Page 1

a corrupção assola correios na DR\RJ

Foto: site jornal Extra

A diretoria do SINTECT-RJ vem a público exigir da direção dos Correios uma atitude em virtude das diversas denuncias de corrupção que estão sendo feitas à atual gestão da DR\RJ. Há muito tempo, a diretoria do sindicato vêm denunciado a incompetência da gestão do Sr. Omar Assis Moreira, que agora está se afundando com as diversas denuncias do Jornal Extra sobre desvios de recursos na gestão do plano de saúde dos ecetistas. Para completar esse cenário desastroso da DR\RJ, que tem um dos piores índices de desempenho entre as regionais dos Correios, as unidades dos Correios sofrem com o abandono e a negligência, fazendo os ecetistas trabalharem com as piores condições de trabalho possíveis e, com isso, oferecendo Protocolizamos para população um serviço de baixa qualidade. Para Ronaldo Martins, secretário geral do SINTECTRJ, o Rio de Janeiro não pode ficar refém de uma gestão incompetente e corrupta. “Todos perdem com isso, a população, os trabalhadores, o governo. Mas o pior é o sentimento de impunidade que assola todos nós. Nada foi feito por parte da direção da empresa, mas os ecetistas não vão permitir que mais um corrupto escape da justiça”, afirma o diretor.

o documento para pressionar a empresa tomar providências, não vamos deixar mais esse escândalo virar pizza.

O SINTECT-RJ protocolizou um ofício na direção nacional dos Correios, na última quarta-feira(30) pedindo explicações sobre as medidas administrativas que estão sendo tomadas pela empresa para apurar as denuncias feitas contra o Janjão e o gerente do Correio Saúde no Rio de Janeiro, Marco Silva Esteves. Segundo Marco Sant’aguida, diretor jurídico do sindicato, a empresa até agora não se pronunciou quanto ao que será feito com os denunciados pela Operação Titanium da Polícia Federal. “Protocolizamos o documento pedindo providências, não vamos deixar mais esse escândalo se tornar pizza”, protesta.

A balada no Pit Stop em Jacarepaguá estava bombando, enquanto no prontuário médico afirmava que a moça respirava com a ajuda de aparelhos. A aniversariante e o Facebook desmascaram a farsa.

Entenda o esquema Janjão de enriquecimento ilícito Como há muito tempo o SINTECT-RJ vem denunciando, enfim as feridas feitas nos Correios pela atual gestão da DR\RJ vão ficando expostas. Dessa vez, Janjão uma das mais proeminentes lideranças do PT vai entrar algemado no camburão da Polícia Federal. Sem meias palavras, JANJÃO ROUBOU DESCARADAMENTE o Correios Saúde, numa a fraude desmascarada pela Operação Titanium da Polícia Federal, em matéria publicada pelo Jornal Extra do dia 25 de Outubro. A reportagem mostra como o petista faturou R$ 53 mil através de uma falsa internação de sua esposa no Hospital Laranjeiras. Agora, o principal assessor técnico do diretor regional Omar Assis Moreira, tido como seu braço direito vai ter que cumprir de 2 a 12 anos de prisão.

Segundo Ronaldo Martins, secretário Geral do SINTECT-RJ, o problema não está no plano de saúde dos trabalhadores que é uma grande conquista, mas na gestão da DR\RJ que o Omar Assis Moreira com seus assessores do mesmo nível do Janjão tem feito, um verdadeiro desmonte com a empresa em que a corrupção é apenas uma das incontáveis irregularidades que a turma da DR tem feito na gestão da coisa pública. “A diretoria do sindicato vai continuar exigindo a imediata demissão do diretor regional que não tem competência para gerir a empresa e de sua assessoria que é repleta de escândalos de corrupção como o que nós acabamos de ver. Eu tenho certeza que ainda tem muito mais para aparecer,” sentencia o diretor.


2

Os meninos do Janjão

Farra na casa do Janjão, Janjão dirigindo reunião do PT para distribuição dos cargos e sua aliança com os cutistas

A incrível saga do carteiro Janjão O Jornal Extra ainda mostrou a incrível saga do carteiro João Maurício Gomes da Silva, o Janjão, que entrou na empresa em 1997 como carteiro e, hoje, ocupa uma das mais bem remuneradas funções da empresa, com vencimentos na ordem de R$ 12 mil, entre outros benefícios que a maioria de seus companheiros carteiros não possuem. Para Ronaldão, é positivo que os cargos da empresa sejam ocupados por funcionários de carreira, mas como todos sabem essas ascensões meteóricas sempre tem questões politiqueiras que nada servem para a população e muito menos para nossa empresa. “O jogo de interesses dentro da estrutura dos Correios comprometeram o desempenho da regional, que hoje tem um dos piores índices de desempenho entre as regionais dos Correios e isso reflete diretamente nos serviços oferecidos a população”, explica. Segundo Marco Sant’aguida, diretor jurídico do SINTECT-RJ, as denuncias não se limitam aos problemas do Correio Saúde, mas também ao Vale-Farmácia e as ingerências no Postallis, plano de previdência dos ecetistas. “Denunciamos esses indícios de corrupção em vários órgãos como Ministério Público e Procuradoria Geral da República para que fossem investigadas. Agora, a empresa volta a retrucar que o Correios Saúde em função da corrupção vai virar uma caixa de assistência, que é o Postal Saúde. “Isso não vai acontecer porque o TST julgou que o plano de saúde do trabalhador dos Correios será mantido como conquista da categoria. A caixa de assistência a que eles se referem é o Postal Saúde que foi rechaçado por todos os trabalhadores”, afirma o diretor que garante que o sindicato não vai permitir a privatização da saúde do trabalhador dos Correios.

EXPEDIENTE

O Grito Ecetista é uma publicação do SINTECT/RJ Av. Pres. Vargas, 502, 14º andar - Centro Rio de Janeiro RJ Cep: 20071-000. Tel: (21) 22213-2788 / 2213-2789 / 2213-2790 www.sintectrj.org.br e-mail: imprensa@sintectrj.org.br Jornalista Responsável: Wellington Santos JP34372 Programação Visual: EAI? Comunicação Inteligente Tiragem: 10.000

As matérias publicadas são de responsabilidade da Diretoria Colegiada do SINTECT/RJ

Uma tentativa clara de sucatear o Correio Saúde Janjão enriquecia através de fraudes no Correio Saúde. Em uma de suas operações desmascarada pela Polícia Federal, ele utiliza sua própria esposa para aplicar o golpe. Segundo o prontuário médico Thaísa Guedes teria ficado internada no Hospital Laranjeiras do dia 24 de junho até 14 de agosto em choque séptico em função de uma pneumonia e respirando com auxílio de aparelhos. No entanto, Janjão e esposa aparecem numa festa no Bar Pit Stop em Jacarepaguá no dia 27 de julho com direito a fotos postadas no Facebook, para complicar a vida do casal pilantra, a aniversariante confirmou a presença do casal em depoimento a PF. Assim, a quadrilha era composta, além do Janjão, pelo médico que assina o prontuário, o Hospital Laranjeiras, enfermeiros e todo conjunto de personagens que assinam documentos e laudos para que o dinheiro fosse desviado. Segundo Ronaldão, esse foi o caso que Janjão foi pego, mas essa é apenas uma das formas que temos denunciado da tentativa da empresa de sucatear o Correio Saúde com vistas a entregá-lo para iniciativa privada. “O Omar Assis Moreira faz parte do Postal Saúde que é a tentativa de privatizar o Plano de Saúde do trabalhador. Ele quem é o maior interessado no sucateamento do Correio Saúde,” denuncia

Janjão queria dirigir o SINTECT-RJ O Janjão tem origem na ARTSIND (Articulação Sindical, maior corrente sindical do PT), tendo iniciado sua trajetória nos Correios como sindicalista. Foi secretario Geral da FENTECT e, chegou até mesmo concorrer a Secretário Geral do SINTECT-RJ, mas foi derrotado por nossa chapa. Depois passou a fazer parte da DR\RJ mas continuou fazendo ingerências no movimento sindical, o que é proibido pela constituição, com práticas antisindicais de perseguição aos dirigentes do sindicato e trabalhadores que apoiaram nossa chapa. Nas eleições para diretoria do sindicato em 2012, Janjão coordenou a montagem da Chapa 2, articulando Zélia, Claudinho, Emerson Estilo, entre outros. A situação foi tão descarada que na inscrição de chapa, o próprio se reuniu os componentes da chapa no auditório do sindicato para organizar a oposição. Para Ronaldão, Janjão agia com o consentimento do Omar para garantir uma gestão do sindicato alinhada aos interesses da empresa. “Denunciamos a tentativa da empresa de tentar manipular o movimento sindical a todo momento. A categoria deu a resposta a empresa reelegendo nossa gestão, e com isso a corrupção não entrou no nosso sindicato”, afirma.

Direção dos Correios responde a imprensa propondo o Postal Saúde Na reportagem feita pelo Jornal Extra, a empresa responde, através da assessoria de imprensa, que está tomando medidas para resolver o problema. A nota diz “... aprimorar os controles, a gestão e a transparência do plano de assistência médica, o Correios estão modernizando o sistema com a implantação de uma caixa de assistência no formato de autogestão...”. Segundo Marco Sant’aguida, diretor Jurídico do SINTECT-RJ, a resposta da empresa foi totalmente evasiva uma vez que a caixa de assistência foi repudiada pelos trabalhadores e ainda foi mantido Correios Saúde pelos Ministros do TST por unanimidade. “A empresa está tentando criar uma situação para confundir os trabalhadores e a população”, afirma. Para o Marcos Sant’aguida, a empresa tenta fazer acreditar que criando uma estrutura externa aos Correios com um novo CNPJ vai resolver os problemas quando na verdade o problema é a incompetência da gestão. “Se há incompetência interna hoje não é fora da empresa com essa mesma gestão que as irregularidades serão solucionadas. Nós do movimento sindical vamos continuar na luta, tanto no campo político como jurídico, para a manutenção do Correio Saúde que é uma conquista histórica, que inclusive transcende a criação da ANS” Conclui.

Boletim SINTECT-RJ - Especial Novembro  

Boletim de denuncia de Corrupção na DR\RJ

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you