Page 1

Reuniões aos domingos: 10h – Escola Bíblica Dominical 19h – Culto de adoração e louvor

Pastor Wilson Porte Junior liberdadeboletim@uol.com.br – Boletim 03/11/2013 Rua Dorival Alves, 39 Vila Xavier – (16) 9963-2524

Missões

Atacadão de livros Fiel será no dia 17/11

OFF

40% 15oveem1b6ro n

Embarque nessa viagem

missionária!

Custo: R$ 90,00 – vagas limitadas Inscrições: Aline/Patricia (Patão)

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”João 8:32

A livraria de nossa Igreja estará com 40% de desconto! Livros para família, mulheres, educação de filhos, devocionais, etc.... Venha preparado!

Orações Pastor e família, seminaristas, finanças, construção novo templo, Projeto Amor, Fundação Casa, Casa da Criança, Comunidades, Missões, Gideões, Pr Elionai, Juliana, Neto, Marcelo e todos os ministérios. SAÚDE DOS IRMÃOS: Cristina, Fábia, Luciana, Luciana BH, Vilma, Jandira, Clemente, Samuel, Daniele, Simone, Tereza, Sylvia, Neide, Daysi, Raquel, Sinval, Elizabeth e Durvalino, Lurdes, Augusta, Angelina, Deia, Fábio, Odete e Edson. Orem também para outros pedidos que conheçam. Outros motivos falar com Beto/Duda - adriajmendes@ig.com.br (33371319).


Pastoral

Isaque e Reb

Base para viver juntos sem Rev. Augustus Nicodemus Lopes

Alguns queridos amigos têm apelado para o episódio do encontro de Isaque com Rebeca como base para sua posição de que, na Bíblia, o casamento é a decisão de duas pessoas de se unirem diante de Deus e terem relações sexuais. Não precisa de cerimônia pública, compromisso formal, testemunhas, pais, parentes, autoridades, etc. A passagem é esta aqui: Isaque conduziu-a até à tenda de Sara, mãe dele, e tomou a Rebeca, e esta lhe foi por mulher. Ele a amou; assim, foi Isaque consolado depois da morte de sua mãe (Gen 24:67).

O argumento é que o casamento de Isaque e Rebeca foi simplesmente terem tido relações na tenda, sem nenhuma formalidade. Acho que mexeram com

o versículo errado... como sempre, texto fora do contexto é pretexto. É só ler o capítulo 24 de Gênesis todo para se perceber que na verdade, quando Isaque e Rebeca se encontraram e foram para a tenda, eles já eram casados. Explico. Abraão manda seu servo ir até a casa de seus parentes na Mesopotâmia para de lá “tomar uma esposa” para seu filho Isaque (Gn 24.4). Para isto, ajuramentou o servo, que foi como seu representante, ou procurador (Gn 24.2-4 e 8-9). Naquela época os casamentos eram geralmente arranjados pelos

pais e por vezes se usava a figura de um representante legal. Aliás, até hoje, é possível casar por procuração. O servo-procurador foi, orando para que Deus mostrasse quem seria a esposa para Isaque (Gn 24.12-14). Quando ficou claro que era Rebeca, o servo-procurador lhe entregou presentes, que já apontavam para um pedido oficial de casamento (como alianças de noivado, por exemplo), e pediu para conhecer a família dela (Gn 24.22-26). A família era composta da mãe e do irmão Labão, que era o patriarca da família (o pai havia morrido), o que naquela época significava aquele que fazia o papel do líder religioso e civil. É só verificar o episódio mais adiante, em que ela casa as suas duas filhas, Lia e Raquel, com Jacó (Gn 29). Voltando ao relato... Diante da mãe e do irmão de Rebeca, o servo-procu-


beca:

m casar? rador fez a proposta de casamento, repetindo a missão que lhe fora dada: achar uma esposa para Isaque (Gn 24.28-49). Houve a permissão da mãe e do irmão (Gn

24.50-51) e em seguida perguntaram a Rebeca: “queres ir com este homem?”, ao que ela respondeu “irei” (Gn 24.57-58) – algo bastante parecido com “você aceita este homem como seu legítimo esposo?” – “sim, aceito”. E não faltou nem bênção: Labão, como patriarca da família, abençoou Rebeca na saída (Gn 24.60 – a frase “és nossa irmã” sugere que foi Labão quem deu esta bênção). Mais casados do que isto, impossível.

Portanto, quando depois da longa viagem Rebeca encontra Isaque, e o servo-procurador relata tudo o que aconteceu (Gn 24.6166), quem Isaque leva para a tenda para ter relações sexuais é sua legítima esposa, e não uma jovem que ele havia encontrado vagando pelo campo. Portanto, o episódio Isaque-Rebeca é, na verdade, mais uma evidência de que o casamento em Israel não era simplesmente ir para uma tenda ter relações.


Agenda dos Jovens: 02/11– Reunião na casa das Romas, às 20h. 09/11– Reunião na casa da Vilma. (As meninas irão cozinhar para os meninos: Caprichem!) 23 e 24/11– Acampamento dos jovens no pesqueiro do pai doMarcelo. (combinem com um grupo de comprarem barraca, ou vc pode dormir ao ar livre se preferir =) 30/11– MINI SACODE BAIRRO ESPLANADA (evangelismo, ação social, teatro, músicas aguarde as informações).

Boletim 32  

Boletim Semanal da Igreja Batista Liberdade

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you