Issuu on Google+

Novas Câmeras Pelco, ideais para Rodovias e vias Públicas Novas Soluções Comba para operadoras de telefonia

ANO 01 - ED.05 OUT/2009 DISTRIBUIÇÃO DIRIGIDA

Edição Especial

GuiadePrático Wireless Conheça o AirMAX Ubiquiti Radio MaxBr A solução brasileira para cidade Digital

Cidade

Digital

Saiba mais...

compre também pelo


Futurecom: vem aí uma “Tsunami Positiva” nas Telecomunicações. No mês do FUTURECOM, com certeza estamos entrando num momento especial da economia e do setor de Telecomunicações no Brasil. Passamos mais de 12 meses desde o impacto da crise internacional, do estouro da taxa do dólar, e agora percebemos que no Brasil o déficit de acesso banda-larga, o déficit de uso de computadores, e a necessidade de inclusão digital vem mantendo o mercado de provedores de acesso ativo. Não dá pra parar mais essa onda positiva de classes sociais C e D adquirirem seu primeiro computador, acessarem internet, ter celulares, etc. E a crise fez com que alguns investimentos em infra-estrutura fossem paralisados nas operadoras. Isso criou uma demanda extra nos pequenos provedores, os chamados WISP’s ( wireless internet service providers). Os pequenos WISP’s, que já são mais de 1600 espalhados pelo Brasil, perceberam que não podem viver na dependência das grandes operadoras seja para o link IP central, seja para seu acesso de última-milha. Todos se movimentaram, estão criando suas próprias redes wireless para atender suas demandas sem depender tanto dos meios de terceiros. Por outro lado, o movimento do governo incentivar as Cidades

Digitais, tema que cada dia toma conta da agenda dos prefeitos, vem acelerando a criação de mais infraestrutura de rede nas cidades. As operadoras tradicionais, por sua vez, precisam correr atrás também: investindo em mais capacidade de transmissão: backbones das redes 3G, criação de links de backup, aumentando a cobertura de última-milha em outras cidades, e também aumentando sua capacidade de atendimento de Call Center, afinal, as primeiras multas foram aplicadas, e agora é sério. Tudo isso, somado a posição privilegiada do Brasil na economia mundial, vão sem dúvidas criar a “Tsunami Positiva” no nosso mercado. A WDC Networks quer ser seu parceiro nessa hora, estamos preparados para atender essas demandas: fizemos acordos novos com o fornecedor COMBA de rádios licenciados nas bandas de 8,5 – 18 e 23 Ghz para atender as operadoras fixas e celulares, nacionalizamos a linha de rádios sub-6 Ghz da Radwin, para acesso de última-milha. Fechamos acordos com a Dialogic, líder em solucoes de voz, placas de URA, e Gateways de Voz. Apostamos na fabricação local dos rádios Ubiquiti que inovaram nas redes dos WISP’s do Brasil todo. Apostamos na linha de rádios PROXIM de 300 Mbps MIMO, voltados a cidades digitais, e lançamos nosso próprio rádio de acesso pontomultiponto, com tecnologia Mikrotik. Enfim, quem venha essa Tsunami Positiva !

EDITORIAL Vanderlei Rigatieri

CARTÃO BNDES

A SOLUÇÃO IDEAL PARA FINANCIAR SUAS COMPRAS

Você sabia que com o cartão BNDES emitido pelo Banco do Brasil você pode parcelar suas compras em até 48 meses? COMO OBTER

O Cartão BNDES, destinado para micro, pequenas e médias empresas, é solicitado pelo site www.cartaobndes.gov.br através do link “Solicite seu Cartão BNDES”. Basta preencher os campos solicitados e escolher o Banco do Brasil como emissor.

COMO COMPRAR

Fácil e Rápido! É só acessar o Portal www.cartaobndes.gov.br, clicar no link “Faça sua Compra” e escolher o prazo de pagamento. Veja o catálogo On-Line no site: www.cartaobndes.gov.br, escolha a opção Fornecedor e digite a palavra Livetech.

VANTAGENS EXCLUSIVAS Prestações fixas de 3 a 48 meses Taxa de Juros de 1% ao mês* Limite de crédito até R$ 500.000,00 por cartão Financiamento de 100% do valor Isento de tarifas e anuidades 02

*Dado variável. Todas as taxas disponíveis no site.

Centro de Tecnologia & Treinamento O Centro de Certificação, montado em São Paulo é aberto a revendedores, integradores, instaladores e usuários e oferece uma série de vantagens aos participantes. O profissional sai certificado pelo fabricante dos produtos, sendo avaliado por um teste criado pelos fabricantes que garantam a qualidade de cada profissional certificado e tem acesso direto ao suporte técnico de engenheiros da WDC e dos fabricantes. Consulte no site www.wdcnet.com.br para acompanhar os cursos, certificações e workshop em novas tecnologias e produtos aplicados ao mercado profissional.


S S E L

LW-Bullet2

Tecnologia MIMO Modelos de 100 a 150Mbps throughput real Distância de 15 a 50Km (consulte modelo) Antena Integrada Modelos

I

Transforme instantaneamente qualquer antena em um sistema de Rádio Carrier Class

R

E

Lançamento!!! airMAX UBIQUITI!!! Rocket M – Alta performance, 2x2 MIMO AirMax Basestation

W

NanoStation M - CPE MIMO 2x2 Flexível, potente, ótima relação custo x benefício PE 2x2 MIMO de excelente performance e custo x benefício em 5GHz Bullet M - Soulução AirMax versátil de uma antena para diversas aplicações- 600mW de potência

BULLET

BULLET

Modelos: Bullet2, Bullet2HP, Bullet5, Bullet5HP

z 5,8GH

NanoStation NanoStation 2 2,4GHz

NanoStation 5 5,8GHz WISP AP/CPE | Chipset Atheros | Compatível com Mikrotik e outros AP´s Wi-Fi | Antena Integrada de 14dBi

z 2,4GH

WISP AP/CPE | Chipset Atheros | Compatível com Mikrotik e outros AP´s Wi-Fi | Antena Integrada de 14dBi 03


2x Mais Raio 4x Mais Potente AP Comum 802.11a/b/g

Access Point 802.11n com throughput de 320Mbps para Mercado corporativo abg

n

AP Proxim 802.11a/b/g/n

AP-4000 Access Point traz recursos de segurança de alto nível associado às facilidades de operar com múltiplos SSID, VLAN, Radius e muitos outros.

Orinoco AP-8000

AP-700 Access Point frequência 2.4 ou 5.8 Ghz Uso corporativo suporta serviços de voz e video em tempo real, VLAM i16SSID

04

Alta performance (superior a das redes cabeadas) Melhor custo-benefício Gerenciamento centralizado Planejamento, instalação e segurança da rede sem fio

Orinoco AP-800 Alta performance (superior a das redes cabeadas) Melhor custo-benefício Gerenciamento centralizado Planejamento, instalação e segurança da rede sem fio


E

Abrange Tecnologias GSM, CDMA e WCDMA

Sistema de transmissão IP via rádio Frequência: 18GHz, faixa licenciada pela Anatel Capacidade de transmissão: 300Mbps full duplex Interface giga ethernet Configurações: 1+0 ou 1+1 ODU montada diretamente a Potência de TX configurável Controle Automático de Potência (ATPC) 1536 bytes Max. frame size; VLAN e port-tagging; Switch Layer-2 e QoS.

TABELA ANTENA (M)

0,6

X

W

Sistema de transmissão IP via rádio Frequência: 8,5GHz, faixa licenciada pela Anatel Capacidade de transmissão: 34Mbps full duplex Interface fast ethernet Configurações: 1+0 ou 1+1 ODU montada diretamente a antena Potência de TX Configurável Controle Automático de Potência (ATPC) 1536 bytes Max. frame size; VLAN e port-tagging; Switch Layer-2 e QoS.

R

Modelo: ML-FOE (IP Nativo 300Mbps)

E

L

Suporta taxa de dados de 4Mbps até 155Mbps em frequência de 7GHz a 26GHz

Modelo: ML-MI (IP Nativo 34Mbps)

S S

Soluções Comba

I

Soluções para operadoras de telefonia e empresas para melhorar e ampliar a cobertura móvel para redes 2G e 3G e suas redes de comunicações sem fios

ˆ DISTANCIA (KM)

11

1,2

23

1,8

35

2,4

47

3,0

58

Modelo: ML-GI (IP Nativo 160Mbps) Modelo: ML-GI (IP Nativo 100Mbps) Sistema de transmissão IP via rádio; Frequência: 8,5GHz, faixa licenciada pela Anatel; Capacidade de transmissão: 100Mbps full duplex Interface fast ethernet; Configurações: 1+0 ou 1+1 ODU montada diretamente a antena Potência de TX configurável Controle Automático de Potência (ATPC) 1536 bytes Max. frame size; VLAN e port-tagging; Switch Layer-2 e QoS.

Sistema de transmissão IP via rádio; Frequência: 8,5GHz, faixa licenciada pela Anatel; Capacidade de transmissão: 160Mbps full duplex Interface fast ethernet; Configurações: 1+0 ou 1+1 ODU montada diretamente a antena Potência de TX configurável Controle Automático de Potência (ATPC) 1536 bytes Max. frame size; VLAN e port-tagging; Switch Layer-2 e QoS.

TABELA ANTENA (M)

0,6

X

ˆ DISTANCIA (KM)

28

1,2

57

1,8

84

2,4

--

3,0

-05


80Km ponto-a-ponto

WinLink 1000 IDU-E

...longas distâncias!

Opções de portas E1: 1x E1 2x E1 4x E1

18Mbps full-duplex

Tecnologia OFDM (operação em situações de nLOS) Gerenciamento local ou remoto via software e SNMP

WinLink 1000 PoE Tecnologia OFDM (operação em situações de nLOS) Gerenciamento local ou remoto via software e SNMP

Radwin 2000 120Km ponto-a-ponto

50Mbps full-duplex

Tecnologia OFDM e MIMO Gerenciamento local ou remoto via software e SNMP

The Wireless Choice

06


de WIRELESS São muitas as dúvidas relacionadas a projetos que envolvam Wireless, existem muitos questionamentos e mitos que cercam esse assunto. Qual a melhor tecnologia, a freqüência indicada, a quantidade de equipamentos ideais? Dando continuidade à série de

Quais são os tipos de aplicações mais comuns para o uso de rádios? Quais as frequências mais comuns? A WDC (Wireless Design Center) é especializada na comercialização de rádios de banda larga para redes TCP/IP e TDM (E1), com opções para operação nas faixas de freqüência : Não licenciadas : 900 MHz, 2.4 GHz, 5.4 GHz, 5.8 GHz Restritas: 4,9 Ghz (apenas de uso em segurança pública) Licenciadas : 2,5 Ghz, 3,5 Ghz , 7.5 GHz , 8,5 Ghz, 15 Ghz , 18 GHz, 23 Ghz.

W I R E L E S S

Guia Prático

Os fabricantes representados pela WDC foram cuidadosamente escolhidos para que você tenha total segurança em qualquer tipo de projeto e aplicações : Acesso Última-milha e BackHaul para operadoras de telecomunicações Rede para provedores de acesso a internet Cidades Digitais Monitoramento por câmeras Redes corporativas (dentro de ambientes fechados) Redes domésticas de compartilhamento de internet

guias explicativos, este Guia Prático de Wireless foi desenvolvido pela equipe da WDC Networks que se baseou nas dúvidas mais frequentes dos clientes. Além das respostas à diversas perguntas, o Guia ainda traz um glossário com os termos mais comuns de wireless.

07


Quais são as partes e componentes de um enlace de rádio?

Em quais projetos podemos utilizar a frequência de 4.9 GHz?

Podemos dividir um enlace de rádio nos seguintes componentes:

A Anatel aprovou na resolução Nº 494, DE 24 DE MARÇO DE 2008 a faixa de radiofreqüências de 4.940 MHz a 4.990 MHz para uso em aplicações de Segurança Pública e Defesa Civil, sendo ideal para projetos de segurança metropolitana e monitoramento de câmeras.

Antenas : responsáveis pela propagação das ondas pelo ar Antenas direcionais: que “focam” a emissão das ondas de rádio, por isso são usadas em enlaces ponto a ponto, para atingir distâncias maiores e com menos interferência de outros sinais . Antenas setoriais: Possuem a capacidade de “iluminar” uma área determinada pela sua abertura (60º, 90º, 120º), geralmente usadas nas Bases ou nos pontos de acesso do sistema. Antenas Omni direcionais: Possuem a capacidade de “iluminar” 360º a sua volta, usada em projetos muito específicos, mas com isso atingem distâncias menores.

Sim! Nos últimos anos os equipamentos para frequência livre tiveram uma evolução muito grande. Existem equipamentos que possuem uma série de mecanismos para se livrar dessas interferências. Esses mecanismos estão maduros o suficiente para transportar TDM (E1) e Ethernet no mesmo enlace com garantia de serviço.

Cabo que conecta a antena ao rádio Existem vários tipos de cabos, seu dimensionamento depende da frequência de operação, do modelo do rádio e do modelo da antena, devem ser o mais curto possível para evitar a perda de sinal.

Operar em frequência licenciada é complicado? Quanto custa?

ODU – Outdoor Unit É a parte externa do rádio, deve ser instalado o mais próximo possível da Antena. Responsável pela geração do sinal de RF (rádio frequência). É comum para alguns modelos de rádios que a antena seja integrada à ODU, simplificando a instalação que pode ser feita em mastros, torres, etc.

Existem muitas frequências licenciadas que estão disponíveis para utilização, por exemplo, as faixas de 7 GHz, 8 GHz 15 GHz, 18 GHz, entre outras. Para utilizar essas frequências é necessária a execução de um projeto onde serão consideradas as informações: Aplicação, Coordenadas de instalação dos equipamentos, Capacidade de transporte do enlace, etc.

Cabo que conecta a ODU a IDU Para rádios de frequência nao-licenciadas em geral são cabos de dados par-trançados, com conector RJ-45, e nos rádios de frequência licenciada em geral são cabos coaxiais. É recomendado que se tenha a menor distância possível entre essas unidades.

Este projeto determinará: licença exigida pela Anatel, frequência de operação do enlace e o custo de licença a ser paga para a Anatel. Como ordem de grandeza, essas licenças tem um custo de aproximadamente R$3.000,00 para 5 anos de operação.

IDU – Indoor unit É a parte interna do rádio, a que conecta os equipamentos de redes (switches, roteadores) ao enlace. É esse componente responsável pela alimentação das ODUs para alguns modelos de rádios, e em alguns casos esse componente é apenas uma fonte POE e a interface de rede RJ-45 .

Quais são as informações que devem ser pesquisadas para o correto planejamento de uma rede wireless?

Qual é a melhor tecnologia para meu projeto? A melhor tecnologia é aquela que atende a necessidade com o menor custo possível. Por isso, é muito importante conhecer em detalhes a necessidade do usuário. A tabela abaixo mostra as principais tecnologias do segmento onde a WDC atua, e suas principais características:

A FAVOR

CONTRA

Wifi

São seguros e muito baratos, ideal para viabilizar os projetos onde o budget é limitado.

Com essa tecnologia não é possível garantir SLA ou estabilidade da rede.

Mesh

São práticos, instalação e configuração simples permitindo a expansão da área de cobertura de uma forma rápida.

A área de cobertura do AP é limitada a um raio de aproximadamente 400m. A capacidade de vazão é limitada devido à topologia.

Wi-Max

Maior capacidade de transporte. Suporta operação sem linha de visada. Integração com qualidade de serviço nativo. Já existe equipamentos WiMAX para a faixa de 5 GHz.

Dependendo do tipo de projeto o preço ainda é um fator limitante.

Pré-WiMAX ou Padrões Proprietários

Possuem maior capacidade de vazão e maior segurança em comparação aos rádios padronizados, com preços mais atrativos que os rádios WiMAX.

Não suporta integração com equipamentos de terceiros. Quando possível, é limitada e exigem licenças de software adicionais.

Microondas Freqüências Licenciadas

Excelente estabilidade e garantia de SLA. Ideal para enlaces que exigem grande capacidade de transporte.

Todo enlace deve ser registrado na Anatel.

TECNOLOGIA

MIMO pode ser aplicado em qualquer uma das tecnologias descritas acima. Basicamente, é uma técnica que usa duas ou mais antenas para fazer a transmissão e recepção do sinal, aumentando a capacidade de transmissão do rádio, dependendo do número de antenas o sistema pode operar com velocidade de até 300Mbps. Muita atenção com os equipamentos OFDM em enlaces sem linha de visada! Nem todo rádio que usa essa técnica é capaz de operar em NLOS, portanto, entre em contato com a WDC nesses casos.

08

Operar em freqüência livre é confiável?

Informações referentes à aplicação, se a rede for outdoor ponto-a-ponto. Qual é o tipo de aplicação que será transportada pelos rádios? (Voz, Dados, Imagem) Qual é a capacidade de transporte (throughput e/ou número de canais E1) desejado? Quais serão os tipos de conexões em cada localidade? (Ethernet, E1 120R, E1 75R, etc.) Qual é o SLA (disponibilidade) especificada? Informações referentes à aplicação, se a rede for interna para acesso Wifi Corporativo. Qual é a área que de deseja cobrir? Quantos usuários estarão conectados na rede? Qual será a banda em Mbps exigida por usuário? Haverá mobilidade do usuário pela rede? Informações referentes à topologia de rede e topografia do terreno Existe visada direta entre as localidades? (É necessário fazer uma análise em cada localidade do projeto para verificar se as antenas poderão se ver) Quais são as coordenadas geográficas das localidades (Dados de GPS ou Google Earth)? Como deverão ser conectadas as localidades? (Apontar onde cada localidade deve estar conectada, isso é feito durante os testes de visada). Informações referentes ao local de instalação Qual é a altura do prédio ou torre onde as antenas serão instaladas? Qual é a distância entre a antena e o local onde ficará instalo o rádio? Qual é o tipo de alimentação disponível em cada localidade? Existe proteção contra descarga atmosférica nas localidades? Existe estrutura para fixação do rádio e antena? Existe abrigo para instalação dos equipamentos*? * Necessário para os rádios com unidades internas- IDU Existe visada direta entre as antenas? Quais são os pontos mais altos entre as antenas?

Qual a maneira mais simples para testar a área de cobertura em uma rede interna? A maneira mais simples é instalar um Ponto de Acesso (AP) no local onde será feito o teste e com o auxilio de um Notebook, testar a área de cobertura do AP.


CAMPUS

SEM CONECÇÃO

CAMPUS CONECÇÃO LIVRE

CASAS

Um dos principais fatores limitantes para o crescimento de uma operadora é a capilaridade de sua rede. A opção rádio é a forma mais rápida e com melhor relação custo x benefício para fazer esse tipo de acesso. Equipamentos Híbridos (Ethernet + TDM no mesmo equipamento) Operação em faixa de freqüências licenciadas e não licenciadas. Transporte de link TDM nativo. CLIENTE Transporte de rede Ethernet nativo.

S S

Exemplo Última Milha para Operadora

E

O que é visada? O que é Fresnel?

ETHERNET + TDM

TDM CASAS

Visada é a capacidade de uma antena “enxergar” a outra sem nenhuma obstrução. Fresnel é o espaço “lóbulo cinza da figura 1” entre as antenas necessárias para o funcionamento do sistema. Para o perfeito funcionamento de um sistema é necessário que a zona de Fresnel esteja desobstruída. Existem equipamentos especiais que podem operar com a zona de Fresnel ou visada obstruídos, nesses casos não é possível o cálculo de enlace, sendo obrigatório do teste do equipamento em campo.

Full Duplex ou Half Duplex?

E

ETHERNET + TDM

A principal diferença entre esses métodos é a latência do enlace! Enlaces Half Duplex possuem uma latência muito maior que os Full Duplex.

Como deve ser feito o calculo de enlace? Recomendamos a ferramenta de cálculo fornecido pelo próprio fabricante. Essas ferramentas consideram as características particulares de cada equipamento. A WDC fornece essas ferramentas sem custo, entre em contato.

Quantos rádios podem ser instalados na mesma torre? A resposta dessa pergunta depende de dois parâmetros: Frequência de operação do sistema. Largura de canal utilizado (MHz)

NÚMERO DE RÁDIOS CANAL

CANAL

FREQÜÊNCIA

20 MHz

10 MHz

05 MHz

900 MHz

0

1

2

2.4 GHz

4

8

16

5.4 GHz

12

24

48

5.8 GHz

6

12

25

Observações: 1. Esta tabela serve apenas como referência, o número de rádios pode variar de acordo com a marca e modelo do rádio. 2. As antenas deverão ter espaçamento mínimo de 2m quando os rádios não suportarem sincronismo. 3. A capacidade de vazão do rádio é diretamente proporcional a largura de canal, ou seja, quanto menor a largura do canal em MHz, menor será a vazão do equipamento em Mbps.

Neste exemplo vamos conhecer os principais pontos para a construção de um Wireless Internet Service Provider (WISP) ou Cidade Digital. Devemos compreender que são necessários equipamentos de alta performance e confiabilidade, contemplando soluções ponto-a-ponto e ponto-multi-ponto. Um WISP pode prover conectividade a companhias como, prefeitura, escolas, universidades e outras instituições.

I

Exemplo de Provedor de Acesso a Internet – WISP (Wireless Internet Service Provider) ou Cidade Digital

W

Half Duplex: são os equipamentos que fazem uso de uma frequência (um canal) para operação, esta frequência é compartilhada no tempo, o equipamento ora faz uso da frequência para transmissão e ora faz recepção. Utilizado pelos equipamentos que operam em frequência livre (2.4 GHz, 5.4 GHz e 5.8 GHz), como Wifi, Pré-WiMAX. São os equipamentos que utilizam a técnica TDD (Time Division Duplex).

Ideal para expansão da área de cobertura de redes metro ethernet. Redução de CAPEX para ativação.

R

Radwin 2000 WinLink 1000

Full Duplex: são os equipamentos que fazem uso de duas freqüências (dois canais) para operação, uma freqüência para transmissão e outra para recepção. Geralmente utilizado pelos equipamentos em frequência licenciada. São equipamentos que utilizam a técnica FDD (Frequency Division Duplex).

CANAL

REDE IP

L

ETHERNET + TDM

OPERADORA

O que eu preciso para montar um WISP? 1. Obter as licenças necessárias para operação do sistema. A ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações) é a autarquia responsável pela regulação desse setor, para maiores informações: www.anatel.gov.br 2. Contratação do link de acesso a internet. Este link pode ser adquirido junto a operadora de telecomunicação local ou através das associações de provedores. Por exemplo, um link de 2 Mbps pode atender mais de 100 usuários residenciais considerando links de 256kbps e fator de reuso de banda de 1:20. Junto com o link será necessário adquirir um roteador que será recomendado pela própria operadora. 3. Montagem do centro de controle da rede. São os servidores que irão controlar o acesso de todos os clientes. Essa infra-estrutura pode ser fornecida por terceiros ou ser montada sob plataforma Open Source Linux + RADIUS. 4. Montagem do Backhaul. São os rádios que fazem a conexão entre o centro de controle e as torres repetidoras, recomenda-se equipamento de uso profissional como RADWIN ou COMBA. Recomendamos que o Backhaul seja montado na faixa de freqüência de 5.4GHz ou 5.8GHz. 5. Montagem dos Pontos de Acesso. Cada AP pode controlar até 3 setores. Cada setor pode controlar em média 30 assinantes, portanto um AP pode controlar até 90 assinantes. Se o primeiro AP estiver operando na faixa de freqüência de 2.4GHz, recomendamos que a partir do segundo AP sejam utilizados setores de 5.8GHz. As antenas, cabos e conectores são dimensionados de acordo com o projeto. 6. KIT Cliente. São os rádios que devem ser instalados nas residências ou em qualquer outro tipo de cliente. Recomendamos os equipamentos da UBIQUITI, pois são rádios extremamente robustos e próprios para operar em ambiente externo.

06

PONTO A PONTO RADWIN

NANO STATION 5

02

04

05

05

ROTEADOR

INTERNET SWITCH

03 S

S

09


Exemplo de Projeto para monitoramento com câmeras via rádio

Tabela 3 – RADWIN Winlink 1000 Sistema ponto-a-ponto 5.8GHz Antena Integrada de 22dBi

Neste exemplo vamos conhecer os principais pontos para a elaboração de um projeto para monitoramento com câmeras via rádio. Esse tipo de projeto pode atingir clientes como, prefeituras e condomínios horizontais. O que eu preciso para montar um Projeto de monitoramento com câmeras via rádio? 1. Levantamento das localidades onde as câmeras serão instaladas. Deve-se fazer um estudo no local para garantir que todos esses pontos tenham visada direta para um *ponto de repetição ou para o Centro de Controle e Operação. É de grande ajuda obter as coordenadas geográficas dos pontos para estudo de viabilidade. *Não se recomenda trabalhar com sistemas onde há necessidade de mais de 3 repetições. 2. Fazer o levantamento dos equipamentos a serem utilizados como mostramos abaixo: Pontos de Câmeras: a. Câmeras IP b. Rádios Ponto-a-Ponto – RADWIN Central de Controle e Operação: a. Software de gerenciamento b. Servidor de Gravação / Servidor de Visualização c. Monitor + Teclado de controle d. Switches, cabos e acessórios

DOME IP

MONITOR

CÂMERA FIXA IP

SERVIDOR

Material de apoio

Tabela 1 - Conversão dBm x mW dBm

mW

dBm

mW

dBm

mW

dBm

Watt

0

1.00

10

10

20

100

30

1.00

1

1.25

11

12

21

128

31

1.28

2

1.56

12

16

22

160

32

1.60

3

2.00

13

20

23

200

33

2.00

4

2.50

14

25

24

256

34

5

3.12

15

32

25

320

6

4.00

16

40

26

7

5.00

17

50

8

6.25

18

9

8.00

19

1.7

12

32

3

18

20

5.5

24

18

7.7

36

7

13.2

48

2

18

Modulação (Mbps)

Distância (Km)

Throughput (Mbps) Full Duplex

9

80

0.7

12

80

1.1

18

65

2.8

24

58

4.5

36

23

11.3

48

6

17.9

Modulação (Mbps)

Distância (Km)

Throughput (Mbps) Full Duplex

9

80

0.7

12

80

1.1

18

80

1.9

24

80

2.8

36

58

7.1

48

16

16.3

Tabela 5 – PROXIM MP.11 Modulação

Distância (Km)

Throughput (Mbps) Full Duplex

130 7 50 117 10 46.3 104 15 37.3 78 34 24.4 52 77 10.1 39 109 4.3 26 120 1.9 13 120 0.8 5.8GHz Antena Integrada de 28dBi SLA = 98% Modulação (Mbps)

Distância (Km)

Throughput (Mbps) Full Duplex

130 5 50 117 10 43 104 23 35 78 34 24.4 52 53 13.5 39 76 7.6 26 98 3.5 13 120 0.8 5.8GHz Antena Integrada de 32dBi SLA = 99.7% Modulação (Mbps)

Distância (Km)

Throughput (Mbps) Full Duplex

130 117 104 78 52 39 26 13

5 10 23 34 53 76 98 120

50 43 35 24.4 13.5 7.6 3.5 0.8

Ponto-Multi-Ponto – 4.9GHz Antena Base Antena Cliente Station

Distância (Km)

2.56

21dBi 21dBi

1 3.4

35

3.20

6Mbps

17dBi

21dBi

7

400

36

4.00

27

512

37

5.00

64

28

640

---

---

80

29

800

---

---

ML-MI 8,5GHz 34Mbps DISTANCIA MÁXIMA(KM)

ˆ DIAMETRO ANTENA(M)

0,6

25

0,6

12

1,2

57

1,2

25

1,8

84

1,8

32

2,4

--

2,4

50

3,0

--

3,0

63

X

Modulação

DISTANCIA MÁXIMA(KM)

Distância (Km)

17dBi 17dBi

23dBi 23dBi

1 3

6Mbps

17dBi

23dBi

9.5

Throughput (Mbps) 2 2 2 20 19 18

ML-FOE 18GHz 300Mbps

Ponto-Multi-Ponto – 2.4GHz Cliente AP SK-333/600 Bullet2 + R52 ANTENA

ANTENA

Distância (Km)

17dBi 17dBi 17dBi 17dBi 17dBi 17dBi

24dBi 28dBi 32dBi 24dBi 28dBi 32dBi

2 6 16 1 3 9

Ponto-Multi-Ponto – 5.8GHz

ˆ DISTANCIA MÁXIMA(KM)

ˆ DIAMETRO ANTENA(M)

0,6

7

0,6

5,5

1,2

14

1,2

11

1,8

21

1,8

17

2,4

29

2,4

--

3,0

--

3,0

--

X

Ponto-Multi-Ponto – 5.4 / 5.8GHz Antena Base Antena Cliente Station

54Mbps 36Mbps

Tabela 6 - UBIQUITI

ML-GI 8,5GHz 100Mbps

ML-GI 8,5GHz 160Mbps

10

46

Modulação (Mbps)

17dBi 17dBi

Obs1. Considerar antenas com polarização Vertical. - Obs2. Os dados estão considerando disponibilidade de 99,994%.

X

9

5.8GHz Antena Integrada de 22dBi SLA = 90%

54Mbps 36Mbps

Tabela 2 – COMBA distância 34, 100, 160, 300M Sistema ponto-a-ponto

ˆ DIAMETRO ANTENA(M)

Throughput (Mbps) Full Duplex

5.8GHz Antena Externa de 32dBi

CONTROLE

X

Distância (Km)

5.8GHz Antena Externa de 28dBi

CENTRAL DE MONITORAMENTO

ˆ DIAMETRO ANTENA(M)

Modulação (Mbps)

Tabela 4 – RADWIN 2000

DISTANCIA MÁXIMA(KM)

Throughput (Mbps) 20 15 12

AP SK-333/600 + R52

Cliente NanoStation 5

ANTENA

ANTENA

17dBi 17dBi 17dBi

14dBi 14dBi 14dBi

Distância (Km) 2 6 16


S

,

E

S

GLOSSARIO de Wireless

DES

Método de criptografia utilizada em rádios.

WEP

Método de criptografia utilizada em rádios, muito conhecida devido suas vulnerabilidades.

WAP

Método de criptografia utilizada em rádios, muito robusta, recomendada para redes corporativas.

bps

bits por Segundo, seus múltiplos são kbps, Mbps,Tbps

Bps

Bytes por Segundo, seus múltiplos são kBps, MBps, TBps

BSU

Base Station Unit (Rádio Base)

RSU

Remote Station Unit (Rádio Cliente)

IDU Indoor Unit – Parte do rádio que deve ser instalado em ambiente abrigado.

ODU

Outdoor Unit – Parte do rádio que deve ser instalado próximo a antena.

CPE

Customer Premises Equipment, equipamento que deve ser instalado como cliente da Base.

DSSS

Direct-Sequence Spread Spectrum, forma de ocupação do canal através da técnica do espalhamento do sinal

OFDM

Orthogonal Frequency Division Multiplexing, forma de ocupação do canal através da técnica de múltiplas freqüências ortogonais

802o1x

Método de autenticação seguro com suporte a consulta a banco de dados

FDD

Frequency Division Duplexing, técnica onde se usa dois canais, um para transmissão e outro recepção.

Wi Fi

Wireless Fidelity.

WiMAX

Worldwide Interoperability for Microwave Access

WLAN

Wireless Local Area Network.

WMAN

Wireless Metropolitan Area Network

BPSK

Binary Phase Shift Keying, Modulação de baixa velocidade alta robustez.

L

dBm

Usado para representar potência na escala logarítmica.

E

Enlace no sentido CPE para Base, dados transmitidas no sentido da CPE para Base

QAM

Quadrature Amplitude Modulation, Modulação de alta velocidade e baixa robustez.

QPSK

Quadrature Phase Shift Keying, Modulação de média velocidade média robustez.

dBi

Usado para representar o ganho de uma antena, é diretamente proporcional a diretividade da antena.

R

Método de criptografia utilizada em rádios.

Uplink ≈ UL

POP

Point of presence, representa um local onde há equipamentos instalados.

mW

Unidade de potência, Milésima parte de um Watt.

I

AES

Downlink ≈ DL

Enlace no sentido Base para CPE, dados transmitidos no sentido da Base para CPE

IEEE 802 16

o Padrão IEEE para WiMAX, existe vários subpadrões como 802.16d para acesso fixo, 802.16e para acesso móvel.

W

Anatel

Agência nacional de telecomunicações, autarquia que regulamenta o setor de telecomunicações no Brasil.

IEEE 802 11

o Padrão IEEE para Wifi, existem vários sub-padrões, como 802.11a, 802.11b, 802.11g, etc.

TDD Time Division Duplexing, técnica onde se usa apenas um canal para fazer a transmissão e recepção.

FEC

Forward Correction Error, técnica correção de erros.

LOS

Line of sight, Situação de enlace com linha de visada

nLOS

Non line of sight, situação de enlace com visada parcialmente obstruída.

Show-Room: Rua Diogo Moreira, 132 23º andar Pinheiros São Paulo - SP +55 (11) 3035-3777

NLOS

Non line of sight, situação de enlace sem linha de visada.

Guia Prático

de WIRELESS

w w w.wdcne t .com.b r

11


Cidade

Digital

Cidades Digitais Internet Pública Conectividade Metropolitana Monitoramento por câmeras Telefonia VoIP

A WDC Networks é pioneira no desenvolvimento de projetos de Cidades Digitais, oferecendo Certificações e Consultoria de soluções completas para VOIP, redes Wireless, Internet, Intranet (E-GOV), CFTV, entre outros. Distribuimos equipamentos para soluções fim-a-fim das tecnologias WiFi, Wimax e WiMesh, facilitando a integração e o desenvolvimento de negócios nos setores da educação, saúde, segurança metropolitana, prefeituras e áreas rurais. Assim contríbuimos para projetos de Desenvolvimento Social Urbano, Internet Pública e Conectividade Metropolitana.

12


V C

35x zoom ótico 540 linhas 0,0018 Lux Estabilização (suporta vibração do ambiente externo sem interferir na imagem) WDR – Maior contraste Fast Plan – Giro de 400 graus por segundo

T

ideais para Rodovias e Vias Públicas que necessitam de imagens seguras durante dia e noite

F

Lançamento!!! Novas câmeras Pelco com o pacote óptico 2.0

Sistemas de câmera IP linha IX baseada na tecnologia Pelco Sarix: Câmera IP com definição padrão de 0,5 SVGA; Câmera IP de alta definição de 1.3 Megapixel; Câmera IP de alta definição de 3 Megapixel; Câmera IP de alta definição de 2 Megapixel EP;

Segurança em Alta Definição

Compressão H.264, MJPEG e MPEG4; Imagens em tempo real, Slot para cartão Mini SD para armazenamento local; Acessórios automáticos via portas USB; Conectores de serviço locais para facilitar a instalação ;

ta

Adicione câmeras caâcmIePier+as de segurança rápido e facilmente!

cas

ógi Anal

Sistema Endura

Novos Recursos e a melhor Performance

NOVO DX8100 - Híbrido

© Pelco Press

Maior capacidade máxima de armazenamento: 4 TB Gravador padrão de DVD-R: grava em CD-R e DVD-R Resolução de gravação de até 704 x 480 (4CIF) Expansor de 16 canais, permite aumentar o número de câmeras analógicas para até 32 canais Permite a conexão de teclados KBD300A para seleção de câmeras e controle de PTZ

O sistema de vídeo por IP Endura oferece a confiabilidade, escalabilidade, flexibilidade e desempenho essenciais que os clientes exigem de um sistema de segurança de vídeo corporativo

Sistema TCP/IP “turn key” de gerenciamento e gravação de vídeo A melhor qualidade de imagem entre os sistemas TCP/IP de CFTV Trafega 4CIF @ 30 frames @ 2Mbps Endura NÃO é baseado em licenças (atualizações gratuitas)

Plataforma flexível, estável e escalonável Sistema Único de gerenciamento

baseado em IP.

13


Câmeras IP OR MELSHTO! CU

Conhecimento em

Segurança Linha CFTV Completa Câmeras IP Megapixel de 1.3 a 5MP; Encoders IP com opções de 1 a 4 canais;

VERSÕES

Explorer; Standard; Professional; Enterprise;

C O M PAT Í V E L

Toda a linha com 3 anos de g aran tia

Digifort 6.1.0 conta com diversas melhorias, novos recursos e maior compatibilidade com hardwares de novos fabricantes. Dentre as principais novidades, destacamos a implementação da compressão de

BENEFÍCIOS DOS PRODUTOS DIGIFORT www.messoa.com

vídeo H.264 e os Eventos Programados

Liberdade de escolha - 4 versões diferentes Acesso remoto nativo, Simples de Instalar Solução Escalável – Gerenciamento ilimitado de câmeras Melhor aproveitamento do espaço em disco Alto Desempenho Integração de Alarmes Menu em Português

Video Surveillance Solutions VOCÊ CONSEGUE VISUALIZAR PELO VIDEOPHONE!! GXV-3140

GVX3504 Câmera IP e Encoders compativeis com protocolo SI Porta USB e DS incorporadas para armazenamento local Análise de vídeo inteligente integrado Suporte de VoIP - áudio bidirecional e transmissão de vídeo diretamente a um vídeo fone Alimentação PoE ou 12VDC Compressão H.264 M-JPEG

14

A câmera que liga pra você quando tem alarme GVX3601


Solução Avançada para Mercado de Comunicações Convergentes com Sinalização SS7 nativa IMG 1004 Gateway de voz IP com até 4xE1. Suporta até 128 canais em apenas um chassis 19’’ 1U Suporte simultâneo a PRI, CAS, SS7 CICs Expansivel de 1 a 4 T1/E1 IP-to-IP transcoding and ENUM Integrated SS7 ISUP (quando operando em conjunto com IMG1010) Trabalha com balanceamento de carga Possui detalhada ferramenta de configuração Sinalização Any-to-Any

IMG 1010 Gateway de voz IP com até2 4xE1. Suporta até 1024 canais em apenas um chassis 19’’ 1U Compatível com RFC 3398 Mapeamento entre SIP e SS7 ISUP Permite integração entre usuários SS7 e serviços SIP Exemplos: SIP INVITE SS7 IAM, SS7 ACM message SIP PRACK ITU Q.699 Mapeamento entre RDSI e SS7 Permite equipamentos legados acessar a rede SS7 ISUP Suporte simultâneo a PRI, CAS, SS7 ISUP Expansivel de 3 a 24 T1/E1 IP-to-IP transcoding and ENUM

ESQUEMAS:

SIP H.32

IP WAN

IMG 1004

3

SIP H.32

PABX PSTN SS7

3

IMG 1004

Operadora VOIP

PRI ISDN

PSTN

PRI ISDN

São Paulo

IMG 1010

PABX PSTN SS7

Rio de Janeiro

PSTN SS7

IMG 1004

Nova York

SIP H . CIC 323

SIP H.323 CIC

IMG 1004

IP WAN .323 SIP HCIC

15


Plano de fidelidade

WDC implanta novos serviços!

Acesse www.wdcnet.com.br e efetue seu cadastro no Plano Fidelidade.

A WDC Networks acaba de implantar dois novos serviços especiais para o atendimento de seus Canais de Vendas, Provedores (ISPs), Operadoras, Integradoras de Sistemas e de Segurança e Revendas:

Na WDC Networks, cada R$ 1,00 gasto em compras é convertido em 1 ponto. 1800HG

Televendas Atendimento Imediato! Visando melhor qualidade e rapidez no atendimento aos nossos clientes, a WDC Networks acaba de implantar o TELEVENDAS. Com uma equipe especializada e com conhecimentos de todas as linhas de produtos oferecidos, além do apoio técnico, a WDC poderá ajudar seus clientes a encontrarem a melhor solução para seus projetos. Contato: televendas@wdcnet.com.br

PARA PARTICIPAR É MUITO SIMPLES!

Modem ADSL - alta velocidade Roteador sem fio (WIFI) Switch Ethernet 4 portas Firewall Integrado Homologado por BR, Turbo, Speedy e Velox

3000

15000

PONTOS

SAC – Aguardamos sua sugestão!

CPC503

Câmera DOME PTZ 480TVL - Auto Pan Lente 4,2 - 12,7mm

PONTOS

Travel Adapter

BT-120HP

Adaptador USB (Kit Viagem)

Headset sem fio Bluetooth 1.2

O SAC da WDC Networks será o ponto de apoio e suporte para todos os serviços de pós e pré vendas. Todos os atendimentos, tais como, sugestões, reclamações, dúvidas sobre garantia e assuntos técnicos serão registrados em nosso sistema, gerando um protocolo de atendimento. Esse protocolo será a garantia do retorno de seu contato. Contato: sac@wdcnet.com.br

2000

PONTOS

20000

PONTOS

Preços em Dólar comercial, convertidos em Real na data do faturamento.

ALTERNATIVA LEGAL - A WDC Networks trabalha 100% dentro das normas e da legislação brasileira. Nossos produtos importados são comercializados com certificado de origem e os produtos fabricados no Brasil seguem as normas da Anatel. A WDC não vende ao usuário final, atendendo apenas revendas, integradores e prestadores de serviço.

PLANO DE FIDELIDADE - A cada compra a sua empresa acumula pontos que poderão ser trocados por prêmios, treinamentos ou descontos adicionais nas compras. Cadastre-se no nosso site, cada 1 ponto equivale a R$ 1,00 (um real) gasto.

GARANTIA - A WDC garante que seus produtos de hardware estão livres de defeitos de fabricação

SAIBA COMO USAR SEU CARTÃO DE CRÉDITO

e matéria-prima por um período de 1 (um) ano para toda linha de produtos. As famílias de produtos cujos modelos iniciam com LW-LINK e LW-5460, possuem garantia de 06 (seis) meses.

ENDEREÇO DO NOSSO CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO: Av Siridião Durval, 102 A - 45652-165 - Cidade Nova – Ilhéus - BA Todos os produtos são despachados desse endereço.

Para comprar Ligue agora: São Paulo SP (11) 3035-3777 Rio de Janeiro RJ (21) 4062-0078

Curitiba PR (41) 4062-0045 Bahia BA (71) 2626-2784

www.wdcnet.com.br

siga-nos www.twitter.com/wdcnetworks

PARA CONTINUAR RECEBENDO OFERTAS: cadastre-se em nosso website www.wdcnet.com.br EXPEDIENTE REVISTA WDC - PERIODICIDADE BIMESTRAL Direção Geral Vanderlei Rigatieri Marketing Renata Munhai Editorial Tropico Comunicação Arte Fernando Oller Diagramação Std:Ó Editoração Eletrônica Impressão Vox Editora Foto de Capa Distribuição RCampos - http://www.stockxpert.com/ Correios Para anunciar entre em contato com a Renata Munhai SP (11) 3035-3777 / rmunhai@wdcnet .com.br


WDC N.5