Page 1

JARDIM DE INFÂNCIA AgruTítuloDE BARCELOS pament do VITÓRIA, VITÓRIA od boletim começa a história...

LER

Vamos dar a nossa mão

+ VAI VEM

na defesa

Pág.

da Floresta PNL Pág. 4

As tradições da nossa terra… Obrigada a todos que tentam preservar as tradições da nossa terra e manter vivo o nosso património cultural. Pág.8

As sementeiras Pág. 3


O aluno amigo do Ambiente - Utiliza

sempre canetas recarregáveis ou biodegradáveis em vez daquelas que usas e deitas fora quando acabam. Quando a tinta da caneta recarregável acaba, basta ir à papelaria comprar mais! - Gasta os lápis até ao fim, enquanto der para escrever com facilidade. - Compra cadernos de papel reciclado. Não imaginas a quantidade de árvores que se poupa ao usar este tipo de papel! - Escreve sempre dos dois lados do papel. Na parte de trás do papel já usado (fotocópias, por exemplo) podes fazer rascunhos ou desenhos. - Em vez de deitares o papel velho logo para o lixo, guarda-o para depois o pores no papelão. - Leva as sandes ou bolinhos para a escola dentro de caixas de plástico em vez de os embrulhares em papel ou sacos de plástico. Assim podes sempre trazê-las para casa voltar a usá-las todos os dias (depois de lavadas, claro!). pratos de loiça e copos de vidro. Lavam-se e voltam a usar-se. Com o plástico, o desperdício é enorme!

Dos pequenos gestos, como a reciclagem e o aproveitamento da água, aos grandes, como aposta nas energias renováveis e a preferência por automóveis híbridos...Tudo depende de NÓS da nossa consciencialização como cidadãos responsáveis, e é possível e se reunidos os esforços necessários.


COMPOSTAGEM

Para que serve a Compostagem? A compostagem é a reciclagem da matéria orgânica (restos de comida, ervas, folhas e restos de plantas de jardim) – em vez de desperdiçarmos a matéria orgânica considerando-a um resíduo

A Compostagem é um processo biológico

(algo sem valor para nós), devolvemos essa

através do qual microorganismos e insectos

matéria orgânica à natureza sob a forma de um

decompõem a matéria orgânica numa subs-

adubo 100% natural.

tância homogénea de cor Castanha, com aspecto de terra – O Composto. Este processo também ocorre sem a intervenção humana. Na natureza os restos de animais e vegetais mortos, são decompostos e transformados em húmus.

No dia 19 de Outubro visitaram o nosso jardim dois dinamizadores da CMB, este projecto teve como objectivo sensibilizar os alunos para os problemas ambientais, despertar nas crianças valores princípios e atitudes comportamentais que conduzem à preservação, defesa da floresta e consciencializar para os cuidados com as florestas, contribuindo, assim, para que o nosso ambiente seja mais aprazível. A sessão foi dividida em duas partes, uma teórica e uma prática. Na parte teórica apresentaram uma história em power point e alertaram as crianças para importância da floresta, como esta pode influenciar as nossas vidas na alimentação, lazer, etc. Deram bastante ênfase e alertaram as crianças para os problemas ambientais das florestas: poluição e incêndios. As crianças estiveram muito atentas, fizeram perguntas, contaram situações que eles já tinham vivido. Na segunda parte as crianças foram até ao recreio, onde fizeram as sementeiras. Semearam pinhões, castanhas, bolotas e nozes, espécies da nossa região. Para realizar esta actividade foi preciso, terra, sementes, pacotes de leite, (recolhidos previamente pelas educadoras). As crianças estiveram muito motivadas, participaram com muito interesse e empenho.


As nossas histórias preferidas...

O AMOR é:

Amor é delicioso como o ALGO

Amor é brincalhão como um PA

Amor é carinhoso como a NOSS

Amor é belo como uma FLÔR P

Amor é colorido como um ARC


:

ODÃO DOCE

ALHAÇO NO CIRCO

SA MÃE

PERFUMADA

CO- ÍRIS

O Projecto Vai Vem LER + Este projecto de promoção de leitura do PNL, propõe a interacção do Jardim de Infância com a família, de forma a incentivar a leitura. Este projecto é desenvolvido, na sala, e permite incentivar o gosto pela leitura, incentivar a troca dos livros, partilhar ideias e opiniões sobre as obras e fazer o registo pessoal sobre os livros. Todas as sextas feiras as crianças levaram para casa uma obra à escolha para lerem, juntamente com a família, e devolvem-na ao jardim na quinta-feira seguinte, onde partilham as suas opiniões com os colegas e educadora, oralmente ou através o desenho. É preenchido o registo da leitura da obra. As crianças levam os livros dentro de uma mochila própria.


Não há mãe melhor que a minha Sinto- a no coração Por mais amigos que tenha Ela está sempre à mão . Levas-me sempre à escola Fazes a minha comida Reparas com atenção Se tenho a roupa vestida. Mesmo se estás cansada Tens sempre tempo p´ra mim São carinhos e beijinhos Eu quero-te só p´ra mim

O meu pai é meu amigo E eu gosto muito dele Ele dá-me muito amor Eu não posso estar sem ele O meu pai dá-me carinho E eu gosto de ajudar, Gosto de brincar com ele E de com ele falar. Hoje é a tua festa Festa de muita alegria Dou-te o meu coração Porque hoje é um lindo dia


Incentivo à iniciação científica e técnica. Resultados: O saco resiste a ser apertado. Porquê? O ar, como qualquer matéria, ocupa espaço. Não o podemos ver, mas podemos senti-lo ao apertar o saco. Consegues sentir que há alguma coisa dentro do saco. Já pensaste que é o ar que enche os pneus dos automóveis e que aguenta com todo o peso do automóvel e do que vai dentro dele?

Um saco vazio?

Objectivo: Assusta os teus amigos com umas sombras fantasmagóricas – uns verdadeiros monstros... Como a luz viaja em linhas rectas, formam-se sombras quando um objecto bloqueia a luz. Materiais: Cartolina , Lápis, Tesoura , Fita adesiva Pauzinhos finos ou palhinhas de refresco, Lanterna eléctrica Procedimento: 1. Desenha numa cartolina um

monstro, tão terrível quanto conseguires. 2. Com cuidado, recorta o teu monstro e prende-o, com a fita adesiva, num pauzinho ou palhinha de refresco. 3. Segura no teu monstro perto da parede. Faz incidir nele a luz da lanterna e aparecerão ,na parede, grandes sombras fantasmagóricas! 4. Aproxima e afasta o monstro da parede e vê o que acontece.

Brinca com as sombras

Objectivo: Mostrar que a água ao congelar aumenta de volume e portanto um mesmo volume de água é mais leve no estado sólido do que no estado líquido. Materiais: tigela com água 1 cubo de gelo Procedimento:

Resultados: O gelo flutua à superfície da água. Porquê? Ao contrário do que acontece com a maior parte das substâncias a água ao congelar aumenta de volume. Assim, um dado volume de água no estado sólido é mais leve do que o mesmo volume de água no estado líquido. Por isso, o gelo não vai ao fundo e fica a flutuar na água líquida.

Objectivo: Demonstrar que o ar é um exemplo de matéria e que ocupa espaço. Material: Saco de plástico vazio. Procedimento: Enche o saco de plástico abrindoo e movendo-o no ar. Fecha o saco torcendo a abertura e apertando com a mão. Aperta o saco com a outra mão.

1. Coloca o cubo de gelo na tigela com água.

Flutua ou vai ao fundo?


As nossas tradições: No dia 11 de Novembro, fizemos um Magusto, para comemorar o dia de S. Martinho. O Magusto na nossa escola comemorou-se em conjunto com EB1. O Magusto teve três momentos muito fortes, cheios de alegria. O primeiro momento, teve a participação dos professores e dos alunos.

Os professores apresentaram em PowerPoint a lenda de S. Martinho, os alunos estiveram muito atentos. De seguida os alunos apresentaram poesias e canções alusivas a esta quadra. O segundo momento teve a participação da Associação de País, que se mostraram muito participativos e empenhados. A Associação de Pais convidou umas senhoras com fogareiros para assarem as castanhas, ofereceu sumos e fez cartuchos de papel de jornal para os alunos colocarem as castanhas assadas. O terceiro momento foi o momento da fogueira. Enquanto os alunos saltavam a fogueira, houve uma preocupação geral para evitar possíveis incidentes relacionados com esta brincadeira tal usual em tempos antigos. Outras brincadeiras foram possíveis neste dia como, o jogo da macaca, rodas canções. Entretanto enfarruscou-se a cara aos alunos e assim se passou uma óptima manhã.

No dia 18 Dezembro realizou-se a tradicional Festa de Natal. Os alunos de EB1, apresentaram canções e danças ensaiados pelos professores das AEC.

Os alunos do jardim de Infância apresentaram um teatro intitulado o “ O Pequeno Trevo “, as roupas foram todas confeccionadas com material de desperdício e com ajuda dos alunos. Os ensaios contaram com ajuda

das educadoras que também participaram no teatro, como personagens. Às 11:00 horas, tivemos a visita de um “ Pai Natal “ bastante animado que chegou a escola numa charrete puxada por dois belíssimos cavalos. O Pai Natal chegou carregado de presentes para todos (brinquedos e pais natais de chocolate). Os presentes e os chocolates foram oferecidos pelo Presidente da Junta de Freguesia.

Comemoramos o Carnaval em conjunto com a EB1 permitindo o convívio entre todos os docentes e alunos.

Esta actividade teve como objectivo reviver costumes e tradições. O Carnaval teve dois momentos muito fortes e cheios de alegria. O primeiro momento, foi da parte da manhã, com a chegada dos alunos à escola, com a alegria estampada na cara, pois mostravam orgulhosos as suas fantasias com muita criatividade e empenho da parte dos pais. Os alunos reuniram-se no polivalente da escola, brincaram, lançaram serpentinas, dançaram ao som da música brasileira.

Da parte da tarde, realizouse um desfile de Carnaval. Houve muitas palmas, brincadeiras engraçadas e acabamos a festa todos a dançar muito divertidos.

SOMOS FINALISTAS: JÁ TENHO LIVRO E CARTOLA TODOS SABEM BEM PORQUE É NÓS SOMOS OS FINALISTAS AI QUE BOM QUE ISSO É

PARA OS NOSSOS AVÓS VAI A NOSSA GRATIDÃO O NOSSO MUITO OBRIGADO DO FUNDO DO CORAÇÃO

AOS NOSSOS QUERIDOS PAIS AOS PAIS MELHORES DO MUNDO O MOSSO MUITO OBRIGADO UM OBRIGADO PROFUNDO

E DA NOSSA ESCOLINHA O QUE VAMOS NÓS DIZER TANTO NOS TEM AJUDADO PARA NOS FAZER CRESCER

No dia 26 de Março, realizamos a nossa Comunhão Pascal. A Celebração Eucarística foi na Igreja da nossa freguesia onde o Sr. Padre nos recebeu com muito carinho. Contámos com a presença dos Alunos, Docentes, Auxiliares, Presidente da Junta de Freguesia, Associação de Pais, Encarregados de Educação e familiares. Deu-se início à celebração, a qual foi abrilhantada por um belo coro constituído pelos alunos do 4º ano que foram ensaiados pela professora de música, Ana Araújo. Alguns alunos tiveram parte activa nas leituras e os alunos do jardim de infância levaram as oferendas ao altar. Os alunos cantaram em conjunto a “Oração “ de Sara Tavares. No fim da cerimónia fomos presenteados com um lanche e um ovo de chocolate “gigante” oferecido pela Junta de Freguesia. Obrigada a todos que tentam preservar as tradições da nossa terra e manter vivo o nosso património cultural.

Formação Fragoso- Jornal Pré-Escolar  

Jornal do pré escolar da Acção de Formação "Edição do Jornal Escolar"

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you