{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

A VOZ DA ONÇA MARÇO. 2019


QUEM SOMOS O Projeto Onças do Iguaçu é um projeto institucional do Parque Nacional do Iguaçu, e vem dando continuidade ao trabalho realizado pelo Projeto Carnívoros do Iguaçu, criado em 1990.

NOSSA MISÃO Conservação da onça-pintada, como espécie-chave para a manutenção da biodiversidade na região do Parque Nacional do Iguaçu

A VOZ DA ONÇA é uma publicação bimestral do Projeto Onças do Iguaçu. Neste número apresentamos nossas atividades nos meses de janeiro e fevereiro de 2019.


Relatório Anual: muita coisa feita! Começamos o ano preparando um relatório com todas as atividades realizadas em 2018. E pense num ano produtivo!!! Trabalho intenso em pesquisa, engajamento, coexistência e divulgação. O nosso Relatório Anual 2018 está disponível no link: https://bit.ly/2SyKgas


PARCERIAS Parcerias pela conservação! O WWF Brasil é um parceiro muito importante para o projeto, que nos apoiou em 2018 com ações e estudos de engajamento e coexistência, e que renovou esta parceria para 2019, o que vai nos permitir realizar várias atividades como Papos de Onça, Onça na Escola, Onça na Praça e Bafo de Onça. Ações que nos permitem levar a onça-pintada para cada vez mais corações, substituindo o medo por encantamento, para que a cada dia tenhamos mais#LoucosPorOnças Somos muito gratos ao WWF Brasil pela renovação da parceria e esperamos continuar a trabalhar juntos pela conservação das onças do Iguaçu.


PARCERIAS Parcerias pela conservação! O Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu (Fundo Iguaçu) é nosso grande parceiro. Em 2018 foi um dos principais financiadores, o que nos permitiu fazer aquisição de meterias, equipamentos, pagar consultores, imprimir material de divulgação, abastecer e fazer manutenção de veículos e muitas, muitas coisas mais que mantiveram o projeto “positivo e operante” em 2018. Agora em 2019 esta parceria foi renovada e o Fundo passa a ser nosso principal patrocinador, desta forma podemos seguir com nossas ações a todo vapor!

Somos muito gratos ao Fundo Iguaçu por seu comprometimento com as nossas onças! A renovação desta parceria é muito importante para o Projeto Onças do Iguaçu. Que esta seja uma parceria longa e produtiva.


ENGAJAMENTO A TRILHA DA ONÇA foi pensada dentro da filosofia do Programa “Nature for All” (Natureza para Todos), uma iniciativa global da IUCN para inspirar o amor pela natureza. Destina-se a construir apoio e ações para a conservação da natureza entre pessoas de todas as esferas da vida, conscientizando e facilitando experiências e conexões com o mundo natural. Dia 13 de fevereiro realizamos uma Trilha da Onça em Foz do Iguaçu, no Parque Nacional. Participaram da atividade moradores de Foz, integrantes do grupo Pedal Caminho do Colono de Serranópolis, o Chefe do PNI e membros da WWF. Foi feita uma trilha de cerca de 1 km, precedida por um café da manhã, bate papo e exposição de material do projeto.


Olha que bacana nosso calendário 2019! Ele foi criado para ajudar os agricultores da região, e traz as fases da lua e as épocas de plantio de diversas frutas e hortaliças. Também tem o nosso contato, assim sempre podem falar conosco facilmente. Os calendários são distribuídos durante as visitas que fazemos aos moradores lindeiros. A produção deste material foi patrocinada pelo WWF Brasil.


ENGAJAMENTO A ideia do movimento mundial “Pint of Science", ou “Caneco de Ciência”, é criar eventos em que os pesquisadores saiam das universidades e institutos de pesquisa e conversem diretamente com as pessoas, discutindo ciência no bar, de forma leve, interessante e acessível. Nós do Projeto Onças do Iguaçu gostamos da ideia e decidimos criar nossa própria versão, que será o BAFO DE ONÇA. Nosso primeiro BAFO DE ONÇA foi realizado em Foz do Iguaçu, na bela Casa dos Contos, nossa nova parceira! E foi muita lindeza! Um bate-papo muito bacana sobre as onças! Em breve faremos em outros municípios lindeiros.


ENGAJAMENTO O ONÇA NA ESCOLA são atividades desenvolvidas em escolas dos municípios lindeiros, com teatro, palestra e exposições. Esta atividade, além de levar conhecimento, busca usar o encantamento como ferramenta de conexão e empatia. Em janeiro não foram realizadas estas atividades devido às férias escolares Em fevereiro foram feitos dois Onça na Escola no município de Santa Lúcia, devido a avistamentos de um puma na região. Realizamos duas atividades (manhã e tarde) na Escola do Campo General Olivério, localizada na área rural de Santa Lúcia, onde foram feitos avistamentos de puma, para informar e tranquilizar a comunidade.


ENGAJAMENTO O PAPO DE ONÇA são conversas com comunidades, geralmente adultos, sobre onças-pintadas, prevenção e boas práticas no manejo de gado para evitar a predação. Durante esta atividade serão distribuídos exemplares do “Onças do Iguaçu: Guia de Convivência”. Em fevereiro foram realizados três Papos de onça: Capanema Papo de Onça realizado com Secretarias Municipais de Educação de 5 municípios (Capitão Leônidas Marques, Capanema, Planalto, Pérola do Oeste e Realeza), em parceria com a Usina Baixo Iguaçu. Prefeitura de Santa Lúcia Papo de Onça realizado com funcionários da prefeitura de Santa Lúcia, em virtude do avistamento de um puma na região. Comunidade Barreirinha em Santa Lúcia Papo de Onça realizado com moradores da comunidade Barreirinha em Santa Lúcia, local onde foram registrados avistamentos de um puma e os moradores estavam bastante apreensivos.


ENGAJAMENTO O PEDAL DA ONÇA serão passeios ciclísticos que terminam com exposição e bate-papo sobre onças e sobre o Parque Nacional. A ideia é realizar em vários os municípios lindeiros. Em janeiro, para comemorar o aniversário de 80 anos do Parque Nacional do Iguaçu, foi realizado um Pedal da Onça em Serranópolis, organizado em parceria com o Grupo Pedal Caminho do Colono. Teve pedal e caminhada pela Trilha Ecológica Amigos da Onça, até a propriedade de D'Mary Morangos, onde o grupo foi recebido pelos proprietários com suco de morangos produzidos na propriedade e bolo para comemorar o aniversário do Parque. Também participaram do evento o Chefe do Parque Nacional do Iguaçu, Ivan Baptiston e funcionários do Parque Nacional. O evento foi finalizado com um churrasco oferecido para o grupo pelo prefeito de Serranópolis. Para a nossa equipe foi muito recompensador ver um município lindeiro ao Parque Nacional tão comprometido e decidido a cuidar do parque e das onças!


ENGAJAMENTO No dia 19 de fevereiro realizamos uma atividade nova, o Onça na Feira, que foi uma exposição sobre o projeto em uma feira de produtores rurais no município de Capanema. Tivemos bastante interesse e retorno da comunidade, e pretendemos realizar esta atividade em feiras de produtores em outros municípios.

ONÇA NA FEIRA


ENGAJAMENTO O ONÇA NA PRAÇA são atividades desenvolvidas em praças públicas dos municípios lindeiros, não necessariamente com agendamento prévio. Bate papo sobre onças, oficinas de pegadas em gesso, exibição de filme sobre o projeto, pintura de rosto, teatro, pintura para crianças, contação de histórias.....

O primeiro Onça na Praça realizado pelo Projeto foi dia 23 de fevereiro em Serranópolis, em parceria com o grupo Pedal Caminho do Colono e Prefeitura Municipal de Serranópolis. Participaram da atividade cerca de 400 pessoas. Montamos uma exposição, a prefeitura montou som, pula-pula e distribuiu pipoca. O Parque Nacional cedeu brindes para serem sorteados, como entradas no Parque, passeios no Macuco Safari e passeio de helicóptero. Tivemos um ótimo retorno da comunidade, muitas pessoas interessadas, muitas crianças fazendo perguntas sobre as onças. Os próximos Onça na Praça serão nos demais municípios lindeiros.


ENGAJAMENTO Em fevereiro fizemos mais um Onça na Praça em Santa Lúcia, onde foi avistado um puma há algumas semanas. Em nossa quarta visita à cidade, realizamos atividades com a comunidade. Tivemos total apoio da Prefeitura Municipal (UM MILHÃO DE OBRIGADAS!!!), que montou tenda, pula-pula, local para projeção e providenciou lanche para os estudantes. Recebemos durante o dia cerca de 800 alunos de todas as escolas estaduais! Pense numa criançada interessada! Foi muito, muito bacana, a gora temos Loucos Por Onças também em Santa Lúcia. E por falar em onça, checamos as armadilhas fotográficas que instalamos na região e não foi obtido nenhum registro do puma, no entanto registramos muitos outros animais como gato-mourisco, irara, tatu, capivara, gambás....coisa linda! Agradecemos a Santa Lúcia pela acolhida e continuamos juntos trabalhando para cuidar de onças e pessoas!


COEXISTÊNCIA No dia 5 de fevereiro recebemos a notícia de avistamento de um puma e possíveis predações de gado no Município de Santa Lúcia, e no dia seguinte nossa equipe foi ao local para avaliar a situação. Visitamos o local com um perito ambiental da Prefeitura Municipal. Na única propriedade onde tivemos a informação de predação de bezerro encontramos uma casa abandonada, um pasto bastante sujo com capim alto e três cabeças de gado em situação vulnerável, pois não há moradores no local, existem construções abandonadas que podem servir como abrigo para o puma e o capim muito alto, ao lado de uma mata ciliar, não torna o local seguro para os animais Conversamos com um morador local, que afirmou ver um puma passando próximo da propriedade, mas nunca tentou se aproximar. Conversamos com ele sobre medidas de proteção e deixamos um Guia de Coexistência que lista medidas tanto para proteger pessoas quanto animais de criação em áreas com presença de onças Também avaliamos uma área na beira do rio que a população usa para lazer, deixamos para serem entregues ao caseiro foguetes e bombinhas (que podem ser usados para afastar as onças) e elaboramos um protocolo de segurança para o uso do local, que foi encaminhado ao funcionário da Prefeitura. Fizemos a sugestão de que seja instalada no local uma placa com os procedimentos de segurança para visitantes. No dia 14 de fevereiro voltamos ao local e instalamos armadilhas fotográficas para tentarmos registrar este animal (ainda não sabemos se é apenas um animal) e também para novamente orientar os moradores. No dia 20 de fevereiro realizamos no local Papos de Onça e Onça na Escola.


Com apoio financeiro da WWF, estamos conduzindo entrevistas e conversas com os moradores dos municípios lindeiros ao PNI para avaliar a percepção pública sobre as onças. Este contato próximo tem também como resultado um ótimo trabalho de integração, engajamento e a construção de uma relação de confiança. O objetivo é entender a percepção e as motivações que poderiam levar ao abate de onças. De posse destes dados, construiremos uma estratégia de ação. Fomos convidados para integrar o Projeto People and Wildlife Coexistence, coordenado pelo Dr. Sílvio Marchini (Chester Zoo/WILDCRU e ESALQ), que vai explorar formas de melhorar a análise e gestão dos conflitos entre humanos e animais selvagens em várias localidades na América Latina de modo a apoiar e aconselhar estratégias para transformar o conflito em coexistência. Em janeiro o Sílvio trabalhou junto com a nossa equipe os dados obtidos em quase noventa questionários já realizados.. Tem muita informação bacana e uma análise preliminar dos dados já nos deu subsídios para algumas intervenções e estratégias


Todos ansiosos pelo resultado do Censo 2018, mas os dados ainda estĂŁo sendo analisados, e assim que finalizarmos vamos contar para vocĂŞs o resultado!


MONITORAMENTO DE FAUNA Como vocês sabem, além de estudar a população de onças-pintadas do Parque Nacional, nós também fazemos o monitoramento geral da fauna do Parque. Nossas armadilhas fotográficas registraram em fevereiro uma imagem linda de um grupo de queixadas (Tayassu pecari) aqui no Parque Nacional!!! Esta espécie está Criticamente Ameaçada na Mata Atlântica, e as principais ameaças são a caça e perda de hábitat. Em várias regiões do bioma a espécie está já totalmente ausente. Queixadas são consideradas engenheiros de ecossistemas, o que significa que desempenham um papel importante na criação, modificação e manutenção de habitats. Nos últimos 20 anos a espécie, que era uma das principais presas da onça-pintada na década de 90, foi considerada extinta no Parque Nacional do Iguaçu. Em 2016, Carlos Brocardo registrou novamente a espécie no Parque, em poucos pontos na região norte. Portanto, este novo registro é muito importante e pode indicar que a espécie está se recuperando no Parque Nacional, mas ainda são precisos mais estudos para avaliar ocupação e tamanho populacional de queixadas dentro do Parque. A ação da equipe de proteção do Parque Nacional no combate à caça tem sido fundamental para que espécies como a queixada possam se recuperar. Uma das linhas de pesquisa do Projeto Onças do Iguaçu é o estudo da base de presas das onças-pintadas, e esperamos que esta pesquisa gere mais dados sobre as queixadas dentro do Parque. E que venham mais queixadas! Juntos podemos ajudar a fauna do nosso Parque Nacional a se recuperar!


ONÇAS E SEGURANÇA Em fevereiro realizamos duas reuniões com a equipe do ICMBio do Parque Nacional para discutir os protocolos de segurança que estão sendo elaborados com relação a grandes felinos no Parque. Fizemos uma matriz de análise de riscos, os protocolos estão em fase final de elaboração e em breve devem ser implementado e divulgados. E esta sendo criada a nossa EREF – Equipe de Resposta a Emergências com Felinos.


COMO ESTÃO NOSSAS ONCINHAS??? Estamos acompanhando os filhotes da Atiaia através de câmeras fotográficas instaladas no Parque e também dos registros dos Amigos da Onça. No final de janeiro a Atiaia e um de seus filhotes foram registrados em uma de nossas armadilhas fotográficas. Olha só como ele cresceu!!!


Tem novidade chegando!! Fazemos parte da Comissão Organizadora do 2° Simpósio Internacional de Ecologia e Conservação da Onça-Pintada e Outros Felinos Neotropicais! Será em Foz do Iguaçu em 2020, e vai ser lindeza! Em breve mais informações.


AMIGOS DA ONÇA O grupo de Whatsapp Amigos da Onça foi criado para facilitar a comunicação com os motoristas de ônibus, vans e colaboradores das concessionárias que atuam no Parque Nacional. O grupo foi crescendo e já está com mais de 100 pessoas! Cem amigos que estão nos ajudando informando avistamentos de onças, localização de fezes ou pegadas e nos enviando fotos dos registros. E neste número do A VOZ DA ONÇA escolhemos postar uma foto do vídeo feito pela Lilian Sierich, que em fevereiro teve um encontro com a Atiaia e seus filhotões. Ela gravou um vídeo onde só aparecem dois filhotes, mas a Lilian observou os 3. Nem sempre a Atiaia é vista com os três, e as vezes é registrada sozinha. Os 3 filhotes estão se desenvolvendo lindamente, ao lado desta onça fantástica que á a Atiaia. Os Amigos da Onça são grandes parceiros do Projeto, e “multiplicam nossos olhos”, desempenhando um papel super importante no monitoramento das nossas onças. Somos muito gratos a todos que estão colaborando.


Acompanhe as novidades do Projeto Onças do Iguaçu no Facebook! oncasdoiguacu

Também estamos no Instagram!!


projetooncasdoiguacu@gmail.com


PARCEIROS EXECUTORES

PATROCINADORES

APOIO

Profile for Yara Barros

A Voz da Onça - Março 2019  

A Voz da Onça - Março 2019  

Advertisement