Page 1

INFORMATIVO

Ano 4 - Edição 16 Abril/ Maio -2013

ALMOÇO DE IDEIAS destaca o valor do capital humano


Página 2

editorial O Meio Ambiente Entre os dias 1 e 7 de junho será comemorada a Semana do Meio Ambiente e no dia 5 de junho comemoraremos o Dia do Meio Ambiente. Em todo o universo haverá palestras e reflexões sobre a responsabilidade do SER HUMANO na preservação do ambiente físico e dos seres vivos que nele vivem. A preservação ambiental determinará a saúde do nosso PLANETA. Estes eventos justificam o texto a seguir. Nas últimas décadas se ouve falar muito sobre a agressão do homem ao ar, solo, água, florestas e animais que habitam o planeta. Frequentemente, nos deparamos com notícias e imagens que denotam a crescente devastação de nossas florestas, o amontoado de lixo doméstico jogado na rua, nos rios e córregos, favorecendo as enchentes nas enxurradas que assolam nossas cidades em determinadas épocas do ano. Muito frequentemente, tomamos conhecimento de lixo e efluentes, oriundos de indústrias de vários segmentos, jogados nos rios, proporcionando inviabilidade de qualquer forma de vida no meio fluvial e, indiretamente, no mar. Ao mesmo tempo ouvimos que o ar está saturado por gases emanados das indústrias e por monóxido de carbono oriundo da queima de combustível usado na frota rodoviária das cidades e rodovias de todo o país. Sabemos que a camada de ozônio

da atmosfera está sendo destruída. Ela funciona como um escudo protetor do planeta Terra, uma vez que absorve 98% da radiação ultravioleta emitida pelo sol, radiação esta que pode causar danos à vida no nosso planeta. Por exemplo, a existência de buracos na camada de ozônio pode favorecer o câncer de pele por impedir a absorção dos raios ultravioletas que alteram o DNA das células. O buraco de ozônio também tem relação com o aquecimento global. A principal causa desta destruição é a reação química dos clorofluorcarbonos (CFCs) presentes, principalmente, em aerossóis, ar condicionado, gás de geladeira, espumas plásticas e solventes. As situações acima citadas são parte do que hoje prejudica o meio ambiente. Não cabe aqui listar todas as formas de agressões que conhecemos como poluição ambiental. Individualmente, cada um de nós em nossas casas e em nossas empresas pode e deve tomar pequenos cuidados, sistematicamente, para a manutenção de um ambiente sadio e saudável ao nosso redor, reduzindo desta forma os efeitos danosos da poluição. Cada indivíduo, independente da idade, deve modificar hábitos referentes ao destino do lixo doméstico. A destinação do lixo é um problema cultural e ambiental, pelo qual todos nós somos responsáveis. Gesto simples como depositar o próprio lixo em locais apropriados, lixeiras, sacolas, de modo que possa ser levado para reci-

clagem ou para um aterro sanitário é uma forma de evitar a poluição. Muito do que se descarta em nossas casas pode ser reciclado: papel, papelão, latas de refrigerantes e similares, garrafas pet, embalagem de alimentos longa vida, vidros, plásticos, entre outros. O lixo orgânico, como cascas e restos de alimentos pode ser usado como adubo em plantações, quando decompostos. Evitar o uso de aerossóis, o descarte apropriado dos eletrodomésticos que contém CFCs reduzirá o avanço do buraco de ozônio na atmosfera. Igual atitude sugerida aos indivíduos, em relação ao lixo doméstico, deve ser recomendada às empresas em geral. Tanto quanto possível é preciso substituir os produtos descartáveis por similares duráveis. Tanto quanto possível é preciso reutilizar o mesmo produto várias vezes. E, sempre buscar a reciclagem das sobras de matéria prima, material de expediente e outros materiais que possam ser transformados em produtos novos. Para que seja possível este trabalho de conscientização e mudança de hábitos em relação ao destino do lixo em geral faz-se necessário uma política pública que envolva a coleta seletiva do lixo doméstico e industrial, um programa de educação em todos os níveis de escolaridade e uma ostensiva vigilância para que a mesma seja cumprida. Edemar Fischer - Presidente ACIBr

novos associados Aitalianinha Pizzaria Achei Negócios de Internet Armazém Datacenter Auto Posto Opa Centro Médico Guabiruba Confec. Olho D’Água Coringa Confecções Dadefer Usinagem Diverty Boliche + Festas Eurobrusque Purificadores Fórmula Surfactantes Iberal Viagens e Turismo

JC Malhas JCanedo Magrass Panopratic Phacz Empreendimentos Pousada Costão do Sol Results Assessoria Sabino Comunicação Santos & Malossi Têxtil Smaniotto Imóveis Stilo Maria Confecções

expediente Informativo da Associação Empresarial de Brusque - Planejamento Gráfico: Ideia Comunicação Corporativa - Jornalistas Responsáveis: Guédria B. Motta e Priscila Viamonte Veiculação Bimestral - 1200 Exemplares - Impressão: Gráfica Mercúrio - Contatos: guedria@ideiacc.com.br ou priscila@ideiacc.com.br - Telefone: (47) 9999-0138 (47) 9965-4010 Conselho Editorial: Valzete Walendowsky, Janice Kunitz, Cândido Horácio Godoy. A ACIBr utiliza material reciclado em sua embalagem de jornal.


Página 3

Laboratório Willrich comemora 50 anos de fundação Pioneirismo, qualidade e inovação reconhecida pelo mercado

N

o dia 8 de maio, o empresário Heinz Willrich foi homenageado com uma Condecoração Legislativa da Câmara Municipal, pela passagem dos 50 anos de fundação de seu empreendimento, o Laboratório Willrich, em 27 de abril de 1963. A indicação foi do presidente da Câmara, o vereador Guilherme Marchewsky. “Sinto-me honrado e orgulhoso de estar diante desse homem que em 13 de dezembro de 1959, estava se formando no curso de Farmácia Bioquímica, do qual foi o primeiro lugar da turma. Seu exemplo profissional influenciou toda a família, e dos filhos as netas desde 1963 a 2013, são 50 anos de trajetória que devem perpetuar”, destacou o edil. Além do laboratório, o patriarca da família Willrich ministrou aulas de biologia e química no Colégio Cônsul Carlos Renaux, na década de 60. Mas aprofundou sua carreira profissional no Laboratório de Análises Clínicas, sempre prezando pela excelência do serviço prestado. Con-

Heinz Willrich entre familiares e vereadores, durante a entrega da Condecoração que recebeu da Câmara

Em festa: Laboratório Willrich completa 50 anos de fundação quistou o reconhecimento e respeito de Brusque e região e é um dos 100 primeiros farmacêuticos de Santa Catarina registrados pelo Conselho Regional de Farmácia, além de membro efetivo da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas “Desde o nosso primeiro dia de trabalho, a meta estabelecida é proporcionar à comunidade brusquense o melhor atendimento e prestar um serviço de qualidade e confiança nos resultados de exames, pois deles depende a certeza dos diagnósticos e, consequentemente, o tratamento correto, por parte dos profissionais médicos”, afirma Willrich. Hoje, seu empreendimento assumiu parcerias com grandes laboratórios e entidades nacionais e internacionais, que apoiam o desenvolvimento profissional científico e fornecem parceria para o acompanhamento na evolução da medicina, através do avanço no diagnóstico clínico laboratorial.

FAMÍLIA DE SAÚDE O pioneirismo de Heinz Willrich serviu de inspiração e caminho para seus filhos e netos. Seus filhos: Dr. Williams Willrich é médico reumatologista, Dra. Willmara Willrich, Dr. Wanderlei Willrich e Dr. Wilson Willrich são farmacêuticos bioquímicos. Suas netas: Dra. Flora Willrich é farmacêutica bioquímica e Carlen Willrich, formada em Administração que, como o genro, Volnei Eloir Ferreira, atua no laboratório. Para garantir a qualidade nas análises laboratoriais, o Laboratório Willrich participa do Programa Nacional de Controle de Qualidade, da Sociedade Brasileira de Analises Clínicas e mensalmente tem recebido aprovação com “Qualidade Excelente”, o que garantiu o Certificado Platina entregue pela entidade.


Página 4

a bateria da indústria de carros e motos do brasil Baterias Erbs alcança reconhecimento nacional e investe na tecnologia e capital humano

Com o parque fabril em Botuverá, a Baterias Erbs alcançou o reconhecimento nacional

S

ão mais de 40 anos de história, 300 colaboradores, um parque fabril em plena expansão e o reconhecimento do mercado nacional. Esta é a síntese da história de sucesso da Baterias Erbs, com sede em Botuverá. Da pequena oficina para reforma de baterias automotivas, fundada pelo empresário Nelson Erbs, o negócio tomou proporções gigantescas e hoje atende a maioria das marcas e modelos de carros e motos nacionais e importados, que circulam pelas estradas do país. O impulso para o crescimento veio com a chegada dos filhos de Nelson ao negócio. Em 1987, devido à dificuldade de aquisição de matéria-prima para a produção, a família decidiu montar uma estação de reciclagem de baterias usadas. Assim surgiam as primeiras baterias genuinamente Erbs para automóveis. Já em meados do ano 2000 a empresa iniciou todo um trabalho de pesquisa para a fabricação de baterias motoci-

clísticas, o que se concretizou cinco anos mais tarde. Esse crescimento envolveu os melhores profissionais da área e um alto investimento em tecnologia. Por essa razão, as baterias motociclísticas Erbs são totalmente seladas e não requerem água. Utilizando o sistema VRLA, são montadas com separadores AGM importados que são apenas umedecidos, ao invés de inundados em solução ácida. Todos os produtos são testados em um laboratório com aparelhos de última geração, no qual são indicados picos, amperagem, CCA e outras informações pertinentes à qualidade.

CAPITAL HUMANO Pela complexidade do processo, todos os colaboradores da Baterias Erbs são treinados e atuam em 19 setores distintos. Eles utilizam equipamentos de proteção individual, que mantém a saúde e a integridade física. Já os uniformes são higienizados na própria

empresa, o que facilita o uso e evita qualquer tipo de contaminação. Outro diferencial são os equipamentos utilizados na fabricação dos produtos e seus sistemas próprios de exaustão, que evitam a contaminação dos colaboradores. Ainda assim, a empresa recebe a visita semanal de um médico e realiza exames periódicos para acompanhar as condições gerais de saúde dos trabalhadores. Dois técnicos de Segurança do Trabalho complementam esse arsenal preventivo, que elimina as possibilidades de acidente.

SUSTENTABILIDADE Preocupada também com o meio ambiente, a Erbs recicla uma quantidade de baterias muito maior do que fornece ao mercado, além de reciclar também baterias importadas sucateadas, as quais não são retiradas das ruas por seus fabricantes de origem.


Página 5

Comida para as pequenas e médias Premier Refeições Coletivas investe em diferenciais para servir empresas de Guabiruba

F

oi a experiência em bistrô e escola de culinária em Balneário Camboriú que levou o empresário Tiago Franzen Vaz, 30 anos, a investir na Premier Refeições Coletivas. O negócio, com sede em Guabiruba, foi fundado em agosto de 2012 e hoje já atende quatro empresas, totalizando 200 refeições diárias. Focada em atender pequenas e médias empresas, a iniciativa está na contramão das cozinhas industriais. O objetivo é transportar as refeições em containers térmicos, ou seja, o alimento quando sai da panela vai direto para a cuba de inox e não sofre mais nenhuma manipulação até ser servido na empresa. “Utilizamos um equipamento de ponta que preserva a temperatura da refeição. Assim, é mantida a qualidade e o frescor, sem ficar aquele cheiro e sabor de requentado. Não temos informação que qualquer outra empresa concorrente faça uso desse sistema na região”, afima Vaz. Segundo ele, uma das principais vantagens do método utilizado está em eliminar os riscos de intoxicação, pois o alimento fica suscetível a bactérias quando exposto a uma temperatura abaixo de 60ºc. “O nosso negócio é oferecer re-

feições sem a necessidade de montar uma cozinha industrial e com a certeza de que não há nenhuma manipulação depois que a comida deixa a panela até seu encaixe no balcão térmico”, acrescenta.

DGPS O empresário Tiago Franzen Vaz aposta em sistema de ponta para atender as necessidades das pequenas e médias indústrias de Guabiruba

OUTROS DIFERENCIAIS O cardápio da Premier envolve salada de folhas, prato quente, sobremesa e suco. As carnes de boi são de primeira qualidade e de cortes nobres. Toda a linha de hortifruti é fresca e proveniente de Florianópolis. “Oferecer o alimento quente para o funcionário é uma comodidade para a empresa. Isso porque ela evita acidentes de trabalho durante o deslocamento na hora do almoço. Porém, é necessário um grande aparato para montar uma cozinha industrial. Assim, a Premier surge como uma alternativa e atende essa demanda com muita qualidade”, observa. Para que a Premier possa servir as refeições, basta que a empresa tenha um espaço destinado ao refeitório. Nesse momento, ela atua apenas em horário comercial, mas a expectativa é atingir o marco de 300 refeições até o final desse ano, embora tenha capacidade de servir até mil pessoas. “Planejamos um crescimento ordenado, embora o saldo tenha sido positivo. A novidade gerou curiosidade. Algumas empresas inicialmente não se acharam aptas para a parceria mas acabaram se surpreendendo com o resultado”, completa. Mais informações sobre a Premier estão disponíveis no telefone (47) 3354-4004.


Página 6

E quando problemas elétricos causam prejuízo? Assessor jurídico da ACIBr e gerente da Celesc dão dicas sobre como buscar ressarcimento

A

legislação brasileira determina que aquele que provoca dano ou prejuízo a terceiro, deve indenizar o prejudicado, ressarcindo todos os danos e prejuízos enfrentados. A regra também vale para outros contratos de prestação de serviço, tais como o fornecimento de água ou energia elétrica, ressalvadas as exceções legais, e que devem ser avaliadas em cada caso. “A empresa também é uma consumidora e precisa ter o serviço garantido de forma segura e adequada. Mas muitos empresários desconhecem essa possibilidade. Outros preferem não se incomodar ou assumir os custos legais”, destaca o assessor jurídico da ACIBr, Osmar Peron Junior. Segundo ele, o primeiro passo para buscar o ressarcimento é entrar em contato com a distribuidora de energia elétrica que, em Brusque, é a Celesc. Caso encontre alguma dificuldade nesse processo, instrumentos de Defesa do Consumidor, como o Procon, podem ser acionados. Outro caminho é uma denúncia formal para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), pelo telefone 167, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, ou no endereço eletrônico da reguladora: www.aneel.gov. br. “Se nada funcionar, resta as via judicial, e que deve ser analisada de acordo com cada caso. Um laudo técnico poderá ser solicitado, com dados de dia e hora aproximada do problema que causou o dano nos equipamentos”, ressalta Peron.

C

asos que envolvem ressarcimento por danos provocados em intempéries da energia elétrica estão regulamentados através da Resolução Normativa 414/2010, da Aneel, tema especificamente tratado no capítulo 16. A possibilidade é exclusiva para equipamentos elétricos, em rede de baixa tensão. “Clientes ligados em alta tensão não estão amparados. Isso porque acima de 2,3 kV é necessário o uso de um transformador com proteção própria. Assim, apenas cabe o ressarcimento para clientes ligados em baixa tensão. Da mesma forma, os motores elétricos

Tempestades e ventanias contribuem para danos elétricos nas empresas

COMO PROCEDER industriais acima de 5 cv trifásico, só serão indenizados quando apresentarem relé de proteção”, explica o gerente da Celesc de Brusque, engenheiro Pedro Paulo Tridapalli. Hoje, em Brusque, ligadas em baixa tensão, estão 1600 unidades industriais e mais de 4.400 unidades comerciais. Já a incidência de casos em busca de ressarcimento é baixa: a média de cinco solicitações por mês, em um universo de 50 mil unidades consumidoras. “Para buscar o ressarcimento basta comparecer na sede da Celesc ou iniciar o processo pela internet. São exigidos os dados do cliente, o dia e a hora

aproximada da ocorrência, a descrição do que aconteceu e a síntese do dano elétrico gerado, se possível com um laudo técnico emitido e assinado”, orienta Tridapalli. De acordo com o gerente da Celesc, só o titular da conta de energia pode solicitar o ressarcimento. Para equipamentos que recebem alimentos ou medicamentos, o prazo de vistoria da Celesc é de um dia e, para os demais, até 10 dias. O deferimento ocorre logo depois, em um prazo máximo de 45 dias. Um livro contendo a íntegra da NR 414/2010 está disponível para consulta na ACIBr.


Página 7

Rede de vantagens Site da ACIBr disponibiliza promoções para empresários e seus colaboradores

S

er associado da ACIBr agora também é ter descontos exclusivos em produtos e serviços. Mais do que isso: o projeto não está restrito apenas aos empresários e abrange também todos os colaboradores da empresa. Conhecida como “Rede de Vantagens”, a iniciativa já está disponível no site da entidade: www.acibr.org.br. No mês de maio já estavam abertas seis promoções, no segmento de móveis, imóveis, curso de idiomas, desenvolvimento de website, criação de software e serviços de impressão. Para participar basta acessar o endereço eletrônico da entidade e fazer o login, composto pelo CNPJ da empresa associada e um número de cadastro da mesma na Associação (que pode ser encontrado na parte superior esquerda do boleto de mensalidade da ACIBr). “Outro benefício é que o empresário pode anunciar seu produto ou serviço gratuitamente, desde que ofereça um desconto”, explica a responsável pela

Rede de Vantagens, Vanessa Aparecida de Souza. O projeto foi conhecido na Associação Empresarial de Joinville e, desde então, adequações passaram a ser feitas, para que o sistema funcionasse com segurança e qualidade no endereço eletrônico da ACIBr. Semelhante aos sites e revistas de compra coletiva, a

proposta é por tempo ilimitado e está aberta a participação de outras empresas dos mais diversos ramos. O único requisito para anunciar ou aproveitar as ofertas é estar associado à ACIBr. Para mais informações e esclarecimentos de dúvidas basta entrar em contato com Vanessa, pelo telefone (47) 3351-1339.

ciclo de aprendizado continuado Associação Empresarial realiza mais uma etapa do Ciclo de Aprendizado Continuado em parceria com Uniasselvi/ Assevim e Unifebe

O

resultado alcançado na realização das três etapas do Ciclo de Aprendizado Continuado, promoção da ACIBr em parceria com a UNIFEBE e GRUPO UNIASSELVI/

ASSEVIM, atingiu as expectativas dos organizadores. Os 12 módulos do Ciclo desenvolvidos até agora contaram com a participação de 337 colaboradores de

empresas associadas, inscritos nos diferentes cursos oferecidos. A próxima etapa, com mais quatro temas, está prevista para acontecer no mês de setembro.


Pรกgina 8


Página 9

O valor do capital humano “Não tem como aumentar o capital sem investir em gente”

N

o dia 13 de maio, foi realizado nas dependências da Sociedade Esportiva Bandeirante, mais uma edição do Almoço de Ideias, promovido pela ACIBr. A palestra/debate “Gestão 4 x 4” reuniu três especialistas na área administrativa: Dante Quadros, Armando Rasoto e José Eduardo Nasser. Entre os principais assuntos abordados mereceram destaque a administração de recursos e tomada de decisões, bem como a importância de gerir com eficiência o capital humano da empresa. Segundo o mestre em Administração e doutor em Gestão de Negócios, Dante Quadros, uma pesquisa realizada em 2006, em 11 capitais brasileiras, que ouviu mais de mil trabalhadores, revelou que apenas 21% dos profissionais estão engajados. Os outros 61% não são engajados e o preocupante é que 18% são “ativamente desengajados”, ou seja, além de não colaborar, ainda comprometem a qualidade do serviço e do empregador. Na mesma pesquisa foi constatado que 84% dos trabalhadores que pedem demissão foram motivados pela dificuldade de relacionamento com o seu superior

O presidente da ACIBr, Edemar Fischer, ao lado dos palestrantes Armando Rasoto, Dante Quadros e José Eduardo Nasser imediato. “Precisamos motivar o engajamento dos trabalhadores e fazer com que

sintam um prazer imenso ao executar o ofício diário”, afirmou Quadros.

NORTE FINANCEIRO O especialista em Finanças e doutor em Engenharia de Produção, Armando Rasoto, falou sobre a gestão financeira e chamou os empresários à responsabilidade, atrelando os resultados mais aos processos operacionais do que à movimentação contábil. Segundo ele, o balanço mensal deve sim, interessar tanto o contador como os executivos da empresa. “O que falta muitas vezes é uma compreensão da linguagem financeira. Agora, se você não sabe o valor gasto e recebido, a sua empresa tem problemas”, analisou. Para finalizar, o mestre em Ciência e Tecnologia da Informação, José Eduardo Nasser, ressaltou a importância do capital humano. “Não tem como aumentar o capital sem investir em gente”, enfatizou.


Página 10

Notícias associados ACIBr Wizard disponibiliza curso de chinês (mandarim)

A

umentando as possibilidades de sucesso no mercado de trabalho e no mundo dos negócios. Visando a necessidade de falar esta língua, em virtude da expansão econômica da China e do alto consumo de produtos industrializados vindos de países orientais, a Wizard está com matrículas abertas para o curso de mandarim. Com professora nativa e com uma revolucionária metodologia de ensino especialmente elaborada para brasileiros, a Wizard fundamenta-se em avançadas técnicas de neurolinguística, o que possibilita, desde a primeira aula, uma experiência de conversação na língua chinesa, através do sistema fonético Pinyin, praticando o ensino correto da pronúncia das palavras. Mais informações pelo telefone 3350-6001.

Prime filmes desenvolve documentário sobre brusque

A

Prime Filmes está desenvolvendo projeto de marketing cultural Brusque Histórias & Conquistas, para produção do Documentário “Expedições à Cidade Schneeburg”, aprovado pela Lei Rouanet/Artigo 18 – Lei de Incentivo Fiscal, conforme publicado no Diário Oficial da União no dia 18/03/2013. O documentário de 30 minutos pretende resgatar as raízes do município de Brusque com a saga dos desbravadores, a cultura, os costumes e a industrialização da cidade que hoje, é a capital nacional da pronta entrega no ramo têxtil e referência no setor metalomecânico. A captação dos recursos encerra em 31/12/2013. Cotas sugeridas: Bronze – R$ 5.000,00, Prata – R$ 10.000,00 e Ouro – R$ 15.000,00. Empresas interessadas podem obter mais informações ou solicitar uma visita dos representantes da Prime Filmes através do fone (47) 33559341 ou darlan@primefilmes.com.br

Contabilidade Martinenghi inaugura nova sede

C

ontabilidade Martinenghi comemora 13 anos de sucesso inaugurando sede em novo endereço, com coquetel aos seus clientes que confiaram em seu trabalho durante este período. Segundo seu proprietário José Martinenghi, tudo começou em uma pequena sala alugada no Bairro Dom Joaquim. “Agora inauguramos sede própria com uma ampla gama de clientes de todos os setores, em área de 230m2, fornecendo mais conforto para melhor atender, amplo estacionamento, facilidades de acesso, estando mais próxima do centro da cidade e podendo assim, atender clientes de toda a região de Brusque e Botuverá”, relatou. Hoje, a Contabilidade Martinenghi é uma empresa consolidada e isso se deve ao trabalho realizado com competência, profissionalismo, seriedade, confiança e honestidade. O novo endereço está localizado na Rua Maximiliano Furbringer, 776 - Bairro Souza Cruz.


Página 11

Núcleo Corretores da ACIBr promoveu palestra sobre Incorporação e Fiscalização Imobiliária

A

Delegacia Municipal de Brusque com o apoio do CRECI/SC e da ACIBr – Núcleo de Corretores e Imobiliárias de Brusque promoveu no dia 08 de maio, no Centro Empresarial, palestra sobre Incorporação e Fiscalização, ministrada pelo vice-presidente do CRECI/SC, Silvério Simoni. O encontro contou também com a presença do Procurador Geral do CRECI/SC Dr. Daniel Cobra e do Coordenador do Departamento d Fiscalização, Edson Thrun.

Núcleo de Empresários de Botuverá organiza Mostra durante Festa Bergamasca

A

tradicional Festa Bergamasca, que em 2013 será realizada nos dias 7, 8 e 9 de junho, apresenta uma novidade: a Mostra Industrial, desenvolvida pelo Núcleo de Empresários de Botuverá. A ideia surgiu em uma das reuniões do Núcleo, com o objetivo de apresentar aos moradores e visitantes, o que se produz na cidade. “O projeto é importante, pois torna mais conhecido o trabalho das empresas associadas e faz com que a comunidade local e cidades vizinhas conheçam o potencial econômico de Botuverá”, explica o coordenador do Núcleo de Empresários de Botuverá, Ronimar Fachini; Todos os expositores integram o Núcleo da ACIBr e serão representantes de diversos segmentos. Hoje, as prioridades do Núcleo são desenvolver as empresas associadas, tornar conhecidos os produtos da cidade, treinar colaboradores e empresários para produzir mais com qualidade, unir forças com os poderes públicos municipal, estadual e federal para trazer desenvolvimento, fazer parcerias com escolas e grupos de ensino para aumentar o conhecimento e fortalecer o associativismo.

Constituído Núcleo de Construtoras da ACIBr

D

urante encontro promovido no dia 16 de abril, na sala de reuniões da ACIBr, foi constituído o Núcleo de Construtoras da ACIBr, tendo sido eleito como coordenador Ari Cesar Zanon (Phacz Empreendimentos) e vice Valdir Iatzac (IB Estaqueamento). Também participam do Núcleo representantes das empresas: Ares Empreendimentos, CRF Construtora, Depinho e Souza Empreendimentos, Dimensional Engenharia, Gartner Incorporadora, Imobiliária Moresco, Schama Construções, Vilas Dreans, WDF Construtora, Juma Empreendimentos, Moratta, Mineral Empreendimentos, Empreendimentos Isaias Hort, Sinduscon, TH Empreendimentos e Coin Engenharia. O grupo vai se reunir sempre na terceira terçafeira do mês, na sede da Associação.


Página 12

ACIBr recebeu presidente da Câmara de Vereadores

A

convite da direção da ACIBr, o presidente da Câmara Municipal de Brusque, Guilherme Marchewsky participou de uma reunião da diretoria executiva da entidade. Na oportunidade o presidente do legislativo brusquense enfatizou que a ACIBr tem papel fundamental na sociedade e poderá auxiliar na discussão de projetos importantes para o município. Fez um breve balanço das atividades legislativas no primeiro trimestre, destacando os números de reuniões, audiências públicas, preposições e indicações dos vereadores, requerimentos, moções, pedidos de informações e projetos. Ressaltou a necessidade de se pensar na Sustentabilidade, tanto nas áreas da educação e saúde, como trânsito e habitação, já que é grande o número de imigrantes que chegam a Brusque e as pessoas precisam contar com infraestrutura e serviços de qualidade. “É aí que vejo que a ACIBr pode nos auxiliar. O empresariado é o nosso grande parceiro para que a cidade cresça e tenha um direcionamento correto nos próximos anos”, completou o visitante.

Erpa Seguros – Crescer e evoluir sempre

U

ma história de sucesso é construída com determinação, inovando sempre para superar desafios. A Erpa Corretora de Seguros, com vasta experiência no mercado desde 1981, acredita no potencial do município de Brusque e por isso, transferiu-se para um novo espaço (moderno e amplo) com o objetivo de acompanhar o constante crescimento da região. Com plena confiança no potencial do empresariado e de seus inúmeros clientes e a certeza de conquistar resultados cada vez mais positivos, a empresa atua com todos os tipos de seguros. O novo escritório da Erpa Seguros está localizado na Rua Matilde Schaefer, 200.

Presidente Edemar Fischer recebeu comenda de Amigo da Polícia Militar

O

presidente da ACIBr, Edemar Fischer, os conselheiros Márcio Belli, Osmar Zen e Artur Marchi e o executivo Candido Godoy recepcionaram o Comandante Regional da PM/SC, Cel PM Álvaro Luiz Alves, o Comandante e o Sub-Comandante do 18º Batalhão PM Brusque, Ten Cel PM Heriberto Rocha Peres e Major PM Rubens Neumann, que estiveram na sede da Associação entregando convite para entrega título de “Amigo da Polícia Militar de Santa Catarina”, cuja solenidade aconteceu no dia 03 de maio, em Florianópolis durante os festejos dos 178 anos da PM/SC. O evento contou com a presença dos presidentes da ACIBr, Edemar Fischer e da CDL, Altamir Antonio Schaadt.


Página 13

ARTIGO DO NÚCLEO DAS INSTITUIÇÕES EDUCACIONAIS

Políticas públicas que merecem nossa atenção: os surdos e os afro-brasileiros

T

em sido um desafio a inclusão apresentada à sociedade, que aparece como figurante nesse processo. Os indivíduos que se mostram aquém aos padrões sociais pré estabelecidos, ainda enfrentam barreiras para ter seus direitos assegurados, conforme prevêem as leis. Nesse artigo será discutido o papel da sociedade no processo de inclusão e a diversidade étnica, apresentando os caminhos legais para assegurar o direito de acesso e permanência aos serviços públicos e da educação no Brasil. Duas políticas públicas que merecem nossa atenção serão os objetos deste artigo: os surdos e os afro-brasileiros. O qual a história destes públicos e, quais os avanços legais e sociais estão sendo dados para a superação dos preconceitos e discriminações que os atingem de forma muito comum do seu dia a dia. Entender a importância da Lei 10.639/03 na escola é reconhecer e valorizar práticas de educação existentes na história e na cultura do negro. Para os surdos a lei 10.436/02 obriga as instituições públicas e empresas concessionárias de serviços públicos de assistência à saúde em garantir atendimento e tratamento adequado aos deficientes auditivos.

Ambas as leis abordadas nesse estudo prevêem a disseminação de culturas pouco difundidas nas escolas, isso para garantir que, surdos e afrobrasileiros passem a desenvolver a aprendizagem de forma significativa e conexa a sua identidade cultural. O papel das políticas públicas é assegurar que haja valorização e respeito

dessas culturas, que tem uma trajetória marcada pela opressão desde o período imperial no Brasil. Atualmente por nos depararmos com um sistema social de acomodação e arrecadação, é “caro e burocrático” investir na formação profissional para o desenvolvimento de culturas, é fácil aceitarmos, acomodadamente a educação bancária que vem se difundindo com a integração e a exclusão. Vivemos em um país miscigenado, onde é necessária uma lei para garantir o estudo e reconhecimento de culturas, com a surda e a afro-brasileira. É neste cenário que surdos e afro-brasileiros afirmam suas identidades e convidam a sociedade civil, as instituições de ensino (públicas e privadas) e os órgãos representativos que compõe o pacto federativo (municipal, estadual e federal) a se posicionar pelos direitos que a muito foram negados para estes sujeitos sociais. Neste artigo o que podemos concluir é reafirmar o convite que estes sujeitos sociais, continuamente, fazem à sociedade: vamos somar os esforços e compromissos para que possamos recriar laços de solidariedade, mudanças que possam fortalecer as conquistas e reivindicações destes sujeitos sociais.


Página 14

Soluções financeiras para quem quer crescer Convênio com a Caixa e Banco do Brasil oferece linhas de créditos atrativas aos associados da ACIBr

O

relacionamento que o cliente mantém com o banco tem sido decisivo nas aprovações de linhas de crédito. Mas, a parceria da Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) com a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Banco do Brasil (BB), faz com que os associados à entidade já sejam vistos com “bons olhos” pelas duas instituições financeiras. Além disso, a permanente divulgação das linhas de crédito permite que o empresário esteja sempre bem informado e escolha o produto que se adeqüe à necessidade do seu negócio. Desde os micro e pequenos, até as grandes empresas, existem soluções financeiras para todas as áreas, através de recursos próprios ou do Governo Fede-

ral. A dica é pesquisar, conversar com o gerente e escolher o programa que con-

sidera mais atrativo, levando em consideração o próprio contexto.

CONHEÇA ALGUNS PRODUTOS DISPONÍVEIS CARTÃO BNDES: Financia máquinas, veículos, equipamentos, insumos e serviços dos mais de 37 mil fornecedores cadastrados. A taxa (abril/2013) é de 0,86%aa, prazo de até 48 meses e um valor financiável de até 100%. FINAME: São utilizados recursos do BNDES para financiar a aquisição de máquinas e equipamentos nacionais novos. Taxa de 3% aa fixo e prazo de 60 meses com carência de até 12 meses. PROGER: Linha de crédito instituída pelo Ministério do Trabalho, que utiliza recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Financia equipamentos novos e usados, nacionais e importados, além de veículos de frota ou utilitários de carga. Taxa de 5%aa + TJLP, prazo de até 48 meses, com seis de carência. PROGRAMA EMERGENCIAL DE RECUPERAÇÃO (PER): Linha de crédito instituída pelo Governo Federal. Disponibiliza financiamentos para capital de giro nos municípios atingidos pelas enchentes de 2011, entre eles, Brusque. A taxa de juros está fixada em 5,5%aa, com prazos de até 120 meses, com carência máxima de 24. BB CRÉDITO EMPRESA: Disponível com recursos próprios do Banco do Brasil. Financia máquinas e equipamentos nacionais novos. Taxa de juros de 3%aa, pagamento em até 60 meses, com três de carência. A proposta deve ser apresentada até 30 de junho de 2013. BB MICRO CRÉDITO EMPREENDEDOR: Disponível com recursos próprios do Banco do Brasil. Prazo de até 12 meses para capital de giro ou de 18 meses para operações de investimento. Taxa de juros de 0,64%aa. CAPITAL DE GIRO/ CDC: Disponível com recursos próprios da Caixa Econômica Federal. Limite de R$ 1 milhão, taxa de 0,94%am + TR e prazo de até 40 meses, com possibilidade de garantia através da alienação de imóveis ou caução de aplicação financeira. OPERAÇÕES ESTRUTURADAS: Disponível com recursos próprios da Caixa Econômica Federal. Financiamento de equipamentos importados, ampliação do parque fabril ou capital de giro. Nesta modalidade, os prazos e garantias são adequados à necessidade de cada empresa. IMÓVEL COMERCIAL/ INDUSTRIAL: Disponível com recursos próprios da Caixa Econômica Federal. Financiamento da aquisição de imóvel comercial, terreno e/ou construção em terreno próprio. Taxas a partir de 11,50%aa + TR, prazo de até 180 meses, com carência na fase de construção de até 18 meses (opcional). LCI CAIXA – LETRA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO: Rendimento isento de imposto de renda para Pessoa Física, garantia do emissor e do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), lastro de créditos imobiliários e opção com ou sem resgate antecipado. O investimento mínimo de aplicação e aplicação complementar é de R$ 30 mil, o valor mínimo de resgate é de R$ 1 mil e o prazo mínimo de aplicação foi fixado em 60 dias.


Pรกgina 15


Página 16

Sejam muito bem-vindos Novos associados da ACIBr são recebidos com café da manhã

D

uas vezes por ano a Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) realiza um café da manhã para estreitar os laços com os novos associados. O último aconteceu no dia 4 de abril, na sede da entidade. Para o presidente da ACIBr, o empresário Edemar Fischer, esse é o momento de apresentar os projetos desenvolvidos e a estrutura disponível, para que o novo membro da entidade possa explorar, visando seu aprimoramento pessoal e o crescimento da empresa. “Para nós é sempre motivo de orgulho essa reunião com os novos associados. Sabemos que ainda existem muitas coisas para se fazer e esperamos também deles essa indicação e resposta, sobre os caminhos que devemos seguir”, afirma Fischer. Na oportunidade, estava presente o assessor jurídico da ACIBr, Osmar Peron Júnior. O profissional falou sobre a parceria com a entidade, que oferece uma primeira consultoria gratuita para análise dos mais variados impasses jurídicos e o respectivo encaminhamento do caso. A iniciativa é destinada, sobretudo, aos micro e pequenos empresários, que nem sempre contam com essa assistência em seus negócios. “O que aprendemos aqui na Associação é a importância de unir forças para conquistar aquilo que jamais conseguiríamos sozinhos. É assim que nós atingimos

grandes objetivos”, destaca Peron. De acordo com a diretora de Núcleos, a empresária Rita Cassia Conti, o café com os novos associados superou as expectativas. “O evento foi participativo. Aqui unimos

COMAD promove semana municipal de discussão sobre o uso de drogas

A

programação da “Semana municipal de discussão sobre uso de drogas” consistirá em palestras em instituições de ensino de Brusque, blits educativas, eventos com apresentações artísticas e esportivas no SESC. Estas atividades ocorrerão entre os dias 19 e 30 de junho de 2013. Nesta semana também ocorrerá como parte integrante das atividades da semana o curso PROERD para Pais/ ou responsáveis ministrado pela Polícia Militar de Brusque. O curso é aplicado à comunidade adulta, com a intenção de fornecer ferramentas para que os pais saibam como proceder junto a seus filhos, quando surgir alguma dúvida ou dificuldade relacionada às drogas ou à violência. Informações sobre as atividades da “Semana municipal de discussão sobre uso de drogas” e inscrições (gratuitas) para o curso PROERD para Pais/ ou responsáveis junto ao SESC/Brusque, telefone: 3351-2599.

empreendedores que buscam respostas e, ao mesmo tempo, mostram os serviços que oferecem. Quanto maior o número de participantes, mais representativa será nossa entidade”, avalia Rita.


brusque.pdf

1

09/04/13

Página 17

17:55

Entre os melhores MBA’s do mundo Faculdade São Luiz / ESIC propaga a pedagogia da cordialidade

A IN T TIN ERN AC G E UM ES ION ID T RA AL D OR T E E M ÉGIA DE ER S C A EM ENV CU DO PR OL RS NA ESA VIM OS DE ER RIA EN T

mento”, explica o diretor geral da Faculdade São Luiz, Pe. Claudio M. Piontkewicz. Segundo ele, mais do que professores, os educadores inspirados no carisma dehoniano assumem a missão de transformar as pessoas e a sociedade, em busca de um mundo mais justo, digno e livre de ameaças ao que o ser humano tem como anseio: verdade, justiça, amor e liberdade. NS

GR

AR

RO

M

-P PI

DD

CO

“O método proposto por Pe. Dehon é o da pedagogia da cordialidade. Ele entende que todas as dimensões da pessoa e da sociedade devem ser devida e equilibradamente compreendidas e contempladas. “Educação dehoniana” implica necessariamente em “sair da escola” e ir ao encontro de todas as pessoas, usando de todos os meios disponíveis para que todos possam ter a oportunidade de acesso ao conheci-

AM

ão mais de 100 anos de presença e contribuição ininterrupta na educação de Brusque, através do ensino infantil, fundamental, médio, superior e MBAs. Os padres da congregação Sagrado Coração de Jesus (SCJ) perpetuam as ideologias de seu fundador, o francês Pe. Leão João Dehon (1843-1925), que além do aspecto espiritual, esteve amplamente envolvido com o operariado e a produção intelectual.

KE

S

RECONHECIMENTO INTERNACIONAL 47 3396-7919 | mba@faculdadesaoluiz.edu.br AVENIDA

WWW.FACULDADESAOLUIZ.EDU.B WWW.ESIC.B

DAS COMUNIDADES 233 O mais recente ranking publicado pela CENTRO | BRUSQUE | SC revista América Economia, em maio de 2013, posiciona os MBAs da ESIC entre os 20 melhores do mundo. “É importante frisar que dentre os diversos critérios e indicadores adotados, a ESIC foi a única a ter 100% de índice na Relação CustoBenefício, ou seja, é a instituição que é mais justa no valor cobrado pelo ensino em nível de excelência que proporciona”, acrescenta Pe. Cláudio. Este ranking é encabeçado por Escolas de Negócio já conhecidas como Harvard, Stanford e London Business School, e a ESIC cresceu seis posições em relação ao ano passado, ocupando agora a 16ª posição entre centenas de Business Schools pelo mundo.

O diretor da Faculdade São Luiz, Pe. Claudio M. Piontkewicz, reafirma o compromisso de oferecer educação de qualidade, inspirada pelos princípios cristãos

UM POUCO DE HISTÓRIA Em 2013, o Colégio São Luiz comemora 110 anos de fundação. Em seu itinerário histórico, vale destacar a determinação dos imigrantes, que se empenharam para garantir a sua sobrevivência em terras tão distantes à sua pátria. De igual forma, é muito perceptível a consciência da importância da escola para seus filhos. O São Luiz, com o mesmo espírito, dos desbravadores, atua consciente da importância da educação para as futuras gerações. Já em 1933, os padres dehonianos iniciaram o curso de Filosofia, o primeiro de Santa Catarina. Hoje lecionada na Faculdade São Luiz, a formação atingiu um dos melhores índices na avaliação do Ministério da Educação (MEC): nota quatro. Isso garantiu o sexto lugar no ranking das melhores instituições de Ensino Superior do Estado. Desde 2009, a Faculdade São Luiz conta com a escola de negócios internacional ESIC para a oferta de MBAs e Masters. A ESIC tem sede na Espanha, está presente em 20 países e possui 50 anos de atuação. Sua linha de atuação é direcionada para as áreas de gestão, marketing e finanças. Os alunos têm a oportunidade de participar do Módulo Internacional, para agregar valor de conhecimento e experiência, diante do contexto da globalização. Os programas são estruturados em módulos, com disciplinas de curta duração e desenvolvidos por profissionais com grande experiência de mercado, em empresas de renome e possuem formação acadêmica em nível de Brasil e Internacional.


Página 18

Convênio estimula sustentabilidade e salubridade Ambientec desenvolve projeto com a meta de zerar acidentes e doenças do trabalho

Você sabe quem assina uma declaração reconhecendo que seu colaborador trabalha em condições desfavoráveis de saúde e se compromete em indenizá-lo caso aconteça uma doença ou acidente em decorrência desta atividade? Toda a empresa que paga insalubridade”. A reflexão é do consultor da Ambientec, Marcos Barreto. Com o propósito de reduzir riscos e despesas, a Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) assinou um convênio com a Ambientec e, agora, disponibiliza aos seus associados um projeto que garante zerar o número de acidentes e doenças do trabalho, ao mesmo tempo em que reduz os impactos ambientais das operações, o tempo para obtenção da Licença Ambiental e os custos operacionais com insalubridade e INSS. “O objetivo de uma empresa, qualquer que seja a sua atividade, é a geração de bens ou serviços que atendam às necessidades de consumo da sociedade, proporcionem lucro para seus investidores, integrem o cidadão à sua coletividade, e preservem o meio ambiente. E na obtenção desses objetivos a empresa deve agir dentro dos princípios de sustentabilidade ética, ambiental, social e econômica. Esta forma de ser e agir está estabelecida na Constituição Brasileira, explícita em diversas obrigações legais

O consultor da Ambientec, Marcos Barreto, fez uma explanação sobre a proposta para os colaboradores da ACIBr e, cada vez mais, cobrada pela própria sociedade e seus poderes constituídos”, explica Barreto. Segundo o profissional, o primeiro passo para a sustentabilidade é a capacitação das pessoas para entender e gerenciar o cumprimento efetivo das obrigatoriedades legais de natureza ambiental, civil, trabalhista e previdenciária, de modo a transformar as ameaças existentes nas leis em oportunidade de crescimento e melhoria. “Nossa proposta é implantar nas empresas associadas à ACIBr um pacote de serviços que atendam aos conceitos de sustentabilidade, através da capacitação

OBRIGAÇÃO CIVIL É dever da empresa manter suas operações e instalações físicas seguras e saudáveis para seus clientes e trabalhadores. E estes, devidamente capacitados a agir em situações de emergência. Mas, como para “todo dano cabe uma reparação”, acidentes de trabalhadores ou clientes, decorridos da falta de segurança, são passiveis de indenização. Além disso, os responsáveis podem ser acionados criminalmente por imperícia, imprudência ou negligência. Da mesma forma, está previsto na legislação trabalhista que toda empresa, independente do porte ou do setor econômico, deve resguardar a saúde, o conforto e a integridade física e men-

tal de seu trabalhador. É por essa razão que a Lei sobre Segurança e Saúde no Trabalho é constituída por Normas Regulamentadoras (NRs). Entre elas estão a NR09, que determina como devem ser as condições de trabalho para salubridade, a NR07, que estabelece critérios médicos para o monitoramento da saúde do trabalhador e a NR15, que caso não seja possível manter a condição salubre, orienta o pagamento de um adicional de salário ao trabalhador, à título de compensação. Para mais informações sobre o trabalho, basta entrar em contato com o consultor da Ambientec, através do telefone fone (41) 3352-5352 ou pelo email marcos@ambientec.com.

das pessoas e do atendimento integrado às obrigações legais. Com isso objetivamos melhorar o resultado da empresa, manter seus donos ou sócios informados do que, dentro da questão da sustentabilidade, é relevante para o negócio, auxiliar na tomada de decisão necessária e suficiente ao processo de certificação ambiental e ao cumprimento das obrigações legais, bem como executar serviços essenciais e que não sejam viáveis de se fazer internamente”, observa. Outra vantagem é que o projeto estimula a inovação no modo de gerir as obrigações legais, a partir de mais conhecimento conceitual.

SERVIÇOS PRESTADOS 1.LTCAT e PPRA. 2.Laudo de Segurança das instalações. 3.Auditoria às Normas do MTE. 4.Mapa de Risco e Rota de Fuga. 5.Capacitação do Gestor e funcionários sobre Prevenção e Combate a Incêndio e Situações de Emergência. 6.Documento base do PCMSO. 7.Coordenador Médico do PCMSO. 8.Exames Médicos admissionais, demissionais, periódicos, de mudança de função e retorno ao trabalho. 9.Relatório anual do PCMSO 10. Promoção do controle de absenteísmo através do registro em prontuário de todo o histórico de atestados médicos de doença de cada colaborador (Conforme Decreto 3.048/99 - Art. 75 - Par. 01). 11. Orientações quanto à correta emissão e encaminhamento das CAT (Comunicação de Acidente do Trabalho).


Página 19

Empresas aniversariantes - Mês DE abril A Italianinha Pizzaria ABO – Regional de Brusque Acir Contabilidade Açopeças Âncora Serralheria Big Ben Idiomas Biliton Breitkopf Brusfort Equip. Gastronomia BSC Química C& R Ind Com Fundidos Calçados Gevaerd Cirúrgica Tomazoni Colégio Cônsul Carlos Renaux Consulmed Cooperativa CDM Corema D’Doors Propaganda Dalfios Fiação Debatin Mat Construção Dedhas Ind Com Diegoli Engenharia DK Ind Com Confec

Dorita Medicamentos e Perfumaria Drogaria Mannrich Edinho Mat Construção Elétrica Santa Fé Empresa Terraplenagem Zucco Farmácia Botuverá Floricultura Ristow Formabella Móveis Geometral Engenharia Goedert, Scalvim Advogados Gráfica Mercúrio Gravacor Gravação Cilindros H. Zen Automação Industrial Helena Salão de Beleza HHC Contabilidade e Asses. Empresarial Ind de Vinagre e Plásticos Heinig Intelidata Informática Kimak Klann Contabilidade Kohler Contabilidade e Assessoria Laboratório Heinz Willrich Laboratório Verner Willrich Magrass

Malhas Jagar Marcenaria Baron Mat. Construção Águas Claras Mercado Ribeirão Metalúrgica Siemsen Nelson Imp. e Exp. Ninno Lasanhas & Massas Queijo & Companhia Recicle Catarinense de Resíduos Riantex Malhas Rikju Confecção Setrat Piscinas Smalte Metalúrgica Tapeçaria Arte Moderna Textil Renaux View Tip Ind Com Confecções Via Cartório Vilmar Paloschi Vínculo Zé Melo Mat Construção ZM S/A ZTL do Brasil Com Exterior Zucco Equip. Cerâmicos

Empresas aniversariantes - Mês de MAio 100 Nexo Com Confecções Amora Branca Art Cabelos Estética Auto Posto Cedro Axel Operações de Transporte Banco do Brasil – Guabiruba Bremensul Viagens e Turismo Brusfix Brusque Exp. e Imp. Cajovil Candido Ind Alimentos Cavacos Rescarolli Confecções Cadore Confeitaria e Casa Café Wegner Cresol Botuverá Criskel Malhas Dalko Contabildiade Dianfra Confecções Dieter Glenn Petersen Drogaria Botuverá

Estamparia Cores e Tons Fine Collection Ford Dimas Har Textil Iberal Agência Viagens e Turismo Imobiliária Baron Industrial Appel J Kohler Propaganda Júlio Imóveis Kaza Móveis M & G Mat Construção Mais Brasil Têxtil Majovi Ind Com Malharia LC Malhas MH Malhas Pitzer Mineração Rio do Ouro NCA Têxtil Nilo Transportes e Turismo Noulaik Confecções Etiquetas

NT Ind Com OM Corretora Seguros Perfil Asses. Empresarial Phorman Móveis Printmax Soluções em Impressão Redotex Tinturaria Rieg Ind Com Pré-Moldados Secrets Perfumes e Cosméticos Speed Press Tecelagem Atlântica Tecelagem São Francisco Tinturaria Florisa TJ Fischer Com Plantas e Flores Trans.Amilpe Trumpet Ind Com Unicred – Brusque Vantex Tecidos WM Sharing Planos Odontológicos Zen S/A


Pรกgina 20

informativo15  

http://acibr.org.br/arquivos/informativos/informativo15.pdf

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you