Page 1


SAÚDE TOTAL O PLANO DEFINITIVO PARA A PERDA DE PESO E UMA VIDA SAUDÁVEL

WILLIAM DAVIS Tradução WALDÉA BARCELLOS

SÃO PAULO 2016


A todos os leitores que tiverem a audácia, a coragem e a convicção para rebelar-se contra as recomendações dietéticas convencionais e descobrirem o que a verdadeira nutrição pode fazer pela saúde humana.


SUMÁRIO

Agradecimentos Introdução

IX XI

PRIMEIRA PARTE NÃO EXISTE CEREAL BOM: Apascentado, alimentado com gramíneas e engordado Capítulo 1

Libere sua vaca interior: a vida sem grãos

Capítulo 2

Eles que comam capim

23

Capítulo 3

O reino dos grãos

49

Capítulo 4

Seu intestino foi prejudicado: afrontas intestinais causadas pelos grãos

61

Grãos, cérebros e dores no peito

85

Capítulo 5

3

SEGUNDA PARTE A VIDA SEM GRÃOS: Restaure o estado natural da vida humana Capítulo 6

A vida sem grãos: o início

127

Capítulo 7

O dia a dia da vida sem grãos

167


TERCEIRA PARTE SEJA UM CAMPEÃO SEM GRÃOS: Os passos seguintes para cultivar uma saúde total sem grãos Capítulo 8

Corrija deficiências nutricionais causadas pelos grãos

207

Capítulo 9

Recuperação plena da síndrome pós-traumática do intestino afetado pelos grãos

230

Domine o metabolismo sem grãos: reconquiste o controle sobre a glicose no sangue, o colesterol, a saúde óssea e as inflamações

253

Capítulo 11

Tireoide irritada: uma armadilha para o peso e a saúde

294

Capítulo 12

Desregulação endócrina: problemas no front das glândulas

317

Capítulo 13

Pare de se sabotar: como se recuperar da autoimunidade

328

Capítulo 14

E se o peso não se alterar?

342

Capítulo 15

Mais lúcido, mais inteligente, mais veloz: o desempenho sem grãos

377

Capítulo 10

Epílogo

391

Apêndice A

Receitas para a saúde total

401

Apêndice B

Dificuldades com os grãos: fique de olho em fontes ocultas de grãos

418

Apêndice C

Uma lista de compras sem grãos

422

Apêndice D

Informações úteis

427

Notas

429

Índice remissivo

471


AGRADECIMENTOS

QUANDO ALGO GERA um fenômeno tão amplo e revolucionário quanto o movimento Barriga de Trigo, ele se torna maior do que qualquer indivíduo. Embora tenha começado como um esforço pessoal meu para entender por que ocorriam transformações espantosas em termos de saúde quando pacientes no meu consultório excluíam da dieta todos os produtos do trigo, a iniciativa cresceu, transformando-se numa série de projetos que, em minha opinião, estão mudando a forma como todos encaramos os alimentos e a nutrição. Com a expansão da Equipe Barriga de Trigo, inúmeras pessoas se mostraram importantes como promotoras desta causa, em especial deste novo livro, Saúde total, o maior e mais abrangente na linha Barriga de Trigo até hoje, além de todos os projetos que complementam esta obra. Relaciono a seguir algumas das pessoas cuja contribuição foi essencial para este projeto e outros a ele relacionados: Meu agente, Rick Broadhead, que luta por esta causa como se fosse dele. Eu nunca poderia ter encontrado um defensor mais afável, porém ferrenho. Minhas editoras na Rodale, Jennifer Levesque e Anne Egan, ajudaram a elaborar esta mensagem para que se adequasse às necessidades de um público ansioso por ouvir e entender mais sobre os motivos | IX |


X |

AGRADECIMENTOS

pelos quais esta abordagem não intuitiva funciona. Apesar do cenário instável do mercado editorial, elas ajudaram a transmitir a mensagem Barriga de Trigo a um público assediado por mensagens dietéticas concorrentes e muitas vezes contrárias. A vice-presidente/diretora editorial da Rodale Books, Mary Ann Naples, e a vice-presidente/diretora editorial adjunta, Kristin Kiser, promoveram um trabalho de apoio à causa Barriga de Trigo, revelando-se essenciais para projetos como, por exemplo, o especial sobre Barriga de Trigo a ser transmitido na televisão aberta. Minha agente de publicidade na Rodale, Emily Eagan Weber, foi magistral ao lidar com os caprichos da mídia, e conseguiu manter esta mensagem à vista do público; enquanto Chris DeMarchis foi incansável na solução de muitos dos detalhes logísticos do livro. Este projeto de Saúde total não ocorreu isoladamente, mas se desenvolveu como parte de uma ampla faixa de projetos que interagem, em termos benéficos, com todos os envolvidos, contribuindo direta ou indiretamente para o projeto final. Entre os integrantes da Equipe Barriga de Trigo estão meu amigo de longa data Chris Kliesmet, que ajudou a refinar essas ideias desde o primeiro instante; Gari e Patti Miller, que lutam pelos projetos de alimentação e educação; Paul e Anne MacInnis, que administram meus compromissos de palestras, minhas viagens e projetos na mídia; e Cindy Ratzlaff, consultora de mídias sociais que ajudou a tornar a experiência Barriga de Trigo online uma interação mais cativante, estimulante e divertida. Naturalmente, sou gratíssimo pela paciência e apoio de minha mulher e companheira, Dawn, que precisou suportar minhas horas intermináveis de desatenção, do tipo que acompanha a tarefa de escrever um livro. Agora que a preocupação com o processo da escrita terminou, não haverá mais olhares de estranheza. Meu foco se voltou novamente para ela.


INTRODUÇÃO

VOCÊ FOI ESMAGADO Derrotado, desmoralizado, desestimulado, você teve sua vida e sua saúde arrasadas pelos “grãos integrais saudáveis”. O pior da turma é o trigo moderno: o Judas da “sabedoria” dietética, déspota da cumbuca do café da manhã, tirano do balcão da padaria, o queridinho semianão do agronegócio. Cataratas estavam brotando nos seus olhos; suas artérias estavam se enrijecendo; sua pele, ficando enrugada e atacada por erupções; suas articulações, doloridas, com artrite; seus órgãos, inflamados; sua gordura abdominal, crescendo; seu nível de açúcar no sangue, subindo; e, nos homens, até mesmo seios podiam estar surgindo. Sua mente estava anuviada; a lista dos seus remédios estava cada vez maior; e sua agenda era prejudicada por corridas malucas até o banheiro mais próximo – tudo isso enquanto você era levado a consumir uma quantidade cada vez maior dos alimentos que todas as recomendações oficiais sobre nutrição o aconselhavam a consumir… até você, em consequência das revelações apresentadas em Barriga de trigo, dar um basta em toda essa confusão. Você teve a audácia de excluir alimentos que recebem a aprovação de órgãos dedicados a fornecer orientação alimentar. Você desafiou o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos [United States Department of Agriculture – USDA] e seus programas MyPlate [meu | XI |


XII

|

INTRODUÇÃO

prato] e MyPyramid [minha pirâmide]. Você zombou das recomendações do Departamento de Saúde Pública dos Estados Unidos. Desdenhou os conselhos da Associação Americana de Cardiologia, da Associação Norte-Americana de Diabetes e da Academia de Nutrição e Dietética. Debochou dos malabarismos do lobby do trigo e dos grupos de comercialização do trigo, quando eles, desesperados, lançaram inúmeras tentativas, uma depois da outra, para controlar o prejuízo. Você eliminou grãos da dieta como um abcesso purulento que se recusava a sarar até ser lancetado e descobriu que a saúde e o vigor começavam a ressurgir. Eu mesmo passei por isso. Quando eliminei da minha vida todos os “grãos integrais saudáveis”, meu diabetes se reverteu até eu sentir que, seguramente, já não era diabético; fiquei livre do embotamento mental que persistia não importava quantas xícaras de café eu bebesse; e consegui aliviar os sintomas desagradáveis da síndrome do intestino irritável. Meu nível de triglicerídeos baixou de 350 para 42 mg/dL, meu HDL aumentou de 27 para 97 mg/dL, e simplesmente desapareceram os pensamentos sombrios e a disposição de ânimo negativa contra os quais eu lutara por muitos anos. Fiz o contrário dos conselhos de saúde amplamente aceitos e experimentei uma transformação na saúde. Chegar à conclusão de que as orientações nutricionais convencionais têm tanto valor quanto uma goma de mascar velha grudada na calçada só pode deixar a pessoa cética quanto à possibilidade de conselhos referentes à saúde serem objetivos, imparciais e embasados na ciência, em primeiro lugar. Na melhor das hipóteses, conselhos dietéticos eram orientados por dados incompletos ou mal interpretados, com um exército de nutricionistas e “especialistas” fazendo inadvertidamente o trabalho sujo de disseminar a informação. Na pior, tratava-se de conselhos que atendiam às ambições do agronegócio e de outros interesses poderosos, todos trabalhando para tornar a dieta humana uma commodity – sim, transformá-la em commodity, ou seja, extrair o máximo ganho financeiro, ao nos convencer de que a dieta humana deveria ser dependente de alimentos baratos, sem diferenciação de qualidade, sem identificação de origem, comercializados e submetidos à arbitragem em larga escala e ansiosamente desejados pela população. Sim, você foi esmagado.


INTRODUÇÃO

| XIII

Quando eliminamos a fina camada de marketing, de ciência forjada, de apelo da conveniência e das garras da compulsão, descobrimos que, como civilização, cometemos um enorme engano alimentar cerca de 10 mil anos atrás. Confundimos as sementes de gramíneas – de início, consumidas por desespero – com alimentos. Então permitimos que esse erro se ampliasse, considerando-as não apenas como a descoberta de um produto alimentício, mas como um alimento ideal para o consumo humano. Reconhecer os males do trigo moderno em Barriga de trigo foi o primeiro passo, mas agora podemos dar outro passo importante e eliminar todos os cereais. Uma vez que consigamos isso, avançaremos ainda mais pelo caminho que leva à saúde total, identificando e desfazendo todos os efeitos perniciosos que acumulamos durante os anos em que consumimos grãos, e que podem persistir mesmo depois da retirada dos grãos da alimentação. É por isso que chamo esta abordagem de Saúde Total. Em Saúde total, vamos examinar de modo mais detalhado por que esse desvio alimentar causou mais sofrimento e doenças em seres humanos do que todas as guerras do mundo juntas. Vamos estudar por que e como especialistas participaram dessa histeria geral, até mesmo levando órgãos e políticas do governo a aceitar esse engodo, e criando um exemplo de loucura coletiva maior do que os julgamentos de bruxas em Salém ou a disseminação do medo do Perigo Vermelho, fazendo com que práticas absurdas, como a sangria com sanguessugas ou lobotomias frontais, parecessem apenas esquisitices. Avançaremos mais então nessa viagem de descoberta, falando sobre como você pode, depois de desfazer essa confusão provocada pelos grãos, recolher os pedaços e reconstruir a dieta, corrigindo o peso, a condição hormonal e outros aspectos da saúde que possa ter considerado fora do seu alcance. Existem aspectos da vida que estão além da sua área de influência – a genética, a família, o número que você calça, por exemplo –, mas a maioria dos fatores que influenciam sua existência diária está, de fato, sob seu controle. Eliminar os grãos é o primeiro passo corajoso, mas há muitos outros passos a serem dados para corrigir totalmente os anos de abuso da saúde que você suportou. Neste livro, há estratégias


XIV

|

INTRODUÇÃO

extraordinariamente revigorantes para você avaliar, destinadas a curar os danos sofridos durante os tempos em que consumiu grãos e a elucidar a confusa massa de problemas de saúde que surgiram. Uma vez que esteja numa dieta sem grãos, você pode descobrir que ficou com perturbações da flora intestinal e da função digestiva, carências nutricionais e distúrbios crônicos, como a osteoporose. Todas elas precisarão ser tratadas. Você poderá descobrir que já não são necessários medicamentos prescritos anteriormente para tratar uma longa série de perturbações da saúde relacionadas aos grãos. Algumas pessoas levam sua dieta por outros desvios pouco saudáveis, como inserir na dieta grãos isentos de glúten ou adoçantes prejudiciais à saúde, e descobrem que, embora não estejam tão mal como quando consumiam grãos, estão fazendo concessões em termos de saúde que não precisavam ser feitas. Todas essas questões precisam ser enfrentadas para você encontrar seu caminho de volta à saúde total, sem grãos. Prepare-se para ouvir revelações sobre a dieta e a saúde que você provavelmente nunca ouviu, mesmo que tenha sido um leitor voraz do Barriga de trigo original. Em Saúde total, minha atitude é a de que as regras não se aplicam; que se danem as vacas sagradas, o céu é o limite. Meu objetivo não é o de provocar nem de assustar, mas o de informar sem a influência dos interesses do agronegócio e sem a parcialidade de uma epidemiologia falha. Vou fazer perguntas difíceis, enquanto descarto noções preconcebidas, para chegar à raiz da sabedoria alimentar. Ali nós descobrimos que, sem os grãos, não apenas desaparece uma longa lista de transtornos crônicos em termos de saúde, mas a pessoa também se torna capaz de atingir novos patamares de saúde e de desempenho vital, que anteriormente só lhe pareciam possíveis na imaginação. Nós livramos esse imperador das suas roupas novas, enquanto vemos sua enorme barriga de trigo e suas mamas encolherem, suas articulações inchadas tornarem-se flexíveis, sua pele seborreica ficar limpa. Observamos mais vantagens em termos de saúde que ele obteve ao evitar todos os outros grãos, e então nós o vestimos com tecidos dignos de um rei. Esse rei será você, em toda a sua glória e nobreza, sem grãos.


INTRODUÇÃO

| XV

A EXPERIÊNCIA DE VIVER SEM GRÃOS: UM SUCESSO Eu não poderia ter escrito Saúde total três anos atrás, quando foi publicado o Barriga de trigo original. Foram tantas as pessoas que se engajaram nessa mudança de estilo de vida, tantos os médicos e profissionais de saúde que vieram a adotar esses conceitos, tantas as novas lições aprendidas à medida que foi crescendo a rejeição mundial à mensagem dos “grãos integrais saudáveis” que foi gerado um fluxo constante de conhecimentos novos e inesperados. Saúde total concentra a sabedoria obtida por milhões de pessoas que adotaram a vida sem grãos e redescobriram o que significa estar vivo com plena saúde. Estamos desfazendo coletivamente o trabalho grosseiro dos seres humanos ao longo de trezentas gerações; e fazemos isso enquanto os nutricionistas, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos e outros defensores do status quo vaiam, protestam e lançam insultos ao verem seus últimos quarenta anos de trabalho desmoronar sob seus pés. A Era da Informação expande-se com o fortalecimento da sabedoria do público, compartilhada a velocidades altíssimas e refutando a “sabedoria” convencional com a mesma rapidez com que mensagens de texto de teor sexual podem derrubar a carreira de um congressista. Nós aprendemos, por exemplo, que a intolerância ao trigo de fato significa intolerância a todos os grãos, já que, no final das contas, todos eles são gramíneas geneticamente aparentadas. (Sim, gramíneas, exatamente como o que você tem aí no quintal ou que é consumido por cabras e cavalos. Examinaremos em detalhes as implicações dessa simples percepção biológica.) Aprendemos que praticamente todo mundo se beneficia com o restabelecimento da flora intestinal saudável após a remoção dos grãos da dieta. Aprendemos que a carência de iodo está ressurgindo e pode prejudicar os esforços para a perda de peso e a melhora da saúde. Muitos eliminaram o trigo da dieta e passaram a ter maior energia, mas não vivenciaram o pleno retorno do vigor da juventude porque resíduos de percloratos de fertilizantes sintéticos e branqueadores da farinha de trigo bromada, encontrados em bagels


XVI

|

INTRODUÇÃO

e pizzas, afetaram a função da tireoide, prejudicando sua capacidade de controlar o peso corporal, enfraquecendo seu cabelo antes do tempo e deixando mais lento o funcionamento de seus intestinos. À medida que um número cada vez maior de pessoas dizia não aos grãos, nós reconhecemos que, embora a eliminação dos grãos da dieta seja poderosa, pode haver transtornos metabólicos que impedem a perda de peso e, portanto, devem ser tratados, por mais meticulosa que seja a dieta. Adquirimos uma melhor compreensão de que distúrbios autoimunes, inflamatórios e neurológicos exigem mais esforços no sentido de maximizar o potencial para uma recuperação da saúde total. Chegamos à conclusão de que todo o conjunto de benefícios da eliminação dos grãos da dieta vai além, digamos, da perda de peso, associando-se para formar uma série espantosamente poderosa de práticas que restauram a saúde, atuam contra o envelhecimento, conservam a juventude, melhoram o desempenho geral e prolongam a vida. Mesmo que você já tenha obtido uma vitória importante em termos de saúde com a eliminação do trigo, entender as estratégias apresentadas em Saúde total e colocá-las em prática poderá fazer seus esforços pela saúde avançarem ainda mais. Se você está entre as muitas pessoas que perderam 15, 25, 50 quilos, ou mesmo mais do que isso, de gordura visceral induzida por trigo, revertendo um ou mais problemas de saúde, há outros passos que pode dar para continuar a melhorar sua saúde. Ou pode ser que você esteja entre aqueles que, sem o trigo, não apresentaram um pleno retorno à saúde. Pode ser que você ainda se encontre lutando com os 30 quilos ou mais que quer perder, além de ter dores nas articulações, erupções cutâneas e outros problemas de saúde. Pode ser que você se pergunte se existe alguma coisa que possa fazer para recuperar a saúde sem recorrer a prescrições de medicamentos e procedimentos médicos. Ou talvez agora você se dê conta de como se sente bem sem o trigo e esteja motivado para obter a saúde total de todos os modos possíveis, para garantir uma saúde ideal a longo prazo. Também pode ser que a mensagem da vida sem trigo seja uma novidade total para você. Nesse caso, este é o seu guia definitivo


INTRODUÇÃO

| XVII

para se livrar dos grãos. Não importa em que categoria você se encaixe, este é o lugar certo para encontrar respostas. Somos lembrados de que os seres humanos são realmente adaptáveis, capazes de se recuperar rapidamente, têm boa forma, são vigorosos e possuem uma capacidade natural, inata, para serem saudáveis, esbeltos e felizes – desde que não permitam que nenhum grão entre em seu corpo e que sejam corrigidos todos os transtornos à saúde decorrentes do consumo de grãos. A VIDA SEM GRÃOS: DESEMPENHO ELEVADO E SEM LIMITES Governos despóticos oprimem seu povo. Pesados custos de tratamentos de saúde prejudicam o avanço da economia. Cinquenta quilos a mais de gordura corporal sobrecarregam a bacia, os joelhos e os pés, que não estão bem equipados para sustentar esse nível de carga. Eles gemem, rangem e vão se desfazendo debaixo desse peso. Da mesma forma, a mistura de componentes nos grãos solapa o funcionamento do organismo humano da cabeça aos pés. Basta descarregar esses pesos esmagadores e as pessoas ficam livres, a economia é estimulada, as articulações são aliviadas e o desempenho do ser humano é liberado. Descontando os efeitos nocivos dos grãos à saúde e à vida, entramos na discussão de desempenho: como fica seu desempenho emocional, mental, profissional e físico, uma vez que os principais obstáculos tenham sido removidos. Isso se aplica a realizações na escola, no trabalho, nos relacionamentos, nos esportes – em praticamente todas as situações que encontramos na vida. Significa almejar ter a melhor sensação e a melhor aparência possíveis para conseguir aquele charme a mais que pode fazer a diferença entre ir levando a vida e viver a todo vapor. A saúde total é evidente ao olhar. Dá para vê-la na pele mais lisa, na barriga mais chapada, nas pernas livres de inchaços, no caminhar ágil e na facilidade e vigor do movimento em todas as direções. Ela também se reflete em termos internos, por meio de um sono mais profundo, de ciclos menstruais menos turbulentos, do fim das dores de cabeça e de uma digestão sem problemas.


XVIII

|

INTRODUÇÃO

Além de ciclos menstruais menos perturbadores, as mulheres poderão experimentar um aumento da fertilidade e reduções nos níveis perniciosamente altos de estrogênio. Elas também voltam a ter noção do que é se sentir bem a maior parte do tempo, ou o tempo todo, em vez de só raramente ou nunca. O desempenho sexual masculino melhora à medida que os homens passam a apresentar níveis mais baixos de estrogênio, níveis mais elevados de testosterona e redução do tamanho de mamas embaraçosamente desenvolvidas. Em muitos casos, a saúde total pode ser medida. Você pode ter como objetivo uma perfeita saúde metabólica, refletida em avaliações de níveis de triglicerídeos e colesterol, glicemia, hemoglobina A1c (glicemia a longo prazo), exames da tireoide, bem como análises para determinar as taxas de vários nutrientes. Ela também pode se refletir em aferições como, por exemplo, a pressão arterial e a porcentagem de gordura corporal. Embora você possa andar, correr ou saltar com mais facilidade, maior velocidade, a uma distância maior e mais alto, sem as dores, os desconfortos e a perda de energia causados pelos grãos, competidores de alto desempenho gozam de vantagens semelhantes, e cresce o número de atletas profissionais que estão adotando o estilo de vida sem grãos. Neste livro, examinamos como ganhar maior vantagem competitiva, com estratégias que vão além da eliminação dos grãos da dieta. Às vezes, os passos adicionais são incrivelmente simples, como, por exemplo, a correção de carências de iodo e ferro; em outros casos, as soluções são mais elaboradas, como as estratégias necessárias para restaurar e manter a saúde intestinal e desfazer os efeitos da desregulação endócrina. Contudo, a meta é revelar seu potencial individual e atingir os níveis mais altos de desempenho na saúde e na vida, de todas as formas razoavelmente possíveis. Não estamos tentando criar uma raça sobre-humana de homens e mulheres livres de grãos, mas podemos alcançar níveis de desempenho vital que anteriormente tivemos apenas de modo passageiro, se tanto. Muitos desses esforços poderiam não ter sido necessários se, para começar, não tivéssemos sido atacados sem perceber por esses erros nutricionais. Se tivéssemos crescido sem a exposição a esses grãos cria-


INTRODUÇÃO

| XIX

dos em laboratório, com seus efeitos singulares de destruição da saúde, ou sem os distúrbios dos hormônios sexuais e da tireoide causados por grãos, agravados pela avalanche de produtos químicos industriais, prejudiciais às glândulas endócrinas, no qual estamos mergulhados, as coisas poderiam ser diferentes. Se também tivéssemos tido o privilégio de viver ao ar livre num clima subtropical, dormindo uma perfeita noite de sono reparador, todas as noites, sem sermos expostos ao estresse crônico e implacável da vida moderna, bem, pode ser que assim nosso corpo estivesse funcionando plenamente o tempo todo. Porém, não é o que acontece com a maioria das pessoas. Ainda bem que, uma vez que tenhamos entendido o que deu errado, podemos corrigir a situação e, na maioria dos casos, recuperar plenamente nossa capacidade inata para altos níveis de desempenho vital.

COMO CONQUISTAR A SAÚDE TOTAL EM TRÊS PASSOS: NEM MAIS NEM MENOS Saúde total é apresentado em três partes que formam uma sequência lógica e necessária, que você precisa observar se seu objetivo for a saúde total. Assim como se deve aprender a engatinhar antes de andar, ou estudar álgebra antes de conseguir acompanhar aulas de cálculo integral, a saúde total se desenrola numa progressão natural. Por exemplo, você não pode recuperar a saúde enquanto os grãos continuarem a fazer parte da sua dieta. A saúde não pode ser perfeita enquanto pãezinhos multigrãos, torradas de centeio ou tacos feitos com farinha de milho geneticamente modificado ainda fizerem parte da sua experiência alimentar. Você pode até nem estar consciente de que os grãos estão exercendo seus efeitos nocivos enquanto trata de sua vida, trabalhando, dormindo, esperando sentado no drive-thru ou assistindo a Keeping Up with the Kardashians. Talvez você não se dê conta, por exemplo, de que um aumento extraordinário na permeabilidade intestinal está sendo gestado em segredo, esperando para, com o tempo, detonar no seu corpo um distúrbio autoimune que poderá resultar, por exemplo, nas dificuldades da fala, na falta de coordenação


XX

|

INTRODUÇÃO

e na fraqueza muscular da esclerose múltipla. Ou certa opacidade pode estar se acumulando nas lentes dos seus olhos, prejudicando sua visão com uma nuvem leitosa, aguardando o diagnóstico de catarata quando você estiver com 53 anos, apesar da “dieta balanceada” e dos programas de exercícios que você vem seguindo nos últimos trinta anos. Ou uma deterioração gradual das funções mentais pode se desenvolver sem que você perceba, até que um dia descobre que não se lembra de onde estacionou o carro, do caminho de volta para casa ou quem é essa desconhecida com quem você está dividindo a cama. Só porque você não percebeu, não quer dizer que essas coisas não existam. Elas existem, sim, por melhor que você esteja se sentindo. E precisam ser corrigidas antes mesmo que você comece a ter esperança de uma saúde total. Na Primeira Parte, discuto por que a eliminação de todos os grãos, o trigo e qualquer outro cereal, é essencial se você quiser começar sua viagem de volta à saúde total. É essencial porque nenhuma quantidade de outros alimentos saudáveis, suplementos nutricionais, exercícios ou medicamentos pode contrabalançar plenamente os efeitos nocivos à saúde causados pelos grãos se eles permanecerem na sua dieta. A exclusão dos grãos da dieta é correta em termos evolutivos para um membro da espécie Homo sapiens. Ela é condizente com sua fisiologia e seu metabolismo; e é o início – mas não o fim – da sua viagem de retorno à saúde total. Na Segunda Parte, tratamos de como exatamente realizar essa viagem, incluindo como você poderá sobreviver ao processo de retirada dos opiáceos presentes nos grãos – provavelmente o maior desafio a ser superado nessa viagem de volta à saúde e, se você não estiver adequadamente informado e equipado, aquele que pode gerar o resultado oposto ao desejado, fazendo com que você volte a seus hábitos anteriores de consumo de grãos. Ensino a reconhecer quando você tiver sido exposto novamente a proteínas relacionadas que forçam seu corpo a reviver a turbulência que você achava que tinha eliminado e ameaçam desfazer tudo o que conseguiu conquistar. Também examino como seu corpo se adapta a essa nova situação na vida sem grãos e por que e como a adaptação pode não estar completa enquanto você não assumir o controle e torná-la completa.


INTRODUÇÃO

| XXI

Na Terceira Parte, falo sobre como buscar a maior saúde possível, uma vez que você tenha eliminado todos os efeitos destrutivos dos grãos sobre a sua saúde: como atingir novos patamares de energia, sono, clareza mental, disposição, funcionamento intestinal, saúde endócrina, saúde metabólica, exercícios e desempenho físico. Aplicaremos todas as lições aprendidas no caminho, à medida que descobrirmos que, sem os grãos, a vida e a saúde são de fato totalmente maravilhosas. A muitos de nós, forçados a aceitar esse mantra dos “grãos integrais saudáveis”, nunca foi mostrado o caminho para alcançar a saúde total com tranquilidade e sem esforço. Uma vez que sejam exorcizadas as perturbações à saúde provocadas pelos grãos, e que você reconheça que seus pretensos benefícios para a saúde são de fato noções fictícias, tudo vai melhorar muito. Sem os grãos, coisas incríveis começam a acontecer praticamente sob todos os aspectos. Isso é o que significa Saúde Total.


Saúde total  

Nesta continuação do campeão de vendas Barriga de trigo, o Dr. William Davis ajuda o leitor a assumir o comando da vida e da saúde após os e...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you