Issuu on Google+


19:30hs às 22:30hs na Wizard Campos Sales. Você não pode perder! A festa é direcionada aos nossos alunos de 10 à 17 anos das unidades da Campos Sales, Plaza, Pq. São Vicente, Zaíra, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Será proibido o consumo de bebidas alcoólicas. Desde já agradecemos a participação e apoio de nossos alunos em comparecer as nossas festas.

3

Saint Patrick’s Day

4

Esportes americanos ganham seguidores no Brasil

5

Juventude

6

Dicionários na era da Internet

7

Seriados Europeus

8

Pelo mundo: Praga

SUMÁRIO

TY”. A festa irá acontecer no dia 05/04/2013 das

EDITORIAL

A Wizard prepara para esse mês a “WELCOME PAR-

Homem de Ferro 3

9 10

Dica Literária Michael Haneke

Aprenda Cantar

EXPEDIENTE Editora-Chefe: Editora-Chefe: Maria Inez Sinelli Mendonça Maria Inez Sinelli Mendonça Jornalista Responsável: Gabriela Sinelli Martins Jornalista Responsável: MTB-69462 Gabriela Sinelli Martins MTB-69462 Design e Diagramação: C Agência Digital Estou na Web

www.wizardmaua.com.br

Design e Diagramação: Agência Digital Estou na Web

www.wizardidiomas.net.br www.facebook.com/wizardvirtual twitter.com/wizmauaribergs wizardmaua@wizardmaua.com.br


03

Saint Patrick´s Day Em todo mês de março as Wizard´s lançam uma brincadeira entre os alunos para que seja descoberto qual a quantidade de moedas dentro de um pote. Saiba quem são os vencedores: Wizard Mauá: Brenda Pirolla Nogueira Wizard Pq. São VIcente: Eduardo Rebello Wizard Zaíra: Ericson Cordeiro de Lima (boné) Wizard Plaza: João Vitor Torres (óculos) Wizard Plaza: Carlos Henrique G. Santana Wizard Ribeirão Pires: Pryscilla Chrispim Coelho Silva Wizard Rio Grande da Serra: Letícia da Silva Alves

Wizard Mauá

Wizard Plaza

Wizard Zaíra

Wizard Rib. Pires

Wizard Plaza

Wizard R.G. da Serra

Wizard Pq. São Vicente


04

Por Gabriela Sinelli Martins

Esportes americanos ganham seguidores no Brasil Falar de futebol americano, beisebol e hóquei, rapidamente o assunto é remetido a cultura americana, mas, isso é coisa do passado, hoje em dia tais esportes fazem cada vez mais parte da vida de brasileiros que optaram por praticar atividades consideradas americanas. Você já ouviu falar na Liga Brasileira de Futebol Americano (LBFA)? Se não, saiba que a mesma é considerada a mais importante disputa interestadual do Brasil. No país existe em média cem times. O crescimento do esporte por aqui é tamanho que 40 jogadores dos Estados Unidos estão jogando no Brasil. Uma bola. 11 jogadores. O objetivo é fazer gols. Mas em vez de usar os pés, os jogadores precisam ter muita habilidade com o taco. Um dos esportes olímpicos mais tradicionais, o hóquei sobre grama está presente nos Jogos Olímpicos desde 1908. O campo, originalmente de grama natural, hoje em dia é de grama sintética, padrão nas competições internacionais. O esporte foi inventado pelos canadenses, mas também é famoso na casa do Tio Sam e ganha cada vez mais espaço na terra do futebol. Principal competição do hóquei nacional, o Campeonato Brasileiro é disputado atualmente por 6 equipes no masculino e 5 no feminino. No masculino, o maior vencedor é o Germâ-

nia, do Rio de Janeiro, com 6 títulos. Entre as mulheres, o Desterro tem dois títulos e o Florianópolis um. Embora seja pouquíssimo praticado no Brasil, o Beisebol é um esporte de grande aceitação nos Estados Unidos, Japão, Coréia do Sul, Venezuela e em alguns países da América Central. Foi, por muitas vezes, esporte de demonstração nas Olimpíadas, até que em 1992 foi incluído como modalidade de competição. No entanto, esse status caiu nas Olimpíadas de Londres, sendo a última vez que o esporte foi disputado em Jogos Olímpicos. A Seleção Brasileira de Beisebol conseguiu nesse ano pela primeira vez disputar a World Baseball Classic (WBC), espécie de Copa do Mundo do beisebol, que aconteceu em San Francisco, nos Estados Unidos. Os chineses levaram a melhor e tiraram os verdes e amarelos da competição, desperdiçando a possibilidade de garantir vaga antecipada na próxima edição do torneio em 2017. A República Dominicana sagrou-se campeã ao derrotar Porto Rico por 3X0. O Brasil se mostra cada vez mais aberto a conhecer novos esportes que futuramente podem fazer a diferença na hora da contagem das medalhas nos Jogos Olímpicos que o Rio de Janeiro sediará em 2016.


05

DiA Do

joVEm Por Gabriela Sinelli Martins

Juventude

No dia 13 de abril é comemorado o “Dia do Jovem”.A juventude muitas vezes é olhada com ar de reprovação, o que era esquisito ontem é o legal de hoje e os jovens sempre fizeram a diferença na sociedade. O futuro de um país começa a partir de jovens pensantes e abertos ao novo.

Jovens Brasileiros Em pesquisa feita pela “2011 - A Juventude do Mundo”, revelou comparações interessantes sobre a juventude brasileira e o resto do mundo. Segundo o estudo, 87% dos jovens brasileiros consideram que seu futuro será promissor, atrás apenas dos indianos com 90%. Em relação ao futuro de seus países, o otimismo dos jovens do Brasil fica em terceiro lugar: 72% acreditam que ele também será promissor. Na Índia, o índice foi de 83% e, na China, de 82%. No entanto, apenas 17% dos jovens gregos, 23% dos mexicanos, 25% dos alemães e 37% dos americanos consideram que o futuro de seus países será promissor. Os jovens das grandes potências emergentes também são os que mais têm confiança de que terão um bom emprego no futuro. No Brasil, esse

Jovens que fizeram a diferença

índice é de 78%. No Japão, somente 32% acham que isso irá ocorrer. A juventude da Índia, da China e do Brasil também é a que mais vê a globalização como uma oportunidade e não como uma ameaça. Os números são, respectivamente, 91%, 87% e 81%. Jovens lêem pouco Instrumentos como Prova Brasil, Saeb, Enem e o Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA) revelam que apenas 5% dos estudantes brasileiros têm “nível adequado” de leitura. Outro dado que piora essa situação foi divulgado pelo Ministério da Cultura (MinC), em dezembro de 2009: 40% da população não lê. Diferentes aspectos estão relacionados com esses resultados, como o hábito e a valorização da leitura em casa, o papel da televisão e da internet na vida contemporânea, o preço do livro, a formação dos professores e sua concepção de leitura, as práticas de ensino de leitura, a qualidade das obras selecionadas pela escola, o tipo de ensino que se faz da literatura no ensino médio, as listas de obras literárias indicadas pelos exames vestibulares.

The Beatles eram jovens franzinos na faixa etária de 20 à 23 anos quando lançaram o primeiro LP intitulado “Please, Please Me” em 1963. O resto da história todo mundo sabe, não existe quem tenha ficado imune ao sucesso deles. Mark Zuckerberg, o criador do Facebook, com apenas 20 anos na época, construiu o site que revolucionou a forma das pessoas se comunicarem. O mundo já andava muito globalizado, mas o americano conseguiu criar um dos maiores marcos da mídia digital do século XXI. Hoje é um CEO bilionário e o mais admirado pelos seus funcionários, segundo pesquisa realizada pela consultoria Glassdoor. Sergey Brin e Larry Page, conhecidos como “Google Guys” são os criadores do site de busca mais importante do mundo. Em 1998, ambos com 25 anos criaram o que viria a ser a maior plataforma de busca da internet. Google + Internet viraram praticamente sinônimos para a geração aficionada no mundo digital. Quando foi lançado o LP “Legião Urbana” em 1983, com canções como “Será”, “Ainda é Cedo”, e “Geração Coca-Cola”, Renato Russo era um jovem de 23 anos que chegava de Brasília para conquistar a juventude brasileira da década de 80 e mais as futuras gerações que viriam em um futuro próximo.


06

Por Gabriela Sinelli Martins

Dicionários na era da Internet Os tempos mudam e com eles chegam novas palavras e expressões no vocabulário da sociedade e não há como negar que a internet tem cada vez mais criado termos que são levados para fora das conversas do cyber espaço. No aniversário de 100 anos do dicionário “Concise Oxford English Dictionary”, em agosto de 2011, foram incluídas novas palavras saídas da internet. Na 12ª edição do dicionário entraram palavras como: “retweet” (repassar uma mensagem no twitter) e cyberbullying (usar a internet para intimidar). Os novos termos foram inseridos em um banco de dados com 2 bilhões de palavras extraídas de sites e textos para comprovar a sua onipresença. As escolhas das palavras são feitas através de evidencias que comprovem que não é apenas um pequeno grupo de pessoas que usam determinados termos e que as palavras sobreviverão ao tempo. Na tabela abaixo são destacadas algumas novas palavras que foram anexadas ao dicionário:

Novas Palavras Cloud = nuvem de armazenamento Paywall = pagar por conteúdo online Tweet = de twitter, rede social Tweetup = encontro organizado por meio de posts no Twitter OMG = “Oh My God”, em português, “Oh Meu Deus” BFF = “Best Friend Forever”, em português, “Melhor Amigo Para Sempre” Woot = usado em comunicação eletrônica para expressar alegria, entusiasmo, ou triunfo Jeggings = uma mistura entre jeans e leggings Defriend = remover alguém da lista de amigos ou contatos de uma rede de relacionamento social Buzzkill = pessoa ou coisa que têm um efeito depressivo ou desmotivador Cheeseball = falta de gosto, estilo ou originalidade Chillax = acalmar e relaxar Frenemy = pessoa com quem se tem amizade, apesar de uma rivalidade ou aversão


Por Gabriela Sinelli Martins

Seriados Europeus Quando se fala em seriados os Estados Unidos dominam o assunto. Os investimentos dados a esse nicho televisivo é muito alto. Geralmente o elenco dessas séries é de primeira, não devendo nada ao cinema norte-americano. A Europa com investimentos algumas vezes modestos também faz a diferença com histórias originais, mas com pouca notoriedade no mundo. Listamos seriados feitos no velho continente que são considerados ótimos pela crítica. Inglaterra: Os ingleses tem fama de serem impecáveis em suas produções televisivas, marcado pelo perfeccionismo britânico e por contar com excelentes atores. Detalhe: o ritmo dos episódios não é tão frenético como os americanos. Sherlock: A primeira temporada do seriado foi em 2010, conquistou muitos fãs pelo roteiro inteligente e dinâmico. Sherlock Holmes e Dr. Watson formam uma dupla de investigadores em plena Londres do século XXI. A segunda temporada foi transmitida em 2012 e teve o mesmo sucesso que a anterior. Para 2013 já foi prometida uma nova leva de episódios. Luther: A primeira temporada estreou em 2010. A história gira em torno de Luther, um policial que está de volta ao trabalho após ter se afastado ao sofrer uma crise emocional durante as investigações que o levaram à captura de um assassino em série de crianças. Agora, ele tenta manter o equilíbrio mental para continuar com seu emprego e seu casamento com Zoe. Em 2011 a segunda temporada chegou às telinhas. Em 2013 começa a produção da terceira temporada. França: O país não tem muita tradição em fazer seriados, o cinema francês ainda é o grande diferencial na arte dramática francesa. Les Revenants: O seriado estreou em novembro de 2012. Na história, em uma pequena cidade da França, milhares de pessoas mortas de diferentes classes sociais, gêneros ou idades, deixaram o cemitério e ocuparam a cidade. Repentinamente, o fenômeno para, como se as portas do mundo dos mortos fos-

sem fechadas novamente. Agora, a fase mais difícil: a reintegração dos mortos junto às suas famílias, após anos da separação. A segunda temporada ainda não foi anunciada oficialmente, mas, segundo os envolvidos com a produção, os roteiros já estão sendo preparados visando uma provável volta para 2014. Espanha: O país tem tradição em boas produções televisivas, mas pouco difundidas pelo mundo. El Barco: Um cataclismo global, causado por um acidente fatal em Genebra (Suíça), durante a implementação do acelerador de partículas vai levar a tripulação do navio-escola Estrella del Norte para viver a aventura de suas vidas. A série teve sua estréia em 2011 e já se encontra na terceira temporada.

07


08

Por Gabriela Sinelli Martins

Pelo mundo: Praga A capital da República Tcheca é considerada uma das cidades mais bonitas do mundo. Praga é o grande charme do leste europeu, tendo lhe sido dados atributos como ‘cidade de ouro’, ‘cidade das cem torres’, ‘coroa do mundo’, ‘sonho de pedra’. O rio Vltava - considerado patrimônio histórico da humanidade pela UNESCO - não pode ser considerado o maior ponto turístico da cidade. Com mansões e palácios renascentistas, catedrais e rotundas góticas, conventos barrocos e pontes medievais dividindo espaço, representando uma arquitetura riquíssima e que deve ser apreciada aos poucos, a pé. Para se locomover, a maneira mais comum e mais prazerosa é batendo perna pela cidade. Vendo a capital à altura dos olhos, é possível enxergar que Praga é o tipo de cidade deliciosa, que as atrações são próximas e em apenas alguns minutos qualquer pessoa consegue chegar a quase todas elas. As melhores estações para conhecer a cidade, são outono e primavera. O inverno praguense é extremamen-

te rigoroso, a neve encobre Praga e tira todo o charme dourado do lugar. Outra grande vantagem de visitar Praga são os valores nada abusivos. O transporte público é eficiente e barato. Em relação a hospedagem é possível encontrar pequenos hotéis de administração familiar por preços acessíveis. Não é necessário gastar muito com gorjeta: em alguns lugares você nem sequer será cobrado. Taxistas cobram gorjetas altas e de uma forma nada simpática. Praga deixou de ser aquela jóia européia desconhecida para se tornar mais uma das pequenas cidades com grande influência gringa. A cidade vem se preparando cada vez mais para merecer o título de pólo turístico, porém ainda em passos lentos. Lembre-se que apesar da cidade ser linda e encantadora, Praga é uma das menores capitais da Europa, três noites é o suficiente para conhecer toda a cidade. A língua falada por lá chega a ser indecifrável para nós, mas não se esqueça: quem sabe falar inglês, coloca o mundo no bolso.


Uma das seqüências mais aguardadas do cinema chega esse mês as telonas. Homem de Ferro 3 coloca o impetuoso, porém brilhante

Alemanha, 1930. Um jovem judeu fica fascinado por um ‘inimigo’

industrial Tony Stark (Homem de Ferro) contra um vilão cujo alcance

que aos poucos ascende ao poder - B., líder populista cuja pro-

não conhece limites. Quando Stark vê o seu mundo pessoal destruí-

paganda política cria uma atmosfera cada vez mais ameaçadora,

do pelas mãos de seu inimigo, ele embarca em uma caçada para en-

opressiva e profundamente antissemita. Diante da barbárie, o

contrar os responsáveis. Essa jornada, a cada curva, irá testar os seus

protagonista decide assumir uma neutralidade moral, defen-

valores. Encurralado, Stark é obrigado a sobreviver às custas de seus

dendo que, até num duelo de vida ou morte, é preciso levar em

próprios equipamentos, confiando em seus instintos e ingenuidade

conta as razões do inimigo. Assim, distancia-se cada vez mais de

para proteger aqueles que são próximos a ele. Enquanto luta para se

seu povo, enquanto se vê progressivamente absorvido pela figura

reerguer, Stark descobre a resposta da pergunta que secretamente

carismática de um ditador.

o perseguia: será que é o hábito que faz o monge, ou o monge que

Sem nomear a realidade, lançando mão de um recurso original e

faz o hábito?

desafiador - palavras como “Hitler”, “judeu”, “nazista” e “Alemanha” não aparecem uma só vez ao longo do livro.

A Morte do Inimigo (Keilson, Hans - Editora Companhia das Letras - Ano 2013)

Filme: Homem de Ferro III

09

Estreia prevista para 26 de abril de 2013

Caché (2005) Um apresentador de programa de TV e sua esposa passam a receber vídeos com imagens de sua casa e da família, juntamente com desenhos misteriosos. As imagens ficam cada vez mais íntimas, mostrando que o autor das mensagens conhece muito bem o casal.

Amour (2012) Estrelado por dois ícones do cinema francês, Emmanuelle Riva, 85 anos e Jean-Louis Trintignant, 81, o filme trata da relação de um casal de idosos que tem de lidar com a proximidade da morte.

Michael Haneke O austríaco, Michael Haneke é um diretor cultuado por seus filmes que mostram o ser humano com lente de aumento, muitas vezes chegando a ser perturbador. Na última entrega do Oscar, Haneke levou a estatueta de melhor filme estrangeiro, pelo elogiado “Amour”. O cineasta tem na estante todos os prêmios mais importantes do mundo do cinema.

Violência Gratuita (2007) A trama envolve a dona de casa de classe média Anna, seu marido George e seu filho de 10 anos de idade Georgie. A família vai passar um fim de semana de feriado em uma casa de veraneio isolada. O casal é aterrorizado por dois inesperados visitantes: os jovens psicopatas Peter e Paul que os fazem de reféns, utilizando a família em uma espécie de jogo sádico, violento e doentio. Haneke já havia feito o mesmo filme que se passava na Áustria em 1997.


10

Aprenda a Cantar

Bon Jovi Because we can Porque podemos I don’t wanna be another wave in the ocean I am the rock, not just another grain of sand I wanna be the one you run to When you need a shoulder I ain’t no soldier But I’m here to take a stand Because we can She’s in the kitchen starin’ out the window So tired of livin’ life in black and white Right now she’s missin’ Those technicolor kisses When he turns down the lights But lately feelin’ like a broken promise In the mirror starin’ down his doubt There’s only one thing in this world that he’d know He said forever and he’ll never let her down

Não quero ser uma outra onda no oceano Sou a rocha, não apenas outro grão de areia Quero ser aquele para quem você corre Quando precisa de um ombro Não sou um soldado Mas estou aqui para tomar uma posição Porque podemos Ela está na cozinha olhando pela janela Tão cansada de viver a vida em preto e branco Agora mesmo ela está perdendo Aqueles beijos em technicolor Quando ele apaga as luzes Mas ultimamente a sensação é de promessa quebrada No espelho, olhando fixamente para a sua dúvida Há só uma coisa neste mundo que ele saberia Ele disse ‘para sempre’ e nunca vai decepcioná-la

I don’t wanna be another wave in the ocean I am the rock, not just another grain of sand I wanna be the one you run to When you need a shoulder I ain’t no soldier But I’m here to take a stand Because we can

Não quero ser uma outra onda no oceano Sou a rocha, não apenas outro grão de areia Quero ser aquele para quem você corre Quando precisa de um ombro Não sou um soldado Mas estou aqui para tomar uma posição Porque podemos

TV and takeout on a coffee table Paper dishes, pour a glass of wine Turn down the sound and move a little closer And for the moment everything is alright

TV e comida delivery em uma mesa de centro Pratos de papel, ponho vinho na taça Abaixo o som e me aproximo E, pelo momento, tudo está bem

I don’t wanna be another wave in the ocean I am the rock, not just another grain of sand I wanna be the one you run to When you need a shoulder I ain’t no soldier But I’m here to take a stand Because we can, our love can move a mountain We can, if you believe in we We can, just wrap your arms around me We can, we can...

Não quero ser uma outra onda no oceano Sou a rocha, não apenas outro grão de areia Quero ser aquele para quem você corre Quando precisa de um ombro Não sou um soldado Mas estou aqui para tomar uma posição Porque podemos, nosso amor pode mover uma montanha Nós podemos, se você acreditar em nós Nós podemos, apenas ponha seus braços em volta de mim Nós podemos, nós podemos...

I don’t wanna be another wave in the ocean I am the rock, not just another grain of sand I wanna be the one you run to When you need a shoulder I ain’t no soldier But I’m here to take a stand

Não quero ser uma outra onda no oceano Sou a rocha, não apenas outro grão de areia Quero ser aquele para quem você corre Quando precisa de um ombro Não sou um soldado Mas estou aqui para tomar uma posição

I don’t wanna be another wave in the ocean I am the rock, not just another grain of sand I wanna be the one you run to When you need a shoulder I ain’t no soldier But I’m here to take a stand Because we can Our love can move a mountain We can, if you believe in we We can, just wrap your arms around me We can, we can... Because we can

Não quero ser uma outra onda no oceano Sou a rocha, não apenas outro grão de areia Quero ser aquele para quem você corre Quando precisa de um ombro Não sou um soldado Mas estou aqui para tomar uma posição Porque nós podemos Nosso amor pode mover uma montanha Nós podemos, se você acreditar em nós Nós podemos, apenas ponha seus braços em volta de mim Nós podemos, nós podemos... Porque podemos



Wizard News - Edição 14