Page 1


Índice

Wir Sind Hier

Pág. - Scream it out loud - Tokio Hotel Against AIDS - 10 dicas caso encontres o Bill na rua - Tokio Hotel e o album perdido - 1 d junho Rock In Rio - Diário de uma banda rock - Como continuar fã - Tokio Hotel: O Filme! - Entrevista Exclusiva - Regresso Camuflado - Gustav de Cabelo preto? - Novela Tom/Chantelle - Agradecimentos - Créditos

…4 …5 …6 …9 … 12 … 13 … 18 … 20 … 25 … 28 … 30 … 32 … 36 … 37


It out loud

Scream


Tokio Hotel

Against Aids Pois bem como todas/os sabem, a multinacional H&M realizou uma campanha cujo titulo é “Fashion Against Aids” que pretende sensibilizar e ganhar fundos para uma boa causa. Para incentivar as vendas, diferentes estrelas da música emprestaram a sua imagem e as suas ideias de forma interessada. Entre eles, destacamse os Tokio Hotel. Foram planeadas t-shirts, tops e vestidos. Possivelmente cheios de preservativos. Porque um quarto disto reverte a favor de pessoas infectadas com o vírus VIH. Ter os Tokio Hotel numa campanha de alerta, não é má ideia. Assim há a possibilidade dos teenagers darem ouvidos ao Bill, Tom, Gustav e Georg. “O VIH é um vírus bastante poderoso que, ao entrar no organismo, dirige-se ao sistema sanguíneo, onde começa de imediato a replicar-se, atacando o sistema imunológico, destruindo as células defensoras do organismo e deixando a pessoa infectada (seropositiva), mais debilitada e sensível a outras doenças.” Sem duvida é uma campanha muito importante na nossa opinião, pois a SIDA é um tema actual e que se vem espalhando cada vez mais ao longo dos tempos. Portanto, podemos dizer que esta é uma boa campanha na qual eles participaram, e que a H&M pensou muito bem em os ter colocado a participar o que eles não estavam a espera era a quantidade de fãs que iam abalroar as lojas e guinchar irritantemente nos seus ouvidos “ONDE ESTAO AS CAMISOLAS DOS TOKIO HOTEL??” pergunta a qual eles respondem com medo “Já não há…” e fogem a sete pés enquanto elas ficam a gritar histericamente “O QUEEEE JÁ NÃO HÁ? EU QUEROOOOOOO”. E isto acontece porque põem umas miseras 10 camisolas de cada vez em Lisboa e quando la vao algumas fãs buscar já não há e quando voltam infelizes para casa descobrem que voltaram a colocar mais…e as fãs do Norte ficam a chuchar no dedo. Na legenda da camisola “Rock Hard, F#ck Safe” qual muitas fãs preferiam “Rock Safe and Fuck Me Hard” xD “A SIDA é uma aposta demasiado alta para jogares com ela… não arrisques, previne-te do VIH/ SIDA!”


10 dicas Caso encontres o Bill na rua

Caso encontres o Bill na rua 1. Foca o teu objectivo: queres parecer uma jovem normal, uma adolescente histérica ou uma prostituta? É necessário teres em conta este passo de forma a criares a tua atitude e definires até que ponto terás que dobrar a saia. 2. O Bill gosta de glitter. Muito glitter! Portanto não custa nada um pouco de gloss aqui, purpurina ali e brilho acolá. GanzGanz Sparkle!!! 3. Uma boa tentativa para iniciar a conversa poderá ser: “OMG, adoro a tua mala!!!1! Onde compraste???”. O segredo é fazê-lo sentir-se superior. Bill Kaulitz sente-se bem quando posto acima da raça humana – o que de facto até é verdade. 4. Nunca olhem directamente para o pequeno sinal do queixo. Embora algumas imagens ordinárias possam passar pela tua cabeça envolvendo o dito sinal – o qual chamaremos de Danoninho. – é melhor não arriscar quebrar a autoestima do Kaulitz mais novo.

5. Quando o detectares a menos de 10 metros de distância conta até 10 cordeirinhos , dá um grito mental, três mini-pulos e um minuto de riso histérico para aliviar todo o histerismo acumulado ao longo da tua vida e não o assustares até à China. Embora os managers deles te fossem agradecer no final pela enorme ajuda na conquista dos Tokio Hotel pela Ásia é melhor não arriscar. 6. Se não tiveres unhas bonitas mais vale cortares os dedos antes de falares com ele. O Billocas gosta de tudo bonito e tratado portanto não custa nada andar com unhas postiças, verniz colorido, verniz transparente, lima, acetona, algodão e cortaunhas na mala. Mulheres andam com isso tudo durante o dia-a-dia então, em último recurso usas o corta-unhas para abrir latas de Iced Tea. 7. Cria uma pequena lista para que lhe possas reservar uma conversa calma, interessante e madura para além do clássico “O tempo está bom!”. Mas atenção que calma, interessante e madura, não engloba um “Oh, meu Deus, Billzinho eu sou a tua maior fã, tenho uma tatuagem com a tua cara na nádega esquerda, duzentos e setenta e nove posteres na parede do meu quarto e baptizei o meu cão de “Bill” por ter pêlo preto e branco!” tudo de uma só vez e sem qualquer pausa para recuperar a respiração. Nada estiloso, estás a ver!?


8. Lembra-te que ele é um ser humano normal – e que ser humano!. Logo, desta forma, não gosta de ser tocado por gente desconhecida (a.k.a estranhos). Se queres chegar a um pseudo-abraço pede devidamente permissão para tal a não ser que queiras ser corrida até casa com o Super Pack Especial Billwar que vai desde um sorriso amarelo, um “diva look” e para os mais sortudos um bitch-slap. Bill Kaulitz é um doce de menino desde que não lhe invadam a sua bolha pessoal. 9. Tenham sempre em mente a possibilidade de ele não aceitar dar o autografo ou tirar a foto agarrado a vocês. Desta forma poupa-se lágrimas, gritos de desilusão, desgostos e pulsos cortados. Se os cortarem ao menos sejam generosos e doem o sangue aos devidos grupos de recolha de sangue. Matem-se mas salvem uma vida. 10. Faz algo que marque o vosso encontro mas sempre mantendo o nível inofensivo. Canta a “99 redballoons” da Nena, dança o hula-hula ou faz malabarismo com as pedras gastas da calçada, o importante é de no final não te esqueceres de deixar o caminho assinalado com skittles coloridos para que a pobre criatura possa seguir-te até a caverna do lobo. RAWR!

Preparada? Ready, Set, Go...Boa Sorte! ;)


Tokio Hotel

E o álbum perdido Fevereiro…Março…Maio…Junho…Julho …Setembro…Outubro… Será que ainda não perceberam que este atraso no lançamento do CD é porque a banda preocupa-se ao ponto de nos ensinar os meses do ano? É tudo em nome da nossa cultura e desenvolvimento cultural. Um pouco de respeito, por favor! Estou morta que chegue a vez de Novembro… Ultimamente tem-se verificado um pouco por todo o lado uma certa reclamação em relação à demora na preparação do novo álbum. Todos sabemos que uma banda precisa de manter o seu público entretido com o seu trabalho e que realmente, como fãs temos um bom direito a esperar que nos seja dado algo para desfrutar mas é também preciso ter em conta que os moços não são coelhinhos da Duracel que duram, duram, duram…o próprio Bill acentuou esse facto ao afinar os seus famosos dentinhos de coelho. Que descansem em paz. Lembro-me perfeitamente de há uns tempos atrás a grande maioria dos fãs olhar o rosto cansado dos rapazes e desejar aos ventos do norte e aos ventos do sul – que por acaso têm tornado este verão um bocado esquisito - que os coitados tirassem umas merecidas férias. Chega a ser triste que quando isso acontece metade dessas pessoas tenha virado costas e ido embora. Era bastante evidente que chegaria o momento em que seria necessário ter maiores férias, não apenas algumas semanas. Existe vida por detrás de uma guitarra (e eu juro que não estou a tentar fazer qualquer piada perversa!), baixo, bateria ou microfone, como fãs deveríamos procurar ajudá-los a manter essa mesma vida. Pessoas normais precisam de parar para recuperar fôlego. Não podemos esperar que a Rosa Mota não pare de correr, a Mariza de cantar ou o Cristiano Ronaldo de jogar – até porque a Paris Hilton gosta dos seus BFFs disponíveis. Se corres uma maratona, seja por obrigação ou por puro gosto, irá chegar a uma altura que terás de parar para recuperar fôlego ou acabarás por ter um ataque cardíaco, cair para o lado, morrer e ir parar debaixo da terra (todos nós sabemos que isso é péssimo para a pele).

Um álbum não se faz sozinho de um momento para o outro. O Bill não olha para uma banana, escreve uma letra em cinco minutos sobre morangos sem açúcar, os produtores não a alteram em duas horas e no dia seguinte já está gravada uma música. Um bom trabalho leva o seu tempo a ser construído, com calma e coerência. FELIZMENTE, nem todos têm a estamina dos Jonas para fazerem tours, gravarem CDs e filmes ao mesmo tempo. Temos pena? Não, penas têm as galinhas. :P Um outro conselho que gostaria imenso de dar é: Pressionar não nos ajuda nada, apenas envolve mais stress, confusão e drama, coisas que temos afincadamente procurado evitar. Os últimos três anos foram dedicados a nós, podemos por momentos guardar o egoísmo no bolso e aproveitar a nossa vida ao mesmo tempo que eles fazem o mesmo. E se eles estiverem simplesmente a enrolar-nos e o álbum já tiver mais que acabado?” All we need is just a little patience”. É a escolha deles e não somos nós que temos o direito de mexer neles como um dominó (embora eu consiga imaginá-los a cair um a um em fila!). Deixem-nos desfrutar um pouco de uma vida quase normal com direito a festas, amigos e todo o pacote pertencente à vida de jovens. Procurem antes pensar como eles estarão muito melhores quando finalmente regressarem completamente renovados. Pode ser que apareçam todos de rastas pretas e optem por um estilo reggae. Pergunto-me se as rastas do Bill serão bocados das rastas cortadas do Tom… Enfim, saiam, divirtam-se, conheçam pessoas, ouçam outras bandas e mantenham desta forma os Tokio Hotel lá, no seu pequeno canto conquistado. E por favor, não andem a espetar cigarros contra Audis ou na bicicleta rosa do Gustav senão para a próxima é o Bill que vos dá com a sua maravilhosa mala Prada. Sei que é o sonho de todas as jovens tocar numa mala daquelas mas podemos sempre tentar outros métodos menos…”violentos”.

Mas o que fazer para matar o tempo enquanto não existe material novo? Tenham ideias, levantem-se e ajam, conheçam outras fãs mesmo que esse conhecimento se baseie em lamber pescoços dentro de um carro já que é a amizade do século XXI, leiam fanfics, apenas façam algo porque monotonia anda de braços dados com a meta de uma corrida e não estamos ainda preparados para cortar a meta. Há tanto ainda por correr com eles. E agora, para terminar, deixo-vos em exclusivo, o novo merchandize da banda directamente para vocês para vos ajudar a ultrapassar este ataque de nervos colectivo que todos parecemos estar ter.

XANAX TOKIO HOTEL Agora podes ficar pedrada com a tua banda favorita!!!


1 de Junho 2008 Rock In Rio

“But never forget no matter where you go we are always by your side!” – Bill Kaulitz Um ano depois esta frase ainda perdura na nossa memória e nos faz relembrar momentos que não queremos jamais esquecer. Foi anunciado o “regresso” dos Tokio Hotel a Portugal no Rock In Rio Lisboa. Muitos perguntavam-se como estava a popularidade da banda depois de um dia 16 de Março marcado na memória de todas as fãs por motivos não muito bons de relembrar. O que iria acontecer quando pisassem aquele palco? Fãs a sua espera? Assobios? Aplausos? Sorrisos? Pois bem, podemos dizer que no dia 1 de Junho de 2008, seguimos viagem até Lisboa, com o intuito de ir ver os Tokio Hotel no Rock in Rio. E sim, estávamos ali prontas para os receber com todo o carinho possível e imaginário. Lisboa encheu-se novamente de sorrisos, t-shirts pretas com frases ou mesmo com a foto daqueles 4 seres alemães, cartazes coloridos, canções, gritos histéricos, … E aí, muitos “se” formados, tinham sido abalroados por uma fileira de fãs que se formava em ambas as portas do recinto. Abalroados naquela correria infinita de conseguir um bom lugar, abalroados pelas horas de espera, abalroados pelos sorrisos e canções. Foram horas debaixo de sol, mas horas passadas com risos nervosos, ansiedade, esperança e alegria. Até que a hora chegou, o palco foi montado e o primeiro acorde da guitarra se fez ouvir, seguidamente com o som do baixo, o choque da imponente baqueta na bateria e a primeira palavra da canção proferida por Bill. Tudo continuava bem, tudo no seu lugar. Até mesmo o medo e nervoso miudinho de como estaria a voz do vocalista, desvaneceu como uma nuvem de fumo quando este cantou o primeiro verso de muitos.

Ouvimos e cantamos desde a Break Away, à 1000 Oceans, desde a Totgeliebt à Geh, desde a Live Every Second à By Your Side. Quando pensamos em By Your Side pensamos que, quem não teve a oportunidade, de a ouvir ao vivo ali não imagina o quão foi mágico e lindo. Antes de começar a música, “But never forget no matter where you go we are allways by your side” encheunos os olhos de lágrimas e energia para voltarmos a aclarar novamente as vozes para o acompanhar naquela última canção. “Cantamos, emocionamo-nos, desfrutamos, surpreendemos e orgulhamos todo o fandom português. Somos portugueses e fazemos sempre jus a esse mesmo facto.” Percorremos quilómetros, juntamos dinheiro para o bilhete, choramos de emoção durante a espera, a barriga deu voltas e voltas, faltamos a aulas mas, podemos dizer que valeu a pena, cada hora, cada minuto, cada segundo! “Só eu sei porque sou fã e não me arrependo de nada!” As lembranças trouxemo-las na memória, nas máquinas fotográficas as imensas fotos tiradas, os Amigos no coração! Os sorrisos perduram até hoje sempre que nos lembramos daquele dia, daqueles momentos tão especiais que vivemos. Por mais tempo que passe nós sabemos que vamos lá voltar, pois “Real fãs always come back!”


Diário de uma Banda

ROCK! Bill Kaulitz

Querido (fofo) diário, Hoje tive um dia muito agitado. Primeiro o meu eyeliner acabou, detesto quando o Tomi acorda cheio de sono ao ponto de confundir o eyeliner com a pasta de dentes, lá porque tem a mania de ser gangsta não quer dizer que escovar os dentes com eyeliner o ajudará a ter um sorriso mais ~*sparkle*~ (nota: mandar construir outra casa-debanho cá em casa!). Depois disto parti a unha do do dedo indicador da mão direita. É TRAUMATIZANTE, okay? Eu estava a aplicar a minha fantástica máscara Nívea na minha perfeita face simétrica e maravilhosa quando o meu Gucci começou a enrolar-se nas minhas pernas e a ladrar que nem um cão (lá porque É um cão não significa que tenha que agir como um! Não foi isso que lhe ensinei!). Além disso hoje quase que morri sufocado. Acordei com uma das minhas rastas a entrar-me pela boca a dentro e a tapar-me a garganta. Nunca pensei que ter estas minhocas fosse ser tão complicado mas, enfim, vida de gente bonita tem destas coisas, há que fazer sacríficios em nome da beleza. Preciso de roupa nova, dei por mim a usar duas vezes a mesma camisola no último mês, isto GRITA urgência. Tenho que pedir ao meu Tomi para me guiar até ao shopping mais próximo, não posso correr o risto de perder outra unha em combate só porque decidi em armar-me em condutor! Quer dizer, toda a gente sabe que sempre que estou ao volante o carro está em “condutor automático”, foi caro ter que pagar ao instrutor para me deixar passar à terceira vez. Bem, vou ver se o Tom já acordou. Beijos glamorosos para vocês todas, bitches Bill “I’m amazing” Kaulitz


Tom Kaulitz

Querido Sammy* Eu não sei o que fazer mais da minha vida. Anos e anos a aperfeiçoar o meu estilo, cabelo e brincos para ser um verdadeiro gangster, um homem da vida, mas, no entanto todos os rappers só ligam ao Bill. Eu entendi quando a mãe gostava mais do Bill, os dois sempre gostaram de fazer vestidos juntos, quando a minha namorada gostava mais do meu irmão por serem companheiros de compras, agora...ATÉ RAPPERS gostam mais dele? O que é que me falta, querido Sammy? O quê? O Bill diz que é porque ele deixa-os chamar-lhe de “bitch” e porque simplesmente é melhor que eu, mas custa-me a acreditar, eu vejo a missa ao domingo da televisão. No outro dia quase que morri. Encontrei a P*rrine numas bombas e ela estava tão...ewwww, que tive que lhe bater porque o Bill não estava lá para lhes dar com a sua mala Prada. O meu maninho sempre soube como fazer destas makeovers. Foi horrível, comecei a ouvir sirenes, luzes e depois apareceram mais raparigas que pareciam ter acabado de engolir o inteiro de uma só vez. Depois, era tanta gente que só me apetecia esconder a cara mas lembrei-me que já tinha cortado as rastas então fui bater com a cabeça na parede mais próxima. Depois de ir à polícia e ver aqueles homens todos a olhar para mim e para o meu irmão como se fossemos carne de lebre de primeira categoria, a mãe fez-me chocolate quente e bolachinhas, o Bill cantou-me a música do Rei Leão e eu consegui finalmente dormir. Foi HORRÍVEL!!!!!!!1111!!1! Paz, irmãos Tom “Sou bom” Kaulitz

*Lá porque o meu diário chama-se Sammy e eu tenha o mesmo estilo do homem não quer diz quer que eu seja obsecado! I LOVE GIRLS


Georg Listing

Querida “coisa” Comprei os últimos produtos da L’OREAL e ofereceram-me um poster com a Penélope Cruz. Estou a ponderar se deverei colocá-lo ao lado do da Paris Hilton e do da Nicole Ritcher, tenho que perguntar ao Bill, ele percebe dessas coisas de mulheres. O David disse que estou perto de conseguir finalmente o anúncio e a promoção para a L’OREAL mas eu ainda estou um bocado receoso. Isto é o trabalho de uma vida, tenho medo de fracassar e ter sido tudo inútil. Pior...acabar por ficar com o cabelo ONDULADO de novo! Oh, meu deus, arrepio-me só de pensar, os cabelos ficam-me logo em pé, quase pareço o Bill. Não me posso esquecer de: 1. Esticar o cabelo antes de ir domir e de novo amanhã de manhã. 2. Fazer dieta até ficar um palito como os gémeos. 3. Atropelar uma stalker, já tenho saudades e fica mais barato que bowling. 4. Trocar de carro como na semana passada. Com muito amor e esperando que os Kaulitzs não estejam de novo a ler isto

Georg Listing


Gustav Schäfer

Querido, papel... Como tens passado? Aqui está tudo bem, as acções hoje subiram, estou confiante que a economia europeia irá melhorar nos próximos meses. Choveu ontem e estamos com um grau de precipitação bastante elevado, talvez não irei poder andar de bicicleta hoje portanto pretendo ficar em casa a desenhar a minha próxima tatuagem da Disney. Estive a planear tatuar um “MC” no peito

mas tive medo que fosse bastante óbvio o meu amor

pela Miley Cyrus. Preciso urgentemente de ler o Diário Económico e procurar o meu cartão para votar nas Eleições Europeias, o Bill supostamente ia comigo mas quando descobriu que isso não era um concurso de moda desistiu. Vou ter mesmo que ir sozinho...de bicicleta. Tenho também que verificar se actualizaram algo de novo no fórum dos meus Metallica e postar novas fotos da festa de ontem no MySpace. Dia bastante ocupado. Cumprimentos,

do único inteligente desta banda,

Gustav Schäfer.


Como Continuar FÃ!

Para este artigo chamo especialmente a atenção a todas aquelas fãs que começam a deixar de se sentir fãs da banda e recomendo também como uma boa leitura por parte de todos aqueles que passaram a achar que é cool já não gostar deles. Na minha mais sincera opinião deixar de gostar de uma banda em apenas um fim-de-semana e passar a chamar “paneleiros” e “nojentos” aos elementos dessa mesma banda não faz de nós uma “pessoa cool”, de facto apenas demonstra casos de extrema bipolaridade. Isto meus senhores é uma doença com necessidade de tratamento. Segundo o meu “Grande Dicionário da Língua Portuguesa – volume 1”, ganho como oferta do Jornal de Notícias, bipolaridade é: Bipolaridade, s.f. Qualidade de bipolar. || Diz-se das células nervosas que têm dois prolongamentos. Sério, meus amigos, NUNCA é tarde para tratar e remediar a situação. Lá porque vocês já não babam ou querem saltar para cima de um dos elementos não quer dizer que tenham de deixar de ser fãs, pelo amor de deus. Música é música, quer seja aqui ou na China. Desta forma deixo-vos dez conselhos para continuar na onda dos Tokio Hotel com estilo, calma e segurança.

1 - Ora bem, temos três cd’s com músicas deles. Um truque fácil é ouvir um de cada vez porque quando te fartares de um CD tens sempre outro para ouvir. Entrem nesse círculo vicioso, dá realmente resultado. 2 - Nunca limitar-se a ouvir Tokio Hotel. Ouçam várias bandas de forma a não deixar a música deles cair na vossa rotina. Olhem que rotina é uma importante causadora de divórcios. 3 - Nunca se envolvam demasiado nos dramas deste fandom. Só vos dará dor-de-cabeça e fará com que inconscientemente procurem-se afastar da banda. 4 - Não tenham vergonha de admitir que são fãs. Se mantiverem como um segredo irão de certeza farta-se rapidamente deles. 5 - Relembrem constantemente as coisas boas que eles vos proporcionaram. Bons momentos duram uma vida inteira. 6 - Recordem sempre que eles são pessoas normais. São pessoas com capacidade de errar, ferir, tomar as suas próprias decisões e fazerem porcaria. Ajudar-vos-á a não abandonarem a banda pela mais pequena superficialidade. Além de que de certa forma até vos ajudará a aproximar-se deles como pessoas.

7 - Aprendam alemão. Sério, podem não ver como é que raios isto vos ajudará mas, ao praticarem o vosso alemão vocês notarão de certeza detalhes que no passado vos passou completamente ao lado e com certeza vos irão entreter. Além de que irá haver um sentimento de familiarização. 8 - Procurem interagir com outras fãs. Como grupo irão ajudar umas às outras a manterem-se firmes e apoiarem a banda (para não falar que tornará tudo mais divertido). 9 - Façam actividades envolvendo Tokio Hotel. Desenhem, escrevam, façam encontros, realizem projectos, etc. Apenas lembrem-se de não levar a excessos. Tudo o que é demais, enjoa. 10 - Sejam leais a vocês mesmos e às vossas próprias preferências e decisões.

E pronto, façam uma salada com estes dez ingredientes e saboreiem a comida final. Espero que a receita vos ajude nesta dieta saudável.


Tokio Hotel O filme! Oook…it’s the deal: eu não queria estar a misturar os Tokio Hotel com os meninos queridos (NOT) da Disney que fazem um filme atrás do outro e conquistam os corações das jovens, um pouco por todo o mundo. Mas como devem saber é inevitável não se pensar ou fazer “filmes” quando se fala/pensa em Tokio Hotel. Para além de que muitas coisas me passam pela cabeça de cada vez que um filme tokiotelano se forma na minha cabeça: se a Miley Cyrus e principalmente os JB conseguiram fazer um filme, com Tours e gravações de Cds à mistura, como é que os nossos quatro rapazolas alemães não serão capazes? Para não falar que o Bill, sendo um ser humano não definido (Nota: ainda não se tem a certeza se Bill Kaulitz será mesmo humano ou se vem do planeta “DIVA”, que está a 100 milhões de anos luz do planeta terra e possui uma tecnologia muito mais avançada. As Mêrdinha ainda andam em investigações), funciona como uma espécie de chamariz para se assistir ao filme (o que nos faria ganhar milhões). Os amantes iriam ver o filme pelas razões óbvias, os haters para o criticarem e os half-half para perceberem o que raio o moço tem para serem tantas as pessoas a amá-lo como a odiá-lo. Seria o plano perfeito… melhor que o Euro Milhões …

TOKIO HOTEL – O FILME! Um orçamento muito reduzido. Realização, Produção, argumentação, fotografia, filmagem, personagem, animadora dos intervalos dos TH (*pervert thoughts*), etc etc etc: THola Personagens principais: Grupo Mêrdinha e Tokio Hotel Personagens secundárias: Talvez umas moscas e uns mosquitos que possam aparecer por engano nas ópticas das câmaras de filmar. Género: Drama, Romance (talvez na cabeça das Mêrdinha), comédia. Sumário: Síntese muito sintetizada do que seria o filme (não é o que “sumário” quer dizer?)


Era uma vez…

Ni: Estou farta de esperar. Os moços nunca mais aparecem. Já Um grupo de amigas que num momento de disse que odeio esperar? Não? loucura, ou seja, num momento normal, decidiu Odeiooo esperar! organizar uma viagem

à Alemanha, mais Staa: Sim já disseste e yeah yeah, como se nós nos fossemos especificamente a Hamburgo, e especificando mesmo fartar de esperar, Ni Maria! ainda mais um bocadinho, ao estúdio dos Tokio MK: Estou enjoada e apetece-me algo verde. Preciso das minhas Hotel. alfaces aqui e agora. Com que intuito? Ora bolas, é uma coisa que Mi: Como sempre… * Mi fica com cara pensativa * Mas quem é todas as fãs de TH têm de pensar muito para que tem desejos por alfaces? Aquela coisa verde e, e… ewwww. perceberem. Nunca fã alguma quis ir ao “antro” Só mesmo tu, Marta Maria. de perdição que se situa nos arredores de Medd: Tu não podes falar muito Mi… ou já te esqueceste da tua Hamburgo. São todas umas santas e usam uma panca por camarões? Isso só pode ser um síndrome qualquer por auréola do tamanho de Júpiter e nunca, jamais gostarem do todo – not – poderoso Tom Kaulitz. Eww! em toda a sua vida tokiotelana pensaram em Staa: (chocada) MK MARIA DOS SANTOS ALMEIDA, ESTÁS “stalkar” os seus ídolos... yeah right! ENJOADA? NÃO ME DIGAS QUE ONTEM FOSTE TER COM O TOMMI E É mais que óbvio que o intuito passava apenas NÃO ME AVISASTE!? por uma pequena visita à bonita cidade de THola: Sim, staa… como se ela ficasse grávida de um dia para o Hamburgo, incluindo o estúdio… ook, outro. apanharam-me, foram com o intuito de ver os Staa: Com o Mr Tom Kaulitz nunca se sabe, aquilo é tanto hotness seus ídolos e deixar-lhes uma pequena surpresa e potência que não me admira nada que os espermatozóides no banquinho fofinho que os quatro meninos dele estejam geneticamente modificados e como tal avancem o têm do lado exterior do estúdio. processo de gestação do feto em dois meses. Nomeadamente junto da porta principal, ou (Olham todas para staa com cara de “WTF”) seja, ao lado da porta onde os TH entram para Minii: (acabar de acordar) Mas afinal, o que é que se passa aqui? o estúdio (fui clara, ou ainda é necessário fazer Todas: NADA. um desenho? É que pessoa que é do norte, Medd: E esse é mesmo o problema. Não se passa nada, nunca sempre que dá indicações, só falta fazer um mais acontece nada. Os parvos devem estar a gozar com a nossa desenho. Mas aviso já que têm de pagar tinta, cara, nós somos umas estúpidas por estarmos aqui e… papel e portes de envio >.>). Minni: Acho que já ouvi o suficiente Medd. Quando o meu Tokio Esse grupo de raparigas era conhecido como o Hotel favorito… “Grupo Mêrdinha” (acho que não preciso de MK: O quê? Batata frita? explicar o que sai das conversas do grupo) e Minni: (olha para MK com cara de duhh)… como eu estava a como tal, decidiu levar t-shirts a mostrar o dizer… quando o meu T-O-K-I-O H-O-T-E-L F-A-V-O-R-I-T-O, ou seja, quanto se orgulhavam de serem Mêrdinhas. O os quatro mongos aparecerem, avisem que eu vou voltar para o problema é que levaram o nome do Grupo mundinho da Minni. traduzido em alemão: “Gruppe scheiße” e as Mi: E se em vez de estarmos aqui, fossemos deixar essa coisa à pessoas não as olhavam de forma muito boa na qual decidimos chamar presente, no banquinho e voltássemos cá rua. [Também quem são as inteligências raras amanhã? É que já estou como a Ni… estou farta de esperar. que andam com “Grupo Mêrdinha” escrito na Staa: (novamente chocada) WHAT? Como é que alguém se farta camisola nas Alemanhas? Ook, tem razão, o de esperar por aqueles hotness? Grupo Mêrdinha…duuuh] (…)

THola: Agree… bora lá deixar isso ali.

Ni: E já que vamos deixar a coisa não podemos fazer… in in Chegadas à Alemanha, mais especificamente invasão, in in invasão? * olhinhos de bambi * Hamburgo, e especificando um bocadinho mais, ao estúdio dos Tokio Hotel:


Depois de uma caminhada longa de 10m. MK: oh o banco é mesmo fofinho… (senta-se relaxadamente no banco) THola: (a espreitar para dentro do estúdio) Então não queiras ver o Big poster que está ali pendurado. AQUILO SIM É FOFO E HOT E EU JÁ SINTO A BABA A ESCORRER PELO VIDRO. Todas: Onde, onde? (Juntam-se a THola) De repente, o Sol que irradiava as jovens que se encontravam a contemplar o estúdio (ou seja completamente coladas aos vidros da porta), desaparece. THola: Oh, vocês podem espreitar cá para dentro, mas não me tapem o Sol. Estava-me a saber bem nas costas. MK: Oh idola, eu estou atrás de ti, sou mais baixa e o sol deixou de me dar… sooo, não somos nós… e oh idola, já saías da frente. És grande para espelho… coiso! Staa: quem quer saber do sol… Se eu pudesse gamava aquele poster, man, ia ficar tão bem na parede do meu quarto… Minii: Provavelmente é só uma nuvem… Mii: não é uma nuvem… (respondeu half chocada half surpresa), são quatro torres e duas delas bem altas por sinal. As jovens olham para trás e qual não é o seu espanto quando vêm quatro jovens com cara de confusos (Nota: um com cara de DIVA) a olharem o grupo. THola: Estou-me a vir neste momento. Bill: Was zum Teufel sind denn hier? Das ist Privatgelände. Bicthes! ( “O que raio estão vocês aqui a fazer? Isto é propriedade privada. Bitches!) Tom: (mexendo no piercing) Ich hier bin ich im Paradies.(“Eu cá sinto-me no paraíso.”) Georg: (fazendo cara de pervertido) Tatsächlich, bis jetzt bin ich hungrig. (“Por acaso, até já estou com fome.”) Gustav revira os olhos continuando com as mãos nos bolsos. Bill: (chocado e cruzando os braços) Tommi, Georg! Wasss? Tom: Bill ist richtig. Aber noch bin ich im Paradies. (“O Bill tem razão. Mas mesmo assim, sinto-me no paraíso.”) As mêrdinhas olham para eles com caras de parvas. Medd: Que raio estão eles para ali a dizer? Staa: Não sei, mas… RUN BITCHES, RUUUUUNNNN… As mêrdinhas deram corda aos sapatos e começaram a correr à volta do estúdio. Porquê? Nem elas mesmas sabem. Mas para seu espanto os quatro jovens começam a correr atrás delas com, digamos, formas bem características de correr! Talvez não seja esse o significado apropriado, mas passo a explicar: Tom, com as suas roupas largas, dava passadas que pareciam de chumbo. Para não falar que parecia um pinguim com um lenço na cabeça a correr. Bill, corria com a sua bela mala branca na mão mas, com todo o cuidado para não cair e poder estragar o seu casaco Dolce&Gabana, obviamente, fazendo com que a THola parasse imediatamente de correr para dizer: THola: Bill, és cá uma bicha… but still hot anyway. (MK puxa-lhe a mão para que continue a correr.) Georg corria com os seus cabelos L’oreal ao sabor do vento, fazendo poses de anúncio publicitário a champôs ( --´). O Gustav? Bem, sendo esse o único ser normal naquela banda, corria de forma normal.

CORTA!!!!


Bem, esta é a parte em que eu, a realizadora, apareço à frente da câmara e vocês vêm atrás de mim um enorme placar a mostrar toda a cena descrita em cima. E é assim que aqui a THolinha passa as suas “folgas”. A pensar que está no curso errado e que deveria ter ido para realização. Anyway… Não acham a ideia genial? Iria ganhar umas belas massas *dreameyes*! Oook, a quem estou eu a enganar? Isto parece uma fic e é talvez a ideia mais parva que alguma vez alguém já teve. Mas desde quando é que as minhas ideias não são parvas? E não foi através de uma estupidez de colocar cola num bocadinho de papel sem querer, que nasceram os post-it e fizeram o seu inventor milionário? Talvez a minha ideia estapafúrdia venha a dar frutos, mas por enquanto o orçamento é baixo e tenho de rever o nome para o filme: “Tokio Hotel – O filme.” ou “Mêrdinha vs Tokio Hotel – Run bitch!” . Talvez o segundo chamasse mais atenção do público, uma vez que iriam associar Tokio Hotel = merda e uma sensível quantidade de haters iria assistir. Um caso a pensar… well, talvez para uma próxima edição.


Album de fotos do Tomii Na posse do Bill


Entrevista Exclusiva

Tão exclusiva que nem a banda sabe dela

WSH: Bom dia, rapazes! Espero que esteja tudo bem convosco. Tom: Yah! Georg: Yup... Gustav: *dá de ombros* Bill: Whatever... WSH: Espero que saibam que isto já está a ser gravado, meninos. Bill: Bom dia, queridos fãs! Tudo bem? Não comam comida saudável. Tom: Yo, noite cansativa, duas garinas. Georg: Yup... Gustav: *continua a dar de ombros* WSH: Então, antes de mais, namoradas ou boas amigas, já há? Bill: Prefiro manteiga margarina. Tom: 366! Uma por cada dia do ano WSH: Mas o ano só tem 365 dias... Tom: Oh, isso então explica muita coisa... Gustav: Eu gosto de mulheres. Georg: Mulheres...BOAS pessoas! WSH: Mas então e o próximo álbum, já têm projecções para a data de lançamento? Bill: Bem, isso é tudo um processo muito confuso. Eu sugeri que a capa mostrasse a minha face visto que sou a base desta banda, com um certo toque brilhante e com atitude, vocês sabem, para combinar um pouco com a minha personalidade mas, os outros não quiseram e segundo o David as coisas não pode ser sempre à minha maneira. Tom: Segundo o David e segundo toda a gente. Bill: Calado, Tom! Tom: ... Georg: O CD ainda não foi lançado? Então é por isso que temos passado os dias sentados dentro do estúdio a jogar dominó? Isso explica as cartas de fãs terem diminuído!

WSH: Como definem o vosso estilo musical Gustav: Estranho! Bill: Bem, o meu estilo é Dolce & Gabbana com um toque de Gucci e Prada. Tom: Único! Somos os melhores! Número 1! Principalmente o guitarrista. Georg: Pop-Rock? Rock-Pop? Pop-Pop? RockRock? WSH: Em que se baseia o vosso visual? Bill: Ser único. Eu gosto de algo “dark”, sempre tive uma paixão por esse mundo. WSH: Ouvimos dizer que usas casacos em segunda mão... Bill: É verdade! Existem sempre lojinhas pequenas, originais e baratas que podem servir como um após umas relaxantes compras after-glow “Gucci”. Além de que temos duas mãos para quê? Lojas de segunda-mão são uma boa base de suporte à igualdade das mãos. Temos também que pensar na outra mão, não apenas na primeira. Tom: Eu uso tudo o que o Sammy usa! *som impossível de ser descrito* Mas claro que fico muito melhor sem nada a tapar-me. Georg: Eu não tenho dinheiro para esses luxos. Gustav: Eu uso a roupa que a minha mãe passaa-ferro. WSH:Qual as vossas bandas favoritas? Em quem se inspiram? Tom: Bem... Bill: NENA! Georg: Radiohead, Foo Fighters... Bill: NENA! Tom: Samy Deluxe e… Bill: NENA! Tom: ...rap! Alemão! Bill: ...99 red balloons go byyyyy... Gustav: Metallica. Bill: NENA! Eu consigo dizer “Nena” noventa e nove vezes seguidas, uma para cada balão. “NENA! NENA! NENA! NENA! NENA! NENA! NENA! NENA! NENA! NENA! NENA!...” WHS: Okay, Bill, já entendemos!


Passatempo


27


O Regresso Camuflado Nos últimos dias temos assistido à telenovela dos Tokio Hotel e surpreendido pelo facto dos episódios terem saído uns atrás dos outros. Não sei em que episódio vai, mas penso que ainda está no inicio. Pois bem, o capítulo da telenovela que vos apresento não é sobre o Tom e as Stalkers nem sobre o Tom e a Chantelle nem sobre o Tom e as suas tranças negras nem sobre o Tom e… já referi que o Tom se tem revelado o protagonista desta novela? Não irei falar nele, mas sim do regresso dos Tokio Hotel camuflado! (que inclui o Tom, claramente xD) Recentemente, tivemos a grande surpresa de sermos brindados com trechos de duas músicas novas da banda no Youtube. Foram apenas uns segundos mas deu para dividir opiniões, desilusões, histerismo e mortes. Na verdade, não passaram de desavenças opinativas, mas com isto revelou-se o potencial sonoro dos Tokio Hotel! xD As músicas intituladas de “The Dark of the Sun” e a “Pain of love” suscitaram algumas dúvidas quanto à sua origem, para além da curiosidade e histerismo. A voz inconfundível do Bill mesmo assim fez com que houvesse a repetida pergunta do “será que é ele?”; o instrumental bem diferente e «evoluído», segundo alguns, deixou a impressão de que os Tokio Hotel estão a tentar sair da garagem e do conforto da Pitalândia e a tentar abranger público mais velho e de ambos os sexos. Opiniões. No entanto, o regresso camuflado da banda é atormentado pelo youtube, que com as suas leis para violação dos direitos de autor retira tudo e mais alguma coisa não-caseira do site (mas isso é outra história). A Universal Music certificou-se de reclamar os direitos e apagar todos os uploads feitos com ambas as músicas. Gostei do facto de não ter servido de nada, pois num espaço de minutos, as músicas estavam espalhadas pela Web e não seria um upload no youtube a fazê-las parar de circular (mas isso também é outra história xD). Nunca se deve duvidar do poder de uma fã de TH para fazer circular informações. Será que o marketing é o culpado novamente e isto não passou de uma estratégia para apimentar o regresso deles? Será que isto foi apenas um desvio ou teve o propósito da banda e equipa? Será que o Bill se embebedou de novo e em vez de dizer que era gay, resolveu colocar as demos online?

Muito simples. A música foi parar miraculosamente às mãos de um rapaz-cujo-nome-desconheço. Como é mais que óbvio, as tropas da Universal fizeram-se ao piso e certificaram-se de que não existia mais fugas por parte de ninguém e cá estamos nós, mais ignorantes do que ontem em relação a isto. Mas independentemente da origem das músicas, as criticas foram positivas e é nisso que temos que nos focar! Apesar de serem apenas demos não arranjados, segundo a cherrytreerecords.com, vemos aqui algo com bastante potencial. A diferença de que eles tanto falavam notou-se nestes excertos. Mas será isso o suficiente para «crescerem»? Para retirarem o rótulo de boysband com pouca testosterona por entre microfones? Creio que não, pois serão sempre os Tokio Hotel, apesar de tudo. Com boa ou má música. Resta-nos esperar pelo álbum perdido, a miragem no fundo do túnel que deve estar nas lojas em 2056 e ver se estes breves minutos correspondem à impressão inicial. Eu estarei cá para ouvir. Ouvi-los a eles, aos críticos e às fãsplastificadas que irão regressar com o seu histerismo tokiohoteliano. E não percam o próximo episódio da novela TH, porque esse é que vai ser giro x)

28


Album de fotos do Tomii Na posse do Bill

29


Noticia de Ultima Hora!

Gustav de cabelo preto?!

ATENÇÃO! ATENÇÃO! Noticia de ultima hora, Gustav dá pseudo-noticias! É verdade, o Gustav deu ar de suas graças (nem que tenha sido por um simples –falso-rumor). No dia 25 de Junho, começou a circular uma noticia nova do jovem que afirmava que Gustav Schäfer tinha pintado o seu lindo cabelo loiro (tipicamente alemão!) de PRETO!! Não é fantástico? Pelo menos sabemos que o rapaz está de óptima saúde, ou então não ia andar a fazer malabarismos com o cabelo, e não se encontra mais em Marte – bem, isso já não se pode afirmar, quer dizer, ele poderia ter pintado o cabelo lá certo? Os Et’s devem ter tinta preta não? Humm.. Acho que sim, nunca vimos o Bill com outra cor no cabelo e ele costuma ir passear até Marte para conviver com os seus amigos ET’s, sabem aqueles que só o conseguem aguentar por serem extra-terrestres, mas isso é outra historia para outra altura! O Foco aqui é GUSTAV! A pergunta que fica no ar é, porque raio é que o moço pintou o cabelo? Antes de mais, nada de dramas se faz favor – quer dizer, ele continua a ter o direito de pintar o que quer que seja! Mas eu cá gostava mesmo de saber porque é que ele fez isso, nada contra tudo a favor, mas gostaria de saber! O Gustav nunca me pareceu alguém de me fazer estas mudanças radicais (what?! Agora até eu me pergunto, o que raio de radical tem pintar o cabelo?! Até eu o faço). Há várias suposições, comecemos pelo início, ou pelo fim!? Os primeiros são os últimos, e os últimos os primeiros… ok, esqueçam.

1º A irmã do Gustav! Será que o rapaz queria ficar mais como ela? Quer dizer, ele já são a “cara de um focinho de outro”, talvez tenha sido ela a convencer o moço? Humm… era fofo se fosse. 2º A segunda hipótese é mais típica, podemos sempre supor que foi mais uma aposta, tal e qual aquela da fanparty em que todas as fãs gostaram (mesmo as que não lhe ligam patavina). Quer dizer, se por dançar em cima de uma mesa durante 1 min o rapaz ganhou 1000€ (500€ de cada Kaulitz), por pintar o cabelo recebeu quanto? Uns 5000€ ? Chamem-lhe burro, se me pagassem tanto por fazer coisas tão banais como dançar ou pintar o cabelo, eu era a primeira a dizer; E QUE VENHA! A crise toca a todos, e ele não é burro nenhum, apesar de anteriormente ser loiro – há excepções para tudo (sem ofensa aos loiros…). 3º Na terceira hipótese vou optar por algo que nem eu quero acreditar! O Gustav sempre foi um rapaz muito “metal” sem a parte do preto, agora lembrou-se de corresponder ao estereotipo e pintou o cabelo preto! Ou então, revoltou-se contra o Hitler! Já vem é tarde… 4º Well, não há! Sinceramente, não me vem mais nada a cabeça.

Mas seja como for, qualquer que seja a razão, ele ainda sabe o que faz. E se no que toca aos Kaulitz é tudo Marketing, no que toca ao Gustav é tudo… nada ?? Eu cá, fiquei bastante contente por imagina-lo de cabelo preto. Agora começa o drama, a banda está a mudar de estilo (QUE ULTRAJE!) e as fãs começam com “Oh god… Eles mudaram tanto” quando se fala de penteados, roupa etc. A sorte do baterista, é que metade não quer saber se pinta o cabelo de rosa ou amarelo (Que não tire ideias, nada de rosa!!) – mas que ele tem o direito de o fazer, isso tem. Assim como qualquer um deles, ninguém tem nada a dizer… e como eles dizem recentemente e muito bem “We Don’t Belong to anyone” … UPS! Parece que afinal é mesmo um falso rumor! Seja 30 como for, Gustav já sabes o que fazer para mudar de visual ;D


Album de fotos do Tomii Na posse do Bill

31


Novela Tom & Chantelle Noticia de ultima hora: “Tom Kaulitz guitarrista dos Tokio Hotel deixa banda para ser actor profissional”. Depois do choque é melhor fazermos uma pequena oração ao Deus que transformou o Tom de guitarrista para actor. Digam então comigo: “Deus Marketing que estais na terra, santificadas sejam as vossas acções, venha a nós o vosso poder persuasivo e enganador, seja feita a vossa vontade através dos homens e livrai-nos dos esquemas puros e não enganadores assim na terra como no céu. Ámen!” Agora passando ao que realmente é importante. Tom Kaulitz e Chantelle Paige. Será? Será que não? A minha resposta é: Será que não! XD Não posso deixar de rir ao ver todo o fandom que se está a formar à volta destas duas personagens, que para completar o esquema, só faltavam ser da Disney. As primeiras fotos em LA causaram o pânico, até aparecer que a foto tinha sido tirada pela fantástica e sempre presente na vida destes dois jovens: Universal. Quão patético isto soa han? Supostamente profissionais do Marketing esquecem-se de colocar o nome de pelo menos um suposto paparazzi para dar uma certa credibilidade á coisa. Oh mas vá, até foi giro ver que o Tom continuava com a sua hotness em cima e que afinal as trancinhas não lhe ficavam assim tão mal. Neste caso, até agradecemos (not) á Chantelle por isso. Aproveitando a situação, a nossa querida e agora presente no fandom Tokio Hotel, Chantelle, começou a dar entrevista falando da sua noite divertida com o Tom, acrescentando no final das suas frases: “Flypside” ou “O Tom gostou do vídeo da nossa nova musica “when it as good””. Digamos que ela não fez publicidade nenhuma à sua bandazinha que por acaso estava a precisar de notoriedade na Europa. Wow… Mas quando todos pensavam que o esquema ia ficar por ali, eis que surgem novas fotos, mas desta vez mais picantes: Tom e Chantelle a beijarem-se no parque de estacionamento do HOTEL. Mais uma vez não consigo parar de rir ao ler isto. A que ponto a equipa de Marketing dos TH chegou.

É perfeitamente normal duas celebridades estarem a 5m da entrada do Hotel (onde teriam um quarto à disposição para o que desse e viesse) estarem a curtir no parque de estacionamento. É sempre mais divertido e tem mais adrenalina quando podes ser apanhado. Mas a questão é: se os vidros do carro do Tom são escuros, para se verem bem as coisas, é necessário que as fotos tenham sido tiradas com flash. E aqui começa o primeiro erro de todo este esquema. Não se ficando por este pormenor esquecido, a Bild escreve um artigo onde sabia a que horas, em que voo e a que sítios os dois pombinhos foram, apenas com duas fotos tiradas no parque do hotel. Pequeno (grande) pormenor: apenas colocaram as restantes fotos na internet no dia seguinte, onde o Tom olhava algumas vezes para a camâra. Wow…são pormenores que escapam a profissionais dotadíssimos. Nem são coisas óbvias nem nada. Para apimentar ainda mais as coisas, juntamente com as fotos sai um vídeo, onde o próprio pessoal da Bild afirma ter sido contratado para tirar as fotos. Esta é a parte em que eu digo: LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL Por outro lado temos a questão de que os TH nunca foram vistos com ninguém (e com certeza já tiveram namoradas/namorados/seres assexuados/wtv), as únicas fotos que apanhamos deles na sua ausência da ribalta são de fãs e de repente a cantora dos Flypside decide ir à Alemanha e os paparazzis surgem do nada e tiram montes de fotos ao casalinho. Oook, os paparazzis podiam perfeitamente ter vindo dos states directamente para Alemanha apenas porque a cantora não-muito-famosa nos EUA decidiu ir para Alemanha ter com a sua mais recente flirt. Mas depois as fotos acabam sempre por aparecer na Bild e estas conclusões são automaticamente postas de 32 parte. Oh boy!


Mas bem, antes de tudo isto sair, já as fãs se haviam perguntado sobre a questão e chegado ás conclusões de que isto se tratava de uma tremenda bullshit. Mas nem tudo no meio desta história foi mau. Podemos ver que o Tom tem um beijar característico (se é que este é o termo apropriado) e que beija maravilhosamente bem no pescoço – basta ver a cara orgasmica da nossa sempre querida e estimada Chantelle. Verdade, verdadinha é que eu não me importava minimamente de estar na pele dessa menina quer fosse encenação, ou não. Agora eu pergunto-me: Jost, Dunja, Benjamin or wtv, o que é feito das vossas capacidades de excelentes (pelos vistos não) managers e directores de Marketing? É que tipo, eu escrevi uma fic há cerca de uma e meio atrás, com um enredo parecido e até a minha historia está mais credível que isto. Será assim tão difícil planear alguma coisa em condições e deixar menos pontas soltas? Se calhar até o saki fazia melhor. Aliás, até o Tony Carreira tem uma equipa de Marketing melhor que a dos TH e nem sequer é muito famoso pelo estrangeiro. Associar-se ao modelo e dar concertos onde as fãs podem cantar com ele sim, foi ideia de génio. Agora arranjar esquemazinhos para desviar as atenções do álbum que vai sair em 2050 se tudo correr bem, não é de génio, é de estúpido. O meu conselho: Contratem as Mêrdinha para directoras de Marketing. Aqui a THolinha termina pró ano a licenciatura em Marketing e a senhora dona Staa termina daqui a dois anos. Para não falar que temos atrás de nós um grupo de miúdas talentosas que consegue armar esquemas muito melhores e pensados ao mínimo pormenor. Limpamos a imagem dos moços em 5min, cobramos pouco (apenas umas partys com os meninos e coiso e tal eheh) e ainda mostramos o que é diversão a sério a essas quatro marionetas que segundo consta têm o nome de Bill, Tom, Gustav e Georg. Não se vão arrepender… E agora porque é tarde e já estou enjoada de tanto mel, vou terminar o artigo desejando que o Tom escreva no seu mais novo esquema ao qual decidiram chamar Blog, de que cor são os boxers do Bill para dormir e em que posições o Billy gosta de…you know… dormir! ;)

“HAHAHAHAHA So Funny…So Sweet...”

33

Quem não sabe o que diz, limita-se a rir… A Chantelle concorda - Hahahaha


Album de fotos do Tomii Na posse do Bill

34


Album de fotos do Tomii Na posse do Bill

Hum… Peço Desculpa, Album errado! 35


Agradecimentos Nesta edição gostaríamos antes de mais de agradecer profundamente ao Fanclube Oficial Português pela disponibilidade em aceitar o nosso projecto. Gostaríamos também de agradecer a todos os blogs que ajudaram a nossa divulgação e a todos os emails e comentários por fóruns que nos motivaram a continuar o trabalho. Tendo em conta a extrema necessidade de inspiração para realizar este projecto não podemos de todo deixar de agradecer à jovem Chantelle por todos os momentos LOLZ que nos proporcionou bem como extremos ataques de pitice aguda. David Jost não poderia deixar de faltar nesta lista, por ser o responsável por fazer de tudo para tornar este fandom mais activo e interessante. À Sô Dona Dunja apenas porque sim, apenas porque nós gostamos da senhora e à Dona Natalie que, apesar de sinceramente não gostarmos muito de si, até sentimos saudades suas. Agradecemos também ao Saki por ter aparecido nos Comet ’09 ao contrário dos seus “ex-filhotes” que provavelmente ficaram em casa, na cama, com os seus cãezinhos a aquecer os pés. A todos os litros de café, alcoól e água bebidos. A cada sorriso dado e cada grito libertado. Obrigada Mêrdinhas

CFTH - http://tokiohotelemportugal.blogspot.com THFANS - http://tokiohotelfans.blogs.sapo.pt Security Team - http://securityteamgboys.piczo.com TokioHotel-News - http://tokiohotel-news.blogs.sapo.pt AtivoForum - http://tokiohotel.ativoforum.com UNIONTH - http://unionth.blogs.sapo.pt

36


Créditos Textos: - Tokio Hotel Againts AIDS - Ni - 10 dicas caso encontres o Bill na rua - Staa - Tokio Hotel e o álbum perdido - Staa - 1 de junho 2008 - Ni - Diário d uma banda rock - Staa - Como Continuar fã - Staa - Tokio Hotel O filme - Thola - Entrevista exclusiva, tanto que nem a banda sabe - Staa - Regresso Camuflado - MK - Noticia de Ultima hora, Gustav de cabelo preto - Medd - Novela Tom e Chantelle – Thola Design: Medd Montagem: Medd Iniciativa/Pedido “Stop Stalking”: Fan Club Oficial Alemão, com tradução por: THF – Aniinhas Fotos: Tokio Hotel @ Universal Album de Fotos do Tom, na posso do Bill: Staa Divulgação da concentração: TokioHotelFans ( http://tokiohotelfans.blogs.sapo.pt )

37

WirSindHier - Magazine  

An online magazine about the portuguese fandom of Tokio Hotel

Advertisement