Issuu on Google+

Programa de Desenvolvimento (da Formação) Espiritual do Aluno FTSA Jorge Henrique Barro1 Introdução Existe uma percepção, por parte de alguns setores das igrejas evangélicas brasileiras, que os seminários se confundem com cemitérios. Afirmam que os seminários matam a vida espiritual do aluno, que entram crendo e saem incrédulos. Essa crítica, apesar dos exageros, tem algumas razões de existir, especialmente em instituições teológicas que focaram mais na educação teológica do que na formação ministerial. A primeira enfatizou a teologia em si; a segunda o ministério pastoral. Nós, na FTSA, temos como vocação a formação ministerial com sólida reflexão bíblica, teológica e contextual. Pensamos a teologia por causa da missão. Para nós, a missão de Deus vem primeiro e os ministérios dos alunos, como a própria teologia, são atos segundos. Ou seja, são respostas ao agir de Deus. Assim, tudo o que fazemos na FTSA, seu processo formativo, é por causa da missão de Deus para a sua glória. Esse é o eixo central que faz com que todas as engrenagens funcionem na FTSA. A missão de Deus determina a vida acadêmica (projeto pedagógico, currículo, ementário, etc) como também a vida espiritual na FTSA. A espiritualidade não pode estar divorciada da vida acadêmica e a vida acadêmica não pode estar divorciada da vida espiritual. Essa separação não tem mais espaço em uma instituição teológica. Porém, é preciso que os(as) alunos(as) reformulem e ampliem a noção e a prática da espiritualidade ao ingressarem na vida acadêmica, já que muitos acabam se frustrando pelo fato de criarem expectativas que não correspondem à realidade do ambiente do ensino de teologia. Visando deixar claro o desenvolvimento da espiritualidade dos alunos da FTSA, escrevemos esse documento, chamado de Programa de Desenvolvimento de Este texto foi produzido por Jorge Henrique Barro e refletido pelo Corpo Docente da FTSA em reunião pedagógica para análise e sugestões. A FTSA prima pela participação dos Docentes no desenvolvimento de seu projeto pedagógico. 1


Programa de Desenvolvimento (da Formação) Espiritual do Estudante da FTSA v. 1-2009

Espiritualidade, para que os estudantes tenham um conhecimento de como se desenvolverá sua vida espiritual ao longo do curso. Destacamos que esse programa é desenvolvido pensando na realidade dessa instituição e seus alunos (se fôssemos uma escola em regime de internato, certamente teríamos que observar outras necessidades não expostas nesse documento). Nosso curso de graduação é noturno, no contexto da realidade urbana, sendo que o perfil desse aluno passa pela necessidade de trabalhar para ter seu sustento, com um tempo mínimo para os estudos e tendo os fins de semana ocupados pelas atividades nas igrejas. Que Deus seja muito gracioso conosco nesse processo de sua formação espiritual! Esse programa revela nossa intencionalidade com o desenvolvimento de sua vida espiritual. Você, aluno, precisa saber e entender que nos preocupamos com sua espiritualidade como um processo de preparar vidas para servir o Reino de Deus. Isso significa que estamos conscientes da nossa responsabilidade e queremos fazer nossa parte nesse processo. Mas significa também que você deve fazer sua parte. É muito fácil colocar a culpa nos outros para justificar nossa pobreza espiritual. Rogamos, em nome de Jesus, que você não venha a colocar a culpa na FTSA se, porventura, não se considera tão espiritual quanto pensa ou deseja ser. Saiba antes de tudo: a primeira pessoa responsável por sua espiritualidade é VOCÊ mesmo. A FTSA é um instrumento de graça nas mãos de Deus para a sua vida. Saiba que ela fará de tudo para te ajudar nesse processo, mas é você que deve prestar conta a Deus sobre sua vida acadêmica, seu caráter e seu ministério. Sua primeira fidelidade é a Deus e sua Palavra. Lembre-se nesses anos todos que: “Portanto, que todos nos considerem como servos de Cristo e encarregados dos mistérios de Deus. O que se requer destes encarregados é que sejam fiéis” (1 Co 4:1-2). Esse programa de espiritualidade tem seu foco em três áreas: sua vida acadêmica, seu caráter e sua vida ministerial.

A espiritualidade por meio da vida acadêmica A sala de aula – a convivência fraterna na diversidade A própria sala de aula é um ambiente de exercício da espiritualidade. Cada aula e cada encontro podem ser um instrumento de transformação. Não se estuda pelo estudo. Estuda-se para se preparar melhor para cumprir a missão de Deus. Assim, cada disciplina e cada aula precisa manter esse foco. Se este foco está claro, então cada encontro pode ser um tempo transformador: seja de mentalidade, conceitos, pré-conceitos, caráter ou atitudes. A espiritualidade, em sala de aula, também deve ser vista nas relações interpessoais entre alunoaluno, professor-aluno e aluno-professor. O respeito pessoal, eclesiástico e doutrinário deve ser percebido. O modo como nos tratamos em sala de aula

2


Programa de Desenvolvimento (da Formação) Espiritual do Estudante da FTSA v. 1-2009

revela também o que se entende por espiritualidade. Este espaço se constitui, portanto, num elemento formativo para o desenvolvimento da espiritualidade. Devocional – a dependência de Deus Todas as classes começam com 15 minutos de devocional. Isso tem como objetivo mostrar ao aluno nossa dependência de Deus e a centralidade da Palavra de Deus nos estudos e permitir que ela dirija nossos caminhos acadêmicos. É um tempo para dedicar à oração, comunhão e saber o que está acontecendo com alunos. Celebrar as vitórias, olhar para as crises existentes, sinalizando ao estudante que a devoção não está separada da academia. Relações éticas – finanças e o plágio A espiritualidade também precisa ser desenvolvida nas relações éticas. O estudante precisa levar a sério sua responsabilidade financeira com a FTSA. A crise financeira do aluno revelará sua espiritualidade, seja na confiança em Deus como também na prestação de contas junto ao departamento responsável. Na fraqueza o poder de Deus é em nós aperfeiçoado. O discente deve manter um contato de transparência com a FTSA nessa área financeira. Outra área ética que revela a espiritualidade é no campo da produção acadêmica. Plágio não pode ser tolerado em instituição alguma, quanto mais na Teológica. O aluno que usa de plágio para cumprir suas atividades acadêmicas peca por ser mentiroso e por fazer uso de algo que não é seu (seja copiado da internet, outro aluno ou qualquer outra fonte). A vida acadêmica exige respeito e seriedade. A espiritualidade do estudante tem muito a dizer e revelar nessa área. Queremos formar alunos que produzam os saberes por si mesmos em diálogo com outros materiais e recursos. Professores – o impacto das suas vidas A integração daquilo que os professores dizem ou fazem tanto dentro como fora das classes releva sua coerência e consistência de vida. “Minha vida é minha mensagem” (Ghandi). Esse é um privilégio que os alunos têm: observar a vida dos seus mestres. Aquilo que os professores fazem de correto é digno de ser imitado. Aquilo que fazem de errado (porque são humanos) serve também de incentivo para não imitar e não para criticar. O aluno, espiritualmente equilibrado, vê o erro e, em vez de sair criticando, discerne que aquilo não pode também acontecer em sua vida. Os erros dos outros servem para nos mostrar que não precisamos repeti-los. Nesse sentido, eles encurtam nosso caminho. Na FTSA os professores possuem uma identidade pastoral - o coração deles é de pastor. Esse fator é fundamental no desenvolvimento da formação espiritual porque eles estão conectados com as igrejas locais. São gente da igreja que estão com a igreja, amam a igreja e lutam por ela. Culto – devoção e reflexão andam de mãos dadas A forma como o culto semanal está desenhado hoje na FTSA é uma combinação de duas coisas: devoção e reflexão. Cada semestre trata de um tema específico a partir da ementa. Dedicamos nossos esforços para compreender esses temas e discernir como os mesmos podem ser instrumentos de desenvolvimento da 3


Programa de Desenvolvimento (da Formação) Espiritual do Estudante da FTSA v. 1-2009

formação espiritual para os participantes. Esse período, que vai das 19h15 às 20h45, é um culto em forma de aula e uma aula em forma de culto. É um espaço para práticas litúrgicas, aprender o como (como se faz a ceia do Senhor, batismo, casamento, funeral, etc.), tempo para comunhão com todos, oração, louvor e adoração. Os alunos são obrigados a participar porque se trata de uma disciplina com exigências acadêmicas (curso) que possui avaliação e freqüência mínima de 75% para ser aprovado. As avaliações se dão no nível de compreensão e aplicação dos temas ensinados.

A Palavra de Deus – no exílio o texto é pátria É possível que uma pessoa estude Teologia e nunca venha a ler a Bíblia toda durante seus estudos. Como pode um futuro pastor, teólogo ou missionário nunca ter lido o principal instrumento do seu trabalho, a Bíblia? Não desejando correr esse risco, a FTSA desenhou um programa de leitura de toda a Bíblia para os quatro anos de estudo. Cada disciplina semestralmente ministrada possui os textos bíblicos nos quais o aluno deve ler e apresentar ao final de cada semestre um relatório de leitura tendo perguntas pré-determinadas com aplicações práticas, pessoais e comunitárias. Esses textos bíblicos são indicados de acordo com a ementa da disciplina. Um exemplo: para disciplina Teologia Bíblica do Ministério Pastoral é requerida que o aluno leia todas as cartas pastorais paulina. Objetivos atitudinais – para além da mente A FTSA exige que cada professor apresente, no primeiro dia do curso, o programa de curso, que inclui a ementa, o problema geral, a justificativa dessa matéria na visão e missão da FTSA, os objetivos, o conteúdo programático e a bibliografia. Cuida-se para que no desenvolvimento dos objetivos, se estabeleça e deixe claro quais são os objetivos atitudinais dessa disciplina. Não focamos apenas nos objetivos intelectivos, mas também naqueles que implicam em caráter e prática de espiritualidade. Com isso a FTSA quer sinalizar que a mente e o coração devem ser objetos de cuidado. Conselho de classe – nome por nome A FTSA possui reuniões bimestrais de conselho de classe. A reunião é feita por ano do curso com a participação dos respectivos docentes de cada turma. O coordenador do curso apresenta nome por nome e passa-se a refletir sobre a vida integral desse aluno: sua participação em sala de aula, seus trabalhos, notas, se apresenta alguma característica nova, estado de ânimo, necessidades emocionais e acadêmicas, etc. É uma maneira de observar a vida do aluno a partir dos cruzamentos e percepções das outras classes. São múltiplos olhares, uma vez que pelo menos cinco professores terão a oportunidade de relatar a vida de cada aluno em particular. A partir dessas observações, surgem medidas práticas para acompanha-los.

A espiritualidade por meio do caráter

4


Programa de Desenvolvimento (da Formação) Espiritual do Estudante da FTSA v. 1-2009

Espírito de servo - servos e servas que serão líderes A FTSA tem uma ênfase que foca não apenas os quatro anos de formação, mas toda a vida da pessoa que passa por ela: somos servos e servas do Senhor. No desejo de preparar vidas para servir o Reino de Deus, a FTSA imprime esse caráter na vida de seus alunos. Estamos preparando servos que serão líderes para que eles possam vir a ser líderes que serão servos. Espírito altivo, orgulho, arrogância, prepotência, altivez nunca combinou e jamais combinará com aquele que estuda Teologia. O homem e a mulher que Deus usa é aquele e aquela que serve. A espiritualidade do aluno será vista e observada na FTSA a partir do compromisso que este assume, perante Deus, de ser um servo obediente do Senhor. Isso certamente será visto nos corredores, em frente dos balcões, no trato com os funcionários, nas atitudes com os professores e entre os próprios alunos. Isso certamente também se estenderá à sua igreja e seus pastores. Espírito de gratidão – em tudo daí graças porque essa é a vontade de Deus A gratidão é sem dúvida uma das marcas mais profundas da espiritualidade. Enfatizamos a gratidão como estilo de vida. Uma vida ingrata é uma vida que não celebra a presença de Deus em todas as coisas. Terrível coisa é essa atitude que diz: “não fez mais do que sua obrigação”. Não queremos oferecer a igreja homens e mulheres ingratos. No período que o estudante passa na FTSA enfatizamos a gratidão como um dos elementos centrais para o desenvolvimento da espiritualidade. Administração do tempo – a disciplina da prioridade Outro aspecto do caráter do aluno que a FTSA enfatiza é o uso do tempo do aluno. As pressões sempre existirão na vida. Certamente uma delas é como administramos o tempo nos dias modernos. Somos uma escola noturna. O tempo é escasso. Muitos dos alunos trabalham para poder pagar seus estudos. O aluno revelará sua espiritualidade no uso desse tempo. Faz-se necessário planejar, administrar e organizar o tempo de tal modo que possa cumprir com suas responsabilidades nos estudos. O aluno que sempre pede prorrogação, mais prazo, etc, revela que sua espiritualidade está truncada. Exceções existem e devem ser entendidas como exceções (crise pessoal, depressão, morte na família, etc). A disciplina pessoal é fundamental na vida de um líder. Capela – solitude, silêncio e contemplação A FTSA não possui um sistema de internato para os alunos. O curso de graduação funciona das 19h15 às 22h35. Isso implica em uma dinâmica muito diferente daquelas escolas em que os alunos moram no campus. A FTSA possui uma pequena capela e incentiva seus estudantes para fazer uso dela. Precisam aprender a desenvolver uma vida de intimidade com Deus não porque são obrigados, mas como expressão de seu amor, gratidão e desejo de Deus. Não existe supervisão desse processo, mas encorajamento. Especialmente por meio da disciplina, Teologia e Prática da Espiritualidade, se incentiva a solitude, silêncio e contemplação na capela. 5


Programa de Desenvolvimento (da Formação) Espiritual do Estudante da FTSA v. 1-2009

Capelania – cuidado e carinho A FTSA conta com dois capelães no momento: um para os homens e outra para as mulheres. Dispomos de uma sala específica e aconchegante para receber os alunos. Destinamos tempo na carga horário desses capelães para semestralmente estar com alunos, ouvir suas dores, discernir suas crises, orientar em situações específicas (finanças, sexo, relação com a igreja, etc.). Esses capelães mantêm o registro desses encontros, de forma ética e sigilosa. Em casos de situações mais graves encaminhamos para um profissional da área (psicólogo), que é professor na FTSA, para uma análise mais criteriosa e profunda. Os capelães trabalham no nível mais relacional e pastoral. Se necessário, o psicólogo surge no nível mais profissional. Apoio extraclasse – cada professor um pastor A FTSA reconhece a importância da relação professor-aluno. O professor é de vital importância para o aluno. É com ele que passará a maior parte de seu tempo na escola. É, também, a partir de sua vida e modelo que a espiritualidade do estudante receberá influências. Consciente disso, a FTSA incentiva, encoraja e destina em sua carga horária um espaço de tempo para atender aos discentes, seja em relação a sua vida acadêmica ou pessoal. Enfatizamos que cada professor deve ser um pastor para eles.

A espiritualidade por meio da vida ministerial Estágios supervisionados – a espiritualidade que faz sentido aos outros A FTSA exige 200 horas de estágio supervisionado. Esse tempo deve ser dedicado para a experiência práticas nas comunidades locais, organizações eclesiásticas ou ONG´s. Nelas os alunos terão oportunidade de servir por meio da pregação, estudos bíblicos, aconselhamento, discipulado, no âmbito social, etc. Esses estágios são excelentes para o desenvolvimento da espiritualidade. Debaixo da supervisão de líderes e pastores os estudantes devem demonstrar como sua formação chega ao campo de missão. Ao final de cada semestre do último ano do curso, o aluno estagiário deverá apresentar relatórios dessas atividades ao Coordenador do curso, dentre outras coisas, tais relatos permitem que se perceba sua espiritualidade nesse processo. Cestas básicas e cuidado com o corpo – servindo os que servem A maioria dos alunos de Teologia no Brasil é de transfundo de pobreza e comunidades carentes. Muitos chegam a FTSA sem promessas de recursos financeiros para manter seus estudos e o sustento da vida. Algumas igrejas, infelizmente, não cumprem o que prometem. Esses estudantes deixam suas famílias, igrejas e cidades e por fim acabam ficando sem respaldo. Muitos deles chegam doentes, com problemas dentários, necessitando roupas e utensílios para a vida em república. A FTSA cuida para que esse aluno tenha o que comer e auxílio com médicos parceiros e amigos. Esse auxílio é informal, a partir do

6


Programa de Desenvolvimento (da Formação) Espiritual do Estudante da FTSA v. 1-2009

esforço próprio da FTSA porque não temos recursos hoje para fazer disso um programa oficial da instituição. Encontro de mentores – prestação de contas A FTSA reconhece a importância que o aluno tenha uma relação íntima com seu mentor/pastor/orientador. Quando esse elo existe percebe-se os benefícios para o estudante, que se sente amparado e conectado com sua igreja local. É desejo e planejamento da FTSA que esse encontro se realize pelo menos uma vez por ano. Nessas ocasiões temos o privilégio de ouvir esses mentores e como a FTSA pode se desenvolver ainda mais. Nem sempre é fácil ter todos os mentores por razões de tempo, finanças e distância. Assim, a FTSA incentiva que o aluno desenvolva uma relação de honra, amor e respeito em relação ao seu mentor designado, mantendo-o informado e atualizado sobre vida acadêmica, espiritual e ministerial. Diretório Acadêmico – aprendendo a importância da mediação O Diretório Acadêmico (DA) tem um papel muito relevante para a vida comunitária e espiritualidade. Além de suas responsabilidades regidas pelo estatuto, o DA lida com as mediações entre o corpo discente e a administração da FTSA. A ênfase dada é que essa relação seja de amor e respeito. Todo ano se promove uma celebração, chamada Entre Nós, cujo objetivo principal é estabelecer uma cultura de honra entre todos. Trata-se de uma festa, com plena participação de todas as classes, com muito humor e reconhecimento por aqueles que servem os estudantes. Com isso os estudantes aprendem a valorizar as pessoas e desenvolver uma espiritualidade de gratidão aos que lhes servem. Conclusão Esse material, conforme destacamos no início, visa deixar claro o desenvolvimento da espiritualidade dos estudantes da FTSA. Indica um caminho que será percorrido, não apenas no período que estudante passará na instituição, como também nossa esperança é que faça sentido para todo tempo de sua vida. Por isso, trata-se de um Programa de Desenvolvimento de Espiritualidade, que deve ser dinâmico e aberto para os novos sopros do Espírito Santo. Com este programa deixamos claro nossa intencionalidade em relação à vida espiritual do estudante que por aqui passa. Cada estudante é responsável por seu desenvolvimento espiritual, assim como também deve ser sua igreja, mentor, família e a própria FTSA. Essa é uma tarefa e em parceria. Que Deus continue nos ajudando a preparar homens e mulheres para servir seu Reino!

7


Projeto espiritualidade