Page 72

FEARLESS

A POPULARIZAÇÃO “Sempre fui uma pessoa bastante criativa. Eu havia acabado de me formar na faculdade de moda e entrar no mercado de trabalho. Sentia muita falta da parte de criação na minha vida então, depois de assistir alguns episódios de RuPaul’s Drag Race, eu canalizei tudo que eu queria nessa persona que hoje é a LaMona Divine e ela me deu esse respiro que eu tanto precisava”, diz Lamona.

EDIÇÃO No02

Em 2009, começou a ser transmitido nos Estados Unidos o reality show RuPaul’s Drag Race, apresentado pela drag queen, RuPaul Charles. No programa, drags são convidadas a competir entre si e na final, a vencedora é coroada como “America’s Next Drag Superstar” e leva para casa a quantia de 100 mil dólares. O programa se tornou um sucesso mundial e já está em sua 10ª temporada (sem contar os spin offs). A partir disso, a cultura drag cada vez mais deixa de ser um tabu e algo que fica enclausurado dentro das casas noturnas. Elas passam a apresentar programas de televisão, a cantar para plateias lotadas, atuar em novela em horário nobre, apresentar programa de culinária e assim por diante. A cantora Pabllo Vittar, por exemplo, começou sua carreira de cantora fazendo uma versão abrasileirada da música “Lean On”, do dj e produtor americano Diplo. Suas músicas foram conquistando o público brasileiro e agora inicia sua carreira internacional. Já performou diversas vezes na TV aberta e ganhou prêmios por causa de sua música. No Instagram, ela possui mais seguidores do que a própria RuPaul e seus vídeos são os clipes com músicas originais interpretadas por uma drag queen mais assistidos da história do YouTube. Em 1987, aqui no Brasil, já podíamos assistir uma drag queen em emissora televisiva aberta. O programa “A Praça é Nossa” começava a ser transmitido pelo SBT. A ideia do programa era simples: o apresentador Carlos Alberto de Nóbrega ficava sentado no banco de uma praça e diversas personagens passavam por ali. Vera Verão era divertida e irreverente, sempre com a maquiagem carregada e roupas coloridas. Jorge Lafond, o ator criador da Vera Verão, ficou no programa até 2003, quando faleceu por conta de um infarto fulminante. Seu bordão no programa continua ecoando na memória dos brasileiros: ÊÊÊÊPPPAAA!!! Bicha não!

063

fotografia & direção criativa L UCA WEINGÄ R T N E R assitente de fotografia l ucas caba l l e r o produção Daniel a l ou r e n ç o & thais maestr e l l o moda caique tava r e s, matheus ca pa n e m a , & paul o cac h o e i r o elenco ginger moon , L amona dev i n e & shady jor da n a g rad e cim e n t os e spe ciais a o Fl á v i o Ru sso e a e qu i pe d o S tu d io70

Profile for FEARLESS Mag

FEARLESS Mag // Edição No2 - Touch This Skin  

Com três opções de capa, a segunda edição da FEARLESS traz questionamentos sobre o significado da arte LGTBQ+, a representatividade com pink...

FEARLESS Mag // Edição No2 - Touch This Skin  

Com três opções de capa, a segunda edição da FEARLESS traz questionamentos sobre o significado da arte LGTBQ+, a representatividade com pink...

Advertisement