Page 1

Desdemuito nova que tive o privilégio, a meu ver, de contactar e vivenciar com usos e costumes, tradições, músicas, gastronomia, entre outros, da cultura e identidade portuguesa, uma vez que vivi sempre num meio rural. Ao longo da minha vida fui adquirindo conhecimentos sobre a mesma, através do que aprendia na escola, pelo contacto com avós, bisavós e pessoasmais velhas e, ainda, por leituras que fui fazendo. Hoje em dia, na minha prática docente, tento sempre incutir nos meus alunos, cuja faixa etária é dos 6 aos 10 anos, o gosto por conhecerem dados referentes à cultura e identidade portuguesa: situação geográfica, História de Portugal, tradições, lengalengas, ditados ou dizeres populares, músicas (folclore, fado,…), no sentido de perceberam e terem uma perspectiva da sociedade portuguesa. Com o reordenamento do parque escolar, o que originou o encerramento da maioria das escolas do primeiro ciclo com reduzido número de alunos, as zonas rurais foram as mais afectadas, pois viram desaparecer a única esperança de sobreviverem à desertificação a que estão votadas. Pois bem, eu fui uma das professoras afectada com tal situação, vendo a minha escola a ser encerrada e ter que me deslocar para outra escola. Foi este um dos motivos, para além de poder aprofundar os meus conhecimentos e experiências sobre sociedade e cultura portuguesa, que me levou a escolher o tema “A Educação em Meios Rurais e a Multiculturalidade (o encerramento de pequenos estabelecimentos de ensino em meio rural) para a dissertação de Mestrado. O estudo tinha como objectivo a análise das consequências do encerramento das pequenas escolas em meio rural; efeitos no espaço rural; resultados no processo educativo; nos valores e nas tradições; consequências para os docentes e, acima de tudo, no desenvolvimento da criança.

anexo  

O estudo tinha como objectivo a análise das consequências do encerramento das pequenas escolas em meio rural; efeitos no espaço rural; resul...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you