados, e o desempenho positivo esperado para a indústria local. "O agronegócio no Nordeste tem potencial para se desenvolver tanto quanto no CentroOeste", afirma Camila. A expectativa, segundo a economista, é de crescimento de 9,8% na agropecuária nordestina neste ano, depois do modesto crescimento de 2,5% estimado em 2013. Mas a verdade é que dificilmente este quadro vai se configurar. Não tem havido regularidade nas chuvas,São Pedro não tem ajudado com relação a elas. Além disso, a entrada em operação da fábrica de celulose da Suzano no Maranhão promete dar fôlego extra à indústria do Nordeste, que seria impulsionada também pelos setores de

veículos, máquinas e equipamentos. Com isso, a expectativa é que a indústria local cresça 3,5% em 2014, superando a alta projetada de 2,6% para a indústria nacional. Diferentemente do que se viu em anos anteriores, o consumo passaria a ter papel coadjuvante no desempenho econômico da região, mesmo crescendo acima da média do país. A expectativa é de avanço de 3,4% nas vendas do comércio nordestino em 2014,enquanto a expansão média nacional seria de 2,9%. A taxa prevista para 2014, entretanto, equivale a pouco mais de um terço da expansão média anual de 9,1% verificada entre 2006 e 2012. Essa desaceleração seria reflexo não só da piora na confiança de consumidores e empresários, em resposta ao fraco desempenho da economia brasileira nos últimos meses, mas também do crescimento mais modesto da massa de rendimentos. No Nordeste, a expectativa é de aumento de 4,1% na renda familiar em 2014, pouco além da metade do reajuste médio anual de 7,8% entre 2006 e 2012. "O impacto do Bolsa Família no consumo tende a ser praticamente nulo daqui para frente, porque o movimento de inclusão já aconteceu e o acréscimo de beneficiários será apenas marginal", diz Camila. Além disso, o aumento dos juros e a inflação persistentemente elevada, diz Marianne Hanson, economista da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), tendem a inibir os gastos das famílias na região. Dados da entidade mostram que o perfil de dívida dos nordestinos, baseado no cartão de crédito e em carnês de lojas, é o mais influenciado pelo encarecimento do crédito. "O alto custo dos financiamentos e o elevado comprometimento de renda vão limitar as compras", diz Marianne. Em 2013, os nordestinos comprometeram 33,8% da renda com dívidas, acima da média nacional, de 30,2%, de acordo com a CNC. O Rio Grande do Norte precisa reagir. O povo no seu clamor, muitas vezes silencioso, a economia, o emprego e a renda exigem isto urgentemente.

Penso, logo...

Canindé Queiroz

Rubens Coelho rubensfcoelho@hotmail.com

ONDE CARLOS ANDA? O grande estrategista cantado em versos e prosas por essas bandas do olho do elefante? Não se ver em Mossoró nem em lugar nenhum. Sua esposa, governadora, está sangrando, pagando um preço altíssimo pela sua desastrada gestão, à qual cada dia ver crescer a rejeição popular ao seu governo, inclusive no seu berço político, Mossoró, que lhe deu três mandatos de prefeita e a credenciou para vitoriosa eleição para o Senado e depois para o Governo do Estado. Mas é como disse Abraham Lincoln: "Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo". Então foi isso que aconteceu, a máscara caiu. E o estrategista Carlos Augusto Rosado, sendo o principal responsável político pela tragédia do governo rosalbista, agora se esconde da execração pública, deixando Rosalba sozinha a enfrentar a revolta da plebe ignara, enganada e enfurecida. Carlos Augusto venha a Mossoró socorrer sua correligionária Cláudia Regina e seu DEM, mostre agora suas "qualidades de grande estrategista". Saia de sua fortaleza tibauense, onde você se refugia, venha para a luta. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA O Ministério Público do Rio Grande do Norte, através do procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima, ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa na Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal contra a governadora Rosalba Ciarlini, o ex-secretário estadual de Saúde, Domício Arruda, o procurador do município de Natal, Alexandre Magno Alves de Souza e outras 14 pessoas, além da Associação Marca e outras oito empresas devido a ilegalidades na prestação do serviço de gerenciamento do Hospital da Mulher, em Mossoró. O bicho vai pegar. PROVAS COLHIDAS As provas colhidas revelam que a contratação da Associação Marca pelo Estado, mediante dispensa de licitação, sob a justificativa de situação emergencial, foi direcionada pela governadora Rosalba Ciarlini e pelo então secretário estadual de Saúde Domício Arruda, em processo administrativo manipulado, construído para o favorecimento de referida associação com prejuízo ao Estado, à saúde pública e à população. NÃO HÁ SUBSTITUIÇÃO Declarou a deputada Sandra Rosado:"O PSB não trabalha o nome de ninguém, pois acredita que a justiça será feita e Larissa será a candidata, como sempre foi. Não temos motivo para pensar o contrário, então, o meu nome não está nessa condição de substituição. A condenação não foi por ato de improbidade, então aguardamos o pronunciamento do TSE". Então tá... MAS O QUE SE COMENTA É que além de Sandra, que é mãe de Larissa, o PSB conta ainda com os nomes do ex-deputado Federal, Laíre Rosado e do vereador Lairinho Rosado, pai e irmão da atual candidata, respectivamente. Sandra ratificou que nenhum desses nomes vem sendo trabalhado. "Estamos todos apoiando Larissa que continua em campanha", disse. É pode ser... O DEM IA, MAS NÃO VAI Substituir,Cláudia Regina,segundo afirmação do senador José Agripino, presidente nacional do partido, disse que Cláudia vai até as últimas consequências. Para isso, seus advogados de defesa vão entrar com recursos no TRE. Como diz o velho ditado, a esperança é última que morre. AVACALHOU GERAL A honraria de título de cidadão concedido pela Assembleia Legislativa do Rio

Grande do Norte está verdadeiramente avacalhada, pois não é que realizará na próxima terça-feira, 29, às 11h30, sessão solene para entrega de Título de Cidadão Norterio-grandense ao ministro do Esporte, José Aldo Rebelo. A proposição foi apresentada pelo presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Ricardo Motta (Pros). Que fez de bom esse ministro para merecer tal honraria? Ser um dos responsáveis pela absurda obrigatoriedade imposta pela máfia da Fifa, de construir o futuro elefante branco, Arena das Dunas, a custa do sacrificado contribuinte potiguar? De nossa parte, esse cara merecia era um pé no traseiro, com disse o seu patrão, o mafioso Jerônime Valcke, secretário da Fifa em relação ao Brasil. INTERROMPEU, MAS... Não foi punido. A Justiça Federal absolveu Heros Bezerra de Lucena do crime de desobediência pelo fato de ter participado dos protestos do mês de maio de 2013, que resultaram na interdição da BR-101,em Natal. O juiz Federal Walter Nunes, titular da 2ª Vara, rejeitou a tese de que houve desobediência a uma ordem judicial, expedida pela 1ª Vara Federal, que proibia a interrupção de quaisquer dos trechos da BR101. MONTADORAS EM CRISE A multinacional Volkswagen confirmou que irá adotar, a partir do mês de maio, um programa de suspensão temporária de contrato de trabalho nas fábricas de São Bernardo do Campo (Grande São Paulo) e São José dos Pinhais (PR). Segundo a montadora, a decisão foi tomada com base em contratos estabelecidos entre a empresa e os sindicatos dos trabalhadores, "para adequar-se à demanda atual do mercado". NÃO É SÓ VOLKSWAGEN Volks se une a outras montadoras que enfrentam problemas com os estoques altos e precisam paralisar parte da produção. É um reflexo da queda nas vendas. Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), houve redução de 1,7% nos emplacamentos no primeiro trimestre ante o mesmo período de 2013. A conta inclui carros de passeio e comerciais leves. LEILÃO EM ASSU A Justiça Federal do Rio Grande do Norte promoverá mais um grande leilão. Dessa vez será na cidade de Assu. No dia 14 de maio, às 10h, na Câmara Municipal de Vereadores, ocorrerá o leilão com 21 lotes. O edital assinado pelo juiz federal Fábio Bezerra, diretor da Subseção de Assu, já foi publicado e está disponível no site da Seção Judiciária. DIVERSOS PRODUTOS O leilão traz uma grande diversidade de produtos ofertados. Há um prédio comercial, no centro de Assu, avaliado em R$ 86 mil. Também irá para negociação 10 lotes de terrenos urbanos, no loteamento Quinta do Farol III, também em Assu, avaliados em R$ 207.280,00. No leilão da Subseção de Assu será colocado para negócio um lote com 61 mil tijolos de oito furos, avaliado em R$ 14.030,00. PARALISAÇÃO DAS AULAS Na Ufersa, os professores da instituição federal de ensino superior, em assembleia realizada sexta-feira passada, decidiram pelo indicativo de greve seguindo movimento nacional da categoria. A data da deflagração do movimento paredista, ainda não foi definida. POIS É.. Não poderás ajudar aos homens de maneira permanente se fizeres por eles aquilo que eles podem e devem fazer por si próprios. (Abraham Lincoln)


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Sociais Moda In MÁRIO FILHO mariosegundo1@gmail.com site: http://mariofillho.blogspot.com.br

FICHA TÉCNICA Fotos: Marcelo Bento Modelo: Daniele Fernandes (Tráfego Models) Make&Hair: Ângela Santos Visual

Agradecimentos: Maison Tráfego Edição gráfica: Diego Pinheiro

NOS PASSOS DE UMA Miss é um título que toda mulher gostaria de ser. Desenvoltura, carisma e inteligência são qualidades fundamentais para ser uma representante da beleza, seja no Estado ou no País. Convidamos a modelo Daniele Fernandes para falar um pouco sobre esse mundo de beleza e glamour. Ela, que é natural da cidade de Apodi, vem despontando no mundo da moda há mais de uma década. Com seus 1.75 de altura, Daniele já participou de vários concursos de belezas, concursos de modelos, Miss RN. Garantindo a 5ª colocação representando sua cidade natal, em 2013 ela ficou entre as mulheres mais bonitas das Américas no Miss Brasil Latina. Os desafios não param, atualmente ela se prepara para representar a cidade Picos no concurso Miss Piauí. Confira esse ensaio com a Miss Simpatia, Daniele Fernandes.

MISS! Glamourosa. Esse vestido é mesmo digno de uma miss. A transparência tem seu charme com aplicações em tule, já o bordado em pedrarias dá o brilho final à peça Vagner Kallyeno para Maison Tráfego. Uma dupla perfeita para arrasar!

Lady Diva. A proposta principal desse vestido Vagner Kallyeno para Maison Tráfego é retratar, através das fendas e decotes, a sensualidade e beleza da mulher moderna. Lindamente fatal!

O preto nada básico é mesmo o queridinho de toda mulher. Na foto, ele dá o ar da graça com ombros vazados e cintura marcada. Sem esquecer o comprimento clássico (acima do joelho). Peça "Coringa" já!

Veio para ficar!!! O animal Print não poderia ficar de fora dessa temporada. Aqui, ele aparece lindo, leve e solto com esse modelo que mais uma vez segue como proposta de inverno

O veludo ganha vida e remete a proposta "vintage" nos looks atuais, seus detalhes fazem toda diferença neste lindo vestido black. A barra em plumas azuis é herança do século passado onde volumes era um item necessário no guarda roupa feminino


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Opinião

Ordem do Dia

Por LUÍS JUETÊ

luisjuete@hotmail.com CÉLIO DUARTE

CRIANDO A CONFIANÇA

Em razão da rejeição com que é tratada a eventual candidatura do deputado Henrique Alves ao Governo do Estado, o vice-governador Robinson Faria vem obtendo significativa aceitação em nível, como pré-candidato à chefia do Poder Executivo. Por onde tem passado, as manifestações populares é de que ele não pode e não deve recuar em seu projeto de conquistar o Governo do Estado.

RÁPIDAS

Quase todo mundo conhece a história de Alexandre, o Grande, o conquistador da antiguidade. Na verdade, poucas pessoas sabem a história de seu pai, o Rei Filipe II, da Macedônia. Quando o Rei Filipe começou a expandir o Império, seu maior obstáculo era Atenas. Para conter a agressão de Filipe, os atenienses conduziram um exército contra ele,na chamada Batalha de Queroneia, ocorrida em agosto de 338 Antes de Cristo (AC). Antes da batalha, Filipe determinou que o seu filho,de apenas 18 anos de idade,Alexandre,comandasse a cavalaria da Macedônia. Havia pouca coisa em jogo, apenas vida e morte e a história do mundo. Pura e simplesmente. Você, leitor e leitora desta Ordem do Dia, apostaria em adolescente? Meu pai,o meu herói, jornalista Rubens Coelho, com muitas restrições, me emprestava a chave do seu carro, por exemplo. O risco devidamente calculado do rei da Macedônia,Filipe II,foi prodigiosamente recompensado. A cavalaria de Alexandre representou um grande papel na vitória macedônia sobre Atenas. E a decisão de Filipe em confiar ao filho mais responsabilidade do que o adolescente Alexandre (que à época ainda não era o Grande conquistador citado nos livros de História) estava acostumado, provou ser fundamental na formação da confiança daquele que viria a ser um herói da história. Quando o Rei Filipe II morreu, Alexandre o Grande assumiu o controle do exército macedônio e se tornou o mais jovem e um dos mais admirados conquistadores que o mundo já conheceu. A moral da história é que, quando se cria a confiança, forma-se então uma base sólida para o sucesso.

PLUGADO

NOTAS GERAIS

O marketing do prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), tem acertado na formatação do discurso que vem sendo utilizado pelo candidato. Esta Ordem do Dia acompanhou, esta semana, uma movimentação do candidato, portanto, estamos credenciados a promover a análise.

AGRESSÕES CONTRA HERVAL A coligação Unidos Por Mossoró promoveu, durante o horário eleitoral de rádio e televisão, agressões contra o juiz Herval Sampaio Júnior. Ao publicizar que a inegibilidade de Larissa Rosado representava uma inverdade, a coligação simplesmente chamou o magistrado de mentiroso, que na verdade é um grande homem,um magistrado sério e que cumpre a sua função com zelo e acima de tudo correção.

Em momento algum ele faz qualquer tipo de agressão ou mesmo críticas contra a prefeita afastada Cláudia Regina. Isso, em minha singela opinião, representa um excelente nível, tanto de ética quanto de respeitabilidade do candidato. E isso, em uma campanha que tem sido marcada por agressões e inverdades, é importate.

“A CULPA SEMPRE É DO JUIZ” Já disse uma vez e parece que se faz necessário repetir: a deputada estadual Larissa Rosado, por meio de seus assessores, propaga informações que terminam nos remetendo aos torcedores do Vasco da Gama, que há 20 anos lamentam as “N” derrotas em finais de campeonato e, como era de se esperar, a culpa termina sobrando para o juiz e, quem gosta de futebol, sabe que sobra até para mãe do juiz.

Francisco José Júnior lembra que, como presidente da Câmara Municipal de Mossoró, fez o que foi possível para ajudar a então prefeita. Ele também que ressalta que partiu do grupo da deputada federal Sandra Rosado (PSB) todas as ações judiciais que culminaram com o afastamento de Cláudia. Diante disto, Francisco José Júnior se coloca não como um adversário da prefeita afastada Cláudia Regina. Pelo contrário. O prefeito de Mossoró, até onde foi possível, ajudou e colaborou com a gestão da prefeita afastada, no período em que esteve à frente do Executivo.

CADA UM FAZ O SEU TRABALHO Temos de respeitar a função que é exercida por cada um. O juiz julga, o jornalista informa, o advogado por sua vez advoga. Em relação ao juiz Herval Sampaio, o que podemos dizer é que ele faz valer a Justiça. Ele merece respeito de todos, até mesmo em função da responsabilidade que tem em suas mãos, ou seja, a de conduzir o processo eleitoral suplementar, o primeiro da história política de Mossoró. Não se trata de uma missão, mas o Herval Sampaio dá conta, sim. RAFAEL E JACÓ AMPLIAM ESPAÇOS Dois postulantes a cargos proporcionais nas eleições de outubro estão ampliando consideravelmente os seus espaços. Trata-se dos vereadores natalenses Rafael Motta (PROS) e Jacó Jácome (PMN).Os dois jovens parlamentares trabalham com régua e compasso os seus projetos para o pleito deste ano e podemos constatar a eficácia do trabalho. Rafael Motta é pré-candidato a deputado federal, enquanto Jacó Jácome vai tentar assumir cadeira na Assembleia Legislativa.

• ADESÃO - O ex-candidato a vereador Palhaço Fuxiquinho fez, esta semana, sua estreia no pleito suplementar. Está com Francisco José Júnior. • ESGOTADAS - Um leitor se queixa de não encontrar camisas amarelas no comércio mossoroense. Não sei se isso tem a ver com o pleito suplementar... • CORES E SÍMBOLOS - No entanto, temos de reconhecer que cores e símbolos são instrumentos importantes dentro de um processo eleitoral. • RETORNO - Na Ordem do Dia: está em discussão a mudança nos planos do deputado João Maia, que poderá tentar renovar o seu mandato. • GUARDANDO A VAGA - Com isso, a médica Zenaide Maia guarda a vaga do irmão. Por enquanto, a vaga é dela, mas com chance de mudar.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Esporte

Everton desfalca Fla contra o Corinthians ALEXANDRE CASSIANO/AGÊNCIA O GLOBO

João Paulo, recuperado de lesão na coxa esquerda, deve ganhar uma chance no time titular

A

escalação do Flamengo para o compromisso contra o Corinthians está definida. Isso porque o meia Everton, com dores na coxa esquerda, foi oficialmente vetado pelo departamento do clube. Diante deste quadro, o lateral esquerdo João Paulo, recuperado de lesão na coxa esquerda, deve ganhar

Everton é o sexto desfalque do Flamengo contra o Corinthians

uma chance no time e André Santos, antes lateral, poderá fazer a função de Everton no meio.

"O Everton está fora e decidi dar uma olhada no André Santos no meio", informou Jayme de Al-

meida sem, no entanto, cravar o lateral atuando como meia contra o Corinthians.

O treino também serviu para mostrar outras definições. O volante paraguaio Víctor Cáceres, recuperado de uma luxação no ombro direito sofrida no empate por 2 a 2 com o Bolívar, da Bolívia, em março, pela Copa Libertadores, realmente retorna na vaga de Amaral, que vai ficar como opção no banco. Luiz Antonio e Márcio Araújo também trabalharam no time principal. Assim, Lucas Mugni e Gabriel perdem a disputa e terão que se contentar com a reserva. No ataque, Paulinho e Alecsandro foram mantidos, enquanto que na zaga, Samir, recuperado de lesão na perna direita, venceu a disputa por posição com Chicão. Para o jogo contra o Corinthians Jayme segue

sem poder contar com o meia Elano, se recuperando de dores na coxa direita, e com o atacante Hernane, que sofre com dores na região lombar. Ambos deverão voltar aos treinos a partir do fim da próxima semana. Já o lateral direito Léo, que passou por uma cirurgia no tornozelo direito, só voltará a jogar em julho. O Flamengo treinou na sexta-feira passada com a seguinte escalação: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Samir e João Paulo; Victor Cáceres, Márcio Araújo, Luiz Antonio e André Santos; Paulinho e Alecsandro. Hoje pela manhã acontece mais um treinamento no Ninho do Urubu e, em seguida, a delegação embarca para a capital paulista. GETTY IMAGES

‘A Copa do Mundo não vai resolver todos os nossos problemas’, diz Ronaldo O ex-centroavante Ronaldo, integrante do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, defende os investimentos na preparação das 12 sedes e procura valorizar a melhoria que algumas obras podem trazer à população. Por outro lado, com a possibilidade de novas manifestações durante o torneio, ele argumenta que a competição não pressupõe o final das carências do Brasil. "Há cerca de um ano, na época dos protestos, os brasileiros começaram a imaginar a Copa como a salvação do país em termos de educação, saúde e segurança, mas depois começaram a ver que não é assim", disse Ronaldo na tarde da sexta-feira passada, em São Paulo. Na metade do ano passado, com a disputa da Copa das Confederações como pano de fundo, ocorre-

ram manifestações populares em diferentes regiões do Brasil. O torneio organizado pela Fifa foi citado com frequência, o que deve se repetir durante o Mundial. "A Copa vai trazer milhares de empregos diretos e indiretos. Novos estádios, o que para o futebol é excelente, e grandes investimentos de infraestrutura nas sedes. Continuo acreditando no torneio como uma grande chance para o país crescer, mas infelizmente não vai resolver todos os nossos problemas, que são muitos", disse Ronaldo. A menos de dois meses do início da Copa do Mundo, alguns estádios não foram concluídos, entre eles o Itaquerão, palco da abertura. Com as obras de infraestrutura ainda mais atrasadas, Ronaldo se diz satisfeito com a simples perspectiva de finalização. "Tem algumas obras, co-

mo aeroportos e estradas, que não vão conseguir entregar a tempo da Copa. É uma pena, mas fico alegre por elas terem pelo menos começado. Que terminem em breve, quando seja. É esse o legado que a população merece", disse o ex-jogador, que chegou a citar a cidade de Cuiabá como exemplo. Para Ronaldo, as manifestações de 2013 são um sinal de que o povo brasileiro está de "saco cheio" e "traumatizado" com a classe política. O ex-jogador se incluiu entre os insatisfeitos e incitou a população a votar de forma consciente nas próximas eleições presidências, marcadas para outubro. "Estamos nos aproximando de uma hora importante, de o povo mostrar a própria opinião. Todo o mundo que está descontente precisa escolher bem o seu candidato nas eleições.

É uma grande chance de escolher direito e depois continuar cobrando os políticos cada vez mais", afirmou. Ronaldo ainda refutou a tese de que a Copa do Mundo diminuiu o investimento governamental em outras frentes, argumento comum nas manifestações, e defendeu o lucro que será obtido pela Fifa com o torneio a ser promovido em 12 cidades brasileiras. "As pessoas falam muito que a Fifa está tendo lucro. Mas qual empresa privada não quer lucro? Todo o mundo quer ganhar dinheiro e precisa trabalhar, não pode superfaturar. E não houve dinheiro desviado da saúde para a Copa. O Brasil é um país rico e tem dinheiro para tudo. É hora de organizar a casa e fazer as coisas direito, investindo em saúde e, principalmente, em educação", disse.

Ronaldo defende os investimentos governamentais


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2013

Esporte Vice-presidente do Baraúnas nega desistência Cantinho da recordação Olismar Lima do clube da Série D do brasileiro DIVULGAÇÃO

RAMON NOBRE Da Redação

ELIOMAR

D

urante a semana passada surgiu na imprensa alagoana o boato que o Baraúnas estaria desistindo de participar da Série D do Campeonato Brasileiro, e que a vaga seria destinada a um clube de Alagoas. De acordo com alguns portais alagoanos, até mesmo o presidente da Federação Norte RioGrandense de Futebol (FNF), José Vanildo, havia afirmado que o Baraúnas não participaria da competição, e que a vaga seria destinada a Alagoas. Apesar das especulações, a vice-presidente do Baraúnas, Josirene Ribeiro, afirmou que o Baraúnas em nenhum momento pensou em desistir da Série D, e que isto não passou de um boato. "Ninguém falou que não ia participar. João Dehon (Diretor de Futebol) ligou para Izabel e ela disse que o Baraúnas vai participar da Série D. É porque ela está muito envolvida nessa campanha, mas depois vai se inteirando. José Vanildo também falou que não disse isso e que inventaram essa história. Ligamos para ele e ele disse que nunca falou isso", explicou Josirene. Israel Lima, abnegado do Tricolor, também afirmou que tudo não passou de uma especulação e que

ELIOMAR: ídolo inconteste da nação leonina, na conquista do título de campeão, em 2006

Mandato de Izabel Montenegro no Baraúnas vai até novembro deste ano

o Baraúnas vai disputar a competição nacional. "Foi um boato que surgiu. A vaga é do Baraúnas, que é de direito. A gente ainda está resolvendo com uma parte do elenco algumas coisas. Vamos esperar

passar a campanha, porque Izabel está nela, e depois vamos ver como vai ficar", falou. A previsão de início da Série D do Campeonato Brasileiro é no dia 27 de julho. A tabela da competi-

ção ainda não foi divulgada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Além do Baraúnas, o Globo, que conseguiu através do Campeonato Estadual a sua vaga, também irá participar da Série D.

DanaWhite,chefe do UFC,alerta Renan Barão Dana White não esconde que é fã do brasileiro Renan Barão, atual campeão dos pesos-galos do UFC. Mas o chefão não parece ter gostado muito da notícia de que o lutador estaria insatisfeito com o que vem ganhando a cada luta, e que disse ao "Uol Esporte" que salvou o UFC 173, quando enfrentará TJ Dillashaw em Las Vegas, dia 24 de maio. Para Dana, Barão ainda não é uma estrela e pode estar ca-

REPRODUÇÃO

minhando em uma direção e-quivocada: "Me diga alguém que esteja feliz com o seu salário. Até mesmo Manny Pacquiao, que ganharia US$ 40 milhões para enfrentar Floyd Mayweather, está reclamando dos valores. Quem falou melhor de Renan Barão do que eu? Ele é um campeão, mas não é uma grande estrela ainda. Acho que ele reclamou de Urijah Faber ter

ganhado mais que ele. Ele é um lutador e é pago para lutar. Se ele está dizendo que salvou o UFC 173, as coisas co-meçam a não ficar boas para ele. Espero que não seja esse o caminho que tomaremos com Barão daqui para frente", alertou. Em seguida, o presidente do UFC preferiu minimi-zar o fato, admitindo a possibilidade de haver um contexto diferente do que

foi levado a ele. "Prefiro não responder a estas coisas sem falar diretamente com ele, porque não sei o con-texto da declaração. Temos a barreira da língua, que torna as coisas mais complicadas. O que eu posso dizer é que sempre falamos bem dele. Estamos em um processo de construção da sua imagem agora que ele é um grande campeão", falou.

Um novo craque recebe o nosso registro na sequência da pesquisa do Cantinho da Recordação.Desta feita,o focalizado é Eliomar, atleta que fez parte da história do Baraúnas, por ocasião da conquista do primeiro título de campeão norte-riograndense de futebol na temporada de 2006. O seu nome verdadeiro é Eliomar Sales dos Santos, tendo nascido em SalvadorBA, primeira capital do Brasil e a terra de todos os santos. Antes de vestir a jaqueta do Baraúnas, o nosso focalizado atuou nos seguintes clubes: Bahia e Vi-tória (ambos do futebol da boa terra), Bellizona (Suíça),Corinthians e ASA (de Alagoas), Mamoré (Minas Gerais), Flamengo e River (Piauí),Democratas de Sete Lagoas-MG e Confiança (Sergipe). Por ocasião da disputa do trigésimo terceiro campeonato estadual de futebol, o Baraúnas trouxe para comandar a sua comissão técnica, o experiente treinador Paulo Moroni, que apresentou uma vasta lista de atletas que foram contratados pela alta cúpula leonina. O primeiro jogo de Eliomar, pelo Baraúnas, aconteceu no di 29 de janeiro de 2006,aqui mesmo,no "mundão" do Nova Betânia, oportunidade em que recebeu a visita do Corintians de Caicó, tendo ao final da partida conquistado a vitória, pelo placar de seis tentos a dois. Confira a súmula do ci-

tado jogo. Baraúnas:- Isaías; Cláudio Ribeiro, Índio, Nildo e Eliomar (William); Luciano Piauí, Fausto, Eli Thadeu e Luciano Paraíba;Cícero Ramalho (Hermano Silva) e Maurício Pantera (Chiquinho). Corintians (CA): - Laênio; Cláudio Ari, Cléber, Eraldo e Carlos Henrique (Leléu); Merica (Samuel), Josicley, Tamburiú e Betinho; Valério e Canízio (Júnior Matos). Os gols da partida foram assinalados através de Eli Thadeu, duas vezes, Luciano Paraíba, Maurício Patera,Chiquinho e William,para o leão do oeste, ca-bendo a Valério e Merica,os gols do galo do seridó. Árbitro do espetáculo: Isac Márcio da Silva Oliveira, assistido nas laterais por Milton Otaviano dos Santos e Eduardo Lincoln Neves. Renda da partida: R$ 23.310,00, para um público pagante de 2.934 torcedores, que compareceram ao Estádio Prof. Ma-noel Leonardo Nogueira. Eliomar constitui-se num dos ídolos da imensa torcida do mais querido, pela sua maneira excepcional de assegurar total confiança ao setor defensivo do tricolor, formando o "paredão humano" baraunense. Desta maneira, registramos a presença de Eliomar no futebol da terra de Santa Luzia, atuando pe-lo Baraúnas, oportunidade em que o inserimos na galeria do Cantinho da Recordação.


10 Gazeta do Oeste

Publicidade


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Mossoró

Editora: Monalisa Cardoso mossorogazetadooeste@gmail.com

COMÉRCIO

RECOMENDAÇÃO

Proximidade do Dia das Mães aquece as vendas

MP quer moradias para pessoas com transtornos mentais

2

8

Empreendedores narram o gol da virada ALCIVAN COSTA

ALCIVAN COSTA

Durante edição de 'O Gol é Seu', pessoas que investiram no próprio negócio compartilham exemplos de sucesso

E

m comum, a vontade de marcar o gol capaz de fazer com que os seus times fossem destaque no campo que escolheram para viver e trabalhar. Força de vontade e perseverança foi o que não faltou a essa seleção de empreendedores que contaram ontem, 23, suas histórias de sucesso, durante mais uma edição do projeto 'O Gol é Seu seja artilheiro de sua vida!', desenvolvido através de uma parceria entre InterTV e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (SEBRAE/RN). O evento foi sediado no escritório regional do Sebrae. Nos depoimentos dos convidados palestrantes,a lição e o exemplo de que outros craques podem fazer parte de um time de sucesso. Às vésperas de completar 60 anos de idade, a artesão Francisca Fernandes da Silva é hoje uma empreendedora bem-sucedida. Seus personagens de biscuit,que em sua maioria representam o cangaço, já foram pauta de programas veiculados em emissora nacional, como o Globo Repórter e o Mais Você, e já lhe renderam fama internacional. É com a produção dessas peças,confeccionadas a partir de uma receita simples,composta por goma de mandioca, sabonete, óleo de cozinha e vinagre que ela conseguiu montar a empresa que leva o seu nome e agregar seus familiares ao empreendimento. Contando assim parece fácil, mas antes de marcar o gol da sua vida foi preciso muito aquecimento e muitos chutes na trave, como conta a própria empresária. "Tentei de todas as formas mudar a minha história, mas só chutava na trave", relembra. Ex-agricultora, ela veio de Assu para Mossoró para trabalhar como empregada doméstica.Sem saber ler ou escrever, acreditava que a mudança de vida ocorreria quando formasse uma família."Eu achava que um dia quem mudaria minha história seriam os meus filhos", afirma. Mas aconteceu, justamente, o contrário. Foi no dia em que o esposo lhe negou dinheiro que ela viu que precisava fazer

Edição local do projeto foi sediada no escritório regional do Sebrae

"Hoje em dia sou uma empreendedora individual de sucesso", comemora a artesã Francisca Fernandes da Silva ALCIVAN COSTA

algo e pediu a Deus para lhe mostrar uma oportunidade. Depois disso,em um programa de TV assistiu sobre a confecção de biscuit, mas não conseguia dar forma às peças, até que um dia, com sua própria receita que é utilizada até hoje, ela 'acertou a rede' e, com a ajuda do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas se formalizou. "Faz 17 anos que eu tentei virar artista, mas só virei artista mesmo depois dos 55 anos,quando o Sebrae me achou", conta. "Hoje em dia sou uma empreendedora individual de sucesso", comemora a artesã,que aprendeu

a ler e escrever e agenda seus próprios compromissos. Para Cristiane Oliveira, a Galega da Salada, como é mais conhecida, o gol que mudou a sua vida e lhe atribuiu a taça de empresária bem-sucedida veio com a venda das saladas. "Foi quando pela primeira vez eu saí com o isopor de porta em porta", lembra. Acreditando e sendo perseverante, ela conseguiu dar o pontapé inicial e hoje, seis anos depois de se tornar empresária formalizada, ao invés do isopor, possui três carros térmicos, vende no atacado e no varejo e já venceu um prêmio co-

mo mulher empreendedora promovido pelo Sebrae, ocasião em que concorreu com 53 potiguares. O marido veio somar à sua empresa e, com o crescimento, foi possível abrir outro negócio. O resultado do trabalho já lhe permitiu o financiamento da casa própria, entre outros sonhos. O começo também não foi fácil, vendedora desempregada, ela investiu R$ 75,00 na venda de comidas típicas, mas o negócio não alavancou. "Foi um desastre. Nesse dia recebi um cartão vermelho e fui para fora do comércio", comenta. Como já tinha o isopor, pe-

Lances que impulsionaram a vitória A insatisfação foi o pênalti necessário para que o ex-vendedor de picolé Ubiratan Carvalho conseguisse a vitória. Filho de pais agricultores, ele concluiu o ensino fundamental e foi trabalhar como assistente de serviços gerais na Maisa, mas viu que não estava contente com a situação e pediu demissão. Veio para Mossoró trabalhar como vendedor, oportunidade em que adquiriu experiência, porém, queria ir mais longe e, para isso, retornou à zona rural e decidiu recomeçar do zero, em seu lugar de origem, o campo. Em 2003, com a ajuda do Sebrae, começou a se capacitar e a enxergar novos horizontes. Foi assim que se tornou um empresário rural que hoje emprega toda a família e uma média de

20 funcionários. Seu exemplo de sucesso já lhe oportunizou ministrar palestras, inclusive na Alemanha. Além disso, é sócio-fundador de uma associação de pequenos agricultores que se transformou em cooperativa, a primeira no mundo a obter a certificação de comércio justo para o melão. Iniciativa que tem continuidade pela ação de outras pessoas. Atualmente, Ubiratan Carvalho continua o trabalho com a sua empresa. Já o ex-garçom Giomar Neves Lopes trabalha com a produção e beneficiamento de mel, além do turismo rural. Ele marcou o seu primeiro gol no ano de 2002, quando sofreu um acidente e voltou às suas origens, na zona rural, para a recuperação.

Desde então, o apicultor e sua família vivem do próprio trabalho. Os produtos fabricados na unidade de produção podem ser adquiridos, inclusive, pelos clientes de uma rede de supermercados que tem filial em Natal. O trabalho já lhe rendeu reconhecimento, do Sebrae - instituição apoiadora, durante evento realizado em Brasília. Um sonho que se transformou realidade e que não teria se concretizado caso o agricultor oriundo de um assentamento da zona rural de Mossoró não tivesse seguido em frente. "Se eu tivesse desistido, hoje não estaria onde estou", diz o apicultor, que conseguiu fazer com que suas duas filhas chegassem à graduação, fato que lembra com orgulho.

Formalização é o destaque do ‘jogo’ O gerente do escritório regional do Sebrae, João Vidal, ressalta que o mais importante nos exemplos citados é a formalização dos microempreendedores. Ele comenta que durante muito tempo as pessoas viveram na informalidade, pois para formalizar os seus empreendimentos era necessário, no mínimo, contratar um

contador, sem contar com os impostos e a burocracia. João Vidal considera que com a criação do microempreendedor individual se criou uma situação de cidadania, pois, além do INSS, essas pessoas só têm que pagar tributos no valor de R$ 1,00 (comercial) ou R$ 5,00 (serviços).

O gerente explica que há três modalidades de negócios. A microempresa individual, a microempresa e o empreendimento de pequeno porte. A diferença entre essas formas de empreendimento consiste, basicamente, no valor do teto financeiro, índice utilizado para migrar de um modo para outro de empreendimento.

Após cartão vermelho, Cristiane Oliveira, a Galega da Salada, lembra quando marcou o gol que mudou sua vida

gou os R$ 4,00 que lhe restaram, comprou frutas e produziu as saladas, que

hoje são certificadas pelo Sebrae e saboreadas em várias partes da cidade.

Projeto será encerrado amanhã no Teatro Riachuelo ALCIVAN COSTA

Mossoró foi a quinta, das oito cidades do Estado,a receber uma edição de 'O Gol é Seu! Seja o artilheiro de sua vida', segundo informações da assessoria de comunicação do Sebrae. O encerramento do projeto será amanhã,28,em Natal, no Teatro Riachuelo. A jornalista,ex-repórter da InterTV e uma das idealizadoras do projeto, Glácia Marillac, conta que o objetivo é utilizar a linguagem da Copa do Mundo, que este ano acontecerá no Brasil, como legado. A ideia é usar os termos empregados no futebol para mostrar histórias de sucesso, recontando momentos em que as pessoas marcaram seus 'gols' na vida. Ela conta que quando ainda era repórter sempre que observava alguma criança olhando o seu trabalho, deixava com essa criança uma caneta e uma folha de papel com uma frase mais ou menos assim:'Eu estudei em escola pública, se eu consegui, você também pode conseguir'. Das 30 canetas distribuídas uma 'retornou'. Isso aconteceu quando uma jovem entrou em contato com a jornalista através de uma rede social, postou uma foto da página com a frase que havia

"A ideia é que as pessoas têm que entrar em campo", complementa Glácia Marillac

guardado e da caneta,informando a Glácia que havia sido aprovada no curso de Jornalismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Percebendo que o incentivo surtiu efeito em uma criança e acreditando que seria capaz de incentivar ainda mais um adulto,que já possui entendimento dos fatos,a jornalista apresentou a ideia ao superintendente da InterTV, Dirceu Simabucuru. O projeto ganhou força com o poder do Sebrae como instituição de apoio ao empreendedorismo e com a contribuição da mídia das cidades que sediaram as edições. Para Glácia Marillac, o projeto é um semeador. "A ideia é que as pessoas têm que entrar em campo", complementa a jornalista.


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Mossoró Proximidade do Dia das Mães aquece comércio com compra de presentes WILSON MORENO

A

menos de um mês para o Dia das Mães o comércio se prepara para uma das datas que mais estimula as vendas. Para instigar os consumidores, empresas e marcas já iniciaram a veiculação de suas campanhas publicitárias e à medida que a data se aproxima a procura por presentes aumenta. Nessa perspectiva,os estabelecimentos comerciais se preparam. De acordo com a gerente da franquia de uma das marcas de cosméticos nacionais,que possui loja na cidade, Pávla Mendes, o estoque do perfume lançado para o Dia das Mães já se esgotou e a loja espera a chegada de novos frascos. Mas a procura também é frequente por kits,como os que incluem sabonete, hidratante e carteiras femininas, além do perfume, sem falar nos produtos de maquiagem. Pávla Mendes estima que, em relação ao ano passado, a movimentação no setor está um pouco melhor e comenta que, até mesmo por causa da Copa do Mundo, as marcas estão se antecipando. Mesmo assim,confirma que a maioria das pessoas ainda deixa as compras para a última hora. Com isso, a expectativa é de que nas duas semanas que antecedem o Dia das Mães a movimentação seja intensa, principalmente, por parte dos filhos,já que,segundo ela, os homens são os que mais deixam as compras para o último momento. Contrariando um pouco a regra de que o brasileiro deixa tudo para a última hora, no setor de eletroele-

Marcas de cosméticos apostam em lançamentos de perfumes para a data WILSON MORENO

Kits também atraem consumidores

trônicos os consumidores têm se antecipado. Pelo menos, é o que afirma o gerente de uma das lojas do segmento, Hildemberg de Menezes Jales. "Este mês de abril as vendas estão muito boas. Até porque, o pessoal não está mais deixando para última hora", comenta. Segundo ele, as pessoas temem que, deixando para a véspera do dia de presentear, não consigam encon-

trar bons preços ou os produtos desejados,por isso,estão preferindo aproveitar as ofertas que surgem e guardar o presente em casa para entregar no Dia das Mães. Para o gerente, o volume de vendas está melhor do que no mesmo período do ano passado e os itens mais procurados são micro-ondas, gelágua, fogões e celulares.Aliás,ele comenta que, embora as lojas do segmen-

to sempre esperem um aumento na venda dos chamados produtos da linha branca, o setor também aguarda um incremento nas vendas de aparelhos de telefonia móvel, embora em uma das lojas especializada na comercialização desses aparelhos,visitada pela reportagem da GAZETA DO OESTE, as vendas ainda não tenham aquecido com a proximidade do mês de maio.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Mossoró

RCC realiza congresso neste fim de semana Haverá orações de cura e libertação, louvores, pregação, adoração ao Santíssimo Sacramento e missas

A

Renovação Carismática Católica (RCC) de Mossoró realiza, neste fim de semana, a segunda edição do Congresso Estadual dos Ministérios de Intercessão e Oração por Cura e Libertação. A programação está sendo desenvolvida desde ontem, 26, e hoje, pela manhã, no Centro de Evangelização Padre Guido Tonelotto. Estão sendo esperadas duas mil pessoas de Natal,

Caicó e de outras cidades do Rio Grande do Norte e Ceará. Várias caravanas confirmaram presença no evento que tem como tema "Tende misericórdia, senhor!". Ao longo dos dois dias haverá orações de cura e libertação, louvores, pregação, adoração ao Santíssimo Sacramento e missas. As pregações ficarão sob a responsabilidade de Luís Cesar Martins, coordenador nacional do ministério de intercessão da RCC e Marcelo Maregon, coordenador nacional do Ministério de Oração por Cura e Libertação da RCC. As missas serão celebradas pelos padres Dalmário, de Natal (às 17h do sábado) e Paulo Henrique,pároco da paróquia de São Paulo Apóstolo (às 13h do domingo). Dentrodoevento,serárealizada a primeira edição do Congressinho de Cura e Libertação voltado às crianças. CEDIDA

Congresso estadual deve reunir cerca de duas mil pessoas

De acordo com Francisco Françuir,o congresso,assim como os demais que a RCC realiza tem o perfil carismático."É um evento com

muita oração,direcionado à cura interior, libertação de vícios em que Deus derrama suas glórias sobre todos nós. Por coincidência,neste final

de semana é quando acontece a canonização do papa João Paulo II e, esperamos que ele esteja intercedendo por nós", destaca.

As inscrições serão feitas no local (Rua Marechal Deodoro,bairro Barrocas) e custam R$ 5,00. Todos públicos são convidados.


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Mossoró Fé & Vida Joscelito Marques joscelitomarques@hotmail.com site: www.jocelitomarques.blogspot.com

Refletindo o evangelho

GENTE DE FÉ CEDIDA

Destaco a noite cheia de emoção em que homenageamos a GAZETA DO OESTE em seus 37 anos de jornalismo "sem meias palavras, nem meias verdades". E o seu fundador Canindé Queiroz pelos 72 anos de vida. Agradeço sempre a oportunidade que Canindé Queiroz e Maria Emília nos foi dada por Maria Emília. Sua confiança e apoio em todos os momentos bons e ruins desde que me conheceu. Acolhido nesta família GAZETA, vejo esta empresa crescer a cada ano com inovações, criatividade e uma liderança inconteste. Em sua maturidade este veículo de comunicação sabe mesclar informação e competência aliadas a um compromisso social efetivo. Que o sucesso seja sempre perene. Avante, amigos!

"JESUS RESSUSCITOU, ALELUIA!" João 20, 19-31 "... Como o Pai me enviou, assim também eu vos envio a vós". (Jo 20, 21b) A bem-aventurança de crer no Senhor Ressuscitado, sem tê-lo visto, diz respeito a todos os cristãos. Neste caso, o prérequisito para se tornar bem-aventurado consiste em dar crédito ao testemunho de quem "viu" o Senhor e anunciou que ele está vivo. A tradição cristã, ao longo dos séculos, foi se formando a partir do testemunho dos primeiros cristãos. Estes saíram pelo mundo inteiro para anunciar que o Senhor ressuscitou, testemunhando o fato, não só com palavras, mas também com a vida. O testemunho de fé - palavra e vida - da comunidade é um ótimo caminho que nos leva a Jesus. Como consequência, cada cristão deve estar convicto de que é mediação da experiência do Ressuscitado, para todas as pessoas com quem se defronta. Quando o cristão, realmente, assimila a dinâmica da ressurreição, e a deixa transformar sua vida, torna-se uma prova convincente de que o Senhor está vivo, e sua presença tem a força de mudar, radicalmente, a vida de quem o acolhe. Este é o testemunho que atrairá muitas pessoas para a fé. Falar de Cristo e viver o ódio não convence. Anunciar Jesus e ser presença de paz, esperança e amor atrai multidões. Assim, embora não vejamos Jesus ressuscitado com os nossos olhos, é possível acolhê-lo na fé, e testemunhar que ele, de fato, está no meio de nós. Este é o grande chamado: onde formos devemos levar o Cristo através de gestos concretos de amor.

Pré-festa anuncia comemorações em homenagem a Nossa Senhora de Fátima

A

Paróquia de Nossa Senhora de Fátima iniciou, no dia 22 de abril, a pré-festa da padroeira.A peregrinação da imagem de Nossa Senhora de Fátima em todas as áreas da paróquia tem como objetivo divulgar a festa e criar uma rede de comunidades, como informa o pároco padre Talvacy Chaves. A programação do período inclui missas em diversos locais, além de uma Manhã de Espiritualidade da Legião de Maria, marcada para o dia 1º de maio e um passeio ciclístico, na mesma data,

saindo da matriz,às 7h30 até a Igreja de São Pedro, no bairro Abolição IV,segundo o informativo da paróquia. Com o tema 'Comunidade missionária: mãe de coração aberto', os festejos terão o seu ponto alto a partir do dia 3 de maio, quando haverá abertura solene, marcada por uma caminhada, saindo às 18h da TV Cabo Mossoró (TCM), em direção à igreja matriz, onde haverá missa às 19h. A partir do dia 4 de maio tem início o novenário de Fátima, que vai até o dia 12. As novenas começam sempre às 19h e a cada noite uma

“ ”

Aquele que distribui esmolas, faça-o com simplicidade. (Rm 12,8)

temática diferente será abordada. Após o novenário haverá programação social com atrações locais e barracas com comidas típicas e bazar. Padre Talvacy informa ainda que durante a festa todos os dias haverá missa às 6h. O encerramento da Festa será no dia 13 de maio,data dedicada a Nossa Senhora de Fátima. A programação será iniciada às 6h, com missa; já ao meio-dia será celebrada a missa solene presidida pelo bispo Dom Mariano Manzana e às 17h haverá a procissão. ALCIVAN COSTA

Festa será encerrada no dia 13 com mais uma procissão de Fátima

CANONIZAÇÃO A Igreja Católica canoniza hoje os beatos João XXIII e João Paulo II. A celebração acontece no adro da Basílica de São Pedro. O relicário de João Paulo II será o mesmo da beatificação e será feito outro igual para João XXIII. O Papa Francisco teve a missão de decretar o que o povo já pedia. Assim seja! ULTREIA O Movimento de Cursilhos de Cristandade fará sua Ultreia de Páscoa dia 29 de abril, às 19h30, em sua sede, ao lado da Igreja São Paulo Apóstolo, no bairro Nova Betânia. A responsabilidade é dos grupos Mãe Rainha e Nossa Senhora das Graças. Muito bom! VIAGEM Dom Mariano viaja a Aparecida/SP onde participa da 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil. O evento ocorrerá no período de 30 de abril a 9 de maio, no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho. Boa viagem ao nosso bispo e que retorne com boas novas. RÉCITA DO TERÇO O Padre Sátiro Cavalcanti reúne agentes de pastoral, comunidades e movimentos para a récita do Terço Mariano com as famílias do bairro Dom Jaime Câmara. A récita ocorrerá durante o mês de maio, sempre, às 19h30, no Santuário de Santa Clara. Você é nosso convidado. Participe!

COROINHAS Dia 1º de maio os coroinhas e a Infância e Adolescência Missionária promoverão sua 9ª Romaria ao Santuário de Nossa Senhora dos Impossíveis, no Lima, em Patu/RN. FESTA Tudo preparado para a Festa de Nossa Senhora de Fátima 2014. O Padre Talvacy Chaves e seus paroquianos do Abolição II e adjacências viverão, de 3 a 13 de maio, momentos de fé e profunda devoção à Mãe de Jesus. O tema central da festa é: "Comunidade Missionária: Mãe de Coração Aberto". SEMINÁRIO A Comunidade Católica Renascer realizará nos dias 9 e 10 de maio um seminário sobre espiritualidade no trabalho. O evento ocorrerá no Hotel Garbos.Mais informações pelo fone: 8737-1357. PASTORAL DA SAÚDE A Diocese de Santa Luzia receberá assessoria de padres e irmãos Camilianos para a criação da Pastoral da Saúde. A iniciativa será aprofundada durante a próxima reunião trimestral de Pastoral, que acontecerá de 23 a 24 de maio no Centro de Treinamento Libânia Lopes Pessoa. Maravilha! PARA REFLETIR "O desafio dos esposos cristãos: estar juntos,saber-se amar para sempre e viver de modo que o amor cresça". (Papa Francisco)

KERIGMA Nosso leitor Raimundo Nonato, da Ilha de Santa Luzia, nos pergunta via e-mail: "O que é um mártir?" Bem, Raimundo, a palavra mártir tem sua origem no grego mártyr,que significa "testemunha".Provavelmente,sua origem primitiva está em duas palavras do sânscrito: smarâmi, que significa "minha lembrança", e smrtu, que significa "memória". O mártir é, portanto, uma testemunha do amor de Cristo. E a Igreja, desde os primeiros séculos, celebra de forma especial o martírio ou testemunho que esses cristãos deram,ao morrer por sua fé na Igreja, em Cristo e em Deus. As comunidades católicas primitivas costumavam venerar o lugar do martírio dessas testemunhas da fé. Posteriormente, surgiu o culto às relíquias daqueles que morreram pela fé, espalhadas por diversos lugares, possibilitando que o culto aos mártires se estendesse pelo mundo inteiro. Escreva sempre, Raimundo!


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Opinião Banco de Leite promoverá campanha de doação a partir do dia 19 de maio WILSON MORENO

No dia 19 de maio terá início a Semana Estadual de Doação de Leite Humano, cujo objetivo é incentivar a doação de leite humano,para alimentar crianças das Unidades de Terapia Intensiva Neonatais (UTIs Neo), como ressalta a coordenadora de Ações de Aleitamento Materno, do Banco de Leite Humano de Mossoró, Edilene Torquato. Segundo ela, em Natal haverá a Caminhada da Mãe Potiguar para o lançamento da campanha, mas em Mossoró ainda é necessário sentar com gestores da saúde para definir estratégias de mobilização. "O objetivo é promover, sensibilizar as mães quês estão em casa amamentando seus bebês para doarem parte de seu leite excedente para os nossos bebês da UTI", explica. Outro intuito da data, segundo ela, é sensibilizar os profissionais de saúde para que possam orientar as mães e incentivar as doações de leite humano. Além disso, a campanha busca levar à população informações sobre os benefícios do leite materno. Edilene Torquato informa que toda mulher saudável que não teve intercorrência durante o pré-natal e esteja amamentando o seu bebê, independente do tempo de amamentação, pode contribuir. Para isso, elas devem procurar o Banco de Leite Humano de Mossoró, a Casa de Saúde Dix-sept Rosado e o Hospital da Mulher Par-

Déjà Vu Milton Marques de Medeiros milton@tcm10.com.br

COINCIDENTEMENTE A cidade de Mossoró entrou numa situação delicada em relação à parte política administrativa do município. Após o pleito de 2012,quando elegeu seu prefeito, viceprefeito e vereadores, as coligações partidárias acharam por bem entrar com várias ações na Justiça contra candidatos adversários, e isso gerou um problema que cada dia parece mais conturbado e imprevisível a onde chegar.

Estoque do Banco de Leite está quase zerado

teira Maria Correa,com o cartão do pré-natal em mãos. O documento é importante porque as informações contidas nele serão anexadas ao cadastro, como garantia que a mulher realizou os exames gestacionais e está saudável. Nas três unidades citadas, há profissionais preparados para explicar às mulheres como elas devem proceder com relação à ordenha, pois questões como higiene pessoal e a higienização do ambiente são extremamente importantes no processo. Além das informações sobre a ordenha, as nutrizes recebem ainda os kits para a ordenha em casa. Após a ordenha, o leite deve permanecer armazenado no congelador e, no máximo em dez dias,ser enviado para uma das três uni-

dades de saúde mencionadas. No Banco de Leite, a doação é pasteurizada para poder ser encaminhada às UTIs e alimentar os bebês internados. A coordenadora explica ainda que todos os tipos de leite são necessários,tanto o colostro, que vai do primeiro ao sétimo dia de amamentação,quanto o leite de transição do oitavo ao 15º dia, quanto o maduro,15º dia em diante. "Todos são necessários", ressalta Edilene. A necessidade aumenta diante da atual situação do Banco de Leite Humano de Mossoró. Na quarta-feira passada, o local contava com apenas oito vidrinhos para serem liberados, o estoque, como comenta Edilene Torquato, estava praticamente zerado.

1 ANO DE FALECIMENTO FRANCISCO FERNANDES VALE Seu primeiro sorriso: 30-09-1930 Seu último sorriso: 25-04-2013

Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente.” João 11:25, 26

FATOS A prefeita eleita Cláudia Regina foi alvo de 12 ações na primeira instância, causando um impacto aos próprios juízes que tiveram de trabalhar intensamente para responder a todas as ações em tempo legal. Por outro lado, a principal candidata adversária, Larissa Rosado, também foi acionada pelos contrários, sugerindo perda de mandato, além de multas por desobediência e suspensão de seus direitos políticos por oito anos. LIDERANÇAS LOCAIS De início, as duas principais coligações partidárias que concorreram as eleições anteriores entraram com impugnações na Justiça na expectativa de que alguns desvios fossem apurados judicialmente junto a seus adversários, e a seguir houvesse, claro, devidas punições, para um dos segmentos que os eleitos pudessem perder seus mandatos. Tudo indicava acontecer o que houvera em outros municípios, ou seja, novas eleições. Até aí tudo bem, muito natural, um grupo atuar contra seu adversário. RESPONSÁVEIS DIRETOS Só que, em Mossoró, o processo complicou. Ninguém é judeu para se perguntar de quem é a culpa, mas sem dúvidas a parte política é a principal responsável pelo imbróglio político que a cidade hoje está atravessando. Quer por desobedecer as regras claras do jogo durante a campanha, quer por entrar com ações em excesso para ser julgadas pelos juízes e Tribunais. Resultado, a cidade que embora no momento conte com uma boa gestão pública, vem sofrendo as consequências dessa instabilidade. As forças políticas da cidade não tiveram capacidade de avaliar o quanto esses procedimentos poderiam trazer como consequências negativas para sua comunidade. Erraram na campanha e nas ações judiciais por número excessivo. Certamente não agiram de má fé, claro, mas simplesmente não souberam avaliar o risco das consequências que esses procedimentos poderiam ter. ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA Para evitar esse cenário que Mossoró vivencia hoje, só há uma equipe capaz de prever com antecipação os reais riscos. São os escritórios de advocacia e respectivos corpos técnicos. Advogados experientes sentem no que vai dar. E advogado é uma classe que quase sempre adverte a seus clientes sobre os riscos em que determinadas ações judiciais podem resultar. Agora precisa que o agente político se disponha a escutar. Quando os interesses privados falam mais alto do que a disposição de servir a comunidade, aí fica impossível escutar. Pior, quando se associa estados emocionais cheios de rancores, magos e sentimentos de vingança. PREJUÍZO A OLHOS VISTOS Não há censura em haver entrado com ações. Claro que compras de voto, irregularidades, uso indevidos da máquina pública ou atos semelhantes devam ser sempre alvo de processos e punições, mas que o político saiba avaliar se compensa, se suas ações na Justiça não vão em vez de ajudar, prejudicar a comunidade. O prejuízo já está registrado na cidade, mesmo que agora haja eleições, e seja logo empossado um novo prefeito, seu manda-

to será de apenas dois anos e em período tão pequeno é improvável haver grande gestão, logo de qualquer maneira a cidade sai perdendo. PRINCÍPIO POLÍTICO Há um princípio aceito na sociedade e que todo político o conhece muito bem, de que em atividades públicas o bem maior deva ser sempre dirigido ao povo. O líder político existe para trabalhar pelo povo, servir à comunidade, esse é seu escopo. Se for necessário o líder se sacrificar em um episódio, que assim seja, contanto o povo se saia bem. Isso de dizer que o que vale é ganhar a eleição de qualquer jeito, não é verdade. A história tem mostrado que essa é uma premissa falsa, vale para estimular uma campanha, vale para acender a militância num determinado momento de campanha, mas não como luz e guia do verdadeiro líder. A história está cheia de exemplos de líderes que se sacrificaram para o bem maior do coletivo e no final se saíram muito bem.Destaques para Juscelino Kubitschek, Tancredo Neves e no nosso Estado, Djalma Marinho. Mas, há muitos outros. E O JUDICIÁRIO? Por que não atribuir responsabilidade também ao Judiciário? Neste caso de Mossoró, pode até ser incluído o Judiciário também como possível causador de alguns dos atuais prejuízos que a cidade vem acumulando, mas não como responsável pelo fato. Por quê? Ora,o Judiciário age somente quando provocado. Ele apenas cumpre com o seu papel que é aplicar a lei. E nesse caso, salvo melhor juízo, tem sido correto na aplicação da mesma. Se há demora nos julgamentos, isso faz parte do seu estilo. Se os processos em foco enovelaram é consequência da sua própria complexidade. E quem entrou com as ações iniciais já sabia bem disso.O próprio Ministério Público que tem autonomia para agir sozinho, provocando inclusive o Judiciário age estimulado por denúncias.A verdade é que,se trabalhando correto e de acordo com a lei, o Judiciário permanecerá distante, lá na sua Corte, e não interferirá na vida de ninguém. O ELEITOR? Bom, o eleitor tem culpa na medida em que elege seus líderes. A expressão do filósofo francês Joseph - Marie Maistre em 1783 de que "cada povo tem o governo que merece", permanece como pensamento, verdade e lei. LEITURAS Os dois maiores grupos políticos da cidade são os principais autores das ações.Tem maturidade suficiente para se sair de situações como essa com muita facilidade. Demonstraram essa habilidade em episódios anteriores. Por que agora não? Coincidentemente, os dois novos nomes que ultimamente vinham despontando para ser futuramente líderes políticos na cidade, com a campanha de 2012 e a recente cassação da eleita, as duas presenças acabam de ser "degoladas". Tanto Josivan Barbosa quanto Cláudia Regina até então bem conceituados, estão por enquanto, excluídos. Josivan, na própria campanha de 2012, Cláudia, logo após a sua posse. Duas razoes. Conversas de cúpula em Brasília e São Paulo, dezenas de visitas do governo em campanha a prefeito de Mossoró. Duas fatalidades. Coincidentemente.


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Mossoró EDNILTO NEVES

Famílias continuam morando em escola BRUNO SOARES Da Redação

A

os poucos, o prédio onde funcionou a Escola Estadual Margarida Maria de Sousa está virando um verdadeiro condomínio para dezenas de famílias que antes ocupavam irregularmente o Residencial Santa Júlia. Os moradores vivem em harmonia, se ajudam em todas as tarefas e até dividem alimentos e outros objetos. A instituição de ensino funcionou até o final de 2012 e desde então estava fechada.Somente um vigia fazia a segurança do local. As famílias que moravam no Santa Júlia no período de 1º de fevereiro a 31 de março,alegando não ter para onde ir, resolveram ocupar o prédio localizado no bairro Abolição 3,ainda no último dia de março. De imediato as salas onde tinham aulas ganharam colchões, armários, geladeiras,fogões,sofás e vários outros utensílios domésticos. Cada ambiente é dividido por mais de uma família. Até as salas onde funcionava a direção e outros setores administrativos viraram 'casa' para outras famílias. Em seguida foram chegando mais pessoas e, co-

mo as salas não comportavam todos, foram construídos vários barracos improvisados com madeira,plástico e lona. Água que é encanada e energia elétrica não são problemas para os novos moradores. O fornecimento acontece normalmente. Apenas a caixa d'água dos banheiros coletivos não está funcionando e as pessoas acabam utilizando tonéis para acumular água para os afazeres. O problema maior é vivido por quem está nos barracos devido à temperatura alta em dias quentes ou lama em dias chuvosos. O aposentado José Gonzaga da Costa está gostando da estada. "É bom, tranquilo, só tem pessoas boas, mas era melhor que eu tivesse numa 'casinha' minha mesmo", disse o senhor de 72 anos que tem dificuldades para caminhar por sofrer de problemas na perna esquerda. "Tenho fé em Deus que um dia ainda terei meu 'cantinho', acrescentou. A sua esposa de 59 anos, Severina Maria Rodrigues, disse que uma casa própria seria bem melhor para ela e o esposo que tem idade avançada. "Ninguém tiraria a gente de lá, seria bem mais tranquilo, sossegado, com as coisas do jeito que a gente gostaria", conta. EDNILTO NEVES

José Gonzaga da Costa gosta do local, mas prefere ter sua própria residência EDNILTO NEVES

Severina Maria Rodrigues disse que casal não tem dinheiro para pagar aluguel

Antes de ir para o Santa Júlia, o casal pagava R$ 300,00 de aluguel de uma casa no conjunto Três Vinténs, próximo ao Abolição 4. "Quando pegava a aposentadoria e pagava o aluguel não sobrava praticamente nada. Tinha dia que comia e dia que não. Era muita dificuldade", disse Severina Maria que acredita ainda em ter um imóvel próprio. A moradora Luana Ferreira da Silva foi uma das primeiras a chegar.Ela conta que de lá para cá não hou-

ve muitas mudanças. "Não apareceu ninguém para nos ouvir ou nos ajudar de alguma forma", conta. Ela disse que os moradores chegaram a conversar com a gerência da Caixa Econômica Federal (CEF) para incluí-los no programa nacional de habitação Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal. "Nos disseram que essa parte de cadastro no programa é com a prefeitura, mas até agora ninguém apareceu aqui", disse Luana Ferreira.

Com as salas ocupadas, a construção de barracos foi a saída para outras famílias


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Mossoró Doméstica não tem muito o que comemorar na data que homenageia a profissão

O

27 de abril é o Dia Nacional da Trabalhadora Doméstica. A data é uma homenagem à padroeira das domésticas, Santa Zita, que nasceu em 1218, na cidade de Lucca,Itália,trabalhou como empregada para uma família de nobres e foi canonizada em 1696. Apesar da menção,as profissionais seguem enfrentando difi-

culdades no dia a dia. Muitas mulheres trabalham em cargas horárias altas, ganham pouco, não tem descanso noturno ou semanal de forma correta, férias,muito menos auxílio doença, seguro desemprego, entre outros benefícios que os trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). "Não temos muito o que comemorar.Apesar dos di-

reitos conquistados com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do ano passado, ainda falta muita coisa que dê mais direitos às trabalhadoras domésticas", afirma Ana Maria Costa, presidente do Sindicato das Empregadas Domésticas do Rio Grande do Norte. O mercado de trabalho em Mossoró é bastante complicado para as traba-

lhadoras, segundo a sindicalista. "Aqui os empregadores não querem pagar o salário mínimo e dão qualquer coisa à doméstica;não respeitam a jornada de oito horas diárias; não querem assinar a carteira e uma série de outros desrespeitos", revela. A aprovação da emenda no Congresso Nacional que garantiu inúmeros benefícios aos trabalhadores

domésticos aconteceu há um ano. No entanto, pouco mudou na rotina da categoria que ainda aguarda a aprovação de outros direitos, entre eles o segurodesemprego e, principalmente, o recolhimento obrigatório do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Ainda não há perspectiva de quando esse direito passará a valer. O desânimo com a lentidão na garantia dos direitos tem levado muitas trabalhadoras a pedir demissão.De janeiro a 1º de abril, o Sindicato registrou 38 pedidos de desligamento das suas funções somente em Mossoró. Em todo o Estado foram cerca de 180 encerramentos de vínculos. "As trabalhadoras estão se conscientizando mais, procurando outros empregos, estudando, mudando

de profissão", disse Ana Maria Costa que é doméstica há 19 anos e sindicalista há 14. O número de formalizadas, ou seja, com carteira de trabalho assinada é bem abaixo do universo total de trabalhadores na área. O sindicato estima que 123 mil pessoas trabalhem como domésticas no Rio Grande do Norte - 70% desse número está concentrada na região metropolitana de Natal enquanto o restante dividido em várias regiões do RN. O último balanço do Ministério do Trabalho que o sindicato teve acesso em 2012 apontou que pouco mais de 10% dos empregados eram formalizados. "Esse número deve ter crescido um pouco para a faixa dos 12%. É muito pouco ainda", completa Ana Maria. WILSON MORENO

Apesar das conquistas, as profissionais seguem enfrentando dificuldades no dia a dia WILSON MORENO

Ana Maria Costa disse que profissionais precisam de reconhecimento e valorização

C

M

A

P


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Mossoró

MP recomenda moradias para pacientes EDNILTO NEVES

Município está estudando a viabilização do Serviço Residencial Terapêutico

O

Ministério Público Estadual recomendou à Prefeitura de Mossoró e Secretaria Municipal de Saúde que instalem o Serviço Residencial Terapêutico (SRT). A residência terapêutica ou simplesmente 'moradia' são casas localizadas no espaço urbano, constituídas para responder às necessidades de moradia de pessoas portadoras de transtornos mentais graves, institucionalizadas ou não. O número de usuários pode variar desde um indivíduo até um pequeno grupo de no máximo oito pessoas, que deverão contar sempre com suporte profissional sensível às demandas e necessidades de cada um. O suporte de caráter interdisciplinar - seja o Cen-

tro de Atenção Psicossocial (CAPS) de referência, seja uma equipe da atenção básica,sejam outros profissionais - deverá considerar a singularidade de cada um dos moradores, e não apenas projetos e ações baseadas no coletivo de moradores. O acompanhamento a um morador deve prosseguir, mesmo que ele mude de endereço ou eventualmente seja hospitalizado. O processo de reabilitação psicossocial deve buscar de modo especial a inserção do usuário na rede de serviços, organizações e relações sociais da comunidade. Ou seja, a inserção em um SRT é o início de longo processo de reabilitação que deverá buscar a progressiva inclusão social do morador. De acordo com a recomendação do promotor de Justiça Flávio Côrte, da 1ª Promotoria de Justiça, com atribuições na defesa dos direitos e deveres relacionados à saúde, existem atualmente 12 pacientes residindo há algum tempo no Hospital São Camilo de Léllis. Tal fato justificaria a criação de duas residências terapêuticas. Segundo a diretora administrativa da unidade,

Stéfane Caroline,os pacientes residem no hospital por se estarem em uma situação de abandono da família. "Infelizmente,muitas famílias acabam deixando os pacientes, mesmo após o prazo dado pelo médico para que o usuário continue o tratamento em casa", explica. "Já fizemos contato com a Secretaria de Saúde sobre esse assunto e tomaremos as medidas necessárias para que esses pacientes possam continuar o tratamento em casas terapêuticas", acrescenta. Apesar de ainda não ter recebido a notificação oficialmente, a secretária de Saúde, Leodise Cruz, disse que o assunto já vinha sendo discutido com o promotor Flávio Côrte e que o município, desde o início do ano, manifestou interesse em criar as SRTs."Em 2012, o município se recusou a aderir a esse programa.Desde quando assumimos a secretaria nós buscamos reverter essa situação. Já entramos em contato com a coordenação de Saúde Mental do estado e estamos estudando a viabilidade de trazer esse equipamento para a cidade", afirmou. A instalação das casas, segundo Leodise Cruz, de-

Segundo o MP, há 12 pacientes residindo no Hospital São Camilo há algum tempo

manda tempo, recursos financeiros e a formação de equipes. Hoje, o município está com déficit no número de técnicos de enfermagem, mas não pode contratar em virtude da legislação eleitoral. A própria identificação e seleção dos futuros moradores, suas necessidades e dificuldades requer um pouco de tempo, segundo a secretária. "Nós sabemos que é uma atividade de suma importância e que não é adequando às pessoas viverem no Hospital São Camilo por tanto tempo. Esse local é apenas para tratamento e internação de,no máximo,45 dias",

reconhece Leodise Cruz. MAIS A 1ª Promotoria de Justiça expediu ainda Recomendação orientando que a Secretaria de Saúde forneça dois tipos de medicamentos para pacientes com problemas psiquiátricos. Os medicamentos com princípio ativo 'decanoato de haloperidol', a exemplo de Haldol Decanoato, e outro em princípio ativo 'ácido valproico',a exemplo de Depakene 500 mg, devem ser fornecidos aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que sofrem com problemas mentais,apenas me-

diante prescrição médica. "Essa recomendação veio a nos ajudar porque os familiares acham que podem consultar qualquer outro médico para receitar esses medicamentos, quando na verdade não podem.São remédios controlados, fiscalizados até pela Polícia Federal, conselhos de Farmácia e outros órgãos e não podem ser prescritos por qualquer médico e sim por aquele que faz o devido tratamento com aquele paciente",explicou a secretaria. Leodise Cruz informou ainda que o Haldol já chegou à cidade e o Depakene estará chegando nos próximos dias.


Gazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Saúde Espaço Wilson Rosado A IMPORTÂNCIA DO ORTOPEDISTA NA PRÁTICA DE ESPORTES

O

rtopedia é a especialidade médica que utiliza métodos clínicos, físicos e cirúrgicos para tratar, corrigir enfermidades, lesões e deformidades ósseas, dos músculos, dos tendões, articulações e ligamentos, e tudo o que se relaciona ao aparelho locomotor, ao sistema esquelético e estruturas associadas. A Ortopedia está diretamente relacionada à Traumatologia que é a especialidade médica que lida com as lesões corporais resultantes de traumatismos do aparelho músculo-esquelético, focando-se, porém em lesões ósseas e tendinosas da coluna, bacia, e membros superiores e inferiores, sendo que outros tipos de traumas deverão ser atendidos pela especialidade à qual relacionamse. O médico ortopedista atua em diversas áreas, e dependendo da sua formação ele poderá tratar de pacientes politraumatizados, realizar cirurgias,tratar de fraturas ósseas simples ou mais complicadas,orientar e tratar pacientes com problemas de postura,má formação óssea, coluna, enfim, especializando-se na área que melhor lhe convier. A ortopedia é a especialidade médica que cuida das doenças e deformidades dos ossos, músculos, ligamentos, articulações, enfim, e l e mentos relacionados ao aparelho locomotor. A traumatologia é a especialidade médica que lida com o trauma do aparelho músculoesquelético. Existem diversas doenças ósseas que independem do trauma, como o câncer ósseo, luxações congênitas e deformidades ósseas que necessitam de tratamento médico. As hérnias de disco, causadoras de dores in-

tensas na coluna, podem ser operadas tanto por ortopedistas como por neurocirurgiões, dependendo de sua formação. O aumento da velocidade de locomoção do ser humano trouxe também o trauma, considerada uma doença,ao contrário do antigo termo utilizado, que era "acidente". Outro importante campo de atuação da especialidade é na área do esporte, onde temos as lesões esportivas com características próprias de cada e s -

porte em particular (um gesto, uma lesão). As lesões decorrent e s das

a t iv i d a des esportivas envolvendo o sistema músculo-esquelético de modo geral envolvem os músculos, tendões, cápsula e ligamentos articulares e os ossos nos mais diversos graus de comprometimento, afastando o atleta de suas atividades esportivas por tempo determinado,de acordo com a gravidade da lesão. O grande desenvolvimento de atividades físicas ocorrido no Brasil vem acompanhado algumas vezes de lesões dos aparelhos locomotor e esquelético às pessoas praticantes de esportes e exercícios físicos. Os atletas em geral, hoje,

já buscam o Ortopedista para tratarem de restauração de funções de segmentos comprometidos. A intervenção precoce implica, na maioria dos casos, recorrer a um serviço especializado, pois não se pode esquecer que lesões aparentemente sem importância, quando não tratadas, podem transformarse em lesões graves, incompatíveis com a carreira esportiva. As lesões podem ser definidas em diversas classificações. 1. Lesões mais comuns nos esportes Entorse: é um movi-

mento anormal de uma articulação, além do que os liga-

mentos podem suportar, resultando em lesões dos ligamentos. É o acidente mais frequente no meio esportivo que afeta,sobretudo, joelhos e tor nozelos. O nome mais comum é a "torção". Contusão: é um trauma ou uma batida, em qualquer parte do corpo, que provoca uma compressão violenta. Pode comprometer a função dos músculos ou tendões, além de causar inflamação local. Pode também ser chamada comumente

de "pancada" ou "tostão". Luxação: sinônimo de "desencaixe". É o deslocamento anormal das superfícies de contato da articulação com os ossos. Às vezes, mais grave do que uma fratura. Normalmente, de forma leiga,esse diagnóstico é apontado como algo simples. Ouve-se, frequentemente: "é apenas uma luxação".No entanto,a luxação requer cuidados médicos urgentes. Comumente, pode-se dizer que: "Desloquei o ombro". Fratura: é a perda da continuidade de um osso, que pode apresentar desvio ou não. É a famosa "quebra" do osso. No esporte, os atletas costumam ter fraturas causadas por estresse, ou seja, decorrentes do excesso de atividades. Nesse caso, o osso ¨racha¨ em dois pedaços e provoca muita dor. Distensão ou estiramento: ocorre quando as fibras musculares alongam-se além do seu comprimento normal. O músculo distende-se e provoca dor, fisgada e às vezes, incapacidade de contrair normalmente. Câimbra: é a contração involuntária e dolorosa do músculo.Pode ser provocada por acúmulo de ácido lático ou alteração no metabolismo de alguns elementos (sais minerais, potássio, cálcio), entre outras causas. Por exemplo, a famosa "câimbra de nó". Tendinite: é a inflamação do tendão (cordão ou feixe fibroso localizado na extremidade dos músculos), consequência da repetição excessiva de movimentos. Muito comum aos atletas que estressam demais alguma articulação. Pode ser confundida com a bursite, e está presente também na famosa LER. O Hospital Wilson Rosado dispõe de equipamentos de alta resolução (ultrassom, ressonância, tomografia e raio-x) para realização de exames que auxiliam no diagnóstico dessas patologias. Antes de qualquer atividade física, consulte seu médico especialista. FONTE: http://www.fisioterap i a d e s p o r t i va.com.br/posts/view/2 http://www.infoesco-

NOVO NÚMERO DO HOSPITAL WILSON ROSADO E LABORATÓRIO ( 3318.9000) E DO INSTITUTO DO CORAÇÃO WILSON ROSADO ( 3318.9001)


10 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Mossoró

Sesc oferece 100 vagas em aulões gratuitos CEDIDA

Aulas acontecem de 5 de maio a 31 de outubro, no Darwin Colégio e Curso

O

s estudantes da rede pública de ensino e que não têm condições de pagar um cursinho poderão participar de um ciclo de aulões gratuitos para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A capacitação faz parte do Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG) do Serviço Social do Comércio (SESC). Em Mossoró, serão oferecidas 100 vagas em duas turmas - tarde (14h às 17h20) e noite (19h às 22h). As aulas vão acontecer no Darwin Colégio e Curso e serão ministradas pelos professores da própria instituição no período de 5 de maio a 31 de outubro. As provas do Exame devem ser aplicadas nos dias 8 e 9 de novembro.

As inscrições começaram na terça-feira, 22, e podem ser feitas até segundafeira, 28, na sede do Sesc (Avenida Dr. João Marcelino, Nova Betânia). No ato, o estudante deve apresentar cópias do CPF, RG, declaração ou histórico e comprovante de residência. Também deverá ser entregue a autodeclaração de renda familiar e o questionário socioeconômico. A renda familiar mensal do candidato não pode ultrapassar o valor de três salários mínimos nacionais. Caso o interessado em fazer o curso seja menor de idade,deverá estar acompanhado do responsável. A assistente social do Sesc Mossoró, Raquel Duarte, disse que se o número de interessados for maior que a disponibilidade, haverá uma seleção. "Para isso serão observados os critérios que estão definidos no edital 01/2014 do PCG disponível no nosso site", completa. Segundo ela, nos aulões serão abordados todos os conteúdos do Enem, ou seja, as disciplinas de Ciências Humanas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia), Ciências da Natureza (Física, Química e

Sesc Mossoró realizou aulões isolados no ano passado em sua própria sede

Biologia), Linguagens, Códigos e suas tecnologias (Língua Portuguesa,Língua Inglesa, Língua Espanhola e Artes) e Matemática. O projeto será levado ainda para Natal e Caicó. Na

capital, 240 alunos assistirão aos aulões no Espaço Contemporâneo e na cidade seridoense o colégio Cuca receberá os 200 estudantes selecionados. Mais informações po-

dem ser obtidas através do telefone (84) 3316-3665 e pelo endereço eletrônico www.sescrn.com.br. BENEFICIADOS O público-alvo do PCG

é formado por comerciários e seus dependentes, como também por estudantes de escolas públicas, cuja renda familiar mensal não ultrapasse três salários mínimos nacionais.


Gazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Polícia O CÂMERA

Operação da Polícia Civil prendeu suspeito de homicídios em Assu BLOG EDUARDO DANTAS

P

oliciais civis da cidade de Assu deflagraram, na manhã de sextafeira, 25, uma operação policial para dar cumprimento a um mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária,expedidos pela juíza de Direito da Vara Criminal da Comarca de Assu/RN,contra Antônio Vieira da Silva, 72 anos, conhecido como "Antônio Gago". Antônio é acusado de ser o autor do homicídio de Diego Cabral, crime acontecido na noite no dia 11 de setembro de 2013, na Av. Prefeito Arcelino Costa Leitão, no bairro Parati 2000,em Assu.Na ocasião, Antônio Gago e outras duas pessoas efetuaram disparos de arma de fogo, de dentro de um carro escuro, contra Diego Cabral e Jadson Coelho. Diego foi alvejado pelos disparos e não resistiu aos ferimentos,vindo a óbito no local. Jadson conseguiu fugir sem ser atingido. O crime teria sido motivado em razão da suspeita de que Jadson havia subtraído um carneiro

Itep fez a retirada do corpo do local para ser examinado

Corpo de uma mulher é encontrado enterrado

Antônio Vieira da Silva foi preso por força de mandado judicial

de propriedade de Antônio. Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão e de prisão temporária, na zona rural de Assu, os policiais localizaram na residência de Antônio Gago uma arma de fogo, tipo espingarda, municiada. Em virtude

disso, Antônio também foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. Antônio Gago também é investigado como o autor de uma tentativa de homicídio qualificado, praticada no dia 25 de junho do ano passado, na zona rural de Assu.

Ele teria efetuado um disparo de arma de fogo, calibre 12,contra a vítima Uberlândio Rodrigues de Macedo, que foi socorrida para o Hospital Regional de Assu/RN e posteriormente transferido para o HRTM em Mossoró/RN, onde passou por atendimento médico.

Jovem mossoroense sai de casa sem destino e família busca por informações REPRODUÇÃO FACEBOOK

Familiares de Mouzy Indiane da Silva Evaristo, de 24 anos, procuram pela jovem que, no dia 24 deste mês, saiu de casa sem deixar nenhum aviso de destino ou explicação. O fato aconteceu no bairro Abolição V, onde a família da jovem reside. De acordo com a mãe de Mouzy Indiane, a senhora Maria da Paz Evaristo, há alguns meses a filha conheceu, pela internet, numa rede social, um jovem de Batayporã, e a partir de então começaram uma amizade que levou, pelas suspeitas da família, à saída de Mouzy de casa. "Depois que ela conheceu esse rapaz, que responde pelo nome de Erasmo Borges, nós começamos a perceber uma mudança nos comportamentos dela. Ela passava de horas a fio na internet, seja de madrugada, durante o dia ou mesmo pela tarde. Ela sempre estava em contato com ele, por celular ou pelo notebook. Achei aquilo estranho e comecei a observar mais. Simplesmente, minha filha não se alimentava, não comia bem, e estava com "olheiras" de tanto ficar na internet e virar a noite em conversas pelo Facebook", frisa. Segundo Maria Evaris-

Mouzy Indiane, segundo a família, conheceu um homem pela internet e saiu de casa, sem dar qualquer notícia de seu paradeiro

to, esse comportamento não apenas suscitou a desconfiança da família, como também a preocupação. "No dia 24, o dia em que saiu de casa, ela utilizou uma conta de um sobrinho meu para receber a quantia de 750 reais, que foi depositada por alguém, numa casa lotérica. Certamente, era o dinheiro para passagens e outros custos. Esse

jovem reside em Batayporã, divisa entre Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo. Liguei para a polícia da região, informando acerca do ocorrido, porque nós, enquanto familiares, nos preocupamos com fatos assim. Hoje, não podemos confiar... estou muito apreensiva com tudo isso, com tudo que tem acontecido sobre minha família.

Não estou dormindo bem, comendo bem, fazendo nada bem, pois me preocupo com ela. Na internet, o Facebook dela tem uma última atualização, datada do mesmo dia 24. Na postagem, ela dizia que ninguém iria impedi-la de ser feliz. Mas nos preocupamos porque a saída dela foi repentina e sem aviso algum e isso nos deixa bastante apreensivos, uma vez que vivemos em um mundo muito perigoso", confessa a mãe. Até agora, a família não teve qualquer informação precisa acerca do paradeiro de Mouzy Indiane da Silva Evaristo. "Ela morou comigo a vida toda...nunca foi de sair assim, de casa, para nenhum lugar.Fez faculdade, sempre foi muito caseira e nunca imaginei que ela fosse capaz de sair assim", diz, aflita, a senhora Maria Evaristo,enquanto identifica, num extrato bancário, o valor depositado."Vou pedir à Caixa Econômica um espelho detalhado de onde saiu, realmente, este depósito", explica. Quaisquer informações, a família pede para que se entre em contato através dos telefones: (084) 8880-0885 / (084) 99719130 / (084) 8812-7514 / (084) 848735-1455.

Moradores do município de Baraúna encontraram um corpo enterrado em um forno desativado. A Polícia Militar foi acionada para verificar a informação e ao confirmar a presença de um corpo o Instituto Técnico-científico de Polícia foi chamado para fazer a remoção do cadáver. Após retirar o corpo do local foi identificado ser de uma mulher, porém sem qualquer identificação. O cadáver foi recolhido e levado para a sede do órgão para ser necropsiado. O corpo apresenta estatura me-

diana, cor branca e cabelos longos. O forno onde o cadáver estava enterrado fica localizado no perímetro irrigado, por trás do Parque de Vaquejadas do Sítio Velame I, em Baraúna. A descoberta aconteceu no final da tarde de sextafeira, 25, quando populares perceberam um pé humano do lado de fora da terra e perceberam se tratar de um corpo enterrado. Somente após o resultado de exames técnicos será possível identificar a causa da morte. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil de Baraúna.

Divulgada foto de suspeito de desfigurar rosto de mulher A Polícia Civil do Rio Grande do Norte divulgou, na sexta-feira, 25, a foto do suspeito de deixar uma mulher com o rosto desfigurado em Natal-RN. O suspeito é o ex-companheiro da vítima identificado por Leandro José de Lima, de 23 anos.Leandro está foragido e sendo procurado pela polícia. A vítima da agressão é Fabiene Gonzaga Martins, 25 anos, dona de casa e devido à brutalidade das agressões, terá que fazer uma cirurgia para reconstituir dois ossos da face. O caso está sendo acompanhado pela delegada Karen Cristina Lopes, titular da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher. Fabiene depôs na polícia e relatou que havia se separado do marido fazia pouco mais de uma semana justamente por não aguentar mais ser espancada. Ela

contou que apanhou com um cabo de vassoura e levou vários socos.A mulher também disse ter sido estuprada. No Instituto TécnicoCientífico de Polícia (ITEP), Fabiene fez o exame de corpo delito e também foi submetida a exame de conjunção carnal para poder comprovar o abuso sexual. De acordo com Sônia Gonzaga, mãe da vítima, Fabiene passará por procedimento cirúrgico na próxima terça-feira,29,no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel para reconstruir dois ossos da face.Ela tem vários pontos na cabeça, hematomas por todo o rosto e sangue coagulado nos glóbulos oculares.A delegada Karen Cristina reforça que a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher está recebendo informações sobre o caso no telefone 3232-2526. DIVULGAÇÃO POLÍCIA CIVIL

Leandro está foragido e sendo procurado pela polícia


12 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Mossoró Impressionando

A única maneira de fazer um bom trabalho é amando o que você faz. Se você ainda não encontrou, continue procurando. Não se desespere. Assim como no amor, você saberá quando tiver encontrado”.

Carlos Augusto impressionandonagazeta@gmail.com

Autor desconhecido

Notícias destaques

DA SEMANA

“SEGREDOS MÉDICOS”

SECRETÁRIO DA FIFA VOLTA A CRITICAR ATRASO NAS OBRAS DOS ESTÁDIOS DA COPA

Uma comitiva da Fifa visitou, na terça-feira passada, 22, as arenas Corinthians, em São Paulo; e da Baixada, em Curitiba. E Jerome Valcke ficou preocupado com o que viu.

O secretário-geral da Fifa olhou, pensou e deu um ultimato: a colocação da arquibancada provisória, que aumenta a capacidade da Arena Corinthians de 48 mil para 68 mil lugares, precisa terminar até o dia 10 de maio. Apesar da preocupação com a situação do estádio, o dirigente se mantém confiante. Segundo ele, São Paulo vai estar pronta no último minuto, mas vai estar pronta. A abertura da Copa começa no dia 12 de junho, na partida entre Brasil e Croácia. Para não correr riscos, foram marcados quatro eventos para testar a nova arena. O mais importante deles, o jogo do Corinthians contra o Figueirense, pela quinta rodada do Brasileiro. Essa partida, marcada para o dia 17 de maio, será o teste definitivo. Tudo precisa funcionar como se fosse em Copa do Mundo. Serão 50 mil ingressos à venda, 18 mil pessoas a menos que na partida de abertura. QUANDO UMA CANÇÃO TRADUZ UM PERSONAGEM “Como cortar pela raiz se já deu flor? Como inventar um adeus se já é amor?”. E só Juliana (Vanessa Gerbelli) ouvir falar da possibilidade da menina Bia, filha de sua ex-empregada e do agora seu esposo Jairo, ir embora de casa que se ouve instantaneamente a voz de cristal de Sandy

Leah cantando a comovente canção “Morada”. Há muito que um tema musical não traduzia tão perfeitamente uma personagem. Mérito da canção, sim, e mérito da atriz Vanessa Gerbelli, que vem conduzindo a neurose da sua personagem de forma intensa, angustiada, mas verossímil. Marcello Melo, o intérprete de Jairo, faz um “cafajeste” com propriedade e sem exageros e consegue ir do rapaz com cara de bobo ao canalha agressivo - sem perder o prumo. O casal está batendo um bolão. Em Família é uma novela com cara de novela. Ficção, sim, mas com um fio condutor de verossimilhança.

Estirão SEM INGLÊS, SEM FRONTEIRAS Pelo menos 100 bolsistas do programa de intercâmbio estudantil do Governo Federal Ciência Sem Fronteiras terão de voltar mais cedo para casa por não possuir fluência em inglês. Quanto mais se bate na tecla da importância de se fazer um curso de idiomas, menos as pessoas entendem isso. Daí sentem na pele o prejuízo, como esses alunos. ...O SUCESSO DO ÁLBUM DE FIGURINHAS DA COPA DO MUNDO Está fazendo um sucesso espetacular o álbum de figurinhas da Copa do Mundo 2014. Acredite. Vai longe o tempo em que colecionar figurinhas era coisa de criança. Por meio do velho e bom boca a boca e também por páginas do Facebook, adultos estão se encontrando em bancas de revista da nossa cidade para... trocar figurinhas do álbum. Há os que chegam acompanhados dos filhos, mas outros vão sozinhos mesmo. NO CHECK-IN...

Histórias reais, médicos que também são atores e pacientes não atores fazem parte do enredo de “Segredos Médicos”, nova série do Multishow exibida de segunda a sexta, às 23 horas. Baseado em fatos verídicos, o programa trata das relações vividas entre médicos e pacientes através da rotina de um grande hospital em São Paulo. A cada episódio são apresentadas três histórias repletas de drama, mistério e suspense, em que sete jovens médicos abordam casos polêmicos, sendo desafiados a diagnosticar doenças raras e, sobretudo, a lidar com a complexidade das relações humanas. O roteiro é validado pela diretoria clínica do Hospital Santa Paula, onde a série é gravada. O diferencial do programa é justamente essa relação entre ficção e realidade. Com “Segredos Médicos”, o Multishow pretende trabalhar com a memória afetiva e os sentimentos das pessoas que já passaram por cada situação. No programa, tudo é ficcional, mas ao mesmo tempo muito próximo da realidade. Os médicos da série também são médicos na vida real e algumas das pessoas que interpretam os pacientes foram escolhidas porque têm ou já tiveram alguma experiência ligada ao tema abordado em cada caso. Eu recomendo. É realmente muito bom e bastante informativo! Inteligência no ar.

SUA

VIAGEM RESORTS DA DISNEY IMPLANTAM PULSEIRAS MULTIUSO E CHECK-IN FORA DO AEROPORTO Desde janeiro, o vilão chamado fila do aeroporto na volta para casa foi riscado dos contos de fadas de quem se hospeda na Disney. Por meio do Resort Airline Checkin, os hóspedes de 27 dos 30 hotéis da rede em Orlando podem pesar as malas, etiquetá-las e receber o cartão de embarque ainda no sossego do hotel. Para isso, basta comparecer ao balcão do serviço com antecedência de três horas e apresentar o passaporte. A facilidade contempla os passageiros da American Airlines, Delta, JetBlue, United e US Airways e inclui até cobrança de taxa por excesso de bagagem. No aeroporto, é só ir a área de embarque. Agora em maio, a novidade na Disney será a implantação da Magic Band, uma pulseira com a qual os visitantes farão de tudo nos parques: comprar suvenires, roupas e lanches, fugir das filas dos brinquedos, reservar mesa no restaurante e, para os hóspedes da rede, até abrir a porta do quarto. Um misto de chave e cartão de crédito bem fácil de usar - e de gastar. (www.viagemeturismo.com)

Em um hotel da cidade, o camareiro muito solícito pergunta ao jovem casal que acabara de se hospedar em uma das suítes: - Mais alguma coisa, senhor? Pergunta o camareiro. - Não, obrigado. E sua esposa, senhor, não precisa de nada?, pergunta novamente o gentil camareiro. O esposo responde: - ah, bem lembrado, me arranja um cartão-postal para eu mandar para ela por favor. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk SEGURO DE CELULAR A onda de roubo de celular ajuda a crescer o mercado de seguro do falante. No primeiro trimestre deste ano foram mais de 21 mil novas contratações de seguro na TIM, em todo o País. Isto representa um aumento de 20% em comparação ao mesmo período do ano passado. CAMPANHA POLÍTICA CUSTA "OS OLHOS DA CARA"... Pelos cálculos de um dirigente de partido que participa da coligação de um dos presidenciáveis, qualquer candidato, neste momento, gasta pelo menos R$ 400 mil num fim de semana. Só um dia de jato particular, com combustível, custa cerca de R$ 300 mil. Há ainda gastos com hospedagem e comida. Os custos, só com esses itens - sem contar salário de assessores - passa de R$ 1,5 milhão por mês. UMA LIÇÃO DE FALTA DE PLANEJAMENTO E ESTRUTURA... A expansão do Aeroporto de Brasília, obra de 12 meses, custou até agosto a R$ 1,2 bilhão.Sua inauguração foi anunciada semana passada, porém os passageiros constataram que nada funciona: o sistema de som é inaudível, ar-condicionado está quebrado, banheiros tem vazamentos. O pior é que os passageiros de vários voos diferentes embarcam na mesma hora, no mesmo portão, obrigados a fazer baldeação de ônibus antes de embarcarem no avião. Depois, todos têm que seguir a pé pela pista. É Brasil! GERAÇÃO BRASIL... A Rede Globo está há duas semanas de dar adeus ao seu grande problema na sua grade de telenovelas, a novela das 7, Além do Horizonte, que quase afundou o horário. Depois da decepção, parece que vem coisa boa por aí. As chamadas da próxima novela das 7 empolgam e mostram que mais uma vez os autores de Cheias de Charme,Izabel de Oliveira e Filipe Miguez,Simone Marinho, o último grande sucesso das 7 vem com força para colocar o horário na linha. Demorou... PELAS ALTURAS... O preço da carne está pelas alturas nos supermercados e frigoríficos da cidade.Assim fica difícil controlar a inflação. O jeito que tem, para equilibrar o orçamento na mesa, é mixar o consumo de carne com peixe, frango, sardinha, ovos e seus agregados... AIII, CORAÇÃO ALADO... Fagner, cantor cearense de sucesso em todo o Brasil, lança agora em maio o CD “Pássaros urbanos”, produzido pelo mago dos anos 80, Michael Sullivan. O disco, segundo quem ouviu e me falou,lembra o Fagner romântico de antigamente. Terá duas regravações e dez canções inéditas.E a gente fica na torcida.Ninguém aguenta mais os “lepo lepos” e “beijin no ombro”...


Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Cidades

EM MACEIÓ Editora: Kalidja Sibéria cidades@gazetadooeste.com.br

GAZETA participa de evento de culinária

EVENTO 4

Motores do Desenvolvimento discute desafios do comércio

5

Benefícios movimentam economia no interior EDNILTO NEVES

No Rio Grande do Norte, a maioria dos 167 municípios sobrevive dos benefícios pagos pelo INSS

TABELA Pela tabela de Pagamento de Benefícios, na quinta-feira, 24, receberam aqueles que possuem benefícios de até um salário mínimo e possuem benefícios de final 1, dia 25; final 2; dia 28, final 3; dia 29, final 4; dia 30, final 5. De 1°de maio é feriado nacional e não há pagamento. Continuando, dia 2, final 6, dia 5, final 7, dia 6, final 8, dia 7, final 9 e dia 8 de maio, os benefícios com final 0 (zero). Os que ganham mais do que o piso, sendo duas finais por dia: finais 1 e 6, dia 2 finais 2 e 7, dia 5; finais 3 e 8, dia 6; finais 4 e 9, dia 7 e finais 5 e zero, dia 8 de maio.

O

s aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) estão recebendo os benefícios referentes ao mês de abril, iniciado na quintafeira passada, dia 24, e que serão pagos até o dia 8 de maio. No Rio Grande do Norte será transferido para os 526 mil beneficiários, o montante de R$ 389 milhões. Apesar dos desafios que se propõem à Previdência, no sentido de ampliar a cobertura entre os trabalhadores brasileiros, é indiscutível o papel que esta desempenha na vida de cada cidadão e na economia do País. Para o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte, Manoel Cândido, "é de muita importância esse pagamento mensal feito, principalmente, ao trabalhor rural. Destaco nos meus contatos junto aos sindicatos e ao homem do campo, que o pagamento da Previdência Social co-

Valores serão pagos pelo INSS até o dia 8 de maio e superam as cotas do FPM transferidas aos municípios do RN

mo um dos mais importantes programas de distribuição de renda do Brasil", afirma. Segundo informações da Previdência, no Rio Grande do Norte, a maioria dos 167 municípios sobrevive dos benefícios pagos pelo INSS e são os aposentados e pensionistas

que mantêm a economia dessas cidades. O comércio vive em função da venda de seus produtos a essa clientela e, em algumas cidades, os dez dias úteis do pagamento do INSS é que garantem a circulação do dinheiro. Nas agências bancárias e nos Correios, por meio dos quais muitos

recebem os pagamentos, o movimento aumenta consideravelmente. A apresentação da folha de pagamento mensal do INSS ilustra bem o papel que a Previdência Social tem na dinamização da economia dos municípios. Em muitos casos, o valor mensal investido pe-

Técnicos municipais paralisam atividades em Areia Branca CARLOS JÚNIOR

A greve dos servidores técnicos municipais de Areia Branca completa hoje seis dias e a situação se agrava ainda mais devido à falta de diálogo entre o município e a categoria, representada no movimento pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Areia Branca e Grossos. Os técnicos reivindicam reajustes salariais e melhores condições de trabalho. Segundo o Sindicato, o salário já está há bastante tempo defasado e que a Prefeitura de Areia Branca não oferece reajuste salarial à categoria há quase dez anos. A greve abrange profissionais de áreas diversas como técnicos em Enfermagem,em Contabilidade,em Raio-X, em Edificações, em Teleprocessamento,em Controle Ambiental, entre outras categorias de nível técnico que paralisados reduz a prestação de uma sé-

meiros do mês seguinte, são comemorados pelos comerciantes como os de melhor movimento. Os ambulantes se multiplicam, vendendo confecções, redes, sacolões, alimentos de primeira necessidade, entre outros.

Técnicos em diversas áreas estão paralisados em Areia Branca

rie de serviços públicos à população. De acordo com o presi-

dente do Sindicato, Pedro Neto, na saúde, 40% do quadro de técnicos em en-

fermagem continuam trabalhando e o Hospital Regional Sara Kubitschek

la Previdência Social no pagamento dos benefícios é superior ao repasse feito pelo Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Isso ocorre principalmente em municípios pequenos. Os dias de pagamento - entre os cinco últimos dias úteis e os cinco prifunciona atendendo ao público, mesmo com o quadro de servidores reduzido. Faixas e cartazes informando à sociedade sobre o movimento paredista foram afixadas em vários pontos da cidade e os grevistas estão se reunindo todas as manhãs na praça da Conceição, em frente ao Palacete Coronel Fausto, sede do Poder Executivo municipal. O presidente do Sindicato relatou ainda que a situação vem preocupando a categoria já que os grevistas alertaram que os técnicos que trabalham com o processamento de dados da folha de pagamento estão de braços cruzados, o que pode comprometer o pagamento do funcionalismo público no final deste mês. A estimativa é de que 90% dos técnicos do município aderiram à greve e estão engajados na luta. "Estamos unidos não só por reajuste salarial, mas principalmente por condições de trabalho. É inadmissível que se falte material num hospital onde os profissionais trabalham em condições precárias.

DADOS No Rio Grande do Norte será transferido para os

526 mil

beneficiários, o montante de R$ 389 milhões

Como vamos oferecer um atendimento digno se faltam medicamentos, por exemplo?", indaga. Pedro Neto relata ainda que a insegurança no Hospital Sara Kubitschek tem preocupado os servidores, que já solicitaram, sem êxito, um reforço no serviço de segurança. "Semana passada um homem armado entrou no hospital e ameaçou todo mundo. Como vamos trabalhar dessa forma? Assustados e com medo de acontecer uma tragédia a qualquer momento", complementa. O Sindicato vem tentando negociar com a administração municipal desde o mês de junho do ano passado, mas não obteve sucesso e por isso decidiu iniciar a paralisação até que o município atenda as reivindicações da categoria. "O Sindicato está à disposição do município. Queremos resolver essa situação o mais rápido possível. Sabemos que a população é prejudicada, mas se não houver essa pressão infelizmente não conseguiremos ser atendidos", afirma o sindicalista.


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Alto-Oeste Soraya Vieira sorayavieiraf@gmail.com twitter: @sorayavieiraf site: www.sorayavieira.com.br

Sociais FOTOS: WWW.SORAYAVIEIRA.COM.BR

A persistência é o menor caminho do êxito”. Charles Chaplin À frente do evento da família Rêgo, José Rêgo. Aqui, com os irmãos

Leidinha Rêgo com o tio José Rêgo José Rêgo, o vereador Gilson Rêgo e amigos Sergimar e Cleiton

A VIDA CONTA... TESOURO DA VIDA Ao homem que pedia ao Céu socorro Que o livrasse do tédio e da tristeza O Senhor permitiu que ele escutasse Certas informações da Natureza. Disse-lhe um tronco enorme, rente à estrada: - Queres seguro amparo, meu amigo? Pensa no Tempo... Aproveitando o Tempo, Ergui-me aos poucos por ditoso abrigo.

José Rêgo com os irmãos

Não longe, uma roseira esclareceu: - Não te dês a caminhos tentadores, Trabalhando sem pausa, dia a dia, Posso abrir para a Terra o meu cofre de flores. Maria Luiza Fernandes Figueiredo ganhou festa linda de 15 anos no Olimpo Recepções em Natal, na sexta-feira passada. Volto com detalhes! José Rêgo e Edson Rêgo

Consultada, uma fonte respondeu - O Tempo vem de Deus, de segundo a segundo, Devo seguir lavando pedra e lama, A fim de resguardar o conforto do mundo. A abelha comentou alegremente Sem alterar as excursões sonoras: 111 - Não existem angústia ou desalento Para quem descobriu a riqueza das horas. O homem renovado, então fitando os Céus, Gritou, ante os humildes cireneus: - O trabalho no Tempo é o tesouro da vida, Agora compreendi... Obrigado, meu Deus!... Maria Dolores -Chico Xavier

José Rêgo, Hilana, Albetiza, Antônia, Antônio e Jucileide Rêgo

A família Rêgo de Pau dos Ferros reunida para confraternização


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Natal Rodrigo Loureiro rodrigo_sloureiro@hotmail.com twitter: @loureirorn site: www.rodrigoloureiro.com.br

Sociais ANDREA E VALDEMAR Andrea e Valdemar Vieira de Jesus tornaram-se um só, numa linda cerimônia que aconteceu na quinta-feira, 24, no Olimpo Recepções, com as bênçãos do Pastor Kleber de Queiroz. Após a cerimônia, os noivos receberam os convidados no próprio Olimpo que foi todo decorado por Laciano Almeida. No evento bolo de Tereza Vale, doces de Kyara Soares, bem-casados de Dulce e cerimonial assinado por Makus Guedes, que como sempre, dá show. Os embalos da noite ficaram por conta da Orquestra Dokmos. Claro que hoje chegamos com os cliques exclusivos do evento, já que fomos a única coluna convidada. FOTOS: CEDIDAS

Andrea e Valdemar Vieira de Jesus, agora casados!

Ministro Garibaldi e Denise Alves, padrinhos da noiva

Os noivos com Aluizio Bezerra e Aliete, pais da noiva

Dayan Paiva e Sarah Pinheiro, também no evento

Hanna Priscilla e Lucas Solon em pose para a foto

Vereadora em Angicos, Edilza com Emanoel Palhares

O fotógrafo Jovinho com a filhota Geovana prestigiando

Este colunista com Denise Alves e o ministro Garibaldi

Almir Goes e sua esposa Eliete Menezes também vieram

Aluizio Bezerra e Aliete, pais da noiva, felizes da vida

Marcos Pimentel e Lìdece Munay, sempre queridos

Os noivos em pose com as amigas de escola da noiva


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Cidades

GAZETA participa de evento de culinária CEDIDA

Jornal será representado no maior evento de culinária do Nordeste, que ocorre em Maceió, a partir de hoje

S

ol, sal e açúcar, ao mesmo tempo poético e erudito, nos conduz ao encontro das raízes da culinária nordestina durante os dias 27, 28, 29 e 30 de abril, onde acontece no Parque Shopping em Maceió (AL), o maior evento da Culinária Nordestina, o Nordeste Culinária. O evento, que é realizado desde 2007, conquistou mercado e hoje impera na valorização da cozinha nordestina brasileira, com seu estilo ímpar de ser,tem uma jornada itinerante a cumprir, reunindo os amantes da culinária a cada ano e vivendo uma nova arte em um Estado da Região Nordeste do País. O evento proporciona o enfoque valorizando os culi-

naristas e cozinheiros,membros indispensáveis deste segmento.A atividade é vista como trabalho de responsabilidade social que promove novos empreendimentos e dá um pontapé na iniciação de carreiras profissionais de cozinhas por todo o Brasil. "O Nordeste Culinária abre horizontes,leva aos participantes conhecimentos e aflora a criatividade. É um encontro de ideias com uma mistura de cores e sabores que promete encantar os participantes", falou Simone Muniz, criadora do evento, que não mediu esforços para usar a ousadia, criatividade e determinação como temperos nesta receita, que agora itinerante segue agregando mãos no trabalho. Diante de uma pesquisa feita, os organizadores chegaram a conclusão que o Nordeste é a região que mais cresce no Brasil. O consumo da região cresceu 143,5% no último ano, este resultado está muito acima da média do País. E mais de 2.500 indústrias de alimentos e bebidas se instalaram na região nos últimos cinco anos. Essa mistura de cores e sabores que é o Nordeste Culinária segue em sua oi-

Congresso de culinária nordestina já está em sua oitava edição

Colunista Leylla Carla representará o jornal no encontro

tava edição consecutiva, este encontro anual,onde congresso, exposição comercial,exposição de cakes,oficinas, mostra da culinária nordestina,concursos,apresentações culturais e tantas outras atrações se misturam e favorece a todos. O Nordeste Culinária nos anos anteriores tornou-se um evento itinerante no Nordeste e partiu seguindo por Recife/PE, São Luís/MA e Natal/RN. Este fato deu-se face ao seu fortalecimento e crescimento, bem como solicitação dos participantes com a finalidade de oferecê-los a oportunidade de conhecer, também, turisticamente outros

ra 2014 é de até 50 empresas expositoras, 500 participantes do congresso e mais de 3.000 visitantes, entre eles instrutores de culinária, banqueteiras, toda brigada de cozinha, nutricionistas, gerentes de produção,outros profissionais e estudantes do seguimento gastronômico. Nesta edição do Nordeste Culinária, o jornal GAZETA DO OESTE estará muito bem representado pela colunista e empresária no segmento de eventos, Leylla Carla, que a convite da idealizadora do evento, Simone Muniz,estará buscando informações na área e levando o nome do jornal

Parceria garante qualificação profissional a jovens carentes de Baraúna O acesso a cursos profissionalizantes está transformando a realidade de jovens carentes que participam do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), no município de Baraúna.A cerimônia de encerramento de quatro turmas do programa, realizada na quinta-feira,24, marcou a formação de 120 estudantes da rede pública de ensino e beneficiários do Programa Bolsa Família. De acordo com a secretária de Ação Social do município, Lenice Dantas, as medidas voltadas para a assistência social é uma das prioridades da atual gestão. Segundo ela,além de garantir acesso ao mercado de trabalho,as capacitações movimentam a economia local com a geração

de novos negócios."Os cursos profissionalizantes não apenas inserem estas pessoas no mercado de trabalho, mas abrem espaço para que elas criem seus próprios negócios, e isso é muito importante para o município. Por isso a atual gestão, da prefeita Luciana Oliveira,trata esta área como prioritária", destaca. Os120alunosbeneficiados com os cursos profissionalizantes oferecidos por meio da parceriaentreaPrefeituraMunicipal de Baraúna e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) são concluintes das turmas de depilação e maquiagem, recepcionista, auxiliar de pessoal e organização de eventos. Concluinte do curso de organização de eventos, Clivanilson Alves está otimis-

CEDIDA

ta com os resultados da capacitação, apresentados em estandes, durante o evento de encerramento. "Sinto-me muito feliz e realizado com o curso, que me ensinou uma profissão que vou seguir a partir de agora.Vamos apostar na inovação e organizar eventos diferenciados", comemora. AÇÕES CONTÍNUAS Após a conclusão das quatro turmas,a qualificação profissional por meio da parceria municipal com o Senac abre inscrições para dois novos cursos do Pronatec.Serão ofertadas vagas para Eletricista e Recursos Humanos.A aula inaugural acontece no dia 5 de maio, e a inscrição poderá ser efetuada na sala onde funciona o Pronatec,localizada na Rua Francisca Alves.

núcleos receptores e trocar experiências com a culinária de cada cidade nordestina. Voltando a Maceió/AL, sendo a maior referência deste evento,além de ser seu berço, a cidade deixou saudades entre os participantes, sua estrutura, seu carisma e toda sua beleza natural faz o Nordeste Culinária retornar,unindo os setores de alimentos da indústria e comércio, onde as empresas poderão interagir com um número significativo de futuros clientes e consumidores divulgando sua imagem institucional,seus produtos e lançamentos. A previsão de público pa-

além-fronteiras. "Encantome com as cores e sabores da mesa nordestina, que oferece aos nossos olhos e bocas sabores de uma região marcada por deliciosos contrastes", disse a colunista. Para Leylla Carla,"participardoNordesteCulináriaproporciona novas oportunidades de relacionamento,novos clientes e capacitação, tudo isso potencializa os resultados para o seu negócio atraindo assim novos olhares". Para mais informações os interessados em participar do evento deverão fazer suas inscrições no site: w w w. n o r d e s t e c u l i n a ria.com.br.

Justiça na Praça une 165 casais em casamento coletivo em Canguaretama Durante a realização da 36ª edição do programa "Justiça na Praça", do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), na quinta-feira, 24, na Comarca de Canguaretama, 165 casais selaram sua união em plena praça pública. O casamento comunitário, ponto alto do evento, reuniu inúmeras pessoas no Centro de Canguaretama, município da região Agreste do Estado, todas curiosas para assistir a tradicional cerimônia promovida pelo evento. Coube à juíza Marina Melo a condução da celebração. A magistrada atua como celebrante dos casamentos do Justiça na Praça há mais de dois anos. Ela passou valiosas informa-

ções para os nubentes com o objetivo de que eles tenham um casamento duradouro, com base no amor, respeito e compreensão. Conselhos que serão seguidos pelo casal mais jovem da celebração. Arnaldo Valdevino, 24 anos, e Elisângela da Silva, de apenas 16 anos, apesar da pouca idade, mostraram coragem e que têm a certeza do que querem. Em meio a olhos e ouvidos bastante atentos, eles prestaram homenagens recíprocas e juraram amor e cumplicidade por toda a vida, perante a juíza celebrante. Após sete meses de namoro, viram no Justiça na Praça a oportunidade que faltava para casarem. Arnaldo disse que foi incenti-

vado pelo pastor da igreja que frenquenta a procurar o Poder Judiciário para participar do casamento comunitário. Com isso, os nubentes evitaram gastar R$ 236,00, o que, para ele, representa um gasto muito no seu orçamento. "O Tribunal de Justiça está de parabéns por nos dar esta oportunidade", agradeceu Arnaldo. Na solenidade de abertura do evento, a desembargadora Zeneide Bezerra falou que a cada edição vê sempre renovada a alegria a satisfação estampada em cada rosto dos noivos que estão casando em plena praça pública. Segundo ela, essa felicidade já contagiou mais de seis mil nubentes desde a primeira edição do "Justiça na Praça" até hoje.


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Cidades Projeto Motores do Desenvolvimento discute desafios do comércio WILSON MORENO

Para marcar o ano do seu jubileu de platina, o Sistema Fecomércio RN realiza, amanhã, 28, - em parceria com o jornal Tribuna do Norte, RG Salamanca, Sistema Fiern e UFRN - a edição especial do projeto "Motores do Desenvolvimento", em comemoração aos 65 anos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do estado. O seminário acontece no Hotel Serhs (Via Costeira), a partir das 8h, e tem como tema central "Comércio, Serviços e Turismo: os desafios dos pilares da economia potiguar". Abrindo o evento, o CEO do Consórcio Inframérica, Alysson Barros Paolinelli, vai falar sobre "O Novo Aeroporto da Grande Natal, seus planos e desafios". O consórcio é responsável pela construção e operação do Aeroporto Aluízio Alves, na cidade de São Gonçalo do Amarante, cuja inauguração está prevista para o próximo dia 22 de maio. Em seguida, o ministro-chefe da Secretaria de Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, vai proferir a palestra "Comércio e Serviços como foco de negócios para as micro e pequenas empresas". Na sequência os dois participarão de um debate, mediado pelo presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. A tarde começa com uma palestra da presidente da rede de lojas Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, sob o tema "Varejo, um gigante e seus desafios". Após a palestra, a sessão de perguntas será mediada por mais um grande nome do varejo nacional: o presidente da

Liszt Madruga lisztmadruga@hotmail.com

MOTORES DO DESENVOLVIMENTO Para marcar o ano do seu jubileu de platina, o Sistema Fecomércio RN realiza amanhã, - em parceria com o jornal Tribuna do Norte, RG Salamanca, Sistema Fiern e UFRN - a edição especial do projeto "Motores do Desenvolvimento", em comemoração aos 65 anos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN. O seminário acontece no Hotel Serhs (Via Costeira), a partir das 8h, e tem como tema central "Comércio, Serviços e Turismo: os desafios dos pilares da economia potiguar". A programação do evento conta com nomes de peso.

Evento terá debate mediado pelo presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz

rede de lojas Riachuelo, Flávio Rocha. E para encerrar a programação, o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação e presidente do Conselho de Turismo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Alexandre Sampaio, fará uma palestra com o tema: "O desafios do turismo no pós-Copa: como transformar o evento em oportunidades de negócios futuros". A mediação das perguntas relativas a esta última palestra será do presidente do Sistema Fiern, Amaro Sales.

O evento deve contar, ainda, com as presenças do ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho; do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves; da governadora Rosalba Ciarlini; do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves; do presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ricardo Motta; da reitora da UFRN, Ângela Paiva; e do diretor-presidente da Cosern, Distribuidora de Energia do Grupo Neoenergia, José Roberto Medeiros. O projeto Motores do Desenvolvimento acontece há sete anos e está em sua vigésima edição.

Programas de educação ambiental da Caern visitam mais três cidades Um roteiro que passará por diferentes regiões do interior do Rio Grande do Norte, levando conhecimentos sobre água e esgotamento, para promover a consciência ambiental aos diversos públicos. Com este objetivo a equipe de educação ambiental da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande (CAERN) viaja para as cidades de Nova Cruz, Jardim do Seridó e Antônio Martins nesta semana. A programação começa na segunda-feira, 28, com a presença de 100 agentes de saúde de Nova Cruz, a partir das 9h30, no IFRN da cidade, realizando mais uma edição do "Agentes do Sa-

Turismo, Cultura e Lazer

neamento". As palestras e discussões contribuem para o aprimoramento destes profissionais que atuam diretamente com a população, multiplicando as ideias de melhor utilização da água, além do uso correto do esgotamento. Em seguida, na terçafeira, 29, às 15h, é a vez de 200 professores de 11 escolas municipais, duas estaduais e uma privada da cidade de Jardim do Seridó, serem capacitados com o programa Água é Vida. Através de palestras, vídeos educativos e dinâmicas de grupo, as educadoras ambientais da Caern, Roberta Falcão e Marineida Oliveira vão capacitar os pro-

fessores com informações e dicas que vão contribuir com a abordagem da temática água e esgoto entre os alunos. O evento será realizado no Auditório Mestre Galinho, anexo à Câmara Municipal da cidade. Fechando a agenda do mês de abril, dia 30 as educadoras seguem para Antônio Martins, com o programa Ambiente Vivo, que trata especificamente sobre esgotamento sanitário, e como a população pode contribuir desde as obras de saneamento até o efetivo uso do sistema. Começa às 8h, com a participação de 30 professores da zona rural e 90 da zona urbana da cidade, no Salão Paroquial.

MOTORES DO DESENVOLVIMENTO II Abrindo o evento, o CEO do Consórcio Inframérica, Alysson Barros Paolinelli, vai falar sobre "O Novo Aeroporto da Grande Natal, seus planos e desafios". O consórcio é responsável pela construção e operação do Aeroporto Aluízio Alves, na cidade de São Gonçalo do Amarante, cuja inauguração está prevista para o próximo dia 22 de maio. MOTORES DO DESENVOLVIMENTO III O ministro-chefe da Secretaria de Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, vai proferir palestra "Comércio e Serviços como foco de negócios para as micro e pequenas empresas", e na sequência os dois participarão de um debate, mediado pelo presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz. MOTORES DO DESENVOLVIMENTO IV A tarde começa com a palestra da presidente da rede de lojas Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, sob o tema "Varejo, um gigante e seus desafios". Após a palestra, a sessão de perguntas será mediada por mais um grande nome do varejo nacional: o presidente da rede de lojas Riachuelo, Flávio Rocha. MOTORES DO DESENVOLVIMENTO V Encerrando a programação, o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação e Presidente do Conselho de Turismo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Alexandre Sampaio, fará palestra com o tema: "O desafios do turismo no pós-Copa: como transformar o evento em oportunidades de negócios futuros". A mediação das perguntas relativas a esta última palestra será do presidente do Sistema Fiern, Amaro Sales. MOTORES DO DESENVOLVIMENTO VI Confirmadas as presenças do ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho; do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves; da governadora Rosalba Ciarlini; do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves; do presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ricardo Motta; da reitora da UFRN, Ângela Paiva; e do diretor-presidente da Cosern, Distribuidora de Ener-

gia do Grupo Neoenergia, José Roberto Medeiros. O projeto Motores do Desenvolvimento acontece há sete anos, e está em sua vigésima edição. EM PAU DOS FERROS O confrade Clístenes Carlos, colunista social do O Mossoroense, nos preparativos finais para realização da sua festa Interligados, prevista para o próximo dia 10, no Eden Clube - Pau dos Ferros. Animação musical do Pagode Coisa Nossa, Banda Inala; o buffet é da famosa Kandice. PESQUISAS ELEITORAIS O cientista e pesquisador político Leão João sinaliza os prefeitos de maior administração no Rio Grande do Norte. São eles: Jaime Calado (São Gonçalo do Almirante), Maurício Marques (Parnamirim); Valdenício Costa (Tibau do Sul), Ivan Padilha (Pendências) e a bela Fernanda Tomba (Santa Cruz). TURISMO INTERNACIONAL. Monsenhor Lucas, pessoa de primeira grandeza espiritual e de sociabilidade nas lides católicas e alhures, está formando grupo para um roteiro turístico a Portugal, Espanha, Terra Santa e Itália. O grupo liderado pelo Monsenhor Lucas será recebido pelo Papa Francisco I, no Vaticano. Mais informações com Mateus pelo fone (84) 9982-9049. CONHECENDO OS SANTUÁRIOS Dentro da dinâmica do turismo religioso, Monsenhor Lucas está preparando grupo de fiéis para conhecer os santuários nas cidades de Espírito Santo, Passa e Fica e Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante (RN). A Dandara Turismo Receptivo é a responsável. Informações: (84) 3086-3330 e 3236-4287. CATOLICISMO EM FOCO A Prodevtur, empresa do empresário Manoel Sidnézio, coloca no ar, a partir das 9 horas deste domingo, na TV União, o programa Catolicismo em Foco - 1ª edição. O entrevistado é o Monsenhor Lucas, que fala com conhecimento de causa sobre a santificação do Padre José de Anchieta. Vale a pena conferir. ESCOLA DE GUERRA NAVAL O diretor da Escola de Guerra Naval, vice-almirante Almir Garnier Santos, passa amanhã o cargo do comando daquela importante instituição educacional da nossa Marinha, para o contra-almirante Antônio Fernando Garcez Faria (gente da gente). A cerimônia de transmissão será realizada às 15h30, na Biblioteca da EGN, Av. Pasteur, 480, Praia Vermelha, Urca, Rio de Janeiro. Merci pelo convite. PASSAGEM DE COMANDO O comandante da 7ª Região Militar - 7ª Divisão de Exército, general de divisão João Carlos de Jesus Corrêa, convidando este colunista para a solenidade de passagem de comando da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada (Brigada Felipe Camarão), do general de brigada Carlos José Ignácio para o general de brigada Antônio Barboteo Pinto. A cerimônia será às 19 horas, no Quartel do 16º Batalhão de Infantaria Motorizado, em Natal. Confirmo presença.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Cidades Cidade Interativa DESTAQUE

CEDIDA

Por: Célio Duarte CEDIDA

CAPACITAÇÃO O Thermas Hotel e Resort, que é comandado pelo embaixador Washington Souza, em parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Norte e a Diretoria Regional de Educação (DIRED), deu início ao projeto "Trabalhando e aprendendo". Com a iniciativa, os colaboradores do Hotel Thermas que não concluíram os estudos poderão fazê-lo nas dependências do próprio hotel. As aulas são ministradas na sala de convivência e conduzidas por professores especializados.

Sempre alegres e de bem com a vida, a coluna tem o prazer de registrar o casal amigo de Pau dos Ferros, Etelânio Vieira e Katharine Fernandes com a filha Ingrid Vilaça, a aniversariante do mês. Parabéns! CEDIDA

A COMPETENTÍSSIMA DRA. KÁTIA MAIA NO COMANDO DA EQUIPE ORAL CLÍNICA. TODO MUNDO GANHOU OVO DA PÁSCOA

INICIATIVA Recentemente o Thermas Hotel e Resort contratou o coordenador de projetos sociais Kaio Alves, profissional responsável por criar, aperfeiçoar e colocar em operação projetos que melhorem a qualidade de vida e o bem-estar dos funcionários do hotel. O resort entende que o bem estar dos colaboradores traz benefícios para todos os hóspedes e com isso oferecem um melhor serviço.

CEDIDA

CEDIDA

Lara Emylle comemorou seus 14 aninhos neste sábado, a coluna deseja tudo de bom. Parabéns!

A educadora Susy Mendes apagará velinhas neste dia 30. E para não fugir a regra feminina, completando 20 e poucos anos. Feliz aniversário! CEDIDA

Empresário Dagley Weiber, da Imobiliária Ydeia, vem se destacando no mercado de Mossoró e região. Ele comanda uma equipe de profissionais treinados e qualificados para melhor atender seus clientes CEDIDA

CEDIDA

A coluna parabeniza o empresário Urias, da Urivel Veículos, que aniversariou na sexta-feira passada.

Além de ideias inovadoras, caracteriza-se o pioneirismo, marca registrada do exímio embaixador Washington Souza, gerente do Hotel Thermas e Resort. Sempre bem acompanhado de sua Thaís Spinoza

Ela está sempre com um sorriso no rosto, sempre alegre e de bom humor: Danyele Nunes, gerente da Fujifilm Mossoró CEDIDA

Os profissionais Pacífico Medeiros e Welison Alexandre se uniram e vão realizar, em Mossoró, no dia 4 de maio, um curso de fotografia. Boa Iniciativa!


Gazeta do Oeste

Expressão

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

TEATRO

Kiko Santos também se encontra desativado

Editor: Mário Gerson mario.gerson@folha.com.br

Um teatro

ARTES

3

Especial

abandonado

Painel histórico da GAZETA é restaurado

Iniciada em 2012, a obra de reforma do Teatro Lauro Monte Filho contemplaria a recuperação de todas as instalações; valor estava orçado em R$ 2.621.102,13

FOTOS: EDNILTO NEVES

roblemático. Foi assim que um transeunte, que não quis dar entrevista ao jornal, sintetizou a situação do Teatro Lauro Monte Filho, mantido pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte,através da Fundação José Augusto. Problemático e mais que isso, o espaço recebe, agora, a depredação dos vândalos, o abandono das autoridades e o roubo de alguns utensílios que ainda existiam em suas dependências. "Um dia, eu estava aqui fazendo minhas coisas, aqui mesmo, ao lado, quando vi dois homens levando três proteções de ar-condicionado e só fiz mesmo chamar a polícia. Agora, eles pararam mais, porque parece que não há nada mais para se levar", confessou uma moradora, que reside nas proximidades do teatro e não quis ter o nome revelado na reportagem. Um pastorador de motos, com medo de represálias, afirma que são constantes as entradas "de marginais para fumar drogas"."Se você quiser entrar pra ver, é só afastar esse tapume aí... você atravessa de ponta a ponta e ninguém diz nada", fala, mostrando o lugar por onde, todos os dias, de acordo com ele, pessoas utilizam o teatro abandonado para se drogar ou mesmo fazer "outras coisas..." A situação do Lauro Monte Filho se arrasta há mais de um ano, quando as obras começaram a sofrer atrasos constantes e foram sendo prejudicadas.Moradores da redondeza e pessoas do comércio em geral se sentem amedrontadas, principalmente na parte da noite...

P

Abandono assusta classe artística

Lauro Monte Filho: Estado iniciou reforma, mas obra foi paralisada

"Foram quatro meses de retirada de tralhas, fezes de morcegos, de pombos, cupins, madeira estragada, pisos ruins, cadeiras danificadas, enfim, todo esse teatro, por dentro, está sendo reconstruído, pois aqui quase nada prestava, a não ser a estrutura em si, que ainda receberá muitos serviços", comenta Zeomar, ressaltando que a proposta é de que a obra seja entregue dentro do prazo (300 dias) ou mesmo antes do fim dele.

Por dentro, a água está represada, formando uma verdadeira lagoa à beira do palco

Em janeiro de 2013,o mestre de obras Zeomar Gomes, em reportagem na GAZETA DO OESTE, revelava que a obra, orçada em R$ 2.621.102,13,seria entregue dentro do prazo de "300 dias",a contar de seu início,no final do ano de 2012. "Iniciada em setembro do ano passado, as obras de reforma do Teatro Lauro Monte Filho estão em andamento. Somente nestes quatro meses,segundo o mestre de obras Zeomar Gomes, a equipe se concentrou na retirada do entulho e dos materiais que estavam danificados.

"Estamos com os trabalhos bem adiantados e seguindo à risca o cronograma, iniciado em setembro do ano passado. Aqui existem muitos serviços para serem feitos,desde as instalações de novos banheiros, mudanças em salas, tablados, até os pisos do teatro e toda a madeira que reveste a lateral. Tudo isso será substituído", dizia. UM TEATRO ENTREGUE À PRÓPRIA SORTE Na entrada, os pisos não foram totalmen-

6

te colocados. Pelo contrário, há diferenciação entre um piso e outro, como se houvesse algum impasse se seria esse ou aquele. No chão, papéis com anotações sobre serviços e obras, quantidade de cimento e areia, tijolos e outros produtos se misturavam ao lixo comum. Mais adiante, fezes, mau cheiro e sinais de que, durante o dia ou à noite, pessoas estão utilizando o espaço como abrigo. No palco, alguns objetos de metal, que faziam parte da antiga estrutura de palco, foram danificados. Alguém, certamente, procurava cobre ou algo de valor dentro dos rolos. A bomba que fazia a drenagem da água abaixo do palco (o Teatro Lauro Monte está edificado sobre um terreno com grande incidência de água) não está funcionando - e toda a água é escoada para perto do palco, onde fica represada, formando uma lagoa no lugar. Cupins, morcegos, pombos e outras pragas continuam afetando o teatro e a sujeira e a depredação é visível. PROJETO GRANDIOSO... Apresentado em 2012,o projeto da reforma do Teatro Lauro Monte era grandioso. Contemplava, entre outras coisas, um café na parte superior, acessibilidade para pessoas com necessidades especiais e iluminação "de primeiro mundo". Durante a apresentação do projeto de reforma do Lauro Monte Filho, na Biblioteca Ney Pontes, em 2012, a secretária de Infraestrutura, Kátia Pinto, salientou, entre outros pontos, que o novo teatro teria rotas de fuga e saídas de emergência, além de rampas de acessibilidade, local para cadeirantes no térreo, rampa interna para artistas e técnicos terem acesso ao palco, banheiros acessíveis e plataforma de circulação vertical (uma espécie de elevador) do palco para o andar superior - local que poderia ser usado como camarim. O novo prédio também contaria com uma nova climatização e tratamento acústico.

Em 2011, o Movimento Ventania promoveu um ato de protesto pelo fechamento do Teatro Lauro Monte Filho. "Naquele ano, nós nos reunimos para reivindicarmos a abertura da casa", reconhece a atriz Lenilsa Sousa, destacando que houve um reconhecimento do problema, mas não "soluções. Agora, nos resta uma longa espera, o que consiste em um longo pesar. Nesse caminho, a demanda toda fica por conta do Teatro Municipal Dix-huit Rosado", frisa. Com parte da juventude voltada para as artes - muitos jovens frequentam,inclusive, a chamada "Escola de Artes" da cidade - eles não encontram outros espaços. "Tudo segue para o Dix-huit Rosado,enquanto outros espaços, como o Lauro Monte Filho estão abandonados e são constantemente saqueados... parece que todo o nosso protesto,tudo que falamos e reivindicamos, não foi ouvido... Como se nossa voz não tivesse eco algum. É muito triste vermos uma casa de espetáculos em pleno centro da cidade simplesmente abandonada, entregue à própria sorte. A cultura, infelizmente, ainda em grande parte é tratada dessa forma no Estado do Rio Grande do Norte. Eles, literalmente,empurram a situação com a barriga... Falta sensibilidade por parte do Estado, no que diz respeito à situação do Teatro Lauro Monte Filho", critica a atriz que, em 2011, esteve à frente dos protestos, além de ter sido uma representante ativa do teatro local em eventos relacionados à política cultural e planos de cultura. FUNDAÇÃO JOSÉ AUGUSTO A reportagem entrou em contato com a presidente da Fundação José Augusto, Isaura Amélia Rosado, mas ela estava em audiência e ficou de retornar "a ligação", no entanto, até o fechamento da edição nenhum contato foi feito para esclarecer o atraso nas obras do Lauro Monte Filho e o problema que afeta o Auditório Kiko Santos, da Escola Estadual Jerônimo Rosado... Continua na página 3


2 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Expressão Colaborador

Questão de Prosa

Até gato morto está sendo roubado...

A última carta

Raimundo Antônio - colaborador

Clauder Arcanjo - Professor

á bastante tempo, em minhas crônicas e meus artigos de opinião, venho colocando a minha preocupação com o avanço da violência, especialmente, das novas modalidades (se é que podemos classificar a violência generalizada em modalidades) de furtos e roubos em nossa cidade. Há pouco tempo, mais precisamente no Carnaval, a modalidade de abordagem era se fantasiar de urso e, no momento de pedir o dinheiro,anunciar o assalto. Eu, infelizmente, fui testemunha do medo que isso causou quando, em um semáforo, um rapaz fantasiado de urso - seguido de vários outros rapazes tocando seus instrumentos para animar a brincadeira - se aproximou de um carro dirigido por uma senhora, tendo ao seu lado uma outra pessoa do sexo feminino, e estendeu a mão pedindo uns trocados. O susto, proveniente de já estar sabendo que estavam assaltando naquele tipo de modalidade imagino eu -, fez com que essa senhora arrancasse dali com mais de mil, quase provocando um acidente de graves proporções, já que o sinal, para ela, estava vermelho. Em outras ocasiões, coloquei bem a minha preocupação com a falta de iniciativas no combate às drogas ilícitas, especialmente o crack, que eu vi, na metade da década de 2000, alastrarse pela cidade. Na época, eu escrevi algumas crônicas relatando,inclusive,a perda de vários alunos para o mundo das drogas e o que foi pi-

H

or: muitos deles foram mortos, assassinados pelo tráfico, por falta de pagamento na compra de drogas e como queima de arquivo. Na época, vendo as reportagens sobre a Cracolândia, em São Paulo, eu até coloquei que, se as autoridades não tomassem pé da situação, muito em breve centenas de outras Cracolândias surgiriam em todo o país. Infelizmente, o estado foi moroso em suas iniciativas e o que vemos hoje em dia são aglomerados de Cracolândias em todo o país. Gente que não mais se importa de consumir a maldita pedra a céu aberto e na presença de quem vai e vem - e aí se incluem crianças e adolescentes. Uma verdadeira nação de zumbis que já não produz nada e que,para consumir a pedra,utilizase de qualquer artifício para adquirir o produto. Em frente à minha residência, por exemplo, já é o terceiro caso de assalto à mão-armada feito por um rapaz numa moto tipo Biz.Ele simplesmente se coloca ao lado de quem vai passando e anuncia o assalto.Toma tudo que a pessoa leva,sem pena. A última vítima teve o seu pescoço ferido devido à violência da tentativa (e êxito) de tirar uma "correntinha" de escapulário. E isso tudo durante o meio-dia. Pois bem, diante disso, a nova modalidade de assalto (acho que se pode chamar de assalto) agora é tomar as mercadorias compradas, por senhoras,na saída do supermercado. Eles ficam esperando que essas senhoras saiam, seguem-nas e, na primeira esquina, tomam-lhes o que

elas compraram. Aqui perto da minha casa (que fica nas proximidades de um supermercado) já aconteceram vários roubos desses.O pior nisso tudo - se é que existe pior, ou melhor, num ato desses - é a violência empregada.Eles não respeitam a idade de quem está carregando a "sacolinha" de compras. Simplesmente arrebatam-na de quem a leva, mesmo que, em alguns casos, machuquem a proprietária da mesma, como aconteceu na última vez que me relataram. A pobre da velhinha teve que ir parar no Pronto Socorro,para cuidar dos ferimentos causados pela queda que sofreu - eles a empurraram e a derrubaram no chão - e para acalmála do susto e do estado de choque em que ela ficou. Agora, até no improvável, o hilário acontece. Sábado passado (19), uma senhora fez a sua feirinha pouca coisa - e, ao sair do supermercado, resolveu passar na casa de uma manicure - que era caminho e dar um trato em suas unhas,já que era final de semana, feriado, et cetera e tal. Como o que levava não era perecível e ela estava com tempo para fazer, quando chegasse em casa, o seu almoço, cuidar das unhas se transformou na prioridade naquele momento. Assim, ela desfrutou do bem-estar de cuidar das mãos e dos pés e, ao sair, de unhas feitas e cutículas tiradas, ela foi surpreendida pela manicure, que lhe fez um pedido pra lá de inusitado, conforme diálogo abaixo: - Mulher (manicure adora chamar suas clientes de

"mulher"), dá para você levar essa sacola e, quando passar no lixão, jogar lá para mim? - Sim, respondeu-lhe a "mulher", meio "escabriada", sem saber qual a mercadoria que deveria jogar fora. - Não se preocupe! É apenas o meu gatinho que morreu hoje pela manhã e,como eu estou sem tempo de ir até o lixão jogá-lo lá, você faz isso pra mim? A "mulher" não querendo recusar o pedido de favor, mesmo a contragosto, acenou que sim, embora ficasse preocupada sobre como iria fazer para enterrar,quando chegasse ao local, o corpo do gatinho de estimação da manicure. Desta forma, saiu da casa, não sem antes ouvir um chorozinho de adeus da manicure. Com uma sacola de cada lado,fez rumo ao lixão que ficava próximo à sua residência. Ia desligada do mundo quando, de repente, sentiu aquele puxão numa das sacolas e só deu tempo de gritar de susto, já que a sacola não se encontrava mais em uma de suas mãos. No entanto,o instinto de sobrevivência fez com que corresse para uma casa que estava com as portas abertas. Lá dentro, depois que passou o susto e depois de contar o acontecido aos donos da casa, ela caiu numa gargalhada sem fim.Os moradores daquele domicílio pensaram até que ela tinha perdido a razão, devido à violência.Que nada! Ela estava rindo era porque os bandidos levaram justamente a sacola em que estava o gato morto...

Reminiscências

Nomes de pessoas e ruas Wilson Bezerra de Moura - Professor emérito da Uern Mesmo o tempo passando e com ele as pessoas, a lembrança fica. Principalmente a história se encarrega de conservá-los, por toda época. O registro de fatos, os acontecimentos que permanecem vivo enquanto perdurar as fontes escritas. Então Mossoró é eivada por importantes acontecimentos. Desde sua formação populacional e geográfica, sempre foi uma localidade influente na formação geográfica e habitacional, como terra de afluência de pessoas de diferentes regiões. Na maioria dos casos, muitas pessoas para aqui vieram com o fim de buscar prosperidade econômica e deram forte contribui-

ção à região. Os estrangeiros João Ulrick Graff e Roderic Grandall foram um desses que aportaram na localidade e plantaram a semente da prosperidade.Outras figuras como o doutor Almeida Castro,que no ano de 1905 estabelecia-se em torno de uma rua com seu nome, cujo limite ia da Praça da Redenção à Praça dos Fernandes.Convergiam para essas ruas, segundo relata o memorialista Raimundo Nonato da Silva, dois braços de ruas chamados Beco Pau Não Cessa, onde ficavam as residências do Coronel Filgueira, as farmácias do Monteiro e Irineu. Entre o Beco Pau Não Cessa, até o Beco do Filgueira, que formava todo o

lado da Praça da Redenção. Estas casas pelo visto circulava a praça atualmente identificada por um remanescente dos herdeiros do Major Romão Filgueira,da tradicional família. Aliás, fazia parte no trecho de moradias nas imediações da Praça da Redenção, numa suntuosa moradia, o coronel Antônio Filgueira Secundes, progenitor de Antônio Filgueira, filho do Major Romão Filgueira e do doutor João Dionísio Filgueira. Continuando o trecho da Praça da Redenção segundo consta na história, ficavam residências dos familiares Leite, Miranda e Bandeira. Mais à frente no mesmo sentido foi edificado um

prédio importante, em sobrado, onde nele funcionou uma fábrica de cigarros e ao lado desse sobrado ficava um armazém onde era instalado o maquinário destinado à fabricação do cigarro. Vizinho ao prédio da fábrica de cigarro, outro estabelecimento comercial importante de Borges e Irmãos, cujos sócios Antônio Ferreira Borges e Manoel Ferreira Borges, nessa casa comercial dos Borges, antes foi sede do Clube Ipiranga onde se realizavam grandes festas esportivas e sociais. E por ser importante a história é que conseguimos rememorar e reviver um passado pertencente a outra geração.

- Calma, pai. Não precisa ficar nervoso, basta entregar para a moça. Terça-feira. Ele, sempre pontual, às 9 horas da manhã. Entrava, passos cambiantes; o olhar vítreo e as mãos trêmulas. Na mão direita, a mais firme, o envelope. - ... - soprava alguma coisa, em tom inaudível, no ouvido dela. - Claro, papai!, ela sabe para onde enviar. Nem se preocupe. Não é mesmo, moça? Um silêncio de confidências, entre a atendente e a filha. Depois, ficaram sabendo-lhe o nome: Jeremias Nobre. Morava a menos de duas quadras. Aos oitenta anos, perdera a esposa, leal companheira, passando a morar com a filha única, Djanira Nobre. Certa segunda, há poucos anos, levantara-se cedo, tomara de caneta e papel, e se pusera a rabiscar avidamente, na mesa da sala, horas e horas. Quando a filha lhe indagara o que tanto escrevia, ele, em laivos de segredo, confidenciara-lhe, baixinho: - Uma... cartinha... Coisa... pessoal. No dia seguinte, terça-feira, banhado, perfumado e de roupa de sair, postara-se, madrugada ainda, no portão da rua, à espera de que a casa acordasse. - Bom-dia, meu pai! A sua bênção. Aonde o senhor vai tão cedo? - Você pode me levar aos Correios? - Claro que sim. Vamos tomar café primeiro, depois a gente caminha, tá certo? A agência é logo ali, bem pertinho. - Estou... sem fome - dissera isto, fortemente abraçado ao pequeno envelope branco; a vista posta na rua, distante. ... - Meu filho, papai está esquisito. Muito esquisito. - Você marca muito colado o coitado do seu velho, minha nega. Deixe o Seu Jeremias à vontade. ... Saíram, então, pai e filha. Naquela bela e ensolarada manhã de terça-feira,entraram,nos Correios,pontualmente às nove.Ao se aproximarem do balcão, ele entregou as pratinhas e a correspondência para a jovem que se encontrava em serviço. De início,ela,não vendo endereçamento algum,quis recusála, mas, atenta, percebeu algo de "estranho" no jeito daquele homem. Recebeu, fingiu despachá-la, chamando a filha ao canto. - Não posso enviar,sabe.Terei que recusar.Sem nome,sem... O velho Jeremias Nobre, num porte altivo, a esperar o término do atendimento. - Não faça isso, por favor. Pode decepcioná-lo; guarde, então, com você. Nem precisa devolver-lhe as moedas. Por favor, moça, foi a primeira vez, desde que mamãe se foi, que papai saiu de casa. - ... Um longo minuto. Os olhos da servidora nos da filha, e os olhos verdes de Jeremias Nobre à espera, com o foco no infinito. - Tudo certo, meu senhor. Na sexta, no máximo, ela chegará ao destino. - Deus a... abençoe. Pai e filha saíram, para retornar na terça seguinte. E, na subsequente. Melhor, em todas as terças seguintes. Pontualmente às nove horas.Sempre um envelope,com uma carta dentro.Sem endereço, sem destinatário, sem remetente. ... Terça-feira passada, eles não vieram. 9 horas, 10 horas, 11 horas... nem sinal. Nem à tarde. Luzia Gabriel, a atendente, estranhou; já se acostumara com os Nobres. A filha, Dona Djanira, sempre atenciosa e paciente com Seu Jeremias. A caixa de papelão, que reservara para guardar as "cartas do Jeremias", estava lotada. Numa estimativa, nesses quase três anos, duzentas. No término do expediente, não conseguiu voltar direto para casa. Saiu em busca do endereço dos Nobres. Não foi difícil, a cidade não era tão grande. Chegou, tocou a campainha; o jardim entregue ao silêncio do entardecer. A janela da frente se abriu, e surge Dona Djanira, de vestido preto. Mal entrou, abraçaram-se, chorando, juntas, a partida do Seu Jeremias Nobre. Na manhã do domingo, após escrever a última carta. Ainda sobre a mesa. Ninguém tivera coragem de abri-la. - Pedira, em testamento, para ser enterrado no mesmo dia em que partisse. - Por que não me avisou!? Eu teria ido. - Me desculpe. Foi tudo muito rápido. A última carta... Pensei em ir lá hoje, terça-feira, no mesmo horário. Sem ele... Ah, Luzia, faltaram-me forças, arriei ainda na calçada. Contudo, já que você veio, pegue-a, ele adoraria ter levado-a até os Correios. Como está aqui, nada mais justo de que fique com ela. Sou muito grata a você, nossa "conspiração" deu-lhe... Como posso lhe dizer?: uma razão para viver mais. A missiva foi posta na mão direita de Luzia Gabriel, e ela se despediu. A carta pesava, como se de chumbo. Ao chegar a sua residência, ligou o abajur junto à cama e, em seguida, abriu o envelope. Dentro, numa letra cursiva, trêmula, porém bela e exótica... Estou indo, querida. Jeremias Nobre.


Gazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Especial Kiko Santos: quatro anos de solidão Com promessa de reforma, auditório de uma das mais tradicionais escolas da cidade, agoniza

Mário Gerson mario.gerson@folha.com.br

FOTOS: EDNILTO NEVES

Escola Estadual Jerônimo Rosado funciona pela manhã e à noite, com 680 alunos matriculados. É, praticamente, a maior escola estadual no município e uma das poucas que possuem um espaço amplo para atividades teatrais. No entanto, há pelo menos quatro anos o espaço vem sofrendo com a falta de manutenção da estrutura e dos equipamentos. "É muito oneroso manter o espaço", reconhece o professor e vicediretor Ismael Medeiros. Ele salienta que o espaço tem preocupado a direção da escola, principalmente no que concerne à própria segurança. Há poucos meses, a Jerônimo Rosado instalou algumas câmeras de segurança, a fim de monitorar movimentos dentro da escola, principalmente áreas mais sensíveis. Porém, mesmo a instalação de câmeras não garantiu, por exemplo, que o prédio do Kiko Santos sofresse com o vandalismo e o roubo de alguns itens. "Para os vândalos, não existe isso... eles entram mesmo. Infelizmente, fazemos o possível e a instalação dessas câmeras foi possível graças a verbas federais", destaca o professor. Sobre o espaço, Ismael Medeiros ainda explica que, em 2010, o Kiko Santos passou por uma reforma, que incluiu recuperação do teto, limpeza de carpetes, algumas cadeiras foram adquiridas, mas hoje nem mesmo os ar-condicionados funcionam e não há ventiladores dentro do prédio. "Os alunos não suportam ficar ali, por isso o lugar está desativado. Não há como fazer qualquer atividade assim. Além disso, como ressaltei, existe o pe-

A

A

GAZETA DO OESTE comemora os seus 37 anos em praça pública, no próximo dia 30, às 8h. Jornal que se mantém com a mesma ideologia de seu início, em 1977, a GAZETA tem sido não apenas a chamada escola de jornalismo para muitos jovens e profissionais hoje veteranos, mas também para outros que, vindo de fora, encontraram aqui um lugar para expressar sua opinião, seja através de artigos, ensaios ou reportagens, publicadas nesta folha. Como parte dessa história, o leitor constrói, ao ler-nos, um pouco dessa trajetória de conquistas,de superações e de informação, fazendo com que o jornal não seja apenas uma página impressa,mas uma página construída com suor,ideias, transformações sociais,educação,cultura e,principalmente, mudanças de mentes, de hábitos, influenciando sempre para o bem, o que deve ser uma de nossas metas.

Cadeiras quebradas, forro com infiltrações, espaço sem uso...

rigo dos vândalos, que vez ou outra, arrombam o lugar. Não temos segurança armada, nem interna nem externa, assim, ficamos à mercê do perigo", diz. A área do "Estadual", como é mais conhecida a escola, é grande e frequentemente pessoas pulam para dentro do lugar. "Essa questão dos vândalos é preocupante. Esse prédio do nosso auditório, por exemplo, já foi arrombado algumas vezes. Não há como prevê nada disso. Esperamos que essa reforma saia o mais rápido possível, até porque um lugar como esse não pode ficar por muito tempo fechado, sem utilização", frisa. PEDIDO DE REFORMA Desde o ano passado, a escola pediu a reforma, por parte da Secretaria Estadual de Educação, do Kiko Santos, mas até agora não obteve resposta. "Eles dizem que o processo irá entrar em licitação", explica. TEATROS, PROBLEMAS... Para a atriz Joriana Pontes, um dos principais problemas é que espaços como o do Kiko Santos, o Auditório do Epílogo de Campos e o Teatro Alfredo Si-

DE ANTÔNIO CAPISTRANO Do amigo Antônio Capistrano, recebo os documentários Piano e Ganzá, o mundo musical de Mário de Andrade e Nonada, documentário em comemoração aos 50 anos do livro Grande Sertão: veredas, de Guimarães Rosa. Agradeço, Capistrano, a lembrança de sempre. Câmeras de segurança não intimidaram ação de vândalos

monetti poderiam estar sendo utilizados como locais de ensaios para os grupos. "Ao contrário, todos esses espaços estão fechados ou não sendo utilizados. Hoje, não podemos pagar a pauta do Dix-huit Rosado simplesmente para ensaiar no palco. No entanto, vejo também uma tendência agora, com respeito às apresentações teatrais.Muitos grupos estão optando por apresentar seus espetáculos ao ar livre, na rua mesmo, saindo um pouco do palco tradicional.Por outro lado,em Mossoró enfrentamos um grande problema na Praça Cícero Dias, que é a presença daqueles brinquedos.Como apresentar peças ali, se pessoas utilizam o espaço para o comércio informal?",

destaca Joriana. Segundo ela, o desprezo para com a arte teatral afeta a todos. "Saber que o Teatro Lauro Monte agoniza em pleno centro da cidade é algo bastante triste. Uma casa de espetáculos daquele tamanho, no coração do município, sendo invadida e abandonada é uma verdadeira tristeza!", complementa, salientando que é preciso estar alerta lutar para que esses espaços estejam à disposição da classe artística. "Se em cada sala de espetáculos dessas um grupo de teatro ensaiasse, seria muito bom. Além disso,pela localização de cada uma, poderia ser feito um ótimo trabalho junto à comunidade", finaliza, lamentando que,infelizmente, a realidade é outra...

Rodapé O SILÊNCIO DO ALGOZ Em 1971, quando era um jovem etnólogo em missão no Camboja, François Bizot foi detido pelo Khmer Vermelho, condenado à morte e mandado para um campo de prisioneiros no meio da selva. Seu carcereiro durante os três meses que esteve cativo era conhecido por Deuch, um intelectual de 28 anos que falava francês e seguia à risca as instruções de Pol Pot. Mas por um estranho senso de justiça desse homem, que acabou criando um laço com seu prisioneiro durante aquele período e conseguiu que ele fosse liberto, Bizot foi o único ocidental a sobreviver à prisão do Khmer Vermelho. Anos depois de ter passado pela prisão, o francês descobre que seu antigo algoz - mas também aquele que lhe salvou a vida - havia sido responsável por torturar e matar mais de 40 mil prisioneiros no Camboja. Nos processos do Khmer Vermelho que começaram em 2009, Bizot foi convocado a testemunhar contra Deuch, que recebera a alcunha de "algoz de Tuol Sleng". Depois de ter ficado escondido por muito tempo, ele foi preso e levado a julgamento, quando Bizot teve a chance de voltar a confrontar o homem que o manteve cativo. Este livro é o testemunho doloroso daquilo que o etnólogo descobriu sobre o torturador e sobre si mesmo, depois de revisitar o período de terror que experimentou na própria pele. O silêncio do algoz está entre as raras obras escritas por pessoas que sobreviveram a situações extremas e que nos permitem, por sua lucidez e sua descrição da crueldade, entender melhor esse complexo mistério que é o homem. Autor: François Bizot Editora: Companhia das Letras

COLEÇÃO MOSSOROENSE A Coleção Mossoroense lançará, ainda este mês, o seu prêmio literário,com vistas a publicar novos livros selecionados dentro de um concurso que tem patrocínio da Petrobras. Romance, conto, poesia, crônica e ensaio serão os temas do certame. Vários autores do Estado já se preparam para o concurso. DIA 30, NA PRAÇA Em comemoração aos 37 anos da GAZETA DO OESTE, o jornal mais uma vez vai à Praça Vigário Antônio Joaquim para celebrar com os leitores mais esta conquista. Será no próximo dia 30, a partir das 8h, com apresentações culturais,serviços para a comunidade e interação com aqueles que constroem a história deste jornal: os leitores. EU ME CHAMO... Esta semana, quem esteve por estes lado foi o famoso poeta de guardanapo,que tem uma bela página no Facebook, com poemas interessantes. Trata-se do publicitárioPedroGabriel,do"Eu me chamo Antônio". Veio pela Feira do Livro de Mossoró, que fará vários eventos parecidos durante o ano. NO FACEBOOK Ele publica seus poemas no Facebook, desde 2012, e é uma febre e um modismo entre os jovens. Que bom que a poesia se tornou algo em moda, aliás,é importante que se torne sempre em algo comum, para que as pessoas tenham mais acesso à literatura, mesmo não sendo, como se diz, uma literatura clássica.Está valen-

do e como está. DIA MUNDIAL DO LIVRO Em Mossoró, como quase sempre acontece, o Dia Mundial do Livro passou batido. Em nenhum dos lugares ditos literários da cidade,como alguns cafés e a própria Biblioteca Pública Municipal Ney Pontes Duarte,nada foi feito nesse sentido. O que é, na verdade, uma pena, em se tratando de uma cidade que até então tinha em grande atividade uma editora exemplar, hoje sobrevivendo a muitas custas... LIVROS? A tendência, pelo que vemos, é que o livro e o ato de realmente ler, não apenas decifrar palavras,cai cada vez mais. Infelizmente, não apenas o ritmo do avanço da tecnologia,mas a própria falta de recursos para adquirir obras - algumas sempre muito caras - tem afastado muita gente do mundo do livro. Além, claro, que em qualquer telefone celular hoje você pode ter acesso a uma biblioteca enorme. É uma coisa que chega a ser assombrosa. BIBLIOTECAS... É muito raro, também, encontrarmos nas casas algumas estantes com livros. Na verdade, ter uma biblioteca se transformou em algo tão incomum,que é raríssimo ver alguém com mais de 50 livros numa estante. O que é uma pena, em se tratando de um país tão grande e com tão poucos leitores. Quem sabe, um dia, essa realidade não mude e tenhamos, em cada casa, uma boa biblioteca,bem selecionada. LIVROS DEMAIS Por outro lado, muitos livros chegam ao mercado editorial com qualidade extremamente duvidosa. Daí,também,que um livro duvidoso acaba por espantar o leitor que, no primeiro encontro, dá de cara, logo, com um livro estranho e não atraente. É preciso, então, saber o que o leitor quer, realmente, ler...


4 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Nos Jardins d

PEDRO ARTURO

tão conseguindo compreender essa complexidade do assunto para ter um melhor tratamento da problemática ... GO - ... encarar de frente? ... PA - ...dentro de uma forma mais completa e eficaz. Porque no México também estão praticando a atitude puramente punitiva e policial. E não resolve. Porque quando aumenta o preço da droga,os traficantes vão logo para outros lugares e continuam o negócio, pois se existem consumidores vão existir produtores. E se a pessoa se interessar no negócio que dá lucratividade, se você diminui os consumidores, talvez tenha um efeito maior. E como se diminui os consumidores? Com educação, criando mão de obra para as crianças nas escolas.Que seria prevenir o futuro diante do tráfico de drogas.

O sociólogo Pedro Arturo, professor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), fala de conflitos sociais, violência e da liberação da maconha, entre outros assuntos. Colombiano, ele diz como chegou a Mossoró e destaca sua experiência em outros países. Pedro Arturo também divulga o lançamento do livro "Procurando a paz", da sua filha, já falecida, a médica Laura Patrícia Rojas, publicação organizada por ele. Confira:

GAZETA DO OESTE - Professor, a sociologia é algo muito abrangente, mas tem um assunto que é muito palpitante, inclusive uma preocupação dos mossoroenses. É essa escalada da violência. Como o senhor avalia essa escalada da violência, não só em Mossoró, mas de uma forma geral, no Brasil? PEDRO ARTURO - Em março deste ano eu lancei um livro com o título "As raízes da violência e os caminhos para a paz". Eu acho que vocês conheceram o livro, ele é de vários autores que expressam suas interpretações sobre o fenômeno da violência. Na verdade, e no caso do Brasil, é bastante semelhante com a problemática da Colômbia, onde eu nasci, e de outros países sul-americanos, da América do Sul.É relacionar com fatores históricos, fatores estruturais, vamos dizer assim, da distribuição da riqueza e com fatores também que aparentemente não são muito destacados, do tipo familiares, vamos chamar assim, e psicológico também que estão embutidos nisso. Mas, em cada país assumem formas diversas. A sua pergunta é muito desafiadora porque a violência é realmente um tema complexo. São diversos fatores e alguns sociólogos enfatizam muito o aspecto da injustiça social, como o desemprego, a insegurança ... GO - ... só um detalhe, seria a raiz do problema essa problemática social? PA - A raiz, digamos assim, estrutural da violência, podemos afirmar, com certa segurança, com certo grau de certeza que é a injustiça. Mas esse não é o único fator. Geralmente quando existe algum desequilíbrio, alguma desigualdade extrema na nossa sociedade, onde uma pequena minoria controla a maior parte da riqueza e uma imensa população é submetida a situação de pobreza ou de desamparo, se cria um ambiente favorável para a violência. Mas não necessariamente esses fatores estruturais levam à violência. Você veja o caso, por exemplo, da Índia, que tem um bilhão de habitantes, a China tem um bilhão e quatrocentos milhões de habitantes, e e-

les tem um índice de homicídio menor do que o Brasil ... GO - ... e convivem com esses problemas sociais ... PA - ... correto. Eles experimentam grandes dificuldades. Há uma parte da população da Índia que padece de pobreza, de desemprego, subemprego e talvez o fator, e no caso eu penso assim, contribui para amenizar essa busca de saídas agressivas, perante as dificuldades. E no caso dos países latino-americanos, apesar de que o Cristianismo, por exemplo, é a religião da maioria da população, mas existem outras religiões menores, mas, o afastamento também um pouco, dos valores religiosos, a crise na estrutura familiar, eles, digamos assim, permitem de certa forma que uma resposta agressiva, violenta, possa se consolidar, para alguns setores excluídos da população. No caso particular da Colômbia, eu posso falar um pouco porque conheci algo da política do prefeito Antônio Armod, de Bogotá, na Colômbia, que teve de realizar um grande investimento social para diminuir os índices das taxas de homicídios em Bogotá ... GO - ...muito mais fruto da forte presença do narcotráfico na Colômbia. PA - Correto.O tráfico de drogas é um problema mundial. E hoje em dia você vê que no Brasil está havendo bastante atentado por esta problemática e, especialmente no México, que é na fronteira com os Estados Unidos. Então é uma problemática que está além das fronteiras nacionais e que realmente está dentro do fator violência na Colômbia. Então, o governo colombiano, independentemente do nome dos presidentes, assumiu, digamos assim, um compromisso grande de políticas sociais que amenizaram as desigualdades e juntamente com outros tipos de ações que poderiam valorizar a vida. O sentimento de educar as pessoas para valorizar a vida humana. Porque a vida é algo insubstituível. E também medidas de caráter penal, jurídico e militar. Propriamente são medidas contra os responsáveis por esses problemas e a busca e detenção deles.Então foi

um conjunto de ações que conseguiu, no final de contas, depois de oito ou dez anos de atividades, baixar os índices de homicídios na Colômbia. GO - Como o senhor avalia essas informações sobre a possibilidade da legalização da maconha, por exemplo? PA - Alguns países já legalizaram e têm despertado um certo interesse e inquietação intelectual.Inclusive uns colegas meus da Uern são favoráveis à legalização. Porque, sob o ponto de vista social, o fato de legalizar diminui, digamos assim, o interesse pelo negócio extremamente lucrativo. E esse fato torna de menor competitividade essa atividade, pois diminui a violência gerada pelo narcotráfico. Agora, na verdade, o fator talvez mais importante seja educacional, tipo um trabalho preventivo. Educar as novas gerações sobra a inconveniência do consumo de substâncias tóxicas que alteram a mente do ser humano. Existe um ensinamento espiritual, por um missionário, que diz assim: "é impróprio do ser humano consumir substâncias que diminuam sua inteligência".Então, por exemplo, a maconha, a cocaína, todas essas substâncias deterioram a plenitude da capacidade física e intelectual do ser humano. No caso da maconha, existem algumas opiniões, deméritos que recomendam para efeito de fazer tratamentos e esse perfil, vamos dizer assim, para legalizar, no caso específico, por exemplo, nos Estados Unidos onde eles comercializaram através de certas farmácias, não com prescrição médica e fórmula. E no caso da Colômbia, eu estive em Bogotá visitando a minha família e num shopping de Bogotá, na zona norte, tinha uma tenda que dizia assim "venda de coca!". E realmente eles estavam vendendo folha de coca... GO - ... porque é a cultura daquela região ... PA - ... e por que acontece isso? Porque as comunidades indígenas anteriores, espanholas, consumiam a folha como a gente consome o café e o guaraná, como estimulante natural. Então a folha de

cocaína pode funcionar como um elemento medicinal. E ao processamento que acrescenta alcaloides torna ela potencialmente prejudicial e alucinógena. Cria alucinações. Então o governo tomou essa medida de permitir a venda livre da folha. Então você vai à loja, compra a folha e prepara em casa um chá da folha. E a gente está mostrando uma parte do processo, uma compreensão menos radical do assunto. Uma compreensão mais cultural e por outro lado também estamos falando que essas tradições antiquíssimas são difíceis de eliminar por decreto. Porque fazem parte da cultura. No caso da Bolívia, por exemplo, que é um país que se tornou grande produtor de níquel e cobre, os mineiros desse país quando vão trabalhar nas minas subterrâneas levam um pacote da folha para consumir. Para mastigar, porque quando você mastiga a coca ela diminui o sono, a fome e o cansaço... GO - ... o brasileiro quando vai trabalhar leva uma garrafinha de café, por exemplo... PA - ... sim. O café seria o guaraná dos brasileiros. Talvez seja satanizar esse discurso,eu falo porque favoreço na medida a compreensão dos outros. GO - Mas o senhor acha que os governos, de uma forma geral, têm atacado bem esse problema, tanto da droga quanto da violência? Tem desenvolvido políticas públicas ou então tem a vontade, esse desejo? PA - Como o problema é mundial, um país em particular, o Brasil, a Colômbia, Bolívia, sozinho, não pode dar conta da situação dessa problemática que está além da fronteira nacional. E outro aspecto importante é que a maioria das políticas é, vamos dizer assim, pontual. Quando se pensa que só com atitudes repressivas é que vai resolver e esquece que mais importante que a repressão é a educação. A educação dos jovens numa nova perspectiva de responsabilidade perante a sociedade. E considerar outros fatores, além de puramente jurídico e punitivo, isso não basta. E talvez, os governos não es-

GO - Professor, no próximo mês de maio a Uern vai realizar um seminário direcionado à formação de professores da educação básica, exatamente em cima da questão da sociologia. Além das discussões desse debate, o senhor vai lançar o livro "À procura de paz", de autoria da médica falecida Laura Rojas, que é sua filha. O que o senhor tem a dizer tanto sobre o evento quanto sobre o livro? PA - Eu vou falar primeiro sobre o evento, que é relevante e significativo.É o segundo encontro estadual de formação de professores de Sociologia para o ensino básico nas escolas. E nesse evento vai ter mesas-redondas, minicursos, oficinas e palestrantes reconhecidos como Nelson Tomazi, outro bastante conhecido,o Amaury Morais, que vai falar sobre a formação do sociólogo e as problemáticas que são motivos de debate e discussão. E no dia 8, que é o dia do encerramento, nós temos um espaço para lançamento do livro. Foi uma feliz coincidência, vamos dizer assim, porque fazia poucas semanas que eu tinha impresso o livro da minha filha e como esse livro é de literatura infanto-juvenil,foi encaixado como material didático para o problema social. E a temática do livro é buscando a paz. É uma temática muito atual e significativa também, que tem a ver com a justiça, a problemática social do mundo contemporâneo. E minha filha participou de um concurso quando tinha 15 anos, ficou finalíssima e eu fiquei muito feliz, divulguei naquela época o conto dela e guardei.Só que em 2011 quando estava visitando a minha família, encontrei o original do livro, li e fiquei profundamente comovido de ver a sensibilidade tão grande de minha filha. E decidi de compromisso, eu vou divulgar o livro dela. Porque ela tinha falecido recentemente, em 2004, em Medellin, Colômbia. Tinha se formado em Medicina e inesperadamente aconteceu o falecimento. Ela foi para o mundo espiritual. Então esse livro eu estou divulgando como forma de homenagear a memória da minha filha e com a grande importância do segundo seminário da formação de professores ele vai encaixar dentro do material didático como o lançamento de um produto, o livro, que tem sido bem acolhido pelos jovens e crianças das escolas da Colômbia e do Brasil. Porque ele está publicado em português e em espanhol. GO - Dentro dessa temática, procurando a paz, a gente nota um avanço muito grade. O senhor falou aí na questão religiosa, a


Gazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

ns da Gazeta a -

ais tial. se sar , es, es? ue -

mo

ão ai z", eo eo

es co ter idos ais, do ue . a liz m, ue ha o ica m, ou 15 uei -

minal nte ão de lido oi mo ria da co das sil. -

ca, ota hor a

questão espiritual. A gente nota mais gente procurando esse pêndulo, digamos assim, da questão religiosa. Como o senhor avalia isso? Seria uma carência, o povo está carente ou é uma necessidade natural? PA - Olhe, tem um discurso acadêmico e sociológico que foi feito há algum tempo. É assim, em momento de crise social, de muita dificuldade,as pessoas tendem a tornaremse mais religiosas. Então a própria dificuldade social leva o ser humano a procurar uma explicação para esse sofrimento. Mas também porque o ser humano, além de ser plenamente cultural e biológico, como afirma Morin em seu livro "Os sete saberes necessários para a formação do futuro", ele também é um ser espiritual, pois todos nós temos uma base de instinto de que seres humanos, somos seres racionais e somos também plenamente biológicos como animais, vamos dizer assim, no sentido positivo. E também somos espirituais. Temos que rezar, anseios por transcendermos melhorar o nosso caráter. Então essa busca que estávamos falando é no sentido benéfico para a humanidade. Porque, por exemplo, no caso da minha crença religiosa, o fundador afirma que o afastamento da religião, de parte das massas, da população,é um fator que contribui para a violência e o caos, digamos assim, a desestabilizar as instituições, a família, a sociedade. A falta de princípios éticos leva o ser humano a ter uma maior permissividade para realizar todo tipo de ações punitivas.Pode ser de pequena escala como pode ser grande, como homicídios ou outro tipo de atividades que vão contra a humanidade. E os próprios sociólogos, num estudo lá na Universidade Federal do Ceará,têm grupo de pesquisa sobre a sociologia da religião. Porque esse fenômeno que faz arte da humanidade, em todo o mundo tem crenças, cria sofismas e que incute no ser humano valores importantes ... GO - ... é aquela busca que as pessoas vivem. Às vezes não sabe nem o que é mas está buscando ... PA -... é verdade. Todo ser humano é realmente um buscador. Ele está buscando o significado para a sua vida. E exatamente a religião que dá estrutura e significado para a vida das pessoas. As pessoas realmente mudam quando são sinceras em frequentar a crença que elas aceitam. Elas se tornam muito mais disciplinadas, respeitosas, tolerantes. E então ela estimula virtudes que facilitam no convívio. Tem uma frase de Aristóteles sobre os valores que diz assim: "A justiça deixa mais perfeita as virtudes humanas". Porque ela permite que todos os seres humanos se relacionem de uma forma harmoniosa. E já o próprio Rousseau fala da justiça como um fundamento de uma sociedade bem organizada. E no conceito de um filósofo alemão, Emanuel Kant, ele vê a justiça como um direito. São três perspectivas diferentes. Mas nas três perspectivas está presente a justiça. E a justiça é o nosso mapa aos olhos de Deus. Porque a justiça é aquela que permite que os seres humanos clamam por viver da sua melhor forma. GO - Professor, o senhor é um cidadão do mundo. Já rodou vários países. Conte um pouco para o telespectador essa sua experiência em várias regiões da América Central, África e até na América do Sul mesmo?

professor,no Instituto Colombiano Agropecuário, e, em 1985, eu encontrei com um colombiano que morava lá em Fortaleza.Ele era professor da Universidade Federal do Ceará.E eu perguntei,"Como é Fortaleza?". Ele descreveu a cidade e eu gostei muito. GO - ... paixão imediata ... PA - ... é. GO - Paixão completa, porque casou com uma brasileira cearense ... PA - ... me casei com uma brasileira. E o meu segundo encontro com o Brasil foi o amor. Encontrei a minha esposa. E então eu fui à embaixada do Brasil na Colômbia em Bogotá e pedi o visto de pósgraduação. Aí levei os documentos à Federal do Ceará e do Rio Grande do Sul e fui aceito nas duas e a Universidade Federal do Ceará me ofereceu bolsa. Aí eu vim para o Ceara e fiz o mestrado. No Ceará foi que eu conheci a minha esposa. E aí foi outra viagem importante, conhecer o Brasil através do grande intelectual, grande educador Paulo Freire.

PA - Eu fiz a minha primeira experiência importante e significativa mesmo foi no Chile.Eu estava na Colômbia e conheci um livro de Paulo Freire, "Educação como prática de liberdade".E eu li o livro junto com umas amigas ... GO - ... era em espanhol o livro? PA - Era em português. Era tanto ... GO - ... é uma obra fascinante ... PA -... é fascinante a obra dele. E junto com uns colegas desse grupo viajamos de Bogotá até Santiago do Chile, passamos duas semanas e andamos dois mil quilômetros. Tivemos o privilégio de lá em Santiago passar quatro meses com a equipe de Paulo Freire, num assentamento rural,na corporação da reforma agrária do Chile, que na época era Eduardo Frei, presidente do Chile, e Paulo Freire tinha saído do Brasil por causa da ditadura.E o governo chileno o acolheu e deu essa oportunidade de aplicar o método na zona rural.Então,pas-

samos lá quatro meses e o nosso compromisso era fazer um relatório sobre o método de Paulo Freire. E a comunidade nos oferecia a moradia e alimentação.Foi uma experiência muito enriquecedora. GO - ... e foi a primeira experiência do senhor com relação ao Brasil? PA - Eu escrevi um artigo assim, "Paulo Freire é o meu primeiro amigo brasileiro". Foi o primeiro brasileiro que eu conheci através de um livro. E quando fui fazer a monografia de colação de grau, escolhi "A análise social do sistema", pela voz de Paulo Freire, e aí fui conhecendo Gilson de Castro,outro grande brasileiro, geógrafo; Celso Furtado, Teotônio dos Santos. E comecei a aproximar, a abraçar a paisagem do Brasil, do Nordeste. Então esse foi o meu contato com o Brasil, foi através de Paulo Freire. E assim,um assunto anedótico,mas interessante para as pessoas conhecerem, é que quando eu terminei a graduação, com a monografia de Paulo Freire, comecei a trabalhar na Colômbia como pesquisador e

GO - E a África, a América Central, o Caribe? Como foi a sua experiência, professor? PA - Vou começar pela América Central. Existem programas de pioneirismo,são pessoas que vão se estabelecer em outros países. Vão trabalhar e se estabelecem. Então eu fui,na América Central,para San Salvador, um pequeno país com 30 mil quilômetros quadrados do tamanho do Rio Grande do Norte... GO - ... um pouquinho menor... PA - ...menor.Mas tem cinco milhões de habitantes. É muita população... GO - ... muita gente para pouco espaço ... PA - ...e eu cheguei em 1989.Era uma época de guerra civil, muitos conflitos entre o governo e os grupos de oposição armada. E eu me lembro que estava morando lá,consegui trabalho depois de uns 15 dias mais ou menos, como professor da universidade. E exatamente o meu trabalho era visitar uma cidade que ficava na parte sul do país, que era controlada pelos guerrilheiros.E as pessoas tinham medo de ir lá. Aí eu confiei em Deus e disse "eu vou lá!". Trabalhei lá 12 meses dando FOTOS: ALCIVAN COSTA

Entrevista concedida aos jornalistas Gilberto de Sousa e Luís Juetê

orientação sobre seminário e monografia. O estudante já próximo de se formar, mas não tinha como ir à capital para terminar a formatura. Então foi outra experiência muito importante. E na África eu fui contratado como diretor de uma escola de agricultura em Cabo Verde, muito querida pelos brasileiros, um arquipélago com lugares belíssimos também. São 11 ilhas. E eu cheguei lá em março de 1994 e permaneci uns seis meses como diretor daquele projeto da escola de agricultura. Era pouco material e muito difícil para mim. Porque as condições na época eram bastante limitadas. As condições de moradia, ambiente sanitário,o tratamento de água era bastante deficitário,precário. E eu não consegui passar mais tempo, apesar de eu ter sido contratado por dois anos, só passei dois meses e tive de abandonar.

Mossoró é uma cidade promissora. Uma cidade acolhedora. É uma cidade com pessoas que têm muito dinamismo e tolerância. E aceitação, de acolher a pessoas de outros lugares. Tem um centro cultural e Mossoró, apesar de ser uma pequena cidade, tem muitas atividades do tipo cultural

GO - Professor, para finalizar, Mossoró em poucas palavras para o senhor? PA - Mossoró é uma cidade promissora. Uma cidade acolhedora. É uma cidade com pessoas que têm muito dinamismo e tolerância. E aceitação, de acolher a pessoas de outros lugares. Tem um centro cultural e Mossoró, apesar de ser uma pequena cidade, tem muitas atividades do tipo cultural e na vida intelectual, presente, muito forte na universidade, nos meios de comunicação, nos jornais. Seria como uma espécie de cidade universitária. Eu me sinto agradecido profundamente com Mossoró, estou vivendo uma experiência positiva. Sou professor da Uern e estou podendo trabalhar com colegas excelentes, pessoas qualificadas, generosas, talentosas e gentis. E também eu tenho tido a oportunidade de escrever, só aqui em Mossoró, cinco livros. E saber viver esse ambiente especial me estimula. E aqui em Mossoró é o centro das atrações da região potiguar que tem aluno de Areia Branca, Caraúbas e de muitas regiões. É um lugar onde as pessoas são mais unidas. Os jovens têm oportunidade de crescer intelectualmente e de melhorar o seu nível de vida também.


6 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Expressão Opinião

Painel recuperado Pintado pelo chargista Bob Melo, painel que relembra personagens históricos de Mossoró é recuperado

Ney Lopes WILSON MORENO

empre aos domingos, quando a entrevista dos Jardins da Gazeta vai ao ar,pela TCM, muitas pessoas veem,ao fundo, um painel com algumas figuras históricas da cidade. Trata-se de uma obra pintada há quase dez anos pelo saudoso chargista Bob Melo, irmão de Marcos Melo. "É um prazer sempre restaurar esta obra pintada por meu irmão, já falecido... o trabalho feito por Bob sintetiza algumas das mais importantes figuras da cidade, como o ex-prefeito Dix-huit Rosado,por exemplo,e o Padre Motta.Para a história da política local e para a história do próprio jornalismo, esta obra representa muito",destaca Marcos Melo. Para ele, restaurar o painel tem sido, sempre, um momento de grande satisfação."É a memória de meu irmão, também, que nós restauramos, ao fazermos este trabalho", diz, ressaltando que é "um prazer reavivar a memória de Bob, o seu trabalho, o seu traço inconfundível", salienta. Segundo ele, a restaura-

S

nl@neylopes.com.br blogdoneylopes.com.br

A crise da energia no Brasil

Marcos Melo, irmão de Bob, fez restauração do painel

ção demorou, em média, cerca de 15 dias de trabalho,tirando aqueles "em que choveram". "À tarde, quando o sol ajuda mais, fiz todo o trabalho. É uma sensação de realização, ao ver esta obra mais uma vez pronta para ser filmada e,ao mesmo tempo, pronta para ser apreciada", destaca. Sobre a arte local e o incentivo dado à área, Marcos ressalta que ainda é insipiente,principalmente o papel da Escola de Artes."A Escola de

Artes não tem espaço para artes plásticas.Como é que pode uma coisa dessas? Só música, dança e teatro... Escravo da Arte, Marcelo Amarelo e tantos outros artistas não têm espaço na Escola de Artes, e muitos outros que fazem arte na praça. Meu irmão, por exemplo, faz pífaros e outros trabalham com grafites. Enfim, a Escola de Artes tem que abrir os olhos para este lado, não pode ficar resumida apenas a essas três coisas. Há espaços para

todos os segmentos de arte. Ah, ia me esquecendo: e a literatura! Como pode uma Escola de Artes não ter oficina de contos,crônicas,poesias? E fotografia? Tudo isso é relegado... isso é uma falha que deve ser corrigida, pois não podemos pensar numa entidade assim com exclusão", fala. Para ele, é preciso olhar a arte de forma plural. "Quanto mais nos fechamos nesse sentido, mais perdemos", finaliza.

Novos Poetas HINO DO TIRO DE GUERRA 07-010 Orgulhoso e envaidecido, Honrado com lauréis Por ser um atirador, Tiro de Guerra 07-010... O TG que forja jovens Com altruísmo varonil, No serviço militar Molda o caráter civil. Tiro de Guerra Mossoró Com bravura empunha o fuzil. Vai cumprir sua honrosa missão De zelar pelo Brasil. Desde mil novecentos e nove Jamais deixou seu povo só. Sentinela sempre alerta, Guardando a amada Mossoró. Sua presença imponente Braço forte pra ajudar, Quer na seca ou nas enchentes O TG não vai tardar. Na segunda grande guerra O atirador destemido Guarneceu a sua terra Sem temer o inimigo. Atiradores corajosos, Sem medo no coração, Ajudaram a derrotar O bando de Lampião. Nossa história foi forjada Na parceria singular, Comunidade e Exército No serviço Militar... Um legado precioso Deixado a toda a nação, Ensinando aos nossos jovens Como serem cidadãos. João Paulo Almeida de Alencar Atirador n° 66, Graduação: Cabo 2º CategoriaTurma 2/2003

OBSESSÃO AO CORAÇÃO Este é o meu coração, meu tesouro Que tanto guarda ao íntimo seu, Tão precioso que o é, ah! vale mais que ouro. Até desejos em ti foram encontrados Em milhões de espaços, Vistos com muitos olhos; alguns realizados. Somente em ti posso confiar, Porque nunca senti em ti tal falsidade, Tal matar, tal negar, tal mentir, só o amar Como se fosse a primeira e última vez Ao orvalho que nos cai do berço da bondade. Creio, pois, em ti, fonte de verdade Aquilo que me era imperfeito torna-se Sublime, é existente em minha realidade, Em minha fantasia, ó, forma-se. E dia após dia nada é tão igual Nem mesmo tão absoluto ao sonhador... Somente em ti, em ti, em ti até o final. Ó minha razão, minha estrada, A vida sem ti não poderia eu vivê-la. Um só deveríamos sempre ser, em jornada... A ti, substituto da amada que eu desejo esquecer, Restam incertezas e dúvidas desde então Sou ou não sou de ti e tu de mim? Talvez esteja demasiado louco ou não ilusão, Perdendo tudo o que sou apenas assim. Dependo tanto de ti e não nego jamais, É um romance que me alimenta a alma, Portanto almejo sempre mais e mais... É um vinho doce que alivia e acalma Ou até mesmo um perfume de flores: Traz alegrias, carinhos, cores e amores. Por favor, ame o meu ser! A mim como o único É de tal maneira que quero viver Sou apenas um homem e seu coração Contemplando esses desejos Sibilantes, porém, em vão... Sandro José Poeta

O Brasil convive há al- energias renováveis tamgum tempo com riscos de bém beneficia outro im"apagão". A crise de ener- portante negócio: a venda gia tem várias causas e o de créditos de carbono. A governo procura enfrentá- energia eólica e as pequela. Entretanto, a causa nas centrais hidrelétricas mais imprevisível se vin- podem proporcionar escula às chuvas regulares se tipo de receita. O agronegócio tem ponecessárias para abastecer mais de 90% da matriz tencial para obter elevaenergética produzida nas dos ganhos anuais, com a hidrelétricas, que depen- venda de créditos de cardem de água em níveis bono obtidos mediante a adequados em seus reser- utilização da biomassa na geração de energia. O vatórios. A frequente escassez maior potencial está nos de chuva é consequência cultivos de cana-de-açúde um padrão de desenvol- car, que hoje cobrem 7 mivimento, que consome lhões de hectares no país, muita água e energia, po- com previsão de aumenrém não protege os ma- tar 50% até 2015, em denanciais. A distribuição corrência da expansão do dos recursos hídricos no uso de biocombustíveis. país agrava o problema. Segundo estudos técnicos, Cerca de 68% da água bra- cada megawatt por hora sileira está na região Nor- de energia produzida pete, onde vive apenas 7% da lo bagaço da cana evita população. Ao contrário, que mais de meia tonelaas regiões Sudeste e Nor- da de CO2 seja lançado na deste concentram 43% e atmosfera, caso essa ener29% da população, res- gia fosse obtida por óleo pectivamente, mas con- combustível, ou carvão mineral. tam com O desomente s e nvo l v i 7% e 3% mento susda dispotentável do nibilidade Como forma de setor enerhídrica. gético braComo criação de novas sileiro deforma de penderá da criação de fontes energéticas, entrada no novas fonas alternativas do mercado tes energéde empreticas, as alBrasil concentram-se sas capaternativas zes de amdo Brasil até 2017 na meta pliar e meconcenlhorar as tram-se de produção de condições até 2017 cerca de 10 mil de oferta na meta de produção eprestação megawatts, de servide cerca de ços, com 10 mil meoriginária da novos ing aw a t t s, originária vestimenenergia tos.Sem isda energia proveniente da so, de nada proveadiantará niente da biomassa, do vento biomassa, a tentativa do goverdo vento e e de pequenas no para rede pequeduzir o imnas hidrehidrelétricas létricas. pacto da elevação A imdo custo plantação de sistemas alternativos, da energia elétrica, com na maioria advindos da oanunciado socorro às biomassa, significa a co- distribuidoras. A previgeração de energia, apar- são atual é que 4 bilhões tir do bagaço da cana de de reais dos cofres públiaçúcar, cuja implantação cos e 8 bilhões de reais e é assegurada por uma sa- bancos públicos e privafra constante, que libera dos sejam emprestados às elevada quantidadede re- distribuidoras. Não existindo o planesíduos (palha, bagaço e vinhoto). Em períodos de jamento racional e preços estiagem há a possibilida- realistas de mercado, a de de produção de exce- conta final será debitada dentes, a serem distribuí- ao tesouro e ao consumidos pela infraestrutura de dor. Se não for cobrada em transmissão de energia, já 2014, por serum ano eleitoral, será com certeza no existente. O aumento no uso de ano de2015 em diante.


Gazeta do Oeste 7

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Expressão

NOÉ Criacionismo, evolução e ambientalismo juntos na mesma Arca

MARCELO HESSEL Crítico de Cinema Do omelete.com.br religião, e especificamente a necessidade de reinterpretar as escrituras sob a urgência dos nossos tempos, está presente nos filmes de Darren Aronofsky desde curtas como Protozoa (1993) até em longas como Pi (1998) e Fonte da Vida (2006).Embora Noé (Noah) tenha toda a cara de uma aventura bíblica nos moldes de clássicos como Os Dez Mandamentos (1956) - e o filme de Aronofsky seja competente nesse sentido, como épico de ação - sua versão do Dilúvio inevitavelmente passa pela mesma reinterpretação. É na tentativa de fazer um blockbuster com um viés modernizante,ambientalista,que o cineasta conta a história de Noé, escolhido por Deus para salvar todos os animais quando o Criador se "arrepende" de ter dado ao homem o domínio do planeta. A versão adulta de Noé, interpretada por Russell Crowe, surge no filme coletando musgo com uma lâmina pequena como se

A

fosse um cuidadoso biólogo, enquanto seu nêmesis, também descendente de Adão, Tubal-Cain (Ray Winstone), reina entre os homens com o talento para a mineração e com a ânsia dos extrativistas. Aronofsky e o corroteirista Ari Handel foram buscar na Bíblia a figura de Tubal-Cain - nome associado nas escrituras à sua vocação como ferreiro e armeiro - para criar esse antagonismo. Não se faz um filmecatástrofe só com um dilúvio; todo blockbuster precisa de heróis e vilões,e TubalCain é o Coronel Quaritch desta Pandora específica. Da mesma forma, ao recorrer ao apócrifo Livro de Enoque para aproveitar os anjos caídos do Velho Testamento e criar no filme o elemento dos Vigilantes, o cineasta coloca em ação gigantes de pedra que dão um tom de fantasia a O Senhor dos Anéis para seu épico. No "Gênesis" a história da Arca tem apenas três páginas, e parece muita ingenuidade,de qualquer forma, esperar que Hollywood coloque promessas de fidelidade literária acima de seu senso de espetáculo. Em Noé,

Destaque

o espetacular está sempre presente, seja nas afetações new age das digressões de Aronofsky (ainda não me conformei que não toca "Age of Aquarius" no final), que visualmente aproximam Noé de Fonte da Vida, seja na escala das coisas. A decisão de construir a imensa arca de fato num set se faz sentir; na tela a missão

de Noé parece colossal de verdade. O problema do filme é localizar e definir o elemento humano no meio disso.O roteiro se esforça para afinar a história com o chamado Design Inteligente - a cena em que Noé reconta à sua família a origem do mundo parece saída da série de TV Cosmos e visivelmente tenta conciliar Criacionismo e Evolução - mas não há, no fundo, apesar dos esforços dos realizadores,um drama com que o espectador possa se relacionar. O arco dramático de Noé não é nenhum No Coração das Trevas;sua loucura não é gradual,o que muda basicamente é apenas seu penteado, e ele abraça o fundamentalismo a partir do terceiro ato sem se questionar de verdade. E é aí que aquela operação inicial de contrapor uma figura heroica e um vilão arquetípico (Noé e Tubal-

Cain) entra em curto-circuito. Noé não é um herói exatamente; ele vive com as consequências angustiantes de seus atos não porque fez escolhas erradas e aprendeu com elas - a jornada clássica do herói - e sim porque seguiu as ordens que recebeu. Quando ele entende, ao fim da chuva, que Deus lhe "pede" que seja implacável na

sua missão, essa é uma leitura fundamentalista que Noé faz diante do silêncio divino - e nesse momento o épico Noé talvez já pedisse (e sua família sem dúvida pede) que ele fosse, se não um humanista, pelo menos um herói em transformação. Darren Aronofsky nasceu judeu - religião que difere do Cristianismo, entre outras coisas, pela disposição em questionar o "salto de fé" dos católicos - e hoje se diz ateu. Ele se interessa pela religião com esse olhar externo de quem cresceu nutrindo a dúvida, embora o moralismo em alguns de seus filmes não deixe de ser um substituto aos dogmas religiosos. São essa inconstância e esse paradoxo - acreditar no livre-arbítrio e ao mesmo tempo impor uma moral aos seus personagens - que tornam seus filmes interessantes, e com Noé não é diferente.

Thiago Romariz Crítico de cinema Do Omelete.com.br

COPA DE ELITE Com boa vontade,parodiar os recentes sucessos do cinema brasileiro parece uma ideia razoável. Contextualizar essa premissa na Copa do Mundo, que após 64 anos volta ao Brasil, favorece o lado comercial da iniciativa. O resultado disso, porém, é Copa de Elite, um filme de comédia sem graça, que desperdiça bons atores e uma oportunidade de fazer piada com a atual situação do país. Não é fácil rir com o longa. No entanto, isso não o faz diferente dos objetos de paródia: Minha Mãe é Uma Peça e Se Eu Fosse Você não são um primor de comédia. Quando decide envolver outros produtos, como Tropa de Elite e Chico Xavier, não consegue aproveitar sequer os estereótipos dos protagonistas. As frustrações continuam com a tentativa de incluir referências a vídeos outrora populares na internet. Se em dias os 'memes' perdem a graça, o que dizer de meses de diferença. E pior que uma piada ruim, só uma velha.

Cinema Iuska Freire iuskafreire@gmail.com twitter: @Iuska

a próxima quarta-feira, dia 30 de abril, a Gazeta do Oeste comemora seus 37 anos.Trabalho no jornal há quase 11 anos e é uma satisfação enorme fazer parte dessa equipe. Agradeço à direção por me ceder esse espaço semanal onde posso escrever sobre uma das minhas paixões: O Cinema. E para não fugir da temática audiovisual, conferi o documentário "O escrivinhador provinciano", produzido pelos estudantes do curso de Comunicação Social da Uern, sobre a vida de Canindé Queiroz, fundador da Gazeta. Com comentários de Maria Emília,Pe.Sátiro Cavalcanti Dantas,Carlos Santos, Anchieta Alves e Paulo Linhares, o documentário é um importante registro sobre a história de Canindé, sem dúvida um ícone do jornalismo potiguar. O trabalho foi desenvolvido pelos estudantes Regy Carte, Valéria Persali, Amina Costa, Talyze Rebouças, Marília França, Vanessa d'Oliviêr e Marcielly Sonaly, com a coordenação da professora Márcia Pinto. A equipe técnica é composta por Oziel Peixoto, Marbenes Maia, Alan Gonçalves e Edileusa Martins. A trilha sonora é da minha amiga querida e competente Nila Hunter. Excelente documentário!

N

GENTILEZA Agradeço a atenção do amigo Antonio Capistrano que me enviou dois DVDs - o filme "Cine Holliúdy" e o outro sobre crítica de cinema.Também recebi dois exemplares do zine "Cinema começa com K", que Capistrano garimpou em Natal. Leitura interessantíssima. Muito orbigada! GAME OF THRONES Se há uma coisa que aprendi com Game of Thrones foi praticar o desapego com personagens. Não importa se aquele ator tem uma presença que você julga fundamental,de repente pode acontecer qualquer coisa. Não precisa ser no final da temporada, algo incrivelmente inesperado pode acontecer de uma hora para outra. PRÉ-ESTREIA DE HOMEM-ARANHA Na próxima quartafeira,dia 30,o filme 3D "Espetacular Homem-Aranha 2:A Ameaça de Electro" terá sessão de pré-estreia, às 23h55,em Mossoró.Os ingressos já podem ser adquiridos no Multicine. Sinopse: Para Peter Parker (Andrew Garfield), não há nada melhor do que se balançar entre arranha-céus, ser um herói e passar o tempo com Gwen (Emma Stone). Mas ser o Homem-Aranha tem um preço: apenas ele pode proteger os novaiorquinos dos inacreditáveis vilões que ameaçam a

cidade. Com o surgimento de Electro (Jamie Foxx), Peter precisa confrontar um inimigo muito mais poderoso do que ele. SOB A PELE Algumas imagens de "Sob a Pele", novo filme com a Scarlett Johansson foram divulgadas na Internet e causaram alvoroço por trazer imagens frontais da atriz nua. Incrível como o corpo ainda causa esse tipo de reação. Em 'Sob a Pele' Scarlett Johansson é uma alienígena que devora homens para sobreviver.Com o passar do tempo, ela começa a se adaptar à vida na terra e entender melhor a raça humana. O filme tem data de estreia prevista para o dia 8 de maio no Brasil. THE BIG BANG THEORY Não sei se acontece com muitas pessoas, mas toda vez que eu vejo alguma matéria na TV relativa à compra da refinaria de Pasadena eu lembro de Big Bang Theory e desconcentro. Aliás, por falar em Sheldon e Cia,a série foi renovada por mais três temporadas. Bazzinga! FILMES DO CHICO Adoro ler o blog do Chico Fireman (http://filmesdochico.uol.com.br), ele tem um olhar muito criterioso sobre o cinema, além de escrever de forma clara, interessante e fundamentada.

POESIA, DIÁLOGOS E IMAGENS

- Mas você ainda não é o vencedor, não é? - Um campeão verdadeiro derrota todos os desafiadores. - Certamente ainda existem desafiadores de meu reino. [..] - Você deve lutar. - Esta foi uma pobre imitação de sua bravura em batalha. - Eu fui testemunha. - Use sua nova espada valiriana e mostre como um rei verdadeiro luta. Tyrion Lannister em Game Of Thrones, segundo episódio da quarta temporada.


8 Gazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Sociais Now!

CÉLIO DUARTE

“ ”

Os homens são sempre sinceros. Mudam de sinceridade, nada mais.

Diego Pinheiro diegobradok@hotmail.com twitter e instagram: @diegolpinheiro www.colunistadiegopinheiro.blogspot.com

TEMPO AO TEMPO...

A experiência nos traz algumas certezas, dentre as quais, que a pressa é inimiga da perfeição. Observando as redes sociais, principalmente o Facebook, a turma faz de tudo para mudar o status para “em um relacionamento sério”, sem nem ao menos deixar a coisa rolar. Ora, como é que você pode acreditar se aquilo realmente vai dar certo se não der tempo ao tempo? Não existe namoro pela internet, pode até existir um carinho e tudo, mas é necessário se conhecer, ter o toque, a magia do olhar para as coisas andarem. Não acredito em amor distante, sem o complemento um do outro. Portanto, vejo assim: antes de ficar qualificando status, pense primeiro se aquilo tudo é de verdade, tá bem? CÉLIO DUARTE

E MAIS...

FESTÃO

*Segue até hoje a 4ª Art Gallery Tatto, no Hotel VillaOeste, com a participação do tatuador David Pantera. *Ontem recebemos amigos que ajudaram a fazer a história deste jornal, no Requinte Buffet. Um coquetel para brindar nossos 37 anos. *Destes 37, já estou há 14 anos neste periódico. *Segurança para quem precisa: mais polícia nas ruas dos Abolições com a implantação da Base Integrada Comunitária (BIC) realizada pela Prefeitura de Mossoró. *Colaboradores do Hotel Thermas estão tendo a oportunidade de concluir os estudos com professores que ministrarão aulas no próprio local. É assim que se faz uma grande empresa. Parabéns!

O amigo Clístenes Carlos avisa que dia 10 de maio vai ter festão em Pau dos Ferros.Ele comemora 7 anos de colunismo social ao som da Banda Inala e outros.

Karenine Fernandes é GAZETA o tempo inteiro

37 ANOS

NÍVER(ES)

E o tempo voa... Esta GAZETA completa na próxima quarta-feira, dia 30, 37 anos no mercado do jornalismo mossoroense, alcançando números que sempre a mantiveram como líder de mercado. Jornalistas, colaboradores e colunistas sempre antenados 24h por dia com o melhor da informação. Vem muita novidade boa por aí. Comemore conosco! Este jornal é de vocês... CÉLIO DUARTE

HOJE Naldo Lima Gilmar Freitas Frederico Carvalho AMANHÃ Ellen Cristina Andrey Christyan Gilza Iale Marcela Bessa TERÇA-FEIRA Jéssica Andrade George Gurgel Thiago Oliveira Elaine Mendonça Alysson Moura

Rafaela Costa e Mário Filho com este colunista vestindo GAZETA

QUARTA-FEIRA Krysllan Silva Stefano Reginaldo

CÉLIO DUARTE

EM ALTA Meu amigo Dayvid Almeida colocou sua banda em estúdio e já grava seu primeiro CD promocional da carreira solo. Sempre com bom repertório, ele já está na fase dos ajustes e mixagem e deve dispor o link do CD para download durante essa semana.

QUINTA-FEIRA Sarah Fernandes Lauro Felipe Luh Guimarães Itallo Pinheiro Anderson Brito Vanessa Alves Arlete Nogueira Cíntia Carize

CONGRESSO Evandson, Rafaela, Soraya, Mário, Alcimar e Marcos de GAZETA CÉLIO DUARTE

A melhor notícia para o melhor leitor: colegas colunistas

Acontece entre os dias 13 e 15 de maio, a 7ª edição do Congresso Científico e Mostra de Extensão do Campus Mossoró. Com o tema “Ciência, Tecnologia e Qualidade de Vida no Semiárido”, o evento trará uma extensa programação voltada para a comunidade acadêmica e a sociedade em geral. A Conferência Magna será proferida pela professora Viviane Mosé, que abordará o tema do evento.Participei de alguns destes congressos enquanto aluno de Direito e indico aos graduandos.

THE END Aline Linhares também veste a camisa da GAZETA CÉLIO DUARTE

Nestas máquinas, o jornal passa todos os dias para chegar até você

Por mais que a verdade doa, a sinceridade nunca magoa...” A FRASE DA SEMANA

Achei um 3x4 teu e não quis acreditar/Que tinha sido há tanto tempo atrás/Um exemplo de bondade e respeito/Do que o verdadeiro amor é capaz./A minha escola não tem personagem/A minha escola tem gente de verdade/Alguém falou do fim do mundo,/O fim do mundo já passou/Vamos começar de novo: Um por todos, todos por um./O sistema é mau, mas minha turma é legal/Viver é foda, morrer é difícil/Te ver é uma necessidade/Vamos fazer um filme./E hoje em dia, como é que se diz: "Eu te amo."?/Sem essa de que: "Estou sozinho."/Somos muito mais que isso/Somos pingüim, somos golfinho/Homem, sereia e beijaflor/Leão, leoa e leão-marinho/Eu preciso e quero ter carinho, liberdade e respeito/Chega de opressão./Quero viver a minha vida em paz./Quero um milhão de amigos/Quero irmãos e irmãs/Deve de ser cisma minha/Mas a única maneira ainda/De imaginar a minha vida/É vê-la como um musical dos anos trinta/E no meio de uma depressão/Te ver e ter beleza e fantasia./E hoje em dia, como é que se diz: "Eu te amo."?”, Renato Russo. Bye (DP).


DO INÍCIO AO FIM Sabrina Greve comemora participar, pela primeira vez, de todo o processo

FOCO TOTAL 9

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

de uma novela

VANESSA GERBELLI SE ENCANTA COM AS COMPLEXIDADES DA DRAMÁTICA JULIANA DE "EM FAMÍLIA"

PRETENSÃO ALÉM DO LIMITE 8

COM UMA TRAMA INOVADORA, "ALÉM DO HORIZONTE" PRECISOU SE ADAPTAR PARA EMPOLGAR O PÚBLICO


2 TVGazeta do Oeste

Zapping

DE OUTROS TEMPOS A Record deve voltar a investir em tramas de época. A emissora estuda a possibilidade de duas sinopses ligadas ao tema. A primeira é de Gustavo Reiz, responsável pelo "remake'' de "Dona Xepa".O autor apresentou uma história sobre os antepassados da escrava Isaura, partindo desde a captura de sua avó, na África. Já a outra é de Camilo Pellegrino,que assina alguns dos episódios de "Milagres de Jesus''. A trama é sobre duas famílias rivais e a disputa por uma escrava. PRIMEIRO DA LISTA Walcyr Carrasco será o responsável pela primeira novela inédita do horário das 23 h da Globo. O autor já escreve um projeto para a faixa,que tem previsão de estreia para 2015. Em 2012, Walcyr ocupou o horário com a adaptação de "Gabriela". Com a confirmação de Walcyr, fica indefinido a estreia do "remake" de "O Semideus", escrito por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. DE OLHO O SBT não pretende esquecer o público adulto em sua teledramaturgia.Mesmo com o sucesso das tramas infantis, a emissora estuda a possibilidade de criar um segundo horário de novelas. O projeto de retomada de investimentos em dramaturgia adulta será feito com a parceria da Televisa. Uma reunião recente entre diretores do SBT e da emissora mexicana alinhou os pontos desta reaproximação. NOS MESMOS MOLDES A ex-''BBB'' Letícia Santiago está nos planos futuros da Globo.A emissora prolongou o contrato da moça por mais um ano. A ideia da Globo é transformar Letícia na nova Grazi Massafera. Ela já gravou uma série de participações no humorístico "Zorra Total".

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014 Editor do suplemento: Maxwell Ferreira - maxwell_ferreira@hotmail.com Fotos: Jorge Rodrigues Jorge, Luiza Dantas e Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias

BALANÇO FINAL O fim de "Além do Horizonte" significa momento de reflexão para Day Mesquita. A intérprete da doce Fernanda chega ao fim da trama de Carlos Gregório e Marcos Bernstein com a sensação de dever cumprido. A atriz, inclusive, acredita que tenha tido uma das grandes oportunidades de sua carreira. "Foi um papel que me deu bastante visibilidade. A ideia é focar sempre no mais.Ao longo de todos os anos, as experiências passadas me deram maturidade cênica para esse momento", explica. Mesmo tendo protagonizado novelas no SBT e na Band,Day ainda se sente insegura nos estúdios. "Sempre gosto de rever minhas cenas. É bom analisar e perceber onde posso melhorar", afirma.

CALENDÁRIO PRONTO A Globo já definiu seu cronograma de novela das sete após "Geração Brasil". Depois de estrear o folhetim de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, será a vez de "Búu", escrita por Daniel Ortiz. Logo na sequência, virá "Lady Marizete",de Alcides Nogueira e Mário Teixeira.A produção,de início,estava sendo preparada para a faixa das 18 h. No entanto, a alta cúpula da emissora decidiu remanejar a história para o horário das sete.Logo após "Lady Marizete", irá ao ar "8 ou Oitenta",comédia do estreante Marcelo Saback, atualmente no time de roteiristas de "Em Família". DOSE DUPLA Renata Dominguez deve emplacar duas produções na tevê neste ano. A atriz é um dos principais nomes cotados para protagonizar a série "Na Mira do Crime", que

SUANDO A CAMISA O texto ágil e repleto de cenas de ação de Carlos Lombardi significa trabalho dobrado para Felipe Cardoso, que interpreta o explosivo Otávio de "Pecado Mortal''.Por conta das diversas sequências de luta, o ator leva quase a metade de um dia inteiro para gravar cenas escritas em uma página. "São momentos bem delicados técnica e emocionalmente.São bastante exaustivas", explica. Em grande parte das vezes, Felipe conta com o auxílio de uma equipe de dublês para as sequências que representam maior risco. "Eles dão o 'termômetro' para a gente saber se pode ou não fazer. Se dependesse do ator, ele faria tudo (risos). A gente sempre trabalha em conjunto.Mas só usei dublê umas duas vezes", ressalta.

será exibida pela Fox e conta com o texto de Tiago Santiago.Além disso,Renata também irá participar da série ''Casamento Blindado",especial de fim de ano da Record que entrou para a grade fixa. A produção é baseada no livro de Cristiane Cardoso e Renato Cardoso, filha e genro de Edir Macedo. MAIS TEMPO A Band já está se preparando para renovar os contratos da trupe do "Pânico''. Desde 2012 na emissora, o programa enfrenta uma das suas piores fases de audiência.A equipe do humorístico está negociando os últimos detalhes com a direção artística da emissora para renovar o seu vínculo com o canal do Morumbi. O novo contrato deve ter a duração de três anos, garantindo toda a equipe de humoristas e produção até 2017.


Sobre a mídia

Aline Linhares

alineolinhares@hotmail.com Twitter: @alinelinhares Site: www.alinelinhares.com.br

TVGazeta do Oeste 3

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

REGISTROS > A cidade de Mossoró vive, pela primeira vez, uma eleição suplementar. > Alguns profissionais de comunicação da cidade estão trabalhando com voz, imagem e parte técnica nas campanhas das cinco chapas autorizadas ao pleito. > O destaque dessa campanha eleitoral, que já vem repercutida da campanha de 2012, em mídias sociais é o trabalho da Fuá Digital. Ana Edite,Hélito Honorato,Carlos Gregório,Wigna Ribeiro,Izabel Dias e demais profissionais estão de parabéns! Trabalho exemplar e muito bem feito. >As emissoras de rádio e TV estão veiculando os programas eleitorais nos seguintes horários: rádio - 7h e meio-dia; TV - 13h e 20h30. > A TCM - Canal 10 - vai realizar, com autorização da Justiça Eleitoral, um debate entre os candidatos, hoje, domingo, 27 de abril, às 20h, ao vivo, com transmissão simultânea pela 95 FM. > Pé Quente agora é TCM. O programa Pé Quente Show já está recebendo vinhetas novas, cenário e algo mais para ser exibido na TV a cabo a partir de maio. > O fotógrafo Pacífico Medeiros e o técnico especialista e photoshop Welison Alexandre promovem, através do Mossoró Fusion, o curso de fotografia e photoshop, próximo dia 17 de maio, no estúdio Pacífico Medeiros. Mais informações: 8863-5493 | 87348244 | www.mossorofusion.com.br. > O locutor Beri Soares agora é ex-95 FM. O comunicador foi desligado da emissora semana passada. O que já se comenta é que Sandro Biank, que já trabalhou na 95 FM em outra temporada, assumirá o horário matinal junto a Elisângela Lima. > A agência Ideia Publicidade está a procura de um diretor de arte. Envie currículo para assessoria@amelhorideia.com. > A TV Mossoró, de segunda a sexta, das 8h às 9h, exibe a Escola Bíblica. >Já a 105 FM está com o programete Momento Franciscano com Frei Edson. >"Chique é ser feliz" esse é o tema da festa de Chrystian de Saboya, que tem um bregão como fonte de inspiração. Chrystian quer reunir mais de 1.500 pessoas, no Boulevard em Natal, na festa de seu aniversário dia 30 de agosto.

Não importa o quanto essa nossa vida nos obriga a ser sérios. Todos nós procuramos alguém para sonhar, brincar, amar e tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender... Miguel Falabella - autor, ator, di-

retor de TV

IMPRENSA NA COPA A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) promove na terça-feira, 29, às 18h45, no auditório do Departamento de Educação Física, solenidade de lançamento do centro de apoio à imprensa brasileira e estrangeira que se interesse em vir ao RN por durante os jogos da Copa do Mundo de Futebol. O Centro tem capacidade para receber até 200 jornalistas, oferecendo condições de conectividade à internet, tecnologia para edição de imagem e áudio, salas de redação e espaços para entrevistas, além do apoio de uma equipe de voluntários com fluência em vários idiomas. O credenciamento começou no dia 5 de março e se estende até 10 de maio, diretamente no site www.presspoint.ufrn.br.

GAZETA 3.7 O sábado, 26 de abril, teve sabor de alegria e de muitas novidades para a equipe da GAZETA DO OESTE que comemorou os 37 anos deste respeitado jornal impresso e os 72 anos do seu idealizador Canindé Queiroz. Família reunida, alegria triplicada. Durante a semana você verá tudo que aconteceu através das colunas deste jornal.


4 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Raio-x

Intercâmbio cultural No ar em "Malhação", Tatsu Carvalho traz experiência americana para sua interpretação BELISA TAAM TV PRESS Morar em outro país é uma experiência enriquecedora para qualquer um. No caso de Tatsu Carvalho, que viveu em Nova Iorque, nos Estados Unidos, para estudar interpretação,a recompensa maior veio

este ano, quando foi escalado para viver o professor Virgílio de "Malhação". A oportunidade de integrar o elenco da novela "teen" surgiu depois que a autora Patrícia Moretzsohn o descobriu quando já estava atuando em palcos brasileiros."A minha estadia nos Estados Unidos só me acrescentou co-

mo ator.Tinha uma metodologia intensa com ensaios diários",relembra ele,que sempre teve vontade de trabalhar em tevê. "A dinâmica da televisão se torna uma escola diária de grande alcance", elogia. No folhetim, seu personagem é o divertido professor de História do Colégio

Destaque. Para o ator, o contato com os jovens é uma realidade próxima. Afinal, Tatsu deu aulas para o público infantojuvenil em Nova Iorque. "Levei minha experiência pessoal para as cenas da novela", conta.

Tatsu Carvalho Nascimento: Em 27 de julho de 1976, no Rio de Janeiro. O primeiro trabalho na tevê: "Fiz muitas participações especiais, mas meu primeiro trabalho foi em 'Máscaras'", em 2012. Atuação inesquecível: "Quando morei em Nova Iorque e fiz peças de teatro com o meu grupo da escola". Interpretação memorável: Marlon Brando no filme "Sindicato de Ladrões", de Elia Kazan. Um momento marcante na carreira: "Quando fui chamado para 'Malhação'". A que gosta de assistir: "Adoro ver seriados e, no momento, estou acompanhando o 'House of Cards'". A que nunca assistiria: "Hoje em dia, não gosto muito de desenhos animados". O que falta na televisão: "Mais roteiros de séries dramáticas". O que sobra na televisão: "Reality show". Ator: Al Pacino. Atriz: Merly Streep. Com quem gostaria de contracenar: Tony Ramos. Se não fosse ator, o que seria: "Sou formado em Marketing e já trabalhei em gravadora. Transitaria por essa área". Humorista: Bruno Mazzeo. Novela preferida: "Top Model", de 1989. Cena inesquecível na tevê: "A cena antológica da briga entre os personagens de Fernanda Montenegro e Paulo Autran em 'Guerra dos Sexos'". Vilão: Carminha, de "Avenida Brasil". Personagem mais difícil de compor: "Quando estava no elenco da peça 'Ensaio Sobre A Cegueira'. O texto tinha uma carga dramática muito forte". Papel com mais retorno do público: Virgílio, de "Malhação". Melhor programa de humor: "Seinfeld". Novela que gostaria que fosse reprisada: "Vereda Tropical", de 1984. Papel que gostaria de representar: "Um vilão". Filme: "O Poderoso Chefão", de Francis Ford Coppola. Livro de cabeceira: "Como A Geração Sexo, Drogas e Rock'n' Roll Salvou Hollywood", de Peter Biskind. Autor: José Saramago. Diretor: Martin Scorsese. Mania: "Reparo em coisas que têm número, tipo canal de televisão ou prédios". Medo: "De não conseguir fazer as coisas que eu almejo. Não depende só da gente, o tempo passa". Projeto: "Montagem da peça 'Um Estranho No Ninho''".


TVGazeta do Oeste 5

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Bastidores

De sol a sol REFERÊNCIA DE NOVELA PRAIANA, HÁ 20 ANOS ESTREAVA NA GLOBO A SOLAR "TROPICALIENTE"

GERALDO BESSA TV PRESS Tirar as novelas do eixo Rio-São Paulo é uma fixação para Walther Negrão.Entre os destinos já explorados pelo autor, estão desde Minas Gerais em "Cavalo de Aço", de 1973, ao Rio Grande do Norte, na recente "Flor do Caribe", do ano passado. No entanto, na opinião do próprio, sua melhor viagem na teledramaturgia foi para o estado do Ceará na quente "Tropicaliente",exibida há exatos 20 anos. "Fui muito feliz escrevendo essa novela. Ela acabou virando uma espécie de parâmetro para outras tramas praianas que criei. Eu também concordo com o público. Gosto das histórias entrelaçadas,do clima solar.E o nome também é muito bom!",valoriza o escritor.Protagonizada por Herson Capri, Silvia Pfeifer e Regina Dourado, o folhetim conta a história de encontros e desencontros entre o pescador Ramiro e a bem-nascida Letícia, personagens de Capri e Pfeifer."O contraponto entre classes é sempre recorrente em novelas. Abordar isso do ponto de vista da região Nordeste,em crescimento retumbante na época, foi muito interessante. lembro desse trabalho e só penso em sol e mar. Boas recordações", conta o protagonista. O início da trama mostra Letícia rompendo com o pai, o poderoso Gaspar, de Francisco Cuoco,para morar na vila dos pescadores ao lado de Ramiro. No entanto, em uma de suas viagens para pescar junto com o fiel escudeiro Sa-

muel, de Stênio Garcia, ele acaba passando cerca de três meses no meio do mar. "Ela se sentiu abandonada. Colocou o orgulho de lado e voltou para a casa do pai. Para esquecer de tudo, foi morar fora do país. A volta dela ao Brasil movimenta a trama", explica Silvia Pfeifer. No exterior, Letícia casou-se e teve dois filhos, os mimados Amanda e Vitor, de Paloma Duarte e Selton Mello. Em Fortaleza, Ramiro acaba apaixonando-se por Serena, papel de Regina Dourado, e também tem um casal de filhos,Açucena e Cassiano,de Carolina Dieckmann e Márcio Garcia. "Foi minha primeira novela e um trabalho muito importante para mim. O Negrão assumiu que tinha um carinho especial pelo Cassiano porque o nome era uma homenagem ao Cassiano Gabus Mendes, autor que havia morrido no ano anterior", detalha Garcia. Aos poucos, o núcleo jo-

vem entrelaça suas histórias, com destaque para o romance de Açucena e Vitor. "Era muito gostoso interpretar a Açucena. Ela era de uma doçura, de uma inocência... Durante a trama,foi amadurecendo e despertando outras paixões", conta Dieckmann, referindo-se ao triângulo amoroso que se formou com a chegada de Franchico,picareta interpretado por Cássio Gabus Mendes. Sob a direção geral de Gonzaga Blota,grande parte do elenco "deitou e rolou" nas dunas e sequências de banho de mar.Entre esses nomes, as então novatas Giovanna Antonelli e Daniela Escobar chamaram a atenção."Na época, o elenco jovem ficou muito unido. Cada um seguiu um caminho,mas é bacana ver que todo mundo conseguiu escrever uma história", comemora Giovanna. Prevista para ter cerca de 170 capítulos,"Tropicaliente" terminou com 194. A reper-

cussão nacional surtiu o efeito esperado pelo Governo do Ceará,grande incentivador da realização da novela nas praias da região, e aumentou o turismo local. Para garantir o ritmo de produção,a Globo teve de montar duas cidades cenográficas para a trama. Uma na praia de Porto das Dunas, a cerca de 20 km da capital de Fortaleza. A outra em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro. "O esquema era cansativo,mas necessário.Todo mês, parte da equipe técnica e do elenco viajava até o Ceará para gravar cenas na praia", detalha o hoje diretor de núcleo Rogério Gomes, que, na época, fazia parte da equipe comandada por Gonzaga Blota.


6 TVGazeta do Oeste

Entrevista

"Em Família" alterou severamente a rotina de Vanessa Gerbelli. Fora da tevê desde 2012, ano em que acabou "Vidas em Jogo", sua última novela nos oito anos em que ficou na Record,Vanessa passou quase dois anos levando uma vida mais contemplativa, dedicada à família, à pintura e a seus projetos teatrais. "Foi legal ter esse momento de repensar a vida e a carreira. Hoje, estou exatamente onde quero estar", ressalta. Em meados do ano passado,a atriz começou a se preparar para dar vida a Juliana, a sofrida personagem escrita por Manoel Carlos especialmente para ela. De cara, Vanessa se impressionou com os dramas que teria de interpretar na novela: uma mulher em plena crise existencial e com a vontade de ser mãe na ordem do dia. No entanto, a intérprete só foi entender as complexidades do papel quando começaram as gravações. "O tom naturalista do texto me aproxima muito dos dramas vividos pela Juliana. São cenas difíceis, longas, tenho de estar muito concentrada. Parei tudo o que eu estava fazendo para me dedicar integralmente à novela. É um dos trabalhos mais intensos da minha carreira", vibra, com olhos de satisfação. Aos 40 anos, a atriz natural de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, encara sua participação na atual novela das nove de forma afetiva.Além de marcar seu retorno à Globo, emissora onde fez sua primeira novela, "O Cravo e A Rosa", de 2000, ela volta a trabalhar sob o texto de Manoel Carlos, autor de "Mulheres Apaixonadas", de 2003, o trabalho de maior visibilidade de sua carreira."Não parece que passou tanto tempo assim.Só me dou conta de que uma década ficou para trás ao ver a Bruna (Marquezine),que era minha filha na novela e agora é uma mulher", espanta-se. Ainda na Globo,Vanessa participou de tramas como "Kubanacan" e "Da Cor do Pecado".Até que em 2005 aceitou a proposta da Record,onde ganhou personagens relevantes em produções como "Prova de Amor", "Vidas em Jogo" e "A História de Ester"."A Record me

da vez mais cedo. Quando você ficou sabendo que faria a novela? R - Foi, mais ou menos, em meados de 2012. Eu estava acabando de fazer "Vidas em Jogo", da Record, e precisava descansar. Na época, meu contrato estava para acabar também. Eles me procuraram e decidi não renovar.

FOCO TOTAL

Vanessa Gerbelli se encanta com as complexidades da dramática Juliana de "Em Família"

proporcionou uma diversidade enorme de personagens. Fazer uma série bíblica, inclusive, foi muito enriquecedor.Hoje me sinto muito mais segura como atriz", analisa. P - "Em Família" marca sua volta à Globo depois de oito anos na Record. Como é retornar à emissora que a lançou? R - É bem interessante. Não só porque minha estreia televisiva foi na Globo, mas, sobretudo, por essa volta ser em uma novela do Manoel Carlos. Tive per-

sonagens muito legais na Globo, em tramas como "O Cravo e A Rosa" e "Da Cor do Pecado". Mas nenhuma teve o mesmo efeito e repercussão que a Fernanda de "Mulheres Apaixonadas".Foi um papel que exigiu muito de mim e que me deu muitas alegrias. E depois disso nunca mais perdi contato com o Manoel Carlos. Ficaram a amizade e o carinho. Acho que é por isso que ele me convidou para "Em Família". P - O processo de escalação para novelas globais começa ca-

P - O convite para "Em Família" pesou nessa recusa, certo? R - Totalmente. Mas, em respeito à emissora que me deu tantas oportunidades, eu fiquei na minha e deixei as notícias sobre a minha volta à Globo acontecerem naturalmente. No passado, essa disputa entre atores era mais intensa. Hoje, vejo a porta mais aberta para esse intercâmbio. Gabriel (Braga Nunes), Marcelo (Serrado) e Bianca (Rinaldi) estão aí para provar. O importante é ter trabalho e investimento na área.É claro que tudo tem de ser feito com cuidado. É bom sair da emissora de forma legal, sem brigas e mágoas. P - E qual o balanço que você faz desses anos na Record? R - Foram ótimos anos. Por ter um elenco pequeno, o "casting" era sempre escalado para alguma coisa.E dei sorte de fazer trabalhos que me fizeram bem. Em 2005, minha carreira estava precisando de novidades. Estava contratada da Globo, mas sem grandes possibilidades em vista. Foi quando a Record me ofereceu um contrato longo e a possibilidade de fazer uma vilã daquelas que nenhuma atriz consegue recusar, a Elza, de "Prova de Amor". Vi nesse momento uma grande oportunidade e aceitei. A emissora estava estruturando sua área de teledramaturgia. Muitos atores fizeram esse caminho e, assim como eu, tiveram a oportunidade de fazer grandes personagens. Não importa a emissora,o que fi-


Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

do -

ca são os bons papéis que você consegue fazer.

os, esie Na m. eci-

P - Você acertou sua volta à Globo sem saber muito sobre o que faria na atual novela das nove. Não ficou receosa de tomar uma decisão no "escuro"? R - Não. Segui meus instintos e minhas vontades. Como eu sabia que a novela iria demorar um pouco para estrear, aproveitei para tocar alguns projetos de musicais que estavam parados há algum tempo e cuidar da vida (risos). Eu já assisti a muitas tramas do Manoel Carlos e confio no trabalho dele. Acho que, por mais secundária que fosse a personagem, seria bacana estar envolvida com este projeto.Por sorte, me surpreendi.

-

me es, ei ha

, a oa sse esoresque

os. , esE hos

P - "Em Família" está há quase quatro meses no ar e a trama de Juliana vem se destacando cada vez mais. Esse crescimento era esperado? R - Logo que começaram os ensaios, me surpreendi com essa fascinação dela pela maternidade. Logo depois, vi que esse sentimento era tão forte que chegava a parecer loucura. Ao ler o roteiro, comprovei que tudo poderia ir além. Ela perde as rédeas da situação quando o assunto é ser mãe. As complexidades da personagem foram surgindo aos poucos. Sabendo que ela passaria por uma alta carga dramática, me preparei bastante. Acho que, do ponto de vista emocional, é minha personagem mais desgastante.

a es. to er Elesesiade ns. i-

P - Por quê? R - Por conta dessa obsessão em ser mãe, em ficar com uma criança que não é dela. Juliana torna-se uma incompreendida, fica sozinha no mundo. Ela também é carregada de complexidades que só as mulheres entendem. Nessa construção, minhas referências foram muito intuitivas. Mas também corri atrás, pesquisei e me inteirei sobre sintomas e doenças psiquiátricas. Neste sentido, ter a ajuda da (psicóloga) Kátia Achcar no processo de composição foi primordial.É bacana ter uma visão de fora sobre o trabalho que você está realizan-

da al,

que -

do. Ao mesmo tempo em que é forte, Juliana precisa também de uma certa fragilidade. P - Seus traços fortes sempre a levaram a interpretar tipos na mesma intensidade, como a Lindinha de "O Cravo e A Rosa".Aparentar uma mulher frágil é um problema para você? R -Com preparação,acho que consigo fazer o que vier. Mas é engraçado mesmo, na comédia ou drama, as mulheres que interpreto carregam essa força que eu trago comigo. De cara, com a Lindinha, eu já fiquei marcada por isso. E acho que foi um bom cartão de visitas.Esse tipo de personagem me instiga mais. Não sei se ficaria feliz na pele da mocinha indefesa que espera as coisas acontecerem. P - Falando em sua novela de estreia, toda vez que o "O Cravo e A Rosa" é reprisada, a audiência responde bem - a terceira reprise acabou no último mês de janeiro. Qual sua principal lembrança da novela? R - Não quero "puxar saco", mas "O Cravo e A Rosa" tem um grande diferencial:a "grife" Walter Avancini. Trabalhar sob a direção dele foi uma experiência grandiosa.Era pura criação artesanal dentro de um produto comercial como a tevê, onde tudo tem de ser rápido. O texto do Walcyr (Carrasco) era incrível também. Ele conseguiu fazer com que a maioria dos atores tivesse seu destaque na trama.Não posso reclamar do meu trabalho de estreia (risos).

TVGazeta do Oeste 7

OUTROS SINAIS A veia artística de Vanessa Gerbelli ultrapassa a atuação. Em alguns momentos, ela se sente muito mais pintora. Em outros, acha que cantar é o que a satisfaz. A música foi a primeira expressão artística que desenvolveu. Vanessa canta desde que se entende por gente.Aos 15 anos, já tinha uma banda que animava festas infantis e bailes de formatura. As artes plásticas surgiram um pouco depois, aos 22 anos. "Uma intérprete com diferentes aptidões tem mais chances de conseguir diferentes papéis", opina. Assumidamente dividida, o ideal para Vanessa seria aglutinar suas paixões, mas o tempo não permite. Antes de se comprometer com "Em Família", ela soltou a voz em musicais como "Emilinha e Marlene - As Rainhas do Rádio" e "Quase Normal".Paralelamente,expôs suas pinturas em galerias do Brasil e da Alemanha. "Vou fazendo tudo aos poucos, mas nada pela metade. É bacana ficar circulando por meios e inspirações diferentes", acredita. NA MIRA Além de ser um dos papéis mais lembrados pelo público, a Fernanda de "Mulheres Apaixonadas" também rendeu a Vanessa Gerbelli uma das cenas mais difíceis de sua carreira: no meio de um assalto no caótico trânsito do Rio de Janeiro, a personagem acaba sendo baleada no peito. "Foi uma gravação muito complicada. Não só pelo contexto emocional, mas também pela abordagem do autor naquele momento, em que isso era comum na cidade", lembra. No dia seguinte à exibição da cena, Vanessa sentiu nas ruas a repercussão da sequência. "Fiquei impressionada com a força que a teledramaturgia pode ter. Para algumas pessoas, era como se eu fosse morrer. Foi bem louco!", revela.

TRAJETÓRIA TELEVISIVA # "O Cravo e A Rosa" (Globo, 2000) - Lindinha. # "Desejos de Mulher" (Globo, 2002) - Gonçala. # "Mulheres Apaixonadas" (Globo, 2003) - Fernanda. # "Kubanacan" (Globo, 2003) - Amapola. # "Da Cor do Pecado" (Globo, 2004) - Zuleide/Tancinha. # "Cabocla" (Globo, 2004) - Rosa. # "Prova de Amor" (Record, 2005) - Elza. # "Amor e Intrigas" (Record, 2007) - Alice. # "A Lei e O Crime" (Record, 2009) - Celeste. # "A História de Ester" (Record, 2010) - Zeres. # "Nascemos Para Cantar" (Record, 2010) - Araci. # "Vidas em Jogo" (Record, 2011) - Divina. # "Em Família" (Globo, 2014) - Juliana.


8 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Crônica

Pretensão além do limite COM UMA TRAMA INOVADORA, "ALÉM DO HORIZONTE" PRECISOU SE ADAPTAR PARA EMPOLGAR O PÚBLICO ANNA BITTENCOURT TV PRESS Quando estreou, em novembro do último ano, "Além do Horizonte" prometia uma trama diferente.Longe das histórias repetitivas,de mocinhas frágeis, casos de amor e vilões caricatos e mais perto de "casos" mirabolantes como o da série americana "Lost".No entanto, todos os mistérios que permeavam o folhetim de Carlos Gregório e Marcos Bernstein acabaram saindo pela culatra. A história de Comunidade, busca pela felicidade e "besta" confundiram o telespectador, que acabou se afastando da trama. O resultado foi o pior índice de audiência já registrado no horário das sete - cerca de 13,5 pontos. O baixo interesse do público fez com que a história desse várias guinadas ao longo de cinco meses de novela. De cara, os mistérios foram revelados. Kléber, personagem de Marcello Novaes, era a temida "besta". E as pessoas que iam atrás da felicidade irrestrita na Comunidade, na verdade,eram submetidas a um procedimento nunca explicado que as transformava em eternas "bobas alegres".Com o fim do gancho central, "Além do Horizonte" ficou um tempo parecendo uma novela sem rumo. Os capítulos se sucediam sem que nada relevante ou fundamental acontecesse. E aí foi a hora de mais reviravoltas para tentar, novamente, atrair a atenção do público. Com tantas mudanças, o folhetim mudou de cara. Mas

também ganhou conteúdo. Alexandre Nero e Antonio Calloni, intérpretes de LC e Hermes,conseguiram segurar com propriedade o título de vilões da novela e rivalizaram de forma crível. O núcleo da fictícia Tapiré também teve mais destaque e as irmãs Ana Fátima, Ana Selma e Ana Rita, de Yanna Lavigne, Luciana Paes e Mariana Xavier, protagonizaram boas cenas de drama e humor. Já no Rio de Janeiro, a única parte interessante era a relação de Priscila e Marcelo, bem interpretados por Laila Zaid e Igor Angel-

korte. O casal, cheio de química em cena, foi a diversão de toda a novela. Sem muita função ou importância, Flávia Alessandra e Alexandre Borges, que vivem Heloísa e Thomaz,foram ofuscados por tantas mudanças,fazendo apenas uma figuração de luxo. Sem uma história que cativasse, "Além do Horizonte" acabou sendo apenas uma novela esteticamente bonita. A direção de Gustavo Fernandez, que potencializava as cenas de suspense,ainda que com o conteúdo fraco,fez a diferença.Além disso,a cenografia de

Tapiré, que buscava retratar uma cidade ribeirinha do Amazonas, foi muito bem construída. Em sua reta final a trama chega ao fim no dia 2 de abril -, o folhetim deu a volta por cima,alcançando média de 20 pontos. Uma melhora consistente, mas nada comparada às suas antecessoras que optaram por não ousar.


TVGazeta do Oeste 9

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Close

DO INÍCIO AO FIM SABRINA GREVE COMEMORA PARTICIPAR, PELA PRIMEIRA VEZ, DE TODO O PROCESSO DE UMA NOVELA

ANNA BITTENCOURT TV PRESS Aos 35 anos de idade, com uma extensa carreira no teatro paulista, Sabrina Greve ainda encontra espaços para se surpreender profissionalmente. Na pele da dúbia Angelique,em "Além do Horizonte", a atriz experimenta, pela primeira vez, participar de uma novela do início ao fim. "Agora que sei como é estar realmente em uma novela, estou com muita vontade de priorizar a tevê", garante, animada. Longe do veículo desde "Caminhos do Coração", exibida pela Record em 2007, Sabrina foi convidada por Jayme Monjardim para fazer um teste para "Em Família", novela das nove dirigida por ele."Não tinha nem personagem estabelecido. Era só uma chamada de 'casting'", revela, ressaltando que já havia trabalhado com o diretor em "A Casa das Sete Mulheres", série de 2003. Porém, ao ver o teste, o produtor de elenco Luciano Rabelo puxou a atriz para a atual novela das sete. "Ele estava procurando uma mulher com o mesmo perfil que eu. Mesma idade, com uma possibilidade de ser estrangeira", revela. Quando recebeu o convite, Sabrina ainda tinha poucas pistas sobre a função que Angelique iria desempenhar na trama de Carlos Gregório e Marcos Bernstein. "Por ela estar inserida no núcleo na Comunidade,era tudo muito misterioso no início", relembra.

Aos poucos e junto com os demais atores, ela foi descobrindo para quais caminhos sua personagem a levaria. E durante o decorrer da novela,Angelique foi ganhando mais destaque. "Era para ser só uma cientista, uma 'pegadora'. Depois virei amiga da Tereza, depois passei a ser inimiga... E o misterioso foi virando algo natural para a gente", define, citando a personagem de Carolina Ferraz. As constantes reviravoltas e novos rumos de Angelique foram criados em meio a muitas outras transformações enfrentadas em "Além do Horizonte". O roteiro diferenciado, que prezava pelo mistério, não foi bem aceito pelos telespectadores, que começaram a deixar de lado o folhetim e fizeram com que ele tivesse recordes negativos de audiência. "Tinha na cabeça que estar de cabo a rabo em uma trama aberta ia me fazer experimentar essas sensações todas de mudança", afirma. No entanto, para ela, tudo é visto com bons olhos. "Era um projeto ousado, de risco. Todos sabiam disso e estávamos preparados.Achei que o processo todo acabou soando natural", defende. Nascida em Limeira, em São Paulo, Sabrina precisou passar por quatro faculdades até conseguir um diploma. As mudanças,no entanto,não foram por displicência.Pelo contrário. Por sempre se envolver em peças, filmes e projetos na tevê, ela nunca teve tempo de priorizar o estudo."Fiz Comunicação Social, Letras, Direito... E, em 2010, consegui me formar em Cinema", comemora, aos risos. Para isso, ela teve de recusar propostas durante quatro anos e focar somente em produções teatrais em São Paulo, onde era localizada a Faap, faculdade que

cursava. Logo depois que se formou, a atriz ganhou um edital para produzir um telefilme para a TV Cultura.Foi em "Irina" que a paixão pela direção cresceu e passou a ser mais uma opção no leque de Sabrina."Fiz faculdade porque já me encantava pela direção. E eu sou muito 'CDF'. Tenho de estudar muito antes de fazer alguma coisa", reflete. Apesar de ter vontade de seguir atrás das câmaras,ela garante que os projetos para este ano são todos na frente de-

las. "Com o fim da novela, vou para o Ceará durante dois meses para rodar um longa chamado 'Clarisse ou Alguma Coisa Sobre Nós', do Petros Cariry",adianta.Os planos,no entanto,não param por aí."Só este ano tenho mais três peças engatilhadas", comemora.


10 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Resumo

ALÉM DO HORIZONTE

MALHAÇÃO

MEU PEDACINHO DE CHÃO

GLOBO - 17H:50

GLOBO - 18H:15

GLOBO - 19H:10

Segunda (28/04) - Anita tenta disfarçar para Pedro sua apreensão com a viagem de Ben e Sofia. Serguei fala com Flaviana e se distrai no salão. Caetano pensa em pedir ajuda a Luciana para convencer Vera a assinar seus documentos. Micaela diz a Martin que não levou a sério o noivado dos dois e ele se ofende. Anita afirma a Júlia que se vingará de Antônio. Anita convence Antônio a apresentá-la a seu suposto pai.Vanessa e Meg proíbem Serguei de se distrair com Flaviana no celular durante o trabalho. Abelardo apresenta Veloso a Luciana. Antônio dá um anel de noivado para Anita na frente de Palhares, Carlão e Tuninho.

Segunda (28/04) - Serelepe conta a Pituca que conseguiu fugir do orfanato e ela esconde o menino debaixo de sua cama, sem que Catarina desconfie. Epaminondas diz a Catarina e Pituca que, se Serelepe aparecer em sua casa,o mandará para o reformatório em São Paulo.Padre Santo conta para Epaminondas que ajudará Renato a construir um pronto-socorro na Vila e o coronel o critica. Juliana tenta convencer Gina a usar maquiagem, mas ela não gosta da iniciativa da professora.

Segunda (28/04) - Inês conta que Heloisa,Thomaz e Jorge alugaram um helicóptero e foram pra Comunidade e todos se desesperam.William e Marlon se revezam diante do comunicador esperando por contato de Lili. Lili, Tereza e Paulinha começam a pensar no plano contra LC. Guto diz que está preparando equipamento para provocar uma pane nas comunicações da Comunidade. Tereza diz a Paulinha que pretende passar LC e depois Lili na máquina da felicidade. Lili conta o plano de Tereza para LC. Na mata, Thomaz, Heloisa e Jorge salvam a vida dos seguranças e, em troca, ganham a liberdade. LC consegue virar o jogo e prende Tereza e Paulinha.

Terça (29/04) - Veloso consegue enganar Luciana e armar para que Vera assine os documentos com a ajuda da irmã. Guilherme incentiva João Luiz a apoiar Raíssa. Martin afirma a Omar que trará dinheiro para o Embaixada. Anita consegue entrar no apartamento de Palhares. Isaac convida Martin para visitar uma sinagoga. Anita ouve Palhares falar sobre os detalhes de seu plano de assalto ao telefone. Anita deixa a casa de Palhares, mas o suposto coronel desconfia da presença de alguém. Quarta (30/04) - Anita não consegue falar com Vera e Ronaldo. Micaela confidencia a Vera que quer virar católica para se casar na igreja com Martin, mas teme a reação de seu pai.Depois de dormir com Sidney, Sofia se vinga e avisa a ele que vai para os Estados Unidos com Ben. Norma procura por Raíssa. Norma se apresenta a Raíssa como assistente social responsável por seu processo de adoção. Zelândia revela a Caetano que está grávida.Palhares e Antônio ameaçam Anita e decidem envolvê-la no assalto ao banco. Quinta (01/05) - Antônio,Anita e Palhares seguem em direção ao banco. Ben e Sofia se despedem de todos e ele sente falta de Anita. Abelardo sente ciúmes de Bernardete com Veloso. Micaela encontra livros sobre o judaísmo nos pertences de Martin. Flaviana e Serguei tentam disfarçar as saudades. Antônio e Palhares mantêm Anita refém durante o assalto ao banco. Flaviana pede que Drica, Bruna e Amanda gravem imagens do cotidiano de Serguei. Martin exige que o Embaixada ofereça opções de comida judaica. Anita tenta atrapalhar o plano do assalto e desafia Antônio. Sexta (02/05) - Palhares arremessa Anita ao chão e Antônio não gosta. Anita tenta alcançar seu celular. O voo de Ben e Sofia atrasa. Anita afirma para Antônio que não deixará o banco com ele. Anita consegue enviar uma mensagem com uma foto sua para Ben. Ben e Sofia conseguem avisar a Vera sobre o paradeiro de Anita e desembarcam do voo. A polícia chega ao banco que está sendo assaltado. Palhares aciona a bomba e foge e a polícia evacua o banco. Anita é resgatada e Ben e Sofia chegam para vê-la. Toda a família apoia Anita, e Sofia se sente excluída. Ben e Anita se beijam.

Terça (29/04) - Mãe Benta percebe que Zelão tem vergonha de ir à escola. Pituca confessa para Catarina que Serelepe estava escondido em sua casa. Juliana avisa a Gina que Dona Tê permitiu que ela dormisse no quarto da jovem, até que o prefeito construa um banheiro na escola. Epaminondas avisa a Juliana que Catarina foi até Antas comprar material escolar para seus alunos adultos. Ferdinando comenta com Pedro Falcão sobre o encantamento que sente por Juliana. Quarta (30/04) - Izidoro conta para Epaminondas que Serelepe está na casa de Mãe Benta. Epaminondas avisa a Catarina que mandará Mãe Benta e Zelão para fora de sua fazenda, em defesa de Pituca. Pedro Falcão elogia o trabalho de Ferdinando feito nas suas terras para Giácomo. Epaminondas dispensa Zelão e diz a ele que quer a casa de volta. Giácomo aconselha Zelão a procurar alguém que lhe oriente sobre seus direitos em relação à casa. Zelão fica envergonhado ao saber de Juliana que as cartas escritas por Rodapé para ela em seu nome são só garranchos. Quinta (01/05) - Amância diz a Epaminondas que Catarina se recusa a dormir no quarto com ele.Ferdinando avisa a Pedro Falcão que não permitirá que Epaminondas expulse Mãe Benta e Zelão de casa. Dona Tê fica admirada ao ouvir Gina dizer que está começando a gostar do jeito de Ferdinando. Rosinha comenta com Amância que Mãe Benta acha que Zelão está furioso com Rodapé. Rodapé propõe à professora que ela confesse para Zelão que gosta dele. Sexta (02/05) - Ferdinando explica a Pedro que, a pedido de Juliana,gostaria de comprar um vestido para Gina para que as pessoas percebam sua beleza. Juliana escreve uma carta e pede a Rodapé que a entregue a Zelão.Juliana pede a Ferdinando que leia para Zelão a carta que escreveu para ele.Ferdinando convida Gina para passear em Antas, mas ela recusa o convite e ele então convida Juliana. Zelão aceita que Ferdinando leia a carta que Juliana escreveu para ele. Sábado (03/05) - Zelão fica comovido com as palavras de Juliana. Pedro Falcão fica bravo com Giácomo ao ouvir do comerciante que todos sabem que Gina não gosta de homem.Ferdinando diz a Juliana que Zelão está muito apaixonado por ela. Gina diz a Juliana que Ferdinando está apaixonado por ela. Pedro pede a Gina que vá com Ferdinando e Juliana para Antas. Pedro Falcão avisa a Padre Santo que Gina e Juliana vão à missa que ele celebrará na Vila.

Terça (29/04) - LC decide mandar Tereza pra máquina, mas sem a fórmula estabilizadora. Lili faz contato com os amigos e diz que Tereza será enviada para Tapiré depois que passar pela máquina. Todos ficam preocupados com o sumiço de Heloisa, Thomaz e Jorge. Kléber agradece a força que tem recebido de Keila e Fátima. Paulinha bola um plano com Breno para se encontrar com LC e contar que Lili o engana. Paulinha e Breno se escondem no alojamento de Wolfgang. Thomaz, Tereza e Jorge acordam na mata e decidem voltar para Tapiré. André começa a organizar a invasão da Comunidade e pede ajuda a Kléber. Breno e Paulinha conseguem chegar até o alojamento de LC e ela diz que tem algo muito importante para falar. Quarta (30/04) - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou o capítulo. Quinta (01/03) - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou o capítulo. Sexta (02/05) - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou o capítulo. Sábado (03/05) - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou o capítulo.


TVGazeta do Oeste 11

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Resumo PECADO MORTAL

EM FAMÍLIA

RECORD - 22H

GLOBO - 21 H

Quinta (24/04) - Picasso deixa claro para Carlão que aconteceu algo entre ele e Patrícia. Carlão fica enfurecido de ciúmes e parte para cima, golpeando Picasso a cada provocação. Picasso é levado para o hospital e Carlão vai preso. Anjo tenta impedir Bruna de virar cortesã. Carlão fica a sós com Picasso e ele dá gargalhada, comprovando que a mudança é uma grande farsa. Juiz declara prisão preventiva de Carlão, deixando-o inconsolável. Patrícia cobra explicações de Carlão sobre o casamento com Dorotéia e ele diz ser parte de um plano para recuperar o morro. Carlão se surpreende ao descobrir que Veludo é seu companheiro de cela. Veludo diz que quer ajudá-lo a pegar o comparsa de Picasso.

Segunda (28/04) - Juliana fica tensa quando Helena sugere que talvez ela esteja grávida de Jairo. Clara mostra para a família fotos da viagem de Chica e Ricardo à Itália. Luiza ouve os amigos comentando que Verônica se separou de Laerte. Chega a noite de inauguração do Galpão Cultural. Laerte fica incomodado ao ver Verônica brilhando no recital ao lado de um violinista famoso e charmoso. Silvia diz a Clara e Cadu que, se os medicamentos não funcionarem, ele terá de se submeter a um transplante de coração.Helena está sozinha na casa de Luiza quando Laerte toca a campainha.

Sexta (25/04) - Picasso diz para Michelle que tomará o lugar dos Vêneto como governantes do morro. Picasso confessa para Monet e Caravaggio que o jeito de bom moço era farsa e deixa Caravaggio chocado. Dorotéia diz para Patrícia que Picasso a está usando para prejudicar Carlão. Picasso pede ajuda de Caravaggio e Monet para roubar o morro dos Vêneto. Picasso planeja invasão falsa em que ele salvará o morro e conquistará a confiança dos moradores. Cavaraggio e Monet surpreendem Getúlio, Lívia, Laura e Norma na fazendinha, fingindo um assalto. Carlão é liberado e vai atrás de Dorotéia, fazendo um novo pedido de casamento. Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora - Os capítulos que vão ao ar estão sujeitos a eventuais reedições.

Terça (29/04) - Helena abre a porta e tem uma conversa ríspida com Laerte. Cadu fica incomodado ao ver Ivan com Marina e pede que Clara mostre à fotógrafa a aliança nova. Gorete conta para Helena que várias vezes ouviu discussões entre Jairo e Juliana. Bárbara não consegue tirar os olhos de André e Shirley diz a Rafaela que está preocupada com a filha. Laerte tenta seduzir Luiza, mas fala o nome de Helena e a menina se esquiva. Juliana não tem coragem de contar para Jairo que está grávida. Nando sofre pensando em Juliana. Luiza diz a Alice que está se apaixonando por Laerte. Quarta (30/04) - Para ajudar Bárbara, Shirley chama André para um banho de piscina em sua casa. Juliana se olha no espelho tentando adivinhar como ficará sua imagem depois que a barriga começar a crescer. André liga para Bárbara e diz que não poderá ir à sua casa, deixando a menina furiosa com Shirley. Clara dá total apoio a Cadu, preocupada com seu possível transplante de coração. Helena se irrita ao pensar que Luiza está mesmo se envolvendo com Laerte. Quinta (01/05) - Nando pensa em como fazer para separar Juliana de Jairo. Helena diz a Virgílio que gostaria de fazer com ele uma viagem para o exterior e ele sugere Goiânia, deixando-a desanimada. Alice tenta convencer Neidinha a ir com ela a uma reunião da ONG de mulheres que sofreram estupro. Vanessa diz a Marina que ela está deixando o trabalho em segundo plano porque só pensa em Clara. Chica e Ricardo chegam de viagem. Sexta (02/05) - Silvia fica preocupada com os novos exames de Cadu e já começa a pensar seriamente no transplante. Luiza e Helena discutem fortemente por causa de Laerte. Juliana se irrita com os modos de Jairo à mesa. André consegue mais algumas pistas sobre sua mãe biológica. Gabriel se irrita ao ver Silvia e Felipe conversando animadamente. Laerte e Luiza se encontram no Galpão Cultural, mas ela se esquiva. Felipe sente ciúme da maneira como Silvia fala de Cadu. Sábado (03/05) - Verônica tenta causar ciúme em Laerte, mas não tem sucesso. André demonstra carinho por Bárbara, mas logo ela fica chateada ao perceber que ele a considera uma boa amiga. Shirley provoca Helena, fazendo comentários sobre Laerte e Luiza. Juliana pensa em como seria se o filho que está esperando fosse de Nando e não de Jairo. Neidinha e Alice conversam sobre o passado e se emocionam. Clara e Cadu prometem que ficarão juntos para o que der e vier.

CHIQUITITAS SBT - 20H:30 Segunda (28/04) - Junior vai até o local onde aconteceu o acidente de Miguel, na mata Amazônica, acompanhado do piloto do helicóptero,Raul.Carmen escuta José Ricardo falar com Valentina sobre revisar o testamento. A vilã fica curiosa. Dani, que está em uma cadeira de rodas, tenta descer a escada sozinha e quase cai. Na mata, Raul revela que está preparando uma armadilha para Junior. Carmem manda Armando descobrir o conteúdo do novo testamento de José Ricardo. Fernando faz fisioterapia de Dani e percebe que a menina passou a mexer os dedos. Fernando convida Carol para um novo encontro. Terça (29/04) - Carmen e Armando vão juntos para a presidência do Café Boutique. Carmen entra escondida na sala de José Ricardo para procurar o testamento. A vilã encontra uma cópia e não gosta de saber que não tem nada para ela e que 50% da herança será de Mili, neta de José Ricardo. O capanga de José Ricardo vai a casa de Elisa e Joaquim atrás de Gabriela. Joaquim ajuda a mulher a se esconder e diz que não viu Gabi. Passado o susto, Gabriela diz que ainda não se lembra de nada, mas, ao ver o carro do capanga, sente uma sensação ruim. Quarta (30/05) - Carmen sonda Mili para saber o que tanto a chiquitita conversa com Valentina. No cativeiro, na mata, Junior conversa com um dos reféns e descobre que eles estão lá há anos e que Miguel também esteve no local,mas que,de forma misteriosa, conseguiu fugir. Heitor e João Pedro, conhecido como JP, vão ao orfanato levar uma cesta como agradecimento. Mili e JP se reencontram pela primeira vez desde que se cruzaram na rua e JP salvou um bebê. Valentina e José Ricardo voltam a discutir. José Ricardo sofre um infarto em meio à discussão.Carmen é comunicada e vai às pressas para o hospital. Quinta (01/05) - No hospital, Carmen diz estar chocada com a delicada situação de saúde de José Ricardo. Valentina alerta que ele precisa de cuidados, pois o médico avisou que o coração dele não aguentaria um novo infarto. Chegam várias caixas de mudança no Orfanato Raio de Luz. Heitor entra com Samuel e avisa que todas aquelas caixas são coisas que eram do avô do menino, com quem ele morava. Carol dá as boas-vindas ao novo chiquitito. Os meninos apresentam o quarto e conversam com Samuca. Sexta (02/05) - Em meio a todas as caixas da herança de Samuca, uma ninguém consegue abrir. Carmen altera o testamento e apaga toda citação feita a Mili. Valentina avisa que o estado de saúde de José Ricardo piorou e os médicos pediram para eles irem ao hospital. Valentina vai ao orfanato e avisa sobre o estado delicado de saúde de José Ricardo e pergunta se as Chiquititas não querem ir ao hospital como gesto de carinho e gratidão com José Ricardo. Mili e Pata prontamente avisam que querem ir.


12 TVGazeta do Oeste

Mossoró, domingo, 27 de abril de 2014

Inside

CRISE DOS 40 "FANTÁSTICO" INAUGURA CENÁRIO INTEGRADO À REDAÇÃO E MAIS INTERATIVO

LUANA BORGES TV PRESS Há 40 anos no ar, é compreensível que o "Fantástico" busque se reinventar. Mas, de uns tempos para cá, diante de uma audiência em declínio,as mudanças têm sido mais frequentes. Desde que Patrícia Poeta deixou a apresentação do programa e entrou Renata Ceribelli, uma nova "dança das cadeiras" aconteceu. Saiu Zeca Camargo, entrou Renata Vasconcellos, que atualmente divide o comando do dominical ao lado de Tadeu Schmidt.Além disso,quadros estreiam e saem do ar a todo momento. Essa inquietação pode ser uma "faca de dois gumes". Por um lado, o telespectador tem acesso a conteúdos variados; por outro, é mais difícil estabelecer uma identificação com o público. Afinal, a produção não tem uma "cara" bem definida. Na tentativa de inovar mais uma vez, a partir do dia 27, o "Fantástico" inaugura um cenário repaginado, interligado à redação e com novos aparatos tecnológicos. "O programa não está mudando. O que está mudando é o formato de apresentação. Tadeu e Renata vão poder conduzir a apresentação de qualquer espaço do cenário", explica o diretor Luiz Nascimento. O novo cenário ocupa uma área de quase 500 m². Nele, além de uma arena onde acontece a reunião de pauta, entrevistas e shows acústicos, há 26 estações de trabalho, seis il-

has de edição,duas salas de estar e um café. A ideia é mostrar ao telespectador o processo de produção do dominical ao longo da semana. Inclusive,as reuniões de pauta."A redação não vai ser só um cenário. As pessoas vão viver conosco esse dia a dia e vão poder acompanhar até as questões que levantamos quando estamos fazendo uma reportagem",especifica Renata.Por causa disso, a equipe de produção, acostumada a ficar atrás das câmaras, precisa lidar com o fato de aparecer na televisão a partir de agora. "A maioria não gosta de aparecer. O pessoal prefere ficar no bastidor mesmo, mas eles vão ter de se acostumar", decreta Tadeu, aos risos. O telão que fica atrás dos apresentadores terá 25 m².Em vez da tradicional tecnologia "touch screen", para interagir com os conteúdos, basta aproximar as mãos da tela e mover o que quiser na direção desejada."Todo mundo que vem

conhecer o estúdio diz que vai querer assistir aos jogos da Copa do Mundo aqui. Vamos cobrar ingresso", brinca Tadeu, que prefere manter segredo em relação à cobertura que o "Fantástico" prepara para o mundial. O dominical também terá alguns espaços dentro do que foi batizado como "redação-estúdio" para realizar entrevistas: na arena - que é adaptada de acordo com a necessidade,já que a parte central pode subir ou descer, assim como bancos no entorno -, duas salas de estar e um café. "Desde o fim de fevereiro, a gente vem gravando nesse espaço para testar todas as funcionalidades do estúdio", entrega o diretor, que terá à sua disposição duas câmaras traqueadas, que permitem a inclusão de objetos virtuais no cenário. A mudança na identidade visual do programa também visa favorecer uma interação maior com o público. Os telespectadores poderão participar

através de enquetes. "A ideia é manter o programa vivo durante a semana na web",avisa Luiz. Alguns quadros permanecem inalterados, como o "Detetive Virtual".E outros velhos conhecidos retornam, como mais uma seção de saúde apresentada por Drauzio Varella - desta vez, sobre câncer de mama. Pedro Cardoso, que já participou do "Fantástico" com a série "Vida ao Vivo Show", terá um quadro de improviso. Nele, o ator receberá um tema da plateia para desenvolver uma história. "A alma do programa segue a mesma. O 'Fantástico' vai continuar trazendo reportagens exclusivas, denúncias, grandes investigações jornalísticas, humor, entretenimento e show", resume Tadeu.


270414domingo  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you