Issuu on Google+

13 de marรงo a 21 de abril

mostra experimentos_2013


agenda_março

aberturas

espetáculos

qua

qui

sex

sáb

dom

13

14

15

16

17

bom dia (ruína)

*555

*555

antígona

antígona

(sp escola de arte)

(sp escola de arte)

(indac)

(indac)

20

21

22

23

24

off_élia

eu vou me amar em você

eu vou me amar em você

vorazcidade

vorazcidade

(puc)

(puc)

27

28

29

30

31

woyzeck

o balneário

o balneário

à procura de uma dignidade (célia helena)

à procura de uma dignidade (célia helena)

(unesp)


apresentação

A partir de um pequeno recorte desta produção, a Mostra Experimentos do tusp convida a conhecer os trabalhos destes jovens artistas e pesquisadores, e mostra alguns dos rumos que se abrem no universo das artes cênicas. Para além dos muros das escolas, a intenção é possibilitar a um público diferente do usual o contato com estes trabalhos, fomentando a reflexão sobre as duas grandes faces do fenômeno cênico: palco e plateia. Em 2013, a Mostra Experimentos contará com a participação de onze escolas: Departamento de Artes Cênicas (cac-eca-usp), Escola de Arte Dramática (ead-eca-usp), unicamp, unesp, Escola Livre de Teatro de Santo André (elt), SP Escola de Teatro, Fundação das Artes de São Caetano do Sul (fascs), Escola Superior de Artes Célia Helena (esch), Teatro Escola Macunaíma, Comunicação e Artes do Corpo (puc-sp) e indac. Os trabalhos estão divididos em duas categorias: Aberturas de Processo, que incluem tanto demonstrações de trabalho e apresentação de pesquisas teórico-práticas como exercícios cênicos ainda em processo, e Espetáculos, com trabalhos já finalizados, que em alguns casos estreiam na própria Mostra. A programação da Mostra Experimentos 2013 vai de 13 de março a 21 de abril, sempre às 20h, com entrada franca.

mostra experimentos_2013

A produção das escolas de teatro em São Paulo cresce a cada ano, tanto no âmbito do ensino superior como no profissionalizante. Natural que, em uma metrópole onde a oferta de espetáculos é imensa, o olhar sobre essa produção fique muitas vezes circunscrito às próprias escolas: o público imediato desses trabalhos compõe-se principalmente por professores e colegas da própria instituição; e a produção, conscientemente ou não, é marcada pelo perfil pedagógico e estético específico que cada uma das escolas desenvolve ao longo dos anos.


Bom Dia (Ruína)

abertura

Uma mulher tem um desejo: despetalar, sonho a sonho, o pesadelo. Ao deitar-se para dormir, ela revive os momentos mais marcantes de sua trajetória. A atmosfera onírica carrega lembranças de uma juventude marcada pelos valores machistas de uma sociedade patriarcal. As figuras do imaginário feminino são sombrias, mas resta ainda a macieira, a árvore com suas raízes profundas, sempre viva a frutificar novos horizontes.

CAC_USP

35min_14 anos

13/03_QUA

Foto: Daniel Foto: Lopes Daniel Lopes

Elenco Biaa Bouissou, Daniel Lopes e Felipe Pitta Dramaturgia Paloma Franca Iluminação Isadora Giuntini Assistência de Iluminação Paula Rosa Sonoplastia Paloma Franca e Raquel Morales Operação de Sonoplastia Anders Rinaldi Cenografia Raquel Morales, Paloma Franca e Isadora Giuntini Figurinos O coletivo Produção Isadora Giuntini e Paloma Franca Filmagem Fábio Silva Condução de Processo Raquel Morales


*555

espetáculo

Direção Cristiano Dantas Elenco Ariane Alves, Fernando Lopes, Lucas França, Nilton Melo e Priscila Gomes Dramaturgia Cristiane Gomes e Patrícia Negrão Cenografia e Figurino Aline Delouya, Benedito Ferreira e Guilherme Catofaroni Sonoplastia Alex Matos Iluminação Cristiano Dantas Técnico de Palco Evaristo Moura Orientação Pedagógica Alessandro Toller

Foto: Cristiane Gomes

60min_10 anos

14/03_QUI

15/03_SEX

SP Escola de Teatro

Em um call center, cinco personagens revelam suas relações, conflitos, desejos e sonhos. Suas vidas imaginadas e vividas estão interconectadas. Molduras se rompem para serem retomadas adiante. A atmosfera onírica contrapõe-se aos nichos do call center, aos quais cada indivíduo está “aprisionado”. Seres solitários encontram outros seres solitários. E nos momentos de lazer, reforçam a confiança em sua própria emolduração.


Antígona

espetáculo

indac

Direção Luiz Eduardo Frin Assistente de Direção Leila Gallo Elenco Alexandre Nardelli, André Del Corso, Carolina Stahnke, Danilo Rosa, Elaine Alves, Iris Bassi, Julia Freire, Kuka Annunciato, Luiza Abe, Luiza Porto, Natalia Viviani, Nina Marqueti, Paulo Sommer, Pedro Vicente, Roberta Macedo, Thiago Carvalho e Wanderley Montanholi Iluminação Arnaldo Santini, Pedro Vicente, Fillipe Robbe, Danilo Rosa e Alexandre Nardelli Produção Musical Luiza Porto, Andressa Andreatto, Iris Bassi e Luiza Abe Figurino Luiza Porto e Natalia Viviani Projeto Gráfico Natalia Viviani Fotos Thiago Moreira 90min_14 anos

16/03_SÁB

17/03_DOM

Foto: Thiago Moreira

Histórias! Desde que descobriu a linguagem, e até antes disso, o homem conta histórias. Uma das mais antigas, a tragédia de Sófocles, é base de muitas das narrativas que permeiam nosso cotidiano e traz em si a essência do ser humano. Édipo, rei de Tebas, cego após confrontar-se com seu destino por matar o pai e desposar a mãe, deixa a cidade e o trono. Etéocles e Poliníces, seus filhos, matam um ao outro na disputa pelo poder. Creonte, o novo governante, proíbe que se sepulte Poliníces, tido como traidor. A decisão enfurece Antígona, que, impedida de prestar honras ao corpo do irmão, desafia o poder real.


Off_élia

abertura

Uma Ofélia multiplicada e reinventada em outras, que dão suporte e substrato à sua loucura crescente – Ofélias, unidas em um coro de vozes dissonantes e coordenadas. Apresenta-se assim uma Off_elia fragmentada em ideias e corpos, cujo processo de enlouquecimento é exposto através dos sussurros de seus outros egos, que dançam e pautam o ritmo da sua depressão. Direção Murillo Basso Organização Dramatúrgica Murillo Basso Elenco Darília Lilbé, Fernanda Brito, Gian Mellone, Matheus Martins, Renan Ferreira, Tamirys O’hanna Figurino e Cenografia Coletivo Sonoplastia Rubens Alexandre Iluminação Murillo Basso Operação de Som Marisa Paiva Operação de Luz Marisa Paiva Arte Gráfica Gian Melone Produção Murillo Basso Fotos João Paulo Bienemann Orientadores da Pesquisa Antônio Araújo e Johana de Albuquerque

20/03_QUA

cac_usp

Foto: João Paulo Bienemann

30min_14 anos


eu vou me amar em você

espetáculo

Em um cabaré carregado de paixões, figuras excêntricas se apresentam para ganhar a vida ou dar sentido a ela. Conduzidas por um apresentador desajustado, executam números que questionam a verdade escorregadia e absurda do amor, desde o princípio até o precipício das relações humanas.

puc

80min_16 anos

21/03_QUI

22/03_SEX

Foto: Guilherme Godoy

Elenco Anderson Negreiro, Camila Marx Cohen, Elis Lira, Fernanda Caldas, Gabriel Villas Boas, Gabriela Barretto, Mariana Victorino, Rafael de Oliveira Souza e Yanne Detilio (Teatro do Escombro) Projeto Dramatúrgico Cassiano Sidow Quilici e Antônio Rogério Toscano Preparação Corporal Francisco Medeiros Preparação Vocal Lucila Tragtenberg Direção Musical Rafael de Oliveira Souza Figurino, Cenário e Visagismo Teatro do Escombro e Miriam Rinaldi Operação de Luz Isabela Borges Pizani Light Designer Pedro Castagna Operação de Som Hannah Ferreira Fotografia Edson Caldas (material gráfico) e Guilherme Godoy (espetáculo) Arte Gráfica Thiago Sak Moran Produção Teatro do Escombro Coordenação Geral Miriam Rinaldi


vorazcidade

espetáculo

Elenco André Almeida, Arce Correia, Artur Abe, Eduardo Cesar, Fernanda Brito, Rafhael Guerra, Gabriela Gonçalves, Guilherme Carrasco, Lucas Brandão, Luísa Valente, Murillo Basso, Paula Lopez, Renan Ferreira, Rubens Alexandre, Sol Faganello, Viviane Almeida Direção Mônica Montenegro e Silvana Garcia Dramaturgismo Silvana Garcia Preparação e Orientação do Trabalho de Voz Mônica Montenegro Assistência de Direção Maria Tuca Fanchin e Vitor Vieira Preparação Corporal Vitor Vieira Supervisão de Figurino Maria Tuca Fanchin Sonoplastia e Figurinos Turma 63 Desenho de Luz Denilson Marques Imagens Lucas Brandão e Sol Faganello Produção Gráfica Lucas Brandão Operação de Luz e Som Marisa Paiva Cenotécnica Zito Rodrigues Confecção de Cenografia Paulo Basílio Produção Executiva Bertha S. Heller 80min _16 anos

23/03_sáb

24/03_dom

ead_usp

Foto: Lucas Brandão e Sol Faganello

Homem cruza a avenida voz revela carro buzinas sirenes transeuntes moradores soar mais que vocalizar barulhos da cidade prédios refletidos em diálogos capturados roubados da mesa ao lado sonho receita médica manchete do jornal carta antiga latidos alarme pulso de um coração solitário sirene cruza descrições dramatúrgicas ou cotidianas de uma cidade que não para por dentro e ao redor de seus habitantes


woyzeck

abertura

Woyzeck – Circo-Teatro Estandarte do Amor, apresentada pela primeira vez em dezembro de 2011, tinha por desafio explorar o caráter popular da peça de Georg Büchner, realizando-a em um espaço aberto. Optou-se por trabalhar livremente o texto, proliferando a presença de elementos cômicos, populares, popularescos e afins. A trupe do Circo-Teatro Estandarte do Amor acaba de chegar à cidade, e traz consigo uma bela história: “Em um lugar muito distante – que poderia ser aqui –, em um tempo remoto – mas muito parecido com hoje –, viveu um pobre coitado, um desgraçado, um vagabundo. Seu nome: Woyzeck. Em uma linda noite, quando a lua brilhava no alto do céu, suas mãos, ele não sabe como, estavam manchadas de sangue...”. Elenco Bruna Amado, Caio Marinho, Jéssica Duran, Leandro Senna Músicos Bruna Amaro, Ravi Landim Figurino Criação coletiva Maquiagem Caio Marinho Fotos Mayara Wui Adaptação e Direção Leandro Senna

27/03_QUA

Foto: Mayara Wui

unesp

45min_10 anos


o balneário

espetáculo

Uma pequena cidade litorânea prospera graças à recente criação de um complexo turístico, que atrai banhistas e movimenta a economia local. No entanto, uma onda de doenças e protestos traz à tona uma descoberta que põe em questão o clima de prosperidade local: as águas estão poluídas. Espetáculo baseado na peça Um Inimigo do Povo, de Henrik Ibsen. Elenco Juliana Prado, Juliana Valente, Marcus Garcia, Marô Zamaro, Pepe Oliveira e Tiago Nogueira Sonoplastia Luis Felipe Labaki Iluminação Francisco Turbiani Figurinos Julio Barga Direção de Arte e Design Gráfico Roberto Zink Assistência de Coreografia Lucas Valente Orientação Johana Albuquerque, Frederico Foroni, Eduardo Coutinho Dramaturgia Luis Felipe Labaki Direção Francisco Turbiani

28/03_QUI

29/03_SEX

cac_usp

Foto: Silvia Moreira

70min_14 anos


à procura de uma dignidade

espetáculo

Texto Clarice Lispector e Lygia F. Telles Direção Pedro Pires Elenco Carol Moggi, Diego Paiva, Felipe Mattar, Fernanda Fenner, Guilherme Bianco, Inês Soares, Maria Victória de Haro, Mila Fogaça, Susanne Felicio, Suzana Muniz, Tânia Mendonça e Vanessa Garcia Concepção Pedro Pires e Grupo de alunos-atores Cenografia, Figurino, Produção Grupo de alunos-atores Trilha Sonora Pedro Pires Preparação Vocal Nydia Licia Preparação Corporal Marina Caron Iluminação Jeff Campos Fotografia Valérie Mesquita 60min_14 anos

30/03_SÁB

31/03_DOM

Foto: Valérie Mesquita

célia helena

Adaptação de sete contos de Clarice Lispector e um conto de Lygia Fagundes Telles. O espetáculo coloca o foco na relação de mulheres de diferentes classes sociais com o ambiente dos anos 60-70, momento de forte questionamento sobre o papel da mulher na sociedade e de conflito com o dominante universo da cultura masculina. As possibilidades de transformações entre o “como era” e o “como poderia ser” põem em cena os desejos de mudanças destas mulheres e suas contradições internas e externas.


depois

abertura

Trata-se de um experimento cênico sobre a vida de mulheres que encontraram na morte dos seus um ponto de transformação. Tecendo uma teia de ações que refletem as fragilidades da existência humana, oito mulheres compartilham seus diferentes caminhos de superação. Dirigido por Lineker, o grupo é formado por atrizes, bailarinas e cantoras, alunas e ex-alunas do Instituto de Artes da unicamp. Direção e Provocação Lineker Elenco Bruna Lucchesi, Carolina Holly, Cora Laszlo, Júlia Del Bianco, Maíra Manholer, Renata Dalmora e Talita Florêncio Criação e Dramaturgia O grupo Operação de Luz André Saboya Fotos Rodrigo Jensen

03/04_QUA

unicamp

Foto: Rodrigo Jensen

40min_livre


o rio

espetáculo

A encenação inspira-se na obra de João Cabral de Melo Neto para trabalhar conceitos do teatro visual. O espetáculo não é a ilustração do poema, contudo: é uma criação autônoma na qual o rio se subsume à percepção do espectador, que não o observa em cena, mas o intui por meio de um exaustivo e insistente caminhar de homens e bichos, de plantas e poeira. As imagens do poema transformam-se em metáforas da condição humana ante uma realidade seca de vida, mas vívida de significados. Elenco Bruno Maldegan, Caio Ceragiolli, Cel Oliveira, Felipe Michelini, Guemera, Guilherme Conradi e Pedro Cobra Direção Wagner Cintra Iluminação Jota Rafaelli e o grupo Trilha Sonora Original Felipe Zacchi Fotografia Nadja Kouchi Design Gráfico Dani Desirrê

04/04_QUI

05/04_SEX

Foto: Nadja Kouchi

unesp

45min_livre


b.o.

espetáculo

Pontuada por atos de violência física e psicológica, a vida de um adolescente internado em uma instituição para menores é o tema de B.O. – Uma Lenda Urbana Humana? Em cena, 14 atores – dois narradores e doze pessoas que interpretam cada uma das facetas da personalidade deste jovem. O texto é de Claudia Schapira, que se inspirou livremente na peça Blackout, de Davey Anderson.

55min_14 anos

06/04_sáb

07/04_dom

ead_usp

Foto: Leonardo Mussi

Direção e Dramaturgia Claudia Schapira Texto Original Davey Anderson Direção Musical Roberta Estrela D’Alva e Claudia Schapira Direção de Movimento Luaa Gabanini Assistência de Direção Viviane Palandi Iluminação Rafael de Souza Lopes Figurino Turma 62 e Claudia Schapira Design Gráfico Angela Ribeiro Elenco Anderson Cosme, Aryane Mattosinho, Cadu Garcia, Camila Flora, Diego Avelino, Edson Rossi, Heitor Andrade, Luiz Carlos Garcia, Mário Spaziani, Murillo Marques, Nathália Alfieri, Renata Bruel, Roberto Bellinati e Thiago Fernandes


iepe

abertura

Durante a Idade Média, Iepe, um camponês beberrão que apanha todos os dias de sua mulher, em um certo dia acorda de uma bebedeira e descobre-se um rico e poderoso barão. Ou estaria ele sonhando? O tema em questão é a universal transformação do homem diante do poder, e a pesquisa tem por foco a linguagem da comédia popular brasileira e os elementos da narrativa cômica, a fim de se construir um espetáculo que se comunique com todos os públicos e que, com beleza e simplicidade, estimule a imaginação do espectador, essência do teatro popular. Dramaturgia Luis Alberto de Abreu Direção Pedro Alcântara Preparação Corporal Marcela Sampaio Preparação Vocal Paula Carrara Cartunista Pedro Henrique Elenco André Félix, Rodrigo Sampaio, Rosane Gabbana e Thais Irentti Produção Núcleo 48 Realização Fundação das Artes de São Caetano do Sul

10/04_QUA

Foto: Pedro Alcântara

fascs

20min_livre


hamlet

espetáculo

Hamlet – Faltei no Psiquiatra para Consertar o Freezer. Um reino reduzido à sua constituição carnal. Uma corte entregue à sua condição primeira – a de ser perecível. Um ossário vivo, abandonado à própria obsessão. Hamlet. No território do dever, a primazia da vontade toma a forma que lhe convém. Um nenhum Hamlet, um Hamlet de qualquer lugar. Talvez morto. Talvez numa vala comum. “Isso não é bom, nem vai acabar bem”. Está jurado. Direção Felipe Rocha Assistente de Direção Otto Blodorn Elenco Giulia Castro, Mateus Fávero, Marcus Garcia, Marô Zamaro, Naia Soares, Renan Dias Iluminação Felipe Rocha Trilha Sonora Felipe Rocha Cenário e Figurinos O grupo

11/04_QUI

12/04_SEX

cac_usp

Foto: Murillo Basso

50min_16 anos


salema

espetáculo

Salema – Sussurros dos Afogados: uma pulsão poética em diálogo com a solidão, amor, morte, e as desigualdades sociais. O texto de Joaquim Cardozo, por meio de redondilhas – o que reforça o desafio de sua interpretação –, põe em confronto masculino e feminino, opressor e oprimido, vida e morte, vivenciados constantemente neste universo circular. Aqui, o Mar, a um só tempo, traz a morte e também a vida, destrói sonhos, e alimenta esperanças e possibilidades de uma vida melhor.

elt

45min_12 anos

13/04_SÁB

14/04_DOM

Foto: Andrea Iseki

Encenação, Direção e Dramaturgia Luciana Lyra Direção de Atores Alex Tenório Assistência de Dramaturgia Rafael Augusto Atores-Criadores Alex Bischiliari, Doralice Odília, Fábio Sousa, Joel Simil, Josi Cerqueira, Rafael Guerche, Stella Garcia Cenografia Luciana Lyra e Cia Luzia de Teatro Design Gráfico e Consultoria em Cenografia Vânia Medeiros Cenotecnia e Objetos de Cena Cia. Luzia de Teatro e Leandro Goulart Consultoria e Oficina em Indumentária Ofélia Lott Assistente de Figurinos Elizabete Barbosa Consultoria de Luz Mariana Soutto Mayor Operação de Luz Nelson Xavier Consultoria Musical Alan Gonçalves, Tata Fernandes, Fabrício Zavanella e Cris Gouveia Oficinas: Percussão Alan Gonçalves Dança-Afro Fernando Ferraz Produção Executiva Cia. Luzia de Teatro


a viagem de alice

abertura

Direção Talita Rosa Atriz Aline Negra Silva Ator Helio Toste Produtora Ana Paula Cenografia/Figurino Lilian Mendes Iluminação/ Operação de Luz Rogério Mantis Sonoplastia/Operação de Som Pammela Pinheiro e Rafael Batata 30min_12 anos

17/04_QUA

SP Escola de Teatro

Foto: Arquivo SP Escola de Teatro

Nesta adaptação, realizada pelo Grupo Os Alices, dois personagens criam e dão vida à personagem central, Alice, que inicia sua história confessando ao público um segredo sobre si, revelado através de uma viagem. Ao longo da narrativa, surgem episódios em que a protagonista se relaciona com outros personagens, conhecendo suas identidades refletidas pelo espelho e identificando-se com estas figuras. Através do espelho, Alice vê as transformações de seu corpo e a construção de sua identidade a partir do contato com outras figuras que, por similitudes ou diferenças, a fazem compreender quem ela é, dentro do universo do gênero e da sexualidade,.


o jardim das cerejeiras

espetáculo

Direção Geral João Otávio Codireção Felipe Rocha Colaboração Simone Shuba Autor Anton Tchékhov, em livre adaptação Dramaturgia Processo colaborativo Intérpretes-criadores André Haidamus, Belisa Ferigolli, Caio Leal, Carlos Alberthy, Edilene Ferreira, Ferdi Gi, Jorge Maricato, Natasha Karasek, Paula Fernanda, Regiane Melo, Roger Martim, Tasso Corrêa e Tatiane Amaral Figurino, Cenografia e Sonoplastia Processo Colaborativo Iluminação Felipe Rocha Operação de Som e Imagem Paula Marina Operação de Luz Felipe Rocha Arte Gráfica Tasso Corrêa Produção Cia. Vinte e Duas Desgraças 80min_12 anos

18/04_QUI

19/04_SEX

Foto: Allyson Alapont

Teatro Escola macunaíma

A peça apresenta a falência de uma família aristocrata russa e como toda uma classe lida com as transformações de sua época. No Jardim das Cerejeiras, a iminência do fim impulsiona as ações dos atores, trazendo para a cena não só a crise do diálogo, mas sua reafirmação na própria encenação. Isso se resume na busca do mínimo que o grupo acredita sustentar uma montagem: o Jogo.


macbeth

espetáculo

Direção Verônica Fabrini Assistência de Direção e Música Esteban Alvarez Preparação Vocal Marcelo Onofre Preparação Corporal Eduardo Okamoto Apoio Teórico Larissa de Oliveira Neves Catalão Elenco André Lopes, Carla Gmurczyk, Cassandra Ormachea, Felipe Denardi, Felipe Venâncio, Graziele Garbuio, Juliana Franco, Natali Bentley, Renan Villela, Tamara Fraislebem, Thomaz Perroni Figurinos Graziele Garbuio, Felipe Venâncio e Ateliê de Figurinos (Departamento de Artes Cênicas da Unicamp) Cenografia Felipe Venâncio, Eric Oliveira e elenco Iluminação Felipe Venâncio e Verônica Fabrini Operação de Luz Demétrios Augustos Arte Gráfica Claucio André 180min (inclui 10min de intervalo)_14 anos

20/04_sáb

21/04_dom

unicamp

Foto: Aruan Pereira da Costa

A encenação da tragédia shakespeariana da Turma 010 de artes cênicas da Unicamp resulta de um mergulho profundo naqueles que o grupo definiu como grandes temas da peça: sombra, crime, culpa e expiação. E é com vista nestes temas que se conta a história de Macbeth: por influência de três bruxas, de sua esposa e de sua própria ambição, ele assassina o rei da Escócia a fim de assumir o trono. Percorre então o caminho de degradação e queda da alma humana em direção a um abismo que ele mesmo escavou.


UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Reitor João Grandino Rodas Vice-Reitor Hélio Nogueira da Cruz Pró-Reitor de Pesquisa Marco Antonio Zago Pró-Reitora de Graduação Telma Maria Tenório Zorn Pró-Reitor de Pós Graduação Vahan Agopyan Vice-Reitor Executivo de Administração Antonio Roque Dechen Vice-Reitor Executivo de Relações Internacionais Adnei Melges de Andrade

mostra experimentos_2013

PRÓ-REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Pró-Reitora Maria Arminda do Nascimento Arruda Pró-Reitor Adjunto de Extensão Universitária José Ricardo de Carvalho Mesquita Ayres Pró-Reitora Adjunta de Cultura Marina Mitiyo Yamamoto Suplente da Pró-Reitora Lucas Antônio Moscato TEATRO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Diretor Celso Frateschi Vice-Diretor Ferdinando Martins Orientadores de Arte Dramática Cláudia Alves Fabiano, Deise Abreu Pacheco, Dilson Rufino, Francisco Serpa Peres, Maria Tendlau e René Marcelo Piazentin Amado Analista para Assuntos Administrativos Magali Chamiso Chamellette de Oliveira Analista de Comunicação Fábio Larsson Secretária Neuza Aparecida Moreira Cirqueira Técnico Contábil Nilton Casagrande Sonoplastas/Iluminadores Rogério Cândido dos Santos e Rodrigo Bari Assessoria de Imprensa Elcio Silva Técnicos para Assuntos Administrativos Marcos Chichorro dos Santos e Vanessa Azevedo de Morais Agente Cultural Otacílio Alacran Auxiliar de Manutenção Antonio Marcos Nogueira da Silva Vigia Edinaldo Barbosa Estagiária Yasmin Ghazzaoui Torres Bolsistas Lahayda Lohara Mamani Poma Dreger, Sabrina Teixeira Novaes, Thais Richena Giovanetti e Thiago Pereira Vieira


espetáculos

qua

qui

sex

sáb

dom

03

04

05

06

07

depois

o rio

o rio

b.o.

b.o.

(unicamp)

(unesp)

(unesp)

10

11

12

13

14

iepe

hamlet

hamlet

salema

salema

(elt)

(elt)

(fascs)

17

18

19

20

21

a viagem de alice

o jardim das cerejeiras

o jardim das cerejeiras

macbeth

macbeth

(sp escola de arte)

(macunaíma)

(macunaíma)

(unicamp)

(unicamp)

agenda_abril

aberturas


aberturas de processo espetáculos em desenvolvimento ou treinamentos e técnicas específicas

quartas_20h

espetáculos quintas, sextas, sábados e domingos_20h

Todos os eventos são gratuitos

Teatro da Universidade de São Paulo r. maria antônia, 294 | consolação www.usp.br/tusp | tuspmkt@usp.br www.facebook.com/teatrodauspoficial 11 3123.5233


Booklet | Mostra Experimentos 2013