Page 1

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Assis (SP) - Sexta-feira, 21 de junho de 2013 Ano XIII . Edição 3045 Exemplar: R$ 1,00 Edição digital: www.diariodeassis.com.br e-mail: diariodeassis@uol.com.br

O POVO OCUPA A AVENIDA • Manifesto reúne 3,5 mil participantes • Polícia não registra nenhum incidente grave • Passeata dura uma hora e termina com concentração Foto: Bruno Muniz Silo

Ao menos 3,5 manifestantes, conforme avaliação da Polícia Militar participaram ontem à tarde do ato organizado pelo

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

movimento voluntário “Vem Pra Rua”, que defendeu reivindicações generalizadas, incluindo o fim dos partidos políticos e da

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

corrupção, mais verbas para serviços públicos básicos e respeito aos direitos coletivos. O cortejo percorreu os cerca de 3 quilômetros

da avenida Rui Barbosa, entre a Praça Arlindo Luz e o monumento a São Francisco de Assis, das 17 às 18h10. Ao final houve

concentração e ruidosa manifestação, mas a polícia não registrou nenhum incidente grave e até o fechamento desta edição não havia

informações sobre eventuais detenções. Por volta das 19 horas, os manifestantes começaram a se dispersar. Página 8


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

2

Sexta-feira, 21 de junho de 2013

OPINIÃO O apelo popular por justiça Um leitor pretende protestar contra a extinção dos campos de gabiroba Roberto Silo

PROTESTO – Um leitor diz que nunca viu tanto protesto assim, nem quando foi à falência pela quarta vez e protestaram até sua conta de gás. PROTESTO II – É tanto protesto que está com medo de sua mulher também protestar por cau-

Os protestos que se proliferam pelo país afora e ontem chegaram à cidade, testemunham o quanto a sensação de iniquidade predominante na população, é capaz de gerar reações imprevisíveis e, talvez, imensuráveis, vez que ainda não se sabe onde isto vai dar. De qualquer maneira, o episódio marca o despertar de uma nova era, exatamente aquela em que o povo assume o controle

de seus desejos, por meio da ameaça permanente à ordem social que acaba de instituir mediante o emprego da mobilização maciça, superior a quaisquer formas de controle e até de repressão, vez que se revela pulverizada por toda a extensão do território nacional. Esta maratona de manifestos está produzindo lições inesquecíveis e inquestionáveis, tanto aos governantes de

todas as esferas (e poderes, como Executivo, Legislativo e Judiciário) que certamente aprenderam com quem estão lidando, quanto aos próprios manifestantes, que aprenderam a reagir na prática, com absoluta eficácia, à lamentável incompetência oficial em administrar, legislar e fazer justiça. Aliás, este é um legítimo princípio de justiça com as próprias mãos.

sa daquele seu velho hábito de chegar aos sábados às 2 da manhã cheirando perfume barato e falando mole.

cana, lavoura de soja e pastagem.

daquela frase escrita na camiseta: “Quero ser pobre por um ida, porque todo dia é fóda”.

PROTESTO III – Um leitor diz que protestar é fácil; ele quer ver é o governo resolver todos os motivos de protestos dos últimos dias. Tem protesto até contra a toalha pendurada na janela do vizinho. PROTESTO IV – Tem um leitor que pretende protestar contra a extinção dos campos de gabiroba. Ele acha um absurdo este negócio de transformar os campos de gabiroba em lavoura de

PROTESTO V – Por isso pretende protestar e exigir que sejam tomadas providências imediatas visando repovoar os campos com gabiroba em substituição às lavouras. PROTESTO VI – Tem também um sujeito que vai à próxima passeata, quando houver, todo esfarrapado, que é seu traje cotidiano, protestar contra a pobreza. Ele acha que ninguém deveria ser pobre, principalmente ele. PROTESTO VII – Aliás, acho que ele é o autor

PROTESTO VIII – Já tem gente planejando faturar alguma grana com os protestos. Vender água, espetinho, guaraná, cerveja, maçã do amor, algodão doce, apito, vuvuzela, bandeira e aquela máscara esquisita que vestiram até na estátua do São Francisco. PROTESTO IX – Outro pretende protestar contra o governo porque está demorando para instituir o programa Bolsa Sogra, destinado a beneficiar os solteiros, separados e destrambelhados em geral.

PALAVRAS DE

ESPERANÇA ARTIGOS Sobre as manifestações que se espalham por todo o Brasil, encontrei este texto publicado pelo CEBI. Estou compartilhando.

VEM PRA RUA! A PARÁBOLA DA PERSISTÊNCIA As manifestações populares que estamos presenciando no Brasil durante esta semana me fizeram lembrar a parábola narrada por Jesus em Lucas 18,1-8: A parábola da viúva Persistente. Ignora-se que, para além da persistência na oração, a parábola traz uma mensagem forte de luta incessante, persistente e impaciente pela justiça. Luta que uma pobre viúva enfrenta diante de um insensível juiz. Ela o enfrenta com uma atitude obstinada e até agressiva em busca de justiça. O que nos conta a Parábola? A história que Jesus conta é a de uma viúva sem recursos que busca justiça de certo juiz contra um “adversário”. Sobre esse juiz é dito que ele não teme a Deus e nem se importa com as pessoas. Não se sabe qual era a causa que aflige o direito dessa mulher. Mas, além de sofrer a ação do seu adversário, ainda trava uma luta obstinada contra a corrupção do magistrado que, desprovido de temor a Deus e interesse pelas pessoas, é levado apenas pelo seu próprio interesse, pelos subornos ou intimidação. A pobre viúva, sem dinheiro ou poder, tem a seu favor apenas o recurso da intimidação, da persistência. A ação da viúva é expressa como uma ação contínua e ameaçadora que atinge o juiz onde ele poderia ser atingido: na preocupação egoísta do seu próprio conforto. Nesta mulher obstinada, o insensível magistrado encontrou adversário à sua altura. Ele podia ter sido assaltado por persistência obstinada antes, mas nenhuma que igualasse aos apelos infindáveis e insistentes desta mulher. Ele lhe fez justiça, não porque fosse justo ou mesmo compassivo, mas porque percebeu que não conheceria um momento de paz até que o fizesse. Persistência na luta. As viúvas e os órfãos eram, no mundo antigo e do ponto de vista estrutural, sempre as primeiras vítimas das injustiças e alvos de descaso e de tentativas de fraude e exploração. Desde o Antigo Testamento, Deus aparece intervindo em defesa dos grupos que sofrem essa injustiça estrutural. A viúva da parábola de Lucas 18,1-8 chama a nossa atenção pela sua persistência na luta pelos seus direitos. Ela é uma mulher num mundo de homens, uma viúva sem dinheiro e sem proteção social. O juiz injusto retrata as estruturas de opressão às quais as pessoas estão submetidas. Mas, a parábola concentra sua atenção na atitude obstinada da viúva que persistentemente dobra o juiz a ouvir e julgar a sua causa. Ela não consegue converter o coração do juiz, mas o incomoda a ponto de ele ter que atendê-la. O contexto da parábola e o contexto da luta. O contexto, no qual Jesus propõe essa parábola, inicia-se no capítulo 17,20 de Lucas com uma conversa sobre a vinda do reino de Deus. Jesus é interrogado pelos fariseus a respeito de quando viria o reino de Deus. Jesus lhes responde enigmaticamente: “O reino de Deus já está entre vós”. Depois se dirige aos discípulos fazendo uma memória de dois momentos: Os dias de Noé e os dias de Ló. Nesses dias, o povo vivia comendo, bebendo, casando-se, vendendo, comprando, plantando e construindo, até que veio o juízo. É nesse contexto que Jesus introduz a parábola que versa sobre justiça e juízo, advertindo aos discípulos para não desanimarem na luta ativa de fazer presente o reino de Deus que é justiça, paz e alegria (Romanos 14,17). A advertência de Jesus é para que a espera pelo reino seja uma espera ativa e persistente. O contexto atual não é diferente do contexto da parábola: uma maioria do povo gasta sua vida numa espera passiva do reino: comendo, bebendo, comprando, vendendo, adquirindo somente para si. Talvez existam, entre estes, alguns que já tiveram fé e lutaram ativamente pelo reino de justiça, paz e alegria. Porém, com o passar do tempo, perderam a fé e a esperança e abandonaram a fé e a esperança ativa na vinda do reino. No final, Jesus conclui a parábola perguntando: quando o filho do homem vier achará fé na terra? O perigo é que, ao perder a fé e a esperança ativa no reino de Deus, deixamos de ser “viúvas persistentes” na luta pela justiça para tornar-nos “juízes insensíveis” que já “não teme a Deus e não se importa com as pessoas”. Não estariam aí muitas pessoas da classe média brasileira que hoje se importam apenas com a preservação do seu próprio conforto e que se sentem incomodadas pelo barulho das viúvas persistentes? Vem pra rua!: A parábola da persistência. A parábola apresenta a fragilidade de uma viúva que assume uma atitude persistente que incomoda o juiz. Essa parábola retrata bem o movimento que surpreendeu a nação brasileira. A força de um movimento que cresce e se fortalece, incomodando “os juízes” do nosso País que não se importam com as pessoas. Pessoas que pagam caro por um transporte público de péssima qualidade, pessoas que estão sofrendo a falta de boa educação e saúde, pessoas que são vítimas das injustiças e corrupções, isto é, as verdadeiras atitudes violentas e agressivas que devia envergonhar o povo brasileiro, pessoas indígenas que têm sido assassinadas e violentadas nos seus direitos, comunidades quilombolas, pobres excluídos e todas as pessoas que representam as “viúvas injustiçadas” dos nossos dias. É por essas pessoas que devemos ir às ruas. É por essas pessoas que devemos enfrentar todos os juízes e sistemas injustos desse país. Concluo com uma pergunta: de que lado nós estaremos como Igreja? Ao lado do juiz incomodado atingido no seu conforto egoísta ou ao lado da viúva persistente que fazem barulho para incomodar o juiz injusto? ( Odja Barros é pastora batista, Diretora Adjunta do CEBI e coautora do livro Como um só povo - reflexões em torno da unidade da Igreja)

Protestos e mais protestos!... O país, quase todo, sai às ruas para protestar! Dilma finge que não é com ela e vai tentar disfarçar... Cacoete petista mais que idiota hoje em dia. O povo está com olho arregalado, não agüentando mais imposturas. Explicações do fenômeno vão pulular nos noticiários... Antes de pensar as razões, um momento de pura emoção... Fiquei matutando cá comigo! Protestei a vida inteira. Protestei e protestei! De repente, descubro que minhas netas estão nas redes sociais convocando manifestações e açulando o avô. Geram um turbilhão de lembranças. Dirão alguns, vai protestar assim lá na.... Origem de tudo: greve de tarifas em 1956, moleque da Escola Caetano de Campo, na Praça da República, convocado pelo movimento secundarista, irá testar a macheza puxando cordas dos bondes na Avenida Angélica e colocando paralelepípedos nos trilhos, correndo de motorneiros e cobradores e, ás vezes, de alguns meganhas. Sem razões e sem noção. Uma grande aventura! Depois, descobre-se que era pressão da UNE sobre Juscelino recém eleito. Fizeram as pazes. Agitação acadêmica com renúncia do Jânio e a ameaça de deposição de Jango Goulart. Reuniões e mais reuniões, escutando, em rádios especiais da época, a Cadeia da Legalidade do Brizola resistindo aos golpistas no Palácio Piratini em Porto Alegre. Protestos contra militares e contra a invenção do parlamentarismo. Mobilização imensa no plebiscito que arquivou o regime. Muito mais mobilização pelo sucesso do Governo Jango e pe-

Do facebook às ruas, REMINISCÊNCIAS as lições das manifestações É preciso saudar, com entusiasmo, a atual presença dos jovens na militância política. E elogiar a realização das manifestações em São Paulo, que tiveram desdobramentos nas principais capitais brasileiras. Nós, que vimos nossos filhos indo às ruas, devemos nos sentir orgulhosos. Considerados por muitos alienados e individualistas, os jovens mostraram que é preciso renovar a cultura e os hábitos políticos do país. À reivindicação inicial sobre o reajuste da tarifa dos transportes públicos, que ficam devendo e muito em qualidade, somaram-se outras questões, como o combate à corrupção e melhorias na saúde e na educação. As manifestações colocam em xeque nossa própria geração. Para quem ajudou a formar partidos de esquerda democráticos e se propôs a organizar a população das mais diversas maneiras, estamos sendo questionados na forma como nos organizamos na sociedade e nos propomos a transformá-la. Os jovens, que eram criticados por ficarem presos ao facebook, a um mundo virtual, lotaram as avenidas cobrando, de modo coletivo, a melhor destinação dos recursos provenientes dos impostos que pagamos. Não devemos nos contrapor à participação dos jovens. Temos, isso sim, de articular essa força que vem das ruas e as expectativas que estão sendo geradas para promovermos uma renovação da democracia, dos partidos, das eleições, dos mandatos parlamentares e das políticas públicas. Precisamos preservar e incentivar essa alegria que veio das ruas e resultou na redução da tarifa em São Paulo. Afinal, é justamente dela que vemos a esperança de um país melhor.

AMAREL O AMARELO

Já fui criança. Faz tempo. Felizmente ainda trago no íntimo minha porção criança. Morava no sítio, pés no chão, banho de rio. Água da Aldeia. Água límpida da mina que eu bebia na cuia das mãos. Repreensão em casa porque chegava sujo e molhado. Lembranças que não se apagam porque marcaram momentos felizes da minha vida. Brincava com as galinhas correndo atrás delas provocando um alvoroço no quintal, que envolvia o cachorro latindo atrás das aves e partilhando da brincadeira. Ouvia moda de viola e já observava os dedos ágeis do violeiro. Gostava de ouvir rádio, rádio de pilha na falta da luz elétrica. À noite sentava na taipa do fogão de lenha para me aquecer. “Menino, sua tia está te esperando para ensinar as letras”, obedecia a ordem da saudosa mãe. Uma tia que morava conosco iniciara a minha alfabetização. Letras e rádio foram marcando uma história de vida. Mas, a vida é feita de ciclos. Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou não volta mais (que pena!) não podemos ser eternamente meninos, crianças. As coisas vão passando e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora. As letras da primeira cartilha, os sons do radinho à pilha foram marcando uma criança que foi crescendo, curtindo palavras e ouvindo rádio. Minha mãe ligava na Rádio Aparecida para ouvir o Padre Vitor. Ela colocava uma vasilha de água ao lado do rádio para ser abençoada pelo padre. Depois distribuía para cada um de nós. As letras e o rádio cresceram comigo e se tornaram a matéria prima do meu trabalho, envolvendo fatos escritos e fatos narrados, que os moderninhos chamam de multimídia. Uma profissão na qual se pede que o profissional seja bastante observador. Minha primeira pauta foi em criança, quando ouvia os sons e observava os dedos ágeis do violeiro. Hoje, pelas manifestações de rua observo que o Brasil está acordando. Tomara que o gigante pela própria natureza, que tem memória curta, não volte a dormir em berço esplêndido.

Carlos Neder é médico e deputado estadual (PT). Contatos: www.carlosneder.com.br / deputadoneder@al.sp.gov.br

21

Alcindo Garcia é jornalista - e-mail: alcindogarcia@uol.com.br

Aquele que obtém uma vitória sobre outros é forte, mas aquele que obtém uma vitória sobre si próprio é poderoso. (Lao Tsé)

2013/ JUNHO/ 6ª FEIRA | Lua crescente

PE. EDIVALDO PEREIRA DOS SANTOS

MA GENT A MAGENT GENTA

dade. Guerra árdua contra a repressão do regime militar. Anos de chumbo. Duras penas... Sucede a resistência, na academia das instituições moldadas pelo regime ditatorial. Em 1976 participamos da fundação das Associações dos Docentes da USP e da UNESP, onde fui o primeiro presidente. As lutas da academia transbordam para a sociedade: inaugura-se o longo processo da redemocratização. Passam a valer o conhecimento e as táticas e as estratégias políticas, mais que os protestos e a violência. O país marcha lentamente para o processo de redemocratização que se estende pelas lutas eleitorais dos anos setenta: as eleições decisivas de 74 e 78, a Campanha pela Anistia e a volta da eleição dos governadores em 1982. Sucede a Campanha pelas Diretas e a convocação da Constituinte. Muita militância, muita interação entre política e sociedade... Hoje imensa e nova mobilização da sociedade. O Brasil se renova com vigor a partir de suas velhas agruras. Mundão velho das desigualdades sociais, da miséria vexatória e da riqueza extravagante, da necessidade de reformas profundas para se alinhar ao novo mundo e para aproximar a política da sociedade. Nossas mazelas que precisam trato competente: falta de representatividade política de nossas instituições, corrupção, desleixo com a coisa pública e com a sociedade. No novo mundo dos meios de comunicação sem travas e da globalização implacável, os novos processos políticos e sociais vão se resolver numa interação jamais vista no velho século. Para onde vai caminhar o Brasil? Para onde caminha a humanidade? Ulysses Guariba, professor aposentado da USP

Este espaço é dedicado à publicação de artigos produzidos pela “PASCOM” (Pastoral da Comunicação) Diocese de Assis.

CIANO

las reformas de base. No trem para o Rio com sindicalista, a vibração no comício da Central do Brasil. Grande gritaria, grande decepção. Protestos e mais protestos contra o Golpe Militar de l964, agora com noção e militância na Faculdade de Filosofia da Maria Antônia. Bolinhas de gude contra policiais a cavalo na São Bento e na Líbero Badaró. O peso arroxeado das bordoadas no lombo. Reunião dispersada na sede do Sindicato dos Metalúrgicos: unidade de estudantes e operários. Cacetadas pela Ladeira Tabatinguera até ao Parque Dom Pedro II. Encontros furtivos com o movimento dos praças e soldados nacionalistas, mobilizados contra o golpe Militar de 64. Todos expulsos do exército, sem piedade e internados nos porões do navio Raul Soares no litoral do porto de Santos. Sucessão de cassações. Amordaçamento da oposição nacionalista ao exército. Escárnio com a democracia. Ida para a França em 1965. Por lá, muitos protestos em Aix, Marseille e Lyon, contra a Guerra do Vietnam. Sem poder ser preso, implicava deportação, era duro enfrentar a violência pesada da Garde Republicaine. A estudantada corria a jato. Encontros e reuniões com exilados que lutavam pela restauração da democracia no Brasil. Mundo já globalizado de exilados: espanhóis, portugueses, africanos, sul-americanos e do leste europeu. Visão internacional da luta pela democracia. Experiência memorável... De volta ao Brasil e às lides acadêmicas. Cai na cabeça do país o Ato Institucional nº 5. Provoca revolta e ensaios de luta armada. Muito improviso, muito voluntarismo. Aventuras sem esperança e sem lastro na socie-

PRET O PRETO


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Cidade

Sexta-feira, 21 de junho de 2013

3

ORDEM NA RUA Zona Azul retoma convênio com o Departamento de Trânsito Texto: Daniele Melo Fotos: Bruno Muniz Silo

Alexander: ‘a fiscalização é necessária para melhorar o fluxo no estacionamento rotativo’

Segunda-feira, os agentes do Departamento Municipal de Trânsito retomaram

a fiscalização em toda área de estacionamento rotativo de veículos no centro da cidade, que funciona em regime de Zona Azul. A iniciativa resulta do convênio retomado pela Fundação Futuro, administrada pelo Rotary Assis do Vale, com o Departamento de Trânsito, cujos fiscais estão habilitados a autuar eventuais usuários que não usem o cartão de estacionamento, cujo custo é de R$ 1 para vigência de uma hora. De acordo com Alexander Souza Cardoso, presiden-

O cartão custa apenas R$ 1 (a hora) e o valor arrecadado é revertido à Fundação Futuro

te da Fundação Futuro, a fiscalização é necessária para melhorar o fluxo no estacionamento rotativo. “Pedimos aos usuários para que comprem o cartão; contamos com o apoio dos empresários e comerciantes; esta ação beneficia a todos e melhora muito o trânsito; a fun-

dação não tem vínculo nenhum com a prefeitura”, diz. “Temos que conscientizar a população sobre a importância de comprar o cartão; empregamos 200 adolescentes no mercado de trabalho; diariamente 25 jovens pela manhã e 25 à tarde estão nas ruas; o valor cobra-

do mantém a fundação e é revertido em estudos, café da manhã, assistência aos jovens, além dos cursos de inglês, espanhol, administração, departamento pessoal e muitos outros custos”, relata. Segundo ele, ao menos 400 adolescentes frequentam o projeto da Legião Mi-

rim. “Estamos preparando os jovens para o mercado de trabalho; aqui eles têm a oportunidade de mudar de vida; peço aos usuários e comerciantes que nos ajudem; em breve a Polícia Militar também voltará a fiscalizar os carros; estamos aguardando”, adianta.

Pré-conferências pretendem identificar demandas da cidade Texto: Nathalia Fitipaldi Foto: Bruno Muniz Silo

Começaram ontem as pré-conferências da cidade que debate o tema “Quem muda a cidade somos nós: reforma urbana já”. No total serão realizadas seis sessões, para conhecer as demandas da cidade, que serão apresentadas na 5ª Conferência Municipal, marcada para o dia 20 de julho. De acordo com o secretário municipal do Meio Ambiente, Bruno Mota, o objetivo dos encontros é identificar os problemas enfrentados pelas microrregiões no crescimento urbano e elaborar propostas visando a diminuição da desigualdade social e o de-

senvolvimento funcional do município, sem degradar a natureza. Esse diagnóstico fundamentará as novas diretrizes para o desenvolvimento urbano sustentável. “Com base nos relatórios das pré-conferências realizaremos a conferência municipal, onde serão escolhidos dois representantes da cidade para as conferências estadual e federal”, explica. Segundo ele, a cidade vive um momento diferente com a mudança de governo; o prefeito Ricardo Pinheiro assinou o termo Cidades Sustentáveis elaborado pela sociedade civil, que tem 12 eixos e a conferência visa levantar ainda propostas que atendam a estes quesitos.

“Com o levantamento das propostas, poderemos elaborar um plano de ação para atender as demandas do município e trabalhar em direção ao crescimento da cidade; sabemos que não será possível resolver rapidamente todos os problemas do município, mas pretendemos ao menos iniciar a caminhada para que em um futuro próximo tenhamos uma cidade mais desenvolvida e crescendo”, justifica. E sua opinião, é preciso que a comunidade participe, dando sugestões e levantando questões que colaborem com o crescimento municipal. São temas para esta conferência, habitação, saneamento, mobilidade urbana, planejamento e ordenamento territorial e trânsito. As pré-conferências continuam até o dia dois de julho.

Campanha de vacinação contra a paralisia infantil termina hoje na cidade Batalhão homenageia Texto: Daniele Melo

A campanha de vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil) destinada a crianças com idade superior a seis meses e inferior a cinco anos, termina hoje em todas as unidades de saúde da cidade. A meta da Vigilância Epidemiológica no município é atingir 95% desta população, o equivalente 5.269 indivíduos. De acordo com balanço

da Secretaria Estadual da Saúde, na região de Assis ao menos 19,3 mil doses da vacina foram aplicadas. A vacina é segura e os efeitos colaterais são extremamente raros. Os pais ou responsáveis que ainda não levaram seus filhos para vacinar devem procurar uma unidade de saúde e aproveitar para atualizar as doses de outros tipos de vacinas que estejam em atraso.

Saúde prorroga até hoje inscrições para concurso de farmacêutico e assistente A Secretaria Municipal da Saúde prorrogou até às 16 horas de hoje, as inscrições dos interessados em participar do concurso para a seleção de dois farmacêuticos e 15 assistentes farmacêuticos, que organiza. As inscrições podem ser feitas no Departamento de Gestão de Pessoas da Secretaria Municipal da Saúde, situada na rua Cândido Mota, 48, vila Central. Para concorrer às vagas de farmacêutico é exigência o certificado de conclusão do curso de Farmácia e registro CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

no Conselho Regional de Farmácia, enquanto as 15 opções de assistente farmacêutico, exigem certificado de conclusão de curso de Assistente Farmacêutico por instituição reconhecida pelo MEC. As provas objetivas para as duas funções será aplicada no dia 13 de julho, às 8 horas, na Fema – Fundação Educacional do Município, situada na avenida Getúlio Vargas, 1200, vila Nova Santana. Os candidatos deverão comparecer ao local da prova, com 30 minutos de antecedência.

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

A intenção da proposta é identificar as demandas da cidade para a realização da conferência em julho

os policiais do mês e se despede de oficiais Texto: Nathalia Fitipaldi Fotos: Bruno Muniz Silo

Ontem pela manhã durante solenidade realizada em seu auditório, o 32º Batalhão de Polícia Militar, baseado na cidade, homenageou os policiais que se destacaram no atendimento a ocorrências durante o mês de maio, e ainda promoveu uma breve cerimônia de despedida a oficiais transferidos. Inicialmente, foram homenageados o sargento PM Rosseto e soldados PM Marco Antônio e Tiago, que no dia oito de maio, atenderam a um chamado de um morador de uma propriedade rural que havia sido assaltada e momentos depois do crime localizaram o assaltante que foi reconhecido pela agricultor. Depois, o soldado PM Marco Antônio foi escolhido o PM do mês de Maio, por sua atuação na ocorrência de destaque do mês e em diversas outras de

tráfico de drogas ao longo do período. Em seguida o comando da unidade, prestou uma homenagem à oficial capitã PM Fernanda Silva Barbosa de Melo, transferida para o batalhão de Jaú, após quatro meses atuando na unidade local, onde comandava as sessões de recursos humanos e assuntos civis. O tenente coronel PM Milton Roberto Dudas também se despediu da unidade, sendo transferido para o batalhão de Ourinhos, depois de comandar o Batalhão de Assis por seis meses. O comandante interino, major PM Adilson Franco Nassaro, parabenizou os homenageados. “Durante o mês de maio, realizamos 130 prisões em flagrante, nunca na história do batalhão tivemos resultados tão expressivos; o batalhão tem sido destaque no Comando de Policiamento de Bauru, por sua produtividade”, concluiu.

Os policiais homenageados obtiveram êxito na captura de um assaltante momentos após o crime

A solenidade contou com a presença de todo o comando da unidade

O soldado PM Marco Antônio, foi eleito o policial do mês pelo desempenho alcançado em diversas ocorrências


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

4

Sexta-feira, 21 de junho de 2013

PROGRAMAÇÃO FILMES 16h15 Globo - O Medalhão (The Medallion, EUA/ China, 2003) - Direção: Gordon Chan - Elenco: Jackie Chan, Lee Evans, Claire Forlani, Julian Sands, John Rhys-Davies, Christy Chung - Sinopse: A história acontece nos dias atuais. Dois policiais de Hong Kong são designados para prender um criminoso. Eles chegam à Irlanda e começam a investigação, mas logo são atacados. Porém, um milagre acontece e ambos voltam a viver.

Jogue suas energias no trabalho e veja como seu humor melhora a olhos vistos. Hoje é um dia de conquistas importantes. Reforma ou mudanças de residência virão a calhar. A dois, não perca a chance de curtir os momentos de intimidade. Cor verde-escuro.

Bom dia para ampliar a sua área de atuação profissional. Este é o momento de fazer contato com pessoas que estão distantes. Bom astral no romance. Hoje, você saberá como convencer ou seduzir quem ama e a comunicação será seu grande trunfo. • Cor branco.

HORIZONTAIS 1. Tipo de queijo coalho de leite de soja/antigo navio a vela com três mastros; 2. Estabelecimento de ensino/prova federal feita pelos estudantes do ensino médio; 3. Presidente da República entre 1969 e 1974/uma fruta agridoce; 4. Fixado ou apertado com parafuso; 5. Assinalar/organização não governamental; 6. O choupo-branco, árvore ornamental/derrubada de árvores; 7. Órgão que filtra o sangue/maior patente do Exército, em tempos de paz; 8. Colorizar, corar; 9. Cruel (antigo)/país do Sudeste da África; 10. Prender, amarrar/apartar de si, afastar; 11. Elevar à dignidade real/um móvel comum.

Você vai estar com uma consciência mais crítica acerca das coisas que estão em sua vida. Nada vai cair do céu, mas tudo o que fizer será devidamente recompensado. Excelente astral para deixar o convívio com a pessoa amada mais agradável. • Cor cinza.

Ótimo dia para coligações, acordos e alianças. O seu progresso vai estar na dependência das associações que fizer. Some forças com quem comunga dos mesmos interesses. No campo afetivo, você vai estar no centro das atenções nesta noite. • Cor vermelho.

VERTICAIS 1. Coar com peneira de seda de laboratório/o Departamento de Aviação Civil; 2. Um sufixo nominal de diminuição/ilegal; 3. O banco central dos EUA/cortejar; 4. Juntaram, ligaram/correia dupla afivelada à sela para sustentar o estribo; 5. Especialista que estuda as relações entre os seres vivos e o meio ambiente; 6. Maneira, modo/viver na solidão, no campo; 7. Craniano; 8. Recitará (o que está escrito)/capital da Alemanha; 9. Manchar/na região são-franciscana, estúpido, bronco; 10. Suprimento de animais de uma tropa de cavalaria/umas (antigo); 11. Capital da Jordânia/glaciar.

O dia pode ser muito produtivo, principalmente para quem trabalha em casa, por conta própria ou como profissional liberal. Conhecimentos ou experiências anteriores podem ser muito úteis agora. No amor, zele por sua privacidade esta noite. • Cor preto.

Alguém da família precisar da sua ajuda financeira, mas a recíproca pode ser verdadeira. Não tenha receio em aceitar a generosidade das pessoas que fazem parte da sua intimidade. Na paixão, o astral revela a possibilidade de uma grande vitória. • Cor vinho.

SOLUÇÃO: HORIZONTAIS: 1. Tofu, Galera, 2. Ateneu, ENEM, 3. Médici, Romã, 4. Roscado, 5. Sinalar, ONG, 6. Álamo, Abate, 7. Rim, General, 8. Colorir, 9. Diro, Maláui, 10. Atar, Alijar, 11. Coroar, Mesa. VERTICAIS: 1. Tamisar, DAC, 2. -ote, Ilícito, 3. Fed, Namorar, 4. Uniram, Loro, 5. Ecólogo, 6. Guisa, Ermar, 7. Cranial, 8. Lera, Berlim, 9. Enodoar, Ajé, 10. Remonta, Uas, 11. Amã, Geleira.

Bom dia para expressar o seu lado mais criativo. A chave do sucesso está em se fazer o que gosta, por isso agarre o momento de se dedicar a uma atividade com a qual se identifica. No amor, espere por um astral muito harmonioso com seu par. • Cor amarelo.

MALHAÇÃO I 17:30 I GLOBO Fatinha se sente ofendida por Bruno ter escolhido um guru falso para celebrar o casamento dos dois e o rapaz tenta se defender. Tizinha termina o relacionamento com Nélio. Fatinha conversa com Bruno e decide sair de casa. DJ Marlboro visita Pilha e diz que Naldo quer que o menino faça um show de abertura para ele. Ju tenta falar sobre a viagem com Gil para os pais, mas é impedida por Marta, que desabafa sobre o almoço na casa de Bruno. Rosa proíbe que Pilha faça um show antes do vestibular. Fatinha pede para ficar na casa de Rosa. Bruno pede que Fatinha volte para casa, mas ela afirma que só reatará o relacionamento depois de casar na igreja.

Cassiano apoia o namoro de Taís com Mantovani. Ester se emociona com declaração que recebe de Cassiano. Cristal decide ir para Vila dos Ventos. Mila desmarca seu encontro com Hélio. Veridiana descobre que Dadá saiu escondida e manda Candinho e Lino a trazerem de volta. Mantovani e Taís se beijam. Juliano pede Natália em casamento e Doralice fica arrasada. Ester ouve Dionísio mandar Alberto enviar seu tesouro para a Europa e tenta achar a chave do elevador que leva à fortuna de Dionísio. Quirino tenta convencer Doralice a aceitar o casamento de Juliano e Natália. Ester encontra a chave do elevador e fica horrorizada com o que vê no esconderijo.

SANGUE BOM I 19:45 I GLOBO Há boas chances de melhorar os seus rendimentos, só não vale abrir mão da sua privacidade. Trabalho de assessoria, pesquisa, investigação ou que exija sigilo será muito vantajoso. Um certo mistério pode envolver a sua vida amorosa. • Cor tons claros.

Fabinho marca um encontro com Irene. Érico pede para ver Renata. Lara se faz de vítima no programa de Sueli Pedrosa. Amora se recusa a falar sobre Simone e rasga o postal que recebeu. Natan incentiva Maurício a voltar com Amora. Amora convence Bento a manter seu namoro escondido. Kevin filma Bárbara com máscara no rosto. Fabinho é obrigado a voltar para a Class Mídia e teme por seu encontro. Bárbara manda Xande chamar Filipinho para jantar em sua casa. Érico, Bento e Rosemere expulsam Sueli Pedrosa do hospital. Douglas faz uma declaração para Giane. Irene chega ao restaurante e se preocupa com a demora de Fabinho. Fabinho consegue acertar o slogan para a campanha e é liberado por Natan.

AMOR À VIDA I 21:00 I GLOBO Os amigos podem desempenhar um papel importante na concretização de seus objetivos. Plutão em seu signo enfatiza o seu domínio e a capacidade de influenciar as pessoas com as quais convive. É tempo de aperfeiçoar o relacionamento a dois. • Cor laranja.

Você pode exercer a sua autoridade ou liderança de forma discreta. Sua intuição para expor suas ideias na hora mais oportuna vai estar aguçada. Está livre? Alguém que faz parte do seu cotidiano pode se revelar uma pessoa muito especial. • Cor preto.

Você saberá estreitar os seus vínculos de trabalho, amizade e afeto. Tenderá a buscar o sentido mais profundo de todos os acontecimentos e situações. É uma fase promissora às mudanças. Sua vida amorosa conta com ótimas vibrações neste dia. • Cor marrom.

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

Félix troca a medicação de Paulinha por água. Simone entrega os novos contratos com os preços dos fornecedores para Lutero. Paulinha passa mal e Lutero manda Ciça aumentar a dosagem da medicação. Márcia tira Valdirene da delegacia. Félix conta para Tamara o que fez contra Paulinha. Lutero entrega a Eron os contratos dos fornecedores. Amarilys leva Patrícia para conhecer Niko. Atílio fala para Valdirene tentar conquistar um jogador de futebol. Rogério leva Nicole em casa depois do tratamento. Thales se recusa a aceitar o plano de Leila. Thales visita Nicole. César tenta disfarçar quando um mensageiro do seguro do carro de Aline o procura na frente de Pilar. Niko conta a Eron que fingirá ser o namorado de Patrícia. Paloma acorda na hora em que Paulinha está sendo levada para a UTI.

CARROSSEL I 20:30 I SBT O empresário diz para Olívia que não acha necessário demitir Suzana por justa causa. Suzana arruma suas coisas e se prepara para sair da escola. A professora maltrata os alunos pela última vez. Eles começam a jogar bolinhas de papel e a gritar para que a megera vá embora. Alberto conversa com Jorge sobre a sua fatura do cartão de crédito e pergunta ao filho sobre um saque que foi utilizado para alterar o carro que usou na corrida. A família Rivera está pronta para mudar de casa. Cirilo confessa que não gostaria de ir embora, Paula explica ao filho que as mudanças são necessárias na vida. Helena e Renê levam as crianças na sorveteria para comemorar o fim das aulas. Suzana passa no local e se incomoda com a felicidade de todos. A megera promete voltar e se vingar. Os alunos comemoram a permanência dos professores Renê e Helena. A professora avisa aos alunos que no próximo ano, talvez, não dê mais aula para eles. Paula e José se despedem da casa antiga. O casal venda os olhos de Cirilo e o levam para conhecer a nova casa da família Rivera. Miguel diz a Maria Joaquina que está muito orgulhoso da filha por ela ter ajudado Cirilo na corrida. A patricinha confessa ao pai que o garoto foi enganado, pois Jorge sabotou o carro de Cirilo. Miguel promete fazer o que é certo. José, Paula e Cirilo chegam à casa nova. O garoto fica impressionado com o novo lugar. Miguel vai à casa de Alberto e revela ao pai de Jorge que seu filho pagou dois amigos para sabotarem o carro de Cirilo.para a janela do quarto de Maria Joaquina. Cirilo vibra muito ao descobrir que agora é

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

CANAL ZAP

FLOR DO CARIBE I 18:00 I GLOBO Não tenha medo de revelar o que pensa e sabe, pois tudo indica que você saberá convencer as pessoas que fazem parte do seu cotidiano. Na vida a dois, o clima é dos mais felizes. Há sinal de perfeito entrosamento com a pessoa amada. • Cor tons pastel.

22h45 SBT - Uma Chamada Perdida (One Missed Call, Japão EUA Alemanha, 2008) - Direção: Eric Valette - Elenco: Shannyn Sossamon, Edward Burns , Ana Claudia Talancón, Ray Wise, Azura Skye, Johnny Lewis, Jason Beghe, Margaret Cho, Meagan Good, Rhoda Griffis, Dawn Dininger, Ariel Winter, Sarah Jean Kubik, Raegan Lamb, Karen Beyer - Sinopse: Remake do filme de horror japonês Chakushin Ari (2003), no qual uma série de pessoas começa a receber mensagens no celular delas mesmas. O problema é que as mensagens incluem data, hora e todos os detalhes de como essas pessoas irão morrer.

Tudo novo de novo Os 18 anos no ar fazem com que “Malhação” acabe repetindo a escalção de alguns atores. Como é o caso de Paulo Betti, que integra o elenco da novela adolescente pela terceira vez, agora como o mau-caráter Caetano. O ator – que participou das temporadas de 2005 e 2001 – acredita que é a chance de um novo público conhecer seu trabalho, com mais de 30 anos de carreira . “Eu nem lembrava que já tinha feito ‘Malhação’ três vezes. Vi isso na internet. É uma nova geração que se abre como espectador para você. As mães me conhecem, mas o filhos agora passam a me conhecer também”, afirma. Na trama de Ana Maria e Patrícia Moretzsohn, ele interpreta um empresário que se mantém a partir de meios escusos e vive na Barra da Tijuca, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Rejeita os amigos do Grajaú, seu local de origem na Zona Norte do Rio. Apesar do caráter de vilania do personagem, Paulo pretende investir no tom cômico da história. Em especial na parecia com Marcelo Laham, que interpreta seu assistente Abelardo. “É uma trama muito boa, mas vou levar pelo viés cômico. Eu e o Marcelo seremos uma dupla. Tudo o que ele faz é para se enturmar no condomínio da Barra. Vai tentar jogar golfe”, ressalta. Onipresente - Paulo Gustavo tornou-se o novo queridinho do momento no mundo do humor. Em meio às gravações do seu novo programa no Multihsow, “Vai Que Cola”, o ator também lança seu novo filme, “Minha Mãe É Uma Peça”, inspirado em seu espetáculo teatral homônimo. Além disso, ele continua com a nova temporada do “220 Volts”. A partir do dia 8 de julho, o humorista poderá ser visto no novo ‘’sitcom’’ do canal a cabo que mescla técnicas de tevê e teatro, como o auxílio de uma plateia durante as gravações. “É muito bom poder participar desse formato novo para mim. É uma experiência muito tentadora juntar duas áreas tão legais”, explica. Sem estresse - Carlos Lombardi não se mostra preocupado que os baixos índices de audiência de “Dona

Caetano da próxima temporada de “Malhação”, da Globo

Xepa” reflitam em sua estreia na Record com “Pecado Mortal”. O autor garante que sua responsabilidade está em escrever uma história interessante, compreensível e que chegue ao alcance do maior público possível. Já a audiência depende de diversos outros fatores. Dança das cadeiras - Após 40 anos dedicados à Globo, o diretor de Desenvolvimento Artístico, Ary Grandinetti Nogueira, se desligou da emissora para um período sabático, seguido de novos projetos com a empresa. Ary será substituído por Monica Albuquerque, diretora de Comunicação Corporativa, que, a partir de 1º de julho, passará a responder pela diretoria de Desenvolvimento Artístico, no Entretenimento. Luiz Claudio Latgé, que, nos últimos 28 anos esteve à frente de diferentes áreas do Jornalismo, integrará a equipe da Comunicação, como diretor adjunto da área. A Globo Rio também terá novo diretor. André Dias deixa a diretoria de Negociações Especiais em Recursos Humanos para assumir a direção da área. Marca importante - Elba Ramalho está com o passe valorizado na equipe de ‘’Flor do Caribe’’. O autor Walther Negrão pensou especialmente no nome dela para algumas sequências que se passam no bar de Cassiano, vivido por Henri Castelli. E assim que recebeu o convite do diretor Jayme Monjardim, ela não hesitou em aceitar. Além disso, a cantora terá um papel relevante na descoberta da mãe de Candinho, interpretado por José Loreto. Ao ver um vídeo de Veridiana, de Lau-

ra Cardoso, falando sobre a filha, Elba encontrará uma mulher vendendo cordel e desconfiará das histórias parecidas. No topo - Depois de praticamente sair muda e entrar calada em “Salve Jorge’’, Mariana Rios pode ganhar um prêmio de consolação da Globo. A atriz está cotada para protagonizar “Além do Horizonte”, próxima novela das sete. Caso a escalação se confirme, ela será Lili, uma jovem que irá para Amazônia em busca de seu pai, desaparecido há 12 anos. Rápidas # Vai ao ar, hoje, o último episódio da temporada de “O Dentista Mascarado”. # Amanhã, seis crianças tentam preencher as vagas para a semifinal do “Ídolos Kids’’. # Raul Gil recebe Thaeme & Thiago no programa deste sábado. # Neste sábado, a Globo exibe o jogo entre Brasil e Itália pela Copa das Confederações. Foi bem - A primeira temporada de ‘’Pé na Cova’’, que chegou ao seu fim ontem. A produção mostrou uma forma nova de humor com críticas sociais. Não é de se espantar que já tenha sua segunda temporada garantida. Foi mal - A frustração de Marcelo Adnet na Globo. “O Dentista Mascarado” chega ao fim sem esperanças de uma nova temporada. Com roteiro fraco e piadas previsíveis, a produção abafou o melhor talento do humorista, o improviso.


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Sexta-feira, 21 de junho de 2013

Polícia

5

Acusado por furtar óleo diesel paga R$ 4 mil de fiança Foi preso pela Polícia Militar de Paraguaçu Paulista terça-feira, às 23h30, em uma estrada que demanda do dis-

trito de Conceição de Monte Alegre à sede daquele município, o motorista de um caminhão Ford Cargo, placas de

Assis, que transportada 10,6 mil litros de óleo diesel e 250 de óleo lubrificantes, produtos recém furtados de uma

chácara naquelas imediações. Ele foi autuado em flagrante na delegacia daquela cidade e depois acabou

liberado mediante o recolhimento da fiança arbitrada em R$ 4 mil. O caminhão e os produtos permaneceram apreendidos.

Adolescente é detido Carro roubado é recuperado em Palmital embalando crack A Polícia Militar de Tarumã prendeu quarta-feira por volta das 17h30 em uma casa da Rua Acre, naquela cidade, um rapaz de 18 anos com 10 gramas de crack divididos em 50 porções (pedras) que embalava para venda, na companhia de outro ado-

lescente, de 16 anos. Os dois foram levados à delegacia e ouvidos. O adulto terminou autuado em flagrante por tráfico de drogas e levado para a cadeia de Lutécia, enquanto o menor de idade foi liberado sob cuidados do Conselho Tutelar.

Populares localizaram um Ford Eco Sport, prata, ano 2006, abandonado em um sítio do bairro rural Água de Santo Antônio, zona

rural de Palmital e comunicaram a PM. Os policiais apuraram que o veículo havia sido roubado recentemente e

o levaram à delegacia da cidade para formalizar o auto de recuperação e posterior restituição ao seu dono. Eco Esport XLT, Freestyle 2008, completa, flex vermelha

POLICIA MILIT AR ORIENT A: MILITAR ORIENTA: Parati Club. 98, verde compl. com roda 17

NÃO PAGUE RESGATE Se você tiver seu veículo furtado, não pague “resgate”. Ao ser contatado com o criminoso que furtou seu veículo procure a polícia imediatamente. Faça a sua parte! Com essa atitude, você estará contribuindo com a segurança de todos.

Palio, 4 portas, 2010 preto, completo

POLÍCIA MILITAR- COMPROMISSO COM O CIDADÃO! Faleceu dia 19/06 na cidade de Tarumã, aos 86 anos a Sra. HAYDEE LABS MORO. Seu corpo foi velado no Velório Municipal de Tarumã, de onde saiu o féretro ontem as 17:00 hs para o Cemitério Municipal daquela cidade.

APOIO:

Gol GIV, 2009, prata 4 portas, flex, completo

Saveiro 1.6, flex, 2004 cinza, compl., rodas 17

Corsa Sedan, ano 2004, prata

OFERTA DA SEMANA DE 19.500 POR 17.500 Kombi, 2004, branca, álcool,

Av. Rui Barbosa, 513 - Assis-SP Tel: (18) 3321 2680 Zafira, 2006, preta, cpmpleta

Rua Angelo Bertoncini, 447 Fone/Fax: (18) 3323 1897 - Assis

Astra Sedan, 2005 cinza, cmpleto

Parati 1.0, 2001, preta, compl. +bc de couro, rodas orbital

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

6

Sexta-feira, 21 de junho de 2013

Abrigo a Idosos pede ajuda para concluir ampliação de prédio

NOVO TETO Texto: Daniele Melo Foto: Bruno Muniz Silo

“Iniciamos a construção de dois novos quartos amplos e modernos, além de dois banheiros no ano passado para acomodar melhor nossos internos e pedimos o apoio de todos para concluirmos o acabamento des-

tas obras”. O apelo é de Daiane Vieira dos Santos, assistente social da Associação Abrigo a Idosos, ora em fase de ampliação. De acordo com ela, a instituição trabalha para oferecer um serviço de qualidade e digno àqueles que necessitam. “Retomamos as obras

EMPREGOS UNIP – Universidade Paulista Está recebendo currículos de pessoas Portadoras de Deficiência. O candidato deverá incluir no currículo o número do CID e um breve descrito de sua deficiência. O currículo pode ser enviado para o email: ASSISSERVICOADM@GMAIL.COM.

EMPRESA CONTRATA

JARDINEIRO REQUISITOS: ACIMA DE 18 ANOS E COM EXPERIENCIA. OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR CURRICULUM PARA:

ASSISSERVICOADM@GMAIL.COM

CURRICULOS A Casa Di Conti está recebendo currículos de pessoa portadora de deficiência (PPD). O candidato deve incluir no currículo o número do CID e um breve descritivo de sua deficiência. Os interessados devem enviar para e-mail selecao@contini.com.br até o dia 21/06/2013;

e estamos muito felizes; agradecemos a todos que colaboram conosco; um dos quartos será para acolher novos idosos e o outro funcionará como um espaço reserva, pois reformaremos todos os quartos e precisamos transferir os internos”, explica. “Os novos quartos foram construídos no terreno ao lado da instituição; queremos murá-lo e precisamos concluir o acabamento, mas para isso contamos com a colaboração de todos na doação de materiais de construção; tudo é bem-vindo; esta é uma conquista muito grande; no ano passado terminamos a construção de nosso quarto padrão; ficou lindo todo adaptado

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

com banheiro, vidros temperados, campainha e ventiladores; estes dois novos e todos os outros que reformaremos serão iguais; estamos investindo na qualidade de vida dos nossos idosos, fazendo tudo de bom e melhor somente para que eles se sintam bem”, justifica.

Ela prevê que em dois meses as novas instalações estarão prontas para acomodar os idosos. “Convido todos para ver como tudo está ficando maravilhoso; só temos que agradecer aos colaboradores que são responsáveis pelo nosso sucesso; sem eles não faríamos

tudo isso; estamos com dezenas de idosos que além de tudo precisam de muito amor e carinho; nosso calendário de visitas é de segunda à sexta-feira das 14 às 17 horas e aos sábados, domingos e feriados das 12 às 17”, sugere. Mais informações pelo telefone (18)3421-7475.

Municípios da região recebem R$ 24,7 milhões a mais com parcelamento de imposto O Programa Especial de Parcelamento (PEP) do ICMS, que permite às empresas parcelarem débitos do imposto com uma série de benefícios, rendeu R$ 24,7 milhões a municípios da região. Assis, por exemplo, recebeu R$ 1.428.835,21, em repasses realizados no período de 1º de março a 10 de junho. O programa, que tem prazo de adesão até 31 de agosto, conta atualmente com 45.572 mil contribuintes que desejam regularizar seus débitos e já arrecadou

mais de R$ 4,86 bilhões, que se juntaram à arrecadação periódica do ICMS e foram compartilhados com as 645 cidades paulistas de acordo com o a aplicação do Índice de Participação dos Municípios (IPM). Considerando apenas a arrecadação do PEP, houve um incremento de R$ 1,25 bilhão nos repasses semanais aos municípios - 25% da arrecadação do ICMS é repassado às administrações municipais com base na aplicação do Índice de Participação dos Municípios (IPM) de-

finido para cada cidade. Sobre o PEP - O Programa Especial de Parcelamento do ICMS (PEP) prevê benefícios aos contribuintes paulistas como redução de 75% no valor das multas e de 60% nos juros, no caso de pagamentos à vista. A opção pelo parcelamento prevê redução de 50% no valor das multas e 40% nos juros e pagamento em até 120 parcelas iguais. As empresas podem escolher os débitos que desejam incluir no PEP

(não é obrigatório selecionar todos os débitos). Contribuintes com Inscrição Estadual baixada ou CNPJ baixado também podem aderir ao programa, mediante uso de senha obtida junto ao Posto Fiscal de sua vinculação. Para aderir ao parcelamento de débitos de ICMS, os contribuintes devem acessar o endereço www.pepdoicms.com.br e efetuar o login no sistema com a mesma senha de acesso utilizada no Posto Fiscal Eletrônico (PFE).

Inverno começa com a chegada de frente fria à região O inverno começou oficialmente às 2h04 de hoje, horário de Brasília, já com a chegada de uma nova frente fria que deixará as temperaturas amenas em toda a região, causando chuvas nos próximos dias, conforme previsão do Instituto Climatempo. Hoje o dia permanece chuvoso durante toda a tarde e à noite, com precipitação pluviométrica aguardada de 20 milímetros. A temperatura oscila entre 18 e 24 graus.

CIANO

Dois novos quartos e banheiros foram construídos na instituição

As temperaturas mais baixas devem se prolongar até setembro, período de duração do inverno. A ocorrência de chuvas durante a estação fica dentro da média no Sudeste do país. O inverno começou exatamente às 2h04, horário em que o Hemisfério Sul recebeu a menor quantidade de energia solar, marcando assim o dia mais curto do ano, chamado de solstício de inverno. Conforme climatologis-

tas, não haverá a influência de nenhum fenômeno climático (El Niño e La Niña) e o oceano Pacífico Equatorial apresentará águas próximas da média para essa época do ano e assim deve permanecer pelo menos até o final de 2013. Uma das características da estação será a variabilidade e a alternância do clima, já que a cada semana (6 a 8 dias) chega uma frente fria e provoca mudanças no tempo, com a variação de ne-

bulosidade, chuvas e oscilação na temperatura. O clima deste inverno deve ser semelhante ao anterior, quando choveu em junho e julho e o mês de agosto foi seco. A previsão indica acumulado mensal que varia entre 40 e 80 milímetros. As temperaturas mínimas ocorrerão nas madrugadas devendo oscilar entre 12 e 16 graus; em média e a temperatura máxima, no período da tarde, variará entre 20 e 24.


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

7

Sexta-feira, 21 de junho de 2013

Artistas plásticos exibem mostra a partir de hoje no Mapa Texto: Nayana Camoleze Fotos: Bruno Silo

Ontem pela manhã, o Mapa – Museu de Arte Primitiva de Assis - “José Nazareno Mimessi”, recebeu os artistas plásticos Waldomiro de Deus e G. Fogaça, para a montagem da exposição “2 Vezes Brasil”, a ser inaugurada hoje, com visitação prevista até o início de agosto. Com patrocínio da Lei Goyazes, a mostra exibe material individual dos artistas, porém, de forma simultânea e integra o calendário de atrações culturais programadas em comemoração ao aniversário da cidade, celebrado no dia 1º de julho. Depois de passar pela Galería Carmem Montila, em Havana, Cuba, a mostra será apresentada no Mapa e, segundo Waldomiro, a organização pretende alcançar um número satisfatório de alunos, em visitas monitoradas. “Assis é uma cidade privilegiada por ter aqui um museu como o Mapa, que pode ser considerado um berço da cultura; as crianças precisam aprender a olhar e admirar, ter orgulho do grande e importante acervo existente em sua cidade, como o que vemos aqui, um acervo guardado com cuidado e carinho, pela FAC”, comentou o artista. Ele lembra que esteve na cidade em muitas outras ocasiões, na década de 70, por exemplo, quando conheceu José Nazareno Mimesse, que organizou e dá nome ao Mapa, bem como em 2003, ano em que pintou a frente do Museu. “Em 2003 estive na cidade e fizemos um movimento bacana pela cultura, pintando a frente do Mapa, para dar mais visibilidade ao museu, pensando em chamar mais a atenção da população ao espaço tão rico; acredito que a obra de arte desperta a sensibilidade no ser humano, informa e é também uma espécie de luz, que brilha nos

olhos e tira a venda que impede uma melhor visão da cultura”, acrescentou. “Essa sensibilidade não tem classe social, pode ser rico, pobre, todos são iguais diante da arte; fico feliz em saber que muitas escolas aqui da cidade já utilizaram minhas obras para releituras em sala de aula com os alunos, pois a arte desperta a mente; conheci Nazareno em 1970, morava em uma casinha próxima aos trilhos, recentemente conheci seu filho, que me tratou com imenso carinho, com muita sensibilidade à arte, igual ao pai”, lembrou. A exposição tem curadoria de Enock Sacramento e produção de Malu Cunha. Estão expostos 35 quadros, com técnicas e tamanhos variados. “Através de suas obras esses artistas fazem uma reflexão sobre o Brasil, suas cidades, problemas sociais, folclore, religião, origens e os diferentes aspectos da vida social brasileira”, acrescentou Malu. O artista plástico G. Fogaça explica, por sua vez, que a mostra “2 Vezes Brasil” é resultado do empenho na concepção de projetos que reflitam o momento atual em que vivem os povos da América latina, tentando encontrar resposta na arte, compreendida como meio de aproximação e interação entre as pessoas. “A aproximação entre os povos latinos se torna possível quando compreendemos as manifestações sócioculturais, respeitando essa pluralidade e propiciando trocas culturais, considerou. Entre as obras a serem expostas, 15, todas do artista “Waldomiro de Deus” foram doadas, recentemente, ao Mapa, em decorrência de um projeto organizado por Malu, premiado no edital “Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça” Funarte, em comemoração aos 50 anos de pintura de Waldomiro de Deus.

Waldomiro: Assis é uma cidade privilegiada por ter um museu como o Mapa

PROCURA-SE CÃO DESAPARECIDO Desapareceu de sua casa entre o Jardim Europa e a Vila Adileta terça-feira no início da noite, um cão da raça schnauzer, de 13 anos, cor cinza e branco, chamado Toby, que tem barba e pestanas brancas. Quem o encontrar, gentileza entrar em contato pelos telefones 18-3321-5068 ou 18-9715-3261.

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

A exposição “2 Vezes Brasil” pode ser visitada até o início de agosto

Sobre os artistas e suas obras: Waldomiro de Deus - Nasceu em Itajibá, no sertão baiano, em 1944, região anteriormente habitada por cangaceiros. Chegou à capital paulista num pau-dearara, viajando com trinta pessoas. Aos 17 anos, foi contratado como jardineiro do antiquário Pierre Zacoppe, de São Paulo, passando a morar nos fundos da casa onde estava instalado. Lá encontrou guaches, cartolina e pincel. Começou a pintar. Levou as imagens produzidas para o Viaduto do Chá, onde conseguiu vender dois desenhos a um turista americano. Com o dinheiro comprou material para continuar a pintar. As obras de Waldomiro chamaram a atenção do compositor Teodoro Nogueira, que o levou à redação do jornal A Gazeta, onde conheceu o folclorista Rossini Tavares de Lima. Em 1963, tornou-se amigo do então jornalista Américo Pellegrini Filho, ligado à Associação Brasileira de Folclore, hoje professor e pesquisador da ECA/USP. Pellegrini e Rossini convidaram Waldomiro a expor seus guaches sobre cartolina na Feira de Artigos Típicos Brasileiros no Parque de Exposições de Água Branca. Foi lá que Waldomiro conheceu o decorador Terry Della Stuffa, que comprou 10 dos 48 trabalhos expostos, ofereceu-lhe materiais de pintura e, finalmente, convidou-o a residir num quarto de fundos de sua casa localizada no Jardim Europa, em São Paulo. Em contrapartida, Waldomiro entregava ao decorador sua produção de óleos sobre tela, que acabaram forrando as paredes da mansão. Stuffa passou a convidar pessoas importantes para conhecer a obra do pintor. Uma dessas, foi Mário Schenberg, professor de Mecânica Celeste na USP e crítico de arte, que tornou-se grande amigo e conselheiro de Waldomiro. As obras mais agressivas não agradavam ao decorador, mas eram apreciadas por Schenberg. O crítico salvou o artista de uma produção adocicada e decorativa. Waldomiro passou a submeter a Schenberg sua produção pictórica e isso irritou o decorador. Waldomiro deixou a casa de Stuffa mudando-se para um apartamento na rua Augusta. Mário Schenberg levava personalidades nacionais e estrangeiras para lhe visitar em seu apartamento-ateliê. Em 1966, o pintor participou da I Bienal Nacional de Artes Plásticas, em Salvador, na Bahia e, no ano seguinte, da IX Bienal Internacional de São Paulo. A partir de então, sua carreira deslanchou. Já expôs em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, além de países como França, Rússia, Inglaterra, Estados Unidos, Itália, Israel, Bélgica e Alemanha, entre tantos outros lugares.

G. Fogaça - Nasceu em Goiás/GO, em 1967. Realizou diversas mostras em importantes espaços no Brasil e tem se dedicado à carreira internacional, com exposições em diversos países, como Argentina, Bélgica, França, Espanha, Cuba, Chile, Bolívia e EUA. Seleções Públicas e Prêmios, entre eles Prêmio FUNARTE – Programa Rede Nacional Funarte Artes Visuais, 2010 – Projeto “Arte Contemporânea no Vale do Araguaia”; selecionado edital de ocupação dos Espaços Culturais da Caixa Econômica Federal – Galeria Vitrine da Paulista, São Paulo/SP, entre outros. A pintura de Fogaça exibe uma paleta de cores intensas, que vão do azul ao vermelho, passando pelo amarelo e que incorporam com frequência as secundárias, verde, violeta e laranja, recriando cidades concretas, com ritmo dinâmico próprio das megalópoles.

Serviço: Exposição 2 Vezes Brasil Visitação: Até dia 4 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 8 às 11 e das 13 às 18 horas. Local: MAPA – Museu de Arte Primitiva de Assis “José Nazareno Mimessi”, endereço: Av. Antônio Zuardi, 895, vila Operária. Escolas podem agendar visitas monitoradas pelo telefone (18) 3324-5874. A entrada é franca.

TEMOS ÓLEO DIESEL S10


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

8

Sexta-feira, 21 de junho de 2013

GRITO DE CIDADANIA Milhares de manifestantes ocupam a Rui Barbosa

Textos: Daniele Melo, Nathália Fitipaldi e Roberto Silo Fotos: Bruno Muniz Silo e Nayana Camoleze

Às 17 horas de ontem na Praça Arlindo Luz começou a concentração de manifestantes convocados via internet pelo movimento popular “Vem Pra Rua”, que às 17h45 irromperam pela avenida Rui Barbosa, em número de 3,5 mil conforme estimativa da Polícia Militar, que acompanhou o cortejo até o monumento a São Francisco de Assis, numa extensão estimada de 3 quilômetros, onde chegaram às 18h10. Faixas e cartazes produzidos momentos antes na própria praça, continham apelos generalizados, contra o deputado federal Marco Feliciano, a corrupção política, os partidos, os governantes, a escassez de verbas para a educação, saúde e transportes. Grupos representativos de professores e trabalhadores da área de Saúde se juntaram aos manifestantes, na maioria estudantes, mas também composto por comerciantes, profissionais liberais e funcionários públicos municipais e estaduais. A Polícia Militar e agentes do Departamento Municipal de Trânsito interromperam o trá-

Uma multidão se deslocou lentamente por todo o percurso da avenida Rui Barbosa

fego de veículos da praça Arlindo Luz à rua Sebastião Leite do Canto e mantiveram a

distância de suas quadras impedidas ao trânsito até o final do trajeto. Policiais mo-

torizados também se postaram nas ruas laterais e transversais, bem como na reta-

Manifestante no monumento a São Francisco exibe máscara contra gás

Crianças acompanhadas por seus pais, participaram do ato

guarda da passeata. Adolescentes sobre seus skates e exibindo cartazes, exigiam:

“cadê nossa pista de skate”. As frases de ordem citadas pelos manifestantes durante o percurso, incluíram apelos gerais contra a situação política do país e também propostas municipais, como, “prefeito, vete a concessão do AME”. Vagarosa e ruidosamente os milhares de participantes seguiram pela avenida, organizando breves paradas para atos de protesto contra as mais variadas questões políticas e em defesa de melhorias nos serviços públicos básicos. Diante da prefeitura, cuja porta principal estava guarnecida por um cordão de soldados da Polícia Militar, eles pararam e entoaram o Hino Nacional e depois seguiram até a concentração final, no monumento a São Francisco, que foi decorado com uma Bandeira Nacional ao final do manifesto, que terminou sem atos identificados de violência. Participaram em grande número, alunos da Unesp, estudantes secundaristas, professores universitários e das redes públicas municipal e estadual, bem como sindicalistas de diversas categorias da cidade e de localidades próximas, como Cândido Mota, Maracaí e Paraguaçu Paulista.

Participante manifesta sua indignação contra os governantes

Populares condenam a corrupção e exigem mais saúde, segurança e educação

Aline participou do manifesto com sua filha Ana Carolina, de 2 anos

Ontem por volta das 17 horas uma multidão se concentrou em frente à Praça Arlindo Luz para participar do manifesto “Vem Pra Rua” organizado pela internet que percorreu em passeata toda a extensão da avenida Rui Barbosa em direção à rotatória do monumento de São Francisco de Assis. O manifesto reuniu moradores de todas as idades, famílias, grupos escolares, religiosos e outros, todos unânimes em defesa de melhorias nas áreas de saúde, educação e contra a corrupção. Gisele Modotti foi à avenida com sua avó Terezinha Alves, de 83 anos, seus pais, José Antônio e Aparecida Moreira e sua vizinha Rute Godoi. “Viemos juntos protestar contra tudo o que estamos vendo de errado neste país; é preciso mostrar nossa cara; CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

queremos um país melhor com saúde e educação dignas; pagamos muitos impostos e precisamos do essencial; não somos a favor da copa do mundo; um dinheiro gasto sem necessidade; é um roubo sem fim”, lamentou. Na opinião de Leda Alegre, do grupo “Vem pra rua” o protesto de R$ 0,20 foi apenas um pretexto para que cada um corresse a defender suas causas. “Estamos muito felizes com a quantidade de moradores que vieram; todos aqui estão demonstrando suas angústias em relação a tudo o que vem acontecendo no Brasil e em nossa cidade; hoje (ontem) protestamos por um pronto socorro de qualidade, auditoria nos cofres públicos, enfim cada um pela sua luta; nossa única palavra a todos que participaram conosco é

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Funcionários do Hospital Regional exibiram cartazes contra a privatização na saúde

Protesto reúne 3,5 mil conforme avaliação da PM A Polícia Militar estima que 3,5 mil manifestantes participaram no final da tarde de ontem do manifesto “Vem pra Rua”, realizado na cidade, em apoio ao Movimento Passe Livre iniciado na semana passada em São Paulo. De acordo com o capitão PM Paulo Rezende, a passeata transcorreu de forma tranqüila. “Na nossa avaliação 3,5 mil manifestantes percorreram os cerca de três quilômetros da avenida Rui Barbosa, em um manifesto tranqüilo, em que registramos apenas um fato, a pichação das portas de uma loja, mas este foi um ato isolado”, comentou. O oficial avaliou o ato como uma demonstração de civilidade e patriotismo. “O manifesto foi bem preparado; os organizadores permaneceram à frente da passeata o tempo todo, para que não houvessem incidentes; ficamos muito satisfeitos e acreditamos que a ação deve ser exemplo para outras cidades”, concluiu.

Fernando “precisamos de transparência e de melhoria imediata da educação neste país”

gratidão; não vieram por mim e nem por ninguém e sim por nossos direitos”, disse. Segundo o agente penitenciário, Fernando Rodrigues, os cidadãos têm o dever de construir um país melhor. “Esta é a nossa oportunidade; sou solidário à causa; precisamos de transparência e de melhoria imediata da educação neste país”, argumentou. Por sua vez, Aline de Cássia Silva participou da passeata e levou sua filha Ana Carolina dos Santos Silva, de 2 anos. “Trouxe minha filha, pois estas reivindicações são importantes para mim e para ela que é o futuro do Brasil; luto contra a péssima qualidade na saúde e educação; quero que o PT caia fora logo”, justificou. De acordo com Beatriz Silva Dias, Iara Carolina Ernesto e Isabela Dutra, pela primeira

vez o país não está conformado com tudo. “Queremos segurança, saúde e educação”, reivindicaram. Josiana Bazzanela, coordenadora do setor de juventude da diocese de Assis participou do manifesto representando todos os grupos de jovens da cidade e região. “Somos contra a impunidade, corrupção, direitos não respeitados, enfim pelo melhor a cada um”, disse. Os funcionários do Hospital Regional também participaram do manifesto reivindicando melhorias e qualidade em todos os aspectos da vida do cidadão. Os alunos do terceiro ano do ensino médio do Colégio Santa Maria também apoiaram a causa. “Viemos lutar pela mudança no país; precisamos fazer mais do que falar e ir atrás dos nossos direitos”, justificou o aluno, João Vitor.


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

9

Sexta-feira, 21 de junho de 2013

Geral

Esportes

Faculdade fará sua festa junina no dia 27 A Fundação Educacional do Município – Fema - realiza no dia 27, sua tradicional festa junina que envolverá toda a comunidade acadêmica da instituição convidados da comunidade. O Arraiá da Fema tem como objetivo promover momentos de confraternização e integração entre alunos, professores e comunidade. A festança será a partir das 19 horas e incluirá quadrilhas, barracas com petiscos, guloseimas típicas e animação do cantor Marques Tonello. A comemoração aberta à comunidade, é realizada em parceria com as empresas, Buffet Bela Festa, Center Formaturas, Coelho Formaturas, Wizard, Florença Pães e Doces. Tradição - As festas juninas ou festas dos santos populares são celebrações que acontecem em vários

países e estão historicamente relacionadas com a festa pagã do solstício de verão (no hemisfério norte) e de inverno (no hemisfério sul), que era celebrada no dia 24 de junho, segundo o Calendário Juliano (pré-gregoriano). A comemoração foi cristianizada na Idade Média, se tornando a Festa de São João. Outros dois santos católicos populares celebrados nesta mesma época são São Pedro e São Paulo (no dia 29) e Santo António (no dia 13). As festas juninas brasileiras podem ser divididas em dois tipos, as da região Nordeste e as do Brasil caipira, dos estados de São Paulo, Paraná (norte), Minas Gerais (sobretudo na parte sul) e Goiás. No interior de São Paulo, a tradição se mantem com a realização de quermesses e danças de quadrilha em torno de fogueiras.

Aprovação da “cura gay” estimula preconceito, diz dirigente de serviço social A aprovação da proposta de suspensão de trecho de uma resolução de 1999 do Conselho Federal de Psicologia na Comissão de Direitos Humanos da Câmara, presidida pelo deputado e pastor Marco Feliciano, que proíbe profissionais da área de colaborar com eventos e serviços que ofereçam tratamento e cura da homossexualidade, amplia e estimula o preconceito em relação à população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT). “O fato de uma estância de poder referendar uma proposta dessa natureza legitima e estimula o preconceito e a violência contra os homossexuais. Não se pode querer oferecer um tratamento para algo que não é uma doença. Essa é a maior distorção que os deputados que aprovaram essa medida cometem”, argumenta Marcos Valdir da Silva, vice-presidente do Conselho Regional de Serviço Social do Estado. Segundo ele, políticas públicas estabelecidas pelo governo asseguram direitos à população LGBT, e se mostram contrárias a qualquer iniciativa de taxação da homossexualidade como doença, bem como da adoção de práticas clínicas para o

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

seu tratamento. “De acordo com a Assembleia Mundial da Saúde, realizada em 1990, a homossexualidade foi retirada da Classificação Internacional de Doenças adotada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A aprovação do projeto é um grave retrocesso na luta pelos direitos da população LGBT e uma afronta aos direitos humanos”, acrescenta Marcos Valdir. Antes de ir a plenário para debate, o projeto apelidado de “cura gay” segue para as comissões de Seguridade Social e Família e Constituição e Justiça. “Um Estado que se diz democrático de direito não pode aceitar, reproduzir e promover práticas sociais e institucionais que marginalizem, estigmatizem e levem ao ostracismo pessoas por motivo de orientação sexual e/ou identidade de gênero diferentes do padrão dominante”, enfatiza Valdir. Uma resolução do Conselho Federal de Serviço Social, órgão que rege a categoria, estabelece normas vedando condutas discriminatórias ou preconceituosas, por orientação e expressão sexual por pessoas do mesmo sexo, no exercício profissional do assistente social.

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

OPINIÃO Entre protestos, o belo futebol se esconde na suas entrelinhas Estamos vivendo um dos espetáculos mais relevantes do esporte. A Copa das Confederações aqui no Brasil. Para alguns, mais uma oportunidade de atos escusos “na calada da noite” e, para outros, o evento esportivo de extrema importância que, também, servirá como teste para a averiguação da qualidade de toda a estrutura inerente à realização do maior espetáculo esportivo do universo: a Copa do Mundo. Aparentemente, as seleções mais práticas e plásticas são as européias e têm como sua liderança técnica a seleção da Espanha. É verdade. A décima terceira economia mundial jamais fora um expoente do futebol quando o assunto é seleção nacional; contudo, com seu altíssimo nível de organização do esporte com fortes características empresariais, seus competentes gestores em seus clubes, enfim, o business futebol, mentalidade muito presente nesse país, é hoje a referência de direcionamento e estilo de jogo a se seguir em detrimento da sétima economia, celeiro de craques e pentacampeões mundiais que somos. Isso mesmo. Precisamos aprender a jogar bola com alguns gringos pernas de pau. Espanhóis, alemães e holandeses são os feras e nós os perebas. Entretanto, há de se registrar, também, que o futebol brasileiro anda perdendo não só em campo; além disso, estamos perdendo conceitualmente. O mais duro revés que sofremos é notório ao espiarmos qualquer noticiário esportivo. Estamos valorizando e apreciando frangos de goleiros, treinadores burocráticos, meio campo repletos de volantes. Estamos vivendo um período de depressão conceitual. Sim, porque quando um ancora qualquer de boletim esportivo não mostra o golaço que, segundo o mesmo, lembra o gol de escorpião que o Zico fez num time japonês e mostra, repercute, discute e mostra novamente um frango de um goleiro qualquer, bom, é o fim do poço. Futebol é bola na rede e, em campo, o arrojado treinador da seleção brasileira vem tentando, como seu antecessor, fazer contribuições ao nosso futebol. Desejemos e esperemos sucesso à nossa seleção e acima de tudo ao Futebol Tupiniquim. Juliano Magno de Souza, aluno do primeiro ano de letras da Unesp

Torneio de base reúne equipes da região em disputas semanais O time da categoria sub 10 do Vocem Adpm, que disputa a Copa Regional de Futebol de Base, venceu a representação de Pedrinhas Paulista na rodada de sábado passado, por 4 a 0, com gols de Nikolas, Gabriel Bavaresco, Guliherme Xavier e Guilherme Francisco. Sob direção técnica do treinador Carlinhos, a equipe volta a campo dia 29.

Por sua vez, a categoria sub16, liderada pelo coordenador Fernando Santos e orientada pelo treinador Célio Oliveira, venceu a equipe de Palmital por 3 a 1 na primeira rodada, enquanto na segunda empatou com o C.A. Candidomotense sem abertura de placar. O time enfrenta neste sábado, o Gol de Placa de Palmital. A Copa Regional de Fu-

tebol de Base reúne equipes da região e do Paraná, como CAC e PROJAC de Cândido Mota; Gol de Placa e PM de Palmital; Moleque Travesso e Vocem de Assis; Platina, Pedrinhas, Sertaneja (PR) e Tarumã. Os jogos são todos mandados em Cândido Mota, no Centro de Treinamento Dois Irmãos, aos sábados pela manhã.

A equipe infantil vence seu compromisso na estreia contra Pedrinhas Paulista (Foto: divulgação)

RESULTADOS DE LOTERIAS LOTOFÁCIL Concurso 920 – 19/6/2013 Números sorteados: 01 – 02 – 03- 04 – 05 – 06 – 10 – 12 – 13 – 15 – 16 – 19 – 20 – 22 – 23 Ganhadores de 15 acertos: 7 Rateio: R$ 203.650,00 Ganhadores de 14 acertos: 547

Rateio: R$ 1.145,55 LOTERIA FEDERAL Extração 4.772 – 19/6/2013 1º prêmio 88347 2º prêmio 80078 3º prêmio 76650 4º prêmio 57869 5º prêmio 01319

MEGA SENA Concurso 1.504 – 19/6/2013 Números sorteados: 02 – 10 – 12 – 30 – 41 – 42 Ganhadores da sena: 0 Prêmio acumulado: R$ 20.439.900,81 Ganhadores da quina: 74 Rateio: R$ 25.045,42


CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

Sexta-feira, 21 de junho de 2013

10

Inscrições para concorrer a 2.369 vagas de soldados terminam hoje Escola fará sua festa junina amanhã Terminam hoje as inscrições para o concurso da Polícia Militar de São Paulo. A instituição oferece 2.369 vagas para soldado PM de segunda classe, com oportunidade para homens e mulheres. O cadastramento pode ser feito pelo endereço eletrô-

nico www.vunesp.com.br. A taxa custa R$ 50. Os interessados precisam ter formação de nível médio completo e idade entre 18 e 30 anos. A altura mínima exigida é de 1m60 para mulheres e de 1m65 aos homens. A primeira prova, escrita,

será aplicada em 4 de agosto, nas cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba. As fases finais do concur-

so são prova de condicionamento físico, exames psicológicos e de saúde, investigação social e análise de documentos e de títulos. O edital, com todas as informações sobre a seleção, pode ser visto na página da Vunesp (www.vunesp.com.br).

Amanhã a partir das 17 horas, a escola municipal Pequeno Polegar, realiza sua festa junina, na rua em frente à sua sede, onde haverá apresentações de números de danças juninas ensaiadas pelos 125 alunos que ali estudam. Serão comercializados pratos típicos como cachorro quente, pastel, paçoquinha, pé de moleque, pipoca, além

de refrigerantes; haverá ainda barracas de brincadeiras típicas como a pescaria. Toda a renda será destinada à custear as comemorações da semana da criança e de encerramento do ano letivo. Toda a comunidade está convidada a participar. A escola está instalada na rua Senhor do Bonfim, 2.100.

Prazo para alistamento termina dia 28 Termina na próxima sexta-feira, 28, o prazo para alistamento dos homens nascidos até o dia 31 de dezembro de 1995. Todos desta faixa etária residentes na cidade deverão comparecer à Junta de Serviço Militar, levando o docu-

mento original de identidade ou Certidão de Nascimento, uma foto 3 por 4 recente e comprovantes de residência e de escolaridade. A Junta fica na rua José Nogueira Marmontel, 1.113 e atende de segunda à sexta-feira das oito à 14 horas.

DJ oferece amplo serviço de entretenimento A empresa DJ Magnum Eventos inaugurada recentemente para atender toda a cidade e região na área do entretenimento, oferece a seus clientes o que há de mais moderno em recursos som e iluminação. O empresário, Stéfani Cordeiro, conta que inclui em sua estrutura completa, Movings Head, Laser show, Su-

CIANO

MA GENT A MAGENT GENTA

AMAREL O AMARELO

PRET O PRETO

per Strobo, Som em Sistema Fly, Máquinas de Fumaça e Treliças Box Truss e uma equipe treinada e uniformizada para atender os clientes durante as festas de casamentos, debutantes e formaturas. Mais informações no site www.djmagnumeventos.com.br ou pelos telefones (18) 33222410 e 9628-0153.


21 06  

diariodeassis,sp

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you