Issuu on Google+


2

BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

XX FEIRA DO LIVRO Boletim Informativo do Colégio Nossa Senhora da Glória Av. Professor Oscar Pereira, 3052 – CEP 91710-000, Fones: (51) 3336.3402/3339.3524 www.colegiogloria.com.br Informativo@colegiogloria.com.br DIRETORIA: Irmã Maria Angelina Enzweiler Presidente da APAMEGLOR: Suzana Reis Coelho Vice-presidente: Michele da Costa Fraga PRESIDENTE DO CONSELHO ADMINISTRATIVO: Ir. Maria Angelina Enzweiler 1° - TESOUREIRO: Denise Fraga Jardim 2° - TESOUREIRO: Joel de Matos Cardoso SECRETÁRIA: Fátima Aparecida Dalenogare Rudolfo da Silva DEPARTAMENTOS: Social: Pedro Rizzo e Sílvio Luís Gonçalves Bittencourt Comunicação: Cláudia Paiva Esportes: Sandro Pereira e Clarissa Regina Centeno Comercial: Vilmar Maccari (Bianco) CONSELHO ADMINISTRATIVO PAIS (efetivos): Denise Fraga Jardim Vilmar Maccari (Bianco) Luciano de Azevedo Peixoto Andréia Nunes Almansa Anderson Pott Joel de Matos Cardoso Dani Alvicio Dihl Carlos Magno da Silva Vieira Roseli Maria da Cunha Mônaco Pedro Paulo Pich Sandro Lúcio Pereira (Diretoria) COLABORAÇÃO: Roselly Araujo e Simone Paiva RESPONSÁVEL: Cláudia Paiva PLANEJAMENTO GRÁFICO E EDITORAÇÃO ELETRÔNICA:

- (51) 9348-6022

Nos dias 9, 10 e 11 de abril desse ano, ocorreu a nossa XX Feira do Livro do Colégio Nossa Senhora da Glória, que tem como objetivo oportunizar aos nossos alunos o contato com os livros, visando despertar o gosto pela leitura. Foram trazidas muitas novidades de autores brasileiros e estrangeiros, além de todas as leituras indicadas pelo Colégio e livros didáticos de inglês e espanhol. Sugerimos algumas leituras já disponíveis na Biblioteca: - Spy Pups: fuga da prisão - Sereia Spirulina: caça ao tesouro - Sereia Spirulina: o assustador navio naufragado - Como ser amigo - Sentir-se furioso - Óculos de biscoito - Ubaldo VI - Bob um gato fora do normal - Assinatura de todas as coisas - 12 anos de escravidão

Equipe da Biblioteca

Novos Projetores e Quadros Brancos O início das aulas foi marcado por uma grande novidade para as turmas do prédio azul - do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º do Ensino Médio : a presença de projetores e telas com sistema de som nas salas de aula. O novo recurso, antes disponibilizado somente em salas especiais de projeção, ampliou aos professores o leque de opções didáticas. Sem precisar sair da sala de aula, pode acessar a Internet, exibir vídeos, fotos, simulações... para os alunos. A comunidade escolar agradece aos funcionários Cláudio e Waldemar pelo trabalho de instalação dos mesmos e deseja a todos os professores bom proveito dos equipamentos.

SISTEMA DE CÂMERAS O Colégio concluiu a instalação de seu novo sistema de monitoramento. Agora são 78 câmeras espalhadas pelo espaço escolar: 64 com sistema infravermelho para monitoramento, inclusive noturno, e 14 câmeras IP. A central é capaz de armazenar até 45 dias seguidos de gravação.


BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

APAMEGLOR 2014 -15

1ª Pesquisa de Opinião – Resultados e Ações

A gestão da Apameglor 201415 firmou como compromisso junto à comunidade escolar do Colégio Glória a necessidade de manutenção de uma comunicação permanente, abrindo espaços de diálogos e participação para além dos encontros formais e mensais do Conselho Administrativo da Associação, eleito entre professores, pais e funcionários.

Sendo assim, já no início do ano letivo, a Diretoria da Apameglor esteve presente em todas as reuniões de pais, apresentando a sua nova composição e as diretrizes para sua gestão. Como primeira ação foi realizada junto aos pais, alunos, professores e funcionários, a primeira pesquisa de opinião sobre as diretrizes para o investimento dos

recursos da Associação. Para que a Apameglor possa efetivamente auxiliar a comunidade escolar são utilizados três recursos principais: a realização de eventos, o pagamento dos boletos semestrais (um por família) e a colaboração e dedicação de pais, professores e funcionários nas atividades realizadas.

Foram devolvidos 157 questionários e ficaram assim distribuídos os resultados: Prioridade 1 - Infraestrutura – 63 respostas

sugestões já foram realizadas as seguintes ações:

Prioridade 2 - Apoio / incentivo / fomento ao Esporte – 43 respostas

Para ter acesso ao resultado completo enviar e-mail para apameglor@gmail.com

•Troca de livros no Almoço do Reencontro, devendo ser esta uma ação permanente nos eventos e prioritariamente no final e início do ano letivo; •Aquisição de refrigerador para os eventos realizados na Escola; •Aquisição de guarita para a entrada de alunos e veículos; •Levantamento de necessidade de uniformes para as equipes esportivas de alunos que representam a Escola.

Em atendimento a algumas

Os resultados da pesquisa foram

Prioridade 3 - Equipamentos de apoio / suporte às atividades discentes – 42 respostas Outras Ações – 9 respostas

repassados à Direção da Escola como auxílio e subsídio para ações futuras. Continue participando enviando sugestões para o e-mail apameglor@gmail.com ou procure um dos Conselheiros ou Diretores da Associação. Um bom ano a todos!

Suzana Reis Coelho Presidente

Michele da Costa Fraga Vice-Presidente

PROTAGONISMO JUVENIL “O único evangelho que muitas pessoas vão ter é nosso exemplo de vida”. Dom Hélder Câmara O protagonismo juvenil é nosso objetivo. É desejo que o jovem cresça como um todo. Cresça integralmente. Para isto, promovemos formação que leva em conta a ética, a democracia, o comprometimento e a participação. Que o jovem saiba amar, conviver e relacionar-se, que seja pessoa de fé e esperança e, principalmente, que seja feliz. A Pastoral Escolar, comprometida com a juventude, promove ações que possibilitam a vivência plena daquilo pelo qual os jovens foram chamados, através de cinco dimensões: identidade, convivência, espiritualidade, consciência política e voluntariado. Essas dimensões acontecem nas

manhãs de formação, nos encontros de grupo de jovens e trabalho voluntário. Esperamos que esses espaços ajudem os jovens a apensar na sua pessoa, nas suas relações, escolhas e que se comprometam e tenham esperança, reforcem sua fé e, finalmente, sejam capazes de desenvolver e trabalhar suas potencialidades e dons. Você, aluno da 8ª série e Ensino Médio pode fazer parte deste projeto. Saiba mais... Grupo de Jovens: Uma reunião mensal – 1ª segunda-feira de cada mês, no turno da tarde. Trabalho Voluntário: Uma saída mensal – 3ª segunda-feira – Saída do Colégio às 14h e retorno às 17h. Locais para o voluntariado: Casa de Repouso do Amparo Santa

Cruz (idosos) e Instituto São Benedito (crianças). Você pode escolher com quem quer fazer voluntariado. Entre em contato com a Pastoral da Escola e inscreva-se já!

Rita de Cássia Ribas Campos

3

FALA, EX-ALUNO...

Conhecendo o Colégio Nossa Senhora da Glória CAROLINA DALLA CHIESA carolinadallachiesa@gmail.com É um tanto complicado escrever sobre um período ímpar na vida de um estudante, como a Escola o é. Por isso, creio que seja melhor começar me apresentando, muito embora esse não seja o objetivo do texto. Fui aluna do Colégio Nossa Senhora da Glória durante o período de 1999 a 2004, quando encerrei o Ensino Médio e ingressei no curso de Administração na UFRGS, onde também completei o curso de Mestrado Acadêmico neste ano de 2014, e onde curso atualmente o Bacharelado em Ciências Sociais, com enfoque em Antropologia. Antes disso, fiz parte de projetos de Iniciação Científica na UFRGS, trabalhei com Gestão de Projetos Sociais no Terceiro Setor, morei algum tempo no Oriente Médio trabalhando com Direitos Humanos, fui co-fundadora de uma associação sem fins-lucrativos chamada Porto Alegre Como Vamos, que realiza atividades em prol da educação política, e também Vice-Presidente da AIESEC, uma organização mundial de estudantes que realiza intercâmbios e atividades de desenvolvimento humano. Hoje, estou me dedicando a consultorias em Projetos Sociais e à atividade de pesquisa tanto acadêmica quanto não-acadêmica, as quais têm sido meu foco principal. Quando disse, no início, que a Escola é um período ímpar na vida de um estudante, isto não é um exagero. Realmente, muitos dos meus interesses foram sendo desenvolvidos durante a época da Escola: a escolha pelo curso que decidi fazer, o interesse em ler, escrever e descobrir coisas, descobrir lugares novos, entre outros interesses. Creio que tudo isso começa com atividades que possam instigar o aluno a buscar informação e, mais que isso, conhecimento. O Colégio Glória foi fundamental nisso, proporcionando aos alunos atividades que vão muito além do aprendizado formal da sala de aula, sendo um lugar para conhecer, não somente conceitos, mas aspectos que dificilmente podem ser ensinados formalmente. Nas atividades de gincana, por exemplo - nas quais eu tomei parte ajudando a organizar - mesmo que de forma incipiente, aprendíamos a administrar recursos, gerir pessoas e planejar atividades sempre em grupo. Aprendíamos a ser cidadãos também, agentes transformadores em alguma medida, realizando atividades com a comunidade no entorno do Colégio. Além disso, não estamos nem perto no dia dos professores, mas uma boa parte dessa experiência é devida à dedicação dos professores na formação dos alunos. Gostaria, então, de finalizar agradecendo ao Colégio Glória e desejando nada menos que vida-longa. Que muitas pessoas ainda possam ter o privilégio de fazer parte dessa comunidade, aprender com os professores, com as atividades glorienses e, principalmente, trazendo um pouquinho de si também para compor essa Obra.


4

BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

Congresso Brasileiro de Vida Nova que Surge Zoologia em Porto Alegre

PÁSCOA:

na Comunidade Gloriense

Os alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio refletiram a Páscoa como a festa da vida nova, da Ressurreição de Jesus que por amar-nos ensina-nos o perdão e o amor em sua totalidade. Toda a Comunidade Escolar foi chamada a preparar-se para a Páscoa, vivenciando uma fé comprometida com os necessitados, através do caminho da partilha e do amor fraterno. O gesto de partilha mobilizou a todos, levando esperança e doçura às crianças do Abrigo João Paulo II, através do teatro o “ Quarto Sábio”. Esse gesto transformou em realidade o amor fraterno na experiência pascal.Serviço de Pastoral Escolar

Profª. Agnes Francisca Schriek Schlatter Serviço de Pastoral Escolar

LIMITES E APRENDIZAGEM No mês de maio, a coordenadora pedagógica Cristina Corso participou de um curso de capacitação proporcionado pelo Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre Aprendizagem e Processos Inclusivos (NEPAPI) da Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica do RS cujo tema foi “Limites e Aprendizagem”. O curso foi organizado pela Coordenadora Acadêmica Drª. Marlene Rozek e do Psicólogo Dr. Rodrigo Giacobo Serra, e visava proporcionar maiores esclarecimentos sobre as questões que permeiam o processo de aprendizagem e a educação de alunos especiais na escola regular.

TRÁFICO HUMANO – UMA CAMPANHA SEM FRONTEIRAS

Entre os dias 4 e 7 de fevereiro de 2014, ocorreu, nas dependências da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, o XXX Congresso Brasileiro de Zoologia. Esse evento é caracterizado por congregar um grande número de alunos, professores e profissionais relacionados às diversas áreas da zoologia. É a oportunidade ideal para o conhecimento das diversas pesquisas que se encontram em curso e, ainda, a oportunidade para frequentar palestras, minicursos, simpósios, mesasredondas e apresentação de painéis, nas mais diversas áreas. Durante o evento, o professor Edson Pereira apresentou seu trabalho, a descrição de uma nova espécie de peixe, um pequeno "cascudo" que ocorre na bacia do rio Doce no estado de Minas Gerais. Essa espécie, até o momento, ainda é totalmente desconhecida para a ciência o que torna esse tipo de pesquisa fundamental para o reconhecimento da ictiofauna do Brasil. Pesquisas como essa são importantes para o manejo e proteção de áreas prioritárias de preservação ambiental. De encontro a esse tipo de atividade, os resultados observados e os assuntos debatidos durante o XXX CBZ serão compartilhados com os alunos dessa instituição, Colégio Nossa Senhora da Glória, através de palestras e atividades relacionadas com ciências e biologia, para que em oportunidades próximas, os alunos

possam também estar engajados e participando desse tipo de evento. Pelo observado, nossos alunos têm demonstrado grande interesse e motivação para esse tipo de atividade, pois a

participação e a apresentação de trabalhos, em feiras de iniciação científica, já são uma realidade em nossa instituição.

Prof. Edson H. L. Pereira

Organizando Nosso Tempo Um grupo de professores participou no dia 22/03/14 do II Seminário sobre Tráfico Humano, promovido pela Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria e pela Conferência dos Religiosos do Brasil – CRB. O tráfico de pessoas é preocupante, com dimensões cada vez maiores e, sem dúvida, é uma escravidão contemporânea. Nós, professores do Glória, assumimos o compromisso com esta campanha para que o cenário de morte e desrespeito à dignidade humana não continue.

Partilhamos da ideia de que o espelho da irracionalidade do capitalismo global, que utiliza meios espúrios como o tráfico de drogas, de pessoas e de armas como canais de enriquecimento e poder, não pode sobrepor-se ao da dignidade do ser humano. A vida é dom de Deus e deve ser preservada e defendida. Faça parte você também! Jogue a favor da vida.

Agnes, Anderson, Fátima, Rita Campos, Rodrigo e Vitor. Professores

A rotina escolar é uma sequência de atividades que organizam o tempo que a criança permanece na escola, apoiandose na reprodução diária de momentos e nos indícios e sinais que remetem às situações do cotidiano. É importante manter constantes os momentos principais da rotina, como por exemplo, o horário do ‘’tema’’ para que as crianças se sintam seguras e não se desorganizem. Entretanto, outros momentos se interpõem, levando em conta o ritmo do grupo do turno inverso/tarde, que é bastante dinâmico e cresce diariamente. Assim, constantemente surgem novas experiências e alterações. Não podemos esquecer que as atividades organizadas contribuem direta ou indiretamente, para a construção da autonomia, competências que perpassam

todas as vivências das crianças. Ainda contribui ao aluno participar mais ativamente do processo pedagógico, bem como moderar a ansiedade para descobrir o que

ainda está por vir.

Andréa Nunes Almansa

Responsável pelo Turno Inverso Tarde


BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

5

IMENTO CORPO EM MOV dar, rolar,

ltar, an ça precisa correr, sa Na infância, a crian des ida bil ha e olv ma, desenv ões auditivas, equilibrar. Desta for pç a lateralidade, perce ando-se mais rn psicomotoras como to , idade e confiança bem que está visual e tátil, sociabil posta, sem falar no dis a, tiv ica un m co iz, fel ria saúde. tiram o fazendo para a próp ntes do turno inverso ra eg int os , so nis Pensando integração e stes momentos de máximo proveito de os vivenciam nt Ju . de cada um es çõ ita lim às o eit resp movimento. momentos de puro mpre significativas! São experiências se um papel muito os infantis exercem As brincadeiras e jog aprendizagem de ersão, possibilitam além da simples div são meios que contribuem e e criança diversas habilidades imento intelectual da olv nv se de o m ce enrique (Piaget, 1976).

vier Professora Liane Xa ã Turno Inverso Manh

Volta à Calma

O ato de brincar gera prazer e absorção, devendo estar presente no dia a dia das crianças. A brincadeira exercita a imaginação, aguça a investigação e oportuniza a construção de conhecimentos. Não é mero passatempo, tão pouco perda de tempo. O brinquedo possibilita o desenvolvimento integral da criança, visto que ela se envolve afetivamente, convive socialmente e opera mentalmente. Exige movimentação física, envolvimento emocional e provoca desafio mental. Sendo assim, o momento mais esperado da manhã é o sorteio do aluno responsável por escolher a brincadeira que é realizada na volta do recreio, comandando a volta à calma do dia e, tornando nossa manhã divertida e envolvente, possibilitando ao aluno o desenvolvimento de suas habilidades motoras, harmonia e espontaneidade.

Andréa Nunes Almansa

Responsável pelo Turno Inverso - Manhã


6

BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

Professores em Cena As duas turmas do Maternal e do Nível A da Educação Infantil assistiram a uma dramatização da história do coelhinho Juca, realizada pelas professoras: Cláudia Gamalho, Márcia de Oliveira , Tatiane Mengue e Roberta Gomes. A História retratou o tema da Campanha da

Fraternidade de 2014 que reforçou as questões ligadas à segurança pessoal. As professoras, caracterizadas e bastante animadas, fizeram a diversão da criançada. Além de muito divertido, esse momento foi também de reflexão. As crianças interagiram durante

a apresentação, sugerindo diferentes finais para a história os quais foram elaborados em família, anteriormente. O “teatro” ficou com gostinho de “ quero mais “ Valeu muito! Vamos em frente!

GRÁFICO MATEMÁTICO Quando pensamos no trabalho com gráficos, logo nos lembramos de grandes estatísticas, dificuldades na elaboração e interpretação. A turma 05 do NB da Educacão Infantil vem mostrar que desde pequenos podemos organizar elementos de pesquisa em pequenas tabelas, e construir um processo lógico matemático na interpretação destes dados, estabelecendo relações, observando quantidades, e permitindo uma melhor organização das informações, ampliando a linguagem matemática. Sendo assim, resolvemos apresentar o tamanho dos alunos ao nascerem, através de um gráfico, onde também foi trabalhado a letra inicial do nome de cada um e as cores primárias, obtendo um aprendizado muito significativo. "O domínio da linguagem gráfica refere-se à capacidade de leitura dos dados presentes em um gráfico, permitindo que a pessoa leitora consiga

interpretar os dados e generalizar a informação nele presente. Dessa forma, existe uma evolução para a compreensão das pessoas sobre as diferentes formas de representação." Curcio (1987) apud Lopes (2004,p.190).

Professora Denise Guimarães Turma 05 - Nível B

PEQUENOS CIENTISTAS

Pensando nos fenômenos da natureza, a Turma 04 do Nível B experimentou uma prática simples e com material de fácil acesso. Em um recipiente com água até a metade, foi colocado um ovo cru. Levantaram hipóteses sobre o que poderia acontecer. O ovo foi ao fundo porque sua densidade é maior do que a da água; ao adicionarem sal na água, constataram que o ovo flutuou, percebendo uma densidade maior da água em relação a do ovo. Tiveram a oportunidade de Ilustrar a experiência realizada, com ênfase aos conceitos matemáticos: leve e pesado. Após a prática, uma dúvida: o que fazer com o ovo? Desperdício? Nunca!

Preparamos uma deliciosa gemada e a degustamos. No dia seguinte, na roda dialogada, alguns comentaram que refizeram o experimento em casa. A ciência foi pura diversão. Experimente você também! O cotidiano escolar tem como papel criar espaços e oportunidades para que as crianças se desenvolvam através de atividades lúdicas, tornando dessa maneira que os conhecimentos sejam assimilados de maneira prazerosa, possibilitando que elas se desenvolvam como um todo (TREVISSAN, 2007).

Professora Liane Xavier

Educação infantil – Nível B – Turma 4


BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

O Primeiro Ano e a Escrita As atividades com PARLENDAS, TRAVA-LÍNGUAS, CANTIGAS DE RODA, POEMAS são importantes na alfabetização porque desenvolvem a CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA, um aspecto fundamental para a compreensão do princípio alfabético. Se o SISTEMA ALFABÉTICO

REPRESENTA OS SONS DA LÍNGUA, é necessário que a criança se torne capaz de voltar sua atenção para a cadeia sonora com que se expressa oralmente ou que recebe oralmente de quem com ela fala; que perceba, na frase falada ou ouvida, os sons que delimitam as palavras, em cada palavra, os

sons das sílabas que constituem cada palavra, em cada sílaba, os sons e que são feitas. Tendo como base a importância desse assunto, as turmas do primeiro ano trabalharam algumas parlendas. Iniciaram trabalhando o significado da palavra PARLENDA, depois os alunos fizeram a

leitura, juntamente com a professora, declamaram, criaram música com o professor Christian e montaram painéis, utilizando a sua criatividade, através de dobraduras, recorte e colagem...

Professoras Bruna e Patrícia Turmas 11, 12 e 13

7


8

BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

VULCÕES:

Grandes Curiosidades Deu-se uma enorme explosão em sala de aula! Sim! No entanto, foi uma explosão de curiosidades, referente a um assunto que envolve o imaginário dos alunos. O interesse foi sobre os vulcões! Então, a colega Sarah trouxe uma reportagem muito esclarecedora sobre o assunto, despertando ainda mais a vontade de aprender sobre o mistério dos vulcões e suas erupções. Fizemos pesquisas no Laboratório de Informática, assistimos vídeos, lemos textos

explicativos e fizemos experiências em sala de aula. Cada aluno sorteou um vulcão, e em casa realizou uma pesquisa mais específica e construiu sua própria maquete e apresentou com um cartaz, contendo os dados mais importantes do seu vulcão ainda ativo ou não.

Descobrindo A partir do trabalho com trava-línguas e poesias, surgiu a curiosidade de aprendermos sobre o tatu, pois, no dia seguinte à leitura do trava-língua “ Tatu” , alguns colegas trouxeram partes de tatus para mostrarem à Turma. Então, surgiram vários questionamentos sobre este animal. Já descobrimos através de pesquisas

algumas curiosidades, mas ainda não termin nossos estudos. Continuaremos no 2º. trime estamos muitos inquietos, pois gostaríamos d um tatu vivo. Sabemos que esta busca será pois dentre nossas descobertas, ficamos sab que este animal está em extinção. Se você conhece um lugar que tenha tatus

Foi muito legal, pois aprendemos nos divertindo!!!

Professora Rosane Alberton Turma 21

Qua Ano Catam

Como abertura trabalho sobre o Sul, as turmas d no dia 9 de maio uma saída de es realizar a travess Porto Alegre e Gu do Catamarã. Essa saída de como objetivo pe importância dos fazem parte da G Alegre ( região m para o desenvolv Grande do Sul. F perceber a impo travessia para o cidade de Guaíba A experiência f agradável. Para m foi o primeiro pa um barco e a pri cidade de Guaíba

Professoras C 4º ano


BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

o Tatu

namos estre e de ver difícil, bendo

s

vivos, conte-nos, talvez possamos fazer uma Saída de Estudos para vê-los e entendê-los mais, porque nada melhor do que a vivência para aprimorar nossos conhecimentos.

Prof. Tatiana Milanez Turma 23

arto o no marã

a do nosso o Rio Grande do do quarto ano, o, realizaram studos para sia fluvial entre uaíba, a bordo

estudos tem erceber a municípios que Grande Porto metropolitana) vimento do Rio Foi possível ortância dessa crescimento da a. foi muito muitos alunos, asseio a bordo de imeira visita à a.

Carla e Milena

VIA-SACRA As turmas do quarto ano, no período de preparação à Páscoa, realizaram a releitura da Via-Sacra, representando os principais momentos da Paixão de Jesus. Esse trabalho foi feito com a certeza que Jesus se fez ressuscitado em todos os corações cristãos, pois Páscoa é VIDA NOVA, é Jesus junto a nós!

Professoras Carla e Milena 4° ano

9


10

BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

TUBARÕES:

Seres Temíveis e Assustadores

A turma 22 é extremamente curiosa e interessada. Em todos os momentos da aula, demonstram uma grande vontade de aprender e não deixam que nada passe despercebido por aquelas cabecinhas pensantes e sempre atentas. O interesse pela leitura é também latente. O aluno Lucas trouxe um livro sobre TUBARÕES que deixou todos motivados e

querendo saber mais. Então, mãos à obra... Fomos todos para a Sala de Ciências e suas Tecnologias observar os seres marinhos e o Tubarão Martelo. Realizamos pesquisas no Laboratório de Informática e assistimos a vídeos interessantes sobre o assunto. Também lemos textos curiosos e informativos, trazidos pela professora. Sorteamos uma espécie de

tubarão para cada aluno, onde montaram o seu animalzinho de sucatas, juntamente com um cartaz explicativo sobre o assunto. Cada um apresentou sua parte com entusiasmo . O bacana é que aprendemos muito sobre esses seres tão temíveis e assustadores!!!

Professora Rosane Alberton Turma 22

QUINTO ANO NA ESTRADA

No dia 07 de maio, as turmas do quinto ano realizaram uma saída de estudos para a cidade de Gramado. Com objetivos a serem desenvolvidos em várias áreas do conhecimento, o grupo visitou primeiramente o moderno GRAMADOZOO. Esse parque da Serra Gaúcha funciona desde 2008 e o bem-estar animal é um dos pilares que norteiam o empreendimento. Ao invés de grades e jaulas, encontramos vários viveiros que reproduziam o habitat das espécies. Em alguns momentos, nos surpreendemos com os voos rasantes da arara-azul. Lá, predominam animais exclusivamente da fauna brasileira. Seguindo nossas atividades, conhecemos e nos encantamos com A MINA, um mundo subterrâneo com mais de 150 pedras preciosas cravejadas em rochas, em mais de 80m

Encontro de Gerações – TRABALHO VOLUNTÁRIO

voluntários O primeiro grupo de jovens (casa de sco nci Fra o foram ao Recanto Sã dia no z, Cru nta Sa o idosos) no Ampar 12/05. Juliane, São eles: Ricardo (T 101), Arthur, ), 02 (T1 Isadora, Alany e Paola drigo (T301). Ro e n Jea ria, Leonardo, Mª Vitó idosos nos A experiência foi ímpar. Os

uma tarde de acolheram com carinho. Foi de jogos. e sas ver con convivência, de dar a par dos tiva mo ão Eles est ário, pois, há unt vol ho bal tra ao de ida continu receber. que do dar muito mais alegria em

s Profª Rita Campos e Joven Voluntários

metros de galerias. A ametista, pedra típica do Rio Grande do Sul, predominou em nossa excursão. Conhecemos também o PARQUE GAÚCHO, um espaço temático que conta a história do nosso povo. Observamos um acervo que retrata o trabalho, os costumes e os ciclos econômicos desse maravilhoso Rio Grande do Sul. O lugar conta também com uma arena de doma, utilizada para a apresentação e manuseio dos animais crioulos. Os alunos voltaram no tempo divertiram-se e vivenciaram momentos especiais na “Cidade dos Gaúchos”, onde foi reconstituída uma vila do interior do século XVIII. Foi uma saída de conhecimentos, confraternizações e alegrias.

Cláudia Paiva Turmas 51 e 52


bOLETIM INFORMATIVO Colégio Nossa Senhora da Glória

11

Conferindo o Tratamento de Água de Porto Alegre Os alunos do 3º ano realizaram uma saída de estudos ao DMAE – Departamento Municipal de Àgua e Esgoto - Estação Moinhos de Vento, ao final do mês de abril, para complementarem seus estudos sobre a água e conferirem a eficácia do tratamento de água que abastece parte da população da cidade de descuido desta substância essencial à vida. Após, os alunos foram aos tanques de tratamento onde visualizaram, os termos técnicos abordados como, ETA, Estação de tratamento de água, EBAB, Estação de Bombeamento de água bruta, entre outros. E

também, puderam compreender o processo de tratamento, conhecer alguns produtos químicos, suas funções e cuidados, comparar conceitos como, água potável e água poluída, enfim, aprimorar seus conhecimentos sobre a água. Puderam também, conhecer a arquitetura antiga de um prédio tombado pelo patrimônio histórico da cidade e desfrutar de um belo jardim para o lanche e recreação. A partir desta experiência, os alunos estão bem mais conscientes em relação as suas atitudes com o uso da água em nossa escola e suas casas também. O contato com o real

aproxima o sujeito do conhecimento, auxiliando-o na compreensão e formulação de conceitos.

Professora Bárbara Medeiros e Marília Liotti


12 ARTE

bOLETIM INFORMATIVO Colégio Nossa Senhora da Glória

Vivências e Conhecimento Entre elas: debates e depoimentos; pesquisas; seminários; análises visuais; releituras de obras de arte; foto-montagem; dinâmicas de autoconhecimento e convivência; técnicas de relaxamento; produção textual; elaboração de vídeo biográfico do período escolar; elaboração de seu autorretrato (com características étnicas de sua família); Análise de obras de arte que retratam situações de poder.

O homem é um ser cultural, fruidor e agente da Arte, e através dela, registra sua história e transmite sua cultura, desde a pré-história até os nossos dias. A arte está presente em nossa vida e, cada vez mais, faz parte do dia a dia de nosso educando, seja através da mídia, na escola ou tecnologicamente. O estudo da arte vai muito além de uma simples forma de expressão, ela também é entendida como conhecimento e, assim, busca demonstrar a importância que os registros artísticos têm para a compreensão dos acontecimentos históricos de nossa sociedade. Em nossas aulas, a arte também busca desenvolver potencialidades como: percepção, observação, imaginação e sensibilidade artística, que colaboram para que o educando possa fortalecer e alicerçar a consciência que tem do seu lugar no mundo. Conhecendo a Arte de outras culturas, o aluno entende os valores que estão enraizados nos seus modos de pensar e agir, podendo valorizar o que lhe é próprio e favorecer abertura à diversidade da imaginação humana, enriquecendo sua prática da cidadania. Nas aulas de arte, começamos o ano sempre desenvolvendo trabalhos relacionados com algo pessoal e próximo dos(as) alunos(as) . Abaixo alguns exemplos destes trabalhos: - 6º. Ano: todos foram desafiados a escrever seu nome de forma cursiva em uma folha dobrada e recortar o contorno que surgisse. Após, deveriam abrir a folha e, com um olhar criativo, deveriam inventar um ser diferente e curioso. Também estudamos alguns artistas que, com suas cores e formas, encantam nosso olhar e nos propiciam acreditar em nossas potencialidades de criação. Entre os artistas preferidos estão: Romero Britto, Ivan Cruz, Luciano Martins e Tarsila do Amaral. Aprecie abaixo o trabalho de releitura de obra de Romero Britto e acesse o blog de arte para apreciar mais trabalhos...

interdisciplinar de Arte, Língua Portuguesa e Ensino Religioso, apreciarão e estudarão a Sinfonia “Carnaval dos Animais” de Saint Saens e A Sinfonia “Pastoral” de Beethoven. Este projeto está inserido também no projeto maior da turma, referente à visita ao Zoológico. Após as audições de - 7º. Ano: a arte linear e a cada movimento das sinfonias, os musicalidade são os principais temas abordados neste ano. O ser alunos terão a possibilidade de humano se comunica por meio de conversar e criar através de sua imaginação, aprendendo também, imagens e sons e a Arte e a alguns termos técnicos sobre a Música possibilitam uma composição de uma Sinfonia. experiência de vida ou uma visão Em nossa Mostra de Arte será de mundo, despertando emoção apresentado o resultado deste em quem a observa ou ouve. trabalho. Assim, nas aulas do 7º ano, os - 8a. série: iniciamos o ano (as) alunos (as), em projeto

estudando a história da humanidade através da arte. Já viajamos pela pré-história e arte Egípcia e, atualmente, estamos conhecendo um pouco da arte Greco-Romana. A partir deste estudo, os(as) alunos(as) conheceram diferentes estilos de colunas gregas e foram desafiados a procurar, pela nossa cidade, colunas semelhantes àquelas encontradas na antiga Grécia. O desafio foi aceito e deveria ser apresentado através de fotos. Abaixo uma foto deste trabalho. Também desenvolveremos projeto interdisciplinar, envolvendo as disciplinas de Arte, Ensino Religioso, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Língua Portuguesa.

Este projeto tem como foco o autoconhecimento, pois cada ser humano possui uma identidade própria – características físicas, emocionais, sociais -. Observa-se, no decorrer da história, que o ser humano sempre representou de forma sonora e gráfica a sua trajetória de vida. Para tal, é necessário que ele se conheça. Sendo assim, o trabalho do autoconhecimento requer reflexão, autoanálise, debate e, se necessário, mudança de postura. O trabalho pedagógico desenvolvido, nesse sentido, suscita, a partir do individual, o crescimento do grupo como coletividade, buscando uma sociedade mais justa e solidária. Assim, através deste projeto interdisciplinar, buscaremos, juntamente com nossos(as) alunos(as) , compreender a linguagem (escrita, gráfica, espiritual ou sonora) como expressão do pensamento, dos sentimentos, das emoções, numa visão multidisciplinar, estabelecendo relação com a cultura de paz do ponto de vista coletivo e individual, suscitando, a partir do individual, a construção de uma trajetória de conhecimento do “outro” através do colocar-se em seu lugar quando o representar em um monólogo. Várias serão as atividades desenvolvidas neste trabalho.

- 1º. Ano EM: a 1ª. série continua o estudo da História da Arte, partindo do Renascimento, perpassando por vários períodos históricos até chegar no Impressionismo. Através do estudo do livro “O museu das 7 torres”, os(as) alunos(as) viajarão em uma história vivida por crianças em um museu. De forma clara, simples e curiosa, terão a oportunidade de conhecer diferentes períodos da história da arte, artistas importantes, obras significativas e representativas de cada movimento artístico que modificou a arte em seu temp o. Atualmente estamos estudando o Renascimento e “brincando” de recriar Monalisa. Apreciem abaixo alguns desenhos que surgiram. - 2º. Ano EM: a 2ª série, com o retorno da aula de arte em sua grade curricular, tem a possibilidade de aprofundar alguns conhecimentos históricos e vivenciar novas experiências artísticas de forma mais ampla. Vários são os projetos para esta série, entre eles, Projeto interdisciplinar com a disciplina de História na visita ao cemitério para estudar a arte Barroca; Estudo da arte a partir de filmes como “Os caçadores de obras-primas”; Visita a uma apresentação na OSPA para apreciar uma apresentação sinfônica; Otimização de sapatos no estilo barroco.

Ângela Tocchetto


13

BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

Vivenciando Porto Alegre

INICIAÇÃO CIENTÍFICA Em nossa Escola, a Iniciação Científica nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio é considerada elemento estruturante do currículo, pois proporciona acesso ao conhecimento científico e desperta interesse pela ciência e pelas relações entre os conceitos científicos e a vida. Os professores de Ciência, Biologia, Química e Física são os orientadores desse grande projeto desenvolvido pelos alunos, cujos trabalhos são inscritos e apresentados no Salão de Iniciação Científica UFRGS Jovem (1ª série do EM) e no Salão de Inovação Científica da PUC-RS (8ª série do Ensino Fundamental). A área de Ciências Humanas também participa do projeto, com o desenvolvimento da pesquisa científica, pelos alunos, nos componentes curriculares de Sociologia e Geografia. Além disso, visando o desenvolvimento da competência investigativa, nossos alunos são convidados a participarem anualmente da Olimpíada Brasileira de Astronomia. (6º ano ao EM). Neste ano de 2014, estamos iniciando também a nossa participação na Olimpíada Nacional em História do Brasil, com uma equipe composta por alunos da 3ª série do Ensino Médio. Consideramos que tais iniciativas são de extrema importância, pois, ao ensinar a atitude científica, dedicando-se à pesquisa baseada em uma situação problema, oferecemos aos alunos a possibilidade de observar, levantar hipóteses, questionar, fazer registros e tirar conclusões. Dessa forma, permitimos que nossos alunos avancem no processo que possibilitará a formação de um pensamento sistemático, crítico e autônomo, capaz de prepará-los para enfrentar os desafios dentro e fora da escola. A atividade desencadeadora do projeto aconteceu no mês de abril, através de uma palestra desenvolvida pelos professores de Química, Matemática e Português, sobre o método científico e as normas técnicas da ABNT, além da apresentação do projeto premiado do Salão UFRGS Jovem no ano anterior. A atividade de culminância, por sua vez, acontecerá através da apresentação dos trabalhos no Salão Jovem UFRGS 2014 e na XII Mostra Cultural da Escola, no mês de novembro.

Cristina Corso

Coordenadora Pedagógica

Com o objetivo de oportunizar aos alunos vivenciar aspectos de preservação ambiental, sustentabilidade, crescimento urbano e desenvolvimento sócio-histórico no espaço de Porto Alegre, diante do contexto da Copa do Mundo de 2014, os professores do 6º ano planejaram o Projeto Interdisciplinar Vivenciando Porto Alegre, o qual está sendo desenvolvido com as turmas 61, 62 e 63. Dentre os objetivos do projeto, destacam-se: Dentro do componente curricular de Artes, o trabalho pedagógico visa: - identificar o valor da diversidade artística que se apresenta nas diferentes manifestações dos grupos sociais em Porto Alegre, reconhecendo-a

como a expressão de diferentes culturas; - reconhecer a importância da representação artística para conhecermos a história de nossa cidade, compreendendo a função estética da arte, ao aprofundar seu conhecimento através do estudo de diferentes pontos turísticos de nossa cidade; - elaborar produções artísticas explorando diferentes linguagens da arte, reconhecendo-a como função expressiva na sua relação com o conhecimento. Os componentes curriculares de Inglês e Espanhol, por sua vez, buscam com este projeto: - motivar os alunos a representar diálogos em inglês e em espanhol em várias situações do dia a dia, em diversos lugares públicos e visitados por turistas.

Em Ciências, o projeto permitirá aos alunos um olhar diferenciado em relação às atividades sustentáveis que são desenvolvidas em espaços rurubanos de Porto Alegre, fazendo com que os mesmos percebam que são integrantes e agentes de transformação desses espaços, com vistas a uma melhor qualidade de vida em sociedade. Quanto à Geografia, o projeto ampliará o conhecimento dos alunos sobre aspectos espaciais, geográficos, culturais e estatísticos sobre Porto Alegre, levando em consideração a pesquisa, a investigação, a leitura de obras e as observações ambientais.

Cristina Corso

Coordenadora Pedagógica

AULA INTERDISCIPLINAR DESENCADEIA PROJETO DE ESTUDOS

Durante a manhã e a tarde de 27 de março, as turmas 81, 82 e 83 participaram de uma aula interdisciplinar a partir da qual foi desencadeado o projeto de estudos Reflexões da Imigração Europeia no Rio Grande Do Sul: portugueses e alemãs, a ser desenvolvido no decorrer do ano letivo de 2014 com a 8ª série. Nesta ocasião, os professores Victor e Rita, de Geografia e a professora Gabriela, de História, apresentaram a proposta de trabalho do referido projeto, bem como a justificativa do tema de estudos em questão. A partir do estudo da presença das etnias alemã e portuguesa em nosso estado, o projeto busca

desenvolver conceitos estruturantes da área de Ciências Humanas que auxiliem os alunos a analisar o mundo, seu tempo e seu espaço, para compreender outras temporalidades históricogeográficas. A área de Linguagens e Códigos desenvolverá atividades com os alunos para que resgatem sua história de vida e sua herança familiar, articulando o saber cultural e estético às questões sociais, e propondo a apresentação final dos estudos em forma de autorretrato e vídeo. O projeto prevê ainda a saída de estudos para as cidades de Santa Cruz do Sul e Rio Pardo, a partir do qual os alunos produzirão um

roteiro detalhado, que culminará com a criação de uma agência de viagens e com a divulgação deste produto turístico, o que implicará no desenvolvimento do conhecimento sobre: - o contexto internacional, europeu e brasileiro que propiciou a vinda de imigrantes em massa, a partir do final do século XIX, para o nosso país; - as características econômicas, sociais e culturais da região visitada. - os aspectos comparativos entre as cidades de Santa Cruz do Sul e de Rio Pardo.

Cristina Corso

Coordenadora Pedagógica


14

Na manhã de 23 de abril, os alunos da 1ª, 2ª e 3ª série do Ensino Médio, reunidos no Salão de Atos, assistiram à palestra proferida pelo professor Rodrigo Woloski sobre os 50 anos do Golpe Militar no Brasil. Como um pesadelo que ainda provoca calafrios e aflições e não se dissipa com raios da manhã, o golpe militar de 31 de março de 1964 — que completou 50 anos no di 31 de abril de 2014 — ainda está vivíssimo na memória do País como um período de tenebrosas violações da liberdade, dos direitos humanos que deixou milhares de mortos, desaparecidos e torturados e se prolongou por longos 21 a nos, até 15 de março de 1985 com a posse do civil José Sarney e a instauração da Nova República. Ao longo de sua fala, o professor Rodrigo, responsável pelo desenvolvimento dos

BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

estudos sobra História para os alunos do Ensino Médio, ressaltou que o tema em questão aborda fatos sobre um período de excessos que não se curvou até hoje ao julgamento histórico de fato. Ainda que existam movimentos concretos de tentativa de apuração dos abusos, nada ainda aconteceu. Nosso país, governado por uma vítima da tortura, não consegue acertar as contas com o seu passado, mas tenta fazê-lo. Todos esses aspectos foram abordados na palestra, visando à leitura de uma temporalidade histórica não vivenciada pelos nossos alunos, mas que deve ser rememorada enquanto resgate fundamental para a formação dos princípios democráticos diante das novas gerações.

Os alunos da 1ª, 2ª e 3ª série do Ensino Médio participarão do Simulado EME 2014 a ser realizado na nossa Escola entre os dias 11 e 12 de junho. Desde o ano de 2013 o simulado Enem é aplicado em todas as turmas do Ensino Médio, visando à familiarização dos alunos com esse modelo de avaliação, na qual estão implicadas questões que verificam o desenvolvimento de habilidades e competências pertinentes aos temas e conteúdos propostos. Após a realização do simulado, os alunos receberão um boletim de desempenho e poderão verificar seu rendimento. Além disso, os alunos contarão, no mês de julho, com aulas específicas nas quais as questões do Simulado serão discutidas com seus professores, no intuito de identificar fragilidades e possibilidades de avanço que qualifiquem o processo de desenvolvimento do conhecimento dos educandos.

CRISTINA CORSO

Cristina Corso

ALUNOS PREPARAM-SE PARA REALIZAÇÃO DE SIMULADO ENEM

Coordenadora Pedagógica

Coordenadora Pedagógica FOTOS DIVULGAÇÃO/INTERNET


bOLETIM INFORMATIVO Colégio Nossa Senhora da Glória

VISITA AO OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO DO INSTITUTO DE FÍSICA DA PUC RS Na noite do dia 15 de abril, os alunos que participam do grupo de estudos preparatórios para a Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), sob a orientação da professora Anna Daniele de Física, visitaram o Observatório Astronômico da PUC RS, no qual vivenciaram uma viagem entre as estrelas, através do céu de Porto Alegre. A partir dos recursos utilizados no Observatório de Astronomia, tornou-se fácil o reconhecimento de constelações como Órion, Touro, Cão Maior, Cruzeiro do Sul, entre outras. Além disso, através dos telescópios foram desvendados alguns detalhes dos planetas Júpiter e Marte. A observação com detalhamento do céu não apenas encantou, mas qualificou o estudo de astronomia, fomentando ainda mais as curiosidades e a busca do conhecimento de nossos alunos! Parabéns aos participantes!

Cristina Corso

coordenadora pedagógica

15


16

BOLETIM INFORMATIVO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA GLÓRIA

ALUNOS DA 3ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COMPÕEM A EQUIPE QUE ESTÁ PARTICIPANDO DA 6ª OLIMPÍADA NACIONAL DE HISTÓRIA DO BRASIL Os alunos Rodrigo Ibias, Maria Vitória Truda e Mariana Gomes, da turma 301, compõem a equipe que participará da 6ª Olimpíada Nacional de História do Brasil, representando nossa

Escola, sob orientação do professor Rodrigo Woloski. A ONHB é composta por cinco fases online e uma fase final, presencial. Durante as fases realizadas pela Internet,

as equipes participantes, compostas por três estudantes e um professor orientador, devem analisar documentos, fotos e textos para resolver questões de múltipla

escolha. A metodologia permite aos estudantes e professores trabalhar como historiadores. A fase final, marcada para 16 de agosto, é constituída de questão dissertativa.

CRONOGRAMA: 1ª FASE – 28/04 a 03 /0 2ª FASE – 05/05 a 10 5 /05 3ª FASE – 12/05 a 17 /0 4ª FASE – 19/05 a 24 5 /05 5ª FASE – 26/05 a 31 /05 FINAL (PRESENCIAL) – 16/08 (NO CAMPUS DA UNIVERSIDADE ESTA DUAL DE CAMPINAS- UNICAMP – CERIMÔNIA DA PREM SP) IAÇÃO – 17/08/2014


ANO XLI – Nº 111 – PRIMEIRO TRIMESTRE 2014 – PUBLICAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO

Almoço do Reencontro A grande Família Gloriense teve a oportunidade de reunir-se no dia 06 de abril, no já tradicional Almoço do Reencontro, que a Apameglor promove no início de cada ano letivo. Contando com a colaboração da direção, dos professores e dos funcionários da Escola, e com os sócios e voluntários da APM, a equipe, liderada pela nossa nova presidente Suzana Coelho, foi dividida de acordo com suas possibilidades e vocações. Não poderia ter

atuado melhor! A Agnes e o Vanderlei Schlatter gerenciaram a cozinha e nos presentearam com saladas e um aipim incríveis, o Sílvio Bittencourt comandou a operação das churrasqueiras e trouxe para o büffet carnes variadas e muito gostosas, a Denise Jardim controlou muito bem a parte financeira e o Pedro Rizzo, o maestro do grupo, ofereceu-nos muito conforto dentro do Gloria. O evento foi um sucesso, principalmente pela participação de todos vocês, que puderam

curtir a companhia do grande número de amigos que formamos em torno de nossos filhos e alunos, e que são, na realidade, o grande motivador para continuarmos buscando, em cada oportunidade, a melhoria dos nossos trabalhos. Muito, muito obrigado a todos os participantes e a todos os colaboradores, e até o próximo encontro!

Direção, Conselho e Colaboradores da APAMEGLOR!

NOVOS RECURSOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Os exercícios da vida em sociedade iniciam-se na família e ampliam-se quando a criança começa a frequentar a Escola. A Educação Infantil é uma etapa relevante na medida em que proporciona à criança desenvolver-se integralmente em seus aspectos: físico, psicológico, intelectual e social. Desta forma, esta etapa contribui na formação do indivíduo e, consequentemente, do cidadão ativo e participante da sociedade, pois transmite valores, regras, atitudes, entre outros que são essenciais e que serão lembrados e utilizados por toda a vida, proporcionando experiências e interações com o mundo social e físico de forma ajustada às sucessivas idades, seguindo princípios pedagógicos de acordo com o seu

desenvolvimento. As experiências e as trocas afetivas são fontes de desenvolvimento, mas sabemos que o ambiente de aprendizagem favorece, estimula e auxilia na aquisição desta educação integral. Trabalhando com este enfoque, apresentamos o novo espaço da Educação Infantil do Colégio Nossa Senhora da Glória. Acolhemos os nossos alunos do Maternal e Nível A da Educação Infantil com uma nova casa e salas ampliadas com bom acesso e inovação dos recursos. Hoje, nossos alunos desfrutam deste maravilhoso espaço com salas coloridas e novos brinquedos. O encantamento com o espaço, relatado pelos alunos e observado através das suas atitudes e ações, mostranos sua satisfação de

frequentarem as aulas. Robert Fulghum (2004) resume a importância da educação formalizada já na primeira infância, de 0 a 6 anos, da seguinte forma: “Tudo que eu precisava, mesmo, saber sobre como viver, o que fazer e como ser aprendi no jardim de infância. A sabedoria não estava no topo da montanha mais alta, no último ano de um curso superior, mas sim, no tanque de areia do pátio da escolinha maternal.” (p. 16). Com este belo espaço, que contempla muito mais do que “o tanque de areia”, queremos continuar proporcionando o melhor para os nossos pequenos.

Caroline dos Santos Klein Coordenadora Pedagógica da Educação Infantil ao 5° Ano


Apamegor 2014