Page 28

LICOPENO E BETACAROTENO LICOPENO O licopeno, por definição, é um carotenoide sem a atividade pró-vitamina A. Os carotenoides são pigmentos orgânicos responsáveis em dar as colorações amarela, vermelha e alaranjada para as frutas, verduras e legumes. O licopeno é o carotenoide que confere a cor vermelha aos tomates, mamão, melancia, entre outros alimentos com aspecto rosado (morango, goiaba, pitanga, pimentão, beterraba, etc.). O licopeno é importante por ser reconhecido atualmente como um dos mais potentes antioxidantes, os quais agem na neutralização dos radicais livres. Os radicais livres, por sua vez, são átomos ou moléculas produzidas continuamente durante os processos metabólicos. Contudo, a produção excessiva de radicais livres pode produzir danos celulares e levar ao desenvolvimento de numerosas doenças. Dessa forma, os antioxidantes do licopeno atuam na prevenção de doenças crônicas por proteger moléculas como lipídios, lipoproteínas de baixa densidade (LDL), proteínas e DNA. Existem evidências científicas de que o consumo de alimentos ricos em licopeno esteja associado a uma redução do risco de câncer e doenças cardiovasculares. Por isso a fama do tomate na prevenção do câncer de próstata. Os tomates e seus derivados são as maiores fontes de licopeno na dieta. Contudo, a quantidade de

licopeno presente nos tomates varia conforme o tipo e o grau de amadurecimento dos mesmos. Assim, quanto mais vermelhos e maduros forem os tomates, maior será a quantidade de licopeno presente no fruto. Para melhorar a biodisponibilidade do licopeno em dietas vegetarianas, deve-se considerar dois aspectos: 1. O consumo do tomate aquecido apresenta maior concentração de licopeno do que o consumo de tomates crus ou suco de tomate fresco. Assim, os molhos de tomates maduros são ótimas fontes de licopeno na dieta. 2. O licopeno se encontra em maiores quantidades na casca/película das frutas e vegetais. Portanto, as dietas vegetarianas devem priorizar o consumo de alimentos integrais com a casca para aumentar a biodisponibilidade do licopeno. Para obter os benefícios do licopeno na dieta, estudos preconizam um consumo de 35 mg/dia. Esta quantidade ao dia pode ser atingida com uma dieta variada nas seguintes proporções: Alimentos fontes de licopeno para um dia (35mg): 1 fatia de mamão + 1 unidade de goiaba + 1 fatia de melancia + 2 und. tomate + 2 concha de molho de tomate (SHAMI E MOREIRA, 2004) 28 | Oficina Culinária

Oficina Culinária  
Oficina Culinária  

Curso de Nutrição do UNASP SP

Advertisement