Issuu on Google+

INFORMATIVO

Ano 2 - Edição 8 - Dezembro/ Janeiro - 2012

O associativismo tem tudo a ver com o Natal. Que em 2012 possamos estar juntos para fazer a diferença.

Boas Festas!


Página 2

editorial Mais um ano está findando. Vitórias, conquistas, obstáculos, enchentes, alta tributação e outros acontecimentos, positivos e negativos, foram vivenciados e enfrentados no transcurso de 2011. Comemoramos o aniversário de 77 anos da entidade e promovemos a posse da nova diretoria que fará a sua gestão entre 2011 e 2013. Para nós, empresários, mais um ano em que superamos a alta carga de impostos, a escassez de mão de obra, a ameaça da desindustrialização, a concorrência de produtos estrangeiros, entre outros percalços. Apesar das dificuldades do mercado, não poderemos cruzar os braços. Devemos conduzir os nossos negócios superando as dificuldades porque, de cada superação, novas oportunidades poderão surgir. Quem sabe surge a necessidade e a oportunidade de melhorar a qualidade dos nossos produtos através de novas tecnologias, qualificação profissional, modernizar o processo e a distribuição dos produtos, fidelizar clientes e fornecedores ou melhorar o parque industrial. No primeiro trimestre da nossa gestão iniciamos a revisão do Planejamento Estratégico da ACIBr, para que cada diretor possa fazer uma análise objetivando melhorar a sua atuação, no sentido de realizar o previsto. Promovemos a primeira reunião de trabalho e eleição do presidente do Conselho Deliberativo da entidade para a Gestão 2011/2014. Também participaram das nossas reuniões semanais convidados, tais como: o Prefeito Municipal de Brusque, que apresentou os planos de

recuperação da cidade após as enchentes de setembro, bem como as estratégias para prevenção de cheias; Entidades de Classe na discussão do aumento do número de vereadores em Brusque; Gerente de Outorga dos Recursos Hídricos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável, que explanou sobre a possibilidade da construção de barragem de contenção de cheias no rio Itajaí Mirim; o Adido Comercial do Paraguai no Brasil e o Cônsul Honorário do Paraguai em Santa Catarina que apresentaram as oportunidades e incentivos de negócio naquele país. No transcorrer de 2012 a ACIBr desenvolverá um intenso programa de atividades objetivando dar continuidade às ações previstas no Planejamento Estratégico. Contamos atualmente, com 18 Núcleos Setoriais. Queremos incentivar o associativismo para ampliar este número e preparar novas lideranças empresariais. Para tanto, queremos criar, juntamente com os núcleos, a rotina da formação continuada. Assim os empregadores e seus colaboradores poderão obter informações teóricas para embasar a sua prática, levando a uma melhoria da qualidade de seus serviços e produtos, agregando competitividade aos seus negócios. Em nome de toda a diretoria da Associação Empresarial de Brusque agradeço a todos os associados e comunidades de Brusque, Guabiruba e Botuverá pelo apoio e confiança no nosso trabalho. Aproveito o momento para desejar a todos um Feliz Natal e abençoado Ano Novo. Que em 2012 sejamos mais ousados em assumir riscos, sejamos mais descentralizadores e competitivos. Edemar Fischer - Presidente ACIBr

expediente Informativo da Associação Empresarial de Brusque Conselho Editorial: Planejamento Gráfico: Ideia Comunicação Corporativa Valzete Walendowsky Jornalistas Responsáveis: Guédria B. Motta e Priscila Viamonte Rita Cassia Conti Veiculação Bimestral Aliomar Luciano dos Santos 1200 Exemplares Janice Kunitz Impressão: Gráfica Mercúrio Cândido Horácio Godoy Contatos: guedria@ideiacc.com.br ou priscila@ideiacc.com.br Cinara Fernandes Telefone: (47) 9611-3380 / (47) 9965-4010 A ACIBr utiliza material reciclado em sua embalagem de jornal.

diretoria Presidente: Edemar Fischer Vice-Presidente: Halisson Habitzreuter Diretor Financeiro: José Carlos Loos Diretor de Proj. Especiais e Infraestrutura: Ivan Luiz Tridapalli Diretor de Assuntos Tecnológicos: Alexandre Zen Diretor de Relações Institucionais e da Câmara de Dirigentes Lojistas: Aliomar Luciano dos Santos Diretora de Núcleos e/ou Câmaras: Rita Cassia Conti Diretor de Assuntos da Indústria: Nelson Zen Filho Diretor para Assuntos de Com. e Turismo: Valter Stoltenberg Diretor para Assuntos de Prestação de Serviços: Vanderlei Rogério de Limas Diretor para Assuntos de Pequenas e Micro Empresas: Günther Lother Pertschy Diretora para Assuntos Comunitários: Maria Valzete Ludvig Walendowsky Diretor para Assunt. Legais e Governamentais: Dino José Dalcegio Diretor para Assuntos de Com. Exterior: Ademar Sapelli Diretor para Assuntos Ambientais: Ozinil M. de Souza Diretor para Assuntos do Cesbr: Ingo Fischer Diretor de Patrimônio: Gilmar Cesar Appel Diretor Relações Empresariais: Marlon Sávio Sassi Diretor Executivo: Cândido Horácio Godoy Assessor Jurídico: Dr. Osmar Peron Junior

novos associados Cores e Tons Estamparia Criskel In. Cim. Malhas Dalko Contabilidade Dianfra Ind Com Confec. Diegoli Engenharia Ducontex Elo C Têxtil Em Foco Editora e Jornal Mecânica Super Michel Gartner- Belli Corretor Imóveis Oma Fischer Haus Agrop. e Floricultura Redotex Tinturaria Setrat Piscinas Wizard Idiomas


Página 3

conselho deliberativo, órgão orientador

P

ara auxiliar e orientar nos processos da diretoria, a ACIBr elegeu e empossou em outubro os membros do Conselho Deliberativo para o triênio 2011/2014. O Conselho Deliberativo é um órgão responsável pelo direcionamento estratégico, compreendendo as funções de supervisão e orientação político - administrativa. O Conselho Deliberativo é, ainda, o colaborador imediato da Diretoria, cuja ação deverá fortalecer por meio de su-gestões e providências conducentes ao desenvolvimento da Associação e a de-fesa dos interesses de seu quadro associativo, pronunciando-se nesta qualidade, sobre quaisquer assuntos que lhe for por ela encaminhado. Para o presidente do Conselho, Nelson Zen Filho, o objetivo do órgão é orientar nos trabalhos da Associação, resolver e manifestar, em caráter decisório, entre todos assuntos de grande importância que não competirem es-

pecialmente a Assembleia Geral e ao Conselho Fiscal. “Referente aos encontros do Conse-

mento da diretoria e fortalecer cada vez mais a associação. ”, declara Zen. O mandato do Conselheiro é de três

lho, no estatuto prevê ao menos um encontro anual, mas a expectativa é que ele aconteça a cada três meses, para que possamos revisar o planeja-

anos, permitida a reeleição. São 30 membros focados em melhorias para o fortalecimento da entidade. CMYK (100/50/100/0)

Indústria Brasileira

Produzindo com qualidade, entregando com agilidade.

(47) 3251 2222 www.sancris.com.br


Página 4

Núcleo de Assistentes Sociais e a valorização do setor Envolvimento de membros já possibilitou avanços na política pública de assistência social

O

Núcleo de Assistentes Sociais da ACIBr já era formado muito antes de sua fundação. Desde 1999, os profissionais que integram essa área já sentiam a necessidade de se unir para troca de experiências e fortalecimento da profissão. Apenas em 2004 o grupo recebeu o convite para se integrar à Associação Empresarial e, desde então, mantém um local fixo para seus encontros. “Ainda assim, nosso Núcleo tem características diferentes. Não estamos representando determinada empresa, mas a nossa profissão. Claro, há também o respaldo de nossos empregadores”, explica a coordenadora do Núcleo, Camile Rebeca Bruns. Segundo ela, praticamente todas as empresas, entidades e órgãos públicos, costumam contratar apenas um assistente social para o trabalho. Dessa maneira, o profissional fica isolado, por não ter com quem trocar conhecimentos sobre a prática da profissão. Com o Núcleo, o contexto muda e, mais do que isso, se transforma em rede, visto que os assis-

tentes sociais facilmente dialogam com outros assistentes sociais. Por exemplo, é importante que o assistente social de uma empresa conheça quem é o assistente social de determinado Hospital, da Prefeitura, do Forum. Assim, fica muito mais simples o encaminhamento de

Grupo de profissionais em evento do núcleo qualquer necessidade. Nesses anos de atuação, uma das conquistas do Núcleo foi a profissionalização do setor em Brusque. Logo depois das últimas eleições, membros do Núcleo conversaram diretamente com o prefeito, apontando a importância de manter profissionais ca-

As mudanças da NR-12

N

a tarde do dia 9 de novembro, no mini auditório do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Brusque (SIMMEBr), localizado no primeiro andar do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque, foi realizada uma palestra sobre a Norma Regulamentadora 12 (NR12), que dispõe sobre a Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos. A capacitação foi ministrada pelo técnico da empresa Schmersal, de São Paulo, José Amauri Martins. Segundo ele, a palestra era apenas uma apresentação do tema, levando em con-

sideração que o treinamento específico leva, no mínimo, oito horas. Ainda assim, foi a primeira vez que sua empresa esteve em Brusque. Desde a revisão da NR -12, em dezembro de 2010, a Schmersal não para de oferecer capacitações pelos estados brasileiros e, muitas delas, já aconteceram na região. “O importante é que as empresas querem se adequar e entendem a necessidade de assegurar a segurança no trabalho. Essa atualização da NR-12 fez, inclusive, o Brasil ser premiado pela Organização Internacional do Trabalho”, destacou Martins.

pacitados para desempenhar esse serviço. A solicitação foi atendida. “Foram empregados mais assistentes sociais e a prefeitura deixou de fazer assistencialismo para estabelecer uma política pública de assistência social”, afirma Camile. A profissional explica que assistencialismo é quando algo é dado como favor. Já na Política Pública de Assistência Social o benefício se transforma em direito. “Há famílias em situação tão precária, carentes de tudo. É preciso dar o necessário para que ela possa caminhar e, depois, capacitá-la para melhorar sua situação. Assim, deixamos de resolver apenas o imediato”, completa. Para Camile, a iniciativa privada também está se abrindo para a contratação de assistentes sociais. Hoje, essa profissão já é indispensável na área de Recursos Humanos e também tem muito para contribuir em termos de responsabilidade social. O Núcleo de Assistentes Sociais se reúne toda primeira sexta-feira do mês, às 17h, na ACIBr.


Página 5

A primeira retífica da cidade Desde 1989 a Retífica Brusquense atende Brusque e região

A

Luiz. Hoje, a Retífica Brusquense tem 16 funcionários, atende mecânicos, frotistas e particulares, nos seguintes segmentos: motores diesel, gasolina, álcool e comércio de peças. “O mercado já foi mais favorável. Hoje há uma facilidade muito grande para a compra de carros novos, com longos prazos e juros atrativos. Já o carro ve-lho se desAnselmo Sacardueli com os filhos e a esposa valorizou e, muitas vezes, não compensa o investimento, o serviços de suspensão, freios, escapareparo completo do motor. Por isso, já mento, cambio, peças, entre outros. Seoferecemos a reparação parcial da parte gundo o proprietário, a novidade inicia superior do motor e cabeçote”, explica. em 2012. É pensando nesse novo contexto que a Além de gerenciar a retífica, Scarduelli Retífica Brusquense se prepara para um está envolvido em diversas entidades e novo nicho de mercado: a mecânica. As- demonstra uma versatilidade invejável. sim, quando o carro chega à empresa, É vice-presidente do Clube de Engenhaele não será mais analisado apenas em ria, Arquitetura e Agronomia de Brusque termos de motor, agregando também (CEAB), presidente da Associação das Retíficas de Santa Catarina (Aresc), membro do Conselho Nacional das Retíficas de Motores, integrante da comissão de festa da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), voluntário de diversos movimentos religiosos e, ainda, síndico do prédio onde mora. “Sempre fui voluntário. É uma forma de ir além da empresa e trocar experiências e informações, sem perder o foco da busca por soluções de causas nas quais acredito. E é possível fazer parte disso tudo, com organização, responsabilidade e delegando funções”, ressalta. E por tanto envolvimento, Scarduelli foi convidado, há dois anos, pelo Comitê Nacional, para participar da elaboração da Norma 13032, que trata da retificação de Sede da empresa localizada no bairro São Luiz motores e hoje regulamenta sua classe.

Retífica de Motores Brusquense foi fundada em agosto de 1989, pelo engenheiro mecânico e administrador, Anselmo Scarduelli. Natural de Maracajá (SC), ele passou a adolescência trabalhando na retífica do pai, mas, decidiu cursar engenharia em Joinville. Aliando a prática da faculdade com o mercado de trabalho, passou pela Cônsul, pelo Grupo Crecisa e, em 1989, quando surgiu a oportunidade de trabalhar no Paraná, voltou para Maracajá, com o objetivo de gerenciar a retífica do pai que estava doente. “Dois anos depois, já casado, surgiu a ideia de montar uma retífica em outra cidade. Pensei em Brusque, Jaraguá do Sul e Itajaí. Depois de analisar o mercado, escolhemos Brusque, onde conhecia apenas o senhor Bento Klock, que trabalhava na Casa Avenida e nos deu crédito para iniciar o serviço”, conta Scarduelli. Estava fundada a primeira retífica de Brusque, em pleno funcionamento na rua Rodrigues Alves. Mas, como todo começo, muitas atribuições eram terceirizadas e, só com o passar do tempo e com a compra de algumas máquinas, a empresa passou a oferecer todos os processos, como já ocorre há cerca de 15 anos, em sua atual sede, na rua Anita Garibaldi, bairro São

- Abertura de Empresas - Escrituração fiscal e contábil - Folha de Pagamento - Declaração de Imposto de Renda

www.hhccontabilidade.com Rua João Bauer, 233 - Sl. 01

FONE: (47) 3044-2255


Página 6

E

Novo ano: novos desafios

m uma entrevista com o presidente da Associação Empresarial de Brusque, empresário Edemar Fischer, foi possível conhecer as metas a serem alcançadas pela entidade no ano de 2012. Uma delas e a mais genérica é dar prosseguimento às atividades previstas no Planejamento Estratégico da ACIBr. Neste sentido, foi iniciada a revisão do planejamento para que cada diretor possa fazer uma análise objetivando melhorar a sua atuação, no sentido de realizar o que está nele contemplado. Uma das atividades que deverá ser implantada junto aos Núcleos Setoriais é a proposta e o-peracionalização da formação continuada para empregadores e colaboradores. Para tanto, Edemar Fischer frisou que conversou com os dirigentes da Unifebe e da Uniasselvi/

Edemar Fischer, presidente ACIBr

Assevim. Ambos mostraram-se extremamente solícitos à possibilidade de oferecerem professores para realizarem a formação continuada dos associados da ACIBr. “O objetivo desta formação é embasar teoricamente a prática de nossos empresários, seja na área de custos, fluxo de caixa, preço, mercado, distribuição, ou outra área que os Núcleos Setoriais possam achar pertinente. Nosso compromisso é garantir mais benefício aos associados, incentivar o associativismo e preparar novas lideranças empresariais”, afirma Edemar. Cerca de 70% dos associados à entidade são micro e pequenas empresas, que impulsionam a economia do município. E, nesse contexto, há muito para crescer. Por essa razão, a ACIBr está empenhada e quer se transformar em ferramenta de mudança e crescimento. Espera permitir que as empresas associadas recebam formação e informação necessárias para expandir seus negócios, garantindo mais renda e emprego aos moradores de Brusque e Região. “Disposição sempre foi a tônica do meu trabalho. Quem não tem disposição, não merece o cargo que ocupa. As pessoas precisam entender que cada dia que passa é uma oportunidade para agregar mais conhecimentos e experiências. Assim, nos tornamos melhores e o crescimento é contínuo. Desejo que em 2012 tenhamos a disposição necessária para expandir nossos negócios. Conto com o apoio de todos”, ressalta o presidente Edemar Fischer.

Ivan Luiz Tridapalli Empresa: Supermercado Carol Cargo: Diretor de Projetos Especiais e infraestrutura “A Associação Empresarial de Brusque é uma forma que as empresas têm para se organizar em conjunto, crescer e permanecer no segmento. Sozinho não se consegue ficar no mercado por muito tempo”

Vanderlei Rogério de Limas Empresa: Vantex Cargo: Diretor para Assuntos de Prestação de Serviços “Participo de muitas entidades e, em todas elas, procuro trazer a união em prol do bem e do crescimento da cidade. Participar da diretoria da ACIBr, muito além de minha contribuição, tem sido uma experiência de conhecimento e aprendizado”

Nelson Zen Filho Empresa: Zen S/A Cargo: Diretor de Assuntos da indústria Presidente do Conselho Deliberativo “É um orgulho participar da Associação Empresarial de Brusque que, através de novos membros, fica mais representativa e forte. Em 2012 vamos dar continuidade ao trabalho que já vem sendo desenvolvido e, sobretudo, fomentar o lobby político, que é o principal.

Gilmar Cesar Appel Empresa: Dimensional Engenharia Cargo: Diretor de Patrimônio “É um orgulho poder contribuir com minha experiência no ramo da construção civil para com a entidade. Quero zelar pelo patrimônio da ACIBr e, com ela, agregar resultados que favoreçam a comunidade”

Cândido Emp Cargo: D “O principal objetivo d oferecidos, mas a repre Brusque, pela força do uma história responsáv impulsiona a exercer um lobby político. Estou à d tador da entidade, para forma e para que o inte teja sempre

Marlon Sávio Sassi Empresa: Panificadora e Confeitaria Sassipan Cargo: Diretor de Relações Empresariais “Quem busca oferecer um serviço de qualidade pode encontrar informações importantes dentro do associativismo. Buscar nivelamento e igualdade de mercado sozinho é praticamente impossível. Juntos somos mais fortes e representativos”

Halisson Habitzreuter Empresa: HHC Administradora de Bens Cargo: Vice - Presidente “Dentro da ACIBr tenho a oportunidade de participar de diversos conselhos na cidade. Apesar de muito trabalho, isso sempre traz benefícios e crescimento como empresário. Para mim, é fundamental estar envolvido com a sociedade”

Rita Conti Empresa: RC Conti Cargo: Diretora de Núcleos e/ou câmaras “Em 2011 avançamos com Conselho de Núcleos, que proporcionou um melhor entendimento da Associação Empresarial como um todo e a expectativa é que esse trabalho continue no próximo ano. Acredito que estar integrado à ACIBr é uma excelente maneira de crescer pessoal e profissionalmente. Eu aprendo muito aqui”

A Em Cargo: Diretor de A “É importante e de da Diretoria de u quanto é a ACIBr. E dar prosseguiment que é tão pe


Página 7

Ingo Fischer Empresa: Centro Empresarial de Brusque Cargo: Diretor para assuntos do CESBr “Eu me sinto envaidecido em participar da diretoria da ACIBr como representante do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque, porque têm vários projetos que estão sendo desenvolvidos e necessitam do envolvimento de todas as entidades para que se transformem em realidade e beneficiem a todos”

Günther Lother Pertschy Empresa: Centro Universitário de Brusque – Unifebe Cargo: Diretor para assuntos de Micro e Pequenas Empresas “Através do contato direto com empresários, nós, da universidade, entendemos melhor qual a demanda do mercado de trabalho e se os cursos que oferecemos estão de acordo com o que a cidade realmente necessita. Estamos junto com a ACIBr para buscar novas soluções e formar não apenas profissionais aptos tecnicamente, como também cidadãos responsáveis socioambientalmente, ou seja, preocupados em prosperar nos negócios, mas sem esquecer do entorno e da comunidade na qual estão inseridos”

Aliomar Luciano dos Santos Empresa: Gráfica Mercúrio e TV Brusque Cargo: Diretor Relações Institucionais e da CDL “É uma vantagem participar da organização da cidade sem depender de cargos públicos. Assim, tenho condição de sentir a necessidade do mercado e, como empreendedor, posso zelar pelo maior patrimônio que são os clientes. A ACIBr é uma entidade que pensa no coletivo e, por essa razão, escreve há 77 anos uma história de credibilidade e sucesso. Junto com ela, sei que posso fazer mais pela minha cidade”

Maria Valzete Ludvig Walendowsky Empresa: WRRC Cargo: Diretora para Assuntos Comunitários “Tem sido uma grande oportunidade participar da diretoria da ACIBr, sobretudo pelo crescimento pessoal e profissional. O associativismo fortalece nossas empresas e a credibilidade que a entidade conquistou ao longo de suas histórias nos dá mais ânimo e responsabilidade para continuar esse trabalho”

o Horácio Godoy presa: ACIBr Diretor Executivo da ACIBr não são os benefícios esentatividade que ela tem em associativismo. São 77 anos de vel e de credibilidade, que nos m grande papel social, através do disposição e quero ser um facilia que tudo aconteça da melhor eresse de nossos associados ese em primeiro lugar”

José Carlos Loos Empresa: Loostex Cargo: Diretor Financeiro “O trabalho desenvolvido não somente na ACIBr, mas também nos demais Clubes, Conselhos e Entidades das quais sempre tive participação ativa e atuante, tem contribuído de uma maneira muito especial para o desenvolvimento econômico, político, social, turístico e esportivo de nossa cidade, região e Estado catarinense”

Dino José Dalcegio Empresa: Daltex Cargo: Diretor para Assun. Legais e Governamentais “O maior associativismo que existe partilha ideias e isso acontece na ACIBr. Aqui conhecemos outros segmentos, trocamos informações e fortalecemos nossa representatividade. Até mesmo, em Botuverá, onde mantemos um Núcleo atuante.”

Ademar Sapelli mpresa: Sancris Assuntos de Comércio Exterior e grande valia poder participar uma entidade tão conceituada Espero que em 2012 possamos to ao espírito de associativismo, eculiar em nossa história”

Alexandre Zen Empresa: ZM SA Cargo: Diretor de Assuntos Tecnológicos “As empresas concentram a arrecadação de recursos públicos do município e precisam estar unidas para cobrar o bom uso desse orçamento, em obras e projetos que possam impulsionar o desenvolvimento da cidade. Mas, infelizmente, nem sempre os resultados chegam de acordo com o esperado, como o aumento do número de vereadores, no qual nosso posicionamento não foi reconhecido. Vou continuar envolvido com a ACIBr e buscar o aumento de nossa representatividade”

Osmar Peron Júnior Empresa: Peron & Silva Advogados Cargo: Assessor Jurídico “Eu acredito no associativismo e por essa razão espero dar continuidade aos projetos que a ACIBr tem desenvolvido, bem como auxiliar no aumento do número de associados e fortalecimento de nossos Núcleos”

Valter Stoltenberg Empresa: Stoltenberg Irmãos Cargo: Diretor Assuntos de Comércio e Turismo “Já estou há mais de 20 anos envolvido com a ACIBr, onde cresci como empresário. É importante mantermos um órgão que represente a classe. Aqui podemos reivindicar melhorias e buscar resolver os problemas em conjunto”

Ozinil Martins de Souza Empresa: Grupo UNIASSELVI/ASSEVIM Cargo: Diretor para Assuntos Ambientais “Quero contribuir efetivamente com o lado social da cidade e participar da ACIBr é uma oportunidade de influenciar o destino desse município que assumi o compromisso de melhorar. Também quero brigar pela qualidade da educação e por professores mais qualificados. Não podemos levar com a barriga um assunto que é prioritário”


Página 8

Núcleo de Corretores e Imobiliárias realiza atividades

N

o dia 3 de novembro, no auditório do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque, o Núcleo de Corretores e Imobiliárias promoveu a palestra “Investindo em imóvel como alternativa de aposentadoria”. O evento, que teve entrada gratuita, foi ministrado pelo palestrante Rosalvo Barreto e apontou as vantagens do investimento em imóvel para quem procura um futuro tranquilo financeiramente. Já no dia 16 de novembro, foi a vez do

gerente da Caixa Econômica Federal em Brusque, José Renato Soares, participar da reunião do Núcleo e apresentar as linhas de crédito que o banco disponibiliza para o setor. Na oportunidade ele também sugeriu a realização de uma reunião entre corretores, construtores e a Caixa, que ocorreu no dia 30 de novembro.

Núcleo de Fabricantes de Toalhas recebe Fiscal do Trabalho

A

reunião do Núcleo de Fabricantes de Toalhas da ACIBr realizada no dia 8 de novembro, contou com a presença do Fiscal do Trabalho, Ricardo José Engel, que fez esclarecimentos sobre leis trabalhistas. As maiores dúvidas dos participantes estavam relacionadas à Jornada de Trabalho, Intervalo Intrajornada e Refeitórios. Engel enfatizou a

necessidade das empresas (que utilizam o regime de turnos) se adequarem ao intervalo intrajornada de 60 minutos. O tema Medicina e Segurança no Trabalho também foi abordado. Segundo o fiscal, toda empresa, independentemente do número de colaboradores, deverá ter um funcionário que tenha participado do Curso de CIPA (20 horas).

Questões do trânsito são debatidas na reunião dos Empresários de Guabiruba

N

o dia 20 de outubro, a reunião do Núcleo de Empresários da Guabiruba, contou com a presença do coordenador da Comissão Municipal de Trânsito naquele município, o sargento PM Moacir Brandes. Segundo ele, Guabiruba tem o cadastro de 12 mil veículos automotores, dos quais quatro mil são motocicletas. A imprudência no volante e a alta velocidade são as prin-

cipais causas que provocam acidentes e vítimas, o que vem preocupando as autoridades e a classe empresarial do município. Como forma de prevenir e também fomentar a fiscalização, o Núcleo está encabeçando um movimento com vistas a conseguir recursos financeiros para aquisição de radares móveis que serão utilizados pela Polícia Militar na realização de blitz no trânsito.

Moveleiros em ação

D

esde agosto está em plena atividade o Núcleo de Moveleiros da ACIBr, tendo como coordenador o empresário Ricardo Lang. Os encontros, que acontecem na última quinta-feira de cada mês, às 19h30min, têm sido produtivos e ações já estão sendo desenvolvidas para fortalecer e integrar a classe. No dia 3 de novembro, cinco membros do Núcleo, acompanhados pela consultora Bernadete Loos Moritz, estiveram em Balneário Camboriú, onde conheceram a Associação Empresarial da cidade e, também, o Núcleo desse mesmo setor.

Na bagagem, os profissionais trouxeram experiências e informações, sobretudo para a aquisição de matéria prima e demais acessórios em conjunto. Já no dia 23 de novembro, o industrial do ramo de óculos, Roberto Vicentin, da província de Veneto (Itália), acompanhado do vereador Roberto Prudêncio, participou da reunião do Núcleo. O visitante compartilhou seus conhecimentos sobre o Consórcio Export, criado em 2008 e que funciona como uma associação de empresas que, unidas, formam a entidade e negociam vendas para outros países, além da Europa.


Página 9

Núcleos de Brusque e Joinville se unem para tratar de bolsas de estudo

N

a manhã do dia 25 de novembro, o Deputado Estadual Darci Matos esteve na sede da ACIBr, reunido com integrantes dos Núcleos de Instituições Educacionais de Brusque e Joinville. O Deputado é autor da Proposta

de Emenda à Constituição do Estado de Santa Catarina, para concessão de bolsa de estudo aos alunos do ensino técnico profissionalizante com recursos do Fundo de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento da Educação Superior.

Política Nacional de Resíduos Sólidos

O

Núcleo de Gestão Ambiental da ACIBr promoveu na tarde do dia 27 de novembro, nas dependências do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque, o treinamento sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos. A capacitação contou com a participação de 40 inscritos e foi ministrada pelo consultor Fabiano Franciosi. O profissional trabalha na empresa AMA – Assessoria em Meio

Ambiente, de Curitiba, e abordou os seguintes temas: princípios e objetivos, instrumentos, diretrizes aplicáveis aos resíduos sólidos, Planos de Resíduos Sólidos, Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, responsabilidade dos geradores e do poder público, responsabilidade compartilhada e Logística Reversa.

Férias coletivas

A

Associação Empresarial de Brusque informa que entre os dias 17 de dezembro de 2011 até 8 de janeiro de 2012, estará concedendo Férias Coletivas aos seus colaboradores. Portanto, as atividades serão retomadas no dia 9 de janeiro de 2012. Nesse mesmo período, o Escritório Regional da JUCESC e o Posto de Atendimento do CIEE/SC, também não estarão atendendo. Haverá expediente normal, no período de 19 a 22 de dezembro, para Emissão de

Laços estreitos entre Brasil e Paraguai

A

presentar o Paraguai como um país para a expansão de negócios brasileiros. Esse foi o tema central da reunião de diretoria da ACIBr na tarde de 28 de novembro, que contou com a presença do adido comercial do Paraguai no Brasil, Sebastian Bogado Amarilla, acompanhado pelo Cônsul Honorário do Paraguai em Santa Catarina, Valter Ros de Souza. “São muitas as vantagens para as empresas brasileiras se instalarem no Paraguai. Podemos citar a diminuição de custos com impostos, energia elétrica, carga trabalhista e, o principal, a plataforma para alcançar outros mercados pela proximidade geográfica, como a Argentina, por exemplo”, afirmou Bogado.

Segundo ele, outra intenção da visita é afastar a imagem nem tão positiva que o Paraguai tem no Brasil, sobretudo no que diz respeito aos produtos eletrônicos danificados. “Nossa indústria farmacêutica tem mais de 40 anos de atuação e é referência no mundo inteiro. Então, não é de coisa ruim que vive o Paraguai. Nós temos preço e qualidade para brigar frente aos grandes mercados, como o chinês, por exemplo”, acrescentou. Hoje, no país vizinho já existem fábricas brasileiras em funcionamento, com ênfase na confecção e metalurgia. “As empresas brasileiras são bem-vindas e não encontrarão qualquer resistência ao capital estrangeiro”, garantiu.

Certificados de Origem (FACISC), bem como de 4 a 6 de janeiro. Já a primeira reunião de trabalho da Diretoria Executiva acontecerá no dia 23 de janeiro, às 17h30min. Para as empresas que mantém convênio com Medicina e Segurança no Trabalho, a conveniada Delta & Ambientec (CONSULMED), informa que estará de férias no período de 22 de dezembro de 2011 até o dia 2 de janeiro de 2012, retomando as suas atividades em 3 de janeiro.


Página 10

Os benefícios comerciais angariados com a Marca

A

acirrada concorrência global faz com que as empresas precisem ser cada dia mais ágeis e fundamentadas em seus segmentos buscando a fidelização dos clientes. Cenário criado pelos empreendedores que atrelam o lançamento de um novo serviço ou produto ao potencial de competitividade quando a proteção intelectual segue no mesmo caminho. O empreendedor, tanto de grandes corporações como de pequenas, deve entender que as soluções que antigamente f u n c i o n ava m com maestria, não atingem de forma abrangente os consumidores de hoje. A inovação, criatividade e planejamento configuram-se como aspectos de sobrevivência. Os bens intangíveis, como as culturas empresariais e as marcas, atualmente precisam de educação e proteção para sobreviver e prosperar no mercado competitivo

de acelerada mudança. Ter uma marca reconhecida no mercado requer dedicação. Porém, um esforço recompensado financeiramente a exemplo da última avaliação divulgada pela Interbrand no dia 4 de outubro, que listou as marcas mais valiosas do mundo, destacando a Coca-Cola na liderança,

com orçamento da marca em quase US$ 71,8 bilhões e, ainda, IBM (US$ 69,9 bilhões) e Microsoft (US$ 59 milhões). Mas, em um cenário onde as redes sociais estão atreladas à publicidade de massa e desenvolvimento de produtos, ter uma marca entre as mais visitadas e comentadas denotam a relevância que a

Marca tem para o consumidor. A avaliação feita pelo Facebook destacou cinco marcas brasileiras, sendo que a melhor posicionada é a L’Oreal Paris Brasil, que aparece em sétimo lugar com 1 milhão de fãns, dos quais são 72,8 ativos. Também aparecem TIM, na 25ª posição com 579,2 mil fãns (12,6 mil ativos). Itaú, na 35ª (81,8 mil fãns, 6,9 mil ativos); Bradesco, na 69ª (8,3 mil e 437) e Petrobras, na última posição com 2,8 mil fãns, mas nenhum ativo. O empreendedor que quiser dispor dos recursos de proteção e defesa do capital intangível deve procurar a Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), que disponibiliza o Programa de Proteção Intelectual (PRINTE). É com o Printe que o empresário obtém proteção, defesa, avaliação dos bens intangíveis para seus empreendimentos, além de pedido de registro de patente, segredo de negócio e muito mais.

COMUNICADO NEC/SINDICONT

D

evido as inúmeras notificações da FATMA/IBAMA recebidas pelas empresas catarinenses, o NEC - Núcleo das Empresas Contábeis de Brusque da ACIBr – Associação Empresarial de Brusque e o SINDICONT - Sindicato dos Contabilistas de Brusque, vem através desta esclarecer o seguinte: Com a aprovação da Lei nº 14601/2008 e a edição da Portaria nº 153/2011, que estabeleceu os procedimentos para aplicação da referida Lei, a FATMA passou a ter participação em parte da receita oriunda das Taxas de Controle de Fiscalização Ambiental (TFASC) e com isso começou a emitir notificações exigindo que as empresas efetuem o cadastro no IBAMA, bem como a cobrança das taxas que esta lei estipula. Informamos que esta obrigação deverá ser efetuada por todas as empresas, cujas atividades estejam contempladas pela referida legislação ambiental, e um dos requisitos básicos para que se cumpra esta obrigação é a obtenção da Licença Ambiental ou, em alguns casos, a dispensa da mesma, que deverá ser requerida por um profissional legalmente habilitado na área. Com isso orientamos todas as empresas a se adequarem à legislação, evitando com isso sofrer as penalidades que esta lei estipula, bem como estar apta a cumprir com as obrigações que os agentes financeiros (Bancos) exigem na obtenção de empréstimos e financiamentos.


Página 11

ACIBr recebe consultor do BRDE uma vez por mês Uma vez por mês, o consultor do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Vicente Zenon Farias, permanece na sede da Associação Empresarial de Brusque, atendendo associados à entidade e empresários da região. Os encontros acontecem com hora marcada e têm 30 minutos de duração. Ao todo, cerca de sete empresas são atendidas por dia. “São mais de 50 anos de história e 40 mil clientes. Firmamos parceria com a ACIBr em 2003 e, desde então, prestamos consultoria gratuita. Nesses últimos três anos, mais de 100 empresas foram beneficiados”, explica Zenon. São financiados pelo BRDE investimentos como ampliação, relocalização, modernização, inovação, desenvolvimento tecnológico e infraestrutura urbana e social. Já como gastos estão previstas obras, montagens e instalações, máquinas e equipamentos novos produzidos no Brasil, máquinas e equipamentos usados para as microempresas, móveis, utensílios, gastos de estudo, como projetos relacionados ao investimento, pesquisa e capacitação, despesas operacionais e comerciais, reformas, bens de informática ou automação e capital de giro. Não podem ser financiadas aquisições de terrenos e bens imóveis, custeio com manutenção corrente, software produzido no exterior, projetos sociais contemplados com incentivos fiscais, máquinas e equipamentos novos de indústrias não credenciadas pelo BNDES, itens que não estejam envolvidos no projeto de investimento, entre outros. Já as exigências mínimas para obtenção do crédito são: situação fiscal e previdenciária em dia, cadastro satisfatório, bom retrospecto, projeto viável e que se enquadre nas políticas operacionais do BRDE, comprovação da disponibilidade dos recursos próprios necessários à realização do empreendimento, regularidade ambiental e entrega das informações e documentação básica para enquadramento e posterior análise do financiamento.

Uma vez por mês, o consultor do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Vicente Zenon Farias, permanece na sede da Associação Empresarial de Brusque, atendendo empresários da região

História Em 1961, os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná decidiram que a Região Sul do Brasil merecia prosperar mais. Para que isso acontecesse de fato, criaram o BRDE, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, um parceiro que apoia e acompanha o desenvolvimento de projetos para aumentar a competitividade de empreendimentos de todos os portes. Uma referência em financiamentos de longo prazo para investimentos, capaz de transformar projetos em realidades. Desde 2009, o Estado do Mato Grosso do Sul também faz parte da área de atuação do Banco. Em todos esses anos de trabalho, o BRDE trouxe mais de R$ 65 bilhões de recursos para a Região Sul. Apenas em 2010, o Banco viabilizou R$ 2,2 bilhões em investi-

mentos, que devem gerar uma arrecadação anual adicional de R$ 236,3 milhões em ICMS para os Estados da Região Sul. O apoio a esses empreendimentos possibilitará, ainda, a criação e/ou manutenção de 51,4 mil postos de trabalho, dos quais 10,3 mil são empregos diretos. Ao final de 2010, o BRDE possuía 35.207 clientes ativos, cujos empreendimentos financiados estão localizados em 1.047 municípios, abrangendo 88,1% dos municípios da Região Sul. A carteira de financiamentos do Banco era composta por 42.481 operações ativas de crédito de longo prazo, com saldo médio de R$ 147 mil, o que atesta a vocação da Instituição para o atendimento às micro, pequenas e médias empresas e aos mini e pequenos produtores rurais. Informações sobre linhas de financiamentos ou taxas estão disponíveis no site do BRDE: www.brde.com.br.


Página 12

Empresas aniversariantes - Mês de DEZEMBRO Mega Motos Merfios Ind Com de Fios Pertutti Panif. e Conf. Rio Center Contabilidade Rotek Mat Construção RS Distrib Cosméticos Tecebem Benef. Têxtil Toalhas Groh Uniasselvi/ Assevim Vanderley Zanato Vetor Automotivos WDCom WRRC Ind Têxtil

Administradora Nelson All Idiomas Auto Posto Botuverá Auto Posto Ipê Barni Contabilidade e Consultoria Becker Equip. Inds. Brucatur Brusque Turismo Comercial Automotiva D’Paschoal Confecções Ricceli Polo Etiqworld Etiquetas For You Idiomas Grupo Orsegups Kipano Ind Com Prod. Têxteis

Y-PY Sports Zen Motos

Adami Produtos Têxteis

A Indústria Adami Têxtil iniciou suas atividades em 1976, atuando na área de coletas de resíduos das industrias têxteis (varreduras, estopas, retalhos, papelão e resíduos de plásticos). Atualmente, a empresa conta com três linhas de reciclagem, produzindo aproximadamente um milhão de quilos de material desfibrado por mês, trabalhando com materiais para montadoras automobilísticas, fiação, enchimentos de bichos de pelúcias e acolchoados.

Empresas aniversariantes - Mês de JANEIRO A La Sara Aces. e Loucur. Femininas Alta Pressão Confecções Ativo Ltda. BANRISUL BC Tubos Ind. Artefatos Papelão Boca Mafra Automóveis Carminati Contabilidade Cave Vinhos CCN Academia Central Imóveis Imobiliária César Luis Moresco Corretor Imóveis Cont’Renda Contab. e Imp. de Renda Delta Contabilidade e Consultoria Diagonal Com Máq. Equip. Dirschnabel & Dirschnabel – Kepler Drogaria Cristian Embreex Ind. e Com. Escritório Contábil Heinig Fundação Educacional de Brusque

Ind Com Art. Couros WJ Ind Com Molas Brusque Inviolável Segurança 24 Horas Irmãos Fischer S/A Laborat. Análises Clín. Maria Salomé Lotherm Ind Com. Metalúrgica e Serralheria Pretti Móveis Krisan Mundial Cores NB Têxtil Nelson Vanelli ME Panificadora Moriá Perfil Ind. Máq. e Equip. Restaurante Raitz Rezi Têxtil Seis Soluções Tecnológicas Senac de Brusque Sol e Lua Empreendimentos Souza Demolições

Speculum Mundi Ind. Com. Confec. Stedile Mat. Construção Stilo Maria Supermercado Carol Tempo & Trabalho Gerenc. Rec. Humanos Toalhas Dianneli Uvel Coml. de Veículos W90 Estamparia Wirotex Ind Têxtil Wizard Idiomas

Hospital e Maternidade Cônsul Carlos Renaux

A Associação Hospitalar e Maternidade Cônsul Carlos Renaux (Hospital Evangélico e Maternidade de Brusque) é uma entidade beneficente e sem fins lucrativos. Fundado em 1937, o hospital atende as mais variadas especialidades médicas, como cardiologia, oncologia clínica, pediatria, radiologia, entre outras. OBS: As empresas destaque nesta editoria, obedecem o critério da data de fundação mais antiga dos meses acima.


/informativo08