Issuu on Google+

Ano II - N° 5 - junho julho agosto 2010 - yazigi.com.br/joaopessoa

VOLUNTARIADO Trabalho comunitário ajuda a melhorar saúde física e mental.

Pág. 10


Índice

Editorial Para incentivar a reflexão sobre os problemas ambientais e mostrar a necessidade urgente de aplicarmos o compromisso da Carta da Terra ao nosso dia a dia, promovemos o concurso de desenho/pintura para crianças de até 10 anos, aberto a toda a comunidade. A ação fez parte da campanha de cidadania Terra Viva, em benefício dos biomas brasileiros e da disseminação da Carta da Terra. Durante todo o ano, uma série de outros concursos serão realizados, contemplando todas as faixas etárias. Nesta edição da revista, o destaque é a matéria sobre voluntariado, que além de ajudar o próximo, proporciona bemestar, reduz o estresse e combate a depressão, melhorando a saúde física e mental de quem desenvolve uma ação filantrópica. Além disso, temos uma entrevista com Alyson Vilela, pioneiro no stand-up comedy na Paraíba, dicas de moda, saúde, jogos e muito mais.

Boa leitura!

04

Bate-papo

06

Moda & Beleza

07

Esporte & Saúde

08

Conectado

09

Tá Ligado

10

Capa

12

Na Escola

14

Vai rolar

15

Top 5

16

Concurso

17

Eco Dicas

18

Eu Fui

19

Clicks

Expediente

Giuseppe Lúcio

Diretor: Giuseppe Lúcio Gerente Pedagógico-Administrativa: Lúcia Wolmer Orientadores Pedagógicos: Gustavo Sousa e Igor Gadioli Supervisora de Vendas: Camila Lúcio Yázigi Miramar - Av. Rui Carneiro, 416, Miramar - João Pessoa - PB CEP: 58032-100 - Fone: (83) 3224-8910 - www.yazigi.com.br/joaopessoa Twitter: http://twitter.com/yazigijpa Publicação Trimestral do Yázigi João Pessoa Criação, Edição e Produção: Pauta Comunicação - Fone: (83) 3042-5558 Jornalista responsável: Iara Ieno - DRT 6029 E-mail: pauta@pautacom.com.br - www.pautacom.com.br

3


Bate-papo

Stand up comedy Conhecido como humor de cara limpa, sem personagens e com textos próprios, o stand up comedy conquista os brasileiros O gênero de comédia stand up, que valoriza o humorista de “cara limpa”, sem maquiagens ou personagens, está se tornando cada vez mais popular no Brasil. Para falar mais sobre o assunto, conversamos com Alyson Vilela, pioneiro no segmento em João Pessoa. O jovem, que sempre gostou de escrever textos cômicos, começou a fazer stand up em outubro de 2007, em um acampamento de jovens. Fez sua primeira apresentação em 2008, no Comédia em Pé (RJ) e, desde então, faz participações em diversos grupos de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e várias cidades do Nordeste. Recentemente, abriu o show do Oscar Filho (Programa CQC), em João Pessoa. Além de fazer parte do grupo Os Insanos (PE), compõe o Comédia de 4, primeiro e único grupo do gênero na Paraíba.

- Como você começou a fazer stand up comedy? Eu sempre gostei de fazer humor, seja por crônicas ou até por comentários em fotos do fotolog. Eu sonhava em ser ator de peças de comédia. O stand up eu conheci através de Seinfeld, um seriado americano. No Brasil, eu soube que tinha gente fazendo quando vi Bruno Motta fazendo no Show do Tom, acho que no início de 2007. Comecei então a ver vários vídeos no Youtube e decidi fazer meus próprios textos. Em outubro de 2007, me apresentei pela primeira vez em um acampamento de jovens presbiterianos (nessa época eu era protestante). A primeira vez que me apresentei em um show profissional, foi no Comédia em Pé (Rio de Janeiro), em janeiro de 2008. Eu estava lá só para assistir ao show, mas

4

quis conversar com os humoristas e acabei dizendo que tinha texto. Não tinha intenção de me apresentar, mas eles insistiram e eu fui. Por isso, me considero filho de Fernando Caruso, que foi quem me estimulou a subir naquele palco. Mas devo também muito do meu desenvolvimento a Murilo Gun, de Recife, com quem já fiz inúmeras participações. - Algum comediante local ou da região te inspirou? Como eu disse, Murilo Gun me ajudou muito a me desenvolver no stand up. O outro comediante que sou fã e até me assemelho no estilo de humor é o Fernando Caruso, que mencionei anteriormente.


Que outro tipo de humor você curte? Gosto muito de sitcoms. O humor do CQC, Comédia MTV e o, infelizmente, extinto Hermes e Renato também me prendem na frente da TV. - É difícil transformar fatos cotidianos e experiências pessoais em piadas que levam o público ao riso? O difícil do stand up é justamente essa questão pessoal. Enquanto no teatro você tem um personagem, no stand up você é você. Se, no teatro, não rirem, podem culpar o texto (que não é seu), o personagem (que não é seu) ou quem sabe você. No stand up, se não rirem, o problema é seu. Para tirar comicidade do cotidiano, é preciso ser bem observador, ver o que se passa ao seu redor e, com isso, estruturar uma piada. Fazer piada não é só falar um monte de bobagens, como muitos pensam. Existe uma técnica, toda uma construção, que chega a ser um artesanato tão minucioso como montar um barquinho dentro de uma garrafa de vidro.

Fazer piada não é só falar um monte de bobagens como muitos pensam. Existe uma técnica...

-- Você acha que, hoje em dia, as comédias stand up têm um espaço merecido na Paraíba? Acho que tem crescido, mas ainda não está no ponto que gostaríamos. O stand up dos famosos sim, já está com ótima aceitação. Vemos teatros lotados e abrindo duas sessões no mesmo dia quando vem um famoso. Mas o público ainda não acordou para o fato de que existe gente aqui em João Pessoa fazendo stand up. As pessoas seguem no twitter, tratam com carinho, mas ainda falta se deslocarem de suas casas para irem ver o show pessoalmente. Não

é culpa do público em si. O fato é que o gênero ainda vai fazer dois anos que é praticado em João Pessoa. O trabalho de divulgação é bem árduo. Porém, vejo que o público que tem nos assistido é receptivo, gosta de se divertir e dá valor ao nosso trabalho. Creio que o estilo vai se desenvolver em João Pessoa com relativa facilidade. - Quais são seus próximos projetos? Bom, ainda não é possível viver de humor. Atualmente, trabalho no Tribunal de Justiça e dou aula na Aliança Francesa. Mas meu projeto profissional é ser professor da UFPB. Atualmente faço mestrado em linguística e, em seguida, já vou tentar o doutorado. No entanto, pretendo continuar com o humor e trabalhar bem para, em um futuro próximo, poder viver bem com os ganhos do stand up. Enquanto isso não acontece, continuo fazendo com muito amor. Não há maior prazer do que estar no palco ouvindo a aprovação das pessoas ao que você está fazendo.

5


Moda & Beleza

O rock sai do palco e invade a moda Por Agda Aquino* Nem só de música vive o rock e nem só de tecido vive a moda. As duas coisas fazem parte da cultura e, porque não dizer, do cotidiano de muita gente. E agora elas se uniram para formar uma das principais tendências do ano. É fácil identificar esse estilo nas vitrines e nas ruas. Marcado principalmente pela presença das tachinhas de metal, pelo preto, por botas, calças legging, e cabelos propositalmente desgrenhados, o estilo rock não custa caro e cai bem em várias idades e tipos de corpo. Se você quer investir nesse look, aposte em peças com tachinhas: camisetas, calças, shorts, tiaras, colares, pulseiras, cintos, sapatos, botas e bolsas. O preto sujo, meio desgastado, é a principal opção de cor. Mas isso não significa desarrumado, as peças vêm com ares mais femininos e cortes mais sensuais que deixam o ombro a mostra, por exemplo. Para as baixinhas, vale apostar nas botas pesadas – principalmente se forem combinadas com uma legging escura comprida ou meias calças pretas. Essa mistura ajuda a alongar a silhueta. Outra dica é usar um visual mais básico e inserir apenas uma ou outra peça com a tendência, para não ficar exagerado. Vale dizer que a “moda rock” não é exclusividade do guarda-roupa feminino. Os rapazes também têm opções nessa linha. Vale apostar nos cintos e pulseiras. Se combinar com tênis e camisetas de banda, melhor ainda.

6

*Agda Aquino é jornalista, designer de moda e colunista de Moda e Estilo do portal Paraíba 1. É mestranda em Estudos da Mídia, onde pesquisa a moda do jornalista de televisão.


Esporte & Saúde

Obesidade infantil, uma epidemia Por Ednardo Parente Costa* A prevalência mundial da obesidade infantil vem apresentando um rápido aumento nas últimas décadas, sendo caracterizada como uma verdadeira epidemia mundial (nos Estados Unidos, 15% dos adolescentes são obesos e no Brasil, 11,7%). Este fato é bastante preocupante, pois a associação da obesidade com alterações metabólicas, como a dislipidemia, a hipertensão arterial, diabetes melitus tipo 2 e doenças cardiovasculares, até alguns anos atrás, mais evidentes em adultos; hoje, podem ser observadas freqüentemente na faixa etária mais jovem. Além disso, alguns estudos sugerem que o tempo de duração da obesidade está diretamente associado à mortalidade por doenças cardiovasculares, principalmente infarto do miocardio e acidente vascular cerebral ou trombose. Estudos realizados em algumas cidades brasileiras mostram que o sobrepeso e a obesidade somados, já atingem 30% ou mais das crianças e adolescentes. Vários fatores são importantes na gênese da obesidade, como os genéticos, os fisiológicos e os metabólicos; no entanto, os que poderiam explicar este crescente aumento do número de indivíduos obesos parecem estar mais relacionados às mudanças no estilo de vida e aos hábitos alimentares. O aumento no consumo de alimentos ricos em açúcares simples e gordura e a diminuição da prática de exercícios físicos, são os principais fatores relacionados ao meio ambiente. A obesidade infantil é inversamente relacionada com a prática da atividade física sistemática e com o aumento dos "aparatos do conforto”, além do baixo consumo de verduras e fibras.

Outro aspecto que tem se discutido sobre os fatores relacionados à epidemia da obesidade é a contribuição do aumento das porções dos alimentos servidas em restaurantes, bares e supermercados. Constatou-se que foi a partir da década de 70 que se iniciou um aumento das porções, coincidindo com a atuação mais forte do marketing, na indústria alimentícia. Como exemplo, o tamanho da batata-frita oferecida aos consumidores em meados dos anos 50 representava 1/3 do maior tamanho oferecido em 2001. Diante do que foi discutido e dos números apresentados, percebe-se a importância da implementação de medidas intervencionistas no combate e prevenção a este distúrbio nutricional em indivíduos mais jovens. Algumas áreas merecem atenção, sendo a educação, a indústria alimentícia e os meios de comunicação, os principais veículos de atuação. Medidas de caráter educativo e informativo, através do currículo escolar e dos meios de comunicação de massa, assim como, o controle da propaganda de alimentos não saudáveis dirigidos, principalmente, ao público infantil e a inclusão de um percentual mínimo de alimentos in natura no programa nacional de alimentação escolar, além da redução de açúcares simples são ações que devem ser praticadas. Sobre a indústria alimentícia, devemos procurar o apoio à produção e comercialização de alimentos saudáveis.

*Endocrinologista, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e aluno do Yázigi

7


Conectado Espaço do Leitor Veja alguns comentários que recebemos no nosso Twitter (@yazigijpa) ou e-mail.

“ “ “ “ “ “

#será? “O Dr. Gregory House, da TV fala tão bem espanhol. Acho que ele estudou no @yazigijpa.” @cicada_frog

” ”

#NovoIdiomaYazigi “Já passou da hora de podermos ter cursos de Francês com todo o dinamismo que é marca registrada de vocês!” @lourencomiranda (O Yázigi João Pessoa lançou uma enquete no Twitter questionando qual deveria ser o novo idioma oferecido pela escola, além do inglês e do espanhol. O francês foi o idioma mais votado com 48,07% dos votos).

#kidsground “Galera Yázigi, amo vocês! Coloquem fotos da parte nova da escola no orkut, Ficou linda! Abraço grande”. @julyluiza

#dicas @yazigijpa “Adorei o site que traz os currículos mais transados que já vi!!! Ótima dica, vale muito a pena conferir!!!”. @Crissmorango (A dica foi passada pelo nosso aluno @juarezbatista, achamos tão legal que repassamos para todos os seguidores. Quem quiser conferir, é esse o endereço: http://bit.ly/b1djTm.)

” ” ”

#finançaspessoais “O livro Finanças Pessoais de Maurício Galhardo já chegou. Muito obrigado. Já estou gostando muito da leitura”. @PaiRico (O Yázigi sorteou livros de Maurício Galhardo, palestrante do último Encontro Família+Escola. Para participar era preciso escrever uma frase que descrevesse como o livro seria útil, os criadores das três melhores respostas levaram um exemplar).

#obemfazbem “obrigado por ajudar a espalhar a campanha. Sua boa ação já está no site :D @obemfazbem” (O Bem Faz Bem é uma campanha do Grupo Nordeste. A cada três boas ações registradas será feita a doação de R$1,00 até o limite de R$150 mil. O Yázigi divulgou a Campanha Páscoa Solidária. Mais informações no www.obemfazbem.com).

Participe também. Escreva, critique, elogie, sugira, apareça na Ypsilon! Envie e-mail para maisa@yazigi.com ou seu tweet para @yazigijpa.

8


Tá Ligado? Game - Copa do Mundo FIFA 2010 “2010 FIFA World Cup”, da Electronic Arts, já chegou às lojas brasileiras. O jogo oficial da Copa está disponível para PlayStation 3, Xbox 360, Nintendo Wii e PSP. Apesar de apenas 32 seleções disputarem a Copa do Mundo de verdade, no game o jogador pode escolher entre 199 seleções, pois foram incluídos todos os países que participaram das eliminatórias.

jogadores cansam mais rápido e a bola fica mais veloz. O jogo também é a melhor garantia de ver a seleção canarinho conquistar o hexa, pois mesmo que o time de Dunga vá mal na Copa, na sua sala quem comanda é você.

O game também permite mais de cem alterações sugeridas pelos fãs da série, como a interação entre técnicos e jogadores, por exemplo. Além de permitir que o jogador faça toda a jornada das eliminatórias até o torneio final, com estratégias diferentes para jogar em casa ou como visitante, táticas específicas para jogo e uma grande novidade: os efeitos de partidas disputadas na altitude, onde os

Valeu A justiça brasileira mostrou-se favorável à adoção de crianças por casais homossexuais. Dorival Carvalho Júnior, 47, e Vasco Pedro da Gama, 38, de Catanduva (SP), formam o primeiro casal homossexual do Brasil a adotar oficialmente uma criança, Theodora, de 8 anos. Em 2006, o casal se interessou pela menina e, depois de cumprir todas as etapas legais, terminou por adotá-la. Para especialistas, o convívio com pais homossexuais não influencia na orientação sexual dos pequenos.

Foi Mal A procuradora aposentada Vera Lúcia Gomes, 57, acusada de torturar uma menina de 2 anos e 10 meses que pretendia adotar. Vera Lúcia teve a prisão preventiva decretada, mas nega ter cometido agressões físicas e morais à menina, apesar das gravações, dos depoimentos das testemunhas e de fotos que mostram a criança com os olhos machucados. A promotora do caso, Carla Araújo de Castro, espera que o julgamento de Vera Lúcia aconteça ainda em julho deste ano.

9


Capa

Trabalho comunitário Pesquisas revelam que trabalho voluntário proporciona bem-estar, reduz o estresse e combate a depressão, entre outros males Quer melhorar sua saúde física e mental? Que tal fazer um trabalho voluntário? Uma pesquisa feita nos Estados Unidos revelou que as pessoas que desenvolvem ações filantrópicas dizem ter melhor saúde física e mental por causa dos serviços comunitários que realizam. Outro dado apresentado pela pesquisa mostra que o percentual de voluntários obesos é menor que o de pessoas que não desenvolvem trabalhos comunitários. O nível de estresse também cai entre eles, já que desenvolvem mais ações positivas e menos estressantes no ambiente de trabalho. Voluntários são pessoas que prestam serviços não remunerados em benefício da comunidade, doando seu tempo e conhecimentos a diversas formas de atividades, organizadas ou não, para o bemestar social. Para isso, não é preciso ter formação acadêmica, basta vontade de ajudar e compromisso com o desejo de oferecer novas oportunidades. Para a médica Andréia Gadelha, presidente da ONG Donos do Amanhã, criada para ajudar no tratamento de crianças portadoras de câncer, o trabalho social é uma troca. “Quando você recebe o sorriso de uma criança, no nosso caso a criança com câncer, você volta para casa iluminado, você vê que não tem problema algum! Você volta renovado em poder ajudar alguém e ele está te ajudando também. Aquele

10

sorrisinho, aquele pegar na mão, aquele abraço, trazem todo o benefício... uma sensação de bem-estar, de saúde”, comenta. Na Associação Donos do Amanhã, existem vários tipos de voluntários: médico, contador, assistente social, enfermeiro, psicólogo, cozinheiro, servente, secretária, músico, entre outros. “Às vezes as pessoas têm certo receio de lidar com a doença ou com o problema que a doença gera, mas não precisa ser voluntário dessa forma. Com o que você tem, você pode ser um voluntário. Qualquer pessoa pode ajudar” ressalta a médica. O trabalho voluntário com idosos também pode trazer novos aprendizados e troca de experiências. Marliete Arruda, fundadora da Casa da Divina Misericórdia, percebeu que


muitos idosos ainda não tinham assistência devida e resolveu criar a instituição. “Para mim, a grande satisfação é olhar para eles e ver a alegria e segurança que transmitem, graças ao nosso trabalho. Eles nos ensinam muito com suas experiências e vontade de viver”, confessa . Para a médica aposentada Maria de Luna, que desenvolve atividades sociais desde o início da faculdade, o trabalho voluntário é uma maneira concreta de solidariedade com as pessoas, principalmente, aquelas que têm seus direitos humanos negados parcial ou totalmente, seja pelo Estado, pelas famílias ou pela comunidade.

escolar, lazer e oficinas de artesanato, artes populares, culinária, entre outras. Além disso, trabalha no Centro de Estudos e Pesquisas Psicobiofísicas - CEPP-JP, aplicando gratuitamente uma terapia complementar que se utiliza de bioenergia (REIKI) para apoiar pessoas com necessidades de recuperar ou equilibrar sua saúde. No Reiki Solidário, os pacientes contribuem com leite que é doado ao Hospital do Padre Zé.

Hoje, além de fazer diversas consultas médicas gratuitas a pessoas da comunidade onde mora, Maria é voluntária da Ação Fraternal de Educação Integral/Paróquia N.Srª de Guadalupe-Cabo Branco, que atende cerca de 200 crianças e adolescentes de diversos bairros, para que tenham reforço

11


Na Escola Encontro Família+Escola

EcoCine

O Encontro Família + Escola, realizado no dia 12 de março, contou com palestra de Maurício Galhardo, autor do livro “Finanças Pessoais – uma questão de qualidade de vida”. Galhardo deu dicas de como quitar as dívidas, poupar, cumprir metas e administrar os recursos, além de ensinar como tornar-se um consumidor consciente.

O Yázigi João Pessoa realizou o EcoCine, com duas sessões de cinema com pipoca e refrigerantes para alunos entre 3 e 12 anos e seus convidados. A ação fez parte da Campanha de Cidadania Terra Viva e arrecadou mais de 100 peças de roupas que foram doadas à Associação Pestalozzi da Paraíba.

Dia das Mães Os alunos do Little Kids ao Magic Links receberam EcoBags para presentearem as mães, junto com cartões preparados por eles. A homenagem foi mais uma iniciativa do Yázigi para estimular a preservação do meio ambiente, já que ao utilizar suas EcoBags, as mães contribuem para diminuir o uso das sacolas plásticas.

12


O Yázigi realizou um Concurso de Desenho/Pintura para crianças de até 10 anos, alunos e não alunos da escola. A ação fez parte da campanha de cidadania Terra Viva, que trabalha o tema do aquecimento global e suas decorrências, com ações voltadas a favor dos biomas brasileiros e da disseminação da Carta da Terra. Os desenhos e pinturas ficaram expostos durante a Biomexpo, uma exposição realizada entre os dias 09 e 11 de junho. A comissão julgadora foi composta pelos desenhistas e ilustradores André Castelo e Luyse Costa e pela representante do Projeto Tartarugas Urbanas, Rita Mascarenhas. A vencedora da etapa de João Pessoa foi Ana Cecília de Medeiros Araújo Alvez, 10, estudante do Sesc Educação. Ela pôde escolher o prêmio que mais tinha a ver com seu estilo: um iPod ou um PSP. Além disso, Cecília está concorrendo a etapa nacional do Concurso, que dará ao primeiro colocado um videogame XBOX mais uma poupança no valor de R$ 1.500,00.

Em 2010, além do Concurso de Desenho, o Yázigi promoverá para seus alunos e para a comunidade uma série de outros concursos que levarão em consideração o tema da Campanha Terra Viva e a importância de preservarmos os biomas brasileiros. Serão concursos abrangentes que contemplarão todas as faixas etárias. Para saber mais sobre a nova campanha do Yázigi Internexus é só acessar o site www.yazigi.com.br/campanha2010. Já para conferir o desenho de Ana Cecília, vencedora da etapa de João Pessoa, é só ir até a página 16 da Ypsilon.

13


Vai Rolar Curso de Férias

Agenda Junho 05 - MeetUp SpeakUp 09 a 11 - Biomexpo 11 - Divulgação do desenho vencedor do Concurso de Desenho/Pintura da Campanha Terra Viva 18 - Arrayázigi 19 - MeetUp SpeakUp

Estão abertas as inscrições para os cursos de férias que o Yázigi vai realizar de 05 a 30 de julho. Os cursos intensivos oferecem, em apenas um mês, o mesmo conteúdo dos semestrais. É ideal para quem quer economizar tempo e aproveitar o período para acelerar o inglês, investir no desenvolvimento pessoal, incrementar o currículo ou se preparar para fazer um concurso ou uma viagem. As aulas, realizadas de segunda a sexta-feira, das 18h45 ás 21h30, são voltadas para vários níveis e necessidades, têm foco em conversação e atividades interativas na Internet. Dinâmicas e divertidas, elas proporcionam a prática constante da língua, gerando fluência nos diálogos. Outra vantagem do curso de férias é a economia. Além de aprender um idioma em um período curto de tempo, os cursos intensivos têm valores 40% mais baratos em relação ao curso semestral. Já para quem comprar o curso de férias mais o curso regular do semestre, o curso intensivo sai com 50% de desconto e pode ser dividido em até 8 vezes no cheque ou cartão. Quem se inscrever até o dia 10 de junho também terá 5% de desconto na matrícula, que pode ser dividida em até 2 vezes no cheque ou cartão.

14

Julho 05 - Início do Curso de Férias 30 - Término do Curso de Férias

Agosto 04 - Open Day 07 - Início das Aulas 2010.2

Campina Grande será sede do YIES Acontece em Campina Grande, nos dias 29 e 30 de julho, o Yázigi Internexus Education Seminar (YIES), seminário de professores Yázigi das regiões Norte e Nordeste. Estarão presentes, o presidente da rede, Alexandre Silva, além de Marcos Polifemi, diretor pedagógico do Centro de Linguística Aplicada (CLA), Luciana Locks, gerente pedagógica do CLA, Fernanda Fróes, coordenadora pedagógica regional, Cláudio Tieghi, gerente de Responsabilidade Social e Deirdre Malone, do Eurocentres, rede internacional de escola de idiomas.. O evento é uma oportunidade de apresentar trabalhos, trocar experiências pedagógicas e partilhar as novidades da área.


TOP 5 Por Ricardo Oliveira*

Jogos Preferidos

Prince of Persia: The Two Thrones (PC, PS2, Xbox, Gamecube) A clássica série Prince of Persia passou por uma renovação e sua terceira parte, lançada em 2005, é uma das experiências mais prazerosas nos games. Ótimo para quem gosta de acrobacias e desafios que envolvem habilidade nos dedos e na mente.

Wo r l d o f G o o ( P C , Nintendo Wii) Eleito o melhor jogo independente de 2008, World of Goo é um puzzle intrigante. O título tem uma física perfeita e é baseado numa premissa simples: montar enormes torres de bolinhas gosmentas. Pode ser mais trabalhoso e divertido do que se imagina. Destaque para a trilha sonora original, baseada nos filmes de Tim Burton.

Shadow of The Colossus (PS2) R a p i d a m e n t e mencionado no bonito filme “Reine Sobre Mim” (com Adam Sandler), Shadow of The Colossus é uma das mais brilhantes metáforas no mundo dos games: vencer 16 gigantes no jogo não deixa de ser muito parecido com nossas vidas. Uma obraprima.

Grand Theft Auto 3: San Andreas (PS2, Xbox, PC) A série GTA sempre foi massacrada pela mídia, acusada de incentivo a violência. Porém, o jogo é adequado apenas para maiores de 18 anos e, para estes, trata-se de uma experiência única de imersão, misturando pitadas de RPG, cinema policial e uma análise do crime nos EUA.

Donkey Kong Country 3 (SNES) Em 1996, a Nintendo fechou com chave de ouro esta trilogia genial. DK influenciou inúmeros jogos, incluindo títulos como Lego: Batman e Crash Bandicoot. Com jogabilidade excepcional, ainda hoje é garantia de diversão.

* Ricardo Oliveira é jornalista, crítico de cinema e palestrante sobre cultura digital. Fã de games desde os 8 anos de idade, hoje fala sobre filmes, livros, música e muito mais no Diversitá (www.diversita.com.br).

15


Concurso Vencedores do Concurso de Desenho/Pintura

Terra Viva e os Biomas Brasileiros. Os jurados avaliaram os desenhos a partir da idade, do uso das cores, dos traços, da criatividade e da relação com o meio ambiente, além de considerar o fato de eleger um desenho que pudesse competir bem na etapa nacional.

O desenho vencedor foi escolhido por caracterizar uma charge que mostra alguns dos biomas, o aquecimento global e o derretimento das geleiras, sem perder a característica infantil. Ana Cecília de Medeiros Araújo Alvez - 1° lugar

Yago Araújo Golzio - 2° lugar

16


Eco Dicas Papel

Metal

A cada 28 toneladas de papel reciclado evita-se o corte de um hectare de floresta (uma tonelada evita o corte de 30 ou mais árvores).

Uma tonelada de latinhas de alumínio, quando recicladas, economiza 200 metros cúbicos de aterros sanitários.

Plástico

Vidro

A Cada 100 toneladas de plástico reciclado,

O vidro é 100% reciclável, portanto não é

evita-se a extração de uma tonelada de

lixo: 1 kg de vidro reciclado produz 1 kg

petróleo, recurso natural não renovável.

de vidro novo.

Nathália de Fátima Coutinho Maia - 4° lugar

Vítor Domingues Duarte Paiva - 3 ° lugar

Helena Leopoldina - 5° lugar

17


Eu Fui

Como parte do Prêmio Mario Utimati, que recebi no YILTS do ano passado, ganhei uma viagem para fazer um curso de ingês na escola Eurocentres, em Cambridge. Não lembro de ter ouvido alguém perguntar se eu queria a viagem com ou sem emoção, mas colocaram "com emoção". Minha viagem estava marcada para a semana na qual houve as primeiras erupções do vulcão da Islândia, e como o Reino Unido foi o país europeu mais afetado, claro que fiquei um pouco apreensivo se iria viajar, mas contei com todo apoio do Yázigi Travel e do Yázigi João Pessoa e adiei minha ida por 10 dias. Cheguei em Londres e tive quatro dias para conhecer a cidade, que é fantástica: além de muito fácil para se andar, tem atrações para todos os gostos e todas as horas do dia. Em Cambridge, eu fiquei hospedado na casa de uma família e fui muito bem tratado. A escola Eurocentres oferece diversos tipos de cursos, além de passeios e programas culturais e esportivos (eu joguei futebol, por exemplo). Lá havia alunos de vários países europeus, asiáticos, árabes e sul-americanos, inclusive muitos brasileiros. É muito fácil fazer amizade entre os alunos de culturas diferentes. O que estimula o uso de inglês mesmo fora da sala de aula. A cidade tem diversos parques e é quase

18

toda plana, então a maioria da população prefere usar bicicleta, apesar do sistema de ônibus ser bastante eficiente. Empresários, professores, estudantes, você vê todo mundo indo trabalhar ou estudar de bicicleta. Os habitantes da cidade têm muito orgulho da Universidade de Cambridge. É fácil achar alguém dizendo que de lá já saíram 87 prêmios Nobel. Estudaram ou lecionaram lá alguns notáveis como: Isaac Newton, Charles Darwin, Stephen Hawking, Virginia Woolf, entre muitos outros. Mas a cidade não vive só de história e cultura: lá há diversas opções de lazer: de pubs e boates a teatro e cinema e um programa comum entre os alunos de lá é o de passar o fim de semana em outras cidades do Reino Unido ou de outros países: Paris, Genebra, Bruxelas e Amsterdã estão entre os destinos preferidos. Apesar de ter passado apenas duas semanas lá, aproveitei bastante e minhas impressões foram as melhores: da escola, da família e dos alunos.

Gustavo Sousa é orientador pedagógico e professor do Yázigi João Pessoa

Contato: yazigitraveljp@yazigi.com


Clicks

19



Ypsilon