Page 1

Certo dia eu estava viajando por uma rodovia e parei em um posto de serviços para abastecer o veículo e tomar um café.

CLICK


Entรฃo, aproveitei para ir ao banheiro e, lรก chegando, no sanitรกrio ao lado havia outra pessoa.


Não costumo conversar com desconhecidos, principalmente em banheiros públicos, mas na condição de viajante anônimo e por educação respondi a ele:

Foi então, que ouvi: Oi, como vai?

Eu vou bem, obrigado!!


A pergunta me pareceu estĂşpida, mas mesmo assim respondi:

Por onde vocĂŞ tem andado?

Acredito que igual a vocĂŞ, estou viajando!


Embora me sentindo incomodado com a pergunta, novamente respondi:

Posso saber para onde vai?

Sim, claro, estou indo a S達o Paulo e posteriormente, ao Rio!


Totalmente arrependido de ter dado sequência à conversa, ainda respondi:

Suponho que vais atrás de um bom negócio!

Sim, vou! Espero que o resultado seja positivo!


Olha, logo eu volto a te ligar, é que a bateria do meu celular está no fim e, além disso, tem um idiota aqui ao lado que responde tudo que eu te pergunto!

¡¿!?


Moral: Limite-se a fazer o que está de acordo com o local onde se encontra.

Se vai à Igreja, reze

Se vai à festa, divirta-se Se vai ao restaurante, coma Porém, se for ao banheiro, Cague quieto!

Linha Cruzada  

no banheiro...