Page 1

ABRIL 2019 | Nº71 | 10 x ano | REVISTA DE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA | NÃO PODE SER VENDIDA

DIRETORA: SÓNIA COSTA

PATROCÍNIO:

Dá a

volta aos

exames nacionais

PUB:



04 MEGA NEWS 06 ESCOLAS 12 A TUA ESCOLHA 22 EXPERIÊNCIAS 26 ENTREVISTA To Be Honest

índice

Dá a volta aos Exames Nacionais

50

O ADN da tua Escola

Aqui estuda-se... E não só! Paulo Sousa e Pedro Gonçalves: Eles vão estar contigo na Futurália! ÁTOA: Vem aí um novo álbum Blaya: Ela avisou!

22

40 MÚSICA 50 MÚSICA 52 YOUTUBERS

Conhece os nomeados para Internet Star Portuguesa Favorita para os KCA 2019! Net Viva e Segura

editorial

06

passatempo

Se quem morre de véspera é o perú de Natal, quem estuda de véspera é o quê? Um aluno aplicado e prevenido, é isso mesmo.

Queres ganhar um exemplar do #FFFFFF, o novo álbum do ProfJam? Mantém-te atento à Mais Educativa

Os exames nacionais aproximam-se e podem ser uma fase muito exigente para o sistema nervoso de quem está a terminar o seu percurso pelo ensino secundário. Sabemos que ainda tens uns meses até lá, mas esperamos que as dicas aqui deixadas te ajudem a garantir que sais de lá a saber que deste o teu melhor! Para ajudar à tua concentração, a nutricionista dá-te algumas dicas de como potenciar as capacidades do teu cérebro através daquilo que comes (e bebes!). Sabias, por exemplo, que o café é mais eficaz de manhã?

18

26

60 DECOJOVEM 62 QUEBRA-CABEÇAS

O Hellboy está de volta e a Mais Educativa está atenta a este regresso. Para que não possas perder o novo filme, vamos oferecer bilhetes para a antestreia. Consulta toda a informação no nosso site em www.maiseducativa.com/ artigos/passatempos-a-decorrer/ ou no nosso Instagram (@mais_educativa)!

҄ DIB U©DOJDB

Proprietário/Editor: Young Direct Media, Lda

Se a alimentação é um fator a ter em conta, o cenário que escolhes para te mergulhar nos livros também o é. Quando estudar em casa não parece a melhor hipótese, podes ficar desesperado... Mas não te preocupes: as nossas dicas vão darte a conhecer lugares bem tranquilos onde podes encontrar plena concentração. Ora bem, quando já temos o melhor sítio e a nutrição bem completa... O que falta? Um bom soundtrack, é claro! Nesta edição especial da Mais Educativa, os ÁTOA e a Blaya falam sobre as suas novidades e levantam o véu sobre os segredos para o seu talento! Quer já tenhas o teu próximo passo decidido ou ainda estejas a ponderar que curso escolher, convidamos-te a juntareste a nós na Futurália, a maior feira de oferta educativa, formação e empregabilidade do país! Vais passar um dia muito esclarecedor e divertido entre cursos, Instituições de Ensino Superior, testemunhos, animação e muita música. Por aqui, aproveito para me despedir destes Editoriais que há um ano tenho vindo a escrever. Mas não largo o testemunho sem deixar votos de um futuro brilhante para todos - acima de tudo, que encarem cada passo em frente no caminho como tão relevante e importante quanto o pote de ouro no final do arco-íris. Vemo-nos, com toda a certeza, noutros campeonatos - e foi um prazer escrever para todos vocês!

NIP C n º 510080723 E m pr esa jor n al i sti c a i n sc r i ta c om o n º : 223852 C api tal S oc i al : 22.500 eu r os D E TEN TOR E S D E 5% OU M A IS D O C A P ITA L D A E M P R ES A : M ar i a da G r aç a A l v es R om ão dos S an tos 33, 33% | D u ar te J osé A l v es F or tu n ato 33, 33% | P au l o J or ge Fo r t u n at o 33,33% ADMINISTRAÇÃO E DIREÇÃO GERAL DA EMPRESA Duarte Fortunato, duartefortunato@youngdirectmedia.pt; Graça Santos, gracasantos@youngdirectmedia.pt ; Paulo Fortunato, paulofortunato@youngdirectmedia.pt Sede de redação: Rua António França Borges, nº 4A loja Dta. 2625-187 Póvoa de Santa Iria Tlf: 21 155 47 91 Fax: 21 155 47 92 Email geral: geral@youngdirectmedia.pt

www.maiseducativa.com Revista de conteúdos educativos para os alunos do Ensino Secundário

REDAÇÃO DIRETOR EDITORIAL Sónia Costa, soniacosta@youngdirectmedia.pt; DEPARTAMENTO COMERCIAL DIRETOR COMERCIAL E DE PUBLICIDADE Duarte Fortunato, duartefortunato@youngdirectmedia.pt; ACCOUNT Gonçalo Pires, goncalopires@youngdirectmedia.pt; COLABORADORES EDITORIAIS MEGA HITS DESIGN Cristina Germano, imagem@youngdirectmedia.pt COMUNICAÇÃO Hugo Silva, comunicacao@youngdirectmedia.pt; ESTATUTO EDITORIAL Disponivel em https://www.maiseducativa.com/ficha-tecnica/ Tiragem: 20.000 exemplares Distribuição: Gratuita Periodicidade: 10 x ano Registo na ERC nº 126169 Depósito legal: 341259/12 TIPOGRAFIA E MORADA: Monterreina, Cabo da Gata, 1-3, Área Empresarial Andalucia, sector 2 28320 Pinto Madrid - Espanha BANCO DE IMAGENS :

Todas as imagens utilizadas nesta publicação, salvo as que estão creditadas, são retiradas do Adobe Stock,

Unsplash e Pixabay.

Sónia Costa, Diretora Editorial

ESTA PUBLICAÇÃO JÁ SE ENCONTRA ESCRITA AO ABRIGO DO NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO.


4

mega news ENTREVISTA: Sónia Costa FOTOS: Mega Hits

To Be ELAS ESTÃO FARTAS DO POLITICAMENTE CORRETO, DO ÓDIO NO INSTAGRAM E DE COMENTÁRIOS DA IDADE DA PEDRA... POR ISSO MESMO, AS FILHAS DA POP E A MIA ROSE DECIDIRAM FALAR DE TUDO O QUE HÁ PARA FALAR, SEM PAPAS NA LÍNGUA! TODAS AS SEXTAS-FEIRAS, ÀS 6 DA TARDE, CHEGA À MEGA HITS UM ESPAÇO ONDE ATÉ TU VAIS PODER OPINAR: SEJAM BEM-VINDOS AO TO BE HONEST! ESTA RUBRICA SURGE DENTRO DO PROGRAMA FILHAS DA POP. PORQUE LHE CHAMARAM “TO BE HONEST”? Esse foi um tema muito abordado por nós. Estivémos a falar e a fazer um brainstorm para chegar a um conceito que explicasse que não vamos mesmo ter papas na língua. Vamos ser honestos com as nossas opiniões, sejam elas polémicas ou não. Queremos despertar consciências, esse é o nosso intuito. As pessoas estão sempre a ser politicamente corretas, muito diplomáticas! Até no momento de falar sobre os temas mais polémicos. Parece que toda a gente tem a mesma opinião e que todos se ofendem com tudo. Até os humoristas, que estão aqui para nos fazer rir, são completamente chacinados pelas suas opiniões. COMO É FEITA A ESCOLHA DOS TEMAS QUE VÃO ABORDAR? Com as mentes de três mulheres… Mais um homem! Eu, a Teresa, a FIlipa e o Diogo. Fazemos o programa enquanto estamos a debater temas! Muitas vezes, temos de nos obrigar a parar de falar porque já estamos a entrar por caminhos que mais tarde queremos debater! Somos pessoas muito opinativas, temos as nossas próprias ideologias muito vincadas. Mesmo quando discordamos e temos opiniões distintas - e conseguiram ouvir isso logo no primeiro programa - o intuito é sempre criar um debate interessante. A rubrica abriu com uma conversa sobre o fenómeno dos influencers. Falámos sobre o

Honest

que nos faz seguir alguém. Quisemos levar as pessoas a pensar sobre isso e a questionar-se acerca do porquê de serem influenciados por determinada pessoa ou tendência. A nossa função nesta rubrica é pensar mais a fundo sobre questões sobre as quais até podem achar que já pensam, mas que não. Quanto aos próximos temas, temos um debate sobre se os músicos nacionais têm (ou não) de cantar em português e ainda uma conversa onde convidamos homens para falar sobre o feminismo. TAMBÉM QUISERAM INCLUIR O FEEDBACK DO PÚBLICO! SIm! Esta é a primeira vez que a Mega Hits tem um programa onde convida um quarto elemento - um ouvinte - para participar na conversa. É essa a parte do nosso trabalho que está a ser inovadora. Achámos que seria interessante integrar os ouvintes na conversa. É uma forma de estes sentirem que também estão a contribuir, que estão mais perto de nós. As pessoas podem comentar, antes do programa, a pergunta que fazemos no Instagram. A partir desse momento, procuramos os comentários que acrescentem algo ao tema, que toquem em certos detalhes dos quais nem nós nos lembrámos e que possam potenciar uma discussão interessante.

COMO É FEITA A ESCOLHA DESSE OUVINTE? Escolhemos aquele que nos faça pensar “Esta pessoa podia bem estar aqui sentada connosco, a participar!”. Ligamos-lhe e ela passa a integrar a conversa. As pessoas precisam de entender que podem fazer críticas construtivas e ter debates interessantes, respeitando-se mutuamente. Vamos ter isso mesmo: um espaço dedicado a falar abertamente sobre temas que estejam na ordem do dia - ou mesmo sobre assuntos mais gerais, que depois se possam desdobrar em questões interessantes a debater!

MEGA HITS! MAIS DE 45 MINUTOS DE MÚSICA SEM PARAR! MAIS MÚSICA NOVA!

5 megahits.sapo.pt f MegaHits T megafmhits megahitstagram

abril 2018

maiseducativa.com

Ouve a MEGA HITS em LISBOA 92.4 FM | PORTO 90.6 FM | COIMBRA 90.0 FM | SINTRA 88.0 FM | AVEIRO 96.5 FM | BRAGA 92.9 FM



6

escolas

TEXTO: Sónia Costa FOTOS: Cedidas pelos entrevistados

O ADN DA TUA ESCOLA O QUE TORNA UMA ESCOLA DIFERENTE? SÃO AS INSTALAÇÕES? OS PROFESSORES? OS PROJETOS? A METODOLOGIA ADOTADA NAS AULAS? OS ALUNOS? A MAIS EDUCATIVA SABE QUE É UM POUCO DE TUDO ISTO - E AINDA MAIS ALGUM FATOR X.

No ADN desta edição, conhecemos a Escola Secundária Carlos Amarante e a Escola Secundária de S. João do Estoril.

ESCOLA SECUNDÁRIA

CARLOS AMARANTE Quais as principais apostas da vossa oferta formativa? A diversidade da nossa oferta educativa e formativa reflete a matriz das nossas origens, daí que disponibilizamos as valências dos cursos profissionalizantes, associados à nossa história – mecânica, eletricidade, eletrónica, construção civil, design, desporto e informática. Esta oferta é desenhada tendo em conta que os alunos são a nossa razão de ser, o foco da nossa ação. É para o sucesso dos alunos que orientamos as nossas práticas, tornando a escola eficaz, adotando as estratégias necessárias para assegurar esse objetivo. Enquanto escola secundária, a ESCA é reconhecida na cidade de Braga e na região pela sua história e pelo notável contributo na formação de várias gerações. O ensino secundário continua a ser muito procurado, por isso o número de turmas mantem-se elevado. A oferta educativa centra-se, essencialmente, nos cursos do ensino secundário – todas as opções dos cursos científico-humanísticos, cursos profissionais, cursos de educação e formação de adultos (EFA) e ensino recorrente, proporcionando percursos diferenciados onde os alunos podem desenvolver a sua formação e preparar-se para a vida ativa. Desde sempre gostamos de inovar e vencer desafios e reconhecendo que a diversidade da oferta curricular será um fator impulsionador do sucesso educativo, desde o ano letivo 2015/16 lecionamos a opção de Mandarim como Língua Estrangeira III no currículo dos Cursos Científico-Humanísticos, integrando um projeto piloto superiormente autorizado. Este ano, o Ministério da Educação desafiou o nosso Agrupamento para um novo projeto que envolve esta língua. Propôs a celebração de um Protocolo de Geminação e Intercâmbio Escolar abril 2019

maiseducativa.com

entre a Escola Secundária Carlos Amarante e a Escola Secundária Luso-chinesa de Luís Gonzaga Gomes, da Região Administrativa Especial de Macau, República Popular da China, assinado, com entusiasmo, por todos os envolvidos, no passado dia 8 de fevereiro, em Lisboa. O Protocolo de Geminação e Intercâmbio Escolar visa estabelecer entre os signatários atividades de cooperação, baseadas numa relação de amizade e de partilha entre os respetivos alunos, assim como entre os docentes e órgãos de gestão, através de contactos regulares, com vista a melhorar os padrões profissionais e aumentar a compreensão e a amizade mútuas, no respeito pela diversidade humana e cultural centrada nos direitos humanos Os resultados do acesso ao ensino superior deixam-nos satisfeitos pelo trabalho realizado com os nossos alunos. Por um lado, a maioria entra na primeira opção e, por outro, muitos são colocados nos cursos com médias de acesso mais elevadas. Em termos de projetos e atividades extracurriculares, qual a iniciativa/ quais as iniciativas a destacar neste ano letivo? Acrescentamos aos resultados académicos, o desempenho dos alunos em algumas atividades ou projetos de reconhecido mérito para a escola ou comunidade. Os fatores que contribuem para os bons resultados são diversos. Apontamos alguns – o clima de escola, que privilegia um bom ambiente de estudo, o corpo docente estável, com muitos anos de escola (alguns professores são ex-alunos), exigente, trabalhador e competente, o sentimento de pertença à instituição, por parte de todos, não esquecendo o pessoal não docente. Mas os resultados escolares não são a única preocupação. Proporcionamos aos nossos

Dr.ª Hortense Santos Diretora estudantes projetos diferenciados, onde poderão desenvolver as suas aptidões, gostos e preferências, nomeadamente no Teatro Escolar, no Desporto Escolar, integrando diferentes modalidades, no programa ERASMUS+, nas visitas de estudo, no Eco Escolas, em projetos de voluntariado, e outros. Os alunos desenvolvem o gosto pelo estudo na Oficina de Mandarim, nas Olimpíadas da Matemática, da Física, da Química e nos Clubes de Filosofia, das Línguas… As equipas da Biblioteca oferecem aos alunos atividades como a promoção da leitura e o contacto com os autores de livros. Promovem a semana da leitura, concursos de poesia, a Feira do Livro… Integramos o Plano Nacional de Leitura e o Plano Nacional de Cinema. No âmbito do Projeto da Educação para a Saúde realizamos palestras sobre os temas com personalidades de reconhecido mérito. Realizam-se ações no âmbito da comemoração da Alimentação Saudável, Dádiva de Sangue, Violência no Namoro, Igualdade de Género. Todas estas atividades têm em conta o princípio orientador do Projeto Educativo, a saber: desenvolver, segundo padrões de exigência e qualidade, a aptidão dos alunos para a aquisição e valorização de saberes e competências que lhes permitem enfrentar o mundo moderno nas vertentes natural, social e política, económica e cultural. Aliado a uma cultura de exigência e sucesso, temos por princípio não deixar nenhum aluno para trás, pois a inclusão, a equidade e a justiça social estão sempre presentes no nosso quotidiano.


L3 Airline Academy

Airline Pilot. We make it happen.

A L3 Airline Academy é uma fornecedora global de treino para pilotos, com ligações a companhias aéreas em todo o mundo. As oportunidades de carreira para os nossos alunos são maiores que nunca.

Descobre mais

L3CommercialAviation.com info@GAirG.com + 351 242 240 110

/L3AirlineAcademy

@L3_Academy

/L3_Academy

Locais de treino:

Portugal Ponte de Sor Cascais Reino Unido Noruega Emirados Árabes Unidos Nova Zelândia Estados Unidos da América


8

escolas

ESCOLA SECUNDÁRIA DE

SÃO JOÃO DO ESTORIL O Agrupamento de Escolas S. João do Estoril lançou um desafio aos professores de Cidadania e Desenvolvimento e aos diretores de turma: estes deviam desenvolver, em conjunto com os alunos, um projeto que educasse para a responsabilidade social. A turma do CEF de Instalador e Reparador de Computadores decidir, sob a coordenação do diretor de turma, professor Ricardo Oliveira, dar uma nova vida aos computadores antigos que continuavam nas instalações da escola mesmo depois de deixarem de funcionar.

Em que aspetos mais se destaca a oferta curricular e extra-curricular da Escola de São João do Estoril? Reportando-nos à oferta curricular da Escola Secundária de São João do Estoril em concreto, temos todos os cursos científicos-humanísticos, de secundário. Em termos de cursos profissionais, temos como oferta os cursos profissionais de Termalismo, Comunicação, Estética e o curso de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Temos também um CEF (nível 2) de Cabeleireiro Unisexo, que funciona em articulação com o de Instalação de Computadores. Como atividades extracurriculares, a escola secundária conta com várias - que vão desde a rádio da escola (SJRádio), atividades da biblioteca escolar, desporto escolar, Artes e Letras, entre outras. Como e quando surgiu esta ideia de reparar os equipamentos usados? Sendo a cidadania um processo participativo, cabe a todos refletir sobre a sociedade que desejamos. A escola constitui um espaço privilegiado para o desenvolvimento da educação para a cidadania, dada a sua

contribuição na formação de pessoas responsáveis, autónomas, solidárias, cientes dos seus direitos e deveres, que demonstrem respeito pelos outros. O Agrupamento de Escolas S. João do Estoril lançou o desafio aos professores que vão lecionar a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento e aos diretores de turma (como o meu caso, que sou diretor de turma deste CEF). Desafiou-os a desenvolverem projetos que fossem ao encontro do tema da educação para a cidadania. Como na escola temos muitos computadores que, ao longo dos anos, foram avariando - lancei a ideia à direção. E foi muito bem aceite. De onde vêm estes computadores? Fazem parte dos vários computadores que foram entregues às escolas na altura do Plano Tecnológico da Educação, em 2008. Desde essa altura que estão em funcionamento nas várias salas de informática do Agrupamento. Muitos destes computadores foram avariando ao longo dos anos e, como têm uma certa idade, a compra de peças tornou-se impraticável para todos os existentes. Assim, alguns foram sendo guardados para servirem de doadores de peças para quando avariam outros computadores. Quem são estes alunos, já com uma preocupação social bem vincada, que dedicam parte do seu tempo a recuperar os computadores para depois os oferecerem a quem mais precisa? São alunos do CEF do Curso de Instalador e Reparador de Computadores, que dá equivalência ao 9º ano. O Agrupamento e a sua estratégia de educação para a cidadania inclui vários projetos que envolvem a comunidade. Neste caso, a turma do CEF na disciplina de Instalação e Configuração de Equipamentos Informáticos, na qual eu sou docente, tenta que todo o trabalho desenvolvido nas aulas tenha uma aplicação prática dos conteúdos da disciplina. Deste modo, os alunos são motivados pelo contexto real de trabalho e pelo serviço de cidadania que é prestado. Além disso, ganham responsabilidade.

De momento, planeiam fazer mais doações? Sim, a turma vai fazer mais uma doação e vários serviços comunitários e de voluntariado até ao final do curso - que é em 2020. Neste momento, os alunos estão no primeiro ano e a direção da escola apoia todo o tipo de projetos que envolvam a comunidade e a educação para a cidadania. Considera que iniciativas como esta podem influenciar positivamente estes alunos e deixar uma boa marca nos seus “currículos invisíveis”? Para os alunos, é uma oportunidade para aprenderem a fazer reparação e manutenção de computadores em contexto real de trabalho e verem o seu trabalho reconhecido pela comunidade. A maioria deles nunca estiveram envolvidos em projetos desta natureza. Ao escolherem o CEF do Curso de Instalador e Reparador de Computadores para prosseguirem os seus estudos, podem ter formação alternativa ao ensino regular - o que lhes permite adquirir competências profissionais através de projetos como estes, que estão de acordo com os teus interesses e com o mercado de trabalho. Certamente que sim, estes projetos vão influenciar a sua autoestima e gosto pela área da informática - enquanto, ao mesmo tempo, os vão incentivar ao investimento nos estudos e construção do seu “curriculum invisível”. Que competências considera fundamentais num aluno? O mundo atual, com o conhecimento científico e tecnológico a desenvolver-se a grande ritmo, coloca desafios à educação - desafios estes que a escola tem de acompanhar e transmitir aos alunos. O aluno completo tem de ter gosto pela aprendizagem. Precisa de espaço para experimentar, expor suas ideias e trabalhar com as competências que serão necessárias no seu futuro. A cidadania, consciência ambiental e projetos de voluntariado complementam este conhecimento individual e processo de aprendizagem do seu perfil.

Rebelião é a nova aventura de Michel Vaillant. A Mais Educativa e o Plano Nacional de Leitura tem dois exemplares para te oferecer.

abril 2019

maiseducativa.com

Consulta toda a informação no nosso site em www.maiseducativa.com/artigos/passatempos-a-decorrer/ ou no nosso Instagram (@mais_educativa)!


ENSINO SUPERIOR PÚBLICO

POLITÉCNICO DE SETÚBAL Tens tudo para vencer

LICEN CIATU RAS ENGENHARIA E TECNOLOGIA CIÊNCIAS EMPRESARIAIS CIÊNCIAS SOCIAIS, EDUCAÇÃO E DESPORTO SAÚDE Juntos fazemos o amanhã

www.ips.pt - estudar@ips.pt

ou segue um caminho diferente com um dos nossos 26 CTeSP – cursos técnicos superiores profissionais


10 formaรงรฃo

TEXTO: Isabel Ferreira, Diretora Pedagรณgica do Externato Marquรชs de Pombal e Filomena Alves, Diretora Pedagรณgica do Externato ร lvares Cabral FOTO: Adobe Stock

ENSINO RECORRENTE? SIM! CLARO QUE SIMโ ฆ Entende-se por formaรงรฃo um processo contรญnuo em educaรงรฃo HZZVJPHKV n PKLPH KL MVYTHsqV HJHKtTPJH V\ WYVร ZZPVUHS X\L JVTWYLLUKL VZ J\YZVZ JVT V VIQL[P]V KH PUZLYsqV L YLPUZLYsqV SHIVYHS L H[\HSPaHsqV YLJPJSHNLT KL JVUOLJPTLU[VZ ;VKVZ VZ QV]LUZ [vT V ZL\ YP[TV HZ Z\HZ JHWHJPKHKLZ L YLHNLT n WYLZZqV KL MVYTH KLZPN\HS LTIVYH KL]HT ZLY PN\HPZ UHZ JVUKPsย LZ KL HJLZZV HV ,UZPUV :\WLYPVY V\ UH PU[LNYHsqV UV 4\UKV KV ;YHIHSOV +LZ[H MVYTH V ,UZPUV 9LJVYYLU[L [LT ZPKV \TH YLMLYvUJPH U\T WLYJ\YZV HS[LYUH[P]V n MVYTHsqV HJHKtTPJH JVU[xU\H L n LZJVSHYPKHKL VIYPNH[}YPH :LUKV PUPJPHSTLU[L \T [PWV KL LUZPUV KLZ[PUHKV H QV]LUZ L HK\S[VZ t [HTItT OVQL \T WLYJ\YZV HS[LYUH[P]V WHYH T\P[VZ QV]LUZ X\L UqV [vT o sucesso esperado em exames nacionais e vรชm as expetativas de um WLYJ\YZV \UP]LYZP[mYPV NVYHKV WVYX\L H Z\H TtKPH t PUZ\ร JPLU[L WHYH LU[YHY UHX\LSL J\YZV [qV ZVUOHKV V\ WVYX\L VZ L_HTLZ V PTWLKPYHT KL ZLN\PY V WLYJ\YZV [qV KLZLQHKV WVPZ U\TH KHZ KPZJPWSPUHZ UqV VI[L]L Z\JLZZV 6Z ,_[LYUH[VZ (S]HYLZ *HIYHS L 4HYX\vZ KL 7VTIHS KV .Y\WV ,UZPU\Z ZqV JVTV [HS LZJVSHZ KL YLMLYvUJPH H Ux]LS SVJHS UHJPVUHS L PU[LYUHJPVUHS WLSV Z\JLZZV HJHKtTPJV L WYVร ZZPVUHS KVZ ZL\Z HS\UVZ WLSH X\HSPKHKL KV ZL\ LUZPUV L WLSV LSL]HKV NYH\ KL ZH[PZMHsqV KHZ MHTxSPHZ L ,UJHYYLNHKVZ KL ,K\JHsqV ,ZWLJPHSPaHKVZ ULZ[L [PWV KL LUZPUV PUJLU[P]HTVZ VZ UVZZVZ HS\UVZ HV Z\JLZZV WVPZ ZqV LSLZ V JLU[YV KL [VKV V WYVJLZZV LK\JH[P]V H[\HTVZ JVTV HNLU[LZ KL T\KHUsH [LTVZ LSL]HKVZ WHKYย LZ KL L_PNvUJPH L YLZWVUZHIPSPKHKL ]HSVYPaHUKV V JVUOLJPTLU[V 6 UVZZV VIQL[P]V t KHY YLZWVZ[H HVZ KLZHร VZ M\[\YVZ UH LK\JHsqV KVZ UVZZVZ QV]LUZ -VYTHTVZ WHYH PU[LNYm SVZ KL MVYTH JVUZJPLU[L HJHKLTPJHTLU[L L ZVJPHSTLU[L KHUKV SOLZ HZ MLYYHTLU[HZ ULJLZZmYPHZ HV WYVZZLN\PTLU[V KL \TH ]PKH MLSPa 6Z ,_[LYUH[VZ ZqV LZJVSHZ WHY[PJ\SHYLZ ZP[\HKHZ LT 3PZIVH HILY[HZ n 3\ZVMVUPH L HV 4\UKV JVT H TPZZqV KL WYLZ[HY n JVT\UPKHKL \T ZLY]PsV LK\JH[P]V KL L_JLSvUJPH JVU[YPI\PUKV WHYH H MVYTHsqV KL JPKHKqVZ JYx[PJVZ L JVUZJPLU[LZ KVZ ZL\Z KL]LYLZ L KPYLP[VZ abril 2019

maiseducativa.com

5VZ ,_[LYUH[VZ ร S]HYLZ *HIYHS L 4HYX\vZ KL 7VTIHS WVY L_PZ[PY \T KLZWHJOV +LZWHJOV UVYTH[P]V Uยข KL KL UV]LTIYV L \T WSHUV KL LZ[\KVZ WY}WYPVZ V LUZPUV ImZPJV ยข ยข L ยข HUVZ WVKLYm ZLY JVUJS\xKV U\T HUV 6 LUZPUV t THPZ WLYZVUHSPaHKV L JLU[YHKV UV HS\UV 6Z ,_[LYUH[VZ JVT ]PZ[H H \T KLZLU]VS]PTLU[V PU[LNYHS KV HS\UV L JVT V VIQL[P]V KL LUYPX\LJLY HZ H\SHZ [vT WHY[PJPWHKV LT ]mYPVZ WYVQL[VZ L JVUJ\YZVZ *VUZPKLYHTVZ X\L V ZHILY MHaLY t \T HSPHKV KV ZHILY L KV ZHILY LZ[HY 7YVJ\YHTVZ KLZLU]VS]LY JVTWL[vUJPHZ JVNUP[P]HZ L ZVJPHPZ X\L ZLYqV \TH THPZ ]HSPH UV M\[\YV 6 ,UZPUV 9LJVYYLU[L HWYLZLU[H ZL [HTItT JVTV \TH ]LY[LU[L KH LK\JHsqV WHYH THPVYLZ KL HUVZ X\L KL \TH MVYTH VYNHUPaHKH L ZLN\UKV \T WSHUV KL LZ[\KVZ WYL]PHTLU[L KLร UPKV KL HJVYKV JVT H TH[YPa J\YYPJ\SHY WHYH VZ J\YZVZ *PLU[xร JV /\THUxZ[PJVZ JVUK\aPUKV n VI[LUsqV KL \TH JLY[Pร JHsqV LX\P]HSLU[L n X\L t VI[PKH UVZ WLYJ\YZVZ KV Ux]LS ZLJ\UKmYPV KL LK\JHsqV X\L M\UJPVUHT LT YLNPTL KP\YUV THZ VYNHUPaH ZL KL MVYTH H\[}UVTH UV X\L YLZWLP[H nZ JVUKPsย LZ KL HJLZZV J\YYxJ\SVZ WYVNYHTHZ L H]HSPHsqV KVZ HS\UVZ 5VZ UVZZVZ ,_[LYUH[VZ VZ *\YZVZ *PLU[xร JV /\THUxZ[PJVZ KL *PvUJPHZ L ;LJUVSVNPHZ *PvUJPHZ :VJPVLJVU}TPJHZ 3xUN\HZ L /\THUPKHKLZ L (Y[LZ =PZ\HPZ KV ,UZPUV 9LJVYYLU[L PU[LNYHT KPZJPWSPUHZ KH JVTWVULU[L KL MVYTHsqV NLYHS L HPUKH KPZJPWSPUHZ KL MVYTHsqV LZWLJxร JH n ZLTLSOHUsH KVZ TLZTVZ J\YZVZ UV ,UZPUV 9LN\SHY ,Z[LZ J\YZVZ KL Ux]LS :LJ\UKmYPV 9LJVYYLU[L M\UJPVUHT LT YLNPTL WYLZLUJPHS H]HSPHsqV JVU[xU\H L LT YLNPTL UqV WYLZLUJPHS H]HSPHsqV Z\TH[P]H PU[LYUH HW}Z ZLYLT JVUJLKPKHZ HZ LX\P]HSvUJPHZ HV HU[LYPVY WLYJ\YZV MVYTH[P]V *\YZV KPZJPWSPUHZ UV WLYxVKV KP\YUV L W}Z SHIVYHS 6 ,UZPUV 9LJVYYLU[L WLYTP[L LT V\ HUVZ JVUJS\PY V ,UZPUV :LJ\UKmYPV L VI[LY H JLY[Pร JHsqV HJHKtTPJH [qV ULJLZZmYPH UVZ KPHZ KL OVQL H X\LT X\LY WYVZZLN\PY LZ[\KVZ UV ,UZPUV :\WLYPVY V\ ZLN\PY WHYH V T\UKV SHIVYHS KLZKL X\L [LUOH \TH PKHKL Z\WLYPVY H HUVZ 6Z J\YZVZ KV ,UZPUV :LJ\UKmYPV 9LJVYYLU[L WLYTP[LT JVUJPSPHY H MYLX\vUJPH KL LZ[\KVZ JVT \TH H[P]PKHKL WYVร ZZPVUHS L [HTItT JVT V ,UZPUV :\WLYPVY



12

a tua escolha TEXTO: Sónia Costa FOTOS: Unsplash e AdobeStock

Dá a

volta aos

exames nacionais Unsplash

Ainda achas que os exames nacionais estão lá ao longe ou já te começas a preocupar com a velocidade a que se aproximam? Seja qual for a tua forma de os encarar, a verdade é esta: vais ter de passar por eles! Sabemos que tens as ferramentas necessárias, mas que esta é uma fase em que deves investir (ainda) mais nas sessões de estudo. Estas provas vão determinar o teu futuro e vão influenciar o teu acesso à Instituição de Ensino Superior com que sempre sonhaste. Já te esforçaste durante todos estes anos… Vamos lá, é só um mais um último sprint para terminar a maratona!

Para te ajudar a dar a volta por cima nesta fase decisiva, a Mais Educativa preparou uma lista de dicas fora da caixa - que muitos garantem que funcionam! Caso ainda não tenhas definido o teu método de estudo, estão aí algumas ideias - que podem parecer disparatadas, mas hey! nao julgues de antemão: todos os génios têm, afinal, um quê de loucura.

> LIGAR O MODO AVIÃO. Sabemos que é impossível desligar por completo, até porque pode aparecer algum assunto urgente. Ainda assim, a urgência é relativa e acabas por perder-te nas constantes notificações que vais recebendo - uma mensagem da mãe a dizer que o gato subiu à árvore e agora não sabe descer, outra da amiga que precisa de conselhos por causa do namorado, a avó que telefona porque não sabe aumentar > GRAVAR A MATÉRIA PARA DEPOIS OUVIR. Estudar é uma o volume do telemóvel, alguém que pediu para te seguir no ocupação full-time, mas todos sabemos que a tua vida é bem instagram, as mil notificações das conversas de grupo do mais do que aulas e sessões de estudo. Assim, é comum encontrar whatsapp, com dúvidas para os exames e queixas do pouco um espécime de estudante a levar o lixo à rua, a passear o cão, tempo que falta… Tens de arranjar uma forma de te desligar a limpar a casa... São atividades que acabam por exigir algum desse ciclo que destrói a tua capacidade de concentração! Tenta tempo e que, quando acompanhadas de música, até parece que dar mute às aplicações que não te forem necessárias durante se fazem melhor! o estudo, ou até combinar contigo mesmo que durante um E se te gravares a explicar a matéria e depois substituíres a música determinado prazo de tempo não vais olhar para o telemóvel. da tua playlist por essas gravações? Podes ouvi-las enquanto Meia hora é bom para começar. fazes as tarefas domésticas, antes de adormeceres… Pode parecer estranho, mas há quem jure a pés juntos que resulta às mil maravilhas!

abril 2019

maiseducativa.com


Unsplash

a tua escolha

13

> NÃO DEIXAR NADA POR ESTUDAR. “Isto não vai sair! Já saiu no ano passado e eles não iam repetir, quase de certezinha!” - Adivinharam a palavra-chave neste último discurso? É o “Quase”.

de estudante dedicado e atencioso. Se ainda não o fizeste, alertamos-te para uma questão: é tempo de criar um email “profissional” (basta o nome e o apelido) e dar por encerrado o reinado do jonyslb4ever@hotmailcom que criaste no sétimo ano.

Não se esqueçam de que os professores já estiveram todos, sem exceção, do vosso lado. Sabem muitos truques e conseguem arranjar forma de vos surpreender para que os testes sejam verdadeiramente desafiantes. É certo que já ouviste aquelas histórias de terror que começam com “Eu pensei mesmo que aquela matéria não saía…”. Não vais querer ser protagonista desse filme, pois não?

> TREINAR A CALIGRAFIA. Com isto não queremos dizer que tens uma letra feia! Não te esqueças do teu estojo e da boavelha esferográfica, das canetas de cor, dos sublinhadores… Fazer os teus próprios resumos à mão é uma dupla vitória: treinas a caligrafia e ainda tens mais facilidade em processar a informação (quando és tu mesmo quem está a escrever, torna-se mais difícil que te esqueças).

> DIVIDIR PARA REINAR. Sabemos que esta máxima era usada para efeitos diferentes, mas aqui também se adequa. Faz um plano de estudos, dividindo tarefas entre os tempos que vais tendo livres entre aulas e outras atividades. Não deixes tudo para a última!

> SAI DE CASA! Pode parecer mentira, mas estamos mesmo a dar-te esta dica. Para começar, é importante que faças pausas estratégicas no estudo. Não vais querer tornar-te um zombie nem um monge eremita (a tua família e amigos, tal como a tua saúde, são capazes de não achar grande piada!). Quando te aconselhamos a sair de casa, fazemo-lo com a consciência de que esta nem sempre é o melhor local para aguçar a tua capacidade de te concentrares nos livros. Assim, pega na mochila, leva uma garrafa de água e alguns snacks e faz-te à estrada. PUB

> PERGUNTAR, QUESTIONAR, ESCLARECER. Não se trata de ser chato e não deves ter medo que a questão seja disparatada. Falar com o professor ou enviar um email a colocar uma dúvida só traz vantagens. Para começar, podes ser esclarecido por uma fonte de confiança. Além disso, ainda passas a imagem

Queres viajar como o Diogo Costa e o João Sousa? Sabe mais em www.ef.com/diogo EF Lisboa Rua da Escola Politécnica 38 - 2º Piso, 1250-102 Lisboa Tel 21 317 3470

EF Porto Praça do Bom Sucesso, 61 – 14º piso Porto 4150-146 Tel 221 450 370


14

a tua escolha Horas

2ª-feira 17 de junho

3ª-feira 18 de junho

4ª-feira 19 de junho

6ª-feira 21 de junho

3ª-feira 25 de junho

4ª-feira 26 de junho

5ª-feira 27 de junho

9:30

11.º ano

12.º ano

11.º ano

12.º ano

12.º ano

12.º ano

11.º ano

Filosofia (714)

Português (639)

Física e Química A (715)

História A (623)

Matemática A (635) 11.º ano

Desenho A (706)

Geometria Descritiva A (708)

Matemática B (735)

Biologia e Geologia (702)

Matemática Aplicada às Ciências Sociais (835)

Inglês (550) *

CALENDÁRIO 1.ª FASE DOS EXAMES FINAIS NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO

Português Língua Segunda (138)

11.º ano

11.º ano Geografia A (719)

História B (723)

PLNM (839) História da Cultura e das Artes (724)

Francês (517) *

Literatura Portuguesa (734) Economia A (712)

Espanhol (547) * Alemão (501) *

14:00

11.º ano Latim A (732)

* - componente escrita

CALENDÁRIO 2.ª FASE DOS EXAMES FINAIS NACIONAIS DO ENSINO SECUNDÁRIO

> PARQUES/ JARDINS: Quando a meteorologia é amiga, até o estudo é feito com mais vontade. Se a Natureza te proporcionar o oportunidade de tirar os fones com música de passarinhos e cascatas e ir ouvi-la em direto e ao vivo, não a deixes escapar. Há por aí muitos lagos com patos, árvores frondosas, boas sombras e grandes relvados que até convidam a que te sentes a ler. > BIBLIOTECAS: Há inúmeras bibliotecas bonitas e tranquilas. Algumas são mais conhecidas (e, consequentemente, mais frequentadas) e outras mais escondidas e que vale a pena explorar. Que tal tornares-te sócio da do teu bairro? Até é uma forma de te sentires mais incluído tua nova comunidade!

Horas

5ª-feira 18 de julho

6ª-feira 19 de julho

2ª-feira 22 de julho

3ª-feira 23 de julho

9:30

11.º ano

12.º ano

12.º ano

12.º ano

Física e Química A (715)

Português (639)

Matemática A (635)

História A (623)

11.º ano

11.º ano

Matemática B (735)

Geometria Descritiva A (708)

> CAFÉS ACOLHEDORES: Se não precisas de silêncio absoluto para rever a matéria dada e até gostas de acompanhar o estudo com um lanche (ou um pequeno almoço, se és dos que começa logo pela manhã a exercitar o cérebro), há muitos cafés onde podes aproveitar para unir o útil ao agradável. Pode ajudar se levares a tua música (mesmo o mais indiferente ao barulho se desconcentra com a confusão da chegada de uma família numerosa ou aquelas amigas que estão muito animadamente numa conversa sobre as suas vidas). Procura algum sítio confortável (que tal sofás e lareira no inverno e uma esplanada no verão?), com a possibilidade de ligar o computador, se precisares. A maioria dos locais já tem wi-fi gratuito. > CASAS DE AMIGOS: Na casa de outrem, consegues ter as vantagens de estar num local confortável sem as desvantagens de este ser demasiado confortável. Uma espécie de “à vontade mas não à vontadinha”. Além disso, criar um grupo de estudo pode proporcionar um ambiente propício à concentração e ao esclarecimento de dúvidas. Umas horas de entreajuda, debate de ideias e espírito crítico podem render muito mais do que um dia inteiro fechado, sozinho e enterrado nos livros, que nem um monge em voto de silêncio.

Literatura Portuguesa (734)

PLNM (839)

14:00

Matemática Aplicada às Ciências Sociais (835)

História B (723)

11.º ano

11.º ano

11.º ano

2.º ano

Latim A (732)

Geografia A (719)

Filosofia (714)

Desenho A (706)

Economia A (712)

Mesmo com todas estas sugestões de lugares, há quem só consiga tirar o melhor partido das suas sessões de estudo quando estas têm lugar em casa. Seja na sala, na cozinha, ou até na casa de banho, és livre de vestir as tuas roupas mais confortáveis, ler a matéria em voz alta, andar às voltas a recitar o que acabaste de ler - tudo sem ninguém te julgar ou achar maluco, a não ser o teu gato ou a vizinha. Manter a casa e, sobretudo, a secretária organizada é importante e um bom começo.

História da Cultura e das Artes (724)

11.º ano Biologia e Geologia (702) Alemão (501) * Espanhol (547) * Francês (517) *

abril 2019

maiseducativa.com

Português Língua Segunda (138)

Inglês (550) * * - componente escrita



16

a tua escolha "Encarem esta prova como algo normal. Como andar de bicicleta: quem sabe, pega na bicicleta e anda." João Costa Secretário de Estado da Educação

OS EXAMES NACIONAIS SÃO UMA FASE DECISIVA PARA OS JOVENS! COMO SE PODEM PREPARAR PARA TER SUCESSO NESTAS PROVAS? A primeira resposta é óbvia: estudar! Depois, é muito importante desdramatizar e ter calma. Quem trabalhou bem ao longo dos anos não tem razão para pensar que o exame vai correr mal. O que pode ser mais complicado é o excesso de nervosismo.. É preciso olhar para as provas de anos anteriores, estudá-las, ver onde existe uma maior incidência de falhas… Muitas vezes, os alunos falham mais no exame não naquilo que têm de decorar, mas sim na sua capacidade de ler e interpretar devidamente o que lhes é pedido, na capacidade de escrita e de usar a linguagem adequada. O meu conselho seria investir nestas áreas de compreensão, KL SLP[\YH KL PU[LYWYL[HsqV L KL YLÅL_qV H WHY KV [YHIHSOV THPZ normal, que é o estudo do conhecimento em si. UM BOM PERCURSO NO ENSINO BÁSICO E SECUNDÁRIO É DETERMINANTE PARA ESTABELECER AS BASES PARA UMA MELHOR EXPERIÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR? Quando se chega ao Ensino Superior, há uma invasão de expectativa e de autonomia. É necessário pesquisar, trabalhar em grupo, ir para a biblioteca sozinho, lidar com as mais variadas situações em sala de aula. Quanto mais isso é feito durante o secundário, mais se consegue ter sucesso no Ensino Superior. As Instituições já esperam que os alunos tenham a capacidade não só de estudar, mas muito de resolver problemas, pensar fora da caixa, ter autonomia… Quanto mais isso vai sendo treinado ao longo do básico e secundário, melhor. QUANTO ÀS PROVAS NACIONAIS E A ESSE FORMATO DE AVALIAR CONHECIMENTOS, O QUE PODE AINDA MELHORAR? Os exames têm de avaliar aquilo que foi aprendido. Se estamos a ter alterações curriculares (ao nível de um currículo que alia competências a conhecimentos), é óbvio que os exames também farão, progressivamente, esse caminho. Ainda assim, olhando para os exames como eles já são, encontramos essa pluralidade de fatores a explorar. Provavelmente não há a consciência de que essa parte já lá está - mas a verdade é que está. Mais do que provas dedicadas (na lógica “Agora vou avaliar competências” ou “Agora vou avaliar conhecimentos”), há que avaliar o desempenho. Não existe competência que não seja criada em cima do conhecimento… E o conhecimento não vale de nada se não for transformado em ação! O DECRÉSCIMO DAS TAXAS DE RETENÇÃO E DE ABANDONO ESCOLAR TEM SIDO UMA TENDÊNCIA OBSERVADA. A QUE SE DEVEM ESSES BONS INDICADORES? A muitos fatores! Para começar, ao trabalho empreendido nas escolas.

abril 2019

maiseducativa.com

O primeiro mérito é dos alunos, professores e famílias escolares. +LWVPZ JSHYV L_PZ[LT WVSx[PJHZ KPYLJPVUHKHZ H LZ[L ÄT Há uma espécie de compromisso na educação, de há muitos anos para cá, de mostrar que a Retenção não é uma boa solução. Ao olharmos para os dados, entendemos que o aluno que reprova é, tendencialmente, o aluno que volta a reprovar. Enquanto medida pedagógica - que tem como princípio manter o aluno mais um ano, WHYH X\L UV ÄUHS LSL Qm ZLQH JHWHa UqV Om L]PKvUJPHZ X\L H Z\WVY[LT Também não nos interessa transformar o chumbo numa passagem administrativa - o que queremos é que os alunos aprendam, de facto. E temos feito por isso. Lançámos o programa nacional de promoção do sucesso escolar, com um olhar muito dirigido às necessidades de cada aluno e à deteção (o mais precoce possível) de problemas. Há medidas transversais (como a implementação do pré-escolar aos 3 anos, o trabalho na área da educação mais inclusiva), mas há outras locais, micro e até JVT\UP[mYPHZ :L \T HS\UV [LT KPÄJ\SKHKLZ WVYX\L LT JHZH UqV [LT condições, o problema não é só da escola. Esta boa tendência resulta de um trabalho concertado que já tem vindo a acontecer há algumas décadas. Embora ainda tenhamos um problema sério de insucesso escolar, temos um caminho contínuo de melhoria. DE QUE FORMA SE TEM PROCEDIDO À VALORIZAÇÃO DO ENSINO PROFISSIONAL? Temos várias frentes de atuação. Uma delas é, quer no discurso quer na legislação, rejeitarmos claramente a ideia de um olhar secundarizante ZVIYL V LUZPUV WYVÄZZPVUHS V\ V LUZPUV HY[xZ[PJV LZWLJPHSPaHKV :qV vias de pleno direito e que ainda são muito pouco conhecidas pela sociedade. Temos mais de 150 cursos, mas continua a parecer que existem só X\H[YV THPZ V WYVÄZZPVUHS i PTWVY[HU[L JVUOLJLY V JH[mSVNV LZ[\KHY H VMLY[H /m J\YZVZ JVT Ux]LPZ KL X\HSPÄJHsqV T\P[V L_PNLU[LZ WYVQL[VZ e trabalhos admiráveis que os alunos desenvolvem. É uma via pouco conhecida e, por essa falta de conhecimento, acaba por se criar uma representação negativa em torno dela. Temos investido na orientação vocacional e feito um trabalho de eliminação de algumas barreiras que existiam para os alunos que terminavam esses cursos e queriam ingressar no Ensino Superior. QUER DEIXAR UMA MENSAGEM FINAL ÀQUELES QUE VÃO ESTE ANO FAZER OS EXAMES? Sim! Muita calma, muito estudo. Encarem o exame como um dia igual aos outros. Quem sabe, não precisa de ir nervoso… E ainda têm uns meses para se preparar! É trabalhar até lá mas, sobretudo, encarar esta prova como algo normal. Como andar de bicicleta: quem sabe, pega na bicicleta e anda. 5qV ZL WYLWHYH WHYH HUKHY KL IPJPJSL[H UHX\LSL KPH LZWLJxÄJV


CTeSP e LICENCIATURAS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS CTeSP ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO

Análises Químicas e Biológicas Cuidados Veterinários Produção Agrícola Proteção Civil Recursos Florestais

Assessoria e Comunicação Empresarial Desporto Recreação Educativa para Crianças

ESCOLA SUPERIOR DE ARTES APLICADAS

Gestão Empresarial Organização e Gestão de Eventos

Comunicação Audiovisual

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

Automação e Gestão Industrial Comunicações Móveis (em parceria com a Altran – Fundão) Desenvolvimento de Produtos Multimédia Fabrico e Manutenção de Drones Instalações Elétricas e Telecomunicações Reabilitação do Edificado Redes e Sistemas Informáticos Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação

ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO

LICENCIATURAS ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA

Agronomia Biotecnologia Alimentar Enfermagem Veterinária Engenharia de Protecção Civil

ESCOLA SUPERIOR DE ARTES APLICADAS

Design de Comunicação e Audiovisual Design de Interiores e Equipamento Design de Moda e Têxtil Música variante de: Canto / Formação Musical / Instrumento / Música Electrónica e Produção Musical

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO

ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DR. LOPES DIAS

Desporto e Actividade Física Educação Básica Secretariado Serviço Social

Ciências Biomédicas Laboratoriais Enfermagem Fisiologia Clínica Fisioterapia Imagem Médica e Radioterapia

ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO

Gestão (ramo de Contabilidade ou ramo de Recursos Humanos) Gestão Comercial Gestão Hoteleira Gestão Turística Solicitadoria

/ipcb.pt

@IPCBoficial

/ipcb.pt

politecnicocbranco

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA

Engenharia Civil Engenharia das Energias Renováveis Engenharia Electrotécnica e das Telecomunicações Engenharia Industrial Engenharia Informática Tecnologias da Informação e Multimédia

WWW.IPCB.PT


18

a tua escolha TEXTO: Tânia Carreira e Sónia Costa FOTOS: Unsplash e AdobeStock

Alimenta

o teu

estudo!

Nutricionista: Tânia Carreira Cédula profissional: 3313N Local de trabalho: Fitness Factory Moscavide

Sabias que aquilo que comes pode ajudar-te a estar mais concentrado? A par da alimentação, alguns pormenores do teu estilo de vida, como o exercício ou o sono, podem contribuir para que tenhas um melhor desempenho.

COMEÇA PELO PEQUENO-ALMOÇO

Levanta-te com tempo de fazeres um pequeno-almoço, mesmo que não seja substancial! Estudos demonstram que o facto de tomar o pequeno-almoço está associado a melhor performance mental, melhor desempenho académico e melhor memória e tempo de reacção. Isto deve-se à subida da glicemia, normal após a refeição, que fornece ao cérebro o seu combustível de eleição: glicose.

BEBE ÁGUA! Sabias que uma desidratação de apenas 2% reduz a performance em tarefas que necessitem de atenção e memória imediata? Quando bebes menos água podes, dessa forma, piorar o teu desempenho no estudo. Além disso, a desidratação também diminui o estado de alerta e aumenta a sensação de fadiga. Tem sempre uma garrafa de água na tua secretária para poderes ir bebendo enquanto estudas, sem teres de interromper para ir buscar - evitando cair na preguiça de te levantares!

CUIDADO COM A CAFEÍNA! O café e as bebidas energéticas são quase um must have da época de exames. Quase todos os alunos recorrem a estas estratégias para permanecer acordados até mais tarde ou para despertar cedo para estudar. Alguns estudos reportam que a cafeína pode ser interessante em momentos específicos do dia, em que os alunos estejam menos despertos (como, por exemplo, de manhã), mas parece não surtir efeito nos restantes períodos. Embora uma quantidade moderada de cafeína esteja associada ao aumento da performance cognitiva, ao aumento da atenção e a uma melhor memória e fluidez de discurso verbal, o consumo excessivo não só não promove melhorias como pode ser prejudicial! O excesso de cafeína, particularmente em bebidas energéticas (em que está em maiores concentrações), pode levar à desregulação dos padrões de sono, hipertensão e agravamento de doenças psiquiátricas não diagnosticadas, bem como cardiotoxicidade. Assim, faz um uso moderado desta estratégia! abril 2019

maiseducativa.com

A BELA ADORMECIDA

O sono é, também, muito importante! Em época de frequências ou exames, a tendência é estudar até tarde, até quando os olhos aguentarem abertos! Quem nunca fez uma direta de estudo que atire a primeira sebenta! Mas não é a melhor estratégia! Restrições de sono dificultam a aprendizagem e a memória. Além da duração, também a hora de deitar parece ser importante, existindo estudos que defendem que uma hora de deitar entre as 22 e as 23 horas contribui para uma melhor média de notas, sendo importante existir consistência na hora de deitar e levantar ao longo da semana, para regular o padrão de sono.


Licenciatura em

CIÊNCIAS DO MAR

3 ANOS | 180 ECTS

• Contacta com meios de investigação marinha (navios, ROV, mergulho) • 4EVXMGMTE IQ I\TIHMʡʮIW GMIRXʧƼGEW I TVSNIXSW internacionais • Trabalha com investigadores reconhecidos na área das Ciências do Mar • Prepara-te para diversas oportunidades TVSƼWWMSREMW Empresas públicas e privadas com atividades ligadas à exploração do mar Serviços públicos na área das pescas, do ambiente e do turismo Investigação em institutos públicos e privados ligados ao estudo dos oceanos e das atividades marítimas Consultoria na área das Ciências do Mar

ONDE A NATUREZA INSPIRA O TEU ESTUDO

'VMEʡʝS HI IQTVIWEW HI FEWI GMIRXʧƼGE e tecnológica na área dos serviços e recursos marítimos

Licenciatura em

PROTEÇÃO CIVIL E GESTÃO DE RISCOS

3 ANOS | 180 ECTS

• Aprende em contexto real • Participa na simulação de situações de desastre, catástrofes e calamidades naturais e tecnológicas • Colabora em ações de proteção civil • Prepara-te para diversas oportunidades TVSƼWWMSREMW Autoridades e serviços de proteção civil Empresas e agências de segurança Companhias de seguros Organismos de planeamento e ordenamento do território, do ambiente e recursos naturais Indústria e comércio de produtos de segurança Turismo e Comunicação Social Serviços de consultoria e assessoria )RWMRS MRZIWXMKEʡʝS GMIRXʧƼGE desenvolvimento tecnológico

I

ǕǕǕ Ǘȳȱ ǜǘ Ǧȱǘ ǙȨȱǚȨǘȳǚǣȳȰǝ$Ǘȳȱ ǜǘ


20

a tua escolha

o d u t s e e d a i Um d ias! g é t a r t s E e d a t s i L

esqueças de que um regular o sono. Não te ita-te cedo no dia o, tud e qu iro me pri , Assim, de • Importa estudo. um cérebro mais apto! cérebro descansado é padrão ao longo das semanas de aulas e de e ess a nu anterior e conti r exemplo, 1 pão almoço completo - po mexido ou o en qu pe um m co queijo fresco/ovo • Começa o teu dia . engo/fiambre de aves/ escuro com queijo flam com banana e canela ou panquecas de aveia eia av de s pa pa o, cozid Divide tarefas, orienta suntos que vais estudar. tempo necessitas para as e as lin cip dis as a • Organiz a quanto são prioritários e estim necessários na tua secretária, e organiza que temas s iai ter ma os os estudo tens tod cada um. Garante que desnecessárias. Podes optar por métodos de a durante ad es para evitar interrupçõ ro, que consiste em trabalhar de forma foc de 4 do fim como o Método Pomo omodoros) e pausar durante 5 minutos. Ao ? É uma (p tos nu tos mi nu mi 25 ê 25 blocos de . Mas porqu lizar com a pausa de 15 minutos pomodoros, faz-se um e parece fazível e relativamente fácil de rea com o as qu ari po est , tem minutos quantidade de falasse em blocos de 60 te Se . va cti efe o çã concentra mesmo entusiasmo? r: não saltes ber água e para come fadiga e be ra pa a eit rov ap o, • Nas pausas do estud ar por ter de interromper o estudo ou sentir disso, ém ab refeições, pois vais ac nta da fome que se instalará mais tarde. Al efas que co r tar po as o ce çã ore tra desconcen a estáveis fav mi ce gli de eis nív os r como já vimos, mante o. exigem memória e foc olates) por mo as gomas e os choc a boa opção (co o ud est de s ico típ de milho/arroz. Um • Troca os snacks fresca ou mini tortitas cacau fruta desidratada, fruta to (mais de 70% de cacau), um vez que o tenhas pre o te nã s ola oc Ma l. ch o nta m me bé é tam da performance ria lho me a es! do ad cia tid so ntrola as quan parece estar as cima da secretária: co esses snacks sempre em uecimento e a preguiça ssa forma, evitas o esq de : rto pe r po ua ág • Tem sempre ir buscar a garrafa! de te levantares para a o, mas ajuda também o físico desenvolve o foc r dia para fazer algum íci erc ex O ! ico fís o íci minutos po • Faz exerc . Tira, pelo menos, 30 Aproveita “limpar” a nossa mente a em ginásio ou uma simples caminhada. . Desliga sej a… , sic ico mú fís o s livros, ouve tipo de exercíci uma pausa efetiva do er faz ra pa s nto me estes mo tos! do estudo por 30 minu

passatempo

abril 2019

maiseducativa.com

A Mais Educativa e o Fitness Hut querem que comeces a ficar preparado para o verão e oferecemte um mês de treino gratuito! Consulta toda a informação no nosso site em www.maiseducativa.com/artigos/passatempos-adecorrer/ ou no nosso Instagram (@mais_educativa)!


DIREITO SOLICITADORIA RELAÇÕES INTERNACIONAIS ECONOMIA GESTÃO GESTÃO DA HOSPITALIDADE GESTÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO INFORMÁTICA EDUCAÇÃO SOCIAL PSICOLOGIA TURISMO

www.upt.pt Segue-nos em:

As melhores oportunidades para o teu futuro estão à tua espera na Universidade Portucalense. Vai já a www.upt.pt e descobre tudo o que temos para ti.


22

experiências

Aqui estuda-se!

TEXTO: Sónia Costa FOTOS: Zomato

(e não só…)

Vem aí uma fase decisiva: os exames nacionais! Estudar é um dos ingredientes mais importantes para o teu sucesso, mas pode ser difícil encontrar um local perfeito para mergulhar nos livros… A tua casa nem sempre fornece as condições ideais para te concentrares: ou porque o teu irmão mais novo está com uma birra, ou porque o teu cão quer brincar, ou porque os vizinhos são barulhentos, ou mesmo porque pode ser muito difícil abstraíres-te de todas as distrações que tens à mão a televisão, o sofá da sala tão confortável, a tua cama onde já tiravas uma sesta… O que precisas mesmo é de um sítio confortável e onde possas, sempre que necessário, fazer uma pausa para comer - e assim fornecer ao teu cérebro a energia necessária (e alguma eventual cafeína) para a sessão de estudo que aí vem! Se andas desesperado em busca de um local perfeito para estudar, que tal dares uma vista de olhos às nossas sugestões?

CAFETARIA DO MUSEU GULBENKIAN

A PADARIA 3,8/5 PORTUGUESA

Fundação Calouste Gulbenkian, Avenida de Berna, 45, Praça de Espanha, Lisboa

LINHA D’ÁGUA

Jardim Amália Rodrigues, Rua Marquês de Fronteira, 1070-099 Lisboa

abril 2019

maiseducativa.com

4,1/5

Várias moradas na Área Metropolitana de Lisboa

3,9/5

STARBUCKS

Várias moradas pelo país

4,2/5



24

experiências

DONA TILIA

4,3/5

4,0/5

Rua de São Filipe de Nery, Baixa, Porto 4100-012

abril 2019

maiseducativa.com

NEGRA CAFÉ

4,6/5

Rua Guedes de Azevedo, 117, Trindade, Porto

Miradouro de Santa Catarina, Bica, Lisboa

COSTA COFFEE

4,0/5

Praça Dom Luís I, 30, Loja 10, Lisboa

Rua Professor Lima Basto, 105A, Campolide, Lisboa

QUIOSQUE DO ADAMASTOR

LEITARIA LISBOA

3,9/5

MOUSTACHE

Praça de Carlos Alberto, 104, Baixa, Porto

4,1/5


?ng]Z]Z ^f *212 Z >l\heZ IkhÛ llbhgZe FZ`^lmbe >l\heZ ]^ Fh]Z ]^ Ebl[hZ Zllh\bZ&l^ ^lm^ Zgh ¨l \hf^fhkZ­»^l ]hl ,) Zghl ]h >glbgh IkhÛ llbhgZe ^f Ihkmn`Ze' 28º DESFILE DOS JOVENS CRIADORES DA ESCOLA DE MODA DE LISBOA A Escola de Moda de Lisboa apresentou em k]l]eZjg g <]kÚ d] \] Bgn]fk ;jaY\gj]k$ fg ;Yehg \Yk ;]ZgdYk& =e hYj[]jaY [ge Y BmflY \] >j]_m]kaY \] KYflY EYjaY EYagj Yhj]k]flgm Y ;gd]¬ªg HjaeYn]jY%N]jªg *()1 \gk bgn]fk Ú fYdaklYk \] <]ka_f \] Eg\Y \Y =ED& :jaf\¦egk Y [a\Y\] [ge me ]n]flg hd]fg \] [jaYlana\Y\]$ fme ]khY¬g fgZj] \] DakZgY$ [ge naklY Yg j][gf`][ae]flg \] Bgn]fk LYd]flgk FY[agfYak& 9k [gd]¬º]k \gk >afYdaklYk \g ;mjkg L­[fa[g \] <]ka_f \] Eg\Y k]_m]e Yk l]f\¯f[aYk fY[agfYak ] afl]jfY[agfYak'

ALUNOS DE FOTOGRAFIA E DESIGN GRÁFICO EXPÕEM NO REINO UNIDO H <nklh M®\gb\h ]^ ?hmh`kZÛ Z ^ <nklh M®\gb\h ]^ =^lb`g @k§Û \h ]Z >l\heZ IkhÛ llbhgZe FZ`^lmbe ]^\b]bkZf Z[kZ­Zk nf ikhc^mh iZkZ nfZ ahf^gZ`^f ¨l E^g]Zl ^ Fbmhl Ihkmn`n^l^l' G^lmZ \hikh]n­«h% Zl e^g]Zl benlmkZ]Zl l«h k^\hgmZ]Zl i^ehl Zenghl ]Zl Enlh_hgbZl% HÛ \bgZl ]^ Ihkmn`n°l ]h Bglmbmnmh <Zf»^l gZ Ngbo^klb]Z]^ ]^ >]bf[nk`h% gnfZ ^qihlb­«h bgZn`nkZ]Z Z +2 ]^ fZk­h gZjn^eZ \b]Z]^ ]h K^bgh Ngb]h' ?hkZf i^glZ]Zl o§kbZl \hfihlb­»^l Û ®bl Z \Z]Z e^g]Z hn fbmh ihkmn`n°l% bglibkZ]Zl gh mkZ[Zeah ]h `kZg]^ _hm·`kZ_h ihkmn`n°l :g]k® ;hmh !Ik®fbh ?hm·`kZ_h >nkhi^n ]h Zgh +)*)" jn^ mZf[®f ZiZ]kbgaZ ^lm^ mkZ[Zeah'

Alunos da Escola de Moda de Lisboa vencem 3ª Edição do Concurso Paulo Ribeiro by Pizarro SA FZkbZgZ A^gkbjn^l !* en`Zk"% An`h =bZl !+ en`Zk" ^ O^k·gb\Z :eo^l !, en`Zk" `ZgaZkZf Z ihllb[beb]Z]^ ]^ ^lmZ`bZk \hf ^lmbeblmZl bgm^kgZ\bhgZbl ^f GhoZ Bhkjn^% Ehg]k^l ^ Fbe«h' :e®f ]hl Zenghl o^g\^]hk^l ^lmbo^kZf g^lmZ Û gZe fZbl . Zenghl ]Z >l\heZ ]^ Fh]Z ]^ Ebl[hZ% ^lmZg]h mh]hl ]^ iZkZ[®gl i^eh mkZ[Zeah ]^l^goheob]h'

Escola de Moda de Lisboa parceira do programa Cosido à Mão da RTP 9 n]f[]\gjY \Y * ]\a¬ªg \g hjg_jYeY ;gka\g § Eªg$ [gf[mjkg hjg\mra\g h]dY K`af] AZ]jaY hYjY Y JLH$ ;±flaY \] K¦$ b¦ ­ YdmfY fg ;mjkg Afl]fkang \] <]ka_f \] Eg\Y \Y =k[gdY \] Eg\Y \] DakZgY& =kl] [gf[mjkg l]e hgj Ú fYda\Y\] ]f[gfljYj g e]d`gj [gklmj]ajg fªg hjgÚ kkagfYd \] Hgjlm_Yd ] f]klY * ]\a¬ªg g _jYf\] n]f[]\gj _Yf`gm me ;mjkg Afl]fkang \] =kh][aYdarY¬ªg ]e <]ka_f \] Eg\Y&


26

entrevista

ENTREVISTA: Sónia Costa FOTOS: cedidas pelo entrevistado

PAULO

SOUSA

Ele é uma verdadeiro apaixonado pela Música: a paixão é tanta que imaginar-se a fazer algo diferente seria impensável! Usa as redes sociais e o Youtube para partilhar com os fãs vários momentos do seu dia-a-dia e para lhes mostrar uma faceta mais pessoal - que através das músicas não se conhece. A Mais Educativa falou com o Paulo Sousa - e agora conta-te tudo, em primeira mão!

CONSIDERAS QUE O YOUTUBE FOI UMA BOA RAMPA DE LANÇAMENTO PARA TI? Considero que comecei tudo lá! Acredito que não teria participado em alguns concursos se não estivesse presente nessa plataforma. E ainda hoje, como forma de ir alimentando as redes sociais mas, acima de tudo, para dar a conhecer um Paulo que através das músicas não se conhece. QUAL O TEU GÉNERO MUSICAL DE ELEIÇÃO? SEMPRE FOI O MESMO OU OS TEUS GOSTOS MUSICAIS TÊM VINDO A MUDAR? Desde sempre que o POP e a música comercial, que eu considero "mais cantada", tiveram a minha preferência. No entanto, hoje em dia ouço um bocadinho de tudo, até porque cada vez mais encontramos simbioses entre os diferentes géneros musicais e isso é super interessante. QUEM SÃO OS ARTISTAS QUE MAIS TE INSPIRAM E INFLUENCIAM EM TERMOS MUSICAIS? Ed Sheeran, Sam Smith, Jessie J, Diogo Piçarra, Carolina Deslandes, Calema, Beyoncé, tantos, tantos! Acho que bebo um bocadinho de todos eles! QUAIS CONSIDERAS OS MOMENTOS MAIS MARCANTES DA TUA CARREIRA ENQUANTO MÚSICO? Houve tantos! Mas o dia em que vi e toquei no meu primeiro CD, "Teu", jamais esquecerei.

HÁ ALGO DE QUE SINTAS FALTA DAQUELE TEMPO EM QUE NÃO TE RECONHECIAM NA RUA? Talvez, sim, apesar de já estar completamente habituado. Há sempre aqueles dias nos quais que me apetece sair de casa sem me arranjar minimamente (a chamada "preguiça"!) mas tenho noção de que a imagem é importante. Há também aqueles dias em que temos menos paciência ou que queremos estar completamente dedicados aos nossos amigos e nem sempre é fácil. Mas tenho noção de que o reconhecimento é essencial e uma honra. COMO É PARA TI LIDAR COM OS FÃS? É tão bom, tão bom, tão bom! Sinto-me um sortudo por ter esta oportunidade e tento aproveitá-la ao máximo, porque pode não durar para sempre. ÉS DAQUELAS PESSOAS QUE OUVE SEMPRE A MESMA PLAYLIST OU ADORAS DESCOBRIR NOVAS MÚSICAS? Tenho momentos e rituais! Por exemplo, de manhã adoro ouvir Ivete Sangalo, mas um álbum em particular! Tenho uma playlist para quando cozinho e outra para o banho. A música tem esse poder inacreditável de nos transportar para um determinado mood. No resto do dia, interesso-me por saber que músicas saíram e o que está trending. QUANTO A PROJETOS PARA O FUTURO, PODES CONTAR-NOS ALGUNS? Shhhiiu, nadinha. Mas vêm aí coisas boas!

PAULO SOUSA: Sessão de autógrafos no stand da Mais Educativa dia 5 de abril às 15h30.

abril 2019

maiseducativa.com

MEDIA PARTNER

ESPAÇO

T PARA AU

COM O APOIO

COMO SURGIU O TEU GOSTO PELA MÚSICA? Desde os 4 anos que ando em aulas de música. Na altura tinha aulas de piano, pelo que já desde tenra idade que a música faz parte da minha vida.

Ó G R A FO!



28

entrevista

PEDRO GONÇALVES Este rapaz talentoso já quase nasceu a cantar e a atuar. Participou no The Voice e desde muito cedo que trata os palcos por tu… Adora partilhar os covers que faz das suas músicas favoritas no Instagram, no Facebook e no Youtube: mas é ao vivo que diz sentir melhor o carinho e o feedback positivo dos fãs - e essa é, para Pedro Gonçalves, a melhor sensação do mundo! FAZER MÚSICA É UM SONHO QUE TENS DESDE PEQUENO? A música acompanhou-me desde muito cedo! O meu pai sempre me habituou a ouvir bandas como Queen e Pink Floyd, pelo que cresci rodeado de muita (boa) música! ! Os meus pais contam-me que, sempre que chegava do infantário, o meu hobbie era cantar as músicas que tinha aprendido durante o dia. Inscrevi-me também, muito cedo, nos Pequenos Cantores da Maia, muito acompanhado pela minha mãe, que sempre achou que eu tinha um gosto grande pelo canto. Portanto acho que se pode dizer que sim, que o sonho da música já nasceu comigo e foi crescendo ao longo do tempo.

abril 2019

maiseducativa.com

QUAIS FORAM OS TEUS PRIMEIROS “PALCOS”? CANTAVAS EM CASA, PARA A TUA FAMÍLIA OU AMIGOS? A minha primeira "atuação" foi com apenas 3 anos, no casamento de uns amigos dos meus pais. Subi ao palco e apoderei-me do microfone para cantar a música dos "Pókemon"! Sempre cantei muito em casa, em jantares de família, eventos especiais como o Natal, em que a minha avó fazia alguns teatrinhos com os netos para nos entreter, enquanto não chegava a tão esperada hora de abrir os presentes! Já na minha adolescência, comecei a cantar muito com amigos meus, nos intervalos da escola. Penso que foi essa a principal motivação para seguir música. Ver que as pessoas gostavam e queriam ouvir mais!


entrevista COMEÇASTE NO YOUTUBE. COMO FOI SALTAR DE DETRÁS DAS CÂMARAS PARA OS PALCOS? Foi das melhores experiências da minha vida! Eu adorava e adoro cantar para o YouTube, para o Instagram, ter o Feedback das pessoas. Mas ver a reação ao vivo, sentir o carinho de toda a gente que está lá a ouvir-me... É tão bom. Não troco nada por isso. Pelos olhares, pelos sorrisos. Sentir que as pessoas estão ali a viver aquele momento connosco e estão felizes, esquecendo tudo o resto, os problemas, as coisas más, é a melhor sensação do mundo.

29

artista, mas como pessoa, com ensinamentos tão importantes de WLZZVHZ [qV PJ}UPJHZ KH T ZPJH WVY[\N\LZH 6SOHUKV WHYH [YmZ H experiência foi também um pouco stressante. Mesmo tendo muita coisa boa, sinto que me deixei levar muitas vezes pela pressão, pelo que as pessoas iam pensar, não aproveitando tanto aquele palco e o que estava a fazer. Mas claro, é só um programa de televisão. Em nada ]HP KLÄUPY H JHYYLPYH KL HSN\tT 6 THPZ PTWVY[HU[L t TLZTV V [YHIHSOV pós-programa.

SE PUDESSES ESCOLHER ALGUÉM COM QUEM FAZER UM DUETO, QUALQUER PESSOA NO MUNDO, QUEM ESCOLHIAS? QUAL O TEU GÉNERO MUSICAL DE ELEIÇÃO? Essa é uma pergunta super difícil! Depende sempre do meu mood e Escolheria o Kanye West, sem hesitar! É um músico que eu admiro do que estou a fazer. No geral, penso que o que mais ouço é Pop/R&B mesmo muito. É um génio musical e era uma honra enorme algum dia e Rock. Mas ouço mesmo muito Hip-Hop, Trap, Metal, tantos géneros eu poder apenas sentar-me com ele numa mesa a falar de música. diferentes que é mesmo difícil escolher. Não costumo ser esquisito com música, desde que passe alguma mensagem, nem que seja a felicidade e a dança, eu estarei lá para ouvir e apreciar. A QUE ARTISTAS VAIS BUSCAR INSPIRAÇÃO? :qV ]mYPVZ VZ HY[PZ[HZ JVT X\L THPZ TL PKLU[PÄJV 5LZ[L TVTLU[V posso dizer que Ed Sheeran, James Arthur, The Weeknd, 6lack são as WYPUJPWHPZ PUÅ\vUJPHZ 6\ WLSHZ TLSVKPHZ V\ WLSHZ SL[YHZ :qV WLZZVHZ que me inspiram bastante. Mas adoro descobrir artistas novos, pessoas com tanto talento que me deixam mesmo feliz e inspirado para fazer mais e melhor música.

“Sentir que as pessoas estão ali a viver aquele momento connosco e que estão felizes, que esquecem tudo o resto: essa é a melhor sensação do mundo.”

E FORA DO MUNDO DA MÚSICA, QUEM MAIS TE INSPIRA? Tenho várias fontes de inspiração, mas sem referir cineastas ou escritores que me inspiram, penso que o meu avô é uma das pessoas X\L THPZ HKTPYV L X\L THPZ PUZWPYHsqV TL Km 6 TL\ H] [LT \TH QUAIS AS MÚSICAS QUE AGORA NÃO FALTAM NA TUA veia poética que eu adoro. PLAYLIST? FICAS MUITO NERVOSO ANTES DOS CONCERTOS? É As minhas Playlists, por norma, são sempre gigantes! Nunca consigo PIOR NOS GRANDES CONCERTOS OU NAQUELES MAIS escolher as músicas que mais gosto e acabo sempre por ter centenas de músicas! Neste momento, as que mais tenho ouvido, são a "Leave INTIMISTAS? :PU[V ZLTWYL HSN\THZ IVYIVSL[HZ UH IHYYPNH THZ UqV ÄJV T\P[V H 3PNO[ 6U KV ;VT >HSRLY H 3L[ 4L +V^U KH 1VYQH :TP[O L H I\Y` H ULY]VZV ÄJV THPZ HUZPVZV (UZPVZV KL WPZHY V WHSJV L ]LY H YLHsqV friend" da Billie Eilish. Mas, como disse, é muito difícil escolher! do público. Quando o concerto é maior, sinto até que é mais fácil do que um concerto intimista. Num concerto intimista sentimos mais os PODES REVELAR-NOS ALGUM PROJETO QUE TENHAS PARA olhares, as reações imediatas. Apesar de ser uma sensação incrível, O FUTURO? deixa-nos sempre mais nervosos, sempre a pensar "e se correr mal?". =LT Hx T\P[H JVPZH UV]H ,Z[V\ ÄUHSTLU[L H MHaLY H [YHUZPsqV KHZ Mas, sinceramente, essas borboletas aparecem antes das atuações. À covers para as minhas músicas, as minhas letras que sempre escrevi medida que vamos cantando, tudo parece que vai desaparecendo e só e quis partilhar com as pessoas que me seguem! Posso dizer que, brevemente, vai sair um dueto com um artista que eu adoro, um aproveitamos o momento ao máximo. amigo meu, para o qual já tive o prazer de compor algumas canções! COMO FOI A EXPERIÊNCIA DE PARTICIPAR NO THE VOICE? É esperar para ouvir. Entretanto, os meus singles vão continuar a sair, com a esperança de um álbum de originais no horizonte! Talvez em SENTES QUE APRENDESTE MUITO? Apesar de já ter alguns anos, é algo que ainda hoje me deixa muito feliz. 2020... quem sabe! Conheci pessoas incríveis e super talentosas. Cresci, não só enquanto

PEDRO GONÇALVES: Showcase no palco da Futurália pela Mais Educativa no dia 5 de abril às 14h00, com sessão de autógrafos no stand da Mais Educativa às 15h30.

COM O APOIO

MEDIA PARTNER

ESPAÇO PARA AUTÓGRAFO!


30 entrevista

Prof. Doutor Miguel Varela Diretor do ISG | Business & Economics School

O ISG | Business & Economics School impĂľe-se, desde 1978, como uma escola de referĂŞncia no contexto do ensino da gestĂŁo em Portugal. De entre as escolas de gestĂŁo, destaca-se pelo carĂĄter inovador da sua formação multidisciplinar, adaptada Ă s reais necessidades do mercado de trabalho. Esta ĂŠ uma escola que centra a sua atividade numa maior aproximação ao meio empresarial, atravĂŠs de parcerias com empresas nacionais com larga base de implantação no mercado. AlĂŠm disso, a aposta na geração de sinergias para um Ensino Superior ĂŠ um dos objetivos centrais. Com esta premissa em mente, o ISG THU[tT V ZL\ MVJV UH JVTWVULU[L JPLU[xĂ„JH HWSPJHUKV H H V\[YHZ MVYTHZ KL JVUOLJPTLU[V JHKH ]La THPZ WYVĂ„ZZPVUHSPaHU[LZ L MVJHSPaHKHZ U\TH }[PJH KL ZHILY MHaLY

O ISG foi pioneiro das Business School em Portugal. De que forma pode uma metodologia de ensino bastante prĂĄtica trazer mais-valias aos alunos? Continua a inovar nesta ĂĄrea de formação? O Ensino Superior tem mudado vertiginosamente nos Ăşltimos dez HUVZ (Z PUZ[P[\Ps LZ KL LUZPUV KL]LT ZLY WYVHJ[P]HZ UH KLĂ„UPsqV KH Z\H VMLY[H MVYTH[P]H 6 0:. MVYTH[H H Z\H VMLY[H MVYTH[P]H LT função das necessidades do mercado e do evoluir das variĂĄveis nĂŁo JVU[YVSm]LPZ 6 0:. VMLYLJL H[\HSTLU[L mYLHZ KL ZHILY PUV]HKVYHZ L Tt[VKVZ WLKHN}NPJVZ KPZY\W[P]VZ

Quais as maiores apostas, em termos de oferta formativa? O ISG foca a sua oferta formativa na årea das ciências económicas L LTWYLZHYPHPZ 6Z J\YZVZ JVUK\JLU[LZ H NYH\ HJHKtTPJV [vT H Z\H procura estabilizada mas tem existido procura crescente de formaçþes de menor duração, como cursos de pós-graduação e formação de L_LJ\[P]VZ X\LY WVY WHY[L PUKP]PK\HS X\LY WVY WHY[L KL VYNHUPaHs LZ KL ]mYPVZ ZL[VYLZ KL H[P]PKHKL

O investimento na internacionalização tem sido uma das caracterĂ­sticas que definem o ISG. Na prĂĄtica, como acontece esta aposta? 6 0:. [LT \TH LSL]HKxZZPTH [H_H KL PU[LYUHJPVUHSPaHsqV WLY[V KL ;LTVZ HS\UVZ KL ]HYPHKHZ UHJPVUHSPKHKLZ L \TH [H_H KL TVIPSPKHKL Z\WLYPVY H KHZ [\YTHZ Ă„UHSPZ[HZ X\L ]qV LT TVIPSPKHKL ,YHZT\Z ;HTItT ZVTVZ WYVJ\YHKVZ WVY HS\UVZ KL \UP]LYZPKHKLZ L\YVWLPHZ WHYH LZ[\KHYLT \T ZLTLZ[YL V\ \T HUV UV 0:. ;LTVZ KLaLUHZ KL protocolos internacionais nesse sentido, nĂŁo sĂł na Europa como nos ,<(

abril 2019

maiseducativa.com

O principal no ensino ĂŠ a transmissĂŁo de competĂŞncias (soft e hard skills X\L WLYTP[HT HV HS\UV H HKHW[HsqV H ZP[\Hs LZ ZLTWYL UV]HZ KL]PKV n KPUoTPJH KVZ TLYJHKVZ H[\HPZ ( LZWLJPHSPaHsqV t PTWVY[HU[L THZ H JHWHJPKHKL KL PU[LYWYL[HY KPMLYLU[LZ YLHSPKHKLZ L H Ă…L_PIPSPKHKL ZqV H[\HSTLU[L HPUKH THPZ PTWVY[HU[LZ UH JVTWL[P[P]PKHKL 6 LUZPUV prĂĄtico, (com base em case studies WVY ZP Z} UqV t Z\Ă„JPLU[L ZLT LU[LUKLY VZ WYLZZ\WVZ[VZ L HZ YHxaLZ KHZ [LVYPHZ IHZL 6 ,UZPUV :\WLYPVY LT LZWLJPHS V \UP]LYZP[mYPV KL]L [LY LZZH WYLVJ\WHsqV

A ligação do ISG Ă s empresas ĂŠ entendida como um reconhecimento do bom trabalho que tem sido levado a cabo? O ISG tem uma das mais elevadas taxas de empregabilidade nacional a nĂ­vel das ciĂŞncias econĂłmicas e empresariais, de acordo com os KHKVZ VĂ„JPHPZ *SHYV X\L ZL [YH[H KL \T YLĂ…L_V KV IVT KLZLTWLUOV KVZ UVZZVZ NYHK\HKVZ UV TLYJHKV KL [YHIHSOV ;LTVZ ZLTWYL presente a necessidade de uma aproximação constante Ă s empresas e VYNHUPaHs LZ LT NLYHS ;LTVZ THPZ KL \TH JLU[LUH KL WYV[VJVSVZ JVT diversas organizaçþes de mĂşltiplos setores de actividade e dispomos KL \T NHIPUL[L KL LZ[mNPVZ X\L [LT JVTV TPZZqV JVSVJHY VZ UVZZVZ KPWSVTHKVZ UV TLYJHKV KL [YHIHSOV 0UJS\ZP]HTLU[L T\P[HZ ]LaLZ HZ LTWYLZHZ WYVJ\YHT HS\UVZ KV 0:. HPUKH JVTV Ă„UHSPZ[HZ WHYH LZ[mNPVZ UHZ KP]LYZHZ mYLHZ KH NLZ[qV KLZKL VZ YLJ\YZVZ O\THUVZ Ă„UHUsHZ THYRL[PUN L WYVK\sqV L SVNxZ[PJH



32 entrevista

ECL - ESCOLA DE COMÉRCIO DE LISBOA A ESCOLA DE COMÉRCIO DE LISBOA ESTÁ DE PARABÉNS! JÁ PODE SER CONSIDERADA UMA ESCOLA COM HISTÓRIA?

Sim! Ao longo destes 30 anos, fomos criando a nossa história. Começámos as celebrações com um evento chamado 30 anos de Visão Europeia. A escola foi criada a partir de um programa comunitário, o Programa Petra. O primeiro curso que tivemos foi o Curso de Técnico do Comércio, muito semelhante à tradição francesa LT [LYTVZ KL MVYTHsqV WYVÄ ZZPVUHS (WYV]LP[HTVZ V MHJ[V KL [LYTVZ connosco, através de um programa de parcerias estratégicas, escolas de muitos países. Os festejos do aniversário começaram, assim, em conjunto com estes parceiros de vários pontos da Europa. Foi um bom ponto de partida. Tivemos os 30 anos a comunicar, evento onde lançamos o nosso novo site. Este conta a história da escola. Inclui um diagrama onde elegemos, para cada ano, um marco relevante: desde a génese da escola, à criação da primeira empresa de treino… 5V Ä UHS KL THYsV HWYLZLU[HTVZ 30 anos ao serviço do Comércio. Convidamos várias personalidades ligadas ao comércio para falar, aos nossos alunos, sobre as tendências do mercado e o crescimento e desenvolvimento que o comércio tem tido nos últimos anos. Lisboa está na moda! E o comércio e turismo estão de mãos dadas, logo tem de haver uma evolução. Na Futurália, vamos ter o HUVZ H MVYTHY WYVÄ ZZPVUHPZ. Achamos que é bom celebrar e é isso mesmo que vamos estar a fazer no nosso stand. Em maio, temos o evento 30 anos de histórias. Convidamos pessoas que cá estiveram desde a formação da escola - antigos alunos, empresários... - e que têm acompanhado diferentes momentos da sua vida. Vêm contar aos nossos estudantes as histórias que foram vivendo aqui. Em junho, temos o 30 anos de viagens. Desde a criação desta escola que os alunos têm a possibilidade de fazer estágios internacionais. Fomos seguindo todos os programas de internacionalização e somos a escola de ensino não superior com maior volume de mobilidades temos cerca de 100 por ano. No rácio de 500 alunos, é fantástico. Em julho, ainda neste ano letivo, recebemos o 30 anos de sabores. Convidamos o nosso fórum de empresários a vir saborear as conceções dos alunos de Cozinha e o serviço dos alunos de Restaurante. A abrir o nosso ano letivo, vamos ter o 30 anos a alargar horizontes uma celebração para acolher os novos alunos, para que eles se sintam na família ECL e percebam quais os nossos valores, a nossa estratégia. As celebrações do aniversário terminam com o 30 anos a criar futuro, marcado para o dia 16 de outubro. É exatamente o dia em que fazemos 30 anos. Presente vai estar Xavier Aragay, que tem feito um grande trabalho com as escolas do Grupo Ensinus. Vamos ter turmas de vários anos, a debater entre si. Temos muito boa relação com antigos alunos, mesmo com a primeira turma da escola. Alguns deles tornaram-se empresários e, muitas vezes, trabalham em empresas que são nossas parceiras. abril 2019

maiseducativa.com

Drª Piedade Redondo Pereira Diretora da Escola de Comércio de Lisboa

Envolvemos sempre os alunos nestes acontecimentos. Eles próprios ajudam na organização. Para nós, é muito importante o sentimento de pertença.

ALARGARAM A VOSSA OFERTA FORMATIVA: ESTA QUESTÃO ACONTECE POR UMA NECESSIDADE DO MERCADO OU POR UMA PROCURA DOS ALUNOS?

É um misto. Trabalhamos muito as questões do serviço e considerámos que podíamos alargar a nossa oferta formativa a cursos que prestassem outro tipo de serviços. Aí surgem os cursos ligados ao Turismo. Neste caso, havia muita procura por parte das empresas - que nos diziam que era uma pena não termos cursos ligados a essa área. Pensámos que seria interessante abrir Restaurante-Bar e Receção Hoteleira. Depois, percebemos que havia uma grande procura - tanto das empresas quanto dos jovens - por Cozinha . Achámos que era \T KLZHÄ V MHU[mZ[PJV ,U[qV HIYPTVZ WLSH WYPTLPYH ]La *VaPUOH L Pastelaria e Operações Turísticas.

NA ECL, A FORMAÇÃO EM CONTEXTO DE TRABALHO É CONTÍNUA. COMO FUNCIONA ESTA QUESTÃO NA PRÁTICA?

Os estágios são repartidos pelos três anos: em cada ano letivo o aluno tem um período de formação em contexto de trabalho, todos eles com duração de 6 semanas. Este vaivém entre a escola e a empresa faz JVT X\L LSLZ JYLZsHT LUX\HU[V WLZZVHZ L WYVÄ ZZPVUHPZ *VTLsHTVZ desde que eles entram na escola, a prepará-los para este momento: têm várias atividades que os vão capacitando. Depois, damos muita liberdade na escolha do local do estágio. O comércio é muito heterogéneo e cada um deles pode escolher a área, o formato de comércio e a empresa onde quer trabalhar. São eles que têm de procurar o estágio e formalizar os requisitos, Queremos que desenvolvam a capacidade de procurar emprego e que ganhem responsabilidade pela sua escolha. Os alunos são o nosso cartão de visita e a qualidade do seu trabalho alarga muito os nossos contactos.

A APOSTA NA INTERNACIONALIZAÇÃO TEM DADO FRUTOS?

Nos estágios a nível europeu, cada aluno escolhe o ramo de atividade onde quer estagiar - e pode escolher a empresa. Nós tentamos, com um parceiro que temos em cada cidade onde os estágios têm lugar, concretizar os desejos do aluno. Quando são aceites, temos um professor que os acompanha até ao local onde vão estagiar e outro que trata da avaliação. A experiência tem sido muito positiva. Além disso, com os meios de comunicação que temos hoje, estamos sempre contactáveis. 8\HUKV LSLZ ]qV LZ[HNPHY Ä JHT LT JHZH KL MHTxSPHZ 0ZZV t }[PTV WHYH o desenvolvimento de ainda mais competências sociais e linguísticas.



34 entrevista

INSTITUTO DAS PROFISSÕES E TECNOLOGIAS Grupo Ensinus aposta além-fronteiras Abriu em setembro de 2018, UH .\PUt )PZZH\ V 0UZ[P[\[V KHZ 7YVÄ ZZ LZ e Tecnologias. A oferta formativa contemplava 13 cursos, todos eles com a melhoria dos conhecimentos e o domínio da língua portuguesa em mente. Martilene dos Santos, administrador delegado desta nova instituição de ensino, fala-nos dos resultados desta ambiciosa aposta.

O IPT JÁ FUNCIONA DESDE SETEMBRO! ESTES ÚLTIMOS MESES TÊM FUNCIONADO DE ACORDO COM AS EXPECTATIVAS INICIAIS?

Sim. Somos uma escola recente na Guiné-Bissau e lançámos cursos bastante inovadores, não tradicionais – como Técnico de Inspetores de Pesca Industrial e Artesanal, Técnico de Controlo de Qualidade Alimentar, Técnico de Sistemas de Saneamento e Tratamento de Água, Técnico Auxiliar de Saúde... Estamos bastante satisfeitos com estes 6 meses. Parece que já passaram muitos anos, porque estamos a marcar a nossa presença forte no mercado da Guiné-Bissau e conseguimos arrancar com 6 cursos. Além dos cursos, já começamos a fazer formação para empresas. A MTN (maior empresa de telecomunicações no continente africano) já tem colaboração connosco. Recrutam alunos nossos para irem trabalhar lá – e nós conseguimos chegar-nos à frente e dar aos estudantes um curso de eletricidade e comunicações, formação essa que é nova também. Queremos alunos que são formados localmente mas que são alunos NSVIHPZ 7YVJ\YHTVZ [VKVZ VZ KPHZ MVY[PÄ JHY LZZH JVTWVULU[L

APESAR DE JÁ TEREM UMA OFERTA FORMATIVA VASTA, VÃO ALARGÁ-LA. ISTO ACONTECE PORQUÊ? POR UMA NECESSIDADE DO MERCADO OU POR UMA PROCURA POR PARTE DOS ALUNOS?

A procura surge de ambos os lados. O mercado pede uma escola de qualidade e os alunos também precisam de uma boa formação, então há essa combinação. Procurámos, desde o início, fazer um diagnóstico do setor. Quando o fazemos apuramos fatores desde a qualidade da oferta, as ULJLZZPKHKLZ KH WYVJ\YH ¶ L H UVZZH JHWHJPKHKL WVYX\L Ä _HTVZ um nível sempre elevado (quer para os nossos formandos como para os alunos). Procuramos ter capacidade, a nível interno e dos nossos docentes, de dar uma formação desejada pelos nossos alunos. Não lançamos cursos só para corresponder à procura do mercado, procuramos ter o perfeito casamento entre essas duas situações.

abril 2019

maiseducativa.com

ALÉM DE ALUNOS FORMADOS NA VOSSA ESCOLA, AS EMPRESAS TAMBÉM PROCURAM – JUNTO A VÓS – ENRIQUECER A FORMAÇÃO DOS SEUS PRÓPRIOS TRABALHADORES. COMO SURGE ESTE INTERESSE?

As empresas precisam de formar os seus quadros e nós também somos uma entidade que procura, na sua essência, combater o [YHIHSOV UqV X\HSPÄ JHKV Queremos elevar os indicadores da Guiné Bissau, mas isso só se consegue com capacitação forte da mão-de-obra, com a formação dos recursos humanos que a empresa já tem. Na estrutura do IPT, temos várias salas onde damos estas formações. Temos cursos de duas semanas, um mês, dois meses – desenhamos a formação em função da necessidade da empresa.

O IPT PODE TRAZER UMA MUDANÇA AO PANORAMA ECONÓMICO E SOCIAL DO PAÍS?

O nosso compromisso é esse mesmo. Estamos a conseguir bons resultados, mas a meta ainda está longe. Não obstante as pessoas pensarem que já estamos muito bem, ainda não estamos satisfeitos, queremos muito mais. 6 KLZHÄ V H X\L UVZ WYVWVTVZ t L_PNLU[L L [LTVZ KL [YHIHSOHY! UqV nos acomodarmos com esses sinais. Vamos lançar já, no próximo ano, o ISG da Guiné-Bissau – que será uma Business School. Como o IPT está a ser uma referência, uma escola modelo, esta escola também o vai ser. Vamos apontar para isso. Temos tido, ao longo destes meses, uma grande distinção - e ainda agora começámos! O ISG vai surgir na sequência da dinâmica do grupo e da necessidade da Guiné-Bissau, que não tem nenhuma business school. Para ter JYLZJPTLU[V LML[P]V WYLJPZHTVZ KL X\HU[PÄ JHY HX\PSV X\L LZ[HTVZ a fazer e capacitar as pessoas.

PARA QUANDO ESTÁ MARCADO O INÍCIO DESSE NOVO PROJETO?

Para o próximo ano. Existe muita procura. Neste momento, estamos a organizar a nossa casa para proporcionamos melhores condições. No edifício do IPT, temos um espaço que pode acomodar o ISG. Vamos passar a ter duas escolas e facultar tanto o estudo de gestão JVTV V LZ[\KV KHZ WYVÄ ZZ LZ



36 entrevista

INETE

Instituto de Educaรงรฃo Tรฉcnica O que mais se destaca nestes 30 anos de existรชncia? O INETE รฉ uma escola com histรณria hรก muitos aniversรกrios atrรกs. Foi H WYPTLPYH LZJVSH WYVร ZZPVUHS KL 3PZIVH L H ZLN\UKH H Ux]LS UHJPVUHS ;LTVZ T\P[V VYN\SOV ULZ[LZ MHJ[VZ L [HTItT UH MVYTH JVTV [LTVZ ]P]PKV LZ[LZ HUVZ i T\P[V KPMxJPS KLZ[HJHY TVTLU[VZ [HU[VZ ZqV VZ THYJVZ L HZ YLJVYKHsย LZ (WLZHY KPZZV KLZ[HJV H T\KHUsH WHYH HZ PUZ[HSHsย LZ H[\HPZ WVPZ PZZV WLYTP[P\ V JYLZJPTLU[V L KLZLU]VS]PTLU[V KH LZJVSH L V PUxJPV KVZ J\YZVZ [LJUVS}NPJVZ UHZ mYLHZ KL ,SL[Y}UPJH 0UMVYTm[PJH 4LJH[Y}UPJH L 4LJoUPJH (\[VT}]LS -VP KL MHJ[V \T TVTLU[V KL ]PYHNLT UH ]PKH KH LZJVSH 5LZ[L L_LYJxJPV KL TLT}YPH KLZ[HJV HPUKH VZ WYtTPVZ NHUOVZ LT JVUJ\YZVZ L_[LYUVZ JVTV V *HTWLVUH[V KL 9VI}[PJH V 9VIV[ 7HY[` V -(8;6: ,SL[Y}UPJH V ;LJSH L ;VWHZ 0UMVYTm[PJH V 4VU[LWPV (JYLKP[H 7VY[\NHS ร [PJH V 0UV]H .LZ[qV V ;VKVZ *VU[HT *VU[HIPSPKHKL L .LZ[qV L [HU[VZ V\[YVZ +LZ[HJV HPUKH VZ PUย TLYVZ WYVQL[VZ [tJUPJVZ L J\S[\YHPZ VZ HS\UVZ L KVJLU[LZ LT TVIPSPKHKLZ PU[LYUHJPVUHPZ H H[YPI\PsqV KV :LSV =,; *OHY[LY L THPZ YLJLU[LTLU[L V ZLSV KL ,ZJVSH , ;^PUUPUN 5qV WVZZV KLP_HY KL KHY \T LUVYTL KLZ[HX\L HV MHJ[V KL ZLYTVZ ,ZJVSH HZZVJPHKH KH <5,:*6 KLZKL V X\L T\P[V UVZ OVUYH L UVZ YLZWVUZHIPSPaH 6\ HPUKH HZ THPZ KL WHYJLYPHZ UHJPVUHPZ L VZ WHYJLPYVZ PU[LYUHJPVUHPZ i PTWVZZx]LS YLZ\TPY HUVZ KL OPZ[}YPH [qV PU[LUZHTLU[L ]P]PKH *VU[\KV WLUZV X\L V THPZ PTWVY[HU[L t KLZ[HJHY HZ WLZZVHZ X\L [vT HQ\KHKV UH JVUZ[Y\sqV KV 05,;,! HZ M\UKHKVYHZ KLZ[L WYVQL[V WVY [LYLT [VYUHKV LZ[H LZJVSH LZ[L ZVUOV \TH YLHSPKHKL" VZ HKTPUPZ[YHKVYLZ L KPYL[VYLZ WLSH Z\H ]PZqV HWVZ[H L KLKPJHsqV" VZ WYVMLZZVYLZ WLSV ZL\ LTWLUOV L X\HSPKHKL KV [YHIHSOV KLZLU]VS]PKV" VZ M\UJPVUmYPVZ WVY ]LZ[PYLT H JHTPZVSH L WVY MHaLYLT H KPMLYLUsH" VZ HS\UVZ L Z\HZ MHTxSPHZ WVY UVZ [LYLT JVUร HKV H JVUZ[Y\sqV KV ZL\ WYVQL[V KL ]PKH WLZZVHS L WYVร ZZPVUHS L WVY HJYLKP[HYLT UV UVZZV WYVQL[V L JSHYV HZ LTWYLZHZ L HZ HZZVJPHsย LZ LTWYLZHYPHPZ UV M\UKV [VKHZ HZ VYNHUPaHsย LZ X\L [vT WHY[PSOHKV LZ[L JHTPUOV L HQ\KHKV UV UVZZV JYLZJPTLU[V L KLZLU]VS]PTLU[V <TH LZJVSH Z} ZL JVUZ[Y}P JVT HZ WLZZVHZ L WHYH HZ WLZZVHZ L ZqV LSHZ X\L TLYLJLT ZLT Kย ]PKH V THPVY KLZ[HX\L

Drยช Fernanda Torres Diretora do INETE

KV WYVJLZZV KL LUZPUV HWYLUKPaHNLT L WYVWVYJPVUH H JVUZ[Y\sqV KL Z}SPKVZ WYVQL[VZ KL ]PKH WLZZVHPZ HJHKtTPJVZ L WYVร ZZPVUHPZ *VTV LZJVSH WYVร ZZPVUHS ULJLZZP[HTVZ KL LZ[HY JVUZ[HU[LTLU[L H[LU[VZ n L]VS\sqV KH ZVJPLKHKL LT NLYHS L KV TLYJHKV KL [YHIHSOV LT WHY[PJ\SHY HZZPT JVTV H \TH YLJVYYLU[L H[\HSPaHsqV KL WLYร Z WYVร ZZPVUHPZ L KVZ JVUOLJPTLU[VZ [tJUPJVZ L JPLU[xร JVZ ,T [LYTVZ TL[VKVS}NPJVZ [LTVZ KLZLU]VS]PKV \T LUVYTL [YHIHSOV KL PUV]HsqV WLKHN}NPJH UVZ ย S[PTVZ HUVZ ([LU[H nZ ULJLZZPKHKLZ KL PUV]HsqV LK\JH[P]H KHZ Z\HZ LZJVSHZ 6 .Y\WV ,5:05<: SHUsV\ ZL ULZ[L WYVJLZZV KL [YHUZMVYTHsqV KLZKL 0UPJPmTVZ LZ[L WYVJLZZV KL YLร L_qV L [YHUZMVYTHsqV WHYH SHUsHY HZ IHZLZ KL \T UV]V TVKLSV WLKHN}NPJV LT WHYJLYPH JVT H LX\PWH KV WYVM ?H]PLY (YHNH` ,ZJVSHZ 1LZ\x[HZ KL )HYJLSVUH ,Z[HTVZ UV ZLN\UKV HUV KL [YHIHSOV JVU[PU\HUKV V ZVUOV KL THPZ L TLSOVY LZJVSH THPZ L TLSOVY LK\JHsqV 0U[LNYmTVZ [HTItT V 7YVQL[V 7PSV[V KL (\[VUVTPH L -SL_PIPSPKHKL *\YYPJ\SHY 6 05,;, [LT LZ[HKV UH SPUOH KH MYLU[L ULZ[L WYVJLZZV KL PUV]HsqV WLKHN}NPJH ;LT ZPKV \TH L_WLYPvUJPH KLZHร HU[L TV[P]HKVYH L X\L YLZWVUKL HVZ HUZLPVZ KL WYVMLZZVYLZ L HS\UVZ <TH L_WLYPvUJPH [YHUZMVYTHKVYH

Que cursos tรชm tido mais procura? 6 05,;, MVYTV\ LZ[L HUV H Z\H WYPTLPYH HS\UH KV *\YZV ;tJUPJV KL 4HU\[LUsqV 0UK\Z[YPHS ยถ 4LJH[Y}UPJH (\[VT}]LS ZP[\HsqV X\L T\P[V UVZ VYN\SOH *VU[\KV NVZ[HYPH KL YLMLYPY X\L Qm MVYTmTVZ H[t HV TVTLU[V HS\UHZ LT mYLHZ [tJUPJHZ LSL[Y}UPJH TLJH[Y}UPJH LULYNPHZ YLUV]m]LPZ [LSLJVT\UPJHsย LZ PUMVYTm[PJH L TLJH[Y}UPJH H\[VT}]LS HZ X\HPZ TLYLJLT [HTItT \TH WHSH]YH KL LUVYTL YLJVUOLJPTLU[V :qV QV]LUZ YHWHYPNHZ H ]LUJLY LZ[LYL}[PWVZ SPTP[Hsย LZ L YLZ[YPsย LZ U\TH [LU[H[P]H KL KPTPU\PY H KPZ[oUJPH LU[YL NtULYVZ L H ZPUNYHY LT WYVร ZZย LZ HPUKH LYYHKHTLU[L WLYJLJPVUHKHZ JVTV ยบTHZJ\SPUHZยป 5\TH LZJVSH VUKL KVZ HS\UVZ ZqV KV NtULYV THZJ\SPUV LZ[H t \TH X\LZ[qV T\P[V PTWVY[HU[L WHYH U}Z 5VZ ย S[PTVZ HUVZ VZ J\YZVZ JVT THPZ WYVJ\YH ZqV VZ KL 0UMVYTm[PJH L 4LJH[Y}UPJH (\[VT}]LS :L [LU[HYTVZ SPNHY HZ K\HZ WHY[LZ KH X\LZ[qV WVKLTVZ Hร YTHY X\L LZ[LZ J\YZVZ JVU[PU\HT H ZLY MYLX\LU[HKVZ THPVYP[HYPHTLU[L WVY YHWHaLZ HWLZHY KVZ WYVNYLZZVZ 5H JLSLIYHsqV KVZ (UVZ WLUZmTVZ Que pilares diferenciam esta escola e a sua metodologia de U\TH JLYPT}UPH X\L KLZZL YLSL]V nZ UVZZHZ QV]LUZ KPWSVTHKHZ LT WYVร ZZย LZ [LJUVS}NPJHZ L ]HTVZ MHav SV JVT VZ UVZZVZ WHYJLPYVZ ensino? 6 05,;, KLร UP\ LP_VZ KL H[\HsqV M\UKHTLU[HPZ! \TH LZJVSH KL :LY]PYm ZPT\S[HULHTLU[L KL JLSLIYHsqV L ZLUZPIPSPaHsqV WHYH V [LTH L_JLSvUJPH X\HSPKHKL VUKL [VKVZ HWYLUKLT PUJS\ZqV X\L MVYTH JPKHKqVZ NSVIHPZ PU[LYUHJPVUHSPaHsqV X\L WYVJ\YH UV]HZ ZVS\sย LZ O que se pode esperar de um aluno que frequente o INETE? [LJUVS}NPJHZ L WLKHN}NPJHZ PUV]HsqV JLU[YHKH UH WLZZVH X\L ]P]L *VTWL[vUJPH H[P[\KL WYVร ZZPVUHS L MVYTHsqV O\THUH -VYTHTVZ UVZ UVZZVZ HS\UVZ PKLU[PKHKL L J\S[\YH ( KLZPNUHsqV ยธLK\JHsqV HS\UVZ H\[}UVTVZ L ร L_x]LPZ JHWHaLZ KL HNPY WVY ZP WY}WYPVZ KL ZL [tJUPJHยน [YHK\a H ร SVZVร H KV WYVQL[V! LK\JHY WHYH HStT KL LUZPUHY H\[VJVUOLJLY L KL LZ[HY H[LU[VZ HV T\UKV X\L VZ YVKLPH 6Z UVZZVZ LK\JHY WHYH H HsqV ,TIVYH L]PKLUJPL H PTWVY[oUJPH KV ZHILY MHaLY HS\UVZ ZqV JHWHaLZ KL ZL HKHW[HY H UV]HZ ZP[\Hsย LZ ZqV WLYZPZ[LU[LZ UqV PNUVYH ULT TPUPTPaH H PTWVY[oUJPH KV ZHILY KV ZHILY ZLY L KV L YLZPSPLU[LZ JHWHaLZ KL YLZVS]LY WYVISLTHZ L KL LUJVU[YHY ZVS\sย LZ ZHILY ]P]LY Q\U[VZ +LZKL H Z\H JYPHsqV V 05,;, [LT L]PKLUJPHKV :qV WLZZVHZ JYPH[P]HZ JHWHaLZ KL NLYHY UV]HZ PKLPHZ UV]HZ ZVS\sย LZ \TH LUVYTL WYLVJ\WHsqV JVT HZ JVTWL[vUJPHZ [tJUPJHZ ZLT JYPHY UV]VZ JLUmYPVZ JVTV YLZWVZ[H H YLHSPKHKLZ JHKH ]La THPZ KLZJ\YHY H MVYTHsqV PU[LNYHS KV HS\UV :VTVZ \TH LZJVSH O\THUPZ[H JVTWSL_HZ :qV JVT\UPJH[P]VZ L JVVWLYHU[LZ WYVร ZZPVUHPZ L JPKHKqVZ JVUZJPLU[L KH JVT\UPKHKL LT X\L UVZ PUZLYPTVZ L KVZ KLZHร VZ KH KV ZtJ\SV ??0 UVZZH JVU[LTWVYHULPKHKL <TH LZJVSH X\L Wย L H WLZZVH UV JLU[YV abril 2019

maiseducativa.com



38 entrevista

A EPAR está de cara lavada e tem novas instalações: depois de ter sido, em 2017, adquirida pelo Grupo ENSINUS, mudou-se agora para o n.º 9 do Largo do Leão, no coração de Lisboa. Ampliou a sua estrutura, renovou a equipa e traçou grandes objetivos de melhoria contínua. A Mais Educativa falou com a Administradora do Grupo Ensinus, Dra. Teresa Damásio, para entender o que muda e o que se mantém nesta escola de referência.

Profª Drª. Teresa do Rosário Damásio Administradora do Grupo Ensinus

A EPAR MUDOU DE INSTALAÇÕES, ESTANDO ESTA ESCOLA JÁ TEM MUITOS ANOS DE HISTÓRIA: AGORA NUM ESPAÇO MAIS CENTRAL DE LISBOA. EXISTE DESDE 1992. O QUE SE MANTÉM E O QUE MUDA DEPOIS DE TER SIDO ADQUIRIDA PELO O QUE ESTÁ DIFERENTE? 8\PZLTVZ YLX\HSPÄJHY H LZJVSH ( ,7(9 MVP HKX\PYPKH WLSV .Y\WV GRUPO ENSINUS? ,UZPU\Z LT HNVZ[V KL X\HUKV MHS[H]HT TLUVZ KL K\HZ ZLTHUHZ WHYH V PUxJPV KV HUV SL[P]V *VT\UPJHTVZ KL PTLKPH[V HVZ LUJHYYLNHKVZ KL LK\JHsqV L n UVZZH JVT\UPKHKL LK\JH[P]H X\L LZ[H]HTVZ H YLJVUKPJPVUHY V\[YV LKPMxJPV UV 3HYNV KV 3LqV WHYH VUKL H LZJVSH ZL T\KHYPH UV HUV ZLN\PU[L 5LZ[L TVTLU[V UqV [LTVZ [VKVZ VZ J\YZVZ H M\UJPVUHY L UqV [PUOHTVZ WVZZPIPSPKHKL KL]PKV nZ HU[PNHZ PUZ[HSHs LZ 5LZ[L LKPMxJPV ]HTVZ JVUZLN\PY H\TLU[HY ZPNUPÄJH[P]HTLU[L H VMLY[H LK\JH[P]H L HWVZ[HY UH PU[LYUHJPVUHSPaHsqV V\[YV KHZ UVZZHZ NYHUKLZ VIQL[P]VZ 7HYH WVKLYTVZ YLJLILY VZ UVZZVZ WHYJLPYVZ KL ,YHZT\Z WYLJPZHTVZ KL \T LZWHsV JVUKPNUV 5LZ[L UV]V LKPMxJPV [LTVZ HZ PUMYHLZ[Y\[\YHZ ULJLZZmYPHZ WHYH KHY JVYWV HV WYVQL[V KL H\[VUVTPH KH ÅL_PIPSPKHKL J\YYPJ\SHY ,ZWHsVZ MxZPJVZ VUKL VZ HS\UVZ WVKLT [YHIHSOHY VZ ZL\Z WYVQL[VZ ZHSHZ KL HS\UVZ ZHSHZ KL WYVMLZZVYLZ ZHSHZ [LJUVS}NPJHZ ;\KV V X\L t WYLJPZV WHYH WV[LUJPHY H HWYLUKPaHNLT L JVUZVSPKHY HZ JVTWL[vUJPHZ KVZ LZ[\KHU[LZ

6Z ]HSVYLZ KL X\LT M\UKV\ H LZJVSH LYHT T\P[V ZLTLSOHU[LZ HVZ UVZZVZ! ]PHT H LK\JHsqV KH TLZTH MVYTH X\L U}Z H ]LTVZ JVTV \T ZLY]PsV HVZ JPKHKqVZ L \TH MVYTH KL TLSOVYHY L KLZLU]VS]LY V UVZZV WHxZ 8\HU[V n LX\PWH LZZH t UV]H L HS[HTLU[L TV[P]HKH :qV JVLZVZ L [vT [VKVZ V LZWxYP[V KH LZJVSH ( ,7(9 HPUKH t WLX\LUH UV LU[HU[V [LTVZ JHWHJPKHKL L H\[VYPaHsqV WHYH [LY THPZ H [\YTHZ ,Z[HTVZ H YHIHSOHY WHYH X\L THPZ HS\UVZ WLYJLJPVULT X\L ZVTVZ \TH NYHUKL LZJVSH

QUANTO À APOSTA NA INTERNACIONALIZAÇÃO, EM QUE MEDIDA VEM O PROGRAMA KA2 INCENTIVAR ESSE PARADIGMA?

<TH KHZ THYJHZ KLZ[H LZJVSH t H Z\H PU[LYUHJPVUHSPaHsqV H Z\H LUVYTL WYLVJ\WHsqV LT [YHIHSOHY LT WYVQL[VZ PU[LYUHJPVUHPZ ,Z[HTVZ H [YHIHSOHY UH MVYTHsqV KV UVZZV JVYWV KVJLU[L 7HYH MHaLYTVZ \T IVT [YHIHSOV t PTWVY[HU[L X\L [LUOHTVZ ILT JVUZVSPKHKVZ VZ PKLHPZ L\YVWL\Z LT [VKVZ VZ X\L MHaLT WHY[L KV TÊM UMA NOVA IMAGEM E UM NOVO LOGO, ESSA UVZZV WYVQL[V LK\JH[P]V (ZZ\TPTV UVZ JSHYV JVTV \T WYVQL[V MUDANÇA TAMBÉM MARCA UM RECOMEÇO S\Z}MVUV THZ ZVTVZ HU[LZ KL THPZ \T WYVQL[V L\YVWL\

PARA A ESCOLA?

9LTVKLSHTVZ H THYJH V ZP[L [VKVZ VZ TLPVZ KL JVT\UPJHsqV t V UVZZV HUV KH YLUV]HsqV ;LTVZ H HTIPsqV KL YLWVZPJPVUHY HZ UVZZHZ THYJHZ KL UVZ [VYUHYTVZ \TH YLMLYvUJPH UH LK\JHsqV LT 7VY[\NHS 7HYH PZZV WYLJPZHTVZ KL UV]HZ PUZ[HSHs LZ KL \TH PTHNLT TVKLYUH HYYVQHKH KL IVHZ LX\PWHZ KL IVUZ HS\UVZ KL Z\JLZZV LZJVSHY! ZqV WYLJPZHZ [VKHZ LZ[HZ ]LY[LU[LZ

abril 2019

maiseducativa.com

QUANTO AO NÍVEL DO ENSINO PROFISSIONAL: TEM SIDO FEITO UM BOM TRABALHO OU AINDA HÁ UM LONGO CAMINHO A PERCORRER?

(V Ux]LS KHZ UVZZHZ LZJVSHZ [LTVZ MLP[V \T NYHUKL [YHIHSOV ,Z[HTVZ H HWVZ[HY T\P[V UH MVYTHsqV KV UVZZV JVYWV KVJLU[L 8\LYLTVZ ZLY HZ TLSOVYLZ LZJVSHZ KL ,UZPUV 7YVÄZZPVUHS LT 7VY[\NHS THZ JVT \TH WHY[PJ\SHYPKHKL PTWVY[HU[L! NVZ[HTVZ X\L L_PZ[HT T\P[HZ LZJVSHZ L X\L [VKHZ LSHZ ZLQHT IVHZ UqV X\LYLTVZ ZLY HZ UPJHZ


ACREDITA EM TI! ENSINO PROFISSIONAL 3 ANOS + ESTÁGIOS

NÍVEL 4 – 12.º ANO

CURSO DE TÉCNICO DE TURISMO CURSO DE TÉCNICO DE GESTÃO (VARIANTE RECURSOS HUMANOS) CURSO DE TÉCNICO DE MULTIMÉDIA CURSO DE TÉCNICO DE APOIO PSICOSSOCIAL CURSO DE TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO, MARKETING, RELAÇÕES PÚBLICAS E PUBLICIDADE

CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO 2 ANOS + ESTÁGIO

TIPO 2 – 9.º ANO DE ESCOLARIDADE

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO EMPREGADO DE RESTAURANTE/BAR

CURSOS DE APRENDIZAGEM 3 ANOS

12.º ANO DE ESCOLARIDADE

TÉCNICO DE RELAÇÕES LABORAIS TÉCNICO DE COMUNICAÇÃO E SERVIÇO DIGITAL Idade inferior a 25 anos, 9.º ano de escolaridade ou equivalente ou Ensino Secundário incompleto ou equivalente

BOLSA PARA MATERIAIS DE ESTUDO

SUBSÍDIO DE ALIMENTAÇÃO

BOLSA DE PROFISSIONALIZAÇÃO

DESPESAS DE TRANSPORTE

(desenvolvidos pelo INAE – Instituto Nacional de Aprendizagem e Ensino, S.A., a decorrer nas instalações da EPAR)

LARGO DO LEÃO, N.º 9 1000 - 188 LISBOA TEL: (+351) 21 764 76 06 EMAIL: INFO@EPAR.PT

ZZZ HSDU SW


40

música

TEXTO: Sónia Costa FOTOS: Cedidas pela entrevistada

Guilherme Alface, João Direitinho e Mário Monginho: estes três miúdos alentejanos são pano para mangas! Depois de correrem as salas e os palcos de norte a sul do país, os ÁTOA têm uma grande novidade - que está mesmo a sair do forno… Vem aí um novo álbum!

abril 2019

maiseducativa.com



42

mĂşsica

Tudo começou hĂĄ quase 5 anos atrĂĄs. Como surgem os Ă TOA? Guilherme: Somos todos da mesma cidade - Évora - e nascemos no mesmo ano! FrequentĂĄmos as mesmas escolas e jĂĄ somos amigos hĂĄ bastante tempo. JoĂŁo: Tinha 16 anos quando comecei a cantar em casas de fados. O MĂĄrio sempre teve projetos com mais pessoal e dava concertos em bares e cafĂŠs, o Gui gravava alguns covers. Eu tinha composto uma mĂşsica (a Cinco, que faz parte do nosso primeiro ĂĄlbum, A Idade dos Inquietos). Fomos gravĂĄ-la a estĂşdio e mostrĂĄmos outras, que jĂĄ tĂ­nhamos tambĂŠm. Começamos a perceber que isto podia ter pernas para andar e decidimos partilhar com o pessoal. A malta gostou das mĂşsicas e começou a ouvir. MĂĄrio: Na altura usĂĄvamos a Tradiio, uma espĂŠcie de YouTube. Os artistas independentes metiam lĂĄ as suas mĂşsicas e as pessoas ouviam e investiam, com moedas virtuais, naquelas que acreditavam mais. Foi uma forma de alguns artistas irem crescendo. Se eu apostasse numa mĂşsica e ela subisse posiçþes, alĂŠm de receber esse investimento de volta podia dobrĂĄ-lo ou convertĂŞ-lo em prĂŠmios (como bilhetes para festivais, por exemplo). 7HY[PJPWmTVZ U\T KLZHĂ„V JOHTHKV :LTHUH 7VW L MVP H[YH]tZ KLSL que a Universal nos encontrou. Eles faziam uma parceria com um artista que estivesse nos 50 artistas com mais sucesso na plataforma. Prometiam editar uma mĂşsica de um deles. NĂŁo necessariamente do primeiro ou segundo, mas do artista que eles escolhessem. É importante ressalvar que nĂŁo ganhĂĄmos um concurso: a editora ouviu-nos e quis conhecer-nos. E o vosso interesse individual pela mĂşsica, quando surgiu? G: Desde os 6 anos que comecei a aprender piano. A minha mĂŁe tem H[t HV X\PU[V NYH\ KLZ[L PUZ[Y\TLU[V THZ U\UJH TL PUĂ…\LUJPV\ :} que tinha um piano em casa e ganhei aquela vontade de ir martelar \T IVJHKPUOV ,Z[P]L UV JVUZLY]H[}YPV H[t HVZ J: Viajei por vĂĄrios instrumentos. Apaixonei-me por algumas bandas L HY[PZ[HZ -\P WHYH \TH IHUKH Ă„SHYT}UPJH VUKL [VX\LP JSHYPUL[L L saxofone - que se costuma dizer que sĂŁo instrumentos de rapariga YPZVZ 5V JVUZLY]H[}YPV MVX\LP TL UH N\P[HYYH M: O meu percurso ĂŠ diferente. Havia uma guitarra lĂĄ por casa, toda KLZHĂ„UHKHÂŻ +L ]La LT X\HUKV H[t WLNH]H ULSH L [LU[H]H [VJHY umas coisas, mas sem grande interesse. Por volta dos meu 14 anos, havia uma rapariga na escola que tocava muito bem... Das melhores guitarristas que jĂĄ ouvi! Eu jĂĄ me vestia assim mais Ă rock e ela acreditava piamente que eu tocava muito ILTÂŻ ,U[qV L\ WLUZLP ¸5qV WVZZV KHY WHY[L MYHJH HNVYH š 9PZVZ Decidi aprender a tocar. Acabei por me apaixonar pela guitarra e rapidamente passei para a elĂŠtrica. G: ( [HS MVYTHsqV KV ¸X\HY[V nZ LZJ\YHZš M: Eu queria ser muito rĂĄpido a aprender e foi aĂ­ que surgiu o Tt[VKV ¸X\HY[V nZ LZJ\YHZš LT X\L HWHNH]H HZ S\aLZ [VKHZ TL[PH as mĂşsicas a dar e tentava tocar, para decorar o braço da guitarra. *VTPNV M\UJPVUV\ Ă„JH H KPJH ( TPUOH TqL Ă„JH]H T\P[V aHUNHKH WVYX\L L\ [VJH]H MVYH KL OVYHZ L muito tempo seguido! O JoĂŁo foi a primeira pessoa que me deu a ideia de tocar baixo, e isso nunca me saiu da cabeça. Acabei por comprar um, correu bem e Ă„X\LP JVTV IHP_PZ[H KVZ Ă?;6( Quando começaram, quem eram as vossas influĂŞncias musicais? G: Ouvia Miguel AraĂşjo, Azeitonas, Ornatos Violeta. Muita mĂşsica portuguesa. Isso coincidiu com uma das decisĂľes que tomĂĄmos, desde o inĂ­cio, para este projeto: entrar com originais e descartar a opção dos covers.

abril 2019

maiseducativa.com

“Se isto ao inĂ­cio era Ă toa, cada vez vai sendo menos.â€? JoĂŁo Direitinho

M: PensĂĄmos que, se começassemos com originais, nĂŁo Ă­amos dar HILY[\YH H ZLY JVTWHYHKVZ 1m t HSNV KVZ Ă?;6( UqV LZ[HTVZ H cantar mĂşsicas de outras pessoas. De todas as lĂ­nguas, o portuguĂŞs ĂŠ aquela na qual nos expressamos melhor. J: Se nos passar um pensamento pela cabeça, ele passa em WVY[\N\vZ 7LUZHTVZ UHX\LSHZ MYHZLZ UHX\LSHZ PKLPHZ JVTV ¸4HPZ ]HSL [HYKL KV X\L U\UJHš L KLWVPZ WLYJLILTVZ X\L WVKPHT KHY \TH IVH T‚ZPJH :L Ă„aLYTVZ HSNV X\L UqV ZLQH UH UVZZH SxUN\H t WVYX\L [LTVZ \T JVU]PKHKV PU[LYUHJPVUHS V\ X\L ZL WYLĂ„YH L_WYLZZHY U\T outro idioma. E fora do mundo da mĂşsica, quem tinham como maior inspiração? J: *YPZ[PHUV 9VUHSKV 9PZVZ -VYH KL IYPUJHKLPYHZ JVTLJLP T\P[V JLKV H SLY /HYY` 7V[[LY L H JYPH[P]PKHKL KH 1 2 9V^SPUN H Z\H HX\LSH JHWHJPKHKL KL PTHNPUHYÂŻ 0UĂ…\LUJPV\ TL UqV Z} H X\LYLY JVU[HY SL[YHZ THZ H JHU[HY OPZ[}YPHZ ;LTVZ T\P[HZ OPZ[}YPHZ JHU[HKHZ JVTV o Nerd da Faculdade, a MiĂşda do Terceiro AndarÂŻ 7LYN\U[HT UVZ muitas vezes se estas personagens existem mesmo, mas a verdade ĂŠ X\L UqV! ZqV OPZ[}YPHZ X\L JYPHTVZ L KLZLU]VS]LY M: Tive duas inspiraçþes muito grandes, ambos mĂşsicos. Uma delas t V (UN\Z @V\UN KVZ (+ +* 4\P[VZ UqV ZHILT H Z\H OPZ[}YPH THZ vale a pena conhecer, porque ĂŠ muito engraçado. Ele veste-se para os concertos, ainda hoje, como se fosse um miĂşdo da escola. Isto tem uma explicação: no inĂ­cio, ele saĂ­a das aulas e ia para os concertos, nĂŁo tinha tempo de mudar de roupa. Tocava em segredo, porque



44

música

a mãe não concordava. Mas comprometeu-se a continuar a estudar e lutou pelo que queria, ao mesmo tempo. O vocalista dos Sum 41 marcou-me bastante, também. Passou por tantos problemas na vida, esteve internado e muito mal de saúde. Teve de começar do zero: voltar a aprender a cantar, a tocar guitarra, a tocar piano… Todo o reportório que ele próprio criou! É uma história de superação que me enche de motivação e vontade de ser melhor. Se pudessem escolher um artista para participar numa música vossa, quem seria? J: O Fernando Daniel. É um artista com quem temos uma grande ligação pessoal e WYVÄZZPVUHS L X\L HKTPYHTVZ PTLUZV G: Shawn Mendes, Charlie Puth... M: Red Hot Chili Peppers! G. Aí eu desmaiava, não conseguia. Sempre fui um grande fã. M: Ou os Jonas Brothers, que agora voltaram! Fazíamos uma battle, três para três.

“Pensar em grande é tão melhor do que pensar pequeno. Se pensares grande, vais automaticamente alcançando várias metas mais pequenas.” Guilherme Alface

Andaram de norte a sul do país, em tour. Notam muita diferença entre os públicos das diferentes regiões? M: Somos um país pequeno, mas tão rico em cultura. De 10 em 10 quilómetros, até menos, nota-se uma imensa diferença na maneira de falar, de estar, de reagir. É muito engraçado. G: A malta do Porto é muito expressiva. Se o espetáculo for mau, rapidamente vão vaiar e desistir. Há outras regiões que são mais “braço trancado”, é difícil fazê-los descolar a mão. Há uns anos atrás, a malta só queria ouvir dj’s, house… A música ao vivo perdeu-se um pouco. Agora, esse panorama está a mudar e isso facilita na expressão das pessoas. A partir do momento em que têm interesse, vão com uma mentalidade mais aberta do que se fossem a pensar “São as festas da terrinha e vou ver a atuação porque pronto, não há mais nada para fazer.” M: Somos alentejanos e, tocando para um público alentejano, sabemos como vão reagir aos concertos. Chegamos lá e as pessoas estão de cara fechada. Sabemos que damos um grande concerto quando, do meio para a frente, o público já mostra que está a gostar. i WYLJPZV NHUOHY H JVUÄHUsH KLSLZ Sentem uma grande evolução desde o início da banda? O que mais mudou? G: A minha barba! (risos) J: A nossa maneira de estar e a nossa personalidade mudou, claro. Se isto ao início era à toa, cada vez vai sendo menos. Cada vez é tudo mais organizado e alinhado, a nossa TH[\YPKHKL WYVÄZZPVUHS LZ[m JVTWSL[HTLU[L KPMLYLU[L (ZZPUmTVZ JVU[YH[V JVT HUVZ (SPmZ [P]LTVZ KL LZWLYHY X\L KVPZ LSLTLU[VZ KH IHUKH ÄaLZZLT VZ WHYH WVKLYTVZ assinar! Quando éramos só nós e marcávamos um ensaio, se não começasse às 16, começava nZ /VQL Qm ZVTVZ JHWHaLZ KL \T KPH HU[LZ LZ[HY H WYLWHYHY VZ LUZHPVZ G: Quando entrámos neste mundo, não tínhamos noção de nada. Logísticas de palco, entrevistas, era tudo muito novo... A primeira vez que fomos à televisão foi uma pilha de nervos! Agora já é super natural. Toda a evolução da banda deve-se muito à nossa própria evolução, a irmos percebendo como este mundo funciona e adaptarmo-nos. J: Sempre tivemos boas equipas. Uma editora que nos ajuda, uma boa equipa de estrada, produtores com quem nos fomos cruzando. Todos nos deram apoio e nos aconselharam. Até outras bandas e músicos portugueses, o que é incrível. Se não tivéssemos essa ajuda, podíamos ter caído - porque subimos muito rapidamente no início. abril 2019

maiseducativa.com


S A ASao teu

ESCOLA PROFISSIONAL DE AGENTES DE SERVIÇO E APOIO SOCIAL

Cursos 3URÀ VVLRQDLV de Nível IV

Futuro!

• Técnico de Turismo • Técnico de Apoio à Infância • Técnico Auxiliar de Saúde*

6XMHLWR D FRQ¿ UPDomR

6HP 3URSL QDV

HÁ + DE 25 ANOS A FORMAR PROFISSIONAIS (VFROD 3URÀ VVLRQDO GH $JHQWHV GH 6HUYLoR H $SRLR 6RFLDO (VFROD $6$6 5 GH 6DQWR $QWyQLR j (VWUHOD /LVERD 7HOHIRQH )D[ H PDLO VHFUHWDULD DVDV#JPDLO FRP ZZZ HVFRODV DVDV SW


46

mรบsica

E quando abriram o concerto da Jessie J, como foi? G: -VP H THPVY THS\X\LPYH X\L ร aLTVZ ;xUOHTVZ SHUsHKV V ZPUNSL Falar a dois LT THYsV ;P]LTVZ \TH WYVWVZ[H WHYH LT Q\UOV PY MHaLY H HILY[\YH KV JVUJLY[V KH 1LZZPL 1 UV 4LV (YLUH ( <UP]LYZHS KPZZL X\L PH ZLY PUJYx]LS WHYH U}Z X\L xHTVZ [VJHY WHYH TPS WLZZVHZ 5}Z ULT ZHIxHTVZ WPZHY \T WHSJV -VP V UVZZV X\HY[V V\ X\PU[V JVUJLY[V (PUKH OVQL Om THS[H X\L KPa X\L UVZ JVTLsV\ H V\]PY WVY JH\ZH KLZZH HILY[\YH M: 8\HUKV WLUZV UPZZV IH[L TL \T WV\JV H ]LYNVUOH 4L\ +L\Z HX\PSV [LT KL [LY JVYYPKV T\P[V THSยฏ YPZVZ 4HZ UH HS[\YH MLa ZLU[PKV H[LUsqV :L ร atZZLTVZ HX\PSV OVQL H IHUKH HJHIH]H HTHUOq 4HZ [LUKV LT JVU[H V JVU[L_[V MVP IVT /m X\L YLSH[P]PaHY! tYHTVZ W\[VZ 5LZ[LZ ย S[PTVZ JPUJV HUVZ ZqV X\HZL JVUJLY[VZ KL L_WLYPvUJPH Estรฃo ansiosos para que chegue o vosso รกlbum novo? G: :0T ,Z[P]LTVZ JLYJH KL UV]L TLZLZ ZLT SHUsHY UHKH J: <TH NYH]PKLa G: <TH LZWtJPL KL NYH]PKLa KL VUKL YLZ\S[H HNVYH \T IVUP[V ILIt 8\PZLTVZ WHYHY WHYH WLYJLILY JVTV M\UJPVUH]H H LZ[YHKH V Wย ISPJV U}Z TLZTVZ 6Z NVZ[VZ ]qV T\KHUKV L KLJPKPTVZ Q\U[HY UVZ LT LZ[ย KPV WHYH WLYJLILY V X\L MHaPH ZLU[PKV ( WHY[PY KHx W\ZLTVZ TqVZ n VIYH -VYHT T\P[VZ KPHZ L UVP[LZ KL [YHIHSOV X\L HNVYH LZ[qV WYLZ[LZ H KHY MY\[VZ ,Z[HTVZ UH MHZL ร UHS KL WYLWHYHsqV WHYH V mSI\T ZHPY M: :LTWYL JVTW\ZLTVZ HZ UVZZHZ WY}WYPHZ Tย ZPJHZ THZ [\KV V X\L LYH WYVK\sqV L ]xKLVZ UqV LYH [HU[V JVUUVZJV LTIVYH [P]LZZL H UVZZH HWYV]HsqV 0ZZV MVP T\KHUKV! MVTVZ NHUOHUKV H\[VUVTPH LZJYL]LUKV VZ UVZZVZ WY}WYPVZ ]xKLVZ :L HU[LZ Qm LYH T\P[V UVZZV HNVYH t UVZZV :L UqV NVZ[HYLT t WVYX\L UqV NVZ[HT TLZTV KL U}Z

Existe alguรฉm mais pro em alguma รกrea ou รฉ um grande trabalho de equipa? M: 1m MVP THPZ HZZPT LTIVYH V .\PSOLYTL JVU[PU\L H ZLY THPZ WYV UHZ TLSVKPHZ L H WYVK\aPY L V 1VqV ZLQH THPZ KL LZJYL]LY SL[YHZ 6 UVZZV [YHIHSOV HJHIH WVY ZLY JVTV \T IVSV! V .\PSOLYTL MHa H IHZL V 1VqV [YH[H KV YLJOLPV L L\ KH JVILY[\YH Como acham que os fรฃs vรฃo receber este trabalho? G: ,Z[HTVZ H [LY \T MLLKIHJR T\P[V WVZP[P]V *VUZLN\PTVZ JVT V Hoje \T TPSOqV KL ]PL^Z UV @V\;\IL U\T TvZ 0ZZV MVP \TH PUJYx]LS YLJVTWLUZH WHYH U}Z J: 6 Pensa Positvo [HTItT LZ[m H [LY IHZ[HU[LZ ]PZ\HSPaHsย LZ ;LT \TH THSOH THPZ YVJR WVW ,Z[m UVZ ]xKLVZ THPZ WVW\SHYLZ KV @V\[\IL L t \T WYLZLU[L X\L X\PZLTVZ VMLYLJLY HV UVZZVZ MqZ UqV MVP ZLX\LY MLP[V WHYH ZLY \T ZPUNSL i \TH Tย ZPJH JVT \TH TLUZHNLT KL TV[P]HsqV L WLYZPZ[vUJPH G: .VZ[m]HTVZ TLZTV X\L HZ WLZZVHZ ZL PU[LYLZZHZZLT WLSV mSI\T L X\L V V\]PZZLT WVYX\L [\KV V X\L HSP LZ[m t UVZZV ZVTVZ U}Z Daqui a um ano, onde se vรชm? G: ,\ X\LYV LZ[HY UV *VSPZL\ M: ,\ [HTItT H ]LY \T JVUJLY[V YPZVZ G: 4HZ t ]LYKHKL *VT HUVZ [HTItT U\UJH ZVUOm]HTVZ ]PY H [VJHY WHYH TPS WLZZVHZ , H ]LYKHKL t X\L Qm V ร aLTVZ :L t WHYH ZVUOHY LT NYHUKLยฏ i PZZV TLZTV X\L MHaLTVZ 7LUZHY LT NYHUKL t [qV TLSOVY KV X\L WLUZHY WLX\LUV :L WLUZHYLZ NYHUKL ]HPZ H\[VTH[PJHTLU[L HSJHUsHUKV ]mYPHZ TL[HZ THPZ WLX\LUHZ J: ( Tย ZPJH [LT LZZL SHKV IVUP[V L HZZ\Z[HKVY KL ZLY PTWYL]PZx]LS 7VY PZZV ZPT NYHUKLZ WHSJVZ

โ O nosso trabalho acaba por ser como um bolo: o Guilherme faz a base, o Joรฃo trata do recheio e eu da cobertura.โ Mรกrio Monginho

abril 2019

maiseducativa.com


230 PUB

PUB


TEM MÃO NO TEU DRONE.

voanaboa.pt Agora, voar tem regras.

DOMINA AS REGRAS, DOMINA O TEU DRONE E VOA NA BOA.

Quando assumes os comandos do teu drone, tornas-te um verdadeiro piloto. Por isso, és responsável por tudo o que possa acontecer durante o voo. Está nas tuas mãos garantir a segurança de todos em terra e no ar. Segue as regras e… diverte-te.

ANAC

Autoridade Nacional da Aviação Civil Portuguese Civil Aviation Authority

Autoridade Nacional da Aviação Civil Rua B, Edifício 4 – Aeroporto Humberto Delgado – 1749-034 Lisboa Telefone: +351 212 842 226 | Fax: +351 218 473 585 www.anac.pt

Descarrega a APP


PUB

CÓDIGO DRONE Todos os drones são aeronaves. Mesmo os que se vendem nas lojas de brinquedos. E, como é natural, todas as aeronaves estão sujeitas a normas legais e a regras de segurança.

seguro e tranquilo. Mas, para conheceres melhor toda a regulamentação sobre drones, deves aterrar no site voanaboa.pt e fazer um bom reconhecimento.

Com este Código Drone, ajudamos-te a sobrevoar algumas das regras básicas que deves seguir para garantir um voo

Divertires-te também significa voares sempre de forma legal, segura e responsável. É bom voar, mas não dá para arriscar.

SIM

NÃO

Assegura-te de que o teu drone está em perfeitas condições.

Segue as instruções de segurança do fabricante.

Não sobrevoes concentrações de pessoas (mais de 12).

25kg

Não realizes voos noturnos nem operações além da linha de vista ou voos acima de 120 metros sem autorização da ANAC.

Mantém contacto visual com o drone ao longo de todo o voo.

Não sobrevoes áreas restritas, proibidas, perigosas, reservadas ou temporariamente reservadas.

Voa só com boa visibilidade e boas condições meteorológicas.

Não sobrevoes zonas de sinistro onde se encontrem a decorrer ações de proteção e socorro sem autorização do Comandante das operações de socorro.

Se avistares uma aeronave tripulada, desvia-te e dá-lhe prioridade.

Não voes acima das alturas definidas nas áreas de proteção operacional dos aeroportos nacionais sem autorização da ANAC.

Respeita a privacidade de todas as pessoas.

30m

Mantém uma distância segura de pessoas e bens, de forma a evitar danos causados pelo drone. Se tens uma aeronave brinquedo, a distância mínima é de 30 metros.

A leitura deste Código não dispensa a consulta do Regulamento e das Perguntas Frequentes disponíveis no site voanaboa.pt.

Não voes sem autorização da ANAC com drones que pesem mais de 25 kg.

Não realizes fotografia e filmagem aérea sem contactar previamente a Autoridade Aeronáutica Nacional – Força Aérea (www.aan.pt).

30m

Se tens uma aeronave brinquedo, não voes sobre pessoas nem acima dos 30 metros de altura.


50

música

TEXTO: Sónia Costa FOTOS: Cedidas pela entrevistada

BLAYA

Ela avisou Depois de se tornar conhecida como bailarina e cantora dos Buraka Som Sistema, a Blaya tem feito um sucesso inédito em nome próprio! Foi nomeada para os MTV EMAs e viu Portugal inteiro (e não só!) a cantar e dançar ao som dos seus hits. A Mais Educativa falou com a artista para entender onde ela vai buscar tanta energia e inspiração!

Sempre soubeste que o teu futuro ia passar pela música ou ela surgiu como uma rota alternativa no caminho? Sim, desde pequenina que sempre tive a certeza de que o meu futuro iria estar relacionado com as artes. Só não sabia se seria com a dança ou com a música e olha… Acabou por estar ligado a ambas (risos)! Sempre fui de ideias fixas. Música portuguesa, brasileira, ritmos africanos… Onde vais buscar mais inspiração? Ora bem, é isso tudo junto e misturado (risos)! Eu nasci no Brasil, vivo em Portugal há muitos anos, dou aulas de afro e - durante 8 anos – fiz parte de uma banda que tinha algumas influências afro. Isso tudo faz de mim o que sou! Todas as coisas que já vivi e que fazem parte da minha vida. Depois claro, há o lado mais hip hop. Esse vem de quando eu comecei a escrever, aos 14 anos. É engraçado, porque nunca mais parei de escrever. Muitas vezes vou no carro, estou numa viagem de avião ou à seca no aeroporto e aproveito sempre para escrever. Basta ouvir uma frase engraçada ou acontecer-me qualquer coisa insólita (ou mesmo banal) que me faça escrever. Assim é fácil perceber que, basicamente, é o meu dia-a-dia que me inspira. Se pudesses convidar alguém para fazer um dueto contigo, quem escolhias? É uma pergunta demasiado difícil e à qual, sinceramente, não sei responder. Tal como disse, admiro muitos artistas nacionais e internacionais - dos mais diversos estilos de música.

abril 2019

maiseducativa.com

O Faz Gostoso foi um hit e todos sabem a letra! Além disso, é internacional e há muita gente lá fora a ouvir! Qual o segredo desta música e onde nasceu a ideia para a escreveres? Está música nasceu num writing camp, onde foram convidados vários artistas para escrever novas músicas para mim. O principal autor desta música é o Mc Zuka e ele já tinha o tema na cabeça. Depois, em parceria com o Tyoz, criaram a primeira parte. Finalmente, eu juntei-me à sessão e finalizamos a música. O instrumental é incrível, ajudou imenso ao sucesso em que se tornou e foi produzido pelos No Maka. Eles perceberam que aquele ritmo e aquela batida iriam ajudar-me a mostrar mais o meu lado brasileiro.

Vem na Vibe e Má Vida são completamente diferentes uma da outra - mas foram ambas adoradas pelo público! Como te sentes quando vês toda a gente a dançar e a cantar as tuas músicas? É muito bom ouvir, desde os mais pequeninos aos mais velhos, tanta gente a cantar as minhas musicas. Nos concertos, quando vejo todos a cantar fico mesmo muito contente. O facto de a minha música chegar às pessoas, de mexer com elas e de as fazer vibrar faz tudo valer a pena! Imagina quando estás em cima do placo e vês toda a gente super feliz, a dançar e a curtir a minha música… É quase como se estivesses a contribuir para que as pessoas que ali estão – pelo menos naquele momento – se esqueçam dos problemas e não pensem em mais nada.


música

51

Quais os artistas que mais admiras, no panorama português e internacional? Eu admiro todos os artistas. Gosto de ouvir álbuns completos de artistas distintos e de estilos completamente diferentes - quer nacionais, quer internacionais - mas não vou conseguir eleger e dizer nome, senão…Nunca mais saíamos daqui (risos).

A tua Primeira Batida é uma faixa mais calma e emocional. Sentes-te confortável neste registo? Completamente. Sinto-me super confortável, até porque este tema foi escrito com muito amor - por mim e pelo Zuka Riic. A música mostra uma outra faceta minha, completamente diferente - o que também é natural, já que se trata de um tema dedicado à Lau.

Quais as músicas que andam sempre na tua playlist? Eu gosto de colocar usar o Spotify e ouvir os novos álbuns e novas músicas. O meu namorado é que - por norma - ouve sempre os mesmos temas, e eu acabo por ser muito influenciada (risos). De qualquer forma, há músicas que não podem faltar e que ouço muito -como Dj Telio, ProfJam, Dino, Imddb e Rosalía. Entre tantos outros artistas de quem sou fã! Eu Avisei: a música entrou cheia de power e convenceu os fãs logo desde o início! Esperavas esta reação? O Eu avisei é uma música que leva mesmo as pessoas a“tirar o pé do chão”. Mesmo aquelas que não querem! A intenção desta música não passa só pela letra, mas muito pelo Beat. Quando terminámos a música, a minha expectativa era mesmo esta: que toda a gente a dançasse! Afinal... Foi feita para isso!

Qual é a parte mais complicada da fama? Não acho que exista um lado complicado… Talvez a única coisa que me preocupe mais seja corresponder às expectativas de todo o público que segue a minha música e a minha carreira. Os teus concertos são um local onde toda a gente é bem recebida, sem preconceitos nem distinções! Isso é algo importante para ti? Sim! É muito importante ensinar e mostrar a todos que não há diferenças entre nós, que todos somos iguais, que todos gostamos de nos divertir, de dançar e de cantar. Nos meus concertos não há – mesmo - espaço para preconceitos e, por isso, vou introduzindo várias questões aos poucos e de forma natural. Faço isto com o objetivo de que cada pessoa que escolheu assistir áquele concerto perceba e interiorize que todos nós, no mundo inteiro - independentemente da raça, cor, religião, sexo e orientação sexual -, somos iguais. E no futuro, o que podemos esperar da Blaya? Podem esperar sempre muita música, dança e energia em palco! Já comecei a nova tour e esses três elementos não faltam… Nunca!

abril 2019

maiseducativa.com


52

YouTubers

TEXTO: Sónia Costa FOTOS: Cedidas pelos entrevistados

Já se conhecem os nomeados para a categoria Internet Star Portuguesa Favorita dos Kids Choice Awards 2019! A Mais Educativa teve a oportunidade de falar com cada um deles para os conhecer melhor… Aproveita para descobrir tudo e corre já a votar no teu candidato preferido!

Mafalta Creative Como arranjas inspiração para os teus vídeos? A inspiração vem de tudo o que vejo e me acontece no dia-a-dia, desde as aulas na faculdade às conversas que tenho com os meus pais. Costumas acompanhar outros YouTubers? Claro que sim. Assim como sou criadora de conteúdo, também sou consumidora e todos os dias vejo vídeos no YouTube. Vejo bastantes youtubers de moda, beleza e lifestyle portuguesas como Rita Serrano, Inês Rochinha e Sofia Barbosa. Mas o meu youtuber preferido é americano e chamase Shane Dawson.

abril 2019

maiseducativa.com

Como tem sido a tua experiência na faculdade? Sentes que exige muito de ti e te deixa com menos tempo para fazer vídeos? Estar na faculdade e fazer vídeos para o YouTube não é nada fácil… Aliás, é bastante difícil! Ainda por cima este ano tenho aulas das 11h30 às 20 e preciso mesmo de saber organizar o meu tempo senão só consigo fazer vídeos aos fins-desemana.

Consideras-te uma rapariga mais tímida ou mais extrovertida? É que nos vídeos és muito energética e faladora, mas na realidade pode ser diferente! Como foi encarnar a tua Sinceramente, eu sinto que sou a mesma personagem na Escola Dos pessoa na vida real e nos vídeos. Apesar de YouTubers? Divertiste-te? não estar sempre super feliz, obviamente. Foi desafiante, porque tive de fazer de uma Considero-me uma rapariga muito mulher muito mais velha do que eu e já extrovertida, sim! com um filho! Por isso mesmo é que é foi tão divertido. Conta-nos: Qual foi a tua reação quando soubeste que estavas Sentes que os teus vídeos são nomeada para os KCA 2019? muito diferentes daqueles que Fiquei mesmo muito contente! Não fazias numa fase inicial? estava nada à espera e o facto de ver No início do canal, acho que ainda não os Kids Choice Awards há tanto tempo sabia muito bem que tipo de vídeos e agora estar nomeada é um grande eram os meus preferidos de gravar e reconhecimento do meu trabalho. editar. Agora, depois de quase 4 anos no YouTube, sinto que estou sempre a tentar trazer coisas novas e já sei o que gosto de fazer.


PUB

PUB


54

YouTubers

Inês Faria

O teu canal de YouTube faz 1 ano! Sentes que tem evoluído muito em termos de conteúdos? Acho que a linha de temas que abordo no canal se manteve. Falar de forma descontraída do que me acontece no dia-a-dia, acho que é a base dos conteúdos do meu canal.

Sempre tiveste o bichinho da representação? Não digo que sempre tive o bichinho, mas sempre fui uma criança com uma facilidade gigantesca em comunicar e muito desinibida. Mas o "bichinho" em si só surgiu por volta dos meus 10/11 anos, quando comecei a pedir aos meus pais para frequentar workshops de teatro. Mesmo depois de estudares e trabalhares muito tempo na área da representação, decidiste ir para a faculdade! Como surgiu essa escolha? É uma espécie de plano B? Sim, pode-se dizer que sim. Visto que dediquei 4 anos da minha vida a estudar teatro e a trabalhar na área da representação ao mesmo tempo, decidi não seguir para o conservatório para estudar teatro, mas sim ganhar conhecimento noutra área. Achei que iria ser mais enriquecedor para mim e para o meu futuro profissional ter conhecimento em mais uma área - neste caso, o curso de Relações Públicas e Comunicação Empresarial.

abril 2019

maiseducativa.com

Acabaste de lançar um livro! Sempre tiveste essa vontade ou surgiu recentemente? Estaria a mentir se dissesse que sim. Foi algo no qual só pensei quando recebi a proposta da editora (risos). Mas podia ter recebido a proposta e não me identificar minimamente com o facto de escrever o livro! No entanto, naquele momento fez todo o sentido e soube logo o que queria explorar no livro. Podes falar-nos um pouco sobre esse novo livro fresquinho nas bancas? É um livro leve, que tanto dá para ser lido por crianças como por adultos, no qual falo de forma irónica sobre

situações/coisas que fui descobrindo ao longo da minha infância/ adolescência. E muitas delas são totalmente ao contrário daquilo que os nossos pais sempre nos disseram... E o livro fala desse jogo de expectativa vs realidade pela qual todos nós passamos e nos identificamos de certa forma. Podes contar-nos dois exemplos de coisas que os teus pais não te disseram e que tiveste de descobrir sozinha e agora partilhas com todos? Que o dinheiro é um bem essencial para tudo e que nos custa tanto a ganhá-lo e que as mulheres são os seres mais complexos à face da terra. Qual é a sensação de estar nomeada para os Kids Choice Awards? Alguma vez imaginaste? Quando soube que estava nomeada, nem queria acreditar. Nunca pensei ser nomeada para um prémio internacional e muito menos tão cedo. Mas foi uma honra e uma conquista gigante estar nomeada e fico muito feliz por me terem dado esta oportunidade.


PUB

Mais informações:

www.fa.ulisboa.pt

(CEWNFCFG de Arquitetura Universidade de Lisboa Licenciaturas

Mestrados

não integrados

Doutoramentos

Arquitetura

&GUKIP FG %QOWPKECÿQ

Arquitetura

Interiores

Design de Interação

Design

Design de Moda

Urbanismo

e Mestrados Integrados

e Reabilitação FQ 'FKƂECFQ Design

Design de Produto

Design de Moda

DIA ABERTO 23.abril.2019

fa_ulisboa

PUB

FAUL

ȇȒ nƺɎǣɮȒ ‫ ח׏׎א‬۴ ‫׎א׎א‬

INSTITUTO SUPERIOR DE TECNOLOGIAS AVANÇADAS

!Áƺ³¨‫ټ‬ɀ ‫! ٮ‬ɖȸɀȒɀ ÁƻƬȇǣƬȒɀ ³ɖȵƺȸǣȒȸƺɀ ¨ȸȒˡɀɀǣȒȇƏǣɀ Informática de Gestão

Redes e Sistemas Informáticos Desenvolvimento de Produtos Multimédia

Desenvolvimento para Dispositivos Móveis

nǣƬƺȇƬǣƏɎɖȸƏɀ Licenciatura em

Engenharia Multimédia

Licenciatura em Informática

Lisboa: Alameda das Linhas de Torres, 179 1750-142 | 218 436 670 | info@istec.pt Porto: Rua Dr. Alves da Veiga 142 4000-072 | 225 193 220 | secretaria-porto@istec.pt


56

youtubers YouTubers

Tomás Silva Dizes que estás de volta em grande ao YouTube! De onde surge toda esta força e inspiração? Durante alguns meses parei de fazer vídeos e de me conectar com a minha audiência porque senti que precisava de um “shake it up”. Agora, estou ciente do conteúdo que quero produzir e da forma como pretendo influenciar quem me segue. E toda esta força e inspiração baseia-se numa única premissa: vontade de fazer mais e melhor, sempre! Para o teu 2019, falaste de novos projetos…. Queres revelar já algum? Infelizmente não há muito que possa revelar, embora estejam várias pistas no meu vídeo de “Regresso”. Posso dizer que será um ano em cheio, com conteúdos nunca antes vistos no digital e formatos muito diferentes daqueles a que o público em Portugal está habituado. Isto torna o desafio ainda maior e estou ansioso por agarrá-lo com unhas e dentes. Como começaste a dar os teus primeiros passos no YouTube? A minha história no YouTube começou em 2016, com um vídeo a andar sozinho por Lisboa. Random, eu sei! A partir daí, as

abril 2019

maiseducativa.com

pessoas foram gostando e fui crescendo com elas, até criar um dos formatos mais famosos no meu canal, a série “Regresso Às Aulas”. Quando dei por mim, tinha mais de 100.000 pessoas a seguirem-me em menos de dois anos. O que sentes que mudou mais, desde os teus primeiros vídeos até agora? Muita coisa mudou, desde o à vontade, o tipo de conteúdos, a edição… Acima de tudo, mudou a minha maturidade: tornei o YouTube o meu trabalho a tempo inteiro, o meu negócio. Mantive sempre como

principal valor o que me fez chegar onde estou hoje - ser genuíno e saber onde estão as minhas raízes. Weekly blogs, sketches, talks, colaborações… Fazes de tudo um pouco! Quais os formatos que mais gostas e em quais queres investir? Adoro todos. Mas séries são, sem dúvida, o meu formato preferido. É uma forma diferente de me desafiar a criar algo novo, nada usual, e muitas vezes com um grau elevadíssimo de risco em correr mal. Mas curiosamente é essa adrenalina que me faz gostar cada vez mais deste meio. Como foi quando recebeste a notícia de que estavas nomeado? Qual é a sensação? Não estava mesmo nada à espera. Recebi uma mensagem, na noite anterior, a dizer que ia ter uma surpresa no dia seguinte. Confesso que fiquei a noite toda a pensar no que seria. Quando dei por mim, estava no meio do ginásio às 7h40 da manhã a gritar de felicidade com um amigo meu por ter sido nomeado para a categoria de “Internet Star Portuguesa Favorita”, para os prémios de um canal que acompanho desde que me conheço. Foi um misto de emoções estranho, desde o orgulho e agradecimento ao “o que é que é suposto fazer agora?!”. E devo-o, mais do que ao meu trabalho, a todos aqueles que me seguem e acompanham o meu percurso dia após dia, como se fosse o deles. Um obrigado nunca chegaria.


PUB

6708 Estudantes

2344 Bolsas de Ação Social

315 Estudantes em mobilidade

34 Licenciaturas

125 Eventos Culturais

6 Centros de Investigação

38 Mestrados

5 Residências

GCI-UTAD

Já conheces a tua futura universidade?

Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

www.utad.pt PUB

gci@utad.pt


58

YouTubers

Beatriz Leonardo Como começaste a dar os teus primeiros passos na representação? Comecei muito pequena. Tinha 5 anos nos anúncios do ecoponto. Depois fui participando em algumas novelas (Floribella , Rebelde Way) e apaixonei me pela representação.

O que tens aprendido nesta caminhada? Que este é um meio complicado, instável, que requer muito trabalho. Por vezes, deita-nos abaixo porque ouvimos muitos “nãos”. Mas temos de insistir se é o que queremos fazer.

As câmaras das telenovelas ou a que te grava para o Youtube: qual te deixa mais nervosa? A que me grava para o YouTube, sem dúvida! Nas novelas não sou eu, é uma personagem. E não falo diretamente para a câmara. No YouTube é um discurso mais ou menos preparado, mas não decorado, e é a Beatriz e não uma personagem de telenovela. Podes contar-nos três curiosidades sobre ti? Adoro dormir até tarde, sou gulosa adoro doces - e gosto muito de cantar. Como é participar numa telenovela? Fiz um vlog para o meu canal que é precisamente um dia nos bastidores, porque acho que muita gente se interessa em saber como é. Todos os dias são diferentes, com muitas cenas para gravar, várias roupas para vestir. Mas sempre a mesma personagem, que vamos conhecendo mais um pouco todos os dias Há algo que tenhas em comum com a tua personagem Matilde? A determinação é igual, penso eu. O gosto pela música, exceto na parte em que ela prefere violoncelo e eu gosto mais de cantar. Se pudesses escolher um ator com quem contracenar, qualquer um, quem seria? Ai, essa é muito difícil! Tanta gente... Não consigo escolher só um! Mas vá, o Noah Centineo. Estavas à espera desta nomeação para os KCA 2019? Qual é a sensação? Não estava nada à espera! Mesmo! Costumo acompanhar os KCAs e, quando soube que estava nomeada, foi um choque total. Fiquei super feliz, claro! É ótimo reconhecerem o meu trabalho. Ao mesmo tempo é uma sensação estranha, do género “como assim há tanta gente que me conhece?”. Mas já me vou habituando… E não trocava esta vida por nada!

abril 2019

maiseducativa.com


PUB

PUB

AUTONOMA.PT

AUTÓNOMA. UMA UNIVERSIDADE SUPERIOR.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Rev oluc iona -te! LICENCIATURAS 2019/20

75 até

› ENGENHARIA INFORMÁTICA › GESTÃO › GESTÃO DO DESPORTO › HISTÓRIA › INFORMÁTICA DE GESTÃO › PSICOLOGIA › RELAÇÕES INTERNACIONAIS

BOLSAS MÉRITO

%

nas propinas

Entrar na

UAL não é para

todos

PUB

› ADMINISTRAÇÃO DE UNIDADES DE SAÚDE › ARQUITETURA (MESTRADO INTEGRADO) › CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO › DIREITO › ECONOMIA › ENGENHARIA ELETRÓNICA E DE TELECOMUNICAÇÕES

DE

Licenciatura em Educação e Formação

EMPREGABILIDADE

83% Superior à média nacional

SAÍDAS PROFISSIONAIS Contextos de educação e formação com crianças, jovens, adultos e idosos

FORMAÇÃO EXCLUSIVA

ie.ulisboa.pt

Alameda da Universidade 1649-013 Lisboa

Estudar na maior universidade pública portuguesa


60

ser decojovem TEXTO: Decojovem FOTO: Unsplash

A DECOJovem vai estar na Futurália com a NET Viva e Segura. Vem Navegar em boas Marés connosco! Nesta edição da Futurália vamos levar o nosso projeto NET Viva e segura, que convida os jovens a fazer vídeos sobre segurança online, em especial nas redes sociais. Se achas que as redes socias são a tua praia e sabes navegar em segurança este é o desafio para ti. Mas lembra-te que navegar em segurança não é só Partilhar com Cuidado as informações nas redes ou fazer Ligações Seguras ao protegeres as tuas contas ou a escolheres a melhor palavra-passe. A net também se torna mais segura quando és cortês. Sim, pois é, a Cortesia não é uma Fantasia e as interações digitais têm um impacto no outro! É sobre estes aspetos que queremos que reflitas e mostres o teu lado criativo ao fazer um vídeo sobre eles. Podes ser tu o verdadeiro influencer entre os teus amigos! Visita o nosso espaço e descobre mais como podes participar nesta iniciativa! Vamos ter jogos e brindes para ti! Mas há mais… Queremos tanto debater estes temas contigo que vamos fazer uma conferência NET VIVA E SEGURA – Navega em boas marés no dia 5 de abril, na Futurália! Vamos ter connosco o Guilherme Geirinhas para animar o pessoal e oradores de várias entidades que trabalham estes temas, desde a Internet Segura para nos falar do cyberbulling ou do sexting, a Insafe para nos falar dos cuidados a ter quando partilhamos e até a DECO para te ajudar na segurança das compras online ou nos cuidados a ter com o phishing. Também vais poder participar neste debate e fazer questões aos nossos oradores. Aproveita para esclarecer as tuas dúvidas e tirar ideias sobre temas com que podes participar na nossa iniciativa! Não te esqueças: Futurália, de 3 a 6 de abril, com a DECOJovem! Visita-nos em www.decojovem.pt, segue-nos nas redes sociais e descobre mais atividades e desafios em que podes participar.

abril 2019

maiseducativa.com

A DECOJovem é um projeto da DECO – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor criado a pensar nos jovens consumidores.

5 www.decojovem.pt f DECOJovemConsumidoresParaoFuturo T DECOJovem /decojovem


PUB

PUB


62

quebra-cabeças

#sopa de letras

#secas Quando estiveres triste, abraça um sapato. Um sapato com sola. Um cato liga para o outro: - Aloe vera? Que nome se dá a uma ferramenta perdida? - Foice. Como é que as freiras secam a roupa? - Convento. Estão dois queijos ao sol, vira-se um: — Acho que estou a derreter... — E eu ralado! Como se chama a neta do super Mário? — Marioneta Duas folhas numa impressora. Uma pergunta à outra: - Há quantos dias estás aqui? - A4. Um turista entra numa padaria: - Jápão? Dois gatinhos estão à procura da TqL 8\HS t V UVTL KV ÄSTL& - Mamma Mia! Qual é o animal mais feliz? - O porco, porque mesmo depois de morrer está de bacon a vida. Quando eu tiver um irmão, quero que ele se chame Herrare. - Porque Herrare é o mano! - Sabes a anedota do Noé? - Não! - Noé da tua conta!

março 2019

maiseducativa.com




Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.