Page 1

JORN AL

Edição nº01 - Junho/2012

jornal.youngurban.com.br

distribuição gratuita

Prefeitura na Campanha Contra o Crack

Pág. 04

Pág 2

De acordo com a Secretaria de Assistência Social do município, entre os anos de 2010 e 2012 foram catalogados nas regiões central e continental de Florianópolis 410 usuários do Crack.

Hospitalidade e Qualidade Hoteleira Pág. 07

Tratar o cliente com a excelência que ele merece deveria ser questão de honra para toda empresa, já que é desse cliente que sai seu sustento e dos que dele dependem. O cliente, como todo ser humano, tem necessidades, desejos, sonhos a serem satisfeitos.

Foto: @sarda_jr/Divulgação

Destaques

Variedades:

Saúde:

Meio Ambiente:

Pág. 02

Pág. 04

Pág. 06

Gastronomia:

Cultura:

Política:

Pág. 03

Pág. 06

Pág. 08

Namorido, noivorido, companheiro, rolo, peguete: como você define seu par?

Gastronomia Regional: Florianópolis.

Relação Turismo e Meio Ambiente

Doação de medula óssea.

Adriana Calcanhotto lança novo DVD

Novo Código Florestal continua rendendo discussões

EV ENTOS E PR PROPAGANDA R O PAGANDA

LE M TR ÍD I Ô A N IC A

PUBLICIDADE

O

rodapé 25 x 6

D W ES E IG B N EV ER EN TO S E

G EX RÁ P FI R CA ES C S

M U V N IS IC U A A ÇÃ L O

A Young Urban traz ao mercado um conceito moderno e dinâmico para apresentar seus clientes.


Pág. 02 - Variedades

 E VIVA O POVO É de bom tom comentar política neste nosso Brasil! É incrível como todos os partidos em época de eleição tem a solução para todos os problemas. Segurança, Saúde, Educação, Economia e etc... Falar e prometer é muito fácil, executar e que são elas. O povo brasileiro de uma vez por todas tem que aprender o governo não tem culpa de nada, não tem culpa da incompetência, da corrupção, da má gestão os recursos, da má distribuição de renda, da deseducação dos nossos mestres, em todos os níveis. A culpa e nossa, deste povo sofrido manipulado, oprimido que se vende a troco de favores e meia dúzia de trocados, porque não tem condições de nem se quer pensar, de tão atordoado com a grandeza das falcatruas existentes nesta maravilhosa terra chamada Brasil. Pense e repense e tome uma atitude, que talvez nossos netos, nascerão com uma mentalidade diferente, para construir um Brasil de grandeza inigualável quanto à vontade de seu povo em ser feliz.

Paulo Ferreira. Young Urban

Anuncie Contato: comercial@youngurban.com.br (48) 3206-3455 / 3206-3411

Distribuição: 5.000 exemplares Lagoa da Conceição | Canto da Lagoa | Rio Tavares | Campeche | João Paulo | Itacorubi | Córrego Grande | Santa Mônica | Saco Grande | Pantanal | Trindade | Agronômica | Centro | Kobrasol

Namorido, noivorido, companheiro, rolo, peguete: como você define seu par?

A antropóloga Mirian Goldenberg refletiu sobre o assunto em uma coluna que assina periodicamente. Com o texto Meu homem, publicado no ano passado, ela obteve mais atenção do que esperava. “Isso mostra que toquei em um ponto muito importante para homens e mulheres que vivem esses novos arranjos conjugais”, constatou. Na análise da especialista, as diversas denominações para o parceiro com quem a mulher está se relacionando se deve à enorme mudança de arranjos conjugais e à dificuldade de nomear essas novas parcerias. Dentre tantas denominações, a que mais chama a atenção da antropóloga é: meu homem. “Nesse caso, ainda existe uma conotação de posse e também uma ideia de que a parceria é prioritariamente sexual. Agora, quando um homem fala 'minha mulher', essas duas coisas estão presentes, mas não são problemas para a sociedade”, observa. Cada relação é única Para a psicóloga comportamental Patrícia Luque, é importante não colocar todos os casos no mesmo balaio. “Cada relação se autodefine. O nome que se dá a ela vai variar em função da história de cada um”, destaca. Vide o exemplo da maior rede social do mundo, que permite a atualização de relacionamento no perfil do usuário em um dos nove termos: solteiro, em um noivado, em um relacionamento sério, casado, separado, divorciado, viúvo, amizade colorida ou em um relacionamento enrolado. A designer Rafaella Peres, 28 anos, já passou por algumas saias justas quando precisou definir a relação. “Confesso que, algumas vezes, já me peguei perguntando como me referir ao 'meu homem' quando a outra pessoa com quem estou conversando não o conhece pelo nome”, diz. Para a designer, as inúmeras definições do tipo de parceiro estariam atreladas a um número maior de relações passageiras e efêmeras. “Tudo fica meio superficial quando ninguém quer

assumir um relacionamento. Por isso, não se consegue padronizar uma denominação”, reflete. Há, no entanto, mulheres que, em vez de se perderem numa sopa de letras para definir o parceiro, preferem enxugar os novos termos do vocabulário. Recém-casada, a analista de sistemas Karina Rocho, 32 anos, conta que durante o relacionamento só usou as expressões namorado e marido. “Eu não usava noivo, e marido custei a me acostumar. Acho que elas querem dizer algo mais: refletem a modernização das relações. Por exemplo: aquele não é meu namorado, mas a gente se curte. Ou então: não somos casados, mas moramos juntos, logo é meu namorido. E por aí vai”, conta a analista de sistemas. Parceiro, companheiro, rolo, querido, ficante, namorido, marinado foram alguns dos termos colecionados pela antropóloga Mirian Goldenberg. Na prática, todas essas denominações apontaram para a mesma cena: um casal apaixonado, disposto a ficar junto. Algo assim, sujeito a turbulências e alegrias, mas entre quatro paredes. Longe dos olhares dos outros e autor dos próprios verbetes de um dicionário amoroso. Fonte: Donna DC - Com informações de Correio Braziliense Fotos: Google/Divulgação

Expediente: Editor: Paulo Ferreira paulo@youngurban.com.br Editoração e Criação: David Barcelos de Oliveira Vinícios de Castro Moreira

anúncio 8 x 7

anúncio 8 x 7

Endereço: Rua Tertuliano de Brito Xavier, 586 Sala 01 - Canasvieiras - Florianópolis - SC

www.jornal.youngurban.com.br

Antonio s Restaurante rodapé 25 x 5

www.antoniosrestaurante.com.br


Pág. 03 - Gastronomia



Gastronomia na Ilha Na Grande Florianópolis, o forte da culinária local são os frutos do mar – peixes, camarões, lulas, mariscos – com destaque para as ostras. As maiores fazendas marinhas ficam nas freguesias de Santo Antônio de Lisboa, no Norte da ilha, e do Ribeirão da Ilha, no Sul. Receitas tradicionais e inovadoras podem ser degustadas durante todo o ano, nas centenas de restaurantes da cidade, e principalmente durante a Fenaostra – feira gastronômica realizada em outubro.

Bacalhau Xadrez com Broto de Bambu (5 a 6 porções) Ingredientes:

• 600g de bacalhau dessalgado, em lascas • 10 colheres (sopa) de azeite de oliva • ½ pimentão vermelho em cubos • ½ pimentão amarelo em cubos • ½ pimentão verde em cubos

• 10 colheres (sopa) de broto de bambu em conserva

O bacalhau é fonte de proteína, como todo peixe e fonte de Ômega 3 e pobre em gorduras e calorias. Em um mesmo bairro da cidade, é possível encontrar bistrôs sofisticados e restaurantes singelos que servem pratos típicos baseados em peixes – fritos, escalados, grelhados ou em caldeiradas irresistíveis – e outros frutos do mar. Vale experimentar também o pirão – a farinha de mandioca feita nos engenhos locais é muito boa. O visitante pode escolher entre restaurantes de comida típica, comida regional brasileira de outros estados, cozinha internacional, bares e botequins – com todo tipo de cardápio – cafés e confeitarias que oferecem doces tradicionais da culinária alemã, italiana ou portuguesa.

• ½ cebola média em gomos

• 6 colheres (sopa) de saquê • 6 colheres (sopa) de shoyu

• 1 colher (café) de amido de milho dissolvido em ½ copo (americano) de água.

Frapé de Coco e Amendoim (4 porções)

Ingredientes:

* 1 vidro de leite de coco

* 1 lata de leite condensado * 1 dose de licor de cacau * 500ml de creme de leite * 2 pés de moleque

* Gelo picado a gosto Preparo:

* Bater todos ingredientes no liquidificador

* Colocar o frapê em copos altos ou taças e servir em seguida.

Fonte: SANTUR - Santa Catarina Turismo

anúncio 8 x 7

Preparo:

• Colocar 5 colheres de sopa de azeite e as lascas de bacalhau numa grigideira antiaderente. Deixar no fogo até corar.

• Quando estiverem douradas, retirar as lascas

do fogo e mantê-las aquecidas em banho-maria • Na mesma frigidireira, acrescentar o restante do azeite, os pimentões, o broto de bambu e a cebola • Refogar por 5 minutos e juntar o bacalhau e, em seguida o saquê

• Deixar secar por 3 minutos e adicionar shoyu e o amido de milho • Manter no fogo até o molho encorporar • Servir em seguida

anúncio 8 x 7


Pág. 04 - Saúde



Prefeitura da Capital está na campanha contra o Crack

Beleza e Estética Ernani Cabelereiros

A Young Urban convida você a fazer parte deste gesto de solidariedade. Florianópolis - Ilha da Magia: linda, bela, o alto-astral está sempre presente em suas maravilhosas e diferentes praias. Vamos colocar na história de Florianópolis também a Doação Voluntária de Medula Óssea. Seja Você Um Doador e Faça Parte Dessa história. Transplante de Medula Óssea é a única esperança de cura para milhares de portadores de leucemia. Este é um gesto de solidariedade e amor ao próximo. Um Pouco de Você Pode Salvar Muitas Vidas! Como se tornar um doador de Medula Óssea: -Você deve ter entre 18 e 55 anos de idade e estar saudável; - Será retirada por sua veia uma pequena quantidade de sangue (5 ml); - Seu tipo de HLA (característica genética) será colocado no REDOME. Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea; Quando aparecer um paciente, sua compatibilidade será verificada; se a compatibilidade com o paciente for confirmada, você será consultado para decidir quanto a doação. - É muito fácil e você pode salvar uma vida, liga se informe. Procure um Hemocentro ou Banco de Sangue mais próximo a sua residência

O prefeito Dário Berger participou hoje (25/05) da campanha nacional contra as drogas - "Crack, é possível vencer" . A adesão da prefeitura no combate a esta droga devastadora ocorreu no auditório do Hotel Castelmar com as presenças do ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso; do governador Raimundo Colombo; e de secretários estaduais e municipais. De acordo com a Secretaria de Assistência Social do município, entre os anos de 2010 e 2012 foram catalogados nas regiões central e continental de Florianópolis 410 usuários do Crack. Destes, 92 por cento do sexo masculino e em sua maioria ( 57 por cento) com residência fixa. Segundo o secretário da Saúde da capital, a média mensal de atendimentos a usuários da droga nos CAPS-AD do município ficou entre 160 e 165. A campanha será dividida em três eixos: Prevenção, Cuidado e Autoridade. No item Prevenção o objetivo é investir em ações de educação, informação e capacitação. Já no de Autoridade o foco será o combate ao tráfico e às organizações criminosas. Na parte de Cuidado se buscará o aumento da oferta de tratamento de saúde aos usuários bem como uma maior atenção a estes. Neste sentido se investira na capacitação de profissionais e infra-estrutura do SUS, ampliando os serviços já existentes ou implantando onde não existam.

anúncio 8 x 7

Doação de Medula Óssea

Centro de Hemoterapia e Hematologia de Stª Catarina - HEMOSC Av. Othon Gama D'eça, 756 Praça D. Pedro I Centro – Florianópolis Telefone: (48) 3251-9711 / 3251-9712 Horário: 07:15h as 18:30h Contamos com vocês, vamos colocar Floripa nessa corrente pela Vida.

anúncio 8 x 7

• Depilação c/Linha Design de Sobrancelha • Limpeza de Pele Massagem • Coloração Drenagem Linfática • Corte Masculino Depilação • Corte Manicure rodapé 25 x 5 • Maquiagem Pedicure • Produção p/ noivas e festas Rod. Maurício Sirotsky Sobrinho, 5610 • Redução de Volume Jurerê – Florianópolis – Santa Catarina • Produtos: Moroccanoil, L’oreal, Telefones: 3282-0693 | 9981-9910 Alfaparf, Keune, Wella. contato@ernanicabeleireiros.com.br | www.ernanicabeleireiros.com.br • • • • • •

anúncio 8 x 7


Pág. 05 - Entretenimento



Vida Noturna Em Floripa

Dicas Noturnas

O suplemento de viagens do The New York Times elegeu Florianópolis como o melhor destino para festas numa seleção entre 44 lugares de todo o mundo que valem a pena ser visitados. O jornal norte-americano destaca os barzinhos de praia estilosos e os megaclubes, especialmente em Jurerê Internacional e na Praia Brava. Também nos arredores do Centro, da Avenida Beira-Mar Norte e da Lagoa da Conceição, há casas de espetáculos, bares e boates com baladas para todos os estilos. Embora tenha seu auge no verão, a agitação ocorre durante o ano todo. Ver agenda de festas e casas noturnas nos sites: www.guiafloripa.com.br www.litoraldesantacatarina.com www.guiaquatroestacoes.com.br Fonte: SANTUR - Santa Catarina Turismo

Preparem-se, Gal Costa Vem a Ilha! Gal Costa, um dos ícones do movimento tropicalista, nos anos 1960, apresenta o show Recanto, com 22 músicas, entre elas Da Maior Importância e Barato Total. O trabalho, lançado em 2011 e produzido por Caetano Veloso, traz 11 novas músicas, além dos maiores sucessos de sua carreira. Quem acompanha é o trio Domenico Lancellotti, Pedro Baby e Bruno Di Lullo. Local: Teatro Pedro Ivo - Centro Administrativo do Governo do Estado de Santa Catarina - Rodovia SC - 401, 4600 / Km 05 Monte Verde. Dia 08/07 às 21h. Informações: (48) 3665-1630 ou aebeventos.com.br. Fonte: http://www.guiafloripa.c:om.br/

dermatologista, mas versões mais simples podem ser aplicadas em casa. Um conselho importante é não abusar demais dos cremes esfoliantes. A aplicação deve acontecer apenas uma vez por semana sob pena de deixar a pele muito fragilizada e descamando. O passo após a esfoliação também é fundamental: aplicar um hidratante com filtro solar antes de sair de casa. Fonte: Donna DC

La Kasa Loka - Choperia & Restaurante - O norte da ilha vai balançar com a mais nova badalada choperia, som com as melhores bandas e músicos num espaço para 400 pessoas. Cozinha espanhola e estacionamento privado. Fone: (48) 3204-9387

John Bull Pub - A Casa do Rock tem 10 anos de tradição e muita diversão! Música ao vivo com bandas, ambiente climatizado, decoração temática com lendas do rock, “comidinhas de boteco”, deck com vista para a Lagoa da Conceição e estacionamento. Abre de quinta a sábado. Fone: (48) 3232-8535

Limpeza de pele: Peeling demais, estraga! Procedimento não deve ser feito mais de uma vez na semana sob risco de prejudicar a pele. A esfoliação da pele retira células mortas e deixa uma sensação de maior suavidade e luminosidade. O inverno é perfeito para aderir ao procedimento, já que a exposição ao sol é menor. O peeling pode ser químico, feito com produtos cosméticos, ou mecânico, com aparelhos especiais, lixas ou laser. Ambos devem ser feitos no consultório do

De Raiz - Forró e Samba - O bar mais brasileiro da Ilha! Todo domingo tem Sambão DeRaiz, um patrimônio da Joaquina. Com vista para as dunas da Joaca, o que dá um astral espetacular. Atendimento diferenciado feito por uma moçada bonita e descontraída. Fone: (48) 3232-5479 / 9608-1978 / 9609-4734

Foto: SXC.HU


Pág. 06 - Meio Ambiente



Definição de Relação Turismo Poluição Ambiental e Meio Ambiente Podemos definir poluição ambiental como a ação de contaminar as águas, solos e ar. Esta poluição pode ocorrer com a liberação no meio ambiente de lixo orgânico, industrial, gases poluentes, objetos materiais, elementos químicos, entre outros. A poluição ambiental prejudica o funcionamento dos ecossistemas, chegando a matar várias espécies animais e vegetais. O homem também é prejudicado com este tipo de ação, pois depende muito dos recursos hídricos, do ar e do solo para sobreviver com qualidade de vida e saúde. Os principais poluentes ambientais são: chumbo, mercúrio, benzeno, enxofre, monóxido de carbono, pesticidas, dioxinas e gás carbônico. Ada Violli Turismóloga Consultora em Atendimento e Hospitalidade Pós Graduada em Gestão Ambiental Empresarial

A indústria do turismo tem apresentado, nos últimos anos, um elevado índice de crescimento no contexto econômico mundial apresentandose como um recurso econômico de expressiva importância. Algumas organizações associadas ao turismo, em todo mundo, já estão tomando iniciativas relacionadas com a preservação ambiental movidas pela certeza que é sobre um ambiente limpo e preservado que se constrói a base da indústria do turismo. No âmbito das relações do turismo com o meio ambiente, o ecoturismo e a educação ambiental apresentam cada vez mais desafios aos pesquisadores, estimulando o avanço das pesquisas na área e a descoberta de novas soluções e oportunidades. O cenário atual do turismo vem demonstrando à relevância de se trabalhar a atitude turística por meio de programas de educação ambiental para o turismo, promovendo, dessa forma, a qualidade de vida dos moradores e consequente satisfação dos turistas. O turismo e a sustentabilidade ambiental, tema que tem ganhado cada vez mais destaque nas pautas públicas institucionais. Hoje, compreende-se que, para serem competitivos, os destinos devem oferecer experiência de qualidade ao visitante, preservando o meio ambiente, favorecendo o bemestar das comunidades e possibilitando efeitos positivos à cadeia produtiva local. Desta forma, a sustentabilidade em turismo está diretamente vinculada ao planejamento e à organização dos destinos, à estruturação adequada do produto turístico e, acima de tudo, à atitude das populações - residentes e visitantes. Ada Violli Turismóloga Consultora em Atendimento e Hospitalidade Pós Graduada em Gestão Ambiental Empresarial

anúncio 8 x 7

rodapé 25 x 5

Revista sobre Rio+20 Como parte das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado nesta terça-feria (05/06), a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, participou do lançamento da Revista Em Discussão, editada pela Secretaria Especial de Comunicação Social do Senado. A publicação trata da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio +20). O ato ocorreu durante audiência pública na Comissão de Meio Ambiente do Senado. Participaram do evento o presidente da Comissão, senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), o diretor da Secretaria de Comunicação do Senado Federal, Fernando Cesar Mesquita e diretor-executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), Achim Steiner. A ministra destacou a relevância da publicação elaborada especialmente para a Rio+20, que acontece de 13 a 22 de junho, no Rio de Janeiro e a importância dos debates, que marcam essa que é a principal conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) dos últimos anos. "Durante a conferência, que reunirá representantes da sociedade e governo de todo o mundo, buscaremos quais avanços podem ser alcançados no meio ambiente e desenvolvimento sustentável e quais ações necessárias, a curto e longo prazo, para alcançar essas metas", destacou Izabella. As celebrações em todo o planeta do Dia Mundial do Meio Ambiente foram ressaltadas pelo diretor-executivo do Pnuma, Achim Steiner. "Este ano temos uma comemoração especial, com os debates globais da Rio+20 e com o lançamento dessa publicação, que reflete a participação do governo brasileiro nas discussões da conferência", disse. Fonte: mma.gov.br

anúncio 8 x 7


Pág. 07 - Turismo



Hospitalidade e Qualidade Hoteleira Quando lembramos toda a abrangência de uma empresa hoteleira nos deparamos com vários departamentos com funcionários específicos para cada área, onde a maioria não tem um contato direto com o cliente. O maior contato fica com a recepção e é através dela que o cliente levara sua impressão seja ela positiva ou negativa. A recepção é uma área com muitas responsabilidades e funções operacionais que precisam ser desempenhadas. Tratar o cliente com a excelência que ele merece deveria ser questão de honra para toda empresa, já que é desse cliente que sai seu sustento e dos que dele dependem. O cliente, como todo ser humano, tem necessidades, desejos, sonhos a serem satisfeitos. O cliente é o coração do negócio de qualquer empresa, por isso o cliente deve ser mais cultivado e cuidado, e isto significa seduzir o cliente em todas as suas necessidades. Todos gostamos de sermos bem tratados em casa e principalmente fora, é inadmissível cobrar por um serviço e o mesmo não satisfazer quem o pagou. O cliente, hoje, tem outras exigências e você deve estar preparado para detectar de imediato suas vontades, desejos, sonhos, isso tudo para não ter um hóspede insatisfeito, porque se isso acontecer certamente ele procurará outro hotel, para um atendimento diferenciado onde ele se sinta bem vindo e satisfeito. Não posso deixar de reproduzir um texto de Ricardo Coimbra “A hotelaria é sagrada. Um

anúncio 8 x 7

hotel abriga vidas, sentimentos, necessidades, fantasias, medos, paranóias e inseguranças. Dentro da cabeça de cada hóspede, há um mundo que não pode ser rotulado por um número de chave de apartamento, nem por uma ficha de registro e menos ainda por um sorriso cronometrado de algum recepcionista”. E a excelência dos serviços esta nas pessoas que o executam. Atender um cliente é faze-lo sentir-se bem-vindo, importante, tentar satisfazer suas necessidades como se ele estivesse em sua própria casa. E independente de atender uma infinidade de hóspedes de diferente gostos e costumes o

recepcionista deve sempre fazer um atendimento agradável com sorriso, atenção, boa disposição, gentileza, agindo seguro do que faz e sempre estar pronto para resolver as situações mais difíceis com simpatia atendendo as necessidades do hóspede. Mas não podemos esquecer para que haja clientes satisfeitos, felizes é necessário que haja também funcionários igualmente felizes, que haja qualidade de vida no trabalho; para que o mesmo seja realizado com vontade e orgulho . Ada Violli - Turismóloga | Consultora em Atendimento e Hospitalidade Pós Graduada em Gestão Ambiental

Foto: SXC.HU

anúncio 8 x 7

anúncio 8 x 7

A Young Urban traz ao mercado um conceito moderno e dinâmico para apresentar seus clientes.

COMUNICAÇÃO TOTAL EV ENTOS E PROPAGANDA

Rod. Tertuliano Brito Xavier, nº 586 - Sala 1 Canasvieiras - Fpolis - SC - (48) 3206 3455 | 3206 3411

Books, Encartes e Jornal Cartões de Visita Folder, Flyers, Cartazes Pastas, Ingressos e Pulseiras para Eventos

Adesivamento de Frota Banners, Fachadas, Front Light e Black Light Letras Bloco Outdoor e Totem


Pág. 08 - Cultura



Adriana Calcanhotto lança novo DVD após passar por cirurgia “A cena dos confetes caindo sobre Adriana tem algo de antológico. Assim como aquelas em que ela ensaia passos nada convencionais do samba.” Adriana Calcanhotto acredita que a tradição do samba é seu poder de invenção. Talvez por ter sido contaminada pelo "micróbio do samba", ela tenha conseguido se reinventar. No CD/DVD Micróbio Vivo, que traz um dos shows da turnê do álbum homônimo de 2011, a cantora e compositora gaúcha é flagrada no palco sem o parceiro habitual, o violão. Por causa de um cisto sinovial em um tendão da mão direita, Adriana teve que parar de tocar. O fato ocorreu durante a mixagem do disco, e Adriana chegou a desistir da turnê, mas, por conta de shows já assumidos em Portugal, acabou se redescobrindo no palco em um giro internacional. O show, que passou por Porto Alegre em setembro passado, foi gravado no mês seguinte, no espaço Tom Jobim Mt.lançamento Saint Michel (RJ), ganhou a forma de especial de TV, no Multishow, CD (com no dia 10 de junho) e DVD (dia 25 de junho). Estão ali as 12 músicas do disco Micróbio do Samba, três sambas de outros compositores e três bônus - como Maldito Rádio, composta para a novela Cheias de Charme. Sem o violão, Adriana se soltou no palco, evidenciando grande entrosamento com o trio Domenico Lancelloti (percussão), Alberto Continentino (baixo) e Davi Moraes (violões, cavaquinho). Restrita à voz, ela dança e se diverte em improvisos com "brinquedinhos eletrônicos", como o mpc (espécie de sintetizador eletrônico), e objetos cotidianos, como uma caixa de fósforos. O samba é um elemento presente desde o começo carreira de Adriana, mas nunca havia sido apresentado como o todo de um mesmo trabalho. No repertório, além de composições próprias, Adriana homenageia Lupicínio Rodrigues, com Esses Moços, além de nomes como Paulinho da Viola (Argumento ) e Péricles Cavalcanti (Dos Prazeres, Das Canções). No DVD, é possível conferir ainda o documentário dirigido por Clara Cavour, que acompanhou os bastidores de boa parte da turnê internacional. Micróbio Vivo, de Adriana Calcanhotto Multishow ao Vivo, CD (a partir do dia 10) e DVD (a partir do dia 25), 19 faixas, preço a consultar. Fonte: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/variedades/noticia/2012/06/adriana-calcanhotto-se-reinventa-em-palco-3779845.html

Nova coletânea de Elvis Prasley chegará as lojas em julho. Uma nova coleção de Elvis Presley, chamada I Am An Elvis Fan, será lançada no próximo dia 31 de julho; e as 21 faixas foram escolhidas através de uma votação online. A Sony Legacy Records deu sete opções de categorias para o público: anos 50, anos 60, country, trilhas, românticas, gospel e ao vivo. Os fãs também foram convidados a enviar fotos, que serão usadas para compor a imagem de Elvis na capa do álbum. O resultado deve ser divulgado no próximo dia 15.

anúncio 8 x 7

Leia um trecho da entrevista da cantora concedida ao jornal Zero Hora.

ZH - O CD/DVD Micróbio Vivo celebra o samba e, ao mesmo tempo, demarcam um espaço em sua discografia exclusivamente dedicado ao gênero. Passado esse ano de envolvimento com o projeto, como você vê esta fase? Adriana - Eu nunca tinha feito algo tão dentro de um único gênero. Ao mesmo tempo em que é um disco não planejado, é também surpreendente. Eu passei a minha vida dizendo que não me via fazendo um disco de um gênero só, que não fosse ritmicamente híbrido... Mas esse disco é de constatações. Eu constatei que tinha sambas compostos e que eu não os estava fazendo conscientemente. Aí, o depoimento do Lupicínio Rodrigues sobre o "micróbio do samba" me deu uma chave, eu entendi que aquilo (as composições) era uma safra só, um conjunto de coisas. Tanto que depois eu não compus mais sambas. Então, o Micróbio... é uma explicitação de que o samba sempre esteve claro no meu trabalho como influência, mas que eu nunca havia me esparramado com ele em um disco inteiro.

COMUNICAÇÃO TOTAL EV E VE ENTOS NTOS E P PROPAGANDA R OPA A G A N DA

Web Design Web Sites, E-mail Marketing Hospedagem Rod. Tertuliano Brito Xavier, nº 586 - Sala 1 Canasvieiras - Fpolis - SC - (48) 3206 3455 | 3206 3411

rodapé 25 x 5


Pág. 09 - Economia



Por Que Florianópolis não Será Sede

Nenhuma cidade no Brasil poderia ser tão benefiada por sediar um jogo da Copa do Mundo quanto Florianópolis. É a cidade com o maior potencial turístico inexplorado do país, onde ao mesmo tempo sobra exuberância natural e faltam turistas, falta infra-estrutura, falta capital para investir. A Copa do Mundo funcionaria como uma publicidade eficaz e, sobretudo, barata – mostrar-se-ia ao mundo, aos turistas e aos investidores todo seu potencial adormecido. O investimento para construção de um Estádio adequado, pontes, túneis, aeroporto, porto turístico, metrô, hoteis, resorts, parques, reforma urbana, etc., todo esse investimento compensaria com muito lucro para a cidade como em nenhum outro lugar desse país. Infelizmente, a idiotice administrativa falou mais alto. Preocupados com as próximas eleições, não investiram de forma adequada nos projetos, não houve planejamento. Não sei se “dormiram no ponto” seria a expressão mais adequada, ou seria “prevaleceram interesses alheios aos do povo” – fico mais com essa última. Hoje tivemos a prova de que quando não há vontade política, perde-se oportunidades e quem perde, é sempre o povo. O turismo é a principal atividade econômica atualmente. O turismo gera emprego, distribuição de renda, aumento de salários, enfim, era uma oportunidade única na história que foi ignorada pelos maus administradores públicos. Florianópolis teve a chance de atrair investimento como nunca – essas oportunidades não voltam mais. Muitos podem pensar que por ser mais pequena que suas concorrentes, talvez

fosse mais difícil para Florianópolis conseguir a indicação da Fifa. A essa idéia obsoleta, respondo que há experiências históricas que porvam o contrário: para a Copa na Alemanha em 2006, a pequena Kaiserslautern, com cerca de 100 mil habitantes, venceu a disputa com grandes cidades como Baden-Baden e Dresden. Florianópolis demorou muito para começar a se preparar, e apresentou projetos ruins, feitos em cima do laço, como um horrível metrô de superfície e um porto turístico em outra cidade e sem acesso. A maioria dos hotéis estão na Ilha, enquanto o estádio seria construído no continente, tudo certo não fosse a evidência de que só há uma ponte de acesso à Ilha que vive congestionada. O aeroporto seria ampliado, porém sua ampliação sequer atingiria capacidade para suprir a demanda atual, quem dirá em 2014. Nada foi pensado no sentido de melhorar a mobilidade urbana, nem de melhorar o fornecimento de água e esgoto, que é péssimo. A única obra adequada foi feita pelo governo federal: uma substação energética para evitar novos apagões na Ilha como o de 2003. Nem passou pela cabeça dos organizadores um plano para recuperar os balneários, construir novos resorts, parques aquáticos ou coisas do gênero, o que, embora não contasse para a avaliação da Fifa, seriam obras cruciais para aproveitar melhor a demanda turística após o evento. Há alguns séculos um tal de Bernard de Mandeville disse que todos os vícios privados geram benefícios públicos. Hoje pudemos ver que essa afirmação merece alguma limitação. O vício privado da aplicação do capital onde é mais vantajoso, onde poderia-se auferir ganhos como no financiamento de projetos turísticos em Florianópolis, certamente geraria benefícios para a cidade. Mas, o vício privado de sacrificar a sociedade para continuar no poder, garantindo assim a

anúncio 8 x 7

continuidade dos seus privilégios e dos seus cartórios, isso sim não pode de forma alguma gerar benefícios públicos, pelo contrário. Dizem que os estadistas pensam no futuro da nação, mas um simples político pensa na próxima eleição – percebo agora por qual dessas duas classes estamos sendo governados. Fonte: blogspot.com.br

Alta do dólar volta a puxar Índice de Preços ao Produtor Segundo IBGE, câmbio ajudou a puxar preços de setores importantes, como alimentos A valorização do dólar frente ao real voltou a acelerar os preços na indústria da transformação em abril. Embora não tenha sido a única causa da aceleração na taxa do Índice de Preços ao Produtor (IPP), que saiu de 1,04% em abril para 1,38% em maio, o câmbio ajudou a puxar os preços de setores importantes, como alimentos, outros equipamentos de transportes, papel e celulose, fumo e outros produtos químicos, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE). — Todos os produtos que são exportados, quando o dólar se valoriza, a gente converte para reais, e eles ficam mais caros por isso. É o caso do suco de laranja, por exemplo. Aviões são exportados com preço em dólar, e também a celulose — observou Alexandre Brandão, gerente do IPP no IBGE. No caso de outros produtos químicos, a contribuição de 0,30 ponto porcentual no IPP do mês deveu-se também aos preços mais altos do petróleo no mercado internacional, o que puxou a contribuição de 0,15 ponto porcentual do setor de refino de petróleo e produtos de álcool em abril. Já o impacto de 0,53 ponto porcentual do setor de alimentos teve influência de produtos de exportação, como suco de laranja e carnes de bovinos refrigeradas, mas também da quebra de e safra da soja, que pressiona os preços internacionalmente. Fonte: Agência Estado

anúncio 8 x 7

rodapé 25 x 5


Pág. 10 - Imobiliária



O MAPA DA MINA: CONHEÇA AS ÁREAS MAIS VALORIZADAS PARA COMPRAR IMÓVEIS FLORIANÓPOLIS Na região metropolitana da capital catarinense, a cidade de Palhoça é a área que mais apresenta valorização, segundo o vice-presidente de vendas do Sindicato da Habitação (Secovi) de Florianópolis e Tubarão, Gilberto Guerreiro. Ele estima que os imóveis do município (a cerca de 17 quilômetros da capital) vão valorizar 100% nos próximos quatro anos. Trindade, Itacorubi - UFSC e Udesc Distantes cerca de 2,5 quilômetros uma da outra, as universidades Federal e do Estado de Santa Catarina (UFSC e Udesc) estão em uma das regiões mais valorizadas da capital catarinense, segundo Guerreiro, do Secovi-Fpolis. Juntas, as instituições somam mais de 43 mil estudantes, cujo deslocamento influencia fortemente no mercado imobiliário da região. Além dos universitários, a área é procurada por famílias, principalmente nos bairros Santa Mônica e Parque São Jorge, onde predominam as casas. A chegada do Shopping Iguatemi Florianópolis, em abril de 2007, foi uma das responsáveis pela valorização de cerca de 50% nos imóveis, segundo Guerreiro. Este ano, entretanto, o boom já passou, e a valorização da área está na casa dos 15%. Sul da Ilha A região sul da Ilha de Santa Catarina também aparece na lista de espaços valorizados na capital catarinense. Além da proximidade da praia, em bairros como Campeche e Rio Tavares, a área vem recebendo melhorias. "Novos projetos de construção e obras para facilitar a locomoção, como o viaduto do Trevo da Seta, são fatores que estão fazendo a região valorizar", diz Guerreiro. Obras no Trevo da Seta devem gerar valorização Norte da Ilha Em Jurerê Internacional, loteamento nobre no norte da Ilha, a valorização também está na faixa dos 15%, diz o especialista. A infra-estrutura bem resolvida, com supermercados, escolas e campi universitários, além da proximidade com o mar, são aspectos que

anúncio 8 x 7

influenciam a demanda da região. O perfil de compradores inclui aposentados e pessoas de São Paulo e Rio Grande do Sul. "Para quem é daqui, 25 quilômetros até o Centro é longe, mas para quem vem de cidades maiores, é perto", completa Sandra Rodrigues, gerente de negócios da Brognoli Imóveis, em Florianópolis. Palhoça A 17 quilômetros da capital catarinense, Palhoça é uma das cidades que mais cresceu nos últimos anos. Além do desenvolvimento comercial da região e das melhorias urbanas, Guerreiro cita o Shopping Via Catarina, inaugurado no primeiro semestre de 2010, como mais um fator de valorização da cidade. Segundo o vice-presidente de vendas da Secovi-Fpolis, em quatro anos os imóveis do município ao sul da capital devem valorizar 100%. Um dos bairros de destaque é o Pedra Branca, próximo a um dos campi da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). Palhoça, ao sul de Florianópolis, deve valorizar 100% em quatro anos Biguaçu Embora esteja à mesma distância do centro de Florianópolis e também seja sede um campus universitário (da Universidade do Vale do Itajaí), Biguaçu não teve a mesma valorização que Palhoça, diz Guerreiro. Segundo ele, o boom deveria ter vindo quando o estaleiro de Eike Batista saisse do papel. Nesse caso, as cifras seriam semelhantes às de Palhoça. Leia a matéria completa em: http://revista.penseimoveis.com.br/especial

anúncio 8 x 7

COMUNICAÇÃO TOTAL

anúncio 8 x 7

EV E VE ENTOS NTOS E P PROPAGANDA R O PAGANDA

Eventos Web Sites, E-mail Marketing Hospedagem

comercial@youngurban.com.br yuyoungurban@gmail.com

rodapé 25 x 5


Pág. 11 - Política



PROJETO DE DEFENSORIA PÚBLICA DE SC PREVÊ A CRIAÇÃO DE 150 CARGOS A defensoria pública catarinense será um órgão de 150 servidores, todos concursados, inicialmente espalhada por 10 cidades, com a missão de articular convênios com outras entidades para levar a assistência jurídica gratuita a todos os municípios. A proposta prevê 60 defensores públicos – número maior do que as especulações iniciais. — A gente fixou um número um pouco maior Porque esse crescimento é inevitável. A gente imagina que sejam providos imediatamente em torno de 20 defensores e sejam feitos outros concursos enquanto o órgão se expande pelo interior — diz o procurador-geral do Estado, João do Passos Martins Neto. O procurador-geral apresentou a proposta em Uma reunião de líderes partidários na manhã de ontem, na Assembleia. A proposta foi bem recebida, mas os deputados fizeram sugestões quanto à localização das unidades. Está definido que Joinville, Florianópolis, Blumenau, Criciúma, Chapecó e Lages terão sedes, mas outras sete cidades brigam por quatro vagas. A decisão será do governador Raimundo Colombo (PSD), o que pode retardar em alguns dias a apresentação do projeto. Mesmo assim, a expectativa é mandar o texto à AL hoje ou amanhã. A criação da defensoria pública de Santa Catarina é uma exigência do Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou, em março deste ano, inconstitucional o modelo de assistência jurídica gratuita implantado no Estado. Hoje, o serviço é oferecido por advogados particulares, por convênio do governo estadual com a Ordem dos Advogados do

COMUNICAÇÃO TOTAL EV ENTOS E PROPAGANDA

Brasil (OAB/SC). O STF deu um ano para o Estado criar sua defensoria pública. Fonte: Diário Catarinense

Ruralistas entram no STF contra MP do Código Florestal Deputado federais da bancada ruralista acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar derrubar, por meio de um mandado de segurança, a Medida Provisória editada pela presidente Dilma Rousseff sobre o Novo Código Florestal. Assinam a representação Ronaldo Caiado (DEM-GO), Bernardo Santana de Vasconcellos (PR-MG), Nelson Marquezelli (PTB-SP), Jerônimo Goergen (PP-RS), Alceu Moreira (PMDB-RS) e Duarte Nogueira (PSDB-SP). O principal argumento é que a presidente não poderia ter editado uma MP sobre o que foi vetado do projeto do novo código florestal, porque os vetos ainda podem ser derrubados pelo Congresso Nacional. "O veto presidencial não é o termo final do processo legislativo constitucional", argumentam os parlamentares. Eles ressaltam ainda que artigos da MP já foram rejeitados pelo Congresso, enquanto o projeto era analisado. Na visão dos parlamentares, a presidente só poderia propor novamente essas matérias na próxima sessão legislativa, no próximo ano. Na representação, os deputados chegam a citar um livro do vice-presidente Michel

anúncio 8 x 7

Mídia Eletrônica Rádio Televisão

comercial@youngurban.com.br yuyoungurban@gmail.com

rodapé 25 x 5

Temer em que afirma que, diferente dos projetos de lei, as Medidas Provisórias não passam por controle prévio de constitucionalidade por não serem analisadas por Comissões de Constituição e Justiça do Congresso antes de serem editadas. Os parlamentares pedem uma liminar para suspender a vigência da MP e, no mérito, que ela seja declarada inconstitucional e, com isso, perca a validade. A MP do Código Florestal está em analise por uma comissão mista do Congresso, que foi instalada ontem. Os parlamentares ruralistas dominam a comissão e pretendem avançar no debate apenas depois da Rio+20, Conferência da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, que será realizada no Rio de Janeiro de 13 a 22 de junho. Fonte: dgabc.com.br

anúncio 8 x 7


Pág. 12 - Esportes



FIFA DIVULGA A TABELA DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2013 Assim como na Copa 2014, o Brasil só jogará no Maracanã se chegar à decisão, em 30 de junho A Fifa revelou a tabela da Copa das Confederações 2013, levando em conta seis sedes. Apesar de ter avisado no Congresso realizado em Budapeste, Hungria, que existem opções para quatro e cinco sedes — já que Recife e Salvador só serão confirmadas definitivamente em novembro — a entidade não revelou como ficaram as outras duas alternativas. Assim como na tabela da Copa 2014, a Seleção Brasileira só jogará no Maracanã caso chegue à final. Na primeira fase, o Brasil passará por Brasília (15/06), Fortaleza (19/06) e Salvador (22/06). A abertura da competição será na capital federal, no dia 15 de junho, e a decisão no Rio de Janeiro, em 30 de junho. Brasília é a única sede que receberá só um jogo. Todas as outras sediarão três partidas. As semifinais serão em Fortaleza e Belo Horizonte. O horário dos jogos será 16h e 19h. A exceção é a decisão do terceiro lugar, que acontecerá às 13h. O anúncio da tabela aconteceu em uma entrevista coletiva no Rio, e contou com a presença do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, além de Bebeto, membro do Conselho de Administração do Comitê Organizador Local da Copa 2014 (COL). Ronaldo Fenômeno, que teve a presença confirmada pela Fifa, não apareceu. Também compareceram representantes das seis cidades sedes. Além do Brasil, que por ser o país sede, será o cabeça de chave do grupo A, a campeã do

anúncio 8 x 7

mundo Espanha, Uruguai, México e Japão são os outros participantes confirmados. Ainda restam três vagas, que serão distribuídas entre Europa, África e Oceania.

Olimpíadas 2012 Australiano promete tatuagem se bater Cielo

CONFIRA A TABELA COMPLETA Grupo A 15/6 - 16h - Brasil x A2 - Brasília 16/6 - 16h - A3 x A4 - Rio de Janeiro 19/6 - 16h - Brasil x A3 - Fortaleza 19/6 - 19h - A4 x A2 - Recife 22/6 - 16h - A2 x A3 - Belo Horizonte 22/6 - 16h - A4 x Brasil - Salvador Grupo B 16/6 - 19h - B1 x B2 - Recife 17/6 - 16h - B3 x B4 - Belo Horizonte 20/6 - 16h - B1 x B3 - Rio de Janeiro 20/6 - 19h - B4 x B2 - Salvador 23/6 - 16h - B4 x B1 - Fortaleza 23/6 - 19h - B2 x B3 - Recife Semifinais 26/6 - 16h - 1º de A x 2º de B - Belo Horizonte 27/6 - 16h - 1º de B x 2º de A - Fortaleza Decisão de terceiro lugar 30/6 - 13h - Salvador Final 30/6 - 19h - Rio de Janeiro

Atual campeão mundial nos 100 metros nado livre, o australiano Magnussen demonstra otimismo para conseguir a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres, além de estar confiante que pode superar o recorde mundial da prova, pertencente ao brasileiro Cesar Cielo. Considerado um dos favoritos para vencer a prova mais importante da Fonte: DC natação nas Olimpíadas de Londres, Magnussen ainda prometeu que irá fazer favoritos ao ouro em Londre e um dos uma tatuagem caso consiga sair com a principais nomes da natação australiana. medalha de ouro em Londres, este ano. O atleta australiano demonstrou confiança em obter não apenas o primeiro lugar, mas também em bater o recorde mundial. Magnussen afirmou que ‘chegou perto’ de superar a marca de 46s91, obtida por Cielo. O melhor tempo do australiano é de 47s10. James Magnussem tem apenas 20 anos, mas devido à sua performance no Mundial, em julho do ano passado, em Xangai, na China, passou a ser considerado um dos

anúncio 8 x 7

rodapé 25 x 5

anúncio 8 x 7

Young Urban Jun/2012  

Jornal Young Urban