Issuu on Google+

Portif贸lio Yuri Assis Pinto


Yuri Assis Pinto Nascido em Jataí, Goiás.

yuriassispinto@gmail.com Email de contato

(48) 3206-7898

Informações pessoais

Telefone para contato

Rua Trajano Margarida, 199. Trindade Endereço residencial

Está

Doze camp

Bolsa para Grad de Desenvolvim

Programa Ciênci


Curriculum Vitae

1990

Graduado em Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina. Quinto ano da graduação.

2008-2014

Estágio em arquitetura no escritório Espaço Design Studio Class, Florianópolis, SC. 2010 - 2011

Quatorze meses de experiência em projetos arquitetônicos, detalhamentos e modelagem 3D.

Terceiro lugar Bienal VII Jose Miguel Aroztegui. Conjunto Habitacional Sustentável em Palhoça, Santa Catarina.

ágio na Universidade Federal de Santa Catarina.

2011

2011 - 2012

e meses de experiência em projeto arquitetônico de grande porte. Projeto do novo pus da Universidade Federal de Santa Catarina em Joinville.

duação Sanduíche na Universidade de Melbourne. Conselho Nacional mento Científico e Tecnológico, CNPq 2012 - 2013

ia sem Fronteiras.


ESTÁGIO ESPAÇO DESIGN CLASS MODELAGEM 3D - SKETCHUP RENDER - SU PODIUM


ESTÁGIO UFSC - CAMPUS JOINVILLE MODELAGEM 3D - SKETCHUP RENDER - SU PODIUM


Spider coffee table

DESIGN DE Mテ天EIS COLETANIA DE PROJETOS PESSOAIS MODELAGEM 3D - SKETCHUP RENDER - SU PODIUM

Chaise Hammock


Spider Chair

Mesa de palitos Conjunto Amarelas


CASA DA FAZENDA PROPOSTA DE REFORMA PROJETO PESSOAL MODELAGEM 3D - SKETCHUP RENDER - SU PODIUM


CASA DA FAZENDA PROPOSTA DE CONSTRUÇÃO PROJETO PESSOAL MODELAGEM 3D - SKETCHUP RENDER - SU PODIUM


LANDSCAPE DESIGN STUDIO 4: DESIGNED ECOLOGIES DISCIPLINA FINAL DO CURSO DE ARQUITETURA PAISAGISTICA DA UNIVERSIDADE DE MELBOURNE MODELAGEM 3D - RHINOCEROS 5 RENDER - ADOBE PHOTOSHOP

Sections

CTION AA’ cale 1:500

ECTION BB’ cale 1:500

As condições atuais do terreno refletem padrões passados de urbanização. Composto de um rio canalizado em concreto, Moonee Ponds Creek não possui a mesma vitalidade que no passado. O intuito deste projeto é devolver ao rio seu vigor natural ao mesmo tempo que oferece a comunidade um parque urbano. O rio composto por uma corrente de água da lugar a vários canais menores de “wetlands” que teem como principal função o tratamento da água do rio. Compõem o novo rio também, três lagos localizados nas partes mais amplas do terreno, responsáveis por atrair vida animal local enquanto compõe um paisagismo interessante para o parque. O parque linear terá caminhos para pedestres bem como para ciclistas, áreas de churrasqueiras e uma ponte sob o rio fazendo com que o público experienciem ao máximo a natureza. Nas cotas mais baixas do terreno será feito uma reserva de tratamento de água por “wetlands” permanente, sem acesso ao público. O intuito é dar a natureza o espaço nescessário para que possa crescer e atrair espécies, compondo fauna e flora locais. Também, durante as épocas de chuva a reserva se transformará em um imenso lago.


Moonee Ponds Creek Linear Park O maior desafio deste projeto foi a via expressa que permea todo o terreno. A poluição sonora causada por essa imensa obra humana não só The site current condition reflects past patterns of urbanization. Composed of a channelcompromete a experiêcia bucólica ized concrete river stream, Moonee Ponds Creek does not have the naturaldesejada vitality it used to. bem como impede o desenThe aim of this project is to give back the river its natural settings as well as give the commuvolvimento da vida animal. Por isso, uma barreira sonora será contruída ao nity an urban park. The one river stream gives place to several proposed water ways of wetland systems that have the primary goal of treating the river water as it permeates trough. dawidest viaparts bem como floresta vegetação nativa densa será Also,longo located on the of the site are threeuma lakes that attract wildlifecom and compose a nice landscape to the park. plantada entre o rio e a via. The linear park will have pedestrian as well as cyclist’s paths, barbecue area and a bridge that goes over the river making the public experience the nature in its maximum. The lowers section of the park will be a permanent wetland reserve, with no access for the public. The point of this is to give nature a space so it can grow and flourish. Also, this lower section is more prompt to flood because of its natural contours, transforming this area in a big lake some times of the year. The biggest challenge of this site is the highway that goes along with it. The traffic noise made by this human structure not only compromises the natural experience that is intended in this reserve but also the wildlife that can flourish in it. For that, a sound barrier is proposed along the highway as well as a dense forest vegetation between the river and this road.

3

2

1

Site Plan

/

Scale 1:2000

ABPL30043_2012_SM2: Landscape Yuri Assis Pinto Studio 4: Designed Ecologies 604858

01/03


Vista 02

Vista 01

Vista 03


ARQUITECTURE DESIGN STUDIO 4: SPARKS DISCIPLINA FINAL DE PROJETO DO CURSO DE ARQUITETURA DA UNIVERSIDADE DE MELBOURNE MODELAGEM 3D - RHINOCEROS 5 RENDER - VRAY, ADOBE PHOTOSHOP


CONSTRUCTION DESIGN DISCIPLINA FINAL DE TECNOLOGIA CONSTRUTIVA DO CURSO DE ARQUITETURA DA UNIVERSIDADE DE MELBOURNE DESENHOS: AUTOCAD


LEGEND 01 - CLOSED CELL POLY FOAM WITH TEAR-OFF STRIP 02 - SHIM AND GROUT AS REQUIRED 03 - WELDED WIRE FABRIC 04 - REINFORCING PER STRUCTURAL ENGINEER 05 - EXPANSION JOINT WITH GROUT FILL 06 - 0.2 mm POLYTHENE MEMBRANE 07 - THERMOMASS FIBER COMPOSITE CONNECTOR 16" O.C. 08 - LYSAGHT KLIP-LOK® SIDE CAPPING 09 - BLOCKING 10 - EXPANDABLE POLYURETHANE FOAM IN PLACE INSULATION 11 - LYSAGHT KLIP-LOK® BAFFLE FLASHING 12 - 150 ST KILDA SUITE 13 - METAL DECK ROOF LYSAGHT KLIP-LOK® 406 14 - ALUCOBOND PANNEL 6mm THICK 1000mm x 2000mm 15 - TOP HAT 75mm x 35mm FLAT STICK METHOD ALUCOBOND FIXING 16 - 1Omm THICK PLASTERBOARD 17 - 92mm RONDO® STEEL WALL STUD 17a - 92mm RONDO® STEEL WALL STUD WITH INSULATION 18 - 1.15 BMT WALL TRACK 10mm CLEARANCE TO STUD AND PLASTERBOARD 19 - BONDEK CONCRETE SLAB 120mm THICK WITH FLOOR FINISH BORALSTONE POLISHED CONCRETE 20 - BONDWEDGE LIGHTWEIGHT BRACKET FOR RODS TO SUSPENDED CEILING 21 - SHEERLINE® GUTTER LYSAGHT 127mm x 140mm x 83mm 22 - GUTTER HANGER 23 - WALL FLASHING 24 - TAPERED SKIRT 25 - FLOOR TRACK FASTENER 26 - INTERNAL DOOR MDF 2040x820x35 mm

WALL TYPE WT 1 THERMOMASS SANDWICH PRECAST CONCRETE

PANEL - EXTERNAL CONCRETE 60mm (2400kg/m3), XPS (EXTRUDED POLYSTYRENE) 70mm, INTERNAL CONCRETE 150mm (2400kg/m3) WT 6 RONDO STEEL STUD DRYWALL 92mm STUD

10mm THICK PLASTERBOARD WITH ALUCOBOND PANEL 6mm THICK FLAT STICK METHOD WT 7 RONDO STEEL STUD DRYWALL, 92mm STUD,

10mm THICK PLASTERBOARD WITH ALUCOBOND PANEL 6mm THICK, FIXED WITH FLAT STICK METHOD, INSULATION COVER

STUDENT NAME STUDENT NAME

SUBJECT

PROJECT OFFICE BUILDING - SCHEME A

SCALE

DRAWING

DATE

PROJECT OFFICE BUILDING - SCHEME A

SCALE

DRAWING

DATE

INDICATED

1:50 SUBJECT

SECTIONS

DETAILS

22/05/2013

22/05/2013 PAGE PAGE COORDINATOR

06 07

TUTOR

ARQ

TUTOR

ARQ

COORDINATOR

07 07


VII BIENAL JOSÉ MIGUEL AROZTEGUI PROPOSTA DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL SUSTENTÁVEL PREMIADA COM O 3º LUGAR AUTORES: LUIZA DE CASTRO, MARIANA STELZNER E YURI PINTO. ORIENTADORES: JOSÉ KÓS E THEMIS FAGUNDES MODELAGEM 3D - SKETCHUP RENDER - VRAY E PHOTOSHOP


Ouvindo o cerrado:

Centro de pesquisa ambiental em Jataí - GO

Introdução Vista 1A edificação e seu entorno

1.

A cidade de Jataí, sudoeste goiano, sempre esteve ligada a agropecuária. Sua origem se deu no período de expansão do gado, no fim do século XIX, onde famílias vindas de Minas Gerais e São Paulo se instalaram às margens dos rios Claro e Ariranha afim de criarem fazendas de gado. O município conta com cerca de 81.972 habitantes segundo o censo de 2007 do IBGE e é responsável pela maior produção de milho do país. O bioma Cerrado apresenta as melhores características para produção de monoculturas tipo exportação e para o mercado de criação bovina. Suas características como pouca formações vegetais e predomínio de pastagens naturais, bem como clima e relevo, foram decisivas para as atividades agrárias. O termo cerrado é empregado de duas maneiras, uma diz respeito ao segundo maior bioma do Brasil com cerca de 2.000.000 Km² [Mapa 1], e outra para designar as savanas, fomações vegetais que predominam no bioma. “Savana é o nome dado às formações vegetais que apresentam árvores retorcidas, não muito altas, em meio a um extenso “capinzal” rasteiro. Além de abrigar o conjunto de savanas com maior biodiversidade do planeta, o bioma Cerrado é um mosaico composto por formações vegetais que vão de campos limpos a diversos tipos de florestas.” Segundo o professor Dr. Valter Machado da Fonseca, o Cerrado brasileiro (a grande caixa d´água da a América do Sul) vem sendo bombardeado pelos pacotes tecnológicos desde os anos dourados das décadas de 1960 e 1970 visando ao cultivo das monoculturas tipo exportação, para o atendimento dos mercados norte americano e europeu. A diminuição da evapotranspiração (pela remoção das formações vegetais), o descarte gigantesco de imensos volumes de agrotóxicos e insumos acaba por contaminar as principais fontes de água potável à disposição do consumo humano. Este fenômeno pode ser observado atravéz dos mapas de uso do solo do município. Em um período de quatro décadas as formações vegetais nativas foram dando lugar a monocultura e o gado.

Mapa 1 . Extensão do bioma Cerrado e localização de Jataí, Goiás.

Mapa 2 . Uso do solo em Jataí em 1967.

Mapa 2. Uso do solo em Jataí em 1977.

Mapa 3. Uso do solo em Jataí em 1997.

Legendas: Núcleo Urbano Cultura Pemanente

4.

Cultura Temporária Cerrado com Pecuária

Cerrado Cerradão + Floresta Estacional Semi - Decidual

Ambientação

Juhani Pallasmaa diz que o que falta em nosso ambiente construído hoje é o potencial de transações entre corpos, imaginação e ambiente. Todo lugar pode ser lembrado, parte por ser único, e parte porque afetou nossos corpos e gerou associações suficientes para permanecer nos nossos mundos pessoais. O projeto visa criar ambientes que permitem a troca entre os usuários e o ambiente natural. Seja assistindo uma palestra no auditório, admirando a vista no mirante, tomando um café à sombra de um ipê, ou caminhando pela mata, o usuário estará em contato com o bioma. O acesso da edificação se dá pelo pátio interno de forma que o usuário se sinta abraçado pela estrutura. Os grandes panos de vidro permitem uma relação interior - exterior favorável, de modo que o usuário consiga se localizar na edificação bem como no ambiente no qual está inserido.

Vista 3 - 4 Entrada principal

As curvas sinuosas, a textura da madeira e da água, o som dos pássaros, permite aos usuários uma experiência sensorial do projeto. Tato, olfato, visão e audição fazem uma total imersão do usuário na arquitetura bem como no bioma Cerrado.

TCC - OUVINDO O CERRADO PROPOSTA DE CENTRO DE PESQUISA AMBIENTAL ORIENTADORES: JOSÉ KÓS E THEMIS FAGUNDES MODELAGEM 3D - RHINOCEROS 5 E GRASSHOPPER RENDER - VRAY E PHOTOSHOP Vista 5 Vista de pássaro

Vista 6 Auditório Vista 7 Hall de exposições


A captação da água da chuva se dará por toda a cobertura. Calhas dispostas na periferia da estrutura direcionarão a água para dois reservatórios localizados a oeste da edificação. Estes mesmos reservatórios serão também responsáveis pelo resfriamento por evaporação da edificação. Existem duas caixas d´água localizadas na ala sul, uma abastecida pela água da chuva e outra pela compania responsável.

4

2.

R. Murray Schafer defende que “o ambiente acústico geral de uma sociedade pode ser lido como um indicador das condições sociais que o produzem” bem como “tendências de evolução” da mesma. A paisagem sonora de Jataí havia mudado. O som predominante do pássaro deu lugar ao do carro, do vento a máquina. As transformações ambientais e econômicas as quais o município vinha passando distanciou ainda mais a população do Cerrado. O som do

Conceito

Estrutura rítimica em pórticos

Cerrado deveria ter força, mais uma vez. Meu projeto de conclusão de curso foi uma tentativa de deixar o som do cerrado dar forma a um espaço de pesquisa e ensinamento. Uma arquitetura que deverá acolher o homem bem como o bioma no qual está inserido. Deveria ser uma arquitetura dos sentidos. Segundo o arquiteto Juhani Pallasmaa, uma arquitetura, para que ela seja ‘life-enhacing’, deve adressar todos os sentidos simutaneamente e fundir nossa imagem do “eu” com a nossa experiência do mundo. A arquitetura articula a experiência do ser-no-mundo e fortalece nosso senso de realidade. “A visão isola, enquanto que o som incorpora; visão é unidirecional, som é multi-direcional. O sentido da visão implica exterioridade, porém o som cria uma experiência de interioridade. Eu observo um objeto, o som me aproxima; o olho alcança, porém a orelha recebe. “ A tipologia em tríade é gerada a partir da propagação sonora, considerando a floresta como uma barreira natural. A estrutura e a vedação da edificação se difundem, como ondas sonoras, de modo a gerar uma forma fluída, dinâmica e rítimica assim como o som.

Vedação fluída om ção do s aga op Pr

om ção do s aga op Pr

Floresta como barreira física

N 5

1 8

2 6 7

3.

Vedação em placas corridas de madeira

A estrutura da edificação é composta por três elementos básicos. Lajes e fundações em concreto armado; estrutura metálica e vedações em vidro e painéis de madeira. Os pórticos metálicos estão dispostos em um grid de quatro metros de distância, possibilitando uma grande variação e ritmo da forma da edificação. Estes pórticos são então conectados por vigas metálicas longitudinais, que fazem a amarração de toda a estrutura. Placas metálicas são então apoiadas sobre esta estrutura de forma a possibilitar a fixação da vedação em madeira bem como garantir a impermeabilização da estrutura. Por fim, uma estrutura independente localizada na torre do mirante suportará as escadas e a torre do elevador.

3

Esquema 2. Captação da água da chuva Estrutura metálica

A edificação apresenta brises em suas aberturas que permitem maior insolação. As aberturas localizadas nas fachadas leste e oeste não apresentam brises porém a inclinação da parede de vidro e a grande massa vegetal que circundam o projeto difundem e filtram a insolação direta.

Mapa 4 . Situação e cheios e vazios.

Esquemas

D1 Brises metálicos

1 Acesso de veículos 2 Acesso de pedestres 3 Escola Municipal Infantil 4 Centro de Eventos

A

B

D

C

E

F

H

G

I

J

K

L

M

5 Estádio de Futebol

Esquema 3. Iluminação natural

6 Centro de Pesquisa Ambiental 7 Passeio da Mata MIRANTE A=45 m²

8 Mata do Açude

N

N ESCRITÓRIO A=32m² LABORATÓRIO A=52 m²

ESCRITÓRIO A=30 m²

LABORATÓRIO A=47 m²

SANITÁRIO MASC. A=30 m² LABORATÓRIO A=45 m²

HALL A=249 m²

ADMINISTRAÇÃO A=42 m²

SANITÁRIO FEM. A=29 m²

LANCHONETE A=185 m²

COZINHA A=17 m²

SANITÁRIO MASCULINO A=25 m²

ALMOXERIFADO A=35 m²

SANITÁRIO FEMININO A=25 m²

Esquema 4. Estrutura explodida

Vista 2 Fachada sudoeste e entrada do café

PLANTA BAIXA MIRANTE 1:200

Placas corridas em madeira Placas metálicas de cobertura

fachada norte Estrutura em frame metálico

Detalhe 1. Fixação da vedação

fachada sul

SANITÁRIO ACESSÍVEL A=10 m²

AUDITÓRIO A=180 m²

RECEPÇÃO A=26 m² HALL DE EXPOSIÇÃO A=482 m²

SALA DE CONFERÊNCIA A=82 m²

fachada leste

PLANTA BAIXA TÉRREO 1:200

AUDITÓRIO HALL

LABORATÓRIO

fachada oeste CORTE BB 1:200

6.

Bibliografia

Schafer, R. Murray A afinação do mundo: uma exploração pioneira pela história passada e pelo atual estado do mais negligenciado aspecto do nosso ambiente: a paisagem sonora. Tradução Marisa Trench Fonterrada. 2.ed. São Paulo: Editora Unesp, 2011. Pallasmaa, Juhani. The Eyes of The Skin: Architecture and the Senses. 2005. Mapas IESA, observatório geográfico de Goiás. Universidade Federal de Goiás. [http://observatoriogeogoias.iesa.ufg.br/pages/29802 -mapas], acessado em 10/05/2014. Adaptado.

5.

Projeto

Criação do Centro de Pesquisa do Cerrado, uma organização vinculada à Universidade Federal de Goiás e a Secretaria do Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia do município de Jataí, Goias. Esta organização realizará estudos em sua maioria botânicos relacionados ao Cerrado. O Centro também servirá como interlocutor entre meio ambiente e sociedade, ou seja, pesquisadores da área darão palestras e visitas guiadas pela mata. A ideia é criar um centro de pesquisa aberto para a

comunidade, em conjunto com o parque, para que o jataiense possa entender mais sobre seu bioma natal. Criar também, na área atualmente conhecida como Mata do Açude, o parque do Cerrado. Este parque será um refúgio verde na cidade, com caminhos que circundam bem como penetram na mata.

O parque do Cerrado juntamente com o Centro de Pesquisa farão parte de um complexo de equipamentos e atividades situado em uma das áreas de expanção urbana do município. Na região proposta, existe um estádio de futebol, Centro de Convenções e Escola Pública infatil.

Trabalho de Conclusão de Curso 2 Universidade Federal de Santa Catarina Centro Tecnológico Departamento de Arquitetura e Urbanismo Aluno: Yuri Assis Pinto - 08231040 Orientador: Prof. Dr. José Ripper Kós



Portifólio